PALESTRA OPERAÇÕES ENTRE EMPRESAS INTERDEPENDENTES E O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DECRETOS E /2013

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PALESTRA OPERAÇÕES ENTRE EMPRESAS INTERDEPENDENTES E O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DECRETOS E /2013"

Transcrição

1 CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA OPERAÇÕES ENTRE EMPRESAS INTERDEPENDENTES E O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DECRETOS E /2013 PALESTRANTE: VALÉRIA PERES DA SILVEIRA Bacharel em Direito, Consultora da LEFISC nas áreas de ICMS RS e SP/ISS/IPI, redatora de matérias do Portal LEFISC, Instrutora de Cursos e Palestras da LEFISC e CRC/RS e SP. ANO 2013 APOIO: PARA OBTER UMA SENHA CORTESIA DO PORTAL LEFISC ENVIE UM PARA (51)

2 SUMÁRIO 1. Sistemática de tributação; 2. ; 3. Conceito de empresas interdependentes; 4. Aplicação da substituição tributária nas operações realizadas por estabelecimento atacadista que recebeu as mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência; 5. Adjudicação do crédito relativo ao imposto retido nas etapas anteriores por estabelecimentos atacadistas que receber mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente; 6. Resumo. 2

3 1. Sistemática de Tributação Sistemática de Tributação Na sistemática normal de tributação, partindo-se de um preço de venda de R$100,00 para a operação inicial e tendo-se margens de lucro bruto, por hipótese, de 20% na segunda operação, e de 25% na terceira, com base de cálculo cheia e alíquota interna de 17% : Sistemática de Tributação Na substituição tributária, supondo-se que a MVA tenha sido fixada em 50%, assumindo, o industrial, a condição de substituto tributário, e mantidas as demais variáveis, chega-se à mesma carga tributária: 3

4 2. Contribuinte Substituto É a denominação dada ao responsável pela retenção e recolhimento do imposto incidente em operações ou prestações antecedentes, concomitantes ou subsequentes, inclusive do valor decorrente da diferença entre as alíquotas internas e interestaduais nas operações e prestações que destinem mercadorias e serviços a consumidor final, localizado em outro Estado que seja contribuinte do imposto. Contribuinte Substituído É a denominação dada ao contribuinte que tem o imposto devido relativo às operações e prestações de serviços pagos pelo contribuinte substituto. Na condição de substitutos tributários, são responsáveis os seguintes contribuintes: a) o estabelecimento industrializador das mercadorias; b) o estabelecimento que recebeu as mercadorias oriundas de outra unidade da Federação, salvo se estas tiverem sido recebidas com substituição tributária; c) o estabelecimento que importou as mercadorias do exterior; d) o estabelecimento que adquiriu mercadorias importadas do exterior, apreendidas ou abandonadas; e) o estabelecimento distribuidor de produtos farmacêuticos; f) os estabelecimentos atacadista ou varejista, em relação ao estoque de mercadorias existentes no estabelecimento por ocasião da inclusão dessas mercadorias no regime de substituição tributária. 4

5 A partir de 1º de março de 2013, foi atribuída a responsabilidade da substituição tributária ao atacadista, conforme disposição do inciso VI do art. 9º, do Livro III,do RICMS/RS, conforme segue: VI o estabelecimento atacadista que recebeu as mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência; NOTA 01 - O disposto neste inciso aplica-se à totalidade das mercadorias recebidas pelo estabelecimento atacadista, tenham sido recebidas ou não de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência. NOTA 02 - Ocorrerá nova substituição tributária nas saídas, promovidas por estabelecimento atacadista deste Estado, de mercadorias já tributadas pelo regime de substituição tributária, hipótese em que o estabelecimento atacadista será o responsável pelo pagamento do imposto devido nas operações internas subsequentes. NOTA 03 - Na hipótese deste inciso, a responsabilidade pelo pagamento do imposto devido nas operações subsequentes permanecerá durante todo o ano-calendário, mesmo que não tenham sido recebidas mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência em algum dos meses do ano. NOTA 04 - Ver: inventário do estoque de mercadorias, Livro III, art. 23, III, nota 02; e conceito de estabelecimento de empresa interdependente, Livro I, art. 1º, III. NOTA 05 - O disposto neste inciso não se aplica: a) ao estabelecimento de empresa que, cumulativamente: 1)não receba mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente; 2) não receba mercadorias por transferência interestadual; 3) não possua estabelecimento industrial; 5

6 4) não possua estabelecimento atacadista que opere exclusivamente com mercadorias por ele importadas; b) às mercadorias referidas no Apêndice II, Seção III, I; c) ao estabelecimento de empresa que tenha firmado Termo de Acordo com a Receita Estadual prevendo a não aplicação da responsabilidade na forma definida neste inciso, observado o disposto em instruções baixadas pela Receita Estadual. (Acrescentado pelo art. 3º (Alteração 3927) do Decreto , de 09/04/13. (DOE 10/04/13) - Efeitos a partir de 01/03/13.) Remetente de Outras UFs Nas operações interestaduais, que destinem, ao Rio Grande do Sul, mercadorias relacionadas no Apêndice II, Seção III, do RICMS, fica atribuída, ao remetente, na condição de substituto tributário, a responsabilidade pela retenção e recolhimento do imposto devido a este Estado, mesmo que o imposto já tenha sido retido anteriormente. Termo de Acordo A responsabilidade por substituição tributária poderá ser transferida do contribuinte substituto para outro contribuinte, mediante Termo de Acordo celebrado entre a Receita Estadual e os contribuintes envolvidos. Inaplicabilidade O regime de substituição tributária não se aplica às hipóteses previstas nos dispositivos do Livro III, do Decreto n / Conceito de empresas interdependentes Consideram-se estabelecimentos de empresas interdependentes quando: a) uma delas, por si, seus sócios ou acionistas, e respectivos cônjuges e filhos menores, for titular de mais de 50% (cinquenta por cento) do capital da outra; 6

