Índice. 1. Práticas de Administração Gestão Escolar Administração, Gestão, Direção: Resgatando Alguns Conceitos Introdução...

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice. 1. Práticas de Administração Gestão Escolar Administração, Gestão, Direção: Resgatando Alguns Conceitos Introdução..."

Transcrição

1 GRUPO 6.4 MÓDULO 1

2 Índice 1. Práticas de Administração Gestão Escolar Introdução Administração, Gestão, Direção: Resgatando Alguns Conceitos...3 2

3 1. PRÁTICAS DE ADMINISTRAÇÃO GESTÃO ESCOLAR 1.1. INTRODUÇÃO Para compreendermos o que vem a ser Prática de Administração Gestão Escolar, entendemos que seja prudente ressaltar que há uma relação muito forte entre os dois termos, mas nem sempre percebemos as fronteiras que separam uma dimensão da outra. A priori, podemos afirmar que o conceito de gestão escolar é relativamente recente e de extrema importância, na medida em que desejamos uma escola que atenda às atuais exigências da vida social, ou seja, formar cidadãos com vistas a oferecer a possibilidade de apreensão de habilidades e competências que se tornaram extremamente necessárias para a inserção social das pessoas em um mercado que tem se tornado cada vez mais competitivo. Quanto a administração, podemos afirmar que é um termo abrangente que em síntese estuda a aplicação e coordenação de recursos humanos, materiais, financeiros, de informação, tecnológicos numa organização, nesse caso em específico, a escola, de modo a atingir determinados objetivos e resultados planejados com o máximo de eficiência e eficácia. Grosso modo, podemos dizer que a gestão escolar pode ser classificada em três áreas que funcionam de modo interligado, ou seja, integrado ou sistêmico, são elas: a gestão pedagógica, a gestão administrativa e a gestão de recursos humanos. Frente ao exposto, o propósito dessa disciplina é mostrar para o futuro gestor educacional como se dá a gestão no cotidiano escolar a partir do conhecimento de suas dimensões do ponto de vista teórico e prático. Mas não é só isso, pois buscamos também orientá-los quanto ao cumprimento do estágio supervisionado em administração escolar, pois acreditamos que, para se tornar um bom gestor, se faz necessário conhecer as rotinas administrativas, e isso será possível somente com a observação in lócus. Portanto, a partir da análise das diferentes dimensões, buscaremos mostrar para você a importância do trabalho do gestor educacional em uma escola que tem sido cada vez mais cobrada quanto ao seu papel na sociedade contemporânea. Dessa forma, esperamos que esse estudo seja de grande valia para a sua formação. 2. ADMINISTRAÇÃO, GESTÃO, DIREÇÃO: RESGATANDO ALGUNS CONCEITOS De acordo com Libâneo (2004), a maioria dos autores que estudam as tarefas de administrar, gerir, organizar, dirigir, tomar decisões as reúne todas no conceito de administração, configurando-se assim uma ciência da administração ou teoria da administração, conforme sinalizado na disciplina Pressupostos da Administração. 3

4 Essa conversa, porém, está ficando muito técnica, para não dizer chata, se não propusermos um diálogo. Você não acha? Para resolver esse problema, vamos convidar nossas companheiras de estudo: Maria Joaquina e Maria da Conceição 1. Maria Joaquina: Ainda bem! Já estávamos pensando que você tinha se esquecido de nós. Maria da Conceição: Isso mesmo! E já que estamos aqui, acho melhor procurar relacionar isso tudo com a gestão escolar. Claro que não me esqueci de vocês, afinal nosso diálogo tem sito muito importante para tornar nossos encontros mais agradáveis e, por que não dizer, mais didático e humano. Dessa forma, para aproximar essa discussão à nossa realidade, o professor José Carlos Libâneo afirma que as tarefas citadas anteriormente quando se referem à escola configuram a administração escolar. Para evidenciar o exposto, ele recorre a alguns autores que discutem o assunto, conforme as definições que seguem: A administração escolar tem como objetivos essenciais planejar, organizar, dirigir e controlar os serviços necessários à educação. Ela inclui, portanto, no seu âmbito de ação, a organização escolar 2. Conforme se observa, a administração que se dá no âmbito escolar tem uma relação muito próxima com a que ocorre na empresa, mesmo porque, em uma visão reducionista, podemos afirmar que a escola é uma empresa apesar das várias críticas que inúmeros estudiosos fazem sobre esse ponto de vista. Ainda sobre o assunto, o autor continua: Em seu sentido geral, podemos afirmar que a administração é a utilização racional de recursos para a realização de fins determinados. (...) Os recursos (...) envolvem, por um lado, os elementos materiais e conceituais que o homem coloca entre si e a natureza para dominá-la em seu proveito; por outro, os esforços despendidos pelos homens e que precisam ser coordenados com vistas a um propósito comum. (...) A administração pode ser vista, assim, tanto na teoria como na prática, como dois amplos campos que se interpenetram: a racionalização do trabalho e a coordenação do esforço humano coletivo 3. Frente ao exposto, Libâneo procura deixar claro que outros autores reconhecendo a especificidade das instituições educacionais preferem atribuir maior importância à organização quando comparada à administração. 1 Maria Joaquina e Maria da Conceição são duas personagens criadas criads pelo autor deste material, funcinam como suas inelocutoras em pelo autor deste material, funcionam como suas interlocutoras em alguns trechos. Na apostil Pressupostos da Administração Gestão Escolar (de alguns trechos. Na apostila Pressupostos da Administração: Gestão Escolar (d esma autoria) essas personagens são descritas e citads lrgamnte. mesma autoria) essas personagens são descritas e citadas largamente. 2 SANTOS, 1996, p. 19 apud LIBÂNEO, 2004, p PARO, 1986, apud LIBÂNEO, 2004, p

