Comunicado 168 Técnico

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Comunicado 168 Técnico"

Transcrição

1 Comunicado 168 Técnico ISSN Setembro, 2007 Brasília, DF CULTIVO DE Trichoderma SPP. E Dicyma pulvinata EM SUBSTRATOS SÓLIDOS Marques, G.A. Menêzes, J.E. Martins, I. Santos, R. P. Silva, J.B.T. Mello, S.C.M. Introdução Trichoderma spp. e D. pulvinata são microrganismos antagonistas que vêm sendo utilizados como agentes de controle biológico de fungos fitopatogênicos. Esses, por sua vez, causam redução da taxa de crescimento e desenvolvimento da planta, motivada por danos na parte área, caule ou radicular, influenciando na diminuição e qualidade dos produtos (Isaac, 1992). Dentre os fungos filamentosos, os do gênero Trichoderma são reconhecidamente os hiperparasitas mais importantes e mais estudados, pois exibe variabilidade entre as linhagens com relação a atividade de biocontrole, espectro de ação contra hospedeiros, propriedades fisiológicas e bioquímicas, como também, adaptabilidade ecológica e ambiental (Silva, 2000). Já o hiperparasita Dicyma pulvinata (Berk & M.A. Curtis) Arx (syn. Hansfordia pulvinata) tem sido apontado como um agente promissor no controle do M. ulei (Junqueira et. al.,1989; Delmandi, 2002)). Esse fungo é capaz de colonizar lesões estromáticas causadas por M. ulei, destruindo tanto a fase ascógena como conidial do patógeno e provocando a redução do desfolhamento das plantas e da taxa de inóculo para reinfecções (Junqueira & Gasparotto, 1991). A baixa capacidade de crescimento e esporulação em meio de cultura ou substratos artificiais de baixo custo tem representado um dos principais fatores, limitantes para o uso de Dicyma pulvinata para controle biológico de fungos estromáticos (Junqueira & Gasparotto, 1991). Em vista disso, tem-se procurado cultivar esses antagonistas em fontes nutricionais de baixo custo.

2 OBJETIVO Avaliar o efeito de cama de frango e da água de coco na produção de esporos de Trichoderma spp. e D. pulvinata em substratos sólidos. MATERIAL E MÉTODOS Para os ensaios, arroz parboilizado e arroz com casca foram suplementados com cama de frango, um resíduo rico especialmente em nitrogênio, procedente de galpão de criação de frangos do Distrito Federal. Os substratos foram acondicionados em frascos erlenmeyer de 125mL, da seguinte forma: 1) 50g de arroz especificado, previamente, umedecido com água destilada (60%), acrescentado-se cama de frango nas concentrações de 0, 5, 10, 15 e 20% e 2) 25g de arroz com casca triturados por 10 segundos, acondicionados em erlenmeyer de 250mL e umedecido com água de coco nas seguintes concentrações: 0, 25, 50, 75 e 100%. No primeiro experimento, para cada substrato + cama de frango foram feitas três repetições e no segundo, para cada concentração, quatro repetições. O experimento foi montado em câmara de fluxo laminar esterilizada (20 minutos com luz ultravioleta) e em cada erlenmeyer foram inoculados dois discos de 9 mm retirados de colônias de Trichoderma spp e de D. pulvinata cultivadas em meio BDA. A incubação ocorreu em sala de crescimento à temperatura de 25ºC, com fotoperíodo de 12 horas. Após 10 dias de cultivo para Trichoderma spp. e 17 dias para D. pulvinata (Fig. 1), realizaram-se as avaliações a partir de suspensões de esporos obtidas pela adição de 100 ml de Tween 0,05%, por frasco. De cada uma das suspensões, retirou-se uma alíquota para contagem dos esporos, com auxílio de câmara de Neubauer. A análise dos dados foi feita pela média das contagens de esporos de cada agente de biocontrole.. Figura 1 - Produção de esporos Trichoderma spp. (esquerda) e Dicyma pulvinata (direita) em arroz parboilizado contendo Cama de Frango, nas diferentes concentrações.

3 Conídios / grama x Conidios / grama x 10 8 RESULTADO E DISCUSSÃO A esporulação de ambos os micoparasitas foi influenciada pela adição de cama de frango, principalmente para D. pulvinata em que todas as concentrações testadas de cama de frango proporcionaram maior número de esporos que a testemunha (Tabela 1). Tanto para Trichoderma spp. quanto para D. pulvinata, os maiores valores médios de números de esporos/ml de suspensão foram obtidos nos substratos a base de arroz parboilizado, adicionado de 20% de cama de frango, para os dois agentes de controle biológico (Tabela 1). Estes resultados indicaram que cama de frango poderá ser usada como fonte nutricional para a multiplicação de agentes de biocontrole em larga escala. 60 Esporulação de Trichoderma spp. 90 Espoulação de Dicyma pulvinata Concentração de cama de frango Concentração de cama de frango Tabela 1 - Esporulação dos fungos Trichoderma spp. (esquerda) e Dicyma pulvinata (direita) em arroz parboilizado acrescido de cama de frango. Segundo Leite (2003) para a produção de conídios em larga escala, tem se utilizado produtos vegetais de baixo custo, especialmente o grão de arroz. A eficácia de arroz parboilizado já tinha sido constatada por Catalão (2004) e Melo (2006) para obtenção de inóculo de D. pulvinata. O substrato arroz com casca acrescida de cama de frango propiciou um baixo crescimento para todos os isolados. Esse substrato pode ser utilizado, porém deve ser acrescido de outras fontes nutricionais para seu melhor desempenho. O arroz ainda tem sido um dos substratos mais utilizados para o crescimento e esporulação de fungos agentes de controle biológico. Porém, é imperativa a busca de substratos alternativos que não sejam utilizados em alimentação humana e animal,

