Teoria do Estado 1! 2º semestre 2013! Aula 7 Federalismo! Deisy Ventura! Monitoras: Nathalie Sato (diurno)! e Raísa Ortiz Cetra (noturno)!

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Teoria do Estado 1! 2º semestre 2013! Aula 7 Federalismo! Deisy Ventura! Monitoras: Nathalie Sato (diurno)! e Raísa Ortiz Cetra (noturno)!"

Transcrição

1 Teoria do Estado 1! 2º semestre 2013! Aula 7 Federalismo! Deisy Ventura! Monitoras: Nathalie Sato (diurno)! e Raísa Ortiz Cetra (noturno)!

2 Unidade na diversidade! h"p://www.youtube.com/watch?v=u8f- kipg_li

3 Foedus Tratado de aliança, pacto, convenção! entre Império Romano e uma cidade ou povo estrangeiro, que passa a ser cidade aliada ou povo federado! do latim fides (boa fé)!

4

5 Suíça! 1291 Pacto federal: acordo defensivo permanente entre 3 cantões (Uri, Schwyz e Nidwal)! Até 1513, passam a ser 13 cantões! Constituição Helvética: Estado unitário com 22 departamentos, capital em Berna! 1803 Ato de mediação (editado por Napoleão, Suíça sob protetorado francês): Suíça torna-se novamente uma federação, com 19 cantões soberanos! 1815 Pacto federal (cai Napoleão): 22 cantões, estrutura descentralizada! 1848 Primeira Constituição Federal: cantões com soberania limitada! 1874 Segunda CF: cantões perdem a soberania, competências da União crescem (exército, sistema ferroviário, correios)! 1999 Terceira CF!

6

7 https://www.facebook.com/mixremix.ch!

8 . Johannes Althusius ( )! Sacro Império Germânico (experiências suíça, holandesa e germânica)! Uniões federais: base de toda a estrutura política! Um regime político é uma hierarquia de uniões federais, começando pela aldeia até chegar a um império! Tentativa de transpor a noção medieval de hierarquia feudal para a hierarquia constitucional moderna!

9 Montesquieu Esprit des lois, L. IX, 1748! República Federativa! força de defesa e necessidade de homogeneidade!

10 Projetos de federação de Estados europeus!

11 Estados Unidos! Dupla comunidade: cada cidadão pertence ao mesmo tempo ao seu Estado e à União federal! situação concreta: duas facções opostas, centralistas (Hamilton) e federalistas (Jefferson) chegam a um compromisso! 1. um executivo federal potente! 2. duas câmaras (uma representa a nação, outra os Estados)! 3. um guardião jurídico da Constituição federal e uma ampla garantia dos direitos fundamentais!

12 Repartição de poderes! União! Estados Federados! Executivo Legislativo Judiciário!

13 Repartição funcional e territorial do poder! Traço original: a União não se limita à defesa e segurança! ela visa à economia nacional! dupla comunidade, local e global, que favorece a harmonia do todo e permite o funcionamento eficaz de um governo local!.

14 Nome ou competências?! Estado Unitário! Confederação! Federação!

15 A UE como experiência federativa! images/motto.gif!

16 Princípios separação, autonomia e participação! exemplo da UE: subsidiariedade!

17 Princípio da separação! Constituição atribui as competências, especialmente as da União! Em geral, relações exteriores, segurança e defesa, política comercial, moeda e política macroeconômica, direito civil! competências exclusivas, concorrentes e subsidiárias!

18 Princípio da subsidiaridade (art.5 tratado s.func. da UE)! competências partilhadas entre a UE e os Estados Membros! ação pode ocorrer no âmbito europeu, nacional ou local! UE só pode intervir se estiver em condições de agir de forma mais eficaz do que os Estados-Membros!

19 O Protocolo relativo à aplicação dos princípios da subsidiariedade e da proporcionalidade menciona três critérios que visam a confirmar ou não a oportunidade de uma intervenção a nível europeu:! 1. a ação contém aspectos transnacionais que não podem ser solucionados pelos Estados Membros?! 2. uma ação nacional ou a ausência de ação seriam contrárias às exigências do Tratado?! 3. a ação a nível europeu traduz-se em benefícios óbvios?

20 O princípio da subsidiariedade visa igualmente aproximar a UE dos seus cidadãos, assegurando que uma ação seja executada a nível europeu quando necessário! Mas não significa que uma ação deve ser sempre executada a um nível mais próximo do cidadão!

