E STEEL FRAME. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. jan. 2014

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "E STEEL FRAME. Prof. Roberto Monteiro de Barros Filho. jan. 2014"

Transcrição

1 PRODUTOS DE GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME jan. 2014

2 GESSO O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato de cálcio hidratado. Quando a gipsita é moída e calcinada, ela perde água, formando o gesso. 2[CaSO 4.2H 2 O] 2[CaSO 4.½H 2 O] + 3H 2 O 2

3 Gipsita Gipsita ou Gipsite Fórmula = CaSO 4.2H 2 O Dureza Mohs=1,5à3 Grupo = Sulfetos Rosa do Deserto 10cm 3

4 Gipsita A mina de Naica no México é conhecida como a Gruta dos Cristais Gigantes, encontra-se a 305 metros de profundidade. Nesta gruta os exploradores encontraram cristais com até um metro de diâmetro e quinze metros de comprimento 4

5 Fabricação Calcinação em fornos De 100 a 150 o C perda d água superficial De 190 a 220 o C perda d água de hidratação Aplicação Revestimentos de alvenaria em substituição ao emboço e reboco Sistema Dry Wall Sistema Steel Frame Decoração Forros Adornos Dry Wll Wall 5

6 Aplicação Revestimentos de alvenaria em substituição ao emboço e reboco Projetado Manual 6

7 Forro de Gesso Existem dois tipos de forros de gesso: Placas convencionais no formato de 60x60cm, encaixadas em sistema machoefêmea, fixadas por arames presos em pinos no tt teto. Placas acartonadas são placas de gesso são revestidas nas duas faces por um papel cartão. Estas ainda podem variar quanto à forma de fixação: Fixação por arames (FGA): no formato de 60x200cm, o sistema it de fixação similar ao das placas convencionais Fixação estruturada (FGE): no formato de 120x240cm o sistema que utiliza perfis metálicos (aço galvanizado) para a fixação das placas. Normalmente utilizados em ambientes sem laje, ou seja, com telhado aparente. 7

8 Forro de Gesso Placas Convencionais Placas Acartonadas Baixo custo. Imperfeições no acabamento. Podem dar manchas (uso de desmoldante na forma, proliferação de fungos e bactérias, ferrugem do arame de fixação etc.. Elevado custo. Acabamento perfeito. Dificilmente mancham. Mais resistente à trincas 8

9 Painel de Gesso Acartonado As chapas são fbi fabricadas por um processo de laminação contínua, compostas por gesso, água, aditivos revestidas por duas lâminas de papel pp cartão. Gesso e aditivos Dispositivo de mudança de direção e lado Trecho de endurecimento Cartão traseiro Tesoura Misturador Água Cartão frontal Calandra de forma Formador das bordas Secador multinível Paletização 9

10 Forro de Gesso Fixação por Arames Fita GYPSUM JT Massa de Rejunte Gypsum 90 0,60 10

11 Forro de Gesso Fixação por Arames Pino de fixação Junção H Fita Gypsum Gesso 11

12 Forro de Gesso Fixação estruturada 12

13 Forro de Gesso Fixação estruturada 13

14 Forros Estruturados Placas Acartonadas 14

15 Forros Placas Convencionais 15

16 Forro de Gesso Fixação estruturada 16

17 Forro de Gesso Forro Removível 17

18 Outros Produtos de Gesso MOLDURAS: e frisos são muito comuns, podendo d ser lisas ou decoradas. APLIQUES: Nasmaisvariadas formas e modelos dl COLUNAS: com vários acabamentos, com dimensões a partir de Ø15cm à h=2,00m 18

19 Outros Produtos POLIURETANO também são encontrado produtos neste material, mais resistente, mais leve e de melhor acabamento CIMENTÍCIO também são encontrado produtos neste material, mais resistente, muito pesado e de pior acabamento 19

20 Sistema Dry Wall O Sistema Dry Wll( Wall (parede seca) é um sistema de construção a seco, isto é, onde a alvenaria de vedação convencional, de tijolo ou bloco e argamassa de cimento areia e água é substituída. Este sistema abrange também forros, revestimentos e mobiliário. O sistema combina uma estrutura interna (normalmente metálica / aço galvanizado), e chapa de vedação que podem ser de gesso, gesso acartonado (mais comum no Brasil), painéis OSB, placas cimentícias e outros. 20

21 Sistema Dry Wall 21

22 Tipos de Painel ST - Standard RU - Resistente à umidade RF - Resistente ao fogo Fireboard Alta resistência ao fogo AD Alta Dureza ThecniForm - Formas Curva Trilaje Outros 22

23 Tipos de Painel ST STANDARD Indicadas para uso geral para paredes e forros de áreas secas. Cor cinza. 23

24 Tipos de Painel RU RESISTENTE À UMIDADE Com aditivos hidrofugantes, são indicadas para áreas úmidas como banheiros, cozinhas e áreas deserviço. Cor verde. 24

25 Tipos de Painel RF RESISTENTE AO FOGO Com aditivos retardantes de chama, são indicadas para áreas especiais como saídas de emergência e caixas de escada enclausuradas e etc.. Cor rosa. 25

26 Tipos de Painel FIREBOARD Como fibra e aditivos na sua composição são indicadas para áreas onde se deseja altíssima proteção ao fogo, tornando-se incombustível e protegendo estruturas 26

27 Tipos de Painel AD ALTA DUREZA Com fibra de vidro na sua composição são indicadas para áreas públicas de alto tráfego como escolas, hospitais, repartições e etc.. São mais pesadas, com maior dureza superficial e maior resistência à flexão, tração e coeficiente elástico. Cor esbranquiçada 27

28 Tipos de Painel FORMAS CURVAS Por sua espessura reduzida, permite a curvatura com raios de 1,00m ou mais para aplicação a seco ou de até 0,30m após o umedecimento das chapas. Indicado para aplicação de tetos e paredes curvas ou em S. 28

