Índice FIRJAN: com uma gestão das piores, Barreiras fica muito abaixo de Cotegipe, Catolândia e Baianópolis

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice FIRJAN: com uma gestão das piores, Barreiras fica muito abaixo de Cotegipe, Catolândia e Baianópolis"

Transcrição

1 ANO XXIV - Nº /06/ OESTE DA BAHIA - BRASIL - DISTRIBUIÇÃO 100% DIRECIONADA - EXEMPLAR AVULSO 3 REAIS impresso Pág. (3) SISTEMA INTEGRADO DE INFORMAÇÃO FUNDADO EM 24 DE JULHO DE 1991 ONDE O OESTE DA BAHIA É NOTÍCIA VEJA MAIS NESTA EDIÇÃO:: Prefeituras do oeste baiano poderão "QUEBRAR" produtores rurais (2); UPA de Barreiras: um discurso que não sai dos tapumes (3); 11ª edição da Bahia Farm Show atinge novamente o bilhão (6); Caça a partidos já começou em Barreiras. Artigo de Itapuan Cunha (6); Prefeito Demir Barbosa participa da Instalação do Comitê Regional do Oeste da Bahia pela Federalização da Educação no Brasil (7); Pontos turísticos de São Desidério são gravados pelo Programa Aprovado da Rede Bahia (7). Índice FIRJAN: com uma gestão das piores, Barreiras fica muito abaixo de Cotegipe, Catolândia e Baianópolis Recentemente, o Sistema FIRJAN divulgou o IFGF 2015 (Índice FIRJAN de Gestão Fiscal), com base no ano de 2013, com a avaliação da situação fiscal dos municípios brasileiros. O Novoeste avaliou o universo dos 13 municípios jurisdicionados pelo TCM/BA, sediado em Barreiras. Infelizmente, Barreiras como cidade polo regional ficou na 9ª posição, sua gestão foi avaliada como crítica, muito abaixo de municípios como Cotegipe, Catolândia e Baianópolis. Págs... 5/6 Se um município está sendo bem ou não administrado não precisa de nenhuma pesquisa, basta saber como estão sendo tratadas suas crianças, velhos, pobres ou seus trabalhadores mais humildes. Em Barreiras, entra e sai prefeito, os garis continuam varrendo e coletando lixo das ruas em situação precária de trabalho, sem equipamentos e acessórios de segurança e com seus direitos e garantias trabalhistas sendo lesados. Senador Cristovam Buarque instala Comitê pela Federalização da Educação Básica no Oeste da Bahia Pág... 5

2 02 l Ano XXIV - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil OPINIÃO Prefeituras do oeste baiano poderão "QUEBRAR" produtores rurais Por Itapuan Cunha Analista Político Fotos Balcão de Imagens/Novoeste Através da lei nº 9.393, de 1 de dezembro de 1996, o governo federal instituiu o Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural, o ITR. Toda sistemática do ITR está contida na própria Lei que o instituiu, havendo pouquíssimas mudanças até a presente data. O Art. 16 da Lei supra, aventou a possibilidade da RFB celebrar convênio com o INCRA, no que trata da fiscalização dos imóveis. O INCRA, no exercício da delegação que lhe foi atribuída, poderia celebrar convênios com o IBA- MA, Fundação Nacional do Índio FUNAI e Secretarias Estaduais de Agricultura. Enfim, a Lei menciona todas as nuances possíveis e imagináveis, para o sucesso da aplicação da Lei 9.393, de 1996, ainda no governo de FHC. O ITR, já no ano de 2005, começou a crescer de uma forma acelerada, ocasionando com esse fenômeno o surgimento da Lei , de 27/dezembro de 2005, no primeiro mandato do presidente Lula, quando foi aberta a possibilidade da Receita Federal celebrar convênios com o Distrito Federal e os Municípios, delegando-lhes as atribuições de fiscalização, inclusive a de lançamento dos créditos tributários. A Instrução Normativa da SRF n 643, de 12/04/2006, instituiu o modelo de Convênio entre a União, o Distrito Federal e Municípios, de delegação a estes de competência para exercer as atribuições de fiscalização do ITR. O tributarista Eduardo Diamantino, renomado conhecedor da matéria, afirmou que os municípios, após firmarem convênios com a Receita, editaram decretos fixando o Foto Internet/Google impresso Uma impressão da EDITORA OESTE S/C LTDA EDITAL DE CONVOCAÇÃO O Presidente da ABSDB, Associação Beneficente dos Servidores do DER-BA de Barreiras, no uso das suas atribuições estatutárias, e em atendimento a previsão do Art.15 do Estatuto Social, CONVOCA os seus associados para ASSEMBLEIA GERAL EXTRA- ORDINÁRIA, a realizar-se no dia 23/07/2015, no Escritório central da ABSDB, situado na Avenida Rui Barbosa 218 Centro- nesta; em 1ª convocação às 18:00 h, com a presença de 2/3 dos associados; em 2ª convocação às 18:30 h com a presença de 50% dos associados, ou em 3ª convocação às 19:00 h com a presença de pelo menos 10 associados, para deliberar sobre a seguinte ordem do dia: a) - REFORMA DO ESTA- TUTO SOCIAL, a fim de adequá-lo ás novas exigências legais, inclusive frente a criação da Superintendência de Infraestrutura de Transportes da Bahia-SIT em substituição ao DERBA; b) - O que ocorrer. Barreiras (BA), 22 de Junho de 2015 ERALDO DE SOUZA - PRESIDENTE EDITOR: Tenório de Sousa REDAÇÃO: Ana Cedro DIAGRAMAÇÃO: Rodrigo Santos LOG. DE CIRCULAÇÃO: Omar Everton IMPRESSÃO: Irmaos Ribeiro ADMINISTRAÇÃO/REDAÇÃO: R. Pres. Vargas, 354-Centro - CEP Barreiras-BA - (77) As matérias e artigos assinados não expressam a opinião da linha editorial do Novoeste Impresso. Textos, fotos e ilustrações publicadas são direitos reservados da Editora Oeste. valor da terra nua por hectare, para fins de lançamento do ITR já no ano de A fixação de tais valores, à época, foi altamente desproporcional aos valores dos imóveis. Falou que os decretos estão eivados de irregularidades e o Convênio com a Receita, em conformidade com a IN 884/2008, estabelece: atribuições de fiscalização, inclusive lançamentos de créditos tributários e de cobrança do ITR; não abrange o ITR por homologação; é obrigação dos municípios conveniados informar os valores da terra nua por hectare (VTN/há.), para fins de atualização do Sistema de Preços de Terras (SIPT) da RFB e não para fins de determinação do VTN a ser declarado pelo contribuinte. É importante lembrar que caso esses decretos tenham sido editados pelas prefeituras, e impliquem em aumento de tributo, terão ferido o princípio constitucional da anualidade válido para impostos, que estabelece que nenhum tributo possa ser exigido ou aumentado no mesmo exercício financeiro da lei. Portanto, se o seu município extrapolou o que lhe foi delegado, confundindo fiscalizar com estabelecer pauta de valores, é hora de se valer do Judiciário na defesa dos direitos. Afinal, é difícil acreditar que, na realidade, um imposto patinho feio virasse cisne, mas é muito permitir que ele se torne mais estranho do que é. As prefeituras do oeste baiano, tão logo assinaram convênio com a Receita Federal, imediatamente, como num passo de mágica, presumivelmente com a aquiescência da Receita Federal, aumentaram o VTN (Valor da terra nua) por hectare, antes praticado pela Receita em torno de R$ 1.360,00, para R$ 4.000,00, um aumento estratosférico, fato que está causando um impacto desesperador aos nossos agricultores. Observamos que nos Convênios com as Prefeituras em nenhum ponto é citada a retroação da cobrança dos impostos e, também, que as cobranças emitidas pelas Prefeituras não levam em conta os itens que poderiam diminuir o imposto em si, como benfeitorias, plantações, áreas de APP, cercas, edificações, açudes, rios, encostas, exploração madeireira, etc. O lançador de imposto, quase que em regra geral, é uma espécie de terrorista, pois nem está aí para as consequências dos seus lançamentos mirabolantes. Também, na apuração do ITR, com regressão dos últimos cinco exercícios, não estão percebendo que a classe agrícola do oeste, ainda combalida com resultados pouco expressivos nas últimas três safras, não tem como satisfazer a sanha avassaladora dos municípios. Isto poderá provocar um tsunami de gravíssimas e irremediáveis consequências e, por isso mesmo, abalando e até quebrando boa parte dos produtores rurais. Pior, com a debacle daquela classe, as prefeituras também experimentarão crises financeiras. Pelo andar da carruagem, há previsão de cobrança de ITR dos últimos cinco exercícios, em torno de um bilhão e meio de reais, o que provocará inúmeros recursos judiciais pelos prejudicados. Por outro lado, valor mais ou menos parecido, já é devido por nossos agricultores, por compra de insumos em dólares, hoje bem mais caros. Ouvi de um alto funcionário da Receita, na Delegacia de Feira de Santana, que no trabalho das Prefeituras há também o lado político, pois os amigos têm tratamento fiscal diferenciado e isto já está sendo aferido pela própria RFB. Como estamos próximos da eleição para Prefeito, o ITR será um forte cabo eleitoral. Também ouvi, veladamente, que a Receita Federal, em vista das cobranças exorbitantes do ITR pelas Prefeituras, está pensando seriamente em revogar os Convênios.