5 Pois bem, se outros autores discutem o assunto, entendemos que seja prudente buscar mais informações sobre a administração escolar para ficar mais clara a diferença entre administração geral e administração escolar. A discussão e as dúvidas não param por aí, pois uma vez compreendida a diferença entre administração geral e administração escolar surge uma nova dúvida, administração ou gestão? Para tentar responder a essa indagação, colocaremos nossa atenção em outros dois conceitos que são importantes para analisar a prática do gestor escolar: gestão e direção. Acreditamos que de posse desses dois outros conceitos conseguiremos compreender melhor a lógica da gestão escolar na atualidade. 5

Curso Gestão Escolar. Lição 01: Introdução. Lição 02: Administração, Gestão e Direção INTRODUÇÃO

Curso Gestão Escolar. Lição 01: Introdução. Lição 02: Administração, Gestão e Direção INTRODUÇÃO Associação Brasileira de Formação e Desenvolvimento Social - ABRAFORDES www.cursosabrafordes.com.br DICA: Tecle Ctrl+s para salvar este PDF no seu computador. Curso Gestão Escolar Lição 01: Introdução

Leia mais

O PLANEJAMENTO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO. Resumo: UNIDADE 2. Abril de 2013

O PLANEJAMENTO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO. Resumo: UNIDADE 2. Abril de 2013 O PLANEJAMENTO NO CICLO DE ALFABETIZAÇÃO NA PERSPECTIVA DO LETRAMENTO Resumo: UNIDADE 2 Abril de 2013 Segundo Libâneo (1994), o planejamento é um processo de racionalização, organização e coordenação da

Leia mais

1 INTRODUÇÃO gestão escolar administração

1 INTRODUÇÃO gestão escolar administração 1 INTRODUÇÃO Para compreendermos o que vem a ser Prática de Administração Gestão Escolar, entendemos que seja prudente ressaltar que há uma relação muito forte entre os dois termos, mas nem sempre percebemos

Leia mais

FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESCOLAR: AS ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO PEDAGOGO ENQUANTO GESTOR

FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESCOLAR: AS ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO PEDAGOGO ENQUANTO GESTOR FUNDAMENTOS DA GESTÃO ESCOLAR: AS ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO PEDAGOGO ENQUANTO GESTOR Kely-Anee de Oliveira Nascimento Universidade Federal do Piauí kelyoliveira_@hotmail.com INTRODUÇÃO A escola é a

Leia mais

Prof. Jairo Molina - Gestão em Petróleo e Gás. Entendendo a Administração. Prof. Jairo Molina

Prof. Jairo Molina - Gestão em Petróleo e Gás. Entendendo a Administração. Prof. Jairo Molina Entendendo a Administração Prof. Jairo Molina 1 Entendendo a Administração Metas principais: 1) Entender o significado da palavra administração. 2) A importância da administração para as diferentes organizações

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Pedagogia Missão O Curso de Pedagogia tem por missão a formação de profissionais de educação autônomos e cooperativos, capazes de pensar, investigar, decidir, planejar,

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar IV Carga Horária Semestral: 40 Semestre do Curso: 7º 1 - Ementa (sumário, resumo) Dimensões da participação: política,

Leia mais

Habilidades Cognitivas. Prof (a) Responsável: Maria Francisca Vilas Boas Leffer

Habilidades Cognitivas. Prof (a) Responsável: Maria Francisca Vilas Boas Leffer Habilidades Cognitivas Prof (a) Responsável: Maria Francisca Vilas Boas Leffer As competências nas Problematizações das unidades de aprendizagem UNID 2.1 Construindo as competências sob os pilares da educação

Leia mais

O PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NO CAMPUS AMAJARI - IFRR: PERCEPÇÕES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS

O PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NO CAMPUS AMAJARI - IFRR: PERCEPÇÕES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS O PLANEJAMENTO PEDAGÓGICO DOCENTE NA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA NO CAMPUS AMAJARI - IFRR: PERCEPÇÕES, DESAFIOS E PERSPECTIVAS Luana Firmino Lobo Licenciada em Pedagogia e Mestranda em Educação

Leia mais

Índice. 1. O Processo de Organização Escolar Pensando para a Prática Grupo Módulo 8

