Professor Marlos Pires Gonçalves

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Professor Marlos Pires Gonçalves"

Transcrição

1 PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada também oração independente. Você trouxe o bolo, mas eu não o comi. Verbo verbo O pedreiro chegou e começou o serviço. As orações coordenadas podem ou não conter a presença de conjunções. Dependendo desta condição podemos classificar as orações coordenadas como: ASSINDÉTICAS Chamamos orações coordenadas assindéticas aquelas que não possuem conjunção. SINDÉTICAS As orações coordenadas sindéticas são aquelas que possuem conjunção. ORAÇÕES COORDENADAS ASSINDÉTICAS Coordenam-se umas às outras sem a presença de conectivo, conjunção.

2 Amanheceu, acordei, admirei os primeiros raios solares. O computador era potente, tinha velocidade, não possuía proteção. ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS Coordenam-se umas às outras por meio de conectivo, conjunção. Olhei e comprei o presente. Correu demais, por isso caiu. CLASSIFICAÇÃO DAS ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS As orações coordenadas sindéticas são classificadas de acordo com as conjunções que as unem. Podem ser: ADITIVAS ADVERSATIVAS ALTERNATIVAS EXPLICATIVAS CONCLUSIVAS ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS ADITIVAS Expressam idéia de soma, adição. Conjunções: e, nem (e não), mas também, como também.

3 Ele não só conhecia a cidade, mas também os melhores pontos turísticos. Não só estudava como também ensinava. Telefonou e comunicou sua decisão ao chefe. ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS ADVERSATIVAS Expressam idéias contrárias à outra oração. Conjunções: mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto. A população fez várias passeatas, mas não conseguiu bons resultados. Viajou para Londres, contudo não esquecia Recife. O problema era facilmente resolvido, entretanto poucos conseguiram resolvê-lo. ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS ALTERNATIVAS Expressam idéia de exclusão, alternância. Conjunções: ou... ou, ora... ora, já... já, quer... quer. Ora estudava matemática, ora estudava português. Procure chegar cedo ou não conseguirá a vaga. ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS EXPLICATIVAS Expressa uma justificativa, explicação, contida na outra oração coordenada. Conjunções: pois (anteposta ao verbo), porque, que visto que.

4 Recife está intransitável, pois é repleta de buracos em suas ruas. Não vou sair à noite, porque vou fazer uma prova importante amanhã. ORAÇÕES COORDENADAS SINDÉTICAS CONCLUSIVAS Expressa uma idéia de conclusão do fato contido na oração anterior. Conjunções: logo, portanto, pois (colocada após o verbo), assim, por isso. Exemplos: Conseguimos bater a meta, portanto podemos comemorar o nosso sucesso. Acreditamos na igualdade entre os povos; por isso devemos lutar por uma distribuição de renda melhor. EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 1. Relacione as orações coordenadas por meio de conjunções: a) Ouviu-se o som da bateria. Os primeiros foliões surgiram. b) Não durma sem cobertor. A noite está fria. c) Quero desculpar-me. Não consigo encontrá-los. Respostas: Ouviu-se o som da bateria e os primeiros foliões surgiram. Não durma sem cobertor, pois a noite está fria.

5 Quero desculpar-me, mais consigo encontrá-los. 2. (PUC-SP) Em:... ouviam-se amplos bocejos, fortes como o marulhar das ondas... a partícula como expressa uma idéia de: a) causa b) explicação c) conclusão d) proporção e) comparação Resposta: E A conjunção como exercer a função comparativa. Os amplos bocejos ouvidos são comparados à força do marulhar das ondas. POLISSEMIA CONJUNTIVA E A ORAÇÃO COORDENADA Conjunção pois: pode caracterizar as seguintes orações: CONCLUSIVA» não inicia a oração, aparece entre vírgulas ou separada da oração por uma vírgula. Henrique está louco; devemos, pois, interditá-lo.

6 EXPLICATIVA» inicia a oração e pode ser substituída pelas conjunções explicativas porque e que. A conjunção e pode assumir valor adversativo. Convidei vários amigos e nenhum veio ao jantar. (Convidei vários amigos mas nenhum veio ao jantar). EXERCÍCIOS RESOLVIDOS 3. (FUVEST SP) Entrando na faculdade, procurarei emprego, oração sublinhada pode indicar uma idéia de: a) concessão b) oposição c) condição d) lugar e) conseqüência Resposta: C A condição necessária para procurar emprego é entrar na faculdade. 4. (Univ. Fed. Santa Maria RS) Assinale a seqüência de conjunções que estabelecem, entre as orações de cada item, uma correta relação de sentido. 1. Correu demais,... caiu.

