Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes"

Transcrição

1 Projeto Brasil misturado Duração: 01/11/12 a 30/11/12 Publico alvo: alunos do 1º ao 9º ano E.E. Otávio Gonçalves Gomes Culminância: Dia 30 de novembro Característica: Projeto interdisciplinar, envolvendo História, Língua. Portuguesa, Geografia, Artes e Educação Física. Conteúdos em foco: O conteúdo foco é a educação voltada para consciência da importância do negro para a constituição e identidade da nação brasileira e principalmente, do respeito à diversidade humana e a abominação do racismo e do preconceito, desenvolvido por meio de um processo educativo do debate, do entorno, buscando nas nossas próprias raízes a herança biológica e/ou cultural trazida pela influência africana. A história dos povos africanos que povoaram o Brasil na colonização: como viviam? Suas culturas? Por que estes povos estavam vulneráveis as escravizações? Políticas públicas adotadas nos últimos anos para atender as populações negras e indígenas. Declaração dos direitos humanos. Justificativa: Historicamente, o Brasil, no aspecto legal, teve uma postura ativa e permissiva diante da discriminação e do racismo que atinge a população afrodescendente brasileira até hoje. Nesse sentido, ao analisar os dados que apontam as desigualdades entre brancos e negros, constatou-se a necessidade de políticas específicas que revertam o atual quadro. No campo da educação, promover uma educação ética, voltada para o respeito e convívio harmônico com a diversidade deve-se partir de temáticas significativas do ponto de vista ético, propiciando condições desde a mais tenra idade, para que os alunos e alunas desenvolvam sua capacidade dialógica,

2 tomem consciência de nossas próprias raízes históricas que ajudaram e ajudam a constituir a cultura e formar a nação brasileira, pois, o preconceito e o racismo são uma das formas de violência, diante disso, quais as situações que temos possibilidades de mudar? Qual seria a nossa contribuição concreta para viabilizar a conscientização das pessoas? Neste projeto nosso objetivo principal é debater e refletir sobre as diferenças raciais e a importância de cada um no processo de construção de nosso país, estado e comunidade. Com este trabalho esperamos que a consciência de valorização do ser humano ultrapasse as fronteiras da violência, do preconceito e do racismo. Objetivos: Conhecer a história e a cultura dos povos que formou o povo brasileiro; Valorizar a cultura negra e seus afrodescendentes e afro-brasileiros, na escola e na sociedade; Desmitificar o preconceito relativo aos costumes religiosos provindos da cultura africana; Trazer à tona, discussões provocantes, por meio das rodas de conversa, para um posicionamento crítico frente à realidade social em que vivemos. Compreender a diferença física e cultural como algo positivo na sociedade. Metodologia O desenvolvimento do projeto estará em consonância com os blocos temáticos citados e será feito de acordo com as necessidades da turma e a realidade local, estabelecendo o problema e a proposta de conteúdo para a classe. O tema será desenvolvido na sala de aula por meio de atividades para a sua exploração, sistematização e para a conclusão dos trabalhos. Os alunos devem fazer observações diretas no entorno familiar, observações indiretas em ilustrações e/ou vídeos, experimentações e leituras. Serão trabalhados livros

3 da literatura infantil, pesquisa de textos, vídeo na internet, entrevistas, passeios culturais. Na culminância do projeto: A noite cultural Brasil misturado o convite será estendido a toda cidade através dos alunos, rádio, cartazes onde será apresentado: peças de teatro infantil, exposição de trabalhos realizados pelos alunos, poesias, música e danças. O 1º ano A irá apresentar uma peça baseado no livro Menina Bonita do laço de fita. Os 2º anos irão apresentar uma peça baseado na história do Patinho Feio. O 3º ano irá fazer uma dança Japonesa para homenagear a comunidade japonesa que vive no município. O 4º ano irá fazer uma dança coreografada da música Pérola Negra. O 5º ano irá fazer uma visita na comunidade Afrodescendente e produzir um documentário. Os alunos do 6º ao 9º ano estarão envolvidos em várias atividades como: pintura do muro da escola com os temas do projeto, Tosco e Pantanal, danças africana, teatro representando a mistura das raças e formação do povo brasileiro. Avaliação A avaliação do projeto ocorrerá durante todo processo de execução, revendo e mudando o que se fizer necessário. Depois da noite cultural faremos um debate com os alunos sobre o projeto, pedindo que os alunos pontuem os pontos positivos e negativos. Informações que nos subsidiarão nos próximos projetos.

4 Pintura do muro com os temas do projeto: afrodescendente, indígena, tosco e pantanal.

5

6 Pintura para o cenário do teatro Menina bonita do laço de fita. Passeio da turma do 5º ano à comunidade Afrodescendente para produção do documentário.

7

8

9

Anais (2016): IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO-CÁCERES-MT ISSN CONSCIÊNCIA NEGRA: SÓ SE VALORIZA O QUE CONHECE EM SUA PLENITUDE

Anais (2016): IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO-CÁCERES-MT ISSN CONSCIÊNCIA NEGRA: SÓ SE VALORIZA O QUE CONHECE EM SUA PLENITUDE Anais (2016): IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO-CÁCERES-MT ISSN 2317-5494 1 de 12 Anais (2016): IV CONGRESSO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO-CÁCERES-MT ISSN 2317-5494 CONSCIÊNCIA NEGRA: SÓ SE VALORIZA O

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL ERNESTO SOLON BORGES. Turmas- 1º e 2º A Ano Matutino Número de alunos: 50

ESCOLA ESTADUAL ERNESTO SOLON BORGES. Turmas- 1º e 2º A Ano Matutino Número de alunos: 50 ESCOLA ESTADUAL ERNESTO SOLON BORGES 1) IDENTIFICAÇÃO Tema: Consciência Negra Turmas- 1º e 2º A Ano Matutino Número de alunos: 50 Professora: Vagna Luiz Rossales da Silva Cidade: Bandeirantes Estado: MS

Leia mais

Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais.

Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais. Cidadania e Educação das Relações étnico-raciais. Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos LEI N o 10.639, DE 9 DE JANEIRO DE 2003. Mensagem de veto Altera a Lei n o 9.394,

Leia mais

VIVENDO RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL: NA IGUALDADE E NA DIFERENÇA.

VIVENDO RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL: NA IGUALDADE E NA DIFERENÇA. 1 VIVENDO RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS NA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL: NA IGUALDADE E NA DIFERENÇA. GELMI. Gisele. Mestranda em Educação pela UNESP - Universidade Estadual Paulista - Campus de Marília giselegelmi@yahoo.com.br

Leia mais

LER PARA CRESCER APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA:

LER PARA CRESCER APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA: AVALIAÇÃO DIFERENCIADA PARCIAL 2 ROTEIRO DE CIÊNCIAS, GEOGRAFIA, HISTÓRIA, ENSINO RELIGIOSO, LÍNGUA PORTUGUESA, MATEMÁTICA, ARTE E EDUCAÇÃO FÍSICA 2º ANO LER PARA CRESCER APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA: A Avaliação

Leia mais

Atividades do Curso de Psicologia 2016

Atividades do Curso de Psicologia 2016 Atividades do Curso de Psicologia 2016 NOTÍCIAS DE ABRIL 1) Palestra sobre o autismo é realizada no curso de Psicologia Na sexta-feira, dia 1º de abril, o curso de Psicologia organizou palestra sobre o

Leia mais

CULTURA AFRO-BRASILEIRA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE/PB.

CULTURA AFRO-BRASILEIRA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE/PB. CULTURA AFRO-BRASILEIRA: UM ESTUDO COM ALUNOS DE UMA ESCOLA MUNICIPAL DE CAMPINA GRANDE/PB. Autora: Edineuza Carlos de Lima ESCOLA MUNICIPAL APOLÔNIA AMORIM E-mail: neuza.lima2010@gmail.com GRUPO DE TRABALHO:

Leia mais

Projetos de estudos da cultura afro-brasileira

Projetos de estudos da cultura afro-brasileira Projetos de estudos da cultura afro-brasileira EE Brasílio Machado Professor(es) Apresentador(es): Maria de Fatima Tambara Suzi Rabaça Alves Realização: Foco do Projeto Este projeto objetivou a produção

Leia mais

ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO

ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO 1. Identificação ROTEIRO PROPOSTA DO PROJETO NOME DA ESCOLA: E E ERNESTO SOLON BORGES. Local: Bandeirantes-MS Turmas: 2 ANO E.M Professor: Ricardo Alle Fantinato 2. Problemática a ser estudada/definição

Leia mais

CULTURA AFRO-BRASILEIRA, CONSTRUINDO IDENTIDADES

CULTURA AFRO-BRASILEIRA, CONSTRUINDO IDENTIDADES CULTURA AFRO-BRASILEIRA, CONSTRUINDO IDENTIDADES E.E PROF. ALCINDO SOARES DO NASCIMENTO Professor(es) Apresentador(es): Mariana Pinto Ramalho Terossi Simone Pereira Cardoso Realização: Foco do Projeto

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 2 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 MUITO PRAZER, EU SOU CRIANÇA. *Conhecer e estabelecer relações entre a própria história e a de outras pessoas,refletindo sobre diferenças e semelhanças. *Respeitar e valorizar a diversidade étnico

Leia mais

LOCAL: DIA: 15/07/ 2017 HORÁRIO:

LOCAL: DIA: 15/07/ 2017 HORÁRIO: COORDENAÇÃO DE PROJETOS CULTURAIS: ANÁLIA DO VALLY COORDENAÇÃO GERAL: MOISÉS MALHEIROS COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA: FELIPE LUCENA DIREÇÃO GERAL: VALÉRIA VAZ LOCAL: DIA: 15/07/ 2017 HORÁRIO: OBJETIVO A cultura

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: VALORIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA CAATINGA NATASHA DA COSTA CAJAZEIRAS

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: VALORIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA CAATINGA NATASHA DA COSTA CAJAZEIRAS EDUCAÇÃO AMBIENTAL: VALORIZAÇÃO E PRESERVAÇÃO DA CAATINGA NATASHA DA COSTA CAJAZEIRAS ITAITUBA 2015 1. RESUMO Este projeto caracteriza-se por um trabalho bibliográfico com o objetivo de conhecer e preservar

Leia mais

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA

PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA EXPOSITIVA PLANO DE AULA DISCIPLINA: ÉTICA E CIDADANIA II (CÓD. ENUN60010) PERÍODO: 2 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 20 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes e outros

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 5 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 5 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 COLÔNIA PLANO DE CURSO VIVER NO BRASIL *Identificar os agentes de ocupação das bandeiras *Conhecer e valorizar a história da capoeira *Analisar a exploração da Mata Atlântica *Compreender a administração

Leia mais

Selo UNICEF realiza ciclo de capacitação em todo o País

Selo UNICEF realiza ciclo de capacitação em todo o País 08 novembro de 2010 Selo UNICEF realiza ciclo de capacitação em todo o País O 3º Ciclo de capacitação do Selo UNICEF Município Aprovado está sendo realizado em todo o Brasil, com a participação de conselheiros

Leia mais

A LEI /03 E UMA PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO ATRAVÉS DA LITERATURA

