INSTITUIÇÕES DE DIREITO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "INSTITUIÇÕES DE DIREITO"

Transcrição

1 INSTITUIÇÕES DE DIREITO Prof. Rogério Dias Correia Tipos de democracia Democracia direta Democracia indireta Democracia semidireta 2 Conceito de Sistemas eleitorais Conjunto de regras e procedimentos utilizados para traduzir os votos dos eleitores em escolha dos seus representantes. Trata-se de um mecanismo fundamental para a efetivação da democracia representativa. 3 1

2 Motivações para escolha de um sistema eleitoral Maximização ou preservação de controle político através da conquista da maior parte dos mandatos; A necessidade de escolher um sistema eleitoral mais apropriado às condições políticas, sociológicas, econômicas e jurídicas de determinado país; A necessidade de corrigir as falhas do sistema eleitoral anterior ou de temperar o possível extremismo. 4 Sistema majoritário Considera-se eleito o candidato (ou candidatos) mais votado num determinado círculo eleitoral; No Brasil, atualmente é utilizado para a eleição do chefe do poder executivos nos três níveis de governo e para eleger os Senadores. Nesse modelo, o partido que conquista a maioria dos votos, independentemente do número de partidos envolvidos no pleito eleitoral, é sagrado vitorioso e conquista o cargo ou cargos em disputa. 5 Sistema Proporcional Os sistemas de representação proporcional pressupõem sempre círculos plurinominais (círculos que elegem mais de um candidato) e visam a garantir certa proporcionalidade entre os votos obtidos pelos partidos políticos e o número de mandatos atribuídos; Tem por objetivo primordial permitir que as minorias possam se fazer representar. 6 2

3 Vantagens do sistema proporcional Os defensores dos sistemas de representação proporcional consideram que ele resolve suficientemente o problema da representação das minorias, uma vez leva à constituição de um parlamento à imagem do eleitorado, no qual tomem assento todas as tendências políticas significativas do país. 7 Críticas ao sistema de representação proporcional. Provocam uma diluição de responsabilidade e uma redução da eficácia do governo. Isto porque, sendo o produto de uma conjugação heterogênea, o governo não é plenamente responsável pela manutenção de uma linha política definida; A composição heterogênea dificulta a aplicação de uma orientação integral e uniforme de qualquer partido político, resultando um sistema de governo indefinido e muitas vezes até contraditório em si mesmo e nos seus atos; A representação proporcional não assegura efetivamente a representação das minorias, uma vez que o representante eleito por um grupo minoritário não tem condições de impor ao governo suas ideias, princípios e valores, pois, na verdade, há uma preponderância de fato dos grandes partidos, que têm maior número de representantes, resultando disso tudo a completa inautenticidade da representação. 8 Exemplo de cálculo de coeficiente eleitoral Total de eleitores Deputados federais 10 Deputados estaduais 30 Votos válidos corresponde ao total de eleitores subtraído das abstenções, votos nulos e votos em branco. CO = Votos Válidos N.º de Vagas 9 3

4 Sistemas mistos São sistemas que mesclam sistemas majoritários com sistemas proporcionais. Exemplo típico: Sistema alemão que, num mesmo circulo eleitoral, elege representantes pelo sistema majoritário e pelo sistema proporcional. 10 Voto distrital Esse é um sistema em que cada membro do parlamento é eleito individualmente nos limites geográficos de um distrito pela maioria dos votos (simples ou absoluta). Para tanto, o país é dividido em determinado número de distritos eleitorais, normalmente com população semelhante entre si, cada qual elegendo um dos políticos que comporão o parlamento. 11 Vantagens do voto distrital Fortalecimento do elo entre representante e representado; Memória eleitoral Redução dos Custos de Campanha 12 4

5 Desvantagens do voto distrital Desproporcionalidade; Favorecimento de interesses locais; Interferência no sistema partidário, uma vez que via de regra, acarreta a redução do número de partidos. 13 Financiamento de campanhas Financiamento público Financiamento privado Contribuições de pessoas físicas Contribuições de pessoas jurídicas 14 Prof. Rogério Dias Correia Mestre e Doutorando em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra/Portugal. Pós-graduado em Direito Tributário pela FGV Advogadoinscritona OAB/SPsobn.º ena OAB/ES sob n.º

Definição como se transformam votos em poder

Definição como se transformam votos em poder Definição. Sistema eleitoral é o conjunto de regras que define como, em uma determinada eleição, o eleitor pode fazer suas escolhas e como os votos são contabilizados para serem transformados em mandatos.

Leia mais

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01

INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 INFORME ESPECIAL ASSESSORIA PARLAMENTAR Nº 01 Elaborado em 09 de julho de 2013 REFORMA POLÍTICA DEPUTADOS DESCARTAM REFORMA POLÍTICA VÁLIDA PARA 2014 O presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves, afirmou

Leia mais

(Do Senhor Marcus Pestana)

(Do Senhor Marcus Pestana) PROJETO DE LEI Nº, DE 2013 (Do Senhor Marcus Pestana) Dispõe sobre o sistema eleitoral para as eleições proporcionais, alterando a Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965 (Código Eleitoral), a Lei nº 9.096,

Leia mais

19/08/17. Atualidades. Projeto de Reforma Política. Prof. Grega

19/08/17. Atualidades. Projeto de Reforma Política. Prof. Grega Atualidades Projeto de Reforma Política A Comissão Especial da Câmara dos Deputados concluiu nesta terça-feira (15/08/2017) a votação das emendas da parte da reforma política que necessita de alterações

Leia mais

Administração Pública

Administração Pública Administração Pública Sistema Político Brasileiro Professor Cássio Albernaz www.acasadoconcurseiro.com.br Administração Pública SISTEMA POLÍTICO BRASILEIRO O Brasil é uma república federal presidencialista,

Leia mais

Myrian Massarollo Presidente

Myrian Massarollo Presidente Cálculos eleitorais No Brasil adotamos o sistema político denominado Democracia Representativa. Nele os eleitores concedem um mandato eletivo, ou seja, através do voto, a alguns cidadãos que se candidataram

Leia mais

O QUE É FEITO DO SEU VOTO?

O QUE É FEITO DO SEU VOTO? O QUE É FEITO DO SEU VOTO? Sant'Anna, Gilson Carlos e Amador, Luis Filipe Chateaubriand Baracho Ferreirinha. "O que é feito do seu voto?" - Rio de Janeiro - Ed. Cervantes, 1998 1. Sistema Eleitoral - Brasil.

Leia mais

DIAP Quadro comparativo: PEC do GT da reforma política no Congresso Qua, 13 de Novembro de :43

DIAP Quadro comparativo: PEC do GT da reforma política no Congresso Qua, 13 de Novembro de :43 Departamento Intersindical de Assessoria Parlametar organiza uma tabela comparativa a partir da PEC aprovada pelo Grupo de Trabalho sobre Reforma Política na Camâra dos Deputados. O Grupo de Trabalho sobre

Leia mais

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS

CURSO DE DIREITO DIREITO ELEITORAL. Prof. Gilberto Kenji Futada SISTEMAS ELEITORAIS CURSO DE DIREITO Prof. A CF/88 prevê dois sistemas para a escolha dos representantes que, em nome do titular da soberania, o povo, exercerão o poder: Sistema Majoritário a) Presidência da República b)

Leia mais

SEMINÁRIO Reforma Política: Sistema Eleitoral em Debate. LOCAL: Auditório Prof. Oswaldo Fadigas Fontes - USP DATA: 30 de maio de 2011 RELATÓRIO

SEMINÁRIO Reforma Política: Sistema Eleitoral em Debate. LOCAL: Auditório Prof. Oswaldo Fadigas Fontes - USP DATA: 30 de maio de 2011 RELATÓRIO SEMINÁRIO Reforma Política: Sistema Eleitoral em Debate LOCAL: Auditório Prof. Oswaldo Fadigas Fontes - USP DATA: 30 de maio de 2011 RELATÓRIO O seminário teve a duração de um dia e contou com a participação

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Victor Barau

CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Victor Barau CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA Victor Barau 1- O Conceito da palavra Democracia Democracia demos = povo, e kratos = autoridade Origem Conceito Moderno: Revoluções Francesa e Americana.

Leia mais

8.1 Dimensões de um sistema eleitoral. eleitoral

8.1 Dimensões de um sistema eleitoral. eleitoral (ula 6) Métodos de votação e sistemas eleitorais. s dimensões de um sistema eleitoral (introd.). Os tipos de sistema eleitoral.. Sistemas maioritários.. Sistemas proporcionais.. Sistemas mistos.. Uma análise

Leia mais

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas

Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Comissão da reforma política aprova distritão e fundo de R$ 3,6 bilhões para campanhas Modelo foi aprovado após votação do texto-base da reforma. Distritão divide estados e municípios em distritos e põe

Leia mais

Sistema Político Brasileiro, Democracia e Sistema Eleitoral

Sistema Político Brasileiro, Democracia e Sistema Eleitoral Sistema Político Brasileiro, Democracia e Sistema Eleitoral Universidade Federal Fluminense UFF Faculdade de Economia Núcleo Transdisciplinar de Estudos de Gênero Programa de Estudos Pós-Graduados em Política

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 388/X. Exposição de Motivos

PROJECTO DE LEI N.º 388/X. Exposição de Motivos PROJECTO DE LEI N.º 388/X Exposição de Motivos A reforma do sistema eleitoral para a Assembleia da República é um objectivo político firme do PSD. A finalidade essencial da presente proposta é a aproximação

Leia mais

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA

TEMAS DA REFORMA POLÍTICA TEMAS DA REFORMA POLÍTICA 1 Sistemas Eleitorais 1.1 Sistema majoritário. 1.2 Sistema proporcional 1.2 Sistema misto 2 - Financiamento eleitoral e partidário 3- Suplência de senador 4- Filiação partidária

Leia mais

PARLAMENTO DOS JOVENS E N S I N O B Á S I C O E S E C U N D Á R I O

PARLAMENTO DOS JOVENS E N S I N O B Á S I C O E S E C U N D Á R I O PARLAMENTO DOS JOVENS E N S I N O B Á S I C O E S E C U N D Á R I O O QUE É? O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.º ciclos

Leia mais

TRE/RN CICLO DE PALESTRAS

TRE/RN CICLO DE PALESTRAS 01 Vereador: Papel Constitucional e Sistema de Eleição Juiz JAILSOM LEANDRO DE SOUSA 02 Quem é o vereador? O Vereador é o Membro do Poder Legislativo Municipal. 03 Qual é o papel do Vereador? O papel do

Leia mais

Quem reforma o sistema eleitoral?

Quem reforma o sistema eleitoral? Quem reforma o sistema eleitoral? O nó que amarra a reforma política no Brasil nunca foi desatado. O motivo é simples. Não há interesse. Historicamente, parlamentares só mudam as regras em benefício próprio.

Leia mais

Aula de hoje: Introdução aos sistemas eleitorais (conceitos básicos)

Aula de hoje: Introdução aos sistemas eleitorais (conceitos básicos) Aula de hoje: Introdução aos sistemas eleitorais (conceitos básicos) Referências: Nicolau, J. M. Sistemas eleitorais; uma introdução. Rio de Janeiro: FGV. Lijphart, A. (2003). Modelos de democracia. Rio

Leia mais

SISTEMAS ELEITORAIS E DE GOVERNO Prof. Vitor Marchetti

SISTEMAS ELEITORAIS E DE GOVERNO Prof. Vitor Marchetti SISTEMAS ELEITORAIS E DE GOVERNO Prof. Vitor Marchetti Instituições importam O desenho das instituições faz diferença para a forma como funcionam os sistemas políticos. Diferentes desenhos institucionais

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS)

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS) COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A DAR PARECER ÀS PROPOSTAS DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO RELACIONADAS À REFORMA POLÍTICA (PEC 182, DE 2007, E APENSADAS) SUBSTITUTIVO À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 14,

Leia mais

O poder e a política SOCIOLOGIA EM MOVIMENTO

O poder e a política SOCIOLOGIA EM MOVIMENTO Capítulo 6 Poder, política e Estado 1 O poder e a política Poder se refere à capacidade de agir ou de determinar o comportamento dos outros. As relações de poder perpassam todas as relações sociais. As

Leia mais

Sistema eleitoral. mais votado vence), com distritos de um representante:

Sistema eleitoral. mais votado vence), com distritos de um representante: No plenário da Câmara, deputados eleitos em 2006 tomam posse em fevereiro de 2007 Sistema eleitoral o procedimento pelo qual votos dos eleitores são transformados em cadeiras parlamentares ou em postos

Leia mais

ASSEMBLEIA CONSTITUINTE EXCLUSIVA,

ASSEMBLEIA CONSTITUINTE EXCLUSIVA, 2490/17 - POL Jul/Ago 2017 A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha ACI-NH/CB/EV, frente o cenário lamentável gerado pelo momento político, pelo descompromisso

Leia mais

O JOGO DAS ELEIÇÕES A C T I V I D A D E S M A T E M Á T I C A S

O JOGO DAS ELEIÇÕES A C T I V I D A D E S M A T E M Á T I C A S O JOGO DAS ELEIÇÕES A C T I V I D A D E S M A T E M Á T I C A S ÍNDICE Tabelas de Preferência Transitividade e Eliminação de Candidatos Movimentação das preferências individuais Transitividade Eliminação

Leia mais

REFLEXOS DA REFORMA POLÍTICA NAS ELEIÇÕES DE 2016

REFLEXOS DA REFORMA POLÍTICA NAS ELEIÇÕES DE 2016 REFLEXOS DA REFORMA POLÍTICA NAS ELEIÇÕES DE 2016 Dr. Felipe Ferreira Lima Diretor do Instituto Egídio Ferreira Lima 1. Introdução: O debate sobre a Reforma Política no Brasil 2. Registro de Candidatura

Leia mais

SISTEMA ELEITORAL BRASILEIRO

SISTEMA ELEITORAL BRASILEIRO Gerente de Relações Institucionais: Sheila Tussi da Cunha Barbosa Analista de Relações Institucionais: Cláudia Fernanda Silva Almeida Assistente Administrativa: Quênia Adriana Camargo Ferreira Estagiários:

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 25, DE 2015

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 25, DE 2015 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 25, DE 2015 Altera a Lei nº 4.737, de 15 de julho de 1965, (Código Eleitoral) e a Lei nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, para instituir o sistema eleitoral majoritário nas

Leia mais

IGEPP QUESTÕES COMENTADAS DE CIÊNCIA POLÍTICA ELABORADO PELA EQUIPE IGEPP

IGEPP QUESTÕES COMENTADAS DE CIÊNCIA POLÍTICA ELABORADO PELA EQUIPE IGEPP IGEPP QUESTÕES COMENTADAS DE CIÊNCIA POLÍTICA ELABORADO PELA EQUIPE IGEPP O chefe de governo da forma de governo denominada república deve, obrigatoriamente, ser escolhido de forma direta pelo povo, por

Leia mais

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1

EMAIL/FACE: prof.fabioramos@hotmail.com www.facebook.com/prof.fabioramos 1 DIREITOS POLÍTICOS Prof. Fábio Ramos prof.fabioramos@hotmail.com Conjunto de normas que disciplinam as formas de exercício da soberania popular. Princípio da Soberania Popular: Art. 1º, par. único: Todo

Leia mais

Sistemas de representação proporcional

Sistemas de representação proporcional MATEMÁTICA APLICADA ÀS CIÊNCIAS SOCIAIS RESUMO - Teoria das Eleições Sistemas Eleitorais de representação proporcional 10º ano Cláudia Henriques Sistemas de representação proporcional Nestes sistemas verifica-se

Leia mais

Papéis dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. O art. 224 do Código Eleitoral dispõe:

Papéis dos Poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. O art. 224 do Código Eleitoral dispõe: Sistemas Eleitorais Voto e Eleições A expressão "sistema eleitoral" designa o modo, os instrumentos e os mecanismos empregados nos países de organização política democrática para constituir seus Poderes

Leia mais

Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição.

Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição. O Parágrafo Único do Artigo 1º da nossa Constituição (1988) diz: Todo poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta constituição. 2012 é ano de o

Leia mais

Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política

Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política Pesquisa de Opinião com os Prefeitos sobre a Reforma Política Objetivos: Fazer um levantamento da opinião dos prefeitos brasileiros sobre a Reforma Política que está tramitando na Câmara dos Deputados.

Leia mais

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do

O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do O programa Parlamento dos Jovens é uma iniciativa da Assembleia da República (AR) dirigida aos jovens do 2.º e do 3.ºciclos do ensino básico e do ensino secundário Quem orienta este programa na Escola?

Leia mais

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO ELEITORAL E POLÍTICO ABRADEP MANIFESTO SOBRE A REFORMA POLÍTICA

ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO ELEITORAL E POLÍTICO ABRADEP MANIFESTO SOBRE A REFORMA POLÍTICA ACADEMIA BRASILEIRA DE DIREITO ELEITORAL E POLÍTICO ABRADEP MANIFESTO SOBRE A REFORMA POLÍTICA A necessidade de dar resposta às reivindicações brasileiras pela Reforma Política deve estar alinhada às seguintes

Leia mais

ELEIÇÕES 2016 O QUE VOCÊ PRECISAR SABER

ELEIÇÕES 2016 O QUE VOCÊ PRECISAR SABER ADVOCACIA & CONSULTORIA EVILSON BRAZ Rua Rodrigues de Aquino, n.º 267, 9º Andar/Sala 903 Edf. Asplan, Centro, João Pessoa/PB - (083) 98761-0375/99989-6277/3021-8444 E-mail: evilsonbraz@ig.com.br / Site:

Leia mais

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações:

TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR. Foram aprovadas as seguintes alterações: Senado Federal Comissão da Reforma Política TEMAS DEBATIDOS DECISÕES DA COMISSÃO 1- SUPLÊNCIA DE SENADOR a) Redução de dois suplentes de Senador para um; b) Em caso de afastamento o suplente assume; em

Leia mais

Princípios do sistema eleitoral autárquico da Baixa Saxónia

Princípios do sistema eleitoral autárquico da Baixa Saxónia Portugiesisch Niedersächsischer Landeswahlleiter Informações do Presidente da Comissão Eleitoral da Baixa Saxónia Princípios do sistema eleitoral autárquico da Baixa Saxónia Princípios do sistema eleitoral

Leia mais

DAS ELEIÇÕES. SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE)

DAS ELEIÇÕES. SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE) SISTEMA ELEITORAL (arts. 82 a 86; 105 a 113 do CE) - Conjunto de normas que rege e organiza as eleições. - Processo eleitoral: do alistamento até a diplomação. Eleições: I. Princípio Majoritário Para os

Leia mais

São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus

São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus São instrumentos por meio dos quais a CF garante o exercício da soberania popular (poder de cada membro da sociedade estatal de escolher os seus representantes no governo por meio do sufrágio universal

Leia mais

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003

COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003 COMISSÃO ESPECIAL DESTINADA A PROFERIR PARECER À PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 77-A, DE 2003 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o 77, DE 2014 Suprime o 5º do art. 14 e dá nova redação ao 1º do

Leia mais

Análise do Sistema Político Português no Período Democrático: Uma breve caracterização Mafalda Lobo (CIMJ)

Análise do Sistema Político Português no Período Democrático: Uma breve caracterização Mafalda Lobo (CIMJ) Análise do Sistema Político Português no Período Democrático: Mafalda Lobo (CIMJ) mafalobopereira@gmail.com Regimes políticos anteriores à mudança democrática iniciada em 1974: I República (1910-1926)

Leia mais

Para dar seu voto consciente, o eleitor deverá:

Para dar seu voto consciente, o eleitor deverá: Neste ano teremos eleições gerais, para elegermos nossos representantes nas três esferas de Governo: municipal, estadual e federal. Numa democracia representativa, a escolha de prefeitos, governadores,

Leia mais

Comentário às Propostas de Alteração do Sistema Eleitoral Para a Assembleia da República, Por parte de PS e PSD

Comentário às Propostas de Alteração do Sistema Eleitoral Para a Assembleia da República, Por parte de PS e PSD Comentário às Propostas de Alteração do Sistema Eleitoral Para a Assembleia da República, Por parte de PS e PSD E Respectiva Simulação de como ficariam distribuídos Os assentos parlamentares José António

Leia mais

ATUALIDADES POLÍTICA : PROCESSO ELEITORAL NORTE-AMERICANO

ATUALIDADES POLÍTICA : PROCESSO ELEITORAL NORTE-AMERICANO ATUALIDADES POLÍTICA : PROCESSO ELEITORAL NORTE-AMERICANO As eleições presidenciais nos Estados Unidos são realizadas de modo indireto por meio de delegados escolhidos via convenções partidárias. Sistema

Leia mais

REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS

REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS REFORMA POLÍTICA ANÁLISE DAS PRINCIPAIS PROPOSTAS Análise Reforma Política Discute-se no Congresso Nacional a Reforma Política, com alterações no sistema eleitoral brasileiro em diversos pontos, como:

Leia mais

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011

SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011 SENADO FEDERAL PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 145, DE 2011 Altera a Lei n 4.737, de 15 de julho de 1965, (Código Eleitoral), e a Lei n 9.504, de 30 de setembro de 1997, para instituir o sistema eleitoral

Leia mais

BALANÇO E PERSPECTIVAS DA REFORMA POLÍTICA

BALANÇO E PERSPECTIVAS DA REFORMA POLÍTICA 1 BALANÇO E PERSPECTIVAS DA REFORMA POLÍTICA Antônio Paim Membro do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro e da Academia Brasileira de Filosofia antoniopaim2@gmail.com Na votação da reforma política,

Leia mais

O VOTO PROPORCIONAL E A REFORMA POLITICA NO BRASIL

O VOTO PROPORCIONAL E A REFORMA POLITICA NO BRASIL O VOTO PROPORCIONAL E A REFORMA POLITICA NO BRASIL Robison Luiz Marciniaki Karas Co- autor: Bruno Gasparini gasparini_bruno@hotmail.com Palavras-chave: Ciência política -Democracia Sistema- Eleitoral brasileiro.

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos)

CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais. ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA PORTUGUESA 7.ª revisão 2005 (excertos) Princípios fundamentais ARTIGO 10.º (Sufrágio universal e partidos políticos) 1. O povo exerce o poder político através do sufrágio universal,

Leia mais

ARGUMENTO º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES

ARGUMENTO º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES ARGUMENTO 2017 1º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES República Federativa do Brasil ASPECTOS DA ESTRUTURA POLÍTICO- CONSTITUCIONAL DO ESTADO BRASILEIRO. REPÚBLICA - forma de governo em que o Chefe de Estado

Leia mais

VOTO ÚTIL CONTRA O PS DE SÓCRATES NOS DISTRITOS COM POUCOS ELEITORES

VOTO ÚTIL CONTRA O PS DE SÓCRATES NOS DISTRITOS COM POUCOS ELEITORES VOTO ÚTIL CONTRA O PS DE SÓCRATES NOS DISTRITOS COM POUCOS ELEITORES No sistema eleitoral português muitos votos são perdidos, uma vez que não são convertidos em mandatos de deputados. Esta situação ainda

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o, DE 2017

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o, DE 2017 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO N o, DE 2017 (Do Sr. JOÃO DERLY e outros) Altera os art. 14 e 77, e cria o art. 17-A, todos da Constituição Federal, para permitir a apresentação de candidaturas a cargo

Leia mais

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política

Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Opinião dos Vereadores sobre a Reforma Política Resultado da pesquisa sobre Reforma Política com Vereadores presentes na 1ª Mobilização Nacional de Vereadores realizada, em Brasília, nos dias 06 e 07 de

Leia mais

CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Victor Barau

CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA. Victor Barau CURSO FORMAÇÃO CIDADÃ DEMOCRACIA REPRESENTATIVA Victor Barau 1- O Conceito da palavra Democracia Democracia demos = povo, e kratos = autoridade Origem Conceito Moderno: Revoluções Francesa e Americana.

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 2015

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 2015 PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº 2015, DE Dá nova redação aos arts. 45 e 46 da Constituição Federal para reduzir o número de membros da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. As Mesas da Câmara

Leia mais

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS

DIREITOS POLITICOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS DIREITOS FUNDAMENTAIS CONCEITO: O direito democrático de participação do povo no governo, por seus representantes, acabou exigindo a formação de um conjunto de normas legais permanentes, que recebe a denominação de direitos

Leia mais

Grande doador ignora candidatos negros e mulheres

Grande doador ignora candidatos negros e mulheres A Transparência Brasil é uma organização brasileira, independente e autônoma. e-mail: tbrasil@transparencia.org.br www.transparencia.org.br Grande doador ignora candidatos negros e mulheres Natália Paiva

Leia mais

A CONSTITUIÇÃO E A REPRESENTAÇÃO ELEITORAL

A CONSTITUIÇÃO E A REPRESENTAÇÃO ELEITORAL A CONSTITUIÇÃO E A REPRESENTAÇÃO ELEITORAL Sumário Gilson Carlos Sant Anna 1 1 Introdução. 2 A questão da representação. 3 Vantagens e desvantagens dos diferentes sistemas eleitorais. 4 As distorções do

Leia mais

Glossário. Apuramento de votos é a contabilização dos votos feita na mesa da assembleia de voto.

Glossário. Apuramento de votos é a contabilização dos votos feita na mesa da assembleia de voto. ANEXO Glossário Para efeitos da presente Lei, entende-se por: A Abertura da assembleia de voto é o procedimento através do qual o presidente da mesa de assembleia de voto, em cumprimento das directivas

Leia mais

Pesquisa de Opinião Eleitoral Reforma Política Abril e Maio de 2009

Pesquisa de Opinião Eleitoral Reforma Política Abril e Maio de 2009 P1. A reforma política voltou à pauta do Congresso. Sobre a regra de transição, na opinião do (a) senhor (a), as mudanças nas legislações eleitoral e partidária: Devem vigorar de imediato, valendo para

Leia mais

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br

BuscaLegis.ccj.ufsc.Br BuscaLegis.ccj.ufsc.Br As origens da infidelidade partidária no Brasil Daniel Gouveia de Mello Martins Segundo Jairo Nicolau, sistema eleitoral é o procedimento utilizado em uma eleição para transformar

Leia mais

Reflexões sobre Reforma Política

Reflexões sobre Reforma Política Reflexões sobre Reforma Política Texto Faculdade Assis Gurgacz Cascavel Paraná 27.Set.2013 Roteiro da Apresentação 1a. Parte: Circunstâncias Históricas 2a. Parte: Identificado os caminhos (doutrina de

Leia mais

A OPINIÃO DOS PREFEITOS SOBRE A REFORMA POLÍTICA

A OPINIÃO DOS PREFEITOS SOBRE A REFORMA POLÍTICA A OPINIÃO DOS PREFEITOS SOBRE A REFORMA POLÍTICA Está em discussão no Congresso Nacional a Reforma Política, um conjunto de propostas que visam a alterar a legislação nacional no que se refere aos sistemas

Leia mais

A presença das mulheres no parlamento brasileiro

A presença das mulheres no parlamento brasileiro A Transparência Brasil é uma organização brasileira, independente e autônoma. e-mail: tbrasil@transparencia.org.br www.transparencia.org.br A presença das mulheres no parlamento brasileiro Renato Abramowicz

Leia mais

CURSO MULHERES NO PODER LEGISLATIVO

CURSO MULHERES NO PODER LEGISLATIVO CURSO MULHERES NO PODER LEGISLATIVO Manhattan Plaza Brasília - DF 09 de dezembro de 2010 RELATÓRIO Aline Bruno Soares A Fundação Konrad Adenauer convidou mulheres eleitas para o Poder Legislativo a participarem

Leia mais

Justiça Eleitoral. Eleições º Turno. Resultado da totalização CEARÁ

Justiça Eleitoral. Eleições º Turno. Resultado da totalização CEARÁ Justiça Eleitoral - Resultado da totalização CEARÁ 31 de janeiro de 2011 Página 1 de 1 Relatório do Resultado da Totalização Resumo Geral do Estado de CEARÁ 23:07: No dia 31 de janeiro de 2011, a Secretaria

Leia mais

FIDELIDADE E INFIDELIDADE PARTIDÁRIA

FIDELIDADE E INFIDELIDADE PARTIDÁRIA FIDELIDADE E INFIDELIDADE PARTIDÁRIA Baseado no texto adaptado e condensado Democracia, um reflexo da filiação partidária, de Saulo Henrique da Silva Fonte: http://jus.com.br/revista/texto/19600/democracia-um-reflexo-da-filiacao-partidaria

Leia mais

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015

Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 Reforma Política Democrática Eleições Limpas 13 de janeiro de 2015 A Coalizão é uma articulação da sociedade brasileira visando a uma Reforma Política Democrática. Ela é composta atualmente por 101 entidades,

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17)

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTS 14 AO 17) Atualizado em 02/12/2015 DIREITOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS (ARTIGOS 14 a 17) GENERALIDADES Os direitos políticos estão

Leia mais

Catalogação na Publicação (CIP)

Catalogação na Publicação (CIP) GUIA AOS ELEITORES Catalogação na Publicação (CIP) P221 Pará. Ministério Público. Guia aos eleitores: Perguntas e respostas sobre as eleições municipais de 2016 / Elaboração e Organização de José Edvaldo

Leia mais

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017.

Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. Ofício nº 1028 (SF) Brasília, em 27 de setembro de 2017. A Sua Excelência o Senhor Deputado Giacobo Primeiro-Secretário da Câmara dos Deputados Assunto: Projeto de Lei do Senado à revisão. Senhor Primeiro-Secretário,

Leia mais

PARTIDOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS

PARTIDOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS FERNANDO FARELO LOPES ANDRÉ FREIRE ^ A 356691 PARTIDOS POLÍTICOS E SISTEMAS ELEITORAIS UMA INTRODUÇÃO CELTA EDITORA OEIRAS / 2002 ÍNDICE índice de figuras e quadros vii Introdução 1 Fernando Farelo Lopes

Leia mais

DICAS PARA UM VOTO MAIS CONSCIENTE E CRITERIOSO

DICAS PARA UM VOTO MAIS CONSCIENTE E CRITERIOSO ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA ELEIÇÕES 2010 DICAS PARA UM VOTO MAIS CONSCIENTE E CRITERIOSO Elaboração: ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA Assessoria de Imprensa Comissão Justiça e Paz CJP Movimento dos Focolares Contato:

Leia mais

Reforma Política, Eleitoral e o Financiamento Político Prof. Dr. Ricardo W. Caldas Departamento Ciência Política Universidade de Brasília (UnB)

Reforma Política, Eleitoral e o Financiamento Político Prof. Dr. Ricardo W. Caldas Departamento Ciência Política Universidade de Brasília (UnB) Reforma Política, Eleitoral e o Financiamento Político Prof. Dr. Ricardo W. Caldas Departamento Ciência Política Universidade de Brasília (UnB) 1 Introdução Objetivos: Discutir os objetivos de uma Reforma

Leia mais

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros)

PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros) PROPOSTA DE EMENDA À CONSTITUIÇÃO Nº, DE 2003 (Do Sr. Marcelo Castro e outros) Suprime o 5º do art. 14 e dá nova redação ao 1º do art. 27, ao caput do art. 28, ao inciso I do art. 29, ao parágrafo único

Leia mais

2012/ Ao presidente do partido e ao juiz eleitoral

2012/ Ao presidente do partido e ao juiz eleitoral 2012/2014 2016 20/07 a 05/08 Data das Convenções Partidárias 10/06 a 30/06 (Art. 8º da Lei nº. 9.504/97 e 93, 2º da Lei 4.737/65) Prazo de filiação partidária Comunicação de desfiliação partidária Janela

Leia mais

Matemática e Cidadania

Matemática e Cidadania Matemática e Cidadania Eleições representam um dos momentos mais significativos da Democracia. E como qualquer atividade humana, eleições estão sujeitas a diversas interpretações: históricas, filosóficas,

Leia mais

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA

O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA O ESTADO E A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NA SOCIEDADE CONTEMPORÂNEA ESTADO Conjunto de regras, pessoas e organizações que se separam da sociedade para organizá-la. - Só passa a existir quando o comando da comunidade

Leia mais

LUCIENI PEREIRA AUDITORA DO TCU PRESIDENTE DA ANTC ENTIDADE DA REDE MCCE

LUCIENI PEREIRA AUDITORA DO TCU PRESIDENTE DA ANTC ENTIDADE DA REDE MCCE 6 de agosto de 2014 LUCIENI PEREIRA AUDITORA DO TCU PRESIDENTE DA ANTC ENTIDADE DA REDE MCCE Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral: Conquistas e Desafios para Eleições Limpas PROJETO DE LEI 6.316,

Leia mais

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do

... 5º São inelegíveis para os mesmos cargos, no período imediatamente subsequente, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Reforma as instituições político-eleitorais, alterando os arts. 14, 17, 57 e 61 da Constituição Federal, e cria regras temporárias para vigorar no período de transição para o novo modelo, acrescentando

Leia mais

GUIA DAS CONVENÇÕES DAS ELEIÇÕES 2016

GUIA DAS CONVENÇÕES DAS ELEIÇÕES 2016 GUIA DAS CONVENÇÕES DAS ELEIÇÕES 2016 Modelos de EDITAL DE CONVOCAÇÃO CÉDULA DE VOTAÇÃO ATA DA CONVENÇÃO PALAVRA DO PRESIDENTE Prezados filiados do PSD Pará, O PSD está cada vez mais forte e unido em todo

Leia mais

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ANTONIO ANASTASIA. Vem ao exame desta Comissão, em caráter terminativo, o

PARECER Nº, DE RELATOR: Senador ANTONIO ANASTASIA. Vem ao exame desta Comissão, em caráter terminativo, o PARECER Nº, DE 2017 Da COMISSÃODE CONSTITUIÇÃO, JUSTIÇA E CIDADANIA, em decisão terminativa, sobre o Projeto de Lei do Senado nº 86, de 2017, do Senador José Serra, que altera a legislação eleitoral para

Leia mais

O PT de Floriano, presidido pelo Celso Vieira (imagem), definiu os prazos para tomar as decisões sobre as Eleições Municipais de 2016.

O PT de Floriano, presidido pelo Celso Vieira (imagem), definiu os prazos para tomar as decisões sobre as Eleições Municipais de 2016. O PT de Floriano, presidido pelo Celso Vieira (imagem), definiu os prazos para tomar as decisões sobre as Eleições Municipais de 2016. Num comunicado enviado ao piauinoticias o presidente Celso informou

Leia mais

Prof. Cristiano Lopes

Prof. Cristiano Lopes Prof. Cristiano Lopes Poder Legislativo Federal ü No Brasil vigora o bicameralismo federativo, no âmbito federal. Ou seja, o Poder Legislativo no Brasil, em âmbito federal, é bicameral, isto é, composto

Leia mais

É a reforma política, estúpido!

É a reforma política, estúpido! É a reforma política, estúpido! Roberto Ribeiro Corrêa ( 1 ) Quais os mecanismos institucionais que devem vigorar num sistema político de sorte a aperfeiçoar as relações entre os poderes executivo e legislativo,

Leia mais

CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio

CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio CIDADANIA Direitos políticos e sufrágio Introdução Direitos políticos são os direitos do cidadão que permitem sua participação e influência nas atividades de governo. Para Pimenta Bueno, citado por Silva

Leia mais

Reforma Política aprovada vai tornar eleições mais democráticas e baratas

Reforma Política aprovada vai tornar eleições mais democráticas e baratas Reforma Política aprovada vai tornar eleições mais democráticas e baratas A pós 11 meses de intenso debate, o Congresso Nacional aprovou nesta semana uma Reforma Política que promove mudanças significativas

Leia mais

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi

Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi Abreviaturas, xvii Nota à 7a edição, xix Prefácio, xxi I Direitos políticos, 1 1 Compreensão dos direitos políticos, 1 1.1 Política, 1 1.2 Direito político, direito constitucional e ciência política, 3

Leia mais

Art. 44. O Poder Legislativo é exercido pelo Congresso Nacional, que se. eleitos, pelo sistema proporcional, em cada Estado, em cada Território e no

Art. 44. O Poder Legislativo é exercido pelo Congresso Nacional, que se. eleitos, pelo sistema proporcional, em cada Estado, em cada Território e no Art. 44. O Poder Legislativo é exercido pelo Congresso Nacional, que se compõe da Câmara dos Deputados e do Senado Federal. Parágrafo único. Cada legislatura terá a duração de quatro anos. Art. 45. A Câmara

Leia mais

LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE Estabelece normas para as eleições.

LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE Estabelece normas para as eleições. LEI Nº 9.504, DE 30 DE SETEMBRO DE 1997. Estabelece normas para as eleições. O grande mérito desta lei é o de, a princípio, tornar permanentes as regras para todas as eleições,pois, até sua edição, o que

Leia mais

Num Congresso Nacional cada vez mais conservador, Jean Wyllys (PSOL/RJ) é o único

Num Congresso Nacional cada vez mais conservador, Jean Wyllys (PSOL/RJ) é o único \"Congresso conservador não significa derrota política\", diz Jean Wyllys Sétimo mais votado no Rio, deputado federal afirma que sua luta pelos direitos das minorias vai além do Legislativo. Segundo ele,

Leia mais

A Reforma política e o status quo 1

A Reforma política e o status quo 1 A Reforma política e o status quo 1 Jurutân Alves da Silva 2 Este artigo visa debater sobre a reforma política e suas consequências na arena eleitoral a partir do sistema eleitoral e a reforma política

Leia mais

ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA ELEIÇÕES 2010 DEZ QUESTÕES QUE O ELEITOR DEVE SABER. Elaboração: ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA

ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA ELEIÇÕES 2010 DEZ QUESTÕES QUE O ELEITOR DEVE SABER. Elaboração: ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA ELEIÇÕES 2010 DEZ QUESTÕES QUE O ELEITOR DEVE SABER Elaboração: ARQUIDIOCESE DE BRASÍLIA Assessoria de Imprensa Comissão Justiça e Paz CJP Movimento dos Focolares Contato: Cúria

Leia mais

O Sistema Eleitoral Português leva os eleitores portugueses, dos círculos mais pequenos, a contrariar o grau de importância das eleições

O Sistema Eleitoral Português leva os eleitores portugueses, dos círculos mais pequenos, a contrariar o grau de importância das eleições O Sistema Eleitoral Português leva os eleitores portugueses, dos círculos mais pequenos, a contrariar o grau de importância das eleições Segundo Lijphart (1997), a abstenção é um fenómeno muito importante

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23

SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 CAPÍTULO II DIREITO ELEITORAL... 15 CAPÍTULO III PRINCÍPIOS DE DIREITO ELEITORAL... 23 SUMÁRIO CAPÍTULO I DIREITOS POLÍTICOS... 1 1. Compreensão dos direitos políticos... 1 1.1. Política... 1 1.2. Direito Político... 2 1.3. Direitos políticos... 2 2. Direitos humanos e direitos políticos...

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL AULA DEMONSTRATIVA TJPE

DIREITO CONSTITUCIONAL AULA DEMONSTRATIVA TJPE DIREITO CONSTITUCIONAL AULA DEMONSTRATIVA TJPE Prof. Jean Pitter BANCA: IBFC INFORMAÇÕES GERAIS DO CONCURSO CARGOS: Técnico (60 vagas) e Analista (49 vagas) INSCRIÇÕES: 24 de julho a 24 de agosto. Valores:

Leia mais