DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS Tese apresentada à Universidade Católica Portuguesa para a obtenção do grau de Doutor em Ciências Jurídico-Políticas JORGE PEREIRA DA SILVA c D c L b 2013

2 UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS Tese apresentada à Universidade Católica Portuguesa para a obtenção do grau de Doutor em Ciências Jurídico-Políticas JORGE PEREIRA DA SILVA Sob orientação do Professor Doutor Jorge Miranda c D c L b Abril de 2013

3 INTRODUÇÃO Preliminares Ambiente sociocultural e jurídico Aproximação conceptual Delimitação conceptual Sequência º. FUNDAMENTAÇÃO E ESTRUTURA DOS DEVERES DE PROTECÇÃO Fundamentação no plano da teoria política Thomas Hobbes John Locke Confronto de perspectivas Fundamentação no plano da teoria dos direitos fundamentais Aproximação histórica Dimensão de defesa Dimensão de prestação Dimensão de eficácia entre privados Conteúdo objectivo dos direitos fundamentais Dignidade da pessoa humana Pontos firmes na Constituição de Deveres gerais: artigo 18º Deveres especiais: protecção diplomática (14º) e policial (272º) Estrutura das relações jurídicas de direitos fundamentais Relações triangulares Relações bipolares e multipolares

4 2º. O AGRESSOR: PRIMEIRO PÓLO DA RELAÇÃO JUSFUNDAMENTAL Caracterização geral do perigo Distinção dos conceitos de perigo e risco Perspectiva do decisor público Modelos tripartidos: risco residual Prevenção versus precaução Relevância dogmática Análise e regulação de (perigos e) riscos Percepção Avaliação Gestão Perigo, risco e lesão Fontes do perigo e do risco Corresponsabilidade estadual por perigos de origem privada Aceitação passiva Permissão expressa Fomento Possibilitação material Posição de garante Dirigismo público Perigos humanos e perigos da natureza Perigos com conexões internacionais Perigos internos com efeitos internos Perigos internos com projecção externa Perigos externos com projecção interna Perigos externos com efeitos externos: protecção diplomática Perigos causados pelo próprio titular do direito Autocolocação em perigo, autolesão e renúncia Capacidade de autodeterminação e défice informativo Harm principle: direitos alheios e interesses comunitários Protecção em face e contra o titular do direito

5 3º. O LESADO: SEGUNDO PÓLO DA RELAÇÃO JUSFUNDAMENTAL Objecto do dever de protecção: bens jusfundamentais Bens fundamentais susceptíveis de exigir protecção estadual Os direitos negativos eficazes nas relações entre privados Conteúdos fundamentais negativos: direitos sociais, propriedade e igualdade Conteúdos fundamentais eficazes entre privados Os direitos das gerações futuras Perspectiva filosófica e ética Perspectiva política Perspectiva jurídico-constitucional Questões dogmáticas Disponibilidade dos direitos fundamentais afectados Debate teórico sobre o problema da (in)disponibilidade Limites: dignidade da pessoa, conteúdo essencial e princípios estruturantes Disponibilidade da própria protecção estadual Caracterização do bem jusfundamental e do respectivo titular Posição na ordem de valores constitucional Reversibilidade das lesões do bem jurídico protegido Possibilidade de defesa própria Heterotutela pública versus defesa própria Pretensa subsidiariedade da protecção pública Situações pessoais de especial vulnerabilidade º. O ESTADO: TERCEIRO PÓLO DA RELAÇÃO JUSFUNDAMENTAL Destinatários do dever de protecção Função legislativa Primado do legislador e liberdade de conformação Limites à liberdade de conformação do legislador Princípios gerais, princípios específicos e princípios exclusivos Reserva do possível Não reconstituição de omissões inconstitucionais Princípio da proibição de protecção insuficiente Identidade própria Princípio da proporcionalidade Conteúdo essencial Imperativos de optimização

6 Limites funcionais da justiça constitucional Questões operativas Aproximação tipológica às normas de protecção Normas sancionatórias Normas de organização, procedimento e processo Normas sobre informação Normas de segurança Normas de compensação de posições factualmente desigualitárias Estratégias complexas de protecção Nota sobre a função administrativa Protecção secundum legem Protecção praeter legem Protecção contra legem Função jurisdicional Conceito material de omissão legislativa Tribunais comuns Fiscalização concreta Preenchimento dos défices de protecção Responsabilidade civil por omissão legislativa Tribunal Constitucional Jurisprudência Processos e instrumentos decisórios Entidades privadas Premissas do problema Deveres de protecção privados e públicos Privatização de deveres estaduais de protecção EPÍLOGO Sobre a natureza dos deveres estaduais de protecção Alternativas em confronto Protecção eminentemente subjectiva Centralidade do problema metodológico BIBLIOGRAFIA

DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS

DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS JORGE PEREIRA DA SILVA DEVERES DO ESTADO DE PROTECÇÃO DE DIREITOS FUNDAMENTAIS Fundamentação e Estrutura das Relações Jusfundamentais Triangulares UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA Lisboa 2015 Nota Prévia

