DSLR Canon Pouquíssimos candidados a fotógrafo têm

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "DSLR Canon Pouquíssimos candidados a fotógrafo têm"

Transcrição

1 Bem-vindo Guia defi nitivo para DSLR Canon Pouquíssimos candidados a fotógrafo têm paciência para vasculhar o manual de uma câmera DSLR, ainda mais nos dias de hoje, com o vasto repertório de recursos que as digitais oferecem. A linha EOS da Canon é um exemplo claro: para saber de tudo o que é possível fazer com uma dessas câmeras, o usuário precisa perder algumas horas estudando o manual que acompanha o produto e nem sempre consegue entender o que está escrito, pois a linguagem não preza o didatismo. Com este Guia Definitivo de DSLRs Canon que você tem em mãos, esse problema acabou. Inédito no Brasil, é uma ferramenta didática e ilustrada para você dominar sua EOS digital, nova ou antiga, e entender os principais conceitos técnicos de fotografia por meio de uma leitura prazerosa, bem longe do hermetismo e da sisudez dos manuais. Dividido em quatro partes, o Guia Definitivo para DSLRs Canon primeiramente apresenta um curso para você entender os principais conceitos de fotografia e o funcionamento de uma câmera EOS, sugerindo lições para serem feitas em casa. Depois, mostra com exemplos e tutoriais todos os recursos disponíveis para o uso de uma DSLR Canon em favor de fotos de melhor qualidade. Trata também dos softwares que acompanham a linha EOS e como aproveitá-los. E sugere o kit essencial para incrementar sua câmera com objetivas e acessórios. Ao terminar de ler esse guia, você certamente será um expert na linha EOS e poderá tirar o máximo proveito de sua câmera, exercitando a técnica e a criatividade para evoluir na fotografia. Sérgio Branco Editor COLEÇÃO BIBLIOTECA FOTOGRAFE Acesse o site ou entre emcontato com a Editora Europa: (11) ou Guia Definitivo para DSLR Canon 3

2 Guia defi nitivo para DSLR Canon TODOS OS DIREITOS RESERVADOS NO BRASIL PARA Editora Europa Rua MMDC, CEP , São Paulo, SP Telefone: (11) , Fax: (11) Editor e Publisher Diretor Executivo Diretor Editorial Aydano Roriz Luiz Siqueira Roberto Araújo Edição Tradução Revisão Edição de arte Capa Sérgio Branco Érico Elias Denise R. Camargo Ludmila Viani Taranenko Welby Dantas Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Guia definitivo de DSLRs Canon / coordenação editorial Sérgio Branco. -- São Paulo : Editora Europa, ISBN Câmeras digitais 2. Fotografia - Manuais, guias, etc. 3. Fotografia - Técnicas digitais 4.Processamento de imagem - Técnicas digitais I. Branco, Sérgio CDD Índices para catálogo sistemático: 1. Fotografia digital Comercial Flávia Pinheiro - - (11) Fabiana Lopes - - (11) Promoção Aida Lima - - (11) Impressão IBEP Gráfica 4 Guia Definitivo para DSLR Canon

3 Capítulo 1 Curso de DSLR Canon 6 A distância focal das objetivas... 8 Focalização...12 Profundidade de campo...18 Abertura...22 Velocidade Modos de exposição...30 Modos de medição de luz...34 Equilíbrio de branco Processamento digital...42 Flash...46 Sensibilidade ISO...50 Arquivos e cartões de memória...54 Histograma Vídeo Carga da bateria...66 Funções personalizadas...70 Imagem ao vivo Capítulo 2 Recursos da câmera 82 Domine sua SLR...84 Aula para você entender a sua DSLR...96 Exposição sem mistério Uso criativo das lentes Obtenha fotos mais nítidas passos para boas fotos noturnas Capítulo 3 Domine os softwares Canon 144 Conheça em detalhes o software Processe múltiplas imagens em minutos. 150 Controle as cores Panorâmica perfeita feita com três fotos Dez maneiras de usar o EOS Utility Organize suas fotos Capítulo 4 Kit essencial 160 Modos de disparo Objetivas superzoom Disparadores remotos O poder das teleobjetivas Teleconversores Flashes Conjuntos de bateria Guia Definitivo para DSLR Canon 5

4 Curso de DS R Canon Saiba tudo presents sobre the sua only EOS camera em 18 guide lições you need Pág. 30 Pág. 34 Pág Guia Definitivo para DSLR Canon

5 Curso de DSLR Canon 1 Pág. 42 A distância focal das objetivas...8 Focalização...12 Profundidade de campo Abertura...22 Velocidade...26 Modos de exposição...30 Modos de medição de luz...34 Equilíbrio de branco...38 Processamento digital...42 Flash Sensibilidade ISO...50 Arquivos e cartão de memória...54 Histograma...58 Vídeo...62 Carga da bateria...66 Funções personalizadas...70 Imagem ao vivo...74 Modos de disparo...78 Pag. 22 Pág. 66 Guia Definitivo para DSLR Canon 7

6 Curso de DS R Canon presents the only camera guide you need LIÇÃO 1 A distância focal das Objetiva: 85 mm objetivas B em-vindo ao curso completo de DSLRs da Canon. Dividido em 18 partes ao longo das próximas 80 páginas, ele apresenta em detalhes como sua câmera funciona e como obter o máximo dela. Na primeira lição, você aprenderá tudo sobre objetivas e distância focal. Um dos maiores benefícios de se usar uma DSLR está em poder escolher entre uma variedade de lentes qual se encaixa melhor nas diferentes situações de uso em campo. O principal fator a ser levado em conta é a distância focal. A distância focal é medida em milímetros, sendo que lentes acima de 35 mm até 50 mm geram ângulo de cobertura próximo ao do olho humano. Lentes de distância focal de 35 mm para baixo são conhecidas como grandes angulares e permitem inserir mais elementos na cena, sendo boas para paisagens. Lentes com distância focal de 70 mm para cima são chamadas de teleobjetivas. Elas ampliam o temas e são boas opções para retratos fechados e fotos de esportes e animais selvagens. Objetiva: 17 mm Photos: Peter Travers PASSO A PASSO Como trocar de lentes Não faça a troca em local com muita poeira. Troque as lentes em locais protegidos do vento para evitar que poeira ou sujeiras atinjam o sensor. Deite sua câmera em uma superfície acolchoada para proteger o monitor, assim você também terá as duas mãos livres para manusear as lentes. Tenha sua outra lente à mão para minimizar o tempo em que sua DSLR vai ficar aberta, diminuindo as chances de sujar o sensor durante a troca. Use a mão esquerda para pressionar o botão de trava da baioneta. Com a mão direita gire a lente no sentido anti-horário até que se solte do corpo. 8 Guia Definitivo para DSLR Canon

