Introdução. 1. Organização do Corpo

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Introdução. 1. Organização do Corpo"

Transcrição

1 Introdução O filo Mollusca (do latim mollis = mole) é um dos grupos animais mais interessantes, incluindo os caramujos, as ostras, as lulas e os polvos. As coleções de conchas representam um passatempo apreciado desde o século XVIII, e, devido ao fato de conter espécimes coletados por todo o mundo, sem dúvida contribuíram para um maior conhecimento desses organismos. É o segundo maior filo animal em número de espécies, abaixo apenas dos artrópodes. Mais de 100 mil espécies vivas já foram descritas e conhecem-se pelo menos outras 35 mil espécies fossilizadas. Aliás, sua história geológica está bem determinada pelo fato de que seus componentes geralmente são dotados de uma concha mineral com boas chances de preservação após a morte. Os moluscos formam um conjunto bastante heterogêneo. Estão adaptados a inúmeros hábitats. Geralmente, são de vida livre e a maioria dos membros do grupo é marinha, embora muitas espécies tenham se adaptado aos ambientes de água doce e terrestre. Muitos movem-se lentamente e em associação com algum substrato. Alguns vivem fixos a madeira ou rochas. Há, no entanto, organismos de natação mais rápida e ágil, como polvos e lulas. Apresentam grande importância econômica: mariscos, lulas e escargots, entre outros, por serem usados como alimento pelo homem. Agumas espécies de ostras são importantes economicamente pelo fato de produzir pérolas. Podem também ser prejudiciais: certos caramujos e lesmas são pragas agrícolas porque se alimentam de plantas cultivadas; alguns caramujos também são hospedeiros intermediários de vermes. Além disso, as larvas de certos moluscos desenvolvem-se em brânquias de peixes, parasitando-os, o que pode provocar perdas na piscicultura. 1. Organização do Corpo A diversidade dos moluscos é notável. Entretanto, todos os membros do filo apresentam o mesmo plano fundamental de organização: possuem o corpo mole, com cabeça, pé e massa visceral. Exibem simetria bilateral e não são segmentados. Podem apresentar ou não uma concha. A. Cabeça Situada na região anterior do corpo, contém a abertura bucal e os órgãos sensoriais, que, em certos organismos, são muito complexos, como é o caso dos olhos de polvos e lulas. Em alguns animais, simplesmente não existe, como em ostras e mexilhões. B. Pé Corresponde ao órgão motor; é musculoso e fica situado ventralmente. Pode apresentar modificações, nas diversas formas, para cavar, rastejar, nadar ou capturar alimento. C. Massa visceral É o conjunto de órgãos digestivos, excretores e reprodutores, situando-se internamente junto à face dorsal do corpo. Está circundada parcial ou totalmente por uma formação carnosa denominada manto. Entre o manto e a massa visceral existe a cavidade do manto ou paleal, preenchida por água nos animais aquáticos e, por ar, nos terrestres. Na cavidade do manto estão os órgãos respiratórios. Muitos autores imaginam como seria o molusco hipotético, a partir do qual se teriam diferenciado as formas modernas. Observe a existência da cabeça e do pé (fundidos), do manto e da concha. D. Concha Em grande parte dos moluscos, o manto secreta uma concha calcária, responsável pela proteção do corpo. Algumas formas, entretanto, não possuem concha, como polvos e lesmas, enquanto outras passaram a tê-la reduzida e interna, como as lulas. A concha dos moluscos é composta por uma

2 camada proteica mais externa chamada perióstraco, freqüentemente colorida; uma camada prismática mediana, com células impregnadas de cristais de carbonato de cálcio; e acamada nacarada mais interna, também calcária e, geralmente, mais lisa e brilhante. As células da borda do manto secretam a camada prismática, enquanto as células da superfície produzem a camada nacarada. Isso faz com que a concha cresça simultaneamente em diâmetro e espessura. Em cada tipo de molusco, existem adaptações ao seu hábitat específico e que estão relacionadas com as estruturas descritas. Por exemplo, o caramujo é um molusco terrestre que explora continuamente o ambiente à procura de alimento e, por isso, tem a cabeça onde estão os órgãos sensoriais e, o pé, responsável pela locomoção, bem desenvolvido, assim como uma massa visceral reduzida. Já o mexilhão é um molusco aquático, fixo, que não explora seu ambiente em busca de alimento. Filtra alimento da água, possuindo cabeça e pé reduzidos, além de uma massa visceral que ocupa a maior parte do corpo. Secção transversal através da concha e do manto de um mexilhão de água doce. Observe as camadas da concha. 2. Aspectos Anatômicos e Fisiológicos Devido à enorme diversidade dos moluscos, não há um representante que reúna todas as características próprias dos animais do filo. Assim, para que possamos entender a organização corporal desses animais, tomaremos por base um molusco hipotético e, em seguida, analisaremos as particularidades de cada grupo separadamente. O tubo digestivo é completo, com a abertura bucal situada na cabeça e o ânus abrindo-se na cavidade do manto. Na boca, está posicionada a rádula, uma estrutura típica dos moluscos. É uma "língua" denteada, composta por tecido cartilaginoso, que opera por meio de movimentos rítmicos para trás e para a frente (como uma lambida), raspando algas e outros alimentos e empurrando-os na direção do trato digestivo. Assim, a rádula é útil na obtenção e trituração do alimento. O estômago surge de uma porção alargada do tubo digestivo e é envolvido por uma glândula digestiva, àqual se liga por canalículos. As secreções dessa glândula realizam a digestão extracelular na cavidade estomacal e as partículas digeridas são absorvidas por células do trato digestivo, de onde passam para a corrente sangüínea. O sistema circulatório é geralmente aberto, pois o sangue deixa os vasos e desemboca em cavidades do corpo, banhando todos os órgãos. O sangue é vermelho, contém hemoglobina e é impulsionado para todo o corpo por um coração musculoso, situado dorsalmente no interior de uma cavidade pericárdica. Ao se deslocar em direção ao coração, o sangue passa por um conjunto de pregas filamentosas pendentes na cavidade do manto. Ali, os vasos se ramificam e o sangue passa a circular em contato muito próximo com o meio externo, geralmente representado pela água. Neste momento, ocorrem as trocas gasosas: o gás carbônico é eliminado para o meio externo e o oxigênio é captado pelo sangue e depois distribuído para as células. Essas pregas da superfície corporal são as brânquias, os órgãos respiratórios do animal. Auxiliam a propulsão da água na cavidade do manto graças aos batimentos dos numerosos cílios que as recobrem. Quando circula entre os tecidos, o sangue recebe os resíduos tóxicos do metabolismo celular e os carrega até o coração, no qual se difundem para a