4 mas que sejam tão eficientes como o arroz, e REFERÊNCIA Catalão, G.L Cultivo de Dicyma pulvinata para o biocontrole de Microcyclus ulei em Hevea spp. Monografia de Graduação. Brasília, DF, Faculdades da Terra de Brasília. Delmandi, L.C. Avaliação do potencial de uso do hiperparasita Dicyma pulvinata (Berk & Curtis) no controle biológico do mal-das-folhas [Microcyclus ulei (P. Henn v.arx)] de seringueira [Hevea brasiliensis (Willd. Ex A. Juss) Muell. Arg] em São José do Rio Claro MT. Tese de Mestrado. Cuiabá, MT, Universidade Federal do Mato Grosso Gasparotto, L., Santos, A.F., Pereira, J.C.R., Ferreira, F.A. Doenças da seringueira no Brasil. Embrapa-SPI, Brasília, DF, p. de menor custo. Junqueira, N.T.V., Gasparotto, L. Controle biológico de fungos estromáticos causadores de doenças foliares em seringueira. In: BETTIOL, W. ed. Controle Biológico de Plantas. Embrapa-CNPDA, Jaguariúna, p Melo, D.F. Produção, armazenamento, estabilidade e eficiência de linhagens de Dicyma pulvinata (Berk & M.A. Cutis) Arx [syn. Hansfordia pulvinata (Berk & Curtis)] no biocontrole para o mal-das-folhas da seringueira. Tese de Mestrado, Brasília, DF, Universidade de Brasília, 130p Silva, P.R.Q. da. Transformação de Trichoderma harzianum com os genes da proteína fluorescente verde e de resistência ao fungicida benomil. Tese de doutorado, Brasília, DF, Universidade de Brasília, 130p., Isaac, S. Fungal life-style. In Fungal-Plant interactions. (eds Chapman & Hall), London. 418p., 1992.

5 Comunicado Técnico, 168 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Exemplares desta edição podem ser adquiridos na Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Serviço de Atendimento ao Cidadão Parque Estação Biológica, Av. W/5 Norte (Final) Brasília, DF CEP Caixa Postal PABX: (61) Fax: (61) ª edição 1ª impressão (2007): Comitê de Publicações Expediente Presidente: Sergio Mauro Folle Secretário-Executivo: Maria da Graça Simões Pires Negrão Membros: Arthur da Silva Mariante Maria da Graça S. P. Negrão Maria de Fátima Batista Maurício Machain Franco Regina Maria Dechechi Carneiro Sueli Correa Marques de Mello Vera Tavares de Campos Carneiro Supervisor editorial: Maria da Graça S. P. Negrão Normalização Bibliográfica: Maria Iara Pereira Machado Editoração eletrônica: Maria da Graça Simões Pires Negrão

Circular. Técnica PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DA ESTUFA ELETROLAB MODELO 112FC. Brasília, DF Dezembro 2007.

Circular. Técnica PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DA ESTUFA ELETROLAB MODELO 112FC. Brasília, DF Dezembro 2007. Circular Técnica 65 Brasília, DF Dezembro 2007 Autor PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DA ESTUFA José Cesamildo Cruz Magalhães Letras, B.Sc, Assistente, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia

Leia mais

PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DE ESPECTROFOTÔMETRO U-2000 PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DE

PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DE ESPECTROFOTÔMETRO U-2000 PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DE Circular Técnica Código 1/6 72 Brasília, DF Janeiro 2008 Autor Carolina Almeida Ramiro Engenheiro Agrônoma, M.Sc., Pesquisadora, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO

Leia mais

Comunicado 174 Técnico

Comunicado 174 Técnico Comunicado 174 Técnico ISSN 9192-0099 Abril, 2008 Brasília, DF CONSERVAÇÃO IN SITU DE PEQUI EM UM CERRADO SENSU STRICTO NA TERRA INDÍGENA KRAHÔ (In situ conservation of the pequi in a Cerrado sensu stricto

Leia mais

118 O índio, o espelho e o machado 500 anos depois

118 O índio, o espelho e o machado 500 anos depois ISSN 0102-0110 Setembro, 2004 118 O índio, o espelho e o machado 500 anos depois República Federativa do Brasil Luiz Inácio Lula da Silva Presidente Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos de plantas

Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos de plantas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Contaminações microbianas na cultura de células, tecidos e órgãos

Leia mais

Comunicado 164 Técnico

Comunicado 164 Técnico Comunicado 164 Técnico ISSN 9192-0099 Setembro, 2007 Brasília, DF ISOLAMENTO DE NOVAS ESTIRPES DE Bacillus thuringiensis e Bacillus thuringiensis PARA O CONTROLE DE Culex quinquefasciatus e Aedes aegypti

Leia mais

Biocontrole de doenças de plantas: Uso de Trichoderma spp na agricultura

Biocontrole de doenças de plantas: Uso de Trichoderma spp na agricultura Biocontrole de doenças de plantas: Uso de Trichoderma spp na agricultura Júlio César de Oliveira SILVA 1 ; Luciano Donizete GONÇALVES 2 ; Maria Cristina da Silva BARBOSA 3 ; Anne Caroline BARBOSA 3 ; Guilherme

Leia mais

Circular. Técnica PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DA CENTRÍFUGA REFRIGERADA DE BANCADA EPPENDORF, MODELO 5810 R

Circular. Técnica PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO DA CENTRÍFUGA REFRIGERADA DE BANCADA EPPENDORF, MODELO 5810 R Circular Técnica 63 9 Brasília, DF Dezembro 2007 Autor José Cesamildo Cruz Magalhães Letras, B.Sc, Assistente, Embrapa Recursos Genéticos e Biotecnologia PROCEDIMENTO DE OPERAÇÃO, MANUTENÇÃO E VERIFICAÇÃO

Leia mais

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA

EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA EFEITO DA TEMPERATURA E DO FOTOPERÍODO NO DESENVOLVIMENTO in vitro E in vivo DE Aspergillus niger EM CEBOLA Cargnim, Jaqueline Marques ; Marcuzzo, Leandro Luiz Instituto Federal Catarinense, Rio do Sul/SC

