Recebe DF-e Manual do Usuário

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Recebe DF-e Manual do Usuário"

Transcrição

1 Recebe DF-e Manual do Usuário Oobj Tecnologia da Informação

2 Sumário 1. Introdução Referências Recebimento de DF-e Processo de distribuição Leiaute da Distribuição: NF-e Leiaute de Distribuição: CT-e Sistema Oobj Recebe DF-e Objetivos da solução Operação do sistema Painel de impressão... 6 Particularidades dos campos de pesquisa...7 Menu "Ações"...9 Registro de entrada Recebimento de arquivos inválidos Relatórios Armazenamento ANEXO I Significado das mensagens de status ANEXO II Lista de imagens IMG.1: Tela NF-e/CT-e Recebidas IMG.2: Pop-up de informações da nota IMG.3: Tela para Registro de entrada de mercadorias IMG.4: Tela de emissão de Relatórios Versões deste manual O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 2

3 1. Introdução O manual do usuário do sistema Oobj Recebe DF-e tem como objetivo orientar os usuários que irão utilizar o sistema, assim como aqueles que irão dar suporte ao mesmo. Também visa apresentar as funcionalidades disponíveis para que sirvam de referência para possíveis esclarecimentos ou dúvidas e para treinamentos de novos usuários, além de citar uma breve descrição do modelo fiscal e do fluxo do processo, com base em documentos oficiais dos órgãos reguladores (diversas SEFAZ e Receita Federal). 1.1 Referências Tabela 1 - Documentos Referenciados Documento Manual de Integração do Contribuinte NF-e - versão NT Manual de Integração Contribuinte CT-e Versão Data de criação Fonte de origem 27/11/2009 L/docs/ Manual_Integracao_Contribuinte_vers ao_4.01-nt pdf 04/08/2009 anual_cte_v1.03.pdf Ajuste SINIEF 07/05 30/09/2005 az/ ajustes/2005/aj_007_05.htm Ajuste SINIEF 09/07 25/10/2007 az/ajustes/2007/aj_009_07.htm 2. Recebimento de DF-e Conforme previsto na cláusula décima do Ajuste SINIEF 07/05, de 30 de setembro de 2005, cláusula décima o emitente e o destinatário deverão manter em arquivo digital as Notas Fiscais Eletrônicas pelo prazo estabelecido na legislação tributária para a guarda dos documentos fiscais, devendo ser apresentadas à administração tributária, quando solicitado. O mesmo se aplica para transportador e tomador de Conhecimento de Transporte Eletrônico, com base no Ajuste SINIEF 09/07, de 25 de outubro de 2007, cláusula décima segunda. O emissor do DF-e deve enviar o arquivo digital de autorização para o destinatário, seja de forma eletrônica ou por qualquer outro meio que possibilite o destinatário ter acesso ao arquivo digital. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 3

4 O DANFE é o Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica (assim como o DACTE é o Documento Auxiliar de Conhecimento de Transporte Eletrônico) e, ainda que hábil para acompanhar o trânsito de mercadorias, não substitui o arquivo XML do DF-e em nenhuma hipótese. Juridicamente falando, o DANFE/DACTE não tem valor fiscal e não pode ser substituído pelos respectivos arquivos XML. Os destinatários que não sejam credenciados para operar com a NF-e poderão escriturar a NF-e com base nas informações contidas no DANFE, que neste caso deverá ser mantido pelo prazo decadencial para apresentação à Administração Tributária quando solicitado. 2.1 Processo de distribuição A modalidade tecnológica de intercâmbio do documento eletrônico entre o emissor e receptor deve ser acordada entre ambos, respeitando o sigilo fiscal e o padrão de conteúdo de dados definido neste item. Apesar dos órgãos não especificarem qual meio deve ser utilizado, as formas mais comuns de troca de informações entre as empresas no comércio eletrônico (B2B) são: troca de mensagens em sistema específico, baseado em WEB ou rede privativa; troca de arquivos; troca de mensagens via ; disponibilização de informações em portais, com acesso sob demanda e autenticação de acesso Leiaute da Distribuição: NF-e Deverá ser disponibilizado para o destinatário o mesmo conteúdo da NF-e enviada para a SEFAZ, complementada com a informação da Autorização de Uso, na forma que segue. O layout de distribuição é o arquivo XML da NF-e/CT-e no layout conhecido como Proc. O arquivo XML, no layout Proc, possui os dados da nota, assinatura e o protocolo de autorização. Onde a primeira tag, a tag raiz, é nfeproc para NF-e e cteproc para CT-e. Qualquer NF-e/CT-e que não possua essas três informações trata-se de um arquivo inválido. Schema XML para NF-e: procnfe_v2.00.xsd # Campo Elem. Pai Tipo Ocor. Tam. Dec. Descrição XR01 nfeproc Raiz Tag raiz XR02 versao A XR01 N O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 4

5 XR03 NFe G XR XR04 (dados) Dados da NF-e, inclusive com os dados de assinatura. XR05 protnfe G XR XR06 (dados) Dados do Protocolo de Autorização de Uso Leiaute de Distribuição: CT-e Schema XML para CT-e: proccte_v1.03.xsd # Campo Elem. Pai Tipo Ocor. Tam. Dec. Descrição XR01 cteproc Raiz Tag raiz XR02 versao A XR01 N XR03 CTe G XR XR04 (dados) Dados da CT-e, inclusive com os dados de assinatura. XR05 protcte G XR XR06 (dados) Dados do Protocolo de Autorização de Uso. 3. Sistema Oobj Recebe DF-e 3.1 Objetivos da solução O Recebe DF-e é um sistema que permite à empresa o recebimento automatizado de notas fiscais eletrônicas (NF-e) e/ou conhecimento de transporte eletrônico (CT-e) (ou simplesmente, documentos fiscais quando se tratar de ambos) emitido por seus fornecedores. Hoje os fornecedores podem disponibilizar os arquivos de autorização dos documentos fiscais (XML Proc) através de meios distintos, como mídias ópticas, B2B, , etc. O sistema Recebe DF-e faz o recebimento automático dos documentos fiscais através de uma conta de disponibilizada pela empresa e também permite o recebimento manual através de um painel gerencial, chamado Painel de Impressão. A solução Recebe DF-e faz o recebimento automático e/ou manual do documento fiscal, verifica a validade, autenticidade e a existência de Autorização de Uso junto a SEFAZ de origem. Depois de recebido, o documento é armazenado em algum banco de dados e em formato arquivo, onde pode ser consultado a qualquer momento. O sistema faz duas consultas para verificar a situação do documento fiscal junto a SEFAZ. A primeira é feita no momento do recebimento para verificar a Autorização de Uso, e a segunda consulta é feita após o prazo que o fornecedor tem para efetivar o cancelamento do respectivo documento fiscal. Onde caso o mesmo seja cancelado, sua O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 5