A LEI /03 E UMA PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO ATRAVÉS DA LITERATURA A LEI 10.639/03 E UMA PROPOSTA DE IMPLEMENTAÇÃO ATRAVÉS DA LITERATURA Gisele Ferreira da Silva 1 - INTRODUÇÃO Diante da complexidade de nossa história e sociedade, medidas e políticas afirmativas tornaram-se

Leia mais

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES

PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES EMEF ANTÔNIO ANDRADE GUIMARÃES PROJETO CONSCIÊNCIA NEGRA: EDUCAÇÃO NÃO TEM COR. PROFESSORA: GISELE GELMI. LOCAL: SÍTIO BANDEIRANTES Todo brasileiro, mesmo o alvo, de cabelo louro, traz na alma, quando

Leia mais

Práticas Pedagógicas e de Gestão Premiadas

Práticas Pedagógicas e de Gestão Premiadas Práticas Pedagógicas e de Gestão Premiadas CATEGORIA PROFESSOR/A Valquíria, Maria Fernanda, Sônia e Josivaldo são educadores/as de cidades bem diferentes do Brasil. Juiz de Fora/MG, Araraquara/SP, Ribeirão

Leia mais

Profª da UEFS-PARFOR, Faculdade Maurício de Nassau, FVG, Pós da UNIJORGE; Licenciatura em História; Mestre em Políticas Sociais e Cidadania;

Profª da UEFS-PARFOR, Faculdade Maurício de Nassau, FVG, Pós da UNIJORGE; Licenciatura em História; Mestre em Políticas Sociais e Cidadania; Profª da UEFS-PARFOR, Faculdade Maurício de Nassau, FVG, Pós da UNIJORGE; Licenciatura em História; Mestre em Políticas Sociais e Cidadania; Pós-Graduada: Inovação, Organizações Sociais; Sustentabilidade

Leia mais

estudo das cores e as formas formas geométricas.

estudo das cores e as formas formas geométricas. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RORAIMA CEDUC - CENTRO DE EDUCAÇÃO COORDENAÇÃO GERAL DA EDUCAÇÃO BÁSICA COLÉGIO DE APLICAÇÃO PLANO BIMESTRAL 1º BIMESTRE DISCIPLINA SÉRIE (S) TURMA (S) Arte

Leia mais

ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Curso de Psicologia RESUMO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO CURSO DE PSICOLOGIA EVENTOS

ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Curso de Psicologia RESUMO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO CURSO DE PSICOLOGIA EVENTOS ESCOLA DE CIÊNCIAS DA SAÚDE Curso de Psicologia RESUMO DE ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO CURSO DE PSICOLOGIA EVENTOS MANAUS AMAZONAS 2016 IDENTIFICAÇÃO Diretor Geral Marcelo José Frutuoso Medeiros Reitor

Leia mais

RAÇA BRASIL REPORTAGENS: TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS (2.318 REPORTAGENS / 185 TEMAS & CÓDIGOS)

RAÇA BRASIL REPORTAGENS: TEMAS & CÓDIGOS GRUPOS TEMÁTICOS (2.318 REPORTAGENS / 185 TEMAS & CÓDIGOS) Personalidade Personalidade Perfil 322 Personalidade Personalidade Carreira 244 Estética Cabelos Femininos 157 Sociedade Eventos NULL 121 Estética Moda Feminina & Masculina 118 Estética Moda Feminina 107

Leia mais

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades

Externato Cantinho Escolar. Plano Anual de Atividades Externato Cantinho Escolar Plano Anual de Atividades Ano letivo 2016 / 2017 Pré-escolar e 1º Ciclo Receção dos Fomentar a integração da criança no meio escolar. Promover a socialização dos alunos. Receção

Leia mais

Plano Anual de Atividades 2014/2015 CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA

Plano Anual de Atividades 2014/2015 CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA CENTRO SOCIAL PAROQUIAL DE SÃO PEDRO DE LOUSA Mês Temas/conteúdos Atividades Objetivos gerais Intervenientes Espaço -Início do Ano Escolar; -Recepção dos Alunos. - Atividades de grupo; -Acolhimento e receção

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 3 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 SER CIDADÃO *Reconhecer e valorizar atitudes de convivência, respeito, solidariedade a outras pessoas. *Desenvolver, reconhecer e valorizar as atividades do cotidiano. *Conhecer direitos e deveres

Leia mais

ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA ÁFRICA NO CURRÍCULO REFERÊNCIA DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS

ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA ÁFRICA NO CURRÍCULO REFERÊNCIA DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA ÁFRICA NO CURRÍCULO REFERÊNCIA DA REDE ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DE GOIÁS Weiller César Almeida de Oliveira 1, Dayana Santos 2, Elizângela Marcelina de Araújo 3, Mayra Oliveira Silva

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2015 TURMA 311. Professora Ana Paula

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2015 TURMA 311. Professora Ana Paula TURMA 311 Professora Ana Paula 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 12 14 Dias da semana/ meses/ datas festivas 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 TURMA 312 Professora Bruna 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 12 14 Dias

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA, AFRICANA E INDÍGENA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DO SESI DE BAYEUX/PB

EDUCAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA, AFRICANA E INDÍGENA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DO SESI DE BAYEUX/PB EDUCAÇÃO PARA VALORIZAÇÃO DA HISTÓRIA E CULTURA AFRO-BRASILEIRA, AFRICANA E INDÍGENA: EXPERIÊNCIA DA ESCOLA DO SESI DE BAYEUX/PB Arnaldo César Fausto de Oliveira SESI DR/PB arnaldocesar@fiepb.org.br INTRODUÇÃO

Leia mais

Palavras-chave: patrimônio cultural, inclusão, currículo, Pedagogia, UEG

Palavras-chave: patrimônio cultural, inclusão, currículo, Pedagogia, UEG UM OLHAR SOBRE O PATRIMÔNIO CULTURAL: PROPOSTA DA INCLUSÃO DA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL NO CURRÍCULO DO CURSO DE PEDAGOGIA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS Autor: Vágnar Gonçalves da Silva Orientador: Dr.

