AUTONOMIA EDITORIAL E PROPRIEDADE DOS MEIOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "AUTONOMIA EDITORIAL E PROPRIEDADE DOS MEIOS"

Transcrição

1 AUTONOMIA EDITORIAL E PROPRIEDADE DOS MEIOS

2 Autonomia editorial Princípio de separação entre matéria de gestão empresarial, que compete aos órgãos de direção da entidade proprietária do órgão de comunicação social, e matéria editorial, a cargo do diretor e da redação. O artigo 38.º da Constituição consagra a liberdade de imprensa, de cuja concretização resulta a especial proteção dos direitos dos jornalistas, quer face ao Estado ou a terceiros, quer no seio do órgão de comunicação social ( liberdades internas ).

3 Existe uma verdadeira reserva de redação, quando se trata de decidir o que é, ou não, investigado e publicado, sem qualquer interferência de outros poderes públicos ou privados. Constitui dever fundamental do jornalista repudiar a censura ou outras formas ilegítimas de limitação da liberdade de expressão e do direito de informar, bem como divulgar as condutas atentatórias do exercício destes direitos (14.º, n.º 1, al. b), Estatuto do Jornalista).

4 Incumbe ao diretor da publicação periódica orientar, superintender e determinar o conteúdo da publicação (artigo 20.º da LI). Os cargos de direção ou de chefia na área da informação são exercidos com autonomia editorial, estando vedado ao operador de rádio ou de televisão interferir na produção dos conteúdos de natureza informativa, bem como na forma da sua apresentação (arts. 33.º, n.º 5, LR, e 35.º, n.º 6, LTV).

5 Compete à entidade proprietária: - definir as linhas editoriais da publicação - contribuir para a elaboração do estatuto editorial - escolher, em cada momento, aqueles que vão desempenhar cargos de direção

6 A Propriedade dos meios Obrigações de transparência: A identidade das entidades proprietárias dos órgãos de comunicação social deve ser conhecida, bem como os meios de financiamento (artigo 38.º, n.º 3, CRP). Ações necessariamente nominativas (empresas detentoras de OCS sob forma de sociedade anónima). Discriminação dos detentores de participações sociais e das relações de grupo, divulgada uma vez por ano nas publicações periódicas e remetida à ERC (artigo 16.º LI).

7 É obrigatória a existência de um registo específico dos órgãos de comunicação social nacionais ou sujeitos à jurisdição do Estado Português (artigo 1.º ROCS). Obrigatoriedade de adoção e divulgação de um estatuto editorial que espelhe a orientação da publicação.

8 Compete à ERC : Garantir a independência dos órgãos de comunicação social perante o poder político e o poder económico (art. 39.º CRP). Assegurar o livre exercício do direito à informação e à liberdade de imprensa e zelar pela independência das entidades que prosseguem atividades de comunicação social perante os poderes político e económico (artigo 8.º, al. c), EstERC). Identificar os poderes de influência sobre a opinião pública, na perspetiva do pluralismo e da diversidade, adotando as medidas necessárias à sua salvaguarda (24.º, n.º 3, alínea q), dos EstERC).

9 Dos processos e suas análises

10 Casos em análise Suspensão do Jornal Nacional de Sexta Alegadas pressões sobre o jornal Público Extinção do programa Este tempo Criação de unidade centralizada de produção de informação económica para as publicações do grupo Global Notícias

11 Suspensão do jornal nacional de sexta (TVI) Questões: Ingerência da administração na esfera de competências da direção de informação? Legitimidade (ou ilegitimidade) da administração para manifestar desagrado com a desadequação de um programa ao perfil da estação? Existência de pressões junto da administração?

12 Suspensão do jornal nacional de sexta (TVI) Conclusões: A decisão de suspender o jornal nacional de sexta foi decidida pela administração da TVI, com interferência na esfera de competências do diretor de informação, o que se afigurou contrário à lei e lesivo da autonomia editorial e dos direitos dos jornalistas. Não se deu por demonstrado que a decisão da administração da TVI de suspender o jornal nacional de sexta tenha sido determinada por interferências do poder político.

13 Cessação da rubrica Este Tempo, da Antena 1 Questões: Como compatibilizar a decisão (editorial) de descontinuar um determinado programa e liberdade de expressão dos atores envolvidos? Possível existência de uma relação de causa-efeito entre o fim do Este Tempo e a crónica de Pedro Rosa Mendes referente ao programa da RTP onde foram abordadas as relações com Angola?

14 Cessação da rubrica Este Tempo, da Antena 1 Conclusões: O Este Tempo há muito gerava desagrado junto dos diretores de informação e de programas e não foram introduzidas alterações de fundo pelos responsáveis. Os elementos recolhidos no processo não permitiram, pois, dar por provado que a cessação do Este Tempo resultara, do desagrado provocado pela crónica de Pedro Rosa Mendes.

15 O caso Público: a decisão editorial de não publicar a notícia follow up do caso das secretas Questões: O que é uma pressão? Quando deve uma pressão ser considerada ilícita? As liberdades internas dos jornalistas e o poder do diretor de decidir o que é ou não publicado?

