Garanta a Compliance nas Notificações, Distribuição, Fabrico, Inspeções, Investigação e Vigilância

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Garanta a Compliance nas Notificações, Distribuição, Fabrico, Inspeções, Investigação e Vigilância"

Transcrição

1 CONFERÊNCIA 6ª EDIÇÃO Garanta a Compliance nas Notificações, Distribuição, Fabrico, Inspeções, Investigação e Vigilância Dispositivos 2014 Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Com a Participação Especial de INFARMED - AUTORIDADE NACIONAL DO MEDICAMENTO E PRODUTOS DE SAÚDE, I.P. Diretora de Direção de Inspeção e Licenciamento Prepare-se para superar a inspeção das autoridades de saúde Saiba como notificar a atividade de distribuição por grosso Conheça as metodologias de registo online para DMs Descubra as novidades de classificação dos DMs Perceba como funciona o projeto de codificação do INFARMED Entenda que papel deve ter um responsável técnico no fabrico e distribuição Descubra que irregularidades são detetadas nas inspeções do INFARMED Conheça que regulamentos deve aplicar em matéria de labelling Analise os casos práticos de vigilância de DMs Explore a temática de ensaios clínicos com DMs Inscreva-se em TEL. GRATUITO Com Experiência Prática de Technical Director/Quality Assurance Director Dra. Sónia Ferreira Diretora Técnica, Diretora de Qualidade, Responsável de Farmacovigilância A MARTINS & FERNANDES SA, GUERBERT PORTUGAL Dra. Maria Helena Mealha Technical Director, Head of Regulatory Affairs and Quality Assurance Management B BRAUN MEDICAL, LDA Dra. Helena Dias Direção de Produtos de Saúde Dra. Sónia Cardoso Direção de Produtos de Saúde Dra. Judite Neves Diretora da Direção de Produtos de Saúde Lisboa 23 de Outubro de 2014

2 Dispositivos 2014 Estimado(a) Profissional, iir tem o prazer de lhe dar a boas-vindas à 6ª edição da Conferência DISPOSITIVOS MÉDICOS. Os Oradores estão confirmados. O iir reserva-se o direito de alterar o programa e de substituir os oradores ou cancelar o evento se a isso se vir obrigado, sempre por motivos alheios à sua vontade iir, 2014 Decorridos 4 anos da entrada em vigor do Decreto-lei nº 145/2009, há questões que apesar de definidas ainda continuam a suscitar dúvidas e em alguns casos polémica. A necessidade de um constante update de informação prática e de partilha de experiências na área dos Dispositivos urge, razão pela qual em conjunto com os profissionais da indústria em Portugal e com os reputados profissionais do INFARMED, preparamos uma Conferência onde a partilha de experiências e ideias é ponto primordial. > Conhecerá as chaves para notificar na atividade de Distribuição Por Grosso > Saberá como proceder para registar um Dispositivo Médico > Descobrirá a nova forma de classificação e qualificação de DMs > Aprenderá como agir para aplicar um sistema de gestão de qualidade > Identificará quais são os requisitos a cumprir numa inspeção do INFARMED > Analisará os pontos críticos da aplicação dos regulamentos do labelling > Estudará soluções para projetar com êxito um plano de gestão de risco > Examinará os trâmites para Ensaios Clínicos Reúna-se com os seus colegas e aproveite esta oportunidade de networking sobre as últimas novidades regulatórias e técnicas de Dispositivos. Esperamos por si em Lisboa no próximo dia 23 de Outubro de Até lá, queira receber os melhores cumprimentos, Maria João Batista Programme Manager iir Chega a 6ª CONVOCATÓRIA do Evento mais consolidado sobre DISPOSITIVOS MÉDICOS Uma OPORTUNIDADE ÚNICA para partilhar com os seus colegas as NOVIDADES DO ÚLTIMO ANO > Regulatory Affairs Manager > Responsável pela Qualidade > Diretor Farmacêutico > Técnico de Registos > Diretor Médico > Diretor Comercial 2

3 Programa 9.00 Receção dos Assistentes 9.15 Abertura da Conferência e Intervenção da Presidente de Jornada 9.30 NOTIFICAÇÃO DA ATIVIDADE DE DISTRIBUIÇÃO POR GROSSO Como notificar o exercício da atividade de distribuição por grosso de acordo com o Decreto-Lei nº 145/2009 Quais os requisitos e documentação necessária para a notificação de Dispositivos Novas obrigações do distribuidor cuja atividade se realiza no território nacional Quais as consequências legais para as entidades que não notificaram o INFARMED Que exigências legais de notificação se aplicam às entidades para comercialização fora do mercado europeu Que atividades são passíveis de serem consideradas como atividades de fabrico Quais os desafios e paradigmas para as entidades distribuidoras Technical Director/Quality Assurance Director NOTIFICAÇÃO DOS DISPOSITIVOS MÉDICOS Que metodologia seguir para o registo de DMs Quais os passos a seguir para realizar corretamente o registo online de: > Dispositivos > Dispositivos in vitro Qual é o papel do fabricante e do distribuidor no registo online de Dispositivos e dispositivos médicos para diagnósticos in vitro Condicionantes associadas ao registo dos DMs Dra. Helena Dias Direçao de Produtos de Saúde Coffee-Break CLASSIFICAÇÃO E QUALIFICAÇÃO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS Como se classificam os Dispositivos de acordo com o novo Decreto-Lei n.º 145/2009 de 17 de Junho Quais os critérios que determinam a classe de risco dos Dispositivos Quais os critérios de qualificação que estabelecem a fronteira entre Dispositivos e outros produtos Porquê da necessidade de reclassificação de Dispositivos : a nova reclassificação de DMs. As obrigações do laboratório O novo projeto de codificação do INFARMED: como se vão catalogar os DMs Dra. Sónia Cardoso Direçao de Produtos de Saúde BOAS PRÁTICAS DE DISTRIBUIÇÃO E FABRICO DE DISPOSITIVOS MÉDICOS Qual o impacto das Boas Práticas de Distribuição e de Fabrico de Dispositivos Legislação nacional e enquadramento regulamentar Responsável técnico: responsabilidades no fabrico e distribuição por grosso Boas Práticas de Fabrico: ISO 13485:2003 e a sua aplicabilidade Boas Práticas de Distribuição O sistema de Gestão de Qualidade (ISO 9001:2008): como aplicar as exigências para cumprir com as Boas Práticas de Distribuição > Impacto do SGQ na comunicação com os clientes > A SGQ no serviço de apoio aos clientes Diretora de Direção de Inspeção e Licenciamento Almoço A INSPEÇÃO DO INFARMED Como se processa uma inspeção do Infarmed - Novas Implementações Europeias Processo de inspeção a Dispositivos : notificação, análise do plano de medidas corretivas/preventivas e conclusão do processo Verificação da conformidade regulamentar dos produtos colocados no mercado Verificação do cumprimento das Boas Práticas de Distribuição de Dispositivos 3