7 b) uma delas tiver participação na outra de 15% (quinze por cento) ou mais do capital social, por si, seus sócios ou acionistas, bem assim por intermédio de parentes destes até o segundo grau e respectivos cônjuges, se a participação societária for de pessoa física (Lei Federal nº 4.502/64, art. 42, I, e Lei Federal nº 7.798/89, art. 9 ); c) uma mesma pessoa fizer parte de ambas, na qualidade de diretor, ou sócio com funções de gerência, ainda que exercidas sob outra denominação (Lei Federal nº 4.502/64, art. 42, II); d) uma tiver vendido ou consignado à outra, no ano anterior, mais de 20% (vinte por cento), no caso de distribuição com exclusividade em determinada área do território nacional, e mais de 50% (cinquenta por cento), nos demais casos, do seu volume de vendas (Lei Federal nº 4.502/64, art. 42, III); e) uma delas, por qualquer forma ou título, for a única adquirente, de um ou de mais de um dos produtos da outra, ainda quando a exclusividade se refira à padronagem, marca ou tipo do produto (Lei Federal nº 4.502/64, art. 42, parágrafo único, I); f) uma vender à outra, mediante contrato de participação ou ajuste semelhante, produto que tenha fabricado ou importado (Lei Federal nº 4.502/64, art. 42, parágrafo único, II)." 4. Aplicação da substituição tributária nas operações realizadas por estabelecimento atacadista que recebeu as mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência Desde 1º de março, por força dos Decretos nºs e /13, o atacadista ou distribuidor localizado no Estado do Rio Grande do Sul que recebe mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência passou a ser o responsável pelo recolhimento do ICMS substituição tributária em todas as operações de vendas realizadas pelo seu estabelecimento. A responsabilidade pelo pagamento do ICMS substituição tributária devido nas operações subsequentes permanecerá durante todo o ano-calendário, mesmo que o atacadista ou distribuidor não tenha recebido mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência em algum dos meses do ano. No entanto, o atacadista ou distribuidor poderá permanecer como contribuinte substituído, ou seja, sem recolher o ICMS substituição tributária sobre as suas vendas, desde que: 7

8 I - não receba mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente; II - não receba mercadorias por transferência interestadual; III - não possua estabelecimento industrial; IV - não possua estabelecimento atacadista que opere exclusivamente com mercadorias por ele importadas. Também não ocorrerá a responsabilidade da substituição tributária do ICMS, nessa hipótese, nas operações com bebidas. Recebendo mercadorias em transferência de filial localizada em outra unidade da Federação ou de estabelecimento interdependente, poderá ainda ser mantido na situação de substituído o atacadista ou distribuidor que tenha firmado Termo de Acordo com a Receita Estadual prevendo a não aplicação da responsabilidade de substituição tributária do ICMS, observado o disposto em instruções baixadas pela Receita Estadual. 5. Adjudicação do crédito relativo ao imposto retido nas etapas anteriores por estabelecimentos atacadistas que receber mercadorias de estabelecimento de empresa interdependente a) Dados extraídos da NF-e de Compra dentro do RS : Valor total das mercadorias R$ 1.000,00 Valor total do IPI (10%) R$ 100,00 Valor Base Cálculo ICMS ST R$ 1.595,00 Valor ICMS Normal R$ 170,00 Valor ICMS ST R$ 101,15 Quantidades de mercadorias compradas 10 unidades Cálculo do valor de ICMS a ser restituído: a) Pegar o valor da Base de Cálculo do ICMS ST constante da NF-e de compra R$ 1.595,00; b) Sobre a Base de Cálculo do ICMS ST aplicar a alíquota interna R$ 1.595,00 x 17% = R$ 271,15; c) Dividir o valor encontrado no item b pela quantidade adquirida R$ 271,15 / 10 = 27,115; d) Pegar o valor encontrado no item c e multiplicar pelas quantidades vendidas; 8

9 e) O valor encontrado no item d será o valor de ICMS a ser ressarcido. Assim, se a empresa vender 5 itens apenas dos 10 comprados, terá direito a R$ 135,58 de ICMS a ressarcir (27,115 x 5). Agora, se a empresa vender os 10 itens adquiridos, terá direito a R$ 271,15 de ICMS a ressarcir (27,115 x 10). Uma maneira de saber se o valor a ser ressarcido pela empresa está correto, será: 1) pegar o valor do ICMS normal R$ 170,00; 2) somar com o valor do ICMS ST R$ 101,15; 3) O valor total será de R$ 271,15, que será o valor total de ICMS a ser ressarcido. 4) A empresa deverá observar a proporcionalidade. No final de cada período de apuração, o contribuinte deverá: a) elaborar relação contendo, discriminadamente, as operações promovidas com as mercadorias que ensejaram a restituição do imposto, o número e o emitente das Notas Fiscais de aquisição dessas mercadorias, bem como os elementos necessários para apuração do crédito fiscal a ser adjudicado; b) emitir Nota Fiscal contendo, no campo "INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES", a expressão "crédito fiscal adjudicado nos termos do Livro III, art. 23, do RICMS"; c) escriturar a Nota Fiscal no Livro Registro de Entradas, devendo constar, na coluna própria, o valor do imposto a ser creditado; d) manter a relação supra citada em seu estabelecimento, para apresentação à Fiscalização de Tributos Estaduais, quando exigido. 9

