DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr."

Transcrição

1 DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Sistema técnico de leitura ergonômica DESIGN DO PRODUTO Prof. Dr. João Gomes Filho

2 DESIGN DO PRODUTO Leitura Ergonômica EXEMPLOS

3 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > gravar um assunto / passos * Segurança > evitar queda (Alças, p.ex.) Conforto > pega, manuseio e peso Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > mãos / dedos Postura Corporal > variada, mãos e dedos Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > condições ambientais (iluminação) Manuseio > preciso, seguro, confortável Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > disposição dos componentes Visual > sistema de visualização Auditiva > sinais sonoros Tatil > manipulação sem olhar elementos Cinestésica > controle corporal, mãos e dedos Vibração > percepção tátil / mão Percurso cognitivo/ Informações Conceito de miniaturização

4 1 Leitura Ergonômica - FEB s Requisitos it de Projeto Tarefa > Som e Imagem (am, fm, cd, dvd, MP3) Segurança > contra roubo (dispositivos) Conforto > manuseio e percurso cognitivo Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > dedos Postura Corporal > interface: corpo, mãos e dedos Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > condições ambientais veículo Visual > sistema de visualização/ imagens Interface design gráfico/ informação Auditiva > sinais sonoros Tátil > manipulação sem olhar elementos Cinestésica > controle corporal, mãos e dedos Vibração > miníma. Depende condições trafego do veículo, solo, suspensão etc. Manuseio > preciso, seguro, confortável Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > disposição dos componentes

5 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > andar, correr, dançar etc Segurança > estrutura, salto, tiras, etc. Conforto > proteção: material e peso Estereotipo > práticas de uso consagradas (como calçar) Envoltórios Alcances Físicos >... Postura Corporal > pernas e pés (andar/ correr/ dançar) Aplicação de Força > mínimo. Materiais > durabilidade, limpeza, estética, leveza etc Climatização > piso seco, molhado, enlameado, etc Visual > Elementos do calçado (estética) Auditiva > sinais sonoros (alguns tênis) Tátil > Contato com o pé / solo Cinestésica > controle corporal, pernas / pés Vibração > com o solo: percepção sobre o corpo, Pés e pernas. Manuseio > preciso, seguro, confortável Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > disposição dos elementos Estrutural e informacional Moda Complementos

6 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > proteção e estética Segurança > resistência, costuras Conforto > tecido, corte, acabamentos Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > variadas Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, estética, simbolismo. Manuseio Operacional > praticidade Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > componentes Visual > configuração estético-formal, estilo Ttil Tatil > manipulação da roupa sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > alguns produtos (perfume) Gustativa ti > alguns produtos (batom) Moda Vestuário

7 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > proteção e estética Segurança > resistência, costuras Conforto > tecido, corte, acabamentos Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > variadas Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, estética, simbolismo. Manuseio Operacional > praticidade Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > componentes Visual > configuração estético-formal, estilo Tatil > manipulação sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > alguns produtos (peças) Gustativa > alguns produtos (batom) Moda Lingerie

8 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > proteção e estética Segurança > resistência, costuras Conforto > tecido, corte, acabamentos Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > variadas Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, estética, simbolismo. Manuseio Operacional > praticidade Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > componentes Visual > configuração estético-formal, estilo Tatil > manipulação da roupa sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > alguns produtos (alvejantes) Gustativa > alguns produtos (batom) Moda Vestuário

9 1 Leitura Ergonômica - FEB s Lacres em geral Categorias / Embalagens Farmacêutica Higiene pessoal Alimentos Cosméticos Perfumaria Papelada (serrilhado) Tipos: Garrafas / latas / caixas/ envelopes / Invólucros em geral. Materiais: diversos Soluções Projetuais Segurança > Riscos de cortes, ferimentos Conforto > Praticidade, facilidade de uso Esteriótipo > Práticas de uso esperada Informações > Claras, precisas e coerentes Força > Mínimo de esforço Produtos Nocivos: lacre inteligente à prova de uso indevido por crianças ( remédios, por exemplo).

10 1 Leitura Ergonômica - FEB s Fraldas Materiais Tamanhos Durável x Descartável Praticidade de uso Aspectos lúdicos Custo / preço Moda Infantil Curiosidade A própria publicidade enfatiza algumas soluções ergonômicas adequadas

11 1 Leitura Ergonômica - FEB s - Assentos Assento fixo - Curta permanência - Cadeira rígida: destituída de ajustes e controles - Condições de conforto relativo - Percentil: 50º (divisão de desconforto) - Ângulo de 90 0 assento-encosto inadequado. 5 0 a a a42cmAltura a PRA Ponto Referência Assento

12 1 Leitura Ergonômica - FEB s - Assentos Assentos Flexíveis Longa permanência Ajustes e controles Condições de conforto Percentis: 5 0 a 99 0 (Conforto para maioria) Ângulo de assento-encosto ajustáveis. Regulagens: - Vertical - Altura popliteal - Reclinação - Apoio para braços - Deslocável por rodízios - Suspensão - Apoio lombar ajustável - Tecido transpirável Conceito de máquina de sentar Custo-preço > alto

13 1 Leitura Ergonômica - FEB s - Postos Tarefa > Tratamento dentário/ cirurgias/ implantes etc Segurança > equipamentos e instalações Conforto > climatização / alcances / postura. Estereotipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > sentado/ em pé/ recostado Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > condições ambientais adequadas: Iluminação, ventilação, qualidade do ar, cores adequadas etc Visual > textos / ícones / símbolos Auditiva > sinais sonoros: equipamentos Tátil > manipulação sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > sensação de cheiros Sistema de comunicação > direta, indireta. Manuseio Operacional > cadeira e instrumentos Manutenção > qualidade do equipamento e periféricos Arranjo Espacial > disposição dos Componentes Local de trabalho