7 Distância focal A anatomia de objetivas Canon A objetiva é o olho de sua câmera. Dissecamos uma para mostrar o que há dentro! Anel de foco Gire manualmente para ajustar o foco no modo MF (Foco Manual). Os elementos internos vão se movimentar para determinar o ponto de foco na cena Diafragma O diafragma da lente controla a quantidade de luz que entra na câmera Elemento frontal O elemento maior dentre todos e também o mais fácil de ser danificado Distância Focal A distância focal que você estiver usando será indicada pelo número no anel de zoom alinhado com a marca central em branco Baioneta da objetiva Prende a objetiva no corpo da câmera. Os contatos servem para alimentação de energia e permitem comunicação entre a objetiva e a câmera Anel de zoom Ao girar o anel de zoom, os grupos de elementos óticos vão se mover e alterar a distância focal Ilustração: Andy McLaughlin Motor da lente Todas as Canon EOS têm motor embutido para mover os elementos ópticos e ativar o sistema de foco automático. Algumas lentes contam com um Motor Ultrassônico (USM), mais silencioso e rápido Estabilizador de Imagem (IS) O estabilizador de imagem (IS) funciona a partir de sensores de giroscópio e um microcomputador para detectar e corrigir vibrações leves causadas pela mão Você precisa comprar lentes Canon EF ou EF-S? Diante da vasta linha de lentes Canon disponível, você pode ficar confuso toda vez que for ampliar seu kit. Deve comprar lentes EF ou EF-S? Bem, a menos que você seja um profissional e tenha uma câmera full frame, como a 6D, a 5D ou a 1DX, ou que tenha dinheiro sobrando, não tem que investir em lentes EF. Em vez disso, concentre-se na linha EF-S, que é desenhada para câmeras EOS de sensor menor, como as Rebel T3i e T4i, a 50D ou a 60D. São modelos mais baratos com qualidade de ponta. Deixe a lente retirada de lado. Remova a tampa de proteção da outra objetiva e a coloque na objetiva que foi removida. Para lentes Canon EF ou compatíveis, alinhe os pontos vermelhos da objetiva e da câmera. Para lentes EF-S, alinhe os quadrados brancos. Encaixe a lente na baioneta e gire no sentido horário até escutar o clique. Tire a tampa da parte frontal de sua objetiva e o equipamento está pronto para uso. Glossário Distância focal Medida em milímetros, a distância focal é a distância entre o centro ótico da lente e o sensor de sua Canon EOS. Ângulo de cobertura O que você de fato vê através do visor. Quanto maior a distância focal, menor o ângulo de cobertura. Quanto menor a distância focal, maior o ângulo de cobertura. Objetiva zoom Objetiva de distância focal variável, como a mm. Lente zoom não é o mesmo que teleobjetiva. Objetiva fixa Lente que não é zoom, com uma única distância focal. Fator de corte Valor usado para converter o ângulo de visão real da lente para o ângulo de visão equivalente. Muitas DSLRs Canon têm fator de 1,6x. Guia Definitivo para DSLR Canon 9

8 Curso de DS R Canon presents the only camera guide you need A distância focal de uma objetiva tem relação direta com o ângulo de visão que ela mostra quando você olha através do visor. Para simplificar, quanto maior a distância focal (como no caso de uma teleobjetiva de 200 mm), menor é o ângulo de cobertura oferecido e maior o tema aparecerá no visor. Quanto menor a distância focal (caso de uma grande angular de 18 mm), maior o ângulo de cobertura da objetiva e menor o tema aparecerá no visor. Distância focal e fator de corte Tal ângulo de cobertura pode ser reduzido, dependendo de qual modelo de Canon EOS você esteja usando. Quanto menor o sensor, mais reduzido fica o ângulo de cobertura que sua objetiva oferece, já que um sensor menor capta uma parte menor da imagem projetada pela lente. Esse fenômeno é conhecido como fator de corte. Os modelos básicos da linha EOS, caso das Rebel T2i, T3i e T4i, bem como da 60D ou da 7D, têm sensor com fator de corte de 1,6x o que significa uma magnificação de 1,6 vez. Assim, usar teleobjetivas pode ser uma vantagem por trazer o tema ainda mais para perto. Uma de 200 mm terá ângulo de visão equivalente a 320 mm (200 x 1,6), o que é útil ao registrar esportes e vida selvagem. Inversamente, o fator de corte é visto como uma desvantagem com grandes angulares, já que uma lente de 18 mm vai funcionar como uma 29 mm (18 x 1,6), reduzindo seu ângulo de cobertura algo não muito positivo para fotografias internas com pouco espaço. Lentes com distância focal fixa são conhecidas pelo termo em inglês prime caso da Canon EF 50 mm f/1.8. Já as objetivas que oferecem uma variedade de distâncias focais são conhecidas como zoom. Uma objetiva zoom EF-S mm dispõe de todas as distâncias focais entre 55 mm e 250 mm. É comum confundir teleobjetiva com zoom, ainda que se possa ter uma zoom sem posição de tele, caso da EF-S mm f/ , uma zoom grande angular. A EF-S mm f/ é a zoom padrão. É a objetiva que normalmente acompanha os modelos EOS básicos. Ela tem variação de distância focal de 18 mm a 55 mm. Os valores f/3.5 e f/5.6 referemse à máxima abertura de diafragma: em 18 mm ela será de f/3.5 e, em 55 mm, de f/5.6. Diafragmas mais fechados que esses estão disponíveis nas demais distâncias focais. Objetivas avançadas, como a EF-S mm f/2.8 IS USM, têm abertura máxima constante em todas as distâncias focais. Nesse caso, f/2.8 de 17 mm até 55 mm. Essas lentes luminosas são ideiais para usar com a câmera na mão em situações de pouca luz. LIÇÃO DE CASA Como parte do curso completo de DSLR Canon, você deve fazer uma lição de casa no final de cada capítulo para ajudá-lo a exercitar seus novos conhecimentos. Para recapitular, quando você muda a distância focal, muda o ângulo de cobertura. Assim, em uma distância focal mais curta, como 18 mm, você faz caber mais elementos da cena no enquadramento, comparado a uma distância focal mais longa, como 200 mm. Mas a distância focal é muito mais do que uma ferramenta para corte, tendo outros efeitos criativos. Alterar a distância focal causa efeito indireto na perspectiva. As grandes angulares fazem os elementos em primeiro plano parecerem maiores e as teleobjetivas tendem a comprimir os planos, fazendo com que os elementos da cena pareçam mais próximos do que realmente estão. A distância focal também afeta a profundidade de campo, sendo uma ferramenta criativa para determinar o quanto da cena estará em foco confira os detalhes na lição 3 (pág. 18). Em sua primeira tarefa, confira como as diferentes distâncias focais se comportam: Estudo de distância focal 18 mm 200 mm 50 mm Faça três fotos do mesmo tema na mesma posição em três distâncias focais: 18 mm (grande angular), 50 mm (normal) e 200 mm (teleobjetiva). Faça três fotos do mesmo tema em diferentes distâncias focais: 18 mm, 70 mm e 200 mm. Mas dessa vez se movimentando para que o tema sempre encha o quadro (veja o exemplo ao lado). Photos: Chris George 10 Guia Definitivo para DSLR Canon

