Gerenciamento dos Resíduos. Desafios e Oportunidades. Junho de 2016

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerenciamento dos Resíduos. Desafios e Oportunidades. Junho de 2016"

Transcrição

1 Gerenciamento dos Resíduos da Construção Civil Desafios e Oportunidades Junho de 2016

2 SITUAÇÃO ATUAL DA GESTÃO DE RCC PELO SLU NO DF Em 2015 o SLU recolheu toneladas de Resíduos da Construção Civil - RCC, podas e volumosos (móveis) no Distrito Federal a um custo de R$ ,00 (SLU, 2016) Estes resíduos foram depositados em aproximadamente 1000 pontos irregulares (clandestinos) de depósito de RCC e volumosos (AGEFIS 2015)

3 Quantidades de RCC removidas por RA Total I -Brasília II -Gama III - Taguatinga IV - Brazlândia IX - Ceilândia V -Sobradinho VI - Planaltina VII - Paranoá VIII - Núcleo Bandeirante X -Guará XI - Cruzeiro XII - Samambaia XIII -Santa Maria XIV - São Sebastião XIX - Candangolândia XV -Recanto das Emas XVI -Lago Sul XVII - Riacho Fundo XVIII -Lago Norte XX -Águas Claras XXI -Riacho Fundo II XXII - Sudoeste/Octogonal XXIII - Varjão XXIV -Park Way XXIX -S.I.A XXV - S.C.I.A XXVI - Sobradinho II XXVII - Jardim Botânico XXVIII - Itapoã XXX - Vicente Pires XXXI - Fercal

4 Tipologia de resíduos nos depósitos irregulares RCC Volumosos RSU RCC Volumosos RSU TOTAL % 12% 3% 100% Quantidade RCC para remoção pública por tipo de transportador/gerador Particulares Carroceiros Empresas PARTICULARES CARROCEIROS EMPRESAS TOTAL % 49% 37% 100%

5 Pontos Clandestinos x Renda

6 Pontos sujos (n=66) RA Ceilândia, AGEFIS 2015.

7 POTENCIAL DE RECICLAGEM DE RCC NO DF ton/dia m 3 /dia 800 caçambas/dia 80% em média são Classe A e podem ser reciclados O transporte privado movimenta R$3,0 milhões/mês O transporte público custa R$2,0 milhões/mês Venda do reciclado a R$25/m 3 gerar R$2,5 milhões/mês ATTR cobrar R$100,00/caçamba R$2,5 milhões/mês A implantação de 1 PEV custa R$150 mil A implantação de 1 ATTR custa R$4,5 milhão

8 OS PLANOS PARA A GESTÃO DOS RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL

9 Lei 4.704/2011 Art. 4º. Gestão integrada é um conjunto de áreas físicas e de ações: I rede de PEV de RCC&V; II serviço de coleta de pequenos volumes de RCC&V, III rede de ATTR e aterros de inertes; IV ações para informação e educação ambiental; V ações para controle e fiscalização.

10 Para garantir o manejo correto de RCC o GDF propõe a implantação de: ATTR -06 ÁREA DE TRANSBORDO, TRIAGEM E RECICLAGEM DE RCC -Local destinado a receber, beneficiar e comercializar PEV -53 PONTO DE ENTREGA VOLUNTÁRIA -Local destinado a receber RCC (até 1m³), volumosos e galhadas ATT -01 ÁREA DE TRANSBORDO E TRIAGEM -Local destinado a receber, triar e executar a recomposição topográfica com RCC

11 PROPOSTA PARA A GESTÃO DOS RCC NO DF DISTRITO FEDERAL ATTR 7 Encerramento e Remediaçãodo Aterro ATTR 4 ATTR 5 ATTR 2 Nova gestão ATT 1 ATTR 1 Aterro Sanitário Brasília ATTR 6 ATTR PEV

12 Proposta de Locação para as ATTR -2008

13 RECEPÇÃO ARMAZENAMENTO TRANSPORTE CLASSE A CLASSE B Gestão de RCC em ATTR TRIAGEM RESÍDUOS MISTURADOS CANTEIRO DE OBRAS INSUMOS BENEFICIAMENTO CLASSE C CLASSE D COMERCIALIZAÇÃO INSUMOS TRANSPORTE ATTR de RCC ATERRO

14 Proposta para a Gestão de RCC

15 Pontos de Entrega de Pequenos Volumes PEV São áreas destinadas a receber os seguintes resíduos: 1- Até 1 m³ de resíduos da construção civil provenientes de pequenos geradores; 2- Volumosos (móveis, galhadas e podas); 3- Resíduos recicláveis (papel, plástico, vidro e metal).

16 Gestão de RCC em PEV PODAS VOLUMOSOS PEQUENOS GERADORES RECEPÇÃO PEV TRANSPORTE CLASSE A RESÍDUOS MISTURADOS CANTEIRO DE OBRAS PEQUENOS GERADORES INSUMOS PODAS VOLUMOSOS COL. SELETIVA ARMAZ. TEMP. CAÇAMBAS CLASSE B COMPOSTAGEM LOGÍSTICA REVERSA RECICLAGEM ATTR REJEITOS ATERRO

17

18

19

20 Proposta de localização dos PEV RA Fercal Sobradinho II

21 Proposta de espacialização dos PEV no DF

22 Lei 4.704/2011 Art. 20. A entidade encarregada da prestação do serviço público de limpeza urbana instituirá o Sistema de Informações sobre a Gestão de Resíduos da Construção Civil do Distrito Federal Art. 3º, VI Controle de Transporte de Resíduos (CTR): documento emitido pelo transportador de resíduos, em formato padronizado pelo Poder Executivo, que declara gerador, origem, quantidade e descrição dos resíduos e seu destino

23 PROPOSTA DE REGULAMENTAÇÃO DA LEI Art.2º Os transportadores, pessoas físicas ou jurídicas, deverão ser registrados no Cadastro Único de Transportadores de Resíduos da Construção Civil, gerenciado pelo SLU. Art.4º O SLU instituirá Sistema de Informações sobre a Gestão de Resíduos da Construção Civil do Distrito Federal. Art. 5º. O formulário de Controle de Transporte de Resíduos CTR será disponibilizado no Sistema de Informação sobre Gestão de Resíduos da Construção Civil do DF, para preenchimento pelo transportador. Parágrafo único-as informações contidas no CTR serão prestadas por meio de declaração do prestador de serviço.