3 DENÚNCIA/SAÚDE Ano XXIV - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil l 03 Por Ana Cedro UPA de Barreiras: um discurso que não sai dos tapumes Foto Ana Cedro Semana passada, um ancião foi levado às presas para o Hospital do Oeste. Estava sentindo fortes dores no abdômen. A dor era tão forte que o senhor há quase todo instante caia aos prantos e, para aumentar ainda mais o desespero de seus familiares, os profissionais que o atenderam, suspeitavam que o diagnóstico inicial fosse apendicite e, se ia operar ou não, ninguém sabia porque dependia de outros procedimentos médicos que iriam demorar por causa de casos mais urgentes. O resultado de tudo isso, só Deus sabe. Outro caso foi o de um idoso que quebrou a única perna sendo obrigado a ficar internado no corredor do hospital e, a cada dia o membro ficava mais roxo. A família, que era pobre, desesperada teve que vender gato, cachorros e galinha para saciar os bolsos dos mercenários da rede privada de saúde. Pelos menos conseguiram salvar a perna do velho chefe de família. Agora, se a UPA que veio para Barreiras, na época da implantação da SAMU, tivesse sido construída, talvez todos esses casos fossem resolvidos ou aliviados e desafogaria o HO. No início da semana, um levantamento realizado pelo Tribunal de Contas da União trouxe à tona o problema da não conclusão das Unidades de Pronto Atendimento (UPA) em todo país. Segundo o estudo, quase 90% das obras estão atrasadas, senão abandonadas. Unidades essas, se estivessem construídas, seriam fundamentais para evitar a superlotação dos hospitais com atendimentos que não são de emergência. O TCU considerou que o Ministério da Saúde não monitora essas construções, apesar de investir dinheiro nelas. Teve atraso, teve obra não entregue, teve de tudo. No caso da UPA de Barreiras, não foi diferente. Em maio de 2010, a então gestora anunciava em palanque cheio de autoridades municipais, a construção da unidade, a ser localizada na Rua José Bonifácio, no bairro de Santa Luzia. A obra anunciada, implantado barracão e tapume e, poucas semanas depois parou, até então não se sabe quais motivos. Passados mais de cinco anos sua retomada ainda persiste somente nas promessas dos governantes. Atualmente ela se Foto Ana Cedro A construção da UPA localizada na Rua José Bonifácio, no bairro Santa Luzia. Observa-se os tapumes à frente caindo aos pedaços. O matagal toma conta do terreno. encontra abandonada, tomada pelo matagal e com o que restou do tapume. Segundo alguns moradores da comunidade se a unidade estivesse funcionando não sofreriam humilhações quando buscam atendimento médico em outros postos. Como em outras ocasiões, a redação do Novoeste esteve in loco visitando a obra. No local, foi encontrado um guarda que afirmou não saber há quanto tempo a obra está paralisada, mas que em todo esse período há quatro guardas que revezam entre si para fazer a proteção do patrimônio inacabado. Foram feitas diversas tentativas para contatar a secretária municipal de saúde de Barreiras, porém todas frustradas, até então não se obteve retorno. Assim, como sempre fica o espaço para que a secretária dê uma resposta à sociedade sobre a real situação da UPA, já que, segundo o Ministério da Saúde o município é o responsável em gestar sua construção.