Leia mais

PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS. Escola Municipal Alfabeto. Série: 2ª. Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia

PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS. Escola Municipal Alfabeto. Série: 2ª. Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia PROJETO APRENDENDO E BRINCANDO COM CANTIGAS DE INFANTIS Escola Municipal Alfabeto Série: 2ª Professor: Edilza Ferreira de Lima Correia Arcoverde PE Quando uma criança brinca, joga e finge, está criando

Leia mais

Plano de Aula Menina Bonita do Laço de Fita.

Plano de Aula Menina Bonita do Laço de Fita. Plano de Aula Menina Bonita do Laço de Fita. Este Plano de Aula Menina Bonita do Laço de Fita é um excelente recurso para trabalhar o Dia da Consciência Negra que é comemorado em 20 de novembro em todo

Leia mais

AS MELANINAS REFLETEM A COR DA PELE

AS MELANINAS REFLETEM A COR DA PELE AS MELANINAS REFLETEM A COR DA PELE Autor: Otaciana da Silva Romão Instituição: EEEFM Dr. Alfredo Pessoa de Lima E-mail: otaciana.romao.2012@gmail.com RESUMO: A pesquisa em desenvolvimento faz parte de

Leia mais

RAÇA BRASIL COLUNAS: TEMAS & CÓDIGOS & SUBCÓDIGOS

RAÇA BRASIL COLUNAS: TEMAS & CÓDIGOS & SUBCÓDIGOS Negritude Discriminação Racial 40 Negritude Entidades, instituições em favor do negro 35 Negritude Discriminação Racial Denúncias 9 Negritude Discriminação Racial Denúncias condenações realizadas 7 Cultura

Leia mais

Somos todos iguais? : pluralidade e alteridade no ensino de História E. E. Professora Lurdes Penna Carmelo

Somos todos iguais? : pluralidade e alteridade no ensino de História E. E. Professora Lurdes Penna Carmelo Somos todos iguais? : pluralidade e alteridade no ensino de História E. E. Professora Lurdes Penna Carmelo Professor(es) Apresentador(es): Mariana Marques De Maria Realização: Foco do Projeto A partir

Leia mais

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1

As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil UNIDADE 1 As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes no Brasil As Leis 10639/03 e 11645/08: O Ensino de História e Cultura dos Povos Indígenas e dos Afrodescendentes

Leia mais

PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA

PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA PROJETO: MINHA CIDADE TEM HISTÓRIA POEMA PARA MINHA CIDADE Minha cidade tem praias, Tem rios, tem cores... Minha cidade tem flores, Tem festas, tem amores... Minha cidade tem praças, Tem preces, tem pressa...

Leia mais

DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DIVERSIDADE ÉTNICO RACIAL: PERCEPÇÕES DE PROFESSORES E ALUNOS DO 9º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL Raelma Danuza César Freire; Ma. Nadia Farias dos Santos (Orientadora) UEPB Univesidade Estadual da Paraíba

Leia mais

Plano de Aula: Consciência Negra

Plano de Aula: Consciência Negra Plano de Aula: Consciência Negra Olá amigos e amigas do SOESCOLA. Hoje trago para vocês um plano de aula para ensino fundamental sobre a Consciência Negra Criado por Érica Alves da Silva. Plano de Aula:

Leia mais

1º ANO HISTÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO

1º ANO HISTÓRIA SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA DEPARTAMENTO DE ENSINO FUNDAMENTAL GERÊNCIA DE CURRÍCULO 1º ANO 1. Reconhecer a si e ao outro nas relações que se estabelecem nos diferentes grupos sociais com os quais convive, percebendo as diferenças individuais. SECRETARIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE CURITIBA

Leia mais

I- INAFRO: SEMINÁRIO DE CONSCIÊNCIA INDÍGENA E AFRO- BRASILEIRA DO IFTO.

I- INAFRO: SEMINÁRIO DE CONSCIÊNCIA INDÍGENA E AFRO- BRASILEIRA DO IFTO. PRÓ- DE ENSINO (PROEN) PRÓ- DE EXTENSÃO E CULTURA (PROEX) I- INAFRO: SEMINÁRIO DE CONSCIÊNCIA INDÍGENA E AFRO- BRASILEIRA DO IFTO. Página 1 de 10 PRÓ- DE ENSINO (PROEN) PRÓ- DE EXTENSÃO E CULTURA (PROEX)

Leia mais

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2015 TURMA 311. Professora Ana Paula

CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES 3º TRIMESTRE NOVEMBRO/2015 TURMA 311. Professora Ana Paula TURMA 311 Professora Ana Paula 4 5 6 7 8 9 10 11 12 12 14 Dias da semana/ meses/ datas festivas 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 TURMA 312 Professora Bruna 4 5 6 7 8 9 10 11 12 12 14 Dias da semana/meses/datas

Leia mais

Projeto Escola Estadual Luís Vaz de Camões. Projeto do índio

Projeto Escola Estadual Luís Vaz de Camões. Projeto do índio Projeto Escola Estadual Luís Vaz de Camões Projeto do índio Ipezal MS Abril 2012 Projeto Escola Estadual Luís Vaz de Camões Projeto do índio Professoras Responsáveis Elisângela e Gislayne com a colaboração

Leia mais

PROJETO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO- RACIAIS, CULTURAIS E INDÍGENAS FASAR/NOVO HORIZONTE - SP

PROJETO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO- RACIAIS, CULTURAIS E INDÍGENAS FASAR/NOVO HORIZONTE - SP 1 PROJETO NÚCLEO DE EDUCAÇÃO PARA AS RELAÇÕES ÉTNICO- RACIAIS, CULTURAIS E INDÍGENAS FASAR/NOVO HORIZONTE - SP Apresentação Nossas concepções em termos de Política de Educação das Relações Étnico- Raciais