7 2. Dormiu mal,... os sonhos não o deixaram em paz. 3. A matéria perece,... a alma é imortal. 4. Leu o livro,... é capaz de descrever as personagens com detalhes. 5. Guarde seus pertences,... podem servir mais tarde. a) porque, todavia, portanto, logo, entretanto b) por isso, porque, mas, portanto, que c) logo, porém, pois, porque, mas d) porém, pois, logo, todavia, porque e) entretanto, que, porque, pois, portanto Resposta: B Por isso conjunção conclusiva. Porque conjunção explicativa. Mas conjunção adversativa. Portanto conjunção conclusiva. Que conjunção explicativa. 5. Reúna as três orações em um período composto por coordenação, usando conjunções adequadas. Os dias já eram quentes. A água do mar ainda estava fria. As praias permaneciam desertas.

8 Os dias já eram quentes, mas a água do mar ainda estava fria, por isso as praias permaneciam desertas. SÍNTESE DO TUTORIAL O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. ASSINDÉTICAS Chamamos orações coordenadas assindéticas aquelas que não possuem conjunção. SINDÉTICAS As orações coordenadas sindéticas são aquelas que possuem conjunção. As orações coordenadas sindéticas são classificadas de acordo com as conjunções que as unem. Podem ser: ADITIVAS ADVERSATIVAS ALTERNATIVAS EXPLICATIVAS CONCLUSIVAS ADITIVAS» Expressam idéia de soma, adição. Conjunções: e, nem (e não), mas também, como também. ADVERSATIVAS» Expressam idéias contrárias à outra oração. Conjunções: mas, porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto. ALTERNATIVAS» Expressam idéia de exclusão, alternância. Conjunções: ou... ou, ora... ora, já... já, quer... quer. EXPLICATIVAS» Expressam uma justificativa, explicação, contida na outra oração coordenada. Conjunções: pois (anteposta ao verbo), porque, que visto que.

9 CONCLUSIVAS» Expressam uma idéia de conclusão do fato contido na oração anterior. Conjunções: logo, portanto, pois (colocada após o verbo), assim, por isso.

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO O período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Chamamos oração coordenada por não exercer nenhuma função sintática em outra oração, daí ser chamada

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação Orações coordenadas Profª.: Eliane Castro CONCEITUAÇÃO Um período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Uma oração chama-se coordenada quando

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação Orações coordenadas Prof.: Júnior CONCEITUAÇÃO Um período composto por coordenação é constituído por orações coordenadas. Uma oração chama-se coordenada quando não funciona

Leia mais

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO

Pra começo de conversa... ORAÇÃO PERÍODO Orações Coordenadas Pra começo de conversa... FRASE ORAÇÃO PERÍODO FRASE Enunciado com sentido completo... Socorro! Socorro! Silêncio! A aula da professora Marisa é maravilhosa. Nós adoramos Gramática.

Leia mais

Período composto por coordenação

Período composto por coordenação Período composto por coordenação É o período composto por duas ou mais orações independentes. Estas orações podem ser assindéticas ou sindéticas. Orações coordenadas assindéticas Não apresentam conectivos

Leia mais

c) Releia este período e separe as orações. Lembre-se: você nunca mais terá a pele tão sadia (esqueça as espinhas) como a tem hoje.

c) Releia este período e separe as orações. Lembre-se: você nunca mais terá a pele tão sadia (esqueça as espinhas) como a tem hoje. Estudante: Educador: Suzana Borges 8ºAno/Turma: C.Curricular: Português 1-Leia este fragmento. a) Com que a autora parece dialogar? Justifique-se. b) Transcreva do texto uma oração que expresse ideia de

Leia mais

PROCESSO SELETIVO CAVN

PROCESSO SELETIVO CAVN UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS, SOCIAIS E AGRÁRIAS COLÉGIO AGRÍCOLA VIDAL DE NEGREIROS CAMPUS III BANANEIRAS-PB NOME: N o DE INSCRIÇÃO: CURSO SUBSEQUENTE EM NUTRIÇÃO E DIETÉTICA

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE

LISTA DE EXERCÍCIOS GRAMÁTICA 2 E. M. CEAG 2 BIMESTRE Orientações: Só serão aceitas as atividades feitas por completo e de acordo com o que foi pedido nos enunciados. Todos os exercícios deverão ser resolvidos no caderno. A perda desta lista implicará em

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO LISTA DE RECUPERAÇÃO DE LINGUAGENS CARLA 9º ANO 1. Os verbos destacados no poema a seguir classificam-se quanto à predicação, como (0,5) Não quero aparelhos para navegar. Ando naufragado, Ando sem destino.