Leia mais

Programa da disciplina de Direitos Fundamentais. Ano lectivo de 2011/2012

Programa da disciplina de Direitos Fundamentais. Ano lectivo de 2011/2012 Programa da disciplina de Direitos Fundamentais Ano lectivo de 2011/2012 Regente: Jorge Reis Novais 1- Apresentação da disciplina: programa, bibliografia, aulas e método de avaliação. O objectivo da disciplina:

Leia mais

Programa da disciplina de Direitos Fundamentais Ano letivo de 2014/15

Programa da disciplina de Direitos Fundamentais Ano letivo de 2014/15 Programa da disciplina de Direitos Fundamentais Ano letivo de 2014/15 Regente: Jorge Reis Novais Colaboradores: Prof. Doutor Domingos Soares Farinho Mestre Tiago Fidalgo de Freitas Mestre Tiago Antunes

Leia mais

1. Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito

1. Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito 1. Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito a) Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito: do Estado de Direito liberal ao Estado democrático e social de Direito. b) Os

Leia mais

Direitos Fundamentais 2015/2016 Turma Noite Curso de Licenciatura. 2. Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito

Direitos Fundamentais 2015/2016 Turma Noite Curso de Licenciatura. 2. Os direitos fundamentais na história do Estado de Direito Direitos Fundamentais 2015/2016 Turma Noite Curso de Licenciatura 1. Apresentação da disciplina a) Os direitos fundamentais enquanto garantias jurídicas decorrentes das normas constitucionais e das normas

Leia mais

Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21

Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21 Índice geral Notas prévias à 12ª edição 7 Agradecimentos (1ª edição) 9 Abreviaturas 11 Prefácio (1ª edição) 15 Sumário 19 Notas introdutórias 21 1ª P A R T E O Sistema dos Direitos Fundamentais na Constituição:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITOS FUNDAMENTAIS (02314)

Leia mais

LICENCIATURA

LICENCIATURA LICENCIATURA 2015-2016 DIREITO DO AMBIENTE (CURSO NOCTURNO) REGÊNCIA: PROFESSORA DOUTORA CARLA AMADO GOMES Programa Apresentação Esta disciplina pretende, a partir da delimitação do objecto do Direito

Leia mais

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho

Introdução...1. Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho SUMÁRIO Introdução...1 Parte I A Religião e o Mundo do Trabalho Capítulo 1 Religião, Direitos Humanos e Espaço Público: Algumas Nótulas Preliminares...7 1. Religião e Direitos Humanos...7 2. O Regresso

Leia mais

Jurisprudência dos Princípios

Jurisprudência dos Princípios António Cortês Professor da Faculdade de Direito da Universidade Católica Portuguesa Jurisprudência dos Princípios Ensaio sobre os Fundamentos da Decisão Jurisdicional UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA

Leia mais

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO

Índice ÍNDICE. Pág. Prefácio... 7 Plano da obra Abreviaturas Bibliografia Geral Parte I CONCEITO DE DIREITO Índice 609 ÍNDICE Pág. Prefácio... 7 Plano da obra... 11 Abreviaturas... 13 Bibliografia Geral... 15 Parte I CONCEITO DE DIREITO Capítulo 1 A vida do Homem em sociedade 1. Observações preliminares... 23

Leia mais

Sumário. Introdução... 31

Sumário. Introdução... 31 Sumário Introdução..................................................................... 31 Parte I. Teoria e significado da igualdade jurídica............................ 33 Capítulo I. Teorias fundamentais

Leia mais

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE

RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA Faculdade de Direito Mestrado de Direito Forense RECURSO DE INCONSTITUCIONALIDADE Programa para 2016-2017 I Inconstitucionalidade e garantia em geral 1º Inconstitucionalidade

Leia mais

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015

PROGRAMA. DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino. (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 PROGRAMA DIREITO CONSTITUCIONAL I (Introdução à Teoria da Constituição) Professor José Melo Alexandrino (1.º ano 1.º Semestre Turma B) 2014/2015 INTRODUÇÃO 1. O objecto e o método do Direito constitucional

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo

DIREITO ADMINISTRATIVO I ÍNDICE. CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo ÍNDICE DIREITO ADMINISTRATIVO I Abreviaturas e siglas CAPÍTULO I A relevância do estudo do direito administrativo 1. A relevância do estudo do direito administrativo 1.1 As abordagens do direito administrativo

Leia mais

LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO

LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO LIBERDADE RELIGIOSA E CONTRATO DE TRABALHO A dogmática dos direitos fundamentais e a construção de respostas constitucionalmente adequadas aos conflitos religiosos no ambiente de trabalho IMPETUS SUMÁRIO

Leia mais

I Noções e Problemas Elementares

I Noções e Problemas Elementares Introdução ao Estudo do Direito I 1.º Ano Noite, 2015/ 2016 Professor Doutor Marcelo Rebelo de Sousa PROGRAMA 1 I Noções e Problemas Elementares 1. Primeiros olhares; ideias geralmente associadas ao «direito»

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre

DIREITO ADMINISTRATIVO II. 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre DIREITO ADMINISTRATIVO II 2.º Ano Turma B PROGRAMA DA DISCIPLINA Ano lectivo de 2011/2012 2º semestre LISBOA 2012 Regente: Prof. Doutor Fausto de Quadros Colaborador: Prof. Doutor Lourenço Vilhena de Freitas

Leia mais

FONTES DO DIREITO. Prof. Thiago Gomes

FONTES DO DIREITO. Prof. Thiago Gomes Prof. Thiago Gomes 1. CONTEXTUALIZAÇÃO QUAL FONTE VOCÊ PRECISA? 2. CONSIDERAÇÕES INICIAIS Expressão designa todas as representações que, de fato, influenciam a função criadora e aplicadora do Direito.