9 Distância focal De grande angular a tele Entenda a diferença entre distâncias focais, de 10 mm a 400 mm A distância focal de sua objetiva afeta o ângulo de cobertura exibido pelo visor. Para entender a diferença que a distância focal pode fazer ao ângulo de visão é interessante comparar a mesma cena registrada em diferentes distâncias focais. Veja nos exemplos desta página como pode ser ampla a cena capturada em seu enquadramento, dependendo da distância focal equivalente que está sendo usada. 400 mm (equivalente a 640 mm) 200 mm (equivalente a 320 mm) 125 mm (equivalente a 200 mm) 35 mm (equivalente a 55 mm) 55 mm (equivalente a 90 mm) 11 mm (equivalente a 18 mm) Distância Focal Equivalente (EFL) Sua lente projeta uma imagem circular e invertida. Graças ao sistema de espelhos do visor, a imagem vai aparecer no visor no sentido correto. 18 mm (equivalente a 28 mm) Photos: Craig Roberts. Illustration: Andy McLaughlin Cobertura do sensor full frame, que mede 36 x 24 mm (mesmo tamanho de um fotograma de 35 mm). Cobertura do sensor de formato APS-C, usado na Rebel T4i (22,5 x 15 mm), que provoca menor ângulo de visão. Guia Definitivo para DSLR Canon 11

10 Curso de DS R Canon presents the only camera guide you need LIÇÃO 2 A focalização da imagem FORA DE FOCO F otos em que o tema principal aparece sem nitidez são caso perdido. Por essa razão, o controle do foco é um dos aspectos mais cruciais. Uma lente só consegue focar de forma precisa em um ponto por vez. Assim, é preciso travar o foco na parte correta da cena. Felizmente, graças à profundidade de campo (fenômeno que será explicado em detalhes na próxima lição, a partir da pág. 18), uma variação de distâncias na imagem pode sair com a aparência visual de estar em foco. O sistema de foco de sua Canon EOS oferece uma variedade de formas para obter a parte principal da cena bem focada, assim como para se certificar de que áreas cruciais não sairão sem nitidez. A Canon introduziu o autofoco em suas câmeras há 25 anos, e a tecnologia evoluiu bastante de lá para cá. Um sensor especial no corpo da câmera lê a imagem por contraste, ajustando os elementos da objetiva para obter o foco. Infelizmente, por uma série de razões, esse sistema não é infalível e pode apresentar falhas. Uma foto fora de foco não tem serventia, por isso sua Canon é equipada com circuitos avançados para ajudá-lo a conseguir foco no elemento principal EM FOCO Fotos: Chris George PASSO A PASSO Controle o foco apertando levemente Verifique se o autofoco está ativado. O sistema só funciona se estiver selecionado na objetiva usada. Pressione o botão para seleção do ponto de foco (você pode encontrá-lo no canto direito superior da parte traseira). Pressione o botão Set (à direita do monitor) até que o modo de seleção de ponto de foco esteja em automático. Sempre foque antes de fazer sua foto. Pressione o disparador pela metade e o sistema se ativará. 12 Guia Definitivo para DSLR Canon

11 Focalização Aprenda a interpretar o visor O componente oferece muitas informações sobre o foco. Saiba como usá-las Tela de focalização A imagem que você vê pelo visor é projetada pela lente na tela de focalização (veja pág. 15) Previsão de foco A tela de focalização tem uma superfície despolida que ajuda a identificar quais partes da imagem estão em foco e quais não estão (como na igreja ao lado). Ela também é um guia para avaliar qual profundidade de campo vai obter com a máxima abertura disponível Pontos de foco As DSLRs Canon oferecem entre 7 e 45 pontos de foco, cada um deles é capaz de medir a distância para o tema Ilustração: Andy McLaughlin Como o foco automático funciona de fato? O sistema de foco automático de sua Canon funciona registrando a cena e ajustando a objetiva com o uso de um motor. Ele pode dizer se a cena está em foco usando o princípio de que uma imagem nítida tem maior contraste do que uma fora de foco. Assim, em vez de medir a distância da câmera para o tema, ele mensura o contraste em determinados pontos. Cada ponto de foco funciona a partir de um par de sensores. Analisando o sinal de cada sensor, o sistema ajusta o foco até que a imagem tenha obtido o máximo de contraste possível. Se mais de um ponto de foco está sendo usado, o sistema considera que você deseja usar o ponto que resulte na mínima distância de foco, selecionando-o de forma automática. Ponto central de foco De todos os pontos de foco, o ponto central é o mais sensível. Por isso, é o melhor ponto ao fotografar com pouca luz e quando se precisa de um foco crítico. Você pode usá-lo mesmo quando não desejar que a parte em foco esteja no centro da cena (veja pág. 14) FOCO MUITO PRÓXIMO EM FOCO FOCO MUITO DISTANTE Baixo contraste A lente focou muito perto; imagem com baixo contraste. Alto contraste A lente focou de forma precisa; imagem com alto contraste. Baixo contraste A lente focou muito longe; imagem com baixo contraste. Alerta vermelho Os pontos de foco em uso vão piscar em vermelho quando você apertar meio botão disparador. Veja qual ponto acendeu para confirmar se o foco caiu no ponto desejado. No exemplo ao lado, três dos pontos disponíveis acenderam, indicando que a pessoa e as duas árvores próximas estão em foco. Confirmação de foco Um ponto circular verde vai acender quando o foco automático estiver travado em uma parte da cena (quando se usa o modo de foco Simples). Ele pode piscar se a câmera não encontrar o foco. Não funciona no modo de foco AI Servo. Glossário Profundidade de campo Uma medida do quanto na imagem está em foco, do ponto mais próximo ao mais distante da cena com nitidez aparente. A profundidade de campo depende da abertura, da distância para o objeto em foco e da distância focal da objetiva usada. Tela de focalização A superfície sobre a qual a imagem é projetada no visor. Um vidro despolido é usado para propiciar melhor avaliação sobre o que está em foco, proporcionando assim uma assistência no momento em que se está realizando a focalização. Guia Definitivo para DSLR Canon 13

