Seminário Ministério das Comunicações Anatel e Abert

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Seminário Ministério das Comunicações Anatel e Abert"

Transcrição

1 Seminário Ministério das Comunicações Anatel e Abert O Novo Papel da Anatel na Radiodifusão MARCONI THOMAZ DE SOUZA MAYA Superintendente de Serviços de Comunicação de Massa Recife, 4 de maio de 2012

2 O Novo Papel da Anatel da Regulação na Radiodifusão Agenda Previsão Legal Serviços de Radiodifusão Fluxo das atividades Acordos de Cooperação I e II Anatel e Ministério das Comunicações Resoluções nº 584/2012 e nº 583/2012 Números Rádio e TV

3 Atuação da Anatel Das Competências Lei Geral de Telecomunicações Art O espectro de radiofrequências é um recurso limitado, constituindo se se em bem público, administrado pela Agência. Art Observadas as atribuições i de fi faixas segundo tratados e acordos internacionais, a Agência manterá plano com a atribuição, distribuição e destinação de radiofreqüências, e detalhamento necessário ao uso das radiofrequências i associadas id aos diversos serviços e atividades id d de telecomunicações, atendidas suas necessidades específicas e as de suas expansões. 1 O plano destinará faixas de radiofrequência para:... III serviços de radiodifusão;...

4 Atuação da Anatel Das Competências Lei Geral de Telecomunicações Art A outorga dos serviços de radiodifusão sonora e de sons e imagens fica excluída da jurisdição da Agência, permanecendo no âmbito de competências do Poder executivo, devendo a Agência elaborar e manter os respectivos planos de distribuição de canais, levando em conta, inclusive, os aspectos concernentes à evolução tecnológica.

5 Atuação da Anatel Serviços de Radiodifusão Gestão do Espectro Rdi Radioelétrico i Instrumentos de gestão Anatel Plano de Atribuição, Distribuição e Destinação de Radiofrequências; Elaboração e manutenção dos planos de distribuição de canais; Certificação/Homologação ç de equipamentos; Regulamentação Técnica; Autorização de Uso de Radiofrequências; Fiscalização. Atribuições da SCM Elaboração e manutenção dos planos de distribuição de canais; Autorização de Uso de Radiofrequências; Regulamentação Técnica dos serviços de Radiodifusão alcança também seus auxiliares e ancilares

6 Atuação da Anatel Serviços de Radiodifusão De1998 até 09/2004 Anatel Planos de Distribuição Regulamentação Técnica Aprovação de Local de Instalação Autorização de Uso de RFs Licenciamento de Estações MC Regulamentação dos Serviços Outorga Após edição do Decreto nº de 30/09/2004. Planos de Distribuição Regulamentação Técnica Autorização de Uso de RFs Regulamentação dos Serviços; Outorga; Aprovação de Local de Instalação; Licenciamento de estações Estrutura Regimental do MC, mantida st utu a eg e ta do C, a tda com a edição do Decreto nº 7.462, de 19 de abril de 2011

7 Atuação da Anatel Serviços de Radiodifusão Síntese das atribuições tib iõ elaboração e manutenção dos planos básicos de canais a serem usadospelos prestadores de serviços de radiodifusão; gerenciamento dos planos de canais (PBTV, PBRTV, PBTVD, PBFM, PBOM, PBOC), considerando as características técnicas de cada serviço, visando serviços dequalidade e sem interferências; edição e aprovação da regulamentação técnica; expedição do ato de autorização da radiofrequência associada para os p ç ç q p prestadores do serviço de radiodifusão.

8 Solicitações de Serviço Atuação da Anatel Fluxo das atividades 1 Licença para Funcionamento sim MC Existe canal? Processo de Outorga Deliberação do Congresso Nacional Portaria de Aprovação de Locais e Equipamentos não MC solicita Análise de Viabilidade Técnica 1 Autorização de Uso de RF Ana atel É viável? sim Publica Consulta Pública Atualiza o Respectivo Plano Básico não Informa MC

9 Acordo de Cooperação Técnica Anatel/MC I Cooperação mútua entre o Ministério i i das Comunicações e a Anatel, visando a definição das funcionalidades de um conjunto de sistemas de informação capazes de atender a demanda por informações necessárias para dar suporte à regulação da Radiodifusão brasileira: Mapear a situação atual das bases de dados e dos sistemas de informação que apoiam a regulação da Radiodifusão; Definir funcionalidades e informações necessárias à regulação da Radiodifusão; Sugerir estratégia a ser adotada, visando implementação de Solução, com base nas funcionalidades definidas.

10 Acordo de Cooperação Técnica Anatel/MC II Delegação de competência à Agência: Análise de processos técnicos de engenharia referentes à fase de pós outorga dos serviços de radiodifusão e seus ancilares e auxiliares, que inclui: alteração de características técnicas; alteração de local de instalação das estações; alteração de frequência ou canal de operação; mudança de transmissor e/ou sistema irradiante; alteração dolocal doestúdio; enquadramento em novas características de plano básico; aumento de potência; e mudança de classe; licenciamento das estações.

11 Atuação da Anatel Planos Básicos Et Estudo para inclusão de canal Até edição do Decreto nº de 16 de janeiro de 2012; por demanda do Ministério das Comunicações; baseado em projeto técnico apresentado pela interessada. Após edição do Decreto nº de 16 de janeiro de 2012; por demanda do Ministério das Comunicações; baseado exclusivamente em sistemas e estudos da Anatel. Art. 1.º O Regulamento dos Serviços de Radiodifusão, aprovado pelo Decreto no , de 31 de outubro de 1963, passa a vigorar com as seguintes alterações: Art. 10, 4º Os estudos deviabilidadetécnica d i visando à inclusão de canal no respectivo plano de distribuição serão elaborados exclusivamente pela Agência Nacional de Telecomunicações, mediante solicitação it do Ministérioi i das Comunicações.

