Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza"

Transcrição

1 Iniciação à Fotografia Prof. Gust avo L. Pozza

2 Câm ara Escura

3

4

5 Tipos de Câmeras

6 A Câmera Básica Componentes comuns em todas as câmeras Visor Objetiva Plano do filme Diafragma Obturador Mecanismos de foco SÃO COMPONENTES COMUNS EM TODAS AS CÂMERAS

7 Tipos de Câmeras Câmera de grande formato A objetiva e o plano do filme estão associadas por meio de um fole flexível, imagem de 4X5 polegadas. Objetiva Normal: 180mm Luz Sinar F1 4x5"

8 Tipos de Câmeras Câmeras Reflex de duas objetivas Médio formato A imagem vista no vidro despolido é revertida da esquerda para direita por causa do espelho, imagens 6x6cm. Objetiva Normal: 80mm Erro de paralaxe porque a lente fica alguns centímetros acima do visor da objetiva. Luz Luz

9 Tipos de Câmeras Câmeras Reflex Médio formato Obturador central é parte do conjunto da objteiva, imagem de 6x6cm. Objetiva Normal: 80mm Luz Hasselblad 500 CM

10 Tipos de Câmeras Câmeras Reflex de Objetiva Única Digital Full Size Produz uma imagem de 24x36mm Objetiva Normal: 50mm

11 Tipos de Câmeras Câmera Reflex de Objetiva Única Tem a vantagem de permitir ver a imagem formada pela própria objetiva. Luz

12 Sistema Ótico Espelho, localizado na frente do filme, devia a luz que entra pela objetiva e imagem é refletida através de um prisma para o olho do fotógrafo. Quando o disparador do obturador é acionado, o espelho bascula pra cima e a luz atinge o filme ou o sensor para a exposição, controlada por um obturador localizado na frente do plano do filme ou do plano focal.

13 Anatomia de uma câmera fotográfica Visor Objetiva Diafragma Obturador Mecanismo de avanço do filme Sistema de foco Filme ou sensor

14 Princípios fundamentais A técnica fotográfica se baseia em três princípios fundamentais: 1. Quantidade da luz (diafragma) 2. Tempo da luz (obturador) 3. Sensibilidade do sensor ou filme (No ISO)

15 Exposição

16 Exposição Quantidade de luz exata para registrar uma imagem; As luminosidades das cenas são diferentes, por isso, precisamos controlar a quantidade de luz que atinge o sensor ou o filme; Se a luz for pouca a imagem será escura e se for excessiva a imagem será clara; Controlamos o quanto a imagem fica exposta à luz através do diafragma e da velocidade do obturador.

17 Um Trabalho em Conjunto Abertura X Tempo

18 Fluxo Luminoso A exposição é controlada através da combinação de obturador e diafragma.

19 Aberturas do diafragma Um ponto Mais luz entra Dois pontos = o dobro do número/f Menos luz entra

20 Variações de diafragma e velocidade de obturador Valores de diafragmas inteiros Valores de diafragmas fracionados Valores de velocidade de obturação inteiros Valores de velocidade de obturação fracionados

21 Profundidade de Campo

22 Profundidade de Campo

23 Profundidade de Campo

24 Profundidade de Campo

25 Profundidade de Campo

26 Profundidade de campo Abertura de diafragma: quanto maior a abertura menor a profundidade de campo e vice-versa. Distância focal: quanto maior a distância focal da objetiva, menor será a profundidade de campo. F8 + objetiva de 200mm < profund. Campo > F8 + objetiva 50mm

27 Distância focal: quanto maior a distância focal da objetiva, menor será a profundidade de campo. Diafragma F11

28 Obturador

29 Obturador Propulsor Fechado Aberto

30 Obturador Regula quanto tempo o sensor ou o filme fica exposto à luz; Enquanto está fechado não permite que o sensor ou o filme seja atingido pela luz; Ao acionar o propulsor o obturador se abre e expõe o sensor ou filme; Para dar efeito de movimento borrar a velocidade do obturador deve ser de acordo com a rapidez e a direção do objeto; Para maior nitidez a velocidade deve ser suficiente para congelar a imagem.

31 Efeito Borrado Velocidade baixa do obturador borra imagem.

32 Efeito Congelado Velocidade alta do obturador congela a imagem.

33 Os Valores de Velocidade (Obturador)

34

35 Os Valores de Velocidade (Obturador)

36 Os Valores de Velocidade (Obturador)

37 Velocidades do Obturador As velocidades assinaladas nas câmeras obedecem a uma seqüência, semelhante a escala do diafragma, números-f, reduzindo pela metade a cada ponto. B T 15seg 8seg 4seg 2seg 1seg 1/ 2 1/4-1/8 1/15 1/30 1/60 1/125 1/250 1/ 500 1/1000-1/2000 1/4000 B (Bulb) O obturador permanece aberto enquanto propulsor for pressionado. T (tempo) O obturador irá abrir quando propulsor for acionado pela primeira, permanecendo aberto até ser pressionado novamente.

38 Manter a nitidez da imagem Evite o movimento involuntário da câmera durante a exposição: A velocidade do obturador deve ser igual ou mais rápida a um ponto (F stop) acima da distância focal. VELOCIDADES MÍNIMAS DO OBTURADOR Objetiva Utilizada Velocidade do Obturador com a Câmera na Mão 20mm 1/30 seg 28mm 1/30 seg 35mm 1/30 seg 50mm 1/60 seg 80mm 1/90 seg 135mm 1/125 seg 200mm 1/250 seg 400mm 1/500 seg

39 Sensibilidade (ISO) Indicada por números do sistema ISO International Standars Organization; Antigamente ASA ou DIN; É extremamente importante pois serve para ajustar o fotômetro.

