MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL"

Transcrição

1 MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA AVALIA BH 1º, 2º E 3º CICLOS DO ENSINO FUNDAMENTAL Na realização de uma avaliação educacional em larga escala, é necessário que os objetivos da avaliação e as habilidades e competências a serem avaliadas em cada período de escolaridade sejam explicitados de forma clara, precisa e concisa. O instrumento que garante precisão e clareza quanto às habilidades a serem avaliadas através dos testes aplicados aos alunos em cada período de escolarização é a Matriz de Referência para Avaliação. Uma Matriz de Referência é composta por um conjunto de descritores, os quais explicitam dois pontos básicos: o conteúdo programático a ser avaliado e o nível de operação mental necessário para a realização de determinadas tarefas. Os descritores que compõem a Matriz de Referência para Avaliação são selecionados considerando-se a proposta curricular para cada etapa de escolaridade e aquilo que pode ser avaliado por meio de um teste de múltipla escolha, cujos itens solicitam a opção por uma alternativa, dentre um conjunto de alternativas possíveis. A Matriz de Referência para Avaliação mantém estreita relação com a Matriz Curricular, embora não possa ser confundida com esta última, que é bem mais ampla. No caso da rede pública municipal de Belo Horizonte, as Proposições Curriculares para a rede se organizam em conhecimentos, capacidades e conteúdos para cada ciclo. O termo conhecimento tem sentido abrangente: conteúdo aprendido e a possibilidade de utilizá-lo adequadamente em diferentes situações. O termo capacidade é empregado nas Proposições Curriculares para fazer referência ao domínio de estratégias e técnicas apropriadas, relacionadas aos conteúdos aprendidos, que o aluno busca, em suas experiências anteriores, para analisar e resolver novos problemas. (Proposições Curriculares, 172). Na Matriz de Referência para Avaliação que será utilizada no Programa Avalia BH, o termo habilidade se refere ao modo como os alunos mobilizarão essas estratégias e técnicas na solução efetiva das situações problema propostas. Portanto, os descritores que compõem a Matriz de Referência para Avaliação estão diretamente relacionadas às capacidades listadas nas Proposições Curriculares para o Ensino Fundamental da RME-BH. No caso da Língua Portuguesa, como o foco da avaliação é a leitura, os descritores da Matriz de Referência se relacionam mais diretamente ao eixo Leitura das Proposições Curriculares, mais especificamente àquelas referentes à apropriação do sistema de escrita e à leitura. São objeto de avaliação apenas aquelas habilidades consideradas essenciais à progressão a etapas posteriores de escolarização e passíveis de serem avaliadas num teste de múltipla escolha. Apresentamos, a seguir, a Matriz de Referência para Avaliação em Língua Portuguesa do Avalia BH e, posteriormente um quadro comparativo entre as Proposições Curriculares para o Ensino Fundamental da rede Municipal de Belo Horizonte e alguns descritores que compõem a Matriz de Referência para Avaliação.

2 Nº DESCRITOR I - APROPRIAÇÃO DO SISTEMA DE ESCRITA D01 Ler palavras formadas por sílabas canônicas. x D02 Ler palavras formadas por sílabas em padrão não-canônico. x D03 Ler frases. x x II - ESTRATÉGIAS DE LEITURA D04 Interpretar texto não-verbal. x x x x x x x D05 Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não-verbal. x x x x x x x D06 Localizar informação explícita em texto verbal. x x x x x x x D07 Reconhecer o assunto de um texto. x x x x x x x D08 Inferir o sentido de palavra ou expressão. x x x x x x x D09 Inferir informação em texto verbal. x x x x x x x D10 Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações. x x x x x x x D11 Identificar o gênero de um texto. x x x x x x x D12 Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos. x x x x x x x D13 Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de determinada palavra ou expressão. x x x D14 Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. x x x x D15 Reconhecer o efeito de sentido decorrente de recursos estilísticos em textos literários. x x x x x x x D16 Identificar efeitos de humor e ironia em textos diversos. x x x x x III - RELAÇÃO ENTRE TEXTOS Reconhecer formas de tratar uma informação na comparação de textos que D17 tratam do mesmo tema. Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo D18 faro ou ao mesmo tema. IV - PROCESSAMENTO DO TEXTO Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por D19 advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc x x x x x x x x x x x x D20 Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto. x x x x x x x D21 Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. x x x x x x D22 Diferenciar, em um texto, as partes principais das secundárias. x x x x x D23 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que compõem a narrativa. x x x x x x x D24 Diferenciar fato de opinião relativa a um fato. x x x x x D25 Identificar a tese de um texto. x x D26 Estabelecer relações entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. x x D27 Reconhecer diferentes estratégias de argumentação. x x V - VARIAÇÃO LINGUÍSTICA D28 Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. x x x x x x x

3 QUADRO COMPARATIVO CAPACIDADES QUE OS ALUNOS DEVERÃO DESENVOLVER SEGUNDO AS PROPOSIÇÕES CURRICULARES PARA A REDE MUNCIPAL DE BELO HORIZONTE Decodificar palavras. Decodificar frases e textos. Decodificar textos escritos. Ler com compreensão diferentes gêneros textuais, considerando sua função social, seu suporte, seu contexto de circulação, sua estrutura, suas características linguístico-discursivas. HABILIDADES DA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO D01- Ler palavras formadas por sílabas canônicas (par consoante/vogal). D02- Ler palavras formadas por sílabas em padrão nãocanônico. D03- Ler frases. D11- Identificar o gênero de um texto. D12- Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos. Compreender textos expressos em linguagem visual (pinturas, fotografias) e em linguagem verbal e visual (histórias em quadrinhos, tirinhas, placas, mapas etc). D04- Interpretar texto não-verbal. D05- Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não-verbal. 1º ciclo Reconhecer e localizar informações explícitas em textos lidos e ouvidos. Compreender globalmente os textos lidos, identificando o tema central. Articular informações explícitas e implícitas pela produção de inferências. Inferir, pelo contexto de uso, o sentido de palavras ou expressões desconhecidas. D06- Localizar informação explícita em texto verbal. D07- Reconhecer o assunto de um texto. D09- Inferir informação em texto verbal. D08- Inferir o sentido de palavra ou expressão. Compreender a organização dos conteúdos dos textos, percebendo relações de tempo, espaço, causa, finalidade, oposição, conclusão, comparação, ordenação textual, entre outras (o que não significa conhecer e memorizar listas de conjunções ou advérbios). D20- Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto. D19- Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc. Compreender a função da pontuação de final de frase e de sinalização de diálogos. D10- Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações. Na leitura de textos poéticos, perceber, valorizar e interpretar recursos expressivos como a disposição em versos e estrofes, a rima, a métrica, o ritmo, a sonoridade, as repetições expressivas de palavras ou sons (aliterações). D15- Reconhecer o efeito de sentido decorrente de recursos estilísticos em textos literários.