29 Tipos de Painel TRILAJE Composto por duas chapas de gesso acartonado com 10mm de espessura cada, fixadas entre si por uma alma celular de cartão, totalizando uma espessura de 50mm. 29

30 Tipos de Perfil PERFIS DE AÇO GALVANIZADO Guias: em forma de U são usados horizontalmente na estruturação paredes e forros. Guia Montantes: t em forma de C são usados verticalmente na estruturação de paredes. Dimensões: 48mm 70mm 75mm 90mm Montante 30

31 Sistema Dry Wall Tipos de Parede W 111 W 112 W 115 W 116 PAREDES (mm) PLACAS MONTANTES (mm) 6,5mm 9,5mm 12,5mm

32 Sistema Dry Wall Isolamento Termo-acústico LÃ DE VIDRO O uso de lã de vidro no interior das paredes funciona como isolante termo-acústico acústico. Para um índice de isolamento de 39 db (A) Espessura / Peso médio Sistema Drywall gesso acartonado 10cm 22 kg/m² Sistema convencional Alvenaria de blocos cerâmicos vazados 13cm 150 kg/m² Para um índice de isolamento superior 60 db (A) Espessura / Peso médio Sistema Drywall gesso acartonado 16cm 42 kg/m² Alvenariadeblocos Sistema convencional cerâmicos 36cm 500 kg/m² 32

33 Sistema Dry Wall Acabamentos do Parafuso de Fixação Fitas e massa são usadas para dar acabamento nos parafusos de fixação. Telada e autoadesiva, é Ideal para reforços e acabamento de juntas de placas drywall. Evita trincas e bolhas. Feita de papel microperfurado com reforço de alumínio (inoxidável). Protege cantos de paredes contra impactos leves e aumenta a resistência em juntas chapas drywall 33

34 Sistema Dry Wall Fixação de objetos na parede Dry Wall O Sistema Dry Wall permite a fixação de objetos na parede utilizando-se para isto buchas e prendedores próprios. Bucha Quick Tog Itens até 10Kg. Bucha Toggler no gesso Itens até 12Kg no perfil Itens até 18Kg no reforço de madeira Itens até 30Kg 34

35 Sistema Steel Frame O Sistema Steel Frame (Engrado/Armação de Aço) é um sistema estrutural de construção a seco, isto é, onde a alvenaria de vedação convencional e toda a estrutura da edificação é substituída por estrutura metálica de aço galvanizado e vedada por chapas gesso acartonado (vedação interna), painéis OSB, placas cimentícias e outros (vedação externa). 35

36 Sistema Steel Frame 36

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME

SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME GESSO SISTEMA DRY WALL E STEEL FRAME Gesso O gesso é uma substância, normalmente vendida na forma de um pó branco, produzida a partir do mineral gipsita, composto basicamente de sulfato de cálcio hidratado.

Leia mais

Paredes Knauf. Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto

Paredes Knauf. Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Knauf Folheto Técnico 08 / 2016 Paredes Knauf Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Estabilidade, resistência a impactos, proteção termoacústica e outras características inovadoras que não

Leia mais

Éttore Home Decor - São paulo/sp. Instalação: Éttore. Knauf Folheto Técnico. Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas.

Éttore Home Decor - São paulo/sp. Instalação: Éttore. Knauf Folheto Técnico. Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas. Éttore Home Decor - São paulo/sp Knauf Folheto Técnico 02 / 2017 Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas. Knauf Flexboard Flexboard é a mais delgada chapa Knauf Drywall, desenvolvida

Leia mais

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT

também de acordo com o Sistema Métrico Internacional e conforme exigência da norma ABNT STEEL FRAME O Steel Frame é uma alternativa já consolidada e amplamente usada há dezenas de anos em países desenvolvidos. Ao contrário das estruturas convencionais de construção, são usados perfis de aço

Leia mais

Revestimentos Knauf Conforto térmico e acústico com alta qualidade de acabamento

Revestimentos Knauf Conforto térmico e acústico com alta qualidade de acabamento Knauf Folheto Técnico 05 / 2017 Revestimentos Knauf Conforto térmico e acústico com alta qualidade de acabamento Revestimento Knauf Utilizados em áreas internas das edificações para revestir paredes, pilares,

Leia mais

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto

Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Paredes Knauf Soluções que sustentam a qualidade do seu projeto Estabilidade, resistência a impactos, proteção termoacústica e outras características inovadoras que não dividem opiniões Parede Knauf W111

Leia mais

Sistemas de Paredes. Parede Segurança

Sistemas de Paredes. Parede Segurança Parede Segurança CATÁLOGO TÉCNICO 2014 Parede composta por duas linhas de perfis guias e montantes em aço galvanizado intercaladas por tela metálica, com duas camadas de chapa de gesso sobrepostas em cada

Leia mais

Sistemas de Forros. FGE Forro Gypsum Estruturado. Sistemas de Forros. Sistema S47

Sistemas de Forros. FGE Forro Gypsum Estruturado. Sistemas de Forros. Sistema S47 CATÁLOGO TÉCNICO 201 FGE Forro Gypsum Estruturado Forro composto pelo aparafusamento de chapas de gesso com 1.200 mm de largura, em perfis de canaletas de aço galvanizado, suspenso por pendurais compostos

Leia mais

Parafuso autoperfurante TA 3,5x25mm. Massa para tratamento de juntas com fita de papel microperfurado. Fita de isolamento Montante

Parafuso autoperfurante TA 3,5x25mm. Massa para tratamento de juntas com fita de papel microperfurado. Fita de isolamento Montante Parede Knauf W111 - Detalhes Técnicos Corte Vertical Detalhe - Junta de chapas estrutura simples TA 3,5x25mm TA 3,5x25mm com fita de com fita de Detalhe - Encontro com parede TA 3,5x25mm Parafuso com bucha

Leia mais

Prático. Limpo. Moderno.

