Atendimento ao Poli Traumatizado no Serviço de Imagem (T.C.)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atendimento ao Poli Traumatizado no Serviço de Imagem (T.C.)"

Transcrição

1 Atendimento ao Poli Traumatizado no Serviço de Imagem (T.C.)

2 Cláudio Araújo dos Santos Eterno discente e Descrente da Radiologia. The god medical radioly of universe. (sou do meu universo) Técnico em Radiologia FIDI/SAMIR Kapsuleta Tomografia Computadorizada Radiologia Convencional Radiologia Contrastada

3 Tomografia Computadorizada

4 Tomografia Roteiro da Atividade Cinemática do Trauma Prioridade de Atendimento Protocolos em TC Um operador de Tomografia não tem capacidade técnica para definir a gravidade de um caso apenas vendo a solicitação médica ou mesmo o estado físico do paciente. Cap.3 versículo 21. A radiologia segundo os meus olhos Capitulo 3 Velho Testamento do god da Radiologia

5 A RADIOLOGIA SEGUNDO OS MEUS OLHOS A Radiologia é uma mulher madura de coração petrificado, para conquista-la é necessário tempo dedicação fidelidade e acima de qualquer coisa Doação do corpo, da mente e até da Alma. Tomografia é uma mulher consumista tecnológica e tida como fácil, porém engana-se que seu belo sorriso tem esse significado. Ref: A radiologia segundo meus olhos Velho Testamento cap 1 versículo 117 (god)

6 Cinemática do Trauma Um corpo em repouso permanece em repouso e um corpo em movimento permanece em movimento ou menos que uma força externa atue nele.

7 O Poli Trauma 40 mil mortes em vias brasileiras. Monitoramentos do DNIT apontam que 2 motociclistas morrem em vias de São Paulo que tem a média de a cada 10 acidentes por dia 7 envolvem motociclista. A cada ano há um aumento de 115% de internações de vitimas de poli traumatismo por acidentes de trânsito. 70 bilhões de reais foram gastos entre 2007 a 2013 em acidentes de trabalhos cobertos pelo INSS. Transporte Rodoviário e a Construção Civil são os principais responsáveis pelos Acidentes de trabalho. Serviços de Traumatologia em todo País estão com superlotação de seus leitos.

8

9

10

11 Posicionamento para exames de TC em poli traumatizados Obrigatoriamente em Decúbito Dorsal (Supine). Head First Cuidado com monitores, Oximetros, Sondas, Acessos e intubações. Este tipo de paciente deve ter acompanhamento médico e de Enfermagem.

12

13 Protocolo TC Crânio Trauma Seqüência 01: Volumétrica (exame realizado em equipamento multislice). Pontos de referência anatômica: Linha órbito meatal até o Vértex. Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 5 mm - largura de corte do corte: 5 mm - Incremento 5 mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reconstrução axial Sempre documentar o topograma com as linhas de referência. Fotografar janela óssea no trauma.

14

15

16 TC Face Trauma Sequência 01 Axial: Volumétrica (exame realizado em equipamento multislice). Pontos de referencia anatômica: 2 cm abaixo do mento até o final do seio frontal. Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 2 ou até 3 mm - largura de corte do corte: 2 até 3 mm - Incremento 2 até 3 mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reformatação: Axial / Sagital / Coronal

17

18 TC Coluna Cervical Trauma Sequência 1 Axial: Volumétrica (exame realizado em equipamento multislice). Pontos de referência anatômica: Plano paralelo ao disco. Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 2 ou 3mm - largura de corte do corte: 2 ou 3 mm - Incremento 2 ou 3mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reformatação: Axial / Sagital / Coronal

19

20 TC Tórax Trauma Sequência 01: Volumétrica sem contraste (exame realizado em equipamento multislice). Pontos de referencia anatômica: Ápice do pulmão até as adrenais Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 5 mm - largura de corte do corte: 5 mm - Incremento 5 mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reformatação: Axial / Sagital / Coronal

21

22 TC Abdome/Pelve Sequência 01: Volumétrica sem contraste (exame realizado em equipamento multi slice). Pontos de referencia anatômica: Ápice do pulmão até a Sínfise Púbica Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 5 mm - largura de corte do corte: 5 mm - Incremento 5 mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reformatação: Axial / Coronal Obs: Em caso de suspeita de fratura na pelve, foto documentar o exame ou envia-lo com janelamento ósseo da região.

23

24 TC COLUNA LOMBAR Sequência 01: Volumétrica (exame realizado em equipamento multi slice). Pontos de referencia anatômica: Plano Paralelo ao Disco. Aquisição das imagens: - Colimação de corte: 5 mm - largura de corte do corte: 5 mm - Incremento 5 mm Reconstrução das Imagens: - Espessura de corte: 1.25 mm - Incremento: 1.25 mm Reformatação: Axial / Sagital / Coronal

25

26 Atenção! Seja ágil, faça o simples, ajude na locomoção do paciente. Não faça exame sem pedido médico, não deixe conferir o paciente que esta na mesa de exames. Assuma por completo a dinâmica do exame. Estude sempre,

27 Obrigado! Facebook: Claudio Araujo kapsuleta Duvida? Vai estudar que resolve.

Protocolos coluna. Profº. Claudio Souza

Protocolos coluna. Profº. Claudio Souza Protocolos coluna Profº. Claudio Souza Coluna vertebral A coluna vertebral é composta por 33 vértebras, e eventualmente por 32 ou 34, estas são classificadas como ossos irregulares. A coluna vertebral

Leia mais

PROTOCOLOS INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1. Opcional em doenças do esôfago. 1,0 a 2,0 ml/kg. 2 ml/s a 4 ml/s.

