PORÍFEROS. Pseudocelomado Tubo dentro de um tubo. O pseudoceloma EMBRIOLOGIA. de um lado e endoderme de outro.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORÍFEROS. Pseudocelomado Tubo dentro de um tubo. O pseudoceloma EMBRIOLOGIA. de um lado e endoderme de outro."

Transcrição

1 EMBRIOLOGIA Pseudocelomado Tubo dentro de um tubo. O pseudoceloma tem mesoderme de um lado e endoderme de outro. Celomado Tubo dentro de um tubo. O celoma é envolvido pela mesoderme por todos os lados Vantagem de haver um terceiro folheto embrionário: Quanto ao blastóporo Camada Germinativa Ectoderme Mesoderme Endoderme Destino Sistema nervoso, epiderme, glândulas sudoríparas, sebáceas e mamárias Esqueleto, cartilagem, músculos, derme, sistema circulatório, rins Revestimento interno do intestino, trato respiratório, fígado, pâncreas Filos Formação do celoma Vantagem de ter um celoma Quanto ao celoma Acelomado Corpo maciço. Única cavidade é a do tubo digestivo PORÍFEROS

2 Estrutura Reprodução Sexuada CNIDÁRIOS Simetria radial e neuromiários Formas Corporais Tipos Estruturais Reprodução Assexuada Por fragmentação Por brotamento Por gemulação Cnidoblasto

3 1. Hidrozoários Fase polipóide predominante. Ex: Hydra e Obelia 1. Classe Turbellaria 2. Cifozoários Fase medusoide predominante. Geralmente dioico com ciclo de vida diploide. Faz metagênese. 2. Classe Trematoda Schistosoma mansoni Agente etiológico da esquistossomose 3. Antozoários Formam apenas pólipos. Ex: anêmonas-do-mar Formam recifes-de-coral Reprodução Todos os grupos apresentam reprodução assexuada (brotamento ou estrobilização) Todos os grupos apresentam reprodução sexuada Há espécies monoicas e dioicas Poucas espécies com desenvolvimento direto PLATELMINTOS Profilaxia Saneamento básico Combate ao caramujo 3. Classe Cestoda Taenia saginata (Boi) Solitárias Taenia solium (porco) Não apresentam sistema digestório Profilaxia Saneamento básico Comer carne bem cozida

4 Profilaxia do amarelão Saneamento básico Andar calçado Ascaridíase - Ascaris lumbricoides Teníase x cisticercose Teníase Ovo larva cisticerco Formação do verme na carne em humano Cisticercose Ovo Larva cisticerco em humano Profilaxia da cisticercose Saneamento básico Beber água fervida Laver bem frutas e verduras NEMATELMINTOS Ancylostoma duodenale Amarelão Necator americanus Profilaxia da ascaridíase Saneamento básico Higiene pessoal e com alimentos Oxiurose - Enterobius vermiculares Transmissão fecal - oral Profilaxia da oxiurose: Saneamento básico Higiene pessoal e com alimentos Bicho Geográfico - Ancylostoma brasiliensis É um parasita de cães e gatos Larva não consegue atingir a circulação em humanos Filariose (elefantíase) - Wuchereria bancrofti Fezes com ovos contaminam o solo Deglutição leva larva para o intestino, onde foram o verme adulto Larva penetra pela pele Larva migra para pulmões Profilaxia da filariose Combate ao mosquito

5 MOLUSCOS Observações _ Torção dos moluscos Muitos moluscos possuem de senvolvimento indireto. Larvas trocófera e véliger Estrutura Divisão do corpo: cabeça, pé e massa (saco) visceral Cavidade do manto pode apresentar guelras ou pulmões Manto secreta a concha e pode realizar outras funções Pé musculoso ANELÍDEOS Estrutura

6 3. Hirudinae Não tem cerdas Sanguessuga ARTRÓPODOS 1. Oligoquetas Possui poucas cerdas A movimentação envolve contrações alternadas entre a musculatura circular e longitudinal A minhoca é monoica 2. Poliquetas Possui muitas cerdas Parapódios auxiliam na locomoção Maioria vive no mar Razões para o sucesso dos artrópodos

7 4. Subfilo Chelicerata Subfilo Uniramia - Classe Diplopoda Filo Arthropoda Subfilo Chelicerata Subfilo Crustacea Subfilo Uniramia Subfilo Uniramia - Classe Chilopoda Classe Arachnida Classe Chilopoda Classe Diplopoda Classe Insecta Características Crustacea Arachnida Diplopoda Chilopoda Insecta Divisão do corpo Cefalotórax Cefalotórax Cabeça Abdômen Abdômen Tórax Abdômen Cabeça Tronco Cabeça Tórax Abdômen Número de Até Cinco Quatro Dois pares Um par Três pares de patas por anel por anel pares Antenas Dois pares ausentes Um par ausentes Um par Asas Ausentes Ausentes Ausentes Ausentes Ausentes ou Um par ou Dois pares Respiração Branquial Filotraqueal Traqueal Traqueal Traqueal (pulmões foliáceos) Excreção Desenvolvi mento Glândulas verdes Direto ou Indireto Tubos de Tubos de Malpighi ou Malpighi Glândulas coxais Tubos de Malpighi Tubos de Malpighi Direto Direto Direto Direto ou (exceto nos Indireto carrapatos) Subfilo Uniramia - Classe insecta Subfilo Crustacea