4 04 l Ano XXIII - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil Ano XXIII - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil l 05 GESTÃO PÚBLICA/BARREIRAS Índice FIRJAN: com uma gestão das piores, Barreiras fica muito abaixo de Cotegipe, Catolândia e Baianópolis No último dia 18/06, o Sistema FIRJAN divulgou o IFGF 2015 (Índice FIRJAN de Gestão Fiscal), com base no ano de 2013, avaliou a situação fiscal de municípios brasileiros, onde vive 96,5% da população. Apenas as cidades que não apresentaram as informações ou estavam com dados inconsistentes não foram avaliadas. O índice tem como objetivo avaliar a qualidade da gestão fiscal dos municípios brasileiros. Nesta sua 3ª edição, o estudo ressalta que a situação das contas municipais preocupa e como faz com ranking a nível estadual e nacional, o Novoeste decidiu avaliar o universo dos 13 municípios jurisdicionado pelo TCM/BA, sediado em Barreiras, que inclui Angical, Baianópolis, Barreiras, Catolândia, Cristópolis, Cotegipe, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, São Desidério, Santa Rita de Cássia, Riachão das Neves e Wanderley. Na sua maioria possuem os piores índices, também nos rankings estadual e nacional. Entre as 13 cidades, Barreiras como cidade polo regional deixa muito a desejar, fica na 9ª posição, com pontuação muito abaixo de municípios como Cotegipe, Catolândia e Baianópolis que encabeçam o conceito D, o qual classifica os municípios como gestões críticas, com índices inferiores a 0,4 pontos. No topo do ranking com os melhores resultados, aparece em primeiro São Desidério, o único com conceito B, que equivale boa gestão e 10º no ranking do estado. Abaixo, a surpresa foi Mansidão que perde apenas para Luís Eduardo Magalhães, em segundo e Se um município está sendo bem ou não administrado não precisa de nenhuma pesquisa, basta saber como estão sendo tratadas suas crianças, velhos, pobres ou seus trabalhadores mais humildes. Em Barreiras, entra e sai prefeito, os garis continuam varrendo e coletando lixo das ruas em situação precária de trabalho, sem equipamentos e acessórios de segurança e com seus direitos e garantias trabalhistas sendo lesados. em seguida Formosa do Rio Preto e Riachão das Neves, todos com conceito C, gestão em dificuldade. A análise comparativa entre os municípios com melhor e pior gestão fiscal mostra que a situação das contas municipais preocupa, além das fortes desigualdades econômicas e sociais brasileiras, a dependência das transferências estaduais e federais seja crônica nas chamadas gestões feijão-com-arroz, assim como é cada vez maior as despesas de pessoal, o que não é diferente dos municípios analisados aqui. O resultado negativo deve-se ao crescimento significativo dos orçamentos municipais com gastos com pessoal bem acima das receitas e os investimentos ficaram a ver navios. O estudo revela que na verdade, tais Prefeituras, se tornaram em cabides de empregos por causa de promessas de campanhas eleitorais ou esquema politiqueiro para manutenção dos gestores no poder. Dentre os 387 municípios avaliados da Bahia, destacam se Camaçari, 1º no ranking do estado e 107º no país, Mata São João e Cairu, respectivamente, todos ficam com índice abaixo de 0,8. Portanto, conceito B, de boa gestão. Dos priores municípios administrados, os três que ficaram no final do ranking, com gestão crítica, São José da Vitória, Santa Luzia e Barro Preto, respectivamente, ficaram com índices abaixo de 0,1. Lei de Responsabilidade Fiscal No geral, a avaliação revelou que prefeituras apresentam situação fiscal difícil ou crítica, apenas 808 possuem boa gestão e 18 têm gestão de excelência. O estudo aponta ainda que 796 cidades brasileiras descumprem a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF, 2000), que determina o teto de 60% para as despesas com o funcionalismo público. Os piores índices estão no Nordeste com 33,7% das prefeituras da região. O estudo é composto por cinco indicadores: Receita Própria, que mede a dependência dos municípios em relação às transferências dos estados e da União; Gastos com Pessoal, que mostra quanto os municípios gastam com pagamento de pessoal, em relação ao total da receita corrente líquida; Investimentos, que acompanha o total de investimentos em relação à receita corrente líquida; Liquidez, que verifica se as prefeituras estão deixando em caixa recursos suficientes para honrar suas obrigações de curto prazo, medindo a liquidez da prefeitura como proporção das receitas correntes líquidas; e Custo da Dívida, correspondente às despesas de juros e amortizações em relação ao total das receitas líquidas reais. O índice varia de 0 a 1, sendo que, quanto maior a pontuação, melhor a situação fiscal do município. Cada um deles é classificado com conceitos A (Gestão de Excelência, com resultados superiores a 0,8 ponto), B (Boa Gestão, entre 0,6 e 0,8 ponto), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4 e 0,6 ponto) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 ponto). O Sistema FIRJAN é composto de cinco organizações: FIRJAN - Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, CIRJ - Centro Industrial do Rio de Janeiro, SESI - Serviço Social da Indústria, SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial e IEL - Instituto Euvaldo Lodi. O IFGF 2015 pode ser consultado através do site: PorTenório de Sousa EDUCAÇÃO/BARREIRAS Senador Cristovam Buarque instala Comitê pela Federalização da Educação Básica no Oeste da Bahia O senador da República pelo Distrito Federal Cristovam Buarque (PDT), esteve no último dia 08, na cidade de Barreiras no oeste da Bahia, a 900 KM da capital Salvador, com o objetivo de explanar sobre a sua Proposta de Emenda Constitucional PEC 32/2013, que propõe a federalização da educação básica no Brasil. O evento realizado nas dependências da Faculdade São Francisco de Barreiras FASB, contou com a intervenção de diversas entidades da sociedade oestina em sua organização, entre elas a Câmara Municipal de Barreiras, OAB Subseção Barreiras, Assembleia Legislativa da Bahia, UMOB, Prefeitura de Cotegipe, FASB, UFOB, Campus IX- UNEB, UNOPAR, Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer do Município de Angical, SINPROFE, APLB/Regional, Loja Maçônica Fraternidade Barreirense, Damásio Educacional, SIND- SEMB, Pastoral da Educação da Diocese de Barreiras, AIBA, Faculdade UNIDOM, IFBA, Comitê Hidrográfico da Bacia do Rio Grande, SESC, ROTARY CLUB Barreiras Rio de Ondas, Núcleo Regional de Educação - NRE 11 e CDL. Antes de proferir memorável palestra para aproximadamente pessoas no ginásio da FASB, o peregrino da educação no Brasil, visitou O Departamento de Ciências Humanas da Universidade do Estado da Bahia - UNEB, onde foi recepcionado pela diretora Drª. Marilde Queiroz Guedes, professores, alunos e servidores. Em seguida concedeu entrevista coletiva na Câmara Foto Ascom CROB-FEB Foto Ascom CROB-FEB Municipal de Barreiras, na oportunidade o Senador Cristovam Buarque conversou com os jornalistas sobre sua odisseia pela federalização da educação básica no Brasil, que segundo ele só está começando. Convicto da possibilidade de materializar essa proposta, Cristovam Buarque afirmou ser imaginável pensar em libertação dos escravos no auge da escravidão negra no Brasil, mas que isso hoje é uma realidade, proporcionar escola pública de qualidade para todas as crianças brasileiras, é perfeitamente possível, só depende de nós afirmou. O Senador ainda visitou o Campus Reitor Edgar Santos da UFOB, onde foi recepcionado por professores, servidores e pelo vice-reitor Dr. Jaques Antônio de Miranda, se deslocando em seguida para a Faculdade São Francisco de Barreiras, onde foi ovacionado por quase duas mil pessoas com calorosa salva de palmas. Em seu principal compromisso na cidade, diante de uma plateia absolutamente atenta, formada em sua maioria por trabalhadores da educação, o Senador Cristovam Buarque transmitiu a todos seu desejo de proporcionar a todas as crianças brasileiras educação de qualidade, e que isso só será possível se forem criadas as condições materiais de financiamento, e que somente a federalização poderá comprometer o governo com este financiamento. Ao final da sua fala o Senador Cristovam Buarque na condição de patrono, formalizou Por Ascom CROB-FEB Foto Ascom CROB-FEB a instalação do Comitê Regional do Oeste da Bahia pela Federalização da Educação Básica no Brasil, que em seu primeiro momento será conduzido pela Diretoria Executiva composta por Câmara Municipal de Barreiras, Coordenadora; União dos Municípios do Oeste da Bahia - UMOB, Vice-coordenadora; Universidade do Estado da Bahia - UNEB, Primeira Secretária; Universidade Federal do Oeste da Bahia - UFOB, Segunda Secretária; Sindicato dos Servidores Municipais de Barreiras, Primeira Tesoureira e APLB Regional, Segunda Tesoureira. Ao término do evento, o Senador Cristovam Buarque foi homenageado com a medalha da luta pela federalização, instituída pelo Comitê.

