Certificar para Ganhar o Futuro Leiria, 17 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Certificar para Ganhar o Futuro Leiria, 17 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER"

Transcrição

1 Certificar para Ganhar o Futuro Leiria, 17 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER

2 AGENDA APCER: Quem Somos Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Campanha Nacional Objectivos Região Centro como Mercado Estratégico Plano de Acções

3 APCER: QUEM SOMOS

4 QUEM SOMOS Constituída em Abril de 1996 (IPQ, AIPortuguesa e AIPortuense, actual Associação Empresarial de Portugal); Início de Actividade em Outubro de 1996; Actualmente, o seu património social encontra-se repartido por 26 Associados (inclui AIP, AEP e IAPMEI e mais 23 Associações e Institutos); APCER é Líder de Mercado na actividade de Certificação; Certificados Emitidos 1996: : Mais de 4100

5 MISSÃO Prestar aos seus Clientes (Entidades Públicas e Privadas) Serviços de Certificação, que representem para estes Confiança e Valor Acrescentado, traduzidos numa efectiva Vantagem Competitiva.

6 PRINCIPAIS ÁREAS DE ACTIVIDADE CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE NP EN ISO 9001:2000 CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO AMBIENTAL NP EN ISO 14001:1999/NP EN ISO 14001:2004 e VERIFICAÇÃO EMAS II CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO (SST) OHSAS 18001:1999 / NP 4397:2001 CERTIFICAÇÃO HACCP SEGURANÇA ALIMENTAR CODEX ALIMENTARIUS ISO 22000:2005

7 PRINCIPAIS ÁREAS DE ACTIVIDADE CERTIFICAÇÃO DO PRODUTO BRC Global Standard Food CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL SA 8000 MARCAÇÃO CE ASCENSORES E PRODUTOS DE CONSTRUÇÃO CERTIFICAÇÃO NA ÁREA DAS TI s ISO 27001, QWeb VERIFICAÇÃO DOS RELATÓRIOS DE EMISSÕES DE GASES COM EFEITO DE ESTUFA COMÉRCIO EUROPEU DE LICENÇAS DE EMISSÃO - CELE

8 PRINCIPAIS ÁREAS DE ACTIVIDADE CERTIFICAÇÃO DE SERVIÇOS: ERS Requisitos para certificação de empreendimentos de turismo no espaço rural (TER) de natureza familiar, nas modalidades: Turismo de habitação, Turismo rural, Agro- Turismo e Casas de campo. Esta especificação de requisitos de serviço foi desenvolvida em parceria com a TURIHAB Solares de Portugal; ERS Qualidade e Segurança Alimentar na Restauração; Outros.

9 RECONHECIMENTO INTERNACIONAL A APCER é a Entidade Portuguesa representante da rede internacional de entidades certificadoras IQNet (The International Certification Network) o que permite o Reconhecimento Internacional das entidades certificadas pela APCER.

10 IQNet The International Certification Network Líder Mundial da Actividade de Certificação; Mais de Auditores, com 37 parceiros e 150 subsidiárias a nível mundial; Acreditado por mais de 40 Organismos de Acreditação; Cerca de certificados emitidos em todo o mundo; Oferece aos seus clientes uma variedade de Serviços Inovadores e com elevado Valor Acrescentado: Avaliação de acordo com critérios de Modelos de Excelência, Formação Especializada, Auditorias Integradas Qualidade, Ambiente e Saúde e Segurança, Auditorias conjuntas na Rede IQNet.

11 CERTIFICAÇÃO UM PASSO PARA A EXCELÊNCIA Cultura Organizacional Confiança no Sistema de Gestão Reconhecimento Valor Acrescentado MELHORIA DA COMPETITIVIDADE E DO DESEMPENHO OPERACIONAL

12 A APCER e o MERCADO Líder em Portugal Quotas de mercado entre os 57 e 60%* Mais de 4100 certificados emitidos * Fonte ISO Survey 2006

13 Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Campanha Nacional Objectivos

14 OBJECTIVOS Reforçar o esforço de divulgação e sensibilização, promovido pela APCER, de certificação com valor acrescentado e o seu contributo efectivo para a melhoria contínua das organizações; Comunicar as mais-valias da certificação enquanto ferramenta de gestão; Afirmar a importância da certificação e inovação para o desenvolvimento sustentável; Promover o debate, à escala nacional, sobre a temática da Certificação para Ganhar o Futuro.

15 OBJECTIVOS e ÂMBITO Promover a sensibilização das organizações para a Qualidade e assumpção desta mentalidade empresarial com o objectivo de aumentar o nº de organizações certificadas em Portugal. Apostar numa comunicação de proximidade com Clientes (actuais e potenciais) e outras partes interessadas. Âmbito geográfico: vários distritos em Portugal Continental e Regiões Autónomas. Primeira edição na Região Autónoma da Madeira, seguido de Braga e Leiria.