Leia mais

ANTAGONISMO IN VITRO DE BACTÉRIAS ENDOFÍTICAS CONTRA FUNGOS ASSOCIADOS À DOENÇAS DE TRONCO DE VIDEIRA

ANTAGONISMO IN VITRO DE BACTÉRIAS ENDOFÍTICAS CONTRA FUNGOS ASSOCIADOS À DOENÇAS DE TRONCO DE VIDEIRA ANTAGONISMO IN VITRO DE BACTÉRIAS ENDOFÍTICAS CONTRA FUNGOS ASSOCIADOS À DOENÇAS DE TRONCO DE VIDEIRA COMACHIO, L.B. 1 ; PACINI, B.A.H. 2 ; TONELLO, J.C. 3 ; ALMANÇA, M.A.K. 4 RESUMO - As doenças fúngicas

Leia mais

BRS 1035 Híbrido Simples de Milho

BRS 1035 Híbrido Simples de Milho 125 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2005 BRS 1035 Híbrido Simples de Milho Sidney Netto Parentoni1 Cleso Antônio Patto Pacheco1 Paulo Evaristo de Oliveira Guimarães1 Pedro Hélio Estevam Ribeiro1

Leia mais

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il.

Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB Mariana Almeida Franca. Curitiba: f. il. F814 Franca, Mariana Almeida Micropropagação de cana-de-açúcar cultivar RB966928. Mariana Almeida Franca. Curitiba: 2016. 64 f. il. Orientador: João Carlos Bespalhok Filho Dissertação (Mestrado) Universidade

Leia mais

Boletim de Pesquisa 171 e Desenvolvimento ISSN Agosto, 2007

Boletim de Pesquisa 171 e Desenvolvimento ISSN Agosto, 2007 oletim de Pesquisa 171 e Desenvolvimento ISSN 1676-340 gosto, 2007 Dicyma pulvinata como agente de biocontrole do mal-das-folhas da seringueira Empresa rasileira de Pesquisa gropecuária Embrapa Recursos

Leia mais

Híbrido simples de Milho BRS 1010

Híbrido simples de Milho BRS 1010 Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 07 ISSN 00-5605 Dezembro, 2004 Sete Lagoas, MG Híbrido simples de Milho BRS 00 Sidney Netto Parentoni Elto Eugenio Gomes e Gama Manoel Xavier dos Santos

Leia mais

Recebido para publicação em 26/04/2005 e aceito em 30/04/2009.

Recebido para publicação em 26/04/2005 e aceito em 30/04/2009. Ciência Florestal, Santa Maria, v. 19, n. 2, p.183-193, abr.-jun., 2009 183 ISSN 0103-9954 AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE USO DO HIPERPARASITA Dicyma pulvinata (Berk. & M. A. Curtis) NO CONTROLE BIOLÓGICO DO

Leia mais

BRS 1031 Híbrido Simples de Milho

BRS 1031 Híbrido Simples de Milho 126 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2005 BRS 1031 Híbrido Simples de Milho Sidney Netto Parentoni1 Cleso Antônio Patto Pacheco1 Paulo Evaristo de Oliveira Guimarães1 Pedro Hélio Estevam Ribeiro1

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Feijão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Feijão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. ISSN 1678-9644 Dezembro, 2008 Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Feijão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Documentos 228 Perfil da Pesquisa Agropecuária Voltada

Leia mais

Exemplares desta Publicação podem ser adquiridos na:

Exemplares desta Publicação podem ser adquiridos na: Exemplares desta Publicação podem ser adquiridos na: Embrapa Informação Tecnológica Parque Estação Biológica, PqEB, Av.W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 CEP70770-901 Brasília, DF Tel: 0 xx 61 448-4162

Leia mais

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09

Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Resultados de Pesquisa dos Ensaios de Melhoramento de Soja Safra 2008/09 Alberto Francisco Boldt; Engenheiro agrônomo, pesquisador do Instituto Mato-Grossense do Algodão IMAmt; Caixa Postal: 149, CEP 78.850-000;

Leia mais

Estimativa do Custo de Produção de Arroz de Sequeiro para Mato Grosso, Safra 2002/03

Estimativa do Custo de Produção de Arroz de Sequeiro para Mato Grosso, Safra 2002/03 59 ISSN 1679-0472 Outubro, 2002 Dourados, MS Foto: arquivo Embrapa Agropecuária Oeste Estimativa do Custo de Produção de Arroz de Sequeiro para Mato Grosso, Safra 2002/03 Geraldo Augusto de Melo Filho

Leia mais

Coleta de parasitos em peixes de cultivo

Coleta de parasitos em peixes de cultivo Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amapá Embrapa Agropecuária Oeste Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Universidade Federal de Santa Catarina Coleta de parasitos em peixes

Leia mais

Produção de Shiitake (Lentinula Edodes (BERK) PEGLER) em Substratos à Base de Sabugo de Milho

Produção de Shiitake (Lentinula Edodes (BERK) PEGLER) em Substratos à Base de Sabugo de Milho Produção de Shiitake (Lentinula Edodes (BERK) PEGLER) em Substratos à Base de Sabugo de Milho XXIV Congresso Nacional de Milho e Sorgo - 01 a 05 de setembro de 2002 - Florianópolis - SC FREDERICO, C.E.1,

Leia mais

Prospecção de comunidade bacteriana para biocontrole de Colletotrichum sublienolum, agente causal da antracnose do sorgo

Prospecção de comunidade bacteriana para biocontrole de Colletotrichum sublienolum, agente causal da antracnose do sorgo Prospecção de comunidade bacteriana para biocontrole de Colletotrichum sublienolum, agente causal da antracnose do sorgo Evani S. Duarte 1, Naira R. F. Assis 2, Fabíola F. S. L.Chicata 2, Rodrigo V. Costa

