SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL"

Transcrição

1 SUMÁRIO PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL CAPÍTULO 1 Do Direito Comercial ao Direito Empresarial 3 1. Origem do Direito Comercial Teoria dos atos de comércio (sistema francês) Direito Comercial no Brasil Teoria da empresa (sistema italiano) Autonomia do Direito Empresarial O Direito de Empresa no Código Civil brasileiro de Considerações finais... 8 CAPÍTULO 2 Considerações sobre a natureza jurídica do empresário individual Introdução Os sujeitos de direito da atividade empresarial O empresário individual A sociedade unipessoal de responsabilidade limitada Considerações finais CAPÍTULO 3 Categorias especiais de empresários Introdução O contrato de representação comercial autônoma O contrato de agência no Código Civil de Agência e representação comercial Considerações finais PARTE II DIREITO SOCIETÁRIO CAPÍTULO 4 Notas sobre as novas regras da sociedade limitada Introdução vii 00 abertura Jean Carlos Direito vii vii 24/10/ :10:38

2 2. Breves considerações históricas Sociedade de pessoas ou de capital Definição de sociedade limitada Características principais Ato constitutivo Nome da sociedade Capital social Administração Do Conselho Fiscal Regência supletiva pelas regras da sociedade simples ou da sociedade anônima Das deliberações sociais Assembléias e reuniões de quotistas Quora deliberativos A proteção dos sócios minoritários no novo regime da sociedade limitada A responsabilidade dos sócios e administradores Responsabilidade limitada. Linhas gerais. Exceções Responsabilidades dos sócios no Código Civil Regras aplicáveis à sociedade simples incompatíveis com o regime da sociedade limitada A responsabilidade dos administradores Efeitos reflexos do novo regime das sociedades limitadas no âmbito das microempresas e empresas de pequeno porte Dissolução, liquidação e extinção da sociedade limitada CAPÍTULO 5 A sociedade anônima de capital fechado pode ser dissolvida parcialmente por ruptura da affectio societatis? Introdução A presença da affectio societatis na constituição das companhias As posições antagônicas nos julgados pátrios quanto à dissolução parcial das companhias fechadas por ruptura da affectio societatis Concepção que considera a dissolução parcial por ruptura da affectio societatis compatível com as sociedades anônimas de capital fechado. Acórdão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo viii 00 abertura Jean Carlos Direito viii viii 24/10/ :10:39

3 3.1.1 Fundamentos básicos da decisão Sociedade anônima de capital fechado Ruptura da affectio societatis Liberdade de associação Concepção contrária à dissolução parcial das companhias fechadas por ruptura da affectio societatis Instituto próprio das atividades econômicas organizadas sob a forma de sociedade de pessoas Impossibilidade jurídica do pedido. Retirada do acionista restrita às hipóteses de direito de recesso preconizadas pela Lei n / Considerações finais CAPÍTULO 6 Apontamentos sobre o acordo de quotistas no Código Civil de Introdução O acordo de quotistas no Código Civil de O conteúdo do acordo de quotistas Considerações finais CAPÍTULO 7 A sociedade simples no Direito brasileiro Introdução O campo de abrangência da sociedade simples Considerações finais PARTE III TÍTULOS DE CRÉDITO CAPÍTULO 8 Os princípios dos títulos de crédito diante do Código Civil de Introdução Natureza da obrigação cartular: uma análise das teorias da emissão e da criação Cartularidade, literalidade e autonomia: características, requisitos, elementos, atributos ou princípios dos títulos de crédito? ix 00 abertura Jean Carlos Direito ix ix 24/10/ :10:40

4 4. Os princípios aplicáveis aos títulos de crédito Da tipicidade dos títulos de crédito Notas sobre os títulos de crédito no Código Civil de Considerações finais CAPÍTULO 9 A controvérsia envolvendo o boleto bancário Introdução Da sistemática do boleto bancário Da impossibilidade de protesto do boleto bancário Da emissão da triplicata Considerações finais CAPÍTULO 10 Notas sobre o abuso de direito no protesto e boleto bancário Introdução Da ilegalidade do protesto de boleto bancário. O posicionamento do Superior Tribunal de Justiça Implicações penais resultantes do protesto de boleto bancário Implicações civis decorrentes dos danos sobrevindos da lavratura do protesto de boleto bancário Considerações finais PARTE IV RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA CAPÍTULO 11 A influência da economia no direito recuperacional Introdução A influência da economia no sistema recuperacional de empresas Pontos essenciais da nova ordem jurídica recuperacional Considerações finais x 00 abertura Jean Carlos Direito x x 24/10/ :10:40

