FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FUTSAL. Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3"

Transcrição

1 FUTSAL Trabalho realizado por: Helena Rocha 12ºA Nº17 Ana Lúcia 12ºA Nº3

2 ÍNDICE Índice... i FUTSAL... 1 Fundamentos técnicos:... 1 Posições dos Jogadores no Futsal:... 1 Regras:... 2 Campo... 2 Área de grande penalidade... 2 A Bola... 2 Masculino... 2 Feminina... 2 Cartões... 2 Substituições... 2 Ponta pé livre... 3 Ponta pé de Canto e Lateral... 3 Guarda redes... 3 Golo... 3 Início do jogo... 3 Duração do jogo... 3 Bibliografia:... 4 Motor de busca:... 4 FUTSAL... 5 Fundamentos técnicos:... 5 Posições dos Jogadores no Futsal:... 6 Regras:... 6 Campo... 6 Área de grande penalidade... 6 A Bola... 6 Masculino... 7 Feminina... 7 Cartões... 7 Substituições... 7 i

3 Ponta pé livre... 7 Ponta pé de Canto e Lateral... 7 Guarda redes... 7 Golo... 7 Início do jogo... 8 Duração do jogo... 8 FUTSAL... 9 Fundamentos técnicos:... 9 Posições dos Jogadores no Futsal: Regras: Campo Área de grande penalidade A Bola Masculino Feminina Cartões Substituições Ponta pé livre Ponta pé de Canto e Lateral Guarda redes Golo Início do jogo Duração do jogo Bibliografia: ii

4 FUTSAL Futsal é o futebol adaptado para prática num campo desportivo por equipas de cinco jogadores. As equipas, tal como no futebol, têm como objectivo colocar a bola na baliza adversária, definida por 2 postes verticais limitados pela altura por uma trave horizontal. Quando tal objectivo é alcançado, diz-se que foi marcado um golo, e um ponto é adicionado à equipa que o atingiu. O último jogador responsável por evitar o golo, é o único autorizado a segurar a bola com as mãos. A partida é ganha pela equipa que marcar o maior número de golos. FUNDAMENTOS TÉCNICOS: Passe: É a acção de enviar a bola a um companheiro ou determinado sector de espaço de jogo. Drible: É a acção individual, exercida com a posse da bola, visando ludibriar um oponente quando ultrapassado. Cabecear: É a acção de cabecear a bola quando é de defesa muito alta. Chuto: é a acção de chutar a bola, visando desviar ou dar a mesma trajectória estando ela parada ou em movimento. Recepção: É a acção de interromper a trajectória da bola vinda de passes ou arremessos. Condução: É a acção de progredir com a bola por todos os espaços possíveis de jogo. Domínio de Bola: Diferentemente do futebol, é realizada na maioria das vezes, com a sola do pé. Em função da idade o futebol de salão costuma ser dividido nas seguintes categorias: Sub 9 de 5 a 9 anos. Sub 11 de 9 a 10 anos. Sub 13 de 11 a 12 anos. Sub 15 de 13 a 14 anos. Sub 17 de 15 a 16 anos. Sub 19 de 17 a 19 anos. Principal de 20 anos em diante. Masters de 33 a 50 anos. Veteranos acima de 50 anos. POSIÇÕES DOS JOGADORES NO FUTSAL: Muito parecido com o futebol, o futsal apresenta três posições principais, que são: Fixo - Defensor, semelhante ao defesa 1

5 Ala (esquerdo e direito) - Conduzem o jogo no meio do campo Pivô - movimenta-se no ataque REGRAS: Campo O campo é rectangular, tendo o comprimento mínimo e a largura mínima definido de acordo com a competição, conforme determinado abaixo: Liga Futsal Masculina: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros Liga Futsal Feminina: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Adulto e Nacional: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Sub 20 e Sub 15: Comprimento entre 34 e 42 metros; largura entre 17 e 25 metros. Partidas Internacionais: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e metros. Área de grande penalidade A área de grande penalidade é definida por um semicírculo demarcado a 6 metros de cada poste de meta, tanto para os lados quanto para frente. A Bola Será esférica, com as seguintes dimensões: Masculino Adulto, Sub-20, Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 62 a 64 cm; Peso de 440 a 400 gramas Feminina Adulto e Sub-20: Circunferência de 62 a 64 cm: Peso de 400 a 440g. Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 55 a 59 cm; Peso de 350 a 380g Sub-13, Sub-11 e Sub-9 Circunferência de 50 a 55 cm; Peso de 300 a 330 g. Categoria inferior a Sub-9: Circunferência de 40 a 43 cm; Peso de 250 a 280 gramas. Cartões Amarelo: Advertência; Vermelho: Expulsão por 2 minutos ou até sofrer 1 golo, pode ser substituído. Substituições 2

6 De número indeterminado, a qualquer tempo do jogo sem precisar pará-lo para ocorrer. Ponta pé livre A partir da 5ª falta os livres serão sem barreira, com a distância de 10 metros do golo do infractor, sendo opcional a cobrança desde que a falta cometida seja sofrida do lado do campo do infractor depois da marcação dos 10 metros. O ponta pé livre é cobrado a uma distância de 10 metros, com os jogadores inclusive o guarda-redes adversário, distantes 5 metros da bola. Ponta pé de Canto e Lateral Todas as cobranças de lateral e foras são cobrados com os pés. Guarda-redes O guarda-redes pode actuar em qualquer parte do campo mas apenas pode utilizar as mãos dentro da sua área. O Guarda-redes também pode ser substituído a qualquer momento do jogo. Golo O golo é válido em qualquer parte do campo. O guarda-redes não pode marcar golo de baliza a baliza com a mão. Apenas com o pé. Início do jogo Após o sorteio para determinar a escolha do campo e do pontapé se saída, este terá de ser dão na direcção do campo do adversário. Duração do jogo O jogo compreenderá dois meios tempos de 20 minutos e um intervalo de 15 minutos que não poderá exceder os 15 minutos. Tempo morto: cada equipa tem a possibilidade de pedir um minuto de tempo morto em cada parte do jogo, mas para o fazer essa equipa deverá estar de posse de bola. 3