3 cavidade pericárdica. Um conjunto de nefrídios drena os excretas para a cavidade do manto, do qual podem ser facilmente enviados para o meio externo. Anatomia interna de um caracol O sistema nervoso é composto por um conjunto de gânglios pares situados em diferentes posições. Os gânglios cerebrais estão situados na cabeça e são os centros nervosos. A eles estão subordinados os demais gânglios, distribuídos por várias partes do corpo do animal. A cavidade do manto tem importância fundamental na vida do molusco. Nela estão situadas as brânquias, além das aberturas digestivas, excretoras e reprodutoras. Na maioria dos moluscos, é preenchida permanentemente por água, que nela circula graças a movimentos musculares do manto e aos batimentos dos cílios que recobrem sua superfície interna. A água entra e sai continuamente através de dobras do manto chamadas sifões: pelo sifão inalante a água entra e pelo sifão exalante ela sai. A circulação da água garante a respiração, a excreção e, em alguns casos, até a alimentação do animal. 3. Classificação Chiton A superfície dorsal desses moluscos apresenta uma armadura calcária composta por placas parcialmente sobrepostas. Um representante é o quíton. São todos marinhos. B. Classe Scaphopoda ( pé em forma de canoa ) A. Classe Polyplacophora ( muitas placas ) Pequenos animais dotados de uma concha cônica e alongada. São marinhos e vivem parcialmente enterrados na areia. Conhecidos, em geral, por dentálios. C. Classe Gastropoda ( Estômago nos pés ) Corresponde ao maior grupo de moluscos marinhos, de água doce e de ambientes terrestres. A

4 concha, quando presente, tem formato helicoidal. São exemplos: o caramujo de jardim, a lesma, o caracol, entre outros. Caracol D. Classe Bivalva (duas metades de concha) Também são encontrados em água doce ou salgada. Sua concha possui duas partes que encerram completamente o corpo do animal. Essas duas partes são unidas pelo potente músculo adutor, capaz de fechá-las rápida e vigorasamente. Os exemplos mais familiares são as ostras, os mexilhões e os mariscos. Esses moluscos apresentam as brânquias recobertas por uma camada de muco; ao passar pelas brânquias, partículas alimentares ficam aderidas ao muco e são levadas para a boca. São os bivalvos os responsáveis pela produção das pérolas de valor comercial, embora qualquer molusco dotado de concha possa fabricálas. As pérolas são formadas pela deposição de uma substância chamada nácar, concentricamente ao redor de uma partícula estranha que penetra entre o manto e a concha. Pecten E. Classe Cephalopoda ( pés na cabeça ) Moluscos desprovidos de concha externa, que apresentam uma estrutura interna e uma morfologia bastante diferente dos demais. São o polvo, a lula, o náutilo e o calamar, animais exclusivamente marinhos. O pé dos cefalópodes é dividido em tentáculos. Polvo

5 Náutilo 4. Reprodução A reprodução dos moluscos é sexuada e, na maioria dos representantes do grupo, a fecundação é interna e cruzada. O caramujo-de-jardim, por exemplo, é monóico. Na cópula, dois indivíduos aproximam-se e encostam seus poros genitais, pelos quais se fecundam reciprocamente. Os ovos desenvolvem-se e, ao eclodirem, liberam novos indivíduos sem passagem por fase larval (desenvolvimento direto). Larva trocófora Nas formas aquáticas, há espécies monóicas e espécies dióicas (como o mexilhão). A forma mais comum de desenvolvimento é o indireto. Os estágios larvais mais conhecidos dos moluscos são a véliger e a trocófora. Resumo Os moluscos são animais encontrados sobretudo nos mares, mas também adaptados à água doce e a ambientes terrestres. Formam um grupo grande e bastante diversificado, no qual se destacam os gastrópodes (caramujos, caracóis e lesmas), os bivalves (ostras, mariscos e mexilhões) e os cefalópedes (polvos e lulas). Têm grande importância para o homem, devido ao seu uso como alimento, à produção de pérolas e até pela importância parasitológica. O corpo dos moluscos está organizado em: cabeça anterior, pé ventral e massa visceral dorsal, embora modificações ocorram de acordo com as adaptações em cada classe. Circundando a massa visceral está um manto carnoso, que delimita a cavidade do manto, por onde circula água ou ar. O manto é também o responsável pela secreção da concha calcária que a maioria dos moluscos exibe. A obtenção do alimento é facilitada pela presença da rádula (ausente apenas nos bivalves), uma espécie de língua raspadora. A digestão ocorre no estômago, graças a secreções liberadas por uma glândula digestiva. O sangue percorre um sistema circulatório aberto, impulsionado por um coração dorsal. Em cefalópedos, entretanto, existe um sistema fechado, o que explica a maior mobilidade destes animais. As brânquias são responsáveis pela respiração de todos os moluscos, com exceção dos gastrópodes terrestres, que são pulmonados. A excreção é feita por nefrídios, que eliminam os resíduos na cavidade do manto. O sistema nervoso é ganglionar e os cefalópodos se destacam pela capacidade de exploração ambiental, contando com olhos muito eficientes. Os processos reprodutivos variam de acordo com o tipo de molusco. Caracóis são hermafroditas e apresentam fecundação interna. Mexilhões são dióicos e fazem fecundação geralmente externa. Lulas são dióicas, mas têm fecundação interna. Larvas aparecem sobretudo em bivalves. Mecanismos de corte são comuns. Leitura Complementar A Importância Econômica dos Bivalves A importância econômica dos bivalves é notável. Muitos são comestíveis, como mariscos,