Leia mais

Anais do Evento PIBID/PR. Foz do Iguaçu 23 e 24 Outubro 2014 ISSN:

Anais do Evento PIBID/PR. Foz do Iguaçu 23 e 24 Outubro 2014 ISSN: II SEMINÁRIO ESTADUAL PIBID DO PARANÁ Anais do Evento PIBID/PR Foz do Iguaçu 23 e 24 Outubro 2014 ISSN: 2316-8285 unioeste Universidade Estadual do Oeste do Paraná PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO Universidade

Leia mais

Atividades Curso de Psicologia ) Palestra sobre o autismo é realizada no curso de Psicologia

Atividades Curso de Psicologia ) Palestra sobre o autismo é realizada no curso de Psicologia Atividades Curso de Psicologia 2016 NOTÍCIAS DE ABRIL 1) Palestra sobre o autismo é realizada no curso de Psicologia Na sexta-feira, dia 1º de abril, o curso de Psicologia organizou palestra sobre o Dia

Leia mais

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Ementa. Aula 1

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Ementa. Aula 1 Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena Aula 1 Prof. Me. Sergio Luis do Nascimento Ementa Conceitos básicos, como: escravo, escravizado,

Leia mais

50 anos de direitos proclamados

50 anos de direitos proclamados 50 anos de direitos proclamados a situação da criança brasileira 1 Léa Tiriba Julho 2009 1 Trabalho apresentado no Ciclo de Debate: escola hoje, promovido pelo MSE (Movimento Sócio-Educativo) e MEDH (Movimento

Leia mais

ÉTICA E IDENTIDADE. (28/10/2016 às 15h )

ÉTICA E IDENTIDADE. (28/10/2016 às 15h ) ÉTICA E IDENTIDADE (28/10/2016 às 15h ) 1) A identidade negra não surge da tomada de consciência de uma diferença de pigmentação ou de uma diferença biológica entre populações negras e brancas e(ou) negras

Leia mais

A CONFECÇÃO DE LIVROS INFANTIS PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS

A CONFECÇÃO DE LIVROS INFANTIS PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS A CONFECÇÃO DE LIVROS INFANTIS PARA A EDUCAÇÃO DAS RELAÇÕES ÉTNICO-RACIAIS Edimarcia Virissimo da Rosa - FAMPER 1 Resumo: O presente trabalho tem como finalidade apresentar a confecção de livros infantis

Leia mais

A Minha Visão do Mundo

A Minha Visão do Mundo A Minha Visão do Mundo Que entendes por cidadania? o A cidadania é aquele vinculo que todos temos e que nos liga à nossa comunidade local, ao país ao qual pertencemos e ao mundo onde vivemos. Todos nós

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO- BRASILEIROS E INDÍGENAS DA FACULDADE DO NORTE GOIANO (FNG)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO- BRASILEIROS E INDÍGENAS DA FACULDADE DO NORTE GOIANO (FNG) 1-6 CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR DO NORTE GOIANO FACULDADE DO NORTE GOIANO REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO- BRASILEIROS E INDÍGENAS DA FACULDADE DO NORTE GOIANO (FNG) Porangatu/GO 2015 2-6 SUMÁRIO

Leia mais

O que são os Núcleos Temáticos?

O que são os Núcleos Temáticos? O que são os Núcleos Temáticos? Dispositivos acadêmicos grupais de natureza multidisciplinar e transdisciplinar voltados para a ampliação e aprofundamento de temas de relevância social, cultural e científica

Leia mais

DIFERENTES CORES SEMELHANTES SERES: REFLEXÕES E PRÁTICAS. Palavras-chave: racismo, preconceito, diversidade, respeito e tolerância.

DIFERENTES CORES SEMELHANTES SERES: REFLEXÕES E PRÁTICAS. Palavras-chave: racismo, preconceito, diversidade, respeito e tolerância. 1 DIFERENTES CORES SEMELHANTES SERES: REFLEXÕES E PRÁTICAS Adriana Ferreira de Souza Cardoso 1 Jackeline Silva Cardoso Liliane de Jesus Lima Karla Adriana Fernandes de Castro Pereira Dinalva de Jesus Santana

Leia mais

Planejamento Anual 2014 Geografia 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I

Planejamento Anual 2014 Geografia 1º período 2º ano - Ensino Fundamental I Geografia 1º período Unidade 1 A identidade e o jeito de cada um. Pessoas e coisas têm nome. Somos diferentes. Unidade 2 Representando o seu corpo. Lateralidade. Unidade 3 De casa até a escola. Casa e

Leia mais

LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS

LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS LIVRO PARADIDÁTICO: SEMPRE AMIGOS (CARRARO, Fernando. Sempre Amigos. São Paulo: FTD, 2012.) O livro "Sempre amigos" mostra como, às vezes, quem experimenta lições de vida difíceis aprende a respeitar mais

Leia mais

Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE. 1. Definição de raça

Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE. 1. Definição de raça Aula 02 CONCEITO DE RAÇA, ETNICIDADE E SAÚDE Nas últimas décadas, diversos estudos tem mostrado diferenças raciais marcantes na morbimortalidade, no comportamento ante a doença e saúde, no acesso e uso

Leia mais

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO

FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO FACULDADE SUMARÉ PLANO DE ENSINO Curso:Licenciatura em Letras Língua Portuguesa Semestre Letivo / Turno: 6º Semestre Disciplina: Literaturas Étnicas em Língua Professores: José Wildzeiss Neto / Ana Lúcia