16 ENQUADRAMENTO E MOTIVAÇÕES Objectivo: Afirmar a importância da certificação e inovação para o desenvolvimento sustentável A Produtividade depende de factores como Tecnologia, Gestão e Motivação A Competitividade depende de factores como: Produtividade, Serviço, Qualidade e Inovação

17 EVOLUÇÃO ISO Survey 2005 Vejamos alguns dados referentes ao número de certificados emitidos. Em síntese, os resultados do ISO Survey referente a 2005 são os seguintes: Norma Nº certificados Dez 2004 Nº certificados Dez 2005 Variação Valor % ISO 9000 Mundo % Europa % Portugal % ISO Mundo % Europa % Portugal % Fonte: ISO Survey 2005

18 Tx de Crescimento Tx de Crescimento EVOLUÇÃO PORTUGAL E MUNDO (ISO SURVEY) Os gráficos demonstram a evolução das taxas de crescimento em Portugal e no mundo, assim como a evolução em termos absolutos (nº de certificados). Taxa de crescimento em Portugal e no Mundo ISO 9001 Taxa de Crescimento em Portugal e no Mundo ISO Portugal Mundo Portugal Mundo 60% 50% 120% 100% 40% 80% 30% 60% 20% 40% 10% 20% 0% Anos 0% Anos Fontes: ISO Surveys

19 Nº Certificados Nº Certificados EVOLUÇÃO PORTUGAL E MUNDO (ISO SURVEY) Mundo Portugal Crescimento no Mundo ISO Crescimento em Portugal ISO Anos Anos Fontes: ISO Surveys

20 Nº de CERTIFICADOS EMITIDOS POR PAÍS País Nº Total Certificados ISO 9000 no final 2004 Nº Total Certificados ISO 9000 no final 2005 Variação do Nº Total Certificados emitidos em 2005 Taxa de Crescimento 2005 (%) Reino Unido % China % Itália % Alemanha % USA % Japão % França % Espanha % Portugal % Outros % Total Mundo % A Alemanha, Reino Unido, França, Itália e Espanha aparecem no TOP 5 dos Países da UE, com maior PIB. Fontes: ISO Surveys

21 REGIÃO CENTRO COMO MERCADO ESTRATÉGICO

22 ENQUADRAMENTO E MOTIVAÇÕES Distrito de Leiria é o 6º distrito com mais empresas em Portugal (1º Lisboa, 2º Porto); Em Portugal é o 5º distrito com o maior número de certificados emitidos (corresponde a 7%); Fonte: Guia de Empresas Certificadas Novembro 2006 Também na APCER o distrito de Leiria se encontra em 5ª posição, em termos do número de certificados emitidos.

23 ENQUADRAMENTO E MOTIVAÇÕES Promover a certificação em segmentos importantes e de grande peso na economia desta Região, como: Vidros; Cerâmicas; Moldes; Cimentos; Plásticos; Metalomecânicas e Extractivas.

24 ENQUADRAMENTO E MOTIVAÇÕES Alinhamento da estratégia da APCER com os objectivos estratégicos desta região, em termos de: Produtos disponibilizados pela APCER ISO 9001 ISO OHSAS Segurança Alimentar (HACCP, ISO 22000, ERS Restauração) Aumento da proximidade a Clientes actuais e potenciais, entre outras partes interessadas.

25 PLANO DE ACÇÕES

26 PLANO DE ACÇÕES Promoção de acções de sensibilização (de mote próprio e/ou em parceria); Realização de acções de formação (em parceria); Fomentar e criar condições para uma maior proximidade do tecido empresarial da Região.

27 Associação constituída em Abril 1996 Portuguesa Credível - acreditada pelo IPAC, ENAC e SAI Entidade líder de mercado na actividade de certificação Reconhecimento Nacional (integrada no SPQ) e Internacional (representante de Portugal na rede IQNet)

28 Mais do que uma estratégia de visibilidade, a Certificação é uma questão de visão estratégica.

Certificar para Ganhar o Futuro Braga, 3 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER

Certificar para Ganhar o Futuro Braga, 3 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER Certificar para Ganhar o Futuro Braga, 3 de Maio 2007 José Leitão CEO APCER www.apcer.pt AGENDA APCER: Quem Somos Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Campanha Nacional Objectivos Minho como Mercado

Leia mais

Certificar para Ganhar o Futuro

Certificar para Ganhar o Futuro Certificar para Ganhar o Futuro Loulé, 9 de Novembro 2007 José Leitão CEO APCER www.apcer.pt AGENDA APCER: Quem Somos Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Região do Algarve como Mercado Estratégico

Leia mais

APCER. Associação Portuguesa de Certificação. www.apcer.pt

APCER. Associação Portuguesa de Certificação. www.apcer.pt APCER Associação Portuguesa de Certificação www.apcer.pt CERTIFICAÇÃO UM PASSO PARA A EXCELÊNCIA VANTAGENS: Cultura Organizacional; Confiança; Reconhecimento; Valor Acrescentado. QUEM SOMOS Constituída

Leia mais

Certificar para Ganhar o Futuro. Orador: Carla Pinto

Certificar para Ganhar o Futuro. Orador: Carla Pinto Certificar para Ganhar o Futuro Agenda APCER Quem Somos? Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Região da Beira Baixa como Mercado com Potencial Acções Previstas Quem Somos Início de actividade em 1996;

Leia mais

Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER

Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER www.apcer.pt AGENDA APCER: Quem Somos Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Região Autónoma dos Açores como Mercado