12 Curso de DS R Canon Fotos: Chris George presents the only camera guide you need CONFIGURAÇÕES Escolhendo o modo de foco Esteja pronto para alterar a regulagem se seu tema parar ou se mover ONE SHOT AF Melhor modo para temas estáticos. Nesse modo, o sistema vai localizar o foco e travar assim que encontrá-lo. O ponto circular verde no visor irá trazer a confirmação que o foco foi encontrado e que, então, você pode fazer a foto. AI SERVO AF O modo mais indicado para temas em movimento. Pressione pela metade o disparador e o sistema de foco vai permanecer ativo acompanhando o objeto. O sistema continua a acompanhar a trajetória do objeto mesmo depois de o disparador ter sido acionado. AI FOCUS AF Ideal para quando se está clicando temas que misturam momentos de parada e movimento como num casamento. Nesse modo, a câmera alterna automaticamente entre One Shot e AI Servo AF, dependendo se detectou movimento na cena. MANUAL Ao desativar o autofoco, você pode obter resultados mais precisos (ou mais rápidos em alguns casos, como com pouca luz), com temas de pouco contraste ou ao clicar temas de rápido movimento com trajetória previsível. As luzes vermelha e verde ainda acendem no visor. Inicialmente, sua câmera pode não saber em que parte da cena você quer o foco. Sensores são usados para detectar o tema da foto, mas o sistema de foco vai tomar como referência o elemento mais próximo da câmera, que nem sempre é o que você quer em foco. Você pode resolver esse problema escolhendo manualmente o ponto de foco que deseja usar de referência, ou então escolher o ponto central, apontar para onde quer o foco, focar, travar o foco, recompor e disparar. Temas em movimento O foco preciso também é dificultado pelo fato de que nem todos os temas são estáticos. No modo de foco padrão (One Shot AF), a objetiva trava o foco assim que localiza o objeto. Mas com temas em movimento você vai precisar de um modo que acompanhe o que está fotografando. Esse modo é o AI Servo. O sistema de foco automático é passivo, avaliando a cena projetada no visor para obter o ponto de maior contraste. Com temas de superfície uniforme, com pouco contraste, como um muro branco ou um céu sem nuvens, o sistema pode não conseguir o foco e fica caçando em vão. Para ajudar, você deve apontar a câmera para a área de maior contraste na cena. Uma boa quantidade de luz na cena também é essencial para o funcionamento do sistema de foco automático. Lentes com aberturas máximas luminosas oferecem melhor desempenho de foco, pois permitem que uma maior quantidade de luz chegue até o sensor. Muitas DSLRs possuem pontos de foco que operam melhor em f/2.8. A abertura PASSO A PASSO Use a trava de foco para temas fora do centro Pressione o botão AF na parte traseira da câmera e use o disco principal para selecionar o modo de foco automático One Shot. Pressione o seletor de pontos de foco na parte traseira superior da câmera e use as setas direcionais para mudar as configurações. Confira no visor ou no monitor qual o ponto de foco selecionado e use o disco principal para alterná-lo até chegar ao ponto central. Posicione a câmera de modo que o ponto que você deseja ter em foco esteja alinhado com o ponto central (o olho da modelo, no exemplo acima). 14 Guia Definitivo para DSLR Canon

13 Focalização Formas de garantir nitidez Sua EOS tem mais sistemas e controles de foco do que você provavelmente imagina. Descubra onde eles se escondem. Foco manual Para controlar o foco você mesmo, em vez de o sistema de autofoco, é necessário girar o anel na parte externa. Antes, você precisa selecionar o foco manual Elementos ópticos Para ajustar o foco, grupos de elementos ópticos são movidos no interior da lente Tela de focalização Escondida embaixo do pentaprisma ou do pentamirror, a tela de focalização é o que você vê através do visor (veja pág. 13). Alguns modelos profissionais, como a EOS 5D, contam cwom telas de focalização opcionais (acima), que oferecem formas mais precisas de controle manual de foco. Visor Um visor oferece um guia visual do que está em foco e indica quando e onde o foco foi obtido (veja pág. 13). Subespelho O espelho principal é semitransparente, deixando passar um pouco de luz para um subespelho, que reflete então a luz para que o sensor de foco automático possa fazer seu trabalho. Espelho O espelho principal reflete a imagem projetada pela lente na tela de focalização. Ele levanta quando o disparador é acionado Módulo de autofoco Um sensor dedicado é usado para medir o contraste em pequenas regiões da imagem. Os ajustes de foco são comunicados à objetiva Pressione o disparador pela metade de maneira leve para que o ponto de foco seja ativado e para que a câmera possa ler a luz da cena. O ponto central vai ficar vermelho quando obter o foco. O círculo verde vai acender. Mantenha o disparador pressionado pela metade. Mantendo o dedo no disparador, reenquadre a cena da maneira que desejar. Ao achar a posição, pressione o disparador até o final e faça a foto. Ajuste para seus olhos Para ver os pontos de foco de maneira clara no visor e usar a tela de focalização para avaliar o que está nítido, pode ser que você precise ajustar a lente do visor ao seu olho. Um pequeno disco situado no canto superior direito do visor oferece a correção de dioptria. Pressione o disparador pela metade e então gire o disco de correção de dioptria até que os ícones e números no visor estejam o mais claros e nítidos possível. Guia Definitivo para DSLR Canon 15

14 Curso de DS R Canon presents the only camera guide you need máxima da lente é essencial para determinar o desempenho do foco. Não importa qual abertura você vai usar de fato na hora de fazer a foto, pois o sistema de foco automático sempre trabalha com a abertura mais clara oferecida. Ao usar diafragma mais fechado do que o máximo da lente, a abertura escolhida será usada apenas na hora do clique. Quando a precisão conta A quantidade de profundidade de campo disponível é crucial. Quanto mais aberto o diafragma usado, menor a profundidade de campo, o que exige um foco mais preciso. Igualmente, quanto mais próximo você estiver do tema que deseja em foco e quanto mais longa a distância focal da objetiva, menor sua margem de erro no momento de definir o ponto de foco. Use os macetes e as técnicas apresentados nesta lição para aprender como aumentar a precisão do foco. E lembre-se: para garantir que você obteve uma foto nítida, reveja a imagem no monitor logo depois de clicar, amplie usando a lupa e posicione, com uso das setas direcionais, na parte que mais interessa. Assim, você consegue ter certeza de que obteve o foco e a profundidade de campo que desejava para a imagem em questão. TÉCNICA AVANÇADA Macetes para melhorar foco manual Como melhorar sua taxa de acerto com o foco automático desligado MOVIMENTO DE CÂMERA Ao focar objetos que estão a apenas alguns centímetros de distância da lente, ajustar o foco com uso do anel pode ser algo difícil. Para fotos macro, às vezes é mais fácil obter foco movimentando a câmera. Regule o foco de maneira aproximada e movimente-se com cuidado para frente ou para trás até que sua foto esteja perfeitamente em foco. IMAGEM AO VIVO Se sua câmera tem imagem ao vivo, acione quando for focar manualmente. Trata-se de uma boa maneira de cravar o foco, pois você pode ampliar uma região do enquadramento em até 10 vezes, tornando qualquer imprecisão fácil de ser percebida. Lembre-se de posicionar a região a ser ampliada na parte da cena que você quer que saia em foco antes de regular a objetiva. USE APENAS UM PONTO DE FOCO O fato de estar usando foco manual não quer dizer que o foco automático está inteiramente desligado. Ele ainda funciona no modo de assistente, com os pontos de foco ficando vermelhos no momento em que a região correspondente entra em foco. Ao focar manualmente, garanta que há apenas um ponto ativo e use a luz vermelha para descobrir quando o foco está na posição certa. Photos: Chris George LIÇÃO DE CASA Como treinar a regulagem de foco Em todas as etapas do curso completo de DSLR Canon, você tem alguma lição de casa a cumprir, o que ajuda a colocar em prática o que você aprendeu. Para descobrir se você tem controle sobre o foco, encontre dois temas (pode ser duas pessoas ou dois potes escolhidos em sua cozinha) e posicione-os a distâncias diferentes. Enquadre de forma a deixar os dois elementos próximos e escolha um diafragma mais aberto (use o modo Av e selecione abertura f/4 ou f/5.6). Use a seleção manual de ponto de foco (veja pág. 12) para fazer duas fotos: primeiro com o elemento mais próximo em foco e, depois, focando no mais distante. Fotos: Lee Beel Repita o exercício, mas dessa vez com o foco manual. Abra todas as quatro imagens no computador, assim você pode ampliá-las e verificar se os elementos da cena que você queria em foco estão de fato nítidos no resultado final. 16 Guia Definitivo para DSLR Canon