40 Sensibilidade (ISO) Sensibilidade lenta - ISO 25 a 125 Grão fino e grandes ampliações com excelente qualidade, são utilizados nas fotografias de objetos estáticos, (produtos, natureza morta e paisagens) Sensibilidade média - ISO 200 a 800 Grãos com tamanho razoável, servem para todos os tipos de fotografias em condições normais de luminosidade. Sensibilidade altíssima - ISO 1600 a 3200 Grãos têm tendência a estourar, podendo produzir resultados interessantes, por exemplo em retratos. Opção para fotografar em ambientes com pouca luz. É indicado para shows e fotos de ação, situações onde é preciso usar velocidades de obturação altas.

41 D100jpeg ISO200 D100jpeg ISO400 D100jpeg ISO800

42 D100jpeg ISO1600 D100jpeg ISO3200 D100jpeg ISO6400

43 Ajustes de Exposição Leitura do Fotômetro Embutido

44 Ajustes de Exposição Leitura do Fotômetro Embutido Fotometria Estimativa Fotometria Parcial Fotometria Pontual

45 Exercícios ISO Velocidade do Obturador Abertura do Diafragma (f) 100 1/125 f /1000 f4 f /30 1/ /2000 f f22 f2,8 1/ /125 seg 25 f /125 f32

46 Objetivas

47 Objetivas-Padrão Proporcionam uma visão mais natural dos objetos; distâncias focais próximas as do campo central de visão dos seres humanos (ignorando-se a visão periférica); A distância focal para um formato em particular é igual a diagonal da área da imagem; Formato 6x6cm, a objetiva-padrão é considerada a 80mm (a distância diagonal de uma canto a outro é de 85mm); Formato 35mm, é uma objetiva 50mm, pois a distância diagonal é 43mm).

48

49

50

51

52

53

54 Olho de Peixe 15mm tem ângulo com campo visual de 180º.

55 Olho de Peixe 15mm tem ângulo com campo visual de 180º.

56 Ultragrande angulares 20mm tem ângulo com campo visual de 95º

57 Ultrateleobjetivas Ideal para fotografar animais pois uma distância focal curta poderia espantá-los. Uma característica das teleobjetivas desfoque do fundo, ou seja isola o assunto fotografado do fundo.

58

59 Objetivas Macro Projetadas para distâncias de focalização muito curtas. Quanto mais proximo do objeto maior é ampliação.

60

61

62 Ajustes Básicos Formatos e Qualidade de Arquivos RAW - JPEG Ajuste de Balanço de Branco (WB) Presets ou Custom Ajustes de Estilos Fotográficos Normal, Retrato, Paisagem, Neutro, Fiel, Monocromático

63

64 Ajuste do Balanço de Branco

65 Ajustes Avanços de Exposição Compensação de Exposição Histograma

66

67 Histograma

68 Histograma Diaframa 8 Diaframa 22 Diaframa 13

69 Composição Ponto de vista Direção das linhas na imagem Regra dos terços Formas geométricas Sombras e reflexos Silhuetas

70 Composição Enquadramento Ponto de vista Vista de ponto médio Vista de ponto alto Vista de ponto baixo

71 Composição Linhas horizontais e verticais

72 Composição Linhas diagonais

73 Composição Regra dos terços

74 Composição Formas geométricas

75 Composição Formas geométricas

76 Composição Sombras

77 Reflexos Composição

78 Composição Silhuetas

79 Iluminação Luz Natural / Artificial Luz Dura / Suave Cores

80 Luz Dura

81 Luz Suave

82 Cores

83 Dicas Segurar a câmera com firmeza; Verificar o foco e se a câmera está ajustada para foco manual ou automático; Enquadrar o assunto corretamente; Observar as condições de luz e regular a câmera de acordo com a indicação do fotômetro; Com a prática se obtém resultados cada vez melhores.

84 Referências Bibliográficas Trigo, Thales Equipamento fotográfico : teoria e prática / Thales Trigo, - 3ª ed. rev. e ampl. São Paulo : Editora Senac São Paulo, Hedgecoe, John O novo manual de fotografia : guia completo para todos os formatos/ John Hedgecoe; tradução de Assef Nagib Kfouri e Alexandre Roberto de Carvalho. 3ª ed. São Paulo : Editora Senac São Paulo, SENAC. DN. Fotógrafo: o olhar, a técnica e o trabalho. /Rose Zuanetti; Elizabeth Real, Nelson Martins et al. Rio de Janeiro: Ed. Senac Nacional, Il. Inclui pequeno dicionário da fotografia, bibliografia e referências iconográficas.

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico)

Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) CÂMERA FOTOGRÁFICA Foto analógica Foto digital Fotos Analógicas (Processo químico) e Digitais (Processo eletrônico) O DIAFRAGMA OBJETO DIAFRAGMA EM IRIS OBJETO IRIS RETINA ABERTURA PUPILA LENTE CRISTANILO

Leia mais

CÂMERAS. fotográficas

CÂMERAS. fotográficas CÂMERAS fotográficas Quanto ao suporte: Digital Analógico Como classificar e diferenciar os tipos de Câmeras? Quanto a automação: Automáticas Semi-automáticas Auto e manual Quanto ao visor: Visor direto

Leia mais

Introdução à Fotografia Digital

Introdução à Fotografia Digital Introdução à Fotografia Digital Aula 1 Fundamentos, Câmeras, Obje3vas Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_1.pdf Roteiro da Aula Apresentações Programação do curso Câmeras Objetivas

Leia mais

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita.