12 Atuação da Anatel Planos Básicos Consulta Pública SCE01/2012 MC Portaria MC nº 216, de 01 de março de 2012 Objeto da Consulta: Novo regramento para as solicitações de alteração das características técnicas de operação de emissoras de serviços de radiodifusão e ancilares, que resultem em alteração de classe; Proposta Os pedidos relativos à alteração de características técnicas de operação que resultem em promoção de classe, deverão ser acompanhados do estudo de viabilidade técnica correspondente (Art. 6º, da proposta); Os estudos serão remetidos à Anatel para que se manifeste sobre sua viabilidade e opine sobre as condições necessárias para o adequado atendimento (Art. 6º 3º)

13 Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso de Frequências para SARC, RpTV e CFTV Resolução nº 584, de 27 de março de 2012 (C.P.n.º 833/2007) Atualização da regulamentação considerando todas as alterações já ocorridas em diversas subfaixas do Sarc, RpTV e CFTV; Destinar a subfaixa a de radiofrequências de 746 MHz a 800 MHz (Canais 60 a 68), para uso até 29 de junho de 2016, ao Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens (TV) e ao Serviço de Retransmissão de Sons e Imagens (RTV), nas capitais e municípios constantes do Anexo III do Regulamento, ambos em caráter primário e sem exclusividade; Manter a destinação, para o RpTV, para uso em caráter primário e sem exclusividade, id d na subfaixa de radiofrequências i de 746 MHz a800 MHz, exceto nas capitais e nos municípios constantes no Anexo III do Regulamento, e na subfaixa de radiofrequências de 800 MHz a 806 MHz (Canal 69), em todo o território nacional; Determinar a realização de estudos, com prazo de conclusão até dezembro de 2012, visando definir o uso futuro do espectro de radiofrequências, em especial ilna fi faixa de 698 MHza806 MHz.

14 Regulamento Técnico para Prestação do Serviço de Radiodifusão de Sons e Imagens e de Retransmissão Rt de Televisão. Tl iã Resolução nº 583, de 27 de março de 2012 (C.P. n.º 835/2007) Incorporar os canais 60 a 68 (746,99 MHz a 800,00 MHZ) à canalização utilizável por esses serviços; Especificar: Valores de intensidade de campo E (50,50) nos contornos de serviço, em db; Contornos protegidos em VHF e UHF; Valores de intensidade de campo interferente para VHF e UHF; Critérios para Emprego das Máscaras do Espectro de Transmissão; Canalização para TV digital; Classificação das Estações em Função de suas Características Máximas para a Faixa de UHF.

15 Planos Básicos de Distribuição de Canais Radiodifusão Sonora Canais FM OM OC OT Outorgados* Vagos (ainda não outorgados) Total * Inclui os canais autorizados pela Portaria MC nº 86, de 15/02/2012 Radiodifusão Comunitária Em operação 3.856

16 Planos Básicos de Distribuição de Canais Radiodifusão de Sons e Imagens Planos Básicos de Televisão Canais Analógicos Canais Digitais PBTV e PBRTV PBTVD Outorgados* Vagos Previstos** Consignados *Inclui canais secundários de RTV ** Não inclui canais secundários de RTV Canalização de TV Digital Conclusão do Pareamento TV/RTV Primária Distrito Federal Consulta Pública em elaboração

17 Cobertura da Televisão Digital no Brasil Em números Inicial» Informações Técnicas» Radiodifusão» Apresentação»Serviços de radiodifusão» Regulamentos técnicos»planos básicos»televisão Digital»Rádio Digital» Palestras» Estudos e Pesquisas

18 Cobertura da Televisão Digital no Brasil Em números

19 Obrigado! Recife, 4 de junho de 2012

PLANO BÁSICO DE DISTRIBUIÇÃO DE CANAIS DIGITAIS - PBTVD

PLANO BÁSICO DE DISTRIBUIÇÃO DE CANAIS DIGITAIS - PBTVD PLANO BÁSICO DE DISTRIBUIÇÃO DE CANAIS DIGITAIS - PBTVD Ara A. Minassian Hotel Blue Tree Brasília/DF 18/05/2005 23º Congresso Brasileiro de Radiodifusão Serviços de Radiodifusão de Sons e Imagens Canalização

Leia mais

CONVERSANDO COM A SET

CONVERSANDO COM A SET Departamento de Outorgas CONVERSANDO COM A SET Patrícia Ávila / William Ivo Brasília, agosto de 2012 REGULAMENTO DO SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO E RTV/RpTV Decreto nº 7.670, de 2012 Análise mais rigorosa da

Leia mais

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira

O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira O Ministério das Comunicações e a Radiodifusão Brasileira 1 Secretaria de Serviços de Comunicação Eletrônica Ações 2011. 2 Comunicação Eletrônica A comunicação eletrônica está em fase de transição tecnológica

Leia mais

Resolução nº 625, de 11 de novembro de 2013

Resolução nº 625, de 11 de novembro de 2013 Resolução nº 625, de 11 de novembro de 2013 Aprova a Atribuição, a Destinação e o Regulamento sobre Condições de Uso de Radiofrequências na Faixa de 698 MHz a 806 MHz. Observação: Este texto não substitui

Leia mais

PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO Aspectos Regulatórios e Procedimentais SET/SUL 2016

PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO Aspectos Regulatórios e Procedimentais SET/SUL 2016 PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO 2018 Aspectos Regulatórios e Procedimentais SET/SUL 2016 Aspectos Regulatórios RTV SECUNDÁRIA DIGITAL POLÍTICA INICIAL RTVs secundárias analógicas RTVs primárias digitais

Leia mais

PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008.

PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008. Data de Publicação do D.O.U 15 de dezembro de 2008 PORTARIA n.º 475 de 12 de dezembro de 2008. A SECRETÁRIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA DO MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições,

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 568, DE 15 DE JUNHO DE 2011.

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 568, DE 15 DE JUNHO DE 2011. AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 568, DE 15 DE JUNHO DE 2011. Republica, com alterações, o Regulamento sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofrequências na Faixa de 148 MHz a 174

Leia mais

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO?

É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? A OCUPAÇÃO DE ESPECTRO, O COMPARTILHAMENTO E OUTRAS QUESTÕES CONCEITUAIS É POSSÍVEL MEDIR A OCUPAÇÃO EFICIENTE DO ESPECTRO? SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO 43º ENCONTRO TELE.SÍNTESE

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 7.302/SEI, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2017 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES,

Leia mais

Audiência Pública. Impacto da Digitalização dos Serviços de Radiodifusão nos Procedimentos de Outorga de Rádio e Televisão

Audiência Pública. Impacto da Digitalização dos Serviços de Radiodifusão nos Procedimentos de Outorga de Rádio e Televisão Audiência Pública Agência Nacional de Telecomunicações Impacto da Digitalização dos Serviços de Radiodifusão nos Procedimentos de Outorga de Rádio e Televisão Ara Apkar Minassian Superintendente de Serviços

Leia mais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais

Ministério das Comunicações. Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais 56 o Painel Telebrasil O papel das telecomunicações no desenvolvimento do País Definições de espectro para o futuro dos serviços digitais Miriam Wimmer Ministério das Comunicações Brasília, 29 de agosto

Leia mais

23 congresso Paranaense de Radiodifusão

23 congresso Paranaense de Radiodifusão Gerência Regional da Anatel nos estados do Paraná e Santa Catarina - ER03 23 congresso Paranaense de Radiodifusão Foz do Iguaçu/PR, 11 a 13/11/2015 Reunião de Acompanhamento Gerencial Página 1 Acordo de

Leia mais

Ministério das Comunicações

Ministério das Comunicações CLIPPING ABRATEL DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO DIA 31.01.2012 SEÇÃO I Ministério das Comunicações AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES CONSELHO DIRETOR DESPACHOS DO PRESIDENTE Em 25 de janeiro de 2012 No-

Leia mais

As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM

As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM As condições impostas pelo Governo para a migração das rádios AM para FM CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA CCTCI SETEMBRO/2015 Motivações Necessidade da Migração:

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N - 325, DE 3 DE JULHO DE 2012 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o que consta do Processo

Leia mais

Agência Nacional de Telecomunicações Gerência de Certificação - RFCEC/RFCE/SRF SÍNTESE DO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO

Agência Nacional de Telecomunicações Gerência de Certificação - RFCEC/RFCE/SRF SÍNTESE DO ESCOPO DA ACREDITAÇÃO Laboratório LABELO/PUCRS Acreditação n CRL 0075 Produto Ensaios acreditados Norma e/ou procedimento Alarme para linha telefônica Modem analógico Equipamento de fac-simile Telefone de assinante Telefone

Leia mais

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações,

ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA. Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, ANEXO I FORMULÁRIO PADRONIZADO PARA SOLICITAÇÃO DE RTV SECUNDÁRIA 1. REQUERIMENTO Excelentíssimo Sr. Ministro de Estado das Comunicações, A , CNPJ nº , com endereço na

Leia mais

Prof. Cláudio Henrique Albuquerque Rodrigues

Prof. Cláudio Henrique Albuquerque Rodrigues Prof. Cláudio Henrique Albuquerque Rodrigues As estações terão direito a um outro canal de 6 MHz, permitindo uma transição para a tecnologia digital sem haver interrupção da transmissão de sinais analógicos.

Leia mais

- Novo RUE: Resolução nº 671/2016 (DOU 07/11/16) Facilidade de acesso ao espectro: maior ocupação do espectro e aumento do número de prestadoras

- Novo RUE: Resolução nº 671/2016 (DOU 07/11/16) Facilidade de acesso ao espectro: maior ocupação do espectro e aumento do número de prestadoras 1 - Novo RUE: Resolução nº 671/2016 (DOU 07/11/16) Facilidade de acesso ao espectro: maior ocupação do espectro e aumento do número de prestadoras Simplificação do pedido de autorização de uso de RF (documentação)

Leia mais

PORTARIA Nº 127, DE 12 DE MARÇO DE O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso da atribuição que lhe

PORTARIA Nº 127, DE 12 DE MARÇO DE O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso da atribuição que lhe PORTARIA Nº 127, DE 12 DE MARÇO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso da atribuição que lhe confere o art. 223 da Constituição Federal, e com base na Lei nº 4.117, de 27 de agosto de 1962,

Leia mais

SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO

SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DE OUTORGA E RECURSOS À PRESTAÇÃO SET EXPO 2016 Vitor Elisio Goes de Oliveira Menezes Superintendente Sistema de Controle de Radiodifusão SCR O que é o Mosaico? Administração Administração

Leia mais

Gestão do Espectro Radioelétrico para Prestação de Serviços de Telecomunicações

Gestão do Espectro Radioelétrico para Prestação de Serviços de Telecomunicações Gestão do Espectro Radioelétrico para Prestação de Serviços de Telecomunicações Regulamentação das Condições de Uso de Faixas de Radiofrequências e Homologação de Equipamentos SEMINÁRIO DE GESTÃO E DEFESA

