Pela beleza que há no amor e na pureza da inspiração que não morre, e que adormece dentro de cada um, despertada no som do silêncio.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pela beleza que há no amor e na pureza da inspiração que não morre, e que adormece dentro de cada um, despertada no som do silêncio."

Transcrição

1 Pela beleza que há no amor e na pureza da inspiração que não morre, e que adormece dentro de cada um, despertada no som do silêncio. Que esta passagem por aqui seja alicerçada na harmonia da afeição natural preservando a amizade e a comunhão.

2 Arte de capa Natanael Barbosa

3 Natanael Barbosa Melodia Poética

4

5 O amor à música ganha vida nos versos destas poesias, que precisam apenas de um apreciador para sentir o toque da inspiração. As riquezas materiais são ínfimas se comparadas, às grandezas espirituais eternas que se pode alcançar, tenho só um desejo, ser sábio para usar a inteligência acima do egoísmo, não me apegando ao superficial.

6

7 SUMÁRIO Apresentação Incoerência sábia Amor Paixão Em busca de inspiração Ações da paixão A música Olhar do amor Grandes versos O amar Única inspiração Verbos que ficaram Do meu jeito Eu já amei Ações passadas Declaração A que compararei o meu amor? Canto á amada Mulher apaixonada... 29

8 Contemplação do plebeu Mulher marcante idealizada Sem o seu amor Sábio romantismo Cortejo à amada Dê combinações Declarações e pedidos Um sonho declarado Os versos de Salomão Inevitável Amnésia Um sonho Desejos abrasivos Efêmero Insônia Vontades Conversas do coração Amor inconsciente Beleza além da letras Perdido no pensamento Beleza introspectiva... 50

9 Um destino Sentimentos que rimam Antigas lembranças Introspecção No silêncio solitário Vontades futuras O choro A despedida da vida Do passado ao destino Quaro secreto Fugitivo Homem inseguro Indagações Sobrevivência Desejos sábios Palavras no silêncio Deserto nu A réplica do tempo desvelado Lembrança de um escritor O problema do mundo... 70

10

11 Melodia Poética APRESENTAÇÃO No mundo das palavras pode-se criar e brincar com os sentidos e acima de tudo poetizá-las, de maneira que o mundo sensível entre em contato com a inspiração que está dentro de cada um, e que é revelada de múltiplas maneiras. Ao ler o livro observa-se nitidamente que escrever para o autor é algo natural e próprio que faz com uma simplicidade única e singular. A música é fonte de inspiração para os seus poemas, de fato, poemas que tornam-se músicas aos nossos ouvidos. Essa relação entre música e poesia é uma combinação perfeita capaz de provocar no leitor sentimentos revelados por meio dos temas, como: amor, paixão, romantismo, saudade, tempo, impossibilidades, silêncio e música. A estrutura dos poemas não se prende necessariamente a uma metrificação única, mas possui um jeito singular de combinar bem as palavras de forma que consegue envolver o leitor com a beleza que o uso bem feito das palavras é capaz de proporcionar, é algo simples, mas surpreendente. Há uma liberdade de escolha dos seus versos e estrofes, longos ou curtos de modo que ao lê-los não queremos mais parar tornando-se bom de ler e ouvir, além de ampliar o nosso repertório cultural com uma qualidade literária que os poemas exigem. A linguagem utilizada é bastante metafórica demonstrando assim, toda sua versatilidade literária. O uso de metáforas possibilita que o leitor tenha suas próprias interpretações oportunizando que cada poesia revele algo de quem o ler, como se cada leitor fosse o próprio autor do texto. Portanto, é a manifestação de uma linguagem própria que conquista todos que o lerem. O Autor 11

12 Incoerência sábia Aprendi a desaprender, a conviver sem viver, a amar sem amar, e a calar estando a falar. Chorei sem lágrimas, machuquei sem bater, tentei fugir das rimas, e elas vieram me vê. Virei a página, sem mudar a poesia, fechei o livro antes de abrir, foram momentos de agonia e ninguém conseguiu me ouvir. Disse sim falando não, ganhei um abraço dando a mão, escrevi uma canção, e ganhei um coração. Natanael Barbosa 12

13 Melodia Poética Amor Semente que foi lançada numa terra fértil, começou a germinar e cresceu, regado foi por um jardineiro sábio, que a alimentou além do seu eu. A maior dádiva dado aos corações, não vê sua própria vida, dá a outrem, cobre os defeitos e preocupações, doa-se e reconhece que nada tem. Amor, entrega de minhas vontades, o ápice do romantismo; só firma-se na verdade; e lança fora o egoísmo. 13