16 O caso Público: a decisão editorial de não publicar a notícia follow up do caso das secretas Conclusões: A determinação do carácter ilegítimo de uma pressão implica necessariamente uma análise concreta a fim de se apurar se a ameaça foi séria, grave e se condicionou a autonomia e a liberdade de quem a sofreu. A apresentação de queixa à ERC ou aos tribunais constitui um direito de todos e não pode ser vista como uma pressão. A decisão de não publicação baseou-se comprovadamente em critérios editoriais e foi assumida pela direção do jornal.

17 Fusão de redações de jornais (o caso DN e JN secção económica), criação de uma secção única integrada na publicação online Dinheiro Vivo Questões: Se a decisão de extinguir as secções e consequente transferência dos jornalistas for tomada pela administração e não pelos diretores das publicações, tal atenta contra a autonomia e competências dos respetivos diretores? Poderá estar em causa a identidade de cada jornal do grupo com diferentes estatutos editoriais?

18 Fusão de redações de jornais (o caso DN e JN secção económica), criação de uma secção única integrada na publicação online Dinheiro Vivo (dados recolhidos entre 28 de novembro e 4 de dezembro de 2011)

19 Fusão de redações de jornais (o caso DN e JN secção económica), criação de uma secção única integrada na publicação online Dinheiro Vivo Conclusões: A partilha de conteúdos não deverá implicar um condicionamento da atuação dos jornalistas, sendo de evitar a sobreposição de chefias. A partilha de conteúdos não é vedada por lei. Porém, as publicações do grupo devem manter a sua autonomia, identidade e a diversidade dos seus projetos editoriais, com pleno respeito pelos direitos dos jornalistas.

20 A dicotomia entre autonomia editorial/gestão dos meios em contexto de mudança: apreciação crítica Multiplicam-se estratégias de otimização de recursos humanos e materiais. Como assegurar, neste contexto de mudança, a preservação da autonomia editorial? Decisões de gestão com reflexos em matéria editorial. Onde traçar a fronteira? A figura do diretor como um garante da independência e autonomia editorial. Até onde as exigências legais são exequíveis nos dias de hoje?

21 AUTONOMIA EDITORIAL E PROPRIEDADE DOS MEIOS

PELA LIBERDADE DE INFORMAÇÃO. Cobertura jornalística das campanhas eleitorais

PELA LIBERDADE DE INFORMAÇÃO. Cobertura jornalística das campanhas eleitorais PELA LIBERDADE DE INFORMAÇÃO Cobertura jornalística das campanhas eleitorais I. Enquadramento A liberdade de expressão integra o direito fundamental dos cidadãos a uma informação livre e pluralista, essencial

Leia mais

Propostas de alteração do PCP (artigos 4.º e 6.º) ( )

Propostas de alteração do PCP (artigos 4.º e 6.º) ( ) D e CDS-PP do Projeto de do D e CDS/PP ESTABELECE O REGIME JURÍDICO DA COBERTURA JORNALÍSTICA EM PERÍODO ELEITORAL E REGULA A PROPAGANDA ELEITORAL ATRAVÉS DE MEIOS DE LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM

Leia mais

Deliberação ERC/2017/180 (OUT-I)

Deliberação ERC/2017/180 (OUT-I) Deliberação ERC/2017/180 (OUT-I) Queixa de Agostinho Pinto contra o Jornal de Notícias, propriedade da Global Notícias Media Group, S.A., pela publicação truncada de uma carta de leitor Lisboa 18 de agosto

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Directiva 1/2008. Sobre publicações periódicas autárquicas.

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Directiva 1/2008. Sobre publicações periódicas autárquicas. Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Directiva 1/2008 Sobre publicações periódicas autárquicas Lisboa 24 de Setembro de 2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para

Leia mais

Deliberação 134/2014 (CONTJOR-TV)

Deliberação 134/2014 (CONTJOR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 134/2014 (CONTJOR-TV) Participação de José Manuel Caetano, presidente da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores

Leia mais

Deliberação ERC/2016/76(DR-I)

Deliberação ERC/2016/76(DR-I) Deliberação ERC/2016/76(DR-I) Recurso por alegada denegação ilegítima do direito de resposta apresentado por Igreja Universal do Reino de Deus contra o jornal Sol, propriedade da Newsplex, S.A. Lisboa

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS NACIONAIS»

PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS NACIONAIS» PROJETO DE LEI N.º 530/XII/3 (PSD, CDS-PP) - «LEI QUE DEFINE OS PRINCÍPIOS QUE REGEM A COBERTURA JORNALÍSTICA DAS ELEIÇÕES E DOS REFERENDOS NACIONAIS» PROPOSTA DE SUBSTITUIÇÃO REGIME JURÍDICO DA COBERTURA

Leia mais

Deliberação ERC/2016/250 (DR-I)

Deliberação ERC/2016/250 (DR-I) Deliberação ERC/2016/250 (DR-I) Queixa de Joaquim Barbosa Ferreira Couto, Presidente da Câmara Municipal de Santo Tirso, contra Letras Transparentes, jornal Notícias de Santo Tirso (dia 1/8/2016 - rúbrica

Leia mais

Deliberação ERC/2017/72 (DR-I)