PROTOCOLOS INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1. Opcional em doenças do esôfago. 1,0 a 2,0 ml/kg. 2 ml/s a 4 ml/s. 1 de 9 INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1 1. TC TÓRAX TODO O PARÊNQUIMA PULMONAR Incluir todas as últimas costelas se para dor torácica/trauma Opcional em doenças do esôfago VELOCIDADE

Leia mais

Protocolos de hipófise e órbitas

Protocolos de hipófise e órbitas Protocolos de hipófise e órbitas Profº Claudio Souza Hipófise e sela turca Indicações O exame da sela tem por objetivo a avaliação dos adenomas que acometem a hipófise e as patologias que afetam a integridade

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II 2 O SEMESTRE DE 2015 PROFESSORES: Andréa de Lima Bastos Giovanni Antônio Paiva de Oliveira 1. EMENTA: Procedimentos, Protocolos,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA II 1 O SEMESTRE DE 2016 PROFESSORES: Andréa de Lima Bastos Giovanni Antônio Paiva de Oliveira 1. EMENTA: Procedimentos, Protocolos,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA

PLANO DE TRABALHO TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS FACULDADE DE MEDICINA CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA PLANO DE TRABALHO TECNOLOGIA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA PROFESSORES: Luiz Cláudio de Souza 1. EMENTA:

Leia mais

E MUDOU PARA MELHOR TUDO EM IMAGENS POR IMAGEM DE POR IMAGEM MUDOU A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS E NÓS VAMOS REGISTRAR

E MUDOU PARA MELHOR TUDO EM IMAGENS POR IMAGEM DE POR IMAGEM MUDOU A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS E NÓS VAMOS REGISTRAR A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS A MEDICINA DE DIAGNÓSTICOS POR IMAGEM MUDOU POR IMAGEM DE E NÓS VAMOS REGISTRAR TUDO EM IMAGENS FONE: +55 (64) 3431 0047 AV. SANTOS DUMONT, Nº 373 - CEP: 75530-050 CRIDIAGNOSTICOS.COM.BR

Leia mais

Aplicação de protocolos de crânio e face. Profº Claudio Souza

Aplicação de protocolos de crânio e face. Profº Claudio Souza Aplicação de protocolos de crânio e face Profº Claudio Souza Introdução Quando falamos em crânio e face não se tratam apenas de duas peças ou regiões anatômicas temos glândulas, cavidades e uma imensa

Leia mais

Aplicação de protocolos de crânio e face. Profº Claudio Souza

Aplicação de protocolos de crânio e face. Profº Claudio Souza Aplicação de protocolos de crânio e face Profº Claudio Souza Introdução Quando falamos em crânio e face, não estamos falando apenas de duas peças ou região anatômica, temos: glândulas, cavidades e uma

Leia mais

PA (póstero-anterior) e o perfil esquerdo.

PA (póstero-anterior) e o perfil esquerdo. ESTUDO RADIOGRÁFICO DO CRÂNIO Pontos anatômicos de referência superficial da cabeça São úteis para a identificação de estruturas anatômicas, facilitando a realização do exame radiográfico. Os principais

Leia mais

Sugestão de Protocolos de Tomografia Computadorizada CBR

Sugestão de Protocolos de Tomografia Computadorizada CBR Sugestão de Protocolos de Tomografia Computadorizada CBR - 2015 Introdução: Este documento foi elaborado de acordo com o auxilio de radiologistas que atuam nas diversas áreas de estudo da tomografia e

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PROFESSOR(ES): Luciana Costa (Resp) Andréa Bastos 1. EMENTA: A disciplina Anatomia Radiológica

Leia mais

TABELA DE PREÇOS Crânio: Frente + Perfil + Towne 80,00 70,00 Seios da Face 2 posições Seios da face: fronto e mento naso

TABELA DE PREÇOS Crânio: Frente + Perfil + Towne 80,00 70,00 Seios da Face 2 posições Seios da face: fronto e mento naso TABELA DE PREÇOS - 2016 Crânio Frente e Perfil Crânio (F+P) CRÂNIO E FACE PART. CONV. Crânio: Frente + Perfil + Towne Seios da Face 2 posições Seios da face: fronto e mento naso Seios da face: fronto +

Leia mais

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Profa Dra Sandra Zeitoun UNIP

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Profa Dra Sandra Zeitoun UNIP DIAGNÓSTICO POR IMAGEM Profa Dra Sandra Zeitoun UNIP TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA A neurociência teve que esperar mais de 70 anos, até que aparecesse um método de imagens por raios X que realmente fosse

Leia mais

TÉCNICA EM RADIOLOGIA

TÉCNICA EM RADIOLOGIA UFF UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE CCM CENTRO DE CIÊNCIAS MÉDICAS HUAP HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ANTONIO PEDRO Hospital Universitário TÉCNICA EM RADIOLOGIA Parte I: Múltipla Escolha Hospital Universitário

Leia mais

PORQUE IMAGEM É TUDO!