14 Paixão Chama que arde com anseios de entregar-se de corpo e alma, abrasiva ao ponto de queimar alguns sentimentos, aparece em instantes junto ao amor traz alívio e calma, não sei se já me apaixonei mais vivi grandes momentos. Traz consigo algumas combinações, o vinho, o fogo, a água e o prazer, chega a doer sem ferir os corações, provoca sensações que não aprendi a dizer. A música não pode faltar, a imaginação é uma resposta, envolvidos na hora de amar, uma sinfonia só nossa. Uma paixão mais que paixão, é tensão além do pensar, é perfume que tira a respiração, basta se apaixonar. Natanael Barbosa 14

15 Melodia Poética Em busca de inspiração Ao som do romantismo o pensador busca inspiração, Instrumentos especiais, tocados com o coração, Melodia triste, mas lembra a alegria, Múltiplas emoções e uma nostalgia. No balançar das árvores encontra sentido para permanecer em pé, Sabe que é vulnerável, mas firma-se em sua fé, Observa no esconderijo do seu passado palavras de um amor, Nunca esquecera que apesar delas, sentiu muita dor. Sem saber se o que fala é belo à sua amada, Viaja na elevação do romantismo não correspondido, E cabisbaixo não para de olhar para o nada, Na esperança de encontrar o que havia perdido. 15

16 Ações da paixão Um beijo, um abraço. Desejo, e desfaço. Um perfil, múltiplas qualidades. De meus olhos você fugiu, semelhante às vaidades. Um olhar, Várias interpretações. Sonhar, ação de minhas emoções. O silêncio, Palavras ocultas. Silencio, nas memórias cultas. Natanael Barbosa 16

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas

Amor & Sociologia Cultural - Oswaldo Montenegro & Raul Seixas Page 1 of 6 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Olá queridos leitores!

Olá queridos leitores! Poesias de amor Olá queridos leitores! Meu nome é Nagila da Silva ferreira tenho 15 anos e escrevi este livro para vocês que não sabem expressar seus sentimentos facilmente então sempre que puder leia

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor

Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais sem prévia autorização do autor CAPA, DIAGRAMAÇÃO e ILUSTRAÇÃO Reginaldo Paz Mulheres Maravilhosas PAZ, Reginaldo 1ª Edição 2015 ISBN: 978-85-919101-6-8 Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução deste livro com fins comerciais

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

1.º C. 1.º A Os livros

1.º C. 1.º A Os livros 1.º A Os livros Os meus olhos veem segredos Que moram dentro dos livros Nas páginas vive a sabedoria, Histórias mágicas E também poemas. Podemos descobrir palavras Com imaginação E letras coloridas Porque

Leia mais

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza

Poemas de um Fantasma. Fantasma Souza 1 2 3 Poemas de um Fantasma Fantasma Souza 2012 4 5 Fantasma Souza Todos os Direitos Reservados TITULO ORIGINAL POEMAS DE UM FANTASMA Projeto Gráfico Midiartes Capa Erisvaldo Correia Edição e Comercialização

Leia mais

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos.

Aos Poetas. Que vem trazer esperança a um povo tristonho, Fazendo os acreditar que ainda existem os sonhos. Aos Poetas Venho prestar homenagem a uma grande nação, Que são os nossos poetas que escrevem com dedicação, Os poemas mais lindos e que por todos são bemvindos, Que vem trazer esperança a um povo tristonho,

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

QUANDO EU TINHA VOCÊ!

QUANDO EU TINHA VOCÊ! QUANDO EU TINHA VOCÊ! Local: Salvador(BA) Data: 02/02/1997 Estúdio:24/12/10 Estilo:Forró arrastapé Tom: C//(Dó sustenido) QUANDO EU TINHA VOCÊ A VIDA ERA TÃO BOA HOJE QUE TE PERDI VIVO COMO UM À TOA. VOCÊ

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR"

PRESENTE DE DEUS UM VERDADEIRO AMOR PRESENTE DE DEUS "UM VERDADEIRO AMOR" RAILDA DOS SANTOS CHAGAS CARVALHO Imagens Imagem capa Livro retirada site: ultradownloads.com.br Digitação Railda dos Santos Chagas Carvalho Respeite o Direito Autoral

Leia mais

Sheila Ferreira Kuno. Poesias Cotidianas

Sheila Ferreira Kuno. Poesias Cotidianas Poesias Cotidianas Sheila Ferreira Kuno Poesias Cotidianas 1ª. Edição São Paulo - 2013 Copyright@2013 by Sheila Ferreira Kuno Projeto gráfico Sheila Ferreira Kuno Imagem da Capa Foto do jardim da autora

Leia mais

JACK KIM ESCRITOR DE RUA

JACK KIM ESCRITOR DE RUA JACK KIM ESCRITOR DE RUA 2016 Todos os direitos reservado ao autor. Está autorizado a cópia parcial (2pág. Max) deste documento desde que seja citada a fonte. Proibido a reprodução total ou mais de 2 poemas.

