29 de junho de 2015/ nº 013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "29 de junho de 2015/ nº 013"

Transcrição

1 Saldo das Operações de Crédito (milhões de R$) 29 de junho de 2015/ nº 013 Efeito PAP: No início de junho o governo federal anunciou o Plano Agrícola e Pecuário 2015/2016, disponibilizando crédito aos produtores brasileiros tanto para custeio e comercialização quanto para investimento. O volume total destinado foi de R$ 180 milhões, apresentando aumento de 20% em relação ao plano da safra anterior. Por outro lado, o crédito ficou mais caro para todas as linhas de financiamento. Neste sentido, a taxa de juros para custeio, que era de 6,5% a.a. na safra 2014/15, passou a ser de 8,75% a.a. nesta safra para produtores de grande porte. Em Mato Grosso, se analisado o impacto desta alteração no custo de produção das três principais culturas, se observa um incremento de 3,47% na soja, 2,71% no milho e 3,19% no algodão. Assim, além das altas previstas nos principais insumos destas culturas, o produtor rural terá de arcar com mais este aumento, caso venha tomar uma destas linhas de crédito do governo. Painel da Decisão: E stimativas Unidade 2014 Ant A Atual B (a/b) 1 - V BP S oja 2015 R$ bi 21,58 20,63 22,40 8,6% 2 - VBP Algodão 2015 R$ bi 4,47 3,29 3,36 2,2% 3 - VBP M ilho 2015 R$ bi 3,91 3,65 3,84 5,3% 4 - VBP Boi 2015 R$ bi 8,91 9,03 9,20 1,8% 5 - VBP M T Agro 2015 R$ bi 43,57 41,40 43,64 5,4% 6 - Dólar RS/US$ 2,65 3,19 3,31 3,8% 7 - Selic % a.a. 11,75 13,73 14,43 0,7p.p. 8 - IGP -DI % 3,93 6,77 7,28 0,5p.p. 9 - IPCA % 6,38 8,30 8,95 0,6p.p. Realiz ado Acumulado Unidade 2014 Ant A Atual B (a/b) 10 - Bal. Com. M T US$ bi 13,03 6,30 4,51-28,4% 11 - B. C. Agronegócio M T US$ bi 15,27 6,98 4,99-28,5% 12 - Export. Gerais M T US$ bi 14,80 7,08 5,06-28,5% A cesta básica fechou o mês de maio em R$ 367,92 na capital. Produtos como o leite, a carne e o tomate, o último com alta de 23%, foram os principais responsáveis pelo aumento de 4,6% com relação a abril. Tendo saldo negativo de empregos, maio é o terceiro mês consecutivo em que os empregos formais em MT atingem números superiores de demissões frente às contratações. Os empregos do agronegócio tiveram uma redução de 0,7 p.p. com relação a abril Import. Gerais M T US$ bi 1,77 0,77 0,55-29,0% 14 - Empregos Formais M T unid ,2% 15 - Empregos Agro M T unid ,7% 16 - Nº Índ. Carne Bovina Base 01/12 92,80 105,65 106,94 1,2% 17 - Nº Índ. Carne Suí na Base 01/12 97,55 111,70 106,86-4,3% 18 - Nº Índ. Carne de Aves Base 01/12 130,53 130,89 133,68 2,1% 19 - Nº Índ. Lácteos Base 01/12 137,38 141,81 144,76 2,1% 20 - Nº Índ. C. Bas. Cuiabá Base 01/12 114,19 125,79 131,60 4,6% 21 - Cesta Básica Cuiabá R$ 319,25 351,67 367,92 4,6% Confira mais informações sobre os indicadores nos gráficos das páginas seguintes. Com a preocupação do mercado financeiro em relação à crise envolvendo a Grécia, e as perspectivas de mais altas na taxa de juros no Brasil, o último Relatório Focus do Banco Central anunciou o dólar a R$3,31 no curto prazo, aumento de 3,8%. PANORAMA DO CRÉDITO: O saldo das operações de crédito de financiamentos e empréstimos no Sistema Financeiro Nacional (SFN) totalizou R$ 70,45 milhões no último mês de maio em Mato Grosso. Se comparado a maio/14, o aumento das operações de crédito foi de 12,85%, impulsionado principalmente pelas operações de pessoas jurídicas. Já no acumulado de março a maio/15 o valor total foi de R$ 212,36 milhões, 13,46% maior se comparado ao do mesmo período do ano passado. Esses resultados demonstram que no início desse ano ainda se observou uma boa tomada de crédito na economia do Estado. Todavia, com a nova postura da política econômica do governo, esta tendência de alta pode perder força nos próximos meses, uma vez que na economia como um todo deve haver uma retração nesta oferta. Desta forma, com o novo PAP, a tomada de crédito pelos produtores rurais, poderá ser um dos principais fatores de manutenção da oferta de crédito no Estado nos próximos meses. SALDO DAS OPERAÇÕES DE CRÉDITO NO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL EM MATO GROSSO ,16 *Acumulado de março a maio. Fonte: Banco Central do Brasil 212,36 62,43 70,45 mar-*mar-* Pessoa Jurídica Pessoa Física Saldo Total

2 1 - Valor Bruto da Produção - Soja (R$ bi) 2 - Valor Bruto da Produção - Algodão (R$ bi) 25,00 20,00 15,00 Soja 5,00 4,00 3,00 Algodão 10,00 2,00 5,00 1, Valor Bruto da Produção - Milho (R$ bi) 4 - Valor Bruto da Produção - Boi (R$ bi) 7,00 Milho 10,50 Bovinocultura 6,00 9,00 5,00 7,50 4,00 6,00 3,00 4,50 2,00 3,00 1,00 1, Valor Bruto da Produção Agropecuária - MT (R$ bi) 6 - Dólar 50,00 MT 3,30 3,10 Cotações em R$ 40,00 30,00 2,90 2,70 2,50 20,00 2,30 10, ,10 1,90 Fonte: Banco Central do Brasil

3 out/13 nov/13 dez/13 out/13 nov/13 dez/13 out/13 nov/13 dez/13 29 de junho de 2015/ nº Selic (%) 2, Índice Geral de Preços - Disponibilidade Interna (%) 14,00 13,00 12,00 Selic 1,50 1,00 IGP-DI 11,00 0,50 10,00 9,00 8,00 0,00-0,50 7,00-1,00 Fonte: Banco Central do Brasil Fonte: FGV/IBRE 9 - IPCA (%) 10 - Balança Comercial Total MT (US$ milhões) 1,40 1,20 1,00 IPCA Total MT 0, ,60 0,40 0, , Fonte: IBGE; Elaboração: Imea Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea 11 - Balança Comercial Agro MT (US$ milhões) 11 - Balança Comercial Agro MT (US$ milhões) Agronegócio MT Agronegócio MT Fonte: AgroStat; Elaboração: Imea Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea

4 29 de junho de 2015/ nº Importações Gerais MT (US$ milhões) 14 - Empregos Formais MT Total MT Total MT Fonte: Aliceweb / MDIC; Elaboração: Imea Fonte: Ministério do Trabalho / RAIS Empregos Formais do Agronegócio Agronegócio MT 115,00 110,00 105,00 100,00 95,00 90,00 85,00 80,00 75,00 70, Nº Índice Carne Bovina Carne Bovina Fonte: Ministério do Trabalho / RAIS 17 - Nº Índice Carne Suína 18 - Nº Índice Carne De Aves 140,00 Carne Suína 140,00 Carne De Aves 130,00 120,00 135,00 110,00 100,00 90,00 130,00 125,00 80,00 70,00 120,00 60,00 115,00