7 BIBLIOGRAFIA: MOTOR DE BUSCA: Futsal (história, fundamentos técnicos, imagens organizações) 4

8 FUTSAL Futsal é o futebol adaptado para prática num campo desportivo por equipas de cinco jogadores. As equipas, tal como no futebol, têm como objectivo colocar a bola na baliza adversária, definida por 2 postes verticais limitados pela altura por uma trave horizontal. Quando tal objectivo é alcançado, diz-se que foi marcado um golo, e um ponto é adicionado à equipa que o atingiu. O último jogador responsável por evitar o golo, é o único autorizado a segurar a bola com as mãos. A partida é ganha pela equipa que marcar o maior número de golos. FUNDAMENTOS TÉCNICOS: Passe: É a acção de enviar a bola a um companheiro ou determinado sector de espaço de jogo. Drible: É a acção individual, exercida com a posse da bola, visando ludibriar um oponente quando ultrapassado. Cabecear: É a acção de cabecear a bola quando é de defesa muito alta. Chuto: é a acção de chutar a bola, visando desviar ou dar a mesma trajectória estando ela parada ou em movimento. Recepção: É a acção de interromper a trajectória da bola vinda de passes ou arremessos. Condução: É a acção de progredir com a bola por todos os espaços possíveis de jogo. Domínio de Bola: Diferentemente do futebol, é realizada na maioria das vezes, com a sola do pé. Em função da idade o futebol de salão costuma ser dividido nas seguintes categorias: Sub 9 de 5 a 9 anos. Sub 11 de 9 a 10 anos. Sub 13 de 11 a 12 anos. Sub 15 de 13 a 14 anos. Sub 17 de 15 a 16 anos. 5

9 Sub 19 de 17 a 19 anos. Principal de 20 anos em diante. Masters de 33 a 50 anos. Veteranos acima de 50 anos. POSIÇÕES DOS JOGADORES NO FUTSAL: Muito parecido com o futebol, o futsal apresenta três posições principais, que são: Fixo - Defensor, semelhante ao defesa Ala (esquerdo e direito) - Conduzem o jogo no meio do campo Pivô - movimenta-se no ataque REGRAS: Campo O campo é rectangular, tendo o comprimento mínimo e a largura mínima definido de acordo com a competição, conforme determinado abaixo: Liga Futsal Masculina: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros Liga Futsal Feminina: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Adulto e Nacional: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Sub 20 e Sub 15: Comprimento entre 34 e 42 metros; largura entre 17 e 25 metros. Partidas Internacionais: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e metros. Área de grande penalidade A área de grande penalidade é definida por um semicírculo demarcado a 6 metros de cada poste de meta, tanto para os lados quanto para frente. A Bola Será esférica, com as seguintes dimensões: 6

10 Masculino Adulto, Sub-20, Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 62 a 64 cm; Peso de 440 a 400 gramas Feminina Adulto e Sub-20: Circunferência de 62 a 64 cm: Peso de 400 a 440g. Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 55 a 59 cm; Peso de 350 a 380g Sub-13, Sub-11 e Sub-9 Circunferência de 50 a 55 cm; Peso de 300 a 330 g. Categoria inferior a Sub-9: Circunferência de 40 a 43 cm; Peso de 250 a 280 gramas. Cartões Amarelo: Advertência; Vermelho: Expulsão por 2 minutos ou até sofrer 1 golo, pode ser substituído. Substituições De número indeterminado, a qualquer tempo do jogo sem precisar pará-lo para ocorrer. Ponta pé livre A partir da 5ª falta os livres serão sem barreira, com a distância de 10 metros do golo do infractor, sendo opcional a cobrança desde que a falta cometida seja sofrida do lado do campo do infractor depois da marcação dos 10 metros. O ponta pé livre é cobrado a uma distância de 10 metros, com os jogadores inclusive o guarda-redes adversário, distantes 5 metros da bola. Ponta pé de Canto e Lateral Todas as cobranças de lateral e foras são cobrados com os pés. Guarda-redes O guarda-redes pode actuar em qualquer parte do campo mas apenas pode utilizar as mãos dentro da sua área. O Guarda-redes também pode ser substituído a qualquer momento do jogo. Golo O golo é válido em qualquer parte do campo. O guarda-redes não pode marcar golo de baliza a baliza com a mão. Apenas com o pé. 7

11 Início do jogo Após o sorteio para determinar a escolha do campo e do pontapé se saída, este terá de ser dão na direcção do campo do adversário. Duração do jogo O jogo compreenderá dois meios tempos de 20 minutos e um intervalo de 15 minutos que não poderá exceder os 15 minutos. Tempo morto: cada equipa tem a possibilidade de pedir um minuto de tempo morto em cada parte do jogo, mas para o fazer essa equipa deverá estar de posse de bola. Bibliografia: Motor de busca: Futsal (história, fundamentos técnicos, imagens organizações) Realizado por: Helena Rocha Nº17 12ºA 8

12 FUTSAL Futsal é o futebol adaptado para prática num campo desportivo por equipas de cinco jogadores. As equipas, tal como no futebol, têm como objectivo colocar a bola na baliza adversária, definida por 2 postes verticais limitados pela altura por uma trave horizontal. Quando tal objectivo é alcançado, diz-se que foi marcado um golo, e um ponto é adicionado à equipa que o atingiu. O último jogador responsável por evitar o golo, é o único autorizado a segurar a bola com as mãos. A partida é ganha pela equipa que marcar o maior número de golos. FUNDAMENTOS TÉCNICOS: Passe: É a acção de enviar a bola a um companheiro ou determinado sector de espaço de jogo. Drible: É a acção individual, exercida com a posse da bola, visando ludibriar um oponente quando ultrapassado. Cabecear: É a acção de cabecear a bola quando é de defesa muito alta. Chuto: é a acção de chutar a bola, visando desviar ou dar a mesma trajectória estando ela parada ou em movimento. Recepção: É a acção de interromper a trajectória da bola vinda de passes ou arremessos. Condução: É a acção de progredir com a bola por todos os espaços possíveis de jogo. Domínio de Bola: Diferentemente do futebol, é realizada na maioria das vezes, com a sola do pé. Em função da idade o futebol de salão costuma ser dividido nas seguintes categorias: Sub 9 de 5 a 9 anos. Sub 11 de 9 a 10 anos. Sub 13 de 11 a 12 anos. Sub 15 de 13 a 14 anos. Sub 17 de 15 a 16 anos. 9

