Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP VPITU. 27/10/2016 Construindo o Grande ABC

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP VPITU. 27/10/2016 Construindo o Grande ABC"

Transcrição

1 Momento Econômico e Perspectivas de um Novo Mercado Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP 27/10/2016 Construindo o Grande ABC VPITU

2 Economia 2

3 Atividade econômica - % de crescimento do PIB no Brasil 0,5% 4,4% 1,4% 3,1% 1,1% 5,8% 6,1% 5,1% 3,2% 4,0% -0,1% 7,5% 3,9% 3,0% 1,9% Impeachment da Presidente Dilma Rousseff 0,1% 1,2% -3,8% -3,2% * 17* FHC (2º Mandato) Lula (1º Mandato) Lula (2º Mandato) Dilma (1º Mandato) Dilma / Temer (2º Mandato) * Previsão Relatório Focus 21/10/2016 Fonte: IBGE 3

4 Meta taxa SELIC (% a.a.) COPOM 25,00 20,00 15,00 Out/16 14,0% Dez/16 13,50% 10,00 5,00 Média = 12% Dez/17 11,00% 0,00 Em outubro de 2016, o Copom fez a primeira redução da taxa básica de juros em 4 anos. * dez/2016 e dez/17 - Previsão Relatório Focus 21/10/2016 Fonte: BACEN 4

5 Inflação IPCA (variação % 12 meses) 14,00 12,00 10,00 8,00 6,00 4,00 2,00 Efeito da correção dos preços administrados Jan/16 10,71% -21% Dez/16 7,89% Set/16 8,48% Dez/17 5,00% 0,00 * dez/2016 e dez/17 - Previsão Relatório Focus 21/10/2016 Fonte: IBGE 5

6 Índices de confiança com ajuste sazonal 130 confiança do consumidor 130 confiança da construção Set/16 80, Set/16 74, confiança do comércio 130 confiança da indústria Set/16 80, Set/16 88, Fonte: FGV Com o início do processo de afastamento da presidente Dilma no mês de abril/2016, os índices de confiança do mercado começaram a melhorar 6

7 Saldo de empregos formais - CAGED (em milhares) Total - Brasil M16 Construção Civil - Brasil M Fonte: M.T.E. 7

8 Financiamento Imobiliário 8

9 Financiamento imobiliário Agosto 2016 Valores Financiados (R$ Bilhões) 72,8 Acumulado de janeiro a agosto -22% 56,6-46% 30,4 8M14 8M15 8M16 Acumulado em 12 meses 111,8-14% 96,7-49% 49,4 set.13 a ago.14set.14 a ago.15set.15 a ago.16 Unidades Financiadas (mil) Fonte: ABECIP, BCB Acumulado de janeiro a agosto 351,0-27% 256,1-47% 135,8 8M14 8M15 8M16 Acumulado em 12 meses 537,8-18% -50% 443,4 221,2 set.13 a ago.14set.14 a ago.15set.15 a ago.16 9

10 Poupança SBPE Captação líquida (R$ bilhões) -0,74-9,20-4,45-4,87-5,23-5,29-7,12-7,23-5,38-2,37-2,84-0,96-9,52-6,73-5,18-6,30-4,18-2,79-0,91-6,30 0,98 1,75 jan/13 fev/13 mar/13 abr/13 mai/13 jun/13 jul/13 ago/13 set/13 out/13 nov/13 dez/13 jan/14 fev/14 mar/14 abr/14 mai/14 jun/14 jul/14 ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 fev/16 mar/16 abr/16 mai/16 jun/16 jul/16 ago/16 1,79 0,71 1,92 1,71 4,52 4,21 6,71 7,89 3,94 5,11 3,74 5,39 8,25 2,18 2,54 2,87 0,95 1,69 1,54 3,61 4,78 4,79 R$ 54,3 bilhões R$ 23,8 bilhões - R$ 50,1 bilhões - R$ 41,9 bi Fonte: ABECIP, BCB 10

11 Poupança SBPE Saldo (R$ bilhões) ago/14 set/14 out/14 nov/14 dez/14 jan/15 fev/15 mar/15 abr/15 mai/15 jun/15 jul/15 ago/15 set/15 out/15 nov/15 dez/15 jan/16 fev/16 mar/16 abr/16 mai/16 jun/16 jul/16 ago/16 499,5 504,0 508,3 514,8 522,3 520,7 518,7 512,3 510,1 507,7 503,8 504,6 500,8 498,7 499,0 501,2 509,2 502,9 499,3 497,1 494,0 492,9 493,3 495,6 492,6 Fonte: ABECIP, BCB 11

12 Crédito imobiliário SBPE : Projeção 2016 ABECIP R$ Bilhões % 50 1º Semestre Indefinição Política Conjuntura econômica pior que o esperado Ausência de medidas efetivas para retomada do crescimento 2º Semestre Definição do cenário político Nova agenda propositiva Evolução gradativa das expectativas E Fonte: ABECIP 12

13 Mercado Imobiliário Nacional Regiões que realizam pesquisa imobiliária 13

14 Regiões que Possuem Pesquisa do Mercado Imobiliário São Luís RM Fortaleza Manaus RM Natal João Pessoa RM Recife Maceió Cuiabá RM Goiânia Distrito Federal Salvador e Região Belo Horizonte Maringá Curitiba Porto Alegre RMSP Joinville Vitória e Região Rio de Janeiro 14 14

15 Unidades residenciais lançadas Região Pesquisada Unidades Unidades Lançadas 1S15 Lançadas 1S16 Variação % Belo Horizonte N.D. N.D. N.D. Cuiabá % Curitiba % Distrito Federal % Joinville % Maceió 850 N.D. N.D. Manaus N.D. 260 N.D. Maringá % Porto Alegre % Rio de Janeiro % RM de Fortaleza % RM de Goiânia % RM de João Pessoa % RM de Natal % RM de Recife % RM de São Paulo % Salvador e Região % Total Ajustado % Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 15 15

16 Unidades residenciais novas vendidas Região Pesquisada Unidades Unidades Vendidas 1S15 Vendidas 1S16 Variação % Belo Horizonte N.D. N.D. N.D. Cuiabá % Curitiba % Distrito Federal % Joinville % Maceió 747 N.D. N.D. Manaus N.D N.D. Maringá % Porto Alegre % Rio de Janeiro % RM de Fortaleza % RM de Goiânia % RM de João Pessoa % RM de Natal % RM de Recife % RM de São Paulo % Salvador e Região % Total Ajustado % Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 16 16

17 Oferta final disponível imóveis residenciais novos Região Pesquisada Oferta Final Oferta Final Junho/2015 Junho/2016 Variação % Belo Horizonte N.D N.D N.D. Cuiabá % Curitiba % Distrito Federal % Joinville % Maceió N.D N.D. Manaus N.D N.D. Maringá % Porto Alegre % Rio de Janeiro % RM de Fortaleza % RM de Goiânia % RM de João Pessoa % RM de Natal % RM de Recife % RM de São Paulo % Salvador e Região % Total Ajustado % Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 17 17

