SISTEMA DE APOIO EDUCACIONAL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SISTEMA DE APOIO EDUCACIONAL"

Transcrição

1 SISTEMA DE APOIO EDUCACIONAL Vandor R. V. Rissoli UnB Gama Apoio CNPq e FAPDF

2 AGENDA Processo Educacional Ambiente Virtual de Aprendizagem Interoperabilidade Sistema Tutor Inteligente Educação Personalizada Alguns Resultados

3 PROCESSO EDUCACIONAL O Processo Ensino-Aprendizagem Metodologias Educacionais Modalidades de Ensino Ferramentas diversas (softwares)

4 PROCESSO EDUCACIONAL Metodologias Educacionais Centrada na Aprendizagem Métodos Ativos Promove Aprendizagem Significativa para o Aprendiz Trabalha Habilidades do Aprendiz

5 AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Software educacional Compartilha conteúdos em vários formatos Realização de tarefas de estudo Interação entre todos os envolvidos

6 AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Gestão do Processo Educacional Atenção individual aos alunos Administração do próprio ritmo e tempo de aprendizagem Processo mais autônomo (autoinstrucional) e colaborativo

7 INTEROPERABILIDADE...habilidade de dois ou mais sistemas ou elementos de trocar informações entre si e usar essas informações que foram trocadas... (IEEE, 2000)

8 INTEROPERABILIDADE Sintetiza interoperabilidade em 3 dimensões (CS Transform, 2011) Técnica (tecnológica no geral) Semântica (uso significativo) Organizacional (negócio)

9 SISTEMA TUTOR INTELIGENTE...software educacional que emprega técnicas de Inteligência Artificial para identificar as dificuldades de aprendizado de cada indivíduo, fornecendolhes orientação sob medida para tal superação...

10 SISTEMA TUTOR INTELIGENTE Arquitetura modular Centrado no apoio ao estudante Capacidade de ensinar e aprender

11 SISTEMA TUTOR INTELIGENTE Avanço para tecnologia ITA (Intelligent Teaching Assistant) Apoio ao processo educacional (ITA)

12 EDUCAÇÃO PERSONALIZADA Ensino com objetivo na Aprendizagem? Respeitar características do aprendiz Atender o aprendiz com qualidade e eficiência Aliar recursos (reais e virtuais) para uma educação mais eficiente

13 ALGUNS RESULTADOS Síntese Comparativa entre 3 semestres (disciplinas de Programação) Índices de Aprovação em T1 e T2

14 ALGUNS RESULTADOS Pesquisando junto aos alunos Solicitação de Orientação em T1 Seguiram a Orientação em T1 Opinião de quem usou a MInA (T1) Opinião de quem NÃO usou (T2)

15 ALGUNS RESULTADOS Graduação em Ciência da Computação 2 disciplinas iniciais e consecutivas de Programação (3 semestres diferentes) Mesmo docente e grupo de controle A

16 ALGUNS RESULTADOS Comprovação estatística pelo Teste F sobre os índices de aprovação Análise de Variância Comparação dois a dois (par de semestres) Diferença mínima significativa (Teste de Tukey)

17 CONSIDERAÇÕES FINAIS Educação promovendo habilidades sociais, interativas e intelectuais Interoperabilidade no apoio a Educação Maior participação e autonomia discente Agentes + + Humanos Metodologia Tecnologia RESULTADOS MAIS SATISFATÓRIOS " ensinar 'menos' para o aluno aprender 'mais'..."

18 AGRADECIMENTOS

Objetivo do curso: Público Alvo: Critérios de admissão para o curso:

Objetivo do curso: Público Alvo: Critérios de admissão para o curso: A Faculdade AIEC, mantida pela Associação Internacional de Educação Continuada AIEC, iniciou, em 2002, o curso de Bacharelado em Administração, na metodologia semipresencial. Foi pioneira e até hoje é

Leia mais

REDAÇÃO PLANO DE CURSO

REDAÇÃO PLANO DE CURSO REDAÇÃO PLANO DE CURSO Sumário 1. INFORMAÇÕES GERAIS... 2 2. EMENTA... 2 3. OBJETIVO... 3 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO... 3 5. PROPOSTA METODOLÓGICA... 4 6. PROPOSTA AVALIATIVA... 5 7. APROVAÇÃO E REQUISITO

Leia mais

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG

NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL TÉCNICA E TECNOLÓGICA PRESENCIAIS DO IFNMG Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal do Norte de Minas Gerais Pró-Reitoria de Ensino NORMATIVA PARA OFERTA DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS

Leia mais

Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Computação Habilitação: Licenciatura em Computação

Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Computação Habilitação: Licenciatura em Computação Matriz Curricular Curso de Licenciatura em Habilitação: Licenciatura em LC101 Leitura e produção textual 30-10 40 2 - LC102 Informática e sociedade 30-10 40 2 - LC103 Inglês básico 50-10 60 3-1º LC104

Leia mais

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA

ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA ROBÓTICA PEDAGÓGICA LIVRE E EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: UMA EXPERIÊNCIA FORMATIVA Lorena Bárbara da R. Ribeiro [UNEB] Mary Valda Souza Sales [UNEB] Tarsis de Carvalho Santos [UNEB] O processo educativo cada

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO AMAPÁ IFAP CÂMPUS MACAPÁ 13 específica, de segunda-feira a sexta-feira e aos sábados, caso seja necessário para complementação do período letivo e/ou carga horária curricular. Cada aula tem durafao de 50min (cinquenta minutos),

Leia mais

LANÇAMENTOS DE LIVROS

LANÇAMENTOS DE LIVROS PROGRAMAÇÃO PRELIMINAR (SUJEITA A ALTERAÇÕES) - 01/Ago/2016 LANÇAMENTOS DE LIVROS EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA: IMPACTOS NOS PLANOS PROFISSIONAL E PESSOAL PACO EDITORIAL Autor: LETÍCIA MACHADO DOS SANTOS A OBRA

Leia mais

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE

VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas VÍDEO AULA 1 APRESENTAÇÃO DO CURSO 100% ON LINE Coordenador Prof. Dorival Magro Junior Mestre em Ciência da Computação EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

Leia mais

Um Assistente Virtual Inteligente Dirigido por Várias Metodologias Educacionais no Ensino em Informática

Um Assistente Virtual Inteligente Dirigido por Várias Metodologias Educacionais no Ensino em Informática Um Assistente Virtual Inteligente Dirigido por Várias Metodologias Educacionais no Ensino em Informática Abstract. This work shows the evolution of Intelligent Teaching Assistant SAE that include and provide

Leia mais

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS

LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS iii LISTA DE FIGURAS, GRÁFICOS, QUADROS E TABELAS Capítulo I Tabela nº 1 Composição da amostragem: professores e alunos em relação às quantidades de questionários enviados/recebidos na pesquisa.. 6 Tabela

Leia mais

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE

DISCIPLINA/ATIVIDADE. Total disciplinas Atividades Complementares DISCIPLINA/ATIVIDADE Fundação Educacional de Ituverava Faculdade Dr. Francisco Maeda O Diretor da Faculdade Dr. Francisco Maeda de Ituverava-SP, mantida pela Fundação Educacional de Ituverava, tendo em vista o disposto nas

Leia mais

EDUCAR NA ERA DIGITAL EDUCAÇÃO ADAPTATIVA NA EAD PROF. DR. STAVROS PANAGIOTIS XANTHOPOYLOS DNEAD SÃO PAULO, 22 DE NOVEMBRO DE 2016

EDUCAR NA ERA DIGITAL EDUCAÇÃO ADAPTATIVA NA EAD PROF. DR. STAVROS PANAGIOTIS XANTHOPOYLOS DNEAD SÃO PAULO, 22 DE NOVEMBRO DE 2016 EDUCAR NA ERA DIGITAL EDUCAÇÃO ADAPTATIVA NA EAD PROF. DR. STAVROS PANAGIOTIS XANTHOPOYLOS DNEAD - 2016 SÃO PAULO, 22 DE NOVEMBRO DE 2016 AGENDA O Mundo de Hoje A Educação na Era Digital Os Novos Desafios

Leia mais

Sistemas de Informações Gerenciais Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza

Sistemas de Informações Gerenciais Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Sistemas de Informações Gerenciais Apresentação da disciplina e proposta didática Prof. MSc Hugo Vieira L. Souza Este documento está sujeito a copyright. Todos os direitos estão reservados para o todo

Leia mais

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N.

CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. CURSO DE GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR MATUTINO Fase N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas Prérequisitos 01 Introdução à informática 04 60 02 Matemática instrumental

Leia mais

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação

Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Grade Curricular do Curso de Graduação em Engenharia de Computação Currículo 6 Aprovado pelo CDI em 30/05/16 - Carga Horária - Carga Horária Núcleo Básico 1.280h Carga Horária Núcleo Profissionalizante

Leia mais

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total

1º PERÍODO Carga horária Teórica Prática Total MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI FACULDADE DE CIÊNCIAS EXATAS E SOCIAIS APLICADAS CURSO DE GRADUAÇÃO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ESTRUTURA CURRICULAR 2008/1

Leia mais

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD?

