Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre"

Transcrição

1 Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre

2 Comunicação O que é? A comunicação humana é uma relação social que se estabelece entre duas ou mais pessoas que desejam trocar informações e ideias e compartilhar sentimentos ou conhecimentos Para isso, o ser humano utiliza signos universais de comunicação Exemplo: sorriso, choro, abraço... A comunicação humana se faz, principalmente, pela palavra A palavra distingue o homem entre os animais

3 Comunicação Elementos Toda comunicação compreende os seguintes elementos: Emissor / Destinador / Remetente elabora e comunica a mensagem Receptor / Destinatário aquele a quem a mensagem é endereçada Canal / Contato o meio pelo qual a mensagem é transmitida Código linguagem usada para elaborar a mensagem Referente / Contexto objeto da mensagem

4 Comunicação Elementos Uma comunicação só é eficiente, ou seja, ela só ocorre quando emissor e receptor dominam o mesmo código EMISSOR CANAL + CÓDIGO / CONTEXTO RECEPTOR Escritor Papel Língua Portuguesa Leitor X

5 Comunicação Elementos Uma comunicação só é eficiente, ou seja, ela só ocorre quando emissor e receptor dominam o mesmo código EMISSOR CANAL + CÓDIGO / CONTEXTO RECEPTOR Escritor Papel Língua Portuguesa Leitor Cartógrafo Mapa Linguagem Cartográfica Usuário

6 Comunicação Tipos Comunicação Linguística escrita + leitura Comunicação Não-Linguística pictogramas e ideogramas

7 Comunicação Tipos Comunicação Linguística escrita + leitura Comunicação Não-Linguística pictogramas e ideogramas

8 Comunicação Função A comunicação nunca é neutra Ela tem um objetivo, uma finalidade Transmitir conteúdos intelectuais, exprimir emoções e desejos, hostilizar pessoas ou persuadi-las, incentivar ações, esconder ou publicar fatos, evitar o silêncio...

9 Níveis de Linguagem O que são? A língua é um código de que se serve o homem para elaborar mensagens, para se comunicar Quem determina as transformações linguísticas e os níveis de linguagem é o conjunto de usuários, independentemente de quem sejam, estejam escrevendo ou falando, uma vez que tanto a língua escrita quanto a falada apresentam variações condicionadas por diversos fatores: regionais, sociais, intelectuais, culturais, etc.

10 Níveis de Linguagem Quais são? Linguagem Popular ou Coloquial Usada espontânea e fluentemente; rebelde à norma gramatical; é carregada de vícios de linguagem; expressões vulgares; gírias... Vícios: erros de regência e concordância; erros de pronúncia, grafia e flexão; ambiguidade; cacofonia; pleonasmo... Estreita ligação com a língua falada! Linguagem Formal, Culta ou Padrão Ensinada nas escolas; serve de veículo às ciências em que se apresenta com terminologia especial; obedece às normas gramaticais; estável... Estreita ligação com a língua escrita e literária!

11 Níveis de Linguagem Língua Escrita Quando você lê um texto, seu papel é o de receptor Como leitor consciente, deve-se procurar no texto as marcas que traduzem a intenção de quem o produziu Informar, entreter, transmitir prazer, convencer, seduzir, vender, enganar são intenções possíveis Quando você produz um texto, seu papel é o de emissor Deve-se considerar as características sociais e psicológicas do receptor a fim de tornar a mensagem interessante e legível

12 Níveis de Linguagem Língua Falada Pode sofrer variações extralinguísticas que influem na maneira de falar Estas variações podem manifestar-se no diálogo de três maneiras: - Fatores Geográficos: de caráter regional - Fatores Sociológicos: envolve variações de gênero, raça, idade, profissão, posição social, grau de escolaridade, religião,... - Fatores Contextuais: assunto tratado, local, platéia,...

13 Níveis de Linguagem Resumindo Nosso papel como profissionais leitores e escritores O único nível de linguagem que interessa FORMAL Para escrever bem e ler bem é preciso conhecer bem o CÓDIGO LÍNGUA PORTUGUESA Novas Regras Reforma Ortográfica

14 Reforma Ortográfica Novas Regras Alfabeto mais três letras (k, w, y) Trema abolido Acento Agudo caiu para ditongos abertos terminados em éi e ói das palavras paroxítonas alcatéia/idéia e andróide Acento Agudo caiu para i e u das palavras paroxítonas depois de ditongo feiúra e cauíla Acento Agudo caiu para u tônico de alguns verbos (ele) argui, (eu) enxaguo

15 Reforma Ortográfica Novas Regras Acento Circunflexo caiu para todas as palavras terminadas em ôo vôo e enjôo Acento Circunflexo caiu para as conjugações de verbos da terceira pessoa do plural que terminam com êem crêem e lêem Acento Diferencial caiu pólo (N, S, magnético) e polo (esporte), pára (imperativo) e para (proposição), fôrma (bolo) e forma (geométrica)

16 Reforma Ortográfica Novas Regras Hífen caiu para prefixos terminando com vogal e sufixos começando com r e s georreferenciamento Hífen caiu para prefixos terminando com vogal e sufixos começando com vogal diferente geoambiental, infraestrutura Hífen caiu para prefixos terminando com consoante e sufixos começando com vogal superaquecimento, hiperativo

17 Reforma Ortográfica Teste No. 1 Resolver as questões propostas Não é permitido consulta Tempo: até as 09:00h

COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos)

COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos) Faculdade de Tecnologia SENAC Pelotas Curso Superior de Tecnologia em Marketing/Processos Gerenciais UC: Comunicação e Expressão COMUNICAÇÃO E LINGUAGEM (conceitos) A comunicação verbal baseia-se na interação

Leia mais

O QUE MUDOU NA ORTOGRAFIA BRASILEIRA?