Leia mais

NORMA TÉCNICA DE FM ATUAL

NORMA TÉCNICA DE FM ATUAL NORMA TÉCNICA DE FM ATUAL REVISÃO DA NORMA TÉCNICA PARA ATUAL REALIDADE Resolução nº. 67 de 12 de novembro de 1998, Publicada no D.O.U. de 13/11/1998. FAIXA DE FM ATUAL: 87,5 a 108 MHz CANAIS: 198 ao 300

Leia mais

A TV Digital no Brasil

A TV Digital no Brasil Agência Nacional de Telecomunicações Superintendência de Serviços de Comunicação de Massa A TV Digital no Brasil 30 de março de 2007 Ara Apkar Minassian Superintendente SET- São Paulo/SP 30 de março e

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO SEÇÃO I AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE FISCALIZAÇÃO GERÊNCIA REGIONAL NOS ESTADOS DE PERNAMBUCO, PARAÍBA E ALAGOAS DESPACHOS DO GERENTE Aplica às entidades abaixo relacionadas

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA DEACHOS DA SECRETÁRIA Em 19 de setembro de 2016 Nº 1.699 - A SECRETÁRIA DE SERVIÇOS

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GERÊNCIA-GERAL DE FISCALIZAÇÃO ESCRITÓRIO REGIONAL NA BAHIA DESPACHOS DO GERENTE O GERENTE DO ESCRITÓRIO REGIONAL DA BAHIA E SERGIPE DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES,

Leia mais

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas

A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas A ANATEL E O WIMAX Redes comunitárias e redes competitivas PORTO ALEGRE WIRELESS Eduardo Ramires 1 Abordagem As novas tecnologias de acesso sem fio à INTERNET. Regulação da Internet e redes municipais

Leia mais

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS

Anatel. As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais. IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Anatel As Ações Públicas para Incentivo a Programas de Cidade Digitais IV Seminário de Telecomunicações Inovar para Crescer - FIERGS Porto Alegre, 20 de agosto de 2009. Eng. João Jacob Bettoni Gerente

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.436, DE 11 DE NOVEMBRO DE 2014 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, de acordo com o art. 31-A do Decreto

Leia mais

ERICSON M. SCORSIM DIREITO DAS COMUNICAÇOES. REGIME JURíDICO: Telecomunicações, Internet Televisão e Publicidade. B18UOTECA DO SENADO FEDERAL

ERICSON M. SCORSIM DIREITO DAS COMUNICAÇOES. REGIME JURíDICO: Telecomunicações, Internet Televisão e Publicidade. B18UOTECA DO SENADO FEDERAL [. ERICSON M. SCORSIM DIREITO DAS - COMUNICAÇOES REGIME JURíDICO: Telecomunicações, Internet Televisão e Publicidade. B18UOTECA DO SENADO FEDERAL SUMÁRIO APRESENTAÇÃO DO DIREITO DAS COMUNICAÇÔES....13

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 465, DE 17 DE JUNHO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, conforme o disposto no art. 6º, Parágrafo

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum. MERCOSUL/GMC/RES. N 61/01 PAUTAS NEGOCIADORAS DO SGT N 1 COMUNICAÇÕES TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções N 38/95, 15/96 e 20/96 do Grupo Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências

Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Tendências para Utilização do Espectro de Radiofrequências Evolução do uso do espectro, da regulação e principais projetos da Anatel sobre o tema RFCEE/RFCE/SRF AGENDA Evolução do uso do espectro de RF

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE RADIOFREQUÊNCIA E FISCALIZAÇÃO ATO N - 1.407, DE 4 DE MARÇO DE 2013 Autorizar RADIO E TELEVISAO RECORD S.A, CNPJ nº 60.628.369/0001-75 a realizar

Leia mais

Resolução e Regulamento sobre Condições de Uso de Radiofrequências na Faixa de 698 MHz a 806 MHz. Conselheiro Rodrigo Zerbone Loureiro

Resolução e Regulamento sobre Condições de Uso de Radiofrequências na Faixa de 698 MHz a 806 MHz. Conselheiro Rodrigo Zerbone Loureiro Resolução e Regulamento sobre Condições de Uso de Radiofrequências na Faixa de 698 MHz a 806 MHz Conselheiro Rodrigo Zerbone Loureiro 31 de outubro de 2013 Faixa de 698 MHz a 806 MHz Transição da TV Analógica

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I ATOS DO CONGRESSO NACIONAL

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I ATOS DO CONGRESSO NACIONAL SEÇÃO I ATOS DO CONGRESSO NACIONAL No- 221, DE 2015 Aprova o ato que renova a permissão outorgada à RÁDIO ALMENARA STÉREO FM LTDA. para executar serviço de radiodifusão sonora em frequência modulada na

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 388, DE 3 DE FEVEREIRO DE 2017 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES,

Leia mais

12/08/2014. Esclarecimentos quanto às condições de uso de RF na subfaixa de ,5 MHz por transceptores de radiação restrita

12/08/2014. Esclarecimentos quanto às condições de uso de RF na subfaixa de ,5 MHz por transceptores de radiação restrita No Brasil a utilização das Frequências Wireless é regulamentada pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), atualmente regida pela Resolução 365/2004. Prof. Marcel Santos Silva Redes Wireless 2

Leia mais

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires

A REGULAÇÃO DO WIMAX. WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires A REGULAÇÃO DO WIMAX WIMAX BRASIL Conference & Expo 2007 Eduardo Ramires 1 Abordagem O que é o WIMAX? A Regulação dos serviços de Telecom. Administração do espectro. A Licitação do Wimax e a Competição

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA PORTARIA No- 1.595, DE 16 DE ABRIL DE 2015 O SECRETÁRIO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA no uso das atribuições

Leia mais

WORKSHOP de SARC e RpTV. Problemas para o autocadastramento

WORKSHOP de SARC e RpTV. Problemas para o autocadastramento WORKSHOP de SARC e RpTV Problemas para o autocadastramento Problemas para o autocadastramento Fábio Fonseca 1h00 Regulamentação Homologação das antenas Padronização do tratamento pelos Escritórios Regulamentação

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA PORTARIA Nº 641, DE 18 DE FEVEREIRO DE 2016 O SECRETÁRIO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA, SUBSTITUTO tendo em

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.652/SEI, DE 11 DE JULHO DE 2017 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

Leia mais

O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO

O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática Brasília, 20 de outubro de 2009 O IMPACTO DA DIGITALIZAÇÃO DOS SERVIÇOS DE RADIODIFUSÃO NOS PROCEDIMENTOS DE OUTORGA DE RÁDIO E TELEVISÃO Prof.