Leia mais

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015

Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE 2015 PREFEITURA MUNICIPAL DE CUIABÁ Secretária Municipal de Educação Creche Municipal Josefa Catarina de Almeida Atendimento a crianças de dois anos a três anos e onze meses PLANEJAMENTO PARA O ANO LETIVO DE

Leia mais

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia

PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL. PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia PROGRAMA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO FISCAL PROJETO: CIDADANIA: APRENDENDO PARA A VIDA Profª Medianeira Garcia Geografia INTRODUÇÃO O projeto foi organizado por acreditarmos que o papel da escola e sua função

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMANA DA DIVERSIDADE CULTURAL (2015)

RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMANA DA DIVERSIDADE CULTURAL (2015) RELATÓRIO DE ATIVIDADES SEMANA DA DIVERSIDADE CULTURAL (2015) EXPEDIENTE Reitor Eduardo Antonio Modena Pró-Reitor de Administração Paulo Fernandes Junior Pró-Reitor de Desenvolvimento Institucional Whisner

Leia mais

Questões Conhecimentos Pedagógicos

Questões Conhecimentos Pedagógicos Questões Conhecimentos Pedagógicos PROVA 1: 12 Questões SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO, TECNOLOGIA E GESTÃO Questões PREFEITURA DE SALVADOR Concurso 2010 FUNDAMENTOS TEÓRICO-METODOLÓGICOS E POLÍTICO-FILOSÓFICOS

Leia mais

Projeto: Sala ambiente e Grafite. Cajado Temático

Projeto: Sala ambiente e Grafite. Cajado Temático Projeto: Sala ambiente e Grafite Cajado Temático Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar as possibilidades para a sua própria produção.( Paulo Freire) JUSTIFICATIVA: A ideia das salas ambiente

Leia mais

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz

Escola Secundária Dr. Joaquim de Carvalho, Figueira da Foz PLANO ANUAL DE TRABALHO 20/205 9ºAno Código 070 Educação para a Cidadania 9º Ano Ano Letivo: 20/ 205 Plano Anual Competências a desenvolver Conteúdos Temas/Domínios Objetivos Atividades / Materiais 3 Períodos

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Pedagogia Missão O Curso de Pedagogia tem por missão a formação de profissionais de educação autônomos e cooperativos, capazes de pensar, investigar, decidir, planejar,

Leia mais

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Organização da Disciplina.

Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena. Organização da Disciplina. Estudos das Relações Étnico-raciais para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira e Africana e Indígena Aula 6 Prof. Me. Sergio Luis do Nascimento Organização da Disciplina 6 o encontro Trajetórias

Leia mais

Corpo, gênero e sexualidade

Corpo, gênero e sexualidade Corpo, gênero e sexualidade Osmar Moreira de Souza Júnior (EC-21) Ruth Eugênia Cidade (EC-17) Conhecimentos sobre o tema e disposição para aplicá-lo 11 13 18 19 7 Coordenadores Pedagógicos/Gerais 6 18

Leia mais

Um Olhar sobre a Cultura dos Povos Indígenas do Brasil: o cotidiano das crianças E.E. Dr Luis Arrôbas Martins

Um Olhar sobre a Cultura dos Povos Indígenas do Brasil: o cotidiano das crianças E.E. Dr Luis Arrôbas Martins Um Olhar sobre a Cultura dos Povos Indígenas do Brasil: o cotidiano das crianças E.E. Dr Luis Arrôbas Martins Professor(es) Apresentador(es): Tatiane Cecilia da Silva Nardi Realização: Foco do Projeto

Leia mais

Alice Mendonça Universidade da Madeira INTERCULTURALIDADE. O QUE É?

Alice Mendonça Universidade da Madeira INTERCULTURALIDADE. O QUE É? Alice Mendonça Universidade da Madeira INTERCULTURALIDADE. O QUE É? Apartheid sistema de segregação social Até há uma década, cada sul africano era classificado numa destas categorias: Branco, pessoa de

Leia mais

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MATO GROSSO DO SUL (Neabi)

REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MATO GROSSO DO SUL (Neabi) REGULAMENTO DO NÚCLEO DE ESTUDOS AFRO-BRASILEIROS E INDÍGENAS DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO MATO GROSSO DO SUL (Neabi) CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º O presente

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010.

CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010. CONSELHO MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO DE LIMEIRA DELIBERAÇÃO CME Nº. 01, DE 23 DE NOVEMBRO DE 2010. Dispõe sobre os procedimentos para o desenvolvimento das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-2 DISCIPLINA: Educação e Relações Étnico-Raciais JP0053 PROFESSOR: Ms. Claudemir Madeira I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária:30 h II EMENTA Tratar os conceitos de etnia, raça, racialização,

Leia mais

Plano Anual de Actividades

Plano Anual de Actividades Plano Anual de Actividades 2015/2016 Dia 02 de Setembro Dias 22 a 25 de Setembro Recepção das crianças à escola Reunião de pais e Encarregados de Educação Promover a integração das crianças que frequentam

Leia mais

DÉCADA INTERNACIONAL DE. AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO

DÉCADA INTERNACIONAL DE. AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO DÉCADA INTERNACIONAL DE AFRODESCENDENTES 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024 RECONHECIMENTO, JUSTIÇA E DESENVOLVIMENTO DÉCADA INTERNACIONAL DOS AFRODESCENDENTES 1º DE JANEIRO DE 2015 A 31 DE

Leia mais

EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS

EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS EJA 5ª FASE PROF.ª GABRIELA DACIO PROF.ª LUCIA SANTOS Unidade II Cultura A pluralidade na expressão humana. 2 Aula 5.2 Conteúdo: Origem e natureza da dança no Brasil: Bumbameu-boi, Boi-bumbá. Influência

