O Equívoco sobre Magdalena

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O Equívoco sobre Magdalena"

Transcrição

1 Uma nova visão sobre Maria Magdalena aqui claramente demonstrada com base única na verdade histórica contida nos Santos Evangelhos, segundo Mateus, Marcos, Lucas e João. O Equívoco sobre Magdalena Desde há muitos séculos comete-se clamorosa injustiça contra Santa Maria Magdalena, atribuindo-se-lhe conduta libertina. Erram todos aqueles ao considerarem tratar-se da pecadora arrependida molhando os pés de Jesus com suas lágrimas, enxugando-os com os próprios cabelos, ungindo-os com óleo perfumado, cena que de fato ocorrida não só uma vez, porém em duas ocasiões diferentes, em lugares distintos, e praticada por duas mulheres, não sendo qualquer delas a pessoa de Santa Maria Magdalena, como claramente iremos demonstrar com base única na verdade histórica contida nos Santos Evangelhos, segundo Mateus, Marcos, Lucas e João. As duas unções De início, cumpre assinalar na descrição dos fatos, os Evangelistas formarem dois grupos. De um lado, no capítulo 7: refere-se Lucas única e isoladamente à unção feita pela pecadora arrependida ; e de outro lado, Mateus, Marcos e João nada mencionam sobre a mulher de má vida, porém retratam uma outra e semelhante ocorrência: "Jesus ungido em Betânia", (nessa ordem, capítulos 26: 6-13; 14: 3; 12:3). Feito o relato, passemos às provas irretorquíveis da honra e dignidade inatacáveis da vida de Santa Maria Magdalena, primeiramente demonstrando, para melhor compreensão, a separação das duas unções ocorridas em lugares diversos e em diferentes épocas. Os dois locais das unções Quanto aos lugares, conta São Lucas (capítulo 7: 37-38) encontrar-se Nosso Senhor Jesus Cristo na cidade em casa de um fariseu por nome Simão, onde fora convidado a cear: E eis que uma mulher da cidade, pecadora, sabendo que Ele estava à mesa na casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento e, estando por detrás, aos pés chorando, regava-os com suas lágrimas e os enxugava com seus próprios cabelos; e beijava-lhe os pés e os ungia com o ungüento. Em seguida, o relato sagrado fala que Nosso Senhor após propor ao fariseu a parábola do credor e seus dois devedores, versículos Então disse à mulher: Perdoados são teus pecados, A tua fé te salvou; vai-te em paz. Ora, Mateus e Marcos (respectivamente, capítulos 26: 6 e 14: 3) atestam que a outra e segunda unção do Divino Mestre deu-se em diverso local, na Aldeia de Betânia: em casa de Simão, o leproso e não na cidade em casa de Simão o fariseu, como afirma São Lucas sobre a pecadora. Betânia distava cerca de 15 estádios (2.800 metros) de Jerusalém (João 11: 18). Assim, fica claramente posto haver acontecido cenas idênticas, mas em lugares diversos. 1 / 5

2 As duas épocas das unções Tratemos da situação dos fatos no tempo, demostrando-se terem ocorrido em diferentes ocasiões, para depois comprovarmos não se encontrar Santa Maria Magdalena em nenhum dos citados locais, nem em casa do fariseu na cidade, nem em casa do leproso na Aldeia Betânia. A situação cronológica dos acontecimentos mais ainda torna diferençado um episódio do outro, evidenciando a ocorrência das duas unções em épocas distanciadas uma da outra. A unção em Betânia, ocorreu poucos dias antes da Páscoa, já findando a pregação do Evangelho, tanto assim que: Mateus e Marcos assinalam dois dias antes da Páscoa (capítulos 26: 2; 14: 1); João refere-se a: Seis dias antes da Páscoa, foi Jesus para Betânia, onde estava Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos. (capítulo 12: 1). Como é sabido, logo após aquela festividade religiosa, mencionada nas Escrituras como A Santa Ceia do Senhor, o Nazareno foi preso e elevado no Calvário. Ora, a outra unção da cena da pecadora desenrolou-se em tempo mui recuado, anteriormente a vários acontecimentos: do Divino Mestre haver curado um endemoniado em Cafarnaum (Lucas capítulo 4: 31-37); de ter realizado a pesca maravilhosa (Lucas capítulo 5: 1-11); a cura de um leproso (Lucas capítulo 5: 12-13); de um paralítico em Cafarnaum (Lucas, 5: 17-26); e curar o servo do Centurião (Lucas capítulo 7: 1-10). Tudo isso inequivocamente demonstra uma separação de muitos meses ou talvez anos entre a cena da "pecadora arrependida", citada por Lucas, com o acontecimento da unção de Nosso Senhor Jesus Cristo na Aldeia de Betânia, em fins do Messiado, esta última descrita por São João, capítulo 12: 2-3: Deram-lhe, pois, ali, uma ceia; Marta servia, sendo Lázaro um dos que estavam com ele à mesa ; Então Maria tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os cabelos; e encheu-se toda a casa com o perfume do bálsamo. Todavia, cumpre assinalar, essa Maria da Vila Betânia não se tratava de Magdalena, porém, da irmã de Lázaro, como claramente informa São João: (capítulo 11, 1) Estava enfermo Lázaro, de Betânia, da Aldeia de Maria e de sua irmã Marta. Esta Maria, cujo irmão Lázaro estava enfermo, ficando assim evidentemente afastado o equívoco de atribuir-se à Santa Maria Magdalena a unção dos pés de Jesus, Nosso Cristo Redentor, feita pela pecadora na cena descrita por São Lucas em casa do Fariseu na Cidade, ou na Aldeia de Betânia realizada por Maria irmã de Lázaro conforme relato dos já mencionados Evangelistas. Os sete demônios expulsos e a Fé da pecadora Ocorre ainda, se a pecadora ficou inominada por Lucas, havendo sido despedida pelo Mestre, o mesmo não sucede com relação à Maria Magdalena, assim conhecida por ser natural da cidade de Magdala, encontrando-se claramente nomeada, segundo a narrativa desse Médico dos Apóstolos, identificando-a dentre: As mulheres que serviam a Jesus, conforme explanação contida no referido capítulo 8, não como a pecadora, mas sim claramente 2 / 5

3 dizendo-a ser a: mulher da qual saíram sete demônios (capítulo 8: 1-3), lendo-se: andava Jesus de cidade em cidade, de aldeia em aldeia, pregando e anunciando o Evangelho do Reino de Deus, e os doze iam com Ele, e também algumas mulheres que haviam sido curadas de espíritos malignos e de enfermidades: Maria, chamada Madalena, da qual saíram sete demônios; e Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, Suzana e muitas outras, as quais lhe prestavam assistência com seus bens. Da referência feita por Lucas, torna-se claro, quanto aos fatos relacionados à Santa Maria Magdalena, não se tratar da referida pecadora cujo nome não se sabe. Haja vista, principalmente, antes de ser curada por Jesus, Maria Magdalena sendo possessa de demônios lhe era impossível a manifestação de espírito de fé, sendo esta a razão pela qual Jesus perdoara a pecadora quando lhe disse: A tua fé te salvou; vai-te em paz. (Lucas capítulo 7: 50). Ademais, a possessão demoníaca conduzindo ao estado de loucura, impede, torna totalmente inviável a manifestação inteligente para atos de comércio como a prostituição requer, sendo impossível essa prática a uma alienada mental, desprovida consciência ou de vontade própria. Após a expulsão dos 7 demônios que a subjugavam, Santa Maria Magdalena profundamente agradecida, juntamente com outras mulheres também curadas de várias enfermidades, passou a seguir o Divino Mestre, acompanhando-o em suas pregações da Boa Nova, servindo-o com seus bens, até o dia final do holocausto do Cordeiro de Deus no Calvário, onde permaneceu ao pé da Cruz junto a Nossa Mãe Santíssima, sendo a quem o Divino Filho do Deus Altíssimo primeiramente apareceu, naquela linda manhã de domingo, na Ressurreição. Passagens bíblicas citadas neste texto Lucas capítulo 7 v.36 Convidou-o um dos fariseus para que fosse jantar com ele. Jesus, entrando na casa do fariseu, tomou lugar à mesa. v.37 E eis que uma mulher da cidade, pecadora, sabendo que ele estava à mesa em casa do fariseu, levou um vaso de alabastro com ungüento; v.38 e, estando por detrás, aos seus pés, chorando, regava-os com suas lágrimas e os enxugava com os próprios cabelos; e beijava-lhe os pés e os ungia com o ungüento. v.48 Então, disse à mulher: Perdoados são os teus pecados. v.50 Mas Jesus disse à mulher: A tua fé te salvou; vai-te em paz. Mateus capítulo 26 v.2 Sabeis que, daqui a dois dias, celebrar-se-á a Páscoa; e o Filho do Homem será entregue para ser crucificado. v.6 Ora, estando Jesus em Betânia, em casa de Simão, o leproso, v.7 aproximou-se dele uma mulher, trazendo um vaso de alabastro cheio de precioso 3 / 5

4 bálsamo, que lhe derramou sobre a cabeça, quando ele à mesa. v.8 Vendo isto, indignaram-se os discípulos e disseram: Para que este desperdício? v.9 Pois este perfume podia ser vendido por muito dinheiro a dar-se aos pobres. v.10 Mas Jesus sabendo disto, disse-lhes: Por que molestais esta mulher? Ela praticou boa ação para comigo. v.11 Porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes; v.12 pois, derramando este perfume sobre o meu corpo, ela o fez para o meu sepultamento. v.13 Em verdade vos digo: Onde for pregado em todo o mundo este evangelho, será também contado o que ela fez, para memória sua. Marcos capítulo 14 v.1 Dali a dois dias, era a Páscoa e a Festa dos Pães Asmos; e os principais sacerdotes e os escribas procuravam como o prenderiam, à traição e o matariam. v.3 Estando ele em Betânia, reclinado à mesa, em casa de Simão, o leproso, veio uma mulher trazendo um vaso de alabastro com preciosíssimo perfume de nardo puro; e, quebrando o alabastro, derramou o bálsamo sobre a cabeça de Jesus. v.4 Indignaram-se alguns entre si e diziam: Para que este desperdício de bálsamo? v.5 Porque este perfume poderia ser vendido por mais de trezentos denários e dar-se aos pobres. E murmuravam contra ela. v.6 Mas Jesus disse: Deixai-a; por que a molestais? Ela praticou boa ação comigo. v.7 Porque os pobres, sempre os tendes convosco e, quando quiserdes, podeis fazer-lhes bem, mas a mim nem sempre me tendes. v.8 Ela fez o que pôde: antecipou-se a ungir-me para a sepultura. v.9 Em verdade vos digo: onde for pregado em todo o mundo o evangelho, será também contado o que ela fez, para memória sua. João capítulo 12 v.1 Seis dias antes da Páscoa, foi Jesus para Betânia, onde estava Lázaro, a quem ele ressuscitara dentre os mortos. v.2 Deram-lhe, pois, ali, um ceia; Marta servia, sendo Lázaro um dos que estavam com ele à mesa. v.3 Então, Maria, tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus e os enxugou com os seus cabelos; e encheu-se toda a casa com o perfume do bálsamo. v.4 Mas Judas Iscariotes, um dos seus discípulos, o que estava para traí-lo, disse: v.5 Por que não se vendeu este perfume por trezentos denários e não se deu aos pobres? v.6 Isto disse ele, não porque tivesse cuidado dos pobres; mas porque era ladrão e, tendo a bolsa, tirava o que nela se lançava. v.7 Jesus, entretanto, disse: Deixa-a! Que ela guarde isto para o dia em que me embalsamarem; v.8 porque os pobres, sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre o tendes / 5

5 Publicado por Roberto Abraão Autor do Texto: Haroldo Bastos Lourenço Rua Banibás, São Paulo/SP Brasil Tel +55-0xx Fax +55-0xx Site 5 / 5

308 TEMPO COMUM DOMINGO XI. LEITURA I 2 Sam 12,

308 TEMPO COMUM DOMINGO XI. LEITURA I 2 Sam 12, 308 TEMPO COMUM DOMINGO XI LEITURA I 2 Sam 12, 7-10.13 Leitura do Segundo Livro de Samuel Naqueles dias, disse Natã a David: «Assim fala o Senhor, Deus de Israel: Ungi-te como rei de Israel e livrei-te

Leia mais

DOMINGO XI. «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás»

DOMINGO XI. «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» 308 TEMPO COMUM DOMINGO XI LEITURA I 2 Sam 12, 7-10.13 «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» Leitura do Segundo Livro de Samuel Naqueles dias, disse Natã a David: «Assim fala o Senhor, Deus de

Leia mais

A Narração da História.

A Narração da História. 1 Amor e Perdão Lc 7.36-50 Jesus estava em Betânia, na casa de Simão, o leproso que fora curado por Ele; fora convidado por Simão para um jantar. A gratidão e o reconhecimento de Jesus como o Messias fez

Leia mais

XI Domingo do Tempo Comum

XI Domingo do Tempo Comum XI Domingo do Tempo Comum Perdão Senhor «O Senhor perdoou o teu pecado: Não morrerás» Leitura do Segundo Livro de Samuel 2 Sam 12, 7-10.13 Naqueles dias, disse Natã a David: «Assim fala o Senhor, Deus

Leia mais

Texto de Maria Adélia Pieta; Lia de Lucca Freitas - UFRGS

Texto de Maria Adélia Pieta; Lia de Lucca Freitas - UFRGS Texto de Maria Adélia Pieta; Lia de Lucca Freitas - UFRGS a gratidão é responsável pela coesão social, uma vez que cria uma relação entre pessoas, desenvolvendo seu senso de comunidade. Seria difícil pensar

Leia mais

HONRANDO AO SENHOR COM NOSSOS BENS

HONRANDO AO SENHOR COM NOSSOS BENS HONRANDO AO SENHOR COM NOSSOS BENS Maiores informações: www.johnbeverenobrasil.com.br www.tempodegloria.com.br HONRANDO AO SENHOR COM NOSSOS BENS HONRANDO AO SENHOR COM NOSSOS BENS por Luciano Subirá HONRANDO

Leia mais

11º DOMINGO DO TEMPO COMUM (ANO C)

11º DOMINGO DO TEMPO COMUM (ANO C) Lectio Divina 11º DOMINGO DO TEMPO COMUM (ANO C) 12 de Junho de 2016 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7, 36-8, 3) 36 Naquele tempo um fariseu convidou Jesus para comer consigo.

Leia mais

As trê Marias e Santa Maria Madalena

As trê Marias e Santa Maria Madalena Quem ouve o nome Maria Madalena, na maioria das vezes, lembrase da mulher pecadora e de má vida do Evangelho. Poucos se recordam que dela foram tirados sete demônios (Luc. 8,2) e que ela foi perdoada de

Leia mais

Os discursos de despedida de Jesus. Jesus lava os pés dos discípulos. Estudo 1. João 13: slide 1

Os discursos de despedida de Jesus. Jesus lava os pés dos discípulos. Estudo 1. João 13: slide 1 Os discursos de despedida de Jesus Estudo 1 12.02.2017 slide 1 Um pouco antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai, tendo amado os seus

Leia mais

A TEOLOGIA DA MESA: A COMENSALIDADE DE JESUS. Lucas

A TEOLOGIA DA MESA: A COMENSALIDADE DE JESUS. Lucas A TEOLOGIA DA MESA: A COMENSALIDADE DE JESUS Lucas 24.28-35 DEFINIÇÃO Comensalidade - qualidade de comensal; Comensal - pessoa que come habitualmente com outros em mesa comum; cada uma das pessoas que

Leia mais

Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Pr Joaquim Costa Junior 1

Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Pr Joaquim Costa Junior 1 Disciples of Christ Church Ministerio vida com vida Pr Joaquim Costa Junior 1 Escolhendo o lugar mais Alto. " Então, Maria, tomando uma libra de bálsamo de nardo puro, mui precioso, ungiu os pés de Jesus

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SEGUNDA-FEIRA DA 34 SEMANA DO TEMPO COMUM 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15

Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15:18. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15. Mateus 15 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mateus 15:18 Mas as coisas que saem da boca vem do coração, e são essas que tornam o homem impuro. Mas as coisas que saem da boca vem do coração, e são essas que

Leia mais

Amor e Ódio (Marcos 14:1 26) Joe Schubert

Amor e Ódio (Marcos 14:1 26) Joe Schubert ANDAR COMO JESUS ANDOU... SERMÃO EXPOSITIVO Amor e Ódio (Marcos 14:1 26) Joe Schubert O décimo quarto capítulo de Marcos engloba dois acontecimentos e dois temas lado a lado que criam um acirrado contraste.

Leia mais

ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss Mateus 26:6-13; seu vaso de

ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss Mateus 26:6-13; seu vaso de ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss Você já quebrou Mateus 6:6-; seu vaso de Marcos :-9; João :-8, alabastro? Olhando de perto ssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

Leia mais

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa 1 Evangelho de João Este evangelho tem 21 capítulos. Evangelho do Filho de Deus / Divino. 1 - Autor: João, o apóstolo, ele foi o último dos apóstolos a morrer. 2 - Data: Alguns escritores acreditam que

Leia mais

1. Lucas enfatiza duas coisas muito importantes: 1.2. A acessibilidade do Evangelho aos rejeitados deste mundo

1. Lucas enfatiza duas coisas muito importantes: 1.2. A acessibilidade do Evangelho aos rejeitados deste mundo 1 #6 Um novo caminho para você e para o mundo Lucas 7 (O ministério de Jesus na Galiléia) Lc 7:1-3 1 Tendo terminado de dizer tudo isso ao povo, Jesus entrou em Cafarnaum. 2 Ali estava o servo de um centurião,

Leia mais

CURSO A PRÁTICA DA FRATERNIDADE NOS CENTROS ESPÍRITAS A RECEPÇÃO FRATERNA Conceito: segundo o Livro Orientação ao Centro Espírita FEB/CFN a atividade de Recepção Consiste em receber os que chegam ao Centro

Leia mais

ENCONTRO TERAPÊUTICO DE JESUS COM MARIA DE MAGDALA.

ENCONTRO TERAPÊUTICO DE JESUS COM MARIA DE MAGDALA. ENCONTRO TERAPÊUTICO DE JESUS COM MARIA DE No encontro terapêutico de Jesus com Maria de Magdala, estudaremos o arquétipo da autoperdão, virtude fundamental para que o Espírito imortal possa se libertar

Leia mais

O Paralítico no Tanque de Betesda

O Paralítico no Tanque de Betesda JO Depois disso havia uma festa dos judeus. E Jesus subiu a Jerusalém. Ora, em Jerusalém, próximo à porta das ovelhas, há um tanque, chamado em hebraico Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quarta-feira da 3ª Semana do Advento 1) Oração O Evangelho

Leia mais

E, acabada a ceia, tendo o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse,

E, acabada a ceia, tendo o diabo posto no coração de Judas Iscariotes, filho de Simão, que o traísse, Num dia desses fui indagado pela seguinte afirmação: ah... mas a garça suja seus pés!!!! e imediatamente me veio a mente o texto do evangelho de Jesus, meu Senhor e Rei eterno, segundo escreveu João no

Leia mais

o Sacrifício de Jesus

o Sacrifício de Jesus A Santa Missa o Sacrifício de Jesus Curso de Teologia Paróquia de Nossa Senhora da Assunção «A Liturgia é o cume para o qual se dirige a atividade da Igreja e, ao mesmo tempo, a fonte de onde provém toda

Leia mais

DA CABEÇA AOS PÉS A UNÇÃO DE JESUS EM BETÂNIA, EM MC 14,3-9 E NOS TEXTOS AFINS NA TRADIÇÃO EVANGÉLICA

DA CABEÇA AOS PÉS A UNÇÃO DE JESUS EM BETÂNIA, EM MC 14,3-9 E NOS TEXTOS AFINS NA TRADIÇÃO EVANGÉLICA I Persp. Teo1. 30 (1998) 95-1061 DA CABEÇA AOS PÉS A UNÇÃO DE JESUS EM BETÂNIA, EM MC 14,3-9 E NOS TEXTOS AFINS NA TRADIÇÃO EVANGÉLICA Ao iniciar seu relato da paixão, Marcos narra uma unção de Jesus em

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quarta-feira da Semana Santa 1) Oração Ó Deus, que fizestes

Leia mais

Nº 18 C - Domingo de Páscoa

Nº 18 C - Domingo de Páscoa Nº 18 C - Domingo de Páscoa-27.3.2016 Vida para Todos Aleluia! Aleluia! Cristo ressuscitou! Aleluia! Hoje é um dia de grande alegria, porque Jesus tinha sido morto e ressuscitou. Estivemos toda a Quaresma

Leia mais

UMA CASA ABENÇOADA. Josué 24:15

UMA CASA ABENÇOADA. Josué 24:15 UMA CASA ABENÇOADA Josué 24:15 JOSUÉ 24:15 Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da Semana Santa Deus eterno e todo-poderoso,

Leia mais

Seja um adorador Maria ungiu os pés de Jesus

Seja um adorador Maria ungiu os pés de Jesus Seja um adorador Seis dias antes da Páscoa, foi Jesus para Betânia, onde estava Lázaro, a quem ele ressuscitara dentre os mortos. Deram lhe, pois, ali, uma ceia; Marta servia, sendo Lázaro um dos que estavam

Leia mais

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos.

São resultado desses encontros as notas que a seguir partilhamos. Nas quintas-feiras do mês de Maio, decorreram na Igreja de Oliveira de Azemeis, encontros de formação litúrgica, organizados pela vigararia sul da Diocese do Porto e orientados pelo P. Frei Bernardino

Leia mais

Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12

Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:23. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12. Mateus 1:1-2:12 Mateus 1:23 Mateus 1:23 Mateus 1:23 Mateus 1:23 "A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe chamarão Emanuel" que significa "Deus conosco". "A virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e lhe

Leia mais

A unção com óleo OBJETIVO

A unção com óleo OBJETIVO A unção com óleo Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em nome do Senhor; e a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 7ª Semana da Páscoa Ó Deus, pela

Leia mais

Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz

Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz Venha, e veja... o desafio entre o que se fala e o que se faz ... estava João (Batista) outra vez na companhia de dois dos seus discípulos e, vendo Jesus passar, disse: Eis o Cordeiro de Deus! Os dois

Leia mais

V Domingo da Quaresma. Eu sou a ressurreição e a vida, diz o Senhor. Quem acredita em Mim nunca morrerá.

V Domingo da Quaresma. Eu sou a ressurreição e a vida, diz o Senhor. Quem acredita em Mim nunca morrerá. V Domingo da Quaresma Eu sou a ressurreição e a vida, diz o Senhor. Quem acredita em Mim nunca morrerá. V Domingo da Quaresma Eu sou a ressurreição e a vida, diz o Senhor. Quem acredita em Mim nunca morrerá.

Leia mais

130 TEMPO DA QUARESMA A minha alma espera pelo Senhor, mais do que as sentinelas pela aurora. Porque no Senhor está a misericórdia e com Ele abundante

130 TEMPO DA QUARESMA A minha alma espera pelo Senhor, mais do que as sentinelas pela aurora. Porque no Senhor está a misericórdia e com Ele abundante 129 DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei

Leia mais

VOCÊ ME AMA? Diego Fernandes

VOCÊ ME AMA? Diego Fernandes VOCÊ ME AMA? Diego Fernandes João 1:42 Jesus olhou para ele e disse: Você é Simão, filho de João. Será chamado Cefas (que traduzido é Pedro ). Mateus 14 27 Mas Jesus imediatamente lhes disse: Coragem!

Leia mais

MENSAGENS SERIE PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES A PEDAGOGIA DO MILAGRE DE JESUS

MENSAGENS SERIE PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES A PEDAGOGIA DO MILAGRE DE JESUS SERIE MENSAGENS PARA VOCÊ HERNANDES DIAS LOPES A PEDAGOGIA DO MILAGRE DE JESUS 2010 Hernandes Dias Lopes Preparação Gecy Soares de Macedo Revisão João Guimarães Capa Maquinaria Studio Diagramação Sandra

Leia mais

LIÇÃO 08 O DISCÍPULO E O BATISMO NAS ÁGUAS

LIÇÃO 08 O DISCÍPULO E O BATISMO NAS ÁGUAS LIÇÃO 08 O DISCÍPULO E O BATISMO NAS ÁGUAS TEXTO BÍBLICO: " De sorte que foram batizados os que de bom grado receberam sua palavra; e, naquele dia, agregaram-se quase três mil almas" (Atos 2.41). Para

Leia mais

Presb. Solano Portela IPB Santo Amaro-SP

Presb. Solano Portela IPB Santo Amaro-SP Presb. Solano Portela IPB Santo Amaro-SP João 3.22-36: 22 Depois disto, foi Jesus com seus discípulos para a terra da Judéia; ali permaneceu com eles e batizava. 23 Ora, João estava também batizando em

Leia mais

SUMÁRIO 1º ANO DO CURSO APRENDIZES DO EVANGELHO 2017

SUMÁRIO 1º ANO DO CURSO APRENDIZES DO EVANGELHO 2017 1º ANO DO CURSO APRENDIZES DO EVANGELHO 2017 CURSO DE RESPONSABILIDADE DO DEPARTAMENTO DE ENSINO DO CENTRO ESPÍRITA BEZERRA DE MENEZES DE CATANDUVA DIRIGENTE NAZIK BAUAB DE ALMEIDA SILVA SUMÁRIO 1ª AULA

Leia mais

1. Qual a necessidade de uma aliança?

1. Qual a necessidade de uma aliança? 1 Aliança, segundo Jesus de Nazaré Essência #3 (fim da série) Lc 22:14-20 (14) Quando chegou a hora, Jesus e os seus apóstolos reclinaram- se à mesa. (15) E disse- lhes: "Desejei ansiosamente comer esta

Leia mais

Evangelho: Jo 20, 1-9 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Evangelho: Jo 20, 1-9 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João Vida para Todos Aleluia! Aleluia! Cristo ressuscitou! Aleluia! Hoje é um dia de grande alegria, porque Jesus tinha sido morto e ressuscitou. Estivemos toda a Quaresma a prepararmonos para esta grande festa,

Leia mais

Ev. Jacson Austragésilo 10/05/2015

Ev. Jacson Austragésilo 10/05/2015 1 2 3 4 OBJETIVO GERAL Mostrar a importância das mulheres no ministério do Senhor Jesus Cristo e na expansão do Reino de Deus. 5 OBJETIVOS ESPECÍFICOS Analisar a participação das mulheres no judaísmo e

Leia mais

O coração de um pastor

O coração de um pastor O coração de um pastor João 17:1-21 I. Um coração de submissão e obediência II. Um coração de intercessão e cuidado III. Um coração que glorifica a Deus Revisão de 09.04.2017 slide 1 João 20:1-9 1. No

Leia mais

LIÇÃO 12 UM CHAMADO PARA SER DISCÍPULO. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 12 UM CHAMADO PARA SER DISCÍPULO. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 12 UM CHAMADO PARA SER DISCÍPULO Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO A NATUREZA DIVINA DO DISCÍPULO DE CRISTO O discípulo de Cristo deve ter em mente a condição de consolidar em seu ser

Leia mais

DOMINGO V DA QUARESMA

DOMINGO V DA QUARESMA 129 DOMINGO V DA QUARESMA LEITURA I Ez 37, 12-14 «Infundirei em vós o meu espírito e revivereis» Leitura da Profecia de Ezequiel Assim fala o Senhor Deus: «Vou abrir os vossos túmulos e deles vos farei

Leia mais

2 MULHERES ANÓNIMAS DA BÍBLIA

2 MULHERES ANÓNIMAS DA BÍBLIA 2 MULHERES ANÓNIMAS DA BÍBLIA Igreja Evangélica em Algeriz Para alguns a Bíblia é apenas um livro de histórias. Não deixa de ser verdade que a Bíblia relata muitas histórias. Umas em forma de parábola

Leia mais

Àforça de lendas, tradições e invencionices, Maria Madalena. Capítulo I NEM PROSTITUTA NEM ENDEMONINHADA

Àforça de lendas, tradições e invencionices, Maria Madalena. Capítulo I NEM PROSTITUTA NEM ENDEMONINHADA Capítulo I NEM PROSTITUTA NEM ENDEMONINHADA Àforça de lendas, tradições e invencionices, Maria Madalena converteu-se no protótipo da pecadora arrependida. Nem sequer entre os cristãos se manteve outra

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 22ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Deus do

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM III SEMANA COMUM OS IRMÃOS DE JESUS CATÓLICOS Jesus Cristo é Filho único PROTESTANTE - Tiago, José,

Leia mais

Na Mira da Verdade: Se os três deuses da Trindade são iguais, por que o pecado contra o Deus Espírito não tem perdão?

Na Mira da Verdade: Se os três deuses da Trindade são iguais, por que o pecado contra o Deus Espírito não tem perdão? Na Mira da Verdade: Se os três deuses da Trindade são iguais, por que o pecado contra o Deus Espírito não tem perdão? https://www.youtube.com/watch?v=ohe5t86bzz4 A gravidade do chamado pecado contra o

Leia mais

SOBRE A RESSURREIÇÃO DA CARNE

SOBRE A RESSURREIÇÃO DA CARNE SOBRE A RESSURREIÇÃO DA CARNE Ela pode existir? Existe a Ressurreição da carne ou a ressuscitarão da carne? Escrito por: Carlos Fernando Caetano Moraes (Pastor e co-fundador da ICEU) SOBRE A RESSURREIÇÃO

Leia mais

DÉCIMO PRIMEIRO DOMINGO

DÉCIMO PRIMEIRO DOMINGO DÉCIMO PRIMEIRO DOMINGO TEMPO COMUM ANO C Caríssimos Irmãos e Irmãs: Se Jesus tivesse apenas pregado a misericórdia divina e exortado os pecadores à conversão, teria falado como profeta, tão somente. Entretanto,

Leia mais

AS MARCAS DA REDENÇÃO

AS MARCAS DA REDENÇÃO AS MARCAS DA REDENÇÃO Ele nos libertou do império das trevas e nos transportou para o reino do filho do seu amor, no qual temos a redenção, a remissão dos pecados. Colossenses 1: 13 e 14 AS MARCAS NO CORPO

Leia mais

O Poder de Jesus sobre a Natureza e os Demônios Lição 8-24 de Maio de 2015

O Poder de Jesus sobre a Natureza e os Demônios Lição 8-24 de Maio de 2015 O Poder de Jesus sobre a Natureza e os Demônios Lição 8-24 de Maio de 2015 1 2 "E disse-lhes: Onde está a vossa fé? E eles, temendo, maravilharam-se, dizendo uns aos outros: Quem é este, que até aos ventos

Leia mais

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa

Nº 23 A - Domingo II da Páscoa Nº 23 A - Domingo II da Páscoa - 27.4.2014 Felizes os que acreditam sem terem visto. Felizes os que O vêem com os olhos da fé na Palavra que é escutada e saboreada. Felizes os que O vêem com os olhos da

Leia mais

Ficai connosco, Senhor Por vezes a tristeza e desânimo entram no nosso caminhar, e tiram-nos a coragem de vos seguir. Por vezes a vida não tem sabor,

Ficai connosco, Senhor Por vezes a tristeza e desânimo entram no nosso caminhar, e tiram-nos a coragem de vos seguir. Por vezes a vida não tem sabor, Ficai connosco, Senhor Por vezes a tristeza e desânimo entram no nosso caminhar, e tiram-nos a coragem de vos seguir. Por vezes a vida não tem sabor, os dias são como que cinzentos e estamos como que mortos.

Leia mais

Texto bíblico Indo Filipe para uma cidade de Samaria, ali lhes anunciava o Cristo. Quando a multidão ouviu Filipe e viu os sinais miraculosos que ele

Texto bíblico Indo Filipe para uma cidade de Samaria, ali lhes anunciava o Cristo. Quando a multidão ouviu Filipe e viu os sinais miraculosos que ele Texto bíblico 1 E Saulo estava ali, consentindo na morte de Estêvão. Naquela ocasião desencadeou-se grande perseguição contra a igreja em Jerusalém. Todos, exceto os apóstolos, foram dispersos pelas regiões

Leia mais

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão

A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão A Liturgia da Paixão do Senhor não tem a celebração da Eucaristia, mas apenas a distribuição da comunhão. Além de uma introdução e conclusão silenciosa, a Liturgia tem quatro momentos distintos: 1. A Liturgia

Leia mais

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico

REGULAMENTO OFICIAL. Alfabeto Bíblico REGULAMENTO OFICIAL Alfabeto Bíblico Tem como objetivo levar o competidor a encontrar na Bíblia versículos que comecem com cada letra do alfabeto da língua portuguesa e contenham em seu texto, uma palavra-chave,

Leia mais

Nº 22 C Domingo II da Páscoa Cristo ressuscitado, os primeiros apóstolos viram-te, tocaram-te, escutaram-te e acreditaram em ti. Nós, os teus amigos

Nº 22 C Domingo II da Páscoa Cristo ressuscitado, os primeiros apóstolos viram-te, tocaram-te, escutaram-te e acreditaram em ti. Nós, os teus amigos Nº 22 C Domingo II da Páscoa Cristo ressuscitado, os primeiros apóstolos viram-te, tocaram-te, escutaram-te e acreditaram em ti. Nós, os teus amigos de hoje não te contemplámos, nem escutámos a tua voz,

Leia mais

Romanos 6:3-4 ensina o batismo na água?

Romanos 6:3-4 ensina o batismo na água? Seria incorreto designar o batismo de Romanos 6:3-4 o batismo na água de João Batista, de Jesus ou de Pedro no dia de Pentecostes. Procurará em vão encontrar qualquer menção de água mesmo no livro inteiro

Leia mais

OS TRÊS OFÍCIOS DE CRISTO

OS TRÊS OFÍCIOS DE CRISTO VASOS DE OURO Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. 2 Pe. 3:18 CRISTOLOGIA OS TRÊS OFÍCIOS

Leia mais

AZEITE DANIFICADO. 17 de Outubro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "...e não danifiques o azeite e o vinho.

AZEITE DANIFICADO. 17 de Outubro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. ...e não danifiques o azeite e o vinho. AZEITE DANIFICADO 17 de Outubro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "...e não danifiques o azeite e o vinho." (Apocalipse 6:6) 1 / 5 Há poucos anos atrás, tive uma experiência muito interessante sobre

Leia mais

Índice. Apresentação... 3

Índice. Apresentação... 3 Índice Apresentação... 3 Tempo do Advento 1. O Ano Litúrgico... 9 2. Origem do Ano Litúrgico... 10 3. O que quer dizer Advento?... 11 4. O que fazer no Advento?... 12 Primeiro Domingo do Advento... 14

Leia mais

Lucas: Marcos: o salvador do mundo. o servo sofredor. Mateus: João. o rei prometido. segunda-feira, 10 de setembro de 12

Lucas: Marcos: o salvador do mundo. o servo sofredor. Mateus: João. o rei prometido. segunda-feira, 10 de setembro de 12 Lucas: o salvador do mundo Marcos: o servo sofredor João Mateus: o rei prometido Mateus Marcos Lucas Evangelhos Sinóticos João 90% de material exclusivo O que João omite e que aparece nos evangelhos sinóticos

Leia mais

(Pr. Aluízio A. Silva) O sangue nos diz que somos perdoados. O sangue proclama que somos justos pela fé

(Pr. Aluízio A. Silva) O sangue nos diz que somos perdoados. O sangue proclama que somos justos pela fé O SANGUE FALA (Pr. Aluízio A. Silva) O sangue nos diz que somos perdoados. O sangue proclama que somos justos pela fé A Palavra de Deus diz que o sangue fala. Isso não é algo surpreendente? Em Hebreus

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta feira da 3ª Semana da Quaresma À medida

Leia mais

Missa no Dia de Páscoa

Missa no Dia de Páscoa Missa no Dia de Páscoa LEITURA I Actos 10, 34a.37-43 «Comemos e bebemos com Ele, depois de ter ressuscitado dos mortos» Leitura dos Actos dos Apóstolos Naqueles dias, Pedro tomou a palavra e disse: «Vós

Leia mais

LIÇÃO evange ho 6 II TRI LUCAS AS MULHERES NO MINISTÉRIO DE JESUS

LIÇÃO evange ho 6 II TRI LUCAS AS MULHERES NO MINISTÉRIO DE JESUS II TRI 2015 DE LUCAS LIÇÃO evange ho 6 AS MULHERES NO MINISTÉRIO DE JESUS VERSO PARA MEMORIZAR: Pois todos vós sois filhos de Deus mediante a fé em Cristo Jesus; [ ] não pode haver judeu nem grego; nem

Leia mais

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma O Ano litúrgico é o período de doze meses, divididos em tempos litúrgicos, onde se celebram como memorial, os mistérios de Cristo, assim como a memória

Leia mais

Diretrizes de como conduzir-se a si mesmo na Caminhada Cristã. Carta de Jonathan Edwards a uma jovem Escrita no ano de 1741

Diretrizes de como conduzir-se a si mesmo na Caminhada Cristã. Carta de Jonathan Edwards a uma jovem Escrita no ano de 1741 1 Diretrizes de como conduzir-se a si mesmo na Caminhada Cristã. Carta de Jonathan Edwards a uma jovem Escrita no ano de 1741 Minha querida jovem amiga, Como era do seu desejo que eu a mandasse, por escrito,

Leia mais

ONa sequência do estudo de personagens bíblicas que nos ensinam sobre o caráter do cristão, estudaremos Maria, a irmã de Lázaro.

ONa sequência do estudo de personagens bíblicas que nos ensinam sobre o caráter do cristão, estudaremos Maria, a irmã de Lázaro. ONa sequência do estudo de personagens bíblicas que nos ensinam sobre o caráter do cristão, estudaremos Maria, a irmã de Lázaro. OA irmã de Lázaro é um exemplo de devição. www.portalebd.org.br Slide 2

Leia mais

Escrito por Hélio Clemente Ter, 02 de Setembro de :50 - Última atualização Ter, 02 de Setembro de :57

Escrito por Hélio Clemente Ter, 02 de Setembro de :50 - Última atualização Ter, 02 de Setembro de :57 Os ensinamentos de Jesus são surpreendentes, ou será que a expectativa das pessoas está voltada para o lado errado? Todos estão acostumados a valorizar o trabalho e as realizações acima das outras coisas,

Leia mais

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA

MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA MISSA - A COMUNIDADE SE REÚNE PARA CELEBRAR A VIDA A Eucaristia é o sacramento que atualiza e faz a memória do sacrifício de Jesus: em cada Eucaristia temos a presença do Cristo que pela sua morte e ressurreição

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA Pe. Lucas - Santa Marta - João 11, 19-27 - EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração João 11, 19-27- SANTA MARTA Ó Deus, sede generoso

Leia mais

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa

Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa Nº 20 C 3º Domingo da Páscoa - 10.4.2016 És o novo Sol que não tem ocaso. És a luz que não se apaga. És vencedor da morte para sempre. És o homem primeiro do mundo novo. És o começo da nova criação. És

Leia mais

O EVANGELHO SEGUNDO JOÃO. Jörg Garbers Ms. De Teologia

O EVANGELHO SEGUNDO JOÃO. Jörg Garbers Ms. De Teologia O EVANGELHO SEGUNDO JOÃO Jörg Garbers Ms. De Teologia O autor Não encontramos o nome do autor no evangelho. Jo 21.20-24 O autor conforme esses versículos é: Um discípulo de Jesus. O discípulo que Jesus

Leia mais

QUEM É JESUS PARA VOCÊ?

QUEM É JESUS PARA VOCÊ? QUEM É JESUS PARA VOCÊ? Hoje é muito fácil saber quem é Jesus em nosso meio, embora não seja tão comum você encontrar pessoas que tenham uma revelação profunda de quem ele é realmente. Jesus tornou-se

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS, O.CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SABADO da 1ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus, atendei

Leia mais

SEGUNDO TOQUE. 04 de Setembro de 2015 Ministério Loucura da Pregação

SEGUNDO TOQUE. 04 de Setembro de 2015 Ministério Loucura da Pregação SEGUNDO TOQUE 04 de Setembro de 2015 Ministério Loucura da Pregação "Depois disto, tornou a pôr-lhe as mãos sobre os olhos, e o fez olhar para cima: e ele ficou restaurado, e viu a todos claramente." (Marcos

Leia mais

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7, 36-8, 3)

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7, 36-8, 3) 11º DOMINGO DO TEMPO COMUM (ANO C) 16 de Junho de 2013 Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas (Lc 7, 36-8, 3) 36 Um fariseu convidou-o para comer consigo. Jesus entrou em casa do fariseu,

Leia mais

LIÇÃO 3 A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 3 A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 3 A SALVAÇÃO E O ADVENTO DO SALVADOR Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO O NASCIMENTO DO SALVADOR Deus antes da fundação do mundo já providenciara o plano de salvação da humanidade e esta

Leia mais

MATIAS, "O APÓSTOLO DA SORTE" 28 de Setembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. "E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias.

MATIAS, O APÓSTOLO DA SORTE 28 de Setembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação. E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias. MATIAS, "O APÓSTOLO DA SORTE" 28 de Setembro de 2011 Ministério Loucura da Pregação "E, lançando-lhes sortes, caiu a sorte sobre Matias. E por voto comum foi contado com os onze apóstolos." 1 / 5 (Atos

Leia mais

MARÇO Convívio na Capela: 09h45

MARÇO Convívio na Capela: 09h45 MARÇO 2017 Dia 01 (Quarta Feira) - QUARTA FEIRA DE CINZAS (JEJUM) - Eucaristias: 09h00 / 19h30 Dia 02 (Quinta Feira) - Doentes: 11h00 / 15h30 (Paróquia) Dia 03 (Sexta Feira) - S. José (Belas): 10h 12h

Leia mais

Nº 27 - B - Pentecostes

Nº 27 - B - Pentecostes Nº 27 - B - Pentecostes 24.5.2015 Hoje celebramos a festa de Pentecostes, ou seja, a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos e Nossa Senhora. Antes de subir ao Céu, Jesus prometeu aos Apóstolos que

Leia mais

O"que"há"de"errado"com"o"mundo?"

Oquehádeerradocomomundo? O"que"há"de"errado"com"o"mundo?" Não temos como seguir em frente e começar a falar do que deveríamos fazer para tornar o mundo melhor a menos que compreendamos com clareza o que há de errado com ele. Quem"é"essa"figura"central"

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS, O.CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Quinta-feira da 1ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

1ª Leitura - Hb 12,1-4

1ª Leitura - Hb 12,1-4 1ª Leitura - Hb 12,1-4 Empenhemo-nos com perseverança no combate que nos é proposto. Leitura da Carta aos Hebreus 12,1-4 Irmãos: 1Rodeados como estamos por tamanha multidão de testemunhas, deixemos de

Leia mais

As visões dos profetas não se constituem em manifestações físicas de Deus, mas aparições espirituais em sonhos ou estado de êxtase.

As visões dos profetas não se constituem em manifestações físicas de Deus, mas aparições espirituais em sonhos ou estado de êxtase. vivendopelapalavra.com Por: Helio Clemente Conforme a Escritura, Deus é espírito puro, imaterial e invisível, é simples e não se constitui de partes. Está escrito que homem algum viu a Deus; está escrito

Leia mais

A PALAVRA DE DEUS PROVAS

A PALAVRA DE DEUS PROVAS A PALAVRA DE DEUS PROVAS Nome: Endereço Cidade: Estado: cep: País: Nota: ------------------------------ Dobre nesta linha ------------------------------ Selo 1 INSTRUÇÕES Para assimilar este curso o melhor

Leia mais

O QUE VOCÊ FARÁ? A PALAVRA DE DEUS PROVAS

O QUE VOCÊ FARÁ? A PALAVRA DE DEUS PROVAS O QUE VOCÊ FARÁ? Você leu as 12 lições e os 21capítulos do Evangelho de João. Você aprendeu que Jesus, o Filho de Deus, nunca pecou, mas sim morreu pelos nossos pecados. O QUE VOCÊ ACHA DISSO? Como sempre,

Leia mais

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM

REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM REZANDO COM O EVANGELHO DO DIA (LECTIO DIVINA) Reflexões de Frei Carlos Mesters, O.Carm Reflexões de Pe. Lucas de Paula Almeida, CM Quarta-feira da 4ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Concedei-nos, Senhor

Leia mais

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 9 NA IGREJA A FAMÍLIA ESPIRITUAL Prof. A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO UM ORGANISMO VIVO A igreja é um organismo vivo e divino que prega a salvação em Jesus Cristo de modo a levar os salvos para a

Leia mais

Entrada: Por sua Morte.. Por sua morte, a morte viu o fim. do sangue derramado a vida renasceu. Seu pé ferido nova estrada abriu

Entrada: Por sua Morte.. Por sua morte, a morte viu o fim. do sangue derramado a vida renasceu. Seu pé ferido nova estrada abriu Entrada: Por sua Morte.. Por sua morte, a morte viu o fim do sangue derramado a vida renasceu. Seu pé ferido nova estrada abriu e neste homem, o homem enfim se descobriu. Meu coração me diz: "o amor me

Leia mais

LIÇÃO 13 JESUS CRISTO, O MODELO SUPREMO DE CARÁTER. Prof. Lucas Neto

LIÇÃO 13 JESUS CRISTO, O MODELO SUPREMO DE CARÁTER. Prof. Lucas Neto LIÇÃO 13 JESUS CRISTO, O MODELO SUPREMO DE CARÁTER Prof. Lucas Neto A GLÓRIA É DE DEUS INTRODUÇÃO JESUS O SALVADOR UNGIDO Jesus Cristo, cujo nome significa "Salvador Ungido", com infinito amor se dispôs

Leia mais

O REINO. Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2

O REINO. Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2 REINO DE DEUS O REINO Deus, escolheu o conceito de reino para nos comunicar seu propósito, sua vontade e seu plano para a humanidade. Pra Ivonne Muniz 2 O que é reino? Governo ou domínio Um reino é a influencia

Leia mais