O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? O que é EAD? Quais as competências necessárias ao professor e tutor para a EAD? Educação à distância A educação a distância (EaD) é definida como [...] o aprendizado planejado que ocorre normalmente em

Leia mais

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA

BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA BLOGS COMO APOIO A APRENDIZAGEM DE FÍSICA E QUÍMICA Silvia Ferreto da Silva Moresco Patricia Alejandra Behar UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE EDUCAÇÃO NÚCLEO DE TECNOLOGIA APLICADA

Leia mais

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland

A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA. Timothy Mulholland A ATUALIDADE DO PLANO ORIENTADOR DA UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA Timothy Mulholland O Plano Orientador de Anísio Teixeira e Darcy Ribeiro e o início da Universidade de Brasília 1962 Universidade de Brasília

Leia mais

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO

REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO REGULAMENTO DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO Licenciatura EM educação básica intercultural TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO Artigo 1º - O Estágio Supervisionado de que trata este regulamento refere-se à formação de

Leia mais

PROJETO DE INCLUSÃO DE DISCIPLINAS OPTATIVAS NO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAMPUS CURITIBA

PROJETO DE INCLUSÃO DE DISCIPLINAS OPTATIVAS NO CURSO DE BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO CAMPUS CURITIBA PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Campus Curitiba Curso de Bacharelado em Sistemas de Informação PROJETO DE INCLUSÃO DE DISCIPLINAS

Leia mais

Manual do Aluno Engenharia Insper i

Manual do Aluno Engenharia Insper i Manual do Aluno Engenharia Insper i Capítulo 1 A visão do Insper para a Engenharia A missão dos cursos de engenharia do Insper é: Desenvolver jovens engenheiros que estarão preparados para reconhecer as

Leia mais

INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES TUTORES NA EVASÃO DOS CURSOS A DISTÂNCIA

INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES TUTORES NA EVASÃO DOS CURSOS A DISTÂNCIA INFLUÊNCIA DOS PROFESSORES TUTORES NA EVASÃO DOS CURSOS A DISTÂNCIA Yara Maria Guisso de Andrade Facchini - IFSP yarafacchini@ifsp.edu.br Laura Rezende Franco - UNIFAE laura@fae.br Tipo: RELATO DE EXPERIÊNCIA

Leia mais

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso:

Educação Musical com Ênfase em Música popular Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso Educação Musical com Ênfase em Música popular é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

C u r r í c u l o p o r C o m p e t ê n c i a e Te n d ê n c i a s d e M e r c a d o. E l i a s C a d d a h

C u r r í c u l o p o r C o m p e t ê n c i a e Te n d ê n c i a s d e M e r c a d o. E l i a s C a d d a h C u r r í c u l o p o r C o m p e t ê n c i a e Te n d ê n c i a s d e M e r c a d o E l i a s C a d d a h Agenda Legislação/Contextualização; Conceitos Acadêmicos; Tendências Mercado; Desafios. LEGISLAÇÃO

Leia mais

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES

CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO SEMESTRALIZADO 10 SEMESTRES Situação Legal: Reconhecido Integralização: Mínimo 5 anos / Máximo 8 anos Carga Horária: 2.820h (188 créditos)

Leia mais

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância

Processo de Rematrículas para 2017/01. Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Processo de Rematrículas para 2017/01 Informativo para os cursos de graduação: Disciplinas na Modalidade de Educação à Distância Com base na Portaria 1134/2016 (DOU nº 196, terça-feira, 11 de outubro de

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓGICO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Avaliação do Ensino Aprendizagem Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 8º 1 - Ementa (sumário, resumo) Contextualização histórica

Leia mais

Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE

Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE Grupo de Pesquisa em Tecnologias, Informações e Informática em Saúde e Enfermagem - GIATE REGULAMENTO INTERNO CAPÍTULO I DENOMINAÇÃO, SEDE E FINALIDADES: Art.1º - O Grupo Pesquisa em Tecnologias, Informações

Leia mais

CONSIDERAÇÕES INICIAIS

CONSIDERAÇÕES INICIAIS Estatística Básica CONSIDERAÇÕES INICIAIS Renato Dourado Maia Instituto de Ciências Agrárias Universidade Federal de Minas Gerais Renato Dourado Maia 2/35 Formação Graduação: Engenharia de Controle e Automação