6 situação/status será atualizada no sistema e será enviado um ao responsável, informando a mudança no status, para que o mesmo tenha conhecimento e tome as devidas providências. Através do Painel de Impressão é possível gerenciar o recebimento os documentos fiscais. Sendo possível visualizar o status do DF-e recebido, fazer o recebimento manual e fazer o registro de entrada do DANFE/DACTE na empresa. Também é possível a geração de relatórios das notas. OBS.: Vale ressaltar que a empresa que optar pelo serviço do Recebe DF-e deve criar duas contas de para que o sistema funcione normalmente. A primeira conta (também chamada de conta principal ) deve ser divulgada para os fornecedores enviarem os arquivos XML dos documentos fiscais, e a segunda conta (também chamada de conta espelho ) será um espelho da primeira conta, aonde todo que chegar na conta principal deverá ser encaminhado para conta espelho. O sistema Recebe DF-e será configurado para monitorar a conta espelho, e ao consultála o sistema fará o recebimento do documento fiscal e apagará as mensagens de , tendo assim na conta principal uma cópia do enviado pelo fornecedor para posteriores consultas. 4. Operação do sistema Esta seção fornece uma visão geral do comportamento do sistema: seus produtos, procedimentos, quando e por quem devem ser realizados. 4.1 Painel de impressão No Painel de impressão é feito o gerenciamento dos documentos fiscais recebidos, assim como dos emitidos. Os documentos de todas as unidades ficam aqui centralizados. O Painel de Impressão é uma interface web e é acessada pelo padrão de endereço através do navegador. Após a autenticação do usuário, com login e senha, é exibida a listagem de DF-e s emitidos para as filiais na qual o usuário logado tem acesso. Como o foco deste documento é apresentar o sistema de Recebimento de documento fiscal, para abrir a tela correlata deve-se acessar o menu Ferramentas > NF-e/CT-e Recebidas. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 6

7 Através da função NF-e/CT-e Recebidas o usuário tem acesso à tela que permite o gerenciamento dos Documentos Fiscais que foram recebidos. No topo da página existem diversas opções de consulta, onde se permite filtrar os documentos fiscais por: Emitente, Transportador (NF-e), Status Arquivo, Status Documento, Status Entrada, Origem Arquivo, Reconhecido?, Prot. de Entrega, Destinatário, Data Emissão, Data Recebimento, Número, Série, Modelo, e Chave de Acesso. Selecionadas as opções de filtragem desejadas e clicando no botão Consultar, os DF-e s serão exibidos, conforme IMG.1. Particularidades dos campos de pesquisa Cada filtro de pesquisa aceita um tipo de dado diferente. Dados inseridos de forma errada implicam em pesquisas falhas ou resultam dados não desejados. Segue abaixo uma relação de cada campo e os dados válidos: Emitente: CNPJ base (8 dígitos numéricos) ou CNPJ completo (14 dígitos numéricos). Transportador (NF-e): caixa de seleção com as unidades das quais o usuário logado tem permissão. Válido somente para casos onde o documento se trata de uma NF-e. Status Arquivo: caixa de seleção com 12 opções diferentes. Conferir ANEXO I. Status Documento: caixa de seleção com 7 opções diferentes. Conferir ANEXO I. Status Entrada: caixa de seleção com 2 opções diferentes: Registrada ou Não registrada. Origem Arquivo: caixa de seleção com 5 opções diferentes: , manual, Pdes (pasta de integração), Upload Público ou Periférico. Reconhecido: caixa de seleção com 3 opções: Todos, sim ou não. Prot. de Entrega: número do protocolo de entrega gerado pelo Importador e Validador de XML (Upload Público). Destinatário: caixa de seleção com as unidades das quais o usuário logado tem permissão. Data Emissão (entre): data de início do filtro relativo à emissão do DF-e. Data Emissão (e): data final do filtro relativo à emissão do DF-e. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 7

8 Data Recebimento (entre): data de início do filtro relativo ao recebimento do DF-e. Data Recebimento (e): data final do filtro relativo ao recebimento do DF-e. Data Entrada (entre): data de início do filtro relativo ao registro de entrada do DF-e. Data Entrada (e): data final do filtro relativo ao registro de entrada do DF-e. Número (entre): numeração inicial do DF-e. Número (e): numeração final do DF-e. Série: número da série em que o DF-e foi emitido. Modelo: caixa de seleção entre os modelos fiscais disponíveis para recebimento: NFe ou CT-e. Chave Acesso: chave de acesso do DF-e, com 44 dígitos numéricos. Na listagem dos documentos fiscais recebidos podem ser visualizados os seguintes dados, dispostos em colunas listadas da esquerda para direita: caixa para seleção, coluna de identificação do modelo fiscal (NF-e ou CT-e), Emitente, Destinatário, Núm./Série, Emissão, Receb., Arquivo, SEFAZ, Entrada, Reconhecido? e na última coluna uma lupa que permite visualizar os dados do DF-e. Clicando em qualquer coluna de um DF-e (exceto na Lupa), serão exibidas em uma popup breves informações sobre seu recebimento, como origem do arquivo e alguns status. No campo status é exibida a situação da nota recebida, podendo a mesma estar válida ou com algum erro relacionado à validade do arquivo recebido. Ver detalhes no anexo IMG.2. Na coluna Entrada é exibida a data de entrada do DANFE/DACTE da mercadoria na empresa. Essa informação somente será exibida se for registrado a entrada do DANFE/DACTE no sistema. Mais detalhes sobre esta operação serão esclarecidos seção Registro de Entrada. A coluna Reconhecido? permite adicionar o documento para ser reconhecido. Tanto o registro de entrada do DANFE/DACTE como a opção de reconhecimento são opcionais, sendo usadas conforme a necessidade da empresa. Na coluna Arquivo são exibidas informações quanto ao arquivo: basicamente se ele é válido ou não. Qualquer outro status diferente de válido implica em inválido ou inconsistente. Na coluna SEFAZ é informado o status do DF-e junto à Sefaz: se o mesmo existe, está autorizado, cancelado ou denegado. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 8