Introdução à Fotografia Digital

Introdução à Fotografia Digital Introdução à Fotografia Digital Aula 1 Fundamentos, Câmeras, Obje3vas Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_1.pdf Roteiro da Aula Apresentações Programação do curso Câmeras Objetivas

Leia mais

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br 8 c o i s a s que vocêê precisa saber para FOTOGRAFAR Ana Flor www.anaflor.fot.br Introdução Esta apostila não pretende ser um manual de como ser um ótimo fotógrafo ou como usar sua câmera. Aqui você encontrará

Leia mais

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes?

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? Escolha da Objectiva Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? As lentes, também conhecidas como objectivas, são a parte mais importante do seu

Leia mais

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida!

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida! Introdução e índice Eu sou a Claudia Regina (www.claudiaregina.com) e resolvi criar este pequeno Manual Básico de Fotografia para ajudar quem procura por bom conteúdo para iniciantes, em português. Aprender

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL Distância focal DISTÂNCIA FOCAL: Unidade de medida relativa à distância existente entre o centro óptico de uma lente e o plano de foco. A distância focal determina a relação de grandeza de um motivo e

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

Primeiras Informações

Primeiras Informações Primeiras Informações Para que um trabalho escolar fique com melhor qualidade é importante registrálo, não apenas para ser apresentado aos pais, mas principalmente como arquivo. Guardar o registro de trabalhos

Leia mais

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 EMBARGO: 12 de fevereiro de 2014, 04:00 (UCT) Este documento explica as novas tecnologias que não se encontram nos modelos

Leia mais

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ

Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ 1 1. Introdução Tutorial: Abrindo Vídeos e Medindo Comprimentos no ImageJ O ImageJ é um software livre (freeware) que pode ser obtido gratuitamente no site http://rsb.info.nih.gov/ij/. Esse software é

Leia mais

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 2 Guia para fotografar com pouca luz Versão 1 Texto e fotografias de Christian Camilo T 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 3 Índice FOTOGRAFANDO EM AMBIENTES

Leia mais

Manual Do Usuário ( v1.2 ) Dji Phantom 3 Professional

Manual Do Usuário ( v1.2 ) Dji Phantom 3 Professional Manual Do Usuário ( v1.2 ) Dji Phantom 3 Professional Preparando a Aeronave Removendo a trava do gimbal Remova a trava do gimbal deslizando ela para a direita ( olhando a aeronave de frente ), como mostra

Leia mais

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica 3. Uso de diagonais 4. Regra dos terços 5. O Ponto Dourado Composição fotográfica 15 dicas para ter imagens com harmonia e proporção. Este tutorial vai ajudá-lo a usar melhor uma câmera fotográfica, compacta

Leia mais

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO:

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO: Esse anexo é um complemento do material didático exclusivo do Curso de Fotografia Digital - A fotografia sob uma nova óptica e função, com Célio Ricardo, constituindo uma parte que completa o total de

Leia mais

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br Prefácio à publicação de 2013 Publiquei este manual pela primeira vez em março de 2009, quando o blog Dicas de Fotografia estava

Leia mais

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado.

O computador organiza os programas, documentos, músicas, fotos, imagens em Pastas com nomes, tudo separado. 1 Área de trabalho O Windows XP é um software da Microsoft (programa principal que faz o Computador funcionar), classificado como Sistema Operacional. Abra o Bloco de Notas para digitar e participar da

Leia mais

Precaução com a Câmera

Precaução com a Câmera Menu Precauções... 1 Especificação Técnica... 2 Descrição da câmera... Descrição da Montagem da Câmera... 5 Instalação da bateria... 7 Função Ligar e Desligar... 8 Seqüência de vídeos... 8 Menu de configurações...

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento A câmera fotográfica 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento Definição Câmera fotográfica é uma câmara escura projetada segundo características específicas (quanto a ótica, mecânica

Leia mais

Sumário Introdução à câmera 2 Visão geral, recursos do produto 17 Como aproveitar ainda mais a sua câmera 19

Sumário Introdução à câmera 2 Visão geral, recursos do produto 17 Como aproveitar ainda mais a sua câmera 19 Sumário Introdução à câmera 2 Como colocar e carregar a bateria 2 Como usar um cartão MICROSD/SDHC (acessório) 5 Como ligar a câmera 6 Como configurar idioma, data e hora 7 Como fotografar ou gravar um

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza Câm ara Escura Tipos de Câmeras A Câmera Básica Componentes comuns em todas as câmeras Visor Objetiva Plano do filme Diafragma Obturador Mecanismos de foco

Leia mais

Guia de referência rápida

Guia de referência rápida PowerLite Pro G6750WU/G6800/G6900WU Guia de referência rápida Este Guia de referência rápida traz instruções rápidas para conexão do seu projetor PowerLite e uso de funções comuns. Para detalhes, consulte

Leia mais

GardenWatchCam. Assista seu jardim crescer!

GardenWatchCam. Assista seu jardim crescer! GardenWatchCam Assista seu jardim crescer! A Brinno GardenWatchCam tem um ótimo custo benefício, pequena, resistente a todas as estações e a prova d água, pilhas com capacidade suficiente para capturar

Leia mais

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART M417 http://pt.yourpdfguides.com/dref/918975

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART M417 http://pt.yourpdfguides.com/dref/918975 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP PHOTOSMART M417. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO

O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO O MELHOR É O PRÓXIMO PASSO Agarre cada oportunidade you can 2 Começa a nossa viagem Hora de surfar! Vamos à escola de surf A vantagem da DSLR Mude de objetiva, mude de perspetiva Objetivas intermutáveis

Leia mais

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Cópia. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Cópia Este capítulo inclui: Cópia básica na página 3-2 Ajustando as opções de cópia na página 3-4 Configuração básica na página 3-5 Ajustes de imagem na página 3-9 Ajustes de posicionamento de imagem na

Leia mais

GUIA DE INICIAÇÃO RÁPIDA

GUIA DE INICIAÇÃO RÁPIDA GUIA DE INICIAÇÃO RÁPIDA 1. REMOVA A TAMPA TRASEIRA 2. INSERIR O CARTÕES SIM EO CARTÃO DE MEMÓRIA 3. INSIRA A BATERIA 4. CARREGUE A BATERIA POR 8 HORAS ANTES DE LIGAR 5. LIGUE O TELEFONE E AGUARDE A CONFIGURAÇÃO