4 Verificação do cumprimento das Boas Práticas de Fabrico de Dispositivos Principais não conformidades detetadas em sede inspeção a distribuidores por grosso e fabricantes Amostragem de Dispositivos do mercado Consequências para o não cumprimento dos Sistemas de Boas Práticas de Dispositivos Diretora de Direção de Inspeção e Licenciamento LABELLING E PACKAGING PARA DISPOSITIVOS MÉDICOS Como interpretar corretamente os requisitos de rotulagem e como otimizar a sua estratégia de labelling Quais as exigências em matéria de rotulagem e restante informação fornecida pelo fabricante do Dispositivo Médico que se destina ao mercado nacional Principais alterações introduzidas pelo Decreto-Lei 145/2009 ao sistema regulamentar de rotulagem Classificação e requisitos de labelling para produtos combinados Qual o regulamento aplicável aos dispositivos de diagnóstico in-vitro e símbolos específicos para esta categoria Qual a importância dos símbolos na simplificação da tradução Qual a relação da rotulagem e do folheto informativo de DMs com a gestão de risco e postmarketing surveillance (PMS) Quais as responsabilidades legais para o labelling Regulamento FDA para o labelling de Dispositivos Technical Director/Quality Assurance Director VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS Como definir estratégias de prevenção e atividades de vigilância adequadas Critérios de notificação de incidentes Como proceder com Avisos Urgentes de Segurança Como elaborar relatórios de vigilância As responsabilidades partilhadas entre distribuidor, mandatário, fabricante e sua correlação com as respetivas Autoridades Competentes Quais as responsabilidades do fabricante e distribuidores na vigilância de DMs Como fazer uma monitorização de incidentes com Dispositivos Como fazer uma gestão adequada do risco na vida dos Dispositivos : > ISO 14971:2003 > Epidemiologia > Gestão de surtos relacionados com DM Especificidades na vigilância dos DM in vitro Quais os documentos a enviar para o INFARMED quando é necessário implementar uma ação corretiva em Portugal Exemplos de incidentes a notificar no âmbito do Sistema Nacional de Vigilância de Dispositivos Como elaborar um plano de gestão do risco Elaboração e planeamento (identificando e descrevendo os DM e as fases do ciclo de vida em que o plano é aplicado) > Elaboração de um plano de verificação > Definição de responsabilidades > Definição dos critérios de aceitabilidade do risco > Elaboração de mapas de risco > Atividades de vigilância Dra. Sónia Ferreira Diretora Técnica, Diretora de Qualidade, Responsável de Farmacovigilância A MARTINS & FERNANDES SA, GUERBERT PORTUGAL INVESTIGAÇÃO CLÍNICA Que requisitos solicitam as Autoridades de Saúde na investigação clínica com Dispositivos Requisitos legais Requisitos regulamentares Dra. Maria Helena Mealha Technical Director, Head of Regulatory Affairs and Quality Assurance Management B BRAUN MEDICAL, LDA PERSPECTIVAS FUTURAS A revisão Regulamentar do futuro quadro normativo do Setor dos Dispositivos Os principais aspetos em discussão Cronologia da Revisão Dra. Judite Neves Diretora da Direçao de Produtos de Saúde Encerramento da Conferência DISPOSITIVOS MÉDICOS

5 Inscreva-se já! Como reservar a sua participação? Dispositivos 2014 Lisboa, 23 de Outubro de TEL. GRATUITO PREÇO DE INSCRIÇÃO % IVA Se efetua o pagamento Até 26 de Setembro % IVA PS0235 DATA E LUGAR DE CELEBRAÇÃO Lisboa 23 de Outubro de 2014 FATURAÇÃO A fatura será enviada por Formiventos, Nº Contribuinte nº Av. Miguel Bombarda, nº 70-1º C Lisboa. DETALHES ADMINISTRATIVOS Certificado de Assistência A todos os assistentes que assim o desejarem, será enviado eletronicamente um Certificado de Assistência. Cancelamentos O cancelamento deverá ser comunicado por escrito até 5 dias úteis antes do início do encontro e ser-lhe-á restituído o valor da inscrição exceto 10%, referente a gastos administrativos. Depois deste período, não nos será possível a devolução do mesmo. No entanto, poderemos admitir uma substituição à sua presença. Qualquer substituição deverá ser notificada por escrito até um dia útil antes do início do encontro. A entrada no Evento somente é garantida se o pagamento da inscrição for efetuado antes da data do Evento. Consulte a Agenda de Formação Também Disponível incompany Soluções de FORMAÇÃO INCOMPANY em exclusiva para a sua Organização Contacte com Silene Silva Tel Vivian Vargas Tel

Mantenha-se atualizado sobre as novidades de como desenvolver e implementar com êxito. Ensaios Clínicos

Mantenha-se atualizado sobre as novidades de como desenvolver e implementar com êxito. Ensaios Clínicos 7º CURSO ANUAL PARA OS PROFISSIONAIS DE ENSAIOS CLÍNICOS EM Mantenha-se atualizado sobre as novidades de como desenvolver e implementar com êxito Ensaios Clínicos Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE

Leia mais

Data Protection Officer

Data Protection Officer SEMINÁRIO 1ª EDIÇÃO Conheça os Pontos Chave para Aplicar com Êxito a Nova Legislação Europeia Data Protection Officer Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Com a Participação Especial de CNPD -

Leia mais

Controlo Financeiro de Filiais

Controlo Financeiro de Filiais SEMINÁRIO 1ª EDIÇÃO Obtenha as ferramentas imprescindíveis e conheça as melhores práticas para Controlo Financeiro de Filiais Seminário Hands-On Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Assegure o

Leia mais

Auditoria Interna REPORTING DE AUDITORIA

Auditoria Interna REPORTING DE AUDITORIA 11ª EDIÇÃO Saiba como planificar, realizar e preparar o Audit Assessment Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Auditoria Interna Aumente os Controlos Preventivos, reduza os Riscos e assegure a

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 2ª EDIÇÃO Requisitos para Implementar, Elaborar e Gerir SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE LUANDA 20 e 21 de OUTUBRO de 2014 Razões pelas quais a sua presença é obrigatória Compreenda as finalidades dos SGQ