21 Princípio da autonomia Cada nível de governo é autônomo (ou soberano) em seu domínio de competências, e nos limites da Constituição!

22 Princípio da par/cipação Os Estados federados devem ser representados e participar das decisões federais! em geral, bicameralismo!

VI. Estado e seus Tipos

VI. Estado e seus Tipos VI. Estado e seus Tipos 1. Introdução Organização e estrutura dos Estado: (a) forma de governo: modo pelo qual o poder se organiza e é distribuído entre governantes e governados, modulando o nível de intervenção

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL I

DIREITO CONSTITUCIONAL I DIREITO CONSTITUCIONAL I De acordo com Uadi Bulos, a Constituicao de 1988 qualificou a organizacao do Estado brasileiro como politico-administrativa. A ORGANIZACAO ESPACIAL E TERRITORIAL DO PODER DO ESTADO,

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Barbara Rosa Direito Constitucional Princípios Fonte: elfactorhumanoburgos.com Direito Constitucional Princípios PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS - Elementos basilares da Constituição. - Eles nos auxiliam a entender

Leia mais

DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO ADMINISTRATIVA ARTIGOS 18 E 19 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL

DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO ADMINISTRATIVA ARTIGOS 18 E 19 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO ADMINISTRATIVA ARTIGOS 18 E 19 DA CONSTITUIÇÃO FEDERAL A organização político administrativa da República Federativa do Brasil compreende a União, os Estados, o Distrito Federal,

Leia mais

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º

Direito Constitucional. TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Direito Constitucional TÍTULO I - Dos Princípios Fundamentais art. 1º ao 4º Constituição A constituição determina a organização e funcionamento do Estado, estabelecendo sua estrutura, a organização de

Leia mais

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017

O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA. Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 O ESTADO COMO FORMA ESPECÍFICA DE SOCIEDADE POLÍTICA Profa. Dra. Nina Ranieri TGE I 2017 Estado sociedade política que controla a população de um território definido SE diferenciada de outra organizações

Leia mais

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo.

III Estado Romano de um pequeno grupamento humano ao primeiro império mundial. Características: a) Base familiar de organização; b) Cristianismo. EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO ESTADO I Estado Antigo, Oriental ou Teocrático não se distingue o pensamento político da religião, da moral, da filosofia, ou das doutrinas econômicas. Características: a) Natureza

Leia mais

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado

Noções de Estado. Organização da Federação e Poderes do Estado Noções de Estado Noções de Estado Organização da Federação e Poderes do Estado Estado É a sociedade política e juridicamente organizada, dotada de soberania, dentro de um território, sob um governo, para

Leia mais

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes

Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO. Prof. Me. Edson Guedes Unidade I INSTITUIÇÕES DO DIREITO Prof. Me. Edson Guedes 1. Introdução ao Direito 1.1 Origem do Direito: Conflitos humanos; Evitar a luta de todos contra todos; 1. Introdução ao Direito 1.2 Conceito de

Leia mais

Conhecimento Específico Direito Constitucional

Conhecimento Específico Direito Constitucional Conhecimento Específico Direito Constitucional Da Organização Político-Administrativa (Art. 18 e 19) Professor Giuliano Tamagno www.acasadoconcurseiro.com.br Direito Constitucional DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Barbara Rosa Direito Constitucional Poder Constituinte PODER CONSTITUINTE - Poder responsável por criar e modificar uma constituição. - Sempre está latente. - O titular é o povo. PODER CONSTITUINTE PODER

Leia mais

TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO

TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo ÍNDICE DIREITO ADMINISTRATIVO I Abreviaturas e siglas CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo 1. A relevância do estudo do direito administrativo 1.1 As abordagens do direito administrativo

Leia mais

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS

PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS REDE JURIS DIREITO CONSTITUCIONAL PROF. BRUNO PONTES PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS TÍTULO I DOS PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (arts. 1º ao 4º) TÍTULO II DOS DIREITOS E GARANTIAS FUNDAMENTAIS (arts. 5º ao 17) Capítulo

Leia mais

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO- ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO COMPETÊNCIAS FEDERATIVAS

ORGANIZAÇÃO POLÍTICO- ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO COMPETÊNCIAS FEDERATIVAS ORGANIZAÇÃO POLÍTICO- ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO COMPETÊNCIAS FEDERATIVAS COMPETENCIAS FEDERATIVAS Conceito Segundo Uadi Bulos, sao parcelas de poder atribuidas, pela soberania do Estado Federal,