LUZ. Esses três elementos combinados permitem que o fotógrafo escolha como a imagem será feita. FOTOGRAFIA LUZ A luz é o elemento primordial de uma imagem. Para ter controle na entrada de luz na câmera, o fotógrafo controla o ISO, a velocidade da cortina e o diafragma da lente. Esses três elementos

Leia mais

A câmera As lentes A exposição

A câmera As lentes A exposição A câmera As lentes A exposição 1 Corpo da câmera: a caixa sem as objetivas e os demais acessórios. Objetiva: as lentes intercambiáveis. Diafragma: dispositivo que controla a quantidade de luz que passa

Leia mais

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento

A câmera fotográfica. 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento A câmera fotográfica 1) Definição 2) Tipos de câmeras 3) Estrutura e funcionamento Definição Câmera fotográfica é uma câmara escura projetada segundo características específicas (quanto a ótica, mecânica

Leia mais

FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO

FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO FOTOGRAFIA BÁSICA PROFº MIVACYR FILHO Fotografia: o inicio Contexto Histórico O homem sempre teve a necessidade de se expressar visualmente, de mostrar ao mundo o que seus olhos percebem a as figuras criadas

Leia mais

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL

Distância focal DISTÂNCIA FOCAL Distância focal DISTÂNCIA FOCAL: Unidade de medida relativa à distância existente entre o centro óptico de uma lente e o plano de foco. A distância focal determina a relação de grandeza de um motivo e

Leia mais

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO:

O OBTURADOR 1. FUNCIONAMENTO: Esse anexo é um complemento do material didático exclusivo do Curso de Fotografia Digital - A fotografia sob uma nova óptica e função, com Célio Ricardo, constituindo uma parte que completa o total de

Leia mais

Foto de Henri Cartier-Bresson, Place de l Europe, 1932.

Foto de Henri Cartier-Bresson, Place de l Europe, 1932. Guia Fotográfico 1 Este guia fornece a base do conhecimento técnico necessário para o aproveitamento deste curso básico de fotografia. A necessária expansão do conhecimento enunciado nestas páginas passa

Leia mais

Os Elementos da máquina Fotográfica

Os Elementos da máquina Fotográfica Os Elementos da máquina Fotográfica Os Elementos da máquina Fotográfica 1. Obturador de velocidade 2. Diafragma 3. Objetiva 4. Visor 5. Sapata 6. Botão disparador 7. Sensor 8. LCD Os Elementos da máquina

Leia mais

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1 DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA - 1 Mauricio Baggio ÍRIS / DIAFRAGMA Dispositivo que permite o controle da quantidade de luz que atinge o filme ou o sensor no interior da câmera. Este controle é realizado definindo-se

Leia mais

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes?

Escolha da Objectiva. Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? Escolha da Objectiva Quais as principais características das objectivas que servem de base para a escolha das suas lentes? As lentes, também conhecidas como objectivas, são a parte mais importante do seu

Leia mais

Guião fotográfico. Instituto Politécnico da Guarda. Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto. Discente: Joana Nunes

Guião fotográfico. Instituto Politécnico da Guarda. Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto. Discente: Joana Nunes Instituto Politécnico da Guarda Escola Superior de Educação, Comunicação e Desporto Guião fotográfico Discente: Joana Nunes Número de Aluno: 5007996 Ano Letivo: 2013/2014 Curso de Especialização Tecnológica

Leia mais

Glossário de Fotopublicidade

Glossário de Fotopublicidade Glossário de Fotopublicidade Câmera analógica: câmera que captura as imagens em filme/película. Câmera digital: câmera que salva imagens como arquivos digitais em algum tipo de disco de memória em vez

Leia mais

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida!

Aprender a fotografar não é difícil quando temos um material de apoio e muita vontade de pesquisar e treinar. Este é somente um ponto de partida! Introdução e índice Eu sou a Claudia Regina (www.claudiaregina.com) e resolvi criar este pequeno Manual Básico de Fotografia para ajudar quem procura por bom conteúdo para iniciantes, em português. Aprender

Leia mais

Primeiras Informações

Primeiras Informações Primeiras Informações Para que um trabalho escolar fique com melhor qualidade é importante registrálo, não apenas para ser apresentado aos pais, mas principalmente como arquivo. Guardar o registro de trabalhos

Leia mais

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br

8 c o i s a s FOTOGRAFAR. Ana Flor www.anaflor.fot.br 8 c o i s a s que vocêê precisa saber para FOTOGRAFAR Ana Flor www.anaflor.fot.br Introdução Esta apostila não pretende ser um manual de como ser um ótimo fotógrafo ou como usar sua câmera. Aqui você encontrará

Leia mais

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA

CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA CAPÍTULO II A CÂMARA FOTOGRÁFICA I - Princípios Básicos Toda câmera fotográfica é fundamentalmente uma câmara escura projetada segundo características específicas que envolvem sua óptica, mecânica e formato

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 05 Objetivas É uma lente óptica ou conjunto de lentes usada em conjunto com um corpo de câmera e um mecanismo para reproduzir

Leia mais

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II

Tecnologias IXUS 210. Ecrã Táctil LCD PureColor II Tecnologias IXUS 210 Interface Táctil Avançada A IXUS 210 inclui o ecrã táctil IXUS com a interface de utilizador mais avançada até hoje, proporcionando acesso ao menu principal da câmara, bem como ícones