14 1 Leitura Ergonômica - FEB s - Postos Tarefa > digitar textos, desenhar, calcular Segurança > equipamentos e instalações Conforto > climatização / alcances / postura. Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > sentado, conforto, eficácia Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > condições ambientais / tarefa Manuseio Operacional > teclado, mouse, caneta,... Manutenção > qualidade do equipamento e periféricos Arranjo Espacial > disposição dos Componentes Visual > textos / ícones / símbolos Auditiva > sinais sonoros Tátil > manipulação sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > sensação de cheiros Postos de Trabalho

15 1 Leitura Ergonômica - FEB s Tarefa > atendimento médico (diversos) / passos * Segurança > acesso / saída - evitar queda Conforto > postura / manuseio vários dispositivos Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > mãos / dedos Postura Corporal > paciente deitado / reclinado Aplicação de Força > pequena / componentes Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > iluminação, ventilação, A. C. etc. Manuseio > preciso, seguro, confortável Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > disposição dos componentes Visual > visualização / componentes Auditiva > sinais sonoros naturais Tatil > manipulação sem olhar elementos Cinestésica > controle corporal do paciente Vibração > percepção tátil / componentes Mobiliário: Unidade ambulatório móvel

16 1 Leitura Ergonômica - FEB s - Postos Tarefa > passeio / trabalho/ competição/ etc Segurança > mecânica: estrutura, transmissão etc. Conforto > pega, manuseio, suspensão, assento e peso Estereotipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > braços/ pernas/ tronco Postura Corporal > variada: corpo/ mãos e dedos/ pés Aplicação de Força > de um mínimo a um máximo. Materiais > durabilidade, limpeza, estética, leveza etc Climatização > condições ambientais: luz, vento, frio, calor, neblina, chuva etc Visual > Elementos da bicicleta e do entorno Auditiva > Elementos da bicicleta e do entorno Tátil > Contato: usuário-bicicleta-solo Cinestésica > controle corporal, mãos e pés Vibração > com o solo: percepção sobre o corpo, partes do corpo Manuseio > preciso, seguro, confortável Manutenção > qualidade do produto Arranjo Espacial > disposição dos elementos Estrutural e informacional

17 1 Leitura Ergonômica - FEB s Postos Tarefa > Monitorar trens do Metrô S. P. Segurança > equipamentos e instalações Conforto > climatização / alcances / postura. Esteriótipo > práticas de uso consagradas Envoltórios Alcances Físicos > conforto Postura Corporal > sentado, eficácia Aplicação de Força > mínima Materiais > durabilidade, limpeza, estética... Climatização > condições ambientais / tarefa Visual > textos / ícones / símbolos Auditiva > sinais sonoros Tátil > manipulação sem olhar Cinestésica > controle corporal Olfativa > sensação de cheiros Sistema de comunicação > direta, indireta. Manuseio Operacional > teclado, mouse, caneta,... Manutenção > qualidade do equipamento e periféricos Arranjo Espacial > disposição dos Componentes Sala de Controle Operacional Metrô S. Paulo Postos de Trabalho Tarefas compartilhadas

18 BIBLIOGRAFIA João Gomes Filho Escrituras Editora. São Paulo.SP páginas

19 Obrigado pela atenção!

Sistema Técnico de Leitura Ergonômica. Prof. Dr. João Gomes Filho

Sistema Técnico de Leitura Ergonômica. Prof. Dr. João Gomes Filho LIVRO: ERGONOMIA DO OBJETO Sistema Técnico de Leitura Ergonômica P I 2009 Posturar I 2009 Prof. Dr. João Gomes Filho Bibliografia bogaa João Gomes Filho > Escrituras Editora. São Paulo. 2004 2008 8 a edição

Leia mais

Recomendações Ergonômicas

Recomendações Ergonômicas Congresso Internacional de Ergonomia 6º USIHC Usabilidade de Interface Humano-Computador Projeto Centrado no Usuário : Recomendações Ergonômicas Premissas Básicas Parte 1 Exemplos Diversos Parte 2 Prof.

Leia mais

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr.

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr. DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Sistema técnico de leitura ergonômica Prof. Dr. João Gomes Filho RECOMENDAÇÕES - SISTEMA TÉCNICO DE LEITURA ERGONÔMICA 1. Fatores Ergonômicos

Leia mais

ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação

ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação ERGONOMIA Notas de Aula - Graduação Análise Ergonômica do Trabalho - AET Ponto 02 Mario S. Ferreira Março, 2010 CONCEITUAÇÃO Análise Ergonômica do Trabalho Intervenção, no ambiente de trabalho, para estudo

Leia mais

Design Interiores. Ergonomia & Mobiliário. Reflexão Conceitual

Design Interiores. Ergonomia & Mobiliário. Reflexão Conceitual Design Interiores Ergonomia & Mobiliário Reflexão Conceitual Prof. Dr. João Gomes Filho... 2011 Design de Interiores: Espaço Residencial Ambientes Diversos Mobiliário e objetos em geral Bibliografia João

Leia mais

Palestra. Ergonomia no Espaço Residencial, de Trabalho. Conceituação Ergonomia Características Perfil Usuário. Conforto Ambiental - Dados Básicos

Palestra. Ergonomia no Espaço Residencial, de Trabalho. Conceituação Ergonomia Características Perfil Usuário. Conforto Ambiental - Dados Básicos Palestra Ergonomia no Espaço Residencial, de Trabalho &A Ambientes Diversos - Reflexões Conceituais i Parte 1 Introdução Conceituação Ergonomia Características Perfil Usuário Design Interiores - Dados

Leia mais

O Dimensionamento do Centro de Produção

O Dimensionamento do Centro de Produção O Dimensionamento do Centro de Produção (posto de trabalho) ANTROPOMETRIA estudo e sistematização das medidas físicas do corpo humano. ANTROPOMETRIA ESTÁTICA - refere-se a medidas gerais de segmentos corporais,

Leia mais

Prof. Paulo C. Barauce Bento. Ergonomia. UFPR 2007 ETAPAS. Prof. Paulo C. Barauce Bento. Ergonomia. UFPR 2007. Prof. Paulo C.