Leia mais

400W. Guia de instalação. Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor. Controle remoto e pilhas Cabo de computador

400W. Guia de instalação. Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor. Controle remoto e pilhas Cabo de computador PowerLite 400W Guia de instalação Por favor, leia esta guia antes de utilizar o produto. 1 Desembale o projetor O seu projetor vem acompanhado destes itens: Projetor e tampa da lente Cabo de eletricidade

Leia mais

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas

Barra de ferramentas padrão. Barra de formatação. Barra de desenho Painel de Tarefas Microsoft Power Point 2003 No Microsoft PowerPoint 2003, você cria sua apresentação usando apenas um arquivo, ele contém tudo o que você precisa uma estrutura para sua apresentação, os slides, o material

Leia mais

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia Objetivos Conhecer a fotografia Reconhecer tipos de câmeras Aprender técnicas Conhecer assessórios

Leia mais

JVC CAM Control (para Windows) Guia do Usuário

JVC CAM Control (para Windows) Guia do Usuário JVC CAM Control (para Windows) Guia do Usuário Português Este é o manual de instruções para o software (para Windows) para Live Streaming Câmera GV-LS2/GV-LS1 feito pela Corporação JVC KENWOOD. O sistema

Leia mais

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK

APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK APOSTILA BÁSICA COMO UTILIZAR A LOUSA DIGITAL E O SOFTWARE SMART NOTEBOOK 1 SÚMARIO ASSUNTO PÁGINA Componentes da Lousa... 03 Função Básica... 04 Função Bandeja de Canetas... 05 Calibrando a Lousa... 06

Leia mais

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados!

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! Sua Câmera fotográfica Digital Mód03Bas_Cs00B01 www.fotomboe.com São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! 2014 Vivaldo Armelin Júnior www.fotomboe.com Lembretes A Proposta do curso Chegamos ao

Leia mais

PO INSTRUÇÕES 2758(CS1484)_PO 73 04.4.28, 2:06 PM

PO INSTRUÇÕES 2758(CS1484)_PO 73 04.4.28, 2:06 PM PO INSTRUÇÕES 73 ADVERTÊNCIA ÍNDICE 74 75 Leia este manual cuidadosamente antes de usar a sua câmera. Indica circunstâncias em que o manuseio errado resultante do desconhecimento deste símbolo poderá causar

Leia mais

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos stacking focus a técnica de empilhamento de foco Um outro modo de ver o mundo através da macrofotografia texto e fotos Tacio Philip Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos & Imagens,

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Objetivas É uma lente óptica ou conjunto de lentes usada em conjunto com um corpo de câmera e um mecanismo para reproduzir

Leia mais

Guia de referência rápida

Guia de referência rápida PowerLite Pro Z9870UNL/Z10000UNL/ Z10005UNL Guia de referência rápida Este Guia de referência rápida traz instruções rápidas para conexão do seu projetor PowerLite e uso de funções comuns. Para detalhes,

Leia mais

JUMPER II MANUAL DO UTILIZADOR

JUMPER II MANUAL DO UTILIZADOR JUMPER II MANUAL DO UTILIZADOR 1 PRIMEIROS PASSOS Vista geral e peças funcionais 1. Comutador principal/botão disparador 2. LED de estado 3. Alta voz 4. Porta USB 5. Objetiva 6. Ranhura do cartão de memória

Leia mais

Afotografia de casamento é uma. O equipamento certo para

Afotografia de casamento é uma. O equipamento certo para Técnica&Prática Fotografia Social O equipamento certo para clicar casamentos Do cartão de memória à câmera: saiba em quais objetivas investir, o tipo de luz ideal e o que não pode ficar de fora da bolsa

Leia mais

Fechadura Segura e Inteligente para portas a prova de arrombamento

Fechadura Segura e Inteligente para portas a prova de arrombamento Fechadura Segura e Inteligente para portas a prova de arrombamento Instruções APROVADO PELA ISO 9001:2000 Bem vindo ao uso Obrigado por escolher o Sistema Inteligente de segurança no reconhecimento da

Leia mais

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários

Energia conservada em uma mola. Introdução. Materiais Necessários Intro 01 Introdução A energia é algo intangível e, portanto, as medidas de energia envolvem, necessariamente, processos de medidas indiretas. Em outras palavras, para medir energia, medimos outras grandezas

Leia mais

COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET

COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET COMO REDUZIR O CUSTO NA COMUNICAÇÃO USANDO A INTERNET Ao mesmo tempo em que hoje se tornou mais fácil falar a longa distância, pela multiplicidade de opções e operadoras de telefonia, também surgem as

Leia mais

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33 CAPÍTULO UM 1 Usando o flash como profissional, parte 2 Começando exatamente de onde o último livro parou Nove coisas que você gostaria de ter aprendido... 2...antes de ler este livro! 3 Foram apenas seis.

Leia mais

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA

ROBERTO OLIVEIRA CUNHA LEIAME APRESENTAÇÃO Nenhuma informação do TUTORIAL DO MICRO- SOFT OFFICE WORD 2003 poderá ser copiada, movida ou modificada sem autorização prévia e escrita do Programador Roberto Oliveira Cunha. Programador:

Leia mais

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br

R O B Ó T I C A. Sensor Smart. Ultrassom. Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13. www.robouno.com.br R O B Ó T I C A Sensor Smart Ultrassom Versão Hardware: 1.0 Versão Firmware: 1.0 REVISÃO 1211.13 Sensor Smart Ultrassom 1. Introdução Os sensores de ultrassom ou ultrassônicos são sensores que detectam

Leia mais

IRISPen Air 7. Guia Rápido. (Windows & Mac OS X)

IRISPen Air 7. Guia Rápido. (Windows & Mac OS X) IRISPen Air 7 Guia Rápido (Windows & Mac OS X) Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen Air TM 7. Leia este guia antes de utilizar o scanner e o respectivo software.todas as informações

Leia mais

1 Desembale o projetor

1 Desembale o projetor PowerLite S6+/78/W6+ Guia de instalação Antes de usar o projetor, leia estas instruções e as instruções de segurança no Manual do usuário incluído no CD. 1 Desembale o projetor O seu projetor vem acompanhado

Leia mais

A precisão que você precisa.

A precisão que você precisa. A precisão que você precisa. -30 Agronave 30 O Agronave 30 é um moderno sistema de navegação agrícola para auxiliar o produtor rural nos diversos processos de aplicação, plantio e colheita. Leia com cuidado

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android

Guia do Usuário. Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android Guia do Usuário Avigilon Control Center Móvel Versão 2.0 para Android 2011-2015 Avigilon Corporation. Todos os direitos reservados. AVIGILON é marca comercial registrada e/ou não registrada da Avigilon

Leia mais

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo)

APOSTILA DE EXEMPLO. (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) APOSTILA DE EXEMPLO (Esta é só uma reprodução parcial do conteúdo) 1 Índice Aula 1 - Área de trabalho e personalizando o sistema... 3 A área de trabalho... 3 Partes da área de trabalho.... 4 O Menu Iniciar:...