Leia mais

PROCEDIMENTO GERENCIAL DE CONTROLE DE REGISTROS

PROCEDIMENTO GERENCIAL DE CONTROLE DE REGISTROS Documentos ISSN 0102-0110 Novembro, 2006 197 Recursos Genéticos e Biotecnologia ISSN 0102 0110 Novembro, 2006 Documentos 197 PROCEDIMENTO GERENCIAL DE CONTROLE DE REGISTROS Clarissa Silva Pires de Castro

Leia mais

KIT MEDIDOR DE SEMENTES PARTIDAS DE SOJA

KIT MEDIDOR DE SEMENTES PARTIDAS DE SOJA KIT MEDIDOR DE SEMENTES PARTIDAS DE SOJA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Soja Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Kit medidor de sementes partidas de soja Francisco

Leia mais

ALTERNATIVAS PARA REDUÇÃO DE RESÍDUOS QUÍMICOS E EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL NO LABORATÓRIO DE ANÁLISE DE SEMENTES

ALTERNATIVAS PARA REDUÇÃO DE RESÍDUOS QUÍMICOS E EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL NO LABORATÓRIO DE ANÁLISE DE SEMENTES ALTERNATIVAS PARA REDUÇÃO DE RESÍDUOS QUÍMICOS E EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL NO LABORATÓRIO DE ANÁLISE DE SEMENTES Simone Aparecida de OLIVEIRA* Marco Eustáquio de SÁ Faculdade de Engenharia, UNESP - Câmpus

Leia mais

ESTABELECIMENTO IN VITRO

ESTABELECIMENTO IN VITRO ESTABELECIMENTO IN VITRO DE CANA-DE-AÇÚCAR. Paulo Sérgio Gomes da Rocha 1 ; Antonio Sergio do Amaral 1 ; Amito José Teixeira 1, Mayara Luana Coser Zonin 2 ; Sergio Delmar dos Anjos 3. INTRODUÇÃO O estabelecimento

Leia mais

Guia para o reconhecimento de inimigos naturais de pragas agrícolas

Guia para o reconhecimento de inimigos naturais de pragas agrícolas Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Guia para o reconhecimento de inimigos naturais de pragas agrícolas Alessandra de Carvalho Silva Editora

Leia mais

LEVANTAMENTO POPULACIONAL DE ÁCAROS EM SERINGUEIRA (Hevea brasiliensis Muell. Agr.) EM CASSILÂNDIA/MS

LEVANTAMENTO POPULACIONAL DE ÁCAROS EM SERINGUEIRA (Hevea brasiliensis Muell. Agr.) EM CASSILÂNDIA/MS LEVANTAMENTO POPULACIONAL DE ÁCAROS EM SERINGUEIRA (Hevea brasiliensis Muell. Agr.) EM CASSILÂNDIA/MS ¹ Cleoneide dos Santos Henrique ² Wilson Itamar Maruyama ¹Estudante do Curso de Agronomia da Unidade

Leia mais

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014

Eng. Agr. Ederson A. Civardi. Bonito MS 2014 Eng. Agr. Ederson A. Civardi Bonito MS 2014 Sumário 1 - Introdução 2 - Importância Soja 3 - Importância Mofo Branco 4 - Ciclo da doença 5 - Métodos de controle 6 - Alguns resultados de experimentos 7 -

Leia mais

Boletim de Pesquisa 151 e Desenvolvimento ISSN Dezembro, 2006

Boletim de Pesquisa 151 e Desenvolvimento ISSN Dezembro, 2006 Boletim de Pesquisa 151 e Desenvolvimento ISSN 1676-340 Dezembro, 2006 DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIA PARA ESTUDOS MORFOLÓGICOS DE FUNGOS CULTIVADOS EM MEIO LÍQUIDO POR MEIO DE MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE

Leia mais

Doenças da Pupunha no Estado do Paraná

Doenças da Pupunha no Estado do Paraná Doenças da Pupunha no Estado do Paraná Álvaro Figueredo dos Santos Dauri José Tessmann João Batista Vida Rudimar Mafacioli A pupunha é cultura de introdução recente no Estado do Paraná e tem sido cultivada

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Clima Temperado Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento GENÉTICA DA SOJA

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Clima Temperado Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento GENÉTICA DA SOJA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Clima Temperado Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento GENÉTICA DA SOJA Caracteres Qualitativos e Diversidade Genética Francisco de Jesus

Leia mais

Formação de Coleção Biológica de Thielaviopsis paradoxa e Determinação da Patogenicidade e Virulência dos Isolados em Coqueiro

Formação de Coleção Biológica de Thielaviopsis paradoxa e Determinação da Patogenicidade e Virulência dos Isolados em Coqueiro IV Seminário de Iniciação Científica e Pós-Graduação da Embrapa Tabuleiros Costeiros 115 Formação de Coleção Biológica de Thielaviopsis paradoxa e Determinação da Patogenicidade e Virulência dos Isolados

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroenergia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Análise Química da Biomassa

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroenergia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Análise Química da Biomassa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroenergia Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Análise Química da Biomassa Sílvio Vaz Júnior Embrapa Brasília, DF 2015 Exemplares desta

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2ª edição revista e ampliada

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 2ª edição revista e ampliada Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A CULTURA da goiaba 2ª edição revista e ampliada Brasília, DF 2010 Coleção Plantar, 66

Leia mais

BOLETIM TÉCNICO SAFRA 2014/15

BOLETIM TÉCNICO SAFRA 2014/15 1 05 INCIDÊNCIA DE GRÃOS ARDIDOS EM HÍBRIDOS DE MILHO EM DOIS NÍVEIS DE TECNOLOGIA Objetivo Este trabalho teve como objetivo avaliar a incidência de grãos ardidos em híbridos de milho em dois níveis de

Leia mais

TÉCNICAS DE CONSERVAÇÃO DE FUNGOS FILAMENTOSOS PRODUTORES DE CELULASES

TÉCNICAS DE CONSERVAÇÃO DE FUNGOS FILAMENTOSOS PRODUTORES DE CELULASES TÉCNICAS DE CONSERVAÇÃO DE FUNGOS FILAMENTOSOS PRODUTORES DE CELULASES N. T. FEITOSA 1, F. A. SANTOS 1, P. M. V. de SENA 1, A. L. C. CARDOSO 1, D. J. N. de MELO 1 e S. F. M. SANTOS 1 1 Universidade Federal