O QUE MUDOU NA ORTOGRAFIA BRASILEIRA? O QUE MUDOU NA ORTOGRAFIA BRASILEIRA? REFORMA ORTOGRÁFICA HISTÓRIA Países que falam português: Brasil Portugal Angola Moçambique Guiné-Bissau São Tomé e Príncipe Cabo Verde Timor-Leste POR QUÊ? POR QUÊ?

Leia mais

Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa. / NT Editora. -- Brasília: p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm.

Novas Regras Ortográficas da Língua Portuguesa. / NT Editora. -- Brasília: p. : il. ; 21,0 X 29,7 cm. NOVASRE GRASORT OGRÁF I CAS DAL Í NGUAPORT UGUE S A GE S T ÃOENE GÓCI OS I g orri be i r o Autor Igor Ribeiro Revisão NT Editora Projeto Gráfico NT Editora Editoração Eletrônica NT Editora Ilustração

Leia mais

Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016

Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016 Ortografia Última chamada: novo acordo ortográfico passa a valer em 2016 As novas normas da Língua Portuguesa passam a ser obrigatórias em 2016. Você está preparado? Bruna Nicolielo As regras do novo acordo

Leia mais

GUIA PRÁTICO DA NOVA ORTOGRAFIA

GUIA PRÁTICO DA NOVA ORTOGRAFIA 1 - Acento agudo O acento agudo desaparece das palavras da língua portuguesa em três casos, como se pode ver a seguir: Nos ditongos (encontro de duas vogais proferidas em uma só sílaba) abertos ei e oi

Leia mais

Alfabeto com 26 letras

Alfabeto com 26 letras 1 Reforma Ortográfica As novas regras do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa entram em vigor a partir de 1º de janeiro de 2009. Oito países, onde o português é língua oficial, vão precisar ajustar

Leia mais

NOVA ORTOGRAFIA. Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

NOVA ORTOGRAFIA. Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa NOVA ORTOGRAFIA Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Onde ocorrem as mudanças Países lusófonos: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Oficialização

Leia mais

AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA

AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA AS NOVAS REGRAS ORTOGRÁFICAS DA LÍNGUA PORTUGUESA Rénan Kfuri Lopes Sumário: I- AS MUDANÇAS SÃO SIMPLES E DE FÁCIL COMPREENSÃO II- PERÍODO DE TRANSIÇÃO DAS REGRAS ORTOGRÁFICAS III- ALFABETO IV- SOMEM DA

Leia mais

Guia da Nova Ortografia

Guia da Nova Ortografia Guia da Nova Ortografia O que muda com a reforma? Fonte: www.reformaortografica.com Alfabeto Inclusão de três letras. Passa a ter 26 letras, ao incorporar as letras k, w e y : A B C D E F G H I J K L M

Leia mais

Parte 1 - Português INSS 2015/2016

Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Parte 1 - Português INSS 2015/2016 Acentuação Gráfica Professora Luciane Sartori Contatos: Email: lucianesartori@bol.com.br Site: www.sartoriprofessores.com.br Facebook: Luciane Sartori III Página do Facebook:

Leia mais

Reforma ortográfica. http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/reforma_ortografica/index.shtml

Reforma ortográfica. http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/perguntas_respostas/reforma_ortografica/index.shtml Página 1 de 6 Agosto de 2007 Reforma ortográfica Maira Soabres/Folha Imagem Com data marcada para entrar em vigor em 2009, a reforma ortográfica pretende fazer com que pouco mais de 210 milhões de pessoas

Leia mais

países lusófonos prof.serjãogomes

países lusófonos prof.serjãogomes A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (países lusófonos) consiste em nove países independentes que têm o português como língua oficial: Angola, Brasil, Cabo Verde, Timor Leste, Guiné-Bissau, Guiné

Leia mais

Português. Variação Linguística. Professor Carlos Zambeli.