Leia mais

DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA. I. Introdução

DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA. I. Introdução DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA I. Introdução 1. Apresentação da cadeira 1.1. Porquê estudar Direito da União Europeia 1.2. Programa da cadeira

Leia mais

Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes. Repartição de Competência

Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes. Repartição de Competência Direito Constitucional 3º semestre Professora Ilza Facundes Repartição de Competência Repartição de Competência na CF/88 Noções Básicas: Em 1988, a Assembleia Nacional Constituinte tinha numa das mãos

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO ESTADO 1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES

ORGANIZAÇÃO DO ESTADO 1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES TEORIA GERAL DO ESTADO Prof. Thiago Gomes 1. CONSIDERAÇÕES PRELIMINARES A organização e estrutura do Estado podem ser analisadas triplamente: Forma de governo: República ou Monarquia Sistema de governo:

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DO ESTADO E DA ADMINISTRAÇÃO. ASPECTOS FUNDAMENTAIS NA FORMAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO.

ORGANIZAÇÃO DO ESTADO E DA ADMINISTRAÇÃO. ASPECTOS FUNDAMENTAIS NA FORMAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO. ORGANIZAÇÃO DO ESTADO E DA ADMINISTRAÇÃO. ASPECTOS FUNDAMENTAIS NA FORMAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO.. DEFINIÇÕES DE ESTADO: Hegel: realidade da idéia moral, a substância ética consciente de si mesma, a manifestação

Leia mais

CONFIGURAÇÕES JURÍDICO-POLÍTICAS DO ESTADO - FORMAS DE ESTADO

CONFIGURAÇÕES JURÍDICO-POLÍTICAS DO ESTADO - FORMAS DE ESTADO CONFIGURAÇÕES JURÍDICO-POLÍTICAS DO ESTADO - FORMAS DE ESTADO José Cretella Júnior Teoria do Estado e da Constituição Prof. Dr. João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com Estado concepção clássica Entende-se

Leia mais

TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO

TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO TEMA 4: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO A União não intervirá nos Estados nem no Distrito Federal, exceto para: (...) O Estado não intervirá em seus Municípios, nem a União nos

Leia mais

TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO

TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO TEMA 1: ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-ADMINISTRATIVA DO ESTADO BRASILEIRO A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado

Leia mais

AS ENTIDADES POLÍTICO-ADMINISTRATIVAS

AS ENTIDADES POLÍTICO-ADMINISTRATIVAS AS ENTIDADES POLÍTICO-ADMINISTRATIVAS CONCEITO Segundo Marcelo Alexandrino, a Uniao e entidade federativa autonoma em relacao aos estadosmembros e municipios. E pessoa juridica de direito publico interno,

Leia mais

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade

Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Prof. Dr. Vander Ferreira de Andrade Organização Estatal Vedação aos entes federativos: I - estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvencioná-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles

Leia mais

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL

NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL NOÇÕES DE DIREITO CONSTITUCIONAL 145 QUESTÕES DE PROVAS IBFC POR ASSUNTOS 06 QUESTÕES DE PROVAS FCC 24 QUESTÕES ELABORADAS PELO EMMENTAL Edição Maio 2017 TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. É vedada a reprodução

Leia mais

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira.

Objetivos: Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional brasileira. DISCIPLINA: CONSTITUCIONAL I CARGA HORÁRIA TOTAL: 60 CRÉDITOS: 04 CÓDIGO: DIR 02-07411 Dar ao aluno noções gerais sobre o Estado e a ordem social e oferecer-lhe o pleno conhecimento da organização constitucional

Leia mais

DIREITOS DE CIDADANIA. Sumário

DIREITOS DE CIDADANIA. Sumário Direitos Humanos PC-SP 2017 Investigador de Polícia Aula 01 - Prof. Ricardo Torques AULA 01 DIREITOS DE CIDADANIA Sumário 1 - Considerações Iniciais... 2 2 Direitos Humanos e Cidadania... 2 3 - Constituição

Leia mais

Dicas de Direito Constitucional

Dicas de Direito Constitucional Dicas de Direito Constitucional Olá Concursando, Hoje vamos estudar um pouco de Direito Constitucional, passando pela Teoria do Direito Constitucional e abarcando também o art. 1º da Constituição Federal

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL DIREITO CONSTITUCIONAL 01. Considere as seguintes normas constitucionais: I. A República Federativa do Brasil buscará a integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, visando