Leia mais

FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO

FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO GRAPHOS LABORATÓRIO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM JORNALISMO GRÁFICO FOTOMETRIA E EXPOSIÇÃO FOTOGRAFIA BÁSICA: EQUIPAMENTOS Controles básicos da câmera OBTURADOR Tempo de exposição velocidade de disparo AFETA

Leia mais

Projeto Pintando um Sonho. www.fcci.art.br

Projeto Pintando um Sonho. www.fcci.art.br Projeto Pintando um Sonho www.fcci.art.br Foz do Iguaçu, Junho de 2012 Histórico φωτός + γράφειν Fotografia: arte ou processo de reproduzir imagens sobre uma superfície fotossensível, pela ação de energia

Leia mais

Fotografia Digital Básica

Fotografia Digital Básica Escola de Belas Artes EBA UFMG Cursos de Extensão Alexandre Cruz Leão www.fotodearte.com.br/cursos/fotodigital e-mail: alexandre@fotodearte.com.br Maio 2014 Lançamento de câmeras digitais / ano 178 172

Leia mais

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day

Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola. DSF BSM Latin America. 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Mini Workshop de Fotografia (+60 ) Marcos Semola DSF BSM Latin America 23-27 de Novembro de 2009 Shell CIPA Day Agenda 1. Por que esta palestra? 2. Por que o hobby da fotografia 3. O que você precisa para

Leia mais

Fotografia digital. Aspectos técnicos

Fotografia digital. Aspectos técnicos Fotografia digital Aspectos técnicos Captura CCD (Charge Coupled Device) CMOS (Complementary Metal OxideSemiconductor) Conversão de luz em cargas elétricas Equilíbrio entre abertura do diafragma e velocidade

Leia mais

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br

aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br aprenda a fotografar em 7 lições CLAUDIA REGINA dicasdefotografia.com.br Prefácio à publicação de 2013 Publiquei este manual pela primeira vez em março de 2009, quando o blog Dicas de Fotografia estava

Leia mais

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015

Guia para fotografar com pouca luz. Versão 1. Texto e fotografias de Christian Camilo. 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 Christian Camilo Camiloart.com 2015 1 2 Guia para fotografar com pouca luz Versão 1 Texto e fotografias de Christian Camilo T 2 Christian Camilo Camiloart.com 2015 3 Índice FOTOGRAFANDO EM AMBIENTES

Leia mais

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM.

Partes da Câmara. Vantagens. Características mais Importantes. Especificações. Versão Portuguesa. Versão Portuguesa WWW.SWEEX.COM. Partes da Câmara JB000120 Sweex 3.2 Megapixel digital camera Frente Flash Visor de imagem Vantagens Câmara multi-funcional 5 em 1: Câmara digital com a possibilidade de efectuar gravações vídeo e áudio,

Leia mais

MANUAL DE FOTOGRAFIA

MANUAL DE FOTOGRAFIA MANUAL DE FOTOGRAFIA 1. A máquina fotográfica. Breve história As primeiras fotografias tiradas, datam de 1826, mas só em 1870, é que foi possível obter um sistema que permitisse a comercialização de chapas

Leia mais

Conceito Técnico de Fotografia

Conceito Técnico de Fotografia Fotografia Digital Conceito Técnico de Fotografia Fotografar é, por princípio, registrar a luz refletida pelo assunto (entende-se por assunto o que está sendo fotografado). Na câmara digital, como na convencional,

Leia mais

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva

Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia e tratamento de imagem FTZOO (BIOB40) Lucas Menezes Silva Técnicas de fotografia Objetivos Conhecer a fotografia Reconhecer tipos de câmeras Aprender técnicas Conhecer assessórios

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica 3. Uso de diagonais 4. Regra dos terços 5. O Ponto Dourado Composição fotográfica 15 dicas para ter imagens com harmonia e proporção. Este tutorial vai ajudá-lo a usar melhor uma câmera fotográfica, compacta

Leia mais

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos

10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos VERSÃO FOTOGRAFIA 10 simples passos que irão mudar a forma como você tira fotos Existem várias formas de alterar o resultado final de uma foto, seja através do ISO, da velocidade do obturador, da abertura

Leia mais

Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO. 1.1. A Fotografi a é Necessária

Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO. 1.1. A Fotografi a é Necessária Sumário do livro 1. APRESENTAÇÃO 1.1. A Fotografi a é Necessária 1.2. Problema Léxico: Câmera ou Câmara Fotográfica? 1.3. Da Prata ao Silício 2. DICAS 2.1. 25 Questões Básicas sobre Fotografi a Digital

Leia mais

Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da

Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da A ANATOMIA DA CÂMARA Thomaz. W.M. Harrell CAPITULO II A ANATOMIA DA CAMARA FOTOGRÁFICA (A Câmara Fotográfica e Suas Partes) Neste capítulo iremos ver as diferentes partes da câmara fotográfica de forma

Leia mais

Fotografia: conceitos e técnicas

Fotografia: conceitos e técnicas ca leo Carlos Leonardo S Mendes wwwcaleocombr caleo Carlos Leonardo dos S Mendes Fotografia: conceitos e técnicas Exposição Setembro de 2008 Versão 10 Nota: os textos ou fotos contidos neste material não

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL formação em imagem www.100iso.pt Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas.