5 06 l Ano XXIV - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil BAHIA FARM SHOW/BALANÇO Por Ascom Aiba Os bancos concluíram seus relatórios e confirmaram, a Bahia Farm Show 2015 movimentou R$ 1,033 bilhão em volume de negócios. O anúncio do Plano Safra 2015/ 16 no dia 02 de junho, abertura da Feira, definiu taxas de juros e fez com que os bancos presentes no evento retomassem linhas de crédito e financiamento. O reflexo disso foi a superação da meta estabelecida pelos organizadores da Bahia Farm Show, apesar de uma tendência econômica de retração que atingiu eventos agropecuários de grande porte no país este ano. No último dia da feira, foi verificado o resultado parcial de R$ 972,2 milhões, mas alguns negócios ainda estavam em andamento e se consolidaram durante a semana pós-feira. Para o coordenador geral da Bahia Farm Show, Thiago Pimenta, o desdobramento dos negócios realizados durante a Feira, confirma a importância do evento para a região. As instituições financeiras ofereceram taxas atrativas e os expositores apresentaram o que há de mais moderno em tecnologia agrícola com preços convidativos. Se os negócios continuam a acontecer, significa que o agricultor encontrou o que procurava e na condição que poderia pagar, disse Pimenta. Segundo ele, os setores que mais contribuíram para que a Bahia Farm Show atingisse novamente o bilhão foram os de maquinário e implementos. Nos cinco dias de evento, passaram pelo local visitantes que puderam conferir as novidades tecnológicas apresentadas pelos 210 expositores da Feira. O número de visitantes foi menor do que o esperado, mas o volume de negócios correspondeu a nossa previsão. Isso mostra que o agricultor acredita no trabalho que faz e não para de investir. Agradeço aos bancos que demonstraram reconhecer a importância do setor agrícola e agradeço ainda aos ex- positores que prestigiaram nossa Feira, concluiu Júlio Cézar Busato, presidente da Bahia Farm Show. Em 2016, a maior feira de tecnologia agrícola e negócios do Norte-Nordeste do Brasil será realizada de 24 a 28 de maio. OPINIÃO Caça de partidos já começou em Barreiras Semana passada começou a incursão dos políticos que desejam angariar novos partidos. A caçada, como é óbvia, é dirigida aos presidentes dos partidos políticos, em Salvador, notadamente aos chamados nanicos, que estão valorizados nesta época, principalmente os que contam com representantes nas Câmaras de Vereadores. Parece até que nossa legislação eleitoral foi feita exclusivamente visando beneficiar aqueles que, além de deter o poder, tenham condições financeiras para assediar e angariar apoios, engordando suas fileiras e, consequentemente, ganhando mais espaço no horário eleitoral. Estamos sabendo, de fonte fidedigna, que o grupo político dominante em Barreiras esteve em nossa capital há poucos dias, quando visitou e assediou os partidos PSDC, PTL, PRP, PRTB, PSL e PTC. Não condenamos a atitude, mesmo sabendo que isto tenha causando dissabores aos presidentes de tais partidos entre nós, que nem sequer foram consultados. O PSL, por exemplo, conta nos seus quadros com duas atuantes vereadoras, a Dra. Graça e Marileide Carvalho, coincidentemente as mais votadas das últimas eleições, que desconheciam as pretensas negociações para que o PSL passasse a ser da base governista municipal, quando o mais correto seria conversar com as mesmas, para saber se concordavam. Soubemos, igualmente, que o presidente estadual do PSL, Toninho Oliva, rechaçou a proposta e não aceitou negociar. Prefere, antes de tudo, saber se as vereadoras Dra. Graça e Marileide aceitam. Sem a aquiescência delas, nada será discutido. O PTC, do vereador Hipólito dos Passos de Deus, também já foi consultado, mas ainda não pude ouvir nenhum dos lados. A propósito da desejada tarefa de reforçar sua base, o partido governista vai encontrar muita dificuldade para continuar sendo apoiado pelo PT local, cujos membros mostram-se arredios e a maioria afirma, sem medo de errar, que há muito tempo o partido deixou de integrar o governo local e os que lá estão, em nome do partido, nada têm a ver com a legenda. Não se condena a pretensão do gestor em reforçar suas fileiras, mas a lógica diz que as conquistas têm que ser conseguidas através dos partidos, dos que os pretendem e, obviamente, dos que dele fazem parte, sem a necessidade do uso da força e do poderio econômico. Fosse nossa legislação eleitoral calcada na seriedade, jamais poderíamos ter os chamados PAR- TIDOS DE ALUGUEL, uma mácula que persiste através dos tempos. Acho que tais partidos, alguns sequer com representação mínima, deveriam ser banidos da política, permanecendo aqueles que, mesmo pequenos, preguem continuadamente sua conduta, sua ideologia e que tenham elegido representantes. Foto Internet/Google Pra piorar, foi aprovada há poucos dias a chamada janela de 30 dias, que propiciará aos políticos a mudança de partido, ao bel prazer de todos, sem a rigidez da legislação ora vigorante. O ideal seria a elaboração pelo Congresso de uma Lei Eleitoral que corrija todas as anomalias vigentes. Isto é possível, todos sabem, mas nossos políticos pensam mais em manter suas vantagens do que numa melhora do país. Os que pretendem uma lei dentro dos parâmetros que satisfaçam melhorias para a nação são poucos, infelizmente. O sonho dos que pretendem uma legislação que facilite o trânsito dos partidos pequenos entre os grandes, ainda demorará muito tempo para acontecer. Enquanto isso é de se esperar que haja pelo menos um pacto político que enseje um bom convívio entre candidatos e partidos, civilizadamente e sem tanta imposição do valor econômico. Por Itapuan Cunha Analista Político Fotos Balcão de Imagens/Novoeste

6 EDUCAÇÃO/SÃO DESIDÉRIO...institucional Ano XXIV - nº /06/ Oeste da Bahia - Brasil l 07 Prefeito Demir Barbosa participa da Instalação do Comitê Regional do Oeste da Bahia pela Federalização da Educação no Brasil O prefeito Demir Barbosa participou na tarde dessa segunda-feira, 08, no ginásio poliesportivo da Faculdade São Francisco de Barreiras-Fasb, da instalação do Comitê Regional do Oeste da Bahia pela Federalização da Educação Básica no Brasil. O evento teve a presença do palestrante e Senador da República, Cristovam Buarque, autoridades politicas da região oeste, estudantes e professores da rede estadual e municipal. O objetivo da Federalização é assegurar a escola com a máxima qualidade, igualmen- Pontos turísticos de São Desidério são gravados pelo Programa Aprovado da Rede Bahia Foto Arquivo Departamento de Informações Turísticas Foto Diego Souza TURISMO/SÃO DESIDÉRIO...institucional A equipe do programa Aprovado da TV BAHIA, visitou o município de São Desidério e gravaram alguns pontos turísticos que será exibido em duas edições do programa que acontece aos sábados às 8h da manhã. Para esse sábado, 13, está programada a exibição do Sitio Arqueológico das Pedras Brilhantes, Sumidouro João Baio e a Gruta da Beleza. E na próxima edição, data ainda não definida, será mostrado o artesanato e alguns produtos medicinais da localidade de Ponte de Mateus. A jornalista, Mira Silva, destacou a peculiaridade de artesanatos produzidos na localidade de Ponte de Mateus. A comunidade desenvolve através do capim dourado e do buriti uma variedade de chapéus, bolsas, bijuterias, cestos, sofás, esteiras, porta-rete, a qualquer criança brasileira, independentemente da família em que tenha nascido e da cidade onde viva. Temos que ter um sistema que espalha escolas federais por todo território brasileiro. Ampliar para todo o Brasil as atuais tas medicinais a exemplo da mascara de limpeza de pele, composta por argila, pétalas de rosa, alecrim, dentre outras ervas medicinais. São Desidério se desponta no cenário nacional como o mais novo roteiro do ecoturismo. Isso se justifica pelo o significativo número de visitantes que recebeu em 2014, despertou grandes interesses das principais TVs do país em gravar matérias nos atrativos turísticos do Município. "Hoje São Desidério opera com quatro seguimentos turísticos: Turismo Ecológico, de Aventura, Espeleoturismo e o Turismo de Negócio. A diversidade de seguimentos turísticos, a receptividade de nos- Por Diego Souza 451 escolas federais, disse o Senador Cristovam Buarque. Durante o evento o Senador Cristovam Buarque elogiou o público presente e citou meios que possibilita a luta pela a federalização. A escola federal terá professores selecionados nacionalmente, que farão parte de uma carreira nacional do magistério, e terão os salários pagos pela União. Terá prédios bonitos e confortáveis, construídos e mantidos pelo Governo Federal e as aulas serão em horário integral para turmas limitadas a 30 alunos, explicou. Para o prefeito Demir Barbosa a Federalização da Educação Básica será de grande avanço para o Brasil. Um salto grande para o nosso país, a proposta é muito boa e certamente teremos uma educação com muito mais qualidade, escolas bem equipadas, professores qualificados e os alunos com certeza terão mais estimulo de permanecer em sala de aula, disse. Por Diego Souza tratos, quadros, e outros artigos. Os artesãos ainda fazem cremes produzidos com planso povo é que mais atraem o turista e mídia do Brasil e do exterior. Contudo, ficamos felizes com o desenvolvimento do turismo em nosso município, mas ao mesmo tempo, com grande responsabilidade em capacitar o Trade turístico para melhor atender os visitantes, disse o diretor de Turismo, Silvio Reis. O programa Aprovado é direcionado a um público mais adulto e trata de temas variados que envolvem o dia a dia da família, música, cultura, regionalismo, dicas de bem-estar e um mundo de diversidade exibido aos sábados.

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral

Pesquisa de Opinião Pública Nacional. Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Pesquisa de Opinião Pública Nacional Associação dos Magistrados Brasileiros AMB Voto, Eleições e Corrupção Eleitoral Julho de 2008 Roteiro I. Metodologia II. III. IV. Eleições e Política Corrupção eleitoral

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 15/2013 VALOR DA TERRA NUA PARA FINS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO TERRITORIAL RURAL - ITR.

