SESSÃO PLENÁRIA Nº 1960 (ORDINÁRIA) DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SESSÃO PLENÁRIA Nº 1960 (ORDINÁRIA) DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012"

Transcrição

1 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1960 (ORDINÁRIA) DE 13 DE DEZEMBRO DE 2012 IV. Discussão e aprovação da ata da sessão plenária nº 1957 (ordinária) de 08 de novembro de PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto:Discussão e Aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1957 CAPUT:REGIMENTO - art inciso IV Proposta:1-Aprovar Origem: CONSIDERANDOS: VOTO: Aprovar a Ata da Sessão Plenária nº 1957 (Ordinária) de 08 de novembro de VII. Ordem do Dia. Item 1. Julgamento dos processos constantes da Pauta. Item 1.1 Processos de Ordem A PAUTA Nº: 2 PROCESSO:A Assunto:Requer Certidão de Acervo Técnico - CAT CAPUT:RES 1.025/09 - art. 51 Proposta:2-Indeferir Origem: CEEE Interessado: Diego Alex Sandro Gaspar Silvio Coelho CONSIDERANDOS: tratar-se do requerimento de certidão de acervo técnico CAT solicitada pelo Técnico em Eletrotécnica Diego Alex Sandro Gaspar, referente à responsabilidade principal pelas atividades técnicas e serviços relacionados nas seguintes ARTs: 1) ART nº : execução de instalação (cód. 24), e execução de obra (cód. 25), serviços de: execução de poste de transformação com Trafo de 300 kva a óleo, alimentador dos quadros de distribuição"; 2) ART nº : Atividades técnicas: execução de obra (cód. 25), e serviços executados: execução de poste de transformação com Trafo de 300 kva a óleo em poste circular de 11 mts 1000 dan, alimentador dos quadros de distribuição, montagem de quadros elétricos, colocação de

2 peças como interruptos, tomadas, colocação de luminárias como spot, sendo o resumo do contrato: refletores, tubulação de laje, parede, subterrânea e caixas de passagem de alvenaria com tampa de concreto armado. Instalação de sistema de proteção contra descargas atmosféricas ; considerando que o profissional possui atribuições do artigo 2º da Lei 5524/68, do artigo 4º do Decreto Federal /85 e do Decreto Federal 4560/02, circunscritas ao âmbito de sua formação; considerando que a CEEE decidiu não referendar as CATs solicitadas; considerando que a Lei nº 5.524/68 estabelece para o técnico industrial de nível médio, em seu artigo 2º, entre outros: a atividade profissional do Técnico industrial de nível médio, efetiva-se no seguinte campo de realizações: V responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos compatíveis com a respectiva formação profissional ; considerando que o Decreto nº /85, que regulamenta a Lei nº 5.524/68 e que dispõe sobre o exercício da profissão de técnico industrial de nível médio ou de 2º grau estabelece em seu artigo 4º que as atribuições desses técnicos consistem, entre outros em: V responsabilizar-se pela elaboração e execução de projetos compatíveis com a respectiva formação profissional e que também nesse artigo encontra-se o parágrafo 2º que diz: os técnicos em eletrotécnica poderão projetar e dirigir instalações elétricas com demanda de energia de até 800 kva, bem como exercer a atividade de desenhista de sua especialidade ; considerando a Resolução nº 278/83 que dispõe em seu Art. 2º É assegurado o exercício da profissão de Técnico Industrial e de Técnico Agrícola de 2º Grau ou Nível Médio: 4º Os Técnicos em Eletrotécnica poderão conduzir a execução de instalações elétricas em baixa tensão, com frequência de 50 ou 60 hertz, para edificações residenciais ou comerciais, nos limites de sua formação profissional, bem como exercer atividade de desenhista de sua especialidade ; considerando que o Atestado de Capacidade Técnica informa que o serviço executado foi a instalação de poste com transformados de 300 kva com taps de 10,2 a 13,8 kv na AT e 220/127 na BT; VOTO: Pelo indeferimento do recurso apresentado, prosseguindo com as providências estabelecidas no parecer do Conselheiro Relator da CEEE, a saber: não referendar as CATs solicitadas e nos termos do art. 25, item II e do art. 26, 3º da Resolução nº 1.025/09, considerar nulas as ARTs e Após o trânsito em julgado da anulação das referidas ARTs, solicitar da UGI de origem as seguintes providências: 1. Comunicação à empresa Transporte Urbano Araçatuba e Companhia Paulista de Força e Luz CPFL, da nulidade das ARTs mencionadas no item anterior, bem como o motivo do ato; 2. Comunicação à empresa Irmãos Gaspar Construções Elétricas e Civis Ltda.-ME, da nulidade das ARTs mencionadas no item anterior, bem como o motivo do ato; 3. Informar ao profissional que o mesmo poderá ser autuado por exercício ilegal da profissão exorbitância de atribuição, infração à alínea b do art. 6º da Lei nº 5.194/66 e por ausência de ART, visto a mesma ter sido considerada nula, conforme consta do presente relato ao art. 1º da Lei 6.496/77.

3 Item 1.2 Processos de Ordem C SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL PAUTA Nº: 3 PROCESSO:C Interessado: Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino - UNIFAE Assunto:Registro para fins de representação no plenário do Crea-SP CAPUT:RES 1.018/06 - art. 6º - único Proposta:1-Aprovar Origem: CEEMM CEEE CEEQ CONSIDERANDOS: que o processo trata da solicitação de registro da instituição de ensino denominada Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino - UNIFAE para fins de representação no plenário do Crea-SP; considerando que o Departamento de Relações Institucionais, após análise da documentação anexada aos autos, concluiu que a IE atende aos requisitos para requerimento de registro no Crea-SP; considerando que o processo foi apreciado pelas Câmaras Especializadas das modalidades correspondentes às áreas de formação profissional dos cursos ministrados (CEEMM,CEEE e CEEQ) e que as mesmas decidiram aprovar o registro do Centro Universitário das Faculdades Associadas de Ensino - UNIFAE neste Regional; considerando que o requerimento de registro deve ser apreciado pelo Plenário do Crea, de acordo com o art. 6º, parágrafo único da Resolução nº 1.018/06 do Confea, VOTO: aprovar o registro requerido pela interessada para fins de representação no Plenário do Crea-SP, uma vez que atendeu ao disposto na Resolução nº 1.018/06 do Confea. PAUTA Nº: 4 PROCESSO:C Interessado: Associação Brasileira de Engenheiros Civis ABENC ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHEIROS CIVIS ABENC, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE

4 ENGENHEIROS CIVIS ABENC, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 5 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Mogi Mirim ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE MOGI MIRIM, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Mogi Mirim antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DE MOGI MIRIM, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 6 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Geologia da Região do Pontal do Paranapanema