Prof. Paulo C. Barauce Bento. Ergonomia. UFPR 2007 ETAPAS. Prof. Paulo C. Barauce Bento. Ergonomia. UFPR 2007. Prof. Paulo C. Ergonomia Posto de trabalho Menor unidade produtiva Aplicação da antropometria no design do local de trabalho Homem e seu local de trabalho Fábrica / escritório > conjunto de postos Análise do posto Enfoque

Leia mais

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Trabalho Prático 2. Disciplina: Prof. Dr. João Gomes Filho

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Trabalho Prático 2. Disciplina: Prof. Dr. João Gomes Filho DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Trabalho Prático 1 Trabalho Prático 2 Prof. Dr. João Gomes Filho METODOLOGIA Leitura Ergonômica Análise do Produto Trabalho Prático Design

Leia mais

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr.

DESIGN INDUSTRIAL. ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico. Sistema técnico de leitura ergonômica. Disciplina: Prof. Dr. DESIGN INDUSTRIAL Disciplina: ERGONOMIA Aplicada ao Design Gráfico Sistema técnico de leitura ergonômica DESIGN GRÁFICO Prof. Dr. João Gomes Filho DESIGN GRÁFICO Leitura Ergonômica EXEMPLOS Design Gráfico

Leia mais

DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO

DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO DIVISÃO DESENVOLVIMENTO SOCIAL GABINETE DE DESPORTO TÉCNICAS DE ANIMAÇÃO PARA IDOSOS Introdução Uma velhice tranquila é o somatório de tudo quanto é beneficio do organismo, como por exemplo, exercícios

Leia mais

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem!

Olá, Mamãe! Aproveite a leitura e boa viagem! Olá, Mamãe! Esta cartilha é um presente pra você. Uma forma de ajudá-la a desempenhar uma das funções mais importantes da sua vida: justamente a tarefa de ser mãe. Cada vez mais, além de cuidar da saúde

Leia mais

INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA. Prof. Carlos Marques

INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA. Prof. Carlos Marques INTERFACE USUÁRIO MÁQUINA Prof. Carlos Marques Dicionário Michaelis Interface Superfície, plana ou não, que forma um limite comum de dois corpos ou espaços. Ponto no qual um sistema de computação termina

Leia mais

CHECK-LIST PARA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES ERGONÔMICAS EM POSTOS DE TRABALHO INFORMATIZADOS

CHECK-LIST PARA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES ERGONÔMICAS EM POSTOS DE TRABALHO INFORMATIZADOS 1 CHECK-LIST PARA AVALIAÇÃO DAS CONDIÇÕES ERGONÔMICAS EM POSTOS DE TRABALHO INFORMATIZADOS Versão fevereiro 2007 (UA: 30/06/10) Autor: Hudson Couto Colaborador: Dr. Edivaldo Sanábio e Remi Lópes Antonio

Leia mais

Design de Interiores

Design de Interiores Palestra Design de Interiores Ergonomia & Mobiliário Reflexões Conceituais Prof. Dr. João Gomes Filho... 2010 Parte 1 Ergonomia: - Conceituação - Usuário I Características - Conforto Ambiental I Dados

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150.

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA. Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio. Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150. PROJETO PRIMEIRAS SENSAÇÕES SÉRIE: Berçário A Berçário B PROFESSORAS:

Leia mais

Manutenção de Cadeiras de Rodas

Manutenção de Cadeiras de Rodas Manutenção de Cadeiras de Rodas Av. Vereador José Diniz, 3300 15º. andar CEP 04604-006 SãoPaulo- SP Tel. / Fax: 55 11 5049 0075 Instituto@iparadigma.org.br Índice Introdução 1 Conhecendo a Cadeira de Rodas

Leia mais

Como preparar sua casa após cirurgia de quadril

Como preparar sua casa após cirurgia de quadril PÓS-OPERATÓRIO Como preparar sua casa após cirurgia de quadril Retire os tapetes, extensões e fios telefônicos, pois eles podem ocasionar quedas. Caso ainda não tenha, instale corrimãos em pelo menos um

Leia mais

Estrutura Atuador Bateria

Estrutura Atuador Bateria JACK 250 Kg Jack é um aparelho desenvolvido para facilitar a remoção e locomoção de pacientes. Com ele, tarefas como levar o paciente da cama para uma cadeira e ao banheiro podem ser feitas com muito mais

Leia mais

Aula 03 Antropometria Prof. Mario S. Ferreira Junho, 2013

Aula 03 Antropometria Prof. Mario S. Ferreira Junho, 2013 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Curso de Especialização em Arquitetura da Habitação de Interesse Social ERGONOMIA E ACESSIBILIDADE Aplicada à

Leia mais

Adaptação do trabalho ao homem. Pessoas diferentes Capacidades físicas e mentais diferentes.