10 6. Resumo Resumo Os atacadistas até 28/02/2013 eram considerados substituídos na relação jurídica do regime da substituição tributária do ICMS, desde 1º /03/ 2013, segundo a origem das mercadorias recebidas para venda, passaram a ser também substitutos nas operações subsequentes que praticarem, ou seja, serão substituídos nas compras e substitutos nas vendas. Neste caso, os atacadistas serão substitutos em relação à totalidade das mercadorias recebidas, tendo sido recebidas ou não de estabelecimento de empresa interdependente ou por transferência, permanecendo a responsabilidade pelo pagamento do ICMS ST durante todo ano-calendário. Resumo Na hipótese dos atacadistas/distribuidores substituídos estarem sujeitos a nova substituição tributária é devido o crédito fiscal de ICMS das operações antecedentes. A previsão regulamentar é determinante para que se avaliem as relações de negócios e o quadro societário entre as empresas fornecedoras de mercadorias e atacadistas/distribuidores. O novo regramento nas operações realizadas entre duas empresas consideradas interdependentes, uma vez enquadradas por força do texto regulamentar, é determinante para criar uma nova obrigação tributária de ICMS. 10

'#( )* +)' +, % %$3/! 7 &)* 8 9- ( < +)' +, + & $ + & & + ' " '!(!) : )* > + 5, +! 5 )' BC (>!? "" )',& &ED! &> + (?

'#( )* +)' +, % %$3/! 7 &)* 8 9- ( < +)' +, + & $ + & & + '  '!(!) : )* > + 5, +! 5 )' BC (>!?  )',& &ED! &> + (? !" #$#!!%!! ""& #$%$& '#( )* +)' +, -&"."/011)'111 2211 3 45 111 6 % %$3/! 7 &)* 8 9-8:98; :+)'+5 ( < +)' +, + & $ + & & + ' " )*= '!(!) : )* > + 5, ""5""= Alíquota Interna 12% 17% 25% MVA 177,19% 193,89%

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Antecipação tributária do imposto - entrada de mercadoria proveniente de outra UF - SP

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Antecipação tributária do imposto - entrada de mercadoria proveniente de outra UF - SP Segmentos mercadoria proveniente de outra UF - SP 11/05/2016 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Antecipação Tributária...

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL

CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PALESTRA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

Leia mais

Pergunte à CPA. Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de

Pergunte à CPA. Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de 27/11/2014 Pergunte à CPA Regras da aplicação das ST dos Novos Protocolos entre São Paulo e Rio de Janeiro a partir de 27.11.2014 Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui

Leia mais

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e RJ

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e RJ 21/07/2014 Pergunte à CPA Substituição Tributária entre os Estados de SP e RJ Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui um acordo entre os Estados, cujo elaboração tem por

Leia mais

PALESTRA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ASPECTOS GERAIS

PALESTRA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA ASPECTOS GERAIS CONSELHO REGIONAL DE CONTABILIDADE DO RIO GRANDE DO SUL MINÁRIO DE ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO ASSUNTOS CONTÁBEIS DE PORTO ALEGRE SEMINÁRIO DE ASSUNTOÁBEIS DE PORTO ALEGRESEMINÁRIO PALESTRA

Leia mais

ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS. Alexandre Galhardo. Introdução

ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS. Alexandre Galhardo. Introdução ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O REGIME DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS Alexandre Galhardo Introdução Substituição Tributária (ST) é um instituto criado e implementado pelas Unidades da Federação antes

Leia mais

Substituicao Tributaria

Substituicao Tributaria Substituicao Tributaria Apontamentos Juridicos e Administrativos Por Monique de Souza Pereira Email: m.pereira@diasdossantos.com.br Aspectos Juridicos Relevantes Nao-cumulatividade do ICMS Emenda Constitucional

Leia mais

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG

Pergunte à CPA. Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG 27/01/2015 Pergunte à CPA Substituição Tributária entre os Estados de SP e MG Apresentação: Helen Mattenhauer Convênio e Protocolos CONVÊNIO: Constitui um acordo entre os Estados, cujo elaboração tem por

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 ICMS-SP obrigações acessórias GIA ficha apuração do ICMS- ST11 21/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Análise da Consultoria... 3 2.1. ImpostoRetidoSt... 5 (Imposto Retido por ST)...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos EFD-ICMS/IPI - Escrituração do CT-e pela empresa tomadora do serviço - Amazonas

Parecer Consultoria Tributária Segmentos EFD-ICMS/IPI - Escrituração do CT-e pela empresa tomadora do serviço - Amazonas EFD-ICMS/IPI - Escrituração do CT-e pela empresa tomadora do 30/09/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão...