8 Onicóforos Semelhanças Aos anélidas Aos artrópodos Cordados Características Gerais Outras Características EQUINODERMOS Sistema Hidrovascular ou Ambulacral Protocordados Subfilo Urochordata (Tunicata) Pedicelária Sistema Digestório Reprodução São dioicos Desenvolvimento indireto Subfilo Cephalocordata

9 Atenção!!! Subfilo Vertebrata Agnathas Gnathostomata Peixes Circulação Classe Chondricthyes Esqueleto de cartilagem Crescimento rápido Tubarões, raias e quimeras Boca ventral Várias aberturas branquiais Nadadeira caudal heterocerca Sistema Digestório Órgãos do sentido Respiração

10 Osmose Dipnóicos Flutuação Reprodução Maioria dioica com fecundação e desenvolvimento externo Classe Actinopterygii (Osteicthyes) Osmose Flutuação Tetrápodes Anfíbios Primeiros vertebrados terrestres Circulação Respiração Ordem Anura - sapo, rã, perereca Sem cauda Ordem Urodela (Caudata) - salamandras 4 pernas e cauda longa Ordem Apoda - cobras-cegas (cecílias) Corpo alongado, sem patas Répteis

11 Circulação Aves Animais com penas Adaptações ao voo: Mamíferos Últimas Observações

Zoologia - Prof. Dorival

Zoologia - Prof. Dorival EMBRIOLOGIA Pseudocelomado Tubo dentro de um tubo. O pseudoceloma tem mesoderme de um lado e endoderme de outro. Celomado Tubo dentro de um tubo. O celoma é envolvido pela mesoderme por todos os lados

Leia mais

Prof. Dorival Filho Zoologia

Prof. Dorival Filho Zoologia EMBRIOLOGIA Qual a vantagem de haver um terceiro folheto embrionário? A partir de um terceiro folheto, novos tecidos podem se formar, como mostra a tabela abaixo. Portanto, um animal triblástico possuirá

Leia mais

Filo Artrópode e Equinoderma. Prof. Rafael Rosolen T. Zafred

Filo Artrópode e Equinoderma. Prof. Rafael Rosolen T. Zafred e Equinoderma Prof. Rafael Rosolen T. Zafred Filo Arthropoda (Artrópode) Maior grupo da Reino Animalia; Representantes Terrestres e Aquáticos; Arthro/poda: Arthros: Articulação; Podos: Pé; Características

Leia mais

Reino Animalia. Desenvolvimento Embrionário

Reino Animalia. Desenvolvimento Embrionário Reino Animalia Características Gerais Seres eucariontes (seres vivos que possuem o núcleo de suas células delimitado por uma membrana, a carioteca); Maioria desses seres possui capacidade de locomoção

Leia mais

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características

Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas. Zoologia de invertebrados I. Reino Animal Principais Características Complexo educacional FMU Curso de Ciências Biológicas Zoologia de invertebrados I Reino Animal Principais Características Prof: Biólogo Luiz A.B. Mello Lula 2º semestre 2011 2ºsemestre Gráfico da distribuição

Leia mais

FILOS DOS ANIMAIS. Poríferos - ok Cnidários - ok Platelmintos - ok Nematelmintos Em estudo Moluscos Anelídeos Artrópodes Equinodermos Cordados

FILOS DOS ANIMAIS. Poríferos - ok Cnidários - ok Platelmintos - ok Nematelmintos Em estudo Moluscos Anelídeos Artrópodes Equinodermos Cordados FILOS DOS ANIMAIS Poríferos - ok Cnidários - ok Platelmintos - ok Nematelmintos Em estudo Moluscos Anelídeos Artrópodes Equinodermos Cordados FILO NEMATODA (Nomes populares: nematelmintos, nemátodos ou

Leia mais

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia

Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia ZOOLOGIA E PARASITOLOGIA Aula II Organização geral do corpo dos animais, Embriologia Professora: Luciana Alves de Sousa Padrões de Simetria SIMETRIA Partes do corpo com correspondência, em grandeza, forma

Leia mais

Platelmintos: Existem três classes distintas: os turbelários, trematódios e cestódios.

Platelmintos: Existem três classes distintas: os turbelários, trematódios e cestódios. Platelmintos: Vermes Achatados Apresentam simetria bilateral; Acelomados Tubo digestivo incompleto; Ocorre o processo de cefalização (acúmulo de órgãos sensoriais na direção do movimento). Existem três

Leia mais

CARACTERÍSTICAS GERAIS 2, 7 4, 7, 11 6, 7, 11 6, 8, 11 6, 9, 11 6, 9, 11 1, 3, 6, 9, 11 5, 6, 9, 10, 12 MOLUSCOS ARTRÓPODES ANELÍDEOS PLATELMINTOS

CARACTERÍSTICAS GERAIS 2, 7 4, 7, 11 6, 7, 11 6, 8, 11 6, 9, 11 6, 9, 11 1, 3, 6, 9, 11 5, 6, 9, 10, 12 MOLUSCOS ARTRÓPODES ANELÍDEOS PLATELMINTOS CARACTERÍSTICAS GERAIS AULA DE RECUPERAÇÃO DE INVERTEBRADOS - Prof. Maria Lúcia ª EM, 7, 7,, 7,, 8,, 9,, 9,,,, 9,,, 9, 0,. PATAS ARTICULADAS. CORPO COM POROS E SEM TECIDOS. EXOESQUELETO DE QUITINA. DIPLOBLASTICOS