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE DIREITO CONSTITUCIONAL ESTADO E CONSTITUCIONALISMO. CONSTITUIÇÃO. DIREITOS FUNDAMENTAIS. VOL. 1 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE Explicação 9 Preliminares 1. O fenómeno

Leia mais

OS LIMITES OBJECTIVOS DO NE BIS IN IDEM

OS LIMITES OBJECTIVOS DO NE BIS IN IDEM HENRIQUE SALINAS OS LIMITES OBJECTIVOS DO NE BIS IN IDEM (DISSERTAÇÃO DE DOUTORAMENTO) ORIENTADOR: PROFESSOR DOUTOR GERMANO MARQUES DA SILVA Fevereiro de 2012 Os limites Objectivos do ne bis in idem ÍNDICE

Leia mais

Direito de propriedade privada e liberdade de empresa: o caso da propriedade das farmácias. Andreia Chora Sara Garcia

Direito de propriedade privada e liberdade de empresa: o caso da propriedade das farmácias. Andreia Chora Sara Garcia Direito de propriedade privada e liberdade de empresa: o caso da propriedade das farmácias Andreia Chora Sara Garcia Acórdão do Tribunal Constitucional nº 187/01 Reserva da propriedade de farmácias a titulares

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO 4.ª edição Universidade Católica Editora Lisboa 2012 NOTA À 4.ª EDIÇÃO Esta 4.ª

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO III - CRIMES EM ESPECIAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular OPÇÃO III - CRIMES EM ESPECIAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular OPÇÃO III - CRIMES EM ESPECIAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular OPÇÃO III - CRIMES

Leia mais

PERGUNTAS DE ORAIS FREQUENTES Introdução ao Estudo do Direito (Turma A, Dia Miguel Teixeira de Sousa)

PERGUNTAS DE ORAIS FREQUENTES Introdução ao Estudo do Direito (Turma A, Dia Miguel Teixeira de Sousa) PERGUNTAS DE ORAIS FREQUENTES Introdução ao Estudo do Direito (Turma A, Dia Miguel Teixeira de Sousa) 01. Distinga direitos patrimoniais de direitos não patrimoniais 02. Distinga direito público de direito

Leia mais

INFORMAÇÕES GERAIS EDITAL N. 61/2015 CONCURSO PROFESSOR EFETIVO FADIR ÁREA DE DIREITO CONSTITUCIONAL

INFORMAÇÕES GERAIS EDITAL N. 61/2015 CONCURSO PROFESSOR EFETIVO FADIR ÁREA DE DIREITO CONSTITUCIONAL 1 INFORMAÇÕES GERAIS EDITAL N. 61/2015 CONCURSO PROFESSOR EFETIVO FADIR ÁREA DE DIREITO CONSTITUCIONAL I) Planilha de Inscrições Deferidas: obs.: o prazo das inscrições está aberto até o dia 07/10/2015;

Leia mais

ÍNDICE GERAL. apresentação da 8ª edição 7 apresentação da 7ª edição 9 apresentação da 6ª edição 11 apresentação da 1ª edição 13

ÍNDICE GERAL. apresentação da 8ª edição 7 apresentação da 7ª edição 9 apresentação da 6ª edição 11 apresentação da 1ª edição 13 ÍNDICE GERAL apresentação da 8ª edição 7 apresentação da 7ª edição 9 apresentação da 6ª edição 11 apresentação da 1ª edição 13 PARTE I 15 1. Introdução 17 2. A pré-história da integração europeia (as ideias

Leia mais

SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES

SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES SUMÁRIO 1. NOÇÕES PRELIMINARES 1. Direitos de terceira geração 1.1 Introdução 1.2 Direitos difusos 1.3 Direitos coletivos stricto sensu 1.4 Direitos individuais homogêneos 2. Meio ambiente: definição e

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2014-2015 DISCIPLINA DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA (TURMA A) PROFESSORA REGENTE ANA MARIA GUERRA MARTINS Sumário A refundação da União Europeia, operada pelo Tratado de Lisboa, obrigou a reequacionar

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016 Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2015/2016 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL (02308)

Leia mais

RUMOS CONTEMPORÂNEOS DO DIREITO CIVIL

RUMOS CONTEMPORÂNEOS DO DIREITO CIVIL Autor Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho RUMOS CONTEMPORÂNEOS DO DIREITO CIVIL Estudos em Perspectiva Civil-Constitucional Área específica Direito Civil. Reúnem-se, nesta obra, ensaios e artigos científicos

Leia mais

Prólogo 7 Siglas e Abreviaturas 11

Prólogo 7 Siglas e Abreviaturas 11 ÍNDICE Prólogo 7 Siglas e Abreviaturas 11 INTRODUÇÃO 15 1. Justificação do título 15 2. Da realização da justiça penal como ideal comunitário 16 3. A dimensão comunicacional da justiça penal 19 4. O segredo

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES

UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES 2007/1 UNIVERSIDADE CATÓLICA DE GOIÁS Pró-Reitoria de Graduação ORGANIZAÇÃO BÁSICA DAS DISCIPLINAS CURRICULARES Disciplina: DIREITO PROCESSUAL PENAL I Curso: DIREITO Código CR PER Co-Requisito Pré-Requisito

Leia mais

PROGRAMA. 4. O conceito de crime e o processo penal: pressupostos materiais e processuais da responsabilidade penal.