NOTA TÉCNICA Nº 15/2013 VALOR DA TERRA NUA PARA FINS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO TERRITORIAL RURAL - ITR. NOTA TÉCNICA Nº 15/2013 Brasília, 4 de abril de 2013. ÁREA: TÍTULO: Finanças/tributação VALOR DA TERRA NUA PARA FINS DE RECOLHIMENTO DO IMPOSTO TERRITORIAL RURAL - ITR. REFERÊNCIA: Convênio de 100% do

Leia mais

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL

CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CARTILHA DE ORIENTAÇÃO SOBRE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL 1. O que é a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)? A Lei de Responsabilidade Fiscal é um código

Leia mais

NOTA TÉCNICA Nº 16/2014

NOTA TÉCNICA Nº 16/2014 NOTA TÉCNICA Nº 16/2014 Brasília, 11 de Julho de 2014. ÁREA: Finanças TÍTULO: Adesão do Imposto Territorial Rural. REFERÊNCIA(S): Portal Receita Federal do Brasil (RFB) Lei nº 11.250, de 27 de dezembro

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 41 Discurso na cerimónia de celebração

Leia mais

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo.

Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros do Governo. Intervenção proferida pelo Deputado Luís Henrique Silva, na Sessão Plenária de Novembro de 2006 Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras e Senhores Deputados, Senhor Presidente, Senhora e Senhores membros

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE PROJETO DE LEI Nº /2013, de 23 de abril de 2013 DISPOE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVO A CULTURA CINEMA POPULAR EM DISTRITOS, COMUNIDADES E PRAÇAS DO MUNICÍPIO.

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

O que fazer para reformar o Senado?

O que fazer para reformar o Senado? O que fazer para reformar o Senado? Cristovam Buarque As m e d i d a s para enfrentar a crise do momento não serão suficientes sem mudanças na estrutura do Senado. Pelo menos 26 medidas seriam necessárias

Leia mais

Sucessão municipal ACIA ouviu o deputado José de Lima, candidato a prefeito

Sucessão municipal ACIA ouviu o deputado José de Lima, candidato a prefeito www.aciaanapolis.com.br ACIA ouviu o deputado José de Lima, candidato a prefeito De 27 de Setembro a 03 de Outubro 2012 Ano 06 - Diretoria 2011/2013 Durante mais de uma hora o representante da coligação

Leia mais

UM POUCO SOBRE A COPA DO MUNDO NO BRASIL

UM POUCO SOBRE A COPA DO MUNDO NO BRASIL UM POUCO SOBRE A COPA DO MUNDO NO BRASIL Julho/2013 Em 2014, o Brasil sediará a Copa do Mundo e em 2016 as Olimpíadas. Os brasileiros efetivamente são apaixonados por futebol e quando foi divulgado que

Leia mais

Brasília, 27 de maio de 2013.

Brasília, 27 de maio de 2013. NOTA TÉCNICA N o 20 /2013 Brasília, 27 de maio de 2013. ÁREA: Desenvolvimento Social TÍTULO: Fundo para Infância e Adolescência (FIA) REFERÊNCIAS: Lei Federal n o 4.320, de 17 de março de 1964 Constituição

Leia mais

GOVERNO QUE CUIDA DA CIDADE E DAS PESSOAS!

GOVERNO QUE CUIDA DA CIDADE E DAS PESSOAS! GOVERNO QUE CUIDA 8 DA CIDADE E DAS PESSOAS! EDUCAÇÃO Logo que Badel assumiu a Prefeitura de, se comprometeu em fortalecer a agricultura familiar do município, estimulando o pequeno produtor a diversificar

Leia mais

R$1,60 por imóvel em apenas 3 minutos cada avaliação!

R$1,60 por imóvel em apenas 3 minutos cada avaliação! AVALIAÇÕES DE IMÓVEIS ONLINE PORTIFÓLIO PARA PREFEITURAS MUNICIPAIS A melhor solução para atualização dos valores de IPTU s e ITBI e ITR R$1,60 por imóvel em apenas 3 minutos cada avaliação! Copyright

Leia mais

O próprio secretário de saúde afirmou que seus antecessores adquiriam. medicamentos através de compras direcionadas e sem qualquer critério.

O próprio secretário de saúde afirmou que seus antecessores adquiriam. medicamentos através de compras direcionadas e sem qualquer critério. Senador Pedro Taques Discurso contas da Saúde MT (06/2013) Senhor presidente, Senhoras senadoras, senhores senadores, Amigos que nos acompanham pela Agência Senado A saúde de Mato Grosso pede socorro.

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA (PIBID): UMA AVALIAÇÃO DA ESCOLA SOBRE SUAS CONTRIBUIÇÕES Silva.A.A.S. Acadêmica do curso de Pedagogia (UVA), Bolsista do PIBID. Resumo: O trabalho

Leia mais

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB

ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTORES E IRRIGANTES DA BAHIA AIBA BANCO DO NORDESTE DO BRASIL S.A. BNB FUNDO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DA BAHIA FUNDESIS EDITAL PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010.

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE DIREITOS HUMANOS RESOLUÇÃO N 137, DE 21 DE JANEIRO DE 2010. Dispõe sobre os parâmetros para a criação e o funcionamento dos Fundos Nacional, Estaduais e Municipais

Leia mais

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, ao SBT Brasília-DF, 30 de outubro de 2006 Jornalista Ana Paula Padrão: Então vamos às perguntas, agora ao vivo, com

Leia mais

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS

FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS FENEIS FEDERAÇÃO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E INTEGRAÇÃO DOS SURDOS Dia dos Surdos 2009 Apresentação No dia 26 de setembro, a Comunidade Surda Brasileira comemora o Dia Nacional do Surdo, data em que são relembradas

Leia mais

AULA 10 Sociedade Anônima:

AULA 10 Sociedade Anônima: AULA 10 Sociedade Anônima: Conceito; características; nome empresarial; constituição; capital social; classificação. Capital aberto e capital fechado. Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Bolsa de Valores.

Leia mais

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam.

é de queda do juro real. Paulatinamente, vamos passar a algo parecido com o que outros países gastam. Conjuntura Econômica Brasileira Palestrante: José Márcio Camargo Professor e Doutor em Economia Presidente de Mesa: José Antonio Teixeira presidente da FENEP Tentarei dividir minha palestra em duas partes:

Leia mais

Relatório das atividades desenvolvidas pelo Observatório Social de Ilha Solteira no ano de 2011. 2011. Foto: http://www.ilhasolteira.

Relatório das atividades desenvolvidas pelo Observatório Social de Ilha Solteira no ano de 2011. 2011. Foto: http://www.ilhasolteira. NOSSOS PARCEIROS Associação Comercial e Empresarial de Ilha Solteira - ACEIS Associação dos Moradores Amigos de Ilha Solteira - AMAIS Loja Maçônica Estrela de Ilha Solteira Loja Maçônica Luz e Trabalho

Leia mais

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso

Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso Ensino Fundamental com 9 anos de duração - Idade de Ingresso A respeito da idade de ingresso das crianças, no ensino fundamental de 9 anos de duração, ocorreram acaloradas discussões na esfera educacional

Leia mais

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004

LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 LEI N 1.892/2008 Dá nova redação a Lei nº 1.580/2004 Povo do Município de Viçosa, por seus representantes legais, aprovou e eu, em seu nome, sanciono e promulgo a seguinte Lei: Das disposições Gerais Art.

Leia mais

RELATORA: Senadora KÁTIA ABREU

RELATORA: Senadora KÁTIA ABREU PARECER N o, DE 2009 Da COMISSÃO DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA, sobre o Projeto de Lei do Senado n o 246, de 2007, que regula o Programa de Seguro- Desemprego Rural, o Abono Salarial Rural, o Programa

Leia mais

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004

Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de Abril de 2004 Portaria Interministerial N 416, de 23 de abril de 2004 Presidência da República Casa Civil OS MINISTROS DE ESTADO CHEFE DA CASA CIVIL DA PRESIDÊNCIA

Leia mais

MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS. TRANSPARÊNCIA E JUSTIÇA SOCIAL JÁ! www.transparenciajsocialja.com.br

MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS. TRANSPARÊNCIA E JUSTIÇA SOCIAL JÁ! www.transparenciajsocialja.com.br MANIFESTAÇÃO PELAS REFORMAS ESTRUTURAIS BÁSICAS www.transparenciajsocialja.com.br ALERTA BRASIL! PERIGO... NA POLÍTICA FINANCEIRA DO SETOR PÚBLICO, CONTINUAMOS NA ESTACA ZERO. SEM NENHUM CONHECIMENTO.