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 572, DE 3 DE MARÇO DE 2016 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, e tendo em vista o que consta do Processo

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I GABINETE DO MINISTRO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I GABINETE DO MINISTRO SEÇÃO I GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 215, DE 2 DE FEVEREIRO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições, considerando o disposto no inciso II do art. 9o e art. 19 do Regulamento

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA PORTARIA Nº 442, DE 18 DE MARÇO DE 2016 O SECRETÁRIO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA, no uso das atribuições que

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 2.409, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2016 no uso da atribuição que lhe confere o artigo 87, parágrafo único,

Leia mais

Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital

Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital Processo de Adaptação do serviço de RTV para tecnologia digital PERGUNTAS E RESPOSTAS FREQUENTES 1. O que são Entidades Cedentes de Programação ECP? São as entidades geradoras de televisão que disponibilizam

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA N - 287, DE 6 DE JUNHO DE 2012 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições, e tendo em vista o que consta do Processo

Leia mais

ANATEL sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofrequências. Aplicação das Resoluções 558/ /2011 Consulta Pública 016/2013

ANATEL sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofrequências. Aplicação das Resoluções 558/ /2011 Consulta Pública 016/2013 Processo de Outorga e Regulamentos da ANATEL sobre Canalização e Condições de Uso de Radiofrequências Aplicação das Resoluções 558/2010 568/2011 Consulta Pública 016/2013 Visão Que ferrovia desejamos no

Leia mais

PROJETO DE LEI N o 4799, DE 2009

PROJETO DE LEI N o 4799, DE 2009 PROJETO DE LEI N o 4799, DE 2009 (Do Sr. Wladimir Costa) Acrescenta o art. 117-A na Lei n.º 4.117, de 27 de agosto de 2002, com o objetivo de assegurar a concessão e autorização de outorga de canal analógico

Leia mais

PORTARIA Nº 925, DE 22 DE AGOSTO DE 2014

PORTARIA Nº 925, DE 22 DE AGOSTO DE 2014 PORTARIA Nº 925, DE 22 DE AGOSTO DE 2014 MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO DOU de 27/08/2014 (nº 164, Seção 1, pág. 93) O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que

Leia mais

Transmissão do direito de utilização de frequências da Rádio Beira Interior C.R.L. para a titularidade da RACAB - Rádio Castelo Branco, Lda.

Transmissão do direito de utilização de frequências da Rádio Beira Interior C.R.L. para a titularidade da RACAB - Rádio Castelo Branco, Lda. DECISÃO Transmissão do direito de utilização de frequências da Rádio Beira Interior C.R.L. para a titularidade da RACAB - Rádio Castelo Branco, Lda. 1. Pedido Na sequência do pedido de cessão do serviço

Leia mais

COMUNICAÇÃO SOCIAL DANIEL PIMENTEL SLAVIERO CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 09/10/2006 1

COMUNICAÇÃO SOCIAL DANIEL PIMENTEL SLAVIERO CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL 09/10/2006 1 O PAPEL DO RÁDIO NA COMUNICAÇÃO SOCIAL CONSELHO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DANIEL PIMENTEL SLAVIERO 09/10/2006 1 A RADIODIFUSÃO EM DATAS 1893 - O padre e cientista brasileiro Roberto Landell de Moura realizou

Leia mais

DECISÃO. Transmissão do direito de utilização de frequências da Empresa Rádio Cávado

DECISÃO. Transmissão do direito de utilização de frequências da Empresa Rádio Cávado DECISÃO Transmissão do direito de utilização de frequências da Empresa Rádio Cávado Lda. para a titularidade da GLOBINÓPLIA, Unipessoal, Lda.. 1. Pedido Na sequência do pedido de cessão do serviço de programas

Leia mais

Audiência Pública PLS nº 483/2008. Serviço de Televisão Comunitária

Audiência Pública PLS nº 483/2008. Serviço de Televisão Comunitária Audiência Pública PLS nº 483/2008 Agência Nacional de Telecomunicações Ara Apkar Minassian Superintendente de Serviços de Comunicação de Massa Serviço de Televisão Comunitária Senado Federal Comissão de

Leia mais

EAD SEJA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DO PILOTO DE RIO VERDE, PREPARATIVOS DE BRASÍLIA E SÃO PAULO E PROJEÇÕES PARA O BRASIL

EAD SEJA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DO PILOTO DE RIO VERDE, PREPARATIVOS DE BRASÍLIA E SÃO PAULO E PROJEÇÕES PARA O BRASIL EAD SEJA DIGITAL: A EXPERIÊNCIA DO PILOTO DE RIO VERDE, PREPARATIVOS DE BRASÍLIA E SÃO PAULO E PROJEÇÕES PARA O BRASIL São Paulo, 29 de agosto de 2016 COMO OS ENTES DO MERCADO PODEM SE PREPARAR PARA O

Leia mais

O Futuro do Espectro no Brasil: como Atender às Necessidades de Espectro para os Novos Serviços?