Prático. Limpo. Moderno. Sistemas Gypsum Drywall para construção e reforma. Prático. Limpo. Moderno. Projeto de autoria de Teba Silva Yllana I Prêmio Lafarge Gypsum - Arquitetura de Interiores - 2008 www.gypsum.com.br SAC 0800

Leia mais

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1)

CONSTRUÇÃO CIVIL II ENG 2333 (2016/1) ENG 2333 (2016/1) Aula 12 Forros FORROS Definição: Revestimento da face inferior da laje ou de telhados de modo a constituir a superfície superior de um ambiente fechado FORROS FORROS Critérios de escolha:

Leia mais

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA

INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA INSTITUTO SENAI DE INOVAÇÃO CENTRO EMPRESARIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO DA INDÚSTRIA ELÉTRICA E ELETRÔNICA Propriedade: SENAI Área: 217 mil metros quadrados Jan/2015 Mai/2016 Set/2016 Mai/2016 Mai/2016

Leia mais

Placa Cimentícia Impermeabilizada

Placa Cimentícia Impermeabilizada Impermeabilizada A solução da Brasilit para a construção de paredes e fachadas. Impermeabilizada Praticidade, conforto e resistência para as mais variadas aplicações. Fachada com junta aparente Fachada

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/ SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/ SRP 65 - UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE 158196 - HOSPITAL UNIVERSITARIO ALCIDES CARNEIRO RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00101/017-000 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - ARAME GALVANIZADO ARAME

Leia mais

Elementos de vedação e divisórios

Elementos de vedação e divisórios UNIV. FEDERAL DE OURO PRETO Escola de Minas DECIV CIV601 - Técnicas Construtivas Elementos de vedação e divisórios Prof. Guilherme Brigolini CONCEITUAÇÃO vedação vertical: elementos que compartimentam

Leia mais

VEDOS. Vedações verticais e horizontais

VEDOS. Vedações verticais e horizontais VEDOS Vedações verticais e horizontais 1. Blocos/Tijolos 1.1 Tipos 1.1.1 Cerâmico 1.1.2 Concreto 1.1.3 Concreto celular 1.1.4 Sílico-calcário 1.1.5 Vidro 1.2 Execução 1.2.1 Preparo da superfície estrutura/alvenaria

Leia mais

8/2/2011 AGLOMERANTES. Definição: Exemplos: Aglomerantes. Nomenclatura. Relação Pega x Endurecimento. Propriedades. Argila Gesso Cal Cimento Betume

8/2/2011 AGLOMERANTES. Definição: Exemplos: Aglomerantes. Nomenclatura. Relação Pega x Endurecimento. Propriedades. Argila Gesso Cal Cimento Betume Definição: AGLOMERANTES Aglomerantes são materiais ativos, geralmente pulverulentos, que entram na composição das pastas, argamassas e concretos. Nomenclatura Exemplos: Aglomerantes Aglomerantes = materiais

Leia mais

Construção e montagem

Construção e montagem Construção e montagem Revestimento Knauf W61 Construção As chapas Knauf gesso podem ser fi-xadas diretamente sobre a parede original, como revestimento, com massa para fixação. Os revestimentos Knauf indireto

Leia mais

R.: Considerar P2 como piso articulado de concreto, e não como piso podotátil. Não faz parte do escopo da obra.

R.: Considerar P2 como piso articulado de concreto, e não como piso podotátil. Não faz parte do escopo da obra. 1. O piso podotátil para a área externa (P2) descrito no memorial não consta na planilha. Devemos Caso positivo, precisaremos da quantidade (não mostra no projeto). R.: Considerar P2 como piso articulado

Leia mais

Perfil Knauf. Chapa ST. Cleaneo. Danoline. Chapa RU. Knauf Aquapanel

Perfil Knauf. Chapa ST. Cleaneo. Danoline. Chapa RU. Knauf Aquapanel PRODUTOS Chapa ST Perfil Knauf Cleaneo Danoline Chapa RU Knauf Aquapanel LINHA KNAUF LINHA KNAUF > ST,RU e RF > RUF > Phonik > Safeboard > Novo Cleaneo FF > Flexboard > Hardboard > Tampas de Inspeção >

Leia mais

DRYWALL. tetos e revestimentos) de edifícios de quaisquer tipos, consistindo de chapas aparafusadas em estruturas de perfis de aço galvanizado.

DRYWALL. tetos e revestimentos) de edifícios de quaisquer tipos, consistindo de chapas aparafusadas em estruturas de perfis de aço galvanizado. DRYWALL DRYWALL Drywall é uma tecnologia que substitui as vedações internas convencionais (paredes, tetos e revestimentos) de edifícios de quaisquer tipos, consistindo de chapas de gesso aparafusadas em

Leia mais

CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA

CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA CONSTRUÇÃO INDUSTRIALIZADA PLACAS CIMENTÍCIAS, PAINÉIS E ACESSÓRIOS BRASILIT PARA A EXECUÇÃO DA SUA OBRA Facilite com Brasilit PLACAS E PAINÉIS BRASILIT. A RAPIDEZ E A PRATICIDADE ALIADAS À ELEGÂNCIA E

Leia mais

PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO

PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO Ferramentas utilizadas PROCEDIMENTO DE EXECUÇÃO Furadeira Parafusadeira Serrote Estilete Escada Linha de marcar Nível a laser / mangueira de nível Trena metálica Lápis de carpinteiro Martelo Tesoura para

Leia mais

Palavras-chave: Isolamento sonoro. Parede em light steel frame. Banda acústica. Barra resiliente. Índice de redução sonora ponderado (Rw).

Palavras-chave: Isolamento sonoro. Parede em light steel frame. Banda acústica. Barra resiliente. Índice de redução sonora ponderado (Rw). ISSN 1678-1740 http://ulbratorres.com.br/revista/ Torres,Vol. I - Novembro, 2016 Submetido em: Jul/Ago/Set, 2016 Aceito em: Out/2016 BANDA ACÚSTICA FIXADA EM GUIAS E MONTANTES PROMOVE AUMENTO DO ISOLAMENTO

Leia mais

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa!