5 29 de junho de 2015/ nº Nº Índice Derivados Lácteos 20 - Nº Índice Cestá Básica 160,00 155,00 Derivados Lácteos 135,00 130,00 Cestá Básica 150,00 145,00 140,00 135,00 130,00 125,00 125,00 120,00 115,00 110,00 105,00 120,00 100, Valor da Cesta Básica (R$) 400,00 Valor 350,00 300,00 250,00 200,00 150,00

6 Tabela 1 - Histórico do Valor Bruto da Produção (VBP) da agropecuária, em Mato Grosso (R$ milhões) VBP Histórico * 2015* (15/14) Soja % Algodão % Milho % Cana-de-açúcar % Arroz % Produtos florestais e Lenha % *Estimativa (dezembro/14) Boi % Aves % Leite % Suínos % Total % Tabela 2 - Variações dos Preços e Produções das Culturas, em Mato Grosso Cultura * 2015* Produção Preço Produção Preço Produção Preço Produção Preço Produção Preço Soja 9,3% 12,9% 3,9% 18,3% 10,7% 14,3% 11,1% 1,2% 7,0% -3,0% Milho -16,9% 37,5% 98,7% -3,7% 62,2% -25,4% -21,4% -1,0% -13,7% 13,7% Algodão Pluma 67,3% 23,1% 14,5% -19,2% -36,0% 17,7% 44,8% -7,3% -14,0% -15,4% Algodão Caroço 67,3% 33,1% 14,5% 25,8% -36,0% 44,2% 40,8% -21,4% -11,5% 3,2% Cana-de-açúcar -2,7% 15,2% -3,7% 24,8% 24,1% -5,8% 3,9% -3,3% 0,9% 1,2% Arroz 7,2% 0,0% -42,0% -14,1% 14,5% 34,7% 9,7% 6,5% 2,5% 1,6% Boi -5,4% 14,9% 9,0% -5,1% 11,6% 5,3% -6,5% 26,5% -7,3% 15,6% Vaca 46,8% 12,2% 19,2% -4,9% 6,2% 5,2% -11,0% 29,6% -16,5% 15,3% Leite 6,2% 3,9% 7,7% -2,8% 1,8% 17,6% 4,2% 7,2% 4,2% -2,6% Produtos Florestais -12,2% -3,1% 2,3% -10,7% -9,2% 35,4% -2,8% -1,3% 1,4% 2,0% Aves ,1% 3,2% 15,9% 0,0% Suínos ,1% 20,3% -13,2% -5,9% *Estimativa (dezembro/14)

7 TABELA 3 - RANKING DAS EXPORTAÇÕES POR PRODUTOS MATO-GROSSENSES (US$ MILHÕES) Ranking Produto 2015 Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Maio Jan- Mai/15 1 Grãos, sementes e frutos 1.247, ,7 915,8 453,3 201,9 80,2 19,1 19,9 0,9 146,9 939,1 514, , ,5 109% -14% 3 Resíduos das indústrias alimentares 252,4 295,4 184,1 400,8 129,6 165,5 195,0 98,5 144,4 117,8 217,2 142,3 268,7 890,5 89% 6% 5 Carnes e miudezas 125,6 117,3 141,7 141,1 102,3 127,9 106,1 138,2 73,1 89,3 87,5 104,1 93,8 447,9-10% -25% 4 Algodão 41,5 23,3 9,9 72,4 140,0 159,4 100,6 111,8 53,4 40,5 50,9 62,0 17,9 224,6-71% -57% 2 Pedras e metais preciosos 22,4 9,1 18,8 16,9 12,7 16,2 10,6 14,9 14,2 11,5 8,8 10,1 9,6 54,2-5% -57% 7 Gorduras e óleos animais ou vegetais 24,6 28,3 47,4 35,3 13,1 18,2 15,3 9,0 3,9 25,5 9,6 25,7 8,6 73,4-67% -65% 9 Peles e couro 12,7 8,5 14,9 11,3 12,6 12,1 7,2 14,1 9,4 7,1 8,3 6,7 8,0 39,4 20% -37% 8 Madeira, carvão vegetal 8,2 8,3 7,9 7,6 7,2 9,5 7,7 10,7 5,9 7,4 9,2 8,4 8,0 38,9-5% -2% 6 Outros produtos de origem animal 5,1 4,0 5,3 5,7 5,4 5,4 5,1 6,4 4,8 4,8 5,6 4,0 3,8 23,0-4% -25% 10 Produtos hortícolas, plantas, raízes 0,6 5,2 8,3 7,2 4,4 4,3 3,1 2,1 0,5 0,0 0,7 2,8 2,9 7,0 4% 358% 11 Outros 5,4 4,6 52,5 254,7 206,4 297,4 296,6 392,8 377,0 134,7 50,8 16,2 4,2 582,8-74% -22% Total 1.746, , , ,2 835,6 896,2 766,5 818,3 687,5 585, ,7 897, , ,2 67% -14% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea TABELA 4 - RANKING DAS IMPORTAÇÕES POR PRODUTOS EM MT (US$ MILHÕES) 2015 Ranking Produto Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Maio Jan- Mai/15 1 Adubos ou fertilizantes 172,9 73,7 110,2 133,2 89,7 79,3 111,1 69,5 73,6 74,1 56,8 50,1 76,5 331,2 53% -56% 2 Reatores nucleares e suas partes 6,5 2,5 6,8 1,0 3,1 2,0 2,8 3,1 3,9 1,9 3,7 4,3 13,9 27,7 222% 112% 3 Combustíveis e óleos minerais 11,2 18,0 22,9 24,0 27,1 26,3 22,2 16,6 25,3 20,4 18,3 21,1 13,7 98,8-35% 22% 4 Ferro fundido, ferro e aço 0,9 0,5 2,6 1,1 1,3 1,9 1,3 0,8 1,2 0,5 1,1 1,2 2,8 6,8 134% 203% 5 Sal, enxofre 2,8 0,3 1,5 1,0 0,4 0,1 0,1 0,1 0,2 0,6 0,1 0,1 0,8 1,7 1059% -73% 6 Borracha e suas obras 0,9 1,4 1,6 0,9 1,3 0,9 0,9 1,0 0,9 0,8 0,7 0,5 0,6 3,5 25% -26% 7 Produtos químicos orgânicos 0,7 0,5 0,6 0,5 0,5 0,6 0,5 0,5 0,7 0,5 0,4 0,4 0,5 2,5 30% -25% 8 Plásticos e suas obras 2,4 2,1 2,5 1,9 2,2 0,0 0,0 2,1 2,4 1,2 2,5 0,5 0,4 6,9-26% -85% 9 Aeronaves e aparelhos espaciais 0,2 0,1 0,3 4,1 2,1 7,3 3,5 0,0 46,2 0,0 1,1 1,2 0,3 48,9-73% 37% 10 Máquinas, aparelhos e materiais elétricos 15,5 0,6 0,3 0,3 0,8 0,3 0,1 1,2 0,2 0,1 0,3 0,6 0,3 1,4-56% -98% 11 Outros 26,8 28,6 9,4 19,0 13,6 10,1 7,5 7,5 4,5 4,7 3,7 4,0 1,4 18,3-64% -95% Total 241,0 128,4 158,6 187,1 142,0 128,8 150,1 102,3 159,1 104,8 88,7 84,0 111,2 547,8 32% -54% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea

8 TABELA 5 - INDICADORES DO COMÉRCIO EXTERIOR DE MATO GROSSO Indicadores Unidade * Participação Agronegócio Exportação Agro/Total 98,7% 97,9% 98,7% 98,9% Balança Comercial MT US$ milhões , , , ,74 Balança Comercial Agronegócio US$ milhões , , , ,08 PIB R$ milhões Termos de Troca 0,96 1,00 1,06 0,95 Dólar Médio R$/US$ 1,95 2,16 2,35 3,06 Fonte: Alice Web, AgroStat, Banco Central do Brasil, IBGE; Elaboração: Imea *Até maio TABELA 6 - INDICADORES DO COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL Indicadores Unidade * Participação Agronegócio Exportação Agro/Total 39,5% 41,3% 43,0% 45,7% Balança Comercial Brasil US$ milhões , , , ,62 Balança Comercial Agronegócio US$ milhões , , , ,93 PIB R$ bilhões 4.402, , PIB Agronegócio R$ bilhões 1.051, , Termos de Troca 0,28 0,29 0,28 0,26 Dólar Médio R$/US$ 1,95 2,16 2,35 3,06 Fonte: Alice Web, AgroStat, Banco Central do Brasil, IBGE; Elaboração: Imea *Até maio TABELA 7 EMPREGOS EM MATO GROSSO POR SETOR Indicadores * 2015** Extrativa Mineral Indústria de Transformação Serviços Industriais de Utilidade Pública Construção Civil Comércio Serviços Administração Pública Agropecuária, Extração Vegetal, Caça e Pesca Fonte: M.T.E. Elaboração: Imea *Até maio Total Agronegócio - Imea

9 TABELA 8 - RANKING DAS EXPORTAÇÕES DE MT POR DESTINO (US$ MILHÕES) Ranking Produto Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai 2015 Jan- Mai/15 1 China 833,0 646,9 545,6 323,6 111,6 90,3 29,2 40,4 20,7 59,4 689,9 307,9 730, ,9 137% -12% 2 Tailândia 42,4 36,0 41,9 24,5 62,5 9,8 6,1 19,7 21,7 31,0 64,5 26,6 100,5 244,3 278% 137% 3 Indonésia 70,4 83,9 17,4 116,3 64,7 104,5 88,4 89,8 91,5 56,3 85,8 49,6 80,9 364,1 63% 15% 4 Países Baixos (Holanda) 145,9 212,6 137,5 136,7 65,5 68,0 98,7 28,0 57,1 28,8 32,4 56,5 71,3 246,0 26% -51% 5 Alemanha 1,3 25,2 21,7 33,7 17,8 15,5 9,3 7,8 1,1 17,7 1,2 22,7 55,2 97,8 143% - 6 Espanha 100,8 95,7 90,1 29,8 38,8 9,3 6,0 1,6 0,7 38,0 64,1 31,4 49,5 183,7 58% -51% 7 Irã 4,0 3,7 11,5 38,6 59,7 76,7 96,3 168,1 84,9 47,9 17,4 31,1 40,0 221,3 29% - 8 Portugal 0,4 12,6 10,0 7,1 0,6 0,7 0,6 0,5 0,4 0,0 25,3 13,5 38,2 77,4 184% - 9 Rússia 39,8 61,6 33,6 35,7 41,7 37,4 13,8 25,2 3,2 20,8 25,4 39,2 34,7 123,2-12% -13% 10 França 15,1 16,0 28,7 9,0 16,2 5,0 3,6 2,0 2,0 2,7 9,6 26,9 28,8 70,0 7% 90% 11 Outros 493,0 397,3 468,6 651,4 356,6 479,1 414,7 435,2 404,2 283,0 372,2 291,8 271, ,5-7% -45% Total 1.746, , , ,2 835,6 896,2 766,5 818,3 687,5 585, ,7 897, , ,2 67% -14% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea TABELA 9 - RANKING DAS IMPORTAÇÕES DE MT POR ORIGEM (US$ MILHÕES) Ranking Produto Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai 2015 Jan- Mai/15 1 Belarus 21,0 16,9 34,0 32,1 19,5 13,9 18,6 5,4 0,0 4,8 7,0 10,7 34,3 56,8 220% 64% 2 Bolívia 11,0 17,8 22,5 24,0 26,9 26,1 22,2 16,6 25,1 20,0 18,1 21,0 13,5 97,7-36% 22% 3 Rússia 21,9 7,6 25,0 27,3 14,0 5,6 6,3 9,8 23,4 6,8 2,3 1,8 11,5 45,9 530% -48% 4 Espanha 22,8 28,5 6,0 4,4 1,8 1,6 0,0 2,6 1,3 4,2 0,0 0,1 11,1 16, % 5 Estados Unidos 23,2 5,7 10,8 8,1 6,3 19,3 12,4 9,8 36,5 9,5 22,0 8,7 8,7 85,4 0% -63% 6 China 19,0 5,0 4,0 21,0 13,8 7,9 16,1 7,7 12,6 6,4 4,4 3,4 8,3 35,1 144% -56% 7 Alemanha 11,2 5,6 4,2 16,5 2,5 2,4 6,2 0,3 3,8 4,1 0,2 4,2 6,4 18,7 54% -43% 8 Catar 0,8 0,0 0,0 0,4 0,0 0,0 5,8 14,1 9,8 18,8 0,6 5,2 5,0 39,2-4% 550% 9 Canadá 40,7 7,9 33,2 14,8 13,9 16,7 1,8 8,8 21,8 5,6 5,4 14,3 3,1 50, % 10 Chile 0,0 4,8 0,2 2,2 0,5 0,1 0,0 0,0 0,0 0,1 2,0 0,3 3,1 5, Outros 69,4 28,7 18,8 36,2 42,9 35,1 60,6 27,1 24,8 24,4 26,8 14,4 6,3 96,7-56% -91% Total 241,0 128,4 158,6 187,1 142,0 128,8 150,1 102,3 159,1 104,8 88,7 84,0 111,2 547,8 32% -54% Fonte: Alicew eb/mdic; Elaboração: Imea