PORQUE IMAGEM É TUDO! PORQUE IMAGEM É TUDO! Prof. Magno Cavalheiro Faria. Técnico em Radiologia Médica; Tecnólogo em Radiologia (Universidade do Grande Rio) Especializado em Tomografia Computadorizada (CENIB) Especializado

Leia mais

03/05/2012. SNC: Métodos de Imagem. US Radiografias TC RM. Métodos Seccionais. TC e RM. severinoai

03/05/2012. SNC: Métodos de Imagem. US Radiografias TC RM. Métodos Seccionais. TC e RM. severinoai SNC: Métodos de Imagem US Radiografias TC RM 2 Métodos Seccionais TC e RM 3 1 Anatomia seccional do encéfalo: TC e RM 4 Anatomia seccional do encéfalo: TC e RM 5 TC - Crânio 6 2 TC - Crânio 7 TC - Crânio

Leia mais

Departamento de Electrónica Industrial. Manual prático TC

Departamento de Electrónica Industrial. Manual prático TC Departamento de Electrónica Industrial Manual prático TC Clarisse Ribeiro Abril de 2008 Índice Ligar/Desligar o CT... 1 Check up/calibração... 2 Posicionamento do paciente... 2 Cabeça... 3 Pescoço...

Leia mais

Universidade Estadual de Maringá

Universidade Estadual de Maringá Universidade Estadual de Maringá Pró-reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Comunitários TESTE SELETIVO EDITAL N.º 188/2015-PRH INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA E PREENCHIMENTO DA FOLHA DE RESPOSTAS

Leia mais

Copyright Imaginologia.com.br - Todos os direitos reservados. Radiologia e Diagnóstico por Imagem para médicos clínicos e cirurgiões.

Copyright Imaginologia.com.br - Todos os direitos reservados. Radiologia e Diagnóstico por Imagem para médicos clínicos e cirurgiões. Programa de Certificação de Qualidade O Colégio Brasileiro de Radiologia (CBR) disponibiliza os Protocolos de Tomografia Computadorizada elaborados pela Comissão e que podem ser consultados através do

Leia mais

HUC Clínica Universitária de Imagiologia. Protocolos de Exames de Radiologia Geral. Orientação do Feixe. Região Anatómica. Critério de Qualidade Kv

HUC Clínica Universitária de Imagiologia. Protocolos de Exames de Radiologia Geral. Orientação do Feixe. Região Anatómica. Critério de Qualidade Kv Exposição Automática Exposição Manual Região Anatómica Designação Protecção Orientação do Feixe Critério de Qualidade Obs Kv Exposi. Autom. S (ISO) Foco Colima ção Distância fonte detector Grelha Potter

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO TOMOGRAFIA COMPUTORIZADA EM NEURORRADIOLOGIA TRAUMÁTICA: ASPETOS TÉCNICOS

RELATÓRIO DE ESTÁGIO TOMOGRAFIA COMPUTORIZADA EM NEURORRADIOLOGIA TRAUMÁTICA: ASPETOS TÉCNICOS ESCOLA SUPERIOR DE SAÚDE DA CRUZ VERMELHA PORTUGUESA MESTRADO EM TÉCNICAS E TECNOLOGIAS DE IMAGEM MÉDICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO TOMOGRAFIA COMPUTORIZADA EM NEURORRADIOLOGIA TRAUMÁTICA: ASPETOS TÉCNICOS Anicolette

Leia mais

CHEGOU DIA 24 E AGORA?

CHEGOU DIA 24 E AGORA? CHEGOU DIA 24 E AGORA? VALORIZAÇÃO DA AMIZADE ANDRÉ VASCONCELOS TÉCNICO E TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA PÓS-GRADUANDO EM DIAGNÓSTICO POR IMAGEM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA NA AVALIAÇÃO DOS SEIOS PARANASAIS(Seios

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PROFESSOR(ES): Luciana Costa (Resp) Andrea Bastos 1. EMENTA: A disciplina Anatomia Radiológica

Leia mais

Levando atendimento de qualidade para um número maior de pessoas. Brivo CT325

Levando atendimento de qualidade para um número maior de pessoas. Brivo CT325 GE Healthcare Levando atendimento de qualidade para um número maior de pessoas. Brivo CT325 Grande impacto. Melhorar a qualidade do atendimento médico em todo o mundo é uma meta que todos nós almejamos

Leia mais

Protocolos articulações dos MMII. Profº Cláudio Souza

Protocolos articulações dos MMII. Profº Cláudio Souza Protocolos articulações dos MMII Profº Cláudio Souza Indicações A tomografia computadorizada de articulações dos MMII (Membros inferiores), em 90% dos casos é para avaliação de descontinuidades, em sua

Leia mais

TÉCNICAS RADIOLÓGICAS APLICADAS NOS ESTUDOS DAS INSTABILIDADES

TÉCNICAS RADIOLÓGICAS APLICADAS NOS ESTUDOS DAS INSTABILIDADES TÉCNICAS RADIOLÓGICAS APLICADAS NOS ESTUDOS DAS INSTABILIDADES FEMOROPATELARES Abelardo Raimundo de Souza* INTRODUÇÃO A articulação femoropatelar é de fundamental importância para o aparelho extensor,