Leia mais

PLATELMINTOS & NEMATELMINTOS. Prof.: Carolina Bossle

PLATELMINTOS & NEMATELMINTOS. Prof.: Carolina Bossle & NEMATELMINTOS Prof.: Carolina Bossle CARACTERÍSTICAS: Planárias, tênias e esquistossomo Corpo achatado (do grego platy: 'achatado'; ehelmin: 'verme'). Possui aproximadamente 15mil espécies Habitat: aquáticos,

Leia mais

Filo Nematoda. Professores: Marcelo Magalhães e Priscila F Binatto (IFNMG-Arinos) Ancylostoma duodenale. filariform larva

Filo Nematoda. Professores: Marcelo Magalhães e Priscila F Binatto (IFNMG-Arinos) Ancylostoma duodenale. filariform larva Filo Nematoda filariform larva Ancylostoma duodenale Professores: Marcelo Magalhães e Priscila F Binatto (IFNMG-Arinos) Características gerais Corpo cilíndrico, alongado, com extremidades afiladas, sem

Leia mais

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre

Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Biologia Professor Vianna 2ª série / 1º trimestre Módulo 3 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS 1 Ao abrir o envelope com o resultado de seu exame parasitológico de fezes, Jequinha leu Positivo para ovos de Ascaris

Leia mais

REINO ANIMALIA EU BIOLOGIA

REINO ANIMALIA EU BIOLOGIA REINO ANIMALIA Grupo Filo Exemplos Poríferos Cnidários (celenterados) Platelmintos Esponjas Hidras, águas vivas, corais, Plenárias, esquistossomo, tênias Invertebrados Nematelmintos (nematódeos) Áscaris,

Leia mais

Filo Porífera. Esponjas

Filo Porífera. Esponjas Filo Porífera Esponjas Filo Porifera Osculo Átrio Pinacócitos Amebócito poros Porocito Espícula Flagelo Esponja Mesogléia Coanócito Gonócito Pinacócito Espícula Átrio Póro Porócito Arqueócito Meio Externo

Leia mais

Planária, esquistossomo, solitária etc. Corpo achatado dorsoventralmente Vida livre ou parasitas. Surge o sistema excretor.

Planária, esquistossomo, solitária etc. Corpo achatado dorsoventralmente Vida livre ou parasitas. Surge o sistema excretor. Planária, esquistossomo, solitária etc. Corpo achatado dorsoventralmente Vida livre ou parasitas. Surge o sistema excretor. Sistemas: Digestório Incompleto Respiratório Difusão Nervoso Ganglionar Circulatório

Leia mais

Os Poríferos. Características exclusivas. 1) Apresentam o corpo coberto por poros. 2) São os primeiros representantes do reino animal.

Os Poríferos. Características exclusivas. 1) Apresentam o corpo coberto por poros. 2) São os primeiros representantes do reino animal. Os Poríferos Características exclusivas 1) Apresentam o corpo coberto por poros. 2) São os primeiros representantes do reino animal. Outras características 1) Apresentam uma grande capacidade de regeneração

Leia mais

Protozoose. Reino Protista Protozoários. Amebíase / disenteria amebiana. Reino

Protozoose. Reino Protista Protozoários. Amebíase / disenteria amebiana. Reino Reino Reino Protista Protozoários Amebíase / disenteria amebiana - unicelulares - eucariontes - locomoção: flagelos, cílios, pseudópodes - em H2O: vacúolo contrátil Amebíase / disenteria amebiana Entamoeba

Leia mais

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia

REPRODUÇÃO. Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO Prof. Edgard Manfrim - Biologia REPRODUÇÃO ASSEXUADA BROTAMENTO OU GEMIPARIDADE ESPONGIÁRIO E CELENTERADO ESTROBILIZAÇÃO MEDUSAS REGENERAÇÃO PLANÁRIAS Prof. Edgard Manfrim - Biologia Prof. Edgard

Leia mais

ZOOLOGIA - REINO METAZOA

ZOOLOGIA - REINO METAZOA ZOOLOGIA - REINO METAZOA FILOPLATELMINTO Eucariontes; Heterótrofos; Vida livre ou parasitas; Reprodução sexuada e assexuada; Aquáticos ou terrestres Primeiro Grupo Triblástico; Acelomado; Protostomados;

Leia mais

Apresentam simetria bilateral o corpo pode ser dividido longitudinalmente em duas partes iguais.

Apresentam simetria bilateral o corpo pode ser dividido longitudinalmente em duas partes iguais. OS PLATELMINTOS Prof. André Maia III. Os Platelmintos Características São vermes dotados de corpo geralmente achado dorsoventramente. São destituídos de sistemas respiratório e circulatório. São animais

Leia mais

ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013

ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013 ONGEP PRÉ-PROVA BIOLOGIA 2013 ZOOLOGIA DE INVERTEBRADOS PORÍFEROS Provável ancestral: protista flagelado Diploblásticos Sem celoma Sem diferenciação de tecidos Coanócitos Ambiente aquático CELENTERADOS

Leia mais

Platelmintos. Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS. Data

Platelmintos. Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS. Data Platelmintos Profº - Fernando Belan - BIOLOGIA MAIS Data Platelmintos Vermes achatados Vida livre aquáticos e solo úmido. (Planária) Parasitas Esquistossomo, fascíola e tênia. Platelmintos - Características

