Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA"

Transcrição

1 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

2 Graduado em Direito pelo Centro Universitário Eurípides de Marília - UNIVEM. Título da Monografia: Epistemologia do Processo de Conhecimento (2010). Especialista em Direitos Humanos pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra/PT. Título: Os Precedentes da Corte Europeia de Direitos Humanos como instrumento de refinamento das normas de Direitos Humanos: decisão judicial e norma de direito fundamental adscrita/derivada (2014).

3 Mestrado em Teoria do Estado e do Direito pelo Centro Universitário Eurípides de Marília UNIVEM Título: Decisão Judicial e Racionalidade Jurídica: Razão Prática e a Legitimidade Discursiva das Decisões Judiciais no âmbito dos Direitos Fundamentais (2014). Professor de Introdução ao Estudo do Direito IED e Direito Processual Penal.

4 Pesquisa é coisa de laboratório? Isso pode se desenvolver no curso de Direito? Da importância da Pesquisa no Curso de Direito para o desenvolvimento acadêmico e intelectual do aluno e do progresso da Ciência Jurídica. Dos órgãos de fomento à pesquisa no Brasil e no Estado de São Paulo: CNPq, CAPES, FAPESP entre outras. (25/02 Publ. Edital PIBIC 2015/2016) Das bolsas de Pesquisa e do Programa de Iniciação Científica.

5 1.Conceitos fundamentais da Teoria Geral do Direito. 1.1 Noção de direito; 1.2 Direito positivo; 1.3 Direito objetivo e direito subjetivo; A relação jurídica; Os sujeitos da relação jurídica; O objeto da relação jurídica; O nascimento da relação jurídica; 1.4 Direito público, privado e difuso; Ramos do direito público; Ramos do direito privado; Ramos do direito difuso;

6 2. Direito como objeto de conhecimento. 2.1 A ciência do direito; 2.2 As escolas científicas; 2.3 O objeto da ciência do direito; 3. Dogmática jurídica. Disciplinas zetéticas que estudam o Direito. 3.1 Os ramos científicos do Direito enquanto disciplinas dogmáticas; 3.2 A Filosofia do Direito; 3.3 Sociologia do Direito; 3.4 História do Direito; 3.5 Antropologia do Direito.

7 4. O método jurídico. 4.1 Conceito; 4.2 O sistema jurídico; 4.3 As regras de interpretação 5. Teoria da norma. 5.1 Conceito; 5.2 Estrutura; 5.3 Destinatários; 5.4 Funções; 5.5 Finalidade; 5.6 Tipos de normas jurídicas.

8 6. Teoria do ordenamento jurídico. 6.1 Conceito de ordenamento jurídico; 6.2 Elementos do ordenamento jurídico; 6.3 A validade, a eficácia e a vigência das normas jurídicas; 6.4 As lacunas; Conceito de lacunas; Formas de integração; 6.5 As antinomias; Conceitos e tipos de antinomias; Critérios de solução de antinomias; 6.6 As relações entre ordenamentos jurídicos.

9 7. Fontes do direito. 7.1 O conceito de fonte de direito; 7.2 Fontes estatais e não estatais; 7.3 Fontes estatais; 7.4. Fontes não estatais; 7.5 A lei; 7.6 O costume; 7.7 A doutrina; 7.8 A jurisprudência.

10 FERRAZ JR., Tércio Sampaio. Introdução ao estudo do direito: técnica, decisão e dominação. 6. ed. São Paulo. Atlas, NADER, Paulo. Introdução ao Estudo do Direito ed. Rio de Janeiro: Forense, NUNES, Rizzato. Manual de introdução ao estudo do direito: com exercícios para sala de aula e lições de casa. 9. ed. São Paulo: Saraiva, 2009.

11 BETIOLI, Antonio Bento. Introdução ao direito, lições de propedêutica jurídica tridimensional. 10. ed. São Paulo: Saraiva, REALE, Miguel. Lições preliminares de direito. 27. ed. São Paulo: Saraiva, BOBBIO, Norberto. O Positivismo jurídico: lições de filosofia do direito. São Paulo: Ícone COELHO, Fábio Ulhoa. Para entender Kelsen. 4. ed. São Paulo: Saraiva, DWORKIN, Ronald. O império do direito. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

12 O critério de avaliação baseia-se na aplicação de 01 prova bimestral, bem como na aplicação de trabalhos em sala de aula e fora dela, que desenvolvam o raciocínio crítico do aluno. O peso das notas das provas, bem como dos trabalhos irão depender das atividades desenvolvidas, sendo que, os trabalhos e atividades nunca poderão exceder a 20% da nota total, ou seja, não poderá exceder 2,0 (dois) pontos.

13 Provas Bimestrais 06 a 17/04 (0,0 a 8,0 pontos). Prova mista (testes e discursiva) ou somente discursiva. - Matéria de todo o Bimestre. Trabalhos data da entrega: 17 e 20/03 respectivamente (0,0 a 2,0 pontos). Trabalhos digitados seguindo o Manual de Elaboração de Trabalhos Acadêmicos do Unisalesiano e ABNT. - Tema: a ser determinado pelo professor.