Leia mais

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30

Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 Tecnologias PowerShot G1 X Mark II, PowerShot SX700 HS, IXUS 155 e PowerShot D30 EMBARGO: 12 de fevereiro de 2014, 04:00 (UCT) Este documento explica as novas tecnologias que não se encontram nos modelos

Leia mais

Astrofotografia com camera fixa

Astrofotografia com camera fixa Astrofotografia com camera fixa José Carlos Diniz - dinizfam@uninet.com.br Ao escrever sobre este tema pretendemos estimular o uso da astrofotografia, desmistificando e apresentando de forma simples e

Leia mais

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF

SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010. Marcus Ramos UNIVASF SESC Petrolina 09, 10 e 11 de agosto de 2010 Marcus Ramos UNIVASF Engenheiro elétrico (USP/82); Mestre em Sistemas Digitais (USP/91); Professor do curso de Engenharia de Computação da UNIVASF em Juazeiro-BA

Leia mais

Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração:

Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração: 1 OBJETIVAS E COMPOSIÇÃO Ao se falar sobre fotografia cinematográfica estão envolvidos diversos elementos que devem ser levados em consideração: 1 - AS LENTES: As objetivas são comumente chamadas de lentes,

Leia mais

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO

CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO CURSO DE FOTOGRAFIA DIGITAL COMPLETO Módulos 1. Câmaras e Imagens Digitais. 2. Controlar a Exposição. 3. Controlar a Nitidez. 4. Captar Luz e Cor. 5. Compreender as Objectivas. 6. Fotografia com o Flash

Leia mais

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS

Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS Tecnologias PowerShot SX500 IS e PowerShot SX160 IS EMBARGO: 21 Agosto 2012, 15:00 (CEST) Objetiva grande angular de 24mm com zoom ótico de 30x (PowerShot SX500 IS) Desenvolvida segundo os mesmos processos

Leia mais

Curso Básico de Fotografia Digital. Por Daniel Barboza

Curso Básico de Fotografia Digital. Por Daniel Barboza Curso Básico de Fotografia Digital Por Daniel Barboza Curso Básico de Fotografia Digital 57ª Turma Ementa Objetivos: Aprimorar conhecimentos gerais; Aprender a fazer fotos em viagens; Ter noção de como

Leia mais

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas

FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas FOTOGRAFIA NA MONTANHA - Dicas Tirar fotos não é apenas uma ação de apontar a máquina e apertar o botão (a menos que essa seja sua intenção artística). É necessário saber o que vai retratar e como vai

Leia mais

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01

Oficina de fotografia e tratamento de imagem. Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Oficina de fotografia e tratamento de imagem Facilitadora: Camila Silva Aula: 01 Histórico da Fotografia A fotografia surgiu do desejo do homem retratar o mundo a sua volta. Desde os primórdios, com a

Leia mais

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33

Sumário CAPÍTULO UM 1. Usando o flash como profissional, parte 2. Começando exatamente de onde o último livro parou CAPÍTULO DOIS 33 CAPÍTULO UM 1 Usando o flash como profissional, parte 2 Começando exatamente de onde o último livro parou Nove coisas que você gostaria de ter aprendido... 2...antes de ler este livro! 3 Foram apenas seis.

Leia mais

TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa

TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa Reflexão da luz TIPOS DE REFLEXÃO Regular Difusa LEIS DA REFLEXÃO RI = raio de luz incidente i normal r RR = raio de luz refletido i = ângulo de incidência (é formado entre RI e N) r = ângulo de reflexão

Leia mais

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados!

São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! Sua Câmera fotográfica Digital Mód03Bas_Cs00B01 www.fotomboe.com São Paulo, SP Brasil Todos os direitos reservados! 2014 Vivaldo Armelin Júnior www.fotomboe.com Lembretes A Proposta do curso Chegamos ao

Leia mais

Foco e profundidade de campo

Foco e profundidade de campo Foco e profundidade de campo Foco Quando tiramos uma foto queremos que nosso destaque, no geral, esteja nítido e visível. O foco pode ser manual ou automático. Manualmente você gira o anel da sua lente.

Leia mais

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher)

Dia 21 (sábado de manhã, das 10 às 13h00) Saida para exterior Aula práctica de Fotografia num local a escolher) Local: Évora Hotel Av. Tulio Espanca, Apartado 93 Évora Tel: 266 403 315 Inscrições e Informações: Contactar Pedro Vilhena Site: Pedro Vilhena Fotografia Tm: 96 807 61 81 email: pedrovilhena.fotografo@gmail.com

Leia mais

Ficha técnica CANON PowerShot D30

Ficha técnica CANON PowerShot D30 Ficha técnica CANON PowerShot D30 Tipo de produto Tipo de sensor óptico Dimensão do sensor óptico Zoom óptico Zoom digital Processador de Imagem Estabilizador de imagem Auto-foco Controle AE/AF Câmara

Leia mais

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico

UNIVERSIDADE PRESBITERIANA MACKENZIE Decanato Acadêmico Unidade Universitária: 042 CENTRO DE COMUNICAÇÃO E LETRAS Curso: 42501 Jornalismo Disciplina: Fotografia e Tratamento de Imagem Núcleo Temático: Aplicação processual Código da Disciplina: ENEX00474 Professor(es):

Leia mais

Iluminação e equipamentos fotográficos

Iluminação e equipamentos fotográficos Iluminação e equipamentos fotográficos Iluminação: A luz natural é proporcionada pelo sol, que pode incidir diretamente ou indiretamente sobre o assunto. O aspecto da luz solar pode variar de acordo o