PROGRAMA. 4. O conceito de crime e o processo penal: pressupostos materiais e processuais da responsabilidade penal. DIREITO PROCESSUAL PENAL PROGRAMA I INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL PENAL 1. O funcionamento real do sistema penal: os dados da PGR (2010), do Relatório Anual de Segurança Interna (2011) e o tratamento

Leia mais

DIREITO CONSTITUCIONAL

DIREITO CONSTITUCIONAL JORGE MIRANDA CURSO DE ESTRUTURA DO ESTADO. SISTEMAS POLÍTICOS. ATIVIDADE CONSTITUCIONAL DO ESTADO. FISCALIZAÇÃO DE CONSTITUCIONALIDADE VOL. 2 UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2016 ÍNDICE PARTE I ESTRUTURA

Leia mais

PARTE II. A CONCORRÊNCIA DESLEAL EM PORTUGAL: SITUAÇÃO ACTUAL 29

PARTE II. A CONCORRÊNCIA DESLEAL EM PORTUGAL: SITUAÇÃO ACTUAL 29 I. INTRODUÇÃO 11 1. Objecto da Investigação 11 2. Sistematização Adoptada 12 PARTE I. A CONCORRÊNCIA DESLEAL 15 CAPÍTULO I. O PERCURSO HISTÓRICO DA CONCORRÊNCIA DESLEAL 17 1. As Origens 17 2. O Ordenamento

Leia mais

A garantia do Direito

A garantia do Direito A garantia do Direito 1. A garantia dos direitos Quando estudamos a especificidade das normas jurídicas face às normas morais, tivemos oportunidade de mencionar que as primeiras recebiam o amparo da coacção,

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias 11ª edição Prefácio Apresentação As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25

Sumário. Palavras Prévias 11ª edição Prefácio Apresentação As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25 Sumário Palavras Prévias 11ª edição... 17 Prefácio... 21 Apresentação... 23 Capítulo Introdutório As Obrigações em Leitura Civil-constitucional... 25 Capítulo I Introdução ao Direito das Obrigações...

Leia mais

SUMÁRIO NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS Capítulo 1

SUMÁRIO NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS Capítulo 1 SUMÁRIO Capítulo 1 NORMAS CONSTITUCIONAIS AMBIENTAIS... 23 1. Conceito de Constituição... 23 2. Sentidos ou concepções de Constituição... 23 2.1. Sentido sociológico... 24 2.2. Sentido político... 24 2.3.

Leia mais

SUMÁRIO TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Capítulo 1

SUMÁRIO TEORIA DA CONSTITUIÇÃO Capítulo 1 SUMÁRIO Capítulo 1 TEORIA DA CONSTITUIÇÃO... 23 1. Conceito de Constituição... 23 2. Sentidos ou concepções de Constituição... 23 2.1. Sentido sociológico... 24 2.2. Sentido político... 24 2.3. Sentido

Leia mais

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo

Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99. Preâmbulo Estatuto Universal do Juiz de 17NOV99 Preâmbulo Na elaboração preliminar deste Estatuto colaboraram Juízes de diversos países do mundo. O presente Estatuto é o resultado do seu trabalho e teve o consenso

Leia mais

PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO PREFÁCIO APRESENTAÇÃO

PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO PREFÁCIO APRESENTAÇÃO Sumário PALAVRAS PRÉVIAS 8ª EDIÇÃO... 15 PREFÁCIO... 19 APRESENTAÇÃO... 21 Capítulo Introdutório AS OBRIGAÇÕES EM LEITURA CIVIL - CONSTITUCIONAL... 23 Capítulo I INTRODUÇÃO AO DIREITO DAS OBRIGAÇÕES...

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013 Programa da Unidade Curricular AMEAÇAS AMBIENTAIS Ano Lectivo 2012/2013 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Políticas de Segurança 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DISCIPLINA: DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES PLANIFICAÇÃO ANUAL

ESCOLA SECUNDÁRIA C/ 3º CICLO DE MANUEL DA FONSECA CURSO PROFISSIONAL DE TÉCNICO DE GESTÃO DISCIPLINA: DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES PLANIFICAÇÃO ANUAL MÓDULOS / CONTEÚDOS OBJECTIVOS DE APRENDIZAGEM TEMPO PREVISTO (BLOCOS 45 MINUTOS) OBSERVAÇÕES I MÓDULO 40 NOÇOES FUNDAMENTAIS DE DIREITO. NATUREZA SOCIAL DO HOMEM ORDEM SOCIAL NORMATIVA DIREITO, SENTIDOS

Leia mais

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária

PLANO DE ENSINO. TDI0011 Carga horária PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Introdução ao Estudo do Direito Código TDI0011 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 1º II Ementário O direito como fenômeno social e universal.