4 CAPACIDADES QUE OS ALUNOS DEVERÃO DESENVOLVER SEGUNDO AS PROPOSIÇÕES CURRICULARES PARA A REDE MUNCIPAL DE BELO HORIZONTE HABILIDADES DA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO Ler e compreender textos expressos em linguagem visual. Reconhecer e localizar informações explícitas em textos lidos e ouvidos. Compreender globalmente os textos lidos, identificando o tema central. Compreender globalmente textos lidos, articulando informações explícitas e implícitas pela produção de inferências. Inferir, pelo contexto de uso, o sentido de palavras ou expressões desconhecidas. Ler com compreensão diferentes gêneros textuais, considerando: a) sua função social; b) seu suporte; c) seu campo de circulação; d) sua estrutura; e) suas características linguístico-discursivas. Compreender a organização dos conteúdos dos textos, percebendo relações de tempo, espaço, causa, finalidade, oposição, conclusão, comparação, ordenação textual, entre outras (o que não significa conhecer e memorizar listas de conjunções ou advérbios). D04- Interpretar texto não-verbal. D06- Localizar informação explícita em texto verbal. D07- Reconhecer o assunto de um texto. D09- Inferir informação em texto verbal. D08- Inferir o sentido de palavra ou expressão. D11-Identificar o gênero de um texto. D12- Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos. D20- Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto D19- Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc. 2º ciclo Compreender o processo de introdução e retomada de informações nos textos (ex: no texto, a que informação se refere um pronome como ele, ou expressões como naquele dia, seu brinquedo, ou palavras e expressões de significado próximo como a filha do rei/a princesinha ; o mendigo/o pobre homem ). D21- Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. Identificar e delimitar partes integrantes de um texto, apontando o tema ou idéia central de cada parte. Identificar variedades linguísticas, compreendendo que concorrem para a construção do sentido do texto. Reconhecer a presença de diferentes vozes nos textos lidos (narrador, personagens, participantes de diálogos etc.), identificando as marcas linguísticas que sinalizam esses enunciadores (aspas, dois pontos e travessão, discurso indireto etc.). D22- Diferenciar, em um texto, as partes principais das secundárias. D28- Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. Levar em conta recursos gráficos (caixa alta, negrito, itálico etc.), imagens (fotos, ilustrações, gráficos etc.) e elementos contextualizadores (data, local, suporte etc.) na interpretação de textos. D10-Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações. D14- Reconhecer o efeito de sentido decorrente do uso de recursos ortográficos e morfossintáticos. Na leitura de textos poéticos, perceber, valorizar e interpretar recursos expressivos como a disposição em versos e estrofes, a rima, a métrica, o ritmo, a sonoridade, as repetições expressivas de palavras ou sons. D15-Reconhecer o efeito de sentido decorrente de recursos estilísticos em textos literários. Relacionar o texto que está sendo lido a outros textos, orais ou escritos, reconhecendo e promovendo relações intertextuais pertinentes. D17- Reconhecer formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema.

5 CAPACIDADES QUE OS ALUNOS DEVERÃO DESENVOLVER SEGUNDO AS PROPOSIÇÕES CURRICULARES PARA A REDE MUNCIPAL DE BELO HORIZONTE Ler com compreensão diferentes gêneros textuais, considerando: a) sua função social; b) seu suporte; c) seu campo de circulação; d) sua estrutura; e) suas características lingüístico-discursivas. Reconhecer e localizar informações explícitas em textos lidos e ouvidos. HABILIDADES DA MATRIZ DE REFERÊNCIA PARA AVALIAÇÃO D11-Identificar o gênero de um texto. D12-Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos. D06-Localizar informação explícita em texto verbal. D07-Reconhecer o assunto de um texto. Compreender globalmente os textos lidos, identificando o tema central. Compreender globalmente textos lidos, articulando informações explícitas e implícitas pela produção de inferências. Inferir, pelo contexto de uso, o sentido de palavras ou expressões desconhecidas. Identificar e delimitar partes integrantes de um texto, apontando o tema ou ideia central de cada parte. D25- Identificar a tese de um texto. D26- estabelecer relação entre a tese e os argumentos oferecidos para sustentá-la. D09-Inferir informação em texto verbal. D08-Inferir o sentido de palavra ou expressão. D22- Diferenciar, em um texto, as partes principais das secundárias. 3º ciclo Relacionar o texto que está sendo lido a outros textos, orais ou escritos, reconhecendo e promovendo relações intertextuais pertinentes. Compreender as relações semânticas (tempo, espaço, causa, finalidade, condição, oposição, conclusão, comparação, hierarquização, ordenação etc.) que articulam os conteúdos do texto e identificar os recursos linguísticos indicadores dessas relações (conjunções, advérbios e expressões adverbiais, organizadores com em primeiro lugar/em segundo lugar, por exemplo etc.). D17- Reconhecer formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema. D18- Reconhecer posições distintas entre duas ou mais opiniões relativas ao mesmo fato ou ao mesmo tema. D19-Estabelecer relações lógico-discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc. Compreender o processo de introdução e retomada de informações nos textos lidos, identificando os recursos linguísticos que sinalizam esse processo (artigos definidos e indefinidos, pronomes demonstrativos, sinônimos ou expressões equivalentes etc.). Compreender que as diferentes variedades linguísticas, concorrem para a construção do sentido e a expressividade dos textos em que aparecem. Reconhecer a presença de diferentes vozes nos textos lidos (narrador, personagens, participantes de diálogos etc.), identificando as marcas linguísticas que sinalizam esses enunciadores (aspas, dois pontos e travessão, discurso indireto etc.). Perceber a pontuação como um dos elementos orientadores da produção de sentidos dos textos escritos. Levar em conta recursos gráficos (caixa alta, negrito, itálico etc.), imagens (fotos, ilustrações, gráficos etc.) e elementos contextualizadores (data, local, suporte etc.) na interpretação de textos. D21-Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto. D28-Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto. D10-Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações.