Sumário. NESTE DOCUMENTO: Introdução. Metodologia. Vantagens & Benefícios. Dúvidas Frequentes dos Clientes. Bem-vindo ao Informativo da Empresa! I N F O R M A T I V O S T E E L F R A M E Guia Rápido Sumário Bem-vindo ao Informativo da Empresa! NESTE DOCUMENTO: Introdução Metodologia Vantagens & Benefícios Dúvidas Frequentes dos Clientes Introdução

Leia mais

Memorial Descritivo Empreendimento: Quinta do Palácio - Casas

Memorial Descritivo Empreendimento: Quinta do Palácio - Casas Memorial Descritivo Empreendimento: Quinta do Palácio - Casas Emissão inicial Responsável Data Revisão Eng. Mariana Bronstrup Eng. Mariana Bronstrup Eng. Mariana Bronstrup 28/09/2016 03/03/2017 10/04/2017

Leia mais

Placa Cimento-Madeira

Placa Cimento-Madeira Placa Cimento-Madeira INFORMAÇÃO GERAL: Painel de superfície lisa ou rugosa para diferentes aplicações. COMPOSIÇÃO: 75% Cimento 25% Madeira APRESENTADA COMO: B1 / A2 Bruto / Lixado Lisa / Bordo Maquinado

Leia mais

A melhor placa com total segurança

A melhor placa com total segurança A melhor placa com total segurança Habito revoluciona o mundo dos sistemas de Placa de Gesso Laminado e apresenta-se como a solução de placa com o melhor desempenho a nível de resistência aos impactos

Leia mais

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA

PLANILHA ORÇAMENTÁRIA PLANILHA ORÇAMENTÁRIA 1 Preliminares 1.1 Atualização de projetos/as Built (A2) 1,00 vb. 50,00 135,00 50,00 135,00 185,00 TOTAL MATERIAL 50,00 TOTAL MÃO-DE-OBRA 135,00 VALOR TOTAL DO ITEM 185,00 2 Implantação

Leia mais

Sistema de Forros Trevo Drywall

Sistema de Forros Trevo Drywall Nome da Empresa Endereço Tel/Fax (88) 3571-6019 Site E-mail DADOS DO FABRICANTE Trevo Industrial de Acartonados S/A. Av.Josias Inojosa de Oliveira 5000 - Distrito Industrial do Cariri Juazeiro do Norte

Leia mais

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície

O que são os revestimentos verticais??? REVESTIMENTO: Cartão de visitas da empresa!!! que cobre uma superfície Escola Politécnica da Universidade de São Paulo Departamento de Engenharia de Construção Civil PCC-2436 Tecnologia da Construção de Edifícios II Aula 05: Revestimentos Verticais Conceituação e Classificação

Leia mais

FORROS E LUMINÁRIAS. Forros e luminárias

FORROS E LUMINÁRIAS. Forros e luminárias 1 Attuale Eficácia 100% ecológica Produzido totalmente em PVC, o forro modular removível Attuale é durável e contém materiais auto-extinguíveis em sua composição. Um dos forros mais versáteis do mercado,

Leia mais

Paredes Fichas de Aplicação

Paredes Fichas de Aplicação Fichas de Aplicação e Revestimento Painel Perfurado Painel Sandwich Consulte o Dossier Técnico Viroc disponível em www.viroc.pt, na página de Downloads. Outros Suplementos de Soluções Recomendadas Viroc

Leia mais

Chapas Drywall Panel Rey. 0800-644 4645 www.tecpanel.com. Ideal para paredes, forros, revestimentos e mobiliários integrados. Resistente à umidade

Chapas Drywall Panel Rey. 0800-644 4645 www.tecpanel.com. Ideal para paredes, forros, revestimentos e mobiliários integrados. Resistente à umidade Chapas Drywall Panel Rey Ideal para paredes, forros, revestimentos e mobiliários integrados. As chapas de gesso acartonado Panel Rey apresentam a face com uma superfície lisa, adequada para todos os tipo

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - RDC ELETRÔNICO Nº 00025/ Critério de Julgamento: Menor Preço - Modo de Disputa: Aberto

RELAÇÃO DE ITENS - RDC ELETRÔNICO Nº 00025/ Critério de Julgamento: Menor Preço - Modo de Disputa: Aberto 93420 - ESTADO DO PARA 925848 - FUNDAÇÃO DE AMPARO E DESENV. DA PESQUISA RELAÇÃO DE ITENS - RDC ELETRÔNICO Nº 00025/2017-000 Critério de Julgamento: Menor Preço - Modo de Disputa: Aberto 1 - Itens da Licitação

Leia mais

ARGAMASSA BRASIL + CASA DAS ARGAMASSAS

ARGAMASSA BRASIL + CASA DAS ARGAMASSAS Vai construir ou reformar? Conte com a Casa das Argamassas. Adquira argamassas para a sua obra, seja ela interna ou externa, temos o produto certo para você. Somos Revendedores Autorizados da Argamassa

Leia mais

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016

Normas ABNT em Consulta Pública, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas 18 de Outubro à 04 de Novembro de2016 em, Publicadas, Confirmadas ou Canceladas ABNT/CEE-185 ABNT NBR 16569 _ Parede e laje de concreto celular estrutural moldada no local para a construção de edificações Projeto, execução e controle Requisitos

Leia mais

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS

CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS COBERTURAS Imitação Telha (1/2/4 águas) -Aço galvanizado na qualidade S250GD+Z, segundo EN 10346:2009 + EN 10169, revestida com poliéster regular modificado, e tolerâncias de espessura

Leia mais

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS EMPRESAS PARTICIPANTES E SUA CLASSIFICAÇÃO NO PROGRAMA (ordem alfabética por empresa) CNPJ Marca comercializada Componentes comercializados