Leia mais

Modernismo em Portugal

Modernismo em Portugal Modernismo em Portugal Caeiro Campos Fernando Pessoa Pessoa e seus Reis Heterônimos Fernando Pessoa (1888-1935) Grande parte da crítica considera Fernando Pessoa o maior poeta moderno da Língua Portuguesa.

Leia mais

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013)

Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor. 1ª edição (2013) 1 2 Copyright 2013, Igor José Leão dos Santos. Capa: autor 1ª edição (2013) Todas as imagens e fotos contidas nesse livro são do arquivo pessoal do autor, não podendo ser utilizadas ou reproduzidas sem

Leia mais

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes

PÉTALAS E SANGUE. De: Batista Mendes PÉTALAS E SANGUE De: Batista Mendes 1 Editoração e capa: Batista Mendes Revisão: Batista Mendes Todos os direitos reservados. Nenhuma parte deste livro pode ser reproduzida ou armazenada, sob qualquer

Leia mais

O primeiro suspiro de um poeta insano!

O primeiro suspiro de um poeta insano! 1 O primeiro suspiro de um poeta insano! 2012 2 O primeiro suspiro de um poeta insano Jonas Martins 1ª.Edição..Poesia Todos os direitos reservados ao autor A reprodução total ou parcial desta obra só é

Leia mais

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para

Eis que chega meu grande amigo, Augusto dos Anjos, ele com seu jeitão calado e sempre triste, me fala que não irá existir palavra alguma para Oceano em Chamas Querida, Tentei em vão, fazer um poema a você, não consegui. Me faltavam palavras para descrever-te, então pedi aos poetas do universo para me ajudarem. O primeiro com quem conversei,

Leia mais

José Francisco da Rocha

José Francisco da Rocha Saudação a Poesia Biografia José Francisco da Rocha, nasceu no dia 04 de janeiro de 1932 em Cedro de São João SE. Filho de José Francisco da Rocha e Antônia Maria de Santana. Casado com Carmelita Souza

Leia mais

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos

Comigo mais poesia. Nelson Martins. Reflexões e Sentimentos Comigo mais poesia Comigo mais poesia Nelson Martins Reflexões e Sentimentos Apresentação A poesia de Nelson Martins conduz o leitor à territorialidade da existência humana, como memória grifada de cada

Leia mais

UMA HISTÓRIA DE AMOR

UMA HISTÓRIA DE AMOR UMA HISTÓRIA DE AMOR Nunca fui de acreditar nessa história de amor "á primeira vista", até conhecer Antonio. Eu era apenas uma menina, que vivia um dia de cada vez sem pretensões de me entregar novamente,

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS COLETÂNEA DE POESIAS: SER CRIANÇA, SONHAR, SER PROFESSOR, LEMBRANÇAS Maria Cecília Ribeiro Santana (FAFE) * É poder brincar livremente Escolher as brincadeiras E estar sempre contente. É ser feliz Da pontinha

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Alguns Poetrix de TecaMiranda:

Alguns Poetrix de TecaMiranda: POETRIX A palavra Poetrix (neologismo criado a partir de poe, poesia e trix, três) surge pela primeira vez no idioma português no Manifesto Poetrix, publicado no livro TRIX Poemetos Tropi-kais, de Goulart

Leia mais

MEU JARDIM DE TROVAS

MEU JARDIM DE TROVAS ANGÉLICA DA SILVA ARANTES MEU JARDIM DE TROVAS PRIMEIRA EDIÇÃO / 2011-1 - SINOPSE: Com intensidade tem se falado sobre o tema trova, acontece que nem todas as pessoas sabem o que é tecnicamente uma trova.

Leia mais

Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma.

Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma. 1 Título original Poemas, Maurício Ribeiro: Espírito e Alma. Todos os direitos reservados: nenhuma parte dessa publicação pode ser reproduzida ou transmitida por meio eletrônico, mecânico, fotocópia ou

Leia mais

Alguns autores escrevem de acordo com o novo A. O., outros segundo a antiga ortografia

Alguns autores escrevem de acordo com o novo A. O., outros segundo a antiga ortografia Olhar de Amor - COLECTÂNEA DE POESIA - VÁRIOS AUTORES Título Olhar de Amor Colectânea de Poesia - Edição Tecto de Nuvens, Edições e Artes Gráficas, LDA. Rua Camilo Pessanha, 152, 4435-638 Baguim do Monte

Leia mais

É Preciso Saber Viver

É Preciso Saber Viver É Preciso Saber Viver Quem espera que a vida Seja feita de ilusão Pode até ficar maluco Ou morrer na solidão É preciso ter cuidado Pra mais tarde não sofrer É preciso saber viver Toda pedra no caminho