Leia mais

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008

Língua Portuguesa 9º ano Atividade: Orações Coordenadas Data: 8 de abril de 2008 Orações Coordenadas e Oração Intercalada. 1- Para conceituar a oração coordenada, vamos confrontá-la com a subordinada. Observe os enunciados que seguem: 1. Pedro falou-nos que ia embora. A B 2. Pedro

Leia mais

Coordenação e subordinação. Porto Editora

Coordenação e subordinação. Porto Editora Coordenação e subordinação Frase simples complexa Frase simples Constituída apenas por um verbo ou por um complexo verbal. Ex.: A Maria brinca muito com o irmão. frase simples (constituída por um verbo)

Leia mais

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Daniel. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

GOIÂNIA, / / PROFESSOR: Daniel. Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: Daniel DISCIPLINA: Português SÉRIE: 8 ano ALUNO(a): No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações: - É fundamental

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I

Bárbara da Silva. Português. Aula 39 Conjunções I Bárbara da Silva Português Aula 39 Conjunções I Conjunção Além da preposição, há outra palavra que, na frase, é usada como elemento de ligação: a conjunção. Por exemplo: A menina segurou a bola e mostrou

Leia mais

Frase simples e frase complexa

Frase simples e frase complexa Frase simples e frase complexa Orações coordenadas e subordinadas 1 I. Frase simples O O José telefonou à Joana. A A senhora traz umas flores. Eu saio. O O meu vizinho foi ao médico. Cada uma destas frases

Leia mais

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE

PARTÍCULA EXPLETIVA OU DE REALCE FUNÇÕES DO QUE? Aqui estudaremos todas as classes gramaticais a que a palavra que pertence. SUBSTANTIVO A palavra que será substantivo, quando tiver o sentido de qualquer coisa ou alguma coisa, é sempre

Leia mais

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração.

CONJUNÇÃO. É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. CONJUNÇÃO É a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. De acordo com o tipo de relação que estabelecem, as conjunções podem ser classificadas em coordenativas

Leia mais

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar

Preposição e Conjunção. Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição e Conjunção Língua Portuguesa 2ª Série Profª Marianna Aguiar Preposição Conectam os termos dos sintagmas Locuções prepositivas são duas ou mais palavras que funcionam como preposição. Em uma

Leia mais

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS

Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Professora Lucimar CONJUNÇÕES E PERÍODOS Conjunção é a palavra invariável que liga duas orações ou dois termos semelhantes de uma mesma oração. Locução Conjuntiva - Duas ou mais palavras empregadas com

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta (assindéticas)

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I

Bárbara da Silva. Português. Aula 17 Orações coordenadas I Bárbara da Silva Português Aula 17 Orações coordenadas I As sentenças coordenadas (ou orações coordenadas) são as orações que, como a própria nomeação sugere, se unem umas as outras, de forma justaposta

Leia mais

a) Não só conversa como também atrapalha os colegas. b) Faça estes exercícios, pois fazem parte da matéria da prova.

a) Não só conversa como também atrapalha os colegas. b) Faça estes exercícios, pois fazem parte da matéria da prova. 1- Determine o valor semântico das conjunções: adição, oposição, escolha, conclusão, explicação. a) Não só conversa como também atrapalha os colegas. b) Faça estes exercícios, pois fazem parte da matéria

Leia mais

Coordenação e subordinação

Coordenação e subordinação Coordenação e subordinação As frases complexas podem relacionar-se por coordenação ou por subordinação. A coordenação consiste numa relação entre duas orações da mesma categoria por meio de conjunções

Leia mais

Roteiro de Estudo de Língua Portuguesa

Roteiro de Estudo de Língua Portuguesa Roteiro de Estudo de Língua Portuguesa Professora da Disciplina: Rejane Loli Data: / 11 / 2015 3º TRIMESTRE Aluno (a): Nº: Nota: 8º ano Fundamental II Período: Matutino Atenção: A matéria da recuperação

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA: GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO APOSTILA 3 CAPÍTULO 9 PROF.º PAULO SCARDUA COORDENAÇÃO: INTRODUÇÃO Quando as orações que constituem um período composto apresentam estruturas

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO

PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO LÍNGUA PORTUGUESA: GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO APOSTILA 3 CAPÍTULO 9 PROF.º PAULO SCARDUA COORDENAÇÃO: INTRODUÇÃO Quando as orações que constituem um período composto apresentam estruturas

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS GRAMÁTICA ORAÇÕES COORDENADAS & SUBORDINADAS As orações coordenadas e subordinadas fazem parte do período composto, ou seja, o período em que temos duas ou mais orações.