Leia mais

POSICIONAMENTO CIRÚRGICO

POSICIONAMENTO CIRÚRGICO POSICIONAMENTO CIRÚRGICO O posicionamento cirúrgico é uma arte, uma ciência e também um fator chave no desempenho do procedimento seguro e eficiente, por meio da aplicação de conhecimentos relacionados

Leia mais

Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL. Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de Entidades Convencionadas

Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL. Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de Entidades Convencionadas Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de 2016 Entidades Convencionadas Designação Morada Valências Contactos CAL - Clínica do

Leia mais

Ressonância Magnética (RM) Abordagem, Dados Técnicos e Posicionamento do Usuário

Ressonância Magnética (RM) Abordagem, Dados Técnicos e Posicionamento do Usuário Ressonância Magnética (RM) Abordagem, Dados Técnicos e Posicionamento do Usuário José Eduardo dos Reis Felix 1 Considerações Iniciais A Ressonância Magnética (RM) é um dos métodos de diagnóstico por imagem

Leia mais

Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL. Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de Entidades Convencionadas

Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL. Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de Entidades Convencionadas Exames Complementares de Diagnóstico RADIOLOGIA - RADIOLOGIA CONVENCIONAL Convenção n.º 19/2016, de 05 de agosto de 2016 Entidades Convencionadas Designação Morada Valências Contactos CAL - Clínica do

Leia mais

Preparar os profissionais para desempenhar com eficiência a parte técnica, Promover aperfeiçoamento técnico.

Preparar os profissionais para desempenhar com eficiência a parte técnica, Promover aperfeiçoamento técnico. - Início: - Dia da Semana: Sábado - Carga Horária: - Local: RQC - Unidade Nilópolis - Investimento: Objetivos Preparar os profissionais para desempenhar com eficiência a parte técnica, Promover aperfeiçoamento

Leia mais

INCIDENCIAS PARA O ESTUDO DO TÓRAX

INCIDENCIAS PARA O ESTUDO DO TÓRAX INCIDENCIAS PARA O ESTUDO DO TÓRAX PA Incidência Perfil Incidências AP Incidência AP em Decúbito Lateral Incidência AP em Ápico-Lordótica Incidência OAD / OAE Incidência OPD / OPE PA DO TÓRAX PA DO TÓRAX

Leia mais

Associação do Sanatório Sírio Hospital do Coração - HCor Serviço de Radioterapia / Radiocirurgia

Associação do Sanatório Sírio Hospital do Coração - HCor Serviço de Radioterapia / Radiocirurgia XIV Jornada de Física Médica GAMMA KNIFE Perfexion Associação do Sanatório Sírio Hospital do Coração - HCor Serviço de Radioterapia / Radiocirurgia Crystian Wilian Chagas Saraiva São Paulo, 01 de maio

Leia mais

Tabelas de Exames RESSONÂNCIA.

Tabelas de Exames RESSONÂNCIA. RESSONÂNCIA 41101014 RM - Crânio (encéfalo) 41101022 RM - Sela túrcica (hipófise) 41101030 RM - Base do crânio 41101057 Perfusão cerebral por RM 41101065 Espectroscopia por RM 41101073 RM - Órbita bilateral

Leia mais

SUBMISSÃO DE IMAGENS E LAUDOS

SUBMISSÃO DE IMAGENS E LAUDOS 1 de 11 SUBMISSÃO DE IMAGENS E LAUDOS O Padi é o primeiro programa de acreditação do Brasil em Diagnóstico por Imagem a avaliar a qualidade dos exames e dos laudos. O processo está baseado na experiência

Leia mais

Protocolos articulações dos MMSS. Profº Cláudio Souza

Protocolos articulações dos MMSS. Profº Cláudio Souza Protocolos articulações dos MMSS Profº Cláudio Souza Indicações A tomografia computadorizada das articulações dos MMSS tem como objetivo a avaliação da integridade da articulação e a avaliação de descontinuidades.

Leia mais

Protocolos para tórax. Profº Claudio Souza

Protocolos para tórax. Profº Claudio Souza Protocolos para tórax Profº Claudio Souza Indicações Quando falamos em tomografia computadorizada para o tórax temos uma grande variedade de protocolos para estudos diversos, como por exemplo: estudo vascular

Leia mais

Tomografia Computorizada Dental

Tomografia Computorizada Dental + Universidade do Minho M. I. Engenharia Biomédica Beatriz Gonçalves Sob orientação de: J. Higino Correia Tomografia Computorizada Dental 2011/2012 + Casos Clínicos n Dentes privados do processo de erupção

Leia mais

GABARITO DE CIRURGIA CRANIOMAXILOFACIAL. QUESTÃO 1 A foto abaixo é mais sugestiva de:

GABARITO DE CIRURGIA CRANIOMAXILOFACIAL. QUESTÃO 1 A foto abaixo é mais sugestiva de: GABARITO DE CIRURGIA CRANIOMAXILOFACIAL QUESTÃO 1 A foto abaixo é mais sugestiva de: A. Proptose do olho direito. B. Estrabismo divergente do olho direito. C. Tumor orbitário direito. D. Pinçamento do