Português. Variação Linguística. Professor Carlos Zambeli. Português Variação Linguística Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português VARIAÇÃO LINGUÍSTICA Tanto a língua escrita quanto a oral apresentam variações condicionadas por diversos

Leia mais

Guia da Nova Ortografia da Língua Portuguesa

Guia da Nova Ortografia da Língua Portuguesa Guia da Nova Ortografia da Língua Portuguesa O objetivo deste material é trazer, de maneira clara e dinâmica, as alterações introduzidas na Língua Portuguesa pelo Acordo Ortográfico. De 2009 até 31 de

Leia mais

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1 NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO 1 Sheyla Carvalho 1 Nota: As fontes de consulta desta apresentação estão citada no OBJETIVOS da palestra Informar Esclarecer Comentar Trocar ideias DEFINIÇÃO - Motivação 1 O Acordo

Leia mais

Professor Jailton www.professorjailton.com.br

Professor Jailton www.professorjailton.com.br Professor Jailton www.professorjailton.com.br Palavras terminadas em: a, e, o (seguidas ou não de s): atrás, xará, freguês, bisavós, está, já, és, só*. em, ens: também, parabéns. ditongos abertos tônicos

Leia mais

1. Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba).

1. Não se usa mais o acento dos ditongos abertos éi e ói das palavras paroxítonas (palavras que têm acento tônico na penúltima sílaba). Mudanças no alfabeto: O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z Trema: Não se usa mais

Leia mais

Novo (e divertido) acordo ortográfico

Novo (e divertido) acordo ortográfico Novo (e divertido) acordo ortográfico Andrey do Amaral Essa obra não é de domínio público BIBLIOTECA DIGITAL 2 O que muda com o novo acordo? Perceba as alterações em nossa língua com o acordo entre os

Leia mais

VARIAÇÕES LINGUISTICAS

VARIAÇÕES LINGUISTICAS FUNÇÕES DA LINGUAGEM Língua oral e língua escrita A língua verbal, abordada na seção 1.2, é constituida de um sistema de sinais convencionados. Ao comunicar-se, uma pessoa vale-se de um sistema de signos,

Leia mais

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa O novo acordo ortográfico da língua portuguesa Henrique Nuno Fernandes Regras de Acentuação gráfica Acentuam-se: 1. Monossílabos tônicos terminados em: A, AS: pá, pás, vás, dá-lo, já E, ES: pé, pés, vê,

Leia mais

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO

Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS. Planificação Anual / Mensal 2º ANO Agrupamento de Escolas Piscinas Olivais PORTUGUÊS Planificação Anual / Mensal 2º ANO 2014/2015 Agrupamento PARA O de Escolas Piscinas - Olivais PLANIFICAÇÃO ANUAL / MENSAL DE PORTUGUÊS 2º ANO 1.º PERÍODO

Leia mais

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua

O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua O novo acordo ortográfico da língua portuguesa e questões notacionais da língua FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS CURSOS SUPERIORES DE TECNOLOGIA EM MARKETING E PROCESSOS GERENCIAIS UC: COMUNICAÇÃO

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 6º ano Usar a Língua Portuguesa como língua materna, para integrar e organizar o mundo e a própria identidade com visão empreendedora e como pensador capaz de

Leia mais

ebook de Mapas Mentais para concursos públicos Autora: Terezinha N. Rêgo

ebook de Mapas Mentais para concursos públicos  Autora: Terezinha N. Rêgo ebook de Mapas Mentais para concursos públicos www.mapasequestoes.com.br Autora: Terezinha N. Rêgo Conteúdo Ortografia S, SS, Ç e Z... 3 Ortografia G/J e X/CH... 4 Emprego de palavras... 5 Hífen 01 Usa

Leia mais

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos

Português. 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Português 1º Período Mês Competência Descritores de Desempenho Conteúdos Setembro Prestar atenção ao que ouve de modo a cumprir instruções. Manifestar sensações e sentimentos pessoais, suscitados pelos

Leia mais

A Secretaria Municipal da Educação lembra a todos os funcionários municipais de que o Parlamento português aprovou, em maio passado, o segundo

A Secretaria Municipal da Educação lembra a todos os funcionários municipais de que o Parlamento português aprovou, em maio passado, o segundo A Secretaria Municipal da Educação lembra a todos os funcionários municipais de que o Parlamento português aprovou, em maio passado, o segundo protocolo modificativo do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Leia mais

Linguagem Coloquial e Culta. Prof.: Michele Nasu Tomiyama Bucci

Linguagem Coloquial e Culta. Prof.: Michele Nasu Tomiyama Bucci Linguagem Coloquial e Culta Prof.: Michele Nasu Tomiyama Bucci Introdução Os critérios que determinam a norma (padrões de uso)de uma língua se estabelecem ao longo do tempo principalmente pela ação da

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 3º Ano Oralidade O3 Comprensão do oral Expressão oral Escutar para aprender e construir conhecimentos Produzir um discurso oral

Leia mais

O QUE MUDA? ALFABETO: Passa de 23 para 26 letras (k, w e y voltam de onde, na prática, jamais saíram). TREMA: É eliminado das palavras portuguesas e a

O QUE MUDA? ALFABETO: Passa de 23 para 26 letras (k, w e y voltam de onde, na prática, jamais saíram). TREMA: É eliminado das palavras portuguesas e a A UNIFICAÇÃO ORTOGRÁFICA DA LÍNGUA PORTUGUESA O QUE MUDA? ALFABETO: Passa de 23 para 26 letras (k, w e y voltam de onde, na prática, jamais saíram). TREMA: É eliminado das palavras portuguesas e aportuguesadas,

Leia mais

CC8 Comunicação e colaboração

CC8 Comunicação e colaboração CC8 Comunicação e colaboração Uso da Língua e adequação linguística aos contextos de comunicação através da internet Diferentes usos da língua associados aos contextos de comunicação através da internet.