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A cultura da cebola

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A cultura da cebola Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Semiárido Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A cultura da cebola 2ª edição revista e ampliada Embrapa Brasília, DF 2012 Coleção Plantar,

Leia mais

Melhoramento Genético da Alfafa

Melhoramento Genético da Alfafa Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Melhoramento Genético da Alfafa Editores Técnicos Reinaldo de Paula Ferreira Daniel Horacio Basigalup Jorge

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE *

AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE * AVALIAÇÃO DE CULTIVARES E LINHAGENS DE ALGODOEIRO NO CERRADO MATOGROSSENSE * Fábio Akiyoshi Suinaga 1, Eleusio Curvelo Freire 2, Francisco José Correa Farias 3, Luiz Gonzaga Chitarra 4, Mário Cezar Coelho

Leia mais

Avaliação da eficiência de controle da mancha amarela em duas cultivares de trigo da Embrapa Trigo, safra 2010

Avaliação da eficiência de controle da mancha amarela em duas cultivares de trigo da Embrapa Trigo, safra 2010 ISSN 1518-6512 Junho, 2011 129 Avaliação da eficiência de controle da mancha amarela em duas cultivares de trigo da Embrapa Trigo, safra 2010 Foto: Flávio Martins Santana Flávio Martins Santana 1 Cláudia

Leia mais

Epidemias Severas da Ferrugem Polissora do Milho na Região Sul do Brasil na. safra 2009/2010

Epidemias Severas da Ferrugem Polissora do Milho na Região Sul do Brasil na. safra 2009/2010 Epidemias Severas da Ferrugem Polissora do Milho na Região Sul do Brasil na Autores Rodrigo Véras da Costa 1 Luciano Viana Cota 1 Dagma Dionisia da Silva 2 Douglas Ferreira Parreira 3 Leonardo Melo Pereira

Leia mais

Metodologia para análise de mosto e suco de uva

Metodologia para análise de mosto e suco de uva Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Uva e Vinho Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Metodologia para análise de mosto e suco de uva Luiz Antenor Rizzon Editor Técnico Embrapa

Leia mais

Métodos para Indução e Análise de Enzimas Micolíticas Secretadas por Dicyma pulvinata

Métodos para Indução e Análise de Enzimas Micolíticas Secretadas por Dicyma pulvinata ISSN 1516-4349 Métodos para Indução e Análise de Enzimas Micolíticas Secretadas por Dicyma pulvinata 17 O mal-das-folhas é uma das mais destrutivas doenças da seringueira (Hevea sp.) gerando perdas de

Leia mais

Anais da XII Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental

Anais da XII Jornada de Iniciação Científica da Embrapa Amazônia Ocidental Anais da XII Jornada de Iniciação Científica da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Anais da XII Jornada de Iniciação Científica da Adauto Maurício

Leia mais

INCIDÊNCIA DE INSETOS EM ÁREAS DE CULTIVO DE HORTALIÇAS PRÓXIMAS A UM SISTEMA AGROFLORESTAL NO DISTRITO FEDERAL PROJETO DE PESQUISA

INCIDÊNCIA DE INSETOS EM ÁREAS DE CULTIVO DE HORTALIÇAS PRÓXIMAS A UM SISTEMA AGROFLORESTAL NO DISTRITO FEDERAL PROJETO DE PESQUISA INCIDÊNCIA DE INSETOS EM ÁREAS DE CULTIVO DE HORTALIÇAS PRÓXIMAS A UM SISTEMA AGROFLORESTAL NO DISTRITO FEDERAL PROJETO DE PESQUISA PROFESSOR: MARCELO TAVARES DE CASTRO ALUNO: EDNEI PEREIRA DO PRADO CURSO:

Leia mais

EFEITO DO TEOR DE UMIDADE DAS SEMENTES DURANTE O ARMAZENAMENTO NA GERMINAÇÃO DE MILHO CRIOULO

EFEITO DO TEOR DE UMIDADE DAS SEMENTES DURANTE O ARMAZENAMENTO NA GERMINAÇÃO DE MILHO CRIOULO EFEITO DO TEOR DE UMIDADE DAS SEMENTES DURANTE O ARMAZENAMENTO NA GERMINAÇÃO DE MILHO CRIOULO Daniela GOETEN 1, Joacir do NASCIMENTO 2, Oscar Emilio Ludtke HARTHMANN 3 1 Acadêmica do curso de Agronomia

Leia mais

I SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA ACRE CLADOSPORIUM MUSAE EM BANANA COMPRIDA NO ACRE

I SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA ACRE CLADOSPORIUM MUSAE EM BANANA COMPRIDA NO ACRE CLADOSPORIUM MUSAE EM BANANA COMPRIDA NO ACRE Sônia Regina Nogueira 1, Paulo Eduardo França de Macedo 2, Maria Tereza Batista de Oliveira 3 1 Pesquisadora Embrapa Acre. E-mail para correspondência: sonia.nogueira@embrapa.br;

Leia mais

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1044

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1044 Página 1044 AVALIAÇÃO DA EFICIÊNCIA DO FUNGICIDA TIOFANATO METÍLICO-CIPROCONAZOLE NO CONTROLE DA MANCHA DE RAMULÁRIA (RAMULARIA AREOLA) EM ALGODOEIRO Luiz Gonzaga Chitarra (Embrapa Algodão / chitarra@cnpa.embrapa.br),

Leia mais

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1122

VII Congresso Brasileiro do Algodão, Foz do Iguaçu, PR 2009 Página 1122 Página 1122 PROGRAMAS DE APLICAÇÃO DE FUNGICIDAS NO CONTROLE DE RAMULOSE (COLLETOTRICHUM GOSSYPII VAR. CEPHALOSPORIOIDES) E MANCHA DE RAMULARIA (RAMULARIA AREOLA) EM ALGODOEIRO NO MATO GROSSO Daniel Cassetari