13 Sub 19 de 17 a 19 anos. Principal de 20 anos em diante. Masters de 33 a 50 anos. Veteranos acima de 50 anos. POSIÇÕES DOS JOGADORES NO FUTSAL: Muito parecido com o futebol, o futsal apresenta três posições principais, que são: Fixo - Defensor, semelhante ao defesa Ala (esquerdo e direito) - Conduzem o jogo no meio do campo Pivô - movimenta-se no ataque REGRAS: Campo O campo é rectangular, tendo o comprimento mínimo e a largura mínima definido de acordo com a competição, conforme determinado abaixo: Liga Futsal Masculina: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros Liga Futsal Feminina: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Adulto e Nacional: Comprimento entre 36 e 42 metros; largura entre 18 e 25 metros. Sub 20 e Sub 15: Comprimento entre 34 e 42 metros; largura entre 17 e 25 metros. Partidas Internacionais: Comprimento entre 38 e 42 metros; largura entre 18 e metros. Área de grande penalidade A área de grande penalidade é definida por um semicírculo demarcado a 6 metros de cada poste de meta, tanto para os lados quanto para frente. A Bola Será esférica, com as seguintes dimensões: 10

14 Masculino Adulto, Sub-20, Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 62 a 64 cm; Peso de 440 a 400 gramas Feminina Adulto e Sub-20: Circunferência de 62 a 64 cm: Peso de 400 a 440g. Sub-17 e Sub-15: Circunferência de 55 a 59 cm; Peso de 350 a 380g Sub-13, Sub-11 e Sub-9 Circunferência de 50 a 55 cm; Peso de 300 a 330 g. Categoria inferior a Sub-9: Circunferência de 40 a 43 cm; Peso de 250 a 280 gramas. Cartões Amarelo: Advertência; Vermelho: Expulsão por 2 minutos ou até sofrer 1 golo, pode ser substituído. Substituições De número indeterminado, a qualquer tempo do jogo sem precisar pará-lo para ocorrer. Ponta pé livre A partir da 5ª falta os livres serão sem barreira, com a distância de 10 metros do golo do infractor, sendo opcional a cobrança desde que a falta cometida seja sofrida do lado do campo do infractor depois da marcação dos 10 metros. O ponta pé livre é cobrado a uma distância de 10 metros, com os jogadores inclusive o guarda-redes adversário, distantes 5 metros da bola. Ponta pé de Canto e Lateral Todas as cobranças de lateral e foras são cobrados com os pés. Guarda-redes O guarda-redes pode actuar em qualquer parte do campo mas apenas pode utilizar as mãos dentro da sua área. O Guarda-redes também pode ser substituído a qualquer momento do jogo. Golo O golo é válido em qualquer parte do campo. O guarda-redes não pode marcar golo de baliza a baliza com a mão. Apenas com o pé. 11

15 Início do jogo Após o sorteio para determinar a escolha do campo e do pontapé se saída, este terá de ser dão na direcção do campo do adversário. Duração do jogo O jogo compreenderá dois meios tempos de 20 minutos e um intervalo de 15 minutos que não poderá exceder os 15 minutos. Tempo morto: cada equipa tem a possibilidade de pedir um minuto de tempo morto em cada parte do jogo, mas para o fazer essa equipa deverá estar de posse de bola. 12

16 BIBLIOGRAFIA: Motor de busca: Futsal (história, fundamentos técnicos, imagens organizações) Realizado por: Helena Rocha Nº17 12ºA 13

Prof. Maick da Silveira Viana

Prof. Maick da Silveira Viana Regras do Handebol Prof. Maick da Silveira Viana REGRA 1 A quadra do jogo REGRA 2 - A duração da partida A partida de handebol consiste em dois tempos divididos por um intervalo de 10 minutos. A duração

Leia mais

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP

TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO. Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP TAGUSCUP TORNEIO DE FUTSAL REGRAS DO JOGO Considerações sobre as Leis de Jogo de Futsal aplicadas na TAGUSCUP 1. Diferenças entre as Leis de Jogo do Futsal e as regras aplicadas na TAGUSCUP Não há faltas

Leia mais

Futebol Sete Masculino Livre

Futebol Sete Masculino Livre Futebol Sete Masculino Livre FASE LOCAL CANOINHAS 2016 FUTEBOL SETE MASCULINO LIVRE CHAVE A CHAVE B 1 CIA B 6 FRICASA A 2 BONETES 7 INVIOLÁVEL 3 MILI 8 GRUPO GSA B 4 PROENGEL 9 GRUPO GSA A 5 CIA A 10 FRICASA

Leia mais

PRIMEIRA PROVA SOMATIVA COM USO DO TEMPORIZADOR

PRIMEIRA PROVA SOMATIVA COM USO DO TEMPORIZADOR Esta avaliação é composta por 20 questões objetivas, ou seja, somente uma questão está correta. O tempo para cada questão, será de um minuto para escolher uma das alternativas, fique atento, pois, a mudança

Leia mais

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO

REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DE LEÇA DA PALMEIRA/STA. CRUZ DO BISPO Ano Letivo de 20012/2013 O que é o andebol? REGRAS DE ANDEBOL 7º ANO O Andebol é um desporto coletivo inventado por um alemão, Karl