Leia mais

Mensagem do dia: Se for amor

Mensagem do dia: Se for amor Só se for amor Mensagem do dia: Se for amor Se for amor, vai reconsiderar, perdoar e seguir adiante, se for paixão vai se descabelar, se amargurar e não vai perdoar, vai carregar a dor pelos dias em que

Leia mais

JOSÉ ARAÚJO. Poema & Poesia. Magia e Sedução

JOSÉ ARAÚJO. Poema & Poesia. Magia e Sedução JOSÉ ARAÚJO Poema & Poesia Magia e Sedução 1 2 JOSÉ ARAÚJO Poema & Poesia Magia e Sedução 3 Editoração e Edição José Araújo Revisão e diagramação José Araújo Capa José Araújo Copyright 2011 José Araújo

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos.

Apresento a todos, o início de um trabalho feito. Com muito carinho. São poemas e alguns contos. APRESENTAÇÃO Apresento a todos, o início de um trabalho feito Com muito carinho. São poemas e alguns contos. Para Vocês: VIRTUALMENTE EU USO A MINHA LUZ INTERIOR PARA FALAR AOS CÉUS E A CADA ESTRELA QUE

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

Lembre-se é um momento único, é como se você tivesse a oportunidade de falar com o próprio Criador por 5 minutos

Lembre-se é um momento único, é como se você tivesse a oportunidade de falar com o próprio Criador por 5 minutos Vivência dos 3 dias Vivência dos 3 dias Primeiro dia Limpeza Você tem que encontrar uma hora neste dia para se isolar e ficar a vontade para desabafar com o Universo, com Deus, ou com o seu Santo favorito.

Leia mais

...PRA ME AMANSAR DO AMOR

...PRA ME AMANSAR DO AMOR 1 2 ...PRA ME AMANSAR DO AMOR 3 Copyright Alufá-Licutã Oxorongá Direitos desta edição reservados à Alufá-Licutã Oxorongá alufalicuta@hotmail.com Recife Pernambuco - Brasil 4 Alufá-Licutã Oxorongá...PRA

Leia mais

1. Considere o poema abaixo:

1. Considere o poema abaixo: 1º EM Literatura Carolina Aval. Subs. / Opt. 19/04/12 1. Considere o poema abaixo: ISTO Dizem que finjo ou minto Tudo que escrevo. Não. Eu simplesmente sinto Com a imaginação. Não uso o coração. (Fernando

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Sérgio Jeremias de Souza UM MINUTO DE OTIMISMO

Sérgio Jeremias de Souza UM MINUTO DE OTIMISMO Sérgio Jeremias de Souza UM MINUTO DE OTIMISMO Apresentação Escrevi estas páginas para você: que anseia por viver em ple nitude a verdade divina; que em alguns momentos debate- -se com problemas ou an

Leia mais

Poesias, filosofias e reflexões Márcio Mercês (vol.1)

Poesias, filosofias e reflexões Márcio Mercês (vol.1) Poesias, filosofias e reflexões Márcio Mercês (vol.1) Cinzas de Mim Não fales... Apenas beijes minha boca e respires o meu ar. Não resistas... Apenas admitas que jamais encontrarás no futuro vestígios

Leia mais

Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA

Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA Raimundo Soares de Andrade 1- O EFEITO DA POESIA A poesia encanta E envolve quem a escreve e quem a lê. O Efeito da Poesia quem diria É devastador, cheio de amor. Capaz de provocar reações inexplicáveis

Leia mais

Pensamentos, Frases e Emoções. Alguns Achados e perdidos de um coração

Pensamentos, Frases e Emoções. Alguns Achados e perdidos de um coração Pensamentos, Frases e Emoções Alguns Achados e perdidos de um coração Pensamentos, Frases e Emoções... - Alguns Achados e perdidos de um coração - Versão Light Volume II Jonas Reis Correa Série Poesias,

Leia mais

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati

Conto das Águas. Um conto de sensações. Enio Roncarati Conto das Águas Um conto de sensações Enio Roncarati Dedicatória Dedico este pequeno conto aos autores anônimos que com esperança de lançar uma pequena Luz sobre aqueles que estão dispostos a trilhar

Leia mais

Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Associação Palas Athena

Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Associação Palas Athena Grande parte de seus poemas são pequenos relâmpagos, quase haicais, que se vão depurando e purificando no decorrer do tempo. Manifestam buscas e encontros essenciais do ser. O próximo dia 12 de outubro

Leia mais

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35

1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 1. Disse Jesus: Eu sou o pão da vida. Quem vem a mim não terá mais fome e quem crê em mim jamais terá sede. Jo 6,35 Senhor Jesus, Tu tens palavras de vida eterna e Tu revelas-te a nós como Pão da vida

Leia mais

10 maneiras de viver um relacionamento feliz e duradouro.