Leia mais

Comunicado 125 Técnico ISSN 9192-0099

Comunicado 125 Técnico ISSN 9192-0099 Comunicado 125 Técnico ISSN 9192-0099 Brasília, DF Julho, 2005 ALBINISMO EM COMUNIDADES INDÍGENAS O fator cultural afetando a prevalência da doença Fábio de Oliveira Freitas 1 Joana Zelma Figueredo Freitas

Leia mais

Doenças da seringueira no Brasil

Doenças da seringueira no Brasil Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Amazônia Ocidental Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Doenças da seringueira no Brasil 2ª edição revista e atualizada Luadir Gasparotto

Leia mais

Comunicado 184 Técnico

Comunicado 184 Técnico Comunicado 184 Técnico ISSN 9192-0099 Outubro, 2008 Brasília, DF Puccinia kuehnii, um risco para a cultura de canade-açúcar no Brasil Isis Carolina Souto de Oliveira 1 Marta Aguiar Sabo Mendes 2 Introdução:

Leia mais

Óleos essenciais de Ocimum gratissimum e Annona crassiflora no tratamento de sementes de sorgo

Óleos essenciais de Ocimum gratissimum e Annona crassiflora no tratamento de sementes de sorgo 10828- Óleos essenciais de Ocimum gratissimum e Annona crassiflora no tratamento de sementes de sorgo Essential oils of Ocimum gratissimum, crassiflora Annona seed treatment of sorghum FLÁVIO¹, Nicoletta

Leia mais

CONSERVAÇÃO DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) A LONGO PRAZO. Introdução

CONSERVAÇÃO DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) A LONGO PRAZO. Introdução ISSN1516-4349 CONSERVAÇÃO DE AMENDOIM (Arachis hypogaea L.) A LONGO PRAZO Introdução O amendoim (Arachis hypogaea L), originário da América do Sul, é uma fonte importante de proteína para dieta do povo

Leia mais

BRS 1060 Híbrido Simples de Milho

BRS 1060 Híbrido Simples de Milho 169 ISSN 1679-0162 Sete Lagoas, MG Dezembro, 2009 BRS 1060 Híbrido Simples de Milho Paulo Evaristo de Oliveira Guimarães, Sidney Netto Parentoni, Cleso Antônio Patto Pacheco, Walter Fernandes Meirelles,

Leia mais

Cultivo de microrganismos. Cultivo em meio líquido. Cultivo em meio sólido 27/11/2013 CULTIVO DE MICRORGANISMOS EM LABORATÓRIO

Cultivo de microrganismos. Cultivo em meio líquido. Cultivo em meio sólido 27/11/2013 CULTIVO DE MICRORGANISMOS EM LABORATÓRIO Cultivo de microrganismos Disciplina: Microbiologia Geral 1) Inoculação CULTIVO DE MICRORGANISMOS EM LABORATÓRIO 2) Isolamento 3) Preservação Inoculação Semear ou inocular: introduzir artificialmente uma

Leia mais

Cultivo do. em base agroecológica

Cultivo do. em base agroecológica INHAME Cultivo do em base agroecológica Governo do Estado da Paraíba Ricardo Vieira Coutinho Governador Rômulo José de Gouveia Vice-Governador Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agropecuária e

Leia mais

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias.

MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO. Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema. Explante. Mudas sadias. MICROPROPAGAÇÃO E ACLIMATAÇÃO DE PLÂNTULAS DE MORANGUEIRO Tamires Oviedo 1, Fabiana Raquel Mühl 2, Neuri Antonio Feldmann 3, Anderson Rhoden 3 Palavras chaves: Micropropagação. Isolamento de meristema.

Leia mais

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM*

EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* EFEITO DOS NÍVEIS DE SALINIDADE DA ÁGUA DE IRRIGAÇÃO NA PRODUÇÃO DO FEIJOEIRO COMUM* SILVEIRA, A.L. 1 ; SANTANA, M.J. ; BARRETO, A.C. ; VIEIRA, T.A. 3 * Projeto com apoio da FAPEMIG. 1 Estudante Agronomia

Leia mais

Isolamento, Seleção e Cultivo de Bactérias Produtoras de Enzimas para Aplicação na Produção mais Limpa de Couros

Isolamento, Seleção e Cultivo de Bactérias Produtoras de Enzimas para Aplicação na Produção mais Limpa de Couros Universidade Federal do Rio Grande do Sul Programa de Pós-Graduação em Engenharia Química Departamento de Engenharia Química Laboratório de Estudos em Couro e Meio Ambiente Isolamento, Seleção e Cultivo

Leia mais

Comunicado150. Metodologia para a caracterização de genótipos de bananeira quanto à resistência ao mal-do- Panamá em casa-devegetação

Comunicado150. Metodologia para a caracterização de genótipos de bananeira quanto à resistência ao mal-do- Panamá em casa-devegetação Comunicado0 Técnico Dezembro, ISSN 809-0X Cruz das Almas, BA 0 Metodologia para a caracterização de genótipos de bananeira quanto à resistência ao mal-do- Panamá em casa-devegetação Miguel Angel Dita Rodriguez

Leia mais

Prof. Paulo Hercilio Viegas Rodrigues CEN-001

Prof. Paulo Hercilio Viegas Rodrigues CEN-001 Assepsia, estabelecimento e multiplicação in vitro Prof. Paulo Hercilio Viegas Rodrigues CEN-001 Assepsia Material Vegetal: Campo X Viveiro? Assepsia Campo... Está em contato direto com esporos de fungos,

Leia mais

III Seminário sobre Intensificação Ecológica da Fruticultura

III Seminário sobre Intensificação Ecológica da Fruticultura III Seminário sobre Intensificação Ecológica da Fruticultura III Reunião Comitê Gestor do Projeto Sistema Ecologicamente Intensivo de Produção de Frutas (Seifrut) Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