5 ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA, AGRONOMIA E GEOLOGIA DA REGIÃO DO PONTAL DO PARANAPANEMA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA, AGRONOMIA E GEOLOGIA DA REGIÃO DO PONTAL DO PARANAPANEMA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 7 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenharia, Arquitetura, Agronomia e Geologia de Rio Claro ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA, AGRONOMIA E GEOLOGIA DE RIO CLARO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHARIA, ARQUITETURA, AGRONOMIA E GEOLOGIA DE RIO CLARO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios,

6 procedimentos e forma de PAUTA Nº: 8 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros e Arquitetos de Campinas ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE CAMPINAS, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipal emitida pela Prefeitura de Campinas antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE CAMPINAS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 9 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros e Arquitetos de Santa Bárbara D'Oeste

7 ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SANTA BÁRBARA D'OESTE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SANTA BÁRBARA D'OESTE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 10 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros e Técnicos de Moji Mirim - AETMM ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E TÉCNICOS DE MOJI MIRIM - AETMM, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União, Certidão Negativa de Débitos Municipais e Certidão Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E TÉCNICOS DE MOJI MIRIM - AETMM, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida

8 PAUTA Nº: 11 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Arquitetos, Engenheiros e Técnicos de Cotia - AETEC ASSOCIAÇÃO DOS ARQUITETOS, ENGENHEIROS E TÉCNICOS DE COTIA - AETEC, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ARQUITETOS, ENGENHEIROS E TÉCNICOS DE COTIA - AETEC, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 12 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Presidente Prudente ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE PRESIDENTE PRUDENTE, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União e Certidão Negativa de Débitos

9 Trabalhistas - CNDT, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE PRESIDENTE PRUDENTE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 13 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros da Região de Jales ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DA REGIÃO DE JALES, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DA REGIÃO DE JALES, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 14 PROCESSO:C Assunto:Comvênio Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região de Mogi Guaçu

10 ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DA REGIÃO DE MOGI GUAÇU, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DA REGIÃO DE MOGI GUAÇU, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 15 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Birigui ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE BIRIGUI, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União, Certidão Negativa de Débitos Municipais e Certidão Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE BIRIGUI, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino

11 e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos PAUTA Nº: 16 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Itatiba ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE ITATIBA, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de São Paulo; Recibo de entrega da RAIS; GFIP; e Recibo do CAGED, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE ITATIBA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 17 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Penápolis

12 ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PENÁPOLIS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PENÁPOLIS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 18 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Promissão - ASSENAP ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PROMISSÃO-ASSENAP, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PROMISSÃO-ASSENAP, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida

13 PAUTA Nº: 19 PROCESSO:C Interessado: Sindicato dos Geólogos no Estado de São Paulo - SIGESP do artigo 1º da Resolução nº1.032/11, do Confea, o plano de trabalho apresentado pelo SINDICATO DOS GEÓLOGOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - SIGESP, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de São Paulo, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pelo SINDICATO DOS GEÓLOGOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - SIGESP, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 20 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sumaré ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SUMARÉ, com a ressalva de apresentação do Certificado de Regularidade do FGTS - CRF antes da celebração do convênio, sem prejuízo das

14 análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SUMARÉ, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 21 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros Ferroviários no Estado de São Paulo - ASSEF ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS FERROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - ASSEF, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS FERROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO - ASSEF, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 22 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região Bragantina

15 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO BRAGANTINA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO BRAGANTINA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 23 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Ourinhos ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE OURINHOS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE OURINHOS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios,

16 procedimentos e forma de PAUTA Nº: 24 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Votuporanga ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE VOTUPORANGA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE VOTUPORANGA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 25 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Atibaia e Região

17 ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE ATIBAIA E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE ATIBAIA E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 26 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Presidente Epitácio ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE PRESIDENTE EPITÁCIO, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União e Certidão Negativa de Débito Municipal emitida pela Prefeitura de Presidente Epitácio antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE PRESIDENTE EPITÁCIO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de

18 PAUTA Nº: 27 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de São José do Rio Preto ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 28 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos Municipais de São Paulo - SEAM ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS MUNICIPAIS DE SÃO PAULO - SEAM, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião

19 Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS MUNICIPAIS DE SÃO PAULO - SEAM, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 29 PROCESSO:C Interessado: Associação Guaratinguetaense de Engenheiros e Arquitetos ASSOCIAÇÃO GUARATINGUETAENSE DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO GUARATINGUETAENSE DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 30 PROCESSO:C Interessado: Associação Paulista de Engenheiros de Segurança do Trabalho - APAEST

20 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO - APAEST, com a ressalva de apresentação da Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE ENGENHEIROS DE SEGURANÇA DO TRABALHO - APAEST, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 31 PROCESSO:C Interessado: Associação Regional dos Engenheiros do Sudoeste Paulista de Itapeva ASSOCIAÇÃO REGIONAL DOS ENGENHEIROS DO SUDOESTE PAULISTA DE ITAPEVA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO REGIONAL DOS ENGENHEIROS DO SUDOESTE PAULISTA DE ITAPEVA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios,

21 procedimentos e forma de PAUTA Nº: 32 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros da Região de Itapetininga ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DA REGIÃO DE ITAPETININGA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS DA REGIÃO DE ITAPETININGA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 33 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Fernandópolis ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE FERNANDÓPOLIS, sem prejuízo

22 das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE FERNANDÓPOLIS, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 34 PROCESSO:C Interessado: Associação Regional de Engenheiros de Tatuí ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE ENGENHEIROS DE TATUÍ, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Tatuí antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO REGIONAL DE ENGENHEIROS DE TATUÍ, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados.

23 PAUTA Nº: 35 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Arquitetos, Engenheiros e Agrônomos de Artur Nogueira ASSOCIAÇÃO DOS ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AGRÔNOMOS DE ARTUR NOGUEIRA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ARQUITETOS, ENGENHEIROS E AGRÔNOMOS DE ARTUR NOGUEIRA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 36 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Olímpia ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE OLÍMPIA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de

24 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE OLÍMPIA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 37 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Taubaté ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE TAUBATÉ, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE TAUBATÉ, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 38 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Piracicaba CAPUT:RES 1.032/11 - art único - REGIMENTO - art. 9º - inciso XXVII

25 ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PIRACICABA, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Piracicaba antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PIRACICABA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 39 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Vale do Ribeira ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DO VALE DO RIBEIRA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DO VALE DO RIBEIRA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida

26 PAUTA Nº: 40 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros Agrônomos do Estado de São Paulo - AEASP ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DO ESTADO DE SÃO PAULO - AEASP, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DO ESTADO DE SÃO PAULO - AEASP, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 41 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ribeirão Pires ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE RIBEIRÃO PIRES, com a ressalva de apresentação da Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas

27 pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE RIBEIRÃO PIRES, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 42 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos De Itu ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE ITU, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE ITU, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 43 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Osvaldo Cruz e Região