Índice. 1. O Processo de Organização Escolar Pensando para a Prática Grupo Módulo 8 GRUPO 5.1 MÓDULO 8 Índice 1. O Processo de Organização Escolar...3 1.1. Pensando para a Prática... 3 2 1. O PROCESSO DE ORGANIZAÇÃO ESCOLAR O processo de organização escolar dispõe de etapas a fim de que

Leia mais

RESGATE CULTURAL: CONSTRUINDO UMA PIPA

RESGATE CULTURAL: CONSTRUINDO UMA PIPA RESGATE CULTURAL: CONSTRUINDO UMA PIPA INTRODUÇÃO O presente trabalho elucida aspectos relevantes de um planejamento elaborado para uma turma de 3ª ano do Ensino Fundamental/Séries Iniciais que tem como

Leia mais

As características de um bom plano são (memorizar):

As características de um bom plano são (memorizar): PLANEJAMENTO ESCOLAR AULA 1 Principais autores Vasconcellos, Libâneo, Gandin O que vai cair? Planejamento Escolar: O que é, qual o seu objetivo, quais as características, os pontos fortes Níveis ou tipos

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Educação Física - Licenciatura Campus: Nova Iguaçu Missão A missão do Curso de Educação Física no campus Nova Iguaçu é formar Professor de Educação Física generalista,

Leia mais

PLANEJAMENTO ESCOLAR. Dra. Regina Magna Bonifácio de Araújo Disciplina DEEDU 517 ICHS - UFOP

PLANEJAMENTO ESCOLAR. Dra. Regina Magna Bonifácio de Araújo Disciplina DEEDU 517 ICHS - UFOP PLANEJAMENTO ESCOLAR Dra. Regina Magna Bonifácio de Araújo Disciplina DEEDU 517 ICHS - UFOP Planejamento e Plano Planejar é uma necessidade constante em todas as áreas da atividade humana. Planejar é analisar

Leia mais

Integralização de Carga Horária Regulamento Institucional Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte

Integralização de Carga Horária Regulamento Institucional Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte Integralização de Carga Horária Regulamento Institucional Faculdade de Ciências Sociais de Guarantã do Norte REGULAMENTO: INTEGRALIZAÇÃO DA CARGA HORÁRIA NOS CURSOS DE GRADUAÇÃO CAPITULO I DAS CONSIDERAÇÕES

Leia mais

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL

TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Curso Gestão para Educação de Qualidade 1 TEXTO 2 EDUCAÇÃO DE QUALIDADE UM DIREITO SOCIAL Sonia Balzano... a escola de qualidade é aquela que tem como valor fundamental a garantia dos direitos de aprendizagem

Leia mais

GESTÃO ESCOLAR. Profª Sandra Santos Aula 1

GESTÃO ESCOLAR. Profª Sandra Santos Aula 1 GESTÃO ESCOLAR Profª Sandra Santos Aula 1 Segundo Libâneo o estudo da escola como organização de trabalho não é novo, há toda uma pesquisa sobre administração escolar que remonta aos pioneiros da educação

Leia mais

O PAPEL DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NA INSTITUIÇÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE PARNAÍBA-PI

O PAPEL DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NA INSTITUIÇÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE PARNAÍBA-PI O PAPEL DA GESTÃO DEMOCRÁTICA NA INSTITUIÇÃO ESCOLAR: UM ESTUDO DE CASO REALIZADO EM DUAS ESCOLAS PÚBLICAS DA CIDADE DE PARNAÍBA-PI Francisca Natalia Neres da Silva ¹, Andréia Cristina Sousa Oliveira ²,

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO / UERJ COORDENAÇÕES E DEPARTAMENTOS

FACULDADE DE EDUCAÇÃO / UERJ COORDENAÇÕES E DEPARTAMENTOS FACULDADE DE EDUCAÇÃO / UERJ COORDENAÇÕES E DEPARTAMENTOS Professoras Paula Cid e Luciana Velloso Coordenação do Curso de Pedagogia da Faculdade de Educação. Faculdade de Educação Estrutura Direção e Vice-Direção:

Leia mais

Reunião de Coordenação

Reunião de Coordenação Reunião de Coordenação 2018 Reunião de Coordenação Objetivo Objetivo OBJETIVO GERAL Apresentar o Plano de Trabalho 2018. OBJETIVOS ESPECÍFICOS Refletir sobre os novos cenários da educação; Apresentar as

Leia mais

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC

Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CNEC Regulamento de Trabalho Acadêmico Efetivo (TAE) Aplicável aos alunos matriculados nas estruturas curriculares implementadas até o 2º semestre de 2015. Faculdade

Leia mais

Relações pedagógicas. Professor aluno. Ensino aprendizagem. Teoria e prática. Objetivo e avaliação. Conteúdo e método

Relações pedagógicas. Professor aluno. Ensino aprendizagem. Teoria e prática. Objetivo e avaliação. Conteúdo e método Relações pedagógicas Professor aluno Ensino aprendizagem Teoria e prática Objetivo e avaliação Conteúdo e método A linha mestra que norteia qualquer ação na educação está relacionada à relação humana.