Leia mais

Compliance no Setor Farmacêutico

Compliance no Setor Farmacêutico 1ª EDIÇÃO CURSO O PRIMEIRO CURSO DE COMPLIANCE FARMACÊUTICO Saiba como Desenvolver, Gerir e Implementar Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Com a Participação Especial de Compliance no Setor

Leia mais

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE

SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE 1ª EDIÇÃO Requisitos para Implementar, Elaborar e Gerir SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE LUANDA 21 e 22 de OUTUBRO de 2013 Razões pelas quais a sua presença é obrigatória Compreenda as finalidades dos SGQ

Leia mais

AUDITORIA INTERNA QUALIDADE

AUDITORIA INTERNA QUALIDADE 2ª EDIÇÃO Analisar, Monitorizar e Melhorar o Desempenho do Sistema de Gestão da Qualidade AUDITORIA INTERNA QUALIDADE DA LUANDA 22 e 23 de OUTUBRO de 2014 Analise o processo de integração da função Qualidade

Leia mais

Saiba como realizar uma Gestão Eficiente, reduzir os Riscos e controlar o Cash Flow 3MBA

Saiba como realizar uma Gestão Eficiente, reduzir os Riscos e controlar o Cash Flow 3MBA 8ª EDIÇÃO Saiba como realizar uma Gestão Eficiente, reduzir os Riscos e controlar o Cash Flow Gestão de Tesouraria dias 3MBA Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Prático e focalizado nos assuntos

Leia mais

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO

GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO 3ª EDIÇÃO CURSO Desenvolver e implementar GESTÃO DE FROTAS E LOGÍSTICA DA DISTRIBUIÇÃO Optimize Custos e estabeleça Métricas de Performance LUANDA 9 e 10 de JULHO de 2014 Planifique de forma integral a

Leia mais

GESTÃO DE STOCKS. E INVENTÁRIOS Rentabilize a Sua Organização Melhorando os Procedimentos 3ª EDIÇÃO CURSO

GESTÃO DE STOCKS. E INVENTÁRIOS Rentabilize a Sua Organização Melhorando os Procedimentos 3ª EDIÇÃO CURSO 3ª EDIÇÃO CURSO Técnicas e Métodos Para Racionalizar os Custos GESTÃO DE STOCKS E INVENTÁRIOS Rentabilize a Sua Organização Melhorando os Procedimentos LUANDA 7 e 8 de JULHO de 2014 Saiba porque necessitamos

Leia mais

Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário

Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário Registo de Dispositivos Médicos e Dispositivos Médicos para Diagnóstico In Vitro pelos Fabricantes/Mandatários Breves indicações para a utilização do sistema pelo Fabricante/Mandatário Índice 1 Introdução...

Leia mais

Tributação no comércio exterior e regimes aduaneiros especiais. Procedimentos e Despachos Aduaneiros. Regime legal aplicável nas reclamações

Tributação no comércio exterior e regimes aduaneiros especiais. Procedimentos e Despachos Aduaneiros. Regime legal aplicável nas reclamações SEMINÁRIO 1ª EDIÇÃO LUANDA 26 e 27 de JUNHO de 2012 HCTA - Hotel de Convenções de Talatona PLANEAMENTO e GESTÃO de OPERAÇÕES ADUANEIRAS Gestão Aduaneira e Tributária no Comércio Exterior Conheça o Funcionamento

Leia mais

Novas Obrigações de Report, de Compensação e da Gestão de Risco relativamente a Transações com Derivados EUROPEAN MARKET INFRASTRUCTURE REGULATION

Novas Obrigações de Report, de Compensação e da Gestão de Risco relativamente a Transações com Derivados EUROPEAN MARKET INFRASTRUCTURE REGULATION CURSO 1ª EDIÇÃO Novas Obrigações de Report, de Compensação e da Gestão de Risco relativamente a Transações com Derivados Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS EMIR INFRASTRUCTURE REGULATION Conduzido

Leia mais

AUDITORIA DE MANUTENÇÃO

AUDITORIA DE MANUTENÇÃO Seminário Domine os Processos de Gestão, Planificação e Controlo AUDITORIA DE MANUTENÇÃO E melhore a Eficiência Global Disponibilidade Fiabilidade Custos LUANDA 15 e 16 de OUTUBRO de 2014 Realize uma revisão

Leia mais

GESTÃO DOCUMENTAL. Saiba como Organizar, Implementar e Gerir um Sistema de

GESTÃO DOCUMENTAL. Saiba como Organizar, Implementar e Gerir um Sistema de Pela primeira Vez em Angola! Seminário Saiba como Organizar, Implementar e Gerir um Sistema de GESTÃO DOCUMENTAL Alcance Níveis Elevados de Qualidade e Reduza Custos Operacionais e Financeiros LUANDA 28

Leia mais

OPERAÇÕES ADUANEIRAS. PLANEAMENTO e GESTÃO de. Gestão Aduaneira e Tributária no Comércio Exterior. incompany. O seu FORMADOR

OPERAÇÕES ADUANEIRAS. PLANEAMENTO e GESTÃO de. Gestão Aduaneira e Tributária no Comércio Exterior. incompany. O seu FORMADOR SEMINÁRIO 2ª EDIÇÃO PLANEAMENTO e GESTÃO de OPERAÇÕES ADUANEIRAS Gestão Aduaneira e Tributária no Comércio Exterior LUANDA 11 e 12 de DEZEMBRO de 2013 O seu FORMADOR Conheça o Funcionamento e Opere com

Leia mais

GESTÃO PATRIMONIAL. Conheça as Alterações Legislativas da. Adopte Medidas que lhe permitirão controlar e optimizar os Activos 3ª EDIÇÃO CURSO

GESTÃO PATRIMONIAL. Conheça as Alterações Legislativas da. Adopte Medidas que lhe permitirão controlar e optimizar os Activos 3ª EDIÇÃO CURSO 3ª EDIÇÃO CURSO Conheça as Alterações Legislativas da GESTÃO PATRIMONIAL Adopte Medidas que lhe permitirão controlar e optimizar os Activos LUANDA 9 e 10 de JUNHO de 2014 Conheça e analise o regime jurídico

Leia mais

Realize a formulação da estratégia, implementação e monitorização. Operacionalize o BSC

Realize a formulação da estratégia, implementação e monitorização. Operacionalize o BSC 8 ª Edição dias 3MBA Como Monitorizar, Operacionalizar e Otimizar as Estratégias e Sistemas de Controlo de Gestão Para Alcançar uma Gestão Estratégica, Operacional e Financeira Dr. Paulo Guerreiro Dias