6 Compreender os objetivos e a argumentação do texto e identificar as palavras ou expressões que os indicam (adjetivos, advérbios, expressões como felizmente ou lamentavelmente, uso do subjuntivo, uso do futuro do pretérito, verbos como acredito, imagino, confesso, admito, palavras como aliás, até, ainda, já etc.). D27-Reconhecer diferentes estratégias de argumentação. 3º ciclo Compreender a ironia, o humor, o lirismo em textos de diversos gêneros e identificar os recursos linguísticos indicadores desses efeitos. Reconhecer e interpretar, especialmente nos textos literários, a linguagem figurada (metáforas, metonímia, eufemismo, hipérbole etc.), os jogos de palavras e outros recursos expressivos. D16-Identificar efeitos de humor, ironia e lirismo em textos. D13- Reconhecer o efeito de sentido decorrente da escolha de determinada palavra ou expressão. Na leitura de textos poéticos, perceber, valorizar e interpretar recursos expressivos como a disposição em versos e estrofes, a rima, a métrica, o ritmo, a sonoridade, as repetições expressivas de palavras ou sons (aliterações). D15-Reconhecer o efeito de sentido decorrente de recursos estilísticos em textos literários.

LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES

LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES 1. BIMESTRE - 2015 4.º ANO - LEITURA Inferir uma informação implícita em um Localizar informações explícitas em um 5.º ANO - LEITURA Estabelecer relações entre partes de um

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL

MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA LÍNGUA PORTUGUESA SADEAM 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL DOMÍNIOS COMPETÊNCIAS DESCRITORES D01 Distinguir letras de outros sinais gráficos. Reconhecer as convenções da escrita. D02 Reconhecer

Leia mais

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA

RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO º CICLO LÍNGUA PORTUGUESA CEP: 31.6-0 Venda Nova, Belo Horizonte/MG RESULTADO DAS AVALIAÇÕES AVALIA BH / OUTUBRO 3º CICLO 0 LÍNGUA PORTUGUESA 1 ETAPA 3 CICLO D05 D06 D07 D09 D D11 D12 D16 D24 D28 DESCRITORES AVALIADOS: D05 Interpretar

Leia mais

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO Provas 2º Bimestre 2012 LÍNGUA PORTUGUESA DESCRITORES DESCRITORES DO 2º BIMESTRE

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino Fundamental Língua Portuguesa 2) Inferir o sentido

Leia mais

*TOTAL DE ACERTOS POR DESCRITOR ESTUDANTES

*TOTAL DE ACERTOS POR DESCRITOR ESTUDANTES 1ª AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 2013 2º ano do Ensino Fundamental - Língua Portuguesa Quadro Correção da Avaliação Diagnóstica Escola: Município: Professor(a): Coornador(a): 01 02 03 04 05 06 07 08 09 10 11 12

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL 6º ANO Ensino

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA SAEB

MATRIZ DE REFERÊNCIA SAEB MATRIZ DE REFERÊNCIA SAEB FONTE: INEP/MEC Língua Portuguesa: 5º ano Ensino Fundamental A matriz de referência de Língua Portuguesa é composta por seis tópicos, relacionados a habilidades desenvolvidas

Leia mais

SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O

SISTEMA ANGLO DE ENSINO. Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O Prova Anglo P-01 Tipo D4-08/2010 G A B A R I T O 01. D 07. A 13. D 19. C 02. B 08. B 14. A 20. D 03. C 09. C 15. B 21. A 04. A 10. A 16. D 22. C 05. C 11. D 17. B 00 06. B 12. B 18. D DESCRITORES, RESOLUÇÕES

Leia mais

Matriz de referência de LÍNGUA PORTUGUESA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL

Matriz de referência de LÍNGUA PORTUGUESA - SAERJINHO 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL 7 5 ANO ENSINO FUNDAMENTAL H0 Ler frases. Períodos compostos. H03 Inferir uma informação em um H04 Identificar o tema Trabalhar o tema baseando-se na complexidade do texto, partindo de um texto de curta

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2016 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 1º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA CONTEÚDOS Efetuar cálculos com números reais envolvendo as operações

Leia mais

TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB)

TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB) TÓPICOS DA MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA ENSINO FUNDAMENTAL ( DE ACORDO COM SAEB) I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA Localizar informações explícitas em um texto. Inferir o sentido de uma palavra

Leia mais

01. D 07. D 13. D 19. C 02. D 08. A 14. D 20. A 03. B 09. B 15. C 21. D 04. C 10. C 16. A 22. B 05. A 11. D 17. A 06. B 12. C 18.

01. D 07. D 13. D 19. C 02. D 08. A 14. D 20. A 03. B 09. B 15. C 21. D 04. C 10. C 16. A 22. B 05. A 11. D 17. A 06. B 12. C 18. SISTEMA ANGLO DE ENSINO PROVA ANGLO P-1 G A B A R I T O Tipo D-7-05/2012 01. D 07. D 13. D 19. C 02. D 08. A 14. D 20. A 03. B 09. B 15. C 21. D 04. C 10. C 16. A 22. B 05. A 11. D 17. A 06. B 12. C 18.

Leia mais

Matriz de Referência - Língua Portuguesa 4ª série do ensino fundamental

Matriz de Referência - Língua Portuguesa 4ª série do ensino fundamental Matriz de Referência - Língua Portuguesa 4ª série do ensino fundamental Em Língua Portuguesa (com foco em leitura) são avaliadas habilidades e competências definidas em unidades chamadas descritores, agrupadas

Leia mais

D01 Reconhecer especificidades da linguagem escrita.

