Computação I: Representações de Algoritmos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Computação I: Representações de Algoritmos"

Transcrição

1 Computação I: Representações de Algoritmos * Parte da apresentação foi gentilmente cedida pelo prof. Igor Steinmacher

2 Agenda Objetivos Relembrando... Algoritmos para desenvolver algoritmos Representação de algoritmos Linguagem natural Fluxogramas Pseudo-código Considerações finais 2

3 Objetivos da Aula Entender e executar algoritmos com fluxogramas Desenvolver algoritmos simples com fluxogramas Entender e executar algoritmos em pseudo-código Desenvolver algoritmos simples em pseudo-código 3

4 Relembrando... Sistema Computacional Entrada -> Processamento -> Saída O que é um algoritmo Mundo Real Abstração Mundo Computacional Algoritmo Programa em código fonte Compilador Programa em Código Objeto Atividade Inerentemente Humana!!! Ferramentas Computacionais Linkeditor Programa de Software 4

5 Relembrando... Diferentes maneiras de representar algoritmos Linguagem natural, fluxogramas, pseudo-código Mundo Real Abstração Mundo Computacional Algoritmo Programa em código fonte Compilador Programa em Código Objeto Atividade Inerentemente Humana!!! Ferramentas Computacionais Linkeditor Programa de Software 5

6 Relembrando... Notas importantes!!! Um algoritmo não é a solução de um problema, pois, se assim fosse, cada problema teria um único algoritmo Um algoritmo é um caminho para a solução de um problema e, em geral, os caminhos que levam a uma solução são muitos O aprendizado de algoritmos se consegue apenas com o desenvolvimento de algoritmos Não se aprende a desenvolver algoritmos apenas: Copiando Algoritmos Estudando Algoritmos Só se aprende algoritmos: Construindo Algoritmos Testando Algoritmos 6

7 Algoritmo para a construção de algoritmos Compreender completamente o problema a ser resolvido destacando os pontos mais importantes Definir os dados de entrada, ou seja, quais dados serão fornecidos para a solução do problema Definir o processamento, ou seja, quais cálculos serão efetuados e quais as restrições para esses cálculos Definir os dados de saída, ou seja, quais dados serão gerados após o processamento Construir o algoritmo da melhor maneira possível Testar o algoritmo utilizando simulações 7

8 Linguagem Natural É o que estamos fazendo Descrevemos os passos utilizando nosso modo de escrever no dia-a-dia Ponto positivo: Fácil de utilizar pois já é bem conhecida Pontos negativos: Ambiguidade Dificuldade de interpretação única Dificuldade de transcrever para uma linguagem formal 8

9 Fluxograma Utiliza um conjunto limitado de símbolos gráficos para descrever a solução Pontos positivos Entendimento mais simples Menor ambiguidade Pontos negativos Necessidade de aprender os símbolos Menor riqueza de detalhes 9

10 Fluxograma Indica o início e o fim de um algoritmo Indica o sentido do fluxo,dentro do algoritmo Indica processamento; cálculos e atribuição de valores Indica a entrada de dados Indica saída de dados Indica uma tomada de decisão, possível desvio 10

11 Exemplo de Fluxograma Chupar bala Início Pegar a bala Tirar o papel Chupar a bala Jogar o papel no lixo Fim 11

12 Vamos pensar... Imagine o seguinte problema: Calcular a média final dos alunos da 3ª Série. Os alunos realizarão quatro provas: P1, P2, P3 e P4. Em que: Média Final = (P1 + P2 + P3 + P4)/4 Desenvolva o algoritmo em linguagem natural para resolver esse problema 12

13 Vamos pensar... Início P1, P2, P3, P4 Media = (P1 + P2 + P3 + P4) 4 Media Fim 13

14 Exemplo Crie um algoritmo em forma de fluxograma que: Solicite o nome de um funcionário, seu salário e a valor das vendas Calcule o valor de sua comissão, sabendo que esta é de 10% do valor de suas vendas Calcule o salário final do funcionário Apresente o nome do funcionário e o valor de seu salário final 14

15 Exercícios 1) Vou ao Paraguai e quero calcular quanto custa um produto em reais. Para isso preciso que me informem a cotação do dólar e o valor do produto em dólares. Como resultado quero o valor do produto convertido. 15

16 Fluxograma com decisão Dados dois números, mostrar o maior Início N1, N2 N1 > N2? N1 N2 Fim 16

17 Exercício Represente o algoritmo em forma de fluxograma: quando informados dois números (N1 e N2), devo realizar a divisão entre eles (N1/N2) e mostrar o resultado da mesma. Porém, antes de realizar o cálculo, é preciso verificar se N2 é diferente de 0. Caso N2 seja igual a zero, devemos mostrar Impossível Dividir ao invés de mostrar o resultado. 17

18 Exercício Desejo saber quanto de imposto de renda as pessoas devem pagar, baseado em seu salário. Faça um fluxograma mapeando o caso em que o usuário informe seu salário e receba como saída o valor do desconto, de acordo com a tabela abaixo: Salário Desconto até R$ ,00 Isento de R$ 1.500,01 até R$ 3.000,00 15% acima de R$ 3.000,00 27,5% 18