Adaptação do trabalho ao homem. Pessoas diferentes Capacidades físicas e mentais diferentes. Adaptação do trabalho ao homem. Pessoas diferentes Capacidades físicas e mentais diferentes. Tarefas que exijam elevada acuidade visual Visão desfocada e sensação de olhos a arder. Teclar de forma incorrecta

Leia mais

Design Metrô São Paulo

Design Metrô São Paulo Design Metrô São Paulo Projeto Básico & Assistência Técnica Prof. Dr. João Gomes Filho CONSIDERAÇÃO INICIAL Abril 1968. Fundação: Companhia do Metropolitano de São Paulo / Metrô. Dezembro 1968. Início

Leia mais

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07

NR 17 - ERGONOMIA. Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 NR 17 - ERGONOMIA Portaria 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07 Esta Norma Regulamentadora visa a estabelecer parâmetros que permitam a adaptação das condições de trabalho às características psicofisiológicas

Leia mais

Guia de Puericultura. Alimentação

Guia de Puericultura. Alimentação Guia de Puericultura Com o nascimento do bebé, os pais necessitam de adquirir uma série de artigos. A oferta no mercado é cada vez maior, por isso é importante estar informado: com este guia ajudamo-la

Leia mais

MESA CIRÚRGICA OPERON 760, OPERON 820, OPERON 850. Marca: Berchtold Fabricante: Berchtold Procedência: Alemanha

MESA CIRÚRGICA OPERON 760, OPERON 820, OPERON 850. Marca: Berchtold Fabricante: Berchtold Procedência: Alemanha MESA CIRÚRGICA OPERON 760, OPERON 820, OPERON 850 Marca: Berchtold Fabricante: Berchtold Procedência: Alemanha Primeira Classe: a capacidade de carga Os componentes básicos da mesa OPERON são projetado

Leia mais

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17

LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 LAUDO ERGONÔMICO DE TRABALHO ERGONOMIA NR-17 1. IDENTIFICAÇÃO DA EMPRESA Razão Social: Caixa Econômica Federal Endereço: Setor SBS Quadra 4 Bloco A Lote 3 e 4 Asa Sul Brasília/ DF CEP 70.092-900 CNPJ:

Leia mais

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação

ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação ERGONOMIA Notas de Aula-Graduação Espaços de Trabalho Mario S. Ferreira Maio, 2012 Aspectos Físicos Dimensões Envelope Zonas de Alcance Áreas de Influência Layout Posturas Acessibilidade de Arranjos Dimensionamento

Leia mais

3 ORIGENS E CONCEITUAÇÃO DA ERGONOMIA

3 ORIGENS E CONCEITUAÇÃO DA ERGONOMIA De acordo com dados da Ergonomics Research Society, Inglaterra, a Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e particularmente a aplicação dos conhecimentos

Leia mais

Programa para prevenção de ATs com perfurocortantes. Érica Lui Reinhardt Pesquisadora - Fundacentro

Programa para prevenção de ATs com perfurocortantes. Érica Lui Reinhardt Pesquisadora - Fundacentro Programa para prevenção de ATs com perfurocortantes Érica Lui Reinhardt Pesquisadora - Fundacentro Respeito Ambiente Ocupacional Saudável Programas integrados PPRA, PCMSO, PGRSS... Visão holística do serviço

Leia mais

PREGÃO SRP Nº 497/2012 CPL 04 MAPA DO(S) VENCEDOR(ES) DA LICITAÇÃO ÓRGÃO SOLICITANTE DA LICITAÇÃO: FUNDHACRE. Empresa Vencedora DISCRIMINAÇÃO

PREGÃO SRP Nº 497/2012 CPL 04 MAPA DO(S) VENCEDOR(ES) DA LICITAÇÃO ÓRGÃO SOLICITANTE DA LICITAÇÃO: FUNDHACRE. Empresa Vencedora DISCRIMINAÇÃO ÓRGÃO SOLICITANTE DA LICITAÇÃO: FHACRE OBJETO: Aquisição de Cadeiras de Rodas para Fisioterapia Reabilitação, para atender as demandas da FHACRE 1 CADEIRA DE RODA INFANTIL NRº DE 36 A 40 - Conjunto de

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PROJETO PSICOMOTRICIDADE Educar é Brincar SÉRIE: Contraturno

Leia mais

Fisioterapia Personalizada a Domicilio

Fisioterapia Personalizada a Domicilio Fisioterapia Personalizada a Domicilio O atendimento a domicilio da Fisio e Saúde Sul, privilegia o conforto e a saúde de seus pacientes, realizando atendimento que proporciona SAÚDE, BEM-ESTAR e MELHORA

Leia mais

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE?

VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? VOCÊ JÁ PENSOU NA SUA POSTURA HOJE? Dicas Gerais para uma Boa Postura 1) Manter o topo da tela ao nível dos olhos e distante cerca de um comprimento de braço (45cm ~ 70cm); 2) Manter a cabeça e pescoço

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução Este material surge como resultado do acompanhamento das apresentações do Plano de Mobilidade

Leia mais

Avaliação ergonômica dos postos de trabalho dos funcionários de uma lavanderia industrial área industrial

Avaliação ergonômica dos postos de trabalho dos funcionários de uma lavanderia industrial área industrial Avaliação ergonômica dos postos de trabalho dos funcionários de uma lavanderia industrial área industrial Paolo Cinque Pequini (Faculdade Área 1) ppeqhini@cpunet.com.br Carlos Brasileiro (Faculdade Área