Leia mais

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento.

COERÊNCIA. Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. COERÊNCIA Harmonia entre situações, acontecimentos ou ideias dentro de um texto. É fator determinante para seu total entendimento. Subi a porta e fechei a escada. Tirei minhas orações e recitei meus sapatos.

Leia mais

Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples

Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples Aprenda definitivamente a usar a vírgula com 4 regras simples André Gazola A vírgula é um dos elementos que causam mais confusão na Língua Portuguesa. Pouca gente sabe, ao certo, onde deve e onde não deve

Leia mais

Subordinação X Coordenação

Subordinação X Coordenação ORAÇÕES COORDENADAS Prof. Daniel Subordinação X Coordenação A coordenação se caracteriza por independência sintática: - Reitor da USP declara que os funcionários não receberão aumento. (OSSOD) - Reitor

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS FRASE SIMPLES E FRASE COMPLEXA A frase pode ser constituída por uma ou mais orações. Uma oração é a unidade gramatical organizada à volta de um verbo. FRASE SIMPLES E

Leia mais

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação

Língua portuguesa. Professora Iara Martins. Exercícios. Período composto por coordenação e subordinação Língua portuguesa Professora Iara Martins Exercícios Período composto por coordenação e subordinação 1. O amor não só traz alegria como também alimenta. Neste período, a conjunção é: a. Subordinativa causal

Leia mais

Lista 6 - Língua Portuguesa 1

Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Lista 6 - Língua Portuguesa 1 Períodos compostos LISTA 6 - LP 1 - PERÍODOS COMPOSTOS Períodos compostos Em listas anteriores, vimos alguns conceitos sintáticos importantes para o domínio da norma culta

Leia mais

Programa de Educação Continuada (PEC)

Programa de Educação Continuada (PEC) Programa de Educação Continuada (PEC) Curso de Morfossintaxe Odette G.L.Altmann de Souza Campos* Construções que se alternam Ontem vimos Você sair Que você saiu Sua saída Você saindo É preciso Que você

Leia mais

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS

ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS ORAÇÕES COORDENADAS E SUBORDINADAS Prof. Marcos Lima Língua portuguesa, 9ºano FRASE COMPLEXA Numa frase complexa há duas (ou mais) orações ligadas por uma conjunção (ou locução conjuncional). Ex: Fui à

Leia mais

Português. Sintaxe do Período. Professor Carlos Zambeli.

Português. Sintaxe do Período. Professor Carlos Zambeli. Português Sintaxe do Período Professor Carlos Zambeli www.acasadoconcurseiro.com.br Português SINTAXE DO PERÍODO Coordenativas: Ligam orações independentes, ou seja, que possuem sentido completo. 1. Aditivas:

Leia mais

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari.

Português. Conjunções. Professor Arthur Scandelari. Português Conjunções Professor Arthur Scandelari www.acasadoconcurseiro.com.br Português CONJUNÇÕES PARTE 1 1. (CESPE SDS-PE 2016) É importante, pois, que o médico estabeleça o momento de ocorrência do

Leia mais

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA.

TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. ATIVIDADE PARA O MÊS DE ABRIL PROFESSORA MARILÉA F. DA ROCHA TURMAS DO 1º ANO LÍNGUAPORTUGUESA. EMPREGO DA VÍRGULA. http://www.portuguesfacil.net/regras simples faceis usar virgula/ 1. Use a vírgula para

Leia mais

Período Composto por Coordenação. O período composto

Período Composto por Coordenação. O período composto O período composto Existem duas formas sintáticas que podem originar o período composto: a coordenação e a subordinação. - Na coordenação, as orações não dependem sintaticamente umas das outras, sucedendo-se

Leia mais

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GRAMÁTICA - CARLA 8º ANO

LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GRAMÁTICA - CARLA 8º ANO LISTA DE RECUPERAÇÃO FINAL DE GRAMÁTICA - CARLA 8º ANO Leia para responder às questões propostas. O sistema educativo tem por missão preparar as pessoas para um papel social. É de fato no dia a dia, na

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Termos Integrantes Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Termos Integrantes Sintaxe Termos Integrantes Termos integrantes Objeto Direto Objeto Indireto Complemento Nominal Agente da Passiva Predicativo do Sujeito

Leia mais

Orações Subordinadas Adverbiais

Orações Subordinadas Adverbiais Orações Subordinadas Adverbiais A oração subordinada adverbial desempenha a função de adjunto adverbial: indica uma circunstância em que ocorre a ação do verbo da oração à qual se liga. Observe: Normalmente