14 Somos todos absolutamente livres?

15 O que nos limita?

16 Existem, portanto, várias normas (morais, sociais, religiosas, culturais e jurídicas) que regulamentam nossos comportamentos. Entre elas as normas jurídicas que nos iremos estudar.

17 A Disciplina Introdução ao Estudo do Direito tem como objetivo exatamente estudar os elementos centrais que compõe a Ciência Jurídica, que compõe aquilo que nos compreendemos como Direito e Sistema Jurídico.

18 Mas, afinal, o que é o Direito?

19 1.1: Noção de Direito: A palavra direito, em português (e as correspondeste nas línguas românicas) guardou, porém, tanto o sentido do jus como aquilo que é consagrado pela Justiça (em termos de virtude moral), quanto o de derectum como um exame da retidão da balança, por meio do ato da Justiça (em termos do aparelho judicial) [...] (FERRAZ Jr., Tércio Sampaio. Introdução ao Estudo do Direito, p. 11).

20 Direito: intenção firme e constante de dar a cada um o que é seu, não lesar os outros, realizar a justiça. Direito: conjunto das regras dotadas de coatividade e emanadas do poder estatal.

21 Pluralidade de Sentidos: Ex.1: Direito como ordenamento jurídico: o direito civil, o direito brasileiro. Ex.2: Direito que pertence a alguém. Ex.3: Conceito moral eu tinha direito à defesa, mas a lei não me concedeu.

22 1.2 Direito Positivo: Direito Positivo: Direito Posto, que vigora em um determinado espaço territorial, possuindo como fonte um poder centralizado (ao menos organizado) e que vincula o comportamento dos seus destinatários. Quando falamos em Direito Positivo não estamos, inicialmente, preocupados com seu conteúdo, mas sim a legitimidade da sua fonte: Ex.: Pai que manda seu filho estudar. Podemos ter duas justificativas para tal: (1) Porque a Constituição Federal, Código Civil, Estatuto da Criança e do Adolescente atribuem poderes aos pais para promoverem a saúde e educação de seus filhos; (2) Porque o pai sempre vai querer o melhor para o seu filho e estudar é muito importante para a sua formação.

23 Assim, existe o Direito Positivo, que foi posto em determinado país (geralmente de forma escrita), para regulamentar o comportamento de determinadas pessoas. Positivo é o Direito institucionalizado (Instituição Estatal) pelo Estado. Normalmente é constituído como Direito Escrito, posto pela Estado, entretanto não é necessariamente escrito. Ex.: os costumes podem constituir o Direito válido de uma determinada sociedade (Direito Posto) e não estar codificado (escrito em determinado código).

24 Direito Natural: revela ao legislador os princípios fundamentais de proteção do homem, que forçosamente deverão ser consagrados pela legislação, a fim de que se obtenha um ordenamento jurídico substancialmente justo (não é escrito, não é criado pela sociedade, nem é formulado pelo Estado). Ex.: Direito à alimentação (condição fisiológica, necessitamos comer); Direito à liberdade (como seres vivos precisamos nos locomover); Direito à vida. Direito Suprapositivo: o Direito não se resume à Lei, aquilo que compõe os códigos (civil, penal, processo civil, penal, CLT etc.), mas vai além disso, ele pode estar acima do direito posto. Trabalho de Casa: ler Antígona de Sófocles.

25 1.3 Direito objetivo e direito subjetivo: são dois lados de um mesmo objeto. - Direito Objetivo (norma agendi): é a norma de organização social. Ex.: Quando se afirma que o Direito do Trabalho não é formalista, emprega-se o vocábulo Direito em sentido objetivo, com referência às normas que organizam as relações de emprego. - Direito Subjetivo (facultas agendi): corresponde às possibilidades ou poderes de agir, que a ordem jurídica garante a alguém. É direito personalizado, particular, concreto. Ex.: Ocorrendo um acidente de trânsito surge o direito subjetivo da vítima em ingressar ou não com uma ação de indenização por danos materiais.

26 1.3.1 A relação jurídica : - Todo indivíduo que esta inserido na sociedade necessariamente esta disposto e destinado a estabelecer relações, comunicações e interações com o próximo. O conjunto dessas relações forma a sociedade. E, necessariamente, estarão regulamentadas por um sistema de normas (religiosas, morais, costumes sociais ou, mesmo, ao Direito). As relações sociais regulamentadas pelo Direito são as relações jurídicas.

27

28 - Na relação jurídica sempre teremos (I) duas ou mais pessoas envolvidas; sendo que ao menos uma será o sujeito ativo e outro o sujeito passivo da relação jurídica; (II) o vínculo que as une (fato jurídico); (III) e o objeto protegido (direito).