Leia mais

LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO

LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO ARTº 1º Os jogos de Futsal serão realizados preferencialmente nos recintos de Andebol (aproveitando as suas marcações) ou em um quarto de campo de futebol de 11 (quando possível

Leia mais

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO

PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO PROGRAMAÇÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO FUTEBOL SETE PRIMEIRA DIVISÃO: CHAVE A MORPHOS COREMA CAMPEÃO SEGUNDA VICE SEGUNDA CHAVE B 1. È OBRIGATÓRIO O USO DE CANELEIRAS. 2. Os jogos terão a duração de

Leia mais

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO

Torneio Masculino de Fut3 REGULAMENTO REGULAMENTO CAPÍTULO I 1. Generalidades 1.1. Todos os jogos serão realizados no Salão da Associação Cultural e Recreativa de Maceirinha; 1.2. Não são permitidas alterações de horários ou adiamento de jogos;

Leia mais

Associação de Futebol de Vila Real

Associação de Futebol de Vila Real Época 2007/08 Teste Escrito n.º 16 Candidatos aos Quadros acionais (Grupo C) Vila Real, 26 de Janeiro de 2008 Duração de 60 minutos ão Responder apenas Sim ou ão Cotação (Certa 5; parcial/ certa sem falha

Leia mais

Chuta como os profissionais. Com o Campo de Futebol da PLAYMOBIL podes fazer passes curtos, passes longos e, até, rematar para o alto.

Chuta como os profissionais. Com o Campo de Futebol da PLAYMOBIL podes fazer passes curtos, passes longos e, até, rematar para o alto. Chuta como os profissionais. Com o Campo de Futebol da PLAYMOBIL podes fazer passes curtos, passes longos e, até, rematar para o alto. O novo guarda-redes da PLAYMOBIL também pode sair da baliza, deslocar-se

Leia mais

Regras do Jogo - Futsal

Regras do Jogo - Futsal Regras do Jogo - Futsal Pré-Jogo: A escolha dos campos é determinada por um sorteio efetuado por meio de uma moeda. A equipa favorecida pela sorte escolhe a baliza em direção à qual atacará durante a primeira

Leia mais

Conhecer factores importantes do jogo. Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal. disciplinares

Conhecer factores importantes do jogo. Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal. disciplinares Objectivos Conhecer factores importantes do jogo Conhecer os elementos diferenciadores de Futebol de 11 e de Futsal Conhecer elementos de sanções técnicas e Conhecer elementos de sanções técnicas e disciplinares

Leia mais

Associação de Futebol de Vila Real

Associação de Futebol de Vila Real Época 2009/2010 Associação de Futebol de Vila Real Prova de Futsal Prova Geral (Árbitros de 1ª e 2ª Categorias) 1ª Chamada Vila Real, 19 de Setembro de 2009 Duração de 60 minutos ão Responder apenas Sim

Leia mais

Regras do Futsal. Confira as principais regras do futsal de acordo com Livro Nacional de Regras da CBFS, aprovado pela Fifa:

Regras do Futsal. Confira as principais regras do futsal de acordo com Livro Nacional de Regras da CBFS, aprovado pela Fifa: Regras do Futsal Apesar da semelhança em vários pontos com o futebol de campo, as regras do futsal são diferentes. Regras básicas foram mantidas e outras como a dimensão da quadra, as marcações, número

Leia mais

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo.

1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 1. O jogador que receber um cartão amarelo ficará 02 (dois minutos) fora de campo durante o jogo vigente podendo retornar ao jogo após esse tempo. 2. O jogador que receber um cartão azul será excluído

Leia mais

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina

Colégio Adventista de Rio Preto. Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Colégio Adventista de Rio Preto Prof. Daniel Prandi Prof. Sheila Molina Futebol de Salão - Futsal Caracterização: É um jogo coletivo desportivo, entre duas equipes, sendo cada uma constituída por doze

Leia mais

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto

Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto ì Educação Física! Agrupamento de Escolas Martim de Freitas! Francisco Pinto Caraterização! Futsal! Caraterização O Futsal é uma modalidade praticada por duas equipas, compostas cada uma por cinco elementos

Leia mais

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: /

Entidade Mantenedora: SEAMB Sociedade Espírita Albertino Marques Barreto CNPJ: / A5 ATIVIDADES DE MATEMÁTICA Aluno: Complete com os números que faltam: 1 4 6 8 10 12 14 16 17 18 20 Anexo: Conceitos Matemáticos Dinâmica Escolher uma forma criativa para apresentar a situação criada

Leia mais

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO

MUNICÍPIOS DA REGIÃO DE SETÚBAL, ASSOCIAÇÕES e ESCOLAS JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 REGULAMENTO JOGOS DO FUTURO DA REGIÃO DE SETÚBAL 2017 FUTEBOL DE PRAIA REGULAMENTO 1. Organização A organização da competição de Futebol de Praia, nos Jogos do Futuro da Região de Setúbal 2017 é da responsabilidade

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96/100 4100.068 PORTO COMUNICADO OFICIAL Circular n.º 112 = 2015/2016= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros, Órgãos de Comunicação Social

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE

REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O Critério de disputa está previsto no REGULAMENTO GERAL. Art.2º. Será realizado nos dias 21 a 23/04/2005, nas dependências do campus da Unemat. Art. 3º. É

Leia mais

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS

FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS FUTEBOL DE AREIA HISTÓRIA, REGRAS E PRINCIPAIS FUNDAMENTOS História O Futebol de Areia começou a ser disputado em 1992, quando as regras do jogo foram criadas e um campeonato piloto foi organizado em Los

Leia mais

CONSELHO DE ARBITRAGEM

CONSELHO DE ARBITRAGEM CONSELHO DE ARBITRAGEM Época 2016/2017 Setúbal, 10 de setembro de 2016 Árbitros C3 Grupo D, C4 Grupos B e C, C5 Grupo B, CJ2 e CJ1 Avaliação TESTE ESCRITO 1. Antes do início do jogo o Delegado do clube