28 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE OSVALDO CRUZ E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE OSVALDO CRUZ E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de PAUTA Nº: 44 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Andradina e Região ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE ANDRADINA E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE ANDRADINA E REGIÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios,

29 procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados PAUTA Nº: 45 PROCESSO:C Interessado: Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia de São Paulo - IBAPE do artigo 1º da Resolução nº1.032/11, do Confea, o plano de trabalho apresentado pelo INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA DE SÃO PAULO - IBAPE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pelo INSTITUTO BRASILEIRO DE AVALIAÇÕES E PERÍCIAS DE ENGENHARIA DE SÃO PAULO - IBAPE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 46 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Caraguatatuba

30 ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE CARAGUATATUBA, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União, Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas e Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Caraguatatuba, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE CARAGUATATUBA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 47 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros, Arquitetos e Engenheiros Agrônomos da Região De Bebedouro ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE BEBEDOURO, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Bebedouro antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS, ARQUITETOS E ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DA REGIÃO DE BEBEDOURO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de

31 PAUTA Nº: 48 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros e Arquitetos de Praia Grande ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PRAIA GRANDE, com a ressalva de apresentação dos seguintes documentos: Certidão Conjunta Negativa ou Positiva de Débitos Relativos aos Tributos Federais e à Divida Ativa da União, Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Praia Grande e Declaração CAGED, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE PRAIA GRANDE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 49 PROCESSO:C Interessado: Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos de Salto

32 ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE SALTO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DE ENGENHEIROS, ARQUITETOS E AGRÔNOMOS DE SALTO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 50 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Cubatão ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE CUBATÃO, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Cubatão antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE CUBATÃO, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida

33 PAUTA Nº: 51 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Limeira ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE LIMEIRA, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Limeira antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE LIMEIRA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida pelos CREAS e o aperfeiçoamento dos profissionais, conforme critérios, procedimentos e forma de prestação de contas dos recursos repassados. PAUTA Nº: 52 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de São Vicente ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SÃO VICENTE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012,

34 VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SÃO VICENTE, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 53 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Sorocaba ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SOROCABA, com a ressalva de apresentação da Certidão Negativa de Débitos Municipais emitida pela Prefeitura de Sorocaba e Certidão Negativa de Débitos Relativos às Contribuições Previdenciárias e às de Terceiros, antes da celebração do convênio, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, conforme consta na Ata de sua 4ª Reunião Ordinária de 2012, VOTO: homologar o Plano de Trabalho apresentado pela ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS E ARQUITETOS DE SOROCABA, sem prejuízo das análises jurídicas pertinentes, nos termos da Resolução nº 1032/2011 com alteração nos artigos 16, 17 e 24, e inclusão do artigo 24-A pela Resolução nº 1038/2012, ambas do CONFEA, com o objetivo de celebrar convênios com as instituições de ensino e entidades de classes para o aprimoramento da fiscalização desenvolvida PAUTA Nº: 54 PROCESSO:C Interessado: Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ubatuba CAPUT:RES 1.032/11 - art único - REGIMENTO - art. 9º - inciso XXVII

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C 1 PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1944 DE 15 DE DEZEMBRO DE 2011 (ORDINÁRIA) DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE C N DE RELATOR PROPOSTA 54 C-0381/07 Crea-SP Termo de Cooperação

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1963 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MARÇO DE 2013

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1963 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MARÇO DE 2013 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1963 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MARÇO DE 2013 III. Aprovação da complementação da composição das Câmaras Especializadas em face das posses ocorridas no período de 25 de janeiro de 2013 a 15

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1996 (ORDINÁRIA) DE 23 DE ABRIL DE 2015

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1996 (ORDINÁRIA) DE 23 DE ABRIL DE 2015 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1996 (ORDINÁRIA) DE 23 DE ABRIL DE 2015 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1995 (ORDINÁRIA). PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto: Discussão e

Leia mais

NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011.

NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. Fl. 1 de 5 CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA ARQUITETURA E AGRONOMIA DO RIO GRANDE DO SUL NORMA DE FISCALIZAÇÃO DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Nº 002, DE 26 DE AGOSTO DE 2011. Dispõe sobre

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1970 (ORDINÁRIA) DE 17 DE OUTUBRO DE 2013

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1970 (ORDINÁRIA) DE 17 DE OUTUBRO DE 2013 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1970 (ORDINÁRIA) DE 17 DE OUTUBRO DE 2013 III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1969 (Ordinária) de 19 de setembro de 2013. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO - CREA-SP INSTRUÇÃO Nº 2560 Dispõe sobre procedimentos para a interrupção de registro profissional. O PRESIDENTE DO CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 34,

Leia mais

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 644, DE 14/06/2011, 18:00 HORAS

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 644, DE 14/06/2011, 18:00 HORAS 1. VERIFICAÇÃO DE QUORUM 1.1. JUSTIFICATIVA 1.2. TITUTALIRIDADE 2. EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL 3. DISCUSSÃO E APROVAÇÃO DA ATA DA SESSÃO PLENÁRIA ANTERIOR 3.1. ATA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 643, DE

Leia mais

15ª. Região Ano 2014. Resíduo em Dez/2014 1.159 1.310 1.944 2.259 1.901 2.399 965 1.923 813 2.265 297 270 798 890 1.370 1.435 1.202 1.261 1.375 1.

15ª. Região Ano 2014. Resíduo em Dez/2014 1.159 1.310 1.944 2.259 1.901 2.399 965 1.923 813 2.265 297 270 798 890 1.370 1.435 1.202 1.261 1.375 1. 1ª de Adamantina 1ª de Americana 2ª de Americana Américo Brasiliense - Posto Avançado 1ª de Amparo 1ª de Andradina 1ª de Aparecida 1ª de Araçatuba 2ª de Araçatuba 3ª de Araçatuba 1ª de Araraquara 2ª de

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1984 (ORDINÁRIA) DE 18 DE SETEMBRO DE 2014

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1984 (ORDINÁRIA) DE 18 DE SETEMBRO DE 2014 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1984 (ORDINÁRIA) DE 18 DE SETEMBRO DE 2014 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1983 (Ordinária) de 28 de agosto de 2014. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1978 (ORDINÁRIA) DE 29 DE MAIO DE 2014

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1978 (ORDINÁRIA) DE 29 DE MAIO DE 2014 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1978 (ORDINÁRIA) DE 29 DE MAIO DE 2014 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1977 (Ordinária), de 17 de abril de 2014. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1995 (ORDINÁRIA) DE 19 DE MARÇO DE 2015

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1995 (ORDINÁRIA) DE 19 DE MARÇO DE 2015 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1995 (ORDINÁRIA) DE 19 DE MARÇO DE 2015 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1994 (ORDINÁRIA). PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto: Discussão e