Leia mais

Os Desafios da Certificação em Portugal

Os Desafios da Certificação em Portugal Os Desafios da Certificação em Portugal Fórum IQNet-APCER Sustentabilidade pela Inovação 8 de Outubro de 2007 José Leitão CEO www.apcer.pt Agenda APCER Os Desafios da Certificação em Portugal Resposta

Leia mais

Benefícios da Certificação no Sector do Turismo. Orador: Carla Pinto

Benefícios da Certificação no Sector do Turismo. Orador: Carla Pinto Benefícios da Certificação no Sector do Turismo I. Apresentação da APCER II. Serviços e Benefícios no Sector do Turismo III. Certificação no Sector do Turismo I. APRESENTAÇÃO DA APCER 1. Quem Somos Início

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade na Administração Pública. www.apcer.pt

Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade na Administração Pública. www.apcer.pt Certificação de Sistemas de Gestão da Qualidade na Administração Pública www.apcer.pt Hélder Estradas 4 de Novembro de 2005 QUEM SOMOS Constituída em Abril de 1996 (IPQ, AIPortuguesa AIPortuense, actual

Leia mais

Benefícios da Certificação para a Administração Pública

Benefícios da Certificação para a Administração Pública Benefícios da Certificação para a Administração Pública Hélder Estradas, 7 de Maio de 2008 Agenda 1 - Resumo Histórico da Certificação em Portugal; 2 - Vantagens da Certificação; 3 - Processo de Certificação.

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS Helena Ferreira (helena.ferreira@apcer.pt) Gestora de Desenvolvimento da APCER I. APRESENTAÇÃO DA APCER www.apcer.pt 1. Quem Somos Início de actividade

Leia mais

ERS 3002 - Qualidade e Segurança Alimentar na Restauração. www.apcer.pt

ERS 3002 - Qualidade e Segurança Alimentar na Restauração. www.apcer.pt ERS 3002 - Qualidade e Segurança Alimentar na Restauração www.apcer.pt AGENDA Apresentação APCER Desenvolvimento ERS3002 Conteúdo da ERS3002 Metodologias de auditorias Associação constituída em Abril 1996

Leia mais

Orador: Local e Data:

Orador: Local e Data: Certificação de Produto Água para consumo humano AGENDA Certificação de produto Água para consumo humano Recomendação ERSAR n.º 02/2011 Processo de certificação A APCER Breve apresentação Estatísticas

Leia mais

Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação. Qualidade e Certificação

Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação. Qualidade e Certificação Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação Qualidade e Certificação 27 de Outubro de 2007 Gabriela Lopes Direcção de Certificação e de Auditores www.apcer.pt Agenda O que é a certificação?

Leia mais

Os Modelos de Gestão nas Organizações

Os Modelos de Gestão nas Organizações Os Modelos de Gestão nas Organizações APCER VISÃO Ser reconhecida como uma empresa de auditoria e certificação global. MISSÃO Auditar e certificar em todo o mundo, com competência e confiança, para benefício

Leia mais

Qualidade no Terceiro Sector A Importância da Certificação. 06 de Março de 2010 Hotel Fátima. Orador: Local e Data:

Qualidade no Terceiro Sector A Importância da Certificação. 06 de Março de 2010 Hotel Fátima. Orador: Local e Data: Qualidade no Terceiro Sector A Importância da Certificação 06 de Março de 2010 Hotel Fátima AGENDA I. Enquadramento da actividade da APCER II. III. Modelos de Avaliação da Qualidade das Respostas Sociais

Leia mais

Certificação das Entidades de Acção Social. Soluções e Desafios. rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro. Orador: www.apcer.pt.

Certificação das Entidades de Acção Social. Soluções e Desafios. rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro. Orador: www.apcer.pt. Certificação das Entidades de Acção Social Soluções e Desafios rita.porto@apcer.pt Lisboa, 11 de Dezembro www.apcer.pt AGENDA 0. Apresentação da actividade da APCER 1. Actuais exigências e necessidades

Leia mais

A CERTIFICAÇÃO E O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO

A CERTIFICAÇÃO E O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO A CERTIFICAÇÃO E O PROCESSO DE CERTIFICAÇÃO www.apcer.pt CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE (NP EN ISO 9001:2000) A norma ISO 9001:2000, incentiva as organizações a adoptarem o modelo da Abordagem

Leia mais

Orador: Local e Data:

Orador: Local e Data: A CERTIFICAÇÃO NO SECTOR ALIMENTAR 23 de Setembro de 2009 ISO 28001 ISO9001 ISO22000 MSC GLOBALGAP HACCP BRC IFS SA8000 PRINCIPAIS PRODUTOS ISO 22000 HACCP - CODEX ALIMENTARIUS BRC IFS OUTROS PRODUTOS:

Leia mais

Certificação ISO 9001:2008

Certificação ISO 9001:2008 Certificação ISO 9001:2008 10 de Novembro 2008 Hélder Estradas helder.estradas@apcer.pt Agenda 1.Organismo Certificador APCER 2.A revisão ISO 9001:2008 (motivações e principais alterações) 3.Ciclo de Certificação:

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 0 9 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2009, desenvolverá as suas acções em três vertentes fundamentais: a Internacionalização através do