9 A coluna Entrada informa se o DANFE/DACTE foi recebido junto com a mercadoria ou não. Para alterar as informações dessa coluna deve-se realizar o Registro de Entrada. Caso o arquivo seja um arquivo válido, ou seja, esteja no layout de distribuição Proc, e cuja estrutura e conteúdo, assinatura digital, e situação na Sefaz sejam válidos, as colunas Arquivo e SEFAZ estarão com texto verde. O ANEXO I possui a listagem com os status que um DF-e recebido pode assumir e a decisão a ser tomada em cada caso. Menu "Ações" O menu ações comporta algumas funcionalidades relacionadas ao documento recebido. Para utilizá-lo em algum documento específico, basta marcá-lo no checkbox (caixa de seleção) à esquerda. Caso não seja marcado nenhum, a funcionalidade se aplicará a todos documentos (inclusive das páginas seguintes). Segue abaixo a lista de funcionalidades do menu "Ações". Novo recebimento manual Conforme citado anteriormente, a aplicação além de receber arquivos de permite a importação manual. O recebimento manual funciona para importar XML proc de documento recebido diretamente via painel. Por ser tratar de um processo manual, ele é mais rápido e mais preciso. Podem ser adicionados até 10 arquivos por vez, sendo eles XML proc ou.zip (contendo vários XML's proc). Ao selecionar esta funcionalidade, abrirá uma janela modal na tela. Clicando no botão Adicionar devem-se selecionar os arquivos a serem recebidos. Para que o sistema processe os arquivos, clique no botão Receber arquivos. Nesse momento o sistema irá fazer o processamento dos arquivos e exibir mensagens que indicam sucesso ou falha na importação de cada arquivo. Download de PDF Gera no navegador um arquivo de DANFE ou DACTE, conforme o(s) documento(s) selecionado(s) para ser aberto ou salvo. Caso um único documento seja selecionado, o arquivo gerado será.pdf. Caso houverem mais de um documentos selecionados, seus respectivos.pdf's serão compactados em um único arquivo.zip. Download de XML recebido. Provê o download do XML será possível o download em formato.zip do DF-e O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 9

10 Reconhecer Documento(s) Efetiva o reconhecimento de todos os documentos cujo checkbox "Reconhecido?" (penúltima coluna da direita) esteja marcado. Reentregar Documento(s) Caso houver entregador específico configurado na aplicação, o Recebe DF-e entregará o(s) arquivo(s) XML proc do(s) documento(s) recebido(s) respeitando a forma de entrega. Contate o Suporte Oobj para esclarecer dúvidas de como os arquivos podem ser entregues. Verificar SEFAZ Força uma consulta imediata do status do(s) documento(s) selecionado(s) junto à base de dados da respectiva SEFAZ. Registro de entrada Assim que uma determinada mercadoria adquirida chega à empresa, o usuário do Recebe DF-e tem a opção de fazer o registro de entrada daquela mercadoria. Deve-se acessar o menu Ferramentas > Registro de entrada. Com um leitor de código de barras ou inserindo a chave de acesso do documento fiscal no campo Chave acesso, a aplicação consultará os dados do respectivo documento fiscal SEFAZ e os exibirá na tela. Ao consultar o documento recebido no Painel de DF-e Recebidos constatará a data e a hora em que o Registro de entrada foi efetuado. 5. Recebimento de arquivos inválidos Ao receber um documento fiscal devem-se verificar as devidas colunas de status para confirmar se o arquivo é ou não válido. Caso o status esteja em vermelho, verificar a situação no Anexo I e se necessário entrar em contato com o fornecedor informando que o arquivo XML do DF-e não foi enviado ou o arquivo recebido é invalido pois não segue o layout de distribuição descrito no item Caso o fornecedor questione sobre a validade do arquivo XML enviado por ele, oriente-o a utilizar o validador online da Oobj. Em casos onde o arquivo recebido não for válido, orientar o fornecedor a abrir o arquivo XML e verificar se o mesmo não segue o layout de distribuição descrito no item O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 10

11 Após o fornecedor corrigir o arquivo, o mesmo deve ser re-encaminhado para conta de ou deve ser importado manualmente pelo Painel de Impressão. 6. Relatórios Através do Painel de Impressão é possível prover a geração de diversos relatórios em formato PDF, XLS ou CSV. Para emitir um relatório, deve-se acessar o menu Ferramentas > Relatórios. Será exibida uma janela com algumas opções de filtros. Para relatório de documentos fiscais de entrada, deve-se selecionar em Relatório a opção Relatório de Entradas de NFe/CT-e. Assim que selecionada a opção correta, a página carregará vários filtros, conforme imagem IMG.4. O campo Ambiente pode ser produção ou homologação. Destinatário serve para selecionar uma unidade ou empresa específica. Origem arquivo especifica se o arquivo veio de uma conta de , se foi importado manualmente ou se foi deixado na pasta padrão de recepção. Número filtra os documentos pelo número. Emitente relaciona um CNPJ específico para o emitente. Status Entrada assume se o documento foi registrado ou não registrado. Selecionando-se a opção Registrada, os campos "Período Entrada", "Data Entrada (Mensal e Semanal)" e "Data Entrada (Período)" estarão habilitados. Modelo se diz respeito ao modelo que se deseja incluir no relatório: NF-e ou CT-e. Data Recebimento especifica o intervalo de data em que os documentos foram recebidos. Status do arquivo se diz respeito ao estado do arquivo recebido. Chave de acesso incluirá somente a nota especificada. Série que a nota foi emitida e por fim, Status Documento especifica o estado do documento na base de dados da SEFAZ. Depois de selecionados os filtros, com os respectivos valores desejados, clicando no botão Consultar será fornecida a opção para abrir ou salvar o arquivo de relatório. 7. Armazenamento Os documentos recebidos devem ficar armazenados pelo período de cinco anos, conforme legislação, para apresentação à Administração Tributária quando solicitado. No sistema Recebe DF-e o armazenamento é feito em banco de dados. Nos clientes que utilizam a versão Datacenter, os arquivos ficam armazenados no servidor da E-sales/Oobj e clientes que utilizam a versão InHouse no servidor da própria empresa. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 11

12 Na versão Datacenter, opcionalmente pode ser gravado cópia dos arquivos XML s recebidos em uma máquina da empresa. Para isso é instalado o módulo Connect que permite a conexão ao Datacenter e gravação dos arquivos recebidos em um diretório previamente especificado. Preferencialmente a máquina a ser instalado o módulo Connect deve ser a máquina de algum faturista ou gerente da empresa, pois é necessário fazer o login no Windows para iniciar o sistema. Caso seja instalado em uma máquina servidor, será necessário fazer o login para que a aplicação possa ser devidamente iniciada. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 12

13 8. ANEXO I Significado das mensagens de status Status Arquivo Arquivo não recebido Arquivo não verificado Falha na estrutura Falha na assinatura Conteúdo do arquivo divergente Situação Entrada de DANFE/DACTE realizada, mas o arquivo XML Proc não foi recebido. Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML Proc. Arquivo inválido. O arquivo XML enviado não segue o layout Proc ou está com alguma falha. Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML correto. Arquivo XML no layout Proc, mas assinatura inválida. Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML correto. Arquivo válido, mas dados do arquivo divergem do arquivo disponível na Sefaz. Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML correto. Layout inesperado Arquivo inválido. Não se trata de um XML ou o conteúdo não é uma NF-e/CT-e que siga o layout Proc. Válido Destinatário inválido Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML correto. Arquivo recebido validado com sucesso. Ocorre quando no recebimento manual, o usuário logado no painel não está relacionado a unidade em questão. Hash está em branco O hash da assinatura não foi definido no campo nem na autorização de uso do documento fiscal. Hash do retorno diverge da assinatura Erro não catalogado Arquivo recuperado é válido O hash da assinatura do documento em questão difere do hash que se encontra na Sefaz. O documento em questão pode ter sido reassinado depois de autorizado, podendo ser caso de fraude. Ocorreu erro na verificação do arquivo. Importar manualmente o arquivo XML. A aplicação recebeu um arquivo inválido, mas conseguiu recuperá-lo. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 13