Leia mais

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores

Andebol. Andebol. Andebol. Andebol. Andebol Caraterização. O que é o Andebol? O Campo. Os Jogadores Caraterização Educação Física Agrupamento de Escolas Martim de Freitas Francisco Pinto O que é o? O andebol é um jogo desportivo colectivo, praticado por duas equipas, cada uma delas com 7 jogadores em

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 1

COMUNICADO OFICIAL N.º 1 COMUNICADO OFICIAL N.º 1 Quadros Competitivos 1 BAMBIS / MINIS (misto) 1.1 Calendarização Propõe-se assim a realização de 8 Encontros / Festand s, distribuídos por toda a época desportiva, nas seguintes

Leia mais

2012 / Arbitrar o Tag-Rugby. Programa Nestum Rugby nas Escolas

2012 / Arbitrar o Tag-Rugby. Programa Nestum Rugby nas Escolas 2012 / 2013 Arbitrar o Tag-Rugby Programa Nestum Rugby nas Escolas AS LEIS DE JOGO DO TAG RUGBY Tamanho da Bola Escalão Infantis (A e B) a bola a utilizar deverá ser a nº3 Escalão Iniciados e Juvenis a

Leia mais

TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO)

TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO) ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA COMUNICADO OFICIAL Nº 183 DATA: 24.05.2016 TAÇA DA MADEIRA DE INFANTIS E BENJAMINS FUT. 7/11 (MASCULINO) ÉPOCA 2015/2016 Para conhecimento de todos os Clubes filiados e

Leia mais

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas

FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE. CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas FUTSAL NAS CATEGORIAS DE BASE CONSTRUÇÃO DO JOGO DEFENSIVO: Conceitos e atividade práticas INTRODUÇÃO O futsal é uma modalidade em que ações apresentam grande imprevisibilidade e variabilidade, exigindo

Leia mais

A partida sera jogada por duas equipas, compreendendo cada uma o ma ximo de sete jogadores em campo, um dos quais sera o guarda-redes.

A partida sera jogada por duas equipas, compreendendo cada uma o ma ximo de sete jogadores em campo, um dos quais sera o guarda-redes. Torneio de Futebol Hernâni Gonçalves Regras do jogo NU MERO DE JOGADORES A partida sera jogada por duas equipas, compreendendo cada uma o ma ximo de sete jogadores em campo, um dos quais sera o guarda-redes.

Leia mais

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores.

ALUNO (A): Nº. 2- Quantos jogadores de handebol ficam na reserva? A. 5jogadores. B. 6jogadores. C. 7jogadores. D. 8jogadores. E. 9jogadores. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 6º A, B, C DISCIPLINA:

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Infantis (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Infantis (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Mst. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. Qual o número mínimo de jogadores, em um time, para iniciar

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.º 033/16-17

COMUNICADO OFICIAL N.º 033/16-17 PARA CONHECIMENTO DE TODOS OS CLUBES FILIADOS, DELEGADOS DA AFVR, CONSELHO DE ARBITRAGEM E DEMAIS INTERESSADOS, SE COMUNICA QUE: Considerando a importância estratégica para a FPF e para a AFVR da criação

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA MADEIRA REGULAMENTO DO CAMPEONATO DIVISÃO HONRA REGIONAL DE INFANTIS E BENJAMINS FUTEBOL DE 7 (SETE) ÉPOCA 2016/2017 CAPÍTULO I ORGANIZAÇÃO TÉCNICA 01 GENERALIDADES 1. Esta prova

Leia mais

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras.

Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. CONCEITOS TÁTICOS E SISTEMAS Conceitos Sistemas: Distribuição ordenada dos componentes de uma equipe em quadra, visando facilitar a aplicação das diferentes manobras. Tipos de sistemas: Sistemas defensivos:

Leia mais

Teste n.º 20. Prova Suplementar. Candidatos aos Quadros acionais (Grupo A e C e Observadores)

Teste n.º 20. Prova Suplementar. Candidatos aos Quadros acionais (Grupo A e C e Observadores) Teste n.º 20 Prova Suplementar Candidatos aos Quadros acionais (Grupo A e C e Observadores) Vila Real, 10 de Maio de 2008 Época 2007/08 Duração de 60 minutos ão Responder apenas Sim ou ão Cotação (Certa

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2016 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA Nº DE EQUIPES

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Blumenau 2014 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Nº EMPRESA Nº DE

Leia mais

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016

VII JOGOS DOS APOSENTADOS FENACEF 2016 REGULAMENTO TÉCNICO FUTEBOL SOÇAITE Art. 1º. O campeonato de futebol soçaite será realizado com as regras estabelecidas pelo Regulamento Geral do VII JOGOS FENACEF, pelo que dispuser o presente regulamento

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Boletim Final FUTEBOL DE AREIA Pomerode 2015 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA CIDADE Nº

Leia mais

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido.

Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. www.barcodetablefootball.com Como jogar Futebol de Mesa é um jogo emocionante para 2 jogadores combinando intrincada habilidade, tácticas, e pensamento rápido. É o melhor e mais realista de todos os jogos

Leia mais

História do Basquetebol

História do Basquetebol História do Basquetebol Foi inventado por um professor Canadiano, James Naismith no ano de 1891. Em Dezembro do mesmo ano, teve lugar o primeiro jogo, no Springfield College, nos EUA. O seu primeiro nome

Leia mais

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO

Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Boletim Final FUTEBOL DE AREIA MASCULINO Blumenau 2017 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL DE AREIA MASCULINO EMPRESA

Leia mais

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016

REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 REGULAMENTO X TORNEIO INTERNO DE FUTSAL 2016 Local e horário Os jogos serão realizados no Pavilhão Gimnodesportivo do CCDTCMP, aos sábados de manhã, entre as 09h00 e as 13h00. Inscrições a) Cada equipa