Leia mais

A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES

A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES A RELEVÂNCIA DA CERTIFICAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES Cristina Barbosa, Auditora da APCER XIX Congresso da Ordem dos Engenheiros 20-out-2012 Centro Cultural de Belém Resumo da Apresentação

Leia mais

A Certificação na Administração Pública

A Certificação na Administração Pública A Certificação na Administração Pública Benefícios e Experiência da APCER Carla Pinto Directora de Marketing APCER www.apcer.pt pt I. Apresentação da APCER II. Serviços e Benefícios no Sector da Administração

Leia mais

Ferramentas de Gestão ao serviço do Turismo Qualidade e Segurança Alimentar. Orador: André Ramos

Ferramentas de Gestão ao serviço do Turismo Qualidade e Segurança Alimentar. Orador: André Ramos Ferramentas de Gestão ao serviço do Turismo Qualidade e Segurança Alimentar I. Produtos ISO22000:2005 Sistemas de Gestão Segurança Alimentar ERS3002 Qualidade e Segurança Alimentar na Restauração ERS3002

Leia mais

A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO

A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO A QUALIDADE E A CERTIFICAÇÃO Em 1977 foi criada no Ministério da Indústria e Energia, a Direcção Geral da Qualidade, actualmente denominada por IPQ, cujo objectivo era o desenvolvimento e divulgação dos

Leia mais

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004

AEP/APCER FORMAÇÃO 2º SEMESTRE 2004 Ed. de Serviços da Exponor, 2º Av. Dr. António Macedo 4450 617 Leça da Palmeira t: 22 999 36 00 f: 22 999 36 01 e-mail: info@apcer.pt www.apcer.pt Formação Empresa 4450-617 Leça da Palmeira t: 22 998 1753

Leia mais

APRESENTAÇÃO APCER. Referenciais aplicáveis a auditorias na área da segurança Alimentar

APRESENTAÇÃO APCER. Referenciais aplicáveis a auditorias na área da segurança Alimentar APRESENTAÇÃO APCER Referenciais aplicáveis a auditorias na área da segurança Alimentar Agenda Quemsomos:aAPCERearedeAgroAlimentarISACert Certificação Agro alimentar: principais referenciais, objetivos,

Leia mais

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO::

::ENQUADRAMENTO ::ENQUADRAMENTO:: ::ENQUADRAMENTO:: :: ENQUADRAMENTO :: O actual ambiente de negócios caracteriza-se por rápidas mudanças que envolvem a esfera politica, económica, social e cultural das sociedades. A capacidade de se adaptar

Leia mais

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DAS EMPRESAS DE BETÃO PRONTO CATÁLOGO DE SERVIÇOS... um parceiro fiável. INTRODUÇÃO 2 A APEB Associação Portuguesa das Empresas de Betão Pronto, é uma associação empresarial sem fins

Leia mais

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro.

Neste contexto, o IDIT vai intervir em 31 empresas localizadas no Norte de Portugal, e 28 empresas localizadas na Região Centro. NEWSLETTER 1 O IDIT O IDIT Instituto de Desenvolvimento e Inovação Tecnológica é uma associação privada de utilidade pública, sem fins lucrativos, cujo objectivo primordial é contribuir para a modernização

Leia mais

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004

CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 CURSO CERTIFICAÇÃO/QUALIFICAÇÃO DE AUDITORES INTERNOS DO AMBIENTE ISO 14001:2004 O curso de Certificação/Qualificação de Auditores Internos é constituído por 2 módulos com avaliação escrita: 1. Interpretação

Leia mais

S ão as pessoas, não as empresas, que fazem a qualidade do serviço.

S ão as pessoas, não as empresas, que fazem a qualidade do serviço. S ão as pessoas, não as empresas, que fazem a qualidade do serviço. Qualidade Ambiente Segurança A Quambis é uma empresa do Grupo Sondar, que tem como principal finalidade prestar um serviço integrado

Leia mais

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE.

QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. QUALIFICAÇÃO DAS INSTITUIÇÕES OS MODELOS DE AVALIAÇÃO DA QUALIDADE / SISTEMAS DE GESTÃO DA QUALIDADE. Por: Cândido Pires Presidente da Direcção do Centro de Solidariedade de Braga, Licenciado em Engenharia,

Leia mais

Certificação NP EN ISO 50001:2012 Lisboa, 6 de novembro de 2014

Certificação NP EN ISO 50001:2012 Lisboa, 6 de novembro de 2014 Certificação NP EN ISO 50001:2012 APCER VISÃO Ser reconhecida como uma empresa de auditoria e certificação global. MISSÃO Auditar e certificar em todo o mundo, com competência e confiança, para benefício

Leia mais

Empreendedorismo e desenvolvimento sustentável O papel da educação em Empreendedorismo Marco Lamas

Empreendedorismo e desenvolvimento sustentável O papel da educação em Empreendedorismo Marco Lamas Empreendedorismo e desenvolvimento sustentável O papel da educação em Empreendedorismo Marco Lamas EMPREENDEDORISMO E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL Empreendedorismo cultura Educação desenvolvimento sustentável

Leia mais

ção o de Sistemas de Qualidade no Sector da Cartografia com base nas Normas ISO 9000:2000 Implementaçã