Leia mais

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos

Ergonomia é o estudo do. relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e. particularmente a aplicação dos ERGONOMIA ERGONOMIA relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamento e ambiente, e conhecimentos de anatomia, fisiologia e psicologia na solução dos problemas surgidos deste relacionamento. Em

Leia mais

INSPEÇÃO DE SEGURANÇA

INSPEÇÃO DE SEGURANÇA INSPEÇÃO DE SEGURANÇA Grupo 01 Riscos Físicos 01. Existe ruído constante no setor? 02. Existe ruído intermitente no setor? 03. Indique os equipamentos mais ruidosos: 04. Os funcionários utilizam Proteção

Leia mais

3. OBJETIVO E CONCEPÇÃO DA PROVA

3. OBJETIVO E CONCEPÇÃO DA PROVA Aptidão Dança 1. INTRODUÇÃO O curso de graduação em Dança da Unicamp tem como objetivo formar o Intérprete em Dança, profissional capaz de: contribuir como agente transformador da realidade, ser responsável

Leia mais

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos

DESIGN. 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado. PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos DESIGN 1. TURNO: Noturno GRAU ACADÊMICO: Bacharelado HABILITAÇÃO: Projeto do Produto PRAZO PARA CONCLUSÃO: Mínimo = 4 anos Máximo = 7 anos 2. OBJETIVO/PERFIL DO PROFISSIONAL A SER FORMADO Objetivo: Proporcionar

Leia mais

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013

Higiene do Trabalho. Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho ERGONOMIA. Programa de Higiene do Trabalho GESTÃO DE PESSOAS. 3o bimestre / 2013 GESTÃO DE PESSOAS CEFET-MG / DIVINÓPOLIS 3o bimestre / 2013 Prof. MSc. Antônio Guimarães Campos Higiene, Ergonomia e Segurança do Trabalho Higiene do Trabalho Conjunto de normas e procedimentos que visa

Leia mais

CENTRO DE REFERÊNCIA EM DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM

CENTRO DE REFERÊNCIA EM DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM CENTRO DE REFERÊNCIA EM DISTÚRBIOS DE APRENDIZAGEM Terapia Fonoaudiológica com Ênfase na Estimulação do Processamento Auditivo Fonoaudióloga. Mestra. Adriana de Souza Batista Ouvir é... Habilidade que

Leia mais

INFORMATIVO 2015 GRUPO

INFORMATIVO 2015 GRUPO INFORMATIVO 2015 GRUPO 5 Considerar a criança como sujeito é levar em conta, nas relações que com ela estabelecemos, que ela tem desejos, ideias, opiniões, capacidade de decidir, de criar, e de inventar,

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução Infraestrutura móvel Características dos dispositivos móveis Desenvolvendo aplicações

Leia mais

Acessórios Originais Honda Civic 2012

Acessórios Originais Honda Civic 2012 Acessórios Originais Honda Civic 2012 Aeroporto De Brasilia Lote 5 Lago Sul Brasilia DF Fone: (61) 3533-9966 Site: www.autohaus.com.br.com.br Substituir espaço pelo Farol de Neblina Distribuição ampla

Leia mais

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2

Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Segurança do Trabalho no Canteiro de Obras PARTE 2 Equipamento de Proteção Coletiva (EPC): 2 Áreas vazadas: Equipamento de Proteção Coletiva (EPC) 18.13.1. É obrigatória a instalação de proteção coletiva

Leia mais

Para as crianças o início do ano letivo é uma alegria!

Para as crianças o início do ano letivo é uma alegria! Para as crianças o início do ano letivo é uma alegria! Para os pais, desde o material escolar ao vestuário, passando pelas deslocações e alimentação, há muito para organizar. Neste regresso às aulas a

Leia mais

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná

Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Escola Bem-Me-Quer - Educação Infantil e Ensino Fundamental, na Modalidade Educação Especial Rua Bonfim, 1621 - CEP 85.901-150 Toledo - Paraná Plano de Trabalho Docente 2014 Educação Infantil Estimulação

Leia mais

Recline MANUAL DE INSTRUÇÕES. Dispositivo de Retenção Infantil Grupos 0 1 2 do nascimento aos 25 kg LM216

Recline MANUAL DE INSTRUÇÕES. Dispositivo de Retenção Infantil Grupos 0 1 2 do nascimento aos 25 kg LM216 Infantil Grupos 0 1 2 do nascimento aos 25 kg LM216 MANUAL DE INSTRUÇÕES LEIA ATENTAMENTE TODAS AS INSTRUÇÕES DESTE MANUAL ANTES DE MONTAR E USAR O PRODUTO E GUARDE-AS PARA FUTURAS CONSULTAS. IMPORTANTE

Leia mais

Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica)

Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica) E-EQI-01 Anexo 1 Checklist de Acessibilidade, baseado em Aragão (2004) PCD: pessoas com deficiência Assinalar como V (Verdadeiro), F (Falso) ou NSA (Não Se Aplica) 1. Vias de Acesso As vias de acesso no

Leia mais

Introdução PREVENINDO LER/DORT

Introdução PREVENINDO LER/DORT Introdução O homem (Homo sapiens) surgiu há cerca de 200.000 atrás e apenas após a Revolução Industrial é que conhecemos este modo de vida moderno, com trabalhos repetitivos, horário fixo de trabalho e

Leia mais

Manual de Instruções Bebê Conforto - Piccolina

Manual de Instruções Bebê Conforto - Piccolina Manual de Instruções Bebê Conforto - Piccolina (Ref. 8140) Página 1 de 7 Página 2 de 7 Página 3 de 7 Página 4 de 7 Para o uso da cadeira em automóveis ATENÇÃO: Como os fabricantes, modelos e ano de produção

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução Infraestrutura móvel Características dos dispositivos móveis Desenvolvendo aplicações

Leia mais

Aula 7 : Desenho de Ventilação

Aula 7 : Desenho de Ventilação Aula 7 : Desenho de Ventilação Definições: NBR 10821:2001, Caixilho para edificação: Janela Caixilho, geralmente envidraçado, destinado a preencher um vão, em fachadas ou não. Entre outras, sua finalidade

Leia mais

Uma Definição: "Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente".