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 46.576, DE 20 DE AGOSTO DE 2009. (publicado no DOE nº 161, de 21 de agosto de 2009) Modifica o Regulamento

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 SUMÁRIO LIVRO I - PARTE TEÓRICA CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 2. BASE LEGAL... 20 2.1. Substituição Tributária nas Operações Internas...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE ICMS Substituição Tributação por CNAE 18/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 6 5. Informações

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST ICMS-MG Procedimento emissão da NF-e com Ressarcimento do ICMS-ST 13/06/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3 Análise da Consultoria... 4 3.1 RICMS-MG... 4 3.2 Orientação

Leia mais

21:24:15]

21:24:15] ICMS/SP - Antecipação tributária do imposto na entrada de mercadoria proveniente de outra Unidade da Federação 2 de Maio de 2012 Em face da publicação da 43/2012 - DOE SP de 14.04.2012; 47/2012 - DOE SP

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS Slide 1 Slide 2 Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS É o instituto jurídico previsto na Constituição da República que autoriza, desde de que prevista em lei, a possibilidade de atribuir a outrem, sujeito

Leia mais

Page 1 of 5 RICMS 2000 - Atualizado até o Decreto 55.438, de 17-02-2010. SEÇÃO II - DAS OPERAÇÕES COM ÁLCOOL CARBURANTE SUBSEÇÃO I - DAS OPERAÇÕES COM ÁLCOOL ETÍLICO HIDRATADO CARBURANTE Artigo 418 - Na

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Portaria CAT Ressarcimento ICMS-ST

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Portaria CAT Ressarcimento ICMS-ST 27/11/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 5 4. Conclusão... 7 5. Informações Complementares... 7 6. Referências...

Leia mais

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas

Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 13 Substituição Tributária das Operações com Lâmpadas Elétricas Protocolo ICMS 17/1985 Alterações: Protocolo 09/1986, 10/87, 51/91, 08/98, 26/01, 37/01, 42/08,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Diferencial de Alíquota mercadoria com ICMS-ST/São Paulo

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Diferencial de Alíquota mercadoria com ICMS-ST/São Paulo Diferencial 26/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Mercadoria sujeita a Substituição Tributária... 4 3.2. ICMS

Leia mais

2º Na hipótese do inciso I do parágrafo 1º, a substituição tributária caberá ao estabelecimento da empresa industrial ou ao contribuinte substituto

2º Na hipótese do inciso I do parágrafo 1º, a substituição tributária caberá ao estabelecimento da empresa industrial ou ao contribuinte substituto Anexos 4. 0 Substituição Tributária Anexos 4. 12 Substituição Tributária das Operações com Lâmina de Barbear, Aparelho de Barbear Descartável, Isqueiro. Protocolo ICMS 16/1985 Alterações: Protocolo 09/1986,10/87,50/91,07/98,14/00,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Sobre Serviço de Transporte no Amazonas

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Sobre Serviço de Transporte no Amazonas Segmentos 28/01/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações Complementares... 5

Leia mais

Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO)

Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO) Lançamento das NFe no CONSISANET de acordo com a PORTARIA 07/2017 (MATERIAL DE CONSTRUÇÃO) LANÇAMENTO LIVRO FISCAL COMPRA INTERESTADUAL VALOR RECOLHIDO ANTES DA SAIDA DA MERCADORIA Essa observação deve

Leia mais

ATENÇÃO SEGUE ABAIXO A LEI CORRESPONDENE A ESSA COBRANÇA. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais com autopeças.

ATENÇÃO SEGUE ABAIXO A LEI CORRESPONDENE A ESSA COBRANÇA. Dispõe sobre a substituição tributária nas operações interestaduais com autopeças. ATENÇÃO Senhores clientes pessoa jurídica (REVENDEDORES), informamos que nas operações referente a venda de peças, componentes e acessórios para veículos automotores, o calculo dos impostos é diferenciado.

Leia mais

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009

DECRETO N , DE 06 DE AGOSTO DE 2009 DECRETO N 29.816, DE 06 DE AGOSTO DE 2009 * Publicado no DOE em 07/08/2009. ALTERA DISPOSIÇÕES DO DECRETO 24.569, DE 31 DE JULHO DE 1997, QUE CONSOLIDA E REGULAMENTA A LEGISLAÇÃO DO IMPOSTO SOBRE OPERAÇÕES

Leia mais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais

ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL. 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais ÚLTIMAS ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL 1- RS ICMS Obrigatoriedade da informação da NCM/SH nas notas fiscais Atráves do Decreto 46.81, de 11-1-009, foram realizadas alterações no RICMS/RS que tratam

Leia mais

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2016

ANO XXVII ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2016 ANO XXVII - 2016-2ª SEMANA DE JUNHO DE 2016 BOLETIM INFORMARE Nº 24/2016 IMPOSTO DE RENDA RETIDO NA FONTE REMESSAS AO EXTERIOR DESTINADAS A COBERTURA DE GASTOS PESSOAIS, EDUCACIONAIS, CIENTÍFICOS OU CULTURAIS,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Informações do ICMS retido de transporte na NF-e

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Informações do ICMS retido de transporte na NF-e Informações do ICMS retido de transporte na NF-e 15/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 3.1 Regulamento

Leia mais

DECRETO N , DE 31 DE OUTUBRO DE /10/2006 * Publicado no DOE em 31/10/2006.

DECRETO N , DE 31 DE OUTUBRO DE /10/2006 * Publicado no DOE em 31/10/2006. DECRETO N 28.443, DE 31 DE OUTUBRO DE 2006 31/10/2006 * Publicado no DOE em 31/10/2006. Dispõe sobre o regime de substituição tributária nas operações com tecidos e os produtos de aviamento que indica.