Deliberação ERC/2017/72 (DR-I) Deliberação ERC/2017/72 (DR-I) Recurso apresentado por DICTUM ET FACTUM ASSESSORIA EM ACTIVIDADES ECONÓMICAS E AMBIENTE, Lda., em alegada representação de CENTROLIVA- INDUSTRIA E ENERGIA, S.A., contra

Leia mais

Deliberação 76/2015 (OUT-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 76/2015 (OUT-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 76/2015 (OUT-I) Exposição de Fernando Abreu relativa ao Diário de Viseu Lisboa 21 de abril de 2015 Conselho Regulador da

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º 280/XII/2.ª DESIGNAÇÃO E DESTITUIÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA RTP PELA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

PROJETO DE LEI N.º 280/XII/2.ª DESIGNAÇÃO E DESTITUIÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA RTP PELA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Grupo Parlamentar PROJETO DE LEI N.º 280/XII/2.ª DESIGNAÇÃO E DESTITUIÇÃO DO CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA RTP PELA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Exposição de motivos O Bloco de Esquerda tem desde sempre alertado

Leia mais

Deliberação. 160/ /2015 (Parecer) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação. 160/ /2015 (Parecer) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 160/ /2015 (Parecer) Parecer relativo ao projeto de alteração do Decreto-lei n.º 272/98, de 2 de setembro Lisboa 24 de agosto

Leia mais

Deliberação ERC/2016/185 (DJ) Queixa de Paulo Quintela, Diretor da publicação Jornal de Mafra, contra a Câmara Municipal de Mafra

Deliberação ERC/2016/185 (DJ) Queixa de Paulo Quintela, Diretor da publicação Jornal de Mafra, contra a Câmara Municipal de Mafra Deliberação ERC/2016/185 (DJ) Queixa de Paulo Quintela, Diretor da publicação Jornal de Mafra, contra a Câmara Municipal de Mafra Lisboa 10 de agosto de 2016 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para

Leia mais

MANUAL DE CONDUTA EM MÍDIAS SOCIAIS

MANUAL DE CONDUTA EM MÍDIAS SOCIAIS MANUAL DE CONDUTA EM MÍDIAS SOCIAIS 1- Introdução Este manual expõe condutas, comportamentos e atitudes que a Empresa espera de seus empregados e prestadores de serviços no ambiente digital. Essas diretrizes

Leia mais

Deliberação 111/2015 (CONTJOR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 111/2015 (CONTJOR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 111/2015 (CONTJOR-TV) Queixa de Inês Buhler contra o serviço de programas TVI Lisboa 24 de junho de 2015 Conselho Regulador

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 22-Q/2006 que adopta a Recomendação 6/2006

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 22-Q/2006 que adopta a Recomendação 6/2006 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 22-Q/2006 que adopta a Recomendação 6/2006 ASSUNTO: Queixa do Grupo Pestana contra a RTP-Madeira, referente à reportagem

Leia mais

COMENTÁRIO DA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL À PROPOSTA DE DELIBERAÇÃO EM MATÉRIA DE «MUST CARRY» I ENQUADRAMENTO GERAL

COMENTÁRIO DA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL À PROPOSTA DE DELIBERAÇÃO EM MATÉRIA DE «MUST CARRY» I ENQUADRAMENTO GERAL COMENTÁRIO DA CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DE MEIOS DE COMUNICAÇÃO SOCIAL À PROPOSTA DE DELIBERAÇÃO EM MATÉRIA DE «MUST CARRY» I ENQUADRAMENTO GERAL O projecto de deliberação sobre «especificação de obrigações

Leia mais

Anteprojeto de decreto-lei sobre os consórcios entre. instituições de ensino superior públicas

Anteprojeto de decreto-lei sobre os consórcios entre. instituições de ensino superior públicas Anteprojeto de decreto-lei sobre os consórcios entre instituições de ensino superior públicas CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Artigo 2.º Objeto e âmbito Características gerais CAPÍTULO II SECÇÃO

Leia mais

Deliberação ERC/2016/153 (CONTJOR-TV)

Deliberação ERC/2016/153 (CONTJOR-TV) Deliberação ERC/2016/153 (CONTJOR-TV) Participação de Carlos Oliveira contra a RTP reportando à seleção do convidado da rubrica semanal A Última Fronteira, que integra o Bom Dia Portugal Lisboa 21 de junho

Leia mais

DECRETO N.º 42/XIII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte:

DECRETO N.º 42/XIII. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: DECRETO N.º 42/XIII Regime da restituição de bens culturais que tenham saído ilicitamente do território de um Estado membro da União Europeia (transpõe a Diretiva 2014/60/UE do Parlamento Europeu e do

Leia mais

E NORMAS DE CONDUTA GABINETE DE AUDITORIA INTERNA (GAI)

E NORMAS DE CONDUTA GABINETE DE AUDITORIA INTERNA (GAI) CÓDIGO de ÉTICA E NORMAS DE CONDUTA GABINETE DE AUDITORIA INTERNA (GAI) «Para um serviço de excelência» 2015 INTRODUÇÃO O presente Código de Ética do Gabinete de Auditoria Interna (GAI) da Direção-Geral