Leia mais

em colaboração com 2º Seminário em Angola Analisar, definir e desenhar os procedimentos Estabelecer um modelo de Report

em colaboração com 2º Seminário em Angola Analisar, definir e desenhar os procedimentos Estabelecer um modelo de Report em colaboração com Institute of Finance High Level Training for Finance Professionals 2º Seminário em Angola Como Elaborar e Criar o Manual de Políticas e Procedimentos Organize e Obtenha Informação Completa,

Leia mais

PROMOTOR. Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA

PROMOTOR. Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA PROMOTOR Parceria Científica com a UNIVERSIDADE FERNANDO PESSOA Apresentação O objetivo deste curso é proporcionar uma formação avançada, bem como a aquisição de competências e conhecimentos, de forma

Leia mais

Promover a Saúde Pública Produtos Cosméticos

Promover a Saúde Pública Produtos Cosméticos Produtos Cosméticos O que é um Produto Cosmético? É qualquer substância ou mistura, destinada a ser posta em contato com as diversas partes superficiais do corpo humano (pele, cabelo, unhas, lábios, etc.)

Leia mais

FORMAÇÃO DE FORMADORES INTERNOS

FORMAÇÃO DE FORMADORES INTERNOS 1ª EDIÇÃO CURSO FORMAÇÃO DE FORMADORES INTERNOS Como preparar e habilitar os formadores com meios e técnicas que permitam garantir uma aprendizagem contínua e eficaz, através de metodologias pedagógicas

Leia mais

GENÉRICOS 2008 Preços, Comparticipações e Patentes

GENÉRICOS 2008 Preços, Comparticipações e Patentes Organizado por: Com a Colaboração Especial de: 3º Encontro Anual da Indústria Farmacêutica GENÉRICOS 2008 Preços, Comparticipações e Patentes DIRECÇÃO-GERAL DAS ACTIVIDADES MINISTÉRIO DA ECONOMIA E DA

Leia mais

(de acordo com o nº1 do artigo 41º do Decreto-Lei nº 145/2009 de 17 de junho e com o artigo 12º do Decreto-Lei nº189/2000) INTRODUÇÃO pág.

(de acordo com o nº1 do artigo 41º do Decreto-Lei nº 145/2009 de 17 de junho e com o artigo 12º do Decreto-Lei nº189/2000) INTRODUÇÃO pág. ORIENTAÇÕES PARA O REGISTO ON-LINE DE DISPOSITIVOS MÉDICOS, E DISPOSITIVOS MÉDICOS PARA DIAGNÓSTICO IN VITRO POR PARTE DOS DISTRIBUIDORES QUE OPEREM NO MERCADO NACIONAL (de acordo com o nº1 do artigo 41º

Leia mais

Planeamento de uma Auditoria. Processo de Realização de uma Auditoria Controlo do Framework Completar o Assignment Auditoria do Assignment Checklist

Planeamento de uma Auditoria. Processo de Realização de uma Auditoria Controlo do Framework Completar o Assignment Auditoria do Assignment Checklist 5ª EDIÇÃO CURSO Sociser empresa 100% Angolana, partner do iir Aprenda e incorpore as últimas ferramentas e metodologias para DEFINIR, IMPLEMENTAR e REPORTAR um planning completo de AUDITORIA INTERNA LUANDA

Leia mais

COMPETÊNCIAS PARA UMA LIDERANÇA INOVADORA

COMPETÊNCIAS PARA UMA LIDERANÇA INOVADORA CURSO PARA A Liderança e Gestão Implemente e Aplique COMPETÊNCIAS PARA UMA LIDERANÇA INOVADORA A Liderança é conseguir olhar mais alto e mais longe, para que a actuação das pessoas alcance o seu potencial

Leia mais

A VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS: Conceitos e Objectivos

A VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS: Conceitos e Objectivos A VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS: Conceitos e Objectivos Miguel Antunes Departamento de Vigilância de Produtos de Saúde (DGREE-VPS) (miguel.antunes@infarmed.pt) MINISTÉRIO DA SAÚDE INSTITUTO NACIONAL

Leia mais

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO

ISABEL RUTE DA CRUZ PAIS RIBEIRO Acordo quadro para a prestação de serviços de desenho, administração, operação e consolidação de infraestruturas de tecnologias de informação e comunicação (TIC) PROGRAMA DE CONCURSO Março de 2014 ÍNDICE

Leia mais

Regulamento do Concurso de Ideias

Regulamento do Concurso de Ideias Regulamento do Concurso de Ideias 1. Apresentação O Concurso de Ideias e a Conferência Internacional sobre Prevenção e Controlo do Tabagismo, que vai ter lugar em Lisboa, de 14 a 15 de novembro de 2013,

Leia mais

VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS

VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS VIGILÂNCIA DE DISPOSITIVOS MÉDICOS Adriana Gamboa Departamento de Vigilância de Produtos de Saúde (DGREE-VPS) (adriana.gamboa@infarmed.pt) MINISTÉRIO DA SAÚDE INSTITUTO NACIONAL DA FARMÁCIA E DO MEDICAMENTO

Leia mais

EXCEL AVANÇADO PARA FINANCEIROS

EXCEL AVANÇADO PARA FINANCEIROS 7ª EDIÇÃO SEMINÁRIO Saiba como Optimizar e Automatizar a Informação Financeira EXCEL AVANÇADO PARA FINANCEIROS para Analisar os Desvios, Previsões e Apresentar Relatórios Muito bom e interessante. Satisfeita!

Leia mais

Strategic Public Relations

Strategic Public Relations www.iirangola.com MASTERCLASS Estratégias, Gestão e Avaliação de Relações Públicas & Assessoria de Imprensa Strategic Public Relations O que vai conseguir assistindo a este evento de alto nível? Um conhecimento

Leia mais

Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica

Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica Acordo entre os Ministérios das Finanças e da Saúde e a Indústria Farmacêutica Os Ministérios das Finanças, representado pela Ministra de Estado e das Finanças, e da Saúde, representado pelo Ministro da

Leia mais

GESTÃO DE MANUTENÇÃO. Como Elaborar e Controlar um Plano de. Garanta a Fiabilidade e a Segurança dos Equipamentos e das Instalações

GESTÃO DE MANUTENÇÃO. Como Elaborar e Controlar um Plano de. Garanta a Fiabilidade e a Segurança dos Equipamentos e das Instalações 3ª EDIÇÃO SEMINÁRIO Revisto e Actualizado Como Elaborar e Controlar um Plano de GESTÃO Garanta a Fiabilidade e a Segurança dos Equipamentos e das Instalações O evento foi criativo, inovador, e deu-nos