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 46.429, DE 23 DE JUNHO DE 2009. (publicado no DOE nº 117, de 24 de junho de 2009) Modifica o Regulamento

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto ICMS. Prof. Amaury José Rezende

Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto ICMS. Prof. Amaury José Rezende Universidade de São Paulo Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto ICMS ASPECTOS CONCEITUAIS Prof. Amaury José Rezende Agenda 1. Lógica de tributação 2. Temas especiais AMAURY

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS ST para transportadoras de produtos da Petrobrás

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS ST para transportadoras de produtos da Petrobrás 10/02/2014 Orientações Consultoria Tributária de Segmentos Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Decreto Nº 20.686, De 28

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Número de parcelas para aproveitamento do crédito do CIAP no RS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Número de parcelas para aproveitamento do crédito do CIAP no RS CIAP no RS 24/07/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 9 5. Informações Complementares...

Leia mais

Portaria CAT 53, de

Portaria CAT 53, de Publicado no D.O.E. (SP) de 25/05/2013 Portaria CAT 53, de 24-05-2013 Disciplina a atribuição, por regime especial, da condição de sujeito passivo por substituição tributária, conforme inciso VI do artigo

Leia mais

DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA

DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA DEVOLUÇAO DE COMPRA DE MERCADORIAS PARA REVENDA É comum que no dia-a-dia das empresas comerciais ocorram problemas, principalmente na operação de aquisição de mercadorias, dentre eles destacamos: Desacordo

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Custo de entrada - MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS-ST Custo de entrada - MG ICMS-ST 02/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 4. Conclusão... 7 5. Informações Complementares... 7 6. Referências...

Leia mais

ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15

ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15 ICMS Vendas Interestaduais para Consumidor Final EC 87/15 Palestrante: Márcio Schuch Silveira, Contador, Mestre em Ciências Contábeis, Empresário Contábil, Vice Presidente Técnico do CRCRS e professor

Leia mais

> Decreto nº /08/08 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA SEF Nº 256/04

> Decreto nº /08/08 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA SEF Nº 256/04 > Decreto nº 1.607-15/08/08 ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA PORTARIA SEF Nº 256/04 Consolida: Portaria SEF nº 049/05 Portaria SEF nº 126/05 Portaria SEF nº 167/05 Portaria SEF

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução da Base de Cálculo no ICMS ST

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução da Base de Cálculo no ICMS ST Redução 10/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 4. Conclusão... 4 5. Informações Complementares... 4 6. Referências...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Protocolo 21/2011 Operações com origem em São Paulo

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Protocolo 21/2011 Operações com origem em São Paulo Protocolo 21/2011 Operações com origem em São Paulo 23/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. ICMS Próprio... 4

Leia mais

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas

ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL. Perguntas & Respostas ICMS OPERAÇÕES COM CONSUMIDOR FINAL Perguntas & Respostas EMENDA CONSTITUCIONAL 87/2015 PRINCIPAIS CARACTERÍSITCAS PERGUNTAS E RESPOSTAS 1) O que é? A EC 87/2015 altera a sistemática de cobrança do ICMS

Leia mais

RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações

RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações Edição nº. 07 Gestão 2011-2014 19 de setembro de 2011. ALERTA GERENCIAL RS - ICMS - REPETRO - Isenção, redução da base de cálculo e transferência de saldo credor - Alterações Por meio do Dec. Est. RS Nº

Leia mais

DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015.

DOE: PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015. DOE: 27.07.2015 PORTARIA N.º 31-R, DE 24 DE JULHO DE 2015. Credencia empresas do ramo de autopeças, veículos e pneus sediadas neste Estado como contribuintes substitutos, para recolhimento do imposto devido

Leia mais

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO atualizado em 01/03/2016 alterados os itens 2, 3, 4.1.1, 4.1.2, 4.2, 4.3 e Legislação Consultada 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. FASES...5 3. CONTRIBUINTE DE OUTRO ESTADO...5 4. CONTRIBUINTE DESTE ESTADO...6

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos CIAP Modelo C Apropriação em frações distintas

Parecer Consultoria Tributária Segmentos CIAP Modelo C Apropriação em frações distintas CIAP Modelo C Apropriação em frações distintas 12/05/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. IN 45/98... 4 3.2. EFD

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos IN 1.298/16 Alteração das Regras para Substituição Tributária no Serviço de Transportes Interestadual ICMS/GO

Orientações Consultoria de Segmentos IN 1.298/16 Alteração das Regras para Substituição Tributária no Serviço de Transportes Interestadual ICMS/GO IN 1.298/16 Alteração das Regras para Substituição Tributária no Serviço de Transportes Interestadual ICMS/GO 06/09/2017 Sumário 1 Questão... 3 2 Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1 Conteúdo... 4

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Conjugada Rio Grande do Sul

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Nota Fiscal Conjugada Rio Grande do Sul Nota Fiscal Conjugada Rio Grande do Sul 02/12/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 3.1. Definição... 7 3.2. Previsão

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO

GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Page 1 of 6 GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO Decreto nº 54.976, de 29 de outubro de 2009 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações

Leia mais

TRIBUTOS INDIRETOS IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS ICMS

TRIBUTOS INDIRETOS IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS ICMS TRIBUTOS INDIRETOS IMPOSTO SOBRE CIRCULAÇÃO DE MERCADORIAS E SERVIÇOS ICMS Competência:Estados e DF Observando a LC 87/96 (Lei Kandir) Observando os convênios entre os Estados (CONFAZ) CONTRIBUINTE E FATO

Leia mais

CIRCULAR Nº 10/2009 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS: NOVOS PRODUTOS

CIRCULAR Nº 10/2009 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS: NOVOS PRODUTOS São Paulo, 27 de abril de 2009. Prezado Cliente, CIRCULAR Nº 10/2009 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS: NOVOS PRODUTOS Tem sido prática reiterada do governo estadual a publicação de Decreto elevando a lista

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Recolhimento de ICMS ST sobre a operação de frete

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Recolhimento de ICMS ST sobre a operação de frete 09/02/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1 Alíquota prevista para a operação... 7 4. Conclusão... 10 5. Referências...