Leia mais

Comunicado 77 Técnico

Comunicado 77 Técnico Comunicado 77 Técnico ISSN 1678-3131 Juiz de Fora, MG Novembro, 2015 Introdução Conteúdos elaborados conforme a metodologia e-rural Jackson Silva Oliveira1; João Eustáquio Cabral de Miranda2; Jailton da

Leia mais

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA

18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA 18 PRODUTIVIDADE DA SOJA EM FUNÇÃO DA APLICAÇÃO DE MACRONUTRIENTES EM PÓS- EMERGÊNCIA DA CULTURA O objetivo neste trabalho foi avaliar a aplicação de macronutrientes de diversas fontes e épocas de aplicação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO MICELIAL DE Pleurotus ostreatoroseus Sing EM DIFERENTES RESÍDUOS LIGNOCELULÓSICOS

DESENVOLVIMENTO MICELIAL DE Pleurotus ostreatoroseus Sing EM DIFERENTES RESÍDUOS LIGNOCELULÓSICOS V EPCC Encontro Internacional de Produção Científica Cesumar 3 a de outubro de 7 DESENVOLVIMENTO MICELIAL DE Pleurotus ostreatoroseus Sing EM DIFERENTES RESÍDUOS LIGNOCELULÓSICOS Marcela Funaki Dos Reis

Leia mais

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso

Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica, 8., 2011, Belo Horizonte Efeito da secagem na qualidade fisiológica de sementes de pinhão-manso Cézar Augusto Mafia Leal (1), Roberto Fontes Araujo (2),

Leia mais

RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS SOBRE A SIGATOKA-NEGRA DA BANANEIRA

RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS SOBRE A SIGATOKA-NEGRA DA BANANEIRA Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Mandioca e Fruticultura Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento RECOMENDAÇÕES TÉCNICAS SOBRE A SIGATOKA-NEGRA DA BANANEIRA Zilton José Maciel

Leia mais

EFEITO DE SEVERIDADE E DANO CAUSADO PELO MÍLDIO DA CEBOLA

EFEITO DE SEVERIDADE E DANO CAUSADO PELO MÍLDIO DA CEBOLA EFEITO DE SEVERIDADE E DANO CAUSADO PELO MÍLDIO DA CEBOLA Jaqueline CARVALHO 1, Leandro L. MARCUZZO 2 1 Bolsista PIBITI/CNPq; 2 Orientador IFC-Campus Rio do Sul). Introdução A cebola (Allium cepa L.) é

Leia mais

Documentos. Projeto Editorial do Comitê de Publicações ISSN Março,

Documentos. Projeto Editorial do Comitê de Publicações ISSN Março, Documentos Março, 2007 220 ISSN 0102-0110 Projeto Editorial do Comitê de Publicações Documentos 220 Projeto Editorial do Comitê de Publicações Organizadoras Clarissa Silva Pires de Castro Maria da Graça

Leia mais

Controle Químico do Míldio (Peronosclerospora sorghi) em Sorgo 51

Controle Químico do Míldio (Peronosclerospora sorghi) em Sorgo 51 ISSN 1518-4269 Controle Químico do Míldio (Peronosclerospora sorghi) em Sorgo 51 Junho, 2004 Nicésio Filadelfo J. de A. Pinto Pesquisador da Embrapa Milho e Sorgo, 35701-970, nicesio@cnpms.embrapa.br Carlos

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Mandioca e Fruticultura Tropical Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento A CULTURA DA MANGA 2 a edição revisada e ampliada Embrapa Informação

Leia mais

USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi)

USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi) USO DO BIOSSÓLIDO COMO SUBSTRATO NA PRODUÇÃO DE MUDAS DE AROEIRA (Schinus terenbinthifolius Raddi) Kelly Dayana Benedet Maas 1 ; Greyce Charllyne Benedet Maas 1 ; Cristiane Ramos Vieira 1, Oscarlina Lucia

Leia mais

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE

16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE 16 EFEITO DA APLICAÇÃO DO FERTILIZANTE FARTURE EM RELAÇÃO AO FORMULADO PADRÃO O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho do fertilizante Farture (00-12-12) em diferentes dosagens em relação ao

Leia mais

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Efeitos de Óleo de Nim Aplicado Via Solo no Controle de Larvas de Diabrotica speciosa (Germar, 1824) (Coleoptera:

Leia mais

O produtor pergunta, a Embrapa responde

O produtor pergunta, a Embrapa responde Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Arroz e Feijão Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 2ª edição revista e atualizada O produtor pergunta, a Embrapa responde Augusto César

Leia mais

Água de Coco Verde Refrigerada. Lourdes Maria Corrêa Cabral Edmar das Mercês Penha Virgínia Martins da Matta

Água de Coco Verde Refrigerada. Lourdes Maria Corrêa Cabral Edmar das Mercês Penha Virgínia Martins da Matta Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Agroindústria de Alimentos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Água de Coco Verde Refrigerada Lourdes Maria Corrêa Cabral Edmar das Mercês

Leia mais

UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE (Crambe. abyssinica)

UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE (Crambe. abyssinica) UNIFORMIZANDO A GERMINAÇÃO NA CULTURA DO CRAMBE ( abyssinica) A busca por novas fontes alternativas de combustíveis tem despertado o interesse de agricultores para o cultivo de plantas com características

Leia mais

Importância e objetivos do melhoramento de plantas

Importância e objetivos do melhoramento de plantas Universidade Federal de Rondônia Curso de Eng. Florestal Melhoramento genético Florestal Importância e objetivos do melhoramento de plantas Emanuel Maia emanuel@unir.br www.lahorta.acagea.net Introdução

Leia mais

Introdução. Material e Métodos

Introdução. Material e Métodos Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento 146 Foto: James Kolmer (USDA) ISSN 1517-4964 Dezembro, 2005 Passo Fundo, RS Ferrugem da folha do trigo no Brasil: Levantamento de raças ocorrentes em

Leia mais

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Avaliação in vitro de Isolados de Trichoderma sp. no Controle de Fusarium sp. do Milho Laline Broetto 1,3, Paulo