18 Lançamentos e Vendas de Imóveis Residenciais Em mil unidades 77,6 83,9 23,6 36, S16 Lançamentos Vendas Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 18 18

19 Oferta por Fase de Obra Junho/2016 Região Pesquisada Imóveis na Planta Imóveis em Construção Imóveis Prontos Cuiabá 11% 75% 13% Distrito Federal 33% 18% 49% Joinville 10% 66% 24% Manaus 5% 51% 43% Maringá 25% 56% 19% Porto Alegre 11% 55% 34% Rio de Janeiro 20% 50% 30% RM de Fortaleza 11% 73% 16% RM de Goiânia 19% 60% 21% RM de Natal* 21% 51% 27% RM de Recife 35% 57% 8% RM de São Paulo 14% 74% 12% Salvador e Região 45% 35% 20% 19% 19% Jun/ % Na Planta Em Construção Prontos *não foi informado o estágio da obra de todos os empreendimentos Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 19 19

20 Preço Médio M² de Área Privativa Em R$ Média = R$ 5,6 mil RM São Paulo Distrito Federal Rio de Janeiro RM Curitiba Manaus Cuiabá RM Fortaleza Natal Maringá RM Goiânia Joinville São Luís João Pessoa Fonte: CBIC/CII Elaboração: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 20 20

21 Interior de São Paulo 21

22 Regionais e representantes do Secovi-SP no Estado de São Paulo Das nove regionais/representações do Sindicato, sete possuem estudos do mercado imobiliário, elaborados com o auxílio do departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP e dois desenvolvidos por equipes próprias de pesquisa (Grande ABC e São José dos Campos): Regionais do Secovi-SP Baixada Santista Bauru Campinas Grande ABC Jundiaí Piracicaba RM Vale do Paraíba São José do Rio Preto Sorocaba O cronograma de divulgação é anual e as cidades têm diferentes datas de fechamento. 22

23 Unidades residenciais lançadas e vendidas em 36 meses Região/Cidade Período Unidades lançadas Unidades Vendidas Baixada Santista julho/2013 a junho/ Bauru janeiro/2013 a dezembro/ Campinas agosto/2013 a julho/ Jundiaí novembro/2012 a outubro/ Piracicaba abril/2013 a março/ São José dos Campos Abril/13 a Março/ São José do Rio Preto maio/2013 a abril/ Sorocaba outubro/2013 a setembro/ Total Fonte: Robert Michel Zarif e Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 23

24 Preço médio do m² - em R$ Média = R$ 5,6 mil São Paulo Campinas Jundiaí Baixada Santista Bauru São José do Rio Preto Piracicaba São José dos Campo Sorocaba Elaboração: Departamento de Economia do Secovi-SP 24

25 Unidades lançadas no interior e RMSP Total (2012): Total (2013): Total (2014): São Paulo Outras Cidades da RMSP Interior Fonte: Embraesp, Robert Michel Zarif e Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 25

26 Mercado Imobiliário Cidade de São Paulo 26

27 Lançamentos e vendas de imóveis residenciais Cidade de São Paulo, em mil unidades 20,2 23,8 28,3 22,6 24,9 25,7 36,6 32,8 35,8 35,9 33,3 28,3 27,0 21,6 20,1 39,0 38,2 38,1 34,5 31,6 28,5 34,2 34,0 16,0 23,0 17, E Lançamentos Vendas Fonte: Embraesp/Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 27

28 Lançamentos e vendas - acumulado em 12 meses Cidade de São Paulo em mil unidades Ago/08 45,6 Ago/08 43,1 Média lançamentos = 31,2 mil unidades Média vendas = 28,7 mil unidades Ago/16 18,2 Ago/16 16,9 Lançamentos Vendas Média Lançamentos Média Vendas Fonte: Embraesp/Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 28

29 Porcentagem de Distratos sobre as Vendas da Amostra da PMI Média dos últimos 12 meses Cidade de São Paulo 25,0% 20,0% Mar/15 21,9% Ago/16 23,5% 15,0% 10,0% Média = 8,2% 5,0% Mai/08 2,2% 0,0% jan/05 jun/05 nov/05 abr/06 set/06 fev/07 jul/07 dez/07 mai/08 out/08 mar/09 ago/09 jan/10 jun/10 nov/10 abr/11 set/11 fev/12 jul/12 dez/12 mai/13 out/13 mar/14 ago/14 jan/15 jun/15 nov/15 abr/16 % de distratos Média Fonte: Departamento de Economia Secovi-SP 29

30 Acumulado de Janeiro a Agosto Cidade de São Paulo Unidades Lançadas VGL Valor global lançado Em R$ Milhões atualizado pelo INCC-DI de agosto/ % % ,6-35% 6.371,0-38% 3.962,8 8M14 8M15 8M16 8M14 8M15 8M16 Unidades Vendidas VGV Valor global vendido Em R$ Milhões atualizado pelo INCC-DI de agosto/ % % ,5-17% 6.301,7-26% 4.679,8 8M14 8M15 8M16 Fonte: Embraesp/ Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 8M14 8M15 8M16 30

31 Unidades lançadas 8M16 Cidade de São Paulo De janeiro a agosto de 2016 foram lançadas unidades na cidade de São Paulo, com predomínio de: Imóveis de 2 dormitórios, com ticket médio de até R$ 500 mil, metragem média de até 65m² e localizados na zona Leste da cidade. Tipologi a 27% 54% 17% 2% 1 Dorm 2 Dorms. 3 Dorms. 4 ou mais Dorms. Faixa de preço Metragem 19% 51% 15% 6% 6% 2% Faixa A- Até R$225 mil Faixa B -$225 a $500 mil Faixa C -$500 a $750 mil Faixa D -$750 a $1milhão Faixa E -$1 a $1,5 milhão Faixa F-Acima de $1,5milhão 2% 27% 49% 14% 6% 1% Até de 45 m² Entre 46 e 65 m² Entre 66 e 85 m² Entre 86 e 130 m² Entre 131 e 180 m² Mais de 180 m² Zona da Cidade 17% 32% 17% 14% 20% Centro Leste Norte Oeste Sul Fonte: Embraesp/ Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 31 31

32 Unidades vendidas de 8M16 Cidade de São Paulo De janeiro a agosto de 2016 foram comercializadas unidades na cidade de São Paulo, e assim como nos lançamentos, com predomínio de: Imóveis de 2 dormitórios, com ticket médio de até R$ 500 mil, metragem média de até 65m² e localizados na zona Leste da cidade. Tipologi a 27% 54% 16% 3% 1 Dorm 2 Dorms. 3 Dorms. 4 ou mais Dorms. Faixa de preço Metragem 25% 42% 18% 6% 5% 3% Faixa A- Até R$225 mil Faixa B -$225 a $500 mil Faixa C -$500 a $750 mil Faixa D -$750 a $1milhão Faixa E -$1 a $1,5 milhão Faixa F-Acima de $1,5milhão 3% 34% 42% 12% 8% 1% Até de 45 m² Entre 46 e 65 m² Entre 66 e 85 m² Entre 86 e 130 m² Entre 131 e 180 m² Mais de 180 m² Zona da Cidade 11% 33% 15% 18% 23% Centro Leste Norte Oeste Sul Fonte: Embraesp/ Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 32 32