Leia mais

AULA 3 Métodos de interpretação constitucional 2; Questão de concurso

AULA 3 Métodos de interpretação constitucional 2; Questão de concurso SUMÁRIO CAPÍTULO 1 DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 1 Constitucionalismo; Origem, conceito e objeto; Fontes do Direito Constitucional; Neoconstitucionalismo; Transconstitucionalismo; Questão de concurso CAPÍTULO

Leia mais

PODER CONSTITUINTE. Poder Constituinte. Prof. Thiago Gomes. Nos capítulos anteriores... Conceito da CF Classificação da CF. Constituições Brasileiras

PODER CONSTITUINTE. Poder Constituinte. Prof. Thiago Gomes. Nos capítulos anteriores... Conceito da CF Classificação da CF. Constituições Brasileiras PODER CONSTITUINTE Prof. Thiago Gomes Nos capítulos anteriores... Conceito da CF Classificação da CF A) Quanto à origem: Promulgada / Outorgada B) Quanto à Conteúdo: Materiais / Formais C) Quanto à forma:

Leia mais

Aula 3 O Estado. Objetivos:

Aula 3 O Estado. Objetivos: Aula 3 O Estado Objetivos: a) Conhecer a estrutura política e jurídica de um Estado; b) Conhecer a estrutura política e jurídica do Estado brasileiro; c) Relacionar o conhecimento da estrutura política

Leia mais

Noções Gerais de Direitos Humanos

Noções Gerais de Direitos Humanos Direitos Humanos Noções Gerais de Direitos Humanos Direitos Humanos Nenhum homem é uma ilha, um ser inteiro, em si mesmo; todo homem é uma partícula do continente, uma parte da terra. A morte de um único

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais

A NOVA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES DIANTE DO ESTADO SUPRANACIONAL

A NOVA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES DIANTE DO ESTADO SUPRANACIONAL A NOVA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES DIANTE DO ESTADO SUPRANACIONAL DANIEL PAIVA FERNANDES 1 RESUMO O presente artigo, pretende abordar as mudanças nas relações internacionais entre nações soberanas, diante da

Leia mais

MONTESQUIEU. Separação de poderes. Origens da teoria e sua aplicação na atualidade. Prof. Elson Junior

MONTESQUIEU. Separação de poderes. Origens da teoria e sua aplicação na atualidade. Prof. Elson Junior MONTESQUIEU Separação de poderes Origens da teoria e sua aplicação na atualidade Prof. Elson Junior Santo Antônio de Pádua, Maio de 2017 1. Primeiras ideias 1.1. Esclarecimentos iniciais Pela definição

Leia mais

ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA ESTUDA A ESTRUTURA DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA UNIÃO ADMINISTRAÇÃO DIRETA ( Centralizada ou Central ) SÃO PESSOAS JURÍDICAS ESTADOS DF MUNICÍPIOS SÃO ENTES FEDERATIVOS PREVISTOS NA CF/88 SÃO REGIDOS PREDOMINANTEMENTE

Leia mais

PROGRAMA 2º Semestre de 2016

PROGRAMA 2º Semestre de 2016 Disciplina: DES-114 Teoria do Estado I Professores: Cristiane Lucena Carneiro / Yi Shin Tang Número de Horas: 60 Número de Créditos: 04 PROGRAMA 2º Semestre de 2016 A OBJETIVOS DA DISCIPLINA A disciplina

Leia mais

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda

Pessoas Jurídicas. Profª. MSc. Maria Bernadete Miranda Pessoas Jurídicas Pessoas Jurídicas Pessoas jurídicas são entidades criadas para a realização de um fim e reconhecidas pela ordem jurídica como sujeitos de direitos e deveres. Pessoas Jurídicas Características:

Leia mais

ARGUMENTO º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES

ARGUMENTO º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES ARGUMENTO 2017 1º ANO E.M. A B C D E ATUALIDADES República Federativa do Brasil ASPECTOS DA ESTRUTURA POLÍTICO- CONSTITUCIONAL DO ESTADO BRASILEIRO. REPÚBLICA - forma de governo em que o Chefe de Estado

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL II

DIREITO CONSTITUCIONAL II DIREITO CONSTITUCIONAL II Separação dos Poderes Aspectos introdutórios Separação dos Poderes INTRODUÇÃO: Objetivando promover o bem público, como sua meta final, o Estado desempenha uma série de funções

Leia mais

Curso de Direito Constitucional em Exercícios para o Tribunal de Justiça de Alagoas