5 CAPÍTULO 12 O trespasse do estabelecimento empresarial e os efeitos da homologação do plano de recuperação extrajudicial de empresas Introdução Do estabelecimento empresarial no Código Civil de O trespasse do estabelecimento empresarial e as repercussões na recuperação extrajudicial de empresas A adoção da recuperação extrajudicial pelo Direito brasileiro Os atos praticados em sede de recuperação extrajudicial: uma análise no plano da eficácia O principal efeito da homologação do plano de recuperação extrajudicial A contextualização pragmática do tema Considerações finais REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS xi 00 abertura Jean Carlos Direito xi xi 24/10/ :10:40

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 15

Sumário. Coleção Sinopses para Concursos Guia de leitura da Coleção... 15 Coleção Sinopses para Concursos... 13 Guia de leitura da Coleção... 15 Capítulo 1 Introdução do Direito Empresarial... 19 1. Breve histórico do Direito Empresarial... 19 2. A Empresa... 23 3. O Empresário...

Leia mais

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15

Sumário COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 COLEÇÃO SINOPSES PARA CONCURSOS... 13 GUIA DE LEITURA DA COLEÇÃO... 15 Capítulo 1 INTRODUÇÃO DO DIREITO EMPRESARIAL... 19 1. Breve histórico do Direito Empresarial... 19 2. A Empresa... 23 3. O Empresário...

Leia mais

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS:

PLANO DE CURSO : DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: PLANO DE CURSO DISCIPLINA: DIREITO SOCIETÁRIO (CÓD. ENEX 60131) ETAPA: 6ª TOTAL DE ENCONTROS: 15 SEMANAS Semana Conteúdos/ Matéria Categorias/ Questões Tipo de aula Habilidades e Competências Textos, filmes

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa

Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa SUMÁRIO Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa... 17 1. Origens do Direito Empresarial.... 17 2. Autonomia do Direito Empresarial... 20 3. Fontes do Direito Empresarial... 21 4. Do Direito de Empresa...

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa

Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa 0 Programa Analítico de Disciplina DIR139 Direito de Empresa Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 15 Carga

Leia mais

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE

PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE PARTE GERAL CONTRATO DE SOCIEDADE 1 CONTRATO DE SOCIEDADE 1 Elementos contratuais 2 Sociedades simples e empresárias 3 Sociedades não personificadas 4 Sociedade em comum 4.1 Patrimônio social e responsabilidade

Leia mais

Sumário. 6. Fontes do direito empresarial 6.1. O Projeto de Lei 1.572/2011 (novo Código Comercial) 6.2. O novo CPC e o direito empresarial 7.

Sumário. 6. Fontes do direito empresarial 6.1. O Projeto de Lei 1.572/2011 (novo Código Comercial) 6.2. O novo CPC e o direito empresarial 7. Sumário 1. Origens do direito comercial 2. Da definição do regime jurídico dos atos de comércio 2.1. Definição e descrição dos atos de comércio e sua justificação histórica 2.2. Os atos de comércio na

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL 1. A recuperação extrajudicial é uma modalidade prevista na Lei Nº 11.101/2005, e pode ser adotada pelo empresário em dificuldade e com

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR322 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal

Programa Analítico de Disciplina DIR322 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal Catálogo de Graduação 06 da UFV 0 Programa Analítico de Disciplina DIR3 Direito Empresarial: Direito Cambiário e Concursal Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de

Leia mais

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL

MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Benigno Cavalcante MANUAL DE DIREITO EMPRESARIAL Sumário Apresentação... 17 Abreviatura... 21 CAPÍTULO I HISTÓRIA DO DIREITO COMERCIAL 1. O Surgimento do Direito Comercial... 25 1.2. Evolução do Direito

Leia mais

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19

ÍNDICE. Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 ÍNDICE Parte 1 Direito Material Empresarial, 19 Capítulo 1 Teoria Geral do Direito de Empresa, 21 1. Origens do Direito Empresarial, 21 2. Autonomia do Direito Empresarial, 24 3. Fontes do Direito Empresarial,

Leia mais

1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente:

1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente: DIREITO EMPRESARIAL 1. Na ação de dissolução de sociedade limitada de apenas dois sócios, proposta pelo sócio dissidente: A) O juiz dissolve a sociedade, se acolher o pedido; B) Mesmo se acolhido o pedido,

Leia mais

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO

Associação Jataiense de Educação Faculdade de Administração PLANO DE ENSINO EMENTA Direito Comercial; Definição de Direito Comercial; Atos de comércio e a teoria da empresa; Direito de Empresa; Nome Empresarial; Estabelecimento Empresarial; Sociedades Empresariais Dos Vários tipos

Leia mais

Direito Societário III. Prof. Henrique Subi

Direito Societário III. Prof. Henrique Subi Direito Societário III Prof. Henrique Subi 1 7.3. Sociedade limitada a) Responsabilidade dos sócios: é limitada à integralização do capital social b) Normas supletivas: no silêncio do contrato, serão as

Leia mais

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3

STJ Ol!dl!G dp IBnUBW. {'BpBSdldw3. 010Vd oys. S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 S10Z - 'V'S SVllV VCIOlIG3 010Vd oys {'BpBSdldw3 Ol!dl!G dp IBnUBW " I STJ00101622 2005 by Editora Atlas S.A. 1. ed. 2005; 2. ed. 2006; 3. ed. 2008;4. ed. 2009; 5. ed. 2010; 6. ed. 2012; 7. ed. 2013; 8.

