Enquanto Seu Sono Não Vem

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Enquanto Seu Sono Não Vem"

Transcrição

1 PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 Enquanto Seu Sono Não Vem Já era tarde quando Miguelzinho foi dormir, depois de muita bronca do pai e da mãe. Ele obedeceu de cara amarrada. Foi para o quarto, apagou a luz, ajeitou-se na cama, puxou a colcha, encostou a cabeça no travesseiro e... esperou o sono chegar. Mas qual o quê! O que chegou primeiro, no meio do silêncio, foi um barulhinho suave, contínuo e ritmado. Tum... tum... tum... tum... tum... tum... "O que poderá ser?", pensou. Barulho do coração? Coração não faz barulho. Nem quando a pessoa está feliz ou sem sono. Coração é silencioso. Só faz barulho dentro da gente. Então deve ser o pensamento. Se eu estou acordado e pensando, o barulho aparece... Mas aí Miguelzinho reparou que o barulho era sempre igual. E pensamento é sempre diferente um do outro. "Pensamento de raiva, de alegria, de traquinagem, de problema, de leitura... são todos diferentes... Então não pode ser barulho de pensamento." Miguelzinho prestou mais atenção ao barulho e reparou que ele não era bem o tum... tum... tum... tum... Na verdade o barulho era snif... snif... snif... snif... "Bem... esse snif, snif só pode mesmo ser o choro do Cotó." Cotó era o cachorro de estimação de Miguelzinho. "Por que será que o Cotó está chorando? Não pode ser falta de carinho, porque ele é o cachorro mais amado do mundo. Frio não é... dor também não... raiva, claro que não..." Cotó era o cãozinho de estimação, do coração, mas só na imaginação, porque dentro de casa a mãe não queria nenhum animal, de modo algum. De qualquer forma, não era mesmo o Cotó, porque o cachorro era muito querido por ele e certamente não teria razões para choro. De novo a atenção de Miguelzinho se voltou para o barulho. O silêncio na casa era grande, enorme. E o barulhinho continuava... Barulhinho danado, mil caras, mil jeitos, enganando Miguelzinho, tirando-lhe o sono. Ele quieto, acomodado em sua cama, tentando descobrir de onde vinha ou o que fazia o barulhinho. 01- Numere os parágrafos do texto. Enquanto seu sono não vem. São Paulo, Ed. Moderna, Responda de acordo com o texto. Já estava tarde quando os pais mandaram Miguelzinho dormir. O menino conseguiu dormir rapidamente? Por quê? Página 1 de 6-4/4/ :09:01

2 03- Numere de acordo com a ordem dos acontecimentos. Miguelzinho foi para o quarto... ( ) puxou a colcha. ( ) ajeitou-se na cama. ( ) apagou a luz. ( ) esperou o sono chegar. ( ) encostou a cabeça no travesseiro. 04- De repente Miguelzinho começou a ouvir um barulhinho suave e contínuo. Marque com (X) o que o menino pensou que fosse esse barulhinho. (A) Chuva e batidas do coração. (B) Batidas do coração e pensamentos. (C) Choro de um gato e pensamentos. (D) Pensamento e chuva. 05- Miguelzinho tinha um cachorro de verdade? Retire do texto uma frase para justificar a sua resposta. R.: Algumas pessoas sonham tão intensamente que o sonho acaba parecendo verdade. Foi o que aconteceu com o menino da história que você vai ler. Texto 2 SONHO No mês passado, faz tempo, fui ao aniversário de João Pedro. A gente brincou de polícia e ladrão a festa inteira. Estava calor. Corri, soltei e prendi tanta gente que deu sede. Devo ter tomado uns duzentos refrigerantes e um monte de suco de uva e limonada, fora a laranjada e o chá-mate gelado. Voltei para casa cansado, tomei um copo de leite, escovei os dentes, dei boa-noite, bebi outro copo d'água e fui dormir. Sonhei que estava numa casa esquisita, com gente falando em língua estrangeira e eu lá no meio, louco de vontade de fazer xixi. A casa tinha um corredor cheio de portas. Uma era da sala, outra do quarto, tinha a da cozinha, a do armário, a do outro quarto, a da outra sala... Abri e fechei todas elas sem encontrar a mais importante: a porta do banheiro. A vontade foi ficando cada vez mais apertada. Resolvi ir embora. Fui parar numa estrada comprida. Andava com as pernas espremidas procurando um banheiro, urgente. A estrada parece que não queria chegar em lugar nenhum. A coisa estava preta. No fim, encontrei uma pedra e, milagre, em cima da pedra havia um penico com o meu nome. Não deu para segurar. Agarrei o penico e beijei. Lembro até hoje. Eu lá no sonho rindo de olho fechado, escutando aquele barulhinho de água caindo no penico, sentindo aquele alívio delicioso e, ao mesmo tempo, uma coisa morna subindo pelas pernas. Acordei todo molhado. Essa foi a última vez que fiz xixi na cama, faz tempo, juro mesmo! O pior não foi isso: minha cama é beliche e embaixo mora o Beto. Menino meio arrepiado (São Paulo, Ática, 1995) é o nome do livro de Ricardo Azevedo, de onde foi retirada essa história gostosa de ler. Leia também do mesmo autor Menino de nariz esperto, Menino de olho vivo e Menino de orelha em pé. Página 2 de 6-4/4/ :09:01