Leia mais

MANUAL ASSENTAMENTOS ESPECIAIS CEUSAREVESTIMENTOS

MANUAL ASSENTAMENTOS ESPECIAIS  CEUSAREVESTIMENTOS [ MANUAL ASSENTAMENTOS ESPECIAIS [ PISO AQUECIDO Indicações: O sistema de piso aquecido é indicado para porcelanatos 60x60 cm, 80x80 cm, 20,2x86,5, 58,8x119,0 e 28,8x119,0 cm, assentados com junta de 2

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO VALOR (R$) ÍTEM DESCRIÇÃO

SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO VALOR (R$) ÍTEM DESCRIÇÃO SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA E PINTURA EXTERNA DO IMOVEL DO FT DE UMUARAMA TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 9 REGIÃO RESUMO OBRA: FÓRUM TRABALHISTA DE UMUARAMA ENDEREÇO: Avenida Rio Branco, 3.700 - Centro Cívico

Leia mais

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria

Alvenaria de Vedação. Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Alvenaria de Vedação Tecnologia das Construções Profª Bárbara Silvéria Considerações Gerais Alvenaria, pelo dicionário da língua portuguesa, é a arte ou ofício de pedreiro ou alvanel, ou ainda, obra composta

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS Contract Revestimentos para Construção é uma empresa que atua no mercado da construção a seco como importadora e distribuidora de materiais para revestimentos, tais como: divisórias

Leia mais

REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 REDE DE REBOCO REDE PARA PINTURA REDE REBOCO REDE REBOCO - ROLOS CORTADOS

REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 REDE DE REBOCO REDE PARA PINTURA REDE REBOCO REDE REBOCO - ROLOS CORTADOS REDE DE REBOCO - CAPOTTO/ETICS - CERTIFICADA ETAG 004 Material: alcalino-resistente malha de fibra de vidro Aplicabilidade: Sistema de isolamento térmico externo e reforço interno de reboco e revestimentos

Leia mais

Knauf Folheto Técnico. Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas.

Knauf Folheto Técnico. Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas. Knauf Folheto Técnico 01 / 2015 Knauf Flexboard Porque a mente criativa gera mais que linhas retas. Knauf Flexboard Flexboard é a mais delgada chapa Knauf Drywall, desenvolvida especialmente para permitir

Leia mais

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS ALGE Metalúrgica SP: 08.445.558/0001-92 ALGE ALTENBURG Têxtil SC: 75.293.662/0004-49 ECOFIBER WALL Lã de PET para isolamento para Montante 48

Leia mais

ARGAMASSA BRASIL + CASA DAS ARGAMASSAS

ARGAMASSA BRASIL + CASA DAS ARGAMASSAS Vai construir ou reformar? Conte com os produtos da Argamassa Brasil. A Casa das Argamassas é a distribuidora autorizada na região. Possuímos uma linha completa para a sua necessidade, oferecendo produtos

Leia mais

PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS

PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS PLACAS DE GESSO E MASSAS PERFIS E ACESSÓRIOS PLACAS PLACAS A STANDARD PLACAS H HIDRÓFUGA PLACAS F ANTI-FOGO PLACAS D ALTA-DUREZA PLACAS PROTECT PLACAS COMPOSTAS Isolamento EPS Isolamento XPS Isolamento

Leia mais

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5 Criado: 11/08/2016 Atualizado: 03/04/ PRODUTO: Arga Plus Externa AC III (Arga Plus ACIII)

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5 Criado: 11/08/2016 Atualizado: 03/04/ PRODUTO: Arga Plus Externa AC III (Arga Plus ACIII) Rev.: 02 Pág.: 1/5 1. PRODUTO: Arga Plus Externa AC III (Arga Plus ACIII) 2. DESCRIÇÃO: A Arga Plus Externa é uma argamassa colante tipo AC III para assentamentos especiais que exigem alta flexibilidade

Leia mais

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: Arga Cozinhas e Banheiros

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: Arga Cozinhas e Banheiros Rev.: 02 Pág.: 1/5 1. PRODUTO: Arga Cozinhas e Banheiros 2. DESCRIÇÃO: A Arga Cozinhas e Banheiros é uma argamassa colante especial para assentamento de placas cerâmicas em áreas internas, com ação hidro-repelente

Leia mais

Modernidade e inteligência. a serviço da construção. Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall

Modernidade e inteligência. a serviço da construção. Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall Modernidade e inteligência a serviço da construção Eterplac Eterplac Wood Eterplac Stone Eterplac Color Painel Wall Pratic Wall Com o objetivo de superar expectativas, acompanhar e influenciar a evolução

Leia mais

PESQUISA DE MATERIAIS DE ACABAMENTO FORROS E TETOS. Aquiles Fernandes Pinho

PESQUISA DE MATERIAIS DE ACABAMENTO FORROS E TETOS. Aquiles Fernandes Pinho PESQUISA DE MATERIAIS DE ACABAMENTO FORROS E TETOS Aquiles Fernandes Pinho 1 TETOS: FABRICANTE: PRODUTO: TIPO DE USO: Knauf D112 Unidirecional Revestimento do Forro DESCRIÇÃO: Utiliza uma estrutura metálica

Leia mais

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA. Construção Civil II

Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA. Construção Civil II Curso: Engenharia Civil Universidade de Pernambuco Escola Politécnica de Pernambuco DISCIPLINA Construção Civil II Aula 01 Vedações verticais Alvenaria de vedação e Gesso acartonado Prof. Dr. Alberto Casado

Leia mais

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento

Técnicas de construção. Vedações Verticais. Profa. Keila Bento Técnicas de construção Vedações Verticais Profa. Keila Bento Vedações verticais Definição UM SUBSISTEMA DOS EDIFÍCIOS CONSTITUÍDO PELOS ELEMENTOS QUE: DEFINEM E LIMITAM VERTICALMENTE O EDIFÍCIO E SEUS

Leia mais

ESTÚDIO DE ARQUITETURA: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL

ESTÚDIO DE ARQUITETURA: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL CENTRO UNIVERSITÁRIO DE BELO HORIZONTE ARQUITETURA E URBANISMO RAYLAINE CHRISTINA PEREIRA TORRES ESTÚDIO DE ARQUITETURA: SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL LIGHT STEEL FRAME Belo Horizonte Maio/2014 Sumário 1.