ção o de Sistemas de Qualidade no Sector da Cartografia com base nas Normas ISO 9000:2000 Implementaçã Implementaçã ção o de Sistemas de Qualidade no Sector da Cartografia com base nas Normas ISO 9000:2000 Carlos Antunes Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (http://correio.cc.fc.ul.pt pt/~ /~mcarlos)

Leia mais

Vencemos juntos. Apresentação da Empresa

Vencemos juntos. Apresentação da Empresa Vencemos juntos Apresentação da Empresa @ 2014 Quem Somos Missão Fornecer ferramentas e recursos, que juntos, colmatam as necessidades dos nossos Clientes tornando-os mais competitivos e eficazes. Visão

Leia mais

Ajudamos a (sua) empresa a crescer.

Ajudamos a (sua) empresa a crescer. CONSULTORIA Ajudamos a (sua) empresa a crescer. O QUE FAZEMOS SISTEMAS DE GESTÃO GESTÃO DA PRODUÇÃO E DAS PRODUÇÕES PRODUTIVIDADE E INOVAÇÃO INTERNACIONALIZAÇÃO PROJECOS DE INVESTIMENTO E INCENTIVOS

Leia mais

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008

Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I. Fev. 2008 Implementação e Certificação de um Sistema I+D+I Fev. 2008 Medeiros genda 1. Áreas de negócio Martifer; 2. Martifer Energia Equipamentos para energia S.A.; 3. Certificações Obtidas 4. Porquê IDI? 5. Objectivo

Leia mais

Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação. Sistemas de Gestão

Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação. Sistemas de Gestão Seminário CNIS - APCER QUALIDADE - Pressuposto de Diferenciação Sistemas de Gestão 27 de Outubro de 2007 Dora Gonçalo Directora de Certificação e de Auditores www.apcer.pt Agenda Desafios e Organizações

Leia mais

A Construção Sustentável e o Futuro

A Construção Sustentável e o Futuro A Construção Sustentável e o Futuro Victor Ferreira ENERGIA 2020, Lisboa 08/02/2010 Visão e Missão O Cluster Habitat? Matérias primas Transformação Materiais e produtos Construção Equipamentos Outros fornecedores

Leia mais

Case study. Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL

Case study. Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL Case study 2009 Gente com Ideias UMA EQUIPA COM RESPONSABILIDADE SOCIAL EMPRESA A Caixa Seguros e Saúde é a holding do Grupo Caixa Geral de Depósitos e Gente com Ideias é o programa de Responsabilidade

Leia mais

Gestão e Certificação de Serviços de TI

Gestão e Certificação de Serviços de TI Gestão e Certificação de Serviços de TI Luís Vidigal itsmf Portugal Lisboa 8 de Abril de 2010 itsmf Portugal 1 Agenda 1. O que é a itsmf? 2. Situação do ITSM em Portugal 3. O que vamos fazer em 2010 itsmf

Leia mais

A excelência é o nosso objectivo. E o seu?

A excelência é o nosso objectivo. E o seu? A excelência é o nosso objectivo. E o seu? Quem somos A experiência ao serviço do seu negócio A actuar no mercado desde 1977, a Petrochem Produtos Químicos de Portugal especializou-se no fabrico de soluções

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA 2014-2020 18-11-2015 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL, IP-RAM MISSÃO Promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas

Leia mais

Sistema de Gestão da Qualidade e Certificação. Nuno Gonçalves

Sistema de Gestão da Qualidade e Certificação. Nuno Gonçalves Sistema de Gestão da Qualidade e Certificação Nuno Gonçalves Aeroporto de Faro Missão A ANA - Aeroportos de Portugal, SA tem como missão gerir de forma eficiente as infra-estruturas aeroportuárias a seu

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL

Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Ensino Superior em Portugal, Que Futuro? Maria da Graça Carvalho 1 de Fevereiro 2013, Lisboa Reitoria UL Índice Investimento público e privado no Ensino Superior Propinas Investimento público e privado

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 3 O ano de 2013 ficará assinalado pela comemoração dos 30 anos da TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, ao serviço dos seus Associados e do Turismo.

Leia mais

Direcção de Assistência Empresarial

Direcção de Assistência Empresarial Direcção de Assistência Empresarial Lisboa, 11 de Agosto de 2011 Missão das lojas da exportação Prestar apoio às empresas nas suas estratégias de exportação, facilitando e simplificando o acesso informação,

Leia mais

Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios

Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios Qualidade e Sustentabilidade das Organizações Sociais Os Modelos de Gestão da Qualidade das Respostas Sociais - Novos desafios Instituto da Segurança Social, I.P. Gabinete de Qualidade e Auditoria 17 de

Leia mais

1 Conceitos da qualidade

1 Conceitos da qualidade 1 Conceitos da qualidade Introdução aos SGQ (norma ISO 9001:2008) Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa ONG fundada em 1947 em Genebra Actualmente esta organização encontra se em 120 países. promover

Leia mais

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade:

. evolução do conceito. Inspecção 3. Controlo da qualidade 4. Controlo da Qualidade Aula 05. Gestão da qualidade: Evolução do conceito 2 Controlo da Qualidade Aula 05 Gestão da :. evolução do conceito. gestão pela total (tqm). introdução às normas iso 9000. norma iso 9000:2000 gestão pela total garantia da controlo

Leia mais

A gestão da qualidade e a série ISO 9000

A gestão da qualidade e a série ISO 9000 A gestão da qualidade e a série ISO 9000 Seminário QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃ ÇÃO FLUP 3 Novembro 2005 3 Novembro 2005 Maria Beatriz Marques / APQ-DRN A gestão da qualidade e a série

Leia mais

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação

Conteúdo. - Apresentação da empresa. - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação. - Processo de implementação COTEC 2010/10/19 Conteúdo - Apresentação da empresa - Porquê a certificação em NP 4457:2007? - Contexto para a certificação - Processo de implementação - Factores críticos de sucesso visão.c Apresentação

Leia mais

P l a n o d e A c t i v i d a d e s

P l a n o d e A c t i v i d a d e s P l a n o d e A c t i v i d a d e s A n o d e 2 0 1 0 A TURIHAB Associação do Turismo de Habitação, em 2010, desenvolverá as suas acções em quatro vertentes fundamentais: Organização do Turismo de Habitação

Leia mais

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO

INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO INOVAÇÃO E SOCIEDADE DO CONHECIMENTO O contexto da Globalização Actuação Transversal Aposta no reforço dos factores dinâmicos de competitividade Objectivos e Orientações Estratégicas para a Inovação Estruturação

Leia mais

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005.

Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. Cooperação empresarial, uma estratégia para o sucesso Nota: texto da autoria do IAPMEI - UR PME, publicado na revista Ideias & Mercados, da NERSANT edição Setembro/Outubro 2005. É reconhecida a fraca predisposição

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO 21-4-2015 UNIÃO EUROPEIA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA Fundos Europeus Estruturais e de Investimento Índice A. Madeira 14-20 Instrumentos de Apoio ao tecido empresarial.

Leia mais

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores

Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Microsoft Dynamics CRM Customer Solution Case Study APCER Na APCER, o Microsoft Dynamics CRM é central na gestão comercial e na obtenção de indicadores Sumário País Portugal Sector Serviços Perfil do Cliente

Leia mais

Uma Rede europeia ao serviço das empresas. AEP Leça da Palmeira, 26 de Maio de 2010. IAPMEI Helena Moura. European Commission Enterprise and Industry

Uma Rede europeia ao serviço das empresas. AEP Leça da Palmeira, 26 de Maio de 2010. IAPMEI Helena Moura. European Commission Enterprise and Industry Uma Rede europeia ao serviço das empresas AEP Leça da Palmeira, 26 de Maio de 2010 IAPMEI Helena Moura European Commission Enterprise and Industry Enquadramento Enquadramento Enterprise Europe Network

Leia mais

Percepção de Portugal no mundo

Percepção de Portugal no mundo Percepção de Portugal no mundo Na sequência da questão levantada pelo Senhor Dr. Francisco Mantero na reunião do Grupo de Trabalho na Aicep, no passado dia 25 de Agosto, sobre a percepção da imagem de

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO CERTIFICAÇÃO DE SISTEMAS DE GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO Luis Barrinha - Gestor de Ambiente e Segurança SGS ICS - International Certification Services Funchal, 28 de Novembro de 2002 SOCIÉTÉ

Leia mais

10ª Semana da Responsabilidade Social. Certificação da Responsabilidade Social Geradora de confiança Base para negócios sustentáveis

10ª Semana da Responsabilidade Social. Certificação da Responsabilidade Social Geradora de confiança Base para negócios sustentáveis 10ª Semana da Responsabilidade Social Certificação da Responsabilidade Social Geradora de confiança Base para negócios sustentáveis Enquadramento geral No mundo de hoje todas as sociedades têm ambições

Leia mais

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org

1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA. JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org 1º FÓRUM UNIÃO DE EXPORTADORES CPLP 26 E 27 DE JUNHO DE 2015 CENTRO DE CONGRESSOS DE LISBOA JUNTOS IREMOS LONGE www.uecplp.org CONCEITO Realização do 1º Fórum União de Exportadores CPLP (UE-CPLP) que integra:

Leia mais

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização

Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Portugal 2020: Investigação e Inovação no domínio da Competitividade e Internacionalização Duarte Rodrigues Vogal da Agência para o Desenvolvimento e Coesão Lisboa, 17 de dezembro de 2014 Tópicos: 1. Portugal

Leia mais

NP EN ISO 9001:2008. Porto

NP EN ISO 9001:2008. Porto Apresentação baseada na: 1. Experiência Certificação de SGQ ISO 9001 na APPACDM no ; 2. Formação realizada no âmbito do projecto Solidariedade, Mudar com Qualidade ; 3. Implementação de Modelos de Avaliação

Leia mais

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE

NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE NEWSLETTER Nº 13 JANEIRO CONHECIMENTO INOVAÇÃO CRIATIVIDADE EFICIÊNCIA VALOR POTENCIAMOS O VALOR DAS ORGANIZAÇÕES EM DESTAQUE A LINK THINK AVANÇA COM PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROFISSONAL PARA 2012 A LINK THINK,

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DE RESÍDUOS

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DE RESÍDUOS SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO DE RESÍDUOS Passado, Presente e Futuro da Gestão de Resíduos Hospitalares em Portugal Missão Técnica a Portugal Logística Reversa 20 a 24 de Outubro de 2014 1 AGENDA 1 2 3

Leia mais

Controlo da Qualidade Aula 05

Controlo da Qualidade Aula 05 Controlo da Qualidade Aula 05 Gestão da qualidade:. evolução do conceito. gestão pela qualidade total (tqm). introdução às normas iso 9000. norma iso 9001:2000 Evolução do conceito 2 gestão pela qualidade

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial.

Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial. Classificação e Tipologias de Inovação. A Inovação como um Processo Empresarial. 1 Conteúdo Conceitos e definições segundo a NP 4456:2007 A inovação no mundo e em Portugal 2 Objectivos Situar a problemática

Leia mais

Sistemas de Gestão de Energia

Sistemas de Gestão de Energia Gestão de Energia e Eficiência Energética nas Empresas Sistemas de Gestão de Energia 25 de Janeiro de 2013 Sistemas de Gestão de Energia Agenda: Gestão de Energia, porquê? Objetivos dos Sistemas de Gestão

Leia mais

inovar Ajudamos http://www.adi.pt

inovar Ajudamos http://www.adi.pt Ajudamos a inovar http://www.adi.pt Promover a inovação e o desenvolvimento tecnológico facilitando o aprofundamento das relações entre o mundo da investigação e o tecido empresarial português A Agência

Leia mais

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia:

- PERFIL DO GRUPO - O Portfólio de negócios, obedece a um critério de maturidade e geração de valor, no qual o Grupo, concilia: GRUPO FERREIRA A GFH, é um Grupo sólido e inovador, detendo um curriculum de projectos de qualidade reconhecida, com um portfólio de negócios diversificado, e que aposta no processo de internacionalização,

Leia mais

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.

Fundos Comunitários. geridos pela Comissão Europeia. M. Patrão Neves. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves.pt. www.mpatraoneves. Fundos Comunitários geridos pela Comissão Europeia M. Patrão Neves Fundos comunitários: no passado Dependemos, de forma vital, dos fundos comunitários, sobretudo porque somos um dos países da coesão (e

Leia mais

A. Novo Paradigma de Desenvolvimento

A. Novo Paradigma de Desenvolvimento S E M I N Á R I O AUDITORIAS DE VALOR 11 de Outubro de 2010 A. Novo Paradigma de Desenvolvimento 2007/2013 Passagem do Objectivo 1 (Convergência) para o Objectivo 2 (Competitividade e Emprego). Alteração

Leia mais

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo

Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo www.pwc.pt Compromisso para o Crescimento Verde e o Turismo 16 Cláudia Coelho Diretora Sustainable Business Solutions da Turismo é um setor estratégico para a economia e sociedade nacional o que se reflete

Leia mais

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental

Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental Política da Nestlé sobre Sustentabilidade Ambiental A Nestlé, na qualidade de Companhia líder em Nutrição, Saúde e Bem-Estar, assume o seu objectivo

Leia mais

Empenhamo-nos no que fazemos e fazemos bem

Empenhamo-nos no que fazemos e fazemos bem Empenhamo-nos no que fazemos e fazemos bem Localização: Amadora, Venda Nova, Rua Henrique de Paiva Couceiro (Sede), (onde se encontra o CNO) Colaboradores : Total: Funcionários: 84 Formadores: 58 CNO:

Leia mais

Consultoria Estratégica

Consultoria Estratégica Quem somos e o que fazemos A Select Advisor é uma empresa de Consultoria Estratégica Ajudamos à criação de valor, desde a intenção de investimento e angariação de parcerias até ao apoio de candidaturas

Leia mais

Estratégia para a Eficiência e Plano de Promoção da Eficiência no Consumo (PPEC)

Estratégia para a Eficiência e Plano de Promoção da Eficiência no Consumo (PPEC) Estratégia para a Eficiência e Plano de Promoção da Eficiência no Consumo (PPEC) Susana Pires Unión Fenosa Comercial Sucursal em Portugal Lisboa, 22 de Maio de 2006 POSICIONAMENTO DA UNION FENOSA VISÃO

Leia mais

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito?

Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões. O que foi feito? Estratégias regionais, para a investigação e inovação, implementadas nas Regiões Ultraperiféricas e Cabo Verde: O que foi feito? O que está a ser fit? feito? Resolução do Conselho do Governo nº41/2008,

Leia mais

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas

Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Programas Operacionais e Sistemas de Incentivos às Empresas Da União Europeia vão chegar até 2020 mais de 20 mil milhões de euros a Portugal. Uma pipa de massa, nas palavras do ex-presidente da Comissão

Leia mais

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA

POLÍTICA DE AMBIENTE, QUALIDADE E SEGURANÇA HOMOLOGAÇÃO: José Eduardo Carvalho 14-03- Pág. 2 de 5 A Tagusgás subscreve a Política AQS da Galp Energia. A Política AQS da Tagusgás foi definida tendo em consideração os Objectivos Estratégicos do Grupo

Leia mais

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News

28 PME Líder CRITÉRIOS. Bloomberg News 28 PME Líder CRITÉRIOS Bloomberg News CRITÉ RIOS COMO CHEGAR A PME LÍDER Atingir o Estatuto PME Líder é a ambição de muitas empresas. É este o primeiro passo para chegar a PME Excelência. Saiba o que precisa

Leia mais

APCER e a. Certificação Florestal em Portugal. 10 de Outubro de Marta Ambrósio Gestora de Produto APCER

APCER e a. Certificação Florestal em Portugal.  10 de Outubro de Marta Ambrósio Gestora de Produto APCER APCER e a Certificação Florestal em Portugal C 1996 Forest Stewardship Council A.C. FSC ACC 013 em parceria com a SQS,organismo acreditado pelo FSC Objectivos A Gestão Florestal Sustentável, a Certificação

Leia mais

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional

Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação. Informação Adicional Lançamento COTRI em Portugal Sessão de Formação Informação Adicional Informação adicional: COTRI EDELUC Câmara de Comércio e Indústria Luso-Chinesa Turismo de Portugal, IP Agenda do Evento Apoio O COTRI

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial, cuja Atrair investimento

Leia mais

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012

A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas. Porto, 25 de Setembro de 2012 A AICEP e os apoios à internacionalização das empresas Porto, 25 de Setembro de 2012 A aicep Portugal Global A aicep Portugal Global aicep Portugal Global missão é: é uma agência pública de natureza empresarial,

Leia mais

A Normalização e a Certificação

A Normalização e a Certificação A Normalização e a Certificação 14 de Outubro 2014 Ana Rita Pereira Introdução 3.9.1 auditoria Processo (3.4.1) sistemático, independenmte e documentado para obter evidências de auditoria (3.9.4) e respectiva

Leia mais

Medidas de apoio à inovação

Medidas de apoio à inovação Medidas de apoio à inovação Programa de Desenvolvimento Rural 2014-2020 Maria Pedro Silva Organização: Apoio Institucional: Grupos Rede INOVAR The Portuguese Agro, Food and Forest Innovation Network Rede

Leia mais

Plano Estratégico Nacional do Turismo. Desafios do Turismo Sustentável do PATES

Plano Estratégico Nacional do Turismo. Desafios do Turismo Sustentável do PATES Ferramentas para a Sustentabilidade do Turismo Seminário Turismo Sustentável no Espaço Rural Castro Verde, 7 Março 2012 Teresa Bártolo 2012 Sustentare Todos os direitos reservados www.sustentare.pt 2 Turismo

Leia mais

Soluções de Certificação para o Sector dos Seguradores

Soluções de Certificação para o Sector dos Seguradores Soluções de Certificação para o Sector dos Seguradores Seminário: "Excelência na Gestão através da Certificação no sector dos Seguradores" Agenda Contexto Porquê Certificação? ISO/IEC 27001 (Segurança

Leia mais

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende

O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende SEMINÁRIO: QUALIDADE E EXCELÊNCIA NA SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO ÃO Porto, 3 e 4 de Novembro de 2005 O Sistema Integrado de Gestão de Qualidade e Ambiente da Câmara Municipal de Esposende Carla Dias carla.dias@cm-esposende.pt

Leia mais

CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013

CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013 CONTRIBUTO DOS SISTEMAS DE GESTÃO DE IDI PARA O SUCESSO DAS ORGANIZAÇÕES 7 de Outubro de 2013 COTEC Portugal 1. COTEC Portugal Origem, Missão, Stakeholders 2. Desenvolvimento Sustentado da Inovação Empresarial

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

A ISO 50001. Fórum SPQ Expo 27 de Setembro de 2013

A ISO 50001. Fórum SPQ Expo 27 de Setembro de 2013 Fórum SPQ Expo 27 de Setembro de 2013 Agenda Introdução aos Sistemas de Gestão de Energia Princípios da ISO 50001 Relação entre a ISO 50001 e outras normas como a ISO 14001 ou a ISO 9001 2 O problema económico

Leia mais

Dinâmicas de exportação e de internacionalização

Dinâmicas de exportação e de internacionalização Dinâmicas de exportação e de internacionalização das PME Contribuição da DPIF/ Como fazemos? 1. Posicionamento e actuação da DPIF A DPIF tem como Missão: Facilitar o acesso a financiamento pelas PME e

Leia mais

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010

Certificação de Sistemas de Gestão. ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010 Certificação de Sistemas de Gestão ACIB Associação Comercial e Industrial de Barcelos Barcelos, 29 de Novembro de 2010 Sumário 1. Certificação de Sistemas de Gestão Qualidade (ISO 9001:2008); 2. Certificação

Leia mais

índice O Instituto Meios de Suporte à Actividade Acreditações e Certificações Áreas de Negócio Unidade de Tecnologias Ambientais

índice O Instituto Meios de Suporte à Actividade Acreditações e Certificações Áreas de Negócio Unidade de Tecnologias Ambientais índice O Instituto Meios de Suporte à Actividade Acreditações e Certificações Áreas de Negócio Unidade de Tecnologias Ambientais Unidade de Certificação Ambiental e Segurança Industrial Unidade de Formação

Leia mais