19 Pseudo-código Utiliza um conjunto limitado de palavras reservadas descrever a solução Pontos positivos Proximidade com a linguagem de programação Menor ambiguidade Estruturação e precisão Pontos negativos Necessidade de aprender as palavras reservadas 19

20 Pseudo-código Da linguagem natural para pseudo-código Começamos com uma afirmação genérica da solução do problema e prosseguimos até o algoritmo final, aumentando sistematicamente o nível de detalhamento Refinamentos sucessivos Como trocar a lâmpada no teto? Início remova a lâmpada queimada coloque a nova lâmpada Fim 20

21 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (1/11) Início remova a lâmpada queimada coloque a nova lâmpada Fim O que é necessário para remover a lâmpada? posicione a escada debaixo da lâmpada queimada suba na escada até que a lâmpada possa ser alcançada gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar - remova a lâmpada queimada 21

22 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (2/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada suba na escada até que a lâmpada possa ser alcançada gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar remova a lâmpada queimada coloque a nova lâmpada Fim O que é necessário para colocar a lâmpada nova? escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada 22

23 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (3/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada suba na escada até que a lâmpada possa ser alcançada gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim Estrutura Seqüencial 23

24 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (4/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada suba na escada até que a lâmpada possa ser alcançada gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim 24

25 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (5/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada Estrutura de Repetição fim-enquanto gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim 25

26 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (6/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto gire a lâmpada queimada no sentido anti-horário até se soltar remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim 26

27 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (7/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto enquanto <a lâmpada não soltar> faça gire a lâmpada no sentido anti-horário Estrutura de Repetição fim-enquanto remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim 27

28 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (8/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto enquanto <a lâmpada não soltar> faça gire a lâmpada no sentido anti-horário fim-enquanto remova a lâmpada queimada escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada Fim 28

29 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (9/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto enquanto <a lâmpada não soltar> faça gire a lâmpada no sentido anti-horário fim-enquanto remova a lâmpada queimada se <tiver lâmpada da mesma potência> então escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada senão desça a escada fim-se Fim Estrutura Condicional 29

30 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (10/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto enquanto <a lâmpada não soltar> faça gire a lâmpada no sentido anti-horário fim-enquanto remova a lâmpada queimada se <tiver lâmpada da mesma potência> então escolha uma lâmpada da mesma potência da queimada posicione a nova lâmpada no soquete gire a lâmpada no sentido horário até que ela se firme desça a escada senão desça a escada fim-se Fim 30

31 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto (11/11) Início posicione a escada debaixo da lâmpada queimada enquanto <não alcançar a lâmpada> faça suba um degrau da escada fim-enquanto enquanto <a lâmpada não soltar> faça gire a lâmpada no sentido anti-horário fim-enquanto remova a lâmpada queimada se <tiver lâmpada da mesma potência> então selecione a lâmpada posicione a nova lâmpada no soquete enquanto <a lâmpada não prender> faça gire a lâmpada no sentido horário fim-enquanto desça a escada senão desça a escada fim-se Fim 31

32 Algoritmo para trocar a lâmpada no teto Quando parar o refinamento? Isso depende do agente que irá executar o algoritmo Os computadores têm um conjunto muito limitado de instruções e o algoritmo deve ser expresso nos termos dessas instruções A linguagem de programação a ser utilizada na programação é o que, principalmente, define o critério de parada 32

33 Exercício Desenvolver um algoritmo para trocar o pneu furado de um carro usando pseudo-código Se possível, use as três estruturas de controle: Repetição, seqüencial e condicional Relacione uma situação problema do seu dia a dia que pode ser resolvida com um algoritmo e desenvolva o algoritmo para essa situação 33

34 Considerações Finais Os algoritmos que acabamos de resolver não usam exatamente um conjunto muito restrito de instruções Não são exatamente pseudo-código Existem proposições melhores que aproximam ainda mais a linguagem natural da linguagem de programação Diminuindo o tamanho do conjunto de instruções disponíveis 34

Aula 02 ALGORITMOS. Introdução à Computação

Aula 02 ALGORITMOS. Introdução à Computação Aula 02 ALGORITMOS Introdução à Computação Etapas da Construção de Software Na elaboração de programas complexos, é necessário utilizar um método sistemático de programação que permita a obtenção de programas

Leia mais

Algoritmo. Conjunto finito de instruções que permitem a realização de uma tarefa. 2.1: Introdução 2. ALGORITMOS

Algoritmo. Conjunto finito de instruções que permitem a realização de uma tarefa. 2.1: Introdução 2. ALGORITMOS 2 - Algoritmo 2.1: Introdução 2. ALGORITMOS Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro Antes de se utilizar uma linguagem de computador,

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Significa o uso correto das leis do pensamento e de processos de raciocínio para a produção de soluções logicamente válidas v e coerentes,, que resolvam com qualidade os problemas