14 Status Entrada Não registrada Registrada Situação Ainda não foi registrada a entrada da mercadoria na empresa. Clicar no menu Ferramentas e escolher a opção Registro de entrada. Informar a chave de acesso da NF-e/CT-e e efetivar o registro. A entrada da mercadoria na empresa foi registrada. Status Documento Não Verificado Falha ao Consultar Não Encontrado Autorizado Cancelado Denegado Em Processamento Situação A verificação junto a SEFAZ ainda não foi realizada. Selecionar a NF-e/CT-e, passar o mouse em Ações e clicar no botão Verificar Sefaz. Ocorreu uma falha ao consultar a SEFAZ. Selecionar a NF-e/CT-e, passar o mouse em Ações e clicar no botão Verificar Sefaz. Arquivo não encontrado na base de dados da SEFAZ. Possível documento fiscal não foi autorizado, ou foi autorizado em ambiente de homologação. Solicitar ao fornecedor o envio do arquivo XML. Arquivo encontra-se na base de dados da SEFAZ com situação Autorizado. Arquivo encontra-se na base de dados da SEFAZ com situação Cancelado. Arquivo encontra-se na base de dados da SEFAZ com situação Denegado. Arquivo não encontra-se na base de dados da SEFAZ por ainda não ter sido processado. O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 14

15 9. ANEXO II Lista de imagens 9.1 IMG.1: Tela NF-e/CT-e Recebidas O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 12

16 O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 13

17 9.2 IMG.2: Pop-up de informações da nota O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 14

18 9.3 IMG.3: Tela para Registro de entrada de mercadorias O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 15

19 9.4 IMG.4: Tela de emissão de Relatórios O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 16

20 10. Versões deste manual Versão Data Descrição Responsável /07/2010 Primeira versão do Manual do Usuário. Renato Evangelista /08/2010 Alteração relacionada a listagem do Painel de Impressão e a geração de relatório. Renato Evangelista /08/2010 Armazenamento Renato Evangelista /03/2011 Atualização de campos e colunas, novas definições e novos modelos de negócios /04/2011 Reestruturação do documento e adição de imagens das telas do sistema /06/2011 Adequação ao filtro Protocolo de Entrega, da Visão Destinatário /07/2011 Desuso das visões destinatário e transportador; mudança na disposição dos filtros de pesquisa; mudança na abordagem de NF-e/CT-e para DF-e; atualização dos documentos oficiais referenciados /11/2011 Atualização da seção de Relatórios, da seção Particularidades dos campos de pesquisa, do ANEXO I e dos anexos IMG.3 e IMG.4. Inclusão da seção do menu "Ações" /01/2013 Atualização da logomarca, imagens e estrutura Danilo Guimarães Danilo Guimarães Danilo Guimarães Danilo Guimarães Danilo Guimarães Jefferson Rosa (Documentação) O o b j T e c n o l o g i a d a I n f o rm a ç ão 16

Recebe DF-e Manual do Usuário - v1.7 - Novembro/2011

Recebe DF-e Manual do Usuário - v1.7 - Novembro/2011 Recebe DF-e Manual do Usuário - v1.7 - Novembro/2011 e-sales Soluções de Integração Avenida França, 1162 - Porto Alegre, RS Fone: (51) 3325-8100 (62) 3086-5750 http://www.oobj.com.br http://www.esales.com.br

Leia mais

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER

Manual de Instruções. Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER 1 Manual de Instruções Programa para Baixar Arquivos XML XML CONQUER Sumário Apresentação:... 2 Exigência para funcionalidade do software:... 3 Instalação:... 4 Utilização... 5 Menu NFE/CTE XML... 7 XML

Leia mais

MANUAL DISTRIBUIÇÃO DA NF-E PARA O DESTINATÁRIO. por Bruno Frank Cordeiro

MANUAL DISTRIBUIÇÃO DA NF-E PARA O DESTINATÁRIO. por Bruno Frank Cordeiro MANUAL DISTRIBUIÇÃO DA NF-E PARA O DESTINATÁRIO por Bruno Frank Cordeiro 1 Objetivo Informar a todos como fazer as configurações adequadas para que o Siagri Agribusiness consiga gerar e ou enviar a nota

Leia mais

Manual de Operaça o XML-SPC

Manual de Operaça o XML-SPC Manual de Operaça o XML-SPC Versão 2.1 Sumário Envio de Documentos Emitidos... 2 Envio de Documentos Recebidos... 2 Acesso ao XML-SPC... 3 Visualização de Documentos... 4 Enviados e Recebidos... 5 Status

Leia mais

Pagamento - Fornecedor

Pagamento - Fornecedor Pagamento - Fornecedor MT-212-00137 - 1 Última Atualização 30/08/2014 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos

Leia mais

Conhecimento de Transporte

Conhecimento de Transporte Página1 Conhecimento de Transporte No menu de navegação, este item é a opção para emissão e administração dos Conhecimentos de Transporte do sistema. Para acessar, posicione o mouse no local correspondente

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual

Aplicativo da Manifestação do Destinatário. Manual Aplicativo da Manifestação do Destinatário Manual Novembro de 2012 1 Sumário 1 Aplicativo de Manifestação do Destinatário...4 2 Iniciando o aplicativo...4 3 Menus...5 3.1 Manifestação Destinatário...5

Leia mais

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR

Guia do Usuário PRONAVTECH GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR GUIA DO USUÁRIO ARMAZENADOR 1 Índice INTRODUÇÃO... 3 ACESSANDO O PRONAVTECH... 4 Primeiro Acesso... 5 Demais Acessos... 6 Esqueci Minha Senha... 7 Esqueci o usuário principal... 7 ÁREA DE TRABALHO DO PRONAVTECH...

Leia mais

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e.

Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. Conhecimento de Transporte Eletrônico OBJETIVO Este documento tem por objetivo a definição das especificações necessárias para transmissão de Conhecimento de Transporte eletrônico - CT-e. CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015

Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 Pagamentos MT-212-00137-6 Última Atualização 06/01/2015 I. Objetivos Após este módulo de capacitação você será capaz de: Carregar Documentos Fiscais Verificar o status de envio dos documentos fiscais Consultar

Leia mais

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079)

GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) GERENCIAMENTO DE NF-e (VEND0079) 1. IDENTIFICAÇÃO DAS INFORMAÇÕES NA TELA.... 2 2. FUNCIONALIDADES.... 3 2.1 EMISSÕES DE NOTAS... 3 2.2 DESTINATÁRIO DE NF-E... 4 2.3 ENVIAR NOTA POR E-MAIL... 7 2.4 VISUALIZAÇÃO...