Curso de Direito Constitucional em Exercícios para o Tribunal de Justiça de Alagoas 2012 Curso de Direito Constitucional em Exercícios para o Tribunal de Justiça de Alagoas Comum a todos os cargos, exceto Analista Judiciário Especializado área judiciária: auxiliar judiciária e técnico

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4)

DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4) DIREITO CONSTITUCIONAL PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS 1 AO 4) Atualizado até 13/10/2015 PRINCÍPIOS FUNDAMENTAIS (ARTS. 1º AO 4º DA CF88): Todo princípio fundamental é constitucional, mas nem todo princípio

Leia mais

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 SUMÁRIO LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS... 21 INTRODUÇÃO... 23 Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 1. Processo e procedimento... 25 1.1. Procedimentos legislativos... 26 2. Princípios

Leia mais

AS COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS NA CONSTITUIÇÃO DE 1988

AS COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS NA CONSTITUIÇÃO DE 1988 THIAGO MAGALHÃES PIRES Autor AS COMPETÊNCIAS LEGISLATIVAS NA CONSTITUIÇÃO DE 1988 Uma releitura de sua interpretação e da solução de seus conflitos à luz do Direito Constitucional contemporâneo Prefácio

Leia mais

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL

O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL GUSTAVO GUSMÃO O SISTEMA FEDERATIVO E A INTERVENÇÃO FEDERAL INTRODUÇÃO: O Brasil é uma República Federativa, isto é, uma Federação composta de Estados- membros

Leia mais

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre

Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre Roteiro de Leitura de Direito Constitucional II 1º Semestre 2017 1 AULA I Apresentação do Plano de Ensino / Finalidade e Função do Estado (Introdução) *não cai na prova 21/02/2017 Bibliografia básica 31ª

Leia mais

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero

Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero Filosofia política na Antiguidade romana: Cícero As influências de Platão e Aristóteles no terreno da reflexão política foram marcantes tanto na Antiguidade como na Idade Média. A ideia de que a política

Leia mais

DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II

DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II DA INTERVENÇÃO FEDERAL (ARTS. 34 A 36) (vários autores) Disciplina: Direito Constitucional II Prof. Dr. João Miguel da Luz Rivero jmlrivero@gmail.com www.rivero.pro.br O Estado Federal fundamenta-se no

Leia mais

THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo.

THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo. THOMAS FLEINER-GERSTER Professor da Universidade de Freiburg, Suíça, é especialista em direito internacional, constitucional e administrativo. TEORIA GERAL DO ESTADO Martins Fontes Editora São Paulo, 2006

Leia mais

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA

f ÅâÄtwÉ wx IED / V Çv t céä à vt `öüv t cxä áátü INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO CIÊNCIA POLÍTICA 01) Não se enquadra na subdivisão de "Público" o direito: a) Constitucional b) Administrativo. c) Judiciário / processual. d) Penal. e) Comercial. 02) Não

Leia mais

O direito de petição

O direito de petição O direito de petição O Professor Antônio de Sampaio Daria apresentou ao Chefe da Delegação do Brasil à VIII Sessão da Assembléia Geral das Nações Unidas a seguinte justificação: Entre os direitos do homem

Leia mais

A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito

A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito Profa. Andrea Wild A necessidade de proteção e efetividade aos direitos humanos, em sede internacional, possibilitou o surgimento de uma disciplina autônoma ao Direito Internacional Público, com denominação

Leia mais

INTRODUÇÃO AO DIREITO ADMINISTRATIVO

INTRODUÇÃO AO DIREITO ADMINISTRATIVO INTRODUÇÃO AO DIREITO ADMINISTRATIVO Conceito Direito Administrativo é o ramo do direito público que trata de princípios e regras que disciplinam a função administrativa e a administração pública e que

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE ESTRUTURA DO ESTADO. SISTEMAS POLÍTICOS. ATIVIDADE CONSTITUCIONAL DO ESTADO. FISCALIZAÇÃO DE CONSTITUCIONALIDADE VOL. 2 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE PARTE I ESTRUTURA

Leia mais

Organização Administrativa BOM DIA!!!