D01 Reconhecer especificidades da linguagem escrita. MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA PAEBES ALFA 1º ao 3º ano do Ensino Fundamental Tópicos Competências Descritores Níveis de Complexidade 1º ANO 2º ANO 3º ANO T1- Reconhecimento de convenções do

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 3º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Identificar padrões numéricos ou princípios

Leia mais

Matriz de Referência de Língua Portuguesa - SAEPI 5º ano do Ensino Fundamental

Matriz de Referência de Língua Portuguesa - SAEPI 5º ano do Ensino Fundamental LÍNGUA PORTUGUESA - 5º EF I. PROCEDIMENTOS DE LEITURA 5º ano do Ensino Fundamental 1 D9 5 D7 D8 Identificar o conflito gerador do enredo e os elementos que constroem a narrativa. Estabelecer relação causa/consequência

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO

MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO 22 MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - SAEGO 2º ano do Ensino Fundamental D1 Reconhecer as letras do alfabeto. D2 Distinguir letras de outros sinais gráficos. D3 Reconhecer as direções da escrita.

Leia mais

Quanto aos textos de estrutura narrativa, identificam personagem, cenário e tempo.

Quanto aos textos de estrutura narrativa, identificam personagem, cenário e tempo. Língua Portuguesa - Ensino Médio SISPAE 2013 01 Abaixo do Básico 1º e 2º ano até 200 pontos Neste Padrão de Desempenho, os estudantes se limitam a realizar operações básicas de leitura, interagindo apenas

Leia mais

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios.

H003 Compreender a importância de se sentir inserido na cultura escrita, possibilitando usufruir de seus benefícios. 2ª Língua Portuguesa 5º Ano E.F. Objeto de Estudo Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: código oral e código escrito Usos e funções: norma-padrão e variedades linguísticas. Usos

Leia mais

Descritores da Prova do 3º ano - Português. Descritores da Prova do 3º ano - Matemática

Descritores da Prova do 3º ano - Português. Descritores da Prova do 3º ano - Matemática Descritores da Prova do 3º ano - Português Tópico I Procedimentos de leitura D1 Localizar informações explícitas em um texto D3 Inferir o sentido de uma palavra ou expressão D4 Inferir uma informação implícita

Leia mais

HÁ QUASE 30 ANOS O COLEGUIUM FORMA SEUS ALUNOS PARA O SUCESSO. CONFIRA ALGUNS DOS NOSSOS RESULTADOS MAIS RECENTES:

HÁ QUASE 30 ANOS O COLEGUIUM FORMA SEUS ALUNOS PARA O SUCESSO. CONFIRA ALGUNS DOS NOSSOS RESULTADOS MAIS RECENTES: Há quase 3 décadas, o Coleguium ensina a enfrentar os desafios da vida por meio de uma formação de excelência. Desde cedo, nossos alunos desenvolvem habilidades e valores que extrapolam o conteúdo de sala

Leia mais

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 7 o ano EF

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 7 o ano EF Os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental 150 identificam a finalidade de produção do texto, com auxílio de elementos não verbais e das informações explícitas presentes em seu título, em cartaz de propaganda

Leia mais

As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP

As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP As Avaliações externas e o acompanhamento pedagógico utilizando indicadores e a as bases do SIGA e do INEP VAMOS FALAR DE QUALIDADE DA EDUCAÇÃO? Falar de qualidade da educação é falar de IDEB ...o que

Leia mais

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2017 CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1.

CONTEÚDOS PARA O TESTE DE SELEÇÃO 2017 CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1. VOCABULÁRIO: CONTEÚDO ABORDADO NO PLACEMENT TEST NO FUNDAMENTAL 1. Objetos escolares Brinquedos Animais Roupas Alimentos Partes de uma casa Esportes Condições meteorológicas Numerais ordinais e cardinais

Leia mais

01. D 07. C 13. D 19. D 02. B 08. C 14. B 20. A 03. C 09. D 15. C 21. C 04. A 10. A 16. B 22. B 05. D 11. B 17. A 06. B 12. A 18.

01. D 07. C 13. D 19. D 02. B 08. C 14. B 20. A 03. C 09. D 15. C 21. C 04. A 10. A 16. B 22. B 05. D 11. B 17. A 06. B 12. A 18. SISTEMA ANGLO DE ENSINO PROVA ANGLO P-1 G A B A R I T O Tipo D-9-05/2012 01. D 07. C 13. D 19. D 02. B 08. C 14. B 20. A 03. C 09. D 15. C 21. C 04. A 10. A 16. B 22. B 05. D 11. B 17. A 06. B 12. A 18.

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

SE VOCÊ QUER, VOCÊ PODE

SE VOCÊ QUER, VOCÊ PODE Há quase 3 décadas, o Coleguium ensina a enfrentar os desafios da vida por meio de uma formação de excelência. Desde cedo, nossos alunos desenvolvem habilidades e valores que extrapolam o conteúdo de sala

Leia mais

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação

Mapeamento dos Critérios de Correção de Redação e correspondência com Matrizes de Referência para Avaliação Mapeamento dos e correspondência com Para cada aspecto avaliado há uma ou mais habilidades correspondentes das Matrizes que o aluno precisa desenvolver Para desenvolver a competência escritora: o Crie

Leia mais

(31) BELO HORIZONTE NOVA LIMA LAGOA SANTA CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO SETE LAGOAS

(31) BELO HORIZONTE NOVA LIMA LAGOA SANTA CONCEIÇÃO DO MATO DENTRO SETE LAGOAS Há 3 décadas, o Coleguium ensina a enfrentar os desafios da vida por meio de uma formação de excelência. Desde cedo, nossos alunos desenvolvem habilidades e valores que extrapolam o conteúdo de sala de

Leia mais

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 5 o ano EF

Descrição da Escala Língua Portuguesa - 5 o ano EF Os alunos do 5º ano do Ensino Fundamental < 125 identificam o sentido de expressão típica da fala coloquial utilizada em segmento de história em quadrinhos; e o local em que se desenrola o enredo, em anedota.