Leia mais

PLANO DE MANUTENÇÃO. Como Elaborar e Controlar um. Para Garantir a Fiabilidade e Segurança das Instalações 4ª EDIÇÃO CURSO

PLANO DE MANUTENÇÃO. Como Elaborar e Controlar um. Para Garantir a Fiabilidade e Segurança das Instalações 4ª EDIÇÃO CURSO 4ª EDIÇÃO CURSO Como Elaborar e Controlar um PLANO DE MANUTENÇÃO Para Garantir a Fiabilidade e Segurança das Instalações LUANDA 17 e 18 de NOVEMBRO de 2014 8 Razões para participar neste Curso Saber quais

Leia mais

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS

LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS Dossier informativo - Cimentos LNEC - ORGANISMO NOTIFICADO 0856 CERTIFICAÇÃO DE CIMENTOS INTRODUÇÃO Qualquer entidade legalmente estabelecida, nacional ou estrangeira, pode solicitar ao LNEC a certificação

Leia mais

Estabelecer objetivos de liquidez, rentabilidade e riscos

Estabelecer objetivos de liquidez, rentabilidade e riscos 7 ª Edição Como Controlar e Estabelecer os Objetivos de Rentabilidade e Gestão de Riscos Financeiros Gestão de Tesouraria dias 3MBA O seu ESPECIALISTA Dr. João Luís F. Afonso Treasury Manager VODAFONE

Leia mais

Análise de Requisitos de Sistemas de Informação

Análise de Requisitos de Sistemas de Informação SEMINÁRIO 10ª EDIÇÃO REVISTO E ATUALIZADO Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Saiba como Planificar, Conduzir ou Participar num Processo de Análise de Requisitos de Sistemas de Informação O seu

Leia mais

Dispositivos Médicos. Promover a Saúde Pública

Dispositivos Médicos. Promover a Saúde Pública Dispositivos Médicos O que são Dispositivos Médicos? São importantes instrumentos de saúde, que se destinam a ser utilizados para fins comuns aos dos medicamentos tais como prevenir, diagnosticar ou tratar

Leia mais

Indicadores de Desempenho em Compras

Indicadores de Desempenho em Compras CURSO 8ª EDIÇÃO Saiba como reduzir os custos nas aquisições da sua Empresa através da utilização dos Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Indicadores de Desempenho em Compras Conduzido pelo ESPECIALISTA

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS 2ª EDIÇÃO CURSO Sociser empresa 100% Angolana, partner do iir Como gerir, preparar e desenvolver a ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS para destacar e promover a imagem corporativa LUANDA 29 e 30 de OUTUBRO de 2014

Leia mais

Facebook & Twitter. Advanced. Como Desenvolver um Plano de Marketing em. Alcance a Fidelização e Determine o Impacto no ROI.

Facebook & Twitter. Advanced. Como Desenvolver um Plano de Marketing em. Alcance a Fidelização e Determine o Impacto no ROI. INSCREVA-SE EM 21 793 29 89 SEMINÁRIO AVANÇADO 1ª Edição Como Desenvolver um Plano de Marketing em Facebook & Twitter Advanced Alcance a Fidelização e Determine o Impacto no ROI Lisboa 28 e 29 de Fevereiro

Leia mais

> Sistematize os índices críticos de compliance. > Englobe a compliance em procedimentos operacionais. > Adeque a realização de investigações internas

> Sistematize os índices críticos de compliance. > Englobe a compliance em procedimentos operacionais. > Adeque a realização de investigações internas INSCREVA-SE EM 21 793 29 89 Implemente um programa eficiente de SEMINÁRIO 5ª Edição Corporate Compliance E transforme a Compliance numa vantagem competitiva Lisboa 13 e 14 de Março de 2012 > Defina e estabeleça

Leia mais

Corporate Compliance

Corporate Compliance SEMINÁRIO 7ª EDIÇÃO Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Implemente um programa eficiente de Corporate Compliance e transforme a Compliance numa vantagem competitiva Um bom ponto de partida para

Leia mais

Saiba como medir e controlar os requisitos requeridos pela Lei de Transparência Lei Sarbanes Oxley

Saiba como medir e controlar os requisitos requeridos pela Lei de Transparência Lei Sarbanes Oxley SEMINÁRIO 2ª EDIÇÃO Implemente e desenvolva um Mapa de Riscos Saiba como medir e controlar os requisitos requeridos pela Lei de Transparência Lei Sarbanes Oxley Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS

Leia mais

Adquira uma visão integral de todos os aspetos críticos das obrigações legais para manutenção de instalações e equipamentos industriais

Adquira uma visão integral de todos os aspetos críticos das obrigações legais para manutenção de instalações e equipamentos industriais CURSO 1ª EDIÇÃO Adquira uma visão integral de todos os aspetos críticos das obrigações legais para manutenção de instalações e equipamentos industriais Form ventos FORMAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS Manutenção

Leia mais

Controlo de custos, orçamentos e auditoria de

Controlo de custos, orçamentos e auditoria de MASTERCLASS www.iirangola.com Óptima experiência baseada na partilha de conhecimentos entre o Formador e os Formandos. De facto o saber não ocupa lugar Nuno Monteiro Coordenador de. BANCO DE NEGÓCIOS INTERNACIONAL

Leia mais

Programas Master Ibéria 2013-2014

Programas Master Ibéria 2013-2014 Programas Master Ibéria 2013-2014 Master em Indústria Farmacêutica e Parafarmacêutica. LISBOA Master em Direção Comercial e Marketing para Indústria Farmacêutica e Afins. Master em Monitorização de Ensaios

Leia mais

Faça benchmarking com os seus colegas

Faça benchmarking com os seus colegas TRAINING & DEVELOPMENT T&D Sociser empresa 100% Angolana, partner do iir 1º NETWORKING SUMMIT FÓRUM de LÍDERES em Formação e Desenvolvimento de Talentos LUANDA 19 e 20 MARÇO Intervenção Especial do Guru

Leia mais

Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica

Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica Acordo entre o Ministério das Finanças, o Ministério da Saúde e a Indústria Farmacêutica Os Ministérios das Finanças, representado pela Ministra de Estado e das Finanças, da Saúde, representado pelo Ministro

Leia mais

MANUTENÇÃO. Gestão de CUSTOS e ORÇAMENTOS em. E Evite Desvios Económico-Financeiros NOVIDADE. Razões para participar neste Seminário