O Futuro do Espectro no Brasil: como Atender às Necessidades de Espectro para os Novos Serviços? O Futuro do Espectro no Brasil: como Atender às Necessidades de Espectro para os Novos Serviços? Eng. Maximiliano Salvadori Martinhão Gerente-Geral de Certificação e Engenharia do Espectro maximiliano@anatel.gov.br

Leia mais

MIGRAÇÃO AM X FM ONDA MÉDIA X FREQUÊNCIA MODULADA

MIGRAÇÃO AM X FM ONDA MÉDIA X FREQUÊNCIA MODULADA MIGRAÇÃO AM X FM ONDA MÉDIA X FREQUÊNCIA MODULADA 84,7 MHz ATUALIZAÇÃO OUTORGAS PROCESSOS efm TRANSMISSORES - RECEPTORES PAINEL E MODERAÇÃO: EDUARDO CAPPIA PAINEL: CAUÊ FRANZON 1º JUNHO 2016 AGENDA: 10:40

Leia mais

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS?

COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? Tula Peters Diretoria Jurídica 02/12/2008 COMO ATENDER ÀS NECESSIDADES DE ESPECTRO PARA OS NOVOS SERVIÇOS? ESTRUTURA DISTRIBUIÇÃO DO ESPECTRO SMP NO BRASIL LICITAÇÕES DE ESPECTRO SMP REALIZADAS EM 2007

Leia mais

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 417, realizada em 6 de dezembro de 2006,

CONSIDERANDO deliberação tomada em sua Reunião nº 417, realizada em 6 de dezembro de 2006, O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe foram conferidas pelo art. 22 da Lei nº 9.472, de 16 de julho de 1997, e pelo art. 35 do Regulamento da Agência

Leia mais

COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL

COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, COMUNICAÇÃO E INFORMÁTICA SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÃO, SENADO FEDERAL AS CONSEQUÊNCIAS DA ALOCAÇÃO DA BANDA DE FREQUÊNCIA EM 700 MHz, ATUALMENTE OCUPADA PELA TV ABERTA, E A ELABORAÇÃO DO EDITAL DE LICITAÇÃO PARA OS

Leia mais

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios

Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Banda Larga Móvel no Brasil: Cenário Regulatório, Espectro de Radiofrequências, Mercado, Perspectivas e Desafios Maximiliano Martinhão Secretário de Telecomunicações Brasília, 3 de junho de 2013 Espectro

Leia mais

ATO DE CONCENTRAÇÃO. NEWCO Joint Venture SBT, Record e Rede TV! Alexandre Cordeiro

ATO DE CONCENTRAÇÃO. NEWCO Joint Venture SBT, Record e Rede TV! Alexandre Cordeiro ATO DE CONCENTRAÇÃO NEWCO Joint Venture SBT, Record e Rede TV! Alexandre Cordeiro APRESENTAÇÃO OBJETO DA NEWCO REGULAÇÃO vs CONCORRÊNCIA ASPECTOS CONCORRENCIAIS MERCADO RELEVANTE ATO DE CONCENTRAÇÃO PODER

Leia mais

CONSULTORIA COMPLETTA PARA FM

CONSULTORIA COMPLETTA PARA FM CONSULTORIA COMPLETTA PARA FM Projeto inicial ou alteração do Serviço Auxiliar de Ligação para Transmissão de Programas LINK e Reportagem Externa; Requerimento e cadastro para uso temporário de radiofrequência;

Leia mais

DECISÃO. 1. Pedido. 2. Enquadramento Lei da Rádio

DECISÃO. 1. Pedido. 2. Enquadramento Lei da Rádio DECISÃO Transmissão do direito de utilização de frequências da Cristina Maria da Silva Rede, Lda. ( Rádio Douro Sul ) para a titularidade da Rádio João Bosco, Lda. 1. Pedido Na sequência do pedido de cessão

Leia mais

André Felipe S. Trindade Engenheiro de Sistemas de Comunicação Brasília DF, 05/12/12

André Felipe S. Trindade Engenheiro de Sistemas de Comunicação Brasília DF, 05/12/12 O Futuro da Rádio AM e a digitalização da radiodifusão no Brasil André Felipe S. Trindade Engenheiro de Sistemas de Comunicação Brasília DF, 05/12/12 ARádioAM: O serviço de radiodifusão sonora em ondas

Leia mais

Espectro de Radiofreqüências TV Digital

Espectro de Radiofreqüências TV Digital QUESTÕES REGULATÓRIAS Espectro de Radiofreqüências TV Câmara dos Deputados Seminário Internacional TV - obstáculos e desafios para uma nova comunicação Brasília - 16/05/2006 Regulamentação Pertinente LGT

Leia mais

A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais

A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais 43 º Encontro Tele.Síntese A Gestão do Espectro Desafios Nacionais e Padrões Globais Brasília, DF, 01 de dezembro de 2015 José Leite Pereira Filho Professor da Universidade de Brasília e Consultor Conselheiro

Leia mais

Reconfiguração do PBFM na Região Metropolitana de Florianópolis e Adjacências

Reconfiguração do PBFM na Região Metropolitana de Florianópolis e Adjacências Reconfiguração do PBFM na Região Metropolitana de Florianópolis e Adjacências (Designação de Canal Único para Utilização do Serviço de Radiodifusão Comunitária RadCom) Superintendência de Serviços de Comunicação