Leia mais

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C 1 PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1935 DE 19 DE MAIO DE 2011 (ORDINÁRIA) DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE C PROCESSO/ INTERESSADO 64 C-0995/09 Crea-SP Termo de Cooperação (Estudos

Leia mais

SÚMULA DA 85ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

SÚMULA DA 85ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO Data: 19 de maio de 2015 Local: Sala de GT s - Edifício "Santo Antônio de Sant'Anna Galvão" Av. Rebouças, 1028 2º andar Jardim Paulista São Paulo / SP Coordenação: Eng. Indl. Mec. e Seg. Trab. Elio Lopes

Leia mais

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia

Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos. Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia Responsabilidade Técnica na Pesquisa com Agrotóxicos Eng. Agr. Gilberto Guarido Coordenador da Câmara Especializada de Agronomia CONFEA CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA CREA CONSELHO REGIONAL

Leia mais

Guia da internet 2013

Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 1 2 Guia da internet 2013 Guia da internet 2013 3 Região Metropolitana de São Paulo Cajamar Santana de Parnaíba Carapicuíba Presidente Prudente Embu Teodoro

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE AGRIMENSURA. Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE VISTAS I. I - PROCESSOS QUE RETORNAM À CÂMARA APÓS "VISTA" CONCEDIDA 2 UGI PRESIDENTE PRUDENTE Nº de Ordem 1 Processo/Interessado PR-661/2012 Relator JOÃO BATISTA PEREIRA ANTONIO MOACIR

Leia mais

SISTEMAS PROFISSIONAIS

SISTEMAS PROFISSIONAIS SISTEMAS PROFISSIONAIS Prof. Dr. Eng. Mec. Amarildo Tabone Paschoalini Docente Departamento de Engenharia Mecânica UNESP Ilha Solteira Coordenador da Câmara Especializada de Eng. Mecânica e Metalúrgica

Leia mais

CENTRO DE SERVIÇOS DE LOGÍSTICA SÃO PAULO (SP) CREDENCIAMENTO CSL SÃO PAULO (SP) N.º 2011/00262 (7421) SL

CENTRO DE SERVIÇOS DE LOGÍSTICA SÃO PAULO (SP) CREDENCIAMENTO CSL SÃO PAULO (SP) N.º 2011/00262 (7421) SL CENTRO DE SERVIÇOS DE LOGÍSTICA SÃO PAULO (SP) CREDENCIAMENTO CSL SÃO PAULO (SP) N.º 2011/00262 (7421) SL OBJETO: Credenciamento de pessoa jurídica, inclusive empresa individual devidamente registrada

Leia mais

ANEXO I - Edital 001/2013 VAGAS PREVISTAS PARA NÍVEL SUPERIOR

ANEXO I - Edital 001/2013 VAGAS PREVISTAS PARA NÍVEL SUPERIOR ANEXO I - Edital 001/2013 VAGAS PREVISTAS PARA NÍVEL SUPERIOR NÍVEL MUNICÍPIO ÁREA DO CURSO PARA ESTUDANTES CURSANDO DO 1º AO PENÚLTIMO SEMESTRE DO CURSO SOMENTE PARA ESTUDANTES CURSANDO OS 2 ÚLTIMOS ANOS

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1954 (ORDINÁRIA) DE 23 DE AGOSTO DE 2012

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1954 (ORDINÁRIA) DE 23 DE AGOSTO DE 2012 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1954 (ORDINÁRIA) DE 23 DE AGOSTO DE 2012 III. Discussão e aprovação da ata da sessão plenária nº 1953 (ordinária) de 19 de julho de 2012. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Assunto: Discussão e Aprovação

Leia mais

SÚMULA DA 374ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE GEOLOGIA E ENGENHARIA DE MINAS

SÚMULA DA 374ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE GEOLOGIA E ENGENHARIA DE MINAS Data: 26 de novembro de 2012 Local: Auditório Rebouças - Edifício "Santo Antônio de Sant'Anna Galvão" Av. Rebouças, 1028 2º andar Jardim Paulista São Paulo / SP Coordenação: Geólogo Fábio Augusto Gomes

Leia mais

SÚMULA DA 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO

SÚMULA DA 69ª REUNIÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO Data: 17 de dezembro de 2013 Local: Sala de GT s - Edifício "Santo Antônio de Sant'Anna Galvão" Av. Rebouças, 1028 2º andar Jardim Paulista São Paulo / SP Coordenação: Eng. civil, eng. oper. mec. máq.

Leia mais

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 656, DE 11/06/2012, 18:00 HORAS

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 656, DE 11/06/2012, 18:00 HORAS 1. VERIFICAÇÃO DE QUORUM 1.1. JUSTIFICATIVA 1.2. TITULARIDADE 2. EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL 3. DISCUSSÃO E APROVAÇÃO DA ATA DA SESSÃO PLENÁRIA ANTERIOR 4. LEITURA DE EXTRATO DE CORRESPONDÊNCIAS RECEBIDAS

Leia mais

REFORMAS ESTATUTÁRIAS

REFORMAS ESTATUTÁRIAS REFORMAS ESTATUTÁRIAS Dar nova redação a aliena k do artigo 2º k) elaborar e imprimir em gráfica própria ou de terceiros, jornais, revistas e periódicos de interesse da categoria e do público em geral,

Leia mais

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA.

CENTRAIS ELÉTRICAS DE RONDÔNIA S/A COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO. Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. Processo: CONVITE N.º 007/2008 Assunto: JULGAMENTO RECURSO ADMINISTRATIVO Recorrente: SELL COMÉRCIO SERVIÇOS E CONSTRUÇÕES LTDA. A Comissão Permanente de Licitação - CPL da Centrais Elétricas de Rondônia

Leia mais

INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL

INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL INGRESSO DE PROFISSIONAIS ESTRANGEIROS NO BRASIL REGISTRO PROFISSIONAL E ACERVO TÉCNICO A EXPERIÊNCIA DO CREA-PR Eng. Civ. Joel Krüger Presidente CREA-PR Sistema CONFEA/CREAs 977.750 Profissionais 306

Leia mais

» o seu histórico escolar possui conteúdo curricular em conformidade com a "Portaria Reconhecida nº 550" do MEC;

» o seu histórico escolar possui conteúdo curricular em conformidade com a Portaria Reconhecida nº 550 do MEC; 11. n.; 2-3 Arq. Um. ~mizu Assistente TOOiicô GEAT!SUPTEC Reg. 3998 CREA-s? 5061452fi73 POIfaria SUPTEC NO I SERViÇO PÚBLICO FEDERAL Processo no: PR 972/08 Interessado: EDNAlDO VICENTE GONZAGA Histórico:

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1997 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MAIO DE 2015

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1997 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MAIO DE 2015 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1997 (ORDINÁRIA) DE 21 DE MAIO DE 2015 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1996 (ORDINÁRIA). PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto: Discussão e

Leia mais

RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições

RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições RESOLUÇÃO Confea 313 - Atribuições Dispõe sobre o exercício profissional dos Tecnólogos das áreas submetidas à regulamentação e fiscalização instituídas pela Lei nº 5.194, de 24 DEZ 1966, e dá outras providências.