MANUTENÇÃO. Gestão de CUSTOS e ORÇAMENTOS em. E Evite Desvios Económico-Financeiros NOVIDADE. Razões para participar neste Seminário 2ª EDIÇÃO SEMINÁRIO Actualizado Gestão de CUSTOS e ORÇAMENTOS em MANUTENÇÃO E Evite Desvios Económico-Financeiros Organização e manutenção foi de facto o meu maior orgulho pois o instrutor foi bastante

Leia mais

MARÇO EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS NORTE DE ÁFRICA MARROCOS ARGÉLIA AMÉRICA DO SUL CHILE & COLÔMBIA. Condições de participação

MARÇO EXPORTAR A 1ª VEZ MISSÕES EMPRESARIAIS NORTE DE ÁFRICA MARROCOS ARGÉLIA AMÉRICA DO SUL CHILE & COLÔMBIA. Condições de participação EXPORTAR NORTE DE ÁFRICA AMÉRICA DO SUL MARROCOS ARGÉLIA CHILE & COLÔMBIA Condições de participação CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO MERCADOS PARTIDA CHEGADA 1 Marrocos 23-03- 26-03- 2 Argélia 23-03- 26-03- 3

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Gestão Projectos DOMINE AS METODOLOGIAS, FERRAMENTAS E CONCEITOS DA DE E OBTENHA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES COMPETITIVAS

Gestão Projectos DOMINE AS METODOLOGIAS, FERRAMENTAS E CONCEITOS DA DE E OBTENHA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES COMPETITIVAS O iir Angola em parceria com a PPMSKILLS apresenta-lhe 2 cursos certificados pelo PMI CURSOS MINISTRADOS pelo DISTINTO FORMADOR Prof. Dr. António Miguel Consultor, Formador e Partner PPMSKILLS - PROJECT

Leia mais

BOOTCAMP DE CONSULTORES DIGITAIS ÉVORA 28 SETEMBRO 29 OUTUBRO 2015

BOOTCAMP DE CONSULTORES DIGITAIS ÉVORA 28 SETEMBRO 29 OUTUBRO 2015 BOOTCAMP DE CONSULTORES DIGITAIS ÉVORA 28 SETEMBRO 29 OUTUBRO 2015 ÍNDICE 1 2 3 PORQUÊ O PROGRAMA DE ECONOMIA DIGITAL? O QUE VAI APRENDER E GANHAR NO BOOTCAMP? QUAIS AS VANTAGENS DE PARTICIPAR NESTA INICIATIVA?

Leia mais

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf

Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital. 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf Programa 1º Workshop Posicionar o Planeamento e Controlo de Gestão no Hospital 6-7 Maio 2009 4ªf-5ªf A crescente relevância que as áreas do planeamento e controlo de gestão têm assumido na gestão das organizações

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções Nº 31/97 e 09/01 do Grupo Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Resoluções Nº 31/97 e 09/01 do Grupo Mercado Comum. MERCOSUL/XXXVI SGT Nº11/P. RES. N /11 PROCEDIMENTOS COMUNS PARA AS INSPEÇÕES NOS FABRICANTES DE PRODUTOS MÉDICOS E PRODUTOS PARA DIAGNÓSTICO DE USO IN VITRO NOS ESTADOS PARTES (REVOGAÇÃO DAS RES. GMC Nº

Leia mais

Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL

Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL Reunião Nacional das Comissões de Ética PERSPECTIVAS FUTURAS DA INVESTIGAÇÃO CLÍNICA EM PORTUGAL Recursos Humanos Financiamento Condições Legais: Lei de Investigação Clínica Fundo para a Investigação em

Leia mais

Instruções aos requerentes Submissão de pedidos de Autorização de Introdução no Mercado

Instruções aos requerentes Submissão de pedidos de Autorização de Introdução no Mercado Instruções aos requerentes Submissão de pedidos de Autorização de Introdução no Mercado O presente documento tem como objetivo clarificar aspetos relativos à submissão ao INFARMED Autoridade Nacional do

Leia mais

Deliberação n.º 939/2014, de 20 de março (DR, 2.ª série, n.º 75, de 16 de abril de 2014)

Deliberação n.º 939/2014, de 20 de março (DR, 2.ª série, n.º 75, de 16 de abril de 2014) (DR, 2.ª série, n.º 75, de 16 de abril de 2014) Aprova o formulário de notificação, a efetuar ao INFARMED, I. P., e orientações sobre a prática de reprocessamento de dispositivos médicos de uso único pelo

Leia mais

Mini-MBA de Marketing

Mini-MBA de Marketing Mini-MBA de Marketing Coordenador/Formador: José Guimarães Índice Designação do curso... 2 Duração Total... 2 Destinatários... 2 Perfil de saída... 2 Pré-Requisitos... 3 Objectivo Geral... 3 Objetivos

Leia mais

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA As presentes Condições Gerais de Venda particularizadas abaixo (aqui designadas "condições gerais") determinam exclusivamente as relações contratuais entre todo cliente utilizador

Leia mais

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda.

Procifisc Engenharia e Consultadoria, Lda. 01. APRESENTAÇÃO DA EMPRESA 2 01. Apresentação da empresa, com sede em Castelo Branco, é uma empresa criada em 2007 que atua nos domínios da engenharia civil e da arquitetura. Atualmente, é uma empresa

Leia mais

RENASES LISTA 2012 V I G I L Â N C I A S A N I T Á R I A

RENASES LISTA 2012 V I G I L Â N C I A S A N I T Á R I A RENASES LISTA 2012 V I G I L Â N C I A S A N I T Á R I A Nota: A lista de critérios ou regramentos de acesso às ações e serviços constantes da RENASES está prevista no art. 7º da Portaria nº 842/GM/MS,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO

REGULAMENTO DO CONCURSO REGULAMENTO DO CONCURSO Turistas... Onde vão? O que fazem? Quanto é que gastam? Monitorização da Mobilidade no Destino Turístico Artigo 1.º Objetivo 1. O concurso organizado pela Associação The Lisbon

Leia mais

RELATÓRIO DE AUDITORIA

RELATÓRIO DE AUDITORIA IDENTIFICAÇÃO Data da auditoria 23-02-2015 24-02-2015 Organização Morada Sede Representante da Organização Câmara Municipal de Santa Maria da Feira - Biblioteca Municipal Av. Dr. Belchior Cardoso da Costa

Leia mais

CAE 47730 e 47784 - COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS NÃO SUJEITOS A RECEITA MÉDICA FORA DAS FARMÀCIAS

CAE 47730 e 47784 - COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS NÃO SUJEITOS A RECEITA MÉDICA FORA DAS FARMÀCIAS O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE 47730 e 47784 - COMÉRCIO DE MEDICAMENTOS NÃO