Leia mais

Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros. Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros

Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros. Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros Curso de Formação Profissional em Primeiros Socorros Formador Credenciado Eng. Paulo Resende Dezembro de 2013 Anatomia e fisiologia do corpo humano OBJETIVOS Caracterizar os diversos sistemas que constituem

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PROFESSOR(ES): Luciana Costa Andrea Bastos 1. EMENTA: A disciplina Anatomia Radiológica em Tomografia

Leia mais

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM NO TRAUMA MÚSCULOESQUELÉTICO

DIAGNÓSTICO POR IMAGEM NO TRAUMA MÚSCULOESQUELÉTICO DIAGNÓSTICO POR IMAGEM NO TRAUMA MÚSCULOESQUELÉTICO Andréia Rodrigues 1, Raquel Colenci 2 1 Aluna do Curso Superior de Tecnologia de Radiologia, Faculdade de Tecnologia de Botucatu,SP, Brasil. email:alcw@ig.com.br

Leia mais

Tratamento e Processamento. Digitais: PROFESSOR: CARLOS EDUARDO

Tratamento e Processamento. Digitais: PROFESSOR: CARLOS EDUARDO Tratamento e Processamento das Imagens Digitais: PROFESSOR: CARLOS EDUARDO Processamento das Imagens Médicas: -A grande vantagem da Imagem Médica Digital é que ela pode ser Processada, ou seja, manipulada.

Leia mais

COLUNA CERVICAL - POCISIONAMENTO RADIOLÓGICO. Coluna Cervical (AP)

COLUNA CERVICAL - POCISIONAMENTO RADIOLÓGICO. Coluna Cervical (AP) Coluna Cervical (AP) COLUNA CERVICAL - POCISIONAMENTO RADIOLÓGICO Solicitar ao paciente que retire brincos, colar, presilhas do cabelo, aparelho móvel da boca e qualquer objeto radiopaco que venha comprometer

Leia mais

Equipamento de Tomografia Computadorizada SOMATOM Definition AS+, 128- slices.

Equipamento de Tomografia Computadorizada SOMATOM Definition AS+, 128- slices. Equipamento de Tomografia Computadorizada SOMATOM Definition AS+, 128- slices. Descrição do sistema (1) Acessórios (2) Unidade de aquisição (3) Permutador térmico (4) Armário de distribuição de energia

Leia mais

Indicações, vantagens e desvantagens da TC e RM.

Indicações, vantagens e desvantagens da TC e RM. Indicações, vantagens e desvantagens da TC e RM. Como escolher? Alex Adeodato, MV, MBA, MSc, PhD Diretor CRV Imagem alexadeodato@crvimagem.com.br crvimagem.com.br 2016 1999 3 RMs baixo campo 50 TCs Ainda

Leia mais

Introdução. Princípios básicos da TAC. .Tomografia deriva da palavra grega Tomos, .Computorizada o processamento. .Designação de TAC/TC.

Introdução. Princípios básicos da TAC. .Tomografia deriva da palavra grega Tomos, .Computorizada o processamento. .Designação de TAC/TC. Princípios básicos da TAC III Encontro de Formação Contínua OMV XIII Congresso de Medicina Veterinária em Língua Portuguesa 17 e 18 de Novembro, 2012 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA Mário Ginja DVM, PhD

Leia mais

O que é? Quem pode usar? Benefícios para o médico. Benefícios para o paciente. 2.0 mm. Sistema Lockplan 2.0mm

O que é? Quem pode usar? Benefícios para o médico. Benefícios para o paciente. 2.0 mm. Sistema Lockplan 2.0mm Sistema Lockplan 2.0mm O que é? O Sistema de Fixação Rígida Lockplan 2.0mm é um sistema composto por placas e parafusos, que realizam a reconstrução óssea de pacientes com deformidades, de causas genéticas

Leia mais

Tomografia Computadorizada

Tomografia Computadorizada Tomografia Computadorizada Walmor Cardoso Godoi, M.Sc. http://www.walmorgodoi.com Aula 05: Dose em Tomografia Agenda Introdução Dose absorvida, dose equivalente, e dose efetiva Definição das Medidas de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PROFESSOR(ES): Luciana Costa (Resp) Andrea Bastos 1. EMENTA: A disciplina Anatomia Radiológica

Leia mais

Introdução ao estudo da Anatomia Humana: história, divisões do corpo, posição anatômica, eixos, planos e cortes

Introdução ao estudo da Anatomia Humana: história, divisões do corpo, posição anatômica, eixos, planos e cortes Aula 01 Introdução ao estudo da Anatomia Humana: história, divisões do corpo, posição anatômica, eixos, planos e cortes Introdução ao estudo da Anatomia Humana: história, divisões do corpo, posição anatômica,

Leia mais

EXAME PRIVADO Encargo benef. ADSE

EXAME PRIVADO Encargo benef. ADSE EXAME PRIVADO Encargo benef. ADSE RADIOLOGIA Radiologia - CABEÇA E PESCOÇO Crânio, 1 incidência 15,00 1,10 Crânio, 2 incidências 20,00 1,20 Sela turca 10,00 0,60 Mastóides, 1 incidência 30,00 1,00 Mastóides,