29 Os sujeitos da relação jurídica: - Sujeitos da relação jurídica: aqueles que estão aptos a adquirir e exercer direitos e obrigações. - Sujeito Ativo: titular do direito subjetivo instaurado na relação jurídica, aquele que faz valer seu direito perante o sujeito passivo. - Sujeito Passivo: aquele que esta obrigado perante o sujeito ativo a respeitar seu direito. * Os sujeitos da relação jurídica podem ser classificados em: Pessoas Físicas (Naturais), Pessoas Jurídicas e os chamados entes despersonalizados.

30 - Pessoa Natural ou Física é o ser humano, considerado como sujeito de direitos e obrigações. A pessoa física tem personalidade jurídica, que não se confunde com a personalidade natural (atributos físicos e psíquicos da pessoa natural). Personalidade Jurídica: * Personalidade Jurídica é a aptidão para possuir direitos e deveres, que a ordem jurídica reconhece a todas as pessoas (Art. 1 do Código Civil: Toda pessoa é capaz de direitos e deveres na ordem civil ).

31 - Pessoa Jurídica: é a entidade que, por força das normas jurídicas criadas, tem personalidade e capacidade jurídicas para adquirir direitos e contrair obrigações. Nasce de instrumento formal e escrito que a constitui, ou diretamente da lei que a institui. Criadas por instrumentos formais escritos (pessoas jurídicas de direito privado); criadas por lei (pessoas jurídicas de direito público).

32 O objeto da relação jurídica; O nascimento da relação jurídica;

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 1.2 Direito Positivo: Direito Positivo: Direito Posto, que vigora em um determinado espaço territorial,

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICO SALESIANO AUXILIUM PLANO DE ENSINO 2017-1º Semestre CURSO: DIREITO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO SEMESTRE: 1º SEMESTRE DE 2017 TURNO: NOTURNO CARGA HORÁRIA: 40 h/a PROFESSOR Me. DANILO CÉSAR SIVIERO RÍPOLI

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Introdução ao Estudo do Direito Código TDI0011 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 1º II Ementário O direito como fenômeno social e universal.

Leia mais

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho (s)

Provas escritas individuais ou provas escritas individuais e trabalho (s) DISCIPLINA INTRODUÇÃO AO DIREITO I CH: 80h/a AULA: teórica EMENTA O Direito como sistema. As disciplinas auxiliares do Direito. A construção histórica do Direito. Norma Jurídica. Fontes do Direito. Ramos

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina - INTRODUÇÃO AO ESTUDO

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.br

BuscaLegis.ccj.ufsc.br BuscaLegis.ccj.ufsc.br (Artigos) poder normativo do juiz Newton Garcia Faustino Sabemos que o juiz é um agente político que detém parcela do poder do Estado e que possui ampla liberdade de atuação funcional,

Leia mais

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás.

liberada por se tratar de um documento não aprovado pela PUC Goiás. PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação - PROGRAD Plano de Ensino 2015/1 Atenção! Este Plano de Ensino é um Rascunho. Sua impressão não está liberada por se tratar de um documento

Leia mais

Faculdades Cathedral Curso de Direito DIREITO CIVIL - I. Professor Vilmar A Silva

Faculdades Cathedral Curso de Direito DIREITO CIVIL - I. Professor Vilmar A Silva Faculdades Cathedral Curso de Direito DIREITO CIVIL - I Professor Vilmar A Silva NORMA JURÍDICA É a condição garantida pelo poder coercitivo do Estado, tendo como objetivo teórico a garantia da vida em

Leia mais

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO GUSTAVO FILIPE BARBOSA GARCIA - INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO TEORIA GERAL DO DIREITO DIDÁTICA DIFERENCIADA 3. a edição revista eatualizada *** reitora ~ H TODO SÃO PAULO A EDITORA MÉTODO se responsabiliza

Leia mais

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º Disciplina

Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º Disciplina Cód. Disciplina Período Créditos Carga Horária Semanal Semestral D-01 1º 04 04 60 Disciplina INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Curso DIREITO Direito, Sociedade e Estado. Direito e Ideologia. Acepções do

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam:

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam: PLANO DE ENSINO CURSO: Direito PERÍODO: 1º Semestre DISCIPLINA: Teoria Geral do Direito Civil CARGA HORÁRIA SEMANAL: 03 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 horas/aula I EMENTA Fundamentos históricos

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULA DIA 10/13 de Março Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Pessoa Jurídica: é a entidade que, por força das normas jurídicas criadas,

Leia mais

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri

Sumário. INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Sumário INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Wallace Ricardo Magri Capítulo I Introdução Capítulo II Dogmática Jurídica Notas Preliminares Capítulo III Fontes do Direito Capítulo IV Lei Capítulo V Costume Capítulo

Leia mais

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO Tercio Sampaio Ferrazjunior - INTRODUÇAO AO ESTUDO DO DIREITO Técnica, Decisão, Dominação 8ª Edição Revista e ampliada SÃO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2015 1987 by Editora Atlas SA 1.ed. 1988; 2. ed. 1994;