Leia mais

SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010.

SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010. Tecnologias, sistemas construtivos e tipologias para habitações de interesse social em reassentamentos. SISTEMA CONSTRUTIVO EM STELL FRAME FICHA CATALOGRÁFICA-4 DATA: DEZEMBRO/2010. Tecnologias, sistemas

Leia mais

agrupados Nº DET 1

agrupados Nº DET 1 CAIXA COM TAMPA VISTA SUPERIOR 22 100 27 53 FURO PARA LACRE Ø2 20 VISTA LATERAL DIREITA ROSCA W 1/4" PARA PARAFUSO DE SEGURANÇA 11 DET 1 VISTA INFERIOR DET 1 Código 6790320 Nº Data Revisões Aprov.: Vanderlei

Leia mais

Materiais de Construção Civil. Aula 07. Gesso para Construção Civil

Materiais de Construção Civil. Aula 07. Gesso para Construção Civil Materiais de Construção Civil Aula 07 Gesso para Construção Civil Taciana Nunes Arquiteta e Urbanista Gesso para Construção Civil O gesso é um mineral aglomerante produzido a partir da calcinação da gipsita,

Leia mais

Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing

Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing Estudo teórico-experimental sobre a estabilidade estrutural de painéis de cisalhamento ( Shear Wall ) do sistema construtivo Light Steel Framing Arq. Sabrina Moreira Villela Prof. Dr. Francisco Carlos

Leia mais

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO

TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO TECNOLOGIA DAS CONSTRUÇÕES AULA 03 MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO Prof. Msc. Anderson Alencar Edificações - IFPA INTRODUÇÃO Materiais de construção são todos os utilizados nas obras (construção de casas, prédios

Leia mais

MONTAGEM DE FORROS. Agosto / 2012 Departamento Técnico

MONTAGEM DE FORROS. Agosto / 2012 Departamento Técnico MONTAGEM DE FORROS Agosto / 2012 Departamento Técnico - Forro Gypsum Estruturado FGE - Forro Gypsum Estruturado Especial FGE - Forro Gypsum Estruturado GypSOM BQ FGE - Forro Gypsum Aramado FGR - Forro

Leia mais

TELA PARA AMARRAÇÃO DE ALVENARIA TELAS ELETROSSOLDADAS TELA EXPANDIDA TELAS E ARAMES CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INSTRUÇÕES DE APLICAÇÃO

TELA PARA AMARRAÇÃO DE ALVENARIA TELAS ELETROSSOLDADAS TELA EXPANDIDA TELAS E ARAMES CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS INSTRUÇÕES DE APLICAÇÃO 67 TELAS E S TELA PARA AMARRAÇÃO DE ALVENARIA São telas metálicas produzidas em aço zincado a fogo, utilizadas na união da alvenaria com a estrutura e entre alvenarias a fim de evitar o surgimento de fissuras

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR B DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 02. ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m²

PLANILHA AUXILIAR B DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 02. ÁREA TOTAL TERRENO: 336,00m² - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade: m² Critério de medição: Pela área de projeção horizontal do abrigo.

Leia mais

PLANILHA AUXILIAR C DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 03. ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m²

PLANILHA AUXILIAR C DADOS DO IMÓVEL: PROJETO 03. ÁREA TOTAL TERRENO: 325,00m² ENDEREÇO: Rua 580, S/Nº - INSTALAÇÕES PROVISÓRIAS Abrigo provisório de madeira executada na obra para alojamento e depósitos de materiais e ferramentas. Unidade: m² Critério de medição: Pela área de projeção

Leia mais

Fichas Técnicas de Produto. Linha Studio

Fichas Técnicas de Produto. Linha Studio Fichas Técnicas de Produto Estante Alta Studio Descritivo Técnico Completo Estante alta confeccionada em chapa de aço de baixo teor de carbono com tratamento químico superficial fosfatizante, antiferruginoso

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA

MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA 1 MEMORIAL DESCRITIVO CASA DE MADEIRA 1 - Base: 1.1 - Fundação: 1.1.1 - Brocas com diâmetro mínimo de 20 cm em concreto estrutural, executadas manualmente, com profundidade média de até 3,00 m. 1.1.2 -

Leia mais

Os materiais de proteção térmica devem apresentar:

Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Os materiais de proteção térmica devem apresentar: Elevado calor específico Reduzida condutividade térmica Garantia de integridade durante a evolução do incêndio Resistência mecânica adequada Custo viável

Leia mais

MEMORIAL DESCRITIVO Unidade Básica de Saúde de Santa Tereza

MEMORIAL DESCRITIVO Unidade Básica de Saúde de Santa Tereza MEMORIAL DESCRITIVO Unidade Básica de Saúde de Santa Tereza OBJETIVO: O presente memorial descritivo destina-se a estabelecer as etapas necessárias, juntamente com sua descrição, para contratação de mão

Leia mais

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL

PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS CONSTRUTIVOS EM CHAPAS DE GESSO PARA DRYWALL PROGRAMA SETORIAL DA QUALIDADE DOS COMPONENTES PARA SISTEMAS ALGE Metalúrgica Ltda. SP: 08.445.558/0001-92 ALGE ANANDA Metais Ltda. SP: 4.215.721/0001-70 ANANDA ASFOR Comercial Ltda. EPP SP: 01.321.046/0001-75

Leia mais

LOCAÇÃO DE SERVIÇOS. SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex. Página 1 de 6

LOCAÇÃO DE SERVIÇOS. SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex. Página 1 de 6 ANEXO IV LOCAÇÃO DE SERVIÇOS SERVIÇOS PRELIMINARES Remoção de pintura - Caixa d água Remoção de pintura látex - toda área interna - área externa fundos lado externo e interno todo, todos rodapés externos.