Leia mais

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS

SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS SUCATA E LINGOTES E TARUGOS DE METAIS NÃO-FERROSOS atualizado em 29/03/2016 ÍNDICE 1. CONCEITOS INICIAIS...4 1.1. Sucata...4 1.2. Diferimento...4 2. SISTEMA DE TRIBUTAÇÃO...4 3. NA AQUISIÇÃO DA SUCATA

Leia mais

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO PARECER Nº 483/07/GETRI/CRE/SEFIN

GOVERNO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO PARECER Nº 483/07/GETRI/CRE/SEFIN Interessado : DELEGACIA DA 4ª DRRE/CACOAL. Assunto : Tratamento tributário nas operações de substituição em garantia. EMENTA: OPERAÇÕES DE REMESSA PARA REPOSIÇÃO EM GARANTIA NOVAS DISPOSIÇÕES INTRODUZIDAS

Leia mais

SIMPLES NACIONAL NO RICMS/RS

SIMPLES NACIONAL NO RICMS/RS SIMPLES NACIONAL NO RICMS/RS AM Gasperin Treinamentos Caxias do Sul - Fone (54) 3028.0660 ana@amgtreinamentos.com.br / iva@amgtreinamentos.com.br www.amgtreinamentos.com.br Atualizada até 31.05.16 LIVRO

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Calculo de ICMS ST Optante pelo Simples Nacional

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Calculo de ICMS ST Optante pelo Simples Nacional Calculo de 07/11/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Resolução CGSN nº51 de 22/12/2008... 3 3.2. Lei complementar

Leia mais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais

ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO. Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais ANALISTA FISCAL E TRIBUTÁRIO Conhecimentos e Práticas Tributárias e Fiscais Objetivos do Workshop 1 Conhecer e Atualizar os Conhecimentos acerca da Legislação Tributária e Fiscal Vigente 2 Adotar Procedimentos

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS Construção Civil possui IE e não é contribuinte de ICMS 29/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução Base de Cálculo ICMS-ST no Simples Nacional - GO

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Redução Base de Cálculo ICMS-ST no Simples Nacional - GO 16/10/2013 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6. Referências...

Leia mais

Manual Prático da Substituição Tributária do ICMS

Manual Prático da Substituição Tributária do ICMS FISCAL Manual Prático da Substituição Tributária do ICMS SUMÁRIO 1 CONCEITO 2 MODALIDADES DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA 3 DEFINIÇÃO DE CONTRIBUINTE E NÃO CONTRIBUINTE 4 BUSCA DA MERCADORIA NO REGIME DA ST

Leia mais

Distrito Federal > Setembro/2016

Distrito Federal > Setembro/2016 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

Portaria CAT - 108, de Portaria CAT - 109, de

Portaria CAT - 108, de Portaria CAT - 109, de Portaria CAT - 108, de 29-8-2008 Estabelece a base de cálculo na saída de bebida alcoólica, exceto cerveja e chope, a que se refere o artigo 313-D do Regulamento do ICMS. O Coordenador da Administração

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Base de cálculo do ICMS retido por Substituição Tributária na venda pelo substituído

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Base de cálculo do ICMS retido por Substituição Tributária na venda pelo substituído Base de pelo substituído 13/05/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 4 4. Conclusão... 7 5. Informações Complementares...

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG

Parecer Consultoria Tributária Segmentos ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG ICMS/ST - Serviço de transporte rodoviário de cargas -MG 15/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Responsabilidade

Leia mais

Substituição tributária no ICMS:

Substituição tributária no ICMS: Substituição tributária no ICMS: REMÉDIO? Rafael Pandolfo VENENO? Doutor em Direito Tributário pela PUC/SP Conselheiro Titular do CARF Sócio de Rafael Pandolfo Advogados Associados Substituição tributária

Leia mais

Palavras-chave: Gestão tributária; Custos; Rendimentos.

Palavras-chave: Gestão tributária; Custos; Rendimentos. 1 REFLEXÕES DO ICMS-ST SOBRE O CUSTO DAS MERCADORIAS E A IMPORTÂNCIA DO PLANEJAMENTO TRIBUTÁRIO DA EMPRESA Y NOS ESTADOS DO SUL DO BRASIL: UM ESTUDO DE CASO RESUMO Márcio Kern de Barros 1 Carina Inês Panke

Leia mais

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA C.F. / 1988 L.C. 87/1996 Leis 6.374/1989 Decreto 45.490/2000 Portarias, DN, Comunicados, etc. SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA Transferência da responsabilidade de recolhimento do imposto

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017

AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017 AGENDA TRIBUTÁRIA PAULISTA: FEVEREIRO DE 2017 - COM. CAT Nº 2, DE 26/01/2017 Declara as datas fixadas para cumprimento das obrigações principais e acessórias do mês de fevereiro de 2017. O Coordenador

Leia mais

No rodapé de cada slide é indicado o instrumento legal que dá base às informações. É recomendado que cheque se não ocorreu nenhuma alteração.