Leia mais

UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00

UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00 UNICOM / SEFAZ-MS / Jan. 2015 - Versão 1.00 Manual para Emissão da Carta de Correção eletrônica (CT-e) Este Manual tem como finalidade a apresentação do procedimento operacional de uma Carta de Correção

Leia mais

Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.20 - Novembro de 2012

Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.20 - Novembro de 2012 Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.20 - Novembro de 2012 Oobj Tecnologia da Informação Ltda. http://www.oobj.com.br Sumário 1. Introdução... 4 1.1 Referências... 4 1.2 Definições gerais... 4 2. Nota

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009

MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009 Simplificando processos, Dinamizando negócios OOBJ-NF-E/CT-E MANUAL DE INSTALAÇÃO NF-e CONNECT - Versão 7 - Outubro/2009 E-Sales Soluções de integração Avenida França, 1162 Porto Alegre, RS Fone: (51)

Leia mais

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA

MÓDULO DE NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DO SISTEMA Versão 6.08 Introdução... 2 Requisitos para Utilização do Módulo NF-e... 2 Termo de Responsabilidade... 2 Certificados... 2 Criação de Séries... 2 Framework... 3 Teste de Comunicação...

Leia mais

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e

: Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e Produto : RM NUCLEUS - 11.52.61 Processo Subprocesso : Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais - MDF-e : Integração com o TSS / TopConnect / CT-e Data

Leia mais

Manual do Visualizador NF e KEY BEST

Manual do Visualizador NF e KEY BEST Manual do Visualizador NF e KEY BEST Versão 1.0 Maio/2011 INDICE SOBRE O VISUALIZADOR...................................................... 02 RISCOS POSSÍVEIS PARA O EMITENTE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA.................

Leia mais

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica

e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota C Consulta de Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por Informática Educativa Página2 Índice Nota Fiscal eletrônica... 03 Safeweb e-nota C... 04 Documentos eletrônicos... 08

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Procedimentos de Configuração no CalcExpress....2 Procedimentos de Configuração no Emissor de Nota Fiscal Eletrônica...3 Gerando Arquivo

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais Eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE

ÍNDICE. ISS Online. Guia do Usuário ÍNDICE Guia do Usuário ÍNDICE ÍNDICE Setembro /2009 www.4rsistemas.com.br 15 3262 8444 IDENTIFICAÇÃO E SENHA... 3 Sou localizado no município... 4 Não sou localizado no município... 4 ACESSO AO SISTEMA... 5 Tela

Leia mais

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos

e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Página1 e-nota R Sistema de Emissão de Documentos Fiscais eletrônicos Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é o e-nota R?... 03 2. Configurações e Requisitos...

Leia mais

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA

MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MANUAL DE IMPLEMENTAÇÃO DO MÓDULO NOTA FISCAL ELETRONICA MARKANTY INFORMÁTICA Sistemas para Automação Comercial Gestão Empresarial e Fábrica de Software (Específicos) Princípios de nossos Profissionais:

Leia mais

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4.

Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. 1 Sumário 1. SOBRE O NFGoiana DESKTOP... 3 1.1. Apresentação... 3 1.2. Informações do sistema... 3 1.3. Acessando o NFGoiana Desktop... 3 1.4. Interface do sistema... 4 1.4.1. Janela Principal... 4 1.5.

Leia mais

CONFIGURAÇÕES PARA ENVIO DE ARQUIVO XML E PDF POR E-MAIL

CONFIGURAÇÕES PARA ENVIO DE ARQUIVO XML E PDF POR E-MAIL Sumário Apresentação... 1 1. Procedimentos iniciais... 2 2. Cadastrar e-mail do cliente... 4 3. Configurar Servidor NF-e... 8 4. Enviar DANF-e em XML e PDF... 11 5. Validar dados do configurador de e-mail...

Leia mais

Manual de Utilização. Versão 1.0.0

Manual de Utilização. Versão 1.0.0 Manual de Utilização Versão 1.0.0 Sumário 1 Funções do Emissor... 3 1.1 Aba Sistema... 4 1.2 Aba Certificados... 4 1.3 Aba Recebimento de E-mail... 5 1.4 Aba Saída de Dados... 6 1.5 Aba Proxy... 7 1.6

Leia mais

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E

OPERAÇÃO NF-E MASTERSAF DF-E MASTERSAF DF-E ÍNDICE Fluxo NF-e SEFAZ... 1 Fluxo do NF-e Mastersaf... 1 Emissão de NF-e...2 Ícones do Produto...5 Atualização do Licenciamento...5 Painéis de Consulta...6 Ordenação dos Grids... 6 Visualizar

Leia mais

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O

Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Roteiro de Instalação da NF-e no Sistema CalcExpress S U M À R I O Instalação da Aplicação Java...2 Instalação do Emissor...5 Instalação do Framework...7 Instalação das DLL s URL, SCHEMAS, CADEIA DE CERTIFICADO

Leia mais

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E)

Passos básicos para utilização de Nota Fiscal Eletrônica (NF-E) Conteúdo Solicitação de Autorização...2 Numeração da NF-E...3 Emissão de NF-E...3 Pesquisa de NF-E emitida...5 Cancelamento de NF-E emitida...5 Carta de Correção...6 Envio de Arquivo de RPS...6 Número

Leia mais

Manual de Acesso a NF-e

Manual de Acesso a NF-e Manual de Acesso a NF-e Acesso ao Sistema para Pessoa Jurídica. 1.0 Acesso ao Sistema....1 2.0 Cadastro...2 3.0 Configuração do Perfil...8 4.0 Solicitação de Emissão de NF-e....12 5.0 Emissão de NF-e...14

Leia mais

Introdução... 2. Contratando o produto Link2NFe... 2. Assistente de configuração de emissor... 3. Configurações Avançadas do Emissor...

Introdução... 2. Contratando o produto Link2NFe... 2. Assistente de configuração de emissor... 3. Configurações Avançadas do Emissor... 0 Conteúdo Introdução... 2 Contratando o produto Link2NFe.... 2 Assistente de configuração de emissor.... 3 Configurações Avançadas do Emissor... 5 Conhecendo o Gerenciador de Recursos da Link2business....