Leia mais

Capítulo II REGRAS GERAIS DO DIREITO DE EMPRESA NO CÓDIGO CIVIL DE 2002

Capítulo II REGRAS GERAIS DO DIREITO DE EMPRESA NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Sumário Capítulo I EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO COMERCIAL 1. Origens do direito comercial 2. Da definição do regime jurídico dos atos de comércio 2.1. Definição e descrição dos atos de comércio e sua

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. ESPÉCIES DE EMPRESÁRIO 2. SOCIEDADES EMPRESÁRIAS TIPOS SOCIETÁRIOS Sociedade em Comum Sociedade em Conta

Leia mais

DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS

DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS DISSOLUÇÃO DAS SOCIEDADES CONTRATUAIS 1 DISSOLUÇÃO TOTAL OU PARCIAL DISSOLUÇÃO JUDICIAL OU EXTRAJUDICIAL RESULTADO DA DISSOLUÇÃO = LIQUIDAÇÃO E APURAÇÃO DE HAVERES 2 DISSOLUÇÃO (art. 1.033 do CCiv) ato

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL

DIREITO EMPRESARIAL DIREITO EMPRESARIAL A SOCIEDADE NO CÓDIGO CIVIL DE 2002 Art. 981. Celebram contrato de sociedade as pessoas que reciprocamente se obrigam a contribuir, com bens ou serviços, para o exercício de atividade econômica e a partilha,

Leia mais

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário

Programa Analítico de Disciplina DIR321 Direito Empresarial - Direto Societário 0 Programa Analítico de Disciplina Departamento de Direito - Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes Número de créditos: 3 Teóricas Práticas Total Duração em semanas: 5 Carga horária semanal 3 Períodos

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS DIREITO EMPRESARIAL QUESTÃO 1 - Sobre a disciplina do direito empresarial no Brasil: 1. O adquirente de um estabelecimento comercial jamais responderá pelo

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta

Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL Em uma sociedade limitada constituída em 1998, com contrato arquivado na junta comercial, Alfonso, titular de 55% do capital social, durante reunião de sócios sem

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira jrodrigo@portoweb.com.br 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão

Leia mais

1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica:

1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica: 1. Dentre as sociedades empresariais abaixo elencadas, aponte aquela que não possui personalidade jurídica: a) sociedade em nome coletivo b) sociedade em comandita simples c) sociedade de capital e indústria

Leia mais

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES

I INTRODUÇÃO CAPÍTULO I A EVOLUÇÃO HISTÓRICA DAS SOCIEDADES FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DE LISBOA DIREITO COMERCIAL II (SOCIEDADES COMERCIAIS) ANO LETIVO 2015/2016, TURMA A Regência: Prof. Doutor António Menezes Cordeiro Colaboradores: Profs. Doutores

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25

Sumário. Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25 Sumário Capítulo 1 Parte Geral: Comércio e Empresa... 25 1.1. Introdução... 25 1.2. Conceito de direito empresarial... 28 1.3. Características distintivas do direito empresarial no âmbito do direito privado...

Leia mais

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição]

Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] Conteúdo Programático Contabilidade Geral Básica - CGB [2ª Edição] CAPÍTULO I. Introdução ao Curso de Contabilidade Introdução ao Curso de Contabilidade 1. Contabilidade. 2. Contabiliza.se o quê. 3. O

Leia mais

DIREITO COMERCIAL II

DIREITO COMERCIAL II DIREITO COMERCIAL II [DIREITO DAS SOCIEDADES COMERCIAIS] PROGRAMA TURMA NOITE 2016-2017 Regência: Prof. Doutor M. Januário da Costa Gomes I. INTRODUÇÃO 1. O Direito das Sociedades (DS) como objeto da disciplina.