Leia mais

Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI

Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI Educação continuada para professores de inglês da rede pública - ECOPLI Universidade Federal do Espírito Santo. CCHN DLL. Abril 2012. Segundo encontro: Formação continuada de professores de inglês. The

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA: 4º Semestre EMENTA Plano de Ensino EIXO TECNOLÓGICO: GESTÃO E NEGÓCIOS IDENTIFICAÇÃO CURSO: Curso Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM

ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM ANÁLISE DO SCRATCH COMO FERRAMENTA DE AUXÍLIO APRENDIZAGEM Livia Ferreira Vidal Mestre em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda Docente/Coordenadora do Curso de

Leia mais

Você na EAD. Conteudista: Equipe Multidisciplinar. Campus Virtual Cruzeiro do Sul

Você na EAD. Conteudista: Equipe Multidisciplinar. Campus Virtual Cruzeiro do Sul Você no EAD Você na EAD Conteudista: Equipe Multidisciplinar Campus Virtual Cruzeiro do Sul Você na EAD Perfil e Perspectiva de Desenvolvimento Considerando que uma das características da educação a

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: Gestão de Pessoas no Setor Público Curso: ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Série/Período: 5º Carga Horária: 60h Horas Teórica: 60h Horas

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2016 Ensino Técnico Plano de Curso nº 246 aprovado pela portaria Cetec nº 181 de 26/09/2013 Etec Paulino Botelho Código: 091 Município: São Carlos Eixo Tecnológico: Informação

Leia mais

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG

MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG MINUTA REGULAMENTO- DIRETRIZES OPERACIONAIS PARA INCLUSÃO DE CARGA HORÁRIA SEMIPRESENCIAL EM CURSOS PRESENCIAIS DO IFG CAPÍTULO I DAS DISPOSIÇÕES INICIAIS O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia

Leia mais

PROJETO ROBÓTICA EDUCACIONAL

PROJETO ROBÓTICA EDUCACIONAL PROJETO ROBÓTICA EDUCACIONAL A vida tem mais imaginação do que carregamos dentro dos nossos sonhos. Cristóvão Colombo APRESENTAÇÃO O crescimento atual da robótica tanto educacional como competitiva, nos

Leia mais

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO

COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO INSTRUMENTO DE CONHECIMENTO, REFLEXÃO E DECISÃO ALBUQUERQUE, Rosa 1 NEGREIROS, Gláucia 2 VASCONCELOS, Maria Auxiliadora Marques 3 Introdução No ano de 2004 o Governo Federal

Leia mais

RESOLUÇÃO N o 235 de 31/01/ Consu

RESOLUÇÃO N o 235 de 31/01/ Consu RESOLUÇÃO N o 235 de 31/01/2017 - Consu Aditivo à Resolução n o 192, de 24/10/2016, que criou os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu presenciais, para oferta no ano de 2017. O Conselho Universitário (Consu),

Leia mais

Supervisão de Estágios

Supervisão de Estágios Supervisão de s Orientações ao estagiários A Coordenação de Curso tem como objetivos, orientar, esclarecer e fazer o encaminhamento documental do estágio, de forma a viabilizar a realização do estágio

Leia mais

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias

República Federativa do Brasil Governo Federal. Educação a Distância. e as novas tecnologias República Federativa do Brasil Governo Federal Ministério da Educação Educação a Distância e as novas tecnologias Educação Personalizada Vencendo as Barreiras Geográficas e Temporais EAD NO ENSINO PRESENCIAL

Leia mais

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Etec Etec: Professor Mário Antônio Verza Código: 164 Município: Palmital Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Habilitação Profissional: Técnico em Logística

Leia mais

Profa Dra.: Adriana Azevedo

Profa Dra.: Adriana Azevedo EAD Cenário e Possibilidades Profa Dra.: Adriana Azevedo Definição de EAD A Educação a Distância é a modalidade educacional na qual a mediação didático pedagógica nos processos de ensino e aprendizagem

Leia mais

Avaliação Institucional Docentes

Avaliação Institucional Docentes Avaliação Institucional Docentes A avaliação é um processo fundamental para a qualidade do trabalho desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior. Nesse sentido, a Comissão Própria de Avaliação (CPA)

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Pará, Servidora Pública do Estado:

Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Pará,   Servidora Pública do Estado: ANÁLISE DO CONHECIMENTO DE PROFESSORES E ALUNOS SOBRE A UTILIZAÇÃO DE SOFTWARES EDUCACIONAIS NO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM. Pabllo Antonny Silva dos Santos; Maria Cristina Quaresma e Silva; Vanessa