6 mexilhões e ostras, cultivados em vários países. As ostras também formam pérolas. A princípio, as pérolas podem ser produzidas por qualquer molusco que possua concha, mas apenas aqueles, cuja concha possui uma camada nacarada interna, produzem pérolas de valor comercial. Estas surgem ao redor de corpos estranhos que penetram no animal e se alojam entre o manto e a concha. Uma parte do manto circunda o objeto e secreta sobre ele camadas sucessivas de nácar (o componente da camada nacarada da concha). As pérolas mais valiosas são as produzidas por ostras marinhas, como Pinctada margaritifera. Na natureza, a produção de pérolas é totalmente casual, sendo muito difícil que sejam perfeitamente esféricas. Estas normalmente têm sua produção induzida pelo homem. Os japoneses chegam a cultivar ostras perlíferas e a estimular a produção de pérolas pela introdução artificial de pequenas partículas no manto. Geralmente conseguem pérolas de tamanho comercial após cerca de quatro anos. Formação de uma pérola em molusco bivalve: um parasita ou grão de areia posiciona-se entre a concha e o manto e é envolvido por camadas de nácar.

Moluscos. Prof. Fernando Belan

Moluscos. Prof. Fernando Belan Moluscos Prof. Fernando Belan Características gerais Enterozoários, triblásticos, celomados, protostômios, simetri bilateral. Sistemanervoso: ganglionar cerebral, visceral e pedal. Sistema digestório completo

Leia mais

Anatomia Fisiologia Classificação MOLUSCOS

Anatomia Fisiologia Classificação MOLUSCOS Anatomia Fisiologia Classificação MOLUSCOS Moluscos- Filo Mollusca Mollusca significa corpo mole Mais de 150 mil espécies já descritas; Corpo de consistência macia, protegido em geral por concha calcária.

Leia mais

Filo Mollusca (Moluscos)

Filo Mollusca (Moluscos) Do latim, mollis = mole Animais de corpo mole, geralmente protegidos por uma concha calcária. Vivem em quase todos os ambientes (dulcícolas, marinhos e terrestres) Maioria de vida livre O filo possui 150

Leia mais

MOLUSCOS. Alguns representantes. Lula Polvo Sépia. mariscos Náutilo Quíton

MOLUSCOS. Alguns representantes. Lula Polvo Sépia. mariscos Náutilo Quíton MOLUSCOS MOLUSCOS Representantes: Lulas, Polvos, lesmas, caracóis, mariscos, ostras, mexilhões, sépias, náutilos, quíton. Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal (112.000 espécies).

Leia mais

Mollusca. mollis = mole

Mollusca. mollis = mole MOLUSCOS 5º FILO - MOLLUSCA mollis = mole Mollusca Animais de corpo mole Exemplos: ostras, mexilhões, caramujos, lesmas, caracóis, lulas e polvos. Habitat: terrestres e aquáticos Características Gerais

Leia mais

23/07/2014. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados. (At 3:19) Os moluscos (do latim molluscus, mole)

23/07/2014. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados. (At 3:19) Os moluscos (do latim molluscus, mole) Prof. Ancélio Ricardo de Oliveira Gondim Engenheiro Agrônomo, D. Sc. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos para serem cancelados os vossos pecados. (At 3:19) Pombal 11 de Abril de 2014 Pombal 11 de Abril

Leia mais

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes.

MOLUSCOS. Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal ( espécies). » Alguns representantes. MOLUSCOS MOLUSCOS Representantes: Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino Animal (112.000 espécies).» Alguns representantes Lula Polvo Sépia mariscos Náutilo Quíton Características Corpo

Leia mais

MOLUSCOS E ANELÍDEOS

MOLUSCOS E ANELÍDEOS MOLUSCOS E ANELÍDEOS Artrópodes Vertebrados Cordados Protostômios Deuterostômios Pseudocelomados Celomados Acelomados Características gerais MOLUSCOS (Latim: mollis) 100.000 espécies da fauna atual São

Leia mais

Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira

Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira Ciências 7º ANO Professora: Gabriela Ferreira Filo Molusca O nome vem do latim mollis = Mole Invertebrados não segmentados Alguns possuem conchas calcárias que protegem o seu corpo Existem cerca de 100

Leia mais

Cefalópodos: polvo. Gastrópodos: caramujo, lesma. Bivalvos: Marisco. Moluscos espécies e espécies fósseis

Cefalópodos: polvo. Gastrópodos: caramujo, lesma. Bivalvos: Marisco. Moluscos espécies e espécies fósseis Bivalvos: Marisco Gastrópodos: caramujo, lesma Cefalópodos: polvo Moluscos 50.000 espécies e 35.000 espécies fósseis Monoplacófora: neopilina Escafópoda: dentálio Poliplacófora: quíton Características:

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca. Natália A. Paludetto

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca. Natália A. Paludetto Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Mollusca Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS

MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS MOLUSCOS ANELÍDEOS MOLUSCOS CARACTERÍSTICAS GERAIS o Animais de corpo mole, geralmente protegidos por concha calcária ou valva. o Podem ser: univalves ou gastrópodes, bivalves e cefalópodes. o Constituem

Leia mais

Nematelmintos - Filo Nematoda

Nematelmintos - Filo Nematoda Nematelmintos - Filo Nematoda São vermes de corpo alongado e cilíndrico Apresentam simetria bilateral e são triblásticos, pseudocelomados e protostômios O pseudoceloma promove: espaço para órgãos internos,

Leia mais

MOLUSCOS FILO MOLUSCA

MOLUSCOS FILO MOLUSCA MOLUSCOS FILO MOLUSCA CARACTERIZAÇÃO São animais de corpo mole predominantemente marinhos, embora existam espécies de água doce e terrestre. Alguns se deslocam livremente enquanto outros são sésseis.