Leia mais

Características gerais

Características gerais Características gerais Já foram denominados Aschelminthes. São vermes de corpo cilíndrico e com pontas afinadas. Podem ser aquáticos, terrestres ou parasitas. Possuem tubo digestivo completo. São triblásticos

Leia mais

REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES

REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES REINO ANIMALIA Filo Artopoda ARTRÓPODES Artrópodes Corpo e patas articuladas metâmeros Exoesqueleto de quitina(polissacarídeo) = Tegumento Divisão do corpo: cabeça, tórax e abdômen cefalotórax e abdômen

Leia mais

25/03/2014. Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral;

25/03/2014. Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral; FILO PLATYHELMINTES FILO NEMATODA(NEMATELMINTOS) Vermes achatados dorsoventralmente; Vida livre e parasitas; Triblásticos; Acelomados; Protostômios; Simetria bilateral; Revestimento Vida livre : muco e

Leia mais

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo;

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo; Características Principais dos Poríferos: Animais Pluricelulares; Apresentam poros na parede de seu corpo; Todos aquáticos; São as Esponjas. Possui uma cavidade central, chamada átrio; Abertura relativamente

Leia mais

Cor C da or do da s do Prof. Fernando Belan Prof. Fernand - BIOLOGIA MAIS o Belan

Cor C da or do da s do Prof. Fernando Belan Prof. Fernand - BIOLOGIA MAIS o Belan Cordados Cordados Prof. Fernando Fernando Belan Belan -- BIOLOGIA BIOLOGIA MAIS MAIS Prof. Introdução Protocordados (anfioxo e ascídia); Vertebrados (peixes, anfíbios, répteis, aves e mamíferos); Simetria

Leia mais

LISTA DE CONTEÚDOS DOS SOFTWARES P3D 2017

LISTA DE CONTEÚDOS DOS SOFTWARES P3D 2017 LISTA DE CONTEÚDOS DOS SOFTWARES P3D 2017 MÓDULO ANIMAIS (84 modelos) 1 - FILO 1.1 - PORÍFEROS Esponja do mar 1.2 - CNIDÁRIOS Água viva, Coral, Hydra 1.3 - PLATELMINTOS Esquistossomo, Planária, Tênia 1.4

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda. Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Arthropoda Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

Sugestões de avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 7

Sugestões de avaliação. Ciências 7 o ano Unidade 7 Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. Os animais podem ou não apresentar simetria. Identifique e caracterize a simetria dos seguintes animais: planária, esponja, medusa

Leia mais

TENÍASE Homem: Boi ou porco: Contaminação: Sintomas: Tratamento: Profilaxia:

TENÍASE Homem: Boi ou porco: Contaminação: Sintomas: Tratamento: Profilaxia: TENÍASE Homem: hospedeiro definitivo. Boi ou porco: hospedeiro intermediário. Contaminação: ingestão de carne mal passada contaminada com cisticercos; autoinfecção. Sintomas: distúrbios intestinais, dores

Leia mais

MOLUSCOS E ANELÍDEOS

MOLUSCOS E ANELÍDEOS MOLUSCOS E ANELÍDEOS Artrópodes Vertebrados Cordados Protostômios Deuterostômios Pseudocelomados Celomados Acelomados Características gerais MOLUSCOS (Latim: mollis) 100.000 espécies da fauna atual São

Leia mais

MOLUSCOS E ANELÍDEOS

MOLUSCOS E ANELÍDEOS MOLUSCOS E ANELÍDEOS Artrópodes Vertebrados Cordados Protostômios Deuterostômios Pseudocelomados Celomados Acelomados Características gerais MOLUSCOS (Latim: mollis) 100.000 espécies da fauna atual São

Leia mais

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e

Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e Filo Porifera - Poríferos ou espongiários. - Corpo coberto por poros. - Não possuem organização tissular. - Diblásticos. - Aquáticos, sésseis e filtradores. - Digestão intracelular. - Sustentação: Espículas

Leia mais

CARACTERÍSTICAS EMBRIONÁRIAS. Simetria bilateral Triblásticos Protostômios Acelomados Ametaméricos

CARACTERÍSTICAS EMBRIONÁRIAS. Simetria bilateral Triblásticos Protostômios Acelomados Ametaméricos FILO PLATELMINTOS Reúne animais com corpo alongado e achatado dorsoventralmente. Inclui animais de vida livre (planárias) encontrados no mar, em água doce e ambientes terrestres úmidos, além de formas

Leia mais

Revisão ACAFE frente C. Denis

Revisão ACAFE frente C. Denis frente C Denis Taxonomia Estuda a classificação e a nomenclatura dos seres vivos REGRAS DA NOMENCLATURA CIENTÍFICA Phlebotomus intermedius 1ª) Todo nome científico deve ser em latim ou latinizado. (mosquito

Leia mais

a) Como é o sistema excretor desses animais? Quais são os órgãos responsáveis?

a) Como é o sistema excretor desses animais? Quais são os órgãos responsáveis? 1- (UNICAMP) A figura abaixo mostra uma situação jocosa referente à fragmentação de um invertebrado hipotético, em que cada um dos fragmentos deu origem a um indivíduo. Um exemplo real muito conhecido

Leia mais

FILO ARTRÓPODE PROFESSOR :ÉDER

FILO ARTRÓPODE PROFESSOR :ÉDER FILO ARTRÓPODE PROFESSOR :ÉDER CARACTERÍSTICAS GERAIS Do grego, arthros = articulado e podos = pés; Constitui o filo mais abundante em quantidade de espécies descritas ; Vivem em praticamente todos os