Leia mais

Aula 2. Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade. Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade. Jaqueline Figuerêdo Rosa

Aula 2. Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade. Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade. Jaqueline Figuerêdo Rosa www.cursoeduambientalifbaiano.wordpress.com Curso de Atualização em Educação Ambiental e Sustentabilidade Módulo I Educação Ambiental e Sustentabilidade Aula 2 Jaqueline Figuerêdo Rosa Mas, o que é Educação

Leia mais

História e Cultura Indígenas na Escola: Subsídios Sócio-Antropológicos para Professores da Educação Básica

História e Cultura Indígenas na Escola: Subsídios Sócio-Antropológicos para Professores da Educação Básica UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA REDE UNEB 2000 História e Cultura Indígenas na Escola: Subsídios Sócio-Antropológicos para Professores da Educação Básica Proponente: Professor Doutor Marcos Luciano Lopes

Leia mais

PLANO DE ENSINO 3 º TRIMESTRE

PLANO DE ENSINO 3 º TRIMESTRE Componente Natureza e Sociedade Professor: Fabrícia, Meire Ângela, Silvanete Curricular: Segmento: Educação Infantil Ano/Série: Maternal II Apresentação da disciplina Para a construção de um mundo socialmente

Leia mais

Decenal de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Étnico-Racial. Esse processo, necessariamente, precisa ocorrer

Decenal de Ações Afirmativas e Promoção da Igualdade Étnico-Racial. Esse processo, necessariamente, precisa ocorrer 3 As ações afirmativas na ufopa A UFOPA, desde sua criação, direcionou mais de 50% do total de vagas para ingresso na universidade a povos indígenas, quilombolas e população negra. Foram 2.292 vagas, sendo

Leia mais

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará

Centro de Serviços Educacionais do Pará. Centro de Serviços Educacionais do Pará TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 1º ANO/09 SALA: 105 07:30 às 08:20 08:20 às 09:10 MUSICA 10:20 às 11:10 TURMA: 2º ANO/09 SALA: 104 07:30 às 08:20 08:20

Leia mais

Coletânea. Realização: Apoio:

Coletânea. Realização: Apoio: Coletânea Realização: Apoio: Coletânea Realização: CASA AZUL FELIPE AUGUSTO Apoio: Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente CDCA/DF Participantes - Crianças e adolescentes da Casa Azul Felipe

Leia mais

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017

Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC. BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 Fundamentos Pedagógicos e Estrutura Geral da BNCC BNCC: Versão 3 Brasília, 26/01/2017 1 INTRODUÇÃO 1.3. Os fundamentos pedagógicos da BNCC Compromisso com a formação e o desenvolvimento humano global (dimensões

Leia mais

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 4 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS

PLANO DE CURSO DISCIPLINA:História ÁREA DE ENSINO: Fundamental I SÉRIE/ANO: 4 ANO DESCRITORES CONTEÚDOS SUGESTÕES DE PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS UNIDADE 1 A AVENTURA DE NAVEGAR *Descobrir o motivo das grandes navegações *Reconhecer as especiarias e o comércio entre África e Europa. *A importância das navegações. *As viagens espanholas e portuguesas

Leia mais

O ensino de Sociologia e a temática Afro-Brasileira: aproximações. Estevão Marcos Armada Firmino SEE/SP

O ensino de Sociologia e a temática Afro-Brasileira: aproximações. Estevão Marcos Armada Firmino SEE/SP O ensino de Sociologia e a temática Afro-Brasileira: aproximações. Estevão Marcos Armada Firmino SEE/SP estevão.armada@yahoo.com.br 1. Introdução De acordo com a Lei Federal n 11.645/08, torna-se obrigatório

Leia mais

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO CRECHE MUNICIPAL JOSÉ LUIZ BORGES GARCIA PROJETO DO 2 SEMESTRE EDUCAÇÃO INFANTIL: CONSTRUINDO O CONHECIMENTO CUIABÁ 2015 Ensinar não é transferir conhecimento, mas criar

Leia mais

JAMBO! jambo! uma manhã com os bichos da áfrica ROGÉRIO ANDRADE BARBOSA. projeto pedagógico

JAMBO! jambo! uma manhã com os bichos da áfrica ROGÉRIO ANDRADE BARBOSA. projeto pedagógico projeto pedagógico jambo! uma manhã com os bichos da áfrica ROGÉRIO ANDRADE BARBOSA JAMBO! UMA MANHÃ COM OS BICHOS DA ÁFRICA Rua Tito, 479 Lapa São Paulo SP CEP 05051-000 ilustrações Edu Engel divulgação

Leia mais

O USO DE VÍDEOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA NA SEGUNDA FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL

O USO DE VÍDEOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA NA SEGUNDA FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL O USO DE VÍDEOS NAS AULAS DE GEOGRAFIA NA SEGUNDA FASE DO ENSINO FUNDAMENTAL Silvani Gomes Messias¹. Wânia Chagas Faria Cunha². 1 Graduanda do Curso de Geografia do Campus Anápolis de CCSEH/UEG. E-mail:

Leia mais

TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL

TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL TESE DE DOUTORADO MEMÓRIAS DE ANGOLA E VIVÊNCIAS NO BRASIL: EDUCAÇÃO E DIVERSIDADES ÉTNICA E RACIAL Marciele Nazaré Coelho Orientadora: Profa. Dra. Roseli Rodrigues de Mello Por: Adriana Marigo Francisca

Leia mais

Promovendo o engajamento das famílias e comunidades na defesa do direito à saúde sexual e reprodutiva de adolescentes e jovens