10 maneiras de viver um relacionamento feliz e duradouro. 10 maneiras de viver um relacionamento feliz e duradouro. Crescendo juntos no amor. 10 maneiras para viver um grande amor 1) Tem que haver amor (quando confundimos amor e paixão) Base de qualquer relacionamento,

Leia mais

Quando amamos muito alguém raramente pensamos na hipótese de lhe acontecer alguma coisa.

Quando amamos muito alguém raramente pensamos na hipótese de lhe acontecer alguma coisa. Capítulo 3 Quando amamos muito alguém raramente pensamos na hipótese de lhe acontecer alguma coisa. As respostas voltam no teu exemplo. Achei que estava a viver uma vida normal. Eu escolhi o lugar. A vida

Leia mais

Gonzaga Filho Página 2

Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho Página 2 Gonzaga Filho O SOL QUE CAIU Primeira Edição São Paulo 2015 Gonzaga Filho Página 3 Gonzaga Filho Página 4 Gonzaga Filho Página 5 Gonzaga Filho Página 6 Para o meu primo-irmão FRANCISCO

Leia mais

AQUI VIVE A ESPERANÇA!

AQUI VIVE A ESPERANÇA! AQUI VIVE A ESPERANÇA! ANTONIO CARLOS COSTA AQUI VIVE A ESPERANÇA! Re exões Abra-se para a vida, pois esta é a única forma de encontrar a felicidade. Mensagens de incentivo à vida Frases - Pensamentos

Leia mais

Uma grande parte dos sonetos incluídos nesta

Uma grande parte dos sonetos incluídos nesta Amor & desamor Uma grande parte dos sonetos incluídos nesta edição foram garimpados criteriosamente pelo escritor Sergio Faraco, que os editou nos volumes Livro dos sonetos, Livro do corpo, Livro das cortesãs,

Leia mais

C E L E S T E P E R E I R A 2ª EDIÇÃO

C E L E S T E P E R E I R A 2ª EDIÇÃO C E L E S T E P E R E I R A 2ª EDIÇÃO Bordar a Vida Pego em letras, estéreis quando isoladas, e tricoto-as cuidadosamente, compondo velhas palavras. Arranjo as palavras, muito delicadamente, bordando

Leia mais

A BELEZA DAS IMAGENS NATURAIS

A BELEZA DAS IMAGENS NATURAIS A BELEZA DAS IMAGENS NATURAIS POR: ROBERTO BARROS PREFACIO Caro e ilustres amigos eu tenho andado o bastante em minha vida com muita prosperidade e afeto pela natureza eterna que sempre nos cercou com

Leia mais

TEXTOS SAGRADOS. Noções introdutórias

TEXTOS SAGRADOS. Noções introdutórias TEXTOS SAGRADOS Noções introdutórias A ORIGEM Os Textos Sagrados, via de regra, tiveram uma origem comum: Experiência do sagrado. Oralidade. Pequenos textos. Primeiras redações. Redação definitiva. Organização

Leia mais

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS

DISCIPLINAS ESPIRITUAIS EBD DE FÉRIAS MANUAL DO ALUNO JANEIRO - MARÇO DISCIPLINAS ESPIRITUAIS AULA 2 - SOLITUDE Meu conselho a vocês é simples e direto: prossigam com o que receberam, e vocês receberam Cristo Jesus, o Senhor.

Leia mais

RENASCIMENTO David de Michelangelo (1504) CLASSICISMO INFLUÊNCIA TRADICIONAL VS INFLUÊNCIA CLÁSSICA OU RENASCENTISTA. A influência / corrente tradicional A influência / corrente clássica CORRENTE TRADICIONAL

Leia mais

OS COMBOIOS QUE VÃO PARA ANTUÉRPIA

OS COMBOIOS QUE VÃO PARA ANTUÉRPIA OS COMBOIOS QUE VÃO PARA ANTUÉRPIA Em janeiro eu estava em Bruxelas, nos subúrbios, numa casa sobre a linha férrea. Os comboios faziam estremecer o meu quarto. Fora-se o natal. Algo desaparecera, uma coisa

Leia mais

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias -

Coletânea de poemas para reflexão. - Download experimental de ideias - Coletânea de poemas para reflexão - Download experimental de ideias - por Juliana S. Valis "As boas ideias não têm idade, apenas têm futuro." Robert Mallet "A experiência nunca falha, apenas as nossas

Leia mais

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia

Minha inspiração. A Poesia harmoniza o seu dia Minha inspiração A Poesia harmoniza o seu dia Meu jeito de amar Meu jeito de amar é alegre e autêntico É sincero puro e verdadeiro Meu jeito de amar é romântico Me doo me dedico por inteiro Meu jeito de

Leia mais

Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura.

Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura. SOLIDÃO E SOLITUDE Solidão... esse sentimento que pode te jogar no caos da depressão, torná-lo um gênio ou levá-lo à loucura. Muitas vezes você quer a fusão de almas, mas não consegue porque, por uma razão

Leia mais

Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro

Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro Fragmentos de Amor Eduardo Baqueiro Interessante nosso caso! Nosso amor parece ter encontrado a pitada certa O tempero no ponto exato, Pois não é doce demais, tampouco salgado... Ele é algo difícil de

Leia mais

O Livro de Todas as Coisas. Sobre o Tempo

O Livro de Todas as Coisas. Sobre o Tempo O Livro de Todas as Coisas Sobre o Tempo O Livro de Todas as Coisas Sobre o Tempo Douglas Turolli 1ª Edição Editora Perse Copyright 2012 by Douglas Turolli Capa e Contracapa: Talyta Oliveira e Ivan Domingues

Leia mais

MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PASSO FUNDO PELOTAS SAPUCAIA DO SUL CADERNO 2

MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PASSO FUNDO PELOTAS SAPUCAIA DO SUL CADERNO 2 MEC-SETEC INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA SUL-RIO-GRANDENSE PASSO FUNDO PELOTAS SAPUCAIA DO SUL CADERNO 2 Instruções CADERNO DE REDAÇÃO 1. Este caderno contém 6 folhas, as instruções

Leia mais

O mar na gota de água

O mar na gota de água O mar na gota de água! O mar na gota de água, Página 1 Há uma pergunta que tem de ser feita: seja o que for que esteja a acontecer na minha vida, em qualquer altura, em tempos de alegria, em tempos de

Leia mais

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart

ESSÊNCIAS DE POESIAS. Cristina Goulart ESSÊNCIAS DE POESIAS Cristina Goulart 1ª EDIÇÃO LONDRINA- PARANÁ 2013 1 TUDO SE MOVE EM TORNO DAS PALAVRAS. SUA VIDA, SEU MOMENTO E SUA CRIATIVIDADE. TUDO SE TRANSFORMA ATRAVÉS DE DEUS, SEU BEM MAIOR.

Leia mais

Nada a Perder (03:22) BX-NOF

Nada a Perder (03:22) BX-NOF Nada a Perder Nada a Perder (03:22) BX-NOF-16-00001 Escuta o vento que sopra lá fora e te convida a viver / E quando os pássaros estão indo embora é sua chance de saber / Que nós temos todos os motivos

Leia mais

O começo da história

O começo da história O começo da história Fotografia: Anastácia de Moura Leonardo Koury Martins O começo da história Todos nós temos um começo, um início, uma primeira vez. O importante é que desde este primeiro passo, possamos

Leia mais

O Peregrino do Deserto

O Peregrino do Deserto O Peregrino do Deserto Sinopse: Experiências de um peregrino que viveu no deserto só. Autor: Rhenan Carvalho Descalço Onde você estaria descalço? qual a diferença de estar descalço ou calçado em um deserto

Leia mais

Ensaios de Esperança

Ensaios de Esperança Ensaios de Esperança Ensaios de Esperança Alexandre Robles São Paulo, 2012 2 Ficha catalográfica Copyright Alexandre Robles Capa: Ana Elisa Vieira Revisão: Ana Elisa Vieira Editoração Eletrônica: Ana Elisa

Leia mais

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

MEU BENZINHO. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação) MEU BENZINHO Lugar:Uruçuca (BA). Data:01/01/1970. Estúdio:06/08/2012 Estilo: Forró arrastapé Tom: D (Ré maior) MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. MEU BICHITO,MEU BICHITO MEU CARINHO É BOM. (Preparação)

Leia mais

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes

Filosofia da Arte. Unidade II O Universo das artes Filosofia da Arte Unidade II O Universo das artes FILOSOFIA DA ARTE Campo da Filosofia que reflete e permite a compreensão do mundo pelo seu aspecto sensível. Possibilita compreender a apreensão da realidade

Leia mais

Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais

Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais Amor Ciúme Confiança Estereótipos de Género e Papéis Sociais Amor é fogo que arde sem se ver; É ferida que dói e não se sente; É um contentamento descontente; É dor que desatina sem doer.. Luís Vaz de

Leia mais

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida

II Concurso Cultural MCA - Letras Musicais Amor, a sinfonia da vida Amor, a sinfonia da vida O Módulo Criança e Adolescente - MCA, sistema desenvolvido pelo Ministério Público do Rio de Janeiro com o objetivo de permitir um trabalho integrado entre os agentes do Sistema