Leia mais

Nota: Este módulo abordará aspectos relacionados à administração do capital intelectual e a relação entre os gestores de linha e o Recursos Humanos.

Nota: Este módulo abordará aspectos relacionados à administração do capital intelectual e a relação entre os gestores de linha e o Recursos Humanos. MÓDULO V Nota: Este módulo abordará aspectos relacionados à administração do capital intelectual e a relação entre os gestores de linha e o Recursos Humanos. A IMPORTÂNCIA DA ADMINISTRAÇÃO DE TALENTOS

Leia mais

ADMINISTRAÇÃO: CONCEITOS INICIAIS

ADMINISTRAÇÃO: CONCEITOS INICIAIS ADMINISTRAÇÃO: CONCEITOS INICIAIS Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@fatecourinhos.edu.br Alguns pressupostos Organização: Interação entre duas ou mais pessoas para alcançar determinados objetivos Universalidade

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA OBSERVAÇÃO NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA II

A IMPORTÂNCIA DA OBSERVAÇÃO NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA II A IMPORTÂNCIA DA OBSERVAÇÃO NO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DE LÍNGUA PORTUGUESA E LITERATURA II Djeisci Monique Maldaner (UNIOESTE)1 Tábata Vanessa Schulze (UNIOESTE)2 Jéssica Paula Vescovi (Orientadora - UNIOESTE)3

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS SOBRE O PVE Saiba no que acreditamos e como vamos trabalhar as competências O programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE) é uma iniciativa do Instituto Votorantim e das empresas

Leia mais

. Palavras chave: formação docente, estágio supervisionado, disciplinas pedagógicas.

. Palavras chave: formação docente, estágio supervisionado, disciplinas pedagógicas. NA CONTRAMÃO DA RACIONALIDADE TÉCNICA: POSSIBILIDADES DE REPENSAR A FORMAÇÃO DOCENTE Resumo Janaína de Azevedo Corenza PUC-Rio IFRJ A formação docente deve se constituir em um processo de reflexão que

Leia mais

REFLEXÕES INICIAIS SOBRE LETRAMENTO

REFLEXÕES INICIAIS SOBRE LETRAMENTO REFLEXÕES INICIAIS SOBRE LETRAMENTO Jéssica Caroline Soares Coelho 1 Elson M. da Silva 2 1 Graduanda em Pedagogia pela UEG- Campus Anápolis de CSEH 2 Doutor em Educação e docente da UEG Introdução O objetivo

Leia mais

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Superintendência Executiva de Educação Marcos das Neves Superintendência

Leia mais

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Superintendência Executiva de Educação Marcos das Neves Superintendência

Leia mais

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Superintendência Executiva de Educação Marcos das Neves Superintendência

Leia mais

EXPLICAÇÕES SOBRE ESTRUTURA CURRICULAR E SEUS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS

EXPLICAÇÕES SOBRE ESTRUTURA CURRICULAR E SEUS ELEMENTOS CONSTITUTIVOS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE PROJETOS E ACOMPANHAMENTO CURRICULAR DIVISÃO DE PLANEJAMENTO E AVALIAÇÃO DE PROJETOS E ACOMPANHAMENTO CURRICULAR DIVISÃO DE DESENVOLVIMENTO CURRICULAR EXPLICAÇÕES

Leia mais

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Superintendência Executiva de Educação Marcos das Neves Superintendência

Leia mais

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS

MATRIZ DE COMPETÊNCIAS MATRIZ DE COMPETÊNCIAS SOBRE O PVE Saiba no que acreditamos e como vamos trabalhar as competências O programa Parceria Votorantim pela Educação (PVE) é uma iniciativa do Instituto Votorantim e das empresas

Leia mais

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO EDUCACIONAL: REFLEXÕES TEÓRICO PRÁTICAS

ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO EDUCACIONAL: REFLEXÕES TEÓRICO PRÁTICAS ESTÁGIO SUPERVISIONADO EM GESTÃO EDUCACIONAL: REFLEXÕES TEÓRICO PRÁTICAS Autor(a): Luanna Maria Beserra Filgueiras (1); Maria das Graças Soares (1); Jorismildo da Silva Dantas (2); Jorge Miguel Lima Oliveira

Leia mais

A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO

A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO A INSERÇÃO DA HISTÓRIA DA MATEMÁTICA NO ENSINO FUNDAMENTAL NAS ESCOLAS DO MUNICÍPIO DE SOMBRIO 1 BASSANI, Joel de Oliveira; 2 ANDRADE, Elisiane Cardoso de; 3 ROCHO, Valdirene da Rosa; 4 BRASIL, Carla Sofia

Leia mais

Palavras-chave: Laboratório de Matemática; Pibid; Práticas Pedagógicas.