Leia mais

Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe

Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe DSC-H300 Câmara digital compacta Zoom potente fácil de utilizar para imagens com grande detalhe Obtenha facilmente imagens espantosas com um zoom ótico de 35x, sensor de 20 MP, vídeo HD e efeitos criativos

Leia mais

Comunicado de imprensa

Comunicado de imprensa Comunicado de imprensa Regresso da pequena e potente série PowerShot S Lisboa, 19 de Agosto de 2009: A Canon anuncia a PowerShot S90 marcando o regresso da série PowerShot S. A PowerShot S90 segue a tradição

Leia mais

Apontamentos AS OBJECTIVAS

Apontamentos AS OBJECTIVAS As objectivas actuais são constituídas por uma série de lentes, (elementos), montados em grupos, colocadas num tubo chamado barrilete. O facto de se agruparem lentes com caracteristicas diferentes, tem

Leia mais

Curso de Fotografia, com José Franco Mem Martins - Lisboa De 25 fevereiro a 9 de março de 2015

Curso de Fotografia, com José Franco Mem Martins - Lisboa De 25 fevereiro a 9 de março de 2015 HORÁRIO/ROGRAMA Módulo Sessão rograma ipo 1 1ª Jogo de apresentação e de diagnóstico 4ª-feira 25/02/2015 Introdução Enquadramento ostura correta de um fotógrafo Cinco Variáveis da Fotografia Velocidade

Leia mais

energia que vai longe

energia que vai longe Como melhorar seus Clicks energia que vai longe CLICK 2014 Introdução A fotografia é uma das principais ferramentas de comunicação da atualidade. Com o avanço tecnológico das câmeras fotográficas e celulares,

Leia mais

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1

UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 UM REGISTRO FOTOGRÁFICO DAS ETAPAS DO PROCESSO CRIATIVO: A ARTE FINAL 1 Luiz Henrique Oliveira Silva Carlos de PAIVA 2 Lamounier Lucas PEREIRA JÚNIOR 3 Centro Universitário Newton Paiva, Belo Horizonte,

Leia mais

ESTUDANDO A FOTOGRAFIA POR UMA ABORDAGEM ETNOMATEMÁTICA

ESTUDANDO A FOTOGRAFIA POR UMA ABORDAGEM ETNOMATEMÁTICA ISSN 2316-7785 ESTUDANDO A FOTOGRAFIA POR UMA ABORDAGEM ETNOMATEMÁTICA Luciane Bichet Luz UFPEL lbichet615@hotmail.com Amanda Prank UFPEL amandaprank@ymail.com RESUMO Esta pesquisa busca relacionar a Matemática

Leia mais

Gravação de Áudio WAVE (Mono) Tipo de Lente Lente Zoom Canon. Zoom Ótico 4x

Gravação de Áudio WAVE (Mono) Tipo de Lente Lente Zoom Canon. Zoom Ótico 4x Tipo de Câmera Câmera Digital "Aponte & Dispare" Compacta Sensor de Imagem CCD de 1/1,8" e 10.4 Megapixels Resolução Efetiva 10 milhões de pixels Profundidade de Cor RGB de 24 bits Modos de Cor Vívida,

Leia mais

TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA

TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA TUTORIAL FOTOGRAFIA BÁSICA História da Fotografia 1727 - Na Alemanha - John Heinrich. Inventou a fotossensibilidade em sais de prata. 1826 Na França Joseph Nicéphore Nièpce. Inventa a Héliohraphia. Morreu

Leia mais

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos

stacking focus a técnica de empilhamento de foco Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos stacking focus a técnica de empilhamento de foco Um outro modo de ver o mundo através da macrofotografia texto e fotos Tacio Philip Nesta matéria, dividida em duas edições da revista Photos & Imagens,

Leia mais

Programação do Curso

Programação do Curso Programação do Curso Introdução à Fotografia Digital Aula 2 Equipamentos acessórios; Composição Disponível em www.ecoclics.com/wp- content/pdf/aula_ifd_2.pdf Roteiro da Aula Acessórios Ø Tripés Ø Filtros

Leia mais

6. movimentos da câmara fotográfica.

6. movimentos da câmara fotográfica. Ficha de Unidade Curricular Designação - Fotografia Área Científica - FOT Ciclo de Estudos 1º Ciclo/ Lic. Som e Imagem Carácter - Obrigatória Semestre 2º Semestre ECTS - 6 Tempo de Trabalho- Total: 150h

Leia mais

FOTOGRAFIA O MUNDO FOTOGRAFICO Hoje, as fotografias fazem parte do nosso mundo de uma maneira impressionante. Seja em computadores, smartphones, tablets, câmeras digitais, não importa, aonde olharmos

Leia mais

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado...

Sumário. 1. Imagens de alta resolução com a D800E... 30 2. Abertura e assuntos complexos... 32 3. Graduação Gráfica de cor e ondulado... Guia Técnico Apresentação Este Guia Técnico detalha as principais técnicas usadas para criar duas das fotografias tecnicamente mais avançadas da brochura D800/D800E. Aproveite esta oportunidade para admirar

Leia mais

CT2341. Tecnologista em Saúde Pública. Prova Objetiva e Discursiva. Fotografia e digitalização

CT2341. Tecnologista em Saúde Pública. Prova Objetiva e Discursiva. Fotografia e digitalização Fotografia e digitalização Tecnologista em Saúde Pública Prova Objetiva e Discursiva 01. A semiótica da imagem trata a fotografia como processo de: (A) representação. (B) interpretação. (C) projeção. (D)