Leia mais

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada

Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada Prof. Júlio Característica exclusiva dos seres vivos. Fundamental para a manutenção da espécie e não do indivíduo. Em nível molecular a reprodução está associada à capacidade do DNA se autoduplicar. SEXUADA

Leia mais

Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas. Professora Débora Biologia

Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas. Professora Débora Biologia Filos: Poríferos Cnidários Platelmintos- Nematelmintos Anelídeos Moluscos Artrópodes - Equinodermos Cordatas Professora Débora Biologia Filo Poríferos Esponjas Filo Poríferos Características São todas

Leia mais

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata. Natália A. Paludetto

Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata. Natália A. Paludetto Reino Animalia 0 (Metazoa) Filo Chordata Natália A. Paludetto nataliaapaludetto@gmail.com http://proenem.sites.ufms.br/ Reino Animalia Filos: 1) Porifera; 2) Cnidaria; 3) Platyhelminthes; 4) Nematoda;

Leia mais

Filo Echinodermata (Equinodermos)

Filo Echinodermata (Equinodermos) Do grego echinos: espinhos; derma: pele. O filo possui cerca de 6000 espécies descritas, todas marinhas. Os equinodermos estão agrupados em 5 classes distintas: -Asteroidea (estrelas-do-mar) Do grego echinos:

Leia mais

Platelmintos. platys = achatado + helmintos = vermes. Vermes achatados dorso-ventralmente. Exemplos:

Platelmintos. platys = achatado + helmintos = vermes. Vermes achatados dorso-ventralmente. Exemplos: PLATELMINTOS Platelmintos platys = achatado + helmintos = vermes. Vermes achatados dorso-ventralmente. Exemplos: - Schistosoma mansoni - Dugesia tigrina (planária) - Taenia sollium - Taenia saginata Platelmintos

Leia mais

O trabalho deve ser entregue em folha de papel almaço, completo e com capa.

O trabalho deve ser entregue em folha de papel almaço, completo e com capa. GOIÂNIA, / / 2015 PROFESSOR: FreD DISCIPLINA:Biologia SÉRIE: 2º ano ALUNO(a): Trabalho de Recuperação No Anhanguera você é + Enem Antes de iniciar a lista de exercícios leia atentamente as seguintes orientações:

Leia mais

3º FILO - PLATELMINTOS

3º FILO - PLATELMINTOS PLATELMINTOS 3º FILO - PLATELMINTOS Platelmintos platys = achatado + helmintos = vermes Vermes achatados dorso-ventralmente Exemplos: - Schistosoma mansoni - Dugesia tigrina (planária) - Taenia sollium

Leia mais

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 57 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS

BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 57 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS BIOLOGIA - 1 o ANO MÓDULO 57 PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS ixação F ) (UFF) Os platelmintos pertencem ao primeiro grupo de animais a possuir um sistema excre-or. Este é bastante primitivo, formado

Leia mais

Colégio Avanço de Ensino Programado

Colégio Avanço de Ensino Programado α Colégio Avanço de Ensino Programado Avaliação Contínua 1º Semestre - 1º Bim. /2016 Nota: Professor (a): Karen Disciplina: Biologia Turma: 2ª Série E. Médio Nome: Nº: Atividade deverá ser entregue em

Leia mais

Filo Annelida Vermes Anelados

Filo Annelida Vermes Anelados Filo Annelida Vermes Anelados CARACTERÍSTICAS GERAIS Anelídeo anelo = anel Metameria Meta = sucessão; meros = partes Externa e Interna Triblástico ( endoderme, mesoderme e ectoderme) Celomados Simetria

Leia mais

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B:

a) Indique a que filo cada um dos animais pertence: A: B: valiação 1. baixo, temos a imagem de dois animais marinhos. mbos são muito simples estruturalmente. Observe ambos e responda aos questionamentos. Imagin/rchivo SM/ID/ES Imagin/rchivo SM/ID/ES a) Indique

Leia mais

6 ª série Ensino Fundamental Ciências Escola Santa Angélica

6 ª série Ensino Fundamental Ciências Escola Santa Angélica 6 ª série Ensino Fundamental Ciências Escola Santa Angélica Unidade I Descobrindo os seres vivos Níveis de organização biológica Unidade I Descobrindo os seres vivos Hereditariedade: passagem dos genes

Leia mais

4º FILO - NEMATELMINTOS

4º FILO - NEMATELMINTOS 4º FILO - NEMATELMINTOS Nematelmintos (Asquelmintos) nematos = fio + helmintos = vermes Vermes cilíndricos e alongados Nematelmintos (Asquelmintos) Exemplos: Ascaris lumbricoides Necator americanus Ancilostomo

Leia mais

Embriologia. Prof. César Lima

Embriologia. Prof. César Lima Embriologia A embriologia é a parte da Biologia que estuda o desenvolvimento dos embriões animais. Há grandes variações, visto que os animais invertebrados e vertebrados apresentam muitos diferentes aspectos

Leia mais

Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa

Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa Biologia Móds. 21/22 Setor 1423 Cordados Prof. Rafa Características: Triblásticos Celomados ectoderme intestino mesoderme celoma cavidade corporal na mesoderme endoderme Características: Deuterostômios:

Leia mais

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário,

Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, Filo extremamente diversificado quanto ao tamanho e ao aspecto geral de seus representantes O agrupamento baseia-se no desenvolvimento embrionário, principalmente, na nêurula, quando é possível identificar