Leia mais

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim

ALGORITMOS AULA 1. Profª Amanda Gondim ALGORITMOS AULA 1 Profª Amanda Gondim O que é lógica? NOÇÕES DE LÓGICA A lógica trata da correção do pensamento Ensina-nos a usar corretamente as leis do pensamento É a arte de pensar corretamente A forma

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Programação Edilson Hipolito da Silva edilson.hipolito@ifsc.edu.br - http://www.hipolito.info Aula 05 Formas de representação de algoritmos Roteiro Representação de algoritmos Linguagem natural

Leia mais

Revisão Histórico das Linguagens de Programação

Revisão Histórico das Linguagens de Programação Revisão Histórico das Linguagens de Programação Qual a única linguagem compreendida pelos computadores? O que é uma linguagem de programação de alto nível? Como fazer o computador entender um programa

Leia mais

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS

INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: Bacharelado em Ciências e Tecnologia INFORMÁTICA APLICADA AULA 02 ALGORITMOS Profª ª Danielle Casillo ALGORITMOS Um algoritmo é uma sequência de instruções

Leia mais

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos

Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos 1. Introdução à Lógica de Programação Capítulo 1 - Lógica e Algoritmos A lógica de programação é necessária para pessoas que desejam trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite definir

Leia mais

Computação I: Linguagem de Programação Python

Computação I: Linguagem de Programação Python Computação I: Linguagem de Programação Python reginaldo.re@utfpr.edu.br * Parte da apresentação foi gentilmente cedida pelo prof. Igor Steinmacher Agenda Objetivos Python: conceitos básicos O Ambiente

Leia mais

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá 2. ALGORITMOS Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro Ministrado por: Prof. André Amarante Problemas: Unesp-Campus de Guaratinguetá

Leia mais

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany

Aula 4B. Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Fundamentos de Programação 1 Aula 4B Lógica e Algoritmos. Profª. Fabiany Lógica A lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo. Sequência Lógica São passos

Leia mais

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa

Programação de Computadores I Introdução. Prof. Ramon Figueiredo Pessoa Programação de Computadores I Introdução Prof. Ramon Figueiredo Pessoa 1 Conceitos Básicos O computador só consegue: Armazenar dados em disco Imprimir Relatórios gerar gráficos realizar cálculos 5 4 3

Leia mais

Fluxograma Pseudocódigo Estruturas de decisão. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes

Fluxograma Pseudocódigo Estruturas de decisão. Professor Leandro Augusto Frata Fernandes Programação de Computadores III Aula 4 Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2011.1/tcc-03.063 Roteiro da Aula

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de Programação

Algoritmos e Técnicas de Programação Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução filipe.raulino@ifrn.edu.br Créditos O material utilizado neste curso é composto de adaptações dos Slides do Professor Diego Silveira. Objetivos Fazer uma

Leia mais

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009

PPM CONTEÚDO. Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA 05/03/2009 PPM PROGRAMAÇÃO PARA MANUFATURA CONTEÚDO Lógica de programação Programação para manufatura Sistemas supervisorios 1 LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Abrangência Introduzir os conceitos básicos relacionados à lógica

Leia mais

Programação de Computadores:

Programação de Computadores: Instituto de C Programação de Computadores: Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Luis Martí Instituto de Computação Universidade Federal Fluminense lmarti@ic.uff.br - http://lmarti.com Roteiro

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Professor Leandro Augusto Frata Fernandes laffernandes@ic.uff.br Material disponível em http://www.ic.uff.br/~laffernandes/teaching/2013.1/tcc-00.157

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Pseudocódigo e Estruturas Básicas de Controle Professor Hugo de Oliveira Barbalho hbarbalho@ic.uff.br Material produzido pelo professor: Leandro Augusto Frata Fernandes

Leia mais

Introdução à Programação. Ceça Moraes

Introdução à Programação. Ceça Moraes Introdução à Programação Ceça Moraes Conteúdo Algoritmos Representação Exercícios Linguagens de Programação Compilador Interpretador 2 Lógica O que é lógica? Ciência que estuda as leis do raciocínio. Correção/validação

Leia mais

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves.

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves. Conceitos Básicos Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Revisão Algoritmos Memória, variáveis e constantes Estrutura básica de um algoritmo em pseudocódigo 2 O que já

Leia mais

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo

Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos. Prof. Alex Camargo UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS BAGÉ ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO Funcionamento do computador. Conceito e definição de algoritmos Prof. Alex Camargo alexcamargoweb@gmail.com Funcionamento do computador

Leia mais

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA

Conceitos Básicos ENTRADA PROCESSAMENTO SAÍDA Aula 02 - Algoritmos Disciplina: Algoritmos Prof. Allbert Velleniche de Aquino Almeida E-mail: allbert.almeida@fatec.sp.gov.br Site: http://www.allbert.com.br /allbert.almeida Conceitos Básicos Desde o

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação

Introdução à Lógica de Programação Sistemas Operacionais e Introdução à Programação Introdução à Lógica de Programação 1 Resolução de problemas usando computador Computador: ferramenta para processamento automático de dados Processamento

Leia mais

Lógica Aula 3. Definição. Estrutura de decisão

Lógica Aula 3. Definição. Estrutura de decisão Lógica Aula 3 Estrutura de decisão Definição Principais estrutura Desvio Condicional Simples Composto Encadeado Exercícios Definição Na vida tomamos decisões a todo o momento baseadas em uma situação existente.

