Índice do Ambiente de Negócios

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Índice do Ambiente de Negócios"

Transcrição

1 Índice do Ambiente de Negócios Business Confidence Index kpmg.co.mz NOVEMBRO NOVEMBER 2011

2 2 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique 2011 Prefácio Preface 4 1. Introdução Introduction 6 2. Metodologia Methodology 8 3. O Contexto Macro-económico do Índice de Ambiente de Negócios em Moçambique Macro-economic context of the Business Confidence Index in Mozambique Os Actores Económicos The Economics Actors Tamanho dos Actores Económicos Distribution by Firm Size Distribuição Sectorial Distribution by Sector of Activity Longevidade dos Actores Económicos Time in Business O Índice do Ambiente de Negócios The Business Confidence Index Índice Geral General index Índice Provincial Provincial Index Índice Sectorial BCI Sectoral Index Índice em função do Tamanho da Firma Index per Firm Size Perspectiva Global sobre o Ambiente de Negócios em Global perspective on Businesses Confidence Percepção Global General Perception Percepção sobre o Efeito dos Factores Macro-económicos Perception on the effects of Macro-económicos Factors Comportamento do Metical Behaviour of Metical Evolução das Taxas de Juro Changes in Interest Rate Percepção sobre Comércio e Investimento Perception on Trade and Investment Duração do processo de Importação e Exportação de bens Duration of Import and Export Procedures Utilização da Carta de Crédito no Comércio Internacional Use of the credit letters in International Trade transactions 46

3 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique Índice Table of contents Ocorrência de Pagamentos não Documentados na Aquisição de Licenças de Importação e Exportação Non-Documented payments on Import and Export Licensing Peso relativo dos Pagamentos Ilegais nas Receitas Anuais das firmas Relative weight of non-documented Payments on Firms Annual Revenues Percepção sobre a Provisão de Bens e Serviços Públicos Perception on the Provision of Public Goods and Services Percepção sobre o Efeito dos Actos de Governação Perception on the effect of Governance Issues Efeito da Reforma do Sector Público The effect of Public Sector Reform Satisfação em relação aos Serviços providos pelo Sector Público Satisfaction with the provision of Public Sector Services Capacidade de Provisão de Informação Capacity to Provide Information Percepção sobre o Nível de Burocracia Perception about the level of Bureaucracy Tempo despendido para lidar com assuntos relacionados com Impostos Time to dealing with tax issues Sujeição a Meios de Corrupção Faced with Corruption Behaviour Percepção sobre Factores Ligados à Mão-de-Obra Perception on the effect of labour Factors Efeito da Mudança no Salário Mínimo The effect of Changes in the Minimum Wage Flexibilidade no Emprego de Mão de Obra Flexibility on Employment Percepção sobre os Factores de Ordem Legal Perception on Legal Order Factors Efeito da Reforma do Sistema Jurídico Effect of the Legal System Reform Percepção sobre o Cumprimento de Contratos Perception on Contracts Enforcement Dificuldades para fazer cumprir com Contratos Barriers to Contract Enforcement Perdas de Receitas Resultante do Incumprimento de Contratos Revenue Loss from lack of Contract Enforcement Conclusão Conclusion Anexo 1: Notas Metodológicas Methodological Notes Paulo Mole Entrevista Paulo Mole Interview Ficha Técnica Technical Record 71

4 4 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique 2011 Prefácio Preface A pesquisa sobre o Índice de Ambiente de Negócios (IAN) é feita numa base anual e surge da iniciativa conjunta entre a KPMG Moçambique, em parceria com a Confederação das Associações Económicas de Moçambique (CTA). Esta edição da pesquisa é financiada pela Embaixada da Noruega e pela Cooperação Técnica Alemã (GIZ). The Business Confidence Index (BCI) study is carried out annually and is a joint initiative between KPMG Mozambique and the Confederation of the Mozambique Trade Associations (CTA). This edition of the research has been funded by the Norwegian Embassy and German International Corporation (GIZ). O IAN tem como objectivo final contribuir para as acções dos diferentes actores tendentes a imprimir maior transparência empresarial no mercado nacional e colocar à disposição dos investidores, quer nacionais quer estrangeiros, um instrumento que confere maior credibilidade ao mercado moçambicano, para além de servir de instrumento de apoio à tomada de decisões dos diferentes agentes económicos. A KPMG contou na presente edição com a parceria da Intercampus (uma empresa do grupo GfK), com o objectivo de recolher dados que permitiram a elaboração de um índice fiável e tecnicamente válido incorporando evidência empírica ao nível provincial sobre a melhoria do ambiente de negócios aos níveis provincial e nacional. A pesquisa é desenvolvida com recurso à análise de variáveis de índole económica, social, política e institucional que afectam o desempenho dos negócios no país. A presente edição da pesquisa faz a compilação da informação recolhida no primeiro semestre de O IAN é de âmbito nacional e é publicado anualmente desde Apesar de ter sido descontinuado durante 3 anos, ele foi relançado em O feedback das edições anteriores mostrou que ele é usado pelos agentes económicos como: (i) barómetro do diálogo entre o governo e o sector privado, (ii) um dos instrumentos de tomada de decisões pelos investidores, (iii) um dos instrumentos usados por consultores, académicos e parceiros de desenvolvimento nas suas análises e políticas. O desenvolvimento desta pesquisa, permite: (i) medir o impacto dos acontecimentos socioeconómicos, políticos e institucionais no clima de negócios em 2010; (ii) avaliar o grau de confiança que os actores económicos depositam no meio em que realizam seus negócios; (iii) promover de forma sistemática a transparência no mercado nacional; (iv) conferir maior credibilidade ao mercado moçambicano junto dos

5 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique investidores nacionais e estrangeiros; e (v) fornecer uma ferramenta de apoio à tomada de decisões a nível institucional e empresarial. Realçar que foram introduzidas na edição anterior novas questões ligadas ao Comércio e Investimento. Estas questões foram introduzidas para abordar alguns aspectos relacionados com o comércio internacional, tais como: a duração do processo de importação e exportação, o uso da carta de crédito nas transacções, bem como a ocorrência de pagamentos informais na aquisição de licenças para este tipo de operações. A pesquisa nesta edição, mostra um incremento do índice em relação à edição anterior, sinal que o empresariado manifesta confiança na tendência e no desempenho dos seus negócios no mercado nacional. Segundo os agentes económicos, os factores referentes à comunicação e a procura de mercado, foram os factores que contribuíram positivamente para a posição do IAN. Por outro lado, os factores referentes à corrupção e ao nível de criminalidade foram, segundo os agentes económicos os factores que contribuem negativamente para o ambiente de negócios.. Uma vez mais a proliferação do sector informal no país mereceu alguma referência por parte dos agentes económicos como manifesta concorrência desleal no mercado nacional. A KPMG Moçambique aproveita esta oportunidade para agradecer a todas as empresas que têm respondido prontamente a esta pesquisa, pois só foi possível produzir este documento com a contribuição generosa dos empresários e dos presidentes das diversas associações económicas do país. Por último, mas não menos importante, o nosso muito obrigado aos financiadores pelo seu indispensável apoio financeiro na produção deste tão importante instrumento para a comunidade empresarial e agentes de decisão aos mais diferentes níveis no nosso país. The main objectives of the BCI are to contribute to the actions of those aiming to bring a greater business transparency to the national market, to make an instrument available to national and international investors and give more credibility to the Mozambican market serving thus as an instrument to support economic agents in their decision making. For this edition KPMG acted in partnership with Intercampus (a member of the GFK group) with the aim to collect data, which would facilitate the calculation of a technically valid and trustworthy index on the improvement of the business environment at a provincial and national level. The study is developed using the analysis of the economic, social, political and institutional variables that affect the country s business performance. This edition of the study is a compilation of information collected during the first half of The BCI is a national study published annually since 1998 apart from a 3 year break followed by a re-launch in Feedback on previous editions shows that it is used by economic agents as: (i) a barometer of the dialogue between government and the private sector, (ii) one of the decision making tools used by investors, and (iii) one of the instruments used by consultants, academics and development partners in their analysis and policies. The development of this research enables the reader to: (i) measure the impact of socio-economic, political and institutional events on the business climate in 2010; (ii) assess the degree of confidence that economic actors have in the business environment in which they operate; (iii) systematically promote transparency in the domestic market; (iv) give increased credibility to the Mozambican market for national and foreign investors; and (v) provide a tool to support decision making tool at an institutional and business level. It should be noted that in the previous edition new questions linked to Trade and Investment were introduced to address aspects related to International Trade such as the duration of the import and export process, the use of credit in transactions and the incidence of informal payments in the acquisition of import and export licenses. This edition of the study shows an increase in the index compared to the previous one, a sign that the business community is expressing confidence in the performance of their businesses in the national market. According to economic agents interviewed, communication and market demand were the factors that contributed positively to the BCI. On the other hand factors relating to corruption and the level of crime were, according to economic agents, the factors that contributed negatively to the business environment. Once again there was reference by the economic agents to the proliferation of the informal sector in the country as unfair competition in the national market. KPMG Mozambique would like to take this opportunity to thank all the companies that have readily responded to this research. Without the generous collaboration of the those firms and the various economic associations in Mozambique the research would have not been possible. Last but not least, our thanks go to the donors for their indispensable financial support towards the production of such an important tool for the business community and decision makers at many different levels in our country. Paulo Mole Sócio Partner KPMG

6 6 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique 2011 Introdução Introduction Moçambique atingiu em 2010 uma taxa de inflação de dois dígitos. Esta aceleração do nível geral de preços deveu-se a uma combinação de factores, destacando-se a redução de oferta de produtos alimentares, associada à época chuvosa anormal no início do ano e ao processo de correcção de alguns preços administrados (preço dos combustíveis líquidos) e pelo impacto da depreciação nominal do Metical relativamente às moedas dos principais parceiros comerciais de Moçambique. O início de 2010 foi marcado por algum nervosismo no mercado cambial, conjugado com o atraso no desembolso dos fundos de ajuda externa para apoio directo ao Orçamento do Estado e à Balança de Pagamentos. Salientar que outro factor foi o atraso no desembolsos dos fundos de ajuda externa para apoio directo ao Orçamento do Estado e a balança de Pagamentos, o que impulsionou a um nervosismo no mercado cambial no inicio de Até Agosto de 2010, o Metical observou uma depreciação acumulada em relação ao dólar norte-americano e em relação ao rand sul-africano, respectivamente. Com a aprovação da nova lei cambial nº 11/2009 de 11 de Março, e devido às intervenções do Banco Central na forma de venda de divisas, bem como à retirada do subsídio aos combustíveis, o metical apreciou-se em relação as moedas internacionais de referência. Com a depreciação do metical e com a subida dos preços no mercado internacional, verificou-se no último semestre de 2010 o surgimento de tensões relacionadas com o corte de subsídios ao preço do pão e combustíveis. Este facto traduziu-se num encarecimento do custo de vida que atingiu com maior gravidade a camada da população mais pobre. Na sequência de alguns incidentes e do aumento da tensão social (protestos), as autoridades decidiram reintroduzir os subsídios ao preço do pão. O subsídio foi concedido directamente aos produtores que fazem parte da associação das Panificadoras de Moçambique, consistindo num subsídio de 200 meticais por 50kg de pão produzido. Como forma de compensar este aumento da despesa, as autoridades introduziram cortes nas ajudas de custos aos membros de conselhos de administração de empresas públicas e nos cargos mais elevados da função pública. A escassez de mão-de-obra qualificada é considerada um dos maiores desafios que se colocam ao desenvolvimento da economia moçambicana segundo a Comissão Consultiva do Trabalho (CCT), uma vez que pode originar perdas de competitividade face ao exterior. A actual legislação é pouco flexível e considerada demasiada restritiva no que concerne à contratação de estrangeiros, o que dificulta a angariação de mão-de-obra qualificada, dada à fraca qualificação da mão-de-obra nacional. O sector privado, reconhece a importância das medidas de estabilização macroeconómicas implementadas pelo governo. No entanto, afirmam que os diferentes subsídios concedidos aos combustíveis, ao pão e a electricidade apresentam uma distribuição regressiva, o que beneficia de uma forma mais significativa a população com rendimentos superiores. A economia de Moçambique tem registado um rápido crescimento nos últimos anos, mas a melhoria do ambiente de negócios continua sendo um desafio para o país. Isto resulta da incidência de elevados níveis de corrupção, de criminalidade, um fraco sistema de transporte, limitado acesso ao crédito, ainda existe alguma burocracia nas instituições públicas e ocorrem casos de importações ilegais. Estes factores constituem alguns dos constrangimentos enfrentados para o investimento do sector privado. O IAN ajuda o empresariado nacional e o governo a avaliar o estágio actual do mercado moçambicano, o progresso no diálogo sobre medidas tomadas pelo governo para a melhoria do ambiente de negócios, o nível da sua implementação e o impacto na actividade económica empresarial. A presente edição abrangeu uma amostra representativa de 1000 empresas a nível nacional, distribuídas pelos diversos sectores de actividade. Este documento analisa as percepções colhidas de empresários através de um questionário e é complementada por informação recolhida nas diversas entrevistas administradas junto de associações empresariais no país e, do conhecimento dos analistas e informantes chaves com quem foram trocados pontos de vista sobre os resultados preliminares da pesquisa de campo. Os resultados da pesquisa que a seguir vão ser documentados derivam do trabalho de uma equipa de pesquisadores da KPMG que todos os anos conduzem um inquérito de carácter confidencial a participantes cuja identidade e as respostas não são e não serão, em nenhum momento, divulgadas pela firma.

7 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique O ambiente de negócios é o agregado de todas as condições, eventos e influências que afectam a actividade económica. O Índice de Ambiente de Negócios é baseado nas percepções dos agentes económicos em relação aos factores chave que influenciam negativa ou positivamente a actividade económica. The business environment is the aggregate of all the conditions, events and influences that affect economic activity. The Business Confidence Index is based on perceptions of economic agents in relation to the key factors that influence, positively or negatively, economic activities. In 2010, Mozambique reached a two digit inflation rate. This acceleration in the general price level was due to a combination of factors, of which the reduction in food products available due to the abnormal rainy season at the beginning of the year, the process of correction of some controlled prices (e.g. liquid fuel) and the impact of the depreciation of the Metical against the currencies of Mozambique s principal commercial partners stand out. The beginning of 2010 was marked by some tension in the foreign exchange market linked with the delayed disbursement of foreign aid for direct support to the State Budget. In the period to August 2010 the Metical saw an accumulated depreciation in relation to the American Dollar and in relation to the South African Rand respectively. With the approval of the new foreign exchange law nº 11/2009 of 11th March, the interventions by the Central Bank in the form of foreign currency sales and the removal of the subsidy on fuel the metical appreciated in relation to the international reference currencies. After the depreciation of the metical and the rise in prices in the international market the second half of the year saw the emergence of tensions related to the subsidy cuts on the price of bread and fuel. This resulted in an increase in the cost of living that hit the poorest section of the population with greater severity. As a result of demonstrations and rioting, and an increase of social tension the authorities decided to reintroduce subsidies on the price of bread. The subsidy, 200 meticais per 50kg of bread produced, was paid directly to producers that are members of the Association of Mozambican Bakeries. As a way of compensating for increased costs, the authorities introduced cuts in the allowances paid to members of the board of directors of public companies and the most highly ranked public sector employees. According to the Consultative Commission on Labour (CCT) the shortage of skilled labour is considered one of the biggest challenges facing the development of the Mozambican economy since it can lead to losses in competitiveness abroad. Current legislation has a lack of flexibility and is considered too restrictive in respect of hiring foreigners which, given the lack of qualifications of the national workforce, makes the search for suitable labour difficult. The private sector recognises the importance of the macroeconomic stabilisation measures implemented by the government, however, they claim that the various subsidies given on fuel, bread and electricity present a regressive distribution which benefits more significantly people with higher income levels. The Mozambican economy has registered rapid growth in recent years but improvement in the business environment continues to be a challenge for the country. This is a result of the high incidence of corruption and crime, a weak transport system, limited access to credit, continuing bureaucracy in public institutions and illegal imports. These factors constitute some of the constraints faced by private sector investment. The BCI helps the national business community and the government to evaluate the current state of the Mozambican market, progress in the dialogue between the government and the private sector on measures taken to improve the businesses environment, the level of the implementation of these measures and their impact on businessrelated activities. The research covered a representative sample of 1000 companies at a national level distributed throughout the various sectors of activity. This document analyses entrepreneurs perceptions collected through a questionnaire and complemented by information from a number of interviews with business associations in the country and the knowledge of analysts and key informants with whom opinions were exchanged on the preliminary results of the field research. The results of the study, presented in the sections that follow, are derived from the work of a team of KPMG researchers who, annually, conduct research of a confidential nature with participants whose identity and responses are not and will not at any point be divulged by the company.

8 8 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique 2011 Metodologia Methodology O IAN é uma pesquisa anual que combina informações de carácter tanto qualitativo bem como quantitativo. Dentre os principais objectivos do IAN destacam-se: a caracterização do ambiente económico, a identificação dos maiores obstáculos ao investimento e os elementos fundamentais que afectam o crescimento sustentado do sector empresarial como contributo para o debate de políticas públicas. The BCI is an annual study that combines qualitative and quantitative information. Among the principal objectives of the BCI the following stand out: profiling of the economic environment, identification of the main obstacles to investment and identification of the fundamental elements that affect the sustained growth of the business sector, and contributing to the debate on public policies A pesquisa busca junto dos gestores das empresas opiniões e perspectivas acerca dos diversos aspectos ligados ao ambiente de negócios no qual eles operam. Estes actores são seleccionados por um processo de amostragem tomando em conta a sua representatividade no mercado nacional. Para este ano, a KPMG contou com a parceria da Intercampus, uma empresa pertencente ao grupo GFK, com o objectivo de recolher os dados de uma forma mais moderna e eficaz. A intercampus tem com a KPMG um acordo de confidencialidade de todos os dados referentes a pesquisa IAN. Os dados são colhidos pela Intercampus através de um questionário padronizado, que contribui para o esboço de um retrato de cada uma das províncias do país, sectores de actividade e do país na sua globalidade. Para além do questionário, foram conduzidas diversas entrevistas aos informantes-chave ligados a associações filiadas ao CTA, e instituições governamentais em todas as províncias, o que permite explicar as constatações obtidas em cada província. O IAN baseia-se nas percepções dos agentes económicos em relação a um conjunto de factores-chave que influenciam directa ou indirectamente o ambiente de negócios em Moçambique. O questionário é composto por oito secções agrupando factores específicos nas seguintes categorias: Factores macroeconómicos; Mercado financeiro e de crédito; Comércio e investimento; Infra-estruturas e serviços; Actos de governação e governo; Factores ligados a mão-de-obra; Factores de ordem legal; e Factores de Inovação de Processos. Os participantes da pesquisa IAN provêem de diferentes sectores económicos agrupados como se segue: Agricultura e Pescas; Alimentação e Bebidas; Banca, Leasing e Seguros; Comércio e Serviços;

9 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique Comunicação, Informação e IT; Construção e Materiais de Construção; Energia e Comercialização de Combustíveis; Hotelaria e Turismo; Indústria; e Transporte, Terminais e Serviços. A fonte de informação para a concepção do plano de amostragem deriva do CEMPRE do Instituto Nacional de Estatística, das Pesquisas da KPMG sobre as 100 Empresas de Moçambique e sobre o Índice de Ambiente de Negócios A pesquisa ocorre em 6 fases fundamentais, nomeadamente: (i) revisão e ajustamento dos instrumentos de recolha de dados, (ii) envio e recolha de dados (pela intercampus), (iii) entrevistas aos pontos focais em cada uma das províncias, (iv) processamento e análise de dados (v) redacção do relatório; e (vi) disseminação dos resultados. A computação dos scores é feita com base nos indicadores estatísticos como a média aritmética simples e os números índices. O IAN é composto por vários elementos: o índice geral, índice provincial, índice sectorial e índice por tamanho da firma. É importante salientar que na presente edição da pesquisa foram incorporados na análise, questões adicionais relativas ao comércio e investimento, mão-de-obra, factores de ordem legal e questões sobre inovação, o que permitiu enriquecer os tópicos abordados. Para uma melhor compreensão da estrutura do questionário, a condução das entrevistas, o processo de amostragem, o processamento de dados e a computação dos scores, consulte o Anexo I referente as Notas Metodológicas. The study seeks opinions and predictions from company managers about various elements of the business environment in which they operate. These managers are selected through a sampling process taking into account their representativeness in the national market. This year KPMG counted on a partnership with Intercampus, a company belonging to the GFK group, in order to collect data in a more modern and efficient manner. Intercampus and KPMG have a confidentiality agreement for all the data relating to the BCI. Data is collected by Intercampus using a standard questionnaire that contributes to creating a portrait of each of the Provinces and sectors of activity and of the country as a whole. Besides the questionnaire various interviews were held in all provinces with key informants linked to associations affiliated to the Confederation of Trade Associations CTA and provincial government institutions which enabled the findings obtained in each province to be clarified. The BCI is based on the perceptions of economic agents in relation to a range of key factors that directly or indirectly influence the business environment in Mozambique. The questionnaire comprises eight sections grouping specific factors within the following categories: Macroeconomic factors; Financial markets and credit; Commerce and investment; Infrastructure and services; Governance and the government; Labour; Legal Factors; and Innovation of Processes. The participants of the study BCI come from the various economic sectors grouped as follows: Agriculture and Fishiring; Food and Beverages; Banking, Leasing and Insurance; Commerce and Services; Communications, Information and IT; Construction and Construction Materials; Energy and Fuels Commercialisation; Hotel Management and Tourism; Industry; and Transport, Terminals and Services. The sources of information for the design of the sampling plan are CEMPRE from the National Institute of Statistics, the KPMG study of the Top 100 Companies of Mozambique and the Business Confidence Indexes The research takes place in 6 fundamental phases namely: (i) review and adjustment of the data collection instruments¹, (ii) distribution of questionnaires and data collection (by intercampus), (iii) interviews with focal points in each of the provinces, (iv) processing and analysis of the data (v) editing of the report and (vi) circulation of the results. The computation of the scores is carried out on the basis of the statistical indicators with simple arithmetic averages and the index scores. The BCI comprises the following elements; a general index, provincial index, index by sector and index by firm size. It is important to point out that for this edition of the study additional questions relating to commerce and investment, labour, legal factors and innovation were incorporated enriching the topics covered. For a better understanding of the structure of the questionnaire, the interview process, the sampling process, the processing of data and the computation of the scores please see Appendix 1 - notes on methodology. 1 Uma parte substancial do questionário provém do questionário usado em edições anteriores. 1 A substantial part of the questionnaire is taken from the questionnaire used for the previous edition

10 10 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique 2011 O presente capítulo aborda de uma forma sumária o desempenho das principais variáveis macroeconómicas ao longo do ano O objectivo é ilustrar qual foi a evolução dos principais indicadores macroeconómicos, nomeadamente a inflação, a taxa de câmbio, os níveis da balança comercial e as taxas de juro em Moçambique. Uma análise destes indicadores permite aferir a sua influência sobre a percepção dos agentes económicos em relação ao ambiente de negócios em This chapter deals in summary form with the performance of the principal macroeconomic variables during Its objective is to illustrate the evolution of the principal macroeconomic indicators namely inflation, exchange rates, balance of trade and interest rates in Mozambique. An analysis of these factors allows us to gauge their influence on the perceptions of economic agents in relation to the business environment in 2010.

11 Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique O Contexto Macroeconómico do Índice de Ambiente de Negócios em Moçambique The Macroeconomic Context of the Business Confidence Index in Mozambique Inflação A inflação refere-se ao aumento do nível geral de preços que provoca uma erosão do poder de compra de uma moeda. De acordo com o Relatório do Banco de Moçambique, de 2010, até o final de Dezembro de 2010 a economia moçambicana registou uma inflação de 17.4%. Este é um retorno à taxa de inflação de dois dígitos pela primeira vez em sete anos e acima da meta de 9,5%, estabelecida pelo Governo para Este aumento dos preços resultou de um aumento nos preços dos alimentos e do petróleo a nível internacional, associado à retirada gradual do subsídio de combustível que vinha sendo praticado em Moçambique. Além disso, a inflação agravou-se devido à depreciação do Metical em relação ao Dólar dos EUA e Inflation Inflation refers to the increase in the general level of prices that leads to an erosion of the purchasing power of a currency. According to the 2010 Bank of Mozambique report, the Mozambican economy registered inflation of 17.4% to the end of December This is a return to a two digit inflation rate for the first time in seven years and above the target of 9.5% set by the Government for This increase in prices resulted from an increase in food and fuel prices at an international level linked with the gradual reduction of the fuel subsidy which was being applied in Mozambique. In addition, inflation has been aggravated by the depreciation of the Metical against the US Dollar and the South African Rand, a

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water

Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water Multicriteria Impact Assessment of the certified reference material for ethanol in water André Rauen Leonardo Ribeiro Rodnei Fagundes Dias Taiana Fortunato Araujo Taynah Lopes de Souza Inmetro / Brasil

Leia mais

Índice do. Ambiente de Negócios. Business Confidence Index. Agosto August 2010

Índice do. Ambiente de Negócios. Business Confidence Index. Agosto August 2010 Agosto August 2010 Índice do Ambiente de Negócios Business Confidence Index Índice do Ambiente de Negócios KPMG Moçambique April 2010 Business Confidence Index of KPMG Mozambique April 2010 1 Índice do

Leia mais

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho

Banca examinadora: Professor Paulo N. Figueiredo, Professora Fátima Bayma de Oliveira e Professor Joaquim Rubens Fontes Filho Título: Direção e Taxa (Velocidade) de Acumulação de Capacidades Tecnológicas: Evidências de uma Pequena Amostra de Empresas de Software no Rio de Janeiro, 2004 Autor(a): Eduardo Coelho da Paz Miranda

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Inglês Tradução Livre 14/2014 TEXTO Brazil Leads Decline Among World's Biggest Companies THE losses OF São Paulo's stock market AND THE decline OF Brazil's real made Brazilian companies THE biggest losers among THE world's major companies,

Leia mais

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico

106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico 106 BANCO DE PORTUGAL Boletim Estatístico B.7.1.1 Taxas de juro sobre novas operações de empréstimos (1) concedidos por instituições financeiras monetárias a residentes na área do euro (a) Interest rates

Leia mais

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009

SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 SAP anuncia resultados do Segundo Trimestre de 2009 A SAP continua a demonstrar um forte crescimento das suas margens, aumentando a previsão, para o ano de 2009, referente à sua margem operacional Non-GAAP

Leia mais

A. Situação / Situation

A. Situação / Situation A. Situação / Situation A Assembleia Mundial da Saúde (OMS) aprova em 1969 o Regulamento Sanitário Internacional, revisto pela quarta vez em 2005. Esta última versão entrou em vigor no plano internacional

Leia mais

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio

COSEC. Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio COSEC 8 de Agosto de 2011 Valorização do Real e Mercado Futuro de Câmbio Roberto Giannetti da Fonseca Diretor Titular Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior Mitos e Mistérios do Mercado

Leia mais

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES

2. HUMAN RESOURCES 2. RECURSOS HUMANOS 1 RECRUTAMENTO E SELECÇÃO 1 RECRUITMENT AND SELECTION 2 QUALIFICAÇÃO DOS TRABALHADORES RECURSOS HUMANOS HUMAN RESOURCES . RECURSOS HUMANOS RECRUTAMENTO E SELECÇÃO. HUMAN RESOURCES RECRUITMENT AND SELECTION O recrutamento e a situação contratual, no ano em análise, e face ao anterior, caracterizaram-se

Leia mais

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking

assumptions of that particular strengthening the participation of families and local communities in the strategic direction of schools, not taking Agradecimentos A dissertação do Mestrado que adiante se apresenta resulta na concretização de um projecto que me parecia difícil mas não impossível de alcançar. Foram meses seguidos de trabalho de investigação,

Leia mais

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas?

Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Será que as Taxas de Juro das Instituições de Microfinanças, em Moçambique, são muito elevadas? Nota preparada por Sandra Bila e John Rand Direcção Nacional de Estudos e Análise de Políticas (DNEAP) De

Leia mais

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA

75, 8.º DTO 1250-068 LISBOA EAbrief: Medida de incentivo ao emprego mediante o reembolso da taxa social única EAbrief: Employment incentive measure through the unique social rate reimbursement Portaria n.º 229/2012, de 03 de Agosto

Leia mais

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008

Faturamento - 1966/2008 Revenue - 1966/2008 1.6 Faturamento 1966/008 Revenue 1966/008 1966 1967 1968 1969 1970 1971 197 1973 1974 1975 1976 1977 1978 1979 198 AUTOVEÍCULOS VEHICLES 7.991 8.11 9.971 11.796 13.031 15.9 17.793 0.78 3.947 6.851 6.64

Leia mais

Definição de competitividade

Definição de competitividade TRIBUTAÇÃO E COMPETITIVIDADE VII Jornadas do IPCA 25.11.2006 Claudia Dias Soares Universidade Católica Portuguesa Definição de competitividade EC 2004: a sustained rise in the standards of living of a

Leia mais

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011

Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas. Comitê de Comércio Exterior. Brasília Julho de 2011 Fórum Permanente de Micro e Pequenas Empresas Comitê de Comércio Exterior Brasília Julho de 2011 BALANÇA BRASILEIRA DE COMÉRCIO EXTERIOR DE BENS E SERVIÇOS* US$ Bilhões BRAZILIAN FOREIGN TRADE IN GOODS

Leia mais

1. THE ANGOLAN ECONOMY

1. THE ANGOLAN ECONOMY BPC IN BRIEF ÍNDICE 1. THE ANGOLAN ECONOMY 2. EVOLUTION OF THE BANK SECTOR 3. SHAREHOLDERS 4. BPC MARKET RANKING 5. FINANCIAL INDICATORES 6. PROJECTS FINANCE 7. GERMAN CORRESPONDENTS 1. THE ANGOLAN ECONOMY

Leia mais

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios

Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA Capital Humano e Capital Social: Construir Capacidades para o Desenvolvimento dos Territórios Sandra Sofia Brito da Silva Dissertação

Leia mais

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica

International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China. dossiers. Economic Outlook Conjuntura Económica dossiers Economic Outlook Conjuntura Económica International Trade and FDI between Portugal-China Comércio Internacional e IDE entre Portugal-China Last Update Última Actualização: 10-02-2015 Prepared

Leia mais

Gerenciamento de projetos SMART GRID

Gerenciamento de projetos SMART GRID Gerenciamento de projetos SMART GRID OBJETIVO Em razão da (o): Grandiosidade e complexidade dos projetos SMART GRID Contexto econômico local e global vs. QUALIDADE dos serviços públicos. p Exigências de

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA. A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação. Por. Ana Margarida Nisa Vintém UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA A Reputação e a Responsabilidade Social na BP Portugal: A importância da Comunicação Relatório de estágio apresentado à Universidade Católica Portuguesa para obtenção do

Leia mais

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos

SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos SAP fecha 2008 com Crescimento de Dois Dígitos A SAP aumenta a um ritmo de 14% as receitas de software e de serviços relacionados com software em 2008 e apresenta um crescimento nas receitas totais de

Leia mais

Consultoria em Direito do Trabalho

Consultoria em Direito do Trabalho Consultoria em Direito do Trabalho A Consultoria em Direito do Trabalho desenvolvida pelo Escritório Vernalha Guimarães & Pereira Advogados compreende dois serviços distintos: consultoria preventiva (o

Leia mais

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS

ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS ESTRUTURA DE CAPITAL: UMA ANÁLISE EM EMPRESAS SEGURADORAS THE CAPITAL STRUCTURE: AN ANALYSE ON INSURANCE COMPANIES FREDERIKE MONIKA BUDINER METTE MARCO ANTÔNIO DOS SANTOS MARTINS PAULA FERNANDA BUTZEN

Leia mais

Minimum Wage Report ANGOLA. www.meusalario.org/angola

Minimum Wage Report ANGOLA. www.meusalario.org/angola Minimum Wage Report ANGOLA www.meusalario.org/angola Minimum Wage In Angola The minimum wage in Angola is the one established by law on the basis of a tripartite agreement between workers, employers and

Leia mais

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL

REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL REAL ESTATE MARKET IN BRAZIL JOÃO CRESTANA President of Secovi SP and CBIC National Commission of Construction Industry SIZE OF BRAZIL Population distribution by gender, according to age group BRAZIL 2010

Leia mais

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010)

Parte 1 Part 1. Mercado das Comunicações. na Economia Nacional (2006-2010) Parte 1 Part 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) Communications Market in National Economy (2006/2010) Parte 1 Mercado das Comunicações na Economia Nacional (2006-2010) / Part 1

Leia mais

As Novas Formas de Financiamento da Economia

As Novas Formas de Financiamento da Economia As Novas Formas de Financiamento da Economia Francisco Fonseca Vice-Presidente ANJE 2º CONGRESSO DAS EMPRESAS E DAS ACTIVIDADES ECONÓMICAS - LISBOA O que são? Formas alternativas de financiamento incluem

Leia mais

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO

CARLA ALEXANDRA SEVES DE ANDRADE CANOTILHO Escola Superior de Tecnologia e Gestão Instituto Politécnico da Guarda R E L AT Ó R I O D E AT I V I D A D E P R O F I S S I O N A L N A J. V A R G A S - G A B I N E T E T É C N I C O D E G E S T Ã O E

Leia mais

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE)

Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Xai-Xai, 28 de Agosto de 2009 Rogério P. Ossemane (IESE) Países em recessão oficial (dois trimestres consecutivos) Países em recessão não-oficial (um trimestre) Países com desaceleração econômica de mais

Leia mais

Integração de Imigrantes

Integração de Imigrantes Integração de Imigrantes ODEMIRA INTEGRA It is a project born from the need to improve and increase support measures, reception and integration of immigrants. 47% of immigrants registered in the district

Leia mais

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo

PRESS RELEASE. Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo PRESS RELEASE 8 de Dezembro de 2009 Mecanismos fiscais aos Business Angels sucedem-se um pouco por todo o mundo FNABA representou Portugal, em Pequim (China), na First Global Conference da World Business

Leia mais

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC)

FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) FICHA DE UNIDADE CURRICULAR (UC) Ano letivo 2014/2015 Ano/Semestre curricular 2º ano/3º semestre Unidade Curricular [designação e tipo/se é do tipo obrigatório ou optativo] (máx100 caracteres) Língua de

Leia mais

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Parte 16 - Pedidos de Anexo I: Instruções para o modelo de documento justificativo de pedido de Versão 1.0 Página 1 de 7 Instruções Na IUCLID, por cada informação

Leia mais

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique

Missão Empresarial a Moçambique. O financiamento para as empresas em Moçambique Missão Empresarial a Moçambique O financiamento para as empresas em Moçambique Maio de 2013 Enquadramento Macroeconómico Financiamento Bancário: - Tipos de Crédito; - Riscos de Crédito Água: Tipos de negócio

Leia mais

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores

A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores A tangibilidade de um serviço de manutenção de elevadores Tese de Mestrado em Gestão Integrada de Qualidade, Ambiente e Segurança Carlos Fernando Lopes Gomes INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO E CIÊNCIAS Fevereiro

Leia mais

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA

MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Universidade de Lisboa Faculdade de Medicina de Lisboa MAUS TRATOS NA POPULAÇÃO IDOSA INSTITUCIONALIZADA Catarina Isabel Fonseca Paulos Mestrado em Medicina Legal e Ciências Forenses 2005 Esta dissertação

Leia mais

O papel do MBA na carreira do executivo

O papel do MBA na carreira do executivo O papel do MBA na carreira do executivo Renata Fabrini 09.03.2010 CONFERÊNCIA ANAMBA E ENCONTRO REGIONAL LATINO AMERICANO DO EMBA COUNCIL 2010 sobre a Fesa maior empresa consultoria especializada com atuação

Leia mais

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %)

Qualquer similaridade é mera coincidência? a. Venda doméstica de automóveis na Coréia (y-o-y, %) Brasil e Coréia: Qualquer similaridade é mera coincidência? a Faz algum tempo que argumentamos sobre as lições importantes que a Coréia oferece ao Brasil. O país possui grau de investimento há muitos anos,

Leia mais

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE

Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE Salud Brasil SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE IV EXPOEPI International Perspectives on Air Quality: Risk Management Principles for Oficina de Trabalho: Os Desafios e Perspectivas da Vigilância Ambiental

Leia mais

USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 WORK PLAN FOR IMPLEMENTATION OF THE UNITED STATES PATENT AND

Leia mais

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL?

HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? HOW DO YOU BECOME A LAWYER IN BRAZIL? Doing Business in Brazil: Pathways to Success, Innovation and Access under the Legal Framework Keynote Speaker: Mr. José Ricardo de Bastos Martins Partner of Peixoto

Leia mais

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps

Digital Cartographic Generalization for Database of Cadastral Maps Mariane Alves Dal Santo marianedalsanto@udesc.br Francisco Henrique de Oliveira chicoliver@yahoo.com.br Carlos Loch cloch@ecv.ufsc.br Laboratório de Geoprocessamento GeoLab Universidade do Estado de Santa

Leia mais

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores

A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores A Aviação no Comércio Europeu de Licenças de Emissão Especificidades para pequenos emissores Departamento de Alterações Climáticas, Ar e Ruído (DACAR) Divisão de Poluição Atmosférica e Alterações Climáticas

Leia mais

FDLI s Brazil Conference

FDLI s Brazil Conference Programa Alimentos Seguros: uma experiência brasileira Food Safety Program: a Brazilian experience FDLI s Brazil Conference Zeide Lúcia Gusmão, MSc. National Coordinator PAS SENAI Nacional Department São

Leia mais

Inquérito aos Diplomados Graduate survey CURSOS DE MESTRADO MASTER COURSES ISMAI

Inquérito aos Diplomados Graduate survey CURSOS DE MESTRADO MASTER COURSES ISMAI Inquérito aos Diplomados Graduate survey CURSOS DE MESTRADO MASTER COURSES ISMAI Introdução Durante as duas últimas semanas de Fevereiro de 21, foi realizado nas instalações do ISMAI um inquérito aos diplomados

Leia mais

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação

A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação A Modernização Tecnológica no Setor Público: a experiência de cooperação Clarice Stella Porciuncula 1 Analista de Sistemas da PUC-RS Especialista em Sistemas de Informação e Telemática na UFRGS Analista

Leia mais

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO PROJECTO PROVAS EXPERIMENTAIS DE EXPRESSÃO ORAL DE LÍNGUA ESTRANGEIRA - 2005-2006 Ensino Secundário - Inglês, 12º ano - Nível de Continuação 1 1º Momento GUIÃO Domínio de Referência: CIDADANIA E MULTICULTURALISMO

Leia mais

Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program. Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar

Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program. Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar Trade Mission to South Africa May 2016 Preliminary Program Missão Comercial à África do Sul Maio 2016 Programa Preliminar 1 Working Document/ Documento Preliminar This is a working document for interaction

Leia mais

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET

BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET BR-EMS MORTALITY AND SUVIVORSHIP LIFE TABLES BRAZILIAN LIFE INSURANCE AND PENSIONS MARKET 2015 1 e-mail:mario@labma.ufrj.br Tables BR-EMS, mortality experience of the Brazilian Insurance Market, were constructed,

Leia mais

egovernment The Endless Frontier

egovernment The Endless Frontier CENTRO DE GESTÃO DA REDE INFORMÁTICA DO GOVERNO (Management Center for the Electronic Government Network) egovernment The Endless Frontier Alexandre Caldas 29 th June 2010 Summary VISION AND LEADERSHIP

Leia mais

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA?

A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? A AUSTERIDADE CURA? A AUSTERIDADE MATA? 29.Nov.2013 Financiamento Sector público é a principal fonte de financiamento de cuidados de saúde. Apenas EUA e México apresentam menos de 50% de financiamento

Leia mais

Participatory Map of Rio de Janeiro

Participatory Map of Rio de Janeiro Leandro Gomes Souza Geographer Luiz Roberto Arueira da Silva Director of City Information Pereira Passos Institute - City of Rio de Janeiro About us Pereira Passos Institute (IPP) is Rio de Janeiro municipal

Leia mais

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD

ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD PRESENTATION APIMEC BRASÍLIA ADJUSTMENTS IN BRAZIL S ECONOMIC POLICY IN 2015 WILL LIKELY PRODUCE MORE SUSTAINABLE GDP GROWTH RATES GOING FORWARD 1 1 Brasília, February, 5th 2015 Ellen Regina Steter WORLD

Leia mais

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro

A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro A Importância da Informação Contabilística e do Relato Financeiro Pedro Silva Ferreira Diretor do Departamento de Contabilidade e Controlo do Banco de Portugal 7 outubro 0 Lisboa XIII Conferência sobre

Leia mais

ELEnA European Local ENergy Assistance

ELEnA European Local ENergy Assistance ECO.AP Programa de Eficiência Energética na Administração Pública ELEnA European Local ENergy Assistance Lisboa, 6/03/2015 Desafios 1 Conhecimento: a) Edifícios/equipamentos; b) Capacidade técnica; c)

Leia mais

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia

ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia ACEF/1112/04062 Decisão de apresentação de pronúncia Decisão de Apresentação de Pronúncia ao Relatório da Comissão de Avaliação Externa 1. Tendo recebido

Leia mais

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos).

Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico diminuiu na União Europeia (-1.2 pontos) e na Área Euro (-1.5 pontos). Ago-04 Ago-05 Ago-06 Ago-07 Ago-08 Ago-09 Ago-10 Ago-11 Ago-12 Ago-13 Ago-14 Análise de Conjuntura Setembro 2014 Indicador de Sentimento Económico Em Agosto de 2014, o indicador de sentimento económico

Leia mais

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio

Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Full Ship Charter Qualification / Formulário de Fretamento de Navio Qualification Completed By / Qualificação completada por: Country/Region / País/Região: Royal Caribbean LTD Lead Source & Contact Information

Leia mais

Relatório de Acção Action Report

Relatório de Acção Action Report Relatório de Acção Action Report CasA+ Building Codes 17 Novembro Expo Energia 09 16 de Dezembro de 2009 Data: 17 Novembro Título: Casas dos anos 70 e 90 revelam mais ineficiência energética Meio: Rádio

Leia mais

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies

Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies Federal Court of Accounts Brazil (TCU) Auditing Climate Change Policies JUNNIUS MARQUES ARIFA Head of Department of Agriculture and Environmental Audit TCU s mandate and jurisdiction 1. Role of Supreme

Leia mais

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM.

ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS. Prova-modelo. Instruções. Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. ACFES MAIORES DE 23 ANOS INGLÊS Prova-modelo Instruções Verifique se o exemplar da prova está completo, isto é, se termina com a palavra FIM. A prova é avaliada em 20 valores (200 pontos). A prova é composta

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO PROCESSO DE IMPLANTAÇÃO DE UM SISTEMA INTEGRADO DE GESTÃO EM UMA ORGANIZAÇÃO

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA AGRICULTURA PROGRAMA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO RURAL NAS PROVINCIAS DE MANICA E SOFALA - PADR Concurso com Previa Qualificação Convite para a Manifestação de Interesse

Leia mais

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino - LTDA Faculdade Sete de Setembro FASETE Bacharelado em Administração VICTOR HUGO SANTANA ARAÚJO ANÁLISE DAS FORÇAS DE PORTER NUMA EMPRESA DO RAMO FARMACÊUTICO:

Leia mais

Guião A. Descrição das actividades

Guião A. Descrição das actividades Proposta de Guião para uma Prova Grupo: Ponto de Encontro Disciplina: Inglês, Nível de Continuação, 11.º ano Domínio de Referência: Um Mundo de Muitas Culturas Duração da prova: 15 a 20 minutos 1.º MOMENTO

Leia mais

Enterprise Europe - Portugal

Enterprise Europe - Portugal Enterprise Europe - Portugal Oportunidades de Cooperação Internacional Agência de Inovação Bibiana Dantas Lisboa, 5-Jun-2012 Enterprise Europe Portugal Jun 2012 2 A União Europeia é um mercado de oportunidades!

Leia mais

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence

Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution. Marcas representadas Represented brands. Aposta na competência Focus on competence Teixeira Duarte Distribuição Teixeira Duarte Distribution Marcas representadas Represented brands Aposta na competência Focus on competence Mercados de atuação Marketplaces Angola Angola Brasil Brazil

Leia mais

Faro. Enriching our city brand

Faro. Enriching our city brand Faro Enriching our city brand 1 2 3 establish a strategy to value our identity1 st Step evaluation supported by studies and similar work / statistical and qualitative analysis / tourists, visitors and

Leia mais

Problemas de Mensuração na Presença de Inflação Alta e Variável:

Problemas de Mensuração na Presença de Inflação Alta e Variável: Curso Bem-Estar Social Marcelo Neri www.fgv.br/cps Problemas de Mensuração na Presença de Inflação Alta e Variável: 1) A alta instabilidade de renda superestima as medidas de desigualdade. Mudanças na

Leia mais

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management

MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE. manual for management MT BOOKING SYSTEM BACKOFFICE manual for management BACKOFFICE BACKOFFICE Últimas Reservas Latest Bookings 8 7 6 3 2 2 Configurações Configuration - pag. 3 Barcos Boats - pag.8 Pessoal Staff - pag.0 Agentes

Leia mais