Leia mais

Fotografia Digital 1

Fotografia Digital 1 Fotografia Digital 1 Apresentação Constituída em 2007 é referência nacional no ensino da fotografia de paisagem natural 2 Uma das entidades que mais workshops lecciona anualmente em Portugal Cursos de

Leia mais

FOTOGRAFIA. Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui

FOTOGRAFIA. Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui FOTOGRAFIA Apostila das Oficinas do Projeto Olha a Gente Aqui 1500-1800 A evolução da câmera obscura Conhecida pelos árabes desde a antiguidade, a câmera obscura evoluiu de maneira constante a partir do

Leia mais

1/1.7'' CMOS Modo deteção de face / olho Modo focagem (RGB) Exibição de enquadramento Área e rácio de imagem

1/1.7'' CMOS Modo deteção de face / olho Modo focagem (RGB) Exibição de enquadramento Área e rácio de imagem XZ-2 Objetiva i.zuiko DIGITAL 24-112mm 1:1.8-2.5 (equiv. em 35 mm) Processador de TruePic VI Sistema de focagem automática ultra-rápido Filtro ND para controlo da exposição Sensor CMOS de alta sensibilidade

Leia mais

Tecnologias PowerShot G12

Tecnologias PowerShot G12 Tecnologias PowerShot G12 EMBARGO: 14 th September, 2010, 10:00 (CEST) Objectiva grande angular de 28mm com zoom óptico de 5x Desenvolvida com os mesmos processos e standards de qualidade aplicados no

Leia mais

Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem

Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem Disciplina: Aerofotogrametria e Tratamento de imagem Professor: Msc. Diego Alves de Oliveira Outubro de 2013 Oliveira Características das câmaras aerofotográficas Formato de seus negativos; Distância focal

Leia mais

>>> Nos anos 60 foi estabelecida a escala EV, que foi adotada primeiramente pelos fotômetros e depois pelas câmeras com fotômetro incorporado.

>>> Nos anos 60 foi estabelecida a escala EV, que foi adotada primeiramente pelos fotômetros e depois pelas câmeras com fotômetro incorporado. Valor de exposição Em fotografia, rotulou-se valor de exposição, ou EV, o resultado das combinações possíveis entre o par conjugado velocidade de obturação e abertura de diafragma que levam a uma mesma

Leia mais

Composição fotográfica

Composição fotográfica Composição fotográfica É a seleção e os arranjos agradáveis dos assuntos dentro da área a ser fotografada. Os arranjos são feitos colocando-se figuras ou objetos em determinadas posições. Às vezes, na

Leia mais

E-410. Especificações. Tipo. Visor ótico. Sensor de Imagem. Processador. Filtro

E-410. Especificações. Tipo. Visor ótico. Sensor de Imagem. Processador. Filtro E-410 Ultra-leve. Ultra-compacta Excelente sistema antipoeiras LCD HyperCrystal 6.4cm / 2.5'' Excepcional facilidade de uso Imagem ao Vivo (Live View) Sensor Live MOS com 10 megapixeis Novo processador

Leia mais

Iluminação Fotográfica

Iluminação Fotográfica 1 Iluminação Fotográfica Primeiramente, deveríamos lembrar da necessidade da luz para a realização de uma fotografia. Sem a luz, não há fotografia, expressão que significa gravar com a luz. Logo, a principal

Leia mais

Todas as imagens Alexandre Ribeiro 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL

Todas as imagens Alexandre Ribeiro 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL 60 DIGITAL PHOTOGRAPHER BRASIL Todas as imagens Alexandre Ribeiro Aula prática com o leitor Macro e close-ups Nelson Paim explica um dos temas mais técnicos e reveladores da fotografia em uma aula prática

Leia mais

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão

Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão Fotografia Digital Obtenção da Imagem e Impressão 1 Diferenças entre o CCD e o Filme: O filme como já vimos, é uma película de poliéster, coberta em um dos lados por uma gelatina de origem animal com partículas

Leia mais

A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia

A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia ILUMINAÇÃO A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia a luz vem de várias fontes; tem muitas qualidades; características que afetam todo o processo. A LINGUAGEM DA LUZ Fotografia Medíocre X Fotografia Grandiosa Depende

Leia mais

NEX-3/NEX-5/NEX-5C A-DRG-100-52(1) 2010 Sony Corporation

NEX-3/NEX-5/NEX-5C A-DRG-100-52(1) 2010 Sony Corporation NEX-3/NEX-5/NEX-5C As funções 3D disponibilizadas por esta actualização de firmware são descritas neste folheto. Por favor consulte o Manual de instruções e o Manual da α que estão incluídos no CD-ROM

Leia mais

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais:

MÓDULO 9. A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: A COR DE UM CORPO MÓDULO 9 A luz branca, que é a luz emitida pelo Sol, pode ser decomposta em sete cores principais: luz branca vermelho alaranjado amarelo verde azul anil violeta A cor que um corpo iluminado

Leia mais

Espelhos Esféricos Gauss 2013

Espelhos Esféricos Gauss 2013 Espelhos Esféricos Gauss 2013 1. (Unesp 2012) Observe o adesivo plástico apresentado no espelho côncavo de raio de curvatura igual a 1,0 m, na figura 1. Essa informação indica que o espelho produz imagens

Leia mais

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS

CÂMERAS DE FILME 35mm BINÓCULOS LEGENDA *. Às vezes a melhor imagem está muito próxima; outras vezes está muito distante. Você pode capturar ambas rapidamente com a ajuda da versátil função zoom. (*O número no ícone pode mudar para cada

Leia mais

Óptica. Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm).