Leia mais

UNIDADE = LEI CONCEITO

UNIDADE = LEI CONCEITO UNIDADE = LEI CONCEITO Preceito jurídico (norma) escrito, emanado (que nasce) de um poder estatal competente (legislativo federal, estadual ou municipal ou poder constituinte) com características (ou caracteres)

Leia mais

LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO

LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO LIVRO: MANUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA EDITORA: GEN MÉTODO EDIÇÃO: 1ªED., 2012 SUMÁRIO LIVRO I - DIREITO MATERIAL Rafael Carvalho Rezende Oliveira 1. Introdução 1.1. A importância do combate à corrupção

Leia mais

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21

NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17. INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 SIGLAS 15 NOTA DE ABERTURA À SEGUNDA EDIÇÃO 17 INTRODUÇÃO 19 Maria Manuel Leitão Marques 21 O mercado e a economia de mercado 21 O Direito, o mercado e a concorrência 22 Saber Direito para entender o mercado

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia. -

O Direito e o Pensamento Jurídico. Ano Letivo 2012/2013 1º semestre. Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia.  - O Direito e o Pensamento Jurídico Ano Letivo 2012/2013 1º semestre Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia www.jorgebacelargouveia.com - jbg@fd.unl.pt 0 Preliminares 0.1. O nome da disciplina 0.2. Programa

Leia mais

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL

PROGRAMA ABREVIADO PARTE I DOGMÁTICA GERAL Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2016/2017 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro

Leia mais

SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira

SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA. Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira SUMÁRIO LIVRO I IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA Parte 1 Direito Material Rafael Carvalho Rezende Oliveira 1. INTRODUÇÃO 1.1. A importância do combate à corrupção 1.2. Conceito de improbidade administrativa

Leia mais

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014)

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014) PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores - 2013/2014) 1. Aulas: I- METODOLOGIA As sessões de trabalho vão decorrer: a) Leitura, seguida de esclarecimentos e discussão

Leia mais

Solicitação de Consulta e Cirurgia de Catarata

Solicitação de Consulta e Cirurgia de Catarata AULA 23 Solicitação de Consulta e Cirurgia de Catarata Cliente necessita com urgência consulta e cirurgia de catarata e o respectivo tratamento. Como advogado(a), proponha a ação adequada. Competência

Leia mais

Parte I- ABRINDO AS PORTAS PARA OS DIREITOS FUNDAMENTAIS, 1

Parte I- ABRINDO AS PORTAS PARA OS DIREITOS FUNDAMENTAIS, 1 Sumário Prefácio à 5ª- edição, xvii Apresentação do curso, xix Parte I- ABRINDO AS PORTAS PARA OS DIREITOS FUNDAMENTAIS, 1 1 A Teoria dos Direitos Fundamentais, 3 1.1 O nazismo e a banalidade do mal, 3

Leia mais

Correspondência entre articulados: CPA'15/CPA'91. Disposições gerais PARTE I. Princípios gerais da atividade administrativa CAPÍTULO II

Correspondência entre articulados: CPA'15/CPA'91. Disposições gerais PARTE I. Princípios gerais da atividade administrativa CAPÍTULO II Disposições gerais PARTE I Disposições preliminares CAPÍTULO I Definições Artigo 1.º Âmbito de aplicação Artigo 2.º Princípios gerais da atividade administrativa CAPÍTULO II Princípio da legalidade Artigo

Leia mais

ÍNDICE GERAL DO VOLUME I

ÍNDICE GERAL DO VOLUME I ÍNDICE GERAL DO VOLUME I INTRODUÇÃO 1." A pluralidade e a diversidade dos sistemas jurídicos contemporâneos 19 2." Primeira noção de Direito Comparado 20 3." Modalidades da comparação jurídica 21 4. Principais

Leia mais

Comentário. Código Penal

Comentário. Código Penal Paulo Pinto de Albuquerque Comentário do Código Penal à luz da Constituição da República e da Convenção Europeia dos Direitos do Homem 2.ª edição actualizada Universidade Católica Editora Índice geral

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2015-2016 DIREITO DO TRABALHO I 4º ANO Turma da Noite Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro Madeira de Brito Mestre Isabel

Leia mais

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia)

Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Direitos fundamentais supranacionais (O caso da União Europeia) Vital Moreira (IGC-FDUC) São Paulo, 6.2015 1 Plano 1. Direitos fundamentais beyond the state 2. Natureza da UE 3. Direitos fundamentais na

Leia mais

A criação normativa em matéria tributária - As fontes de Direito Tributário

A criação normativa em matéria tributária - As fontes de Direito Tributário DIREITO TRIBUTÁRIO NACIONAL E EUROPEU [9291111] GERAL Regime: Semestre: OBJETIVOS Com esta cadeira pretende-se que os alunos compreendam as estruturas conceptuais essenciais do sistema fiscal português;