Leia mais

Filo Mollusca (Moluscos)

Filo Mollusca (Moluscos) Do latim, mollis = mole Animais de corpo mole, geralmente protegidos por uma concha calcária. Vivem em quase todos os ambientes (dulcícolas, marinhos e terrestres) Maioria de vida livre O filo possui 150

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos

EMBRIOLOGIA. Prof. André Maia. Conceito. 1. Ovos Isolécitos EMBRIOLOGIA Prof. André Maia Conceito É a parte da Biologia que estuda os processos através dos quais se forma o embrião, a partir da célula ovo ou zigoto (embriogênese). Períodos de desenvolvimento Clivagem

Leia mais

Resumo dos Filos de Zoologia para o Vestibular e ENEM

Resumo dos Filos de Zoologia para o Vestibular e ENEM Resumo dos Filos de Zoologia para o Vestibular e ENEM Filo Porífera (Espongiários) Diagnose: animal filtrador, sem qualquer órgão ou sistema; diblásticos e de simetria radial. Hábitat: ambientes aquáticos,

Leia mais

Artrópodes. Filo Arthropoda (arthron = articulações e podos = pés)

Artrópodes. Filo Arthropoda (arthron = articulações e podos = pés) Artrópodes Filo Arthropoda (arthron = articulações e podos = pés) Características gerais Mais numeroso do planeta (1.000.000 espécies) Exemplos: insetos, aranhas, caranguejos Vivem em diversos ambientes

Leia mais

Filo Cordado. Apostila VII Unidade 24 a Características Embrionárias: 2- Caracterização Fisiológica: Característica

Filo Cordado. Apostila VII Unidade 24 a Características Embrionárias: 2- Caracterização Fisiológica: Característica 1- Características Embrionárias: Característica Tipo Simetria* Bilateral Tecidos Eumetazoa Tecidos embrionários Triblástico Celoma Celomado Origem do celoma Enterocelomado Blastóporo Deuterostômico Metameria

Leia mais

Exercícios de Moluscos a Equinodermos

Exercícios de Moluscos a Equinodermos Exercícios de Moluscos a Equinodermos Material de apoio do Extensivo 1. Que diferença característica permite considerar os moluscos mais complexos que os cnidários? a) Os cnidários apresentam apenas reprodução

Leia mais

REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA

REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA REINO ANIMAL OS INVERTEBRADOS PROFESSORA PRISCILA PLATELMINTOS E NEMATELMINTOS VERMINOSES - DOENÇAS CAUSADAS POR VERMES: PLATELMINTOS: NEMATELMINTOS: TENÍASE (Taenia solium ou Taenia saginata) NEUROCISTICERCOSE

Leia mais

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com

Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com Flávio Oliveira Higino Email: fohigino@gmail.com O filo é dividido em três classes: Turbelários: Planária (VIDA LIVRE) Trematódeos: Schistosoma sp (PARASITAS) Cestódeos: Taenia sp (PARASITAS) Corpo achatado

Leia mais

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo;

Características Principais dos Poríferos: Apresentam poros na parede de seu corpo; Características Principais dos Poríferos: Animais Pluricelulares; Apresentam poros na parede de seu corpo; Todos aquáticos; São as Esponjas. Possui uma cavidade central, chamada átrio; Abertura relativamente

Leia mais

Vivem fixas ao substrato. Com simetria radial ou assimétricos Aneuromiários São animais bastante simples Não possuem tecidos, nem órgãos verdadeiros

Vivem fixas ao substrato. Com simetria radial ou assimétricos Aneuromiários São animais bastante simples Não possuem tecidos, nem órgãos verdadeiros Revisão Silvestre Vivem fixas ao substrato. Com simetria radial ou assimétricos Aneuromiários São animais bastante simples Não possuem tecidos, nem órgãos verdadeiros Parazoários Tipos de célula Formado

Leia mais

Platelmintos, vermes achatados

Platelmintos, vermes achatados Platelmintos, vermes achatados Animais triblásticos, bilaterais, com cefalização e sistema excretório Equipe de Biologia Relação filogenética do filo platelmintos Planária como exemplo de platelminto Dorsal

Leia mais

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo.

R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 1) Qual a origem da palavra Nematelminto? R verme de corpo cilindrico 02) Quais as principais características dos nematelmintos? R Corpo cilíndrico, tubo digestório completo. 03) Qual o nome da doença

Leia mais

Equinodermas e Protocordados 2ª parte

Equinodermas e Protocordados 2ª parte COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Equinodermas e Protocordados 2ª parte Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com O que significa o termo Cordados?

Leia mais

Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite

Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite Filo Chordada (Cordados) Vitor Leite Filo Chordata (Cordados) Características gerais: -Triblásticos, celomados, deuterostômios, apresentam metameria (evidente na fase embrionária); Características Exclusivas:

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014

EMBRIOLOGIA. Prof. Kauê Costa 2014 EMBRIOLOGIA Prof. Kauê Costa kaue.costa@ymail.com 2014 Zigoto Ocorre variação na reserva nutricional (vitelo) dos zigotos de diferentes seres vivos. Clivagem É o nome que se dá à divisão, por mitose, do

Leia mais

REINO ANIMAL OU METAZOA:

REINO ANIMAL OU METAZOA: REINO ANIMAL OU METAZOA: Diblásticos: são animais que apresentam dois folhetos embrionários: a ectoderme, (externo) e a endoderme, (interno). Triblásticos: são animais que apresentam três folhetos embrionários:

Leia mais

Biologia. TAXONOMIA II Alteração

Biologia. TAXONOMIA II Alteração Biologia TAXONOMIA II Alteração Reino Animal (Metazoa) Características Número de folhetos embrionários: Diblásticos x Triblásticos Presença de celoma: Acelomado x Pseudocelomado x Celomado Formação do

Leia mais

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria?