Uma Definição: Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente. ERGONOMIA: palavra de origem grega. ERGO = que significa trabalho NOMOS = que significa regras Uma Definição: "Estudo entre o homem e o seu trabalho, equipamentos e meio ambiente". Tríade básica da Ergonomia:

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC

MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC MANUAL DE INSTRUÇÕES MODELO ABC DESIGN 3 TEC Utilização 3 em 1 (sistema travel system) bebê conforto adaptável ao carrinho Altura regulável das alças para empurrar o carrinho 3 posições de regulagem de

Leia mais

MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO

MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO MANUAL DE USO, CONSERVAÇÃO E GARANTIA DO PRODUTO GARANTIA QUALIDADE No Manual de Uso, Conservação e Garantia do Produto você vai encontrar dicas e informações importantes para conservação dos produtos

Leia mais

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias

Sistema INERCO. Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Fabrícia Figueiredo Paulo André Yamin Pedro Lobo Antunes Priscila Tralba Rampin Rafael Baldo Beluti Thalia Lino Dias Sistema INERCO Instalação Ergonomia Controle de infecção Instalação O

Leia mais

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações.

Postura. As posturas prolongadas podem prejudicar os músculos e as articulações. Postura A postura é, freqüentemente, determinada pela natureza da tarefa ou do posto de trabalho. Um porteiro de hotel tem uma postura estática, enquanto um carteiro passa a maior parte do tempo andando.

Leia mais

ANEXO XI - PADRÃO TÉCNICO PARA VEÍCULO TÁXI ACESSÍVEL REQUISITOS MÍNIMOS BÁSICOS

ANEXO XI - PADRÃO TÉCNICO PARA VEÍCULO TÁXI ACESSÍVEL REQUISITOS MÍNIMOS BÁSICOS ANEXO XI - PADRÃO TÉCNICO PARA VEÍCULO TÁXI ACESSÍVEL 1. OBJETIVO REQUISITOS MÍNIMOS BÁSICOS Este documento tem como objetivo estabelecer as características básicas aplicáveis aos veículos produzidos para

Leia mais

A EVOLUÇÃO DO MOBILIÁRIO EM AÇO.

A EVOLUÇÃO DO MOBILIÁRIO EM AÇO. A EVOLUÇÃO DO MOBILIÁRIO EM AÇO. A Linha Fenix revolucionou o conceito em mobiliários inteligentes, trazendo a vanguarda em sistemas, integração e estrutura, aliados a inovação da marca. 3FE208 Estante

Leia mais

ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade

ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade ANÁLISE INDIVIDUAL DE PRODUTOS Relatório de Acessibilidade 1. Conceito/objetivo do produto: O relatório destina-se a informar e orientar as condições de acesso e utilização de equipamentos e instalações

Leia mais

ergonomia fatores humanos Ergonomia cognitiva Ergonomia organizacional Qual o papel da Ergonomia para a saúde

ergonomia fatores humanos Ergonomia cognitiva Ergonomia organizacional Qual o papel da Ergonomia para a saúde A ergonomia (ou fatores humanos, como é conhecida nos Estados Unidos da América) é a disciplina científica relacionada ao entendimento das interações entre seres humanos e outros elementos de um sistema,

Leia mais

Acessibilidade e Ergonomia

Acessibilidade e Ergonomia Arqta. Dra Maria Elisabete Lopes Arqt a. Dr a. Maria Elisabete Lopes ACESSIBILIDADE Possibilidade e condição de alcance para utilização, com SEGURANÇA E AUTONOMIA (...) por pessoa portadora de deficiência

Leia mais

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social.

Propiciar a socialização da criança através da participação numa comunidade mais ampla, onde descubra e domine regras próprias do convívio social. EDUCAÇÃO INFANTIL OBJETIVOS GERAIS Conhecimento do Mundo Formação Pessoal e Social Movimento Linguagem Oral e Escrita Identidade e Autonomia Música Natureza e Sociedade Artes Visuais Matemática OBJETIVOS

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1

Agrupamento de Escolas da Madalena. Projeto do Clube de Música. Ano Lectivo 2012-2013 1 Agrupamento de Escolas da Madalena Projeto do Clube de Música Ano Lectivo 2012-2013 1 Projectos a desenvolver/participar: Projetos Dinamizado por: 1º Concurso de Flauta Prof. Teresa Santos - Participação

Leia mais

CATEGORIA B6 SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE LAZER IDENTIFICAÇÃO. Subtipos:

CATEGORIA B6 SERVIÇOS E EQUIPAMENTOS DE LAZER IDENTIFICAÇÃO. Subtipos: Ministério do Turismo Secretaria Nacional de Políticas de Turismo Departamento de Estruturação, Articulação e Ordenamento Turístico Coordenação Geral de Regionalização Inventário da Oferta Turística uf:

Leia mais

Ocean/Ocean XL. Aquatec. Cadeira de banho para todas as necessidades

Ocean/Ocean XL. Aquatec. Cadeira de banho para todas as necessidades Ocean/Ocean XL Cadeira de banho para todas as necessidades A cadeira de banho Ocean oferece grande versatilidade tanto para ambiente doméstico como institucional. A regulação em altura e os quatro modelos

Leia mais

Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012.

Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012. Serviço Público Federal MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO, INDÚSTRIA E COMÉRCIO EXTERIOR INSTITUTO NACIONAL DE METROLOGIA, QUALIDADE E TECNOLOGIA-INMETRO Portaria n.º 315, de 19 de junho de 2012. O PRESIDENTE

Leia mais

Ergo (trabalho) Nomos (regras)

Ergo (trabalho) Nomos (regras) ERGONOMIA Ergo (trabalho) Nomos (regras) Ergonomia é o estudo do relacionamento entre o homem e o seu trabalho, equipamentos, ferramentas e ambiente, visando à solução dos problemas surgidos desse relacionamento

Leia mais

Análise ergonômica dos postos de trabalho

Análise ergonômica dos postos de trabalho Ergo & Ação Análise ergonômica dos postos de trabalho Prefácio O sucesso na melhoria dos locais de trabalho requer a colaboração entre designers, profissionais da saúde do trabalho e trabalhadores. A aplicação

Leia mais

Condições estéticas Arquitetura Destacável

Condições estéticas Arquitetura Destacável Frentes: Laminado seda mate Orlas poliméricas mate 1 mm Tampo: Ferrostone Cinzento Pedra Código imagem: 0132520G01D2011 Condições estéticas Arquitetura Destacável Ampla, luminosa e funcional. Assim poderia

Leia mais

RECOMENDAÇÕES PARA A ACESSIBILIDADE EM ETAPAS DA 2 CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE

RECOMENDAÇÕES PARA A ACESSIBILIDADE EM ETAPAS DA 2 CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE RECOMENDAÇÕES PARA A ACESSIBILIDADE EM ETAPAS DA 2 CONFERÊNCIA NACIONAL DE JUVENTUDE Este documento foi organizado pela Comissão Organizadora Nacional (CON) da 2 Conferência Nacional de Políticas Públicas

Leia mais

Qualificação dos Profissionais da Administração Pública Local. Vibrações. Formadora - Magda Sousa

Qualificação dos Profissionais da Administração Pública Local. Vibrações. Formadora - Magda Sousa Qualificação dos Profissionais da Administração Pública Local RISCOS FÍSICOS Vibrações Formadora - Magda Sousa Enquadramento Legal Decreto - Lei n.º 46/2006 transpõe para a ordem jurídica nacional a Directiva

Leia mais

1 o Período Educação Infantil

1 o Período Educação Infantil 1 o Período Educação Infantil Eixo temático: O tema Imaginação visa a estimular as distintas áreas de desenvolvimento integral das crianças, bem como favorecer o crescimento de suas habilidades e competências.

Leia mais

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013

HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 HIGIENIZAÇÃO HOSPITALAR 2013 O Hospital realiza uma combinação complexa de atividades especializadas, onde o serviço de Higienização e Limpeza ocupam um lugar de grande importância. Ao se entrar em um

Leia mais

CURSO DE DESIGN DE MODA

CURSO DE DESIGN DE MODA 1 CURSO DE EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2011.1 BRUSQUE (SC) 2013 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 3 01 CRIATIVIDADE... 3 02 HISTÓRIA DA ARTE E DO DESIGN... 3 03 INTRODUÇÃO AO... 3 04 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 3

Leia mais

Manual de Instruções IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL

Manual de Instruções IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL FUNNY - LS2057 CARRO BERÇO MÚLTIPLO COM ALÇA REVERSÍVEL Manual de Instruções Para crianças do nascimento até 18 kg IMPORTANTE LER COM ATENÇÃO E GUARDAR PARA EVENTUAIS CONSULTAS. Conhecendo o produto capota

Leia mais

X Conferência Nacional de Assistência Social INFORME CNAS Nº 03/2015

X Conferência Nacional de Assistência Social INFORME CNAS Nº 03/2015 X Conferência Nacional de Assistência Social INFORME CNAS Nº 03/2015 Recomendações aos Conselhos para garantir a acessibilidade nas Conferências de Assistência Social Ranieri Braga - Informes Conselho

Leia mais

Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos

Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos Utilizadores de Computadores Conselhos ergonómicos Ergonomia: Estuda a interacção física entre as pessoas e o seu trabalho adaptando este último, o equipamento e o ambiente de trabalho ao trabalhador.

Leia mais

PLATAFORMAS DE COMBATE AÉREO A INCÊNDIOS

PLATAFORMAS DE COMBATE AÉREO A INCÊNDIOS PLATAFORMAS DE COMBATE PLATAFORMAS DE COMBATE A cada volta da chave de ignição, a cada rotação e extensão da escada e cada degrau que você sobe, o desempenho é exigido. Nós não nos acomodamos e você também

Leia mais

A experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado.

A experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado. 41 experiência da Tecno na fabricação de cadeiras para espaços corporativos vivenciada desde 1993 determinou a solidez de sua marca no mercado. Tecno possui uma fábrica moderna que investe, constantemente,

Leia mais

A postura saudável para o digitador

A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador A postura saudável para o digitador 2 Muitas vezes nos perguntamos: Qual é a postura mais adequada para se trabalhar durante horas em frente a um computador? Após anos

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES

MANUAL DE INSTRUÇÕES MANUAL DE INSTRUÇÕES NT-2045x POLTRONA RECLINÁVEL PARA COLETA DE SANGUE NOTA! ESTA POLTRONA RECLINÁVEL (CADEIRA PARA COLETA DE SANGUE) É DESTINADA AO USO MÉDICO HOSPITALAR. Página 1 de 10 INTRODUÇÃO PARABÉNS!