Leia mais

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES

TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES TECNOLOGIA INOVADORA PARA PROJETOS INTELIGENTES A linha de Soluções Construtivas Eternit foi pensada para facilitar o desempenho do projeto na prática, para agregar qualidade e proporcionar um resultado

Leia mais

Revestimentos Knauf Conforto térmico e acústico com alta qualidade de acabamento

Revestimentos Knauf Conforto térmico e acústico com alta qualidade de acabamento Desepenho Acústico dos Revestientos Os sisteas de revestientos elhora o isolaento acústico das alvenarias convencionais. Caso a alvenaria não atinja os requisitos de desepenho da nora ABNT - NBR 15575,

Leia mais

Telha Colonial e Acessórios para Telhado. Estética e praticidade a favor da economia.

Telha Colonial e Acessórios para Telhado. Estética e praticidade a favor da economia. Telha Colonial e Acessórios para Telhado Estética e praticidade a favor da economia. Telha Colonial Estética e praticidade a favor da economia. PODE SER PINTADA A Brasilit traz a melhor opção para telhados

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-492/2 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MÓDULO DE APOIO MA ERG-01 NÚMERO: 122003 DESENHO: DT-492/3 EMISSÃO: JAN/2012 VALIDADE: JAN/2017 REVOGA: 082116 REVOGA DESENHO: DT-492/2

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MESA DE HALL PÚBLICO MHP 02 ERG REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-498/3 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MESA DE HALL PÚBLICO MHP 02 ERG REVOGA: REVOGA DESENHO: DT-498/3 CÓDIGO ERP: ORGÃO DEMANDANTE: DERAT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA MESA DE HALL PÚBLICO MHP 02 ERG NÚMERO: 122010 DESENHO: DT-498/4 EMISSÃO: FEV/2012 VALIDADE: FEV/2017 REVOGA: 082027 REVOGA DESENHO: DT-498/3

Leia mais

PRATICIDADE, ALTO DESEMPENHO E BELEZA PARA OS SEUS PROJETOS.

PRATICIDADE, ALTO DESEMPENHO E BELEZA PARA OS SEUS PROJETOS. 2 PRATICIDADE, ALTO DESEMPENHO E BELEZA PARA OS SEUS PROJETOS. O mundo da construção civil está em constante evolução. Nosso compromisso não é apenas acompanhar esse ritmo, mas estar à frente dele, antecipando

Leia mais

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil

Conceito AULA 4. Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil Escola Politécnica Universidade Federal da Bahia Tecnologia da Construção Civil AULA 4 Gesso Acartonado Prof. Dr. Luiz Sergio Franco Escola Politécnica da USP Dep. de Engenharia de Construção Civil Construção

Leia mais

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito

Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito Os Painéis Cimentício são compostos de Cimento Portland, partículas de madeira, água, aditivos e pigmentos. Muito utilizados em fechamentos de edifícios comerciais e residências, estes painéis são uma

Leia mais

INTERFACE ENTRE PERFIS ESTRUTURAIS LAMINADOS E SISTEMAS COMPLEMENTARES

INTERFACE ENTRE PERFIS ESTRUTURAIS LAMINADOS E SISTEMAS COMPLEMENTARES COLETÂNEA DO USO DO AÇO INTERFACE ENTRE PERFIS ESTRUTURAIS LAMINADOS E SISTEMAS COMPLEMENTARES 1ª Edição 2002 Roberto de Araujo Coelho APRESENTAÇÃO É com grande satisfação que a Açominas lança este manual,

Leia mais

A argamassa seca de confiança

A argamassa seca de confiança A argamassa seca de confiança PREFASEC é a família de produtos da Morteros Tudela Veguín que engloba as argamassas utilizadas nas obras de alvenaria (muros, rebocos, estuques, rejuntes, ), bem como outros

Leia mais

Pilares Essenciais. sobre nós. Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli. Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores

Pilares Essenciais. sobre nós. Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli. Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores sobre nós Pilares Essenciais Fundada em 1985 pelo Grupo Vitorelli Objetivos fundamentais: Excelência no atendimento a clientes e consumidores Qualidade dos produtos sobre nós Estrutura Fabril Duas unidades

Leia mais

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE

SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE SÉRIE INVICTA S 1 FOLHA BATENTE ' P O R S E G, S I S T E M A S D E S E G U R A N Ç A, S. A. P R O D U T O S A N T I - I N T R U S Ã O S É R I E I N V I C T A S SÉRIE INVICTA S 82 83 84 85 Fotografias

Leia mais

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina.

FQ-PD-05 FICHA TÉCNICA. Rev.: 02 Pág.: 1/5. Criado: 11/08/2016. Atualizado: 03/04/ PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina. Rev.: 02 Pág.: 1/5 1. PRODUTO: REVEST LISO Camada Fina. 2. DESCRIÇÃO: O REVESTLISO CAMADA FINA é uma argamassa branca, mineral, de alta resistência e aderência, para acabamento de paredes e tetos com camada

Leia mais

Fichas Técnicas de Produto. Linha Duraline

Fichas Técnicas de Produto. Linha Duraline Fichas Técnicas de Produto Estante Dupla Face Base Aberta 10 prateleiras 2M Imagem de Referência Descritivo Técnico Completo Estante face dupla totalmente confeccionada em chapas de aço de baixo teor de

Leia mais

Forros. Classificação e tipos. Segundo a forma de fixação: 12/11/2013

Forros. Classificação e tipos. Segundo a forma de fixação: 12/11/2013 Definição Forros Prof. MSc. Eng. Poliana Tatiana da Silva Gratão Engenharia Civil Construção Civil II 8º Período Turma B01 Revestimento da face inferior da laje ou de telhados de modo a constituir a superfície