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1968 (ORDINÁRIA) DE 22 DE AGOSTO DE 2013 PAUTA COMPLEMENTAR

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1968 (ORDINÁRIA) DE 22 DE AGOSTO DE 2013 PAUTA COMPLEMENTAR SESSÃO PLENÁRIA Nº 1968 (ORDINÁRIA) DE 22 DE AGOSTO DE 2013 PAUTA COMPLEMENTAR VII. Ordem do Dia. Item 1. Julgamento dos Processos constantes da Pauta. Item 1.3 Processos de ordem C PAUTA Nº: 82 PROCESSO:

Leia mais

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17

http://www.fonoaudiologia.org.br//servlet/consultalegislacao?acao=pi&leiid=17 Page 1 of 7 Número: 339 Ano: 2006 Ementa: Dispõe sobre o registro de Pessoas Jurídicas nos Conselhos de Fonoaudiologia e dá outras providências. Cidade: - UF: Conteúdo: Brasilia-DF, 25 de Fevereiro de

Leia mais

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital.

Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Senhor Licitante, Informamos que os documentos exigidos no Termo de Referência deverão ser apresentados, visto que o mesmo é parte integrante do Edital. Atenciosamente, Vera Lucia M. de Araujo Pregoeira

Leia mais

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás

MUNICÍPIO DE MORRINHOS Estado de Goiás JANE APARECIDA FERREIRA =Responsável pelo placard= LEI Nº 2.689, DE 22 DE NOVEMBRO DE 2010. CERTIDÃO Certifico e dou fé que esta Lei foi publicada no placard do Município no dia- Autoriza a doação de lote

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP. Deliberação CRT/SP nº 068/2010

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA, ARQUITETURA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP. Deliberação CRT/SP nº 068/2010 Deliberação CRT/SP nº 068/2010 Comissão Permanente de Renovação do Terço Processo: C-81/2010 Assunto: Composição do Plenário do para o exercício de 2011 Interessado: A COMISSÃO DE RENOVAÇÃO DO TERÇO CRT,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO

RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO RESOLUÇÃO Nº. 525/2008 TCE PLENO 1. Processo nº: 03755/2007 2. Classe de Assunto: Procedimento Licitatório Dispensa 3. Origem: Secretaria da Saúde SESAU 4. Responsável: Eugênio Pacceli de Freitas Coelho

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1971 (ORDINÁRIA) DE 21 DE NOVEMBRO DE 2013

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1971 (ORDINÁRIA) DE 21 DE NOVEMBRO DE 2013 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1971 (ORDINÁRIA) DE 21 DE NOVEMBRO DE 2013 III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1970 (Ordinária) de 17 de outubro de 2013. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: 0/1980 Interessado:

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1.007, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2003.

RESOLUÇÃO Nº 1.007, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2003. RESOLUÇÃO Nº 1.007, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2003. Dispõe sobre o registro de profissionais, aprova os modelos e os critérios para expedição de Carteira de Identidade Profissional e dá outras providências.

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATO RICO ESTADO DO PARANÁ CNPJ - 95.684.510/0001-31 COMISSÃO MUNICIPAL DE LICITAÇÃO DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA PARA REGISTRO CADASTRAL (Conf. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993) I - Para a habilitação jurídica: a) Cédula de identidade e registro comercial na repartição competente, para

Leia mais

Tabela 1 - Preços da gasolina nos municípios do Estado de São Paulo

Tabela 1 - Preços da gasolina nos municípios do Estado de São Paulo Tabela 1 - Preços da gasolina nos municípios do Estado de São Paulo Nº DE POSTOS PREÇO AO CONSUMIDOR MARGEM DO PREÇO DE VENDA DA DISTRIBUIDORA AMOSTRADOS PREÇO MÉDIO PREÇO MÍNIMO PREÇO MÁXIMO POSTO PREÇO

Leia mais

ANEXO I NÍVEL SUPERIOR

ANEXO I NÍVEL SUPERIOR ÁREA DO CURSO MUNICÍPIO ANEXO I NÍVEL SUPERIOR PARA ESTUDANTES CURSANDO DO 1º AO PENÚLTIMO SEMESTRE DO CURSO VAGAS PREVISTAS SOMENTE PARA ESTUDANTES CURSANDO OS 2 ÚLTIMOS ANOS DO CURSO Administração ADAMANTINA

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1955 (ORDINÁRIA) DE 20 DE SETEMBRO DE 2012

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1955 (ORDINÁRIA) DE 20 DE SETEMBRO DE 2012 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1955 (ORDINÁRIA) DE 20 DE SETEMBRO DE 2012 III. Discussão e aprovação da ata da sessão plenária nº 1954 (ordinária) de 23 de agosto de 2012. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP

Leia mais

Repasses mensais do Programa Pró-Santas Casas

Repasses mensais do Programa Pró-Santas Casas Repasses mensais do Programa Pró-Santas Casas GRANDE S. PAULO MOGI DAS CRUZES HOSP N SENHORA APARECIDA SUZANO 175.000,00 2 ARAÇATUBA ANDRADINA 35.000,00 HOSPITAL DE BASE ILHA SOLTEIRA 35.000,00 ARACATUBA

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1979 (ORDINÁRIA) DE 26 DE JUNHO DE 2014

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1979 (ORDINÁRIA) DE 26 DE JUNHO DE 2014 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1979 (ORDINÁRIA) DE 26 DE JUNHO DE 2014 Item III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1978 (Ordinária), de 29 de maio de 2014. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP

Leia mais

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA

LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA LEGISLAÇÃO PROFISSIONAL ENGENHARIA ELÉTRICA TÓPICOS INSTRUMENTOS LEGAIS APLICÁVEIS LEGISLAÇÃO: CONSTITUIÇÃO FEDERAL, LEIS, DECRETOS e RESOLUÇÕES FORMAÇÃO E ATRIBUIÇÃO PROFISSIONAL DELIBERAÇÕES NORMATIVAS

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012

RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012 RESOLUÇÃO Nº 18, DE 2 DE MARÇO DE 2012 Dispõe sobre os registros definitivos e temporários de profissionais no Conselho de Arquitetura e Urbanismo e dá outras providências. O Conselho de Arquitetura e

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1964 (ORDINÁRIA) DE 18 DE ABRIL DE 2013.