Leia mais

Rua Paulo Silveira Costa, 45 Interlagos 04775-200 São Paulo SP 11 5545 8866 www.tecno.com.br contato@tecno.com.br

Rua Paulo Silveira Costa, 45 Interlagos 04775-200 São Paulo SP 11 5545 8866 www.tecno.com.br contato@tecno.com.br O R P O R T I V O Rua Paulo Silveira osta, 45 Interlagos 04775-200 São Paulo SP 11 5545 8866 www.tecno.com.br contato@tecno.com.br O R P O R T I V O 40 41 Uma linha contemporânea composta por materiais

Leia mais

Lesões Músculo-esqueléticas na Medicina Dentária

Lesões Músculo-esqueléticas na Medicina Dentária Lesões Músculo-esqueléticas na Medicina Dentária Paula Carneiro, Mónica Barroso, Ana Cristina Braga Departamento de Produção e Sistemas Escola de Engenharia Universidade do Minho Workshop Atenção! Mais

Leia mais

Carony TRANSFERÊNCIA DO BANCO DO SISTEMA CARONY. Carony 12" 214 426 919. www.automobilidade.pt. info@automobilidade.pt.

Carony TRANSFERÊNCIA DO BANCO DO SISTEMA CARONY. Carony 12 214 426 919. www.automobilidade.pt. info@automobilidade.pt. Carony é um sistema de cadeira de rodas simples e confortável tanto para o utilizador como para a pessoa que o auxilia. Nas operações de entrada e saída do veículo o sistema Carony elimina a necessidade

Leia mais

a) VISUAL MERCHANDISING

a) VISUAL MERCHANDISING a) VISUAL MERCHANDISING (1) Introdução Enquanto o marketing planeja, pesquisa avalia e movimenta o produto desde a sua fabricação até sua chegada ao ponto-de- venda, o merchandising representa o produto

Leia mais

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial.

Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Sistema de Gerenciamento de Tráfego Miconic 10 A solução final para filas e aglomerações no seu edifício comercial. Elevadores de Passageiros Schindler Tempo O menor tempo entre você e o seu andar O Miconic

Leia mais

Principais Estilo de. Fabricio de Sousa

Principais Estilo de. Fabricio de Sousa Principais Estilo de Interação Fabricio de Sousa Principais Estilos de Interação Termo genérico que inclui todas as formas usadas pelos usuários para comunicarem ou interagirem com sistemas computacionais

Leia mais

Frio» Recomendações gerais

Frio» Recomendações gerais No domicílio Antes do Inverno, verifique os equipamentos de aquecimento da sua casa; Se tiver lareira mande limpar a chaminé, se necessário; Mantenha a casa arejada, abrindo um pouco a janela/porta para

Leia mais

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé

Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes à mobilidade a pé Introdução A proposta de Diretrizes para o Plano de Mobilidade Urbana 2015 da Cidade de São Paulo referentes

Leia mais

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo

TEKNIKAO. Balanceadora NK750. Manual de Instruções. São Paulo Balanceadora Manual de Instruções São Paulo 2013 ÍNDICE Ao Proprietário... 3 Ao Operador... 3 Trabalho com Segurança... 4 Cuidados Especiais... 4 Especificações Técnicas... 6 Dados Técnicos... 6 Dimensões

Leia mais

Análise de fatores ergonômicos em um salão de beleza da cidade de Horizontina.

Análise de fatores ergonômicos em um salão de beleza da cidade de Horizontina. Análise de fatores ergonômicos em um salão de beleza da cidade de Horizontina. Diana Michele Pilz (FAHOR) dp000682@fahor.com.br Ricardo Muller (FAHOR) rm000820@fahor.com.br Luciéli Della Flora (FAHOR)

Leia mais

PSICOMOTRICIDADE. Professora Tatiana Comiotto

PSICOMOTRICIDADE. Professora Tatiana Comiotto PSICOMOTRICIDADE Professora Tatiana Comiotto Significado PSICO: Intelectual, cognitivo emocional, afetivo, mental e neurológico. MOTRICIDADE: Movimento, ato, ação, gesto. PSICOMOTRICIDADE é a realização

Leia mais

ANEXO IV RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO

ANEXO IV RELAÇÃO DOS ITENS DA LICITAÇÃO Folha: 1/5 1 13,000 UN CADEIRA ODONTOLÓGICA COM 2 MOCHOS 1.1 Cadeira Odontológica: Acionamento através de pedal de comando multifuncional, que proporciona o acionamento e a alteração gradual de luminosidade

Leia mais

Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência visual

Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência visual Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira Dicas para o ensino e prática de atividades motoras e mecanismos de informações para pessoas com deficiência

Leia mais

SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO

SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO SUMÁRIO DOS NOVOS LIVROS DE CIÊNCIAS 1º ANO UNIDADE 1 A CIÊNCIA, EU E VOCÊ Capítulo 1. Fazendo ciências Onde encontramos a ciência? Quem são e o que fazem os cientistas? 2. Eu sou assim Partes do corpo

Leia mais

D-18925-2010. Ao seu lado na Unidade de Terapia Intensiva

D-18925-2010. Ao seu lado na Unidade de Terapia Intensiva D-18925-2010 Ao seu lado na Unidade de Terapia Intensiva 2 Fornecer segurança e qualidade neste ambiente estressante é tudo, menos fácil. D-18926-2010 D-18927-2010 D-18928-2010 A UTI um ambiente de reabilitação

Leia mais