Leia mais

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis

Curso Direito Empresarial Ciências Contábeis AULA 5 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 5.1. Desconsideração da personalidade jurídica da empresa Em algumas situações, o patrimônio

Leia mais

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira

As sociedades empresárias no Código Civil. José Rodrigo Dorneles Vieira As sociedades empresárias no Código Civil José Rodrigo Dorneles Vieira 1. A LEGISLAÇÃO EMPRESARIAL: ANÁLISE GERAL 2. CARACTERIZAÇÃO DO EMPRESÁRIO Conceito de empresário A questão do registro 3. ESPÉCIES

Leia mais

Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13

Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13 Plano 7 Justificação 9 Razão de ordem 11 Abreviaturas mais utilizadas 13 INTRODUÇÃO 17 1. Génese e evolução do Direito Comercial. 19 2. Caracterização do Direito Comercial. 25 2.1. Conceito e autonomia

Leia mais

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack

Direito Empresarial. Prof. Dr. Érico Hack Direito Empresarial Aula 6 Personalidade e direitos pessoa física e jurídica Prof. Dr. Érico Hack PUCPR Personalidade pessoas naturais Código Civil pessoa física sujeito de direitos e deveres Pessoas naturais

Leia mais

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1

Sumário. Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 Sumário Capítulo 1 - Introdução ao Direito Falimentar 1 1.1. Antecedentes... 1 LU. O princípio...2 1.1.2. Operacionalidade.. 3 1.1.3. Forma... 3 1.2. Justiça distributiva e procedimento concursal... 4

Leia mais

Sociedade Anônima DIREITO SOCIETÁRIO V. Características: Características: Responsabilidade dos sócios... Nome empresarial 13/11/2012

Sociedade Anônima DIREITO SOCIETÁRIO V. Características: Características: Responsabilidade dos sócios... Nome empresarial 13/11/2012 Sociedade Anônima Destinada aos grandes empreendimentos. Regida pela Lei de S/A, Lei 6.404/76 (LSA). Pessoa jurídica com objeto empresarial, de natureza capitalista, cuja responsabilidade dos sócios se

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL. Exame de Ordem Prova Prático-Profissional 1 PEÇA PROFISSIONAL

DIREITO EMPRESARIAL. Exame de Ordem Prova Prático-Profissional 1 PEÇA PROFISSIONAL DIREITO EMPRESARIAL PEÇA PROFISSIONAL João e Carlos são administradores da Snob Veículos Importados S.A., pessoa jurídica com capital social de R$ 1.500.000,00 e com domicílio na cidade de Goiânia GO.

Leia mais

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato

SECÇÃO III - Regime da sociedade antes do registo. Invalidade do contrato Legislação Comercial Ficha Técnica Código das Sociedades Comerciais TÍTULO I - Parte geral CAPÍTULO I - Âmbito de aplicação CAPÍTULO II - Personalidade e capacidade CAPÍTULO III - Contrato de sociedade

Leia mais

Licenciatura

Licenciatura Licenciatura 2015-2016 DIREITO COMERCIAL I e II PROFESSOR DOUTOR PEDRO PAES DE VASCONCELOS Primeira Parte Direito Comercial Geral. Sumário Summary I. O Direito Comercial. 1.O Comércio e o Direito Comercial.

Leia mais

Direito Empresarial Econômico

Direito Empresarial Econômico Direito Empresarial Econômico Os sistemas econômicos e o Direito empresarial A ordem econômica valorização do trabalho humano e na livre iniciativa assegurar a todos existência digna soberania nacional

Leia mais

TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei /2005)

TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei /2005) TABELA DE CORRESPONDÊNCIA 1 (Dec.-lei 7.661/1945 e Lei 11.101/2005) TÍTULO I DA CARACTERIZAÇÃO E DECLARAÇÃO DA FALÊNCIA Da caracterização da falência Art. 1.º... Art. 94 Art. 2.º... Art. 94 Art. 3.º...

Leia mais

Diante de tal fato, citados os sócios: Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel procuram o seu escritório para que possa tomar a medida judicial cabível.

Diante de tal fato, citados os sócios: Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel procuram o seu escritório para que possa tomar a medida judicial cabível. Peça Profissional Nádia, Valéria, Anna Clara e Gabriel, sócios da Disk Ltda., sociedade empresária, com sede em Suzano, cujo objeto é a produção e comercialização de cerâmica. A sociedade celebrou contrato

Leia mais

e consultas) e contencioso (civil e empresarial), por meio de estratégias necessariamente coordenadas por seus sócios.

e consultas) e contencioso (civil e empresarial), por meio de estratégias necessariamente coordenadas por seus sócios. APRESENTAÇÃO Fundado em 2015, o escritório de advocacia Fábio Azevedo & Bragança oferece a seus clientes atendimento de excelência e serviços personalizados de caráter consultivo (pareceres e consultas)

Leia mais

Curso Direito Empresarial Administração

Curso Direito Empresarial Administração AULA 4 Sociedades. Empresárias ou simples. Personificadas e não personificadas. Sociedades empresárias, espécies. 4.1. As sociedades empresárias A pessoa jurídica Sociedade empresária é um agrupamento

Leia mais

Tipos de Sociedades. Código Civil (Lei 10406/2002) prevê vários tipos. Os tipos mais relevantes. Sociedade Limitada (Ltda.) Sociedade Anônima (S.A.