Leia mais

Tutorial. Manifesto e importação de NF-e automáticos no TGC Box. TGC Box Manifesto de NF-e

Tutorial. Manifesto e importação de NF-e automáticos no TGC Box. TGC Box Manifesto de NF-e 1 Objetivo: de demonstração da nova funcionalidade do TGC Box que busca as notas fiscais direto dos servidores da Receita Federal do Brasil (RFB) para manifestação e escrituração. Manifesto e importação

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0

MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO. Motor Periférico Versão 8.0 MANUAL DE INSTALAÇÃO E CONFIGURAÇÃO Motor Periférico Versão 8.0 1. Apresentação... 3 2. Instalação do Java... 3 2.1 Download e Instalação... 3 2.2 Verificar Instalação... 3 3. Download do Motor Periférico...

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.21 - Novembro de 2012

Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.21 - Novembro de 2012 Manual de Usuários NF-e/CT-e Versão 6.1.21 - Novembro de 2012 Oobj Tecnologia da Informação Ltda. http://www.oobj.com.br Sumário 1.Introdução...4 1.1 Referências...4 1.2 Definições gerais...4 1.Nota Fiscal

Leia mais

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização

TRANSMISSOR ECF. Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista. Manual de Utilização TRANSMISSOR ECF Sistema de transmissão de arquivos Nota Fiscal Paulista Manual de Utilização 1. Histórico de alterações Data Versão Alteração 04/12/2012 1 Criação do documento 28/02/2013 2 Revisão 2. Proposta

Leia mais

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia

Outlook XML Reader Versão 8.0.0. Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Outlook XML Reader Versão 8.0.0 Manual de Instalação e Demonstração UNE Tecnologia Add-in para o Outlook 2003, 2007 e 2010 responsável pela validação e armazenamento de notas fiscais eletrônicas. Atenção,

Leia mais

Segurança e facilidade

Segurança e facilidade TGC Box: Segurança e facilidade na escrituração fiscal. Objetivo: armazenamento seguro dos documentos eletrônicos (NFe, CTe e NFCe) para escrituração fiscal de forma rápida e eficiente. Segurança e facilidade

Leia mais

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

Nota Fiscal Paulista. Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Nota Fiscal Paulista Manual do TD REDF (Transmissor de Dados Registro Eletrônico de Documentos Fiscais) Versão 1.1 15/02/2008 Página 1 de 17 Índice Analítico 1. Considerações Iniciais 3 2. Instalação do

Leia mais

Manual de Usuários NF-e/CT-e

Manual de Usuários NF-e/CT-e Manual de Usuários NF-e/CT-e Oobj Tecnologia da Informação Ltda. http://www.oobj.com.br Sumário 1. Introdução... 4 1.1 Referências... 4 1.2 Definições gerais... 4 2. Nota Fiscal Eletrônica (NF-e)... 7

Leia mais

Sistema de Devolução Web

Sistema de Devolução Web Manual Sistema de Devolução Web Usuário Cliente ÍNDICE Sumário 1. Prazos...3 2. Solicitação de Devolução... 4 3. Autorização de Devolução... 4 4. Coleta de Mercadoria... 4 5. Acompanhamento da Devolução...

Leia mais

Manual de Instrução Emissor de Nota Fiscal Eletrônica OSEDE

Manual de Instrução Emissor de Nota Fiscal Eletrônica OSEDE Manual de Instrução Emissor de Nota Fiscal Eletrônica OSEDE Fernandópolis SP Emissão de NFe Na aba NF-e clique no botão Gerar XML. Na tela de geração do XML, terá 2 tipos de emissão: Normal e Rápida, onde

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA 1. Comprei mercadoria com NF-e denegada. Qual o procedimento para regularizar essa situação? Resposta: Preliminarmente, temos que esclarecer o que é uma NF-e Denegada:, A Denegação

Leia mais

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário

Manual do Usuário do Produto EmiteNF-e. Manual do Usuário Manual do Usuário Produto: EmiteNF-e Versão: 1.2 Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso ao EmiteNF-e... 2 3. Configurações Gerais... 4 3.1 Gerenciamento de Usuários... 4 3.2 Verificação de Disponibilidade

Leia mais

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico

e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Página1 e-nota MDF-e Manifesto de Documento Fiscal eletrônico Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é MDF-e?... 03 2. Safeweb e-nota MDF-e... 04 3. Acesso e-nota

Leia mais

Módulo NF-e. Manual de Utilização

Módulo NF-e. Manual de Utilização Módulo NF-e Manual de Utilização 1 Conteúdo Passo-a-passo para emissão de NF-e... 3 1. Obtendo seu Certificado Digital... 3 2. Registrando-se na Secretaria da Fazenda para Homologação (testes)... 4 3.

Leia mais

Manual - Versão 1.2 1

Manual - Versão 1.2 1 Manual - Versão 1.2 1 2 Requisitos para emissão da Nota Fiscal de Consumidor eletrônica - Sistema Gerenciador Gestor Prime - Sistema Transmissor - Uninfe Instalado automaticamente pelo Gestor. - Internet

Leia mais

Manual WSD Unimed Vale do São Francisco Cooperativa de Trabalho Médico LTDA Rua do Coliseu, 123 Centro, Petrolina/PE CEP: 56302.

Manual WSD Unimed Vale do São Francisco Cooperativa de Trabalho Médico LTDA Rua do Coliseu, 123 Centro, Petrolina/PE CEP: 56302. Manual WSD 1 Manual de Acesso e Utilização do WSD-TISS Considerações Iniciais IMPORTANTE!!! Informamos que respeitando a Instrução Normativa nº 28, publicada pela ANS em 11 de janeiro de 2008, a partir

Leia mais

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda.

Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0. Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. Cartilha da Nota Fiscal Eletrônica do Hábil Empresarial Profissional 7.0 Obrigado por usar nosso software! Koinonia Software Ltda. (0**46) 3225-6234 I Cartilha_NFe_Habil_7 Índice Cap. I Bem Vindo 1 Cap.

Leia mais

Nota Fiscal Eletrônica... 5. Conceitos... 6. DANFE comum e DANFE em contingência... 7. Principais dúvidas... 8. Considerações... 9

Nota Fiscal Eletrônica... 5. Conceitos... 6. DANFE comum e DANFE em contingência... 7. Principais dúvidas... 8. Considerações... 9 Cartilha NF-e 1 Sumário Nota Fiscal Eletrônica... 5 Conceitos... 6 DANFE comum e DANFE em contingência... 7 Principais dúvidas... 8 Considerações... 9 Procedimento para operacionalização da NF-e... 10

Leia mais

MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO

MANIFESTAÇÃO DO DESTINATÁRIO Apresentação A manifestação do destinatário da NF-e permite que ele se manifeste sobre sua participação comercial descrita na NF-e, confirmando as informações prestadas pelo seu fornecedor e emissor do

Leia mais

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5

1. Escritório Virtual... 5. 1.1. Atualização do sistema...5. 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1 2 Índice 1. Escritório Virtual... 5 1.1. Atualização do sistema...5 1.2. Instalação e ativação do sistema de Conexão...5 1.3. Cadastro do Escritório...5 1.4. Logo Marca do Escritório...6...6 1.5. Cadastro

Leia mais

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica

Tutorial. O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Tutorial O Trade e a Nota Fiscal Eletrônica Este tutorial explica como configurar o Trade Solution e realizar as principais atividades relacionadas à emissão e ao gerenciamento das Notas Fiscais Eletrônicas

Leia mais

Manual Gosocket. App Manifestação. Versão 1.0

Manual Gosocket. App Manifestação. Versão 1.0 Manual Gosocket App Manifestação Versão 1.0 Sumário Aplicativo Manifestação... 2 Gerenciando Notas Destinadas... 3 Passo 1 Consultar NF-e... 4 Passo 2 Manifestar NF-e... 5 Passo 3 Download NF-e... 7 ANEXO...