10 TABELA 10 - PREÇOS MÉDIOS NO VAREJO EM CUIABÁ- CARNES E LÁCTEOS Produto Unidade Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Mai 2015 Boi R$/kg 16,9 17,1 17,4 17,3 18,2 18,1 18,8 19,3 20,2 20,2 19,9 19,8 20,0 1% 19% Frango R$/kg 9,9 10,0 10,0 10,1 9,9 10,1 10,3 10,3 10,1 10,1 10,1 10,0 10,2 2% 3% Suíno R$/kg 11,0 11,3 11,5 11,5 11,6 11,8 11,9 12,9 12,9 12,9 13,1 13,2 12,7-4% 16% Leite R$/l 10,3 10,4 10,6 10,6 12,0 11,4 11,1 11,0 11,0 10,8 10,9 11,0 11,2 2% 8% TABELA 11 - PREÇOS MÉDIOS NO VAREJO EM CUIABÁ - CESTA BÁSICA Produto Unidade Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Jan Fev Mar Abr Maio 2015 Cesta Básica R$ 345,8 330,5 314,8 309,0 310,5 313,4 326,4 322,9 346,9 344,3 351,9 351,7 367,9 5% 6% Carne R$/kg 111,2 110,0 110,2 113,3 119,1 118,3 121,3 122,9 124,2 124,0 125,1 124,1 127,4 3% 15% Leite R$/l 17,9 17,9 18,0 18,3 18,2 18,3 18,3 17,6 18,0 17,3 17,4 17,8 18,3 3% 2% Feijão R$/kg 16,9 16,2 15,4 14,1 13,2 12,8 12,9 13,8 18,6 20,1 21,7 21,3 20,9-2% 23% Arroz R$/kg 6,6 6,9 6,7 6,7 6,9 6,4 6,5 7,0 7,2 7,2 7,0 6,6 6,7 2% 3% Farinha R$/kg 4,6 4,7 4,8 4,8 5,2 5,0 4,6 4,4 4,3 4,3 4,3 4,4 4,4 0% -6% Batata R$/kg 26,9 23,3 18,7 15,3 14,5 14,2 20,2 20,0 31,9 27,2 26,2 24,0 24,4 1% -9% Tomate R$/kg 58,9 49,8 41,5 37,6 37,1 41,7 46,8 41,5 47,6 48,3 53,6 55,7 68,6 23% 16% Pão Francês R$/kg 50,3 50,8 49,6 46,6 46,7 46,1 45,8 46,1 46,1 46,1 46,1 46,1 45,6-1% -9% Café em Pó R$/kg 9,1 9,0 8,9 9,0 9,0 8,7 8,8 8,7 8,8 8,7 8,8 9,1 9,2 1% 0% Banana R$/unid. 17,2 16,6 16,3 18,0 16,5 16,9 16,3 15,5 15,5 16,2 16,6 17,5 17,4-1% 1% Açúcar R$/kg 5,1 5,0 4,9 4,7 4,7 4,6 4,7 4,7 4,5 4,6 4,5 4,4 4,5 3% -12% Óleo R$/gr 3,1 3,1 3,0 2,9 2,8 2,8 2,8 2,8 2,7 2,7 2,8 2,9 2,9-1% -7% Manteiga R$/gr 17,8 17,2 16,9 17,7 16,6 17,4 17,5 18,0 17,6 17,6 17,7 17,8 17,7-1% -1% PRESIDENTE Rui Carlos Ottoni Prado SUPERINTENDENTE Otávio Lemos de Melo Celidonio ELABORAÇÃO Sâmyla Sousa e Felipe Carvalho. EQUIPE TÉCNICA Analistas: Ana Paula Baroni, Ângelo Ozelame, Jéssica Brandão, José Victor Zamparini, Kimberly Montagner, Paulo Ozaki, Rafael Chen, Regiane Campos, Rondiny Carneiro, Sâmyla Sousa, Tainá Heinzmann, Talita Takahashi, Tiago Assis e Yago Travagini Estagiários: Alexandre Rego, Aline Kaziuk, Bruna Noab, Edilson Freire, Felipe Carvalho, Gabriel Gomes, Júlio Marques, Nathalia Markus, Ricardo Silva, Wilson Chitto e Yasmim Barbant. INDICADORES ATUAL ANTERIOR SELIC (AO ANO) 13,75% 13,25% TJLP (AO ANO) 6,00% 6,00% IPCA 05/15 0,74% 0,71% IPCA 12 MESES 8,47% 8,17% IGP-DI 05/15 0,40% 0,92% IGP-DI 12 MESES 4,82% 3,93%

26 de fevereiro de 2016/ nº 021

26 de fevereiro de 2016/ nº 021 jan/15 mar/15 mai/15 jul/15 set/15 nov/15 jan/16 Bilhões de R$ % 26 de fevereiro de 2016/ nº 021 Contas em xeque : Na última semana, o Banco Central divulgou os números das contas públicas do mês de janeiro.

Leia mais

2 de maio de 2016/ nº 023

2 de maio de 2016/ nº 023 Bilhões de R$ 2 de maio de 2016/ nº 023 Ritmo de subida: Em abril foi realizada a segunda estimativa do Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) do Estado para o ano de 2016. Os dados recentes vieram

Leia mais

19 de dezembro de 2014/ nº 007

19 de dezembro de 2014/ nº 007 Retrospectiva: O ano de 2014 se mostrou bastante delicado para a economia brasileira. O crescimento do PIB, projetado pelo Relatório Focus, que já foi de 2,00%, agora está em 0,16% para 2014, o IPCA, está

Leia mais

24 de novembro de 2014/ nº 006

24 de novembro de 2014/ nº 006 jan/13 mar/13 mai/13 jul/13 set/13 nov/13 jan/14 mar/14 mai/14 jul/14 set/14 nov/14 R$/litro Diesel e R$/US$ Frete (R$/t) 24 de novembro de 2014/ nº 006 Economia em xeque: Uma semana após o fim das eleições,

Leia mais

25 de abril de 2015/ nº 012

25 de abril de 2015/ nº 012 Participação adm. e dems. total 25 de abril de 2015/ nº 012 Cenário industrial: Em março deste ano, a produção da indústria de transformação em Mato Grosso apresentou crescimento de 6,1% em relação ao

Leia mais

19 de dezembro de 2014/ nº 25

19 de dezembro de 2014/ nº 25 19 de dezembro de / nº 25 Retrospectiva: O ano de foi positivo para a pecuária de leite, apesar de alguns entraves encontrados em determinados meses, o crescimento se manteve. O volume de foi estimado

Leia mais

06 de novembro de 2015/ nº 35

06 de novembro de 2015/ nº 35 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 R$/litro 06 de novembro de 2015/ nº 35 Secando o leite: Ao contrário do que era esperado, por estar no período

Leia mais

11 de setembro de 2015/ nº 33

11 de setembro de 2015/ nº 33 Toneladas 11 de setembro de 2015/ nº 33 Retomando o fôlego: Em baixa há seis meses, o preço do leite recebido pelo produtor mato-grossense atingiu em julho o maior patamar deste ano, chegando a R$ 0,84/litro,

Leia mais

6 de março de 2015/ nº 28

6 de março de 2015/ nº 28 R$/l 6 de março de 2015/ nº 28 Movimentações negativas: No início de 2015 a cadeia produtiva do leite tem atravessado um cenário baixista. O aumento no volume da captação nos últimos quatro meses e a diminuição

Leia mais

Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso

Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso Incidência da tributação sobre o agronegócio de Mato Grosso Ins$tuto Mato-grossense de economia agropecuária Mantenedoras: Mercados Pesquisados Bovinos Soja ü O ins3tuto atua há 17 anos e conta com um

Leia mais

1 de abril de 2016/ nº 022

1 de abril de 2016/ nº 022 R$/US$ 1 de abril de 2016/ nº 022 Salvo pelo agronegócio: O agravamento da crise econômica no Brasil tem afetado diretamente a geração de empregos no país, visto que os números da indústria, comércio e