Leia mais

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS

SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS AGÊNCIA PARA A MODERNIZAÇÃO ADMINISTRATIVA SAMA2020 OPERAÇÕES TEMÁTICAS 1 DE JULHO DE 2015 OPERAÇÕES TEMÁTICAS OPERAÇÃO TEMÁTICA M/C DOTAÇÃO ORÇAMENTAL CAPACITAÇÃO PARA AVALIAÇÕES DE IMPACTO REGULATÓRIO

Leia mais

Sistema Nacional de Vigilância dos Dispositivos Médicos. Raquel Alves Unidade de Vigilância de Produtos de Saúde

Sistema Nacional de Vigilância dos Dispositivos Médicos. Raquel Alves Unidade de Vigilância de Produtos de Saúde Sistema Nacional de Vigilância dos Dispositivos Médicos 1 Raquel Alves Unidade de Vigilância de Produtos de Saúde Vigilância pós mercado RISCO CLASSIFICAÇÃO INVESTIGAÇÃO CONCEPÇÃO NORMALIZAÇÃO SUPERVISÃO

Leia mais

Zero Parte 1. Licenciamento

Zero Parte 1. Licenciamento Licenciamento Zero Parte 1 Departamento de Portais do Cidadão e da Empresa Sónia Lascasas Maio de 2011 O conteúdo desta apresentação é alvo de Direitos de Autor, não podendo ser utilizado fora das condições

Leia mais

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA

JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA JumpStart FACULDADE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Tem entre 30 e 45 anos? A sua experiência profissional é superior a 5 anos? Encontra-se numa situação de desemprego há pelo menos 6 meses? Está

Leia mais

Assunto: Reprocessamento de Instrumentos Cirúrgicos reutilizáveis cedidos ao SNS em regime de empréstimo

Assunto: Reprocessamento de Instrumentos Cirúrgicos reutilizáveis cedidos ao SNS em regime de empréstimo INFARMED Circular Informativa N.º 170/CD Data: 14/10/2008 Assunto: Reprocessamento de Instrumentos Cirúrgicos reutilizáveis cedidos ao SNS em regime de empréstimo Para: Direcção Geral de Saúde, Instituto

Leia mais

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos

Strategic IT Manager +351 21 793 29 89. Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT. Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos www.iirangola.com MASTERCLASS IT Gestão de Custos, Orçamentos e KPIs em IT Strategic IT Manager Como planificar, controlar e rentabilizar os investimentos Variáveis no desenho do orçamento: objectivos,

Leia mais

Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas)

Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas) Workshop: Controlo Metrológico de Produtos Pré-embalados (4 horas) Edifício Nerlei - Associação Empresarial da Região de Leiria 14 Março 2014 14H 18H Formadora: Cristina Barros ESTE WORKSHOP DESTINA-SE

Leia mais

o Mund Faça a sua viagem, escolha o seu Mundo AVON e torne os seus sonhos realidade.

o Mund Faça a sua viagem, escolha o seu Mundo AVON e torne os seus sonhos realidade. o Mund Faça a sua viagem, escolha o seu Mundo AVON e torne os seus sonhos realidade. Seja BEM-VINDO a um NOVO MUNDO AVON! A AVON dá mais um passo em direção a uma nova era, onde cada Revendedor tem um

Leia mais

TERMOS E CONDIÇÕES RELATIVOS AO CADASTRO DOS USUÁRIOS NO SERVIÇO OI MAPAS

TERMOS E CONDIÇÕES RELATIVOS AO CADASTRO DOS USUÁRIOS NO SERVIÇO OI MAPAS TERMOS E CONDIÇÕES RELATIVOS AO CADASTRO DOS USUÁRIOS NO SERVIÇO OI MAPAS O presente termo tem por objetivo regular as condições relativas ao cadastro do USUÁRIO junto à Oi (Telemar Internet), cadastro

Leia mais

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses

Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Como Vender em Alemanha Uma acção à medida dos seus interesses Ficha de Inscrição Encontre a resposta às suas dúvidas! Identifique a sessão pretendida: Porto AICEP (Rua António Bessa Leite, 1430-2.º andar)

Leia mais

Controlo de Custos e Orçamentos em Manutenção

Controlo de Custos e Orçamentos em Manutenção SEMINÁRIO TÉCNICO www.iirangola.com De uma forma geral bastante satisfatório quer em termos de apresentação, a clareza na transmissão das matérias até à organização Nazaré Teixeira Directora Técnica de

Leia mais

em colaboração com 1º Seminário em Angola Analisar, definir e desenhar os procedimentos Estabelecer um modelo de Report

em colaboração com 1º Seminário em Angola Analisar, definir e desenhar os procedimentos Estabelecer um modelo de Report em colaboração com Institute of Finance High Level Training for Finance Professionals 1º Seminário em Angola Como Elaborar e Criar o Manual de Políticas e Procedimentos para o Departamento Administrativo,

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR

PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR PÓS-GRADUAÇÃO / ESPECIALIZAÇÃO SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA ALIMENTAR FORMAÇÃO SGS ACADEMY LOCAL: LISBOA, PORTO E FUNCHAL GRUPO SGS PORTUGAL O Grupo SGS Société Générale de Surveillance S.A é a maior

Leia mais

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004 Ed. de Serviços da Exponor, 2º Av. Dr. António Macedo 4450 617 Leça da Palmeira t: 22 999 36 00 f: 22 999 36 01 e-mail: info@apcer.pt www.apcer.pt Formação Empresa 4450-617 Leça da Palmeira t: 22 998 1753

Leia mais

MÁSTER EXECUTIVE COACHING

MÁSTER EXECUTIVE COACHING CICLO COACHING ANGOLA: O LÍDER COACH CURSO1 Guia para o Êxito, faça parte da Revolução Coach! MÁSTER EXECUTIVE COACHING Optimize o Papel do Líder num Mundo em Mudança Maximize os Resultados da Equipa Saiba

Leia mais

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com

Moçambique. Agenda EVENTOS 2013 NEW!! INSCREVA-SE EM. Também in Company. inscrip@iirportugal.com. VISITE www.iirportugal.com Moçambique Agenda EVENTOS 2013 NEW!! Também in Company INSCREVA-SE EM inscrip@iirportugal.com VISITE www.iirportugal.com INOVAÇÃO Estimado cliente, Temos o prazer de lhe apresentar em exclusiva o novo

Leia mais

Controlo Metrológico de Pré-embalados

Controlo Metrológico de Pré-embalados (4 horas) 18 de julho de 2014 09:00-13:00 Instalações Castro, Pinto & Costa, Lda. - Maia Destinada a quem? Tem dúvidas sobre a legislação que suporta o controlo metrológico da quantidade préembalada. Tem

Leia mais

Certificação em Controlo Financeiro

Certificação em Controlo Financeiro in Association with SEMINÁRIO Certificação em Controlo Financeiro > Realize uma Avaliação Financeira e seja capaz de Implementar uma Cultura de Controlo Financeiro Global Com as DESTACADAS FORMADORAS Adjunta

Leia mais

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso

Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Conhecimentos essenciais na utilização de software PRIMAVERA Guia do curso Pág. 1 Índice Índice... 2 Dados Gerais da formação... 3 Objetivos da formação... 3 Estrutura e desenvolvimento da formação...