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação I

Algoritmos e Linguagem de Programação I Algoritmos e Linguagem de Programação I Roberto Ferreira roberto.ferreira@lapa.ifbaiano.edu.br 2014.1 Módulo I Aula 3 Algoritmos Computacionais Na aula anterior vimos... Quais são os passos para solucionar

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO DE COMPUTADORES 1. Introdução à Lógica de Programação 1.1. Lógica? Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo.

Leia mais

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves.

Introdução à Algoritmos. Professora: Fabíola Gonçalves. Introdução à Algoritmos Professora: Fabíola Gonçalves. AGENDA Algoritmos Definição Por que precisamos de Algoritmos Características Formas de representação Descrição Narrativa Fluxograma Linguagem Algorítmica

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Até o momento da disciplina vimos comandos de entrada, processamento e saída

Leia mais

Computadores = cérebros eletrônicos?

Computadores = cérebros eletrônicos? Prof. André Backes Introdução Computadores = cérebros eletrônicos? Computadores são máquinas e, por si sós, não podem ser inteligentes. Alguém as projetou e deu a ela todas as características que possuem.

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares

Introdução à Lógica de Programação. Adaptação de Luis Otavio Alvares 1 Introdução à Lógica de Programação Adaptação de Luis Otavio Alvares 2 Elaboração de um programa Problema Análise Programa Algoritmo 3 Processo de geração de um programa Análise do problema: Ler atentamente

Leia mais

Algoritmos e Programação

Algoritmos e Programação Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia da Produção / Elétrica Parte 02 Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br www.univasf.edu.br/~jorge.cavalcanti www.twitter.com/jorgecav

Leia mais

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE)

ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Algoritmos e Estruturas de Dados 1 Prof. Eduardo 1 ALGORITMOS COM SELEÇÃO 1 - ESTRUTURA CONDICIONAL (ESTRUTURAS DE CONTROLE) Já vimos entrada, processamento e saída, que compõem os algoritmos puramente

Leia mais

CONCEITOS DE ALGORITMOS

CONCEITOS DE ALGORITMOS CONCEITOS DE ALGORITMOS Fundamentos da Programação de Computadores - 3ª Ed. 2012 Editora Prentice Hall ISBN 9788564574168 Ana Fernanda Gomes Ascênsio Edilene Aparecida Veneruchi de Campos Algoritmos são

Leia mais

Conceitos Básicos de Algoritmos

Conceitos Básicos de Algoritmos Conceitos Básicos de Algoritmos 35 TIPOS PRIMITIVOS Palavra-reservada: inteiro - define variáveis numéricas do tipo inteiro, ou seja, sem casas decimais Palavra-reservada: real - define variáveis numéricas

Leia mais

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35

BCC Introdu c ao ` a Programa c ao Portugol Guillermo C amara-ch avez UFOP 1/35 BCC 201 - Introdução à Programação Portugol Guillermo Cámara-Chávez UFOP 1/35 Introdução I Lógica A lógica é usada no dia a dia das pessoas que trabalham com computação para solucionar problemas de forma

Leia mais

Conceitos básicos de algoritmos

Conceitos básicos de algoritmos Conceitos básicos de algoritmos Operadores Aritméticos Unários: +, - Exemplos: +1-5.9... var a: inteiro... a

Leia mais

1. Tema central. 2. Objetivos. 3. Recursos. 4. Referências Bibliográficas. 5. Informações. 6. Conteúdo

1. Tema central. 2. Objetivos. 3. Recursos. 4. Referências Bibliográficas. 5. Informações. 6. Conteúdo Curso Disciplina Professor istemas de Informação Algoritmos e Programação Flávio Euripedes de Oliveira 1. Tema central Formas de representação de algoritmos (textual e gráfica). 2. Objetivos 1. Revisar

Leia mais

A palavra ALGORITMO teve origem com um Matemático Persa, al. Khawarizmi. O seu trabalho mais famoso foi Al-jabr walmuquabalah,

A palavra ALGORITMO teve origem com um Matemático Persa, al. Khawarizmi. O seu trabalho mais famoso foi Al-jabr walmuquabalah, A palavra ALGORITMO teve origem com um Matemático Persa, al Khawarizmi. O seu trabalho mais famoso foi Al-jabr walmuquabalah, ou a ciência das Equações que, em última análise suscitaram o desenvolvimento

Leia mais

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro

2. ALGORITMOS. Unesp Campus de Guaratinguetá. Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 2. ALGORITMOS Unesp Campus de Guaratinguetá Curso de Programação Computadores Prof. Aníbal Tavares Profa. Cassilda Ribeiro 2 - Algoritmo 2.1: Introdução Antes de se utilizar uma linguagem de computador,