Leia mais

Deliberação 4/2013 (DR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 4/2013 (DR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 4/2013 (DR-I) Recurso de Rui Nuno da Silva Loureiro contra o jornal Notícias de Esposende Lisboa 9 de janeiro de 2013 Conselho

Leia mais

Deliberação 145/2015 (AUT-R) Modificação do projeto licenciado à SIRS Sociedade Independente de Radiodifusão Sonora, S.A, para conversão da

Deliberação 145/2015 (AUT-R) Modificação do projeto licenciado à SIRS Sociedade Independente de Radiodifusão Sonora, S.A, para conversão da Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 145/2015 (AUT-R) Modificação do projeto licenciado à SIRS Sociedade Independente de Radiodifusão Sonora, S.A, para conversão

Leia mais

Foi ouvida a Comissão Nacional de Proteção de Dados e o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida.

Foi ouvida a Comissão Nacional de Proteção de Dados e o Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida. Decreto-Lei n.º 14/2014, de 22 de janeiro Estabelece o regime jurídico das incompatibilidades dos membros das Comissões, de grupos de trabalho, de júris de procedimentos précontratuais, e consultores que

Leia mais

- O poderá fazer? - Poderá utilizar o logotipo do escritório a acompanhar a rubrica no jornal.

- O poderá fazer? - Poderá utilizar o logotipo do escritório a acompanhar a rubrica no jornal. PARECER Nº 4/PP/2016-P CONCLUSÃO Ao advogado é permitido fazer uma abordagem de problemas jurídicos que se colocam na vida quotidiana dos cidadãos, através da análise e transmissão de orientações genéricas

Leia mais

OS PARTIDOS POLÍTICOS NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA

OS PARTIDOS POLÍTICOS NA CONSTITUIÇÃO PORTUGUESA RESUMO Este texto expõe a relevância dos partidos políticos no contexto constitucional português. Para este efeito, analisam-se as linhas que institucionalizam as organizações político-partidárias; os

Leia mais

Deliberação ERC/2017/109 (AUT-TV)

Deliberação ERC/2017/109 (AUT-TV) Deliberação ERC/2017/109 (AUT-TV) Pedido de autorização para o exercício da atividade de televisão através de um serviço de programas televisivo temático de cobertura nacional e acesso não condicionado

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 21/CONT-TV/2012

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 21/CONT-TV/2012 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 21/CONT-TV/2012 Participação de Miguel Viana contra a RTP a propósito de uma peça exibida no «Jornal da Tarde» de 7 de julho,

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 3/PLU-I/2011

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 3/PLU-I/2011 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 3/PLU-I/2011 Queixa de Armando Herculano Lopes Ferreira contra o Boletim da Câmara Municipal de Vila do Conde devido à não

Leia mais

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99 Preâmbulo Na elaboração preliminar deste Estatuto colaboraram Juízes de diversos países do mundo. O presente Estatuto é o resultado do seu trabalho e teve o consenso

Leia mais

Proibição da emissão de valores mobiliários ao portador. Lei nº 15/2017, de 3 de Maio

Proibição da emissão de valores mobiliários ao portador. Lei nº 15/2017, de 3 de Maio 2017 Proibição da emissão de valores mobiliários ao portador Lei nº 15/2017, de 3 de Maio Setembro 2017 Av. Conselheiro Fernando de Sousa, 19, 7º, 1070-072 Lisboa +(351) 21 599 99 00 geral@schiappacabral.pt

Leia mais

Deliberação 12/2014 (CONTJOR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 12/2014 (CONTJOR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 12/2014 (CONTJOR-TV) Participação de Carlos Macheira contra a TVI, a propósito da exibição de uma peça na edição do «Jornal

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7

CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 CÓDIGO DE CONDUTA 1/7 ÍNDICE Página A Missão da Fundação AEP 3 Visão 3 Valores 3 Objetivos 3 Objeto, Âmbito e Aplicação 4 Transparência na Atuação e Publicitação das Contas 4 Impedimentos ou Incompatibilidades

Leia mais

Deliberação ERC/2016/208 (DR-I)

Deliberação ERC/2016/208 (DR-I) Deliberação ERC/2016/208 (DR-I) Recurso de Lília Albino, na qualidade de representante legal de António Nascimento, contra o jornal Correio da Manhã por denegação ilícita do exercício de direito de resposta

Leia mais

Relatório de Conformidade 2013

Relatório de Conformidade 2013 Relatório de Conformidade 2013 março de 2014 Responsável de Conformidade Índice 1. Introdução... 3 2. Obrigações... 3 Independência e Autonomia de Gestão... 3 Não Discriminação... 4 Confidencialidade da

Leia mais

REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO GERAL. Introdução CAPÍTULO II

REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO GERAL. Introdução CAPÍTULO II REGULAMENTO ELEITORAL DO CONSELHO GERAL Introdução No cumprimento do disposto no Decreto-Lei n.º 75/2008, de 22 de abril, com a redação dada pelo Decreto- Lei n.º 137/2012, de 2 de julho, o do Agrupamento

Leia mais

Deliberação 122/2015 (DR-TV)

Deliberação 122/2015 (DR-TV) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 122/2015 (DR-TV) Incumprimento das Deliberações 75/2015, de 21 de abril de 2015, e 89/2015 (OUT-TV), de 12 de maio de 2015,