No rodapé de cada slide é indicado o instrumento legal que dá base às informações. É recomendado que cheque se não ocorreu nenhuma alteração. Versão 11/03/2014 Não é pretensão desta apresentação esgotar totalmente os procedimentos de ICMS ST. Representa opinião da ABIHPEC podendo haver entendimento divergente. No rodapé de cada slide é indicado

Leia mais

BC = (Valor mercadoria + frete + IPI + outras despesas) x MVA. BC = (Valor mercadoria + frete + IPI + outras despesas) x MVA ajustada

BC = (Valor mercadoria + frete + IPI + outras despesas) x MVA. BC = (Valor mercadoria + frete + IPI + outras despesas) x MVA ajustada A Substituição Tributária (ST) é o regime pelo qual a responsabilidade pelo ICMS em relação às operações ou prestações de serviços é atribuída a outro contribuinte. As modalidades de substituição subdividem-se

Leia mais

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE

Orientações Consultoria de Segmentos ICMS Substituição Tributação por CNAE ICMS Substituição Tributação por CNAE 24/01/2017 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 8 5. Informações

Leia mais

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária

Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Procedimentos de Escrituração dos Estoques e Principais Alterações na Substituição Tributária Breve Histórico das alterações Lei Complementar 147 de 2014 O primeiro fator a impulsionar as alterações na

Leia mais

Substituição Tributária Santa Catarina

Substituição Tributária Santa Catarina Substituição Tributária Santa Catarina Protocolo ICMS 191/2009 Celebrado entre os Estados de Santa Catarina, Paraná e Minas Gerais; Entrada em vigor: nas operações de MG/SC para PR, a partir de 1º de março;

Leia mais

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de Primeiramente não existe no Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo, Decreto 45.490/2000 o conceito de material de uso ou consumo, porém podese entender que tudo que não se utiliza como insumo e também

Leia mais

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA

GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA GIA-ST GUIA NACIONAL DE INFORMAÇÃO E APURAÇÃO DO ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA INTRODUÇÃO A GIA-ST (Guia Nacional de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária) é a declaração que contém as informações

Leia mais

GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ

GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o inciso V do art. 87 da Constituição Estadual, e tendo em vista o contido no protocolo nº 14.420.848-0 DECRETA: Art. 1.º Ficam

Leia mais

Manual de Emissão de Notas Fiscais: Devolução interna de mercadoria sujeita ao regime de substituição tributária

Manual de Emissão de Notas Fiscais: Devolução interna de mercadoria sujeita ao regime de substituição tributária Manual de Emissão de Notas Fiscais: Devolução interna de mercadoria sujeita ao regime de substituição tributária Resumo: Trataremos no presente Roteiro dos procedimentos a serem observados pelos contribuintes,

Leia mais

Índice. Gustavo Prado Gerente de Consultoria ASIS Projetos

Índice. Gustavo Prado Gerente de Consultoria ASIS Projetos Índice O que é a Substituição Tributária? 3 Convênio ICMS nº 52/2017: Introdução 4 Convênios Revogados 5 Pontos de Atenção 6 Mercadorias 7 Responsabilidade 8 Cálculo 9 Exemplificando o Cálculo (MVA) 10

Leia mais

Convênio ICMS Nº 52/17 UNIFICAÇÃO DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS

Convênio ICMS Nº 52/17 UNIFICAÇÃO DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS Convênio ICMS Nº 52/17 UNIFICAÇÃO DA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS SUMÁRIO INTRODUÇÃO... 3 CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS (1ª a 6ª)... 4 ABRANGÊNCIA QUANTO ÀS OPERAÇÕES (1ª e 2ª)... 4 ABRANGÊNCIA

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem Partilha do DIFAL nas operações por Conta e Ordem 25/05/2016 Sumário Título do documento Sumário... 1 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 2.2 RICMS-RS... 3 3. Análise da Legislação...

Leia mais

Contabilidade Tributária Aula 4 - ICMS

Contabilidade Tributária Aula 4 - ICMS Contabilidade Tributária Aula 4 - ICMS Prof. Gustavo Gonçalves Vettori BASE DE CÁLCULO 1 Base de Cálculo Nas saídas de mercadorias: Valor da operação Fornecimento de alimentos em restaurantes e bares Valor

Leia mais

DECRETO Nº , DE 31 DE DEZEMBRO DE 2008

DECRETO Nº , DE 31 DE DEZEMBRO DE 2008 DECRETO Nº 53.933, DE 31 DE DEZEMBRO DE 2008 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana Segmentos Crédito Presumido de Incentivo à Produção de Cerveja e Chopes Artesanais no Estado de Santa Catariana 19/02/2014 Título do documento Sumário 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente...

Leia mais

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PREENCHIMENTO DE NOTAS FISCAIS

INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PREENCHIMENTO DE NOTAS FISCAIS INSTRUÇÕES BÁSICAS PARA PREENCHIMENTO DE NOTAS FISCAIS Versão 2.0 01/2006 ÍNDICE 1 OBJETIVO...3 2 INTRODUÇÃO...3 3 UTILIZAÇÃO DE SÉRIES DISTINTAS...3 4 PREENCHIMENTO DA NOTA FISCAL...3 4.1 Quadro EMITENTE...3

Leia mais

Aula 3 Planejamento com ICMS

Aula 3 Planejamento com ICMS Aula 3 Planejamento com ICMS Grupo 4 A lanchonete Papa Burger Alimentos Ltda., situada no Estado de São Paulo, decidiu passar a oferecer determinadas promoções aos seus clientes. Em tais promoções, os

Leia mais

ICMS/NACIONAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS COM ENCERRAMENTO DE TRIBUTAÇÃO Normas Gerais Confaz divulga convênio.