Tipos de Sociedades. Código Civil (Lei 10406/2002) prevê vários tipos. Os tipos mais relevantes. Sociedade Limitada (Ltda.) Sociedade Anônima (S.A. INVESTIR NO BRASIL Os Modelos Societários no Sistema Jurídico Brasileiro e a sua Regulamentação 12 de Abril de 2012 Marco Ferreira Orlandi Sócio BOCCUZZI Advogados Tipos de Sociedades Código Civil (Lei

Leia mais

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba

FATEB Faculdade de Telêmaco Borba PROGRAMA DE DISCIPLINA Curso: DIREITO Ano: 2016 Período: 4º Disciplina: Direito Empresarial I- Sociedades Empresárias Aulas Teóricas: 36 Aulas Práticas: 0h Carga Horária: 36h Docente: EMENTA DA DISCIPLINA

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização

DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização DIREITO EMPRESARIAL II - CCJ0027 DIREITO EMPRESARIAL II (22/07/2014) Contextualização O Direito Societário, dentro do sistema jurídico brasileiro, está distribuído em duas etapas: a Teoria Geral do Direito

Leia mais

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS

CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS CURSO ONLINE APERFEIÇOAMENTO EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL DE EMPRESAS 1 1 2 AULA 7 - MEIOS DE RECUPERAÇÃO - ALIENAÇÃO DE UPI - GESTÃO DEMOCRÁTICA Parte 1 MEIOS DE RECUPERAÇÃO DA EMPRESA ALIENAÇÃO DE UPI GESTÃO

Leia mais

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES

A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES A SOCIEDADE SIMPLES E AS SOCIEDADES MENORES 1 TIPOS DE SOCIEDADES NO DIREITO BRASILEIRO SOCIEDADE EM COMUM não tem personalidade jurídica os sócios são ilimitadamente responsáveis SOCIEDADE SIMPLES atividades

Leia mais

DIREITO SOCIETÁRIO PARTE III: DA SOCIEDADE LIMITADA. Paula Freire 2012

DIREITO SOCIETÁRIO PARTE III: DA SOCIEDADE LIMITADA. Paula Freire 2012 DIREITO SOCIETÁRIO PARTE III: DA SOCIEDADE LIMITADA Paula Freire 2012 Sociedade por quotas de responsabilidade limitada e o Decreto 3.708/19 Antes da vigência do CC/2002 era regida pelo Decreto 3.708/19

Leia mais

PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL

PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL Sumário PARTE I TEORIA GERAL DO DIREITO EMPRESARIAL CAPÍTULO 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA DO DIREITO COMERCIAL 1 O comércio 2 Histórico do direito comercial 2.1 Sistema subjetivo 2.2 Sistema objetivo 2.2.1 Os

Leia mais

Sociedades por Ações

Sociedades por Ações Rua Gomes de Carvalho, 1329 8º andar 04547-005 São Paulo SP T +55 11 3043 4999 www.vbso.com.br Fevereiro de 2017 Prazo para Realização de AGOs e Reunião Anual de Sócios Tendo em vista a aproximação do

Leia mais

Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016.

Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016. Slide 1 EIRELI: Análise Legal e os Resultados Práticos Porto Alegre (RS), 20 de junho de 2016. Slide 2 Conteúdo Programático: - Análise Histórica da Introdução das EIRELI s no Direito Brasileiro; - Conceito

Leia mais

Focado na área de reorganização

Focado na área de reorganização DIREITO SOCIETÁRIO Introdução Focado na área de reorganização societária, planejamento sucessório, operações de cisão, fusão e incorporação e constituição de sociedades empresariais, Lima Junior, Domene

Leia mais

vamos agora estudar e classificar as empresas de acordo com o seu faturamento:

vamos agora estudar e classificar as empresas de acordo com o seu faturamento: Depois de estudar - a evolução do direito empresarial; - os conceitos de empregador, empresário e empresa; - O empresário e a sociedade empresária irregular (Diferente da Sociedade Simples); - A teoria

Leia mais

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21

Sumário. Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos Apresentação Introdução Aplicabilidade... 21 Sumário Proposta da Coleção Leis Especiais para Concursos... 15 Apresentação... 17 Introdução... 19 Aplicabilidade... 21 CAPÍTULO I Características e Natureza da Companhia ou Sociedade Anônima Características...

Leia mais

Setor de Tributário. Direito Tributário I

Setor de Tributário. Direito Tributário I Setor de Tributário Direito Tributário I conceito de tributo e suas espécies; hipóteses de incidência dos tributos; competência tributária; fontes do direito tributário; princípios constitucionais do direito

Leia mais

DISSOLUÇÃO PARCIAL DE SOCIEDADE ANÔNIMA

DISSOLUÇÃO PARCIAL DE SOCIEDADE ANÔNIMA MAíRA DE MELO VIEIRA Bacharel e Doutoranda pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP). Especialista (Master) em Direito dos Negócios pela Université d'aix-marseille II! (Aix-en-Provence,

Leia mais

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5

ÍNDICE. Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 ÍNDICE Nota Prévia à 4: edição 1 Nótu1a à 2: edição 3 Abreviaturas 5 TIPOS DE SOCIEDADES COMERCIAIS 1. Princípio da tipicidade 7 1.1. Sentido 7 1.2. Justificação 9 2. Caracterização geral dos tipos legais

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2.