Leia mais

Legislação Comercial e das Sociedades Comerciais

Legislação Comercial e das Sociedades Comerciais Legislação Comercial e das Sociedades Comerciais 2014 5ª Edição Actualização nº 1 1 Actualização nº 1 ORGANIZAÇÃO BDJUR BASE DE DADOS JURÍDICA EDITOR EDIÇÕES ALMEDINA, S.A. Rua Fernandes Tomás nºs 76,

Leia mais

Dia Europeu da Depressão O que pensam os portugueses da Depressão? Relatório de Atividades e Clipping

Dia Europeu da Depressão O que pensam os portugueses da Depressão? Relatório de Atividades e Clipping Dia Europeu da Depressão O que pensam os portugueses da Depressão? Relatório de Atividades e Clipping Índice I. Introdução II. Objetivos III. Público-alvo IV. Atividades desenvolvidas V. Resumo de resultados

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/PUB-INT/2008

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/PUB-INT/2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 2/PUB-INT/2008 Queixa de Nélio Machado contra o site http://diario.iol.pt Lisboa 26 de Novembro de 2008 Conselho Regulador

Leia mais

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA

MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Sumário: Obrigatoriedade de comunicação ao Ministério Público de todas as queixas, participações ou denúncias que sejam apresentadas nas forças policiais, ainda que prima facie possam não incorporar factos

Leia mais

DA FALTA DE REGULAMENTAÇÃO DO EOA

DA FALTA DE REGULAMENTAÇÃO DO EOA DA FALTA DE REGULAMENTAÇÃO DO EOA 1. Hoje, quando se fala na reforma do actual Estatuto, que constitui um processo moroso e dependente do poder político, ocorre-nos a estranheza da ausência de preocupação

Leia mais

Deliberação ERC/2016/189 (DR-I)

Deliberação ERC/2016/189 (DR-I) Deliberação ERC/2016/189 (DR-I) Recurso de Henrique da Cruz Pinheiro Machado contra o jornal Entre Margens por denegação ilícita do exercício do direito de resposta relativo à entrevista do Presidente

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 21/LIC-R/2008

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 21/LIC-R/2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 21/LIC-R/2008 Renovação de licença para o exercício da actividade de radiodifusão sonora de que é titular TSF Rádio Jornal

Leia mais

AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/ SP

AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/ SP AUTORIZAÇÃO N.º ICP ANACOM - 2/2012 - SP O Vice-Presidente do Conselho de Administração do ICP-Autoridade Nacional de Comunicações (ICP-ANACOM), decide, nos termos do artigo 5.º do Decreto-Lei n.º 150/2001,

Leia mais

ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE e POISE

ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE e POISE ESCLARECIMENTOS - Avisos n.ºs POISE-24-2016-04 e POISE-31-2016-05 - De acordo com os artigos 111.º e 115.º do Regulamento (UE) n.º 1303/2013, do Parlamento Europeu e do Conselho, de 17 de dezembro, conjugados

Leia mais

Deliberação 10/DJ/2012. Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 10/DJ/2012. Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 10/DJ/2012 Participação do Sindicato dos Jornalistas contra a RTP, relativa à colocação de um sistema de GPS apto a localizar

Leia mais

Deliberação ERC/2016/169 (CONTJOR-I)

Deliberação ERC/2016/169 (CONTJOR-I) Deliberação ERC/2016/169 (CONTJOR-I) Queixa de José Fernandes da Silva contra o jornal I online por violação do dever de rigor informativo na notícia com o título «Crioterapia, técnica utilizada por Cristiano

Leia mais

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS

ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA COMISSÃO DE ASSUNTOS EUROPEUS Parecer COM(2014)477 COMUNICAÇÃO DA COMISSÃO AO PARLAMENTO EUROPEU, AO CONSELHO, AO COMITÉ ECONÓMICO E SOCIAL EUROPEU E AO COMITÉ DAS REGIÕES Rumo

Leia mais

CONSELHO GERAL INDEPENDENTE REGULAMENTO INTERNO

CONSELHO GERAL INDEPENDENTE REGULAMENTO INTERNO REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I Missão composição e competências Artigo 1.º Objeto O presente Regulamento Interno, doravante apenas designado por Regulamento, é estabelecido ao abrigo da alínea e) do nº

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE O SORTEIO DE DISTRIBUIÇÃO. Artigo 1.º (Objecto) TEMPOS DE ANTENA NA RÁDIO E NA TELEVISÃO

REGULAMENTO SOBRE O SORTEIO DE DISTRIBUIÇÃO. Artigo 1.º (Objecto) TEMPOS DE ANTENA NA RÁDIO E NA TELEVISÃO TEMPOS DE ANTENA NA RÁDIO E NA TELEVISÃO Considerando que as candidaturas às eleições gerais têm direito à utilização do serviço público de radiodifusão e televisão, durante o período oficial da campanha

Leia mais

Regulamento n.º /2012. de de

Regulamento n.º /2012. de de Regulamento n.º /2012 de de Considerando que as candidaturas às eleições gerais têm direito à utilização do serviço público de radiodifusão e televisão, durante o período oficial da campanha eleitoral;