3 06- Quanto tempo, aproximadamente, passou desde a festa de aniversário até o momento em que o menino contou a história? (A) Uma semana. (C) Um ano. (B) Um mês. 07- Por que o menino sonhou que estava com vontade de fazer xixi? 08- Assinale a cena que representa a forma como, no sonho, o menino encontrou a solução para seu problema. (A) (B) (C) 09- O que fez o menino acordar do seu sonho? 10- Identifique com R os fatos que representam a realidade e S os fatos que fazem parte do sonho. ( ) Brincou de polícia e ladrão. ( ) Andou por um corredor comprido. ( ) Escovou os dentes. ( ) Encontrou um penico. ( ) Andou com as pernas espremidas. Página 3 de 6-4/4/ :09:01

4 11- O menino do Texto 2 dormia em um beliche. Procure no dicionário o significado da palavra beliche, depois pinte o tipo de cama em que o menino dormia. Beliche: 12- Coloque (1) para as informações do texto 1 e (2) para as informações do texto 2. ( ) Ele obedeceu de cara amarrada. ( ) Foi na festa do amigo. ( ) Dormia no mesmo quarto do irmão. ( ) Não conseguia dormir. ( ) Escutou um barulhinho de água caindo. ( ) O silêncio na casa era grande, enorme. 13- Reescreva as frases abaixo substituindo as palavras destacadas por sinônimos. a) Miguelzinho percebeu que o barulho era igual. b) O menino sonhou que estava numa casa esquisita. c) O menino despertou do seu sono. Página 4 de 6-4/4/ :09:01

5 14- Organize as palavras abaixo em ordem alfabética. beliche banheiro laranjada cozinha penico barulho 15- Leia com atenção as frases a seguir e pinte aquela onde a expressão destacada indica tempo. a) No quarto, o menino brincava. b) No sábado, o menino visitava seus amigos. c) Na sala, os pais assistiam televisão. 16- Organize as palavras e forme frases. a) estudioso era um Miguelzinho menino. R.: b) a festa menina na dançou muito. R.: c) cama você na xixi fez já? R.: parágrafos. Gabarito 02- Não. Porque ele começou a ouvir barulhos e ficou tentando descobrir o que era. 02- ( 3 ) ( 1 ) ( 5 ) ( 4 ) 04- (C) 05- Sim. Cotó era o cachorro de estimação de Miguelzinho. Página 5 de 6-4/4/ :09:01

6 06- (B) 07- Ele sonhou que estava com vontade de fazer xixi porque na festa havia bebido muito líquido. 08- (B) 09- O menino acordou do sonho porque sentiu uma coisa morna subindo pelas pernas. 10- ( R ) ( S ) ( R ) ( S ) ( S ) 11- Significado de: beliche 1. s.f. Conjunto de duas ou três camas superpostas, com lastros apoiados numa armação única. 12- ( 1 ) ( 1 ) ( 1 ) 13- a) notou b) estranha c) acordou 14- banheiro - barulho - beliche - cozinha - laranjada - penico. 15- b) No sábado, o menino visitava seus amigos. 16- a) Miguelzinho era um menino estudioso. b) Na festa, a menina dançou muito. c) Você já fez xixi na cama? FM/1604/BANCO DE QUESTOES/PORTUGUES/2016/PORTUGUES - 3o ANO - 1a ETAPA DOC Página 6 de 6-4/4/ :09:01

Toca o despertador E meu pai vem me chamar: Levanta, filho, levanta, tá na hora de acordar.

Toca o despertador E meu pai vem me chamar: Levanta, filho, levanta, tá na hora de acordar. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ================================================================= TEXTO 1 SONO PESADO Toca o despertador

Leia mais

01- De acordo com o texto 1, escreva os nomes dos bichos que aparecem no texto.

01- De acordo com o texto 1, escreva os nomes dos bichos que aparecem no texto. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== TEXTO 1 A VELHA A FIAR Estava

Leia mais

DATA: 02 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 05 / 2016 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 02 / 05 / 206 I ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

Papagaio Congelado. 01- A história que você acabou de ler se passa: (C) em uma floresta.

Papagaio Congelado. 01- A história que você acabou de ler se passa: (C) em uma floresta. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 Papagaio Congelado Um

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 3 / 2017

Leia mais

É bom ser criança de vez em quando e nunca é melhor ser criança do que no Natal. Charles Dickens, em Um conto de Natal

É bom ser criança de vez em quando e nunca é melhor ser criança do que no Natal. Charles Dickens, em Um conto de Natal É bom ser criança de vez em quando e nunca é melhor ser criança do que no Natal. Charles Dickens, em Um conto de Natal Noite Feliz Maísa Zakzuk ilustrações de Aida Cassiano 3 a edição Texto Maísa Zakzuk

Leia mais

Ventinho PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS. Quando Ventinho chegou Levantou folha do chão E fez um redemoinho (1) Que veio na contramão.