Leia mais

CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO

CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO CONJUNÇÕES E AS RELAÇÕES NO TEXTO Classificação Aditivas (adição, soma): e, nem, mas, também. Adversativas ( oposição, contraste): mas, porém, contudo, todavia, entretanto. Classificação Alternativas (

Leia mais

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto

Prof. Valber Freitas. Língua Portuguesa. Sintaxe Período Composto Prof. Valber Freitas Língua Portuguesa Sintaxe Período Composto Período Composto Coordenação Subordinação Orações subordinadas São orações sintaticamente dependentes uma das outras. As orações subordinadas

Leia mais

Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula. Atividade E

Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula. Atividade E COOPERATIVA EDUCACIONAL DE PORTO SEGURO Aluno: Data: / / C3EF.8 LÍNGUA PORTUGUESA Profs.: Ana Paula Atividade E Período composto por coordenação Observa a fala de Filipe: A preguiça é a mãe de todos os

Leia mais

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto.

ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. ATENÇÃO! Material retirado da Internet, que eu considero de fonte segura e confiável. Os endereços estão no fim de cada assunto. Conjunção As conjunções são vocábulos de função estritamente gramatical

Leia mais

Artigo, Preposição, Conjunção

Artigo, Preposição, Conjunção Língua Portuguesa Artigo, Preposição, Conjunção Artigo Certa vez, ao passar por uma rua, encontrei uma menina chorando. A rua estava muito movimentada e a menina, sozinha, pediu-me auxílio. Definidos:

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS

PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS PORTUGUÊS SÉRIE: Pré-Vestibular PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª Raquel Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PERÍODO COMPOSTO POR SUBORDINAÇÃO ORAÇÕES ADVERBIAIS Profª. Raquel

Leia mais

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS

LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS GRAMÁTICA - Prof. CARLA CAMPOS De sonhos e conquistas Aluno (a): MORFOLOGIA CLASSE GRAMATICAL SUBSTANTIVO: é o que dá nome a todos os seres: vivos, inanimados, racionais,

Leia mais

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período

Língua. Portuguesa. Sintaxe do Período Língua Portuguesa Sintaxe do Período Orações Subordinadas Substantivas É necessário o seu auxílio. 1) Subjetivas: É necessário que me auxilie. Convém que me auxilie. Observou-se que foi um golpe de mestre.

Leia mais

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2

Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Português Professor (a): Cris Souto Ano: 9 Turma: 9.1 / 9.2 Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio

ORAÇÕES SUBORDINADAS. Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS Professor: Aramis de Cássio ORAÇÕES SUBORDINADAS ORAÇÕES SUBORDINADAS As ORAÇÕES SUBORDINADAS funcionam sempre como um termo essencial, integrante e acessório da oração principal.

Leia mais

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA

Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Ensino Médio O EMPREGO DA VÍRGULA Conceito A vírgula marca uma pausa de pequena duração. Emprega-se não só para separar elementos de uma oração, mas também orações de um só período. Emprego da vírgula

Leia mais

Drummond escreveu poemas e entrou para a história.

Drummond escreveu poemas e entrou para a história. Conjunção Pode-se definir a conjunção como um termo invariável, de natureza conectiva que pode criar relações de sentido (nexos) entre palavras ou orações. Usualmente, as provas costumam cobrar as relações

Leia mais

META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas.

META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas. ORAÇÕES COORDENADAS META Rever as conjunções coordenativas e apresentar as orações coordenadas. OBJETIVOS Ao fi nal desta aula, o aluno deverá: reconhecer as conjunções coordenativas; estabelecer as relações

Leia mais

AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações.

AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. AULA: 31 TEMA: Trabalho: a trajetória humana, suas produções e manifestações. Conteúdo: - Propaganda Habilidades: - Conhecer a função da propaganda nos meios de comunicação - Conhecer e identificar as

Leia mais

Aula9 COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO. Lêda Corrêa

Aula9 COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO. Lêda Corrêa Aula9 COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO META Apresentar e distinguir os recursos da coordenação e da subordinação; ampliar a perspectiva dos recursos da coordenação e da subordinação. OBJETIVOS Ao final desta

Leia mais

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa

Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Preparatório - Concurso Bombeiro Militar do Pará Língua Portuguesa Aula IV Conhecimentos Linguísticos: Período Composto por Coordenação Período Composto por Subordinação PERÍODO COMPOSTO O período composto