Leia mais

22/05/2006. Discurso do Presidente da República

22/05/2006. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de assinatura de protocolos de intenções no âmbito do Programa Saneamento para Todos Palácio do Planalto, 22 de maio de 2006 Primeiro, os números que estão no

Leia mais

EDITAL DE CONVOCAÇÃO

EDITAL DE CONVOCAÇÃO EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA O Secretário Executivo do SINDCONTAS, no uso das atribuições que lhe confere o Estatuto da entidade, convoca todos os filiados para comparecer a Assembléia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAJUBÁ Av. Jerson Dias, 500 - Estiva CEP 37500-000 - Itajubá Minas Gerais Lei nº 2677 BENEDITO PEREIRA DOS SANTOS, Prefeito do Município de Itajubá, Estado de Minas Gerais, usando das atribuições que lhe são conferidas por Lei, faz saber que a Câmara Municipal aprovou e ele

Leia mais

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS

PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS PL 64 BOLSA COMPLEMENTAR PARA O PROGRAMA MAIS MÉDICOS Tendo como argumento aperfeiçoar ainda mais a prestação de serviços de saúde à população, o Executivo traz a esta Casa o Projeto de Lei 64/2014, que

Leia mais

A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO

A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO François E. J. de Bremaeker Luiz Estevam Gonçalves Rio de Janeiro fevereiro de 2015 A PRÁTICA DO ORÇAMENTO PARTICIPATIVO François E. J. de Bremaeker Economista e Geógrafo,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITABUNA DE C R E T O Nº 11.347, de 25 de setembro de 2015 EMENTA:Cria o PROGRAMA MUNICIPAL DOS AGENTES AMBIENTAIS, no âmbito Administração Pública Municipal de Itabuna, e dá outras providencias. O PREFEITO MUNICIPAL

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca Programa transmitido em 26 de fevereiro

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARA

GOVERNO DO ESTADO DO PARA MENSAGEM N 035/2011 -GG Belém, 31 de agosto de 2011 Excelentíssimo Senhor Deputado MANOEL PIONEIRO Presidente da Assembleia Legislativa do Estado Local Senhoras e Senhores Deputados, É com muita honra

Leia mais

Conselho Nacional de Controle Interno

Conselho Nacional de Controle Interno Veículo: Site Congresso em Foco Data: 13/07/2012 Editoria: Lei de Acesso Coluna: - Página: - Só 12% das prefeituras dão atenção a transparência Uma mesma pergunta foi feita às administrações de 133 cidades

Leia mais

Precisamos fortalecer cada vez mais nossa profissão. Através dos conselhos e de uma nova regulamentação!

Precisamos fortalecer cada vez mais nossa profissão. Através dos conselhos e de uma nova regulamentação! Resultado da pesquisa feita no dia 10/03/2014, através do Site do Conselho Regional de Relações Públicas 4ª Região, a respeito da Lei 6601/13. Foi disponibilizado uma enquete, com a seguinte pergunta:

Leia mais

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras.

Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Ao longo do mês Início da implementação do programa Brasil Sem Miséria pelas prefeituras. Merece destaque também a ação da Polícia Federal e Força Nacional nos Estados e Municípios onde ocorreram mortes

Leia mais

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL ASSEMBLEIA LEGISLATIVA Gabinete de Consultoria Legislativa DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. (publicado no DOE n.º 137, de 17 de julho de 2012) Institui o Programa

Leia mais

Marcones Libório de Sá Prefeito

Marcones Libório de Sá Prefeito Mensagem n. 010 /2015 Salgueiro, 14 de Setembro de 2015. Senhor Presidente, Senhores (as) Vereadores (as), Considerando os princípios de descentralização e transparência, que tem levado esta administração

Leia mais

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil

Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Protocolo de Relacionamento Político dos Escoteiros do Brasil Este guia pretende nortear os Grupos Escoteiros do Brasil a desenvolverem um

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008.

PREFEITURA MUNICIPAL DE SÃO LEOPOLDO Estado do Rio Grande do Sul DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008. DECRETO Nº 5.541, DE 10 DE MARÇO DE 2008. Regulamenta o artigo 66, do Estatuto dos Servidores Públicos de São Leopoldo, Lei nº 6.055 de 14 de Setembro de 2006, Da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes-

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA

GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE CONSELHO ESTADUAL DE MEIO AMBIENTE - COEMA RESOLUÇÃO COEMA N 116, DE 03 DE JULHO DE 2014. Dispõe sobre as atividades de impacto ambiental

Leia mais

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006

PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006 PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 285, DE 2006 Autoriza o Poder Executivo a criar o Programa Cantando as Diferenças, destinado a promover a inclusão social de grupos discriminados e dá outras providências. O

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO RESOLUÇÃO Nº 21/2007 RESOLUÇÃO Nº 21/2007 O DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ESPÍRITO SANTO, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, CONSIDERANDO o que consta do Processo nº 25.154/2007-18 CENTRO DE EDUCAÇÃO (CE); CONSIDERANDO

Leia mais

o artigo 13, VIII do Estatuto da UEPG;

o artigo 13, VIII do Estatuto da UEPG; Certifico que a presente Resolução foi disponibilizada neste local no dia 05/12/2014 Graziela de Fátima Rocha Secretaria da Reitoria RESOLUÇÃO UNIV. N o 43, DE 27 DE NOVEMBRO DE 2014. Aprova o Regimento

Leia mais

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ.

EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. PREÃMBULO 1994 EDITAL Nº. 01/2014 DE SELEÇÃO PÚBLICA DE PROJETOS A SEREM FINANCIADOS PELO FUNDO DA INFÂNCIA E DA ADOLESCÊNCIA DO MUNICÍPIO DE MARABÁ-PARÁ. A Prefeitura Municipal de Marabá, por intermédio

Leia mais

1 de 5 03/12/2012 14:32

1 de 5 03/12/2012 14:32 1 de 5 03/12/2012 14:32 Este documento foi gerado em 29/11/2012 às 18h:32min. DECRETO Nº 49.377, DE 16 DE JULHO DE 2012. Institui o Programa de Gestão do Patrimônio do Estado do Rio Grande do Sul - Otimizar,

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO

RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO RESOLUÇÃO Nº 6/2013 (ELEIÇÕES-IBDFAM) ADITIVO Dispõe sobre os procedimentos, critérios, condições de elegibilidade, normas de campanha eleitoral e pressupostos de proclamação dos eleitos nas eleições do

Leia mais

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04

Gestão. Práticas. Editorial. Geovanne. Acesse online: 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) 03 e 04 Práticas de Gestão Editorial Geovanne. 02 01. Indicador de motivo de não venda 02. DRE (demonstração dos resultados do exercício) Como faço isso? Acesse online: 03 e 04 www. No inicio da década de 90 os

Leia mais

PREFEITURA DE XINGUARA

PREFEITURA DE XINGUARA 50/000-20 Anexo IV - Programas, Metas e Ações - (PPA Inicial) Página de 5 Programa: 000 AÇÃO LEGISLATIVA Manutenção da CMX através do apoio financeiro às atividades legislativas, custeio de despesas administrativas,

Leia mais

Informativo SAI. 08 de junho

Informativo SAI. 08 de junho 08 de junho Informativo SAI 2012 Informativo com notícias sobre avaliação e regulação extraídas da mídia e de sítios eletrônicos de entidades da área educacional. Volume 10 Professor da UFRGS é designado

Leia mais

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município

01. Câmara Municipal. 02. Secretaria Municipal de Governo. 03. Gabinete do Vice-Prefeito. 04. Procuradoria Geral do Município Estrutura Administrativa e Principais 01. Câmara Municipal - Lei Orgânica do Município de Teresina, de 05 de abril de 1991. - Votar o Orçamento Anual e o Plano Plurianual, bem como autorizar abertura de

Leia mais

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS

A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO MUNICIPAL, SANCIONO A SEGUINTE LEI: TÍTULO II DISPOSIÇÕES GERAIS LEI N o 1.633 DE 14 DE JANEIRO DE 2013. DEFINE A NOVA ESTRUTURA ADMINISTRATIVA DO MUNICÍPIO DE CAIAPÔNIA E DETERMINA OUTRAS PROVIDÊNCIAS A CÂMARA MUNICIPAL DE CAIAPÔNIA, ESTADO DE GOIÁS, APROVA E EU, PREFEITO

Leia mais

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos

Banco Mundial. Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Banco Mundial Capacitação em Gestão de Convênios e Projetos Versão: Agosto/2011 O QUE É O PROGRAMA PRODUZIR? O PRODUZIR é um programa do Governo do Estado da Bahia, coordenado pela CAR - Companhia de Desenvolvimento

Leia mais

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental.