33 VSO (Vendas Sobre Oferta) 12 meses Cidade de São Paulo 75,7% Média = 59,1% 46,0% 50,3% 57,8% 64,3% 69,1% 65,6% 64,4% 60,0% 62,6% 51,9% 41,5% 37,9% Fonte: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 33

34 Oferta final cidade de São Paulo Mai/ Ago/16 24, Set/ jan/04 jun/04 nov/04 abr/05 set/05 fev/06 jul/06 dez/06 mai/07 out/07 mar/08 ago/08 jan/09 jun/09 nov/09 abr/10 set/10 fev/11 jul/11 dez/11 mai/12 out/12 mar/13 ago/13 jan/14 jun/14 nov/14 abr/15 set/15 fev/16 jul/16 Fonte: Departamento de Economia e Estatística Secovi-SP 34

35 Preço médio m² de área útil dos lançamentos agosto/2016 Município de São Paulo Imóveis Verticais Novos 6,6 7,3 5,2 2,7 3,1 3,2 3,5 3,2 3,6 3,9 8,7 9,2 8,8 9, * Var % do Preço e Var % Real em relação ao ano anterior 4,7% 16,2% 10,1% 12,4% 7,2% 1,5% -7,5% 4,8% 0,4% 3,8% -5,0% -12,9% 33,4% 26,6% 19,7% 10,6% 23,8% 5,7% 17,7% 10,7% -3,8% 2,7% 3,2% -3,2% -1,1% -14,7% * Fonte: Embraesp / Elaboração: Secovi-SP Preço Var% Real 35 * Considerando a variação dos últimos 12 meses

36 Demanda 36

37 Casamentos e divórcios - Brasil Casamentos Divórcios* *Tabela Processos de divórcios encerrados e concedidos, em 1ª instância Fonte: IBGE 37

38 Arranjos familiares com parentesco Part.% Var% = -20% Var% = 58% Var% = 35% Var% = 15% Unipessoal Casal c/filhos Casal s/filhos Mulher s/cônjuge com filho Fonte: IBGE 38

39 Famílias que Moram em Domicílios Alugados ou Cedidos Por Faixa de Renda mensal Familiar - Em milhares de famílias 16,8 milhões de famílias vivem em domicílios alugados ou cedidos ,25 milhões de famílias com renda superior a R$ Até R$ R$ a R$ R$ a R$ R$ a R$ R$ a R$ Acima de R$ Fonte: IBGE Microdados da PNAD/ Estimativa IBOPE Inteligência 39

40 Estudo de Demanda de imóveis residenciais O Secovi-SP contratou um estudo desenvolvido pela FGV, com o objetivo de mensurar a demanda potencial de imóveis residenciais de 2015 a 2025; O resultado do estudo foi obtido através da elaboração de cenários sociodemográficos e econômicos. 40

41 Cenário para demanda habitacional evolução do estoque de domicílios Incremento Estoque Incremento Estoque Região Norte Região Nordeste Região Sudeste Região Sul Região Centro Oeste Brasil São Paulo - UF Regiões Metropolitanas São Paulo Rio de Janeiro Belo Horizonte Salvador Porto Alegre Incremento de domicílios da ordem de 14,5 milhões de unidades entre 2015 e 2025; - Em termos absolutos, este incremento está pouco abaixo do observado entre 2004 e 2014, de quase 15 milhões de unidades. Fonte: FGV 41

42 Demanda por domicílios para 2025 Incremento Estoque Incremento Estoque Faixas de renda Até R$ De R$ até R$ De R$ até R$ De R$ até R$ De R$ até R$ Acima de R$ Total Brasil Entre 2004 e 2014, o número de domicílios com renda até R$ caiu devido ao período de crescimento econômico e redução das desigualdades; - Dadas as dinâmicas das variáveis-chave projetadas até 2025, o maior incremento em termos absolutos deverá se concentrar na faixa de renda entre R$ e R$ Fonte: FGV 42

43 Região do Grande ABC 43

44 Região do Grande ABC Grande ABC 7 Municípios 2,6 milhões de Habitantes Diadema; Mauá; Ribeirão Pires; Rio Grande da Serra; Santo André; São Bernardo do Campo; São Caetano do Sul. 864 mil Domicílios R$ 114,8 Bi PIB Fonte: Seade referência habitantes e domicílios 2015 / PIB 2013

45 PIB da região do Grande ABC Estado de São Paulo Região Metropolitana de São Paulo Vendas Grande ABC 7% do PIB do Estado Vendas Grande ABC 12% do PIB da RM 2013 R$ 1,7 Tri 2013 R$ 947,6 Bi Grande ABC Outros Municípios do Estado Grande ABC Outros Municípios da RM Fonte: SEADE 45

46 Evolução dos Domicílios Particulares Permanentes Em mil domicílios Estado de São Paulo Grande ABC , ,1 795,0 864, , ,2 24% 10% 523,5 662,0 20% 9% 29% 26% Nos últimos 15 anos, houve um acréscimo de 202 mil domicílios no Grande ABC. Fonte: SEADE 46

47 Déficit Habitacional do Grande ABC Mil domicílios 56,4 8% 3% Sem rendimento 2,6 14,4 15,9 7,5 16% 15% Total 96,8 mil 58% 0-3 salários mínimos 3-6 salários mínimos 6-10 salários mínimos Sem 0-3 salários rendimento mínimos 3-6 salários mínimos 6-10 salários mínimos 10 ou mais salários mínimos 10 ou mais salários mínimos Em 2010, O Déficit Habitacional do Grande ABC estava estimado em 96,8 mil domicílios, sendo 24% para famílias com rendimento maior que 6 salários mínimos. Fonte: Fundação João Pinheiro 47

48 Déficit habitacional total por município do Grande ABC Em número de domicílios Diadema S.C.S. S.B.C. Sto. André Mauá Ribeirão Pires Rio G. da Serra Município Déficit Habitacional Participação % no Grande ABC Rio Grande da Serra % Ribeirão Pires % São Caetano do Sul % Mauá % Diadema % Santo André % São Bernardo do Campo % Total Grande ABC % Até De a Acima de A região do Grande ABC representa 12% do déficit habitacional da RMSP (793 mil domicílios) Fonte: Fundação João Pinheiro 48