Leia mais

PROTOCOLOS INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1

PROTOCOLOS INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1 1 de 9 1. TC TÓRAX INICIAIS DE TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA TÓRAX PADI NORMA 1 TODO O PARÊNQUIMA PULMONAR Incluir todas as últimas costelas se para dor torácica/trauma Opcional em doenças do esôfago VELOCIDADE

Leia mais

Ética, Biossegurança e Cinemática do Trauma

Ética, Biossegurança e Cinemática do Trauma Ética, Biossegurança e Cinemática do Trauma Respeitar o modo e a qualidade de vida do traumatizado. Respeitar a privacidade e a dignidade do paciente, evitando sua exposição desnecessária. Biossegurança

Leia mais

Pacientes que necessitam de intervenção cirúrgica para a reconstrução do segmento

Pacientes que necessitam de intervenção cirúrgica para a reconstrução do segmento Sistema Lockplan 2.0mm O que é? O Sistema de Fixação Rígida Lockplan 2.0mm é um sistema composto por placas e parafusos, que realizam a reconstrução óssea de pacientes com deformidades, de causas genéticas

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA - ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA ANATOMIA RADIOLÓGICA EM TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA E RESSONÂNCIA MAGNÉTICA PROFESSOR(ES): Luciana Costa (Resp) Andrea Bastos Giovani 1. EMENTA: A disciplina Anatomia Radiológica

Leia mais

Introdução à Anatomia

Introdução à Anatomia ESTRUTURA ANIMAL 1 Introdução à Anatomia : É o fundamento de todas as outras ciências médicas. Função: Fornecer noções preciosas para as aplicações na prática médico-cirúrgica Anatomia vem do grego; Significa

Leia mais

Tomografia Mu/ti-Slice no Sistema Músculo-Esquelético c *)

Tomografia Mu/ti-Slice no Sistema Músculo-Esquelético c *) VINHETA IMAGENOLÓGICA l MAGENOLOG IC VIGNETTE Respo nsáveis: Artur da Rocha Corrêa Fern andes e Jami l Natour Tomografia Mu/ti-Slice no Sistema Músculo-Esquelético c *) Mu/ti-S/ice Tomography in the Muscu/oske!eta/

Leia mais

Tomografia Computadorizada Quantitativa Diagnóstico da Osteoporose

Tomografia Computadorizada Quantitativa Diagnóstico da Osteoporose 1 Universidade do Minho Departamento de Eletrónica Industrial Tomografia Computadorizada Quantitativa Diagnóstico da Osteoporose Marino Maciel Nº52557 Orientador: Prof. Higino Correia 2011/2012 Mestrado

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES

TABELA DE PREÇOS DE EXAMES PARTICULARES CARDIOLOGIA 20010010 ELETROCARDIOGRAMA - ECG R$ 177,00 20010028 TESTE ERGOMÉTRICO R$ 353,00 20010141 ECODOPPLERCARDIOGRAMA R$ 412,00 20010052 HOLTER 24 HORAS R$ 412,00 20020058 MAPA 24 HORAS R$ 412,00

Leia mais

Tomografia computadorizada

Tomografia computadorizada 1 Tomografia computadorizada KARINA CECÍLIA PANELLI SANTOS CLAUDIO COSTA Jefferson Xavier de Oliveira O advento da tomografia computadorizada (TC) é considerado uma das grandes inovações no campo da radiologia

Leia mais

MODELOS DE LAUDOS NORMAIS ESÔFAGO, ESTÔMAGO E DUODENO NORMAIS

MODELOS DE LAUDOS NORMAIS ESÔFAGO, ESTÔMAGO E DUODENO NORMAIS MODELOS DE LAUDOS NORMAIS ABDOME - AP Estruturas ósseas visualizadas íntegras. Distribuição normal de gases e fezes pelas alças intestinais. Ausência de imagens radiológicas sugestivas de cálculos urinários

Leia mais

Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE PORTARIA Nº 765 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2005

Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE PORTARIA Nº 765 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2005 Ministério da Saúde SECRETARIA DE ATENÇÃO À SAÚDE PORTARIA Nº 765 DE 29 DE DEZEMBRO DE 2005 O Secretário de Atenção à Saúde Substituto, no uso de suas atribuições, e Considerando a Portaria GM/MS nº 1.161,

Leia mais

COLUNA VERTEBRAL RAUL KRAEMER

COLUNA VERTEBRAL RAUL KRAEMER COLUNA VERTEBRAL RAUL KRAEMER ANATOMIA E RADIOLOGIA SIMPLES RAIOS-X RAIOS-X RAIOS-X Coluna Cervical Indicações: trauma, cervicalgia, incapacidade funcional, tumores... Solicitação: - Raios-X

Leia mais

CRÂNIO E FACE POSICIONAMENTO RADIOLÓGICO TÓPICOS DE ANATOMIA - 1 -

CRÂNIO E FACE POSICIONAMENTO RADIOLÓGICO TÓPICOS DE ANATOMIA - 1 - CRÂNIO E FACE POSICIONAMENTO RADIOLÓGICO E TÓPICOS DE ANATOMIA - 1 - SUMÁRIO ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS...03 TÓPICOS DE ANATOMIA...04 CALOTA CRANIANA...07 CRÂNIO FRENTE CRÂNIO MÉTODO DE CALDWELL CRÃNIO