Leia mais

Fluxogramas. Leandro Tonietto ago-09

Fluxogramas. Leandro Tonietto ago-09 Fluxogramas Leandro Tonietto ltonietto@unisinos.br ago-09 Introdução Planejar, modelar e projetar primeiro, depois fazer (programar). Maiores chances de sucesso na programação Facilita a resolução, pois

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática

Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Universidade Federal de Goiás Instituto de Informática Disciplina: Introdução à Computação Profª Nilzete Olímpio Álvares AULAS 5 e 6 Conceitos Preliminares 1 Noções sobre Programação 1.1 Papel do programador

Leia mais

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz

Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Aula 2 - Introdução Cleverton Hentz Sumário de Aula } Programas } Linguagens de Programação } Formas de Estruturação de Algoritmos 2 Programas } Os algoritmos são utilizados na construção de programas

Leia mais

Algoritmos I Aula 3 Resolução de Problemas (Fluxogramas)

Algoritmos I Aula 3 Resolução de Problemas (Fluxogramas) Algoritmos I Aula 3 Resolução de Problemas (Fluxogramas) Professor: Max Pereira http://paginas.unisul.br/max.pereira Ciência da Computação Problemas...aula anterior Problema 1 1. Comece a avaliação 2.

Leia mais

Introdução aos Algoritmos

Introdução aos Algoritmos Introdução aos Algoritmos Quando temos que fazer uma determinada tarefa e não sabemos muito bem como fazê-la, podemos fazer perguntas para nos esclarecer a respeito do que deve ser feito e como deve ser

Leia mais

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Welber Ribeiro da Silva

LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO. Prof. Welber Ribeiro da Silva LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO Prof. Welber Ribeiro da Silva POR QUE APRENDER LÓGICA DE PROGRAMAÇÃO? PARA QUE SERVE? CONCEITOS PRELIMINARES Computador: é uma máquina que processa informações sob o controle de grupos

Leia mais

Aula 02. Algoritmos e Pseudocódigo

Aula 02. Algoritmos e Pseudocódigo Aula 02 Algoritmos e Pseudocódigo Tópicos Principais Definição de Algoritmo Formas de representação Condicionais Repetições Definição de Algoritmo Um algoritmo é uma sequência de ações que resolve um problema.

Leia mais

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO 1 - CONCEITO DE ALGORITMO A automação é o processo em que uma tarefa deixa de ser desempenhada pelo homem e passa a ser realizada por máquinas, sejam estas dispositivos mecânicos,

Leia mais

Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva. Natal, 01 de setembro de 2011

Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva. Natal, 01 de setembro de 2011 Ivanovitch Medeiros Dantas da Silva Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Natal, 01 de setembro de

Leia mais

Unidade 2: Algoritmos e programação

Unidade 2: Algoritmos e programação Unidade 2: Algoritmos e programação 2.1. Algoritmos Os computadores estão sendo utilizados para resolver problemas cada vez de maior porte e complexidade. A utilização do computador para resolver problemas

Leia mais

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves.

Conceitos Básicos. Professor: Juliano Lucas Gonçalves. Conceitos Básicos Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Lógica Lógica de Programação Algoritmo narrativo Exercícios O que é Lógica? Trata da Correção do Pensamento; Porque

Leia mais

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos Site:

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos   Site: Algoritmos Prof. Jonatas Bastos Email: jonatasfbastos@gmail.com Site: http://jonatasfbastos.wordpress.com/ 1 Dúvidas! p p p Como os computadores entendem os algoritmo? Os computadores não entendem os passos

Leia mais

UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS

UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS 1 UNIDADE 1 CONCEITOS BÁSICOS EM ALGORITMOS 1.1 NOÇÕES DE LÓGICA a) Conceitos: - Lógica é a ciência que estuda as leis do raciocínio; coerência; raciocínio. - Lógica como técnica nos ensina a usar corretamente

Leia mais

Fluxogramas. Vanessa Braganholo

Fluxogramas. Vanessa Braganholo Fluxogramas Vanessa Braganholo vanessa@ic.uff.br Antes de vermos Fluxogramas...... vamos conhecer um pouco sobre a evolução das linguagens de programação 2 Paradigmas de Programação Definem regras básicas

Leia mais

Programação de Computadores III

Programação de Computadores III Programação de Computadores III Introdução a Algoritmos (Parte I) Professor Hugo de Oliveira Barbalho hbarbalho@ic.uff.br Material produzido pelo professor: Leandro Augusto Frata Fernandes (laffernandes@ic.uff.br)

Leia mais

CONCEITO DE COMPUTADOR. O que é um computador?

CONCEITO DE COMPUTADOR. O que é um computador? CONCEITO DE COMPUTADOR O que é um computador? CONCEITO DE COMPUTADOR Denomina-se computador uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento de dados. Contudo,

Leia mais

Introdução a Programação

Introdução a Programação Introdução a Programação Prof. André Gustavo Duarte de Almeida andre.almeida@ifrn.edu.br docente.ifrn.edu.br/andrealmeida Aula 01 Informática e a Programação Roteiro Informática Pensar e Programar Atividades

Leia mais

Lógica de Programação ALGORITMOS.