Leia mais

17 de abril de 2015/ nº 278

17 de abril de 2015/ nº 278 Volume exportado (mil t) 17 de abril de 2015/ nº 278 Produção cara: Produzir algodão em Mato Grosso nunca foi tão caro. De acordo com o último relatório de custo de produção para a safra 2015/16, um hectare

Leia mais

25 de julho de 2014/ nº 003

25 de julho de 2014/ nº 003 De olho no Risco País: Com o cenário de incertezas políticas e econômicas brasileiras, é verificado um efeito sobre o índice que calcula o Risco País (EMBI+ Risco Brasil), realizado pela JP Morgan. Em

Leia mais

03 de junho de 2016/ nº 43

03 de junho de 2016/ nº 43 Em milhões R$ 03 de junho de 2016/ nº 43 Mercado reage: O volume captado de leite em Mato Grosso registrou mais uma queda no mês de abril, é a quarta consecutiva. A oferta restrita da matéria-prima vem

Leia mais

13 de fevereiro de 2015/ nº 340

13 de fevereiro de 2015/ nº 340 Mil TEC 13 de fevereiro de 2015/ nº 340 Baixa em janeiro: O ano de 2015 teve início com forte queda na exportação brasileira de carne bovina. Tendo como base o mesmo período do ano anterior, em jan/15

Leia mais

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO

REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO REFLEXOS DO CENÁRIO ECONÔMICO MUNDIAL SOBRE O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO JOÃO CRUZ REIS FILHO SECRETÁRIO DE ESTADO DE AGRICULTURA, PECUÁRIA E ABASTECIMENTO Brasília/DF JULHO DE 2015 22 CENÁRIO POPULACIONAL

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio

Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio Abordagem de mercado dos títulos de crédito do agronegócio Ivan Wedekin Seminário FEBRABAN sobre Agronegócios 2016 18.10.2016 Crédito e desenvolvimento do agronegócio Brasil: indicadores do crédito na

Leia mais

2 de dezembro de 2016 / nº 432

2 de dezembro de 2016 / nº 432 Painel de Decisão Semanais Unidade 2015 A nt. a A tual b (b/ a) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 18,12 26,14 25,34-3,06% 2 - CBOT (mar/ 17) US$/bu 3,69 3,59 3,49-2,64% 3 - CBOT (jul/ 17) US$/bu 3,86 3,76

Leia mais

16 de janeiro de 2015/ nº 336

16 de janeiro de 2015/ nº 336 jan-10 mai-10 set-10 jan-11 mai-11 set-11 jan-12 mai-12 set-12 jan-13 mai-13 set-13 jan-14 mai-14 set-14 jan-15* (R$/@) 16 de janeiro de 2015/ nº 336 Alta nas exportações: Mato Grosso teve em dez/14 um

Leia mais

4 de novembro de 2016 / nº 427

4 de novembro de 2016 / nº 427 Milhões de toneladas 4 de novembro de 2016 / nº 427 Painel de Decisão Semanais Unidade 2015 A nt. a A tual b (b/ a) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 18,21 27,33 27,51 0,63% 2 - CBOT (dez/ 16) US$/bu 3,77

Leia mais

22 de dezembro de 2016/ nº 50

22 de dezembro de 2016/ nº 50 Retrospectiva: Em 2016 o setor lácteo no Brasil se comportou de forma desconexa em relação ao mercado internacional. Enquanto nos principais países produtores de leite a oferta crescente fez os preços

Leia mais

8 de agosto de 2014/ nº 315

8 de agosto de 2014/ nº 315 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 mai/14 jun/14 jul/14 Milhões de toneladas 8 de agosto de 2014/ nº 315 Vendas atualizadas: Na última semana os dados de comercialização da soja em Mato Grosso tiveram seus números

Leia mais

4 de março de 2016/ nº 393

4 de março de 2016/ nº 393 fev/14 abr/14 jun/14 ago/14 out/14 dez/14 fev/15 abr/15 jun/15 ago/15 out/15 dez/15 fev/16 Diferencial de base % 4 de março de 2016/ nº 393 Pressão: Na quarta-feira (02/03), o preço da arroba do boi gordo

Leia mais

20 de novembro de 2015 / nº 380

20 de novembro de 2015 / nº 380 $475,62 $476,91 $397,51 $438,13 R$/ha e US$/ha R$ 898,92 R$ 1.006,28 R$ 1.120,97 R$ 1.317,02 20 de novembro de 2015 / nº 380 Inchado: Há cerca de um ano, o Imea relatava sobre o processo de retração dos

Leia mais

IGP-M. Junho/ de junho de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Junho/ de junho de Secretaria de Política Econômica IGP-M Junho/2016 29 de junho de 2016 jun 99 dez 99 jun 00 dez 00 jun 01 dez 01 jun 02 dez 02 jun 03 dez 03 jun 04 dez 04 jun 05 dez 05 jun 06 dez 06 jun 07 dez 07 jun 08 dez 08 jun 09 dez 09 jun 10 dez

Leia mais

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Motivações Dimensionar o Produto Interno Bruto do Agronegócio do Estado de São Paulo, desde a renda gerada na produção

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Agosto 2015 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM AGOSTO Exportações As exportações da indústria registraram o nível mais baixo para o mês desde

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais

Contas Nacionais Trimestrais Contas Nacionais Trimestrais Indicadores de Volume e Valores Correntes 2º Trimestre de 2013 Coordenação de Contas Nacionais 30 de agosto de 2013 Tabela Resumo Principais resultados do PIB a preços de mercado

Leia mais

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro

Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Julho 2016

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Julho 2016 >> Exportações de produtos industriais Mato Grosso do Sul - Exportação de Produtos Industriais (Receita - US$) Grupos de Produtos Industriais Julho Janeiro a Julho 2015 2016 Var. % 2015 2016 Var. % Celulose

Leia mais

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016.

Total das exportações do Rio Grande do Sul. Exportações no período acumulado de janeiro a fevereiro de 2016. Este relatório tem por objetivo apresentar os principais números referentes ao comércio exterior do agronegócio do Rio Grande do Sul no mês de fevereiro de 2016. Total das exportações do Rio Grande do

Leia mais

BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares

BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares BALANÇA COMERCIAL GOIANA OUTUBRO 2015 Dados preliminares 1 BALANÇA COMERCIAL GOIÁS OUTUBRO 2015 US$ FOB MÊS EXPORTAÇÕES IMPORTAÇÕES SALDO OUTUBRO/2015 516.095.546 262.729.719 253.365.827 2 EVOLUÇÃO DA

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Julho 2015 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM JULHO Exportações As exportações da indústria atingiram o nível mais baixo desde 2006 para o

Leia mais

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC

EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO TAXA DE JUROS SELIC Indicadores EXPECTATIVA MÉDIA ANUAL DO MERCADO PARA A ECONOMIA BRASILEIRA: PIB, JUROS, CÂMBIO E INFLAÇÃO - 2010-2014 ANO TAXA DE CRESCIMENTO DO PIB TAXA DE JUROS SELIC TAXA DE CÂMBIO R$/US$ TAXA DE INFLAÇÃO

Leia mais

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATOGROSSENSES JANEIRO a NOVEMBRO / Balança Comercial

ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATOGROSSENSES JANEIRO a NOVEMBRO / Balança Comercial ANÁLISE DAS EXPORTAÇÕES MATOGROSSENSES JANEIRO a NOVEMBRO - 2010/2009 1- Balança Comercial Mato Grosso registrou até novembro desse ano, um superávit acumulado na Balança Comercial de US$ 6,95 bilhões,

Leia mais

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Dezembro 2016

Comércio Exterior de Mato Grosso do Sul / Desempenho Industrial Dezembro 2016 >> Exportações de produtos industriais Mato Grosso do Sul - Exportação de Produtos Industriais (Receita - US$) Grupos de Produtos Industriais Dezembro Janeiro a Dezembro 2015 2016 Var. % 2015 2016 Var.