Leia mais

REDAÇÃO PARA CONCURSOS

REDAÇÃO PARA CONCURSOS REDAÇÃO PARA CONCURSOS Sumário Primeira Parte Primeira Lição Poesia matemática Gramática acentuação gráfica Tipos de palavras Regras gerais Dupla prosódia Pronúncia duvidosa Orientação Ortográfica emprego

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano A 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações

Leia mais

Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas.

Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas. Acentuação Em toda palavra de duas ou mais sílabas, sempre há uma sílaba, pronunciada com maior intensidade: sílaba tônica. As outras são as sílabas átonas. sílaba tônica - pronunciada com maior intensidade.

Leia mais

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO. Profa. Luana Lemos

NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO. Profa. Luana Lemos NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO Profa. Luana Lemos CHARGE http://charges.uol.com.br/2008/05/26/cotidian o-evolussaum/?modo=baloes NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO O Novo Acordo Ortográfico foi elaborado para uniformizar

Leia mais

1.º Trimestre. Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Planificação Anual. Metas Curriculares/de Aprendizagem. Instrumentos de Avaliação

1.º Trimestre. Agrupamento de Escolas Eugénio de Castro 1º Ciclo Planificação Anual. Metas Curriculares/de Aprendizagem. Instrumentos de Avaliação Ver documento METAS CURRICULARES DE PORTUGUÊS http://www.dgidc.min-edu.pt Prestar atenção ao que ouve Usar vocabulário adequado ao tema e à situação Falar com progressiva autonomia e clareza sobre assuntos

Leia mais

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos.

Liderança. A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. CHEFIA E LIDERANÇA Liderança A liderança é passível de ser adquirida e ser desenvolvida em qualquer ambiente de relacionamentos. Liderança Liderar significa possuir a capacidade e o discernimento para

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Critérios de Avaliação Português 1º ciclo

Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Critérios de Avaliação Português 1º ciclo Agrupamento de Escolas de Eugénio de Castro 1º Ciclo Ano letivo 2016/2017 Critérios de Avaliação Português 1º ciclo Domínios Ponderação (80%) Operacionalização/Indicadores Instrumentos de avaliação Oralidade

Leia mais

ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos

ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos ACENTUAÇÃO GRÁFICA (NOVO ACORDO ORTOGRÁFICO) Profa. Me. Luana Lemos PROSÓDIA Estuda a correta posição da sílaba tônica das palavras. SILABADA erro de acentuação tônica de uma palavra. RUIM RUBRICA AVARO

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano B 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano B 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5.º Ano B 1. COMPETÊNCIAS ESSENCIAIS COMPETÊNCIAS GERAIS Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar situações

Leia mais

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo

Profª: Adriana Figueiredo Língua Portuguesa TRE - SP AULAS 01 A 04. Língua Portuguesa TRE - SP Professora: Adriana Figueiredo Professora: Adriana Figueiredo Prof. Adriana Figueiredo www.aprovaconcursos.com.br Página 1 de 9 ACENTUAÇÃO GRÁFICA Classificação dos Vocábulos Quanto à Sílaba Tônica Sílaba tônica é a sílaba da palavra

Leia mais

NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS. Professor Marlos Pires Gonçalves

NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS. Professor Marlos Pires Gonçalves NOÇÃO DE TEXTO E ELEMENTOS TEXTUAIS Professor Marlos Pires Gonçalves 1 TEORIA DA COMUNICAÇÃO Toda mensagem tem uma finalidade: ela pode servir para transmitir um conteúdo intelectual, exprimir (ou ocultar)

Leia mais

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15

Prefácio Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 Prefácio... 13 Abreviaturas, Símbolos e Siglas 15 1. Abreviaturas de uso corrente :... 15 2. Abreviaturas Médico-Farmacêuticas 18 3. Comércio Internacional... 18 4. Grandezas e Unidades Físicas 20 4.1.

Leia mais

Acentuação gráfica PAI, ME EMPRESTA O CARRO? "ENE - A - O - TIL... NÃO!" Regina Lúcia Meirelles Beghelli

Acentuação gráfica PAI, ME EMPRESTA O CARRO? ENE - A - O - TIL... NÃO! Regina Lúcia Meirelles Beghelli 1 7 Acentuação gráfica Teresa Videira Rocha de Souza Maria Elizabeth Rodrigues Regina Lúcia Meirelles Beghelli PAI, ME EMPRESTA O CARRO? "ENE - A - O - TIL... NÃO!" e-tec Brasil Português Instrumental

Leia mais

Língua, Linguagem e Comunicação O homem, ser de linguagem Sentido, significação e signo

Língua, Linguagem e Comunicação O homem, ser de linguagem Sentido, significação e signo Língua, Linguagem e Comunicação O homem, ser de linguagem Sentido, significação e signo Aula 1 Português 1 Faculdade Pitágoras Vale do Aço Jaider Fernandes Reis, Marcélia Marise Vieira dos Santos Martha