Ventinho PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS. Quando Ventinho chegou Levantou folha do chão E fez um redemoinho (1) Que veio na contramão. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ================================================================= Ventinho Quando Ventinho chegou Levantou

Leia mais

a) Pelo resultado dos exames, os alunos da minha sala foram considerados brilhantes. b) O almoço do dia dos pais na casa de meu avô estava delicioso.

a) Pelo resultado dos exames, os alunos da minha sala foram considerados brilhantes. b) O almoço do dia dos pais na casa de meu avô estava delicioso. 5. A ANÁLISE DOS FATOS 1. Nos parágrafos a seguir há algumas falas de personagens que deveriam estar destacadas. Identifique essas falas e destaque-as com aspas. 2. Identifique os substantivos a que se

Leia mais

DATA: 30 / 11 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: VALOR: 10,0 CORAÇÃO ESPERTO

DATA: 30 / 11 / 2016 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: VALOR: 10,0 CORAÇÃO ESPERTO SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 30 / / 206 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 2.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome:

3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: 3 o ano Ensino Fundamental Data: / / Revisão de Língua Portuguesa Nome: Leia atentamente este texto e aprenda com a joaninha Filó como ficar de bem com a vida. DE BEM COM A VIDA Filó, a joaninha, acordou

Leia mais

Texto 1 Meia Palavra Não Basta

Texto 1 Meia Palavra Não Basta PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 3 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 Meia Palavra Não Basta

Leia mais

01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo com sua função. raiz caule folha flor fruto

01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo com sua função. raiz caule folha flor fruto PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ================================================================= 01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo

Leia mais

Pronome. 1- Serafina é a menina que escreveu o texto acima. Por que ela resolveu deixar seu diário guardado em uma gaveta?

Pronome. 1- Serafina é a menina que escreveu o texto acima. Por que ela resolveu deixar seu diário guardado em uma gaveta? Atividade de estudo de Português Pronome 5º ano Leia o texto abaixo. É setembro, lua cheia, o tempo está gostoso. Não está fazendo nem muito calor, nem muito frio. Diário, Já faz mais de um mês que eu

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS 7º ANO CARLA

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS 7º ANO CARLA LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS 7º ANO CARLA TEXTO 1. De onde vem a narradora e protagonista do texto? (0,4) 2. Para a autora o que apagava as lembranças de sua infância? (0,4) 3. Retire do texto dois

Leia mais

O Tigre à Beira do Rio

O Tigre à Beira do Rio O Tigre à Beira do Rio --Baixe-se Moba! Muito bem Didi, o menino birmanês subiu no elefante e fez carinho em sua cabeça. Didi treinara Moba desde bebê. Como era um elefante asiático, Moba não era tão grande

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: Língua Portuguesa / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano: 2º - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 14 / 6 / 2017

Leia mais

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de

Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de Às vezes me parece que gosto dele, mas isso não é sempre. Algumas coisas em meu irmão me irritam muito. Quando ele sai, por exemplo, faz questão de sair sozinho. E me chama de pirralho, o que me dá raiva.

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

OS AMIGOS E O URSO. 01- Qual o título da história? R.: 02- O que apareceu enquanto os dois amigos caminhavam? R.:

OS AMIGOS E O URSO. 01- Qual o título da história? R.: 02- O que apareceu enquanto os dois amigos caminhavam? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== OS AMIGOS E O URSO Esopo Recontada

Leia mais

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS

PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS PRÁTICA DE ENSINO: JOGOS INTERATIVOS Livro digital recontando a história A Bonequinha preta da autora Alaíde Lisboa de Oliveira, livro escrito no ano de 1930, porém só foi publicado no ano de 2004 BELO

Leia mais

Se você encontrasse um amigo em dificuldade, você o ajudaria? Leia o texto que narra a história de quatro animais que são verdadeiros amigos.

Se você encontrasse um amigo em dificuldade, você o ajudaria? Leia o texto que narra a história de quatro animais que são verdadeiros amigos. Nome: Ensino: F undamental 4 o ano urma: Língua Por ortuguesa T Data: 11/8/2009 Se você encontrasse um amigo em dificuldade, você o ajudaria? Leia o texto que narra a história de quatro animais que são

Leia mais

Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama,

Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama, CAPÍTULO UM Uma pequena mágica Não seria ótimo se você pudesse ir para a cama, aconchegar-se debaixo das suas cobertas, fechar os olhos e adormecer sem nenhuma agitação ou medo? Sem ouvir barulhos ou pensar

Leia mais

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo

Certa manhã, todos foram para a mata apanhar lenha e frutas silvrestres, mas os sete irmãos acabaram se perdendo O pequeno Polegar E ra uma vez um casal de lenhadores muito pobre, com sete filhos pequenos. O caçula era magro e fraco, mas também esperto e inteligente. Ele recebeu o apelido de Polegar por ser muito

Leia mais

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar...