Óptica. Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm). Óptica Estudo da luz, como sendo a onda eletromagnética pertencentes à faixa do espectro visível (comprimento de 400 nm até 700 nm). Fenômenos ópticos Professor: Éder (Boto) Sobre a Luz O que emite Luz?

Leia mais

Óptica geométrica, óptica física e o olho humano. 1 Foco na retina 2 Difração da luz na pupila 3 Sensibilidade do olho humano e a Muralha da China

Óptica geométrica, óptica física e o olho humano. 1 Foco na retina 2 Difração da luz na pupila 3 Sensibilidade do olho humano e a Muralha da China Óptica geométrica, óptica física e o olho humano 1 Foco na retina 2 Difração da luz na pupila 3 Sensibilidade do olho humano e a Muralha da China Otaviano Helene, IFUSP, 2010 1 1 Foco na retina Evolução

Leia mais

câmera pinhole versão 2.0.4.0 montagem de papel autor Jaroslav Juřica

câmera pinhole versão 2.0.4.0 montagem de papel autor Jaroslav Juřica câmera pinhole versão 2.0.4.0 montagem de papel autor Jaroslav Juřica 2 edição especial http://creativecommons.org/licenses/by-nc-sa/3.0/br/ rubikon câmera pinhole / montagem de papel Introdução A Rubikon

Leia mais

no pátio do museu WORKSHOPS 06 PHOTOGRAPHY FESTIVAL (+351) 254 600 230 MUSEU DE LAMEGO Programa Programme museu.de.lamego www.museudelamego.

no pátio do museu WORKSHOPS 06 PHOTOGRAPHY FESTIVAL (+351) 254 600 230 MUSEU DE LAMEGO Programa Programme museu.de.lamego www.museudelamego. no pátio do museu PHOTOGRAPHY FESTIVAL Museum of Lamego Programa Programme www.museudelamego.pt museu.de.lamego Informações Further information MUSEU DE LAMEGO (+351) 254 600 230 organização organization

Leia mais

Falando de imagem. Mas por que fotografar? Em quê o uso da fotografia poderá nos ajudar alcançar os objetivos da escola? Algumas possíveis respostas:

Falando de imagem. Mas por que fotografar? Em quê o uso da fotografia poderá nos ajudar alcançar os objetivos da escola? Algumas possíveis respostas: Falando de imagem Marcelo Valle 1 Mas por que fotografar? Em quê o uso da fotografia poderá nos ajudar alcançar os objetivos da escola? Algumas possíveis respostas: É uma forma de comunicação universal;

Leia mais

ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI

ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI ÓPTICA GEOMÉTRICA PREGOLINI ÓPTICA GEOMÉTRICA É a parte da Física que estuda os fenômenos relacionados com a luz e sua interação com meios materiais quando as dimensões destes meios é muito maior que o

Leia mais

O que é: A Oficina de Comunição é um treinamento à distância realizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba.

O que é: A Oficina de Comunição é um treinamento à distância realizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba. O que é: A Oficina de Comunição é um treinamento à distância realizado pelo Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba. Objetivos: Capacitar os pontos focais de cada Comitê Afluente que trabalhem diretamente

Leia mais

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon

Tecnologias EOS 550D. Sensor CMOS Canon Tecnologias EOS 550D Sensor CMOS Canon Desenhada pela Canon para se conjugar com os processadores DIGIC, a tecnologia CMOS integra circuitos avançados de redução de ruído em cada pixel proporcionando imagens

Leia mais

CLIQUE O TEMA "LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA!

CLIQUE O TEMA LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA! CLIQUE O TEMA "LUZ, CIÊNCIA E ACÃO NA SUA COMUNIDADE ESCOLAR E PARTICIPE DO MAIOR EVENTO CIENTÍFICO DA AMÉRICA LATINA! REUNIÃO ANUAL DA SBPC UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS 12 a 18 de julho de 2015

Leia mais

UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO

UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO UTRAPASSAR OS LIMITES DA PROFUNDIDADE DE CAMPO Texto e fotos: Paulo de Oliveira Foto: 1 Chama-se profundidade de campo à zona nítida á frente e para trás do plano de focagem da imagem. Estende-se na proporção

Leia mais

Ficha técnica CANON PowerShot SX600 HS

Ficha técnica CANON PowerShot SX600 HS Ficha técnica CANON PowerShot SX600 HS Tipo de produto Tipo de sensor óptico Dimensão do sensor óptico Ligação sem fios Zoom óptico Zoom digital Processador de Imagem Estabilizador de imagem Auto-foco

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ----

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA Física II PROFESSOR(A) Fernando ANO SEMESTRE DATA 2º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Considere a figura ao lado. Com base no

Leia mais

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das

Aprender a ver. a preto e branco. Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das Aprender a ver a preto e branco Escolher o assunto certo é crucial para o sucesso das suas fotos a preto e banco. Obtenha imagens únicas. No que toca à fotografia preto e branco, ser capaz de "ver" como

Leia mais

Volume 8 óptica. Capítulo 49 Espelhos Planos

Volume 8 óptica. Capítulo 49 Espelhos Planos Volume 8 óptica Vídeo 49.1 Vídeo 49.2 Vídeo 49.3 Vídeo 49.4 Vídeo 49.5 Vídeo 49.6 Vídeo 49.7 Vídeo 49.8 Vídeo 49.9 Capítulo 49 Espelhos Planos Um feixe de micro-ondas refletido por uma placa metálica plana

Leia mais