Lei: Art. 8º É dever dos pais ou responsáveis efetuar a matrícula dos menores, a partir dos 6 (seis) anos de idade, no ensino fundamental. Lei: Art. 5º. I - educação básica, nas etapas da educação infantil e ensino fundamental, obrigatória e gratuita a partir dos 4 (quatro) anos de idade, assegurada inclusive a sua oferta gratuita para todos

Leia mais

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO

DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO DIREÇÃO NACIONAL DA CUT APROVA ENCAMINHAMENTO PARA DEFESA DA PROPOSTA DE NEGOCIAÇÃO DO SALÁRIO MÍNIMO, DAS APOSENTADORIAS E DO FATOR PREVIDENCIÁRIO A CUT e as centrais sindicais negociaram com o governo

Leia mais

DELIBERAÇÃO NORMATIVA CGFPHIS Nº 016, DE 28 DE MAIO DE 2013

DELIBERAÇÃO NORMATIVA CGFPHIS Nº 016, DE 28 DE MAIO DE 2013 Deliberação Normativa nº 016, de 28 de maio de 2013. Reedita, com alterações, a Deliberação Normativa nº 014, de 11 de setembro de 2012, que aprovou a implantação do PROGRAMA CASA PAULISTA APOIO AO CRÉDITO

Leia mais

VEREADOR MARIO NADAF - PARTIDO VERDE - PV PROJETO DE LEI

VEREADOR MARIO NADAF - PARTIDO VERDE - PV PROJETO DE LEI PROJETO DE LEI "INSTITUI O PROGRAMA DE ADOÇÃO DE PRAÇAS, CANTEIROS, JARDINS, PARQUES, LOGRADOUROS E ÁREAS VERDES PÚBLICOS, ESTABELECENDO SEUS OBJETIVOS, LIMITAÇÕES DAS RESPONSABILIDADES E DOS BENEFÍCIOS

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL

Estado do Rio Grande do Norte Câmara Municipal de Natal Palácio Padre Miguelinho GABINETE DA VEREADORA AMANDA GURGEL PROJETO DE LEI 103/2015 Dispõe sobre a redução do subsídio do(a) prefeito(a), do(a) vice-prefeito(a), e dos(as) vereadores(as), para o equivalente ao dobro do fixado como piso salarial nacional para os(as)

Leia mais

Um país melhor é possível

Um país melhor é possível Um país melhor é possível Um país melhor é urgente... 53 milhões de pobres vivem com renda familiar mensal de um salário mínimo; Desses, 20 milhões são indigentes ou vivem com renda de até ½ salário; Os

Leia mais

PREFEITURA DE NOVA VENÉCIA GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA DE NOVA VENÉCIA GABINETE DO PREFEITO PROJETO DE LEI Nº 60/2013 DE 26 DE JULHO DE 2013. AUTORIZA A CELEBRAÇÃO DE CONVÊNIO COM A ASSOCIAÇÃO DE AMPARO SOCIAL, EDUCACIONAL E DE REABILITAÇÃO DE DEPENDENTES QUIMICOS DE NOVA VENÉCIA AASERDEQ - NV

Leia mais

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL RESOLUÇÃO Nº 21 DE 10 DE OUTUBRO DE 2001

CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL RESOLUÇÃO Nº 21 DE 10 DE OUTUBRO DE 2001 Publicada no D.O.U. de 20/12/2001, Seção 1, Página 36 CONSELHO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL RESOLUÇÃO Nº 21 DE 10 DE OUTUBRO DE 2001 Dispõe sobre a aprovação do Programa Jovem Agricultor

Leia mais

BIBLIOTECAS PÚBLICAS

BIBLIOTECAS PÚBLICAS EDITAL DE FORTALECIMENTO DO SISTEMA NACIONAL DE CULTURA (SNC) 2014 BIBLIOTECAS PÚBLICAS Orientações aos Sistemas Estaduais de Bibliotecas Públicas (SEBPs) integrantes do SNC O que é o Sistema Nacional

Leia mais

PROJETO DE LEI N.º, DE 2002

PROJETO DE LEI N.º, DE 2002 PROJETO DE LEI N.º, DE 2002 (Do Sr. Augusto Nardes) Institui o Fundo de Desenvolvimento da Empresa de Micro e de Pequeno Porte - Banco do Pequeno Empresário, e dá outras providências. O Congresso Nacional

Leia mais

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA

TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR DIRETA De: Gabinete do Vereador Jimmy Pereira Para: Ação Jovem Brasil Resposta à solicitação de Informações para a formação do Índice de Transparência da Câmara do Rio TRANSPARÊNCIA QUANTO À ATUAÇÃO PARLAMENTAR

Leia mais

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental

Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Sistema Integrado de Municipalização do Licenciamento Ambiental Documento Interno Texto base: Leoni Fuerst Preocupações referentes às questões relativas ao meio ambiente e a ecologia vêm se tornando crescentes

Leia mais

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO?

POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? ORGANIZE SUA VIDA POR QUE PRECISAMOS SER RACIONAIS COM O DINHEIRO? - Para planejar melhor como gastar os nossos recursos financeiros QUAIS OS BENEFÍCIOS DE TER UM PLANEJAMENTO FINANCEIRO? - Para que possamos

Leia mais

2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES

2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2012 RELATÓRIO DE ATIVIDADES Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Inserção de mulheres no mercado de trabalho, desenvolvimento da comunidade e formação de jovens fazem parte da história do Instituto.

Leia mais

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS

EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS EDITAL DE COMPOSIÇÃO DO COMITÊ GESTOR DO PROGRAMA MUNICIPAL DE PAGAMENTO POR SERVIÇOS AMBIENTAIS A Secretaria Municipal de Agricultura, Desenvolvimento Rural e Meio Ambiente convida os Órgãos Públicos

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais,

O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais, LEI N.º542/ 2014 de 20 de maio de 2014. Dispõe sobre a criação do Pólo de Apoio Presencial da Universidade Aberta do Brasil em Sapeaçu, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE SAPEAÇU, ESTADO

Leia mais

SAFRAS & CIFRAS IMPOSTO DE RENDA LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA LEÃO

SAFRAS & CIFRAS IMPOSTO DE RENDA LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA LEÃO IMPOSTO DE RENDA HO LEÃO QUER SE ALIMENTAR DE SOJA *Cilotér Borges Iribarrem LEÃO * Enio Borges Paiva *Lizandra Blass * Rafael de Freitas Bittencourt Todos estão de olho no negócio soja, produtores rurais,

Leia mais

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro

Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Aspásia Camargo (PV) e Rodrigo Dantas (DEM) debatem com médicos o futuro da saúde pública do Rio de Janeiro Os temas saúde pública e exercício profissional médico foram debatidos nesta 5ª (30/8), na sede

Leia mais

A POSSIBILIDADE DA INCLUSÃO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS DO CONVENENTE NO PLANO DE TRABALHO A SER APRESENTADO EM CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE

A POSSIBILIDADE DA INCLUSÃO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS DO CONVENENTE NO PLANO DE TRABALHO A SER APRESENTADO EM CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE A POSSIBILIDADE DA INCLUSÃO DE DESPESAS ADMINISTRATIVAS DO CONVENENTE NO PLANO DE TRABALHO A SER APRESENTADO EM CONVÊNIOS E CONTRATOS DE REPASSE Elaborado em: 22/09/2010 Autora: Walleska Vila Nova Maranhão

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO

GABINETE DO MINISTRO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.007, DE 9 DE OUTUBRO DE 2013. Altera a Portaria MEC nº 168, de 07 de março de 2013, que dispõe sobre a oferta da Bolsa-Formação no âmbito do Programa Nacional de Acesso

Leia mais

A Evolução Recente da Arrecadação Federal

A Evolução Recente da Arrecadação Federal Carta PR 1164 /2015 Brasília, 28 de agosto de 2015 Exmo(a). Senhor(a) Senador(a), O Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil SINDIFISCO NACIONAL oferece a Vossa Excelência um breve

Leia mais

A ESTRELA QUE QUEREMOS. Planejamento Estratégico de Estrela

A ESTRELA QUE QUEREMOS. Planejamento Estratégico de Estrela Planejamento Estratégico de Estrela 2015 2035 O planejamento não é uma tentativa de predizer o que vai acontecer. O planejamento é um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e ações serão

Leia mais

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008

MINAS GERAIS 12/04/2008. Diário do Judiciário. Portaria 2.176/2008 MINAS GERAIS 12/04/2008 Diário do Judiciário Chefe de Gabinete: Dalmar Morais Duarte 11/04/2008 PRESIDÊNCIA Portaria 2.176/2008 Institucionaliza o Programa Conhecendo o Judiciário do Tribunal de Justiça.

Leia mais

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO.

CAPITULO I DA POLÍTICA MUNICIPAL DO COOPERATIVISMO. LEI Nº 1.827/2009. EMENTA: Institui a política de apoio e incentivo ao desenvolvimento do Cooperativismo no âmbito do município de Santa Cruz do Capibaribe/PE e dá outras providências. A MESA DIRETORA

Leia mais

PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014.

PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014. 1 PROJETO DE LEI N 017/2014, de 11 de Abril de 2014. Institui o programa de recuperação de créditos municipais, e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Piratuba, Estado de Santa Catarina, no

Leia mais

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho

Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Pronunciamento do Excelentíssimo Senhor Ministro de Estado Chefe da Casa Civil da Presidência da República, Antonio Palocci Filho Brasília, 02/01/2011 (Saudações e agradecimentos)... Senhoras e senhores,

Leia mais

ESTATUTOS DOS SERVIÇOS DE AÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE LISBOA

ESTATUTOS DOS SERVIÇOS DE AÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE LISBOA ESTATUTOS DOS SERVIÇOS DE AÇÃO SOCIAL DA UNIVERSIDADE DE LISBOA Artigo 1.º Natureza Os Serviços de Ação Social da Universidade de Lisboa, adiante designados por SASULisboa, são uma pessoa coletiva de direito

Leia mais

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei:

Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte lei: LEI Nº 1512/2009 SÚMULA: Cria o Conselho Municipal da Educação. Faço saber, que a Câmara Municipal de Mangueirinha, Estado do Paraná aprovou e eu, ALBARI GUIMORVAM FONSECA DOS SANTOS, sanciono a seguinte

Leia mais

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015

Recupere a saúde financeira e. garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Recupere a saúde financeira e garanta um futuro tranquilo Reitoria da UNESP, 13/05/2015 Objetivo geral Disseminar conhecimento financeiro e previdenciário dentro e fora da SP-PREVCOM buscando contribuir

Leia mais

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS

SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS SUGESTÃO DE ROTEIRO PARA A REALIZAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA EM COOPERATIVAS ABERTURA Pessoa da cooperativa que não fará parte da mesa verifica o número de associados presentes certificando o quorum

Leia mais

Relatório Final da VI Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa Piraí RJ.

Relatório Final da VI Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa Piraí RJ. PREFEITURA MUNICIPAL DE PIRAÍ SECRETARIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL CONSELHO MUNICIPAL DO IDOSO - CMI P.A.I. PONTO DE APOIO AO IDOSO Inaugurado numa quinta-feira, o novo ano no Calendário Gregoriano,

Leia mais

Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo. Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001

Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo. Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001 Ministério do Esporte e Turismo EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo Deliberação Normativa nº 419, de 15 de março de 2001 A Diretoria da EMBRATUR Instituto Brasileiro de Turismo, no uso de suas atribuições

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE CARMO DA CACHOEIRA ESTADO DE MINAS GERAIS GABINETE DO PREFEITO 1 Dispõe sobre a criação da SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA, ESPORTES E TURISMO, e dá outras providencias. 2009. Projeto de Lei n.º, de 05 de fevereiro de A Câmara Municipal de Carmo da Cachoeira, por

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÃO DIAS Gabinete do Prefeito

PREFEITURA MUNICIPAL DE SIMÃO DIAS Gabinete do Prefeito LEI Nº. 632 /2014 03 de dezembro de 2.014 Dispõe sobre a criação do Programa de Coleta Seletiva com inclusão Social e Econômica dos Catadores de Material Reciclável e o Sistema de Logística Reversa e seu

Leia mais

, 13 de agosto de 2015.

, 13 de agosto de 2015. Painel: Desafios do lado da despesa e possíveis alternativas O financiamento da política pública de saúde Sérgio Francisco Piola 9º Congresso de Gestão Pública do Rio Grande do Norte Natal, 13 de agosto

Leia mais

02/12/2004. Discurso do Presidente da República

02/12/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de entrega do Prêmio Finep e sanção da Lei de Inovação de Incentivo à Pesquisa Tecnológica Palácio do Planalto, 02 de dezembro de 2004 Meus companheiros ministros,

Leia mais

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007

Matérias selecionadas do DOU de 05 de novembro de2007 Conteúdo: SEÇÃO 1...2 PORTARIA No- 2.831, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...2 PORTARIA No- 2.834, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...4 PORTARIA No- 2.835, DE 1o- DE NOVEMBRO DE 2007...5 PORTARIA Nº 600, DE 1o- DE

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SE É DESENVOLVIMENTO É PRIORIDADE DO SEBRAE LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA REGULAMENTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA LG REGULAMENTADA LG REGULAMENTADA

Leia mais

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira

Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Consultoria de Orçamento e Fiscalização Financeira Nota Técnico n.º 08/07 Relações das obras com indícios de irregularidades graves constantes nos anexos às leis orçamentárias para os exercícios de 2002

Leia mais

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente

Editorial. Stella Cintra Diretora-presidente Editorial Em Março, com o início do período para envio das declarações de Imposto de Renda de 2009, recebemos algumas mensagens de colaboradores perguntando sobre a possibilidade de desconto dos valores

Leia mais

Quanto mais, melhor? 14 Luta Médica Outubro/2015 a Janeiro/2016

Quanto mais, melhor? 14 Luta Médica Outubro/2015 a Janeiro/2016 Quanto mais, melhor? A abertura indiscriminada de cursos de Medicina pode prejudicar a formação de futuros médicos e não garante saúde de qualidade para a população A cada ano, as pessoas que desejam se

Leia mais

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano

A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano A visão social em relação ao sistema de saneamento e a importância da sociedade na elaboração do plano Nossa Realidade 57% da população brasileira não possui coleta de esgoto (SNIS 2008) O Brasil é o 9º

Leia mais

LEI COMPLEMENTAR Nº 326, DE 4 DE OUTUBRO DE 2000 (AUTORIA DO PROJETO: PODER EXECUTIVO)

LEI COMPLEMENTAR Nº 326, DE 4 DE OUTUBRO DE 2000 (AUTORIA DO PROJETO: PODER EXECUTIVO) LEI COMPLEMENTAR Nº 326, DE 4 DE OUTUBRO DE 2000 (AUTORIA DO PROJETO: PODER EXECUTIVO) Publicação: DODF nº 192 de 5/10/2000 PÁG.01 e 02. Regulamentada pelo Decreto nº 21.933, de 31/01/2001 DODF nº 23,

Leia mais