Leia mais

ANEXO À RESOLUÇÃO N. 288 DE 21 DE JANEIRO DE 2002

ANEXO À RESOLUÇÃO N. 288 DE 21 DE JANEIRO DE 2002 ANEXO À RESOLUÇÃO N. 288 DE 21 DE JANEIRO DE 2002 NORMA DAS CONDIÇÕES DE OPERAÇÃO DE SATÉLITES GEOESTACIONÁRIOS EM BANDA Ku COM COBERTURA SOBRE O TERRITÓRIO BRASILEIRO 1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS 1.1 Esta

Leia mais

Nota justificativa. Regulamento para operação do sistema de transmissão de dados em radiodifusão (RDS)

Nota justificativa. Regulamento para operação do sistema de transmissão de dados em radiodifusão (RDS) Nota justificativa Regulamento para operação do sistema de transmissão de dados em radiodifusão (RDS) O Decreto-Lei n.º 272/98, de 2 de setembro, que estabelece o regime de instalação e operação do sistema

Leia mais

SET REGIONAL SUL 2016 PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO 2018

SET REGIONAL SUL 2016 PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO 2018 SET REGIONAL SUL 2016 PORTO ALEGRE/RS 31/05/2016 PAINEL REGULATÓRIO DESLIGAMENTO 2018 Martim Jales Hon Sumário Breve Histórico Edital de Licitação da faixa de 700 MHz EAD e GIRED Relatório de Análise e

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA PORTARIA Nº 1.796, DE 28 DE AGOSTO DE 2012 29 de junho de 2006, bem como o que consta no Processo nº 53000.021353/2011,

Leia mais

a) a intenção de transmitir ou locar direitos de utilização, bem como a concretização da transmissão ou locação são tornadas públicas;

a) a intenção de transmitir ou locar direitos de utilização, bem como a concretização da transmissão ou locação são tornadas públicas; DECISÃO Transmissão do direito de utilização de frequências da E. D. R. Empresa de Difusão de Rádio para a titularidade da Narrativas & Melodias, Lda. 1. Pedido Na sequência do pedido de cessão do serviço

Leia mais

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G

700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G DESTINAÇÃO DA FAIXA DE 700 MHZ PARA OS SERVIÇOS DE BANDA LARGA MÓVEL 4G SENADO FEDERAL COMISSÃO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA EDUARDO LEVY BRASÍLIA, 15 DE MAIO DE 2014 em 08.abr.14 o SindiTelebrasil participou

Leia mais

Resolução nº 635, de 9 de maio de 2014

Resolução nº 635, de 9 de maio de 2014 Resolução nº 635, de 9 de maio de 2014 Aprova o Regulamento sobre Autorização de Uso Temporário de Radiofrequências Observação: Este texto não substitui o publicado no DOU de 12/5/2014. O CONSELHO DIRETOR

Leia mais

Destinação e Licitação da Faixa de 700 MHz

Destinação e Licitação da Faixa de 700 MHz Destinação e Licitação da Faixa de 700 MHz Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática Senado Federal 9-7-2013 Agenda Atribuições e missão da SET Grupos SET de Trabalho Testes

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO N.º 62.866, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2006.

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO N.º 62.866, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2006. AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ATO N.º 62.866, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2006. O SUPERINTENDENTE EXECUTIVO DA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES ANATEL, no uso de suas competências, consoante o disposto

Leia mais

PORTARIA Nº 652 DE 10 DE OUTUBRO DE 2006.

PORTARIA Nº 652 DE 10 DE OUTUBRO DE 2006. PORTARIA Nº 652 DE 10 DE OUTUBRO DE 2006. O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, parágrafo único, incisos II e IV, da Constituição, e tendo em vista o

Leia mais

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO

DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DIFICULDADES PARA INSTALAÇÃO DE INFRAESTRUTURA DE TELECOMUNICAÇÕES NO BRASIL SEMINÁRIO DO INSTITUTO DE DIREITO APLICADO Brasília, 21 de agosto de 2013 EDUARDO LEVY crescimento do setor de telecomunicações

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES CLIPPING ABRATEL DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO. 29.05.12 SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE RADIOFREQUÊNCIA E FISCALIZAÇÃO ATO N -2.996, DE 28 DE

Leia mais

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SUPERINTENDÊNCIA DE RADIOFREQUÊNCIA E FISCALIZAÇÃO GERÊNCIA-GERAL DE FISCALIZAÇÃO ESCRITÓRIO REGIONAL NO ESTADO DO PARÁ DESPACHO DO GERENTE REGIONAL Aplica às entidades,

Leia mais

003 SAÚDE DA FAMÍLIA COM SAÚDE BUCAL - MOD II

003 SAÚDE DA FAMÍLIA COM SAÚDE BUCAL - MOD II PORTARIA PORTARIA PORTARIA 82 ISSN 677-7042 003 SAÚDE DA FAMÍLIA COM SAÚDE BUCAL - MOD II 5726-AUXILIAR DE ENFERMAGEM DO PSF ou 0729-TECNICO DE ENFERMAGEM DO PSF

Leia mais

36 PAINEL TELE.SÍNTESE

36 PAINEL TELE.SÍNTESE 36 PAINEL TELE.SÍNTESE 4G E A FAIXA DE 700 MHz OS ESTUDOS DE INTERFERÊNCIA Brasília DF, 4 de fevereiro de 2014 HISTÓRICO SOBRE A LIBERAÇÃO DA FAIXA: CONSULTA PÚBLICA N 12/2012 da Anatel: sinalização da

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 3.500/SEI, DE 28 DE SETEMBRO DE 2017 O MINISTRO DE ESTADO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES,

Leia mais

REGULAMENTO SOBRE CONDIÇÕES DE USO DE RADIOFREQÜÊNCIAS PELO SERVIÇO DE RADIOAMADOR CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS CAPÍTULO II DAS FAIXAS DE RADIOFREQÜÊNCIAS