ICMS/NACIONAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS COM ENCERRAMENTO DE TRIBUTAÇÃO Normas Gerais Confaz divulga convênio. ICMS/NACIONAL SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA E ANTECIPAÇÃO TRIBUTÁRIA DO ICMS COM ENCERRAMENTO DE TRIBUTAÇÃO Normas Gerais Confaz divulga convênio. MAPA ETECNICO FISCAL - www.etecnico.com.br - facebook/mapaetecnicofiscal

Leia mais

O que é isso? Emenda Constitucional nº 87/2015; Convênio ICMS 93/2015; NF-e Nota Técnica 2015/003; Ajuste SINIEF 5/2015; Lei 15.863/2015 SEFAZ/CE Decreto??? Alíquotas do ICMS = 7%, 12%, 4%; Alíquota

Leia mais

ICMS nas operações interestaduais

ICMS nas operações interestaduais Alíquota do - Art. 155, 2., Inciso IV, da Constituição Federal: IV - resolução do Senado Federal, de iniciativa do Presidente da República ou de um terço dos Senadores, aprovada pela maioria absoluta de

Leia mais

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DE ALAGOAS SECRETARIA DA FAZENDA DECRETO Nº 43, de 23 de fevereiro de 2001 DOE 01.03.2001 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº 35.245, de 26 de dezembro de 1991, implementando

Leia mais

Edição nº de abril de ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL

Edição nº de abril de ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL Edição nº 127 11 de abril de 2011. ALERTA GERENCIAL ALTERAÇÕES NA LEGISLAÇÃO ESTADUAL 1) Procedimento Administrativo Tributário 1 Elevação de Multas 1 Instituição da Autoregularização: 2 Criação do Domicílio

Leia mais

Perguntas & Respostas sobre: Substituição Tributária do ICMS

Perguntas & Respostas sobre: Substituição Tributária do ICMS Perguntas & Respostas sobre: Substituição Tributária do ICMS Quem Pergunta? Nos Cursos, Palestras e Treinamentos realizados pela Meta Cursos com o Professor Níkolas Duarte, muitas são as dúvidas e perguntas

Leia mais

PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA DE ICMS NA CONSTRUÇÃO CIVIL QUANDO OCORRER VENDA DE PRODUTO

PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA DE ICMS NA CONSTRUÇÃO CIVIL QUANDO OCORRER VENDA DE PRODUTO Consulente: Coordenador Técnico da Secretaria de Finanças Localidade: Porto Velho RO Assunto: Incidência do ICMS na Construção Civil. PARECER N.º 178/2006/GETRI/CRE/SEFIN SÚMULA: CONSULTA ACERCA DA INCIDÊNCIA

Leia mais

A quem se destina. A sistemática prevista na Lei 5.005/2012 aplica-se aos contribuintes industriais, atacadistas ou distribuidores do ICMS

A quem se destina. A sistemática prevista na Lei 5.005/2012 aplica-se aos contribuintes industriais, atacadistas ou distribuidores do ICMS A quem se destina A sistemática prevista na Lei 5.005/2012 aplica-se aos contribuintes industriais, atacadistas ou distribuidores do ICMS Adesão - Até 12 de novembro de 2013: Somente ex-optantes pelo REA

Leia mais

CARTILHA NACIONAL SIMPLES. Entenda o resumo da tributação da sua Micro ou Pequena Empresa.

CARTILHA NACIONAL SIMPLES. Entenda o resumo da tributação da sua Micro ou Pequena Empresa. CARTILHA NACIONAL SIMPLES Entenda o resumo da tributação da sua Micro ou Pequena Empresa. O que é Simples Nacional? Como enquadro minha empresa no Nacional Simples? O Simples Nacional é um regime tributário

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito de ICMS nas operações de Importação - RS

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito de ICMS nas operações de Importação - RS Parecer Consultoria Tributária Segmentos Crédito de 26/02/2016 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 2.1. RICMS RS... 3 2.2. IN DRP nº 045/98... 4 3. Análise

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA Consolidado, alterado pelo Decreto: 18829, de 05.05.14 DOE nº 2450, de 05.05.14 GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA DECRETO N. 18426, DE 10 DE DEZEMBRO DE 2013. PUBLICADO NO DOE Nº 2358, DE 10.12.13 Institui

Leia mais

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015

PORTARIA N.º 266/SEFAZ DE 27 DE OUTUBRO DE 2015 PUBLICADA NO D.O.E. Nº 27.328 DE 03.11.2015 Institui e aprova o documento denominado Mapa de Apuração do ICMS - Segmento Atacadista de Medicamentos, drogas e produtos correlatos e o Manual de Instrução

Leia mais

DECRETO Nº /2016 PRIMAVERA TRIBUTÁRIA

DECRETO Nº /2016 PRIMAVERA TRIBUTÁRIA INFORME JURÍDICO JANEIRO/2017 DECRETO Nº 62.386/2016 PRIMAVERA TRIBUTÁRIA ALTERAÇÃO - CONDIÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DA REDUÇÃO DA BASE DE CÁLCULO DO ICMS NAS SAÍDAS INTERNAS DE PERFUMES, COSMÉTICOS E PRODUTOS

Leia mais