Leia mais

Fundamentos linguísticos. Linguagem Língua Idioma Dialeto Idioleto Sotaque

Fundamentos linguísticos. Linguagem Língua Idioma Dialeto Idioleto Sotaque Fundamentos linguísticos Linguagem Língua Idioma Dialeto Idioleto Sotaque Fundamentos linguísticos Diálogos de Platão: Crátilo (Séc. IV a.c.) Natureza dos nomes Origem da linguagem Curso de Linguística

Leia mais

De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica. Ana Kelly Borba da Silva Brustolin

De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica. Ana Kelly Borba da Silva Brustolin De acordo com o novo Acordo: o que muda e o que não muda com a Reforma Ortográfica Ana Kelly Borba da Silva Brustolin As datas do Acordo O documento inicial do Acordo Ortográfico foi assinado em 1990 (em

Leia mais

BLOCOS 1 e 2 COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA NS SP S SB EXC

BLOCOS 1 e 2 COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA NS SP S SB EXC CAPACIDADE DE COMPREENSÃO Agrupamento nº 2 de Évora EBI André de Resende BLOCOS 1 e 2 COMUNICAÇÃO ORAL E ESCRITA Interpreta Não descodifica a mensagem. Descodifica a mensagem com ajuda. Descodifica a mensagem

Leia mais

ORTOGRAFIA E ACENTUAÇÃO: NOÇÕES FUNDAMENTAIS

ORTOGRAFIA E ACENTUAÇÃO: NOÇÕES FUNDAMENTAIS ORTOGRAFIA E ACENTUAÇÃO: NOÇÕES FUNDAMENTAIS O que é ortografia? Grego orto = correto + graphé = escrita; Uma só língua, duas ortografias Português - mais de 250 milhões de pessoas. Angola: 17.024.000

Leia mais

Programa de Português 4º Ano

Programa de Português 4º Ano Programa de Português 4º Ano Introdução Reconhece-se a Língua Materna como o elemento mediador que permite a nossa identificação, a comunicação com os outros e a descoberta e compreensão do mundo que nos

Leia mais

Português - Principais Tópicos Para Concursos

Português - Principais Tópicos Para Concursos Português - Principais Tópicos Para Concursos PORTUGUÊS por Terezinha Rêgo Português - Principais Tópicos Para Concursos PORTUGUÊS por Terezinha Rêgo Lançamento: 08/03/2008 Atualização : 22/12/2016 43

Leia mais

FUNÇÕES DA LINGUAGEM

FUNÇÕES DA LINGUAGEM FUNÇÕES DA LINGUAGEM ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO Emissor emite, codifica a mensagem Receptor recebe, decodifica a mensagem Mensagem- conteúdo transmitido pelo emissor Código conjunto de signos usado na transmissão

Leia mais

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa

Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa Língua Portuguesa. Mudando, mas sempre nossa. Como você sabe, haverá algumas alterações ortográficas na Língua Portuguesa. Nessa fase de transição, é natural que

Leia mais

República Democrática de São Tomé e Príncipe e

República Democrática de São Tomé e Príncipe e 1 1. Considerações a respeito do Acordo Ortográfico O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa de 1990 é um tratado internacional cujo objetivo é criar uma ortografia unificada para o idioma português,

Leia mais

Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de

Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de Curso Grandes temas da atualidade: o 10º tema é a Reforma Ortográfica O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa não será exigido nos vestibulares de 2009, pelo menos quanto às mudanças na escrita. No entanto,

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21

SUMÁRIO. Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 SUMÁRIO Capítulo 1. INTERPRETAÇÃO DE TEXTO, 21 1.1. Tipos de texto, 22 1.2. Gênero de texto, 26 1.3. Tipos de discurso, 27 1.3.1. Discurso direto, 27 1.3.2. Discurso indireto, 28 1.3.3. Discurso indireto

Leia mais

Pedagogia Unifac - 1º semestre Acordo ortográfico. Profª. Ana Maria Hernandes. Profa. Sandra R. Seullner Domingues

Pedagogia Unifac - 1º semestre Acordo ortográfico. Profª. Ana Maria Hernandes. Profa. Sandra R. Seullner Domingues Pedagogia Unifac - 1º semestre 2017 Acordo ortográfico Profª. Ana Maria Hernandes Profa. Sandra R. Seullner Domingues NOVA ORTOGRAFIA Orientações sobre o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa e a Nova

Leia mais

Português Regular B1

Português Regular B1 Português Regular B1 Verbos Irregulares Terminação ear Trocar e por ei nas formas rizotônicas (sílaba forte no radical) e conjugar como regular: Eu, tu, ele, eles do presente do indicativo ex: Eu freio,

Leia mais

Relacionar o texto com conhecimentos anteriores. Compreender o essencial dos textos escutados e lidos.