Atividades de férias. As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... 4º ano Querido(a) educando(a), Atividades de férias As férias estão chegando, aproveite para descansar, brincar, divertir-se com sua família, passear, viajar... Mas para continuar progredindo e melhorar

Leia mais

AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE

AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE AS PERSONAGENS DO SÍTIO DO PICAPAU AMARELO NA CIDADE 4º ano F AUTORES: Enzo Lucas Maria Luiza Prates Mariana Rafaella Spera Vinicíus 4º ano F ILUSTRAÇÕES DA INTERNET EDITORA: CJSP Um dia como outro qualquer

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL

BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 5 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ====================================================================== Leia: Água Água da nuvem até o chão,

Leia mais

Caderno 1 Duração 50 minutos. Tolerância (20 minutos + 20 minutos)

Caderno 1 Duração 50 minutos. Tolerância (20 minutos + 20 minutos) Ministério da Educação e Ciência Ano letivo de 2012/2013 PROVA FINAL DO 1.º CICLO DO ENSINO BÁSICO (NÍVEL DE ESCOLA) Português/Prova 31/1.ª Chamada/2013 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Data: 2013

Leia mais

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA:

DATA: 02 / 12 / 2013 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 0 / / 03 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA 3.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara

UM DIA CHEIO. Língua Portuguesa. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos. Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara UM DIA CHEIO Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Maria Clara Gonçalves dos Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara Tudo começou quando eu queria pescar com meu avô. Ele tinha

Leia mais

A v a mæe

A v a mæe N@o mæe@: D@a@t@a@: A v a l@i@a@ç@ã@o @d@o 1.º @t r@i mæe s@t ræe@ L@í n@g@u@a@ P@o r@t@u@g@uæe s@a@ 2.º @a n@o I n f o r m@a@ç@ã@o : Desejos de Natal Furioso, Zeca saiu de casa. Tinha de espairecer. Apetecia-lhe

Leia mais

Um passinho outro passinho

Um passinho outro passinho Um passinho outro passinho Inácio tinha o mesmo nome do seu melhor amigo, o avô Nacho. Quando Inácio nasceu, o seu avô disse a toda a gente: O Inácio não irá a aprender a dizer avô antes dos três anos,

Leia mais

VOCABULÁRIO: Folgando: descansando, alegrando-se; excede: ultrapassa; arque: aguente; tropica: tropeça; maldizem: lamentam; refuga: rejeita.

VOCABULÁRIO: Folgando: descansando, alegrando-se; excede: ultrapassa; arque: aguente; tropica: tropeça; maldizem: lamentam; refuga: rejeita. PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 4 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 O CAVALO E O BURRO Monteiro

Leia mais

O criador de ilusões

O criador de ilusões O criador de ilusões De repente do escuro ficou claro, deu para ver as roupas brancas entre aventais e máscaras e foi preciso chorar, logo uma voz familiar misturada com um cheiro doce e agradável de

Leia mais

Capítulo I. Descendo pela toca do Coelho

Capítulo I. Descendo pela toca do Coelho Capítulo I Descendo pela toca do Coelho Alice estava começando a se cansar de ficar sentada ao lado da irmã à beira do lago, sem nada para fazer. Uma ou duas vezes ela tinha espiado no livro que a irmã

Leia mais

Texto 1 Cheios de Graça Conheças as incríveis habilidades dos pinguins

Texto 1 Cheios de Graça Conheças as incríveis habilidades dos pinguins PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== Texto 1 Cheios de Graça Conheças as

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS

LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS LÍNGUA PORTUGUESA 1. NOME: 2. DITADO DE UMA LISTA DE PALAVRAS A PROFESSORA DA 2ª SÉRIE ESCREVEU UMA LISTA DE MATERIAIS QUE OS ALUNOS PRECISAM LEVAR PARA A ESCOLA: 3. ESCRITA DE UM TRECHO DE UMA CANTIGA

Leia mais

Uma vida que floresce

Uma vida que floresce Uma vida que floresce Um gato, um sapato e um susto Feito por : Haylin Certo dia, ao voltar da escola,(quando eu ainda morava com a minha avó), fui correndo para o banheiro e tomei um banho bem gostoso.