Leia mais

REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015

REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015 REGULAMENTO DA LIGA DE FUTSAL ENTRE IGREJAS 2015 DAS INSCRIÇÕES: Poderá participar da Liga de Futsal entre Igrejas 2015, equipes com atletas de idade a partir de 17 anos e que frequente à igreja (Membro

Leia mais

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na

Como acontece em vários esportes, há divergências no que se refere à história de origem do futsal. Alguns acreditam que o mesmo tenha se originado na FUTSAL O futebol de salão conhecido apenas como futsal é uma prática adaptada do futebol. Em uma quadra esportiva são formados times de cinco jogadores e assim como no futebol, o principal objetivo é colocar

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2001/2002 INDICE INTRODUÇÃO... 2 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 3 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 3 3. A BOLA... 5 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette

VOLEIBOL 8º Ano. Voleibol. Origem e Evolução: 07/05/2013. William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette VOLEIBOL 8º Ano Profª SHEILA - Prof. DANIEL Origem e Evolução: William Morgan 1895 ACM s Tênis Minonette Brasil 1915 Pernambuco Colégio Marista ou ACM s São Paulo 1916 1954 CBV 1982 afirmação brasileira

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL II TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Complexas

Leia mais

Práticas pedagógicas Educação Física

Práticas pedagógicas Educação Física Práticas pedagógicas Educação Física Recomendada para o Ensino Fundamental Ciclo II (7a e 8a séries) Tempo previsto: 2 aulas Elaboração: Equipe Técnica da CENP Professor(a): Apresentamos aqui três (3)

Leia mais

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A

PROVAS A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B Corrida 100 metros A PROVAS 1) Atletismo 2) Futsal 3) Voleibol Especial 4) Natação 5) Cabo de Guerra 6) Provas de Habilidade 7) Tênis de Mesa A Performance B Participação 1) ATLETISMO Caminhada 25 metros - B - Nesta prova

Leia mais

LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T

LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T LIGA DE MATRAQUILHOS JOGOS T REGRAS DE JOGO EQUIPAS 1. ELEMENTOS INTERVENIENTES 1.1. Duas equipas compostas por quatro atletas equipados de acordo com o estipulado pela Liga. Uma mesa de matraquilhos com

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO TORNEIO DE FUTEBOL

REGULAMENTO TÉCNICO TORNEIO DE FUTEBOL REGULAMENTO TÉCNICO TORNEIO DE FUTEBOL I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS ARTIGO 1º - Este Regulamento é o conjunto das disposições que rege o Torneio de Futebol no Festival de Inverno AEM 2015. ARTIGO 2º - Os Associados

Leia mais

Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016

Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016 ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DE LEIRIA COMUNICADO OFICIAL N.º 317 Data: 08-04-2016 Para conhecimento dos Clubes filiados e demais entidades interessadas, se comunica: 8º ENCONTRO DISTRITAL TRAQUINAS FUTSAL 2015/2016

Leia mais

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL

COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL COLÉGIO D. PEDRO II- AMERICANA SP APOSTILA DE EDUCAÇÃO FÍSICA 8º E 9º ANO FUTSAL O futebol é um esporte coletivo jogado principalmente com os pés, como seu nome próprio diz (foot=pé, ball=bola). O futebol

Leia mais

PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO

PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO PROGRAMAÇÃO BASQUETE TRIO BASQUETE TRIO: CHAVE U 1º SORTEIO KLABIN OC 2º SORTEIO KLABIN CP 3º SORTEIO KLABIN LGS O congresso técnico e sorteio dos confrontos será realizado no dia do evento. Data: 06/07/2016

Leia mais

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque

2012 / Programa Nestum Rugby nas Escolas. Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque 2012 / 2013 Programa Nestum Rugby nas Escolas Introdução ao Tag-Rugby e ao Bitoque Introdução O que é o TAG RUGBY? O Tag Rugby é usado como uma alternativa de ensino do rugby de XV nas escolas, ou como

Leia mais

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã

Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã 2012 Regulamento 10º Torneio Internacional de Futebol 7 Diamantino Costa / Cidade da Covilhã Associação Desportiva da Estação 17-06-2012 Artº 1º - A ASSOCIAÇÃO DESPORTIVA DA ESTAÇÃO, organiza no Complexo

Leia mais

*Esta é a versão 1.2 do Neymar Jr s Five 2017 está sujeita a alterações.

*Esta é a versão 1.2 do Neymar Jr s Five 2017 está sujeita a alterações. *Esta é a versão 1.2 do Neymar Jr s Five 2017 está sujeita a alterações. REGRAS DO JOGO NEYMAR JR S FIVE* 1. FINTA-OS A TODOS 2. O CAMPO DO JOGO 3. BALIZA 4. NÚMERO DE JOGADORES 5. EQUIPAMENTO DOS JOGADORES

Leia mais

Teste escrito Árbitros Categoria C3 e Observadores. Futebol

Teste escrito Árbitros Categoria C3 e Observadores. Futebol A s s o c i a ç ã o d e F u t e b o l d e C o i m b r a Conselho de Arbitragem Teste escrito Árbitros Categoria C3 e Observadores ÉPOCA 2014/2015 DATA 28-11-2014 Futebol Local Escola Secundária José Falcão

Leia mais

Textos para Leitura e Exploração

Textos para Leitura e Exploração COMPONENTE CURRICULAR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Textos para Leitura e Exploração Handebol. 8º ano - Ensino Fundamental II Professora: Raísa Prado. 1º Bimestre / 2016. Página 1 História do handebol Em 29 de outubro

Leia mais

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil

APOSTILA DE FUTSAL. 6º, 7º, 8º e 9º ANO. HISTÓRICO No Brasil APOSTILA DE FUTSAL 6º, 7º, 8º e 9º ANO HISTÓRICO No Brasil O Futebol de Salão tem duas versões sobre o seu surgimento, como em outros esportes, há divergências quanto a sua invenção. Há uma versão que

Leia mais

CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO

CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO CPMG - POLIVALENTE MODELO VASCO DOS REIS APOSTILA DE FUTSAL DO 9 O ANO A QUADRA DE FUTSAL 1- Dimensões A quadra de jogo será um retângulo com o comprimento de 40 metros e largura de 20 metros. As linhas

Leia mais

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06

CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 CIRCUITO DE BEACH RUGBY 2005/06 1 ORGANIZAÇÃO DAS PROVAS 2 REGULAMENTO GERAL 3 REGULAMENTO ESPECÍFICO * 4 FICHA DE INSCRIÇÃO DA EQUIPA 5 BOLETIM DE JOGO A Direcção da FPR pretende instituir e coordenar

Leia mais

Esporte. Melhora o resultado de pessoas e empresas.