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1964 (ORDINÁRIA) DE 18 DE ABRIL DE 2013. SESSÃO PLENÁRIA Nº 1964 (ORDINÁRIA) DE 18 DE ABRIL DE 2013. III. Discussão e aprovação da Ata da Sessão Plenária nº 1963 (Ordinária) de 21 de março de 2013. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto:Discussão

Leia mais

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a:

Qualificação técnica. A documentação relativa à qualificação técnica limita-se a: Observe, quando da contratação de empresas para realização de obras e/ou prestação de serviços, o disposto na Lei 8.212/91, que determina a exigência da Certidão Negativa de Débito da empresa na contratação

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS Segurança em Parques de Diversão: Papel da Defesa Civil Estadual Palestrante: Major BM Leonardo TUPAN FILME ILUSTRATIVO INTRODUÇÃO Índice: Histórico

Leia mais

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI

PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI PREFEITURA DE PALMAS SECRETARIA MUNICIPAL EXTRAORDINÁRIA DOS JOGOS INDÍGENAS EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO Nº 001/2015/SEJI EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA SELEÇÃO DE INTERESSADOS NA OPERAÇÃO E GESTÃO

Leia mais

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1926 DE 16 DE SETEMBRO DE 2010 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C

PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1926 DE 16 DE SETEMBRO DE 2010 (ORDINÁRIA) ORDEM DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE ORDEM C 1 PAUTA COMPLEMENTAR DA SESSÃO PLENÁRIA N 1926 DE 16 DE SETEMBRO DE 2010 (ORDINÁRIA) DO DIA ITEM 1 JULGAMENTO DOS PROCESSOS I PROCESSOS DE C RELATOR PROPOSTA 54 C-0230/10 Crea-SP Indicação para Diploma

Leia mais

I Seminário de Licitações e Contratos Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes DNIT

I Seminário de Licitações e Contratos Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes DNIT I Seminário de Licitações e Contratos Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes DNIT -ATESTAÇÃO TÉCNICA - Palestrante: Engenheiro Civil Reinaldo Teixeira Vieira - CONFEA - O Conselho Federal

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA DE SEGURANÇA DO TRABALHO. Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE ORDEM SF I. I - A.N.I. - MANUTENÇÃO UGI NORTE 1 SF-659/2012 SANDRA REGINA TEIXEIRA SANTIAGO CARLOS ALBERTO GUIMARÃES GARCEZ Processo: SF- 659/2012 Interessado: SANDRA REGINA TEIXEIRA

Leia mais

O Perito Judicial e a Justiça Gratuita

O Perito Judicial e a Justiça Gratuita 4º SEMINÁRIO PAULISTA DE PERÍCIA JUDICIAL 26 de agosto de 2011 O Perito Judicial e a Justiça Gratuita Ao CREA-SP, instituído pelo Decreto Federal nº 23.569, de 11 de dezembro de 1933, e mantido pela Lei

Leia mais

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA

REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA REVISÃO 21 RELAÇÃO DE DOCUMENTOS - RENOVAÇÃO QUALIFICAÇÃO TÉCNICA PASTA AMARELA 1. Na renovação a empresa deverá informar, por escrito, se houve ou não alteração dos documentos de Qualificação Técnica

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 672, DE 16 DE SETEMBRO DE 2000

RESOLUÇÃO Nº 672, DE 16 DE SETEMBRO DE 2000 RESOLUÇÃO Nº 672, DE 16 DE SETEMBRO DE 2000 Fixa normas de fiscalização de procedimentos administrativos, e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE MEDICINA VETERINÁRIA-CFMV, no uso das atribuições

Leia mais

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03

SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 SÓLAZER CLUBE DOS EXECEPCIONAIS - ORGANIZAÇÃO SOCIAL DE ESPORTE CNPJ 28.008.530/0001-03 Capítulo I INTRODUÇÃO REGULAMENTO DE COMPRAS E CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS Art. 1º - O presente regulamento tem por finalidade

Leia mais

Estatística de Candidatos Inscritos

Estatística de Candidatos Inscritos Cidade de Aplicação: ARACATUBA 012 Escrevente Técnico Judiciário - 2.ª Região - Andradina 667 935 1602 013 Escrevente Técnico Judiciário - 2.ª Região - Araçatuba 1750 2338 4088 014 Escrevente Técnico Judiciário

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A RESOLUÇÃO N o 1010/05

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A RESOLUÇÃO N o 1010/05 PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE A RESOLUÇÃO N o 1010/05 As perguntas abaixo foram compiladas após a série de treinamentos sobre a Resolução nº 1.010, de 2005, ministrados pelo Confea aos Creas durante o primeiro

Leia mais

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO

AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO AVISO DE CHAMADA PÚBLICA DE APOIO INSTITUCIONAL Nº 01/2015 DO OBJETO Esta Chamada Pública de Apoio Institucional visa à seleção de projetos a serem apoiados pelo CAU/BR na modalidade de Apoio à Assistência

Leia mais

A Profissão do Engenheiro Eletricista no Brasil e Seus Regulamentos

A Profissão do Engenheiro Eletricista no Brasil e Seus Regulamentos DEPEN DEPARTAMENTO DE ENSINO A Profissão do Engenheiro Eletricista no Brasil e Seus Regulamentos Acimarney Correia Silva Freitas¹, Ivan da Silva Bié 2, Marcus Vinicius Silva Ferraz 3, Mariana Cardoso Mendes

Leia mais

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional

CONSELHO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO Câmara da Educação Superior e Profissional INTERESSADA: Escola Técnica Padrão EMENTA: Recredencia a Escola Técnica Padrão e reconhece o curso Técnico em Edificações Eixo Tecnológico: Infraestrutura, ofertado na modalidade presencial em sua sede

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 1.032, DE 30 DE MARÇO DE 2011

RESOLUÇÃO Nº 1.032, DE 30 DE MARÇO DE 2011 RESOLUÇÃO Nº 1.032, DE 30 DE MARÇO DE 2011 Dispõe sobre a celebração de convênios entre os Creas e as entidades de classe e as instituições de ensino e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE ENGENHARIA,

Leia mais

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 637, DE 15/10/2010, 18 HORAS

PAUTA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 637, DE 15/10/2010, 18 HORAS 1. VERIFICAÇÃO DE QUORUM 1.1. JUSTIFICATIVA 1.2. TITUTALIRIDADE 2. EXECUÇÃO DO HINO NACIONAL 3. DISCUSSÃO E APROVAÇÃO DA ATA DA SESSÃO PLENÁRIA ANTERIOR 3.1. ATA DA SESSÃO PLENÁRIA ORDINÁRIA Nº 635, DE

Leia mais

DISPÕE SOBRE O REGISTRO DE EMPRESAS DE MINERAÇÃO DE PEQUENO PORTE NO CREA/ES.