Leia mais

FILO MOLUSCO. Professor Cláudio Aguiar

FILO MOLUSCO. Professor Cláudio Aguiar FILO MOLUSCO Professor Cláudio Aguiar Tendências Evolutivas:. Presença do Celoma.Respiracao Pulmonar:Gastrópodes.Macroneurônios: Cefalópodes.Presenca de S. Circulatório.Maior adaptabilidade à vida terrestre

Leia mais

Características do grupo

Características do grupo Características do grupo Os anelídeos são animais invertebrados. Apresentam o corpo mole, em formato de cilindro e alongado. Corpo segmentado em anéis. Comporta aproximadamente 15 mil espécies ao todo.

Leia mais

Representantes no mar (maioria), na água doce e no ambiente terrestre.

Representantes no mar (maioria), na água doce e no ambiente terrestre. Simetria bilateral, triblásticos e apresentam celoma (cavidade corporal totalmente revestida por mesoderma), uma novidade evolutiva em relação aos nematódeos. Representantes no mar (maioria), na água doce

Leia mais

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo;

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo; Características Principais dos Poríferos: Animais Pluricelulares; Apresentam poros na parede de seu corpo; Todos aquáticos; São as Esponjas. Possui uma cavidade central, chamada átrio; Abertura relativamente

Leia mais

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos Moluscos Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos tamanhos, formas e cores. Muitas vezes, se tornam

Leia mais

Biomphalaria. Achatina fulica

Biomphalaria. Achatina fulica Reúne os animais de corpo com consistência macia e normalmente protegido por uma concha calcárea, que podem apresentam de poucos milímetros a vários metros; Seu corpo é dividido em três partes básicas:

Leia mais

Prostheceraeus roseus Planária terrestre. Planária (classe Turbelária) Fasciola hepatica (Classe Trematoda) Schistosoma mansoni (classe Trematoda)

Prostheceraeus roseus Planária terrestre. Planária (classe Turbelária) Fasciola hepatica (Classe Trematoda) Schistosoma mansoni (classe Trematoda) FILO PLATYHELMINTHES Eucarionte; pluricelular; heterótrofo. Corpo achatado dorsoventralmente Simetria bilateral Tecidos presentes e acelomados. Como conseqüência disso, não formam completamente alguns

Leia mais

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos

Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos Moluscos Ao passear na areias de uma praia, muitas pessoas gostam de admirar e pegar conchinhas trazidas pelas ondas. Essas conchinhas são de diversos tamanhos, formas e cores. Muitas vezes, se tornam

Leia mais

Os moluscos são representados pelos seguintes seres vivos:

Os moluscos são representados pelos seguintes seres vivos: Os moluscos Os moluscos são representados pelos seguintes seres vivos: Ostra Caracol Lula Lesma Polvo Os moluscos Animais de corpo mole, geralmente com concha; Exemplos: Ostras, marisco, lesma e a lula.

Leia mais

BIOLOGIA ANIMAL II. 8 classes de Moluscos:

BIOLOGIA ANIMAL II. 8 classes de Moluscos: 1ª AULA PRÁTICA BIOLOGIA ANIMAL II Sumário: Phyllum Mollusca, Classes Polyplacophora e Gastropoda. Observação da morfologia externa de exemplares dos géneros Chiton, Patella, Gibbula, Aplysia, Helix e

Leia mais

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT

Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT Ciências 2016 Professor: Danilo Lessa Materiais: Livro e PPT Com muita alegria iremos iniciar nossos estudos sobre os moluscos! O Corpo dos Moluscos ( corpo mole ): Na cabeça há a rádula (uma espécie de

Leia mais

Pés: locomoção. Cefalópodes (lula e polvo): transformados em tentáculos.

Pés: locomoção. Cefalópodes (lula e polvo): transformados em tentáculos. Filo Mollusca Segundo maior grupo de animais (atrás de Arthropoda); Cerca de 100.000 espécies; Grande diversidade morfológica: caracóis (rastejantes), ostras e mariscos (sésseis) e lulas e polvos (livre-natantes),

Leia mais

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria?

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria? REINO ANIMAL FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS Metâmeros são compartimentos contíguos, revestidos internamente por mesoderme, e separados uns dos outros por paredes (septos) mesodérmicas.

Leia mais

Características Gerais Triblásticos Simetria Bilateral Celomados (esqueleto hidrostático) Protostômios

Características Gerais Triblásticos Simetria Bilateral Celomados (esqueleto hidrostático) Protostômios Características Gerais Triblásticos Simetria Bilateral Celomados (esqueleto hidrostático) Protostômios Características evolutivas Corpo segmentado (Metameria) Anatomia e Fisiologia Organização corporal:

Leia mais

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota:

Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota: Universidade de São Paulo Instituto de Física de São Carlos Licenciatura em Ciências Exatas Biologia II 2017 Nome: N USP: Nota: Aula Prática 4: MOLLUSCA E ANELLIDA FILO MOLLUSCA 1. CLASSE BIVALVIA Os bivalves

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: Reino Animal - Moluscos Prof. Enrico Blota Biologia Reino Animal Moluscos Variam muito de tamanho, desde caracóis de 1 mm até lulas gigantes de 18 m. Os moluscos sofreram uma

Leia mais

Do latim -annulus = anel -eidos = forma

Do latim -annulus = anel -eidos = forma poliquetos minhocas sanguessugas Vermes cilíndricos com corpo segmentado (dividido em anéis). Metameria (segmentação) completa (interna e externa). Aquáticos e terrestres (locais úmidos solo e vegetação).

Leia mais

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats.