Leia mais

Effective dose evaluationofheadandabdomen CT exams in adultpatientsatthe Instituto de Radiologia da Faculdade de Medicina da USP (INRAD/FM/USP)

Effective dose evaluationofheadandabdomen CT exams in adultpatientsatthe Instituto de Radiologia da Faculdade de Medicina da USP (INRAD/FM/USP) IX Latin American IRPA Regional Congresson Radiation Protection and Safety- IRPA 2013 Rio de Janeiro, RJ, Brazil, April15-19, 2013 SOCIEDADE BRASILEIRA DE PROTEÇÃO RADIOLÓGICA - SBPR Estimativa de dose

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEc Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Ambiente, Saúde e Segurança. Habilitação Profissional: Técnico de enfermagem Qualificação:

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

ESTUDO RADIOLÓGICO DA COLUNA LOMBAR

ESTUDO RADIOLÓGICO DA COLUNA LOMBAR ESTUDO RADIOLÓGICO DA COLUNA LOMBAR VERTEBRAS LOMBARES 5 9 3 10 1 6 4 8 2 1- processo espinhoso 2- processo transverso 3- corpo 4- processo articular inferior 5- processo articular superior 6- incisura

Leia mais

PET SCAN. neurológicos. Deverá também possibilitar sua utilização apenas como um equipamento de

PET SCAN. neurológicos. Deverá também possibilitar sua utilização apenas como um equipamento de PET SCAN DESCRIÇÃO Descrição Básica Sistema de diagnóstico por imagem composto por um PET e um tomógrafo de 64 cortes; Aplicação Geral Diagnósticos oncológicos, cardíacos e neurológicos. CARACTERÍSTICAS

Leia mais

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC

FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FUNDAÇÃO PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS - FUPAC FACULDADE PRESIDENTE ANTÔNIO CARLOS DE UBERLÂNDIA Imagenologia: Técnicas Radiológicas I Prof. Msc Ana Paula de Souza Paixão Biomedicina 5º P Antes... Raios X:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE FACULDADE DE MEDICINA IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Imagenologia Código: CS 01015 PLANO DE ENSINO Carga Horária Total: 40h Teoria: 10 Prática : 30

Leia mais

Prof. AGUINALDO SILVA

Prof. AGUINALDO SILVA Caro aluno e colega de profissão, disponibilizo este material mas caso tenha interesse em usá-lo favor não alterar os slides e não retirar os meus créditos. Obrigado e bons estudos!!! Direitos autorais

Leia mais

PROTOCOLOS INICIAIS DE RAIOS-X

PROTOCOLOS INICIAIS DE RAIOS-X 1 de 8 PROTOCOLOS INICIAIS DE RAIOS-X 1) RADIOGRAFIA DE TÓRAX PA 1.1 Apneia inspiratória profunda: visualização de 6 espaços intercostais anteriores ou 10 posteriores, acima do diafragma; 1. Posicionamento

Leia mais

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro

INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA. Instituto Long Tao. Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA Instituto Long Tao Prof. Regiane Monteiro INTRODUÇÃO Á ANATOMIA HUMANA História da Anatomia Terminologia Anatômica Osteologia HISTÓRIA DA ANATOMIA HUMANA HISTÓRIA DA ANATOMIA

Leia mais

PLANO DE TRABALHO 1 SEMESTRE 2017 DISCIPLINA TECNOLOGIA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA II

PLANO DE TRABALHO 1 SEMESTRE 2017 DISCIPLINA TECNOLOGIA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA II PLANO DE TRABALHO 1 SEMESTRE 2017 DISCIPLINA TECNOLOGIA EM RESSONÂNCIA MAGNÉTICA II PROFESSOR: Luiz Cláudio de Souza 1. EMENTA: A disciplina desenvolve as bases operacionais e técnicas referentes aos diferentes

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 5ª Série Imagenologia Fisioterapia A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem desenvolvido por meio de um conjunto

Leia mais

Plano de aula. Aspectos Técnicos. Novos conceitos em Pneumonias Intersticiais 16/04/2015

Plano de aula. Aspectos Técnicos. Novos conceitos em Pneumonias Intersticiais 16/04/2015 Novos conceitos em Pneumonias Intersticiais Bruno Hochhegger MD, PhD brunohochhegger@gmail.com Professor de Radiologia da UFCSPA e PUC/RS Doutor em Pneumologia pela UFRGS Pós doutor em Radiologia pela

Leia mais

Simulação, Planejamento e Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço

Simulação, Planejamento e Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço Simulação, Planejamento e Tratamento de Câncer de Cabeça e Pescoço Adriana Santos ETAPAS DE TODO O PROCESSO Imobilização Pré-simulação Aquisição de imagens Contornos Margens e Restrição de doses Planejamento

Leia mais

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 02/2014 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS

HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 02/2014 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS HOSPITAL DE CLÍNICAS DE PORTO ALEGRE EDITAL N.º 02/2014 DE PROCESSOS SELETIVOS GABARITO APÓS RECURSOS PROCESSO SELETIVO 56 TÉCNICO EM RADIOLOGIA (Radiologia) 01. ANULADA 11. E 21. D 31. A 02. A 12. C 22.