49 Casamentos e divórcios Grande ABC 18,3 18,1 18,3 19,0 19,9 3,5 5,3 4,9 3,7 3, Casamentos Divórcios* *Tabela Processos de divórcios encerrados e concedidos, em 1ª instância Fonte: IBGE 49

50 Pirâmide Etária 2015 Grande ABC 75 Anos e Mais 0 a 74 Anos 65 a 69 Anos 1,1% 0,9% 1,4% 1,9% 1,2% 1,8% 26% da população do Grande ABC, 672 mil habitantes, tem entre 20 e 34 anos 60 a 64 Anos 2,0% 2,4% 55 a 59 Anos 2,6% 3,0% 50 a 54 Anos 3,0% 3,5% 45 a 49 Anos 3,4% 3,7% 40 a 44 Anos 3,6% 3,9% 35 a 39 Anos 4,0% 4,3% 30 a 34 Anos 4,4% 4,6% 25 a 29 Anos 4,4% 4,4% 20 a 24 Anos 3,9% 3,9% 15 a 19 Anos 3,8% 3,8% 10 a 14 Anos 3,3% 3,1% 5 a 9 Anos 3,1% 3,0% 0 a 4 Anos 3,4% 3,3% Fonte: SEADE Homens Mulheres 50

51 Mercado Imobiliário do Grande ABC Lançamentos Residenciais no Grande ABC* - Em mil unidades 10,3 11,3 9,7 9,6 9,8 9,2 Média = 7,4 mil 2,6 3,6 5,0 6,3 6,1 4,9 1, M16 Participação do Grande ABC na Região Metropolitana de São Paulo Jan/2004 a Ago/2016 Total Lançado no ABC Participação na RMSP Participação nas Outras Cidades (RMSP exceto capital) 89,8 mil unidades 14% do total lançado 35% do total lançado * Não foram detectados lançamentos de incorporações em Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra. Fonte: Embraesp / Elaboração: DEE Secovi-SP 51

52 Obrigado! Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário

Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Conjuntura Econômica e o Mercado Imobiliário Ricardo Yazbek Vice Presidente do Secovi-SP IBAPE - 16/09/2016 Economia Produto Interno Bruto do Brasil (%) 0,5% 4,4% 1,4% 3,1% 1,1% 5,8% 3,2% 4,0% 6,1% 5,1%

Leia mais

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SecoviSP. 16ª Conferência Internacional da LARES

Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do SecoviSP. 16ª Conferência Internacional da LARES Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do SecoviSP 16ª Conferência Internacional da LARES Economia 2 Atividade econômica - de crescimento do PIB no Brasil Impeachment da Presidente Dilma Roussef

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário

Panorama do Mercado Imobiliário Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Extinção do BNH Pré- 1964 1964 1966 1986

Leia mais

A Infraestrutura e o Mercado Imobiliário. Flavio Amary Presidente do Secovi-SP VPITU 30/11/2016 FIESP

A Infraestrutura e o Mercado Imobiliário. Flavio Amary Presidente do Secovi-SP VPITU 30/11/2016 FIESP A Infraestrutura e o Mercado Imobiliário Flavio Amary Presidente do Secovi-SP 30/11/2016 FIESP VPITU Sobre o Secovi SP - Desde 1946, o Secovi-SP, Sindicato da Habitação - Representa as áreas de parcelamento

Leia mais

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário

Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Análise e Perspectivas do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Foreci 02/06/2017 Cenário Econômico Principais indicadores econômicos PIB do Brasil -Taxa de crescimento no ano

Leia mais

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP

Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário. Celso Petrucci. Economista-Chefe do Secovi-SP Conjuntura Econômica e Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Entendendo o Mercado Imobiliário Leis 4.380 (BNH) e 4.591 (Incorporação Imobiliária) Pré - 1964 Mercado Desregulado

Leia mais

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP

A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo. Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP A Força do Grande ABC no Mercado Imobiliário de São Paulo Flavio Amary Vice-Presidente do Secovi-SP Momento Econômico Atual Indicadores Econômicos Taxa de Desemprego (média) Medo Desemprego 11,5% 97,50

Leia mais

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013. Versão CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013. Versão CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37 BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º TRIMESTRE/2013 Versão 1005133-20100617 CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO 1/37 1/39 1/74 1/6 INFORMAÇÃO E CONHECIMENTO ECONOMIA PIB CRESCIMENTO NO ANO 8,0% 7,5% 7,0% 6,0% 5,0%

Leia mais

Para Onde Caminha a Demanda?

Para Onde Caminha a Demanda? Para Onde Caminha a Demanda? Comissão da Indústria Imobiliária Data: 23/maio/2014 Demanda O que move o mercado imobiliário? Dinâmica familiar: processo de formação de novas famílias, que é influenciado

Leia mais

Balanço do Mercado Imobiliário 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP

Balanço do Mercado Imobiliário 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Balanço do Mercado Imobiliário 2015 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP ECONOMIA ANvidade Econômica Crescimento Real (%) PIB e Construção Civil 13,3 10,6 5,8 9,2 6,9 6,1 4,95,1 4,0 3,2 0,2 8,3

Leia mais

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP

Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Perspectivas para o Setor da Construção Civil em 2015 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Mercado Imobiliário Brasileiro - VGL 2011-7% 2012 13% 2013 R$ 85,6 bilhões R$ 79,7 bilhões R$ 90,4 bilhões

Leia mais

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria

Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria Celso Petrucci Economista pela Fundação Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP Iniciou as atividades em crédito imobiliário em 1976, na Diretoria de Programas Habitacionais da Nossa Caixa/Nosso Banco;

Leia mais

MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL

MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL Novembro de 2013 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Entidades que Realizam Pesquisa ENTIDADE REGIÃO RESPOSTAS 1 ADEMI - AL Maceió SIM 2 ADEMI - BA Salvador e Lauro

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

Coletiva de Imprensa. Financiamento Imobiliário 1º Semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente Coletiva de Imprensa Financiamento Imobiliário 1º Semestre de 2016 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2016 Índice 1 2 3 4 5 6 Conjuntura Construção Civil Financiamento Imobiliário

Leia mais

Mercado Imobiliário Nacional

Mercado Imobiliário Nacional Mercado Imobiliário Nacional CII 25/07/2014 Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP En#dades que Realizam Pesquisa ENTIDADE REGIÕES PESQUISADAS RESPOSTAS 1 ADEMI - AL MACEIÓ SIM 2 ADEMI - BA SALVADOR,

Leia mais

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP

Panorama do Mercado Imobiliário. Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Panorama do Mercado Imobiliário Celso Petrucci Economista-Chefe do Secovi-SP Município de São Paulo Lançamentos Residenciais Mun. de São Paulo Mil Unidades Média = 31,7 22,6 24,9 25,7 39,0 34,5 31,6 38,2

Leia mais

Subtítulo da Apresentação

Subtítulo da Apresentação Subtítulo da Apresentação MOTIVAÇÃO METODOLOGIA 15 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal 15 cidades + 1,8 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção

Leia mais

30 cidades analisadas

30 cidades analisadas MOTIVAÇÃO Metodologia 30 cidades analisadas Análise do valor médio dos imóveis cadastrados no VivaReal + 2 mi Maior Base de imóveis entre os portais Análise de Intenção de Compra e Aluguel com base nos

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017

Coletiva de Imprensa. Resultados de 2016 e Perspectivas para Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente. São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Coletiva de Imprensa Resultados de 2016 e Perspectivas para 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo, 24 de Janeiro de 2017 Índice 1. Conjuntura Econômica 2. Construção Civil 3. Financiamento

Leia mais

COLETIVA DE IMPRENSA. 1º semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente

COLETIVA DE IMPRENSA. 1º semestre de São Paulo 26 de Julho de Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente COLETIVA DE IMPRENSA 1º semestre de 2017 Gilberto Duarte de Abreu Filho Presidente São Paulo 26 de Julho de 2017 1 PAUTA 1) Conjuntura Econômica 2) Financiamento Imobiliário 3) Funding 4) Inadimplência

Leia mais

janeiro/2016 Em janeiro, vendas de imóveis aumentaram em relação ao mesmo período de 2015 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Acumulado 12 meses

janeiro/2016 Em janeiro, vendas de imóveis aumentaram em relação ao mesmo período de 2015 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Acumulado 12 meses janeiro/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 950 unidades Lançamentos = 956 unidades Oferta Final = 27.014 unidades VSO Mensal = 3,4% VSO 12 Meses = 42,0% Em janeiro, vendas de imóveis aumentaram

Leia mais

MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL EM 2016

MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL EM 2016 MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL EM 2016 TÓPICOS ABORDADOS 1. Representatividade da pesquisa 2. Indicadores nacionais agregados 3. Indicadores por cidades e regiões 4. Indicadores por faixa de valor ou padrão

Leia mais

Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015

Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015 Construção civil: cenário atual e perspectivas 06/05/2015 Crescimento chinês da construção Taxa de crescimento entre 2007 a 2012 90% 82,61% 83,30% 80% 76,70% 70% 68,07% 60% 50% 40% 41,8% 30% 20% 10% 9,95%

Leia mais

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013

Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Construção civil: balanço e perspectivas 2/12/2013 Balanço 2013 As expectativas eram modestas Lançamentos e vendas no mercado imobiliário voltam a crescer; Investimentos em infraestrutura crescem mais

Leia mais

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 2001 2010 A DÉCADA DA RETOMADA CELSO PETRUCCI Diretor Executivo Economista-chefe do Secovi-SP Versão 1005133-20100617 CPE CPE - ACCB/CCMA/JJA/MAB/RSO - ACCB/JJA/MAB/RSO 1/37

Leia mais

Setembro/2016. Mercado imobiliário da cidade de São Paulo apresenta melhores indicadores em setembro CIDADE DE SÃO PAULO.

Setembro/2016. Mercado imobiliário da cidade de São Paulo apresenta melhores indicadores em setembro CIDADE DE SÃO PAULO. Setembro/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.717 unidades Lançamentos = 2.165 unidades Mercado imobiliário da cidade de São Paulo apresenta melhores indicadores em setembro COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

Coletiva de Imprensa. Balanço de 2014 Expectativas para 2015

Coletiva de Imprensa. Balanço de 2014 Expectativas para 2015 Coletiva de Imprensa Balanço de 2014 Expectativas para 2015 Octavio de Lazari Junior Presidente São Paulo, 21 de Janeiro de 2015 Sumário 1. Cenário Macroeconômico 2. Construção Civil 3. Mercado de Crédito

Leia mais

Vendas e lançamentos registram queda em setembro

Vendas e lançamentos registram queda em setembro 1 SETEMBRO DE 2015 Vendas e lançamentos registram queda em setembro Apesar da oscilação negativa nos dois indicadores, pesquisa do Secovi-SP registra volume de vendas superior ao de lançamentos A Pesquisa

Leia mais

2º TRIMESTRE DE 2017 MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL INDICADORES CBIC

2º TRIMESTRE DE 2017 MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL INDICADORES CBIC 2º TRIMESTRE DE 2017 MERCADO IMOBILIÁRIO NACIONAL INDICADORES CBIC 1 MERCADO IMOBILIÁRIO 2º TRIMESTRE DE 2017 DESTAQUES Este estudo é uma iniciativa da CBIC desenvolvido com intuito de apoiar pesquisas

Leia mais

Mercado imobiliário mantém estabilidade em maio

Mercado imobiliário mantém estabilidade em maio 1 MAIO DE 2015 Mercado imobiliário mantém estabilidade em maio Os resultados da Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP, apresentaram relativa

Leia mais

Vendas de imóveis residenciais novos melhoram em abril

Vendas de imóveis residenciais novos melhoram em abril ABRIL DE 2014 Vendas de imóveis residenciais novos melhoram em abril Em comparação com o volume comercializado em março, o crescimento foi de 23,1% A comercialização de imóveis novos na cidade de São Paulo

Leia mais

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017

Crédito Imobiliário Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Bradesco Apresentação BBI São Paulo, 11 de abril 2017 Pilares de Sustentação 1.Ambiente Econômico 2.Funding 3.Segurança Jurídica CRÉDITO IMOBILIÁRIO 2 Ambiente Econômico 2017 Inflação Taxa de Juros Renda

Leia mais

O Cenário Econômico e o Mercado Imobiliário de Campinas. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP

O Cenário Econômico e o Mercado Imobiliário de Campinas. Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP O Cenário Econômico e o Mercado Imobiliário de Campinas Celso Petrucci Economista-chefe do Secovi-SP Mercado Imobiliário Brasileiro - VGL 2011-7% 2012 13% 2013 R$ 85,6 bilhões R$ 79,7 bilhões R$ 90,4 bilhões

Leia mais

Abril/2016. Lançamentos e vendas na capital paulista atingem o menor nível desde 2004 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses

Abril/2016. Lançamentos e vendas na capital paulista atingem o menor nível desde 2004 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses Abril/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.182 unidades Lançamentos = 695 unidades Oferta Final = 24.961 unidades Lançamentos e vendas na capital paulista atingem o menor nível desde 2004

Leia mais

Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas. Nosso negócio é fazer negócios!

Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas. Nosso negócio é fazer negócios! Mercado Imobiliário Brasil Situação, Tendências e Perspectivas Não se gerencia o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende, e não há sucesso no que não se gerencia

Leia mais

Mercado imobiliário reduz o número de lançamentos no mês de julho

Mercado imobiliário reduz o número de lançamentos no mês de julho 1 JULHO DE 2015 Mercado imobiliário reduz o número de lançamentos no mês de julho Foram lançadas 825 unidades na cidade de São Paulo, ante média de 2 mil unidades para o mês nos úl mos cincos anos. Redução

Leia mais

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL JUNHO/2014, ANO X, N.º 06 (Atualizado em 14/08/2014) Período Produção Física Industrial** Insumos Típicos da CC (série sem ajuste sazonal) base: média de 2012 = 100 2012 Jan 93,50 5.305.205 866.300 Fev

Leia mais

Panorama da Economia Brasileira

Panorama da Economia Brasileira Panorama da Economia Brasileira Nelson Barbosa Secretário de Política Econômica Brasília, 23 de novembro de 2009 1 PRODUÇÃO INDUSTRIAL Índice com ajuste sazonal (jan/2007 = 100) 115 110 110,9 105 101,89

Leia mais

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL MAIO/2015, ANO XI, N.º 05 (Atualizado em 17/07/2015) Período Produção Física Industrial** Insumos Típicos da CC (série sem ajuste sazonal) base: média de 2012 = 100 2012 Jan 93,50 5.305.205 866.300 Fev

Leia mais

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL

INDICADORES DA CONSTRUÇÃO CIVIL ABRIL/2015, ANO XI, N.º 04 (Atualizado em 16/06/2015) Período Produção Física Industrial** Insumos Típicos da CC (série sem ajuste sazonal) base: média de 2012 = 100 2012 Jan 93,50 5.305.205 866.300 Fev

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS Índice de Preços IGP-M IGP-DI Mensal No ano Em 12 meses Mensal No ano Em 12 meses Jan. 0,39 0,39 11,87 0,33 0,33 11,61 Fev. 0,30 0,69 11,43 0,40 0,74 10,86 Mar. 0,85 1,55 11,12 0,99

Leia mais

ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL 5ª EDIÇÃO

ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL 5ª EDIÇÃO ÍNDICES DA CONSTRUÇÃO CIVIL 5ª EDIÇÃO INDICADORES DE MERCADO INDICADORES 3 A CONSTRUÇÃO CIVIL A crise do mercado imobiliário, um dos setores afetados pela crise econômica pela qual passa o país, deve ter

Leia mais

INDICADORES ECONÔMICOS

INDICADORES ECONÔMICOS INDICADORES ECONÔMICOS Índices de Preços IGP-M IGP-DI Mensal No ano Em 12 meses Mensal No ano Em 12 meses Jan. 0,39 0,39 11,87 0,33 0,33 11,61 Fev. 0,30 0,69 11,43 0,40 0,74 10,86 Mar. 0,85 1,55 11,12

Leia mais

Mercado imobiliário apresenta bons resultados em abril

Mercado imobiliário apresenta bons resultados em abril 1 ABRIL DE 2015 Mercado imobiliário apresenta bons resultados em abril Pelo segundo mês consecu vo, melhora o desempenho de vendas de imóveis residenciais novos na cidade de São Paulo Abril foi o melhor

Leia mais

Reunião Pública com Investidores e Analistas

Reunião Pública com Investidores e Analistas Reunião Pública com Investidores e Analistas Apresentação dos Resultados 9M12 14 de dezembro de 2012 Participação Cristiane Crisci Diretora de Inteligência de Mercado, CRM e GPN Cyro Naufel Filho Diretor

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,52 0,52 4,27 0,54 0,54 4,56 Fev. 0,19 0,71 4,12 0,49 1,03 4,61 Mar. 0,31 1,02 4,33

Leia mais

Indicadores SEBRAE-SP

Indicadores SEBRAE-SP Indicadores SEBRAE-SP Pesquisa de Conjuntura (resultados de novembro de 2012) Janeiro/13 Destaques No mês de novembro de 2012 o faturamento real das micro e pequenas empresas (MPEs) apresentou aumento

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,46 0,46 6,27 0,48 0,48 5,84 Fev. 0,27 0,73 5,52 0,55 1,03 5,90 Mar. 0,40 1,14 6,28

Leia mais

Índices de Preços. Em 12

Índices de Preços. Em 12 Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Jan. 0,52 0,52 4,27 0,54 0,54 4,56 Fev. 0,19 0,71 4,12 0,49 1,03 4,61 Mar. 0,31 1,02 4,33

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 4T16 e 2016 Vendas crescem 82% em relação ao trimestre anterior

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 4T16 e 2016 Vendas crescem 82% em relação ao trimestre anterior PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO e 2016 crescem 82% em relação ao trimestre anterior Mogi das Cruzes, 30 de janeiro de 2017 A Helbor Empreendimentos S.A. (BM&FBOVESPA: HBOR3), incorporadora residencial

Leia mais

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança

Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança Boletim Informativo de Crédito Imobiliário e Poupança D A T A A B E C I P D E Z E M B R O, 2 0 1 6 D E S T A Q U E S D O M Ê S Poupança SBPE Captação Líquida: R$ 9,0 bilhões Saldo: R$ 516,0 bilhões Financiamentos

Leia mais

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6.

1. Mercado e Construção Civil. 2. Números do Crédito Imobiliário. 3. Informações MCMV. 4. funding. 5. Ações relevantes. 6. Reunião Fev 2016 1. Mercado e Construção Civil 2. Números do Crédito Imobiliário 3. Informações MCMV 4. funding 5. Ações relevantes 6. Pauta CAIXA 2 Mercado de Trabalho Construção Civil #00 Fonte: CAGED

Leia mais

Monitor da Taxa Básica de Juro e dos Juros Pagos pelo Setor Público

Monitor da Taxa Básica de Juro e dos Juros Pagos pelo Setor Público Monitor da Taxa Básica de Juro e dos Juros Pagos pelo Setor Público Nelson Barbosa Grupo de Economia Política do Departamento de Economia da Universidade de Brasília (UnB) 11 de setembro de 17 Evolução

Leia mais

meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03 0,53 4,19 6,

meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03 0,53 4,19 6, Indicadores econômicos Índices de Preços IPC/FIPE IPCA Período Em 12 Em 12 Mensal No ano Mensal No ano meses meses Maio 1,23 2,82 5,41 0,79 2,88 5,58 Jun. 0,96 3,81 5,84 0,74 3,64 6,06 Jul. 0,45 4,27 6,03

Leia mais

Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro

Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro Preços dos imóveis residenciais têm alta de 0,13% em fevereiro Aumento, entretanto, ainda é inferior à inflação esperada para o mês; nos últimos 12 meses, preços subiram 0,84% O Índice FipeZap que acompanha

Leia mais

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012

Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 Cenário macroeconômico e a construção civil 29/5/2012 O papel da construção no desenvolvimento sustentado Há cinco anos, o setor da construção iniciou um ciclo virtuoso de crescimento: Esse ciclo foi pavimentado

Leia mais

Junho/2016. Vendas e lançamentos de imóveis novos registram aumento em junho CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses.