Leia mais

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos

Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Bem vindo à Comunidade Presbiteriana Villa-Lobos Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia Meu louvor somente à Ti darei Te darei todo louvor Te darei adoração Só a Ti minh alma anseia

Leia mais

Pensamento e Sentimento

Pensamento e Sentimento Pensamento e Sentimento Pensar - Sentir - Fazer Espiritualidade e Evolução Amor-sabedoria Verdade -- Justiça A Conexão com a Consciência Superior Instr. Eliseu Mocitaíba da Costa Pensamento e Sentimento

Leia mais

ZOO POÉTICO CEI DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI. Professor(es) Apresentador(es): GESLIANE PRATAVIEIRA. Realização:

ZOO POÉTICO CEI DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI. Professor(es) Apresentador(es): GESLIANE PRATAVIEIRA. Realização: ZOO POÉTICO CEI DULCE DE FARIA MARTINS MIGLIORINI Professor(es) Apresentador(es): GESLIANE PRATAVIEIRA Realização: Foco do Projeto Proporcionar o contato sistemático dos alunos com o gênero poema, auxiliando

Leia mais

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP.

23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. 23 de Abril. Dia Mundial do Livro Venha festejá-lo com palavras, na Biblioteca da FLUP. No dia 23 de abril de 2013 a Biblioteca Central pediu aos seus leitores que dedicassem algumas palavras de homenagem

Leia mais

Aula 6 A lírica camoniana

Aula 6 A lírica camoniana Aula 6 A lírica camoniana Lírica Camoniana Poemas em medida velha: Poemas em medida nova: - Tradição popular medieval - Doce estilo novo -- Influência de Petrarca: soneto - Redondilha Menor: pentassílabo

Leia mais

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial

UNIÃO ESTE BRASILEIRA. Associação Ministerial UNIÃO ESTE BRASILEIRA Associação Ministerial Comentários sobre a Música Comentários sobre a Música Pr. Graciliano Martins Percepção Humana da Música A música é percebida pelo tálamo, estação de transmissão

Leia mais

SUMÁRIO O PRIMEIRO LIVRO: ADMOESTAÇÕES ÚTEIS PARA UMA VIDA ESPIRITUAL

SUMÁRIO O PRIMEIRO LIVRO: ADMOESTAÇÕES ÚTEIS PARA UMA VIDA ESPIRITUAL SUMÁRIO O PRIMEIRO LIVRO: ADMOESTAÇÕES ÚTEIS PARA UMA VIDA ESPIRITUAL 1. Desprezo de Todas as Vaidades do Mundo... 17 2. Conceito Humilde de Nós Mesmos... 18 3. Doutrina da Verdade... 19 4. Pensar Primeiro

Leia mais

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana.

Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida humana. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Aula 55 Conteúdos: Substantivo simples e composto. Múltiplos de um número natural. Arte e vida. A valorização da vida

Leia mais

O amor é cego? Antonio Nascimento GESM Apresentação disponível em

O amor é cego? Antonio Nascimento GESM Apresentação disponível em O amor é cego? Antonio Nascimento GESM 12.09.2011 Apresentação disponível em www.searadomestre.com.br Parábola: A cegueira do amor Numa brincadeira de esconde-esconde entre os diversos sentimentos e qualidades

Leia mais

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc.

como diz a frase: nois é grossa mas no fundo é um amor sempre é assim em cima da hora a pessoa muda numa hora ela fica com raiva, triste, feliz etc. SEGUIR EM FRENTE seguir sempre em frente, nunca desistir dos seus sonhos todos nós temos seu nivel ou seja todos nós temos seu ponto fraco e siga nunca desistir e tentar até voce conseguir seu sonho se

Leia mais

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna

EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna OSHO - INTUIÇÃO EGC - Engenharia e gestão do conhecimento Disciplina: Complexidade, conhecimento e sociedades em rede Professor: Aires Rover Aluna: Desirée Sant Anna Maestri 2016/1 O LIVRO três partes

Leia mais

DOCE PRESENÇA VERDADEIRO AMOR

DOCE PRESENÇA VERDADEIRO AMOR DOCE PRESENÇA Ludmila Ferber ISRC BR MKP 0400412 O Espí rito Santo está aqui Sua doce presença Podemos sentir Como brisa suave Em nossos corações Como um rio de graça Amor e perdão Presença que nos cura

Leia mais

01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo com sua função. raiz caule folha flor fruto

01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo com sua função. raiz caule folha flor fruto PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 2º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ================================================================= 01- Escreva o nome de cada parte da planta de acordo

Leia mais

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL

1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL 1-PORTO SEGURO-BAHIA-BRASIL LUGAR: EUNÁPOLIS(BA) DATA: 05/11/2008 ESTILO: VANEIRÃO TOM: G+ (SOL MAIOR) GRAVADO:16/10/10 PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL VOCÊ É O BERÇO DO NOSSO PAIS. PORTO SEGURO BAHIA-BRASIL