Leia mais

Princípios Tomografia Computadorizada

Princípios Tomografia Computadorizada Princípios Tomografia Computadorizada Tomografia Computadorizada Histórico 1917 - Randon imagens projetadas > reproduziu 1967 Hounsfield >primeiro protótipo tipo Tomografia 1971 - H. Inglaterra > primeiro

Leia mais

desta escala em uma fotografia revelada. A redução na ampliação foi de 52%, ou seja, as medidas lineares nas fotografias corresponderam

desta escala em uma fotografia revelada. A redução na ampliação foi de 52%, ou seja, as medidas lineares nas fotografias corresponderam MATERIAL E MÉTODO 64 FIGURA 4.7 escala posicionada no plano mediano do cefalostato. Foi realizada aferição, por meio de paquímetro digital, das dimensões desta escala em uma fotografia revelada. A redução

Leia mais

2 Tomografia Computadorizada de Raios X

2 Tomografia Computadorizada de Raios X 2 Tomografia Computadorizada de Raios X 2.1 Fundamentos Teóricos de Tomografia Computadorizada de Raios X A Tomografia Computadorizada de Raios X é uma técnica que permite a avaliação de modo não destrutivo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA FAMAZ COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA CALENDÁRIO DE PROVAS DA 2ª AVALIAÇÃO REGIMENTAL

FACULDADE METROPOLITANA DA AMAZÔNIA FAMAZ COORDENAÇÃO DO CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM RADIOLOGIA CALENDÁRIO DE PROVAS DA 2ª AVALIAÇÃO REGIMENTAL - TURMA: 330116 - TURNO: Vespertino - SALA: 224 / Bloco 1 Biofísica 01//06/16 15:50h ás 17:30h Anatomia Humana 02//06/16 14:00h ás 15:40h Bioestatística 03//06/16 14:00h ás 15:40h Matemática 06//06/16

Leia mais

É um nódulo pulmonar?

É um nódulo pulmonar? Avaliação dos Pequenos Nódulos Pulmonares Alexandre Dias Mançano Radiologia Anchieta Hospital Regional de Taguatinga DF É um nódulo pulmonar? Até 20% são imagens que mimetizam nódulos ao RX Fratura de

Leia mais

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I

PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PLANO DE TRABALHO: DISCIPLINA DE TECNOLOGIA RADIOLÓGICA I PROFESSORES: Luciana Batista Nogueira (TP1) Críssia Carem Paiva Fontainha (TP2) 1. EMENTA: Métodos radiográficos convencionais. 2. JUSTIFICATIVA:

Leia mais

OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO)

OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO) OSSOS TEMPORAIS(OUVIDO) A avaliação de perda auditiva ou tiníto quase sempre inclui a investigação do osso temporal através de imagens. Há uma grande variedade de processos de doenças congênitas e adquiridas

Leia mais

Sistema Estereotáxico TM-03B

Sistema Estereotáxico TM-03B Sistema Estereotáxico TM-03B Antonio Martos - Presidente da Micromar e o Sistema Estereotáxico Aimsystem TM-03B (Teixeira-Martos) "Para atingir um alvo é necessário utilizar um instrumento extremamente

Leia mais

Médico Neurocirurgia Geral

Médico Neurocirurgia Geral Médico Neurocirurgia Geral Caderno de Questões Prova Discursiva 2015 01 Homem de 40 anos de idade procura a emergência de um hospital com dor irradiada incapacitante para o membro inferior direito após

Leia mais

Unioeste Diretoria de Concursos

Unioeste Diretoria de Concursos Unioeste Diretoria de Concursos 9º Concurso Público para o Provimento de Cargos Públicos para Atuação no Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) PROVA OBJETIVA Técnico de Radiologia Instruções

Leia mais

DECRETO Nº 750/2014. O PREFEITO DE BARREIRAS ESTADO DA BAHIA, ANTONIO HENRIQUE DE SOUZA MOREIRA, no uso de suas atribuições, e

DECRETO Nº 750/2014. O PREFEITO DE BARREIRAS ESTADO DA BAHIA, ANTONIO HENRIQUE DE SOUZA MOREIRA, no uso de suas atribuições, e DECRETO Nº 750/2014 Aprova a Alteração na Tabela Complementar dos Procedimentos de Saúde Hospitalares e Ambulatoriais do Sistema Único de Saúde SUS no âmbito do município de Barreiras, editada pelo Decreto

Leia mais

Caracterização de lesões Nódulos Hepá8cos. Aula Prá8ca Abdome 2

Caracterização de lesões Nódulos Hepá8cos. Aula Prá8ca Abdome 2 Caracterização de lesões Nódulos Hepá8cos Aula Prá8ca Abdome 2 Obje8vos Qual a importância da caracterização de lesões através de exames de imagem? Como podemos caracterizar nódulos hepá8cos? Revisar os

Leia mais

Avaliação Por Imagem do Abdome Introdução

Avaliação Por Imagem do Abdome Introdução Avaliação Por Imagem do Abdome Introdução Mauricio Zapparoli Disciplina de Radiologia Médica Departamento de Clínica Médica - Hospital de Clínicas UFPR Objetivos Radiologia Convencional Anatomia/Semiologia

Leia mais