Promovendo o engajamento das famílias e comunidades na defesa do direito à saúde sexual e reprodutiva de adolescentes e jovens Promovendo o engajamento das famílias e comunidades na defesa do direito à saúde sexual e reprodutiva de adolescentes e jovens Jaqueline Lima Santos Doutoranda em Antropologia Social UNICAMP Instituto

Leia mais

Relações Étnico-Raciais no Brasil. Professor Guilherme Paiva

Relações Étnico-Raciais no Brasil. Professor Guilherme Paiva Relações Étnico-Raciais no Brasil Professor Guilherme Paiva Unidade 1: Entender as relações étnico-raciais no Brasil através das legislações atuais Questões iniciais: a invisibilidade do negro e do índio

Leia mais

PLANIFICAÇÃO Dezembro 2016 Da minha Escola viajo pelo Mundo

PLANIFICAÇÃO Dezembro 2016 Da minha Escola viajo pelo Mundo PLANIFICAÇÃO Dezembro 2016 Da minha Escola viajo pelo Mundo Jardim de Infância do Ingote através do etwinning Áreas de Conteúdo Objetivos Estratégias/Atividades Sim Avaliação Não Formação Pessoal E Social

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL COM PERSONAGENS NEGROS: CONSTRUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DAS CRIANÇAS NEGRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL COM PERSONAGENS NEGROS: CONSTRUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DAS CRIANÇAS NEGRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 A IMPORTÂNCIA DA LITERATURA INFANTIL COM PERSONAGENS NEGROS: CONSTRUÇÃO DE UMA EDUCAÇÃO INCLUSIVA DAS CRIANÇAS NEGRAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Fabiane Cristina Costa coelho Sousa Ilana Fernandes da Silva

Leia mais

PÔSTER/BANNER - ANÁLISE LINGUÍSTICA: UM NOVO OLHAR, UM OUTRO OBJETO. HÁ PRECONCEITO LINGUÍSTICO EM SEU ENTORNO SOCIAL?

PÔSTER/BANNER - ANÁLISE LINGUÍSTICA: UM NOVO OLHAR, UM OUTRO OBJETO. HÁ PRECONCEITO LINGUÍSTICO EM SEU ENTORNO SOCIAL? PÔSTER/BANNER - ANÁLISE LINGUÍSTICA: UM NOVO OLHAR, UM OUTRO OBJETO. HÁ PRECONCEITO LINGUÍSTICO EM SEU ENTORNO SOCIAL? ELAINE HELENA NASCIMENTO DOS SANTOS O objetivo deste trabalho é discutir sobre o preconceito

Leia mais

Projeto: Um Olhar de Adolescente

Projeto: Um Olhar de Adolescente Associação Pró-Brejaru CNPJ: 07.104.903/0001-61 Rua: Pascoal Mazzilli 10 - Brejaru, Palhoça, SC, CEP: 88133-600 (48) 3242-0643/99256583 E-mail:probrejaru@yahoo.com.br Projeto: Um Olhar de Adolescente Palhoça,

Leia mais

Sítio do Pica-Pau Amarelo: lugar ideal ou não ideal de se viver?

Sítio do Pica-Pau Amarelo: lugar ideal ou não ideal de se viver? AVALIAÇÃO DIFERENCIADA PARCIAL 2 ROTEIRO DE ENSINO RELIGIOSO, GEOGRAFIA E HISTÓRIA 3º ANO Sítio do Pica-Pau Amarelo: lugar ideal ou não ideal de se viver? APRESENTAÇÃO DA PROPOSTA: Unida aos objetivos

Leia mais

CONSCIÊNCIA NEGRA: Á áfrica em nós a extensão combate a desigualdade racial na UEG Campus Quirinópolis

CONSCIÊNCIA NEGRA: Á áfrica em nós a extensão combate a desigualdade racial na UEG Campus Quirinópolis CONSCIÊNCIA NEGRA: Á áfrica em nós a extensão combate a desigualdade racial na UEG Campus Quirinópolis Wanderleia Silva nogueira¹ Eduardo Henrique Barbosa de Vasconcelos² Elizete Ferreira da Silva³ 1 Curso

Leia mais

Escola Estadual Luís Vaz de Camões. Projeto: Dengue Dentro e Fora da Escola. Ipezal/MS

Escola Estadual Luís Vaz de Camões. Projeto: Dengue Dentro e Fora da Escola. Ipezal/MS Escola Estadual Luís Vaz de Camões Projeto: Dengue Dentro e Fora da Escola Ipezal/MS Abril de 2015 Coordenadoras do Projeto: Professoras: Véra Lúcia dos Santos de Pinho Rozeli de Souza Gomes Colaboradores

Leia mais

NOTAS SOBRE PEDAGOGIA NO PVNC

NOTAS SOBRE PEDAGOGIA NO PVNC COMO CITAR ESTE TEXTO: Formato Documento Eletrônico (ISO) NASCIMENTO, Alexandre do. Notas sobre pedagogia no PVNC. dd/mm/aaaa]. Disponível em http://www.alexandrenascimento.com. [Acesso em NOTAS SOBRE

Leia mais

Amigos do Rio E.M.E.F. Professora Odila de Souza Oliveira

Amigos do Rio E.M.E.F. Professora Odila de Souza Oliveira Amigos do Rio E.M.E.F. Professora Odila de Souza Oliveira Professor(es) Apresentador(es): Larissa Palandi dos Reis Ana Laura Alves Lopes Realização: Foco do Projeto Atividades intra e extra classe; Envolver

Leia mais

Projeto - A afrodescendência brasileira: desmistificando a história

Projeto - A afrodescendência brasileira: desmistificando a história Projeto - A afrodescendência brasileira: desmistificando a história Tema: Consciência Negra Público-alvo: O projeto é destinado a alunos do Ensino Fundamental - Anos Finais Duração: Um mês Justificativa:

Leia mais