Artrópodes. - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em todos os habitats. Artrópodes - O filo Arthropoda (Artrópodes) possui um número muito grande de animais, o maior grupo com espécies diferentes; - A enorme diversidade de adaptação destes animais permite que sobrevivam em

Leia mais

Filo Annelida Vermes Anelados

Filo Annelida Vermes Anelados Filo Annelida Vermes Anelados CARACTERÍSTICAS GERAIS Anelídeo anelo = anel Metameria Meta = sucessão; meros = partes Externa e Interna Triblástico ( endoderme, mesoderme e ectoderme) Celomados Simetria

Leia mais

EQUINODERMOS ECHINODERMATA

EQUINODERMOS ECHINODERMATA EQUINODERMOS ECHINODERMATA Prof. Élyka F. Pereira de Melo Pós graduada em Microbiologia, fundamentos e biotecnologia Pós-graduada em Metodologia da Biologia e Química Pós graduada Microbiologia Básica

Leia mais

SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR 2009 ANELÍDEOS

SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR 2009 ANELÍDEOS SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR 2009 ANELÍDEOS 6º FILO - ANNELIDA Anelídeos annelus = anel Animais de corpo alongado e cilíndrico Metamerizados (pela primeira vez na

Leia mais

Corpo mole, geralmente coberto por uma concha calcária, produzida pelo manto. O corpo pode ser dividido nas seguintes partes: Cabeça contêm gânglios

Corpo mole, geralmente coberto por uma concha calcária, produzida pelo manto. O corpo pode ser dividido nas seguintes partes: Cabeça contêm gânglios Moluscos Corpo mole, geralmente coberto por uma concha calcária, produzida pelo manto. O corpo pode ser dividido nas seguintes partes: Cabeça contêm gânglios nervosos associados a órgãos dos sentidos por

Leia mais

Zoologia dos Invertebrados Superiores Parte I: Moluscos. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho CCN / UESPI

Zoologia dos Invertebrados Superiores Parte I: Moluscos. Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho CCN / UESPI Zoologia dos Invertebrados Superiores Parte I: Moluscos Prof. Dr. Francisco Soares Santos Filho CCN / UESPI Quem são os Invertebrados Superiores? Conceitualmente são os animais triploblásticos com celoma.

Leia mais

Corpo Esses animais têm um corpo mole e não segmentado, muitas vezes dividido em cabeça (com os órgãos dos sentidos), um pé muscular e um manto que protege uma parte do corpo e que muitas vezes secreta

Leia mais

Sobre os Equinodermos

Sobre os Equinodermos Os equinodermos Equinodermos Equinodermos (equinos: espinhos; dermo: pele); Animais exclusivamente marinhos; Possuem de um endoesqueleto de calcário e muitas vezes com espinhos salientes; O endoesqueleto

Leia mais

Crustáceos (crusta= crosta ou pele grossa)

Crustáceos (crusta= crosta ou pele grossa) Grupo Mandibulata Subfilos: Miriápodes: quilópodes (centopéias e lacraias) e diplópodes (piolho de cobra). Crustáceos Insetos Novidades evolutivas: Mandíbulas (importantes para triturar alimentos); Olhos

Leia mais

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo.

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 1) Qual a origem da palavra Nematelminto? R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 03) Qual o nome da doença

Leia mais

Prof. Marcelo Langer. Curso de Biologia. Aula 44 Zoologia

Prof. Marcelo Langer. Curso de Biologia. Aula 44 Zoologia Prof. Marcelo Langer Curso de Biologia Aula 44 Zoologia FILO PLATELMINTES São vermes de corpo achatado. Possuem características evolutivas, inclusive o terceiro folheto embrionário (mesoderme), substituindo

Leia mais

Reino Animalia: filos com representantes aquáticos

Reino Animalia: filos com representantes aquáticos Reino Animalia: filos com representantes aquáticos Filos exclusivamente aquáticos Disponível em: .

Leia mais

Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural

Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural Filo Annelida Latim annelus, pequeno anel + ida, sufixo plural Corpo segmentado (metamerizado) em anéis. Triblásticos, celomados, protostômio. Sistema digestório completo: boca e ânus. Mais de 200.000

Leia mais

Moluscos, animais de corpo mole

Moluscos, animais de corpo mole Moluscos, animais de corpo mole Animais com sistema circulatório, sistema respiratório e celoma verdadeiro Equipe de Biologia Relação filogenética do filo Mollusca http://www.vejaki.com.br/page/168/ Representantes

Leia mais

Filo Echinodermata (Equinodermos)

Filo Echinodermata (Equinodermos) Do grego echinos: espinhos; derma: pele. O filo possui cerca de 6000 espécies descritas, todas marinhas. Os equinodermos estão agrupados em 5 classes distintas: -Asteroidea (estrelas-do-mar) Do grego echinos:

Leia mais

FILO ANELIDEA 14,15,16. Formação do celoma enterocélico num animal deuterostômio. Formação do celoma esquizocélico num animal protostômio

FILO ANELIDEA 14,15,16. Formação do celoma enterocélico num animal deuterostômio. Formação do celoma esquizocélico num animal protostômio Anelídeos Famosos FILO ANELIDEA 1 2 Anelídeos Anelídeos 3 annelus = anel Animais de corpo alongado e cilíndrico 1ºs animais da escala zoológica a apresentar corpo segmentado ou metamerizado do grego meta

Leia mais

Matéria: Biologia Assunto: REINO ANIMAL- PLATELMINTOS E NEMATELIMINTOS Prof. Enrico Blota

Matéria: Biologia Assunto: REINO ANIMAL- PLATELMINTOS E NEMATELIMINTOS Prof. Enrico Blota Matéria: Biologia Assunto: REINO ANIMAL- PLATELMINTOS E NEMATELIMINTOS Prof. Enrico Blota Biologia Reino animal Platelmintos e nematelimintos Platelmintos São bilateralmente simétricos que não possuem

Leia mais

Características Gerais

Características Gerais Características Gerais São vermes achatados; Ausência de sistema respiratório/circulatório; Outros sistemas muito primitivos; Apresentam simetria bilateral; Podem ser parasitas ou de vida livre; Características

Leia mais

MOLUSCOS E ARTRÓPODES

MOLUSCOS E ARTRÓPODES MOLUSCOS E ARTRÓPODES MÓDULO 5 ZOOLOGIA MOLUSCOS E ARTRÓPODES O filo Mollusca é o filo dos caracóis, caramujos e lesmas. Estes animais possuem sistema nervoso ganglionar, sistema circulatório aberto, sistema