Leia mais

Impressão da Capa: Gráfica São José

Impressão da Capa: Gráfica São José Direitos autorais reservados 2013 Mario de Almeida. 1ª Edição: novembro/2013 Impressão da Capa: Gráfica São José Obras do Autor Lindos Poemas de amor - 2001 Amor em Poesias - 2003 Poemas Proibidos - 2004

Leia mais

Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7)

Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7) Silêncio: o caminho para Deus Em silêncio, abandona-te ao Senhor, põe tua esperança nele (Sl 36, 7) 1 / 5 Não há dúvidas: nascemos para Deus e apenas nele podemos encontrar o repouso para nossas almas

Leia mais

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar

Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Poema Mais um dia. Mais um dia a pensar em ti No teu rosto no teu olhar Nos momentos que contigo vivi Que não consigo deixar de me lembrar Penso em ti o dia inteiro Penso em toda a tua beleza Se ser bonita

Leia mais

) ) .,. MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ~ )

) ) .,. MEB- 50 ANOS ;.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA!  MARIA ALICE ~ ) ) 1 ) ) ).,. I ) I MEB- 50 ANOS ";.. QUANTO AFETO, QUANTA ALEGRIA RENOVADA EM CADA ENCONTRO... VIVA A VIDA! " MARIA ALICE ) ) ~ ) ( ' A MUSICA DA CAMPANHA DAS ESCOLAS RADIOFONICAS LEVANTO JUNTO COM O SOL

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO DA BE

BOLETIM INFORMATIVO DA BE BOLETIM INFORMATIVO DA BE ABRIL DE 2012 Depois de uma breve pausa na publicação do nosso boletim, eis que este regressa com um número duplo no qual vos queremos dar notícia das actividades desenvolvidas

Leia mais

Quando eu, senhora...

Quando eu, senhora... Quando eu, senhora... Sá de Miranda Quando eu, senhora, em vós os olhos ponho, e vejo o que não vi nunca, nem cri que houvesse cá, recolhe-se a alma em si e vou tresvariando, como em sonho. Isto passado,

Leia mais

ELIZIANE PIVATO. Dicas infalíveis. para falar em público. e influenciar. elizianepivato.com.br

ELIZIANE PIVATO. Dicas infalíveis. para falar em público. e influenciar. elizianepivato.com.br ELIZIANE PIVATO 7 Dicas infalíveis para falar em público e influenciar elizianepivato.com.br Introdução Qual atitude fará diferença para sua vida? Por que as pessoas agem diferente de você? Já imaginou

Leia mais

EU SOU CRIANÇA Eu ainda sou criança, E também sou muito feliz, Tenho o meu pai e a minha mãe, Sou criança, sou criança

EU SOU CRIANÇA Eu ainda sou criança, E também sou muito feliz, Tenho o meu pai e a minha mãe, Sou criança, sou criança EU SOU CRIANÇA Eu ainda sou criança, E também sou muito feliz, Tenho o meu pai e a minha mãe, Sou criança, sou criança E nesse mundo (de criança) Sou uma aprendiz; Sou uma criança, Sou alegre, Sou carinhosa

Leia mais

Natal de 2016 Missa do Dia

Natal de 2016 Missa do Dia Natal de 2016 Missa do Dia no espaço, já somos homens e mulheres da eternidade, ou como diziam os Padres da Igreja: Homens do Oitavo dia, porque o nascimento de Deus em Belém da Judéia transcende o tempo

Leia mais

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1

1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 1 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1. 2 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 3 COMO RENOVAR SEU GUARDA ROUPA SEM GASTAR R$1 Prefácio São Paulo passa (ou será volta?), a contar com uma

Leia mais

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição

ELISÂNGELA FURTADO 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade 1ª Edição ELISÂNGELA FURTADO A VIDA EM PROSA E VERSO Do sonho à realidade São Gonçalo Rio de Janeiro Agosto de 2013 2 AGRADECIMENTOS A DEUS,

Leia mais

Uso de Metáforas em Poesia e Canção

Uso de Metáforas em Poesia e Canção Uso de Metáforas em Poesia e Canção Ângela Gonçalves Trevisol Tamara dos Santos A partir de observações em sala de aula para a disciplina de Seminário para o ensino de literatura brasileira percebemos

Leia mais

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes

CELEBRE SEU SONHO. Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes CELEBRE SEU SONHO Aula baseada no Discurso de Barbara Sunden Diretora Nacional executiva Elite de Vendas independentes COMPARTILHANDO O SONHO Mary Kay disse: Se você quer apenas o que já possui, continue

Leia mais