Leia mais

1 von :36

1 von :36 1 von 22 24.05.2006 16:36 2 von 22 24.05.2006 16:36 Era uma vez, numa aldeia pequenina, uma menininha linda como uma flor; sua mãe gostava muito dela, e sua vovozinha ainda mais. 3 von 22 24.05.2006 16:36

Leia mais

Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - APILMS

Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - APILMS Curso Básico de LIBRAS Comunicando com as Mãos de Judy Esminger Associação dos Profissionais Tradutores / Intérpretes de Língua Brasileira de Sinais de Mato Grosso do Sul - Curso Básico de LIBRAS Ilustração:

Leia mais

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA S.I. DE CHAVILLE JUNHO 2009/ JUIN 2009 PROVA DE LÍNGUA PORTUGUESA EPREUVE DE LANGUE PORTUGAISE 6 ème- IDENTIFICAÇÃO (A preencher pelo aluno) Nome do aluno: Data de nascimento: Nacionalidade: Morada: Nome

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Exercícios de gramática do uso da língua portuguesa do Brasil Sugestão: estes exercícios devem ser feitos depois de estudar a Unidade 12 por

Leia mais

A Galinha que criava um ratinho

A Galinha que criava um ratinho SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / / 0 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE LÍNGUA PORTUGUESA.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A): VALOR:

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do Livro Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa-4º ano

COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do Livro Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa-4º ano COLÉGIO NOSSA SENHORA DE SION Troca do Livro Lições de Língua Portuguesa, História e Vivência Religiosa-4º ano 4º ano A e B quinta-feira Segunda-feira Curitiba, 5 de agosto de 2013. Leia os textos abaixo:

Leia mais

1º SIMULADO DE PORTUGUÊS 6º ANO CMBH/ 1º SEMESTRE

1º SIMULADO DE PORTUGUÊS 6º ANO CMBH/ 1º SEMESTRE CENPRO 1 1º SIMULADO DE PORTUGUÊS 6º ANO CMBH/ 1º SEMESTRE 1ª parte Leia atentamente o texto a seguir e depois responda aos itens de 01 a 20. O DIAMANTE Luís Fernando Veríssimo 05 10 15 20 25 30 35 40

Leia mais

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho

A menina Gotinha de Água. Papiniano Carlos. Fichas de leitura. Criação intelectual: Fátima Patronilho A menina Gotinha de Água Papiniano Carlos Fichas de leitura Criação intelectual: Fátima Patronilho Fichas de leitura Ficha 1 Lê até ao fim da página 9. Depois da leitura, responde às questões. 1. Qual

Leia mais

Aluno: Série: 2º turma: Turno:

Aluno: Série: 2º turma: Turno: Aluno: Série: 2º turma: Turno: 1 Série / turma: AV: Nota: 2º Aluno(a): Professor(a): Data: / / 2012 Disciplina: Língua Portuguesa / Matemática Ensino Fundamental 1 1. Leia o texto com atenção: Atividade

Leia mais

Sistema COC de Educação Unidade Portugal

Sistema COC de Educação Unidade Portugal Sistema COC de Educação Unidade Portugal Ribeirão Preto, de de 2009. Nome: 3 o ano (2 a série) AVALIAÇÃO DE CONTEÚDO DO GRUPO XI 4 o BIMESTRE Eixos temáticos Origens e descobertas Disciplina/Valor Português

Leia mais

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso.

Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção. eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora dizia isso. Bruno D. Vieira 8 Samuel jogou suas coisas em seu quarto e saiu correndo em direção ao consultório da psicóloga, a única coisa que passava em sua mente eram noticias ruins em relação a Sara, a voz da doutora

Leia mais

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de

''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de ''TU DUM, TU DUM, TU DUM'' este era o barulho do coração de uma mulher que estava prestes a ter um filho, o clima estava tenso, Médicos correndo de lá para cá sem descanso, até que um choro é ouvido, sim,

Leia mais

Leia o texto a seguir e depois marque com um X a opção correta para cada frase.

Leia o texto a seguir e depois marque com um X a opção correta para cada frase. Tipo de Item: Opción Múltiple Leia o texto a seguir e depois marque com um X a opção correta para cada frase. Texto adaptado. Luis Fernando Verissimo. O nariz e outras crônicas. São Paulo: Ática, 1994.

Leia mais

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA

PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA A menina PETRA NASCEU COMO TODAS AS CRIANÇAS. ERA UMA menina alegre e muito curiosa. O que a diferenciava das outras crianças é que desde muito pequenina ela passava horas na Floresta do Sol conversando

Leia mais

Pois olhe, Paulo, você não pode imaginar o que aconteceu com aquele coelho. Se você pensa que ele falava, está enganado. Nunca disse uma só palavra

Pois olhe, Paulo, você não pode imaginar o que aconteceu com aquele coelho. Se você pensa que ele falava, está enganado. Nunca disse uma só palavra Pois olhe, Paulo, você não pode imaginar o que aconteceu com aquele coelho. Se você pensa que ele falava, está enganado. Nunca disse uma só palavra na vida. Se pensa que era diferente dos outros coelhos,

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof.

Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof. Conto de fadas produzido coletivamente pelos alunos do 2º ano A, da EMEB Prof.ª Maria Aparecida Tomazini, sob orientação da prof.ª Karen Bulgareli, como produto final do projeto Contos de fadas, do programa

Leia mais

Muito além da amizade. Por. Stoff Vieira. Baseado em relatos reais

Muito além da amizade. Por. Stoff Vieira. Baseado em relatos reais Muito além da amizade Por Stoff Vieira Baseado em relatos reais (63) 9207-6131 (63) 8122-0608 CENA 1. INTERIOR.CASA DE.QUARTO.DIA Nando esta deitado, olhando para uma fotografia de um garoto, com fones

Leia mais

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE

PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE AVALIAÇÃO DE ATIVIDADES DE FIXAÇÃO DO CONTEÚDO DO GRUPO VII PORTUGUÊS 3 o BIMESTRE Leia o texto com atenção. De carro ou de trem? Camila e Jorge iam de São Paulo ao Rio de Janeiro, no fim de semana, visitar

Leia mais

a garota dos olhos vermelhos

a garota dos olhos vermelhos a garota dos olhos vermelhos Era uma vez! Uma garota chamada luna ela morava com seus pais rene e cary nos EUA estados unidos, mais os pais de luna brigavam muito e ela só tinha 10 anos e ficava muito

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

O Melhor presente de Natal

O Melhor presente de Natal O Melhor presente de Natal This ebook is distributed under Creative Common License 3.0 http://creativecommons.org/licenses/by-nc-nd/3.0/ You are free to copy, distribute and transmit this work under the

Leia mais

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha

O tempo passou. Branca de Neve cresceu e tornou-se uma jovem ainda mais bonita. Certo dia, ao perguntar sobre sua beleza ao espelho, a vaidosa rainha Branca de Neve E ra uma vez uma princesa, muito bela e de pele branquinha, chamada Branca de Neve. A mãe de Branca de Neve, uma bondosa rainha, havia morrido quando ela era ainda um bebê. Alguns anos depois,

Leia mais

Caderno 1. I. Compreensão do oral. Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período

Caderno 1. I. Compreensão do oral. Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período Ficha de Avaliação trimestral de Português 2.º Ano 2.º Período Nome: _ Data: / / Avaliação: Professor(a): Encarregado de educação: I. Compreensão do oral Caderno 1 1.1. Ir ao Jardim Zoológico Andar na

Leia mais

NOVIDADE O comboio Silvia Santirosi Chiara Carrer editora OQO

NOVIDADE O comboio Silvia Santirosi Chiara Carrer editora OQO NOVIDADE ISBN: 978-84-9871-331-2 TITULO: O comboio AUTOR: Silvia Santirosi // Chiara Carrer EDITORA: editora OQO COLECÇAO: Q LUGAR, DATA E Nº DE EDIÇÃO: Pontevedra, fevereiro 2012, 1ª PÁGINAS: 48 ENCADERNADO:

Leia mais

O Guilherme vai à escola

O Guilherme vai à escola Lingua Portuguesa: enfoque leitura, escrita com correcção ortográfica (lha, lhe, lhi, lho e lhu), interpretação de texto e auto-avaliação dos alunos. O Guilherme vai à escola O Guilherme, ao acordar, esfrega

Leia mais

morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR

morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR morf.1 25/1/16 10:00 Página 11 O LIVRO DO SENHOR Há muitas coisas que nós sabemos, e que são tão simples, tão evidentes, tão instintivas, que pensamos que toda a gente as sabe. Estas são aquelas coisas

Leia mais

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares

Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares Centro de Ensino Médio 02 do Gama Professor: Cirenio Soares TIPOS DE DISCURSO DISCURSO DIRETO = REPRODUÇÃO O próprio personagem fala. Paulo disse a ele: _ Venha cá. DISCURSO INDIRETO = TRADUÇÃO O autor

Leia mais

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira

Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 3.º classificado Mariana Teixeira Arte em movimento - 2.º classificado Daniel Merten Arte em movimento - 1.º classificado Leonor Dantas Pereira O Mundo da Fantasia - 3.º classificado:

Leia mais

Língua Por. ortuguesa. Os gnomos e o sapateiro

Língua Por. ortuguesa. Os gnomos e o sapateiro Nome: Ensino: F undamental 3 o ano urma: T Data: 10/8/2009 Língua Por ortuguesa Os gnomos e o sapateiro Era uma vez um sapateiro tão pobre, mas tão pobre que só lhe restava couro para um único par de de

Leia mais

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança.

Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. 1 Que estúpido, meu Deus! Que estúpido! Como pude não notar durante tanto tempo?! Quase dois anos e eu, sem a menor, a mínima desconfiança. Desconfiar Do que eu ia desconfiar?! Não. De nada nem de ninguém.