REGULAMENTO SOBRE CONDIÇÕES DE USO DE RADIOFREQÜÊNCIAS PELO SERVIÇO DE RADIOAMADOR CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS CAPÍTULO II DAS FAIXAS DE RADIOFREQÜÊNCIAS ANEXO À RESOLUÇÃO N o 452, DE 11 DE DEZEMBRO DE 2006. REGULAMENTO SOBRE CONDIÇÕES DE USO DE RADIOFREQÜÊNCIAS PELO SERVIÇO DE RADIOAMADOR CAPÍTULO I DOS OBJETIVOS Art. 1 o Este Regulamento tem por objetivo

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA DEPARTAMENTO DE ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA DESPACHO DO DIRETOR Em 5 de fevereiro

Leia mais

ANTENAS E PROPAGAÇÂO. Projeto gráfico, fotos, capa e conteúdo: S. Rocha Revisão : Professora de literatura Mara Pará

ANTENAS E PROPAGAÇÂO. Projeto gráfico, fotos, capa e conteúdo: S. Rocha Revisão : Professora de literatura Mara Pará ANTENAS E PROPAGAÇÂO Eng. Telecomunicações Samuel Rocha, 1954- Antenas e Propagação ISBN 978-85-908626-1-1 Rio de Janeiro, Studium Telecom, 1ª Edição, 2006 Copyright 2006 Todos os direitos reservados.

Leia mais

JOÃO BATISTA DE REZENDE Presidente do Conselho

JOÃO BATISTA DE REZENDE Presidente do Conselho AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO N o 582, DE 26 DE MARÇO DE 2012 Aprova o Modelo de Termo de Autorização do Serviço de Acesso Condicionado (SeAC) O CONSELHO DIRETOR DA AGÊNCIA NACIONAL DE

Leia mais

DO PLANEJAMENTO ATÉ IMPLANTAÇÃO DA REDE: PREDIÇÃO DE COBERTURA AS BUILT DA INSTALAÇÃO MEDIDAS DE SINAL EM CAMPO CONFORMIDADE LEGAL.

DO PLANEJAMENTO ATÉ IMPLANTAÇÃO DA REDE: PREDIÇÃO DE COBERTURA AS BUILT DA INSTALAÇÃO MEDIDAS DE SINAL EM CAMPO CONFORMIDADE LEGAL. DO PLANEJAMENTO ATÉ IMPLANTAÇÃO DA REDE: PREDIÇÃO DE COBERTURA AS BUILT DA INSTALAÇÃO MEDIDAS DE SINAL EM CAMPO CONFORMIDADE LEGAL. PAINEL - TEORIA E PRÁTICA DA COBERTURA DE TV DIGITAL MODERADOR : FRED

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE DEPARTAMENTO DE COMERCIAL COORDENAÇÃO-GERAL DE OUTORGAS DESPACHOS DO COORDENADOR-GERAL Em 23 de maio de 2017 No- 627 -

Leia mais

Análise Numérica da Ferramenta SIGANATEL para o Cálculo de Viabilidade de Canais de FM

Análise Numérica da Ferramenta SIGANATEL para o Cálculo de Viabilidade de Canais de FM Análise Numérica da Ferramenta SIGANATEL para o Cálculo de Viabilidade de Canais de FM Paulo Henrique da Fonseca Silva e Márcio Galdino Passos Resumo Neste artigo descreve-se um estudo comparativo para

Leia mais

Políticas de incentivo a provedores regionais

Políticas de incentivo a provedores regionais 14º Encontro Provedores Regionais Políticas de incentivo a provedores regionais Montes Claros, julho de 2015 Evolução da penetração do acesso domiciliar à Internet Fonte: IBGE, PNAD Acessos fixos e móveis

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO SEÇÃO I MINISTÉRIO DAS COMUNICAÇÕES GABINETE DO MINISTRO PORTARIA No- 1.102, DE 5 DE JUNHO DE 2015 O MINISTRO DE ESTADO DAS COMUNICAÇÕES, no uso de suas atribuições e considerando o que consta do Processo

Leia mais

PROGRAMAÇÃO REGIONAL

PROGRAMAÇÃO REGIONAL PROGRAMAÇÃO REGIONAL Quem é a televisão aberta no Brasil? A televisão é o segundo item mais importante na casa do brasileiro(*): Fogão 98,6% Televisão 96,9% Geladeira 95,8% Rádio 83,4% Computador 42,9%

Leia mais

REGULAMENTO DOS SERVIÇOS DE RETRANSMISSÃO E DE REPETIÇÃO DE TELEVISÃO, ANCILARES AO SERVIÇO DE RADIODIFUSÃO DE SONS E IMAGENS CAPÍTULO I

REGULAMENTO DOS SERVIÇOS DE RETRANSMISSÃO E DE REPETIÇÃO DE TELEVISÃO, ANCILARES AO SERVIÇO DE RADIODIFUSÃO DE SONS E IMAGENS CAPÍTULO I REGULAMENTO DOS SERVIÇOS DE RETRANSMISSÃO E DE REPETIÇÃO DE TELEVISÃO, ANCILARES AO SERVIÇO DE RADIODIFUSÃO DE SONS E IMAGENS CAPÍTULO I DAS GENERALIDADES Art. 1º Ficam instituídos por este Regulamento

Leia mais

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES

CLIPPING ABERT DO DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO - DIA RADIODIFUSÃO SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SEÇÃO I MINISTÉRIO DA CIÊNCIA, TECNOLOGIA, INOVAÇÕES E COMUNICAÇÕES SECRETARIA DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA PORTARIAS DE 31 DE MARÇO DE 2016 O SECRETÁRIO DE SERVIÇOS DE COMUNICAÇÃO ELETRÔNICA,

Leia mais