Leia mais

Invertebrados BIZ Aula 07. Mollusca I

Invertebrados BIZ Aula 07. Mollusca I Filo Mollusca Segundo maior filo animal ~100.000 spp. viventes conhecidas ~200.000 spp. viventes estimadas ~70.000 spp. fósseis Invertebrados BIZ 0213 2018 Aula 07 Mollusca I Tamanho: desde

Leia mais

Oi pessoal dos 8 os anos, estão com saudade das atividades escolares? Pois bem, precisamos dar seqüência aos estudos e, na volta às aulas, no dia 17,

Oi pessoal dos 8 os anos, estão com saudade das atividades escolares? Pois bem, precisamos dar seqüência aos estudos e, na volta às aulas, no dia 17, Oi pessoal dos 8 os anos, estão com saudade das atividades escolares? Pois bem, precisamos dar seqüência aos estudos e, na volta às aulas, no dia 17, algumas atividades devem estar prontas. Mas antes de

Leia mais

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo;

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo; Características Principais dos Poríferos: Animais Pluricelulares; Apresentam poros na parede de seu corpo; Todos aquáticos; São as Esponjas. Possui uma cavidade central, chamada átrio; Abertura relativamente

Leia mais

Evolução dos vertebrados

Evolução dos vertebrados PEIXES Evolução dos vertebrados PEIXES PULMONADOS AVES ÓSSEOS ANFÍBIOS RÉPTEIS CICLÓSTOMO PEIXES MAMÍFEROS CARTILAGINOSOS Peixe Primitivo (Lampreias e Feiticeiras) Características gerais Exclusivamente

Leia mais

ROTEIRO ENTREGUE NA AULA PRÁTICA

ROTEIRO ENTREGUE NA AULA PRÁTICA ROTEIRO ENTREGUE NA AULA PRÁTICA 1 - FILO MOLLUSCA CLASSE GASTROPODA CONCHA A concha típica dos gastrópodes é uma espiral cônica assimétrica, composta de voltas tubulares e contendo a massa visceral do

Leia mais

Sanguessugas. Poliquetos. Minhocas

Sanguessugas. Poliquetos. Minhocas Sanguessugas Poliquetos Minhocas Representados pelas minhocas, sanguessugas e poliquetos Vivem em solos úmidos, água doce ou marinhos Podem ser parasitas ou vida livre São triblásticos, simetria bilateral

Leia mais

bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos

bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos Moluscos bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos Moluscos FILO MOLLUSCA (mollis = mole) Mais de 50.000 espécies viventes (estimativas de ~100mil) 35.000 fósseis. Importância econômica Alimentação

Leia mais

bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos

bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos Moluscos bilatérias, triblásticos Radiados, diblásticos Moluscos FILO MOLLUSCA (mollis = mole) Mais de 50.000 espécies viventes (estimativas de ~100mil) 35.000 fósseis. Importância econômica Alimentação

Leia mais

Moluscos, animais de corpo mole

Moluscos, animais de corpo mole Moluscos, animais de corpo mole Animais com sistema circulatório, sistema respiratório e celoma verdadeiro Equipe de Biologia Relação filogenética do filo Mollusca http://www.vejaki.com.br/page/168/ http://comdek888.wordpress.com/2010/05/19

Leia mais

Colégio Olimpo Goiânia Profª Manu Rodrigues Biologia 7º ano

Colégio Olimpo Goiânia Profª Manu Rodrigues Biologia 7º ano Colégio Olimpo Goiânia Profª Manu Rodrigues Biologia 7º ano O filo agrupa animais de corpo cilíndrico e segmentado (metameria); São triblásticos, protostômios e possuem simetria bilateral; Novidades Evolutivas:

Leia mais

5. Respiração A respiração por difusão ocorre no sistema ambulacrário.

5. Respiração A respiração por difusão ocorre no sistema ambulacrário. 1. Revestimento e proteção A epiderme simples recobre o esqueleto e os espinhos (quando presentes). Os espinhos, que servem como proteção (principalmente no ouriço-do-mar), são bem alongados e às vezes

Leia mais

Cadê a concha que estava aqui?*

Cadê a concha que estava aqui?* ISNN 1517-6770 Cadê a concha que estava aqui?* Sthefane D ávila 1,2 & Carlota Augusta Rocha 2 1 Departamento de Zoologia, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade Federal de Juiz de Fora 2 Museu

Leia mais

ANIMAIS DO NOSSO PLANETA

ANIMAIS DO NOSSO PLANETA ZOOLOGIA ANIMAIS DO NOSSO PLANETA EQUINODERMAS Do grego echinos: espinhos; derma: pele. O filo possui cerca de 6000 espécies descritas, todas marinhas. Os equinodermos estão agrupados em 5 classes distintas:

Leia mais

Características gerais. Habitat e modo de vida

Características gerais. Habitat e modo de vida Filo Artropoda Características gerais Corpo segmentado, revestido por um exoesqueleto. Nas espécies terrestres ele é de quitina e nas marinhas de CaCO 3. Vantagens conferidas pelo exoesqueleto: Sustentação

Leia mais

Filo Anelídeos. Sistema excretor constituído por metanefrídios.

Filo Anelídeos. Sistema excretor constituído por metanefrídios. Filo Anelídeos Filo Anelídeos O filo agrupa animais de corpo cilíndrico e segmentado (metameria); Esqueleto hidrostático (preenchimento liquido celomático); São triblásticos, celomados, protostômios e

Leia mais

O início da conquista do ambiente terrestre

O início da conquista do ambiente terrestre ANFÍBIOS Anfíbios Os anfíbios não são encontrados no ambiente marinho, apenas na água doce e em ambiente terrestre. O nome do grupo, anfíbios (do grego, amphi - dos dois lados + bios = vida), foi dado

Leia mais

Zoologia. O estudo dos animais

Zoologia. O estudo dos animais Zoologia O estudo dos animais Reino Protista Os Protozoários Animais inferiores (primitivos); Unicelulares e Eucariontes; Heterótrofos; Isolados ou coloniais; Vida livre, parasitas, mutualísticos, etc.