Leia mais

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 SIGLAS 15 NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17 INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 O mercado e a economia de mercado 21 O Direito, o mercado e a concorrência 22 Saber Direito para entender o mercado

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 16/CONT-I/2011

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 16/CONT-I/2011 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 16/CONT-I/2011 Queixa de Rui Manuel Ramalho Ortigão Neves contra a revista Visão Lisboa 10 de Agosto de 2011 Conselho Regulador

Leia mais

Deliberação 164/2014 (DR-I)

Deliberação 164/2014 (DR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 164/2014 (DR-I) Recurso de Hélder de Castro e Marília de Castro contra o jornal O Interior, por alegada denegação infundada

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/PUB-I/2007

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/PUB-I/2007 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 2/PUB-I/2007 Queixa de Paulo Rodrigues relativa à utilização de uma capa falsa, de publicidade, pelo jornal Destak Lisboa

Leia mais

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional

Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Código de Ética e Padrões de Conduta Profissional Samba Investimentos Página1 Este manual de operações estabelece princípios e regras de conduta aplicáveis a todos colaboradores da Samba Investimentos

Leia mais

Deliberação. 26/2014 (Parecer) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação. 26/2014 (Parecer) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 26/2014 (Parecer) Parecer relativo ao Projeto-Lei n.º 506/XII (3.ª) do PS Regula a promoção da transparência da propriedade

Leia mais

REGULAMENTO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS

REGULAMENTO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS REGULAMENTO DE RECRUTAMENTO E SELEÇÃO DE PESSOAL DA ORDEM DOS FARMACÊUTICOS NOTA PRÉVIA A entrada em vigor da Lei n.º 2/2013, de 10 de janeiro, que estabeleceu o regime jurídico de criação, organização

Leia mais

A ABIC considera que o actual EBI continua a ser totalmente inadequado porque

A ABIC considera que o actual EBI continua a ser totalmente inadequado porque A ABIC vem por este meio manifestar a sua profunda discordância face ao novo Estatuto do Bolseiro de Investigação (EBI), publicado em Diário da República (DR) a 27 de Agosto deste ano ( Decreto-Lei nº

Leia mais

Lei Orgânica n.º 2/2003 de 22 de Agosto Lei dos Partidos Políticos

Lei Orgânica n.º 2/2003 de 22 de Agosto Lei dos Partidos Políticos Lei Orgânica n.º 2/2003 de 22 de Agosto Lei dos Partidos Políticos A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, para valer como lei geral da República, a

Leia mais

TERMO DE COMPROMISSO ÉTICO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ELOTECH - CPQ

TERMO DE COMPROMISSO ÉTICO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ELOTECH - CPQ TERMO DE COMPROMISSO ÉTICO DO PROGRAMA DE CERTIFICAÇÃO PROFISSIONAL ELOTECH - CPQ INTRODUÇÃO 1. As presentes regras que integram o programa de Certificação Profissional Elotech, instituído pela Diretoria

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA Janeiro de

CÓDIGO DE CONDUTA Janeiro de CÓDIGO DE CONDUTA Janeiro de 2010 1 1. ÂMBITO DE APLICAÇÃO O presente Código de Conduta (a seguir designado por «Código») estabelece linhas de orientação em matéria de ética profissional para todos os

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 14/DF-I/2007

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 14/DF-I/2007 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 14/DF-I/2007 Queixa de Aníbal Venâncio Menino contra o jornal Diário de Coimbra. Lisboa 20 de Dezembro de 2007 Conselho Regulador

Leia mais

Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media

Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media Curso de Formação Intensiva: Comunicação com os media 1. Objetivos gerais Dar a conhecer as especificidades do contexto mediático português e dotar os participantes de capacidades e competências técnicas

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA DIREITO ADMINISTRATIVO E ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Autonomia e controle no setor público Controlar é qualquer ação tomada pela administração pública com o objetivo de atingir metas preestabelecidas. A administração

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA CERTIEL

CÓDIGO DE CONDUTA DA CERTIEL MENSAGEM DO PRESIDENTE São nossos objectivos garantir que as nossas formas de estar e de comunicar sejam, em cada momento, sinónimo da transparência e da idoneidade com que actuamos na concretização das

Leia mais

CARTA DE PRINCÍPIOS APS

CARTA DE PRINCÍPIOS APS ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE SEGURADORES CARTA DE PRINCÍPIOS APS DEZEMBRO 2013 CARTA DE PRINCÍPIOS APS SUB TÍTULO / OBJETIVOS A presente carta de princípios visa: a) Formalizar e divulgar valores, princípios

Leia mais

Lei n.º 102/2015 de 24 de agosto. Regime jurídico do financiamento colaborativo

Lei n.º 102/2015 de 24 de agosto. Regime jurídico do financiamento colaborativo Não dispensa a consulta do diploma publicado em Diário da República. Lei n.º 102/2015 de 24 de agosto Regime jurídico do financiamento colaborativo A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea

Leia mais

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS

MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS MINISTÉRIO DA JUVENTUDE E DESPORTOS REGIME JURÍDICO DAS ASSOCIAÇÕES JUVENIS E ESTUDANTIS Decreto nº 15/03 de 22 de Abril (Diário da República I Série nº 31, de 22 de Abril de 2003) A juventude angolana