Leia mais

PRINCÍPIO DA PROTEÇÃO SUBSTANCIAL DA CONFIANÇA NO DIREITO ADMINISTRATIVO BRASILEIRO

PRINCÍPIO DA PROTEÇÃO SUBSTANCIAL DA CONFIANÇA NO DIREITO ADMINISTRATIVO BRASILEIRO PRINCÍPIO DA PROTEÇÃO SUBSTANCIAL DA CONFIANÇA NO DIREITO ADMINISTRATIVO BRASILEIRO Rafael Maffini Editora Verbo Jurídico Porto Alegre 2006 Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) Maffini,

Leia mais

INTRODUÇÃO E ÂMBITO DESTE TRABALHO. Breve comentário à evolução da sanção PARTE I ILÍCITO CONCORRENCIAL CAPÍTULO I ASPECTOS GERAIS

INTRODUÇÃO E ÂMBITO DESTE TRABALHO. Breve comentário à evolução da sanção PARTE I ILÍCITO CONCORRENCIAL CAPÍTULO I ASPECTOS GERAIS INTRODUÇÃO E ÂMBITO DESTE TRABALHO Breve comentário à evolução da sanção PARTE I ILÍCITO CONCORRENCIAL CAPÍTULO I ASPECTOS GERAIS DIVISÃO I A QUESTÃO NOS DIREITOS ITALIANO E FRANCÊS Secção I 1. A Susceptibilidade

Leia mais

SUSTENTABILIDADE DIREITO AO FUTURO - 3ª EDIÇÃO - JUAREZ FREITAS. Autor. Formato: 14,5x21,5 cm CÓDIGO:

SUSTENTABILIDADE DIREITO AO FUTURO - 3ª EDIÇÃO - JUAREZ FREITAS. Autor. Formato: 14,5x21,5 cm CÓDIGO: Autor JUAREZ FREITAS SUSTENTABILIDADE DIREITO AO FUTURO - 3ª EDIÇÃO - Área específica Ciências Ambientais, Políticas Públicas e Direito Ambiental. Áreas afins Psicologia (Tomada das Decisões), Política,

Leia mais

A função administrativa no contexto das funções estaduais

A função administrativa no contexto das funções estaduais 1 A função administrativa no contexto das funções estaduais 2 Distinção entre as funções do Estado O modelo teórico originário (simplificado) 3 Três poderes Parlamento Governo Tribunais Três funções Legislativa,

Leia mais

DECRETO N.º 36/X. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea d) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1.

DECRETO N.º 36/X. A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea d) do artigo 161.º da Constituição, o seguinte: Artigo 1. DECRETO N.º 36/X AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE DIREITOS DOS CONSUMIDORES DE SERVIÇOS FINANCEIROS, COMUNICAÇÕES COMERCIAIS NÃO SOLICITADAS, ILÍCITOS DE MERA ORDENAÇÃO SOCIAL NO ÂMBITO DA COMERCIALIZAÇÃO

Leia mais

DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA. I. Introdução

DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA. I. Introdução DIREITO DA UNIÃO EUROPEIA 2015/2016 TURMA: PROFESSOR DOUTOR EDUARDO PAZ FERREIRA PROGRAMA I. Introdução 1. Apresentação da cadeira 1.1. Porquê estudar Direito da União Europeia 1.2. Programa da cadeira

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Racionalizar o estudo do aluno é mais que um objetivo para Ad Verum, trata-se de uma obsessão.

APRESENTAÇÃO. Racionalizar o estudo do aluno é mais que um objetivo para Ad Verum, trata-se de uma obsessão. APRESENTAÇÃO Caro(a) Aluno(a), A preparação para concursos públicos exige profissionalismo, métrica e estratégia. Cada minuto despendido deve ser bem gasto! Por isso, uma preparação direcionada, focada

Leia mais

DIREITO ADMINISTRATIVO. Ano Letivo 2011/2012 1º semestre. Coordenador e Regente: Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia PROGRAMA

DIREITO ADMINISTRATIVO. Ano Letivo 2011/2012 1º semestre. Coordenador e Regente: Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia PROGRAMA 1 DIREITO ADMINISTRATIVO Ano Letivo 2011/2012 1º semestre Coordenador e Regente: Prof. Doutor Jorge Bacelar Gouveia PROGRAMA I INTRODUÇÃO 1. A Administração Pública 1.1. Conceito de administração 1.2.

Leia mais

PROGRAMA DIREITO DAS OBRIGAÇÕES I REGENTE: JOSÉ ALBERTO VIEIRA INTRODUÇÃO

PROGRAMA DIREITO DAS OBRIGAÇÕES I REGENTE: JOSÉ ALBERTO VIEIRA INTRODUÇÃO PROGRAMA DIREITO DAS OBRIGAÇÕES I REGENTE: JOSÉ ALBERTO VIEIRA ANO LECTIVO 2016-2017 INTRODUÇÃO 1. A origem. A actio in personam do Direito romano 2. A sistematização germânica do Direito Civil e o movimento

Leia mais

Constituição Portuguesa Anotada

Constituição Portuguesa Anotada Jorge Miranda/Rui Medeiros Com a colaboração de Maria da Glória Garcia / Germano Marques da Silva / Américo Taipa de Carvalho / / Damião da Cunha / José Lobo Moutinho / Paula Ribeiro de Faria / / José