Leia mais

BIOLOGIA IV Aula 05 Profa. Marcela Matteuzzo. Equinodermas e Protocordados

BIOLOGIA IV Aula 05 Profa. Marcela Matteuzzo. Equinodermas e Protocordados Equinodermas e Protocordados Echinoderma gr. echinos, espinho derma, pel Protocordados: Apresenta Notocorda (fase larval e/ou adulta) Fase Embrionária BIOLOGIA IV Aula 05 Triblásticos e celomados Características

Leia mais

PORÍFEROS OU ESPONJAS

PORÍFEROS OU ESPONJAS PORÍFEROS OU ESPONJAS. Constituído pelas esponjas animais sésseis (fixos) que vivem em ambiente aquático. Existem espécies de água doce, mas a maioria é marinha. IMPORTÂNCIA ECONÔMICA Podem ser usadas

Leia mais

Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Invertebrados bentônicos como bioindicadores

Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Invertebrados bentônicos como bioindicadores Bioindicadores Ambientais (BAM36AM) Invertebrados bentônicos como bioindicadores Bioindicadores de sistemas bênticos A escolha do bioindicador requer um conhecimento prévio da biologia do organismo ou

Leia mais

Questão 3. a) Os moluscos não possuem sistema digestivo. b) Os moluscos não possuem sistema nervoso. c) Os mexilhões possuem concha com apenas uma

Questão 3. a) Os moluscos não possuem sistema digestivo. b) Os moluscos não possuem sistema nervoso. c) Os mexilhões possuem concha com apenas uma 2 ª série Ensino Médio Tarefão BIOLOGIA 2º bimestre Aluno(a): Questão - 1 A produção de pérolas requer a introdução artificial de pequenas partículas estranhas no manto. Este circunda o corpo estranho

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Pág. 124 Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ CARACTERÍSTICAS DOS

Leia mais

28/05/2015. Filo Annelida. Que invertebrado é esse?

28/05/2015. Filo Annelida. Que invertebrado é esse? Que invertebrado é esse? Pelo corpo alongado, região cefálica pouco diferenciada, segmentação, ou seja, anelado É um anelídeo () - vermiformes segmentados; - achatados dorsoventralmente ou cilindricos;

Leia mais

Platyhelminthes espécies descritas. Origem dos. Platyhelminthes

Platyhelminthes espécies descritas. Origem dos. Platyhelminthes Platyhelminthes + 20.000 espécies descritas Origem dos Platyhelminthes MENOR ESPECIALIZAÇÃO CELULAR MAIOR ESPECIALIZAÇÃO CELULAR DIBLÁSTICOS DIBLÁSTICOS TRIBLÁSTICOS Simetria Radial Simetria Radial Simetria

Leia mais

FILO CHORDATA Biologia Professor João

FILO CHORDATA Biologia Professor João FILO CHORDATA Biologia Professor João Características gerais Animais mais complexos em termos de estrutura e fisiologia; Adaptados a todos os ambientes do planeta; Apresentam, mesmo que apenas durante

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Atividade

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: FreD. DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º. ALUNO(a): Atividade GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA: Biologia TOOOP SÉRIE: 2º ALUNO(a): Atividade No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

Platelmintos. Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS. Data

Platelmintos. Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS. Data Platelmintos Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Data Platelmintos Vermes achatados Vida livre aquáticos e solo úmido. (Planária) Parasitas Esquistossomo, fascíola e tênia. Platelmintos - Características

Leia mais

Características gerais

Características gerais Artrópodes Quem são? Muitas vezes, não percebemos a presença daqueles animais com corpos de formas estranhas e cores variadas, que vivem ao nosso redor, voam sobre nossas cabeças ou aqueles que se locomovem

Leia mais

Filo MOLLUSCA. Prof(a) Karla Mirella

Filo MOLLUSCA. Prof(a) Karla Mirella Filo MOLLUSCA Prof(a) Karla Mirella MOLUSCOS Representantes: Lulas, Polvos, lesmas, caracóis, mariscos, ostras, mexilhões, sépias, náutilos, quíton... Depois de artrópodes, é o segundo maior filo do Reino

Leia mais

UROCHORDATA (TUNICATA) CARACTERÍSTICAS GERAIS:

UROCHORDATA (TUNICATA) CARACTERÍSTICAS GERAIS: UROCHORDATA (TUNICATA) CARACTERÍSTICAS GERAIS: 1. SISTEMA TEGUMENTAR: - EPITÉLIO SIMPLES; - CAMADA MESODERMAL COM FEIXES LONGITUDINAIS E CIRCULARES DE MUSCULATURA; - EPITÉLIO SECRETA TÚNICA. 2. SISTEMA

Leia mais

Atualmente são conhecidas mais de espécies atuais de animais vertebrados, com as mais diferentes formas e habitats.

Atualmente são conhecidas mais de espécies atuais de animais vertebrados, com as mais diferentes formas e habitats. III Unidade Definição Atualmente são conhecidas mais de 50000 espécies atuais de animais vertebrados, com as mais diferentes formas e habitats. Esses animais obtêm energia basicamente da alimentação e

Leia mais

CONTEÚDOS A SEREM AVALIADOS NAS PROVAS ESCRITAS

CONTEÚDOS A SEREM AVALIADOS NAS PROVAS ESCRITAS COORDENADOR: MÔNICA FIUZA ANO: X 6º 7º 8º 9º Água Qualidade da água e saúde da população: tipos de água; tratamento caseiro de água: principais doenças (diarreias infecciosas, hepatite A e ascaridíase)

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 60 CORDADOS ixação F ) Um aluno esquematizou um anfioxo, indicando, com legendas, os principais caracteres do 2 lo Chordata. p Indique a legenda que aponta o ERRO cometido

Leia mais

Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes. Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular...

Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes. Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular... Grupo de maior sucesso evolutivo: encontrados em praticamente todos os ambientes Apêndices articulados Correr, nadar, saltar, escavar, copular... Exoesqueleto quitinoso Proteção contra agressões e desidratação

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANELÍDEOS E MOLUSCOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANELÍDEOS E MOLUSCOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 58 ANELÍDEOS E MOLUSCOS F 1 a b c d e ixação ) Observe a figura em que se representa um fenômeno biológico. Todas as alternativas apresentam benefícios resultantes deste

Leia mais

tubo digestório completo circulatório fechado, hermafroditas

tubo digestório completo circulatório fechado, hermafroditas Anelídeos Anelídeos O habitat dos anelídeos pode ser a água dos mares e oceanos ou a água doce e a terra úmida. Eles são considerados os mais complexos dos vermes. Além do tubo digestório completo, têm

Leia mais

Anfíbios são animais vertebrados que vivem entre o meio aquático e o ambiente terrestre.

Anfíbios são animais vertebrados que vivem entre o meio aquático e o ambiente terrestre. Os Anfíbios Introdução Anfíbios são animais vertebrados que vivem entre o meio aquático e o ambiente terrestre. Mantêm uma forte vinculação com a água e dela não se afastam, pois precisam manter a pele

Leia mais

Prof. Dr. Leandro P. Felício

Prof. Dr. Leandro P. Felício Prof. Dr. Leandro P. Felício Do grego, arthros = articulado e podos = pés; É o filo mais abundante em quantidade de espécies descritas (~1 milhão); Vivem em praticamente todos os tipos de ambientes; Existem

Leia mais

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas.

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. ANFÍBIOS QUEM SÃO? INTRODUÇÃO Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. Pernas sustentam e deslocam

Leia mais

FILO ARTHROPODA. Artrhon = articulação/ Podos = pés

FILO ARTHROPODA. Artrhon = articulação/ Podos = pés FILO ARTHROPODA Artrhon = articulação/ Podos = pés - INVERTEBRADOS BILATÉRIOS, CELOMADOS, SEGMENTADOS; - APÊNDICES LOCOMOTORES ARTICULADOS EM NÚMERO PAR; PATAS ARTICULADAS -ANDAR, CORRER, SALTAR, NADAR;

Leia mais

SESSÃO DE DIVULGAÇÃO Moluscos Bivalves: ambiente, produção e qualidade Olhão, 8 de Junho de 2010

SESSÃO DE DIVULGAÇÃO Moluscos Bivalves: ambiente, produção e qualidade Olhão, 8 de Junho de 2010 SESSÃO DE DIVULGAÇÃO Moluscos Bivalves: ambiente, produção e qualidade Olhão, 8 de Junho de 2010 1 Biotecmar STC meeting - Galway - 15-16 April 2010 Partner n 1 Domitília Matias 2/22 Definição de moluscos

Leia mais

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti

MAMÍFEROS. 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti MAMÍFEROS Capítulo 15 Sistema Poliedro de Ensino Professora Giselle Cherutti CARACTERÍSTICAS GERAIS DOS MAMÍFEROS Aquáticos: Habitat: Mamíferos podem ser terrestres: Único mamífero que voa: Pelos Estratificada

Leia mais

Biologia Alternativa E. 02 Alternativa D. 03 Alternativa B. 04 Alternativa B = Alternativa E.

Biologia Alternativa E. 02 Alternativa D. 03 Alternativa B. 04 Alternativa B = Alternativa E. Biologia 1 Unidade 33 1 + 2 + 16 + 32 = 51 Unidade 34 1 06 Unidade 35 31 Unidade 36 O cálcio é considerado um macronutriente porque o vegetal necessita de grande quantidade desse íon para o seu metabolismo,

Leia mais

Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas. Professora Débora Biologia

Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas. Professora Débora Biologia Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas Professora Débora Biologia Filo Poríferos Esponjas Filo Poríferos Características São todas

Leia mais

Silvina Botta Phylum Annelida

Silvina Botta Phylum Annelida Silvina Botta 2009 Phylum Annelida Metameria Divisão do corpo numa série de segmentos similares, cada um dos quais contem uma repetição de muitos órgãos e sistemas Outros metaméricos: artrópodes e vertebrados

Leia mais

Habitat: aquático ou terrestre

Habitat: aquático ou terrestre Profº Ancélio Ricardo de Oliveira Gondim Engenheiro Agrônomo, D. Sc. Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do filho do Homem (Mateus 24. 27).

Leia mais

Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26. Page 1

Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26. Page 1 Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26 Page 1 Características Gerais Platy = achatado ; helminthes = verme Simetria bilateral (ocorre pela 1ª vez); Apresenta uma cabeça com gânglios nervosos organizados;

Leia mais

PROFESSOR: THÁRCIO ADRIANO DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: PRATICANDO AULA - 02

PROFESSOR: THÁRCIO ADRIANO DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: PRATICANDO AULA - 02 PROFESSOR: THÁRCIO ADRIANO DISCIPLINA: BIOLOGIA CONTEÚDO: PRATICANDO AULA - 02 12. (Ueg 2010) Genoma contra a esquistossomose Mapas do DNA ativo do parasita abrem caminhos para a criação de vacinas para

Leia mais

ATIVIDADE DE BIOLOGIA 2016

ATIVIDADE DE BIOLOGIA 2016 7/9/2016 ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA-IFMA CAMPUS COELHO NETO ASSUNTOS DO 2ºANO: PLATELMINTOS E NEMATÓDEOS ALUNO: ALCIDES WENNER F. BASTOS 1WWWWWDEF PLATELMINTOS

Leia mais

Generalidades. Estrutura. Fisiologia. Classificação

Generalidades. Estrutura. Fisiologia. Classificação Generalidades Estrutura Fisiologia Classificação Generalidades Morfologia Fisiologia e Doenças Classificação Animais bilaterais com achatamento corpóreo, sendo por isso chamados de vermes chatos. Seus

Leia mais