Palavras-chave: Laboratório de Matemática; Pibid; Práticas Pedagógicas. na Contemporaneidade: desafios e possibilidades INICIAÇÃO A DOCÊNCIA NO LABORATÓRIO DE ENSINO DE MATEMÁTICA: PLANEJAMENTO, REALIZAÇÃO E REFLEXÃO DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DE MATEMÁTICA DE ENSINO MÉDIO Jéssica

Leia mais

Funções da Administração. Administrar é a tarefa de tomar decisões sobre recursos para atingir objetivos

Funções da Administração. Administrar é a tarefa de tomar decisões sobre recursos para atingir objetivos Funções da Administração Administrar é a tarefa de tomar decisões sobre recursos para atingir objetivos 1 Funções Administrativas Escola Clássica = Fayol = PO3C Prever, Organizar, Comandar, Coordenar e

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE Ludicidade na escola da Infância; Formação de Professores; Ação extensionista.

PALAVRAS-CHAVE Ludicidade na escola da Infância; Formação de Professores; Ação extensionista. 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: (marque uma das opções) ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO

Leia mais

COMO INOVAR NO MERCADO DO TURISMO

COMO INOVAR NO MERCADO DO TURISMO COMO INOVAR NO MERCADO DO TURISMO 2 Introdução Como Inovar no mercado de turismo deve ser uma indagação contínua e crescente dentro de qualquer empresa que almeja algum sucesso. Já reparou nas empresas

Leia mais

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2012

Ginástica Geral. Prof. Dra. Bruna Oneda 2012 Ginástica Geral Prof. Dra. Bruna Oneda 2012 professora@brunaoneda.com.br Ginástica Geral (GG) Compreende um vasto leque de atividades físicas, nas quais acontecem manifestações gímnicas e/ou culturais.

Leia mais

Governador de Pernambuco Paulo Câmara. Vice-governador de Pernambuco Raul Henry. Secretário de Educação Frederico Amancio

Governador de Pernambuco Paulo Câmara. Vice-governador de Pernambuco Raul Henry. Secretário de Educação Frederico Amancio Governador de Pernambuco Paulo Câmara Vice-governador de Pernambuco Raul Henry Secretário de Educação Frederico Amancio Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação Ana Selva Secretário Executivo

Leia mais

A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA

A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA A GESTÃO PARTICIPATIVA NA CONSTRUÇÃO DA CIDADANIA Teresa Leopoldina dos Santos Ribeiro 1 Anelise Bravo Friedriczewski 2 Resumo: A gestão escolar, com o viés participativo e democrático, demonstra-se cada

Leia mais

Currículo: que pessoas queremos formar?

Currículo: que pessoas queremos formar? Pátio Revista Pedagógica Nº 0 - fev/abr 1997 Currículo: que pessoas queremos formar? Currículo: Um caminho que envolve muitas responsabilidades Vinícius Signorelli * O debate sobre a questão curricular

Leia mais

Educação em Saúde. Educação Permanente em Saúde. Responsável pelo Conteúdo: Profa. Solange S. Mascarenhas Chagas

Educação em Saúde. Educação Permanente em Saúde. Responsável pelo Conteúdo: Profa. Solange S. Mascarenhas Chagas Educação em Saúde Educação em Saúde Educação Permanente em Saúde Responsável pelo Conteúdo: Profa. Solange S. Mascarenhas Chagas Revisão Textual: Profa. Esp. Marcia Ota Unidade Educação Permanente em

Leia mais

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL

CURSO PÓS-GRADUAÇÃO EDUCAÇÃO INFANTIL A Ed. Infantil vem obtendo um espaço importante dentro do contexto educacional desde que passou a ser integrante da Educação Básica. A primeira infância corresponde ao período que vai desde a concepção

Leia mais

Aula 5 Conceito de avaliação.

Aula 5 Conceito de avaliação. Didática do Ensino Superior Aula 5 Conceito de avaliação. Profa. Laís Cordeiro Avaliação Ú Do latim e a-valere, que significa "dar valor a...". Ú No entanto, o conceito "avaliação" é expresso como sendo

Leia mais

Questão 1. pela concepção behaviorista; pela teoria de Piaget; pela teoria de Vigotski.

Questão 1. pela concepção behaviorista; pela teoria de Piaget; pela teoria de Vigotski. Questão Experiência: contato com algo, participação em algo, exposição a eventos internos ou externos aos quais o organismo é sensível. Aprendizagem: mudanças relativamente permanentes no potencial de

Leia mais

Planejamento Educacional

Planejamento Educacional Plano da Disciplina DISCIPLINA Planejamento e Avaliação da educação e da Aprendizagem. PROFESSORA PERÍODO/CARGA HORÁRIA Abimailde Maria Cavalcante Fonseca Ribeiro 60 horas/aulas Objetivo: Reconhecer o

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA PERFIL PROFISSIONAL DO TUTOR DE CURSOS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Área profissional: Educação Segmento tecnológico: Educação a Distância Qualificação profissional: Tutor de Cursos de Educação a Distância

Leia mais

Orientações para os primeiros dias letivos

Orientações para os primeiros dias letivos Orientações para os primeiros dias letivos Com foco na Aprendizagem Matemática Ensino Fundamental Anos Finais Ensino Médio O pressuposto tanto biológico quanto filosófico de que o homem é um ser inacabado,

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Gestão Escolar I. Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º