Leia mais

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3

Sumário. Apresentação. Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 Sumário Prefácio Apresentação XIII XV Parte 1 Período simples 1 Quadro geral dos termos da oração 3 Frase, oração e período 3 1. Tipologia do sujeito 6 Método para identificar o sujeito 6 Sujeito simples

Leia mais

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição

Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição Grupo Relacional Preposição e Conjunção e a Interjeição 1. Grupo relacional: preposição e conjunção PREPOSIÇÃ O CONJUNÇÃO Características comuns: Ligam palavras ou orações, por isso, são elementos coesivos,

Leia mais

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano

Preparação para a. Prova de Aferição. Português. 8.º ano Preparação para a Prova de Aferição Português Oo 8.º ano 72 II. Leitura Entrevista A entrevista é um texto conversacional, em que o jornalista, através de perguntas previamente elaboradas (em guião), procura

Leia mais

FRASE ORAÇÃO PERÍODO

FRASE ORAÇÃO PERÍODO FACULDADE PITÁGORAS FRASE ORAÇÃO PERÍODO Aula 3 Professora Rita Maria Knop Elaboração: Ada Magaly Matias Brasileiro, Jaider Fernandes Reis, Marcélia Marise Vieira dos Santos Martha Cristina de Almeida

Leia mais

Regras e Dicas. Termos essenciais da oração

Regras e Dicas. Termos essenciais da oração Regras e Dicas TÓPICO 1 Termos essenciais da oração Introdução Chamamos de termos essenciais da oração aqueles compõem a estrutura básica da oração, ou seja, que são necessários para que a oração tenha

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves PONTUAÇÃO Os sinais de pontuação são recursos variados e representam as pausas e entonações da fala. A pontuação dá à escrita maior clareza e simplicidade. A seguir veremos os principais empregos de alguns

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 9 Sintaxe II

LÍNGUA PORTUGUESA. Professora Rosane Reis. MÓDULO 9 Sintaxe II LÍNGUA PORTUGUESA Professora Rosane Reis MÓDULO 9 Sintaxe II PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO Se todas as orações do período são independentes, isto é, se têm sentido por si mesmas e podem constituir cada

Leia mais

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi

Orações subordinadas adverbiais: principais casos. Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais: principais casos Gramática - Semi Orações subordinadas adverbiais I - Como identificá-las? São introduzidas por conjunções subordinativas que expressam circunstâncias (causa,

Leia mais

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA

ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA ÁTILA ABIORANA LÍNGUA PORTUGUESA No que se refere às ideias e aos aspectos linguísticos do texto acima, julgue os itens subsequentes. 1) Não haveria prejuízo à correção gramatical ou alteração o sentido

Leia mais

Profª. Raquel Freitas Sampaio

Profª. Raquel Freitas Sampaio LÍNGUA PORTUGUESA GRAMÁTICA PONTUAÇÃO Profª. Raquel Freitas Sampaio 1 TIPOS DE PONTUAÇÃO Sinais que indicam que a frase não foi concluída: a vírgula (,) o ponto e vírgula (;) o travessão ( ) os dois pontos

Leia mais

1. CONJUÇÕES Começo trazendo uma questão recente da banca que aplicará a prova de delegado da polícia civil do Pará, a FUNCAB. Vejamos.

1. CONJUÇÕES Começo trazendo uma questão recente da banca que aplicará a prova de delegado da polícia civil do Pará, a FUNCAB. Vejamos. CURSO DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL DO ESTADO DO PARÁ DATA 04/08/2016 DISCIPLINA PORTUGUÊS PROFESSOR RICARDO ERSE MONITOR LUCIANA FREITAS AULA: 03 PERÍODO COMPOSTO Ementa Na aula de hoje serão abordados os

Leia mais

LISTA: 3ª série. Ensino Médio. Professor(a): Lucas Salomão. Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): DIA: MÊS: 03. Segmento temático: CONJUNÇÃO

LISTA: 3ª série. Ensino Médio. Professor(a): Lucas Salomão. Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): DIA: MÊS: 03. Segmento temático: CONJUNÇÃO LISTA: 03 3ª série Ensino Médio Professor(a): Lucas Salomão Turma: A ( ) / B ( ) Aluno(a): Segmento temático: CONJUNÇÃO DIA: MÊS: 03 2017 QUESTÃO 01 Leia este trecho da crônica O Mágico, de Luís Fernando

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 4CCHLADLCVMT01 COORDENAÇÃO E SUBORDINAÇÃO NO PORTUGUÊS DO BRASIL: DA VISÃO TRADICIONAL À ABORDAGEM LINGÜÍSTICA Maria do Carmo Melo Aguiar Neta (2), Maria de Fátima Benício de Melo (3) Centro de Ciências