Leia mais

ENGINEERING PROCUREMENT CONSTRUCTION Saiba como mitigar e alocar os Riscos Contratuais

ENGINEERING PROCUREMENT CONSTRUCTION Saiba como mitigar e alocar os Riscos Contratuais SEMINÁRIO 7ª EDIÇÃO Redação, Análise e Negociação de Contratos de Construção Internacionais EPC ENGINEERING PROCUREMENT CONSTRUCTION Saiba como mitigar e alocar os Riscos Contratuais Form ventos FORMAÇÃO

Leia mais

RESOLUÇÃO - RDC No- 22, DE 23 DE ABRIL DE 2013

RESOLUÇÃO - RDC No- 22, DE 23 DE ABRIL DE 2013 RESOLUÇÃO - RDC No- 22, DE 23 DE ABRIL DE 2013 Aprova os Procedimentos Comuns para as Inspeções nos Fabricantes de Produtos Médicos e Produtos para Diagnóstico de Uso in vitro nos Estados Partes, e dá

Leia mais

GESTÃO PATRIMONIAL CONHEÇA AS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS DA E ADOPTE MEDIDAS QUE LHE PERMITIRÃO CONTROLAR E OPTIMIZAR OS ACTIVOS. incompany 1ª EDIÇÃO

GESTÃO PATRIMONIAL CONHEÇA AS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS DA E ADOPTE MEDIDAS QUE LHE PERMITIRÃO CONTROLAR E OPTIMIZAR OS ACTIVOS. incompany 1ª EDIÇÃO 1ª EDIÇÃO SEMINÁRIO CONHEÇA AS ALTERAÇÕES LEGISLATIVAS DA GESTÃO PATRIMONIAL E ADOPTE MEDIDAS QUE LHE PERMITIRÃO CONTROLAR E OPTIMIZAR OS ACTIVOS Conheça e analise o regime jurídico patrimonial Saiba como

Leia mais

Learning Designers Calendário 2015-2016

Learning Designers Calendário 2015-2016 www.pwc.pt/academy Learning Designers 2015-2016 C PwC s Academy Setembro 2015 a junho 2016 Conheça a nossa oferta! Novas tendências no relato de sustentabilidade: GRI G4 e relatório integrado Materialidade

Leia mais

EXCEL para CORPORATE FINANCE

EXCEL para CORPORATE FINANCE SEMINÁRIO 1ª Edição EXCEL para CORPORATE FINANCE Como construir um Modelo de Business Plan para melhorar o desenho e seguimento da estratégia financeira corporativa LUANDA 12 e 13 de OUTUBRO de 2011 Como

Leia mais

Técnicos Comerciais. CURSO Técnicas Fundamentais 1 para o Sucesso nas Vendas. Domine as etapas de um processo completo de uma Venda

Técnicos Comerciais. CURSO Técnicas Fundamentais 1 para o Sucesso nas Vendas. Domine as etapas de um processo completo de uma Venda Produzido e desenvolvido pelo Sociser empresa 100% Angolana, partner do iir Cursos para CURSO Técnicas Fundamentais 1 para o Sucesso nas Vendas Domine as etapas de um processo completo de uma Venda CURSO

Leia mais

> Compreender e aplicar os princípios e ferramentas do Coaching na relação com as Equipas

> Compreender e aplicar os princípios e ferramentas do Coaching na relação com as Equipas CERTIFIED COURSE Pela primeira vez em ANGOLA EXECUTIVE COACHING PARA A LIDERANÇA E GESTÃO DE EQUIPAS Desenvolva e Aplique os Princípios e Ferramentas do Coaching para Alcançar elevados Níveis de Performance,

Leia mais

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA

MASTER EXECUTIVO GESTÃO ESTRATÉGICA Pág.: 1/10 HISTÓRICO DO DOCUMENTO / EMISSÃO Data Ver. Objeto da Revisão Elab. / Verif. (Função / Nome / Assinatura(*)) C. Técnicocientífica/ S. Iglésias Aprovação (Função / Nome / Assinatura(*)) Diretora/

Leia mais

AVISO URGENTE: RA2012-014

AVISO URGENTE: RA2012-014 AVISO URGENTE: RA2012-014 Prezado cliente, Descrição: COMBINAÇÃO FRESA E BROCA N.º de Catálogo: 704005-10; 704005; 704006; 990263 Código de Lote: consulte tabela abaixo. Em anexo encontra detalhes de uma

Leia mais

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação

Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Executive Revolution Programs Competitive intelligence e inovação Neste curso serão abordadas as melhores práticas que permitem gerir estrategicamente a informação, tendo em vista a criação de valor para

Leia mais

Processo de declaração de conformidade de software PEM

Processo de declaração de conformidade de software PEM Processo de declaração de conformidade de software PEM Dezembro, 2012 Versão 1,0 Os direitos de autor deste trabalho pertencem à SPMS e a informação nele contida é confidencial. Este trabalho não pode

Leia mais

Condições Gerais de Utilização do Serviço

Condições Gerais de Utilização do Serviço Definição e Âmbito do Serviço PROTOCOLO DE ADESÃO AO SERVIÇO FACTORING ON LINE (EOL) RELATIVO AO CONTRATO DE FACTORING Nº Condições Gerais de Utilização do Serviço 1. O SERVIÇO FACTORING ON LINE, (EOL),

Leia mais

MISSÕES EMPRESARIAIS

MISSÕES EMPRESARIAIS EXPORT 2º SEMESTRE 2014 1º SEMESTRE 2015 MISSÕES EMPRESARIAIS ÁFRICA ARGÉLIA TUNÍSIA MOÇAMBIQUE ÁSIA AMÉRICA CHINA CUBA PERU EQUADOR ESTADOS UNIDOS EUROPA POLÓNIA CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO 1 DESCRIÇÃO

Leia mais