Leia mais

20 de fevereiro de 2015 / nº 341

20 de fevereiro de 2015 / nº 341 Margem no vermelho: Com os insumos comprados para a safra 2014/15, as atenções dos produtores atualmente se voltam para o campo. O ritmo da semeadura de milho, somado às previsões de chuvas para os próximos

Leia mais

13 de janeiro de 2017/ nº 436

13 de janeiro de 2017/ nº 436 jan-16 fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 set-16 out-16 nov-16 dez-16 13 de janeiro de 2017/ nº 436 Em queda: Nesta semana a Secretaria de Comércio Exterior (Secex) divulgou os dados das

Leia mais

22 de dezembro de 2016 / nº 435

22 de dezembro de 2016 / nº 435 Painel da Decisão Indicadores Unidade 2015 (b) 2016 (a) anual (a/ b) 1 - Indicador Imea - M T R$/sc 16,12 27,95 73,36% 2 - CBOT Físico US$/bu 3,78 3,60-4,83% 3 - CBOT Futuro (jul) US$/bu 4,01 3,78-5,77%

Leia mais

4 de novembro de 2016/ nº 428

4 de novembro de 2016/ nº 428 out/14 dez/14 fev/15 abr/15 jun/15 ago/15 out/15 dez/15 fev/16 abr/16 jun/16 ago/16 out/16 Mil cabeças 4 de novembro de 2016/ nº 428 Mês das entregas: Segundo dados do Indea-MT, o Estado de Mato Grosso

Leia mais

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 17 de agosto de 2012 Número: 216

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 17 de agosto de 2012 Número: 216 Milho - Análise PESO DA TECNOLOGIA: O valor dos insumos no mês de julho para o plantio do milho 2ª safra 2012/13 tomou rumo contrário ao esperado e reduziu. Adquirindo os insumos para o plantio de milho

Leia mais

GRÃOS TABELA 2 PREÇOS MÉDIOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES

GRÃOS TABELA 2 PREÇOS MÉDIOS RECEBIDOS PELOS PRODUTORES INDICADORES ECONÔMICOS TABELA 1 PRINCIPAIS INDICADORES ECONÔMICOS 2015 IPCA acumulado 12 meses anteriores ao mês de abril 8,17% 6,27% IPCA mês de abril 0,71% 0,67% PIB (último trimestre) 0,1% 2,7% 13,25%

Leia mais

23 de outubro de 2015/ nº 376

23 de outubro de 2015/ nº 376 jan-12 abr-12 jul-12 out-12 jan-13 abr-13 jul-13 out-13 jan-14 abr-14 jul-14 out-14 jan-15 abr-15 jul-15 out-15 Cotação em R$/tonelada 23 de outubro de 2015/ nº 376 Ainda elevado: Em um movimento natural

Leia mais

CIP-Brasil. Catalogação-na-publicação. Embrapa Gado de Leite

CIP-Brasil. Catalogação-na-publicação. Embrapa Gado de Leite Ano 7, n. 52 - Junho/2016 Embrapa Gado de Leite Rua Eugênio do Nascimento, 610 - Bairro Dom Bosco 36038-330 Juiz de Fora/MG Telefone: (32) 3311-7400 Fax: (32) 3311-7424 www.embrapa.br www.embrapa.br/fale-conosco/sac

Leia mais

CIP-Brasil. Catalogação-na-publicação. Embrapa Gado de Leite

CIP-Brasil. Catalogação-na-publicação. Embrapa Gado de Leite Ano 7, n. 56 - Outubro/2016 Embrapa Gado de Leite Rua Eugênio do Nascimento, 610 - Bairro Dom Bosco 36038-330 Juiz de Fora/MG Telefone: (32) 3311-7400 Fax: (32) 3311-7424 www.embrapa.br www.embrapa.br/fale-conosco/sac

Leia mais

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande

PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG. Vale do Rio Grande PAINEL REGIONAL DA INDÚSTRIA MINEIRA REGIONAIS FIEMG Vale do Rio Grande Julho/2016 Objetivo Prover informações econômicas básicas sobre a caracterização da indústria no Estado de Minas Gerais e nas Regionais

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20

BOLETIM SEMANAL R$ 72,12 R$ 67,20 11/9 13/9 15/9 17/9 19/9 21/9 23/9 25/9 27/9 29/9 1/10 3/10 5/10 7/10 9/10 11/10 Contratos Negociados (x 1000) Cents de US$/bu 4-jul 11-jul 18-jul 25-jul 1-ago 8-ago 15-ago 22-ago 29-ago 5-set 12-set 19-set

Leia mais

IGP-M. Janeiro/ de janeiro de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Janeiro/ de janeiro de Secretaria de Política Econômica IGP-M Janeiro/2016 28 de janeiro de 2016 jan 99 jul 99 jan 00 jul 00 jan 01 jul 01 jan 02 jul 02 jan 03 jul 03 jan 04 jul 04 jan 05 jul 05 jan 06 jul 06 jan 07 jul 07 jan 08 jul 08 jan 09 jul 09 jan 10

Leia mais

26 de setembro de 2014/ nº 322

26 de setembro de 2014/ nº 322 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 Reais por arroba (R$/@) 26 de setembro de 2014/ nº 322 Foco nas

Leia mais

Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária. Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2022

Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária. Projeções do Agronegócio em Mato Grosso para 2022 1 Instituto -Grossense de Economia Agropecuária Projeções do Agronegócio em para 2022 09/2012 2 Equipe Rui Prado Presidente Otávio Celidonio Superintendente Daniel Latorraca Gestor Meuryn Lima Administradora

Leia mais

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015

DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos MATO GROSSO OUTUBRO DE 2015 DADOS GERAIS DO ESTADO DO MATO GROSSO Total Part % Brasil Part % Região Área Total - km² 903.386 10,63% 56,24% População

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal abril 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13 dez-13 jan-14 fev-14 mar-14 DIFERENCIAL DE BASE (%) PREÇOS DO BOI GORDO (R$/@) mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13

Leia mais

Contas Nacionais Trimestrais

Contas Nacionais Trimestrais Contas Nacionais Trimestrais Indicadores de Volume e Valores Correntes 4º Trimestre de 2010 Coordenação de Contas Nacionais 03 de março de 2010 Tabela Resumo Principais resultados do PIB a preços de mercado

Leia mais

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso

Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Realização Parceria Técnica Clusters de etanol de milho em Mato Grosso Daniel Latorraca Ferreira daniel@imea.com.br Agenda Análise de mercado Escopo do trabalho Metodologia de composição dos clusters Resultados