1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-46 PERÍODO: 8 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 RECUPERAÇÃO

Leia mais

1 Classificação das sociedades

1 Classificação das sociedades 1 Classificação das sociedades Qto à forma de exploração do objeto Qto à personificação Qto ao regime de constituição Qto à forma de constituição Qto à nacionalidade Qto ao capital Qto à responsabilidade

Leia mais

O Regime da Sociedade Anônima Simplificada - SAS. Rodrigo R. Monteiro de Castro Walfrido Jorge Warde Jr.

O Regime da Sociedade Anônima Simplificada - SAS. Rodrigo R. Monteiro de Castro Walfrido Jorge Warde Jr. O Regime da Sociedade Anônima Simplificada - SAS Rodrigo R. Monteiro de Castro Walfrido Jorge Warde Jr. [Parte I] O RE-SAS E SEUS FUNDAMENTOS O que é o RE-SAS e quais as suas finalidades? O RE-SAS é uma

Leia mais

Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Exercícios - ESAF Direito Empresarial Exercício Giovani Magalhães 2012 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. AEP FISCAL: DIREITO EMPRESARIAL Questões Esaf Prof. Giovani

Leia mais

Instituições de Direito Público e Privado. Parte XI Sociedades

Instituições de Direito Público e Privado. Parte XI Sociedades Instituições de Direito Público e Privado Parte XI Sociedades 1. Empresa Conceito Empresa Empresa é a atividade econômica organizada para a produção de bens e serviços para o mercado, visando ao lucro.

Leia mais

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO

CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D. 40 CRÉDITO: 04 CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 PERÍODO: 8º NOME DA DISCIPLINA: DIREITO COMERCIAL III NOME DO CURSO: DIREITO 2. EMENTA RECUPERAÇÃO

Leia mais

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli)

Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Projeto de Resolução nº, de 2012 (Do Sr. Nelson Marquezelli) Estabelece as hipóteses de impedimento para nomeação, designação ou contratação, em comissão, de funções, cargos e empregos na Câmara dos Deputados.

Leia mais

Direito Societário IV. Prof. Henrique Subi

Direito Societário IV. Prof. Henrique Subi Direito Societário IV Prof. Henrique Subi 1 8. Sociedades institucionais 8.1. Sociedade em comandita por ações - Tem o capital dividido em ações - Os diretores possuem responsabilidade ilimitada pelas

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO. 1. PREÂMBULO Nota Introdutória ao Novo Estatuto da Ordem dos Advogados Breves Notas a esta Edição 13

ÍNDICE SISTEMÁTICO. 1. PREÂMBULO Nota Introdutória ao Novo Estatuto da Ordem dos Advogados Breves Notas a esta Edição 13 1. PREÂMBULO 7 1.1. Nota Introdutória ao Novo Estatuto da Ordem dos Advogados 9 1.2. Breves Notas a esta Edição 13 2. O NOVO EOA 15 2.1. Lei nº 145/2015, de 9 de Setembro 17 2.2. Estatuto da Ordem dos

Leia mais

A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias. Michele Schwan Advogada OAB/RS

A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias. Michele Schwan Advogada OAB/RS A responsabilidade pessoal dos sócios nas sociedades empresárias Michele Schwan Advogada OAB/RS 86.749 As três modalidades de constituição de empresa mais utilizadas no Rio Grande do Sul, conforme a Junta

Leia mais

RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA

RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA STJ00096990 DANIEL MOREIRA DO PATROCÍNIO RECUPERAÇÃO DE EMPRESAS E FALÊNCIA Lei e Jurisprudência EDITORA LUMEN JURIS Rio de Janeiro 2013 Copyright 2013 by Daniel Moreira do Patrocínio Categoria: Direito

Leia mais

RODRIGO R. MONTEIRO DE CASTRO LEANDRO SANTOS DE ARAGÃO (Coordenação)

RODRIGO R. MONTEIRO DE CASTRO LEANDRO SANTOS DE ARAGÃO (Coordenação) RODRIGO R. MONTEIRO DE CASTRO LEANDRO SANTOS DE ARAGÃO (Coordenação) Direito Societário e a Nova Lei de Falências e Recuperação de Empresas Editora Quartier Latin do Brasil Castro, Rodrigo R. Monteiro

Leia mais

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais.