Leia mais

Desenvolvimento de um Museu Virtual 3D Utilizando Agentes Inteligentes

Desenvolvimento de um Museu Virtual 3D Utilizando Agentes Inteligentes Desenvolvimento de um Museu Virtual 3D Utilizando Agentes Inteligentes Encontro Unificado de Computação ENUCOMP 2012 Seção técnica 1 Inteligência Artificial Íthalo Bruno Grigório de Moura 1 Francisco Milton

Leia mais

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo

Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS. Uma instituição do grupo Educador A PROFISSÃO DE TODOS OS FUTUROS F U T U R O T E N D Ê N C I A S I N O V A Ç Ã O Uma instituição do grupo CURSO 2 OBJETIVOS Discutir e fomentar conhecimentos sobre a compreensão das potencialidades,

Leia mais

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR

PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR PLANO DE ENSINO DADOS DO COMPONENTE CURRICULAR Nome do COMPONENTE CURRICULAR: Matemática Financeira e Análise de Investimentos Curso: Curso de Bacharelado em Administração Pública Série/Período: 5º Carga

Leia mais

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial

Parte 1 Código / Área Temática. Educação Especial NOME DO CURSO: O Ensino de Língua Portuguesa como segunda língua para estudantes surdos e/ou com deficiência auditiva Nível: Especialização Modalidade: A distância Parte 1 Código / Área Temática Código

Leia mais

Programa de Formação Continuada para Docentes

Programa de Formação Continuada para Docentes Programa de Formação Continuada para Docentes Objetivos do programa Consolidar a identidade didático-pedagógica da instituição realizando reflexões com seus docentes sobre as diretrizes educacionais da

Leia mais

Profa. Dra. Maria Inês Fini

Profa. Dra. Maria Inês Fini Profa. Dra. Maria Inês Fini 1 Um dos maiores desafios a serem enfrentados pelas escolas de educação básica na última década é o estabelecimento de uma política para a educação básica formal no Brasil para

Leia mais

ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014.

ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014. ALUNO DIGITAL Formação para Estudantes Monitores do PROUCA Ensino Fundamental 6º, 7º e 8º 30 horas Erechim, maio de 2014. Prefeitura de Erechim Prefeito Paulo Alfredo Polis Vice-Prefeita Ana Lúcia de Oliveira

Leia mais

1. DAS CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO

1. DAS CONDIÇÕES PARA A INSCRIÇÃO A COORDENAÇÃO DA UNIVERSIDADE ABERTA DO BRASIL NA UFPE UAB/UFPE convid a os interessados a se inscreverem no processo de seleção simplificada para Cadastro de Reserva de Bolsistas CAPES como Tutor para

Leia mais

Didática: diálogos com a prática educativa

Didática: diálogos com a prática educativa Didática: diálogos com a prática educativa O sonho de todo professor é dar uma aula atrativa para os alunos, conquistando a atenção dos educandos e o interesse para a construção de uma aprendizagem significativa.

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PF 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PF 3 ÉTICA E CIDADANIA I PF 3 FÍSICA GERAL I PF 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PF 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS E PROGRAMAÇÃO

Leia mais

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos :

PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto Juntando os Cacos : Produção e Divulgação de Textos, vídeos, entrevistas. Nova Andradina-MS Setembro de 2014 ESCOLA ESTADUAL MARECHAL RONDON PROJETO: Projeto

Leia mais

AS DIFERENTES ABORDAGENS EDUCACIONAIS NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

AS DIFERENTES ABORDAGENS EDUCACIONAIS NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA AS DIFERENTES ABORDAGENS EDUCACIONAIS NO ÂMBITO DA EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SILVA, JÚLIA MARQUES CARVALHO DA 1 ; POSSAMAI, ALAN 2 RESUMO O presente trabalho apresenta um estudo de caso de um curso EaD aplicado

Leia mais

1ª ETAPA - TURMA D e K

1ª ETAPA - TURMA D e K CÁLCULO DIFERENCIAL E INTEGRAL I PAIE 3 CIÊNCIAS DO AMBIENTE PAIE 3 ÉTICA E CIDADANIA I PAIE 3 FÍSICA GERAL I PAIE 3 GEOMETRIA ANALÍTICA E VETORES PAIE 3 FÍSICA EXPERIMENTAL I PAIE 3 COMPUTAÇÃO, ALGORITMOS

Leia mais

O novo Mestrado em Engenharia Informática da FCT/UNL FCT/UNL. Departamento de Informática (2007/2008)