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED AULA DIA 24/27 de Março Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 1.3.1.4 O nascimento da relação jurídica - Nascimento é o elemento que gera

Leia mais

DISCIPLINA Normas e Legislação Ambiental. CURSO Mestrado em Sociedade, Tecnologia e Meio Ambiente

DISCIPLINA Normas e Legislação Ambiental. CURSO Mestrado em Sociedade, Tecnologia e Meio Ambiente DISCIPLINA Normas e Legislação Ambiental PROFESSOR Dr. Maurício Nardini CURSO PERÍODO CARGA HORÁRIA 60 SEMESTRE LETIVO 1º. Semestre 2009 1. EMENTA O Direito é ciência essencialmente ética, sua finalidade

Leia mais

Introdução ao Estudo do Direito

Introdução ao Estudo do Direito Sílvio de Salvo Venosa Introdução ao Estudo do Direito Primeiras Linhas 4ª Edição são PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2014 2004 by Editora Atlas S.A. 1.ed. 2004; 2. ed. 2006;3. ed. 2010;4. ed. 2014 Composição:

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Paulino Botelho (Extensão EE Sebastião de Oliveira Rocha) Código: 091.07 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Gestão de Negócios Habilitação

Leia mais

SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS

SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS SISTEMAS JURÍDICOS NA VISÃO DE JUSFILÓSOFOS Prof. Dr. João Carlos Medeiros de Aragão Currículo Lattes: Lattes.cnpq.br/49114444160 OBJETIVOS Objetiva-se apresentar a definição de Sistema Jurídico, com base

Leia mais

Curso Direito Empresarial

Curso Direito Empresarial 2014 Curso Direito Empresarial Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani 2. Pessoa Jurídica de Direito Privado como Sujeito de Direitos e Obrigações 2.1. Pessoa O vocábulo pessoa é derivado do latim persona,

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia do Direito Código: DIR-210 CH Total: 60 h Pré-requisito: ----- Período Letivo: 2016.2 Turma:

Leia mais

Instituto de Educação Superior de Boituva

Instituto de Educação Superior de Boituva CURSOS DE DIREITO MATRIZ 2016 1º PERÍODO = 0 horas aulas Leitura e Interpretação de Textos COMPL Introdução ao Estudo do Direito Sociologia Geral e Jurídica Ciência Política Direito Penal I História do

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia. -

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia.  - O Direito e o Pensamento Jurídico Ano Letivo 2012/2013 1º semestre Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia www.jorgebacelargouveia.com - jbg@fd.unl.pt 0 Preliminares 0.1. O nome da disciplina 0.2. Programa

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO ANO LETIVO SÉRIE TURNO 2017 5ª Série Matutino e Noturno NOME DA DISCIPLINA Direito Internacional Público e Privado CARGA HORÁRIA SEMANAL: horas-aula ANUAL: 100 horas-aula

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte O Direito e o Pensamento Jurídico Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte 2011/2012 1. Ideia Geral de Direito 1.1. Sentidos da palavra direito 1.2. Perspectivas sobre o direito; adopção de uma perspectiva

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PRIVADO I. Código 62 Curso Graduação. Período 1º Período

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PRIVADO I. Código 62 Curso Graduação. Período 1º Período Página 1 de 5 DE GRADUACÃO Curso Semestral Disciplina INSTITUIÇÕES DE DIREITO PRIVADO I Código 62 Curso Graduação Período 1º Período Turma (s) A, B e D Carga Horária 64 horas-relógio 77 horas-aula Eixo

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I

PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I PLANO DE ENSINO 2017 DISCIPLINA DIREITO EMPRESARIAL I 1. INFORMAÇÕES GERAIS Professora: Maria Rafaela Junqueira Bruno Rodrigues Departamento: Direito Privado Disciplina: Direito Empresarial I Série: 2º

Leia mais

EDITAL N. 03/2017. Para futuras contratações

EDITAL N. 03/2017. Para futuras contratações EDITAL N. 03/2017 Para futuras contratações PROVA DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESCRITÓRIO MODELO DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de Tutela Individual

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60

1. IDENTIFICAÇÃO. CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-01 PERÍODO: 1 o. CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 NOME DA DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO NOME DO CURSO: DIREITO 2.