Atividades Não Empresariais. Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Por definição legal algumas atividades não são consideradas empresariais. Atividades Não Empresariais Profissionais liberais que prestam os serviços de forma direta e profissionais

Leia mais

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior

Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior Delegado de Policia Civil do Pará - Direito Empresarial Professor: José Humberto Souto Júnior 1 - O título de crédito, documento necessário ao exercício do direito literal e autônomo nele contido, somente

Leia mais

1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico

1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico 1 INSOLVÊNCIA 1 O risco de empreender 2 Obrigação e solução 3 Princípio geral da solvabilidade jurídica 4 Execução coletiva 5 Histórico 2 INSOLVÊNCIA EMPRESÁRIA 1 Regime jurídico para a insolvência empresária

Leia mais

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010).

Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Prof. Thiago Gomes Empresariais O que é uma sociedade? Reunião de pessoas em prol de interesses comuns. (Aurélio, 2010). Qual o foco de nosso estudo? As sociedades cujo o objetivo é lucro para seus sócios.

Leia mais

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM

DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM Prof. Ma Marina Zava de Faria FACE: Marina Zava INSTA: Marina Zava Periscope:@marinazava E-mail: profmarinazava@hotmail.com DIREITO EMPRESARIAL PREPARATÓRIO XXII EXAME DE ORDEM 1. CONCEITO: Modalidade

Leia mais

A possibilidade de transformação da S.A em Eireli

A possibilidade de transformação da S.A em Eireli A possibilidade de transformação da S.A em Eireli Ana Clara Ribeiro Batista Costa Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais. Resumo O estudo abordará o seguinte questionamento: a possibilidade de

Leia mais

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL

PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL PRESSUPOSTOS DA ATIVIDADE EMPRESARIAL Requisitos Art. 972, Cod. Civil. Pressupostos: 2 elementos: capacidade civil e ausência de impedimento. Capacidade civil. Impedimentos são dados pela lei. Ex: sociedade

Leia mais

GRAVE NA SOCIEDADE LIMITADA

GRAVE NA SOCIEDADE LIMITADA Luis Felipe Spinelli Prcifessor de Direito Empresarial da UFRGS e da Escola Superior da Magistratura do Rio Grande do Sul-AjURIS, também lecionando em cursos de extensão e pós-graduação. É Doutor em Direito

Leia mais

UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO

UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO UNIDADE 4 SOCIEDADE EM CONTA DE PARTICIPAÇÃO 1 Profª Roberta Siqueira/ Direito Empresarial II ATENÇÃO: Este material é meramente informativo e não exaure a matéria. Foi retirado da bibliografia do curso

Leia mais

Sociedades 26/10/2010

Sociedades 26/10/2010 Prof. Thiago Gomes Empresariais Feedback aula anterior: Quem é o empresário? Quem é o empresário individual? O que é necessário para ser empresário individual? Impedidos de exercer a atividade empresarial.

Leia mais

MOSAICO CAPITAL GESTÃO DE RECURSOS POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS

MOSAICO CAPITAL GESTÃO DE RECURSOS POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS MOSAICO CAPITAL GESTÃO DE RECURSOS POLÍTICA DE EXERCÍCIO DE DIREITO DE VOTO EM ASSEMBLÉIAS I. OBJETO Esta Política de Exercício de Direito de Voto em Assembleias ( Política ) tem por objetivo estabelecer

Leia mais

Da Empresa e das Pessoas que a Exercem

Da Empresa e das Pessoas que a Exercem Abreviaturas............................. 9 CAPÍTULO 1 Da Empresa e das Pessoas que a Exercem 1. Plano de estudo..................... 27 2. Teoria da empresa............... 29 3. Perfis da empresa...................

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO

SUMÁRIO. Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO SUMÁRIO Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1.1 Evolução histórica... 19 1.2 Direito estrangeiro... 22 1.3 Denominação... 25 1.4 Conceito... 25 1.5 Abrangência... 26 1.6 Autonomia...

Leia mais

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA

1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE DIREITO COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO 1. DADOS DE IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Departamento / Setor ADMINISTRAÇÃO Nome da Disciplina FSJ06

Leia mais

Glossário Acordo entre sócios/acionistas Administração Agenda de reunião

Glossário Acordo entre sócios/acionistas Administração Agenda de reunião Glossário Acordo entre sócios/acionistas Regula os direitos e obrigações entre sócios/acionistas, as condições que regem as transferências de ações de emissão da organização, o exercício dos direitos políticos,

Leia mais

SERVIÇOS PRESTADOS PELA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO

SERVIÇOS PRESTADOS PELA JUNTA COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO 01 EMPRESÁRIO Inscrição (registro inicial), até 4 vias; Alteração R$ 24,00 R$ 2,05 01.1 Abertura de filial (códigos de evento: 023, 029 e 032) R$ 24,00 Por via adicional 02 SOCIEDADES EMPRESÁRIAS, EXCETO

Leia mais

SUMÁRIO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 2.1 Organização da Justiça do Trabalho... 59

SUMÁRIO. Capítulo 2 JUSTIÇA DO TRABALHO E MINISTÉRIO PÚBLICO DO TRABALHO 2.1 Organização da Justiça do Trabalho... 59 SUMÁRIO Capítulo 1 INTRODUÇÃO AO DIREITO PROCESSUAL DO TRABALHO 1.1 Evolução histórica... 19 1.2 Direito estrangeiro... 22 1.3 Denominação... 25 1.4 Conceito... 25 1.5 Abrangência... 26 1.6 Autonomia...