Esporte. Melhora o resultado de pessoas e empresas. Esporte. Melhora o resultado de pessoas e empresas. Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito Comprometimento: Renovando seu compromisso para grandes valores

Leia mais

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015

Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 Jaraguá Clube Campestre VI Campeonato Interno de Futsal -2015 INFANTIL REGULAMENTO: A Sub-diretoria de Futsal Infantil de Esportes do Jaraguá Clube Campestre realizará, no período de 30/08 a 14/11/2015.

Leia mais

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014

ESCOLA: Escola Básica 2,3 D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO: 6.º ANO LETIVO 2013/2014 ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº de Abrantes ESCOLA: Escola Básica, D. Miguel de Almeida DISCIPLINA: Educação Física ANO:.º ANO LETIVO 0/0 METAS DE APRENDIZAGEM: Domínio da Aptidão Física (EDF00);

Leia mais

Associação de Futebol da Guarda Rua Comandante Salvador Nascimento Lote LC Guarda

Associação de Futebol da Guarda Rua Comandante Salvador Nascimento Lote LC Guarda Associação de Futebol da Guarda Rua Comandante Salvador Nascimento Lote LC3 6300 678 Guarda CONSELHO DE ARBITRAGEM 1- Antes do início do jogo o delegado da equipa visitante informa-o que pretende protestar

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO TORNEIOS JOVENS CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. QUADRO COMPETITIVO E CRITÉRIOS

Leia mais

Associação de Futebol de Aveiro Conselho de Arbitragem Prova Escrita Árbitros FUTSAL Classificativo. Época 2016 /

Associação de Futebol de Aveiro Conselho de Arbitragem Prova Escrita Árbitros FUTSAL Classificativo. Época 2016 / Associação de Futebol de Aveiro Conselho de Arbitragem Prova Escrita Árbitros FUTSAL Classificativo Época 2016 / 2017 03-09-2016 Leia atentamente as instruções seguintes: Para cada questão, escolha uma

Leia mais

COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO

COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO COMISSÃO NACIONAL DE ARBITRAGEM CNA ANEXO X ORIENTAÇÕES ÀS MUDANÇAS DAS REGRAS A PARTIR DE 01 DE JULHO 1. Goleiro como um jogador de quadra. A regra era seis (06) jogadores de quadra + 1 goleiro. Pela

Leia mais

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013

XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 XXIV OLIMPÍADA ECC 2013 CALENDÁRIO De 25/06 a 28/06 2013 Horário de 25/06 até 27/06-7h10 às18h30 28/06-7h10 às 13h00 VALORES QUE ACREDITAMOS VIVENCIAR Atitude Coragem Perseverança Compromisso Disciplina

Leia mais

Ministério de Juniores e Adolescentes. JUNAD nos JOGOS

Ministério de Juniores e Adolescentes. JUNAD nos JOGOS REGULAMENTO GERAL: Ministério de Juniores e Adolescentes O regulamento tem a função de orientar os participantes e a equipe que está executando as atividades do evento. Participantes de outras igrejas,

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 6º ano Ano letivo: 201.2014 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

Regras de Futebol de Campo

Regras de Futebol de Campo Curso de Educação Física Futebol - Fundamentos Regras de Futebol de Campo Leandro Tibiriçá Burgos Regra 1: Campo de jogo Partidas Nacionais Comprimento: de 90m a 120 metros; Largura: de 45m a 90 metros.

Leia mais

Boletim Informativo FUTEBOL SETE MASTER

Boletim Informativo FUTEBOL SETE MASTER Boletim Informativo FUTEBOL SETE MASTER Blumenau 2015 Comprometimento Orgulho de representar a empresa Motivação Espírito de equipe Respeito EMPRESAS PARTICIPANTES DO FUTEBOL SETE MASTER EMPRESAS Nº DE

Leia mais

Associação de Futebol do Porto

Associação de Futebol do Porto RUA ANTÓNIO PINTO MACHADO, 96 4100. PORTO COMUNICADO OFICIAL FUTEBOL DE SETE / CINCO Circular n.º 167 (RECTIFICADA) = 2016/2017= Para o conhecimento e orientação dos Clubes Filiados, SAD s, SDUQ s, Árbitros,

Leia mais

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO

CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO CLUBE DESPORTIVO 1.º MAIO TORNEIO DE NATAL ESCOLAS DE FUTEBOL 04 de Dezembro de 2010 Campo de Futebol 1.º de Maio Organização: Clube Desportivo 1.º de Maio Palheiro Ferreiro, Dezembro de 2010 ORGANIZAÇÃO

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Benjamins (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Benjamins (Futebol) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE Benjamins (Futebol) Época 2015-2016 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO FAIAL ANGÚSTIAS ATLÉTICO CLUBE FAYAL SPORT CLUB CLUBE FLAMENGOS GRUPO DESPORTIVO CEDRENSE

Leia mais

Regulamento de Prova Oficial Futsal

Regulamento de Prova Oficial Futsal ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Sistema Competitivo Artigo 3º - Duração dos Jogos Artigo 4º - Período de Aquecimento Artigo 5º - Número de Jogadores

Leia mais

TORNEIOS ESPORTIVOS MARÇO REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS

TORNEIOS ESPORTIVOS MARÇO REGULAMENTO DISPOSIÇÕES GERAIS DISPOSIÇÕES GERAIS REALIZAÇÃO 19 de março de 2016 no Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo, para crianças nascidas entre 2007 e 2004. CERIMÔNIA DE ABERTURA Em cada grupo, às 08h30

Leia mais

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA.

REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. REGULAMENTO I Maratona de Futebol de Praia da Instituição o CASA. Ponto I Organização 1. O presente Regulamento define as regras da I Maratona de Futebol de Praia do Centro de Apoio ao Sem-Abrigo; 2. A

Leia mais

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL

REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL REGULAMENTO DE PROVA OFICIAL Época 2010/11 de 11 Página 1 de 8 ÍNDICE I. DISPOSIÇÕES INICIAIS Artigo 1º - Âmbito II. ORGANIZAÇÃO DE PROVAS Artigo 2º - Modelo Competitivo Artigo 3º - Sistema Competitivo

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA GUARDA Carlos Sacadura Outubro de 2011 Possibilitar a todas as crianças do nosso distrito a oportunidade de praticar futebol como um desporto de recreação, tempo livre e formação;

Leia mais

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL

GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL GABINETE COORDENADOR DO DESPORTO ESCOLAR REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL 2002/2003 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO...3 2. ANDEBOL DE 5/7...4 2.1. ESCALÕES ETÁRIOS E VARIANTES DA MODALIDADE...4 2.2 BOLA DE JOGO...4

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico

ASSOCIAÇÃO DE FUTEBOL DA HORTA Juvenis/ Iniciados (Futsal) Época Organização Competitiva e Regulamento Específico DE (Futsal) Época 2016-2017 Organização Competitiva e Regulamento Específico CLUBES PARTICIPANTES ILHA DO CORVO CLUBE DESPORTIVO ESCOLAR DO CORVO ILHA DAS FLORES GRUPO DESPORTIVO FAZENDENSE (A e B) GRUPO

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTEBOL SOCIETY REGU I DA FINALIDADE E DA PARTICIPAÇÃO Art. 1º. As regras aplicadas nos I Jogos Nacionais de Integração da PRF 2015 - para a competição de Futebol Society Livre serão

Leia mais

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias

Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Modelo Dep-01 Agrupamento de Escolas do Castêlo da Maia Planificação Anual Departamento Expressões e Tecnologias Ano: 5º ano Ano letivo: 201.201 Disciplina: Educação Física Turmas: A, B, C, D, E, F, G,

Leia mais

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal

FCUP Liga 2013/2014. Regulamento de Prova Oficial. Futsal FCUP Liga 2013/2014 Regulamento de Prova Oficial ÍNDICE Artigo 1º - Âmbito Artigo 2º - Estrutura Artigo 3º - Sistema Competitivo Artigo 4º - Duração de Jogos Artigo 5º - Período de Aquecimento Artigo 6º

Leia mais

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo

Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - CEF 2º ano Ano letivo Escola Básica da Madalena Grelha de Conteúdos Educação Física - 2º ano Ano letivo 2012 2013 1º PERIODO Testes de Condição Física Avaliação da velocidade, flexibilidade, força muscular, agilidade e medidas

Leia mais

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL

REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL REGULAMENTO ESPECIFICO DOS TORNEIOS ESCOLARES DE CORFEBOL ÍNDICE INTRODUÇÃO 1. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, DURAÇÃO DO JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE 2. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA 3. ARBITRAGEM 4. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

II aeestsp Course Cup

II aeestsp Course Cup II aeestsp Course Cup Regulamento Futebol de 5 INTRODUÇÃO As Leis do Jogo Futsal da Federação Portuguesa de Futebol aplicam-se a este torneio, com adaptação adequada das regras às condições de realização

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2009-2013 ÍNDICE 1.INTRODUÇÃO. 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS, TEMPO JOGO e BOLA.. 4 3. CONSTITUIÇÃO DAS EQUIPAS.... 5 4. CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO / FORMAS DE DESEMPATE.. 6 5.

Leia mais

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003;

REGULAMENTO. 3. ESCALÕES 3.1. O Santarém Cup é um torneio de FUTEBOL 11 e abrange os seguintes escalões: Iniciados - atletas nascidos em 2002/2003; REGULAMENTO 1. ORGANIZAÇÃO A organização do Santarém Cup é da responsabilidade da Associação Académica de Santarém e conta com o apoio da Câmara Municipal de Santarém. 2. DATA E LOCAL DA REALIZAÇÃO DOS

Leia mais

PANELINHAS XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base.

PANELINHAS XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base. PANELINHAS 2016 XXIV Campeonato Interno de Futebol de Base. I Objetivos: - Desenvolver o interesse do associado pela prática do futebol. - Promover o entretenimento e a sociabilização através do futebol.

Leia mais

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES:

CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: CURSO DE TREINADORES DE FUTSAL NÍVEL I TÉCNICO TÁCTICA CADERNO DE EXERCÍCIOS ESTRUTURA DOS CONTEÚDOS A ABORDAR NAS DIFERENTES SESSÕES: 1. Activação geral 2. Técnica Individual 3. Acções Colectivas Elementares

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO ANDEBOL 2013 2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões etários 2 3. Constituição das Equipas 3 3.1. Infantis (andebol de 5) 3 3.2. Iniciados, Juvenis e Juniores (andebol de 7) 3 4.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE ANDEBOL 2009 2013 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. ESCALÕES ETÁRIOS, BOLA, TEMPO DE JOGO E VARIANTES DA MODALIDADE... 4 3. CONSTITUIÇÃO DA EQUIPA... 5 4. ARBITRAGEM... 5 5. CLASSIFICAÇÃO,

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE - IFRN REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS INTERNOS DOS SERVIDORES DO IFRN/CNAT 2012 Art. 1º - Os Jogos Internos

Leia mais