Leia mais

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação

Bárbara da Silva. Português. Aula 13 Período composto por subordinação Bárbara da Silva Português Aula 13 Período composto por subordinação No período composto por subordinação existe pelo menos uma oração principal e uma subordinada. A oração principal é sempre incompleta,

Leia mais

Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua Portuguesa

Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua Portuguesa Disciplina: Língua Portuguesa Assunto: Lista de estudo para recuperação Professora: Marcela Resende Silva Abdala Estudante: Data: / / 2017 8º Ano Lista de estudo e atividades para recuperação de Língua

Leia mais

Recursos para Estudo / Atividades

Recursos para Estudo / Atividades COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 1ª Etapa 2013 Disciplina: Língua Portuguesa Ano: 2013 Professor (a): Felipe Amaral Turma:3º ano FG/ADM Caro aluno, você está recebendo

Leia mais

Sintaxe do Período Composto

Sintaxe do Período Composto Sintaxe do Período Composto Gramática Material Complementar Saudações, guerreiro (a) do concurso, tudo bem? Aqui é o professor Pablo Jamilk. Nós teremos alguns momentos juntos doravante. Por isso, segure

Leia mais

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II

REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II AULA 16.1 REVISÃO E AVALIAÇÃO DA UNIDADE II Segunda Geração: os ultrarromânticos O sentimentalismo, a imaginação e o egocentrismo atingiram seu ponto culminante nesta geração, que experimentou as formas

Leia mais

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS

CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CLASSIFICAÇÃO DAS CONJUNÇÕES SUBORDINATIVAS CAUSAIS Principais conjunções causais: porque, visto que, já que, uma vez que, como (= porque). Exemplos: - Não pude comprar o CD porque estava em falta. - Ele

Leia mais

FICHAMENTO DE AULA. PORTUGUÊS Fichamento de aula. Professora: Júnia Andrade 1

FICHAMENTO DE AULA. PORTUGUÊS Fichamento de aula.  Professora: Júnia Andrade 1 FICHAMENTO DE AULA www.pontodosconcursos.com.br 1 Ponto (. ) empregado para finalizar frase declarativa e marcar fim de período. Ex.: fiz minha inscrição no concurso para a área técnica. Mas pretendo também

Leia mais

PONTUAÇÃO. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

PONTUAÇÃO.  PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES PONTUAÇÃO GRAMÁTICA PONTUAÇÃO As regras de pontuação se baseiam, em sua maioria, nas regras de análise sintática, portanto saber pontuação requer conheciento prévio da sintaxe. PONTUAÇÃO DO PERÍODO SIMPLES

Leia mais

26. Lista das conjunções (Aulas 2 e 3: conjunções) Pelo seu significado e pelo nome da conjunção Conjunções são palavras usadas para ligar duas orações na mesma frase. Coordenativas As conjunções coordenativas

Leia mais

Subordinação X Coordenação

Subordinação X Coordenação ORAÇÕES COORDENADAS Prof. Daniel Subordinação X Coordenação A coordenação se caracteriza por independência sintática: - Reitor da USP declara que os funcionários não receberão aumento. (OSSOD) - Reitor

Leia mais

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura.

USo da VírGULA. Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. O USo da VírGULA USo da VírGULA Observe o sentido destas duas frases: Se o homem soubesse o valor que tem a mulher, andaria de quatro a sua procura. Se o homem soubesse o valor que tem, a mulher andaria

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos Aula 7 1 PONTUAÇÃO 1. Emprego da Vírgula Na ordem direita

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves ADVÉRBIO Ele bebeu muito. Adv. Intensidade Na frase acima o advérbio muito está intensificando o sentido do verbo BEBER. A banda chegou hoje. tempo. Nessa outra frase o advérbio hoje acrescenta ao verbo

Leia mais

Professor Marlos Pires Gonçalves

Professor Marlos Pires Gonçalves ADVÉRBIO Ele bebeu muito. Adv. Intensidade Na frase acima o advérbio muito está intensificando o sentido do verbo BEBER. A banda chegou hoje. tempo. Nessa outra frase o advérbio hoje acrescenta ao verbo

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II CONTEÚDO 6 º ANO 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação. 2) Texto: Leitura

Leia mais

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos

Concurseiro. Espaço do. Português Prof. Joaquim Bispo. Sinta-se a vontade para estudar conosco. O seu espaço de preparação para concursos públicos Espaço do Concurseiro Sinta-se a vontade para estudar conosco Português Prof. Joaquim Bispo O seu espaço de preparação para concursos públicos 1 SINTAXE DO PERÍDO Aula 6 As conjunções podem ser classificadas

Leia mais

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação

Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação APOIO PEDAGÓGICO AO NÚCLEO COMUM Aula 7: Período composto por coordenação e período composto por subordinação Tutora: Ariana de Carvalho Orações coordenadas As luzes apagam-se, abrem-se as cortinas e começa

Leia mais

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE

CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE CONJUNÇÕES COORDENATIVAS DANIELE LEITE O QUE É UMA CONJUNÇÃO? Do ponto de vista semântico é uma palavra que traz um sentido nela implícito ( ou mais de um); [exceto a conjunção integrante, que não traz

Leia mais

I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!)