Leia mais

Informa Tribunais Superiores

Informa Tribunais Superiores Apresentamos neste Informa um sumário de algumas decisões das Cortes Superiores do Brasil, notadamente Superior Tribunal de Justiça ( STJ ) e Supremo Tribunal Federal ( STF ), tomadas em 2015 e no primeiro

Leia mais

Direito Empresarial e Trabalhista

Direito Empresarial e Trabalhista Profa. Dra. Silvia Bertani Direito Empresarial e Trabalhista As sociedades organização formada por duas ou mais pessoas, por meio de um contrato com ou sem o registro, para o exercício de uma atividade

Leia mais

Reis Friede Relator. TRF2 Fls 356

Reis Friede Relator. TRF2 Fls 356 Nº CNJ : 00433-3.205.4.02.50 (205.5.0.0433-8) ADVOGADO : RJ24996 - ANDERSON DA SILVA MOREIRA ORIGEM : 2ª Vara Federal do Rio de Janeiro (00433320540250) EMENTA RESPONSABILIDADE CIVIL. DESVALORIZAÇÃO DO

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no de 05/12/02 DOU de 06/12/02 CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Direito Empresarial I Código: DIR-461 Pré-requisito: - CH Total: 60 h Período Letivo: 2016.1 Turma:

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Direito 2. Código: 14/ Turno(s) Diurno X Noturno X

PROGRAMA DE DISCIPLINA. 1. Curso: Direito 2. Código: 14/ Turno(s) Diurno X Noturno X Universidade Federal do Ceará Pró-Reitoria de Graduação Coordenadoria de Projetos e Acompanhamento Curricular Divisão de Pesquisa e Desenvolvimento Curricular PROGRAMA DE DISCIPLINA 1. Curso: Direito 2.

Leia mais

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL

APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL APRESENTAÇÃO INSTITUCIONAL Apresentação, Missão e Valores A RAYEL, MIRANDA e WEIGAND SOCIEDADE DE ADVOGADOS, sociedade de advocacia especializada em Direito Empresarial, possui a missão de gerar resultados

Leia mais

COMERCIAL REVISTADOS. Avançado de MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO. Curso TRIBUNAIS~ 9. G edição revista. atualizada e ampliada

COMERCIAL REVISTADOS. Avançado de MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO. Curso TRIBUNAIS~ 9. G edição revista. atualizada e ampliada MARCELO M. BERTOLDI MARCIA CARLA PEREIRA RIBEIRO Curso Avançado de COMERCIAL Teoria Geral do Direito Comercial Direito Societário Empresa Individuai de Responsabilidade Limitada Títulos de Crédito Falência

Leia mais

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio).

Aula de 16/03/15. a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Aula de 16/03/15 14. DISSOLUÇÃO DE SOCIEDADE CONTRATUAL - Espécies: a) Total; b) Parcial (resolução da sociedade em relação a um sócio). Todas as duas hipóteses podem ocorrer de forma judicial ou extrajudicial.

Leia mais

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII EDIFÍCIO ALMIRANTE BARROSO CNPJ/MF N.º /

FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII EDIFÍCIO ALMIRANTE BARROSO CNPJ/MF N.º / FUNDO DE INVESTIMENTO IMOBILIÁRIO FII EDIFÍCIO ALMIRANTE BARROSO CNPJ/MF N.º 05.562.312/0001-02 ATA DE ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA DE COTISTAS REALIZADA EM 31 DE OUTUBRO DE 2017 1. DATA,

Leia mais

A SOCIEDADE LIMITADA 1

A SOCIEDADE LIMITADA 1 A SOCIEDADE LIMITADA 1 EVOLUÇÃO HISTÓRICA 1856 - Inglaterra = reforma das private company limited by shares limited by guarantee TENTATIVAS FRACASSADAS 1863 - França - Société à responsabilité limitée

Leia mais

Atos de Empresário. Código Descrição Ato Eventos Associados. 080 Inscrição Inscrição Alteração de nome. 002 Alteração

Atos de Empresário. Código Descrição Ato Eventos Associados. 080 Inscrição Inscrição Alteração de nome. 002 Alteração Atos de Empresário 080 Inscrição 080 - Inscrição 002 Alteração (Sede no PB) 020 - Alteração de nome 022 - Alteração de dados e nome 038 - Transferência de sede para outra UF 039 - Inscrição de Transferência

Leia mais