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 4/CONT-R/2012

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 4/CONT-R/2012 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 4/CONT-R/2012 Queixa contra o operador RCV - Rádio Central do Vouga, Lda. Lisboa 27 de junho de 2012 Conselho Regulador da

Leia mais

Regulamento de estágio profissional. Secção I Início do estágio profissional

Regulamento de estágio profissional. Secção I Início do estágio profissional Regulamento de estágio profissional Secção I Início do estágio profissional Artigo 1.º Condição para início do estágio profissional 1. O estágio profissional só se inicia quando, por decisão do Conselho

Leia mais

Deliberação ERC/2017/185 (DJ)

Deliberação ERC/2017/185 (DJ) Deliberação ERC/2017/185 (DJ) Queixa do jornal Diário do Distrito contra o Presidente da União de Freguesias de Poceirão e Marateca, por denegação do direito de acesso Lisboa 29 de agosto de 2017 Conselho

Leia mais

Deliberação ERC/2016/159 (AUT-R)

Deliberação ERC/2016/159 (AUT-R) Deliberação ERC/2016/159 (AUT-R) Modificação do projeto licenciado à Superádio, Unipessoal, Lda., no que se refere ao conteúdo da programação e classificação do serviço de programas Rádio NFM para temático

Leia mais

Instrução n. o 1/2017 BO n. o

Instrução n. o 1/2017 BO n. o Instrução n. o 1/2017 BO n. o 2 15-02-2017 Temas Supervisão Divulgação de informação Índice Texto da Instrução Texto da Instrução Assunto: Processos e critérios relativos à aplicação das noções de relevância,

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 5/CONT-I/2011

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 5/CONT-I/2011 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 5/CONT-I/2011 Queixa de Elsa Cristina Lourenço, em representação dos pais do menor Henrique Rodrigues, contra a revista Coisas

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos)

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) 1. O povo exerce o poder político através do sufrágio universal,

Leia mais

Deliberação 144/2015 (CONTJOR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 144/2015 (CONTJOR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 144/2015 (CONTJOR-I) Participação do Presidente do Sporting Clube Portugal - Bruno Miguel Azevedo Gaspar contra o jornal

Leia mais

Regulamento de Comunicação de Irregularidades (Whistleblowing)

Regulamento de Comunicação de Irregularidades (Whistleblowing) Regulamento de Comunicação de Irregularidades (Whistleblowing) REGULAMENTO DE COMUNICAÇÃO DE IRREGULARIDADES 1 Princípios Gerais A Caixa Económica Montepio Geral, nos termos do Regime Geral das Instituições

Leia mais

Deliberação ERC/2016/106 (OUT-I-PC)

Deliberação ERC/2016/106 (OUT-I-PC) Deliberação ERC/2016/106 (OUT-I-PC) Processo Contraordenacional ERC/10/2014/726 - Participação contra Jornal O Mirante por falta do livro de reclamações no jornal Lisboa 4 de maio de 2016 Conselho Regulador

Leia mais

Deliberação 98/2015 (DR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social

Deliberação 98/2015 (DR-I) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 98/2015 (DR-I) Recurso de Bento dos Santos contra a revista Sábado,, por denegação do direito de resposta Lisboa 2 de junho

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/DJ/2011

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 2/DJ/2011 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 2/DJ/2011 Requerimento do jornalista António Palmeiro relativo a um despacho judicial de indeferimento da consulta de um

Leia mais

Decreto-Lei n.º 69/2004, de 25 de Março *

Decreto-Lei n.º 69/2004, de 25 de Março * Decreto-Lei n.º 69/2004, de 25 de Março * TÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º Objeto e âmbito 1 - O presente diploma regula a disciplina aplicável aos valores mobiliários de natureza monetária designados

Leia mais

Código de conduta. Aristóteles Ética a Nicómaco

Código de conduta. Aristóteles Ética a Nicómaco Código de conduta Toda a teoria da conduta tem de ser apenas um esquema, e não um sistema exacto ( ) os temas de conduta e comportamento não têm em si nada de fixo e invariável, tal como os temas de saúde.

Leia mais

Capítulo I Disposições Gerais. Preâmbulo. Artigo 1º - Objeto. Artigo 2º - Competências Gerais do Serviço de Relações Externas

Capítulo I Disposições Gerais. Preâmbulo. Artigo 1º - Objeto. Artigo 2º - Competências Gerais do Serviço de Relações Externas Capítulo I Disposições Gerais Preâmbulo De acordo com os estatutos do Instituto Politécnico de Viseu (IPV), e tal como referenciado no nº5 do Artigo 82º, os Serviços de Relações Externas, doravante designados

Leia mais

REGULAMENTO INTERNO PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP)

REGULAMENTO INTERNO PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP) REGULAMENTO INTERNO DA PROVA DE APTIDÃO PROFISSIONAL (PAP) 2013/201 (Nos termos dos artºs 6º,17º,18º, 19º e 20º da Portaria n.º 7- A /2013 de 15 de fevereiro) 1 1. OBJETIVOS A realização da Prova de Aptidão