REINO ANIMAL. Qual a importância da metameria? FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS. Qual a importância da metameria? REINO ANIMAL FILO: ANELÍDEOS VERMES CILÍNDRICOS E SEGMENTADOS Metâmeros são compartimentos contíguos, revestidos internamente por mesoderme, e separados uns dos outros por paredes (septos) mesodérmicas.

Leia mais

Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26. Page 1

Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26. Page 1 Platelmintos Capítulo 7 - Aulas 25 e 26 Page 1 Características Gerais Platy = achatado ; helminthes = verme Simetria bilateral (ocorre pela 1ª vez); Apresenta uma cabeça com gânglios nervosos organizados;

Leia mais

REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS

REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS REINO ANIMAL PORÍFEROS CNIDÁRIOS PLATELMINTOS NEMATELMINTOS ANELÍDEOS MOLUSCOS ARTRÓPODES EQUINODERMOS CORDADOS NÃO POSSUI TECIDOS VERDADEIROS (ESPECIALIZADOS). DIGESTÃO É INTRACELULAR. PORÍFEROS

Leia mais

ARTRÓPODES INSETOS, CRUSTÁCEOS, ARACNÍDEOS, QUILÓPODES E DIPLÓPODES. Profa. Monyke Lucena

ARTRÓPODES INSETOS, CRUSTÁCEOS, ARACNÍDEOS, QUILÓPODES E DIPLÓPODES. Profa. Monyke Lucena ARTRÓPODES INSETOS, CRUSTÁCEOS, ARACNÍDEOS, QUILÓPODES E DIPLÓPODES Profa. Monyke Lucena CARACTERÍSTICAS GERAIS Os artrópodes, o grupo mais numeroso de animais, reúnem mais de 1 milhão de espécies catalogados.

Leia mais

Filo Echinodermata (Equinodermos)

Filo Echinodermata (Equinodermos) Do grego echinos: espinhos; derma: pele. O filo possui cerca de 6000 espécies descritas, todas marinhas. Os equinodermos estão agrupados em 5 classes distintas: -Asteroidea (estrelas-do-mar) Do grego echinos:

Leia mais

APRENDENDO A CARACTERIZAR OS ANIMAIS. Zoologia parte da biologia que estuda os animais

APRENDENDO A CARACTERIZAR OS ANIMAIS. Zoologia parte da biologia que estuda os animais APRENDENDO A CARACTERIZAR OS ANIMAIS Zoologia parte da biologia que estuda os animais CARACTERÍSTICAS DO REINO ANIMALIA Simetria- é a divisão imaginária do corpo de um organismo em metade especulares.

Leia mais

Que expressão citada no poema nos remete aos invertebrados?

Que expressão citada no poema nos remete aos invertebrados? Que expressão citada no poema nos remete aos invertebrados? Poeta invertebrado J.J. Leandro Invertebro o Poeta E flexibilizo o verso. Uma conversão necessária Para de agora em diante Todo poeta Ser mais

Leia mais

Nome: Prof.: Carlos Weber Biologia Turma: 1ª Série Data:11/08/16. Lista: 01

Nome: Prof.: Carlos Weber Biologia Turma: 1ª Série Data:11/08/16. Lista: 01 Nome: Prof.: Carlos Weber Biologia Turma: 1ª Série Data:11/08/16. Lista: 01 PORÍFEROS, CELENTERADOS E PLATELMINTOS 1. (Unisinos 2016) Os platelmintos (Filo Platyhelmintes) são animais invertebrados que

Leia mais

BIOLOGIA 1 o ANO DO ENSINO MÉDIO Capítulo 17 p. 315

BIOLOGIA 1 o ANO DO ENSINO MÉDIO Capítulo 17 p. 315 BIOLOGIA 1 o ANO DO ENSINO MÉDIO Capítulo 17 p. 315 Questões de vestibular QUESTÕES OBJETIVAS 1. (UFPR) Na(s) questão(ões) a seguir, escreva no espaço apropriado a soma dos itens corretos. A complexidade

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred/Vitor FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca

Leia mais

Plano de Recuperação Final EF2

Plano de Recuperação Final EF2 Professor: Cybelle / José Henrique / Sarah Ano: 7º ano Objetivos: Proporcionar ao aluno a oportunidade de resgatar os conteúdos trabalhados em Ciências nos quais apresentou defasagens e os quais lhe servirão

Leia mais

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese)

EMBRIOLOGIA. Prof. Leonardo F. Stahnke. Embriologia (Ontogênese) EMBRIOLOGIA Prof. Leonardo F. Stahnke Embriologia (Ontogênese) São os processos de transformação que ocorrem no zigoto após a fecundação e que levam à formação de um indivíduo. 1 Embriologia (Ontogênese)

Leia mais

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia.