Relacionar o texto com conhecimentos anteriores. Compreender o essencial dos textos escutados e lidos. METAS CURRICULARES 1º ANO Português ORALIDADE Respeitar regras da interação discursiva. Escutar discursos breves para aprender e construir conhecimentos. Produzir um discurso oral com correção. Produzir

Leia mais

Programa de Português 3º Ano

Programa de Português 3º Ano Programa de Português 3º Ano Introdução Reconhece-se a Língua Materna como o elemento mediador que permite a nossa identificação, a comunicação com os outros e a descoberta e compreensão do mundo que nos

Leia mais

DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL 20

DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA TOTAL 20 DISCIPLINA 01 EXPRESSÃO ESCRITA - 2014 UNIDADES DIDÁTICAS HORAS PÁGINA I. A SELEÇÃO VOCABULAR: CRITÉRIOS E APLICAÇÕES II. GRAMÁTICA DE TEXTO AVALIAÇÃO DA APRENDIZAGEM 10 10-03 05 06 TOTAL 20 Plano de Disciplinas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE SAMPAIO 1.º Período Vocabulário Ideia principal Informação essencial e acessória Informação implícita e explícita Inferências Descrição, diálogo, recriação de lengalengas, entrevista Texto narrativo, poesia criativa

Leia mais

acordo Novo Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. ortográfico da língua portuguesa

acordo Novo Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. ortográfico da língua portuguesa Novo acordo ortográfico da língua portuguesa Não foi a língua portuguesa que sofreu uma reformulação ditada por decreto. As línguas não mudam por decreto! Elas mudam por influência de outros fatores...

Leia mais

Língua Portuguesa. Funções da Linguagem. Prof. Luquinha

Língua Portuguesa. Funções da Linguagem. Prof. Luquinha Língua Portuguesa Funções da Linguagem Prof. Luquinha Qual o objetivo de um texto? Por meio da linguagem, realizamos diferentes ações: transmitimos informações tentamos convencer o outro a fazer (ou dizer)

Leia mais

- chá, pé, pó - Pará, café, cipó, armazém - planta, pele, calo, item, cantam (tórax, álbum, hífen) - lâmpada, público, último

- chá, pé, pó - Pará, café, cipó, armazém - planta, pele, calo, item, cantam (tórax, álbum, hífen) - lâmpada, público, último - chá, pé, pó - Pará, café, cipó, armazém - planta, pele, calo, item, cantam (tórax, álbum, hífen) - lâmpada, público, último Hiatos Acentuam-se as letras i e u desde que sejam a segunda vogal tônica de

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 4º Ano Oralidade O4 Comprensão do oral Expressão oral Escutar para aprender e construir conhecimentos Utilizar técnicas para registar

Leia mais

Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre

Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão. Maria Cecilia Bonato Brandalize º Semestre Engenharia Cartográfica Comunicação e Expressão Maria Cecilia Bonato Brandalize 2015 1º Semestre O que é redação técnica? Redigir é o ato de exprimir pensamentos e idéias através da escrita Técnica é o

Leia mais

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS

CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Índice CAPÍTULO 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS LIÇÃO 1 FONÉTICA...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 4 1.4. Encontro vocálico... 5 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO

ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO ACENTO GRÁFICO E ACENTO TÔNICO O acento gráfico é um mero sinal de escrita, que não deve ser confundido com o acento tônico, que é a maior intensidade de voz apresentada por uma sílaba quando pronunciamos

Leia mais

Plano Curricular de Português 3.º Ano - Ano Letivo 2016/2017

Plano Curricular de Português 3.º Ano - Ano Letivo 2016/2017 Plano Curricular de Português 3.º Ano - Ano Letivo 2016/2017 1.º Período Conteúdos Programados Previstas Dadas Oralidade Escutar para aprender e construir conhecimentos. Identificar informação essencial.

Leia mais

Sumário. Apresentação da coleção Prefácio Nota da autora Capítulo II

Sumário. Apresentação da coleção Prefácio Nota da autora Capítulo II Sumário Sumário Apresentação da coleção... 17 Prefácio... 19 Nota da autora... 21 Capítulo I Fatores importantes para produzir um texto... 23 1. A importância da leitura para produção textual... 23 2.

Leia mais

ACORDO ORTOGRÁFICO OPORTUNIDADE PARA PENSAR A LÍNGUA E O SEU ENSINO

ACORDO ORTOGRÁFICO OPORTUNIDADE PARA PENSAR A LÍNGUA E O SEU ENSINO ACORDO ORTOGRÁFICO OPORTUNIDADE PARA PENSAR A LÍNGUA E O SEU ENSINO São João da Madeira, fevereiro de 2011 João Costa FCSH/CLUNL Universidade Nova de Lisboa Acordo Ortográfico Sumário O que é a ortografia?