Leia mais

A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL

A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL 00604 Resumo A ORGANIZAÇÃO DOS DESCRITORES NA PROVINHA BRASIL Célia Aparecida Bettiol Arliete Socorro Da Silva Neves O presente texto faz parte de um trabalho em andamento e se constitui em pesquisa documental,

Leia mais

Saeb: Sistema de Avaliação da Educação Básica

Saeb: Sistema de Avaliação da Educação Básica Saeb: Sistema de Avaliação da Educação Básica 1990 1ª aplicação Alunos de 1ª, 3ª, 5ª e 7ª séries de uma amostra de escolas públicas da rede urbana do Ensino Fundamental foram avaliados em Língua Portuguesa,

Leia mais

Competências globais a serem adquiridas na série

Competências globais a serem adquiridas na série PLANO DE ENSINO - 2016 Disciplina: Língua Portuguesa 9º ANO Professor: Ricardo Andrade Competências globais a serem adquiridas na série.fundamentar uma aprendizagem significativa, desenvolvendo múltiplas

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM

LÍNGUA PORTUGUESA 5º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM PRÁTIC DE LEITUR ORLIDDE LÍNGU PORTUGUES 5º NO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HBILIDDE BORDGEM Escuta de textos Escutar textos de diferentes gêneros, sobretudo os mais formais, analisando-os criticamente. mpliar

Leia mais

PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA

PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA PROVA BRASIL 4ª SÉRIE /5 º ANO LÍNGUA PORTUGUESA Alessandra Mara Sicchieri Pedagoga e Psicopedagoga, Formada em Letras. Tutora de Pró-Letramento-MEC. 11 e 12 de Maio 2011 APRENDIZAGEM EM LÍNGUA PORTUGUESA

Leia mais

Histórias em Quadrinhos, Adivinhas e Anedotas.

Histórias em Quadrinhos, Adivinhas e Anedotas. RECRO LÍNGUA PORTUGUESA Histórias em Quadrinhos, Adivinhas e Anedotas. EIXO: ESCUTA E PRODUÇÃO DE TEXTOS ORAIS 6º ANO 1º BIMESTRE Expressar-se oralmente em diversas situações, buscando ampliar seus recursos

Leia mais

Língua Portuguesa 8º ano

Língua Portuguesa 8º ano Língua Portuguesa 8º ano Conteúdos por Unidade Didática 1º Período A - Comunicação Oral. Ideias principais.. Ideias secundárias..adequação comunicativa ( processos persuasivos; recursos verbais e não verbais)..

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2016

PLANEJAMENTO ANUAL 2016 PLANEJAMENTO ANUAL 2016 Professor Joabe Bernardo dos Santos Língua Portuguesa 9º ano Colégio Nossa Senhora da Piedade Referências: -SAE, 9º ano: Língua Portuguesa. Livro do professor: livro 1 / IESDE BRASIL

Leia mais

Relacione a primeira coluna com a segunda, considerando o grau de desenvolvimento das habilidades associadas a esta competência.

Relacione a primeira coluna com a segunda, considerando o grau de desenvolvimento das habilidades associadas a esta competência. IdentIfIca letras Uma das primeiras hipóteses que a criança formula com relação à língua escrita é a de que escrita e desenho são uma mesma coisa. Sendo assim, quando solicitada a escrever, por exemplo,

Leia mais

série GRUPO II Competências para realizar GRUPO III Competências para compreender GRUPO I Competências para observar

série GRUPO II Competências para realizar GRUPO III Competências para compreender GRUPO I Competências para observar GRUPO I Competências para observar COMPETÊNCIAS DO SUJEITO GRUPO II Competências para realizar GRUPO III Competências para compreender Objetos do conhecimento (conteúdos) Tema 3 Reconstrução da textualidade

Leia mais

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA -

AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - AVALIAÇÃO NACIONAL DA ALFABETIZAÇÃO MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LÍNGUA PORTUGUESA - EIXO ESTRUTURANTE: Leitura HABILIDADE H1. Ler palavras com estrutura silábica canônica H2. Ler palavras com estrutura silábica

Leia mais

Claudia Moura da Rocha (UERJ)

Claudia Moura da Rocha (UERJ) ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA AVALIAÇÃO EDUCACIONAL E LÍNGUA PORTUGUESA Claudia Moura da Rocha (UERJ) claudiamoura30@oi.com.br CONSIDERAÇÕES INICIAIS Nos últimos anos, em decorrência do insucesso educacional

Leia mais

Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental

Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental Conteúdo do Exame de Admissão para o 6º Ano do Ensino Fundamental MATEMÀTICA 1) NÚMEROS NATURAIS, SISTEMAS DE NÚMERAÇÃO DECIMAL E NÚMEROS RACIONAIS 1.1) Números Naturais Reconhecimento de números naturais

Leia mais

HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE os ANOS

HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE os ANOS HABILIDADES DO 1 o TRIMESTRE DE 2015 6 os ANOS LÍNGUA PORTUGUESA 1 Analisar a norma padrão em funcionamento no texto. 2 Distinguir os diferentes recursos da linguagem, utilizados em variados sistemas de

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2017/2018 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2017/2018 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2017/2018 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documentos Orientadores: Programa de Português do Ensino Básico e Metas Curriculares de Português do Ensino Básico 2º

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano. Disciplina de Português Ano Letivo /2017. Domínios/Conteúdos/Descritores. Unidade 0 Apresentações

PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano. Disciplina de Português Ano Letivo /2017. Domínios/Conteúdos/Descritores. Unidade 0 Apresentações AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS ESCOLA BÁSICA DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL 5º Ano Disciplina de Português Ano Letivo - 2016/2017 Metas de aprendizagem/objetivos Domínios/Conteúdos/Descritores

Leia mais

Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014

Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014 ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes DISCIPLINA: PORTUGUÊS ANO: 8º ANO LETIVO 2013/2014 Oralidade Interpretar discursos orais com diferentes graus