O novo Mestrado em Engenharia Informática da FCT/UNL FCT/UNL. Departamento de Informática (2007/2008) O novo Mestrado em Engenharia Informática da FCT/UNL (2007/2008) Departamento de Informática FCT/UNL Contexto Processo de Bolonha Novo enquadramento legal Novo paradigma de 3 ciclos de estudos Redefinição

Leia mais

1 ANEXO I - QUADRO GERAL DE VAGAS, REQUISITOS E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/TEMAS POR FACULDADE E ÁREAS, onde se lê:

1 ANEXO I - QUADRO GERAL DE VAGAS, REQUISITOS E CONTEÚDO PROGRAMÁTICO/TEMAS POR FACULDADE E ÁREAS, onde se lê: RETIFICAÇÃO DE Nº 01 DE 20 DE ABRIL DE 2016. EDITAL DE Nº 01 DE 31 DE MARÇO DE 2016. O Reitor da UniRV UNIVERSIDADE DE RIO VERDE, no uso de suas atribuições legais, torna pública a presente Retificação

Leia mais

OODLE 3. e ambientes virtuais interativos

OODLE 3. e ambientes virtuais interativos OODLE 3 e ambientes virtuais interativos Objetivo Apresentar novos recursos, atividades e características do Moodle versão 3 - e identificar outros serviços que, utilizados de forma integrada, possam ampliar

Leia mais

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Introdução

REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO. Introdução REGULAMENTO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO Introdução O presente regulamento constitui um documento interno do curso de Ciências Contábeis e tem por objetivo reger as atividades relativas ao Estágio Supervisionado.

Leia mais

Jogos Educativos. Joceline Mausolff Grübel. Marta Rosecler Bez. Centro Universitário Feevale

Jogos Educativos. Joceline Mausolff Grübel. Marta Rosecler Bez.  Centro Universitário Feevale Jogos Educativos Joceline Mausolff Grübel joceline.grubel@gmail.com Marta Rosecler Bez martabez@feevale.br Centro Universitário Feevale Novo Hamburgo, novembro de 2006. Roteiro Introdução A importância

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 5ª. Série Programação Distribuída A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

CNaPPES % dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet. 90% dos jovens usam redes sociais

CNaPPES % dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet. 90% dos jovens usam redes sociais CNaPPES.16 Gabinete de Apoio ao Tutorado GATu Isabel Gonçalves - Sofia Sá - Gonçalo Moura - Rita Wahl 97% dos jovens entre os 18 e os 29 utilizam a Internet (Pew Research Center s Internet & American Life

Leia mais

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012

JORNADAS DE REFLEXÃO. 6 e 7 de Setembro 2012 JORNADAS DE REFLEXÃO 6 e 7 de Setembro 2012 Formação Científica Sólida BOM POFESSOR Competências Pedagógicas Envolvimento e Sucesso dos Alunos CONCEITO DE ANDRAGOGIA PEDAGOGIA ANDRAGOGIA Educação de Adultos

Leia mais

GUIA DO CURSISTA. Apresentação

GUIA DO CURSISTA. Apresentação GUIA DO CURSISTA Apresentação Cara (o) Cursista, Seja bem-vinda (o) a mais um curso de extensão Novas Tecnologias e Metodologias na Educação (NTME), elaborado pela equipe Núcleo de Tecnologias Educacionais

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS

PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS PROCESSO SELETIVO DE TUTORES MÓDULO BÁSICO 2017 POLOS UFRN CENTRAL, CENEP, MOSSORÓ, CAICÓ E ANGICOS A Coordenação de Cursos Técnicos do Instituto Metrópole Digital (IMD) da Universidade Federal do Rio

Leia mais

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA -

EDITAL Nº 02/ Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO - CAPES CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO EDITAL Nº 02/2011 - Processo Seletivo de Bolsistas para o PIBID/UNIFRA - O Centro Universitário Franciscano, por

Leia mais

Apoio Significativo de um Assistente Virtual Inteligente no Processo de Aprendizagem em Programação

Apoio Significativo de um Assistente Virtual Inteligente no Processo de Aprendizagem em Programação Apoio Significativo de um Assistente Virtual Inteligente no Processo de Aprendizagem em Programação Wanderley Akira Shiguti, Vandor Roberto Vilardi Rissoli Universidade Católica de Brasília (UCB) QS 07

Leia mais

FACULDADE DE EDUCAÇÃO Curso de Graduação - Licenciatura em Pedagogia, na modalidade a distância

FACULDADE DE EDUCAÇÃO Curso de Graduação - Licenciatura em Pedagogia, na modalidade a distância FACULDADE DE EDUCAÇÃO Curso de Graduação - Licenciatura em Pedagogia, na modalidade a distância Parte deste material foi apresentado no Seminário de Pedagogia na Modalidade Semipresencial realizado na

Leia mais

RESOLUÇÃO N 17/16 CAEPE RESOLVE

RESOLUÇÃO N 17/16 CAEPE RESOLVE Conselho de Administração, Ensino, Pesquisa e Extensão CAEPE RESOLUÇÃO N 17/16 CAEPE REVOGA A RESOLUÇÃO Nº 08/15 E DISPÕE SOBRE AS NORMAS E CRITÉRIOS PARA A OFERTA E O FUNCIONAMENTO DE COMPONENTES CURRICULARES

Leia mais

ENSINO DE CIÊNCIAS BASEADO EM EXPERIMENTOS PARA A DIFUSÃO DOS FENÔMENOS QUE ENVOLVAM ÓTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL

ENSINO DE CIÊNCIAS BASEADO EM EXPERIMENTOS PARA A DIFUSÃO DOS FENÔMENOS QUE ENVOLVAM ÓTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL ENSINO DE CIÊNCIAS BASEADO EM EXPERIMENTOS PARA A DIFUSÃO DOS FENÔMENOS QUE ENVOLVAM ÓTICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL Marianne Cássia Carvalho Teixeira 1 ; Cícera Maria da Silva 1 ; Denise Barbosa da Silva 2

Leia mais

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO,

PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PROJETO IFPR/VIZIVALI INSTITUTO FEDERAL DO PARANÁ PRO-REITORIA REITORIA DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO DIREÇÃO DE ENSINO COORDENAÇÃO DE ENSINO SUPERIOR DIRETORIA DE EaD Equipe

Leia mais

ORIENTAÇÕES AVALIAÇÃO DA EQUIPE PRONATEC

ORIENTAÇÕES AVALIAÇÃO DA EQUIPE PRONATEC MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE RONDÔNIA PROGRAMA NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO TÉCNICO E EMPREGO- PRONATEC

Leia mais

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS

SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS SUZETE KEINER SOFTWARE EDUCACIONAL PARA ELABORAÇÃO DE PROVAS E EXERCÍCIOS CIOS Orientador: Prof.. Carlos Eduardo Negrão Bizzotto ROTEIRO Introdução Objetivos Informática na Educação Etapas de Implantação

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO E PESQUISA RESOLUÇÃO N.º 3.588, DE 04 DE SETEMBRO DE 2007 Homologa o Parecer nº 034/07-CEG, que aprova o Projeto Político

Leia mais

Software Livre: aprender e ensinar na EaD.

Software Livre: aprender e ensinar na EaD. Software Livre: aprender e ensinar na EaD. Eliane Silvestre Oliveira Fernanda Rolfhs Pereira Resumo: O presente trabalho irá abordar uma nova tecnologia utilizada na educação: os Softwares Livres e a EaD.

Leia mais

1 Utilização do Ambiente Virtual

1 Utilização do Ambiente Virtual 1 Utilização do Ambiente Virtual O objetivo deste roteiro é orientar sobre a utilização do ambiente virtual de aprendizado da UFV PVANet - no apoio ao processo educacional em disciplinas e cursos, nos

Leia mais

ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2

ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2 ASSISTENTES INTELIGENTES: CURSO PARA PROFESSOR EAD VIA MOODLE UTILIZANDO PLUGINS GUERRA, B. G. 1 ; SILVA, J. M. C. 2 RESUMO Os AVEAs têm sido cada vez mais utilizados como uma ferramenta de aplicação de

Leia mais

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA NA EDUCAÇÃO

A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA NA EDUCAÇÃO A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL APLICADA NA EDUCAÇÃO Guilherme Vota Pereira guivotap@hotmail.com Prof. Adilson Vahldick, Inteligência Artificial RESUMO: Este artigo irá efetuar um levantamento de publicações

Leia mais

Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru. Projeto Político Pedagógico

Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru. Projeto Político Pedagógico Bacharelado em Ciência da Computação Faculdade de Ciências Unesp - Bauru Projeto Político Pedagógico 23/março/2011 O que é PPP Todo curso tem objetivos que deseja alcançar, metas a cumprir e sonhos a realizar.

Leia mais

O Projeto Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual da UnB: 8 anos depois.

O Projeto Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual da UnB: 8 anos depois. Universidade de Brasília Instituto de Química O Projeto Ensino de Química a Alunos com Deficiência Visual da UnB: 8 anos depois. Larine Araújo Pires Orientadores: Gerson Mól e Patrícia Raposo Objetivos

Leia mais

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA

Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Relatório da IES ENADE 2012 EXAME NACIONAL DE DESEMEPNHO DOS ESTUDANTES FLORIANÓPOLIS UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais G O V E R N O F E D E

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016

PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016 PRÓ-REITORIA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA SELEÇÃO DE TUTORES PARA OS CURSOS DE GRADUAÇÃO E DE PÓS-GRADUAÇÃO NA MODALIDADE A DISTÂNCIA EDITAL Nº 01/2016 A Cruzeiro do Sul S/A, por meio da Pró-Reitoria de Educação

Leia mais

Nome do Curso Gestão de equipes. Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon

Nome do Curso Gestão de equipes. Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon Nome do Curso Gestão de equipes Carga horária: 72h Quantidade de aulas: 20 Docentes responsáveis pelo curso: Osvaldo Gastaldon Objetivo: Fornecer ao aluno o conhecimento holístico de Gestão de Equipes,

Leia mais

Ensino da Administração: a qualidade necessária MAURO KREUZ

Ensino da Administração: a qualidade necessária MAURO KREUZ Ensino da Administração: a qualidade necessária MAURO KREUZ Administrador e Professor Diretor da Câmara de Formação Profissional do Conselho Federal de Administração - CFA Orgulho de Ser ADMINISTRADOR!

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MATO GROSSO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL - PRPDI Orientação Geral O Plano de Desenvolvimento Institucional -PDI, elaborado para um período de 5

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO COORDENADORIA DE REGISTROS ACADÊMICOS PLANO DE ENSINO Dados de Identificação Componente Curricular: SL4053-ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EMENTA EIXO TECNOLÓGICO: Gestão e Negócios Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Superior em Administração FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( x ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER. Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER. Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER Projeto Khan Academy: plataforma educacional na construção da aprendizagem da Matemática IVINHEMA-MS JUNHO/2016 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER Projeto Khan

Leia mais

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação

Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil Universidade Federal de Santa Catarina Centro Universitário de Estudos e Pesquisas sobre Desastres Gestão de Desastres e Ações de Recuperação Área de desmoronamento

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO. Semestre letivo. 1. Identificação Código MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO Ano Semestre letivo 2016 2 1. Identificação Código 1.1 Disciplina: Engenharia da Informação 1640066 1.2

Leia mais

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO: EVASÃO E REPROVAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, CAMPUS AVANÇADO SOMBRIO

LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO: EVASÃO E REPROVAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, CAMPUS AVANÇADO SOMBRIO LINGUAGEM DE PROGRAMAÇÃO: EVASÃO E REPROVAÇÃO NO INSTITUTO FEDERAL CATARINENSE, CAMPUS AVANÇADO SOMBRIO Autores: Vinícius dos Santos FERNANDES, Vanderlei FREITAS JUNIOR. Identificação autores: Aluno e

Leia mais

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE FVJ COORDENAÇÃO DOS CURSOS DE LETRAS E DE PEDAGOGIA

FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE FVJ COORDENAÇÃO DOS CURSOS DE LETRAS E DE PEDAGOGIA FACULDADE DO VALE DO JAGUARIBE FVJ COORDENAÇÃO DOS CURSOS DE LETRAS E DE PEDAGOGIA PROJETO DE EXTENSÃO ACADÊMICA ENSINANDO PARA APRENDER: CAMINHOS DA PROFISSÃO Edital 006/2015 FVJ Seleção de alunos dos

Leia mais

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão

SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO. Missão SÍNTESE PROJETO PEDAGÓGICO Curso: Licenciatura em Matemática Missão O Curso de Licenciatura em Matemática tem por missão a formação de docentes com um novo perfil fundamentado na conexão de dois eixos,

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE MINAS GERAIS PUC MINAS CENTRO DE MEMÓRIA E DE PESQUISA HISTÓRICA INVENTÁRIO SUMÁRIO FUNDO CONSELHO DE REITORES DAS UNIVERSIDADES BRASILEIRAS - CRUB DATAS-LIMITE: 1966/1994

Leia mais

PSICOLOGIA MATUTINO / NOTURNO

PSICOLOGIA MATUTINO / NOTURNO PSICOLOGIA MATUTINO / NOTURNO 1º Ano / 1º Semestre / 1º Período Epistemologia e História da Psicologia I Estatística Instrumentos e Projetos de Pesquisa em Psicologia I Metodologia de Pesquisa @ Neurofisiologia

Leia mais