Leia mais

EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais

Leia mais

DIREITO OBJETVO E SUBJETIVO

DIREITO OBJETVO E SUBJETIVO CEAP CURSO DE DIREITO Disciplina: INTRODUÇÃO AO DIREITO Professor: MILTON DE SOUZA CORREA FILHO DIREITO OBJETVO E SUBJETIVO 1. Motivação: Musica Cidadão 2. Apresentação de slides direito objetivo 3. VT

Leia mais

Programa de Unidade Curricular

Programa de Unidade Curricular Programa de Unidade Curricular Faculdade Ciências Económicas e Empresariais Licenciatura Marketing Unidade Curricular Introdução ao Direito Semestre: 1 Nº ECTS: 3,0 Regente José Caramelo Gomes Assistente

Leia mais

ANALOGIA: FONTE OU MÉTODO DO DIREITO? (Doutor em Direito pela PUC/SP; professor do curso de Direito da Faculdade de Paulínia;

ANALOGIA: FONTE OU MÉTODO DO DIREITO? (Doutor em Direito pela PUC/SP; professor do curso de Direito da Faculdade de Paulínia; ANALOGIA: FONTE OU MÉTODO DO DIREITO? Marcos Abílio Domingues (Doutor em Direito pela PUC/SP; professor do curso de Direito da Faculdade de Paulínia; mardomingues@uol.com.br) RESUMO: O texto define fonte

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA. DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60 horas

PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA. DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60 horas PLANO DE ENSINO DE DISCIPLINA Docente: E-mail: Teresa Luciano Valim tlv-advocacia@uol.com.br DIREITO E LEGISLAÇÃO APLICADA AO TURISMO Nome da Disciplina: Curso: 1 ano - Carga horária Total (horas): 60

Leia mais

História do Direito Português Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem. Introdução

História do Direito Português Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem. Introdução História do Direito Português 2015-2016 Turma A Regente: Prof. Doutor António Pedro Barbas Homem Introdução Capítulo 1 Idade Média Capítulo 2 Idade Moderna Capítulo 3 Idade Contemporânea: século XIX (1820-1910)

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

1 Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa.

1 Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa. 1 Tema 1. Introdução à Disciplina Pensamento Jurídico Contemporâneo. Pablo Jiménez Serrano * Conteúdo: 1. Para uma Teoria Moderna do Direito: apresentação do programa. 1.1. Conteúdo programático. 2. Importância

Leia mais

1º PERÍODO. FERRAZ JR, Tércio Sampaio. Introdução ao Estudo do Direito técnica, decisão, dominação. São Paulo: Atlas, 2003.

1º PERÍODO. FERRAZ JR, Tércio Sampaio. Introdução ao Estudo do Direito técnica, decisão, dominação. São Paulo: Atlas, 2003. 1º PERÍODO INTRODUÇÃO AO DIREITO O conceito de direito: pluralidade de pontos de vista. O direito como objeto do conhecimento. O direito e as demais ordens normativas. Teoria da norma. Estrutura lógica

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO P á g i n a 1 Questão 1. Hans Kelsen em sua obra Teoria Pura do Direito : I. Define a Teoria Pura do Direito como uma teoria do Direito positivo

Leia mais

DIREITO & ESTADO. distinção e aproximação

DIREITO & ESTADO. distinção e aproximação DIREITO & ESTADO distinção e aproximação Vida em Sociedade (1) impulso natural; (2) ato de vontade; (3) acordo; (4) contrato social Estado 1. Regula a vida social 2. Através do Poder 3. Atribuido pela

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO - IED Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com - Capacidade jurídica é uma medida limitadora ou delineadora da possibilidade de adquirir direitos e

Leia mais

DIREITO DAS OBRIGAÇÕES

DIREITO DAS OBRIGAÇÕES DIREITO DAS OBRIGAÇÕES PROF. VICTOR EDUARDO S. LUCENA E-MAIL: VICTORLUCENA84@GMAIL.COM 2016.2 APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA 1. Objetivo; 2. Ementa; 3. Programa da Disciplina; 4. Bibliografia; 5. Avaliação;

Leia mais

Título: Validade da norma no ordenamento jurídico brasileiro

Título: Validade da norma no ordenamento jurídico brasileiro Título: Validade da norma no ordenamento jurídico brasileiro Davi Souza de Paula Pinto 1 SUMÁRIO: Introdução; I. A Validade Formal da Norma Jurídica; I.A. Quanto à Promulgação e Publicação; I.B. Quanto

Leia mais

EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais

Leia mais

Matriz Curricular NOME CÓD.

Matriz Curricular NOME CÓD. CURSO: 1 ETAPA CRÉDITO C.H. 1 1029 METODOLOGIA DA PESQUISA EM DIREITO 1 1 CIÊNCIA POLÍTICA E TEORIA DO ESTADO 1 3 HISTÓRIA DO DIREITO 1 1033 DIREITO PENAL - PARTE GERAL I 1 1027 TEORIA DO DIREITO 1 1030

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

As Fontes do Direito. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior

As Fontes do Direito. Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior As Fontes do Direito Professor Cesar Alberto Ranquetat Júnior As fontes do direito têm por objetivo estabelecer como o Direito se expressa. São as forças geradoras das normas jurídicas. Diz respeito aos

Leia mais

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: DIREITO Ano: 2016 Período: 4º Disciplina: Direito Empresarial I- Sociedades Empresárias Aulas Teóricas: 36 Aulas Práticas: 0h Carga Horária: 36h Docente: EMENTA DA DISCIPLINA

Leia mais

Competências / Objetivos

Competências / Objetivos 2017/2018-1 º Período DISCIPLINA: Direito ANO: 12º CURSO: Científico-Humanístico de Ciências Socioeconómicas Total de aulas previstas: 37 (aulas 50 min) set. out. TEMA I: O Homem, a Sociedade e o Direito

Leia mais

* Agradecimento especial ao Prof. Ney Arataú, da AEDB, responsável por parte do roteiro desta aula.