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO 4.ª edição Universidade Católica Editora Lisboa 2012 NOTA À 4.ª EDIÇÃO Esta 4.ª

Leia mais

Contencioso Administrativo e Direito e Contencioso Tributário

Contencioso Administrativo e Direito e Contencioso Tributário Programa Contencioso Administrativo [CA1] 29/02 18h30 20h20 Apresentação; Introdução ao Contencioso Administrativo e à reforma da reforma de 2015 VASCO PEREIRA DA SILVA [CA2] 29/02 20h30 22h20 Jurisdição,

Leia mais

Sumário. 1. O diálogo das cortes : o caso da obrigatoriedade do diploma de jornalismo André de Carvalho Ramos

Sumário. 1. O diálogo das cortes : o caso da obrigatoriedade do diploma de jornalismo André de Carvalho Ramos QUALIFICAÇÃO DOS AUTORES...13 Introdução...17 1. O diálogo das cortes : o caso da obrigatoriedade do diploma de jornalismo... 19 André de Carvalho Ramos 1. A proposta do artigo...19 2. Os tratados internacionais

Leia mais

REGULAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO / VIGILÂNCIA

REGULAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO / VIGILÂNCIA vitormartins@dgs.pt REGULAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO / VIGILÂNCIA 22 NOVEMBRO PAULO DIEGUES Direcção-Geral da Saúde diegues@dgs.pt VÍTOR MARTINS Direcção-Geral da Saúde Regulamentar para

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal I Código

Leia mais

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO IDENTIFICAÇÃO ANO LETIVO SÉRIE TURNO 2017 5ª Série Matutino e Noturno NOME DA DISCIPLINA Direito Internacional Público e Privado CARGA HORÁRIA SEMANAL: horas-aula ANUAL: 100 horas-aula

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular DIREITO CONSTITUCIONAL (02308)

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19 SUMÁRIO CAPÍTULO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS... 19 Processo X Procedimento... 19 O Procedimento Comum no Processo de Conhecimento... 19 Procedimentos Especiais... 20 Atividade Jurisdicional Estrutura... 20

Leia mais

CALENDÁRIO DE ESPECIAL DE EXAMES 2016/2017 (De 17 a 29 de Julho de 2017) Mestrado em Direito Administrativo

CALENDÁRIO DE ESPECIAL DE EXAMES 2016/2017 (De 17 a 29 de Julho de 2017) Mestrado em Direito Administrativo Mestrado em Direito Administrativo Direito Administrativo Global Direito Administrativo I Direito do Ambiente Metodologias de Investigação Direito da Contratação Pública Direito Processual Administrativo

Leia mais

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte

O Direito e o Pensamento Jurídico. Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte O Direito e o Pensamento Jurídico Programa (versão provisória) Rui Pinto Duarte 2011/2012 1. Ideia Geral de Direito 1.1. Sentidos da palavra direito 1.2. Perspectivas sobre o direito; adopção de uma perspectiva

Leia mais

CRIMES EM ESPECIAL TUTELA DA PESSOA E VIOLÊNCIA DE GÉNERO 2.º Semestre do Ano Lectivo de 2014/2015

CRIMES EM ESPECIAL TUTELA DA PESSOA E VIOLÊNCIA DE GÉNERO 2.º Semestre do Ano Lectivo de 2014/2015 CRIMES EM ESPECIAL TUTELA DA PESSOA E VIOLÊNCIA DE GÉNERO 2.º Semestre do Ano Lectivo de 2014/2015 1. Relevância e objectivos Pela primeira vez, no 2.º semestre do ano lectivo de 2012/2013, foi leccionada

Leia mais

TUTELA CIVIL DO MEIO AMBIENTE

TUTELA CIVIL DO MEIO AMBIENTE GELSO HIROSHI IOCOHAMA Advogado. Doutor em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Mestre em Direito pela Universidade Estadual de Londrina. Especialista em Docência do Ensino Superior

Leia mais

I INTRODUÇÃO AO DIREITO INTERNACIONAL

I INTRODUÇÃO AO DIREITO INTERNACIONAL ÍNDICE GERAL Nota Prévia à 3. a edição 7 Nota Prévia à 2. a edição 9 Nota Prévia à l. a edição 11 Plano 13 Orientações de Leitura 15 I INTRODUÇÃO AO DIREITO INTERNACIONAL CAPÍTULO I O DIREITO INTERNACIONAL

Leia mais

O Ministério Público e a tutela dos interesses difusos na Comarca de Lisboa

O Ministério Público e a tutela dos interesses difusos na Comarca de Lisboa O Ministério Público e a tutela dos interesses difusos na Comarca de Lisboa A Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa tem vindo, ao longo do tempo, a dar nota pública das várias vertentes da actividade

Leia mais

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE

CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE CONTROLE DE CONSTITUCIONALIDADE As normas elaboradas pelo Poder Constituinte Originário são colocadas acima de todas as outras manifestações de direito. A própria Constituição Federal determina um procedimento

Leia mais

ÍNDICE GERAL. Página INTRODUÇÃO 14 CAPÍTULO I TERCEIRA IDADE: UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL Problematização do conceito de terceira idade 24

ÍNDICE GERAL. Página INTRODUÇÃO 14 CAPÍTULO I TERCEIRA IDADE: UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL Problematização do conceito de terceira idade 24 ÍNDICE GERAL Página INTRODUÇÃO 14 CAPÍTULO I TERCEIRA IDADE: UMA CONSTRUÇÃO SOCIAL 23 1. Problematização do conceito de terceira idade 24 2. Transformações objectivas conducentes à construção social da

Leia mais

Joana Salazar Gomes O SUPERIOR INTERESSE DA CRIANÇA E AS NOVAS FORMAS DE GUARDA

Joana Salazar Gomes O SUPERIOR INTERESSE DA CRIANÇA E AS NOVAS FORMAS DE GUARDA Joana Salazar Gomes O SUPERIOR INTERESSE DA CRIANÇA E AS NOVAS FORMAS DE GUARDA UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA Lisboa 2017 Prefácio Joana Salazar Gomes procede, neste trabalho, O Superior Interesse da Criança

Leia mais

Sumário. Prefácio...31

Sumário. Prefácio...31 Prefácio...31 Capítulo 1 π TEORIA DA CONSTITUIÇÃO... 33 1. Conceito de Constituição... 33 2. Sentidos ou concepções de Constituição... 34 2.1 Sentido sociológico... 34 2.2 Sentido político... 35 2.3 Sentido

Leia mais

A EFETIVIDADE DOS DIREITO SOCIAIS

A EFETIVIDADE DOS DIREITO SOCIAIS A EFETIVIDADE DOS DIREITO SOCIAIS DIREITO CONSTITUCIONAL III Profª Marianne Rios Martins Base = O primado do trabalho ORDEM SOCIAL Objetivos = o bem estar e a justiça sociais, Alcance = não se restringe

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2017-2018 DIREITO CONSTITUCIONAL II TURMA A Prof. Doutor Paulo Otero Sumário Estudo do Direito Constitucional Português: História constitucional e Constituição de 1976 (Identidade, Organização

Leia mais

EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 02 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais

Leia mais

CONCEITOS E PRINCÍPIOS DAS POLÍTICAS AMBIENTAIS

CONCEITOS E PRINCÍPIOS DAS POLÍTICAS AMBIENTAIS CONCEITOS E PRINCÍPIOS DAS POLÍTICAS AMBIENTAIS AMBIENTE Conjunto dos sistemas físicos, químicos, biológicos e suas relações, e dos factores económicos, sociais e culturais com efeito directo ou indirecto,

Leia mais

EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA

EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA EDITAL N. 06 /2017 PROCESSO DE SELEÇÃO PARA PROVIMENTO DE VAGAS DE ESTÁGIO DE DIREITO DO NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA ESCRITÓRIO MODELO - DOM PAULO EVARISTO ARNS Área de TUTELA COLETIVA - Projetos Sociais

Leia mais

Estatuto do Aluno e Ética Escolar

Estatuto do Aluno e Ética Escolar Estatuto do Aluno e Ética Escolar Contributos da Comissão Nacional de Protecção das Crianças e Jovens em Risco relativamente à Proposta de Lei nº 70/XII Sugerem-se algumas alterações relativamente a dois

Leia mais

Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA. 3.º Ano. Agosto 2014 REGENTE/COORDENADOR

Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA. 3.º Ano. Agosto 2014 REGENTE/COORDENADOR Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa (FDL) Ano lectivo 2014-2015 PROGRAMA DIREITO DA ECONOMIA 3.º Ano Agosto 2014 REGENTE/COORDENADOR Professor Doutor Luís Silva Morais Membros da equipa Professor

Leia mais

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO)

PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU CURSO DE LICENCIATURA EM DIREITO EM LÍNGUA PORTUGUESA ANO LECTIVO DE 2015/2016 PROGRAMA DA DISCIPLINA DE DIREITO ADMINISTRATIVO II (3. ANO) DISCIPLINA SEMESTRAL

Leia mais

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO

1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO 1ª Fase PROVA OBJETIVA DIREITO DO TRIBUTÁRIO P á g i n a 1 QUESTÃO 1 - Quanto à sujeição passiva tributária, assinale a alternativa correta: A. O sujeito passivo é sempre aquele que pratica um fato signo-presuntivo

Leia mais

Direitos Humanos e Direito Penal. Apresentação e a Estrutura do Estado Constitucional Prof. Murillo Sapia Gutier

Direitos Humanos e Direito Penal. Apresentação e a Estrutura do Estado Constitucional Prof. Murillo Sapia Gutier Direitos Humanos e Direito Penal Apresentação e a Estrutura do Estado Constitucional Prof. Murillo Sapia Gutier Ementa da Disciplina As gerações dos direitos humanos. A indivisibilidade dos direitos humanos.

Leia mais

METODOLOGIA JURÍDICA

METODOLOGIA JURÍDICA BOLETIM DA FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE COIMBRA A. CASTANHEIRA NEVES METODOLOGIA JURÍDICA Problemas fundamentais Reimpressão 2013 Coimbra Editora STVDIA IVRIDICA 1 Comissão Redatora ALMEIDA COSTA

Leia mais