Junho/2016. Vendas e lançamentos de imóveis novos registram aumento em junho CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Junho/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 2.097 unidades Lançamentos = 2.178 unidades Vendas e lançamentos de imóveis novos registram aumento em junho COMERCIALIZAÇÃO DE IMÓVEIS NOVOS CIDADE

Leia mais

Novembro/2016. As vendas de imóveis em São Paulo aumentam em novembro de 2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses.

Novembro/2016. As vendas de imóveis em São Paulo aumentam em novembro de 2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Novembro/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.724 unidades Lançamentos = 3.214 unidades Oferta Final = 24.968 unidades As vendas de imóveis em São Paulo aumentam em novembro de 2016 COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

SINCOR-SP 2017 ABRIL 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 ABRIL 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS ABRIL 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica... 10

Leia mais

MAIO/2017. Mercado imobiliário apresenta bons resultados no mês de maio CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses.

MAIO/2017. Mercado imobiliário apresenta bons resultados no mês de maio CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. MAIO/2017 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 2.170 unidades Lançamentos = 2.300 unidades Oferta Final = 21.960 unidades Mercado imobiliário apresenta bons resultados no mês de maio COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

Esgotamento do Funding Tradicional?

Esgotamento do Funding Tradicional? Esgotamento do Funding Tradicional? Novos instrumentos vão vigorar no curto prazo? Gueitiro Matsuo Genso 12ª Conferência Internacional da LARES São Paulo 19 a 21 de setembro, 2012 Agenda Relevância no

Leia mais

CENÁRIO ECONÔMICO 2017:

CENÁRIO ECONÔMICO 2017: CENÁRIO ECONÔMICO 2017: Lenta recuperação após um longo período de recessão Dezembro 2016 AVALIAÇÃO CORRENTE DA ATIVIDADE ECONÔMICA A RECUPERAÇÃO DA CONFIANÇA DO EMPRESARIADO E DO CONSUMIDOR MOSTRAM ACOMODAÇÃO

Leia mais

Índice FipeZap de Locação encerra primeiro semestre abaixo da inflação

Índice FipeZap de Locação encerra primeiro semestre abaixo da inflação Índice FipeZap de Locação encerra primeiro semestre abaixo da inflação Entre janeiro e junho, preço médio do aluguel registrou alta de 0,47%, face à inflação acumulada de 1,18% no período O Índice FipeZap

Leia mais

JUNHO/2017. Mercado imobiliário reaquece no primeiro semestre de 2017 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses.

JUNHO/2017. Mercado imobiliário reaquece no primeiro semestre de 2017 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. JUNHO/2017 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.853 unidades Lançamentos = 1.502 unidades Oferta Final = 21.043 unidades Mercado imobiliário reaquece no primeiro semestre de 2017 Comercialização

Leia mais

SINCOR-SP 2017 JUNHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 JUNHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica... 10

Leia mais

SINCOR-SP 2017 JULHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 JULHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS Sumário Mensagem do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica... 10

Leia mais

IBEF SP Encontro Setorial

IBEF SP Encontro Setorial Gávea Green Residencial Parque Cidade Barra Prime Offices IBEF SP Encontro Setorial 19 de agosto de 2010 Torre IV Aviso Importante Este documento contém considerações futuras referentes às perspectivas

Leia mais

Release com embargo até 0h de 18/7/2017. Junho/2017

Release com embargo até 0h de 18/7/2017. Junho/2017 Release com embargo até 0h de 18/7/2017 Índice FipeZap de Locação encerra primeiro semestre abaixo da inflação Entre janeiro e junho, preço médio do aluguel registrou alta de 0,47%, face à inflação acumulada

Leia mais

SECOVI. Teotonio Costa Rezende. Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal

SECOVI. Teotonio Costa Rezende. Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal SECOVI Teotonio Costa Rezende Diretor Executivo de Habitação Caixa Econômica Federal Sumário Plano de Negócios Cenário Medidas para aumentar o crédito PMCMV Faixa 1,5 Expectativas PMCMV 2017 Histórico

Leia mais

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º SEMESTRE DE 2013

BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º SEMESTRE DE 2013 BALANÇO DO MERCADO IMOBILIÁRIO 1º SEMESTRE DE 2013 1 2 ÍNDICE ECONOMIA MERCADO IMOBILIÁRIO CIDADE SÃO PAULO Lançamentos Comercialização REGIÃO METROPOLITANA EMPREENDIMENTOS COMERCIAIS MERCADO NACIONAL

Leia mais

Seminário Setorial de Construção Civil. Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10

Seminário Setorial de Construção Civil. Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10 Seminário Setorial de Construção Civil Carlos Antônio Vieira Fernandes Gerente Nacional GECRI 05 OUT 10 O papel da CEF como fomentador e financiador do setor; Evolução dos investimentos do setor Perspectivas

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Outubro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016

Os sérios desafios da economia. Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 Os sérios desafios da economia Econ. Ieda Vasconcelos Reunião CIC/FIEMG Maio/2016 1 Os números da economia brasileira que o novo governo precisa enfrentar 11,089 milhões Número de desempregados no Brasil,

Leia mais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais

Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas Administrativas e Contábeis de Minas Gerais PESQUISA DO MERCADO IMOBILIÁRIO EM BELO HORIZONTE: CONSTRUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO Setembro de 2014 APRESENTAÇÃO DA PESQUISA Esta pesquisa é realizada pela Fundação IPEAD/UFMG com o apoio da Prefeitura Municipal

Leia mais

Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação

Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação Índice FipeZap de Locação registra leve alta em abril Como nos meses anteriores, comportamento do preço médio de locação se manteve abaixo da inflação Segundo o Índice FipeZap de Locação que acompanha

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 2T17 e 1S17 Vendas de estoque pronto representam 57,8% das vendas do 2T17

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 2T17 e 1S17 Vendas de estoque pronto representam 57,8% das vendas do 2T17 PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO e 1S17 Vendas de estoque pronto representam 57,8% das vendas do Mogi das Cruzes, 20 de julho de 2017 A Empreendimentos S.A. (BM&FBOVESPA: HBOR3), incorporadora residencial

Leia mais

SINCOR-SP 2017 AGOSTO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 AGOSTO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS AGOSTO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 6 3. Análise macroeconômica... 9

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

SINCOR-SP 2017 MARÇO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 MARÇO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS MARÇO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário SINCOR-SP 2017 Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

CENÁRIO MACROECONÔMICO BRASILEIRO : DESAFIOS E OPORTUNIDADES

CENÁRIO MACROECONÔMICO BRASILEIRO : DESAFIOS E OPORTUNIDADES CENÁRIO MACROECONÔMICO BRASILEIRO 2014-2015: DESAFIOS E OPORTUNIDADES ABRIL, 2014 Fabiana D Atri Economista Sênior do Departamento de Pesquisas 1 e Estudos Econômicos - DEPEC 17/04/11 17/05/11 17/06/11

Leia mais

Julho/2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Média do ano. Pesquisa do Mercado Imobiliário