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa Nome: Ano: 2º Ano 1º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Códigos e Linguagens

Leia mais

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela

Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela Era uma vez uma princesa. Ela era a mais bela do reino. Era também meiga, inteligente e talentosa. Todos a admiravam. Todos queriam estar perto dela. Todos queriam fazê-la feliz, pois o seu sorriso iluminava

Leia mais

Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer

Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer Não te esqueças de mim, Pai Natal! Autor: Norbert Landa Ilustrador: Marlis Scharff-Kniemeyer No Inverno, não há no vale dos ursos nem cogumelos, nem amoras, nem o mel das abelhas. Em vez disso, só há neve,

Leia mais

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria

Rafa olhou para a bola que tinha levado. Ele ainda tinha uma bola novinha em folha em casa. Se desse esta ao Dani e a seus amigos, ele os faria Ame o seu Próximo Parabéns Rafa. Muitas felicidades, muitos anos de vida! Era o aniversário do Rafa, ele estava fazendo seis anos. Há tempos esperava ansioso por esse dia. Dani, seu melhor amigo, tinha

Leia mais

O Segredo Do Teu Beijo

O Segredo Do Teu Beijo O Segredo Do Teu Beijo Volume Único Thais Mendonça Copyright 2014 Thais Mendonça All rights reserved. ISBN-13: 978-1500980405 AGRADECIMENTOS Agradeço a Deus porque todos os momentos mesmo difíceis, não

Leia mais

TEATRO, COISA SÉRIA! Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar.

TEATRO, COISA SÉRIA! Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar. 1 UNEB - UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO - CAMPUS XII TEATRO, COISA SÉRIA! Ana Cláudia de Oliveira Freitas UNEB Palavras-Chaves: Arte/Educação, teatro, experiência escolar. Este

Leia mais

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL)

PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) PLANEJAMENTO (LIVRO INFANTIL) Professor (a): Paula Bartelli Francisquetti NOME DO LIVRO: A Colcha de Retalhos AUTOR: Conceil Corrêa da Silva e Nyl Ribeiro Silva COMPETÊNCIAS - Leitura, produção textual,

Leia mais

O soldadinho de chumbo

O soldadinho de chumbo O soldadinho de chumbo U m menino ganhou de presente de aniversário uma caixa de papelão com vinte e cinco soldadinhos de chumbo, todos iguaizinhos. Um deles era perneta, pois durante a fabricação havia

Leia mais

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa

Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Bloco de Recuperação Paralela DISCIPLINA: Língua Portuguesa Nome: Ano: 2º Ano 2º Etapa 2014 Colégio Nossa Senhora da Piedade Área do Conhecimento: Códigos e Linguagens

Leia mais

A lenda do homem. ignorante. Samara Caroline dos Santos Torres

A lenda do homem. ignorante. Samara Caroline dos Santos Torres A lenda do homem ignorante Samara Caroline dos Santos Torres Samara Caroline dos Santos Torres A lenda do homem ignorante Meu livro Escrevi este livro, por que no mundo ainda existe pessoas que tratam

Leia mais

Colégio Visconde de Porto Seguro

Colégio Visconde de Porto Seguro Colégio Visconde de Porto Seguro Unidade I 2011 Ensino Fundamental e Ensino Médio Sistema de Recuperação Nome do (a) Aluno (a): Atividade de Recuperação de Língua Portuguesa Nível: I F-2 Professor (a):

Leia mais

01- Qual era o nome completo de Monteiro Lobato? R.: 02- Onde e quando ele nasceu? R.:

01- Qual era o nome completo de Monteiro Lobato? R.: 02- Onde e quando ele nasceu? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - LÍNGUA PORTUGUESA - 2 ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ==================================================================== TEXTO 1 UM ESCRITOR E AS CRIANÇAS

Leia mais

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho

A conta-gotas. Ana Carolina Carvalho A conta-gotas Ana Carolina Carvalho Agradeço a Regina Gulla pela leitura atenta e pelas sugestões. Para minha mãe, pela presença. Para Marina, minha afilhada, que quis ler o livro desde o começo. 1 A

Leia mais

Atividades Avaliativas

Atividades Avaliativas Atividades Avaliativas Língua Portuguesa 5 o ano 2 o bimestre Nome: data: 1 Leia atentamente o texto e responda as questões a seguir. O LOBO CALUNIADO A floresta era o meu lugar. Eu morava lá e cuidava

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO LÍNGUA PORTUGUESA

CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO  LÍNGUA PORTUGUESA CENTRO EDUCACIONAL NOVO MUNDO www.cenm.com.br 3 o DESAFIO CENM - 2013 LÍNGUA PORTUGUESA Direção: ANO: 4 EF 1. Leia a história a seguir. A) O que deixa este texto engraçado é: (a) o fato do supermercado

Leia mais

CONTOS DA VOVÓZINHA. Deborah Zaniolli

CONTOS DA VOVÓZINHA. Deborah Zaniolli CONTOS DA VOVÓZINHA Deborah Zaniolli Contos da vovózinha Título da obra: CONTOS DA VOVÓZINHA Gênero literário da obra: Contos Copyright 2012 por Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados. Nenhuma parte

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Faz a leitura dramatizada, acompanhada de gestos que imitam as ações.