Organização Administrativa BOM DIA!!! BOM DIA!!! 1. Introdução 2. Administração Pública 3. Órgão Público 4. Classificação dos Órgãos 5. Descentralização e Desconcentração 6. Função Pública 7. Cargo Público 8. Agente Público 1. Introdução Regime

Leia mais

Período. 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional

Período. 3º Período. Eixo de Formação Eixo de Formação Profissional Página 1 de 5 Disciplina DE GRADUACÃO Curso Semestral Código DIREITO CONSTITUCIONAL II 072 Curso Graduação Período 3º Período Turma (s) A, B e D Carga Horária 64 horas-relógio 77 horas-aula Eixo de Formação

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL

DIREITO INTERNACIONAL DIREITO INTERNACIONAL Personalidade internacional Organizações internacionais População Profª Luciana Romano Morilas 1 Organizações internacionais Definição: Entidades criadas sob a égide do Direito Internacional,

Leia mais

PROGRAMA DE CIÊNCIA POLÍTICA E DIREITO CONSTITUCIONAL

PROGRAMA DE CIÊNCIA POLÍTICA E DIREITO CONSTITUCIONAL João Albuquerque PROGRAMA DE CIÊNCIA POLÍTICA E DIREITO CONSTITUCIONAL (Ano Lectivo de 2010/2011) Faculdade de Direito da Universidade de Macau 2 CAPÍTULO I O POLÍTICO I A noção de Política em sentido

Leia mais

CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE. O controle de constitucionalidade difuso está presente no ordenamento jurídico

CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE. O controle de constitucionalidade difuso está presente no ordenamento jurídico CONTROLE DIFUSO DE CONSTITUCIONALIDADE O controle de constitucionalidade difuso está presente no ordenamento jurídico 1 brasileiro desde a Constituição Provisória da República de 1890, tendo como inspiração

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA DO ESTADO

1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA DO ESTADO 1ª Fase PROVA OBJETIVA TEORIA DO ESTADO P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Em O Federalista, artigos assinados por Publius (Alexander Hamilton, James Madison e John Jay; várias edições), os autores defendem a nova

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Direito Constitucional Aula 03 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO. Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira CAPÍTULO 6 O TERRITÓRIO BRASILEIRO EM CONSTRUÇÃO Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira 1- O país dos contrastes Imensas riquezas naturais, culturais e econômicas.

Leia mais

Prof. Helena de Souza Rocha 1

Prof. Helena de Souza Rocha 1 Prof. Helena de Souza Rocha 1 2 Fonte: Pedro Lenza. Direito Constitucional Esquematizado. Originário histórico revolucionário Poder Constituinte Derivado reformador decorrente Difuso revisor Supranacional

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO

DIREITO ADMINISTRATIVO DIREITO ADMINISTRATIVO ESTRUTURA ADMINISTRATIVA O estudo da Administração Pública em geral, compreendendo a sua estrutura e as suas atividades, devem partir do conceito de ESTADO, sobre o qual repousa

Leia mais

Formas de Governo e Regimes Políticos. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31)

Formas de Governo e Regimes Políticos. Colégio Anglo de Sete Lagoas - Professor: Ronaldo - (31) Formas de Governo e Regimes Políticos ESTADO Estado é a corporação de um povo, assentada num determinado território e dotada de um poder originário de mando. (Jellinek) Formas e Sistemas de Governo Pode-se

Leia mais

Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO

Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO 1 Universidade Federal de Santa Catarina UFSC Centro de Ciências Jurídicas CCJ Departamento de Direito DIR PLANO DE ENSINO I IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Nome Curso Direito Constitucional II Direito Código

Leia mais

Consórcios Públicos. Características da Federação brasileira: município como ente federativo;

Consórcios Públicos. Características da Federação brasileira: município como ente federativo; Consórcios Públicos Consórcios Públicos Características da Federação brasileira: município como ente federativo; Consórcios Públicos: conceito, objetivos e características da nova legislação; Breve panorama

Leia mais

Princípios Fundamentais do Estado Brasileiro

Princípios Fundamentais do Estado Brasileiro PRINCIPIOS CONSTITUCIONAIS Princípios Fundamentais do Estado Brasileiro Estruturantes: Os princípios fundamentais do Estado Brasileiro fazem parte dos princípios constitucionais e estão presentes dentro

Leia mais

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles

PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO. Davi Furtado Meirelles PODER NORMATIVO DA JUSTIÇA DO TRABALHO Davi Furtado Meirelles Resultado Negativo da Negociação - Mediação - é mais uma tentativa de conciliação, após o insucesso da negociação direta, porém, desta feita,

Leia mais

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 SIGLAS 15 NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17 INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 O mercado e a economia de mercado 21 O Direito, o mercado e a concorrência 22 Saber Direito para entender o mercado

Leia mais

PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS

PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS PROTOCOLOS e DECLARAÇÕES anexas ao Tratado de Lisboa PROTOCOLOS Protocolo (N.º 1) relativo ao papel dos Parlamentos nacionais na União Protocolo (N.º 2) relativo à aplicação dos princípios da subsidiariedade