Leia mais

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA

Processo de Admissão de Novos Estudantes Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no. 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA Processo de Admissão de Novos Estudantes 2017 Conteúdos programáticos para candidatos que ingressarão no 2º ano do Ensino Médio MATEMÁTICA HABILIDADES CONTEÚDOS Reconhecer, no contexto social, diferentes

Leia mais

EXTERNATO S. VICENTE DE PAULO Lisboa DEPARTAMENTO DE LÍNGUA MATERNA E HUMANIDADES DOMÍNIOS 1.º PERÍODO 2.º PERÍODO 3.º PERÍODO

EXTERNATO S. VICENTE DE PAULO Lisboa DEPARTAMENTO DE LÍNGUA MATERNA E HUMANIDADES DOMÍNIOS 1.º PERÍODO 2.º PERÍODO 3.º PERÍODO DOMÍNIOS 1.º PERÍODO 2.º PERÍODO 3.º PERÍODO Interação discursiva Princípio de cooperação Informação, explicação; pergunta, resposta ORALIDADE Interpretação de texto Intenção do locutor; tema; assunto;

Leia mais

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem

2014/ º Período Unidades. Domínios / Conteúdos. Unidade 3 Narrativas juvenis. Unidade 0 Uma nova viagem Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio Escola E.B. 2, 3 professor Gonçalo Sampaio Departamento de línguas Português - 8ºano Planificação anual simplificada 2014/2015 1º Período Unidade 0 Uma nova viagem

Leia mais

EMENTA OBJETIVO GERAL. Ampliar os conhecimentos gramaticais, utilizando-os de forma apropriada nas práticas de linguagem oral e escrita.

EMENTA OBJETIVO GERAL. Ampliar os conhecimentos gramaticais, utilizando-os de forma apropriada nas práticas de linguagem oral e escrita. Ensino Fundamental II 7º ano PLANO DE ENSINO DISCIPLINA Língua Portuguesa PROFESSOR Ana Paula dos Santos Cabral CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL 7º ano A 2017 1.1 - Gêneros literários: poema

Leia mais

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade 1ª Língua Portuguesa 4º ANO E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade C1. Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização do mundo

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período

Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo Período Síntese da Planificação da Disciplina de Português-5.º Ano Ano letivo-2016-2017 Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 12 13 12 13 13 3.º período 7 7

Leia mais

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II

Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II Excelência acadêmica para a vivência dos valores humanos e cristãos. Admissão de Alunos 2018 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 8⁰ ANO ENSINO FUNDAMENTAL II CIÊNCIAS 1. A vida nos ambientes Diversidade e evolução

Leia mais

Língua Portuguesa 7º ano

Língua Portuguesa 7º ano Escutar para Aprender e Construir Conhecimento Audição orientada. Ouvinte. Discurso; universo de discurso (assunto). Língua Portuguesa 7º ano Conteúdos 1º Período Comunicação Oral Falar para Construir

Leia mais

G A B A R I T O 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D. SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01

G A B A R I T O 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D. SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 SISTEMA ANGLO DE ENSINO Prova Anglo P-01 G A B A R I T O Tipo D3-05/2016 01. B 05. B 09. B 13. A 02. A 06. C 10. D 14. B 03. D 07. D 11. C 15. B 04. B 08. C 12. D Resoluções Prova Anglo Língua Portuguesa

Leia mais

5. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e o Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro(SAERJ)

5. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e o Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro(SAERJ) 5. Os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) e o Sistema de Avaliação da Educação do Estado do Rio de Janeiro(SAERJ) 5.1. Os PCNs para o Ensino Médio Referência básica para a elaboração das Matrizes

Leia mais

PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades

PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades PROVA TEMÁTICA/2013 GERAÇÃO CONTEMPORÂNEA: desafios e novas possibilidades 7 ANO / ENSINO FUNDAMENTAL MATRIZ DE REFERÊNCIA DE LINGUAGENS, CÓDIGOS E SUAS TECNOLOGIAS (LÍNGUA PORTUGUESA, REDAÇÃO, ARTES E

Leia mais

Planificação Simplificada de Português- 5ºano Ano letivo

Planificação Simplificada de Português- 5ºano Ano letivo Planificação Simplificada de Português- 5ºano Ano letivo 2016-2017 Manual adotado: Livro aberto, Porto Editora 1.º período Aulas previstas: 78 Unidade 0 Apresentações Unidade 1* Textos diversos Unidade

Leia mais

Usos e funções: código oral e código escrito

Usos e funções: código oral e código escrito 3ª Objeto de estudo A linguagem como espaço de interação. A linguagem como espaço de interação. A linguagem e a formação para a cidadania A linguagem e a formação para a cidadania Língua Portuguesa 1º

Leia mais

- LÍNGUA PORTUGUESA -

- LÍNGUA PORTUGUESA - - LÍNGUA PORTUGUESA - Compreensão e interpretação de textos, com 1 razoável grau de complexidade; Reconhecimento da finalidade de textos de 2 diferentes gêneros; 3 Localização de informações explícitas

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE

ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE ENSINO FUNDAMENTAL 2 ª FASE CONTEÚDO 6 º ANO Língua Portuguesa 1) Produção de texto: Narração. Foco narrativo: narrador-observador. Estrutura do texto narrativo. Elementos narrativos. Uso do diálogo. Paragrafação.