Leia mais

REGULAMENTO DISCIPLINAR DOS ESTUDANTES PREÂMBULO

REGULAMENTO DISCIPLINAR DOS ESTUDANTES PREÂMBULO REGULAMENTO DISCIPLINAR DOS ESTUDANTES PREÂMBULO Considerando o disposto nos números 3 e 4 do artigo 143.º do Regime Jurídico das Instituições de Ensino Superior (RJIES), aprovado pela Lei n.º 62/2007,

Leia mais

Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP)

Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP) ESCOLA SECUNDÁRIA D. MANUEL I 7800-478 BEJA Regulamento da Prova de Aptidão Profissional (PAP) CURSOS PROFISSIONAIS Artigo 1.º Enquadramento Legal O Decreto-Lei nº 74/2004, de 26 de Março, rectificado

Leia mais

PRÉMIO DE JORNALISMO ADRIANO LUCAS

PRÉMIO DE JORNALISMO ADRIANO LUCAS PRÉMIO DE JORNALISMO ADRIANO LUCAS REGULAMENTO Adriano Lucas, nascido em Coimbra, em 14 de Dezembro de 1925, deixou a sua grande marca no trabalho desenvolvido na área da comunicação social. Foi Editor

Leia mais

Lei n.º 28/2013 de 12 de Abril

Lei n.º 28/2013 de 12 de Abril Lei n.º 28/2013 de 12 de Abril Define as Competências, a Estrutura e o Funcionamento da Autoridade Aeronáutica Nacional A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição,

Leia mais

CÓDIGO DE CONDUTA DA CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE BOMBARRAL

CÓDIGO DE CONDUTA DA CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE BOMBARRAL CÓDIGO DE CONDUTA DA CAIXA DE CRÉDITO AGRÍCOLA MÚTUO DE BOMBARRAL ÍNDICE ÂMBITO DE APLICAÇÃO... 3 PRINCÍPIOS GERAIS... 3 1. Igualdade de tratamento e não discriminação... 4 2. Diligência, eficiência e

Leia mais

Self-media, influência oculta e desafios aos direitos humanos

Self-media, influência oculta e desafios aos direitos humanos Self-media, influência oculta e desafios aos direitos humanos Seminário em Direitos Humanos, Cefojor, Luanda Njal Hostmaelingen e Anja S. Ostgard Visão geral Definições e clarificações Regulações de direitos

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 37/DR-I/2012

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 37/DR-I/2012 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 37/DR-I/2012 Recurso apresentado por Vitor Sarmento, na qualidade de responsável pelo Blogue Bloco de Esquerda-Alcântara,

Leia mais

Publicidade Institucional do Estado

Publicidade Institucional do Estado Publicidade Institucional do Estado Relatório relativo ao 4º Trimestre 2015 E janeiro 2016 Página 1 de 7 1. Nos termos do disposto no n.º 1, do artigo 10.º, da Lei n.º 95/2015, de 17 de agosto, (que estabelece

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional do Porto Faculdade de Economia e Gestão. Centro de Estudos em Gestão e Economia CEGE

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional do Porto Faculdade de Economia e Gestão. Centro de Estudos em Gestão e Economia CEGE UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Centro Regional do Porto Faculdade de Economia e Gestão Centro de Estudos em Gestão e Economia CEGE Capítulo I Disposições gerais Artigo 1º (Natureza) 1. O Centro de Estudos

Leia mais

MUNICÍPIO DE OURÉM Câmara Municipal EDITAL N.º 35/2012

MUNICÍPIO DE OURÉM Câmara Municipal EDITAL N.º 35/2012 EDITAL N.º 35/2012 Paulo Alexandre Homem de Oliveira Fonseca, Presidente da de Ourém, faz público que o REGULAMENTO DO BANCO DE VOLUNTARIADO MUNICIPAL DE OURÉM, aprovado nas reuniões camarárias de 18 de

Leia mais

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 25/AUT-R/2008

Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Deliberação 25/AUT-R/2008 Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 25/AUT-R/2008 Alteração do controlo da empresa Rádio Nova Era - Sociedade de Lisboa 22 de Outubro de 2008 Conselho Regulador

Leia mais

relatório trabalhar com arquitectos campanha out 13

relatório trabalhar com arquitectos campanha out 13 relatório trabalhar arquitectos campanha out 13 / 2 índice introdução a campanha unicação análise anexos 4 5 7 8 9 14 15 16 18 22 28 33 34 36 37 3 introdução 4 a campanha Mass Media performance de unicação

Leia mais

REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA

REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA REGULAMENTO DO GABINETE DE GESTÃO DA QUALIDADE DA ESCOLA SUPERIOR DE DANÇA A integração no espaço europeu de ensino superior das instituições académicas portuguesas trouxe consigo a necessidade de adoptar

Leia mais

Deliberação 44/ /2014 (AUT-R)

Deliberação 44/ /2014 (AUT-R) Conselho Regulador da Entidade Reguladora para a Comunicação Social Deliberação 44/ /2014 (AUT-R) Modificação do projeto licenciado do operador Pense Positivo Radiodifusão, Lda., no que se refere quanto

Leia mais