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL. Tratados Internacionais

DIREITO INTERNACIONAL. Tratados Internacionais DIREITO INTERNACIONAL Tratados Internacionais Conceito e nomenclatura Validade no Brasil Estrutura Profª Luciana Romano Morilas 1 Constituição Federal Na CF, há vários dispositivos que remetem aos Tratados

Leia mais

DIREITO INTERNACIONAL

DIREITO INTERNACIONAL Prof. Thaysa Prado DIREITO INTERNACIONAL - Introdução e fontes Características da Sociedade Internacional - Universal: abrange todos os entes/sujeitos do direito internacional - Paritária: igualdade jurídica

Leia mais

Estado e relações entre direito interno e direito internacional. Conflitos e aporia.

Estado e relações entre direito interno e direito internacional. Conflitos e aporia. Estado e relações entre direito interno e direito internacional. Conflitos e aporia. Profa. Me. Érica Rios erica.carvalho@ucsal.br PROBLEMAS Hierarquia entre normas internacionais e direito interno? Como

Leia mais

BENS PÚBLICOS. Roteiro de aula Direito Administrativo II DES0312 Diurno

BENS PÚBLICOS. Roteiro de aula Direito Administrativo II DES0312 Diurno BENS PÚBLICOS Roteiro de aula Direito Administrativo II DES0312 Diurno Introdução: noção e histórico Sumário Classificação Afetação e desafetação A moldura constitucional Características frequentes Uso

Leia mais

COMPETÊNCIA - ARTIGOS 21 a 33

COMPETÊNCIA - ARTIGOS 21 a 33 COMPETÊNCIA - ARTIGOS 21 a 33 A primeira informação que devemos procurar sobre a unidade que vamos agora trabalhar, para que se possa ter um bom entendimento, é aquela que nos deve dizer, da existência

Leia mais

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08 A República da Espada Prof. Thiago História C Aula 08 O Novo Regime Proclamação da República Militares ideário positivista Cafeicultores defesa do federalismo Classe Média desenvolvimento industrial e

Leia mais

Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva. Rio Verde/GO 2014/01

Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva. Rio Verde/GO 2014/01 PLANO DE CURSO Disciplina: Direito Constitucional II Professor Esp. Anderson de Queirós e Silva Rio Verde/GO 2014/01 ESTRUTURAÇÃO DO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: Direito Constitucional II Cód. : PLANO DE

Leia mais

República Conceitos básicos

República Conceitos básicos República Conceitos básicos Estado: e a formação de um povo. Território:, ou seja, representa a base física limitada por suas fronteiras. República Conceitos básicos Povo: é todo o, regulamentados por

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 0 TJSP

DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 0 TJSP DIREITO CONSTITUCIONAL AULA 0 TJSP Prof. Jean Pitter O CONCURSO BANCA: VUNESP CARGO: Escrevente Técnico Judiciário. ESCOLARIDADE: Ensino médio. REMUNERAÇÃO: Inicial: R$ 5.697,16, incluindo salário de R$

Leia mais

Territorias: Formação do Território rio Brasileir

Territorias: Formação do Território rio Brasileir Políticas Territorias: Formação do Território rio Brasileir Rosely Gaeta Fontes: Mundo Estranho, SuperInteressante, 1 Políticas Territorias: : As Fronteiras Nacionais e Internacionais Objetivos da gestão

Leia mais

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia)

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Vital Moreira (IGC-FDUC) São Paulo, 6.2015 1 Plano 1. Direitos fundamentais beyond the state 2. Natureza da UE 3. Direitos fundamentais na

Leia mais

COMPETÊNCIA DO JUIZ CONSTITUCIONAL

COMPETÊNCIA DO JUIZ CONSTITUCIONAL COMPETÊNCIA DO JUIZ CONSTITUCIONAL LIMITES DE ATUAÇÃO À LUZ DA SEPARAÇÃO DOS PODERES E DO CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE EDITORA AF1L1ADA Visite nossos sites na Internet 1I'1I'1I'jul'lIa. com. bl' e 11'11'11'.