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE Ano letivo de 2016 / 2017 GESTÃO DE CONTEÚDOS Ensino regular Português - 6.º Ano Unidades de Ensino / Conteúdos Nº Aulas Previstas (45 min) Unidades Abordadas: Unidade

Leia mais

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA

PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA PERFIS DE SAÍDA DOS ESTUDANTES DA 5ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, COMPONENTE CURRICULAR LÍNGUA PORTUGUESA CONTEÚDOS EIXO TEMÁTICO COMPETÊNCIAS ESPERADAS Variedades lingüísticas; Diálogo; Turnos. Gênero

Leia mais

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade 3ª Língua Portuguesa 3º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade COMPETÊNCIA 1: Compreender e usar a Língua Portuguesa como língua materna, geradora de significação e integradora da organização

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO. Departamento de 1º Ciclo. Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO. 4º ANO DISCIPLINA: Português AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DANIEL SAMPAIO Departamento de 1º Ciclo Ano letivo 2016/2017 PLANIFICAÇÃO A LONGO PRAZO 4º ANO DISCIPLINA: Português PERÍODO 1º *Oralidade Interação discursiva >Princípio de cortesia;

Leia mais

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano

DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS PORTUGUÊS 2º CICLO Gestão curricular 6ºano UNIDADES /TEXTOS UNIDADE 0 Ponto de partida UNIDADE 5 Apanha-me também um poeta 1º PERÍODO DOMÍNIOS / CONTEÚDOS Expressão oral: memória

Leia mais

LÍNGUA PORTUGUESA 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM

LÍNGUA PORTUGUESA 4º ANO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HABILIDADE ABORDAGEM PRÁTIC DE ESCRIT PRÁTIC DE LEITUR ORLIDDE LÍNGU PORTUGUES 4º NO 1º BIMESTRE EIXO CONTEÚDO HBILIDDE BORDGEM Escuta de textos Escutar textos de diferentes gêneros, sobretudo os mais formais, analisando-os

Leia mais

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA

DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA OBJETIVOS: 6º ano Usar a Língua Portuguesa como língua materna, para integrar e organizar o mundo e a própria identidade com visão empreendedora e como pensador capaz de

Leia mais

Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO

Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO Agrupamento de Escolas D. Pedro IV, Vila do Conde PLANIFICAÇÃO RESUMIDA - PORTUGUÊS - 8º ANO ANO LETIVO: 2015/2016 1º PERÍODO 2º PERÍODO 3º PERÍODO Educação literária Texto literário e texto não literário.

Leia mais

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS

MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS MATRIZES DE REFERÊNCIA COMPETÊNCIAS E HABILIDADES QUE SERÃO AVALIADAS: ENSINO FUNDAMENTAL I ANOS INICIAIS II. Implicações do Suporte, do Gênero e /ou do Enunciador na Compreensão do Texto Estabelecer relação

Leia mais

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

Competência Objeto de aprendizagem Habilidade 3ª Português 3º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade H1. Reconhecer a importância do domínio da língua portuguesa como instrumento para o acesso a diferentes formas de informação e de

Leia mais

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella

Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Programação da 2ª Etapa 8º Ano do Ensino Fundamental Débora e Rafaella Língua Portuguesa QUAL DEVE SER NOSSO ANSEIO TODO DIA? PLANEJAR SEMPRE O MELHOR, MAS SEM NUNCA CANSAR DE PLANEJÁ- LO. Sto. Agostinho

Leia mais

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas

Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Interpretação de Textos a Partir de Análises Isoladas Análise Estética (formal) Análise Estilística (figuras de linguagem) Análise Gramatical (morfossintática) Análise Semântica (de significado) Análise

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 3º ANO LÍNGUA PORTUGUESA MARCÍLIA. CONTEÚDOS: Leitura e compreensão de textos - Gêneros

PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA 3º ANO LÍNGUA PORTUGUESA MARCÍLIA. CONTEÚDOS: Leitura e compreensão de textos - Gêneros PROGRAMAÇÃO DA 1ª ETAPA MARCÍLIA 3º ANO LÍNGUA PORTUGUESA Suprime a esperança de chegar e ocultam-se as forças para andar. Santo Agostinho Livros: 1. Português Linguagens 2 William Cereja e Thereza Cochar

Leia mais

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS

GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS GOVERNADOR DE MINAS GERAIS FERNANDO DAMATA PIMENTEL SECRETÁRIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO MACAÉ MARIA EVARISTO DOS SANTOS SECRETÁRIO ADJUNTO DE ESTADO DE EDUCAÇÃO ANTÔNIO CARLOS RAMOS PEREIRA CHEFE DE GABINETE

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Português - 9 º Ano Dias de aulas previstos Período 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 13 13 12 13 2.º período 10 9 9 11 11 3.º período 9 10 9 9 10 (As aulas previstas

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo SISTEMA ANGLO DE ENSINO PROVA ANGLO P-1 Tipo D-6 05/2013 G A B A R I T O 01. A 07. D 13. C 19. D 02. B 08. B 14. D 20. B 03. C 09. A 15. C 21. D 04. C 10. C 16. B 22. D 05. B 11. D 17. D 06. A 12. B 18.

Leia mais

Prof. Ailton Resende de Paula -Analista de Instrumentos de Avaliação/ (

Prof. Ailton Resende de Paula -Analista de Instrumentos de Avaliação/ ( cc Prof. Ailton Resende de Paula -Analista de Instrumentos de Avaliação/ CAED- (e-mail: ailtonresende@caed.ufjf.br) Analisar e interpretar os resultados do Avaliando IDEPB para (re)planejamento das ações

Leia mais

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS

ATIVIDADES ESTRATÉGIAS ENSINO BÁSICO Agrupamento de Escolas Nº 1 de Abrantes ESCOLAS do 1.ºCICLO: N.º1 de Abrantes, Alvega, Alvega/Concavada, Bemposta, Carvalhal, Mouriscas, Maria Lucília Moita, Pego e Rossio ao Sul do Tejo

Leia mais

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio

A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio A escala de Língua Portuguesa para o 3º ano do Ensino Médio LÍNGUA PORTUGUESA 3º ANO DO ENSINO MÉDIO (continua) 1 225-250 2 250-275 3 275-300 4 300-325 Nesse nível, o estudante pode ser capaz de identificar

Leia mais

MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO. Programa de Reorganização Curricular e Administrativa, Ampliação e Fortalecimento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo

MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO. Programa de Reorganização Curricular e Administrativa, Ampliação e Fortalecimento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo MAIS EDUCAÇÃO SÃO PAULO Programa de Reorganização Curricular e Administrativa, Ampliação e Fortalecimento da Rede Municipal de Ensino de São Paulo 1ª PROVA BIMESTRAL 20 Prefeito do Município de São Paulo