24 Dúvidas? Eu tenho muitas... Obrigado! Paulo Celso dos Reis Gomes Contatos:

25 Planaltina GO 14 Km Transbordos: Asa Sul, Gama, Sobradinho e Brazlândia Usina P.Sul Usina Asa Sul Aterro Controlado do Jóquei Aterro Sanitário NORTE Aterro Sanitário de Brasília ATT SPU ATTR Cooperativa de catadores PEV

26 QUADRO 1. REMOÇÃO ANUAL DE ENTULHO PELO SLU (FONTE: SLU-2013) ANO TONELADA DE RCC % COLETA , , , , , , , , , , ,72 Quadro 2. Custos para a coleta de entulhos nos últimos anos, realizada pelo SLU Coleta manual de Coleta mecanizada de Total Ano entulhos(r$) entulhos(r$) (R$) , , , , , , , , ,77

27 Exemplos de tecnologias/equipamentos ATTR ACJ/DF Recife

EMPREENDEDORISMO. Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual

EMPREENDEDORISMO. Lei Geral da Micro e Pequena Empresa Empreendedor Individual EMPREENDEDORISMO Números MPE Indicador Brasil DF Participação % Fonte Número de MPE 5.786.696 87.358 1,51 RAIS 2008 Número de MPE Comércio 3.067.577 41.967 1,37 RAIS 2008 Número de MPE - Serviço 1.861.779

Leia mais

Tabela População segundo a existência de plano de saúde - Ceilândia - Distrito Federal Plano de Saúde Nº %

Tabela População segundo a existência de plano de saúde - Ceilândia - Distrito Federal Plano de Saúde Nº % Quanto à existência de Plano de Saúde observa-se em Ceilândia que 80,9% não contam com este serviço, enquanto 11,0% possui plano empresarial, o que é previsível dado o expressivo percentual de domicílios

Leia mais

Encontro Nacional de Gestores Municipais de Limpeza Urbana. Desafios da gestão dos resíduos sólidos. 30 de setembro 2015

Encontro Nacional de Gestores Municipais de Limpeza Urbana. Desafios da gestão dos resíduos sólidos. 30 de setembro 2015 Encontro Nacional de Gestores Municipais de Limpeza Urbana Desafios da gestão dos resíduos sólidos 30 de setembro 2015 154 MORTOS PASSAGEIROS E TRIPULAÇÃO GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RSU Evolução da prestação

Leia mais

PORTARIA Nº 173, DE 12 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de

PORTARIA Nº 173, DE 12 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de PORTARIA Nº 173, DE 12 DE SETEMBRO DE 2008 DODF de 15.09.2008 O SECRETÁRIO DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DO DISTRITO FEDERAL, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o disposto no

Leia mais

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INSTALAÇÕES DE MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Brasília-DF, junho de 2017.

LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INSTALAÇÕES DE MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS. Brasília-DF, junho de 2017. LICENCIAMENTO AMBIENTAL DE INSTALAÇÕES DE MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Brasília-DF, junho de 2017. POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS LEI 12.305/2010 A proposta atual é reequipar o Distrito Federal e

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Setembro de 2010

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Versão Comercial - Setembro de 2010 Comercialização No mês de setembro, foram analisados 12.105 imóveis destinados à comercialização, contemplados em imóveis residenciais e comerciais. Na amostra, a participação dos imóveis residenciais

Leia mais

A Nova Política de Gestão de Resíduos no Distrito Federal GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS

A Nova Política de Gestão de Resíduos no Distrito Federal GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS A Nova Política de Gestão de Resíduos no Distrito Federal GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS SITUAÇÃO ATUAL DA GESTÃO DE RESÍDUOS NO DF DISTRITO FEDERAL

Leia mais

Avanços e desafios no Manejo de RCC Município de São Paulo

Avanços e desafios no Manejo de RCC Município de São Paulo Oficina de trabalho MANEJO DOS RESIDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL E DEMOLIÇÃO DF Painel 2 Avanços e desafios no Manejo de RCC Município de São Paulo Maria Salete Marreti Brasília A M L U R B A u t o r i d a

Leia mais

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN

MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF. Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN MAPEAMENTO DA ATIVIDADE ECONÔMICA NO DF Brasília, 16/02/2017 CODEPLAN ROTEIRO O TRABALHO DE MAPEAMENTO DAS EMPRESAS PELA CODEPLAN E A FONTE DE DADOS O QUE JÁ CONHECEMOS SOBRE O MERCADO DE TRABALHO NO DISTRITO

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vigência do aumento do IR sobre ganhos de capital. 70ª Edição Comercial Abril de 2016

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Vigência do aumento do IR sobre ganhos de capital. 70ª Edição Comercial Abril de 2016 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 70ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

PERFIL DA DISTRIBUIÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO NO DISTRITO FEDERAL: CONCENTRAÇÃO NO PLANO PILOTO E DEFICITS NAS CIDADES-DORMITÓRIO

PERFIL DA DISTRIBUIÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO NO DISTRITO FEDERAL: CONCENTRAÇÃO NO PLANO PILOTO E DEFICITS NAS CIDADES-DORMITÓRIO COMPANHIA DE PLANEJAMENTO DO DISTRITO FEDERAL CODEPLAN PERFIL DA DISTRIBUIÇÃO DOS POSTOS DE TRABALHO NO DISTRITO FEDERAL: CONCENTRAÇÃO NO PLANO PILOTO E DEFICITS NAS CIDADES-DORMITÓRIO Júlio Miragaya Brasília,

Leia mais

Desafios da gestão dos resíduos sólidos no DF na implantação da Lei 4.704/2011

Desafios da gestão dos resíduos sólidos no DF na implantação da Lei 4.704/2011 Desafios da gestão dos resíduos sólidos no DF na implantação da Lei 4.704/2011 Realização: ABES DF CREA DF Apoio: SLU e CAIXA 28 de setembro 2015 SLU em números 98% da população atendida com coleta domiciliar

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Caixa descarta aumento de juros para financiar casa própria. 71ª Edição Comercial Maio de 2016

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Caixa descarta aumento de juros para financiar casa própria. 71ª Edição Comercial Maio de 2016 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 71ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Subsecretaria de Vigilância à Saúde. Secretaria de Estado de Saúde

Subsecretaria de Vigilância à Saúde. Secretaria de Estado de Saúde Subsecretaria de SITUAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA DE 2014-2015* até a SE 45 Histórico das Epidemias de dengue no DF Gráfico 01: Série histórica de dengue em residentes do DF, SE*46 16.000 15.229 14.000 12.000 12.281

Leia mais

Nova linha de crédito para compra da casa própria

Nova linha de crédito para compra da casa própria + Boletim de Conjuntura Imobiliária 67ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

GESTÃO PÚBLICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: INOVAÇÃO COM SUSTENTABILIDADE. Paulo Celso dos Reis Gomes

GESTÃO PÚBLICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: INOVAÇÃO COM SUSTENTABILIDADE. Paulo Celso dos Reis Gomes GESTÃO PÚBLICA DE RESÍDUOS SÓLIDOS: INOVAÇÃO COM SUSTENTABILIDADE Paulo Celso dos Reis Gomes Desafios do Governo Rollemberg em relação aos resíduos sólidos urbanos (2015/18) 1 Encerrar as atividades irregulares

Leia mais

Projeto altera legislação sobre outorga onerosa.

Projeto altera legislação sobre outorga onerosa. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 65ª Edição Comercial Novembro de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

EMPREENDEDOR INDIVIDUAL, agora começa uma nova fase empreendedora para você! Você já deu um grande passo para melhorar o seu negócio. E agora, com o Passaporte do Empreendedor, você poderá usufruir de

Leia mais

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL

GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL PROJETO DE LEI Nº, DE 2016 (Autoria: Poder Executivo) Dispõe sobre a participação popular no processo de escolha dos administradores regionais e a constituição dos Conselhos de Representantes Comunitários

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA COFECON COMISSÃO DE POLÍTICA ECONÔMICA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL. Série Estudo das Desigualdades Regionais

CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA COFECON COMISSÃO DE POLÍTICA ECONÔMICA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL. Série Estudo das Desigualdades Regionais CONSELHO FEDERAL DE ECONOMIA COFECON COMISSÃO DE POLÍTICA ECONÔMICA E DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL Série Estudo das Desigualdades Regionais EVOLUÇÃO E SITUAÇÃO ATUAL DO EMPREGO DOMÉSTICO NO DISTRITO FEDERAL

Leia mais

1ª a 25ª Vara Cível de Brasília sim. 1ª a 5ª Vara Cível sim. Vara de Execução de Título Extrajudicial de Taguatinga

1ª a 25ª Vara Cível de Brasília sim. 1ª a 5ª Vara Cível sim. Vara de Execução de Título Extrajudicial de Taguatinga Data da implantação Fórum Cronograma de implantação do PJE no TJDFT em 2017 Implantado Fórum Milton Barbosa 1ª a 25ª Vara Cível de Brasília Taguatinga Ceilândia Águas Claras 1ª a 5ª Vara Cível Vara de

Leia mais

Critérios para Escolha de Tecnológicas para Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos

Critérios para Escolha de Tecnológicas para Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos Critérios para Escolha de Tecnológicas para Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos José Fernando Thomé Jucá Universidade Federal de Pernambuco São Paulo, 23 de Novembro de 2016 Evolução da Geração de Resíduos

Leia mais

BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01

BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01 BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01 Considerando o Regulamento da competição, a Comissão Organizadora da Copa Brasília de Futsal 2017, no uso de suas atribuições, resolve: 1º - Conforme disposto no Art. 14

Leia mais

RECEPÇÃO DE CALOUROS COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE

RECEPÇÃO DE CALOUROS COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE RECEPÇÃO DE CALOUROS 2017-1 COLETA SELETIVA DE RESÍDUOS SÓLIDOS UFES Campus ALEGRE RECEPÇÃO DE CALOUROS 2017-1 Dr. Anderson Lopes Peçanha Professor da Universidade Federal do Espírito Santo Departamento

Leia mais

GDF legaliza o ilegal no centro de Brasília

GDF legaliza o ilegal no centro de Brasília Boletim de Conjuntura Imobiliária 68ª Edição Comercial + Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Secovi/DF lança estudo sobre perfil de serviços imobiliários

Secovi/DF lança estudo sobre perfil de serviços imobiliários + Boletim de Conjuntura Imobiliária 57ª Edição Comercial Março de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO

OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO OPORTUNIDADE DE ESTÁGIO Para participar deste processo seletivo entre em contato conosco no número: 61 3048-0044 OU 61 3346 6738 de 09:00 as 12:00 horas e das 14:00 as 18:00 horas e AGENDE SUA ENTREVISTA

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 14ª Edição Comercial - Agosto de 2011

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 14ª Edição Comercial - Agosto de 2011 Boletim de Conjuntura Imobiliária 14ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01

BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01 BOLETIM N.º 01 NOTA OFICIAL 01 Considerando o Regulamento da competição, a Comissão Organizadora da Copa Brasília de Futsal 2016, no uso de suas atribuições, resolve: 1º - Conforme disposto no Art. 14

Leia mais

Esta cartilha apresenta de forma sintética e. ilustrada, diretrizes expostas na Lei 973 / 2009, que institui o plano de gestão integrada dos

Esta cartilha apresenta de forma sintética e. ilustrada, diretrizes expostas na Lei 973 / 2009, que institui o plano de gestão integrada dos ENTULHO Esta cartilha apresenta de forma sintética e ilustrada, diretrizes expostas na Lei 973 / 2009, que institui o plano de gestão integrada dos RCC - Resíduos da Construção Civil de acordo com o previsto

Leia mais

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO

TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO TABELA DE CONTRIBUIÇÃO DO SEGURADO EMPREGADO, DOMÉSTICO E AVULSO A PARTIR DE 1º DE JANEIRO DE 2010 Salário-de-contribuição (R$) INSS até 1.040,22 8,00% de 1.040,23 até 1.733,70 9,00% de 1.733,71 até 3.467,40

Leia mais

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Ano 11, nº 38, setembro de 2016. Semana epidemiológica 37 de 2016. GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL DENGUE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE DO DF No Distrito

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 9º Salão WImóveis movimenta R$50 milhões no DF. 53ª Edição Comercial Novembro de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 9º Salão WImóveis movimenta R$50 milhões no DF. 53ª Edição Comercial Novembro de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 53ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. CEB não fecha convênio com as imobiliárias. 39ª Edição Comercial Setembro de 2013

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. CEB não fecha convênio com as imobiliárias. 39ª Edição Comercial Setembro de 2013 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 39ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 LEI:

LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 LEI: LEI MUNICIPAL Nº 687 DE 09 DE SETEMBRO DE 2013 INSTITUI A POLÍTICA MUNICIPAL DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO MUNICÍPIO DE PRESIDENTE FIGUEIREDO-AM. O PREFEITO MUNICIPAL DE PRESIDENTE FIGUEIREDO,

Leia mais

SE Planejamento Administração de pessoal Administração de pessoal AR Recanto das Emas Execução de obras de urbanização EP Execução de

SE Planejamento Administração de pessoal Administração de pessoal AR Recanto das Emas Execução de obras de urbanização EP Execução de SE Planejamento Administração de pessoal Administração de pessoal 11.000.000 AR Recanto das Emas Execução de obras de urbanização EP Execução de obras de urbanização no Recanto das Emas 6.448.645 SE Infraestrutura

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 12ª Edição Comercial - Junho de Imóveis sobem 14,6% no primeiro semestre

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. 12ª Edição Comercial - Junho de Imóveis sobem 14,6% no primeiro semestre Boletim de Conjuntura Imobiliária 12ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097. de Umuarama.

2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097. de Umuarama. 24 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 de Umuarama. 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 25 ANEXO I DO REGULAMENTO A QUE SE REFERE O DECRETO Nº 9510/2013 26 2ª feira 02/Dez/2013 - Edição nº 9097 ANEXO

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especulação leva à queda de preço nos lançamentos de imóveis em Brasília

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Especulação leva à queda de preço nos lançamentos de imóveis em Brasília + Boletim de Conjuntura Imobiliária 41ª Edição Comercial de 2012 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Imobiliárias do DF têm Selo de Qualidade. 77ª Edição Comercial Janeiro de 2017 (Amostra Novembro de 2016)

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Imobiliárias do DF têm Selo de Qualidade. 77ª Edição Comercial Janeiro de 2017 (Amostra Novembro de 2016) + Boletim de Conjuntura Imobiliária 77ª Edição Comercial Janeiro de 2017 (Amostra Novembro de 2016) Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444,

Leia mais

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika

Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Informativo Epidemiológico de Dengue, Chikungunya e Zika Ano 11, nº 01, janeiro de 2016 Semana epidemiológica 51 e 52 de 2015 GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL DENGUE SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE No Distrito

Leia mais

Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil

Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil Quadro político, jurídico e técnico da gestão de resíduos no Brasil Introdução ao Brazil ~ 205 milhões de habitantes 5.565 municípios Área: 8.502.728,27 Km² ~15% da Água Potável do Planeta A maior biodiversidade

Leia mais

Solicitação de Proposta Comercial N 001/2013

Solicitação de Proposta Comercial N 001/2013 Solicitação de Proposta Comercial N 001/2013 A Fundação Assis Chateaubriand, inscrita no CNPJ sob o n 03.657.848/0001-86, com sede no SIG/SUL Quadra 02, Nº 340, Bloco 01, Térreo, Brasília/DF, torna pública

Leia mais

ANEXO X DADOS A SEREM INFORMADOS NAS DECLARAÇÕES DE TRÂNSITO

ANEXO X DADOS A SEREM INFORMADOS NAS DECLARAÇÕES DE TRÂNSITO ANEXO X DADOS A SEREM INFORMADOS NAS DECLARAÇÕES DE TRÂNSITO A. São dados da DTA: I. Identificação do beneficiário de trânsito: número de inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) ou número

Leia mais

LEI Nº 4.035. De: 04 de julho de 2014. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei:

LEI Nº 4.035. De: 04 de julho de 2014. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ, aprovou, e eu, Prefeito Municipal, sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 4.035 De: 04 de julho de 2014. Desafeta do domínio público os imóveis localizados no CONJUNTO HABITACIONAL SONHO MEU, na cidade de Umuarama - PR. A CÂMARA MUNICIPAL DE UMUARAMA, ESTADO DO PARANÁ,

Leia mais

BOLETIM N.º 02 NOTA OFICIAL 02

BOLETIM N.º 02 NOTA OFICIAL 02 BOLETIM N.º 02 NOTA OFICIAL 02 Considerando o Regulamento da competição, a Comissão Organizadora da Copa Brasília de Futsal 2017, no uso de suas atribuições, resolve: 1º - Conforme disposto no Art. 46

Leia mais

Gestão de Resíduos Sólidos

Gestão de Resíduos Sólidos Gestão de Resíduos Sólidos Secretaria Municipal do Meio Ambiente Superintendência de Controle Ambiental Superintendência de Obras e Serviços Superintendência de Controle Ambiental Departamento de Pesquisa

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs

RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs RESOLUÇÃO N o 307, DE 5 DE JULHO DE 2002 Publicada no DOU nº 136, de 17/07/2002, págs. 95-96 Correlações: Alterada pela Resolução nº 469/2015 (altera o inciso II do art. 3º e inclui os 1º e 2º do art.

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE

CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE RESOLUÇÃO N. 307, DE 05 DE JULHO DE 2002 Alterações: Resolução CONAMA n. 348, de 16.08.04 Resolução CONAMA n. 431, de 24.05.11 Resolução CONAMA n. 448, de 18.01.12 Resolução

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária

Boletim da Conjuntura Imobiliária +t Boletim da Conjuntura Imobiliária 81ª Edição Comercial maio de 2017 (amostra: março de 2017) Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, 'Salas422/424, (61)3321-4444,

Leia mais

Boletim da Conjuntura Imobiliária

Boletim da Conjuntura Imobiliária Boletim da Conjuntura Imobiliária 84ª Edição Comercial - agosto de 2017 (amostra: junho de 2017) Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, 'Salas422/424, (61)3321-4444,

Leia mais

Gestão de Resíduos de Construção Civil. Plano de Gerenciamento de RCD. Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho

Gestão de Resíduos de Construção Civil. Plano de Gerenciamento de RCD. Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho Gestão de Resíduos de Construção Civil Plano de Gerenciamento de RCD Profa. Ma. Tatiana Vilela Carvalho Construção Civil do ponto de vista ambiental LELA CARVALHO Reflexão: De onde vêm os recursos naturais

Leia mais

GERAÇÃO DE RESÍDUOS. Planejamento e Gestão de Resíduos

GERAÇÃO DE RESÍDUOS. Planejamento e Gestão de Resíduos GERAÇÃO DE RESÍDUOS Planejamento e Gestão de Resíduos FONTES GERADORAS ORIGEM DE ACORDO COM A CLASSIFICAÇÃO Domiciliar Comercial Institucional Serviços Públicos (limpeza pública) Serviços de saúde Indústria

Leia mais

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ABES - Seção DF

Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ABES - Seção DF Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental ABES - Seção DF Patrocínio ANA - Agência Nacional de Águas Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal Banco de

Leia mais

1º ao 3º Juizado Especial da Fazenda Pública do DF

1º ao 3º Juizado Especial da Fazenda Pública do DF 25.07.2014 10.10.2014 17.12.2014 27.03.2015 29.05.2015 03.07.2015 28.08.2015 1º ao 7º Juizado Especial Cível de Brasília s Juizados Especiais Cíveis de Brasília Posto de Redução a Termo e de Distribuição

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de (DOC de 20/03/13)

INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de (DOC de 20/03/13) INSTRUÇÃO NORMATIVA SF/SUREM nº 1, de 18 de março de 2013 (DOC de 20/03/13) Disciplina a emissão da Declaração do Plano de Saúde DPS. O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE FINANÇAS E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO, no

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Governo aprova projeto de lei que aumenta a abrangência do Simples Nacional

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Governo aprova projeto de lei que aumenta a abrangência do Simples Nacional + Boletim de Conjuntura Imobiliária 49ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Introdução BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO. Monitoramento dos casos de parotidite notificados no Distrito Federal, até a Semana Epidemiológica 25 de 2016

Introdução BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO. Monitoramento dos casos de parotidite notificados no Distrito Federal, até a Semana Epidemiológica 25 de 2016 BOLETIM EPIDEMIOLÓGICO GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DE SAÚDE SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E IMUNIZAÇÃO GEVEI Endereço: Setor Bancário Norte

Leia mais

Relação de Postos de Vacinação Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza de abril a 26 de maio Regional de Postos de vacinação Saúde

Relação de Postos de Vacinação Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza de abril a 26 de maio Regional de Postos de vacinação Saúde Regional de Saúde Asa Norte Asa Sul Brazlândia GOVERNO DO DISTRITO FEDERAL SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE SUBSECRETARIA DE VIGILÂNCIA À SAÚDE DIRETORIA DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA GERÊNCIA DE VIGILÂNCIA

Leia mais

MUNICÍPIO DE JUAZEIRO ESTADO DA BAHIA

MUNICÍPIO DE JUAZEIRO ESTADO DA BAHIA LEI Nº 2.293 / 2012 Dispõe sobre a instituição do Bairro Monte Castelo no âmbito urbano do Município de Juazeiro Bahia e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE JUAZEIRO, Estado da Bahia, no uso

Leia mais

Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009.

Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009. Lista de Figuras Figura I Experiência prévia em Teatro dos alunos do 1º período do Curso de Graduação em Teatro da EBA/UFMG no 1º semestre de 2009. Figura 2- Local onde os alunos, com experiência prévia,

Leia mais

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante

Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante I - INTRODUÇÃO II - OBJETO III - DOS ÓRGÃOS E UNIDADES INTEGRANTES DO REGISTRO IV - CONDIÇÕES GERAIS PARA PARTICIPAÇÃO V - DO RECEBIMENTO DA DOCUMENTAÇÃO E DA PROPOST VI - ABERTURA DOS ENVELOPES VII -

Leia mais

V-026 ANÁLISE PRELIMINAR DA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO DISTRITO FEDERAL

V-026 ANÁLISE PRELIMINAR DA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO DISTRITO FEDERAL V-026 ANÁLISE PRELIMINAR DA IMPLANTAÇÃO DA COLETA SELETIVA NO DISTRITO FEDERAL Gabriel França Neves (1) Acadêmico do curso de Engenheira Civil da Universidade Católica de Brasília (UCB). Tatyane Souza

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Fim da disputa entre indígenas e construtoras no Noroeste. 51ª Edição Comercial Setembro de 2014

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Fim da disputa entre indígenas e construtoras no Noroeste. 51ª Edição Comercial Setembro de 2014 + Boletim de Conjuntura Imobiliária 51ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

BRASÍLIA - DF 2013 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

BRASÍLIA - DF 2013 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO BRASÍLIA - DF 2013 PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO ESTUDO DO GERENCIAMENTO DOS RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS (RSU) NO DISTRITO FEDERAL, COM ÊNFASE NA IMPLANTAÇÃO

Leia mais

SEMINÁRIO TRABALHO E EMPREENDEDORISMO DA MULHER. Dados Estatísticos

SEMINÁRIO TRABALHO E EMPREENDEDORISMO DA MULHER. Dados Estatísticos SEMINÁRIO TRABALHO E EMPREENDEDORISMO DA MULHER Dados Estatísticos Características da População de Taguatinga, Brazlândia, Vila Estrutural e Ceilândia População Residente Taguatinga, Brazlândia, Vila Estrutural

Leia mais

ANEXO I. Tabela I Reitoria. Nível Cargo Vagas

ANEXO I. Tabela I Reitoria. Nível Cargo Vagas ANEXO I Tabela I Reitoria Nível C Auxiliar em Assuntos Educacionais 1 Nível C Auxiliar de Administração 4 Assistente em Administração 12 Técnico em Arquivo 2 Informática 1 Técnico em Secretariado 3 Técnico

Leia mais

Desenvolvimento Tecnológico

Desenvolvimento Tecnológico Desenvolvimento Tecnológico Inovação e Empreendedorismo Desafios para a construção de redes de economia solidária: A experiência de incubação da CENTCOOP-DF Sumário 1. A origem social do catador: um debate

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Crédito imobiliário: consórcio pode ser utilizado para compra, construção e reforma.

Boletim de Conjuntura Imobiliária. Clipping. Crédito imobiliário: consórcio pode ser utilizado para compra, construção e reforma. + Boletim de Conjuntura Imobiliária 47ª Edição Comercial Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard,Salas422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Realização: Instituto Venture e Ecos da Sardenha

Realização: Instituto Venture e Ecos da Sardenha o Fórum Internacional de Resíduos Sólidos Realização: Instituto Venture e Ecos da Sardenha Curitiba PR 12 a 14 de junho de 2017 8o Fórum Internacional de Resíduos Sólidos III Intercâmbio de práticas e

Leia mais

Boletim de Conjuntura Imobiliária IGP M Mercado de Imóvel Comercial se Destaca como Opção de Investir em 2011

Boletim de Conjuntura Imobiliária IGP M Mercado de Imóvel Comercial se Destaca como Opção de Investir em 2011 Boletim de Conjuntura Imobiliária 9ª Edição Comercial - Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br Econsult Consultoria

Leia mais

Prefácio 17 Explicação necessária 19

Prefácio 17 Explicação necessária 19 SUMÁRIO Prefácio 17 Explicação necessária 19 I. CONSTITUIÇÃO 21 1. Conceitos 21 2. História das Constituições 21 3. Classificação das Constituições 23 4. Elementos das Constituições 24 5. Estrutura da

Leia mais

CARTA-CIRCULAR Nº 3089

CARTA-CIRCULAR Nº 3089 CARTA-CIRCULAR Nº 3089 Libera módulos do Sistema de Informações sobre Entidades de Interesse do Banco Central - Unicad. Em conformidade com o disposto nas Circulares 3.165 e 3.180, de 4 de dezembro de

Leia mais

ÍNDICE CAPÍTULO I - DO OBJETIVO... 03 CAPÍTULO II - DA NOMENCLATURA... 04 CAPÍTULO III - DO CREDENCIAMENTO... 06 ANEXO I - FICHA CADASTRAL...

ÍNDICE CAPÍTULO I - DO OBJETIVO... 03 CAPÍTULO II - DA NOMENCLATURA... 04 CAPÍTULO III - DO CREDENCIAMENTO... 06 ANEXO I - FICHA CADASTRAL... COMPANHIA DO METROPOLITANO DO DISTRITO FEDERAL - METRÔ-DF DIRETORIA FINANCEIRA E COMERCIAL DFC DEPARTAMENTO COMERCIAL FCO DIVISÃO DE CAPTAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS - FCDP CREDENCIAMENTO PARA EXPLORAÇÃO

Leia mais

Contratação de Serviços Públicos

Contratação de Serviços Públicos Contratação de Serviços Públicos MODELOS DE CONTRATAÇÃO I. MODELO CONVENCIONAL DE CONTRATO DE EMPREITADA (LEI 8.666/93) II. MODELO DE CONCESSÃO PÚBLICA (Tradiconal) (LEI 8.987/95) III. MODELO DE PPP (Concessão

Leia mais

Capítulo I Dos Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC

Capítulo I Dos Pronunciamentos do Comitê de Pronunciamentos Contábeis - CPC LIVRO : PLANO CONTÁBIL DAS ENTIDADES ABERTAS DE PREVIDÊNCIA COMPLEMENTAR, SOCIEDADES SEGURADORAS, SOCIEDADES DE CAPITALIZAÇÃO E RESSEGURADORES LOCAIS ANEXO IV: Título IV - Normas Recepcionadas Capítulo

Leia mais

MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB

MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB VERSÃO: 01/7/2008 2 / 7 MANUAL DE NORMAS CONTRATO DE OPÇÃO DE VENDA CONAB ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO

Leia mais

AVANÇOS E DESAFIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. - Logística Reversa -

AVANÇOS E DESAFIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE FORTALEZA. - Logística Reversa - AVANÇOS E DESAFIOS DA POLÍTICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS NO MUNICÍPIO DE FORTALEZA - Logística Reversa - A POLÍTICA AMBIENTAL DO MUNICÍPIO DE FORTALEZA Integração entre o ambiente construído e o ambiente

Leia mais

Comprar ou alugar imóveis?

Comprar ou alugar imóveis? + Boletim de Conjuntura Imobiliária 66ª Edição Comercial Dezembro de 2015 Secovi-DF, Setor de Diversões Sul, Bloco A, nº44, Centro Comercial Boulevard, Salas 422/424, (61)3321-4444, www.secovidf.com.br

Leia mais

As Políticas Públicas Ambientais de Pernambuco e Resíduos Sólidos

As Políticas Públicas Ambientais de Pernambuco e Resíduos Sólidos As Políticas Públicas Ambientais de Pernambuco e Resíduos Sólidos Densidade populacional na Zona Costeira AP 2 hab.km -2 MA 29 hab.km -2 CE 252 hab.km -2 PB 373 hab.km -2 PE 913 hab.km -2 BA 96 hab.km

Leia mais

planos regionais complexo geoeconômico

planos regionais complexo geoeconômico RIDE- DF O QUE É: REGIÃO INTEGRADA DO DESENVOLVIMENTO (conceito para áreas de conurbação metropolitana de municípios distintos que compartilham espaços em regiões de Estados da Federação diferentes). Lei

Leia mais

Ações da Terapia Ocupacional no Sistema Único de Saúde

Ações da Terapia Ocupacional no Sistema Único de Saúde Ações da Terapia Ocupacional no Sistema Único de Saúde Kelly Ranyelle Alves Araujo Terapeuta Ocupacional CREFITO 14931-TO O que são os sistemas de saúde?? Conjunto de atividades cujo propósito primário

Leia mais

ATO DO ADMINISTRADOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS MULTISETORIAL SILVERADO OUTLIER III. CNPJ/MF nº

ATO DO ADMINISTRADOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS MULTISETORIAL SILVERADO OUTLIER III. CNPJ/MF nº ATO DO ADMINISTRADOR FUNDO DE INVESTIMENTO EM DIREITOS CREDITÓRIOS MULTISETORIAL SILVERADO OUTLIER III CNPJ/MF nº 12.138.862/0001-64 CITIBANK DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS S.A., sociedade

Leia mais

REGULAMENTA O PLANO INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO MUNICÍPIO DE SÃO LEOPOLDO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

REGULAMENTA O PLANO INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO MUNICÍPIO DE SÃO LEOPOLDO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO Nº 6277, DE 01º DE DEZEMBRO DE 2009. REGULAMENTA O PLANO INTEGRADO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DA CONSTRUÇÃO CIVIL DO MUNICÍPIO DE SÃO LEOPOLDO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE

Leia mais

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS SÓLIDOS Marisa Brasil Engenheira de Alimentos MBA em Qualidade, Segurança, Meio Ambiente, Saúde e Responsabilidade Social Especialista em Engenharia Ambiental e Saneamento Básico

Leia mais

4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre

4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre 4.1 Tubo Coletor de Esgoto Kanasan Ocre O Kanasan é um tubo corrugado de dupla parede, fabricado em Polietileno de Alta Densidade (PEAD), semi rígido, anelado externamente e liso internamente (Figura 1,

Leia mais

ESTADO DE RONDÔNIA MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DE RONDÔNIA GABINETE DO PREFEITO GESTÃO 2013/2016

ESTADO DE RONDÔNIA MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DE RONDÔNIA GABINETE DO PREFEITO GESTÃO 2013/2016 DECRETO N 1184/GP/2014. DESATIVA O LIXÃO MUNICIPAL E INSTITUI A POLÍTICA MUNICIPAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS DO MUNICÍPIO DE PRIMAVERA DE RONDÔNIA/RO E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Primavera

Leia mais

PLANO DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS ENGENHEIRO SANITARISTA CARLOS EDSON WALTRICK

PLANO DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS ENGENHEIRO SANITARISTA CARLOS EDSON WALTRICK PLANO DE GERENCIAMENTO INTEGRADO DE RESÍDUOS SÓLIDOS ENGENHEIRO SANITARISTA CARLOS EDSON WALTRICK QUADRO INTITUCIONAL A Lei Federal de Saneamento Básico aborda o conjunto de serviços de abastecimento público

Leia mais

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA

MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA VERSÃO: 10/02/2009 2/9 MANUAL DE NORMAS TERMO DE MERCADORIA ÍNDICE CAPÍTULO PRIMEIRO DO OBJETIVO 3 CAPÍTULO SEGUNDO DAS DEFINIÇÕES 3 CAPÍTULO TERCEIRO DOS PARTICIPANTES

Leia mais

Cód.: / Vaga: 1/Aguas Claras / Sem.: 1º ao 2º / Período: 8h às 12h / Bolsa: R$ 369,93+benefícios / Requisitos: Windows, Word, Excel e internet.

Cód.: / Vaga: 1/Aguas Claras / Sem.: 1º ao 2º / Período: 8h às 12h / Bolsa: R$ 369,93+benefícios / Requisitos: Windows, Word, Excel e internet. VAGAS PARA ESTÁGIO - ESTUDANTES MENOR APRENDIZ diversas Empresas e Órgãos públicos- Total: 37 vagas Cód.: 1593926/ Vaga: 1/Aguas Claras / Sem.: 1º ao 2º / Período: 8h às 12h / Bolsa: R$ Cód.: 1596144 /

Leia mais

Panorama e Política Nacional de

Panorama e Política Nacional de Panorama e Política Nacional de Resíduos SólidosS Seminário de Gestão Integrada e Sustentável de Resíduos Sólidos Regional Sudeste ABES, São Paulo Secretaria de Recursos Hídricos e Ambiente Urbano Dados

Leia mais

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO GERÊNCIA DE CAPTAÇÃO DE VAGAS VAGAS PARA O DIA 10/02/2014

SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO GERÊNCIA DE CAPTAÇÃO DE VAGAS VAGAS PARA O DIA 10/02/2014 SECRETARIA DE ESTADO DE TRABALHO GERÊNCIA DE CAPTAÇÃO DE VAGAS VAGAS PARA O DIA 10/02/2014 Cargo Vagas Experiência (em meses) Escolaridade Sexo Salário Local de Trabalho AÇOUGUEIRO 2 6 ENS FUND INCOMPLETO

Leia mais

BOLETIM N.º 03 NOTA OFICIAL 02

BOLETIM N.º 03 NOTA OFICIAL 02 BOLETIM N.º 03 resolve: NOTA OFICIAL 02 Considerando o Regulamento da competição, a Comissão Organizadora da Copa Brasília de Futsal 2016, no uso de suas atribuições, 1º - Conforme disposto no Art. 46

Leia mais

ANEXO I a que se refere o art. 1º do Decreto nº 8.016, de 23 de janeiro de 2015

ANEXO I a que se refere o art. 1º do Decreto nº 8.016, de 23 de janeiro de 2015 ANEXO I a que se refere o art. 1º do Decreto nº 8.016, de 23 de janeiro de 2015 VALORES DAS MULTAS Infração Não apresentação do Plano de Gerenciamento dos Resíduos da Construção Civil - PGRCC Destinação

Leia mais

Notícias Consolidação das Leis Federais

Notícias Consolidação das Leis Federais Notícias Consolidação das Leis Federais Encaminhado ao Congresso Nacional Projeto de lei para declarar expressamente revogadas leis e decretos-leis cujos preceitos perderam eficácia. (EM nº 020/2000 -

Leia mais

Rotas Tecnológicas Sustentáveis para Valorização de Resíduos. José Fernando Thomé Jucá Universidade Federal de Pernambuco

Rotas Tecnológicas Sustentáveis para Valorização de Resíduos. José Fernando Thomé Jucá Universidade Federal de Pernambuco Rotas Tecnológicas Sustentáveis para Valorização de Resíduos José Fernando Thomé Jucá Universidade Federal de Pernambuco Fortaleza, 22 de Novembro de 2016 Evolução da Geração de Resíduos (Hoornweg and

Leia mais

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre 2017 1 AULA I Apresentação do Plano de Ensino / Finalidade e Função do Estado (Introdução) *não cai na prova 21/02/2017 Bibliografia básica 31ª

Leia mais

Águas de Lindóia. Conferências Municipais de Resíduos Sólidos - Planejamento

Águas de Lindóia. Conferências Municipais de Resíduos Sólidos - Planejamento Águas de Lindóia Aspectos Gerais Águas de Lindóia Relação Águas de Lindóia x CISBRA 7% dos habitantes do CISBRA 7% da pop. urbana do CISBRA 0,3% da pop. rural do CISBRA CISBRA Área CISBRA 2.576,553 km²

Leia mais

Enquadramento das Águas do DF O que temos, o que queremos e o que podemos. Eng. Marcos Helano F. Montenegro Presidente da Seção DF da ABES

Enquadramento das Águas do DF O que temos, o que queremos e o que podemos. Eng. Marcos Helano F. Montenegro Presidente da Seção DF da ABES Enquadramento das Águas do DF O que temos, o que queremos e o que podemos. Eng. Marcos Helano F. Montenegro Presidente da Seção DF da ABES A QUESTÃO DA DOMINIALIDADE DAS ÁGUA SUPERFICIAIS RESOLUÇÃO

Leia mais

Coordenadoria de Acórdãos e Resoluções

Coordenadoria de Acórdãos e Resoluções Página 139 nº 23.326/2010 - que dispõe sobre as diretrizes para a tramitação de documentos e processos sigilosos no âmbito da Justiça Eleitoral -, vieram-me os autos conclusos. Observo que os documentos

Leia mais