BIOLOGIA FOLHETOS EMBRIONÁRIOS. a) Hydra. b) Planária. c) Actínea. d) Esponja. e) Obélia. BIOLOGIA Prof. Fred FOLHETOS EMBRIONÁRIOS 1. Observe a figura ao lado, que representa um corte transversal de um cordado. A estrutura apontada pela seta está presente a) na galinha. b) na minhoca c) no

Leia mais

SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR

SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR SISTEMA BOM JESUS DE ENSINO COORDENAÇÃO DE BIOLOGIA CEP CURITIBA PR NEMATODA Nematelmintos (Asquelmintos) nematos = fio helmintos = vermes Vermes cilíndricos e alongados. Nematelmintos (Asquelmintos) Exemplos:

Leia mais

03 - (UNIFESP SP/2011) Os répteis foram o primeiro grupo de vertebrados a conquistar o ambiente terrestre de forma plena.

03 - (UNIFESP SP/2011) Os répteis foram o primeiro grupo de vertebrados a conquistar o ambiente terrestre de forma plena. COLÉGIO MARISTA - PATOS DE MINAS 2º ANO DO ENSINO MÉDIO - 2013 Professor (a): Mirley Alves Vasconcelos 2ª RECUPERAÇÃO AUTÔNOMA Roteiro de Estudos Questões Estudante: Turma: 201/202 Conteúdo: - Reino Animalia:

Leia mais

Vermes. 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos. Professor Fernando Stuchi

Vermes. 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos. Professor Fernando Stuchi Vermes 1. Filo Platelminto; 2. Filo Nematelminto 3. Filo Anelídeos Professor Fernando Stuchi Filo Platelminto Representantes (Classes) Vermes de corpo achatado: 1. 2. 3. Classe Cestoda Tênias; Classe Turbellaria

Leia mais

ATIVIDADE DE BIOLOGIA 2016

ATIVIDADE DE BIOLOGIA 2016 7/9/2016 ENSINO MÉDIO DO INSTITUTO FEDERAL DO MARANHÃO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA-IFMA CAMPUS COELHO NETO ASSUNTOS DO 2ºANO: PLATELMINTOS E NEMATÓDEOS ALUNO: ALCIDES WENNER F. BASTOS 1WWWWWDEF PLATELMINTOS

Leia mais

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas

Os Platelmintos. Caracteristicas exclusivas Os Platelmintos Caracteristicas exclusivas 1) Apresentam o corpo achatado. 2) Apresentam uma cabeça com um par de ocelos, que são órgãos sensíveis a luz. A função do ocelo é detectar quando o ambiente

Leia mais

Cordados I. Peixes, Anfíbios e Répteis. Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública

Cordados I. Peixes, Anfíbios e Répteis. Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública Cursinho Popular de Ensino Pré-Vestibular TRIU Pela popularização da universidade pública Cordados I Peixes, Anfíbios e Répteis Prof. Rafael Rosolen T. Zafred Revisão Peixes ; Anfíbios; Répteis; Aves;

Leia mais

São vermes de corpo cilíndrico. Afilado nas extremidades. Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambientes aquáticos e terrestre.

São vermes de corpo cilíndrico. Afilado nas extremidades. Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambientes aquáticos e terrestre. São vermes de corpo cilíndrico. Afilado nas extremidades. Muitas espécies são de vida livre e vivem em ambientes aquáticos e terrestre. Outras são parasitas de plantas e de animais, inclusive o ser humano.

Leia mais

ECHINODERMATA QUEM SÃO: 14/02/2014. Pycnopodia. CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Labidiaster radious

ECHINODERMATA QUEM SÃO: 14/02/2014. Pycnopodia. CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Labidiaster radious ECHINODERMATA CLASSE: ASTEROIDEA (Estrela-do-mar) QUEM SÃO: Labidiaster radious CLASSE: ECHINOIDEA (Ouriço-do-mar e Bolacha-do-mar) Pycnopodia CLASSE: CRINOIDEA (Lírio-do-mar) Antedon bifida 1 CLASSE:

Leia mais

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas.

Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. ANFÍBIOS QUEM SÃO? INTRODUÇÃO Primeiros vertebrados capazes de viver em terra. Graças ao fortalecimento da coluna vertebral; desenvolvimento de ossos e músculos das pernas. Pernas sustentam e deslocam

Leia mais

Filo Arthropoda. Capítulo 11 aulas 40 a 44. Page 1

Filo Arthropoda. Capítulo 11 aulas 40 a 44. Page 1 Filo Arthropoda Capítulo 11 aulas 40 a 44 Page 1 Você já teve acne??? O que será que isso tem a ver com a nossa aula??? Page 2 Características gerais É o grupo mais numeroso de seres vivos; Aproximadamente

Leia mais

Recuperação Final Biologia 2ª série do EM

Recuperação Final Biologia 2ª série do EM COLÉGIO MILITAR DOM PEDRO II SEÇÃO TÉCNICA DE ENSINO Recuperação Final Biologia 2ª série do EM Aluno: Série: 2ª série Turma: Data: 14 de dezembro de 2016 1. Esta prova é um documento oficial do CMDPII.

Leia mais

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos.

6) Assinale a alternativa que mostra o filo, cujos representantes são os animais menos complexos. ESCOLA ESTADUAL DR JOSÉ MARQUES DE OLIVEIRA TRABALHO ESTUDOS INDEPENDENTES DE RECUPERAÇÃO RESOLUÇÃO SEE Nº 2.197, DE 26 DE OUTUBRO DE 2012 Aluno: Ano Atual Data : Matéria: Turno: Valor :70pontos Nota:

Leia mais