DISPÕE SOBRE O REGISTRO DE EMPRESAS DE MINERAÇÃO DE PEQUENO PORTE NO CREA/ES. Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Espírito Santo Av. César Hilal, 700 1º andar Bento Ferreira Vitória ES CEP 290 522 232 Tel.: (27) 3334 9900 FAX: (27) 3324 3644 CEEI DISPÕE SOBRE

Leia mais

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM

446, 23/01/2014, 24/01/2014 PARECER CEE/PE Nº 143/2013-CES APROVADO PELO PLENÁRIO EM INTERESSADA: UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO UPE FACULDADE DE CIÊNCIAS DA ADMINISTRAÇÃO - FCAP ASSUNTO: RENOVAÇÃO DO RECONHECIMENTO DO CURSO SUPERIOR SEQUENCIAL DE FORMAÇÃO ESPECÍFICA EM GESTÃO IMOBILIÁRIA

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 238/2011

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 238/2011 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 238/2011 Dispõe sobre as Normas para Revalidação de Diplomas obtidos no exterior, na Universidade de Taubaté. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo n o PRG-054/11,

Leia mais

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica

Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Serviços Relacionados à Pessoa Jurídica Atenção: Documentos apresentados em fotocópia devem ser autenticados em Cartório ou acompanhados dos originais para receberem autenticação do CREA. Documentos obrigatórios

Leia mais

U.A. C.CUSTO SIGLA DESIGNAÇÃO LOCALIZAÇÃO SEDE. 37.795 501500 CXO1.P Seção Exp.do 1º BPRv SÃO PAULO (CPRv) DR.1 - CAMPINAS

U.A. C.CUSTO SIGLA DESIGNAÇÃO LOCALIZAÇÃO SEDE. 37.795 501500 CXO1.P Seção Exp.do 1º BPRv SÃO PAULO (CPRv) DR.1 - CAMPINAS Expediente nº 004207/DA/2006 DTM-SUP/DER-008-12/07/2006 Institui Células de Apoio Administrativo às diversas Unidades da Polícia Militar Rodoviária.(1.6) (3.4) SENHORES CHEFE DE GABINETE, DIRETORES DE

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO-GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA N.º 33.284, DE 4 DE FEVEREIRO DE 2015 (DOU de 06/02/2015 Seção I Pág.

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE ENGENHARIA ELÉTRICA Julgamento de Processos 1 I - PROCESSOS DE VISTAS I. I - PROCESSO DE VISTA 2 Nº de Ordem 1 Processo/Interessado A-741/2014 Relator VITOR ANTONIO BORTOLOTTO LUCAS HAMILTON CALVE - VISTOR: RICARDO MASSASHI ABE Proposta Histórico:

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE ENGENHARIA E AGRONOMIA DO ESTADO DE SÃO PAULO CREA-SP Instrução nº 2555/2013 Estabelece normas operacionais de procedimentos para aumentar a segurança na concessão de registros profissionais no CREA-SP mediante a confirmação da autenticidade de documentos

Leia mais

2 Instruem o Processo, dentre outros, os seguintes documentos:

2 Instruem o Processo, dentre outros, os seguintes documentos: PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE SISTEMA MUNICIPAL DE ENSINO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Comissão de Educação Infantil Parecer n.º 003/2015 CME/PoA Processo nº 001.033993.13.0 Credencia/autoriza

Leia mais

O Sistema Confea/ Crea

O Sistema Confea/ Crea O Sistema Confea/Crea é regido pela Lei nº 5.194, de 24/dez/1966. O Sistema Confea/ Crea O Conselho Federal e os Conselhos Regionais são autarquias* dotadas de personalidade jurídica de direito público,

Leia mais

REGULAMENTO DAS INSPETORIAS, REPRESENTAÇÕES E DAS COMISSÕES AUXILIARES DE FISCALIZAÇÃO-CAFs CAPÍTULO I DAS INSPETORIAS E REPRESENTAÇÕES.

REGULAMENTO DAS INSPETORIAS, REPRESENTAÇÕES E DAS COMISSÕES AUXILIARES DE FISCALIZAÇÃO-CAFs CAPÍTULO I DAS INSPETORIAS E REPRESENTAÇÕES. REGULAMENTO DAS INSPETORIAS, REPRESENTAÇÕES E DAS COMISSÕES AUXILIARES DE FISCALIZAÇÃO-CAFs CAPÍTULO I DAS INSPETORIAS E REPRESENTAÇÕES Seção I Da Natureza e Finalidade das Inspetorias Art. 1º A Inspetoria

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 7, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 7, DE 5 DE DEZEMBRO DE 2013 Presidência da República Secretaria da Micro e Pequena Empresa Secretaria de Racionalização e Simplificação Departamento de Registro Empresarial e Integração INSTRUÇÃO NORMATIVA DREI Nº 7, DE 5 DE DEZEMBRO

Leia mais

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO

CAPÍTULO III DA REESTRUTURAÇÃO LEI N 3934 DISPÕE SOBRE A REESTRUTURAÇÃO E REORGANIZAÇÃO DO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO MUNICIPIO DE CACHOEIRO DE ITAPEMIRIM E DÁ OUTRA PROVIDÊNCIAS. A Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim,

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12 MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DEPARTAMENTO DE POLÍCIA FEDERAL DIRETORIA EXECUTIVA COORDENAÇÃO GERAL DE CONTROLE DE SEGURANÇA PRIVADA PORTARIA Nº- 12.620, DE 13 DEZEMBRO DE 2012 (Alterada pela Portaria nº 30.536/13

Leia mais

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador MARCELO CRIVELLA

PARECER Nº, DE 2009. RELATOR: Senador MARCELO CRIVELLA PARECER Nº, DE 2009 Da COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA, sobre o Projeto de Lei da Câmara nº 117, de 2006, que regula o exercício profissional de Geofísico e altera

Leia mais

Regulamento do Colegiado dos Cursos da Faculdade Católica Santa Teresinha (Aprovado pela Resolução 005/2010-DG/FCST, datado de 20/12/2010)

Regulamento do Colegiado dos Cursos da Faculdade Católica Santa Teresinha (Aprovado pela Resolução 005/2010-DG/FCST, datado de 20/12/2010) 0 Regulamento do Colegiado dos Cursos da Faculdade Católica Santa Teresinha (Aprovado pela Resolução 005/2010-DG/FCST, datado de 20/12/2010) CAICÓ-RN 2010 1 SUMÁRIO CAPÍTULO I: DA NATUREZA, COMPOSIÇÃO

Leia mais

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1953 (ORDINÁRIA) DE 19 DE JULHO DE 2012

SESSÃO PLENÁRIA Nº 1953 (ORDINÁRIA) DE 19 DE JULHO DE 2012 SESSÃO PLENÁRIA Nº 1953 (ORDINÁRIA) DE 19 DE JULHO DE 2012 III. Discussão e aprovação da ata da sessão plenária nº 1952 (ordinária) de 21 de junho de 2012. PAUTA Nº: 1 PROCESSO: Interessado: Crea-SP Assunto:Discussão

Leia mais

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2006

DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2006 DELIBERAÇÃO CONSEP Nº 242/2006 Regulamenta os Cursos de Pósgraduação lato sensu na Universidade de Taubaté. O CONSELHO DE ENSINO E PESQUISA, na conformidade do Processo nº PRPPG-036/2006, aprovou e eu

Leia mais

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO

CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CONSELHO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO REGIMENTO INTERNO CAPÍTULO I DO CONSELHO, ATRIBUIÇÕES E SUA COMPOSIÇÃO Art. 1.º- O Conselho Municipal de Educação de Carlos Barbosa, criado pela Lei Municipal nº1.176 de

Leia mais

CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO

CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO 1 CONCILIAÇÃO É A SOLUÇÃO RÁPIDA E EFICAZ PARA O ATENDIMENTO DA POPULAÇÃO Desembargador José Roberto Neves Amorim Coordenador do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos NUPEMEC

Leia mais

Estatuto é utilizado em casos de sociedades por ações ou entidades sem fins lucrativos.