Leia mais

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Hortaliças Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Pós-colheita de Hortaliças

Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Hortaliças Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Pós-colheita de Hortaliças Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Hortaliças Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Pós-colheita de Hortaliças Embrapa Informação Tecnológica Brasília, DF 2007 Coleção Saber,

Leia mais

Boletim de Pesquisa 118 e Desenvolvimento ISSN Dezembro, 2005

Boletim de Pesquisa 118 e Desenvolvimento ISSN Dezembro, 2005 Boletim de Pesquisa 118 e Desenvolvimento ISSN 1676-1340 Dezembro, 2005 METODOLOGIA PARA SELEÇÃO E TESTE DE MICROORGANISMOS EPÍFITAS DE FRUTOS DE MAMÃO PARA UTILIZAÇÃO EM CONTROLE BIOLÓGICO CONTRA Colletotrichum

Leia mais

PRODUÇÃO DE TENSOATIVOS BIOLÓGICOS. Resumo

PRODUÇÃO DE TENSOATIVOS BIOLÓGICOS. Resumo 1 PRODUÇÃO DE TENSOATIVOS BIOLÓGICOS Acácia Pedrazza Reiche Bolsista de Iniciação Científica, Biologia, Universidade do Rio de Janeiro Judith Liliana. Solórzano Lemos Orientadora, Eng a. Química, D. Sc.

Leia mais

maracujazeiro Guia de plantas e propágulos de

maracujazeiro Guia de plantas e propágulos de Guia de plantas e propágulos de maracujazeiro No Brasil, o maracujá-amarelo, também chamado de maracujáazedo, ocupa posição de destaque na fruticultura tropical, sobretudo na agricultura de pequeno porte.

Leia mais

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012

XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 XXIX CONGRESSO NACIONAL DE MILHO E SORGO - Águas de Lindóia - 26 a 30 de Agosto de 2012 Eficiência do Controle Químico na Redução da Incidência de Grãos Ardidos em Milho Fabrício Eustáquio Lanza 1, Carla

Leia mais

Dinâmica e manejo de doenças. Carlos A. Forcelini

Dinâmica e manejo de doenças. Carlos A. Forcelini Dinâmica e manejo de doenças Carlos A. Forcelini Campo Experimental UPF (28º10 S, 52º20 W, 687m) 6 km Manejo de doenças e rendimento de grãos Com manejo Sem manejo 2009 58 27 2010 56 33 2011 61 45 Fatores

Leia mais

Doença de plantas é definida como qualquer alteração

Doença de plantas é definida como qualquer alteração 127 Manchas foliares de plantas de trigo Ariano M. Prestes Doença de plantas é definida como qualquer alteração fisiológica ou mau funcionamento de tecidos ou de células de um hospedeiro, resultante de

Leia mais

Comunicado 158 Técnico

Comunicado 158 Técnico Comunicado 158 Técnico ISSN 9192-0099 Setembro, 2007 Brasília, DF INTERCÂMBIO E QUARENTENA DE GERMOPLASMA VEGETAL NO PERÍODO DE 2004 à 2007 Vera L. A. Marinho 1 Marta A. S. Mendes 2 Marcos Carlos 3 Renata

Leia mais

fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo

fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo fontes e doses de nitrogênio em cobertura na qualidade fisiológica de sementes de trigo PRANDO, A.M. 1 ; ZUCARELI, C. 1 ; FRONZA, V. 2 ; BASSOI, M.C. 2 ; OLIVEIRA, F.A. 2 1 Universidade Estadual de Londrina

Leia mais

Ministério da Agricultura

Ministério da Agricultura Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento Avaliação de Cultivares de Milho Visando à Produção de Minimilho na Região Norte do Estado de Minas Gerais ISSN 0100-9915 131 O minimilho é o nome dado

Leia mais

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010)

Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) Anais do Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão- CONPEEX (2010) 5771-5775 AVALIAÇÃO DE GENÓTIPOS DE ARROZ IRRIGADO NO USO DE NITROGÊNIO CARVALHO, Glaucilene Duarte 1 ; DE CAMPOS, Alfredo Borges 2 & FAGERIA,

Leia mais

Clima(s) CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL. Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical.

Clima(s) CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL. Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical. CLIMAS - SOLOS E AGRICULTURA TROPICAL Mestrado em Direito à Alimentação e Desenvolvimento Rural UC: Agricultura Tropical Óscar Crispim Machado (omachado@esac.pt) ESAC, abril de 2012 Clima(s) Aula 5 Zonas

Leia mais

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA

AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA AVALIAÇÃO DO USO DO PÓ DE ROCHA NO DESEMPENHO DE DUAS VARIEDADES DE MANDIOCA DE MESA Fernanda Pereira de Souza 1 Eder de Souza Martins 2 Luise Lottici Krahl 3 Eduardo Alano Vieira 4 Josefino de Freitas

Leia mais

Manual de Laboratório

Manual de Laboratório Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Embrapa Mandioca e Fruticultura Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Manual de Laboratório Análises Físico-químicas de Frutas e Mandioca Luciana

Leia mais

ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007

ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007 ANÁLISE DA FAVORABILIDADE DAS CONDIÇÕES CLIMÁTICAS À OCORRÊNCIA DE MÍLDIO DA VIDEIRA NO VALE DO SÃO FRANCISCO NO PERÍODO DE 2003 A 2007 Francislene Angelotti 1, Tamara Trindade de Carvalho Santos 1, Junior

Leia mais

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental

Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Ecossistemas DEBIO/UFOP Curso: Engenharia Ambiental Tema 18 Fluxo de Matéria e Energia Aula 1: Produção primária Aula 2: Níveis tróficos Prof. Dr. Roberth Fagundes roberthfagundes@gmail.com www.professor.ufop.br/roberthfagundes

Leia mais

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho

Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho Atualmente, pode-se dizer que um dos aspectos mais importantes no manejo da adubação nitrogenada na cultura do milho refere-se à época de aplicação e

Leia mais