Leia mais

Redação de Atos Oficiais. Por Thaís L. S. Martins Brighenti

Redação de Atos Oficiais. Por Thaís L. S. Martins Brighenti Redação de Atos Oficiais Por Thaís L. S. Martins Brighenti 2014 Redação Oficial É a maneira de redigir os documentos oficiais, sendo específica dos órgãos componentes da Administração Pública. A redação

Leia mais

Número: Nome: 1. (3.0 val.) Considere um analisador lexical contendo a sequência ordenada de

Número: Nome: 1. (3.0 val.) Considere um analisador lexical contendo a sequência ordenada de Compiladores, LEIC Alameda Compiladores, LEIC Alameda 1/6 Ano Lectivo 2010/2011, 2º Semestre Ano Lectivo 2010/2011, 2º Semestre Teste 1, 2011/04/02, 09:00, 90 minutos Teste 1 (2011/04/02, 09:00, 90 minutos)

Leia mais

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14

Capítulo 2 - Acentuação gráfica Regras gerais...10 Casos especiais...10 Prosódia...12 Exercícios...14 Sumário Capítulo 1 - Noções de fonética... 2 Fonemas...2 Letra...2 Sílaba...2 Número de sílabas...3 Tonicidade...3 Posição da sílaba tônica...3 Dígrafos...3 Encontros consonantais...3 Encontros vocálicos...4

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CUBA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CUBA DISCIPLINA : LÍNGUA PORTUGUESA : 6ºano ANO LECTIVO: 2007/2008 PLANIFICAÇÃO ANUAL COMPETÊNCIAS GERAIS Mobilizar saberes culturais, científicos e tecnológicos para compreender a realidade e para abordar

Leia mais

Comunicação e linguagens. Carlos Straccia ATO DE COMUNICAÇÃO. Referências bibliográficas

Comunicação e linguagens. Carlos Straccia ATO DE COMUNICAÇÃO. Referências bibliográficas ATO DE COMUNICAÇÃO Referências bibliográficas INFANTE, Ulisses. Do texto ao texto: curso prático de leitura e redação. 5 ed. São Paulo: Scipione, 1998, p. 17. PEREIRA, José Haroldo. Curso básico de teoria

Leia mais

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014

CURRÍCULO DA DISCIPLINA DE PORTUGUÊS/ CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 2013/2014 1º Ciclo Metas/Domínios Objetivos gerais Conteúdos Programáticos Critérios 2º Ano Oralidade O2 Comprensão do oral Expressão oral Respeitar regras da interação discursiva Respeitar o princípio de cortesia

Leia mais

JOGADOR DE FUTEBOL Cassiano Ricardo

JOGADOR DE FUTEBOL Cassiano Ricardo ESCOLA ESTADUAL DR. JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA AVALIAÇÃO DE DP - Valor 100 pontos - 2013 MATÉRIA PROFESSORA TURMA LÍNGUA PORTUGUESA ELIZABETH 7ºANO JOGADOR DE FUTEBOL Cassiano Ricardo O pequeno vagabundo

Leia mais

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO

O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DO VOCABULÁRIO Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e Letra... 3 1.2. Divisão dos Fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro Vocálico... 7 1.5. Encontro Consonantal...

Leia mais

O ESTUDO DAS PALAVRAS

O ESTUDO DAS PALAVRAS Sumário Capítulo 1 O ESTUDO DAS PALAVRAS Lição 1 Fonética...3 1.1. Fonema e letra... 3 1.2. Divisão dos fonemas... 3 1.3. Classificação dos fonemas... 5 1.4. Encontro vocálico... 6 1.5. Encontro consonantal...

Leia mais

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z Fique de O alfabeto passa a ter 26 letras. Foram reintroduzidas as letras k, w e y. O alfabeto completo passa a ser: A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V WX Y Z As letras k, w e y, que na verdade

Leia mais

PORTUGUÊS VOZES VERBAIS

PORTUGUÊS VOZES VERBAIS PORTUGUÊS VOZES VERBAIS Professor Marco Antonio Macarrão Vozes verbais VOZ ATIVA - pratica VOZ PASSIVA - sofre VOZ REFLEXIVA pratica e sofre Vozes verbais SINTÉTICA: VTD + SE VOZ PASSIVA ANALÍTICA: SER

Leia mais

O alfabeto a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z

O alfabeto a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z Acento circunflexo Perdem o acento as palavras com os hiatos OO e EE: No hiato EE, o circunflexo é eliminado como nas flexões de CRER, DAR, LER e VER e seus derivados: crêem dêem lêem vêem prevêem creem

Leia mais

PORTUGUÊS BANCO DO BRASIL. Marco Antonio Macarrão

PORTUGUÊS BANCO DO BRASIL. Marco Antonio Macarrão PORTUGUÊS BANCO DO BRASIL Marco Antonio Macarrão Acentuação Gráfica A, E, O (S) EM, ENS MONOSSÍLABO SIM NÃO TÔNICO OXÍTONA SIM SIM PAROXÍTONA* NÃO NÃO Acentuação Gráfica * PAROXÍTONAS TERMINADAS EM Ã OU

Leia mais

A UNIFICAÇÃO ORTOGRÁFICA DOS PAÍSES LUSÓFONOS RESUMO

A UNIFICAÇÃO ORTOGRÁFICA DOS PAÍSES LUSÓFONOS RESUMO Revista Eventos Pedagógicos v.5, n.2 (11. ed.), número regular, p. 443 448, jun./jul. 2014 A UNIFICAÇÃO ORTOGRÁFICA DOS PAÍSES LUSÓFONOS Mairy Any Marques Amorim * Rosângela dos Santos Pereira ** RESUMO