PLANO DE ENSINO. Curso: Pedagogia. Disciplina: Gestão Escolar I. Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º PLANO DE ENSINO 2016 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) Evolução e tendências da administração moderna. A

Leia mais

AVALIAÇÃO GERENCIAL - PÓS-TREINAMENTO

AVALIAÇÃO GERENCIAL - PÓS-TREINAMENTO AVALIAÇÃO GERENCIAL - PÓS-TREINAMENTO VISÃO GERENCIAL 1. Realizado o treinamento, posso afirmar que: ( ) Nada mudou quanto ao que entendia do meu papel na Empresa. ( ) Algo mudou quanto ao que entendia

Leia mais

PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho. VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa

PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho. VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Kleber Montezuma Fagundes dos Santos SECRETÁRIA EXECUTIVA

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Plano de Trabalho Docente 015 ETEC: Mairiporã Código: 71 Município: Mairiporã EE: Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico

Leia mais

NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - Funções do Gestor de Pessoas. - Conceito e processos da área de Gestão de Pessoas.

NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - Funções do Gestor de Pessoas. - Conceito e processos da área de Gestão de Pessoas. NOÇÕES DE GESTÃO DE PESSOAS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA - Funções do Gestor de Pessoas. - Conceito e processos da área de Gestão de Pessoas. - Recrutamento e Seleção. Treinamento e Desenvolvimento. Incentivos

Leia mais

A FORMAÇÃO DOCENTE: PIBID E O ESTÁGIO SUPERVISIONADO

A FORMAÇÃO DOCENTE: PIBID E O ESTÁGIO SUPERVISIONADO A FORMAÇÃO DOCENTE: PIBID E O ESTÁGIO SUPERVISIONADO Regina Célia Cola Rodrigues Mestranda em Educação: Currículo PUC/SP Profª Drª Neide de Aquino Noffs Professora Orientadora da Pesquisa Resumo O presente

Leia mais

Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP)

Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP) Gestão de pessoas: desenvolvimento de liderança e organização de equipe (GP) Principais abordagens teóricas e metodológicas para o desenvolvimento da liderança e sua aplicação: empowerment, organização

Leia mais

GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho. SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva

GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho. SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva Secretaria de Estado da Educação GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva SECRETÁRIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO Laura Cristiane de Souza

Leia mais

PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho. VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa

PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho. VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa PREFEITO DE TERESINA Firmino da Silveira Soares Filho VICE-PREFEITO DE TERESINA Ronney Wellington Marques Lustosa SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO Kleber Montezuma Fagundes dos Santos SECRETÁRIA EXECUTIVA

Leia mais

GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho. SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva

GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho. SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva Secretaria de Estado da Educação GOVERNADOR DE ALAGOAS José Renan Calheiros Filho SECRETÁRIO DE ESTADO DA EDUCAÇÃO José Luciano Barbosa da Silva SECRETÁRIA EXECUTIVA DE EDUCAÇÃO Laura Cristiane de Souza

Leia mais

PERFIL DO ALUNO CONHECIMENTOS. CAPACIDADES. ATITUDES.

PERFIL DO ALUNO CONHECIMENTOS. CAPACIDADES. ATITUDES. PERFIL DO ALUNO CONHECIMENTOS. CAPACIDADES. ATITUDES. Educar para um Mundo em Mudança. Educar para Mudar o Mundo. Maria Emília Brederode Santos PERFIL DO ALUNO 2 INTRODUÇÃO As mudanças no mundo, hoje,

Leia mais

PLANEJAMENTO DE ENSINO

PLANEJAMENTO DE ENSINO PLANEJAMENTO DE ENSINO UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS CÂMPUS CAMPOS BELOS GERALDO MAGELA DE PAULA gmagela@wordpress.com CARACTERÍSTICAS DA FORMAÇÃO DO PROFESSOR PARA O SÉCULO XXI o momento histórico está

Leia mais

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA

A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA 27 a 30 de Agosto de 2014 A CONTEXTUALIZAÇÃO COMO AGENTE FACILITADOR NO PROCESSO ENSINO E APRENDIZAGEM DA MATEMÁTICA BARROSO, Poliana Polinabarroso@saocamilo-es.br BICALHO, Alessandro Erick alessandrobicalho@saocamilo-es.br

Leia mais

GESTÃO ESCOLAR E HUMANIZAÇÃO

GESTÃO ESCOLAR E HUMANIZAÇÃO GESTÃO ESCOLAR E HUMANIZAÇÃO Luciana Antunes Perez Resumo A presente pesquisa tem por objetivo compreender as possiblidades de trabalho do gestor escolar enquanto mediador das ações que ocorrem dentro

Leia mais

CURSO ONLINE: O PROCESSO DECISÓRIO ORGANIZACIONAL

CURSO ONLINE: O PROCESSO DECISÓRIO ORGANIZACIONAL CURSO ONLINE: O PROCESSO DECISÓRIO ORGANIZACIONAL 1 O QUE SIGNIFICA ADMINISTRAR DECISÕES Administrar uma decisão é fazer uma escolha racional, dentre alternativas disponíveis e que se faz presente em todos