* Agradecimento especial ao Prof. Ney Arataú, da AEDB, responsável por parte do roteiro desta aula. * Agradecimento especial ao Prof. Ney Arataú, da AEDB, responsável por parte do roteiro desta aula. 1. Direito Natural 2. Direito Positivo x Consuetudinário 3. Direito Objetivo x Subjetivo Não é escrito

Leia mais

PLANO DE ENSINO I EMENTA

PLANO DE ENSINO I EMENTA PLANO DE ENSINO CURSO: Direito SÉRIE: 3º Semestre DISCIPLINA: Teoria da Empresa CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas/aula I EMENTA Teoria da Empresa. Empresa. Empresário.

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 5344 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: HERMENEUTICA ARGUMENT JURIDICA Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: MANHÃ Período: 10 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL

Leia mais

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO Índice 609 ÍNDICE Pág. Prefácio... 7 Plano da obra... 11 Abreviaturas... 13 Bibliografia Geral... 15 Parte I CONCEITO DE DIREITO Capítulo 1 A vida do Homem em sociedade 1. Observações preliminares... 23

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Instituições de Direito Público e Privado. Carga horária: 72 horas Período letivo: Termo: 1º

PLANO DE ENSINO. Disciplina: Instituições de Direito Público e Privado. Carga horária: 72 horas Período letivo: Termo: 1º PLANO DE ENSINO I. IDENTIFICAÇÃO Curso: Administração Pública Departamento: Departamento de Administração Pública Disciplina: Instituições de Direito Público e Privado Código: 11IDPP Carga horária: 72

Leia mais

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro

Unidade I. Instituições de Direito Público e Privado. Profª. Joseane Cauduro Unidade I Instituições de Direito Público e Privado Profª. Joseane Cauduro Estrutura da Disciplina Unidade I Conceitos Gerais de Direito O Direito e suas divisões, orientações e a Lei jurídica Unidade

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências da Economia e da Empresa (1º Ciclo) 2. Curso Contabilidade 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PLANO DE CURSO. Procurar estabelecer as relações entre Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e a Organização

PLANO DE CURSO. Procurar estabelecer as relações entre Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e a Organização COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Componente Curricular: DIREITO ADMINSTRATIVO II Código: DIR-369-b CH Total: 60h Pré-requisito: DIREITO ADMINSTRATIVO I Período Letivo: 2016.1 Turma: 5ºsemestre Professor:

Leia mais

EDITAL N. 05 /2015 I DAS VAGAS DE ESTÁGIO:

EDITAL N. 05 /2015 I DAS VAGAS DE ESTÁGIO: EDITAL N. 05 /2015 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais Para futuras contratações

Leia mais

LEMBREM-SE QUE O ALUNO SÓ PODERÁ FAZER UMA PROVA SUPLETIVA - OU DA PROVA INTERMEDIÁRIA OU DA PROVA FINAL

LEMBREM-SE QUE O ALUNO SÓ PODERÁ FAZER UMA PROVA SUPLETIVA - OU DA PROVA INTERMEDIÁRIA OU DA PROVA FINAL TURMA 1D-1M 7:30/9:10 PORTUGUES INSTRUMENTAL AULA 9:30/11:10 PORTUGUES INSTRUMENTAL AULA 7:30/9:10 HISTÓRIA DO DIREITO FORMAÇÃO DO MUNDO CONTEPORÂNEO PROVA 9:30/11:10 MÉTODOS E TÉCNICAS DA PESQUISA JURÍDICA

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO I 57. Período 1º Período

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO I 57. Período 1º Período Página 1 de 7 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO I 57 Curso Graduação Período 1º Período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Docentes: Professor Me.

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Tributário I Código: DIR -563 Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.2 Professor: Frederico

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Tributário I Código: DIR -563 Pré-requisito: - Período Letivo: 2016.1 Professor: Frederico

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 PLANO DE CURSO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular:HERMENÊUTICA E LÓGICA JURÍDICA Código: DIR 164 CH Total: 60h Pré-requisito: Metodologia

Leia mais

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política

Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política S u m á r i o Parte I Filosofia do Direito. Teoria Geral do Direito e da Política CAPÍTULO I Filosofia do Direito I: O Conceito de Justiça, O Conceito de Direito, Equidade, Direito e Moral...3 I. O conceito