Leia mais

SD21 Manual de Consulta Rápida VÍDEO:

SD21 Manual de Consulta Rápida VÍDEO: SD21 Manual de Consulta Rápida Vídeo Fotografia Configurações Gerais VÍDEO: Exe No modo vídeo é possível escolher entre gravar vídeo ou apenas gravar áudio, audio only. O arquivo de vídeo tem a extensão.mov

Leia mais

5 Botão de seta para a direita. Salvar definições. 7 Botão de seta para esquerda. 8 Botão Voltar Retornar à tela anterior.

5 Botão de seta para a direita. Salvar definições. 7 Botão de seta para esquerda. 8 Botão Voltar Retornar à tela anterior. Referência rápida Aprender sobre a impressora usando o painel de controle 3 9 8 7 6 5 4 Utilize Para Botão Menus Abrir os menus. Esses menus só ficam disponíveis quando a impressora está no estado Pronto.

Leia mais

GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES

GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES GUIA ABSOLUTAMENTE COMPLETO PARA FOTÓGRAFOS INICIANTES Por Jônatas Caldas ÍNDICE DE ASSUNTOS > Introdução > > > Tipos de Câmeras Tipos de Lentes Confusão Semiprofissional e Superzoom > Conclusão UMA PRODUÇÃO

Leia mais

Guia para Escolha de Fotos no PSG Request

Guia para Escolha de Fotos no PSG Request Gui apar aescol hadefot os com opsg Request Manualdousuár i ofi nal DLL System Guia para Escolha de Fotos no PSG Request Como escolher as fotos do CD ou DVD que você recebeu de seu Fotógrafo Suporte Técnico

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico

Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT. Power Point. Básico Universidade Federal de Santa Maria UFSM Centro de Tecnologia CT Power Point Básico Santa Maria, julho de 2006 O Power Point é um aplicativo do Microsoft Office direcionado à criação de apresentações.

Leia mais

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo.

Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. Bem-vindo! Prazer em conhecê-lo. A nova ferramenta para a confecção de livros do Blurb, o BookWright, foi projetado para ser o mais intuitivo possível, mas duas cabeças não pensam da mesma forma. E todos

Leia mais

Foco e profundidade de campo

Foco e profundidade de campo Foco e profundidade de campo Foco Quando tiramos uma foto queremos que nosso destaque, no geral, esteja nítido e visível. O foco pode ser manual ou automático. Manualmente você gira o anel da sua lente.

Leia mais

Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS

Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS Tecnologias PowerShot G16, PowerShot S120, PowerShot SX170 IS, PowerShot SX510 HS EMBARGO: 22 Agosto 2013, 06:00 (CEST) Câmara mais fina do mundo 1 com uma objetiva grande angular de 24mm com abertura

Leia mais

10 Grandes Dicas de Fotografia

10 Grandes Dicas de Fotografia É fácil imprimir suas fotos. KODAK EASYSHARE Gallery*: A maneira mais fácil de imprimir suas fotos. Basta transferir suas fotos para o site www.kodakgallery.com, fazer seu pedido e, em poucos dias, suas

Leia mais

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06

MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 MICROSOFT EXCEL - AULA NÚMERO 06 IMPRIMINDO PLANILHAS E GRÁFICOS Até este ponto, você viu como introduzir dados e criar formulas, formatar texto e criar gráficos. Agora você vai apresentar os dados ou

Leia mais

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu

Uruaçu - 2009. Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Professoras Formadoras do NTE Uruaçu Uruaçu - 2009 Núcleo de Tecnologia Educacional de Uruaçu Rua Maranhão Quadra 02 Lote 01 Bairro JK Uruaçu Goiás Telefone: (62)3357-4237 - Fax : 3357-4217 E-mail nteuruacu@hotmail.com

Leia mais

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART R818 http://pt.yourpdfguides.com/dref/919751

Seu manual do usuário HP PHOTOSMART R818 http://pt.yourpdfguides.com/dref/919751 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para HP PHOTOSMART R818. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a no manual

Leia mais

Help Desk 0800 777 0333

Help Desk 0800 777 0333 Guia do Usuário Equipamento Tipo IV - Samsung SCX-5637FR 1 Este guia se destina a vocês, usuários das impressoras que fazem parte do contrato da CTIS. Ele tem por objetivo auxiliar na obtenção da melhor

Leia mais

Câmera Sport HD. Manual do Usuário

Câmera Sport HD. Manual do Usuário Câmera Sport HD Manual do Usuário Você acaba de adquirir um produto Leadership, testado e aprovado por diversos consumidores em todo Brasil. Neste manual estão contidas todas as informações necessárias

Leia mais

Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share. Manual do Usuário

Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share. Manual do Usuário Câmera digital HP Photosmart M407 com HP Instant Share Manual do Usuário Avisos legais Copyright 2004 Hewlett-Packard Development Company, L.P. As informações aqui contidas estão sujeitas a alterações

Leia mais

Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões

Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões Language Teacher Eletrônico Portátil, Sistema Completo de Tradução de Texto, Dicionário Falante, Tradutor e Áudio-livro de expressões GUIA DE INÍCIO RÁPIDO Partner, itravl, jetbook, LingvoSoft, Language

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Histórico da Fotografia A fotografia surgiu do desejo do homem retratar o mundo a sua volta. Desde os primórdios, com a

Leia mais

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3

ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3. A série... 3 WORD 2007 E 2010 ÍNDICE ÍNDICE... 2 INTRODUÇÃO... 3 A série... 3 01 CAPTURAS DE TELA WORD 2010... 3 02 IMAGENS 2007/2010... 5 03 NOTAS DE RODAPÉ... 13 04 NUMERAÇÃO DE PÁGINAS... 15 05 CONTAR PALAVRAS...

Leia mais

A câmera As lentes A exposição

A câmera As lentes A exposição A câmera As lentes A exposição 1 Corpo da câmera: a caixa sem as objetivas e os demais acessórios. Objetiva: as lentes intercambiáveis. Diafragma: dispositivo que controla a quantidade de luz que passa

Leia mais

Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter

Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter Z13 Color Jetprinter Z23 Color Jetprinter Z33 Color Jetprinter Da instalação até a impressão Da instalação até a impressão para Windows 98, Windows Me, Windows 2000, Mac OS 8.6 à 9.1 e Mac OS X Abril 2001

Leia mais

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado...