Lógica de Programação ALGORITMOS. Lógica de Programação ALGORITMOS. O QUE JÁ VIMOS? O que é algoritmo; Características; Exemplo de algoritmos; Pseudocódigo; Nomenclaturas corretas; Variáveis e tipos de dados; Operadores; Teste de mesa;

Leia mais

Estruturas de Decisão

Estruturas de Decisão Estruturas de Decisão Professor: Juliano Lucas Gonçalves juliano.goncalves@ifsc.edu.br Agenda Operadores Relacionais Lógicos Estruturas de Decisão Se... Entao caso 2 Operadores Relacionais São muito usados

Leia mais

Fluxogramas. Leonardo Gresta Paulino Murta.

Fluxogramas. Leonardo Gresta Paulino Murta. Fluxogramas Leonardo Gresta Paulino Murta leomurta@ic.uff.br Antes de vermos Fluxogramas......vamos conhecer um pouco sobre a evolução das linguagens de programação Leonardo Murta Fluxogramas 2 Paradigmas

Leia mais

Lógica de Programação e Algoritmos

Lógica de Programação e Algoritmos Lógica de Programação e Algoritmos Professores autores Nélio Alessandro Azevedo Cacho Keivilany Janielle de Lima Coelho Aula 7 Estruturas de decisão simples SE Na aula 6 (Controle de fluxo de execução:

Leia mais

ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO

ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO ESTRUTURAS DE CONTROLE ESTRUTURAS DE REPETIÇÃO Baseado nos slides de autoria de Rosely Sanches Estruturas de Controle ESTRUTURA SEQUENCIAL ESTRUTURAS CONDICIONAIS Estrutura Condicional Simples Estrutura

Leia mais

Lógica de Programação

Lógica de Programação Lógica de Programação Significa o uso correto das leis do pensamento e de processos de raciocínio para a produção de soluções logicamente válidas e coerentes, que resolvam com qualidade os problemas que

Leia mais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo. 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo. 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 2 Fluxogramas e Pseudocódigo 18 Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 1 Algoritmos em linguagem informal e em linguagens formais Voltemos a considerar alguns algoritmos que traduzem

Leia mais

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

OFICINA DA PESQUISA. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos OFICINA DA PESQUISA DISCIPLINA: LÓGICA MATEMÁTICA E COMPUTACIONAL APOSTILA 7 FLUXOGRAMA Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos carlos@oficinadapesquisa.com.br www.oficinadapesquisa.com.br Conceitos

Leia mais

Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição

Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição Estruturas de Decisão e Estruturas de Repetição Profa. Lara Popov Zambiasi Bazzi Oberderfer lara.popov@ifsc.edu.br http://professores.chapeco.ifsc.edu.br/lara/ Processos de Seleção ou Estruturas de Decisão

Leia mais

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos

Algoritmos. Prof. Jonatas Bastos Algoritmos Prof. Jonatas Bastos 1 Algoritmo Definições p p p p p p Algoritmo é uma sequência finita de passos que levam a execução de uma tarefa. Que levam a resolução de determinado problema. Podemos

Leia mais

Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO

Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Estruturas de controle: Estrutura de DECISÃO DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3

Algoritmos e Estruturas de Dados I. Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Algoritmos e Estruturas de Dados I Universidade Federal de São João del-rei Pedro Mitsuo Shiroma Sala 119 Bloco 3 Computação - Algoritmo O que é um algoritmo? Um procedimento passo-a-passo para a solução

Leia mais

Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF Programação I

Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF Programação I Introdução à Algoritmos INF 1005 e INF1004 - Programação I Pontifícia Universidade Católica Departamento de Informática 1 Algoritmo: Conceito Sequência finita e não ambígua de passos para a solução de

Leia mais

Introdução à Lógica de Programação Aula 2. Adaptação de Luis Otavio Alvares

Introdução à Lógica de Programação Aula 2. Adaptação de Luis Otavio Alvares 1 Introdução à Lógica de Programação Aula 2 Adaptação de Luis Otavio Alvares 2 Operadores Usados para incrementar, decrementar, comparar e avaliar dados, que são operações básicas em processamento de dados.

Leia mais

Este conceito é bastante simples e será útil e conveniente nos itens seguintes, na definição das estruturas básicas de controle de execução.