I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!) Português Professores: Daiana 3ª Série Período Composto por Coordenação e Subordinação I - CLASSIFIQUE AS ORAÇÕES SUBLINHADAS: (estão todas misturadas, tente!) 1-Todos querem o mesmo destino: que atinjamos

Leia mais

Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins

Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins Polícia Civil - MG Língua Portuguesa Estrutura das Palavras Macedo Martins 2014 2014 Copyright. Curso Agora Eu Eu Passo - - Todos os direitos reservados ao ao autor. Estudo das Orações Só pode haver oração

Leia mais

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA

PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA ANEXO 3 PLANIFICAÇÃO DA SEQUÊNCIA DIDÁCTICA 155 ESCOLA SECUNDÁRIA/3 PADRE ALBERTO NETO - QUELUZ Planificação a curto prazo de Língua Portuguesa 8.º ano de escolaridade Turma C Ano lectivo 2009/2010 Mestranda:

Leia mais

PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS

PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS PERÍODO COMPOSTO ORAÇÕES COORDENADAS Conjunções Subordinativas Observe as principais conjunções e locuções. 1) Causais (orações subordinadas adverbiais): porque, como (porque), pois, pois que, por isso

Leia mais

O modo Imperativo. Ex. Caminhe todos os dias, para a saúde melhorar. Estude no Colégio Aprovação. Confie em mim.

O modo Imperativo. Ex. Caminhe todos os dias, para a saúde melhorar. Estude no Colégio Aprovação. Confie em mim. O modo Imperativo O modo imperativo expressa ordem, pedido ou conselho. Ex. Caminhe todos os dias, para a saúde melhorar. Estude no Colégio Aprovação. Confie em mim. Imperativo Afirmativo O Imperativo

Leia mais

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS

CURSO INTENSIVO MÓDULO 11 NEXOS 1) (I) Certo: o pronome relativo refere-se ao substantivo anterior. (II) Errado: nesse caso, LOGO é adjunto adverbial de tempo, e PORTANTO, conjunção conclusiva. (III) Certo: o sentido permaneceria igual,

Leia mais

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME

Programação Anual. 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) VOLUME VOLUME Programação Anual 7 ọ ano (Regime 9 anos) 6 ạ série (Regime 8 anos) 1 ọ 2 ọ 1. Amarrando as idéias COESÃO Introdução ao conceito de coesão Introdução aos mecanismos básicos de coesão Ordem das palavras

Leia mais

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos

9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos 9 - (CESGRANRIO) Complete CORRETAMENTE as lacunas da seguinte frase: A obra de Huxley, se faz alusão no texto, descreve uma sociedade os atos dos indivíduos são controlados por um sistema de televisão.

Leia mais

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66

ÍNDICE TEXTO E DISCURSO 4 CLASSES DE PALAVRAS 20 FUNÇÕES SINTÁTICAS 66 ÍNDICE 1 TEXTO E DISCURSO 4 1.1. Coesão e coerência textual organização de parágrafos 4 1.2. Pontuação 7 1.3. Discurso direto / discurso indireto 10 1.4. Frase ativa / frase passiva 13 CONSOLIDAÇÃO: EXERCÍCIOS

Leia mais

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS

ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS ORIENTAÇÃO DE ESTUDOS RECUPERAÇÃO SEMESTRAL 9º Ano do Ensino Fundamental Disciplina: Português 1- Classifique as orações subordinadas substantivas destacadas em subjetivas ou objetivas diretas. a) Acredita-se

Leia mais

NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS

NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS NÃO SEPARAMOS POR VÍRGULA: SEPARAMOS OU MARCAMOS POR VÍRGULA: SUJEITO DO VERBO; APOSTO; VERBO DE SEUS COMPLEMENTOS; VOCATIVO; NOME DE SEUS COMPLEMENTOS ORAÇÕES DESLOCADAS OU OU ADJUNTOS. INTERCALADAS;

Leia mais