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado... Guia Técnico Apresentação Este Guia Técnico detalha as principais técnicas usadas para criar duas das fotografias tecnicamente mais avançadas da brochura D800/D800E. Aproveite esta oportunidade para admirar

Leia mais

GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5

GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5 1 GUIA RÁPIDO SMARTPHONE HIPHONE 5 2 GUIA RÁPIDO CELULAR HIPhone 5 ÍNDICE 1-Abrindo seu celular Pag. 2 2-Configurar o telefone Pags. 2 e 3 1. Acessando o menu 2. Data e hora local (fundamental para funcionar

Leia mais

Fotografia: conceitos e técnicas

Fotografia: conceitos e técnicas ca leo Carlos Leonardo S Mendes wwwcaleocombr caleo Carlos Leonardo dos S Mendes Fotografia: conceitos e técnicas Exposição Setembro de 2008 Versão 10 Nota: os textos ou fotos contidos neste material não

Leia mais

Comece aqui. Interação com o BrightLink

Comece aqui. Interação com o BrightLink Interação com o BrightLink As canetas interativas BrightLink transformam qualquer parede ou mesa em uma área interativa, com ou sem um Com um computador, você pode usar o Easy Interactive Tools (duas canetas).

Leia mais

Banner Flutuante. Dreamweaver

Banner Flutuante. Dreamweaver Banner Flutuante Dreamweaver Começamos com um arquivo em branco no Dreamweaver MX. Para que o banner apareça sobre a página, precisamos inserir uma camada a mais no arquivo HTML. Selecione o menu Inserir

Leia mais

Lentes Canon EFS. Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM. Manual de Instruções

Lentes Canon EFS. Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM. Manual de Instruções Lentes Canon EFS Modelo: EF-S60mm f/2.8 MACRO USM Manual de Instruções Obrigado por adquirir as lentes USM da Canon. As lentes EF-S60mm/2.8 MACRO USM da Canon são lentes macro que podem ser utilizadas

Leia mais

Vinte dicas para o Word 2007

Vinte dicas para o Word 2007 Vinte dicas para o Word 2007 Introdução O Microsoft Word é um dos editores de textos mais utilizados do mundo. Trata-se de uma ferramenta repleta de recursos e funcionalidades, o que a torna apta à elaboração

Leia mais

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4

Sumário. 1. Instalando a Chave de Proteção 3. 2. Novas características da versão 1.3.8 3. 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 1 Sumário 1. Instalando a Chave de Proteção 3 2. Novas características da versão 1.3.8 3 3. Instalando o PhotoFacil Álbum 4 4. Executando o PhotoFacil Álbum 9 3.1. Verificação da Chave 9 3.1.1. Erro 0001-7

Leia mais

Brasil. Características da VideoCAM GF112. Instalação da VideoCAM GF112

Brasil. Características da VideoCAM GF112. Instalação da VideoCAM GF112 Características da VideoCAM GF112 Botão SnapShot 1 (INSTANTÂNEO) 2 Lente 3 Base ajustável Instalação da VideoCAM GF112 1. Instale primeiro o driver e somente então conecte a VideoCAM GF112 à porta USB.

Leia mais

Adquirindo prática para manipular o Mouse e o Teclado

Adquirindo prática para manipular o Mouse e o Teclado Capítulo 2 Adquirindo prática para manipular o Mouse e o Teclado 2.1 Adquirindo prática para manipular o Mouse e o Teclado Não há como manipular o computador sem ter noções de como lidar com o Mouse o

Leia mais

Apostila de Word 2013

Apostila de Word 2013 Iniciando o word 2013...01 Regras Básicas para digitação de um texto...02 Salvando um arquivo com senha...02 Salvando um arquivo nas nuvens (OneDrive).... 02 Verificando a ortografia e a gramática do texto...

Leia mais

O computador. Sistema Operacional

O computador. Sistema Operacional O computador O computador é uma máquina desenvolvida para facilitar a vida do ser humano, principalmente nos trabalhos do dia-a-dia. É composto basicamente por duas partes o hardware e o software. Uma

Leia mais

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita.

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita. FOTOGRAFIA LUZ A luz é o elemento primordial de uma imagem. Para ter controle na entrada de luz na câmera, o fotógrafo controla o ISO, a velocidade da cortina e o diafragma da lente. Esses três elementos

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO Modem 4G

GUIA DE INSTALAÇÃO Modem 4G GUIA DE INSTALAÇÃO Modem 4G INSTALANDO O MODEM 4G SKY 1 Coloque o modem em uma superfície plana. 2 Conecte o cabo do alimentador de energia ao modem. WPS RESET SIM 3 Ligue a fonte de alimentação de energia

Leia mais

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010 Marcus Ramos UNIVASF Engenheiro elétrico (USP/82); Mestre em Sistemas Digitais (USP/91); Professor do curso de Engenharia de Computação da UNIVASF em Juazeiro-BA

Leia mais

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas.

FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO. Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. FILMADORA SPORT MANUAL DO USUÁRIO Todas as Imagens deste manual são meramente ilustrativas. www.orangeexperience.com.br FILMADORA SPORT ÍNDICE Acessórios Encaixe dos Suportes Requisitos do Sistema O

Leia mais

Guia de instalação. Cabo de eletricidade. Guia do alimentador traseiro

Guia de instalação. Cabo de eletricidade. Guia do alimentador traseiro EPSON Stylus Pro 3880 Guia de instalação Por favor, leia as instruções antes de utilizar o produto. Desembale a impressora 1 Certifique-se de que tem todos estes itens: Impressora Cabo de eletricidade

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft PowerPoint 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Encontre o que você precisa Clique

Leia mais

Como fazer benchmark do computador

Como fazer benchmark do computador O que é o Índice de Experiência do Windows? O Índice de Experiência do Windows é uma medição que informa como o seu PC funciona com o Windows e usa uma pontuação básica para classificar a experiência que

Leia mais

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH

GUIA DO PROFESSOR ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH ATIVIDADES MATEMÁTICAS COM O SCRATCH Conteúdos: Geometria, espaço e forma, grandezas e medidas. Tempo: 2 aulas de 50 minutos. Objetivos: Desenvolver a análise de espaço e forma dentro de ambientes simulados,

Leia mais

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem

Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600. Manual de Montagem Máquina de Costura Industrial Reta ZJ-9600 Manual de Montagem ÍNDICE . Instalação do Reservatório de Óleo Primeiramente fixe as duas borrachas diretamente na mesa usando os pregos, conforme a figura. Em

Leia mais

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados.

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados. MANUAL GDS TOUCH Versão: 1.0 Direitos reservados. GDS TOUCH PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touch-screen de controle residencial, com design totalmente

Leia mais

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual

Passo 3: Posicionando a Câmera na Prova Didática Teórica ou na Prova de Defesa da Produção Intelectual Este manual descreve um procedimento para o registro de Concursos Públicos por meio de áudio e vídeo utilizando-se recursos tecnológicos básicos i. A gravação segue o disposto na Resolução 020/09 da UFSM

Leia mais

1. Usar o scanner IRISCard

1. Usar o scanner IRISCard O Guia Rápido do Usuário ajuda você a instalar e começar a usar scanners IRISCard Anywhere 5 e IRISCard Corporate 5. Os softwares fornecidos com esses scanners são: - Cardiris Pro 5 e Cardiris Corporate

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2

Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 Programa de Edição de Textos- Profª Érica Barcelos CAPÍTULO 2 2. MANIPULAÇÃO DE DOCUMENTOS Os processadores de textos possibilitam a criação e a manipulação de diversos modelos de documentos. Com eles

Leia mais