Leia mais

Soluções para Alvenaria

Soluções para Alvenaria Aços Longos Soluções para Alvenaria BelgoFix Tela BelgoRevest Murfor Produtos ARCE1109-0210_SOL_ALVENARIA.indd 1 20/01/14 15:00 BelgoFix BelgoFix : marca registrada da Belgo Bekaert Arames Telas Soldadas

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Sistema de Placa Cimentícia

MANUAL DE INSTALAÇÃO. Sistema de Placa Cimentícia MANUAL DE INSTALAÇÃO Sistema de Placa Cimentícia Índice 1. Apresentação do Sistema...Pag 3 2. Especificações...Pag 4 3. Normas...Pag 5 4. Cuidados Prévios e Armazenamento...Pag 6 5. Limitações e restrição

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE COMPÓSITOS PARA REFORÇO ESTRUTURAL E ISOLAMENTO TÉRMICO NA CONSTRUÇÃO CIVIL FEICON

UTILIZAÇÃO DE COMPÓSITOS PARA REFORÇO ESTRUTURAL E ISOLAMENTO TÉRMICO NA CONSTRUÇÃO CIVIL FEICON UTILIZAÇÃO DE COMPÓSITOS PARA REFORÇO ESTRUTURAL E ISOLAMENTO TÉRMICO NA CONSTRUÇÃO CIVIL FEICON - 2014 VISTA AÉREA DA UNIDADE FABRIL DA TEXIGLASS VINHEDO SP 2 POR QUE UTILIZAR REFORÇOS DE FIBRA DE VIDRO

Leia mais

portas corta fogo dominante

portas corta fogo dominante portas corta fogo dominante índice 04 portas corta fogo 11 12 acessórios serviços 01 02 Ensaio de porta corta fogo DOMINANTE - IPT portas corta fogo 05 07 08 porta classe P60/P90/P120 medidas de portas

Leia mais

GESSO CARTONADO PLADUR

GESSO CARTONADO PLADUR GESSO CARTONADO PLADUR 1. PLADUR N - TERMINAÇÃO NORMAL É a placa de gesso laminado cujos componentes (gesso e celulose) são de composição standard. Apresenta-se em forma de placas, de diferentes espessuras

Leia mais

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO

DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA CIVIL ÁREA DE CONSTRUÇÃO 1. Para determinar a porosidade aberta de uma pedra calcária, utilizou-se um provete com as dimensões de 7.1 7.1 7.1 cm 3. Determinou-se a massa no estado

Leia mais

TENSÃO NORMAL e TENSÃO DE CISALHAMENTO

TENSÃO NORMAL e TENSÃO DE CISALHAMENTO TENSÃO NORMAL e TENSÃO DE CISALHAMENTO 1) Determinar a tensão normal média de compressão da figura abaixo entre: a) o bloco de madeira de seção 100mm x 120mm e a base de concreto. b) a base de concreto

Leia mais

Ficha Técnica de Produto Biomassa Bloco de Vidro Código: BV001

Ficha Técnica de Produto Biomassa Bloco de Vidro Código: BV001 1. Descrição: A Argamassa é mais uma argamassa inovadora, de alta tecnologia e desempenho, que apresenta vantagens econômicas e sustentáveis para o assentamento de blocos de vidro em sistemas de vedação

Leia mais

ESTOQUE VARIADO E À PRONTA ENTREGA

ESTOQUE VARIADO E À PRONTA ENTREGA ESTOQUE VARIADO E À PRONTA ENTREGA Fundada em 1976 na cidade de Aparecida de Goiânia/GO, a Metalforte começou a sua história como uma indústria metalúrgica de carretas agrícolas. Crescemos com espírito

Leia mais

Intermediação de Negócios

Intermediação de Negócios Intermediação de Negócios Catálogo 2016 A BAGÉ Serviços Administrativos LTDA é uma empresa intermediadora de negócios no setor de Construção Civil, tendo em seu portfólio os seguintes produtos: Vergalhões

Leia mais

Acessórios para Drywall

Acessórios para Drywall Acessórios para Drywall 1 Painéis de Gesso Sheetrock UltraLight Inovação Até 30% mais leve que as chapas disponíveis no mercado; Combina formulações existentes e processos com novas tecnologias patenteadas.

Leia mais

Relatório Parcial Bolsa de iniciação científica do projeto FAPESC 1. ANÁLISE DE SISTEMAS ESTRUTURAIS E MATERIAIS

Relatório Parcial Bolsa de iniciação científica do projeto FAPESC 1. ANÁLISE DE SISTEMAS ESTRUTURAIS E MATERIAIS Tecnologias, sistemas construtivos e tipologias para habitações de interesse social em reassentamentos Relatório Parcial Bolsa de iniciação científica do projeto FAPESC Priscila Engel, UFSC - FAPESC. Período:06/2012

Leia mais

REVESTIMENTOS. Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto

REVESTIMENTOS. Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto REVESTIMENTOS Curso Técnico em Edificações Disciplina: Técnicas de Construção Civil 3 Profª Nayra Y. Tsutsumoto REVESTIMENTOS O que é revestimento? Revestimentos mais comuns Argamassas Cerâmicos Pedra

Leia mais

ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15)

ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15) ArtMill Acessórios Ltda EPP Rua Antonio Amorim, 100 Distrito Industrial Cerquilho/SP Fone/Fax: (15) 3288 4888 1 - A marcação da base é fundamental para determinar o tamanho a ser usado na construção, fator

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio de Janeiro - Campus Pinheiral Planilha Orçamentária - Projeto Padrão

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Rio de Janeiro - Campus Pinheiral Planilha Orçamentária - Projeto Padrão 1 SERVIÇOS PRELIMINARES R$ 4.380,62 1.1 74077/001 SINAPI 1.2 85423 SINAPI 1.3 90778 SINAPI LOCACAO CONVENCIONAL DE OBRA, ATRAVÉS DE GABARITO DE TABUAS CORRIDAS PONTALETADAS, SEM REAPROVEITAMENTO ISOLAMENTO

Leia mais