Leia mais

2 de setembro de 2016/ nº 419

2 de setembro de 2016/ nº 419 ago-15 set-15 out-15 nov-15 dez-15 jan-16 fev-16 mar-16 abr-16 mai-16 jun-16 jul-16 ago-16 R$/Kg 2 de setembro de 2016/ nº 419 Retrocesso: O preço do boi gordo é um dos principais indicadores para auferir

Leia mais

Relações Comerciais Brasil-Alemanha

Relações Comerciais Brasil-Alemanha Relações Comerciais Brasil-Alemanha Balança Comercial Brasil Alemanha / 2002 Mar 2015 (em mil US$ - FOB) Ano Exportação Importação Saldo Volume de Comércio 2002 2.539.954 4.418.971-1.879.016 6.958.926

Leia mais

2 de dezembro de 2016/ nº 432

2 de dezembro de 2016/ nº 432 01/dez** 03/dez 05/dez 07/dez 09/dez 11/dez 13/dez 15/dez 17/dez 19/dez 21/dez 23/dez 25/dez 27/dez 29/dez 31/dez mm 2 de dezembro de 2016/ nº 432 No positivo: Com a recente derrocada no preço da arroba

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura 04-nov-13 11-nov-13 18-nov-13 25-nov-13 02-dez-13 09-dez-13 16-dez-13 06-jan-14 13-jan-14 20-jan-14 27-jan-14 03-fev-14 10-fev-14 17-fev-14 24-fev-14 jan-13 fev-13 mar-13 abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13

Leia mais

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009

RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009 Instituto Mato Grossense de Economia Agrícola RELATÓRIO ESTATÍSTICO DA BOVINOCULTURA FEVEREIRO / 2009 Presidente: Rui Carlos Ottoni Prado Superintendente: Seneri Kernbeis Paludo Elaboração: Otávio L. M.

Leia mais

Resultados de Junho de 2014

Resultados de Junho de 2014 Junho / 2014 Resultados de Junho de 2014 - Exportação: US$ 20,5 bi, em valor, e média diária de US$ 1,023 bilhão; sobre mai-14, aumento de 3,6%, pela média diária; sobre jun-13, redução de 3,5%, pela média

Leia mais

28 de agosto de 2015/ nº 368

28 de agosto de 2015/ nº 368 fev-13 abr-13 jun-13 ago-13 out-13 dez-13 fev-14 abr-14 jun-14 ago-14 out-14 dez-14 fev-15 abr-15 jun-15 ago-15 Cotação em MT - R$/t 28 de agosto de 2015/ nº 368 Motores aquecidos: Depois de um leve recuo

Leia mais

5 de dezembro de 2014/ nº 332

5 de dezembro de 2014/ nº 332 44,20 45,44 40,80 44,80 41,50 47,44 38,98 47,82 42,21 44,95 47,00 47,90 46,17 50,52 preço em R$/sc Dólar em RS/US$ 5 de dezembro de 2014/ nº 332 Futuros aquecidos: Enquanto a safra 13/14 da soja mato-grossense

Leia mais

29 de abril de 2016/ nº 401

29 de abril de 2016/ nº 401 Brasnorte Canarana Diamantino Itauba Rondonópolis 570 382 625 539 412 149 766 687 628 mm 797 29 de abril de 2016/ nº 401 Adequando-se: Nos últimos meses, um fato que pode estar passando despercebido e

Leia mais

14 de novembro de 2014 / nº 329

14 de novembro de 2014 / nº 329 Menor da safra: A primeira quinzena de novembro trouxe bons ventos aos produtores de milho em Mato Grosso. As fortes elevações ocorridas no preço do cereal nas últimas semanas e a queda do preço do frete

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE

BOVINOCULTURA DE CORTE Milhares BOVINOCULTURA DE CORTE» MERCADO INTERNO Os preços médios da arroba do boi e da vaca na segunda semana de julho continuaram a crescer, finalizando o período em R$ 96,9 e R$91,11 (à vista e livre

Leia mais

Projeto desenvolvido por:

Projeto desenvolvido por: Coordenação Geral Kennya Beatriz Siqueira Alziro Vasconcelos Carneiro Equipe Técnica Kennya Beatriz Siqueira - Pesquisadora Embrapa Gado de Leite Alziro Vasconcelos Carneiro - Analista Embrapa Gado de

Leia mais

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS

Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro Unidade de Estudos Econômicos UNIDADE DE ESTUDOS ECONÔMICOS Balança Comercial do Rio Grande do Sul Dezembro 2013 Unidade de Estudos Econômicos O COMÉRCIO EXTERIOR DO RS EM 2013 Exportações A contabilização como exportação de três plataformas de petróleo e gás somou

Leia mais

GRUPO DE CONJUNTURA CAIO PRATES 29 MAI 2012

GRUPO DE CONJUNTURA CAIO PRATES 29 MAI 2012 GRUPO DE CONJUNTURA CAIO PRATES 29 MAI 2012 Tabela 1 - Projeções para 2011 e 2012 Mercado 2012 2013 PIB (%) 2,99 4,50 Indústria Geral (%) 1,58 4,20 IPCA (%) 5,17 5,60 Taxa Selic fim de ano 8,00 9,50 Taxa

Leia mais

90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0%

90% 80% 70% 60% 50% 40% 30% 20% 10% 0% Milho-Análise MINIMIZANDO OS GARGALOS: O atual problema que gira em torno do mercado do milho em 2013 está ligado ao excesso da superoferta da temporada 2012/13 que, aliada aos gargalos logísticos de escoamento

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal julho 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Janeiro 2016

Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Janeiro 2016 Desempenho do Comércio Exterior Paranaense Janeiro 2016 As exportações paranaenses, em janeiro, apresentaram queda de -23,15% em relação a dezembro/15. O valor exportado atingiu a US$ 871 milhões, ficando,

Leia mais

2 de outubro de 2015 / nº 373

2 de outubro de 2015 / nº 373 9-jun-14 23-jun-14 7-jul-14 28-jul-14 11-ago-14 25-ago-14 8-set-14 22-set-14 8-jun-15 22-jun-15 6-jul-15 20-jul-15 3-ago-15 1 31-ago-15 1 28-set-15 2 de outubro de 2015 / nº 373 Boas condições: Classificada

Leia mais

Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016

Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016 Boletim da Balança Comercial do RS Dezembro de 2016 Tópicos 1. Exportações do Rio Grande do Sul Dezembro Setores de atividade CNAE 2.0 Principais destinos 2. Importações do Rio Grande do Sul Dezembro Setores

Leia mais

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP

Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de º. PLENAFUP Conjuntura Nacional e Internacional Escola Florestan Fernandes, Guararema, 3 de julho de 2015 5º. PLENAFUP Economia Brasileira I.54 - Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) Período Índice

Leia mais

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações

Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Agronegócio e o Plano Nacional de Exportações Alinne B. Oliveira Superintendente de Relações Internacionais Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil CNA 17 de novembro de 2015. O agronegócio e

Leia mais

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 25 de fevereiro de 2011 Número: 141. É mesmo

BOLETIM SEMANAL. Milho - Análise. 25 de fevereiro de 2011 Número: 141. É mesmo Milho - Análise É mesmo MILHO COMPROMETIDO EM PLENO PLANTIO: O Imea realizou na semana o primeiro levantamento de comercialização de milho da corrente safra e o volume comprometido alcança 28,8% no mês