LÍNGUA PORTUGUESA. Faz a leitura dramatizada, acompanhada de gestos que imitam as ações. 3º ANO Nome : Data : / / LÍNGUA PORTUGUESA INFORMAÇÃO : RUBRICA : Faz a leitura dramatizada, acompanhada de gestos que imitam as ações. Os cadernos novos É uma coisa que me diverte muito, arranjar cadernos

Leia mais

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano -

ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - COLÉGIO ARNALDO 2014 ATIVIDADES DE RECUPERAÇÃO - 4º ano - PORTUGUÊS Aluno(a): Ano: Professora: Valor: 20 pontos Obteve: Conteúdo de Recuperação Identificar o sentido ou expressão em um texto. Localizar

Leia mais

O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano

O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano O melhor amigo Interpretação de Texto para 4º e 5º Ano O melhor amigo Interpretação de Textos para 4º e 5º Ano O melhor amigo A mãe estava na sala, costurando. O menino abriu a porta da rua, meio ressabiado,

Leia mais

Barueri, de de Nome: nº 3ºAno Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA 1ª POSTAGEM

Barueri, de de Nome: nº 3ºAno Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA 1ª POSTAGEM Barueri, de de 2009. Nome: nº 3ºAno Disciplina: LÍNGUA PORTUGUESA 1ª POSTAGEM ATIVIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA - 3º S ANOS A e B Querido aluno, Neste momento de expectativa de volta as aulas pedimos a você,

Leia mais

Língua Portuguesa UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos

Língua Portuguesa UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS. 6º Ano do Ensino Fundamental II. Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos UMA HISTÓRIA COMO AS OUTRAS Língua Portuguesa 6º Ano do Ensino Fundamental II Nome: Beatriz Fátima da Silva Santos Professora: Maristela Mendes de Sousa Lara 2015 Era uma vez um menino chamado Pedro. Ele

Leia mais

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA

CENTRO EDUCACIONAL SIGMA 5ºAno 1.5 LÍNGUA PORTUGUESA 1º período 5 de abril de 2016 Cuide da organização da sua prova. Escreva de forma legível. Fique atento à ortografia e elabore respostas claras. Tudo isso será considerado na

Leia mais

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05 Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/2012 16:19:05 Minha_Vida_Agora.indd 8 11/06/2012 16:19:06 1 Meu nome é Elizabeth, mas ninguém nunca me chamou assim. Meu pai deu uma olhada em mim quando nasci e

Leia mais

A primavera voltou. LÍNGUA PORTUGUESA. Compreensão da leitura

A primavera voltou. LÍNGUA PORTUGUESA. Compreensão da leitura 2º ANO Nome : Data : / / LÍNGUA PORTUGUESA INFORMAÇÃO : RUBRICA : Lê o texto com atenção. Copia-o para o teu caderno. A primavera voltou Venham ver! Venham ver durante a noite as coisas que aconteceram!

Leia mais

Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9

Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9 Português Compreensão de texto 2 o ano Unidade 9 Unidade 9 Compreensão de texto Nome: Data: Leia o conto de fadas a seguir para responder às questões de 1 a 15. Rapunzel Era uma vez um lenhador e sua mulher.

Leia mais

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento.

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. COERÊNCIA Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. Subi a porta e fechei a escada. Tirei minhas orações e recitei meus sapatos.

Leia mais

Pentecostes Atos

Pentecostes Atos Pentecostes Atos 2 1-47 Introdução: Jesus, durante a sua vida, foi seguido pelos apóstolos e por tantas outras pessoas. Maria, sua mãe, desde o início estava sempre com ele e nunca o abandonou. Quando

Leia mais

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011.

Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Quando temos pessoas especiais temos também momentos especiais. E essas pessoas especiais foram ótimas para mim nesse ano de 2011. Pessoas que marcaram minha vida de modo SIMPLES ou de modo ESPETACULAR.

Leia mais

AVALIAÇÃO 2º ANO LEIA A POESIA COM ATENÇÃO:

AVALIAÇÃO 2º ANO LEIA A POESIA COM ATENÇÃO: ESCOLA: NOME: DATA: / / 2º ANO: AVALIAÇÃO 2º ANO O SAPO SALTADOR LÁ NO CANTO DO JARDIM MORA UM SAPO SALTADOR QUE SE REFRESCA NA ÁGUA PARA ESPANTAR O CALOR LEIA A POESIA COM ATENÇÃO: ESPERA CONTENTE E FACEIRO

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO

LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO LÍNGUA PORTUGUESA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª DINANCI SILVA PROF. MÁRIO PAIXÃO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

Paula Rego, "As Criadas", O que vês no quadro da pintora portuguesa Paula Rego? Em que divisão da casa se passa esta cena? BLOCO DE ATIVIDADES

Paula Rego, As Criadas, O que vês no quadro da pintora portuguesa Paula Rego? Em que divisão da casa se passa esta cena? BLOCO DE ATIVIDADES UNIDADE: A CASA / PORTUGAL SITUAÇÃO DE USO Localização e descrição uma casa MARCADORES Habitação; Rotinas; Comportamento EXPETATIVAS DE APRENDIZAGEM - Utilizar léxico adequado; - Conjugar os verbos ser,

Leia mais