Leia mais

Direito Tributário. Aula 03. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho

Direito Tributário. Aula 03. Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Direito Tributário Aula 03 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos multimídia

Leia mais

Resumo Aula-tema 03: O Estado em Direito Internacional

Resumo Aula-tema 03: O Estado em Direito Internacional Resumo Aula-tema 03: O Estado em Direito Internacional 1. Estado: conceito, elementos e classificação O conceito de Estado veiculado no livro-texto da disciplina é propugnado por Casella (2009), como agrupamento

Leia mais

Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de Parte 1 -

Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de Parte 1 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Noções de Direito Constitucional - Conhecendo a Constituição Federal de 1988 - Parte 1 - Objetivo: - Conhecer a Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 (CRFB/88);

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1

SUMÁRIO. Capítulo I Teoria da Constituição...1 SUMÁRIO Capítulo I Teoria da Constituição...1 1. Constituição...1 1.1 Conceito...1 1.2. Classificação das Constituições...1 1.3. Interpretação das Normas Constitucionais...3 1.4. Preâmbulo Constitucional...5

Leia mais

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS

Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Hugo Goes Direito Previdenciário Módulo 02 Aula 001-005 Direito Previdenciário para o Concurso do INSS Fontes Hierarquia (ordem de graduação) Autonomia (entre os diversos ramos) Aplicação (conflitos entre

Leia mais

Aula 8/16 ORGANIZAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO. Prof. Wallace C. Seifert Concurso para RFB

Aula 8/16 ORGANIZAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO. Prof. Wallace C. Seifert Concurso para RFB ORGANIZAÇÃO DO ESTADO BRASILEIRO Aula 8/16 Prof. Wallace C. Seifert Concurso para RFB INTRODUÇÃO Slide # 2 FORMA DE ESTADO (Art. 1º) Federação união indissolúvel Impossibilidade de secessão Composição

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CONSTITUCIONAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CONSTITUCIONAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO CONSTITUCIONAL 1. Na Federação Brasileira, os Estados-Membros: I organizam-se e regem-se pelas respectivas Constituições, ainda que contrariem alguns

Leia mais

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25

LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS INTRODUÇÃO Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 SUMÁRIO LISTA DE ABREVIATURAS UTILIZADAS... 21 INTRODUÇÃO... 23 Capítulo 1 FUNDAMENTOS TEÓRICOS DO PROCESSO LEGISLATIVO... 25 1. Processo e procedimento... 25 1.1. Procedimentos legislativos... 26 2. Princípios

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana

REVOLUÇÃO FRANCESA. Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA Professor Marcelo Pitana REVOLUÇÃO FRANCESA (1789 Queda da Bastilha) Antecedentes: - Ideais iluministas (liberais); - Abuso de poder da nobreza; - Pompa das cortes; - Déficit orçamentário;

Leia mais

Estabilidade Constitucional

Estabilidade Constitucional Estabilidade Constitucional Defesa da Constituição: 1ª. Aula Introdução Prof. João Paulo Santos Constituição Rígida de 1988 Defesa da Constituição Substancial (consensos mínimos além da política eventual)

Leia mais

Direito Constitucional

Direito Constitucional Aula 14 Direito Constitucional Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE. O acesso às atividades, conteúdos

Leia mais

A Constituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República;

A Constituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República; ssinale a opção correta: onstituição não admite emenda constitucional tendente a abolir a República; vedação de emenda constitucional tendente a abolir os direitos e garantias individuais aplica-se aos

Leia mais

4. TEORIA DO PODER CONSTITUINTE. histórico. Originário. revolucionário. reforma. decorrente

4. TEORIA DO PODER CONSTITUINTE. histórico. Originário. revolucionário. reforma. decorrente 4. TEORIA DO PODER CONSTITUINTE I) Esquema geral Originário histórico Poder Constituinte revolucionário II) Conceito Derivado reforma decorrente Emenda (EC) Revisão (ECR) Poder constituinte é o poder de

Leia mais

Políticas, planos e programas de Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina

Políticas, planos e programas de Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina Parte A Políticas, planos e programas de Segurança Alimentar e Nutricional na América Latina Estado (governo) Garantia dos direitos sociais Política Pública Garantia dos direitos sociais Qual é o processo

Leia mais

Estado e Cidadania. O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil

Estado e Cidadania. O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil Estado e Cidadania O que são, uma análise histórica e suas especificidades no mundo contemporâneo e no Brasil Algumas definições e conceitos Cidadania origem etimológica no latim civitas, significando

Leia mais

Regime Geral do Direito Administrativo

Regime Geral do Direito Administrativo Regime Geral do Direito Administrativo Conceito de Direito Administrativo Sistemas administrativos Noções de estado, governo e administração Direito Público e Direito Privado Direito Público: regular os

Leia mais