Este conceito é bastante simples e será útil e conveniente nos itens seguintes, na definição das estruturas básicas de controle de execução. Capítulo 7 Controle de Fluxo de Execução Até o momento os algoritmos estudados utilizam apenas instruções primitivas de atribuição, e de entrada e saída de dados. Qualquer conjunto de dados fornecido a

Leia mais

Algoritmo e Linguagem C++

Algoritmo e Linguagem C++ Algoritmo e Linguagem C++ Tutor: Rafael Dias Ribeiro, MSc. rafaeldiasribeiro@gmail.com O que é um algoritmo Ambiente de trabalho com C++ Primeiro programa Formatação de saída Variáveis Comandos de entrada

Leia mais

Linguagens de Programação I. Introdução a Algoritmos e Lógica de Programação

Linguagens de Programação I. Introdução a Algoritmos e Lógica de Programação Linguagens de Programação I Introdução a Algoritmos e Lógica de Programação 1 INTRODUÇÃO Que é um programa de computador? Um programa de computador é o produto resultante da atividade intelectual de um

Leia mais

Introdução a Algoritmos

Introdução a Algoritmos Universidade Federal do Vale do São Francisco Introdução a Algoritmos Professor: Marcelo Santos Linder E-mail: marcelo.linder@univasf.edu.br Página: www.univasf.edu.br/~marcelo.linder Programa da Disciplina

Leia mais

Vamos estudar o que se entende por «programação», que é uma linguagem de programação e ver algumas terminologias própria de programação e como

Vamos estudar o que se entende por «programação», que é uma linguagem de programação e ver algumas terminologias própria de programação e como Vamos estudar o que se entende por «programação», que é uma linguagem de programação e ver algumas terminologias própria de programação e como utilizá-la. 1 Por si só, uma equipe não é muito inteligente.

Leia mais

Estrutura de Exclusão Múltipla

Estrutura de Exclusão Múltipla Estrutura de Exclusão Múltipla Lista de Exercícios 03 Algoritmos e Linguagens de Programação Professor: Edwar Saliba Júnior IMPORTANTE: Lembre-se! As respostas apresentadas a seguir não são únicas. Ou

Leia mais

Noções de Algoritmos

Noções de Algoritmos Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Engenharia de Computação e Automação Noções de Algoritmos DCA0800 - Algoritmos e Lógica de Programação Heitor Medeiros 1 Tópicos da aula Algoritmos

Leia mais

Lógica. Necessida de se usar lógica. Solucionar problemas Eficiência e eficácia Boa performance de conhecimento

Lógica. Necessida de se usar lógica. Solucionar problemas Eficiência e eficácia Boa performance de conhecimento Lógica INTRODUÇÃO Lógica consiste na arte de pensar corretamente, organizando o pensamento, de forma a corrigir o raciocínio. Em nosso dia-a-dia, sem percebermos colocamos em prática a lógica, em qualquer

Leia mais

Programação Aplicada à Engenharia

Programação Aplicada à Engenharia Universidade Federal Rural do Semi-Árido Departamento de Ciências Ambientais Programação Aplicada à Engenharia Aula 03: Algoritmos Silvio Fernandes 2009.1 1 Algoritmos Em uma receita de bolo, descrevem-se

Leia mais

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO.

69) Acrescentar uma mensagem de VALOR INVÁLIDO no exercício [68], caso o segundo valor informado seja ZERO. Exercícios 65 ao 72 - Estrutura de Repetição: Enquanto 65) Escreva um algoritmo para ler um valor entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive). Se o valor lido não estiver entre 1 (inclusive) e 10 (inclusive),

Leia mais

Fundamentos de Algoritmos (5175/31)

Fundamentos de Algoritmos (5175/31) UEM/CTC Departamento de Informática Curso: Ciência da Computação Professor: Flávio Rogério Uber Fundamentos de Algoritmos (5175/31) Material Original: Prof. Yandre Maldonado e Gomes da Costa (UEM/DIN)

Leia mais

2 Fluxogramas e Pseudocódigo

2 Fluxogramas e Pseudocódigo 2 Fluxogramas e Pseudocódigo Programação em C/C++ estrutura básica e conceitos fundamentais 1 Algoritmos em linguagem informal e em linguagens formais Voltemos a considerar alguns algoritmos que traduzem

Leia mais

Desenvolvimento de Algoritmos. RAD 2119 Tecnologia de Informação Aplicada a Administração. Essa aula. Lógica e Pensamento Lógico. Lógica.

Desenvolvimento de Algoritmos. RAD 2119 Tecnologia de Informação Aplicada a Administração. Essa aula. Lógica e Pensamento Lógico. Lógica. RAD 2119 Tecnologia de Informação Aplicada a Administração Desenvolvimento de Algoritmos Prof. Ildeberto A. Rodello rodello@fearp.usp.br http://www.fearp.usp.br/~rodello 3602.0514 Essa aula Definições

Leia mais

Estruturas de Controle de Fluxo

Estruturas de Controle de Fluxo 2. Comando de Seleção Múltipla Em algumas situações ao chegarmos a uma determinada instrução de um algoritmo devemos selecionar um dentre alguns trechos a seguir, tendo como base para esta escolha um conjunto

Leia mais

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Estruturas de repetição

Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação. Estruturas de repetição Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Computação Estruturas de repetição Prof. Renato Pimentel 1 Estruturas de repetição Utilização: Trecho de um algoritmo precisa ser executado mais de uma vez:

Leia mais

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza

Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza Algoritmos e Técnicas de Programação Introdução Givanaldo Rocha de Souza givanaldo.rocha@ifrn.edu.br http://docente.ifrn.edu.br/givanaldorocha Conceitos Lógica de Programação técnica de encadear pensamentos

Leia mais

Prof. Jorge Cavalcanti

Prof. Jorge Cavalcanti Universidade Federal do Vale do São Francisco Curso de Engenharia de Computação Introdução a Algoritmos Parte 03 (baseado no material do prof. Marcelo Linder) Prof. Jorge Cavalcanti jorge.cavalcanti@univasf.edu.br

Leia mais

Introdução à Programação

Introdução à Programação Introdução à Program João Manuel R. S. Tavares Sumário 1. Ciclo de desenvolvimento de um programa; 2. Descrição de algoritmos; 3. Desenvolvimento modular de programas; 4. Estruturas de controlo de um programa.