Leia mais

26 de junho de 2015/ nº 359

26 de junho de 2015/ nº 359 Preço a termo (R$/sc) 26 de junho de 2015/ nº 359 Em lados opostos: Em junho, as cotações do farelo e do óleo de soja exibiram tendências bastante divergentes em Mato Grosso. Isso porque, enquanto o óleo

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal dezembro 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Análise Bovinocultura

Análise Bovinocultura abr-13 mai-13 jun-13 jul-13 ago-13 set-13 out-13 nov-13 dez-13 jan-14 fev-14 mar-14 abr-14 279,77 255,27 244,92 250,10 229,43 173,63 166,32 194,00 194,20 257,75 234,15 184,49 234,50 ABATE (MIL CABEÇAS)

Leia mais

30 de setembro de 2016/ nº 423

30 de setembro de 2016/ nº 423 Não sustentável: Na última sexta-feira, o USDA divulgou seu relatório trimestral de estoque final dos EUA, de 5,32 milhões de toneladas, ficando abaixo do esperado pelo mercado, que aguardava, para a safra

Leia mais

R$ 24,20 R$ 22,20 R$ 21,

R$ 24,20 R$ 22,20 R$ 21, Milho - Análise CHEGANDO AO FIM: Com 80,1% da área de milho 2ª safra colhida torna-se mais evidente que a safra 11/12 será a maior da história, elevando o Brasil como salvador do mercado internacional,

Leia mais

IGP-M. Outubro/ de outubro de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Outubro/ de outubro de Secretaria de Política Econômica IGP-M Outubro/2015 29 de outubro de 2015 out 98 abr 99 out 99 abr 00 out 00 abr 01 out 01 abr 02 out 02 abr 03 out 03 abr 04 out 04 abr 05 out 05 abr 06 out 06 abr 07 out 07 abr 08 out 08 abr 09 out 09

Leia mais

9 de setembro de 2016/ nº 420

9 de setembro de 2016/ nº 420 2006 2007 2008 2009 2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 142,2 Receita 167,2 9 de setembro de 2016/ nº 420 Sazonalidade: Na última semana, o Indea-MT disponibilizou os dados de abate dos animais mato-grossenses

Leia mais

7 de novembro de 2014/ nº 328

7 de novembro de 2014/ nº 328 Mil hectares 7 de novembro de 2014/ nº 328 Tomando fôlego: A safra 13/14 está chegando à sua reta final, os produtores que ainda possuíam o grão estocado em outubro conseguiram obter melhores margens de

Leia mais

BOVINOCULTURA DE CORTE Mercado Interno

BOVINOCULTURA DE CORTE Mercado Interno BOVINOCULTURA DE CORTE Mercado Interno No Mato Grosso do Sul, na semana de 10 a 14/ago, os preços da arroba do boi e da vaca registraram relativa estabilidade. Os preços registrados em agosto se acomodaram

Leia mais

18 de julho de 2014/ nº 312

18 de julho de 2014/ nº 312 Milhões de toneladas esmagadas 18 de julho de 2014/ nº 312 Rentabilidade incerta: O custo de produção da soja transgênica para a temporada 2014/15 no mês de junho foi elevada para R$ 2.433,73/ha. Com o

Leia mais

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016

CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 DEPEC Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos CARNE AVÍCOLA NOVEMBRO DE 2016 O DEPEC BRADESCO não se responsabiliza por quaisquer atos/decisões tomadas com base nas informações disponibilizadas

Leia mais

Balanço 2016 Perspectivas 2017

Balanço 2016 Perspectivas 2017 2203 Valor Bruto da Produção (VBP) 23 24 Balanço 2016 Perspectivas 2017 Perspectivas 2017 AGRICULTURA PUXA CRESCIMENTO DO VBP EM 2017 O cenário econômico internacional será o responsável pelo comportamento

Leia mais

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Estimativa com base em informações até outubro/16. Base: agosto/15

PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Estimativa com base em informações até outubro/16. Base: agosto/15 PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Estimativa com base em informações até outubro/16 Base: agosto/15 PIB do Agronegócio do Estado de São Paulo Motivações Dimensionar o Produto Interno Bruto do Agronegócio

Leia mais

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio

Diretoria de Agronegócios. BB e o Agronegócio Diretoria de Agronegócios BB e o Agronegócio Importância do Agronegócio no Brasil + 35% nas exportações do país 197,9 40,9% 41,1% 37,4% 55,1 58,2 60,4 20,6 23,8 24,8 41,9% 73,1 30,6 160,6 40,4% 137,5 118,3

Leia mais

Gráfico 1 Corrente de comércio Brasil - China entre 2006 e 2015 (US$ milhões)

Gráfico 1 Corrente de comércio Brasil - China entre 2006 e 2015 (US$ milhões) INFORMATIVO Nº. 48. JANEIRO de 216 COMÉRCIO BILATERAL BRASIL-CHINA Balança Comercial Em 215, a corrente de comércio Brasil-China totalizou 66,3 bilhões, de acordo com dados divulgados pelo Ministério do

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal outubro 2016 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 4 Comércio internacional...

Leia mais

Desempenho da Indústria Catarinense

Desempenho da Indústria Catarinense FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DE SANTA CATARINA Desempenho da Indústria Catarinense Florianópolis, 20 de março de 2015 SANTA CATARINA e BRASIL Desempenho econômico em 2015 INDICADOR SANTA CATARINA

Leia mais

Coeficientes de Exportação e Importação

Coeficientes de Exportação e Importação Coeficientes de Exportação e Importação Divulgação dos Resultados da Indústria Geral e Setorial 1º Trimestre de 2011 Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Maio de 2011 Objetivos Calcular

Leia mais

22 de dezembro de 2016/ nº 364

22 de dezembro de 2016/ nº 364 Retrospectiva: A cultura do algodão ocupou 612 mil hectares, aumento de 8,5% na área cultivada ante 14/15. Apesar deste aumento, a produtividade, influenciada pelos problemas climáticos, ficou aquém do

Leia mais

IGP-M. Fevereiro/ de fevereiro de Secretaria de Política Econômica

IGP-M. Fevereiro/ de fevereiro de Secretaria de Política Econômica IGP-M Fevereiro/2016 26 de fevereiro de 2016 fev 99 ago 99 fev 00 ago 00 fev 01 ago 01 fev 02 ago 02 fev 03 ago 03 fev 04 ago 04 fev 05 ago 05 fev 06 ago 06 fev 07 ago 07 fev 08 ago 08 fev 09 ago 09 fev

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS

CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS GERAIS SEMINÁRIO ESTRUTURA E PROCESSO DA NEGOCIAÇÃO COLETIVA CONJUNTURA DO SETOR RURAL E MERCADODETRABALHONOESTADO DE ESTADO CONTAG CARACTERÍSTICAS C C S GERAIS TABELA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS DO ESTADO DE MINAS

Leia mais

BOLETIM SEMANAL R$60,75 R$59,17 R$58,00

BOLETIM SEMANAL R$60,75 R$59,17 R$58,00 28/4 30/4 2/5 4/5 6/5 8/5 10/5 12/5 14/5 16/5 18/5 20/5 22/5 Contratos Negociados (x 1000) BOLETIM SEMANAL Soja Análise GASTOS ELEVADOS: Na última semana o Imea divulgou a estimativa para o custo de produção

Leia mais