Leia mais

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota G... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota G... 05

Leia mais

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA

Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA Manual do Usuário SisCommercePDV NFC-e Sistematic Tecnologia e Sistemas de Informação LTDA MANUAL DO USUÁRIO SisCommercePDV Emissor de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) *Manual em desenvolvimento

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA

NOTA FISCAL ELETRÔNICA NOTA FISCAL ELETRÔNICA Instalação do certificado digital Para cada empresa certificadora existe um manual de instalação. Antes de emitir o certificado no cliente, leia atentamente as instruções do manual.

Leia mais

DF-e Manager Manual de uso Serviço de Envio ao Recebimento Novembro de 2015

DF-e Manager Manual de uso Serviço de Envio ao Recebimento Novembro de 2015 DF-e Manager Manual de uso Serviço de Envio ao Recebimento Novembro de 2015 Copyright 2015 Synchro Solução Fiscal Brasil Conteúdo 1. Introdução... 1 2. Processo de recepção do DF-e Manager... 1 2.1. Requisitos

Leia mais

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica

e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Página1 e-nota NFS-e Sistema de Geração e Emissão de Nota Fiscal de Serviço eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. O que é Nota Fiscal de Serviço eletrônica

Leia mais

e-nota E Módulo de Entrega da Nota

e-nota E Módulo de Entrega da Nota Página1 e-nota E Módulo de Entrega da Nota Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota E... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota E... 05 4. Gerenciamento

Leia mais

Certidão Online Manual do Usuário

Certidão Online Manual do Usuário JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO Certidão Online Manual do Usuário Versão 3.1 Lista de Tópicos - Navegação Rápida CADASTRANDO O USUÁRIO... 3 ACESSANDO O SISTEMA... 5 CERTIDAO SIMPLIFICADA NADA

Leia mais

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e

Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Conhecimento de Transporte Eletrônico - CT-e Sumário: 1. Orientações Gerais:... 3 1.1 Cadastros Básicos:... 3 1.2 Conhecimento de Transporte Eletrônico CTe:... 3 1.3 Tela inicial:... 4 2. CT-e (Conhecimento

Leia mais

Escritório Virtual Administrativo

Escritório Virtual Administrativo 1 Treinamento Módulos Escritório Virtual Administrativo Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual e módulo Administrativo do sistema Office 2 3 1. Escritório

Leia mais

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE )

Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Passo a Passo para Emissão da CC-E ( Carta de Correção do CTE ) Neste processo iremos utilizar o sistema Tecnocargas na versão WEB O que pode ser alterado em uma CC-e: Segue o modelo de um XML para melhor

Leia mais

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx

Conecta S_Line. 2.2 Downloads Para instalar o Conecta S_Line, basta acessar www.sline.com.br/downloads.aspx 1 Introdução O Conecta S_Line permite que o laboratório envie à Central S_Line os resultados de exames gerados pelo Sistema de Informação Laboratorial (LIS) em forma de arquivos digitais. Todo o processo

Leia mais

VVS Sistemas (21)3405-9500

VVS Sistemas (21)3405-9500 Índice Assunto Página Apresentação... 2 Funcionamento do Módulo... 3 Instalação do Módulo... 4 Configurações no C-Plus NF-e... 9 Acessando os arquivos... 11 Apresentação Apresentamos o módulo C-Plus NF-e

Leia mais

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL

TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL TUTORIAL UTILIZAÇÃO DE FUNCIONALIDADES AUDITOR FISCAL VERSÃO DO SISTEMA 3.0/2015 VERSÃO DO DOCUMENTO 1.0 Índice 1. OBJETIVO GERAL... 2 2. ACESSO AO SISTEMA AUDITOR FISCAL... 3 3. SISTEMA AUDITOR FISCAL

Leia mais

Manual de Integração. TOTVS Colaboração

Manual de Integração. TOTVS Colaboração Sumário TOTVS COLABORAÇÃO... 3 1.1 Introdução... 3 1.2 Pré-Requisitos... 3 1.3 Transação Recepção NF-e Entrada (Fornecedores)... 4 2 TOTVS COLABORAÇÃO 1.1 Introdução Visão Geral A oferta, compreende toda

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução-

Autorizador Plasc TISS Web. - Manual de Instrução- Autorizador Plasc TISS Web - Manual de Instrução- A ANS estabeleceu um padrão de Troca de Informação em Saúde Suplementar - TISS para registro e intercâmbio de dados entre operadoras de planos privados

Leia mais

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E

PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E PARAMETRIZAÇÃO RECEPTOR NF-E MASTERSAF DF-E SUMÁRIO Login... 1 Troca de senha... 1 Administração do Sistema...2 Certificados...2 Usuários...3 Dados do Usuário... 4 Permissões do Usuário... 4 Empresas...5

Leia mais

Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora?

Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora? Comprei mercadoria com NF-e denegada. E agora? Tomei conhecimento de um caso bastante comum sobre a Nota Fiscal Eletrônica. Um contador amigo enviou-me seguinte pergunta: Meu cliente recebeu uma mercadoria

Leia mais

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota G... 03 2. O que é NF-e?... 04 3. O que é CT-e?... 05

Leia mais

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e

NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e Informações Gerais 1. O que é a Nota Fiscal Eletrônica NF-e? Podemos conceituar a Nota Fiscal Eletrônica como sendo um documento de existência

Leia mais

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi

Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Elaborado por Marcos Matos Revisado por C. Douglas de Souza e Carina Gonçalves Aprovado por Paulo Bernardi Sumário INTRODUÇÃO... 3 1.1. SOBRE O GUIA... 3 2. PRÉ-REQUISITO... 3 2.1. PREMISSAS DE FUNCIONAMENTO...

Leia mais

Soluções em Tecnologia da Informação

Soluções em Tecnologia da Informação Soluções em Tecnologia da Informação Curitiba Paraná Salvador Bahia A DTS Sistemas é uma empresa familiar de Tecnologia da Informação, fundada em 1995, especializada no desenvolvimento de soluções empresariais.

Leia mais

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil.

COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. COPYRIGHT 2011 INTELECTA DISTRIBUIDORA DE TECNOLOGIA LTDA. Todos os direitos reservados. Impresso no Brasil. De acordo com as leis de Copyright, nenhuma parte desta publicação ou do software pode ser copiada,

Leia mais

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos.

Em 2012, a Prosoft planejou o lançamento da Versão 5 dos seus produtos. VERSÃO 5 Outubro/2012 Release Notes Não deixe de atualizar o seu sistema Planejamos a entrega ao longo do exercício de 2012 com mais de 140 melhorias. Mais segurança, agilidade e facilidade de uso, atendendo

Leia mais

Gestão inteligente de documentos eletrônicos

Gestão inteligente de documentos eletrônicos Gestão inteligente de documentos eletrônicos MANUAL DE UTILIZAÇÃO VISÃO DE EMPRESAS VISÃO EMPRESAS - USUÁRIOS (OVERVIEW) No ELDOC, o perfil de EMPRESA refere-se aos usuários com papel operacional. São

Leia mais

Restart Informática Ltda. Equipe de Suporte [E-CAFI] Manual da equipe de Suporte. Proibida a reprodução e distribuição não autorizada.

Restart Informática Ltda. Equipe de Suporte [E-CAFI] Manual da equipe de Suporte. Proibida a reprodução e distribuição não autorizada. 2012 Restart Informática Ltda. Equipe de Suporte [E-CAFI] Manual da equipe de Suporte. Proibida a reprodução e distribuição não autorizada. Sumário Instalando o ecafi... 2 Instalando o Serviço de E-mail...

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

SAD Gestor ERP. Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos. treinamento@worksoft.inf.br

SAD Gestor ERP. Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos. treinamento@worksoft.inf.br Manifesto de Documentos Fiscais Eletrônicos treinamento@worksoft.inf.br Manifestação O permite que o destinatário obtenha informações resumidas sobre todas as notas emitidas para o seu CNPJ, em todo país,

Leia mais

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166

Tel. (0xx11) 3038-1150 Fax (0xx11) 3038-1166 Sistema Nota Já Este manual tem por objetivo apresentar o sistema NotaJá a fim de auxiliar o usuário com todos os processos de cadastro, lançamentos de notas, cancelamentos, inutilizações, notas complementares

Leia mais

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda

Governo do Estado do Pará Secretaria de Estado da Fazenda Manual do Usuário Sistema Notapará Programa Nota Fiscal Cidadã Objetivo: Estabelecer orientações aos usuários do sistema Notapará, tais como: usabilidade, funcionalidade e navegabilidade. Manual do Usuário

Leia mais

OPERANDO COM A NOTA FISCAL ELETRÔNICA

OPERANDO COM A NOTA FISCAL ELETRÔNICA OPERANDO COM A NOTA FISCAL ELETRÔNICA OPERANDO COM A NOTA FISCAL ELETRÔNICA Como já é de conhecimento de todos, iniciamos nossa operação de faturamento com o novo modelo exigido pelo Governo Federal, de

Leia mais

Conceito de NF-e. Conexão NF-e

Conceito de NF-e. Conexão NF-e WHITE PAPER Sumário Conceito de NF-e... 3 Conexão NF-e... 3 Validador de Arquivos da Nota de Entrada... 4 Importador da Nota de Entrada Para o ERP E M S... 5 Manifesto do Destinatário Eletrônico (MD-e)...

Leia mais

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos

Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos Manual de Utilização Financeiras Versão 1.2 Manual de utilização do software para os usuários do Sistema de Registro de Contratos e Financiamentos, com

Leia mais

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1

Índice. Atualizado em: 01/04/2015 Página: 1 MANUAL DO USUÁRIO Índice 1. Introdução... 3 2. Acesso ao Sistema... 4 2.1. Instalação... 4 2.1.1. Servidor - Computador Principal... 4 2.1.2. Estação - Computador na Rede... 6 2.1.3. Estação - Mapeamento

Leia mais

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço

Manual de Utilização. Sistema. Recibo Provisório de Serviço Manual de Utilização Sistema Recibo Provisório de Serviço Versão 1.0 17/08/2011 Sumário Introdução... 5 1. Primeiro Acesso... 7 2. Funções do e-rps... 8 2.1 Menu Superior... 8 2.1.1 Arquivo......8 2.1.2

Leia mais

3 - Tela Principal. Itens importantes da página

3 - Tela Principal. Itens importantes da página SUMÁRIO 1 1 - Conceitos Gerais O CRQ é um sistema de controle de qualidade utilizado na etapa de recrutamento de estudos de natureza qualitativa. Ele é um banco de dados que tem como principal objetivo

Leia mais

MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS

MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS MANUAL DO PRESTADOR UPLOAD DE ARQUIVO TISS 1 Sumário Introdução... 3 Funcionalidades... 3 Requisitos Necessários... 3 Acesso ao Upload de Arquivo TISS... 3 Upload de Arquivo TISS... 5 Erros mais frequentes

Leia mais

Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e. Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática

Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e. Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática Rotina de Manifesto Destinatário Tramitador NF-e Manual desenvolvido para Célula Nf-e Equipe Avanço Informática 1 Esclarecimentos sobre Manifestação do Destinatário 1. O que é a Manifestação do Destinatário?

Leia mais

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office

Treinamento. Módulo. Escritório Virtual. Sistema Office. Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office Treinamento Módulo Escritório Virtual Sistema Office Instruções para configuração e utilização do módulo Escritório Virtual do sistema Office 1. Atualização do sistema Para que este novo módulo seja ativado,

Leia mais

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA

WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA WORKSHOP CARTA CORREÇÃO ELETRONICA Sistema JAD NOTA FISCAL ELETRÔNICA OBJETIVO: O objetivo deste WORKSHOP é apresentar a nova ferramenta do Sistema JAD, conforme o Ajuste Sinief 10 de 30/09/2011, que altera

Leia mais

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas

Manual de Registro de Saída. Procedimentos e Especificações Técnicas Manual de Registro de Saída Procedimentos e Especificações Técnicas Versão 1.0 Dezembro 2010 ÍNDICE 1 INTRODUÇÃO GERAL... 3 2 INTRODUÇÃO AO MÓDULO REGISTRO DE SAÍDA - SIARE... 3 2.1 SEGURANÇA... 4 2.2

Leia mais

Boletim Técnico. É imprescindível a atualização do TSS para a versão 2.29 ou superior, para o funcionamento adequado da nova versão do MDF-e 2.0a.

Boletim Técnico. É imprescindível a atualização do TSS para a versão 2.29 ou superior, para o funcionamento adequado da nova versão do MDF-e 2.0a. Nova Versão do CTE 2.0 Produto : Microsiga Protheus Gestão de Transportes versão 10 Chamado : TI9545 Data da publicação : 03/12/13 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados Todos Disponibilizada na rotina Manifesto

Leia mais