Leia mais

BOLSÃO 2017 / 6º ANO

BOLSÃO 2017 / 6º ANO Você que se inscreveu no Bolsão do Colégio Futuro Vip para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental está BOLSÃO 2017 / 6º ANO Fonética Fonema distinção entre FONEMA e LETRA Sílaba número de sílabas / divisão

Leia mais

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA

ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA ELEMENTAR da LÍNGUA PORTUGUESA A. Gomes Ferreira J. Nunes de Figueiredo 2. CICLO Oo Introdução I. ONDE SE FALA A LÍNGUA PORTUGUESA II. A PALAVRA. A FRASE. SINTAXE E MORFOLOGIA MATÉRIA DAS UNIDADES

Leia mais

ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO

ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO ACORDO ORTOGRÁFICO: TRANSIÇÃO DA IMPLANTAÇÃO VIDEOCONFERÊNCIA DO PROFESSOR RUY BERGER RESUMO (*) A revisão deste texto já considera as novas normas do Acordo Ortográfico. O Acordo Ortográfico da Língua

Leia mais

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21

CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO TIPOS DE TEXTO GÊNERO DE TEXTO TIPOS DE DISCURSO... 21 sumário CAPÍTULO 01 - INTERPRETAÇÃO DE TEXTO...14 1.1.TIPOS DE TEXTO... 15 1.2.GÊNERO DE TEXTO... 20 1.3.TIPOS DE DISCURSO... 21 1.3.1. DISCURSO DIRETO... 22 1.3.2. DISCURSO INDIRETO... 22 1.3.3. DISCURSO

Leia mais

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA

LINGUAGEM E ARGUMENTAÇÃO JURÍDICA AULA 1 PG 1 Este material é parte integrante da disciplina Linguagem e Argumentação Jurídica oferecido pela UNINOVE. O acesso às atividades, as leituras interativas, os exercícios, chats, fóruns de discussão

Leia mais

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Análise Estética (formal) Análise Estilística (figuras de linguagem) Análise Gramatical (morfossintática) Análise Semântica (de significado) Análise

Leia mais

índice geral Prefácio, X/77

índice geral Prefácio, X/77 índice geral Prefácio, X/77 Capítulo I CONCEITOS GERAIS, / Linguagem, língua, discurso, estilo / Língua e sociedade: variação e conservação linguística, 2 Diversidade geográfica da língua: dialecto e falar,

Leia mais

Português 1º ano João J. Processos de Formação de Palavras

Português 1º ano João J. Processos de Formação de Palavras Português 1º ano João J. Processos de Formação de Palavras ESTRUTURA E PROCESSOS DE FORMAÇÃO DAS PALAVRAS ESTRUTURA DAS PALAVRAS A palavra é subdivida em partes chamadas de elementos mórficos. menores,

Leia mais

campo lexical, campo semântico - Instruções, indicações - Informação essencial e acessória 2. Produzir um discurso oral com correção.

campo lexical, campo semântico - Instruções, indicações - Informação essencial e acessória 2. Produzir um discurso oral com correção. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE PORTUGUÊS 3.º ANO DE ESCOLARIDADE - 2016-2017 Metas Domínio Objetivo Descritores de desempenho Conteúdos 1. Escutar para aprender e 1. Descobrir

Leia mais

Comunicação - Conceito. Comunicação - Conceito continuação

Comunicação - Conceito. Comunicação - Conceito continuação Comunicação - Conceito A palavra comunicar vem do latim communicare, que significa pôr em comum. Depreende-se daí que a essência da palavra comunicar está associada à idéia de convivência, comunidade,

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1

Sumário. Capítulo 1 Comunicação 1 Sumário Capítulo 1 Comunicação 1 1.1 Elementos da comunicação 1 1.2 Linguagem, língua e fala 1 1.3 Significante e significado 2 1.4 Língua escrita e falada 2 1.5 Variedades linguísticas 2 1.6 Funções da

Leia mais

FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO

FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO AULA 1 e 2 FUNÇÕES DA LINGUAGEM, FALA, ESCRITA E LEITURA ARGUMENTAÇÃO Profa. Dra. Vera Vasilévski Comunicação Oral e Escrita UTFPR/Santa Helena A linguagem (oral e escrita) é um sistema de comunicação

Leia mais

Língua Falada e Língua Escrita

Língua Falada e Língua Escrita Língua Falada e Língua Escrita Língua Falada é a linguagem que usamos para nos comunicar, pronunciada pela boca, muitas vezes de modo informal, sem muitas regras e com algumas gírias; muito diferente da

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2016 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA CONTEÚDOS Efetuar cálculos com números reais envolvendo as operações

Leia mais

PROGRAMA DE CONTEÚDOS

PROGRAMA DE CONTEÚDOS C O L É G I O L A S A L L E Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Guarani, 000 - Fone (045) 35-1336 - Fax (045) 3379-58 http://www.lasalle.edu.br/toledo/ DISCIPLINA: PROFESSOR(A): E-MAIL: PROGRAMA

Leia mais