Estatuto é utilizado em casos de sociedades por ações ou entidades sem fins lucrativos. Documento 1 Estatuto ou Contrato Social consolidado com todas as alterações realizadas, devidamente arquivado no registro de comércio da sede da sociedade participante. É o documento pelo qual uma empresa

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO N. 3.529, DE 12 DE JUNHO DE 2007 Dispõe sobre a oferta de cursos de pósgraduação lato sensu

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 RESOLUÇÃO Nº 21/2007 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 25.154/2007-18 CENTRO DE EDUCAÇÃO (CE); CONSIDERANDO

Leia mais

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS

CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CORPO DE BOMBEIROS RJ DIRETORIA DE DIVERSÕES PÚBLICAS CREA 01/03/2012 Segurança em Parques de Diversões: Legalização junto ao CBMERJ Palestrante: Ten Cel BM Leonardo TUPAN Introdução Índice: Histórico

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU

PREFEITURA MUNICIPAL DE BAURU P.32818/99 LEI Nº 4553, DE 08 DE JUNHO DE 2000 Dispõe sobre Perfuração de Poços para Captação de Águas Subterrâneas no Município de Bauru e dá outras providências. NILSON COSTA, Prefeito Municipal de Bauru,

Leia mais

Câmara Municipal De Natividade Da Serra

Câmara Municipal De Natividade Da Serra DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA A INCRIÇÃO NO REGISTRO CADASTRAL (Em conformidade com os artigos 28 a 31 da Lei Federal Nº 8.666/93 e demais alterações posteriores): PESSOA JURÍDICA 1 - Documentação Relativa

Leia mais

CÂMARA ESPECIALIZADA DE AGRONOMIA Julgamento de Processos

CÂMARA ESPECIALIZADA DE AGRONOMIA Julgamento de Processos 1 II - PROCESSOS DE ORDEM C II. I - EXAME DE ATRIBUIÇÕES - NIVEL MÉDIO - DEFERIDO 2 UGI CAMPINAS 1 C-562/2007 COLÉGIO VAN GOGH - UNIDADE 1 HOLAMBRA Curso: tecnico em agropecuária JOSÉ LUÍS SUSUMU SASAKI

Leia mais

Cidade de Prova - 01 ADAMANTINA. Cidade de Prova - 02 AMERICANA. Cidade de Prova - 03 ANDRADINA. Cidade de Prova - 04 APIAI

Cidade de Prova - 01 ADAMANTINA. Cidade de Prova - 02 AMERICANA. Cidade de Prova - 03 ANDRADINA. Cidade de Prova - 04 APIAI Cidade de Prova - 01 ADAMANTINA 001-029 - Agente de Organização Escolar - Adamantina 2.195 Total na Cidade 2.195 Cidade de Prova - 02 AMERICANA 001-030 - Agente de Organização Escolar - Americana 1.115

Leia mais

I DA SÍNTESE DOS FATOS

I DA SÍNTESE DOS FATOS CONCORRÊNCIA Nº 189/2013 CONTRATAÇÃO DE EMPRESA DE ENGENHARIA ESPECIALIZADA PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇO DE APOIO À SUPERVISÃO DA EXECUÇÃO DAS OBRAS DE MACRODRENAGEM DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO MATHIAS.

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Prefeitura Municipal de Porto Alegre DECRETO Nº 17.301, DE 14 DE SETEMBRO DE 2011. Aprova o Regimento Interno do Fórum Municipal dos Conselhos da Cidade (FMCC). O PREFEITO MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE, no

Leia mais

Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO

Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO Orientações Gerais para Inscrição e Participação nos Cursos 2012-2ª EDIÇÃO JUNHO DE 2012 SUMÁRIO 1 Apresentação... 3 2 Quem pode se inscrever em cursos da RETEC... 3 3 Em quais cursos o aluno poderá se

Leia mais

PROCESSO N. 654/04 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07

PROCESSO N. 654/04 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07 PROTOCOLO N.º 5.344.203-0 PARECER N.º 942/07 APROVADO EM 12/12/07 CÂMARA DE LEGISLAÇÃO E NORMAS INTERESSADA: SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO MUNICÍPIO: CURITIBA ASSUNTO: Relatório de Sindicância no Colégio

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 678, DE 1º DE SETEMBRO DE 2015.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 678, DE 1º DE SETEMBRO DE 2015. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 678, DE 1º DE SETEMBRO DE 2015. Estabelece os requisitos e os procedimentos atinentes à obtenção e à manutenção de autorização para comercializar

Leia mais

Câmara Municipal de Itatiba

Câmara Municipal de Itatiba DOCUMENTOS PARA EFETUAR CADASTRO PARA EMISSÃO DO CERTIFICADO DE REGISTRO CADASTRAL "CRC" INFORMAÇÕES PARA CADASTRO DE FORNECEDORES Razão Social: Endereço: Bairro: Cidade: CEP: CNPJ: Inscrição Estadual:

Leia mais

DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO

DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO DOCUMENTAÇÃO REPRO SOLICITADA PARA RENOVAÇÃO DE REGISTRO Os documentos abaixo são válidos somente para instituições que se encontram em período de Renovação no Sistema de Registro de Fornecedores (RePro).

Leia mais

RELATÓRIO E VOTO FUNDAMENTADO

RELATÓRIO E VOTO FUNDAMENTADO S E R V I Ç O P Ú B L I C O F E D E R A L C O N S E L H O R E G I O N A L D E E N G E N H A R I A E A G R O N O M I A D E G O I Á S C R E A - G O Processo n 219591/14 Página: Assinatura: Órgão : Plenário

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM COMISSÃO DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO ESCOLA DE ENFERMAGEM COMISSÃO DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA Norma para realização dos Cursos de Extensão Universitária (Especialização, Aperfeiçoamento, Atualização e Difusão) no âmbito da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo - EEUSP (Aprovada na 348ª

Leia mais