Leia mais

RESOLUÇÃO CA Nº 001/2014

RESOLUÇÃO CA Nº 001/2014 RESOLUÇÃO CA Nº 001/2014 Aprova a alteração na Organização Curricular do Curso Bacharelado em, da Faculdade Independente do Nordeste. O Conselho Acadêmico - CA da Faculdade Independente do Nordeste - FAINOR,

Leia mais

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates

Pessoa Jurídica. Profa. Zélia Prates Pessoa Jurídica Profa. Zélia Prates Pessoa jurídica - Conceito Consiste num conjunto de pessoas ou de bens, dotado de personalidade jurídica própria e constituído na forma da lei, para consecução de fins

Leia mais

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura:

Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: Disciplina: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Data: 10/outubro/2011 Nota: Nota por extenso: Docente: Assinatura: 1. O que é interpretação autêntica da lei? Critique-a do ponto de vista hermenêutico. (0,5

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 06/03/2015. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA

DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 06/03/2015. Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA DIREITO PROCESSUAL PENAL I AULA DIA 06/03/2015 Docente: TIAGO CLEMENTE SOUZA E-mail: tiago_csouza@hotmail.com 7.2 Integração - Enquanto as formas de interpretação partem de textos legais para alcançar,

Leia mais

Direito Empresarial. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Empresarial. Aula 04. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Empresarial Aula 04 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS SUPLETIVAS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M

CALENDÁRIO DE PROVAS SUPLETIVAS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M TURMA M1-1D-1M 7:30/9:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO AULA 9:30/11:10 INTRODUÇÃO A CIÊNCIA DO DIREITO PROVA 7:30/9:10 DIREITOS HUMANOS PROVA 9:30/11:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO PROVA 7:30/9:10

Leia mais

CALENDÁRIO DE PROVAS ESPECIAIS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M

CALENDÁRIO DE PROVAS ESPECIAIS 1º SEMESTRE/2017 TURMA M1-1D-1M TURMA M1-1D-1M 7:30/9:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO AULA 9:30/11:10 INTRODUÇÃO A CIÊNCIA DO DIREITO PROVA 7:30/9:10 DIREITOS HUMANOS PROVA 9:30/11:10 TEORIA GERAL DO DIREITO PRIVADO PROVA 7:30/9:10

Leia mais

UNIDADE = LEI CONCEITO

UNIDADE = LEI CONCEITO UNIDADE = LEI CONCEITO Preceito jurídico (norma) escrito, emanado (que nasce) de um poder estatal competente (legislativo federal, estadual ou municipal ou poder constituinte) com características (ou caracteres)

Leia mais

I Noções e Problemas Elementares

I Noções e Problemas Elementares Introdução ao Estudo do Direito I 1.º Ano Noite, 2015/ 2016 Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa PROGRAMA 1 I Noções e Problemas Elementares 1. Primeiros olhares; ideias geralmente associadas ao «direito»

Leia mais

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma.

1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA GERAL DO DIREITO 1. Quanto às afirmações abaixo, marque a alternativa CORRETA : I O direito é autônomo, enquanto a moral é heterônoma. II O valor jurídico

Leia mais

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias

Período 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional. Docente (s) Prof. Dr. Cristiano Thadeu e Silva Elias Página 1 de 5 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código INSTITUIÇÕES DE DIREITO PENAL I 074 Curso Graduação Período 3º Período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Docente (s) Prof. Dr.

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO (6ª TURMA Ingresso: )

MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO (6ª TURMA Ingresso: ) MATRIZ CURRICULAR DE DIREITO 2011.1 (6ª TURMA Ingresso: 2009.1) 1º Semestre Sociologia Geral e Jurídica - 72 Língua Portuguesa Aplicada ao Direito - 72 Introdução ao Estudo do Direito I - 72 Teoria Geral

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2016

PLANO DE ENSINO 2016 PLANO DE ENSINO 2016 1. INFORMAÇÕES GERAIS 1.1. PROFESSOR: JOSÉ ROBERTO MARQUES 1.2. DEPARTAMENTO: DIREITO PÚBLICO 1.3. DISCIPLINA: DIREITO AMBIENTAL 1.4. SÉRIE: 5ª TURMAS A e B 1.5. TURNOS: DIURNO E NOTURNO

Leia mais

QUESTÕES DE FILOSOFIA DO DIREITO

QUESTÕES DE FILOSOFIA DO DIREITO QUESTÕES DE FILOSOFIA DO DIREITO QUESTÃO 1 Considere a seguinte afirmação de Aristóteles: Temos pois definido o justo e o injusto. Após distingui-los assim um do outro, é evidente que a ação justa é intermediária

Leia mais

DIREITO PROVA DE DIREITO

DIREITO PROVA DE DIREITO DIREITO 01. A Constituição que, resultante dos trabalhos de um órgão constituinte, sistematiza as idéias e os princípios fundamentais da teoria política e do direito dominante no momento, quanto ao modo

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO 1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA GERAL DO DIREITO QUESTÃO 1 - Sobre o positivismo é CORRETO dizer que: P á g i n a 1 A. Para o positivismo a teoria do direito deve ser caracterizada por propriedades valorativas,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais

Bibliografia - item 3.6 Instrumento de avaliação de cursos

Bibliografia - item 3.6 Instrumento de avaliação de cursos Bibliografia - item 3.6 Instrumento de avaliação de cursos Biblioteca Física Nota 3 - Quando o acervo da bibliografia básica, com no mínimo três títulos por unidade curricular, está disponível na proporção

Leia mais

EDITAL ESQUEMATIZADO

EDITAL ESQUEMATIZADO 1ª edição janeiro/2017 Conforme consta do Edital e Provimento n. 144/2001 do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, o Exame de Ordem compreenderá a aplicação de PROVA OBJETIVA e de PROVA PRÁTICO-PROFISSIONAL,

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2011/2012 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE INTRODUÇÃO AO DIREITO (1. ANO) DISCIPLINA ANUAL CARGA

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Código Parte Especial de Direito Penal II 97. Período 6º período

PLANO DE ENSINO DE GRADUACÃO Curso Semestral Código Parte Especial de Direito Penal II 97. Período 6º período Página 1 de 6 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código Parte Especial de Direito Penal II 97 Curso Graduação Período 6º período Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Docente Prof.Me. Altair

Leia mais

Estrutura Curricular do Curso de Direito

Estrutura Curricular do Curso de Direito Estrutura Curricular do Curso de Direito 1º Período Introdução ao Direito - História do Direito Português Aplicado ao Discurso Jurídico I Ciência Política e Teoria Geral do Estado - Antropologia Jurídica

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011 Programa da Unidade Curricular INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Ano Lectivo 2010/2011 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º 4.

Leia mais

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO

COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO COLEGIADO DO CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no3.355 de 05/12/02-DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Serviço de Assistência Jurídica Estágio III Código: DIR-580 Pré-requisito: Serviço de Assistência

Leia mais

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani

Curso de Direito nas Ciências Econômicas. Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani Curso de Direito nas Ciências Econômicas Profa. Silvia Mara Novaes Sousa Bertani 2014 1. O Direito 2 Direito é um conjunto de regras que disciplina as diversas dimensões de nossas vidas. Todos nós, na

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam:

PLANO DE ENSINO. Promover o desenvolvimento das competências e habilidades definidas no perfil do egresso, quais sejam: PLANO DE ENSINO CURSO: Direito PERÍODO: 8º Semestre DISCIPLINA: Direito Internacional Público CARGA HORÁRIA SEMANAL: 1,5 horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 30 horas/aula I EMENTA Evolução histórica do

Leia mais

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO

VERSÃO PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO VERSÃO 2014-2 PROJETO PEDAGÓGICO DO CURSO DE DIREITO ARACRUZ 2014 1. INTRODUÇÃO 1.1. Missão No intuito de fortalecer e promover uma educação de qualidade em que o discente é o principal protagonista, a

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE

FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE PLANO DE AULA PROFESSOR: RUBENS CARMO ELIAS FILHO Disciplina: Direito Processual Civil II Etapa: ()1ª () 2ª ( ) 3ª (x) 4ª Turmas: (x) F - (x ) G - () P ( ) F ( ) G ( ) P 1. OBJETIVOS: Introduzir o aluno

Leia mais

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação.

Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. Este Plano de Curso poderá sofrer alterações a critério do professor e / ou da Coordenação. PLANO DE CURSO 2009/02 DISCIPLINA: DIREITO CIVIL II (DIREITO DAS OBRIGAÇÕES) PROFESSORA: BRUNA LYRA DUQUE TURMAS:

Leia mais

Direito - Conceito Clássico. É o conjunto de regras obrigatórias que disciplinam a convivência social humana.

Direito - Conceito Clássico. É o conjunto de regras obrigatórias que disciplinam a convivência social humana. DIREITO EMPRESARIAL Direito - Conceito Clássico É o conjunto de regras obrigatórias que disciplinam a convivência social humana. NORMA JURÍDICA - CONCEITO CLÁSSICO É a regra social garantida pelo poder

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO. Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Regente: António Pedro Barbas Homem, Professor Catedrático Turma C Programa e Bibliografia Sumária Lisboa, 2017 Ano e semestre lectivo 1.º, semestre I e II N.º ECTS Carga

Leia mais

HANS KELSEN ( )

HANS KELSEN ( ) HANS KELSEN (1881-1973) TEORIA PURA DO DIREITO Contextualização: O Movimento para o Direito Livre estava em plena ascensão na Alemanha e parecia que o formalismo jurídico havia sido superado. A diversidade

Leia mais

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Pessoas Jurídicas Pessoas Jurídicas Pessoas jurídicas são entidades criadas para a realização de um fim e reconhecidas pela ordem jurídica como sujeitos de direitos e deveres. Pessoas Jurídicas Características:

Leia mais