Leia mais

Algoritmos e Estruturas de Dados

Algoritmos e Estruturas de Dados Algoritmos e Estruturas de Dados Introdução Prof. Sinaide Nunes Bezerra Vídeoaulas e exercícios em linguagem C, acesse www.mathgraph.com.br 1 de novembro de 2015 Sumário 1 Introdução

Leia mais

Fluxograma. Símbolo Nome Descrição

Fluxograma. Símbolo Nome Descrição 65 Fluxograma Analisaremos agora o método de representação de algoritmos denominado fluxograma. Conceitualmente um fluxograma é um tipo de diagrama, e pode ser entendido como uma representação esquemática

Leia mais

Aula 5: Conversões Entre Bases Numéricas

Aula 5: Conversões Entre Bases Numéricas Aula 5: Conversões Entre Bases Numéricas Diego Passos Universidade Federal Fluminense Fundamentos de Arquiteturas de Computadores Diego Passos (UFF) Conversões Entre Bases Numéricas FAC 1 / 43 Conversão

Leia mais

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS

CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS CAPÍTULO 3 INSTRUÇÕES BÁSICAS Guilherme da Cunha Fonseca FEPI Centro Universitário de Itajubá Curso de Tecnologia em Fabricação Mecânica 1 INTRODUÇÃO As instruções ou comandos básicos são o conjunto de

Leia mais

Aula 03 Estruturas Condicionais. Prof. Filipe Wall Mutz

Aula 03 Estruturas Condicionais. Prof. Filipe Wall Mutz Aula 03 Estruturas Condicionais Prof. Filipe Wall Mutz Agenda Operadores Relacionais Estrutura Condicional Operadores Lógicos É comum nos algoritmos surgirem situações em que a execução de uma ação está

Leia mais

Resolução De Problemas Em Informática. Docente: Ana Paula Afonso Resolução de Problemas. 1. Analisar o problema

Resolução De Problemas Em Informática. Docente: Ana Paula Afonso Resolução de Problemas. 1. Analisar o problema ALGORITMIA Resolução De Problemas Em Informática Docente: Ana Paula Afonso 2000-2001 Resolução de Problemas 1. Analisar o problema Conhecer o bem o problema Descrever o problema: subdividir, detalhar 2.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional.

LISTA DE EXERCÍCIOS. 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. LISTA DE EXERCÍCIOS 1) Qual a definição de lógica de programação? 2) Explique a diferença entre algoritmo computacional e não computacional. 3) Qual a definição de instruções em computação? 4) Qual a definição

Leia mais

Noções de algoritmos - Aula 1

Noções de algoritmos - Aula 1 Noções de algoritmos - Aula 1 Departamento de Física UFPel Definição de algoritmo Sequência ordenada e finita de operações para a realização de uma tarefa. Tarefa: Experimento de Física I. Passo 1: Reunir

Leia mais

Programação II Prof. Marcos Antonio Estremote ESTRUTURAS CONDICIONAIS E DE REPETIÇÃO

Programação II Prof. Marcos Antonio Estremote ESTRUTURAS CONDICIONAIS E DE REPETIÇÃO Programação II Prof. Marcos Antonio Estremote ESTRUTURAS CONDICIONAIS E DE REPETIÇÃO (Utilizar a Estruturas Condicionais para os Exercícios 1 à 10) 1 - Uma agência bancária possui dois tipos de investimento,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO I. Introdução

PROGRAMAÇÃO I. Introdução PROGRAMAÇÃO I Introdução Introdução 2 Princípios da Solução de Problemas Problema 1 Fase de Resolução do Problema Solução na forma de Algoritmo Solução como um programa de computador 2 Fase de Implementação

Leia mais

Programação de Computadores Profa Jacqueline 1

Programação de Computadores Profa Jacqueline 1 Programação de Computadores Profa Jacqueline 1 REVISÃO Construção de Algoritmos Estruturas de Controle Objetivo: Abordar as técnicas para entrada e saída de dados e as estruturas para controle do fluxo

Leia mais

Linguagem de Programação I. Aula 03 Estruturas de Controle

Linguagem de Programação I. Aula 03 Estruturas de Controle Linguagem de Programação I Aula 03 Estruturas de Controle Da Aula Anterior Algoritmos, definição; Representação de algoritmos; Pseudo-linguagem Portugol: Definições básicas Nesta Aula Portugol: aspectos

Leia mais