Julho/2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Média do ano. Pesquisa do Mercado Imobiliário Julho/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 828 unidades Lançamentos = 1.099 unidades Oferta Final = 24.627 unidades Em julho, vendas e lançamentos são afetados pela sazonalidade Tradicionalmente,

Leia mais

Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período

Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período Preço do aluguel residencial tem nova alta em fevereiro Aumento no preço do locação, entretanto, foi novamente inferior à inflação no período Segundo o Índice FipeZap de Locação que acompanha o preço de

Leia mais

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 1T16 Vendas contratas Parte Helbor aumentam 18,7%

PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO 1T16 Vendas contratas Parte Helbor aumentam 18,7% PRÉVIA DOS RESULTADOS OPERACIONAIS DO Vendas contratas Parte aumentam 18,7% Mogi das Cruzes, 20 de abril de 2016 A Empreendimentos S.A. (BM&FBOVESPA: HBOR3), incorporadora residencial e comercial com presença

Leia mais

Índice. Novembro/2016

Índice. Novembro/2016 Índice Destaques do mês Preço dos imóveis continuam a não conseguir acompanhar a inflação Sete das vinte cidades pesquisadas tiveram variação negativa nos preços em novembro O Índice FipeZap que acompanha

Leia mais

Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio

Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio Índice FipeZap de Locação mantém-se próximo à estabilidade em maio Nós últimos 12 meses, preço médio do aluguel recuou 1,65%, face à inflação acumulada de 3,6% no período O Índice FipeZap de Locação que

Leia mais

Cenário Macroeconômico e Político: Efeitos sobre a Economia do RS

Cenário Macroeconômico e Político: Efeitos sobre a Economia do RS Cenário Macroeconômico e Político: Efeitos sobre a Economia do RS Luiz Rabi Economista da Serasa Experian Congresso da Federasul 2017 7 de Julho de 2017 Agenda A Origem da Crise A Arrumação da Casa: O

Leia mais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais

Capítulo 12. Precipitações nas capitais Capítulo 12 Precipitações nas capitais 12-1 Capítulo 12- Precipitações nas capitais 12.1 Introdução Vamos mostrar as precipitações médias mensais das capitais no Brasil no período de 1961 a 1990 fornecidas

Leia mais

Índice. Janeiro/2017

Índice. Janeiro/2017 Índice Janeiro/2017 Preço do aluguel residencial tem primeira alta depois de 20 meses Após quase dois anos de variações mensais negativas, Índice FipeZap de Locação registra aumento em janeiro Os preços

Leia mais

Mercado Imobiliário Ribeirão Preto

Mercado Imobiliário Ribeirão Preto Mercado Imobiliário Ribeirão Preto Estudo do Mercado Imobiliário de Ribeirão Preto Análise do 2º Semestre de 2015 abril/2016 O Setor Imobiliário exige aprimoramento contínuo, elaboração de estudos e pesquisas,

Leia mais

Release com embargo até 0h de 2/6/2017. Maio/2017

Release com embargo até 0h de 2/6/2017. Maio/2017 Release com embargo até 0h de 2/6/2017 Índice FipeZap registra sua maior queda mensal da série histórica Na comparação entre abril e maio, preço médio de venda de imóveis residenciais recuou 0,16% O Índice

Leia mais

SINCOR-SP 2017 MAIO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 MAIO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS MAIO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 7 1. Carta de Conjuntura... 8 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 9 3. Análise macroeconômica... 12

Leia mais

ABRIL/2017. Vendas de imóveis novos registram ligeira queda em abril CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses.

ABRIL/2017. Vendas de imóveis novos registram ligeira queda em abril CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. ABRIL/2017 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.212unidades Lançamentos = 959 unidades Oferta Final = 22.528 unidades Vendas de imóveis novos registram ligeira queda em abril COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017

Rio de Janeiro, 18/05/2017. Mercado de Trabalho Brasileiro 1º trimestre de 2017 1 Rio de Janeiro, 18/05/2017 Mercado de Trabalho Brasileiro estre de 2017 O B J P R I N C I P A L Produzir informações contínuas PNAD Contínua Produzir informações anuais E T I sobre a inserção da população

Leia mais

REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL

REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL REALIDADE DO CENÁRIO DO MERCADO IMOBILIÁRIO HABITACIONAL NO BRASIL Engº Emmanuel Braz ebrazengenharia@gmail.com Outubro/2015 Risco no mercado Imobiliário Brasileiro? Todo o mercado imobiliário, sempre

Leia mais

Agosto/2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Média do ano. Pesquisa do Mercado Imobiliário

Agosto/2016 CIDADE DE SÃO PAULO. Números do mês: Acumulado 12 meses. Média do ano. Pesquisa do Mercado Imobiliário Agosto/2016 CIDADE DE SÃO PAULO Números do mês: Vendas = 1.078 unidades Lançamentos = 1.177 unidades Oferta Final = 24.411 unidades VSO Mensal = 4,2% VSO 12 Meses = 37,9% Vendas e lançamentos crescem em

Leia mais

Agenda. Mercado Imobiliário na visão da EZTEC. Resultado e Situação de Incorporadoras de Capital Aberto. Situação da Fonte de Financiamento SBPE

Agenda. Mercado Imobiliário na visão da EZTEC. Resultado e Situação de Incorporadoras de Capital Aberto. Situação da Fonte de Financiamento SBPE Agenda Mercado Imobiliário na visão da EZTEC Resultado e Situação de Incorporadoras de Capital Aberto Situação da Fonte de Financiamento SBPE Conclusões e Reflexões 2 Mercado RMSP VGV Lançado no Brasil

Leia mais

SINCOR-SP 2017 FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2017 FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS FEVEREIRO 2017 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 2 Sumário Palavra do presidente... 4 Objetivo... 5 1. Carta de Conjuntura... 6 2. Estatísticas dos Corretores de SP... 7 3. Análise macroeconômica...

Leia mais

Workshop IBBA : Classe C

Workshop IBBA : Classe C (*) Veja última página para informações de investidor e completa listagem da equipe. Workshop IBBA : Classe C Ilan Goldfajn Economista-chefe Itaú Unibanco Roteiro Cenário internacional de ajuste de transações

Leia mais

Coletiva de Imprensa

Coletiva de Imprensa Coletiva de Imprensa ABECIP 1º Semestre 2014 Octavio de Lazari Junior Presidente - Abecip São Paulo, 24 Julho de 2014 Pauta: 1) Conjuntura Econômica 2) Carteiras de Crédito 3) Financiamento Imobiliário

Leia mais

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Julho/2016

RESIDENCIAL - LOCAÇÃO. Julho/2016 RESIDENCIAL - LOCAÇÃO Julho/2016 Destaques do mês Primeiro semestre tem a maior queda no preço de locação em 9 anos No acumulado até junho, o preço médio de locação recuou 1,78% em 11 cidades pesquisadas

Leia mais