Leia mais

PERSPECTIVAS FORMATIVAS DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA

PERSPECTIVAS FORMATIVAS DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR: RELATO DE EXPERIÊNCIA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ NÚCLEO DE ESTUDOS, PESQUISA E EXTENSÃO SOBRE FORMAÇÃO DE PROFESSOR E PRÁTICA EDUCATIVA PERSPECTIVAS FORMATIVAS DO TRABALHO INTERDISCIPLINAR: RELATO

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Gestão Escolar I Carga Horária Semestral: 40 horas Semestre do Curso: 4º 1 - Ementa (sumário, resumo) Evolução e tendências da administração

Leia mais

PLANEJAMENTO ESCOLAR. Importância e significado do planejamento escolar Tipos de planos Requisitos para o planejamento.

PLANEJAMENTO ESCOLAR. Importância e significado do planejamento escolar Tipos de planos Requisitos para o planejamento. PLANEJAMENTO ESCOLAR Importância e significado do planejamento escolar Tipos de planos Requisitos para o planejamento. O significado e a importância do planejamento escolar: O trabalho docente é uma atividade

Leia mais

Diretrizes Curriculares 17 a 18 de janeiro de 2002

Diretrizes Curriculares 17 a 18 de janeiro de 2002 Diretrizes Curriculares 17 a 18 de janeiro de 2002 Documento do Fórum de Entidades em Psicologia PROJETO DE RESOLUÇÃO INSTITUI AS DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO EM PSICOLOGIA

Leia mais

UMA REFLEXÃO INTRODUTÓRIA

UMA REFLEXÃO INTRODUTÓRIA UMA REFLEXÃO INTRODUTÓRIA Maria Doninha de Almeida* Uma proposta acadêmica significativa para a universidade pública, neste momento, deve ser parte e resultado de um processo contínuo de reflexões e decisões

Leia mais

4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem

4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem ESTÁGIO CURRICULAR SUPERVISIONADO: PROMOÇÃO DA SAÚDE NA EDUCAÇÃO BÁSICA e METODOLOGIA DO ENSINO DE ENFERMAGEM I 4 Ano Curso Bacharelado e Licenciatura em Enfermagem ESTÁGIO Lei 6494/77 regulamentada pelo

Leia mais

O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS

O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS O RACIOCÍNIO PROPORCIONAL UTILIZADO PELOS ALUNOS DO 1 ANO DO ENSINO MÉDIO AO RESOLVER PROBLEMAS Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 Mayara de Souza

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I

INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I INSTRUÇÃO NORMATIVA DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO DO CURSO DE LICENCIATURA EM QUIMICA SECÃO I DA DEFINIÇÃO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Art. 1º - A Coordenação do Curso de Licenciatura em Química da UTFPR Campus

Leia mais

PROVINHA BRASIL Orientações para Secretarias de Educação Primeiro Semestre

PROVINHA BRASIL Orientações para Secretarias de Educação Primeiro Semestre PROVINHA BRASIL Orientações para Secretarias de Educação Primeiro Semestre - 2010 INFORME GESTOR teste capa verde.indd 1 13/1/2010 08:40:47 Presidência da República Federativa do Brasil Ministério da Educação

Leia mais

IMAGENS DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM CHARGES E CARTUNS POSTADOS NA INTERNET

IMAGENS DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM CHARGES E CARTUNS POSTADOS NA INTERNET IMAGENS DE PROFESSORES DE MATEMÁTICA EM CHARGES E CARTUNS POSTADOS NA INTERNET Luiz Henrique Ferraz Pereira 1 Resumo O presente trabalho surge como uma reflexão de como se representa o universo de relações

Leia mais

Gestão da qualidade sustentável da educação: desenvolvimento da capacidade de avaliação para a tomada de decisões. www.juliofurtado.com.br www.juliofurtado.com.br 1 Gerenciar Gerir Cuidar para que os processos

Leia mais

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira

Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo. Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Governo do Estado de Goiás Marconi Perillo Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte Raquel Figueiredo Alessandri Teixeira Superintendência Executiva de Educação Marcos das Neves Superintendência

Leia mais

Disciplina: Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia Prof.ª Dra. Eduarda Maria Schneider Aula 03/05

Disciplina: Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia Prof.ª Dra. Eduarda Maria Schneider Aula 03/05 Disciplina: Didática Aplicada ao Ensino de Ciências e Biologia Prof.ª Dra. Eduarda Maria Schneider Aula 03/05 Questões conceituais METODOLOGIA Etimologicamente : Origem Grega Methodos (objetivo, finalidade),

Leia mais

ETAPA 2 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC PARA GESTORES EDUCACIONAIS E ESCOLARES

ETAPA 2 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC PARA GESTORES EDUCACIONAIS E ESCOLARES ETAPA 2 COMPETÊNCIAS GERAIS DA BNCC PARA GESTORES EDUCACIONAIS E ESCOLARES Módulo de Formação Orientações Módulo Documento Conceitual Preparação Objetivos: Conhecer as competências gerais da BNCC e reconhecer

Leia mais

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte

Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas. Profa. Karina de M. Conte Universidade de São Paulo Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto Enf. Psiquiátrica e Ciências Humanas Profa. Karina de M. Conte 2017 DIDÁTICA II Favorecer a compreensão do processo de elaboração, gestão,

Leia mais

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT

Curso: PEDAGOGIA Curriculo: 0004-L DISCIPLINAS EM OFERTA 2º Semestre de NOT GR02734 GR02105 GR02160 GR02735 GR02736 SEMESTRE 1 Carga Horária Docentes Escola e Contexto 72.00 Não ofertada no 2º semestre de 2016 Estudo da Formação da Sociedade Contemporânea 72.00 Não ofertada no

Leia mais

ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO

ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO Unidade II ORIENTAÇÃO E PRÁTICA DE GESTÃO DA EDUCAÇÃO EM AMBIENTES ESCOLARES E NÃO ESCOLARES Prof. Tarciso Joaquim de Oliveira 5. Prática de gestão da educação no contexto da atualidade O propósito dessa

Leia mais

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT SEAPE 2015 ENCARTE Revista Pedagógica. Língua Portuguesa. 5º ano DO Ensino Fundamental 1 SEAPE 2015 ENCARTE Revista Pedagógica. Língua Portuguesa. 5º ano DO Ensino Fundamental 2 GOVERNADOR DO ESTADO DO

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Professor Sergio Loncan

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Professor Sergio Loncan GESTÃO DO CONHECIMENTO Professor Sergio Loncan OBJETIVO Incentivo à reflexão e estudo da Gestão do Conhecimento e suas estruturas nas organizações tanto públicas como privadas, de maneira a se poder buscar

Leia mais

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Professor Sergio Loncan

GESTÃO DO CONHECIMENTO. Professor Sergio Loncan GESTÃO DO CONHECIMENTO Professor Sergio Loncan OBJETIVO Incentivo à reflexão e estudo da Gestão das estruturas de conhecimento das organizações tanto públicas como privadas, de maneira a se poder buscar

Leia mais

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE MARCO ANTONIO BRANDÃO LOPES SECRETÁRIO ADJUNTO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

Noções de Administração TRT - Brasil. Rafael Ravazolo

Noções de Administração TRT - Brasil. Rafael Ravazolo Noções de Administração TRT - Brasil Rafael Ravazolo Matérias: 1 Funções da Administração: Planejar, Organizar, Dirigir e Controlar. 2 Planejamento Estratégico: Níveis de Planejamento, Análise SWOT, Planejamento

Leia mais

Resultados do Ciclo de Avaliação 2009

Resultados do Ciclo de Avaliação 2009 Resultados do Ciclo de Avaliação 2009 Panorama Atual SOCIEDADE COMPLEXA COMPETITIVA GLOBALIZADA TECNOLÓGICA ORGANIZAR PARA UM FUTURO INCERTO É PRECISO SER COMPETENTE A organização e a estrutura educacional

Leia mais

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT

GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE TIÃO VIANA VICE-GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE NAZARÉ MELLO ARAÚJO LAMBERT SECRETÁRIO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO E ESPORTE MARCO ANTONIO BRANDÃO LOPES SECRETÁRIO ADJUNTO DE EDUCAÇÃO

Leia mais

XVIII ENDIPE Didática e Prática de Ensino no contexto político contemporâneo: cenas da Educação Brasileira

XVIII ENDIPE Didática e Prática de Ensino no contexto político contemporâneo: cenas da Educação Brasileira A FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: PERSPECTIVAS LEGAIS E A REALIDADE DA PRÁTICA NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA/PR Camila Macenhan/UEPG i Bruna Caroline Camargo/UFPR ii Resumo: Este trabalho apresenta

Leia mais

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos

FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS. Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos FACULDADE PITÁGORAS DISCIPLINA: GESTÃO DE PROJETOS Prof. Msc. Carlos José Giudice dos Santos ÁREAS DE CONHECIMENTO Nós já sabemos que o Guia PMBOK é dividido em 10 áreas do conhecimento relacionadas ao

Leia mais

Governador de Pernambuco Paulo Câmara. Vice-governador de Pernambuco Raul Henry. Secretário de Educação Frederico Amancio

Governador de Pernambuco Paulo Câmara. Vice-governador de Pernambuco Raul Henry. Secretário de Educação Frederico Amancio Governador de Pernambuco Paulo Câmara Vice-governador de Pernambuco Raul Henry Secretário de Educação Frederico Amancio Secretária Executiva de Desenvolvimento da Educação Ana Selva Secretário Executivo

Leia mais

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód.

N Disciplina Nº CR C. H. Conteúdo Natureza. Introdução a EAD 4 60 DP Mód. 1 Obrigatória. Introdução à Filosofia 4 60 FG Mód. Apresentação O curso de Filosofia licenciatura, na modalidade a distância, é resultado do desejo de iniciar um trabalho inter e multidisciplinar na qualificação de profissionais que atuam ou atuarão na

Leia mais