Leia mais

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 6 º Ano

Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 6 º Ano Síntese da Planificação da Disciplina de Língua Portuguesa 6 º Ano Período Dias de aulas previstos 2.ª 3.ª 4.ª 5.ª 6.ª 1.º período 13 12 12 12 14 2.º período 10 11 11 12 12 3.º período 8 8 8 8 9 (As Aulas

Leia mais

Colégio Saber Construindo o conhecimento QSC 12 Lotes 1 e 3, Taguatinga, Brasília - DF Fone:(61)

Colégio Saber Construindo o conhecimento QSC 12 Lotes 1 e 3, Taguatinga, Brasília - DF Fone:(61) Ensino Fundamental II 6º ano PLANO DE ENSINO DISCIPLINA Língua Portuguesa PROFESSOR Ana Paula dos Santos Cabral CARGA HORÁRIA TURMA ANO LETIVO TOTAL SEMANAL 6º A 2017 1.1 Língua: diversidade e unidade

Leia mais

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 6º ano. Ano lectivo

Escola Básica e Secundária À Beira Douro. Planificação de Língua Portuguesa 6º ano. Ano lectivo Escola Básica e Secundária À Beira Douro Planificação de Língua Portuguesa 6º ano Ano lectivo 2010-2011 COMPETÊNCIAS Alargamento da compreensão a géneros formais e públicos do oral. Criação de autonomia

Leia mais

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS

CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS ANO: 6.º DISCIPLINA: Língua Portuguesa UNIDADE/TEMA CONTEÚDOS Texto narrativo; Banda Desenhada; Compreensão de enunciados orais; Expressão Oral Categorias da narrativa: o Tipo de

Leia mais

Admissão de alunos 2017

Admissão de alunos 2017 Tradição em Excelência Admissão de alunos 2017 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS 1ª SÉRIE ENSINO MÉDIO CIÊNCIAS 1. CINEMÁTICA 1.1. Estudo dos movimentos e referenciais. 1.2. Movimentos uniformes. 2. PROPRIEDADES

Leia mais

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula

Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula Anexo B Relação de Assuntos Pré-Requisitos à Matrícula MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO EXÉRCITO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO PREPARATÓRIA E ASSISTENCIAL RELAÇÃO

Leia mais

OBJETIVOS E CONTEÚDOS

OBJETIVOS E CONTEÚDOS OBJETIVOS E CONTEÚDOS 1º BIMESTRE SISTEMA INTERATIVO DE ENSINO Língua Portuguesa 1º ano Capítulo 1 O Mundo das Letras Reconhecer as letras do alfabeto em caixa-alta; Ler e escrever as letras do próprio

Leia mais

Resoluções Prova Anglo

Resoluções Prova Anglo Resoluções Prova Anglo TIPO F P-1 tipo D-6 Língua Portuguesa (P-1) Ensino Fundamental 6º ano DESCRITORES, RESOLUÇÕES E COMENTÁRIOS A Prova Anglo é um dos instrumentos para avaliar o desempenho dos alunos

Leia mais

A AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA DO SAETHE JOSIANE TOLEDO

A AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA DO SAETHE JOSIANE TOLEDO A AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA DO SAETHE JOSIANE TOLEDO SAETHE Matriz de Referência SAEB Matriz Curricular Municipal Questionários Matriz de Referência Itens Testes Fatores contextuais Padrões de Desempenho

Leia mais

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. Disciplina Português Ano de Escolaridade - 6º Ano - Letivo 2016/17

PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS. Disciplina Português Ano de Escolaridade - 6º Ano - Letivo 2016/17 PERFIL DE APRENDIZAGENS ESPECÍFICAS Disciplina Português Ano de Escolaridade - 6º Ano - Letivo 2016/17 1º Período Conteúdos Instrumentos Peso SEQUÊNCIA A Histórias de afetos Leitura e análise de textos

Leia mais

HABILIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA- 2º ANO

HABILIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA- 2º ANO HABILIDADES DE LÍNGUA PORTUGUESA- 2º ANO HABILIDADES (EF02LP01) Expressar-se em situações de intercâmbio oral com autoconfiança (sem medo de falar em público), liberdade e desenvoltura, preocupando-se

Leia mais

Divulgação de Resultados

Divulgação de Resultados Oficina Divulgação de Resultados Língua Portuguesa Professor Luís Cláudio R. Carvalho Objetivos da oficina Apresentar a Matriz de Referência, analisando os descritores que norteiam a elaboração dos itens

Leia mais

3º Período 55 x 45 minutos

3º Período 55 x 45 minutos Direção Regional de Educação do Centro Agrupamento de Escolas Figueira Mar Código 161366 Contribuinte nº 600 074 978 Escola Secundária Dr. Bernardino Machado DISCIPLINA DE LÍNGUA PORTUGUESA 8º ANO DE ESCOLARIDADE

Leia mais

Conteúdos Programáticos PORTUGUÊS 5.º Ano

Conteúdos Programáticos PORTUGUÊS 5.º Ano INSTITUTO DE CIÊNCIAS EDUCATIVAS Departamento de Línguas Conteúdos Programáticos PORTUGUÊS 5.º Ano 1.º Período TEMA CONTEÚDOS (cf. Planos de Aula para articulação com descritores) AULAS PREVISTAS PONTO

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa de Português do Ensino Básico e Metas Curriculares de Português do Ensino Básico

Leia mais

XII Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis

XII Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - SEPesq Centro Universitário Ritter dos Reis Proficiência em Leitura de Língua Portuguesa de Alunos de 8ª série/9º Ano do Ensino Fundamental: Algumas Considerações sobre os Resultados da Prova Brasil Letícia Corrêa Bitencourt Bianchi Acadêmica do

Leia mais

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º

Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º 1.º CEB Agrupamento de Escolas Ano Letivo: 2014 / 2015 Ano de Escolaridade: 1º Saber escutar para reproduzir pequenas mensagens e Compreensão do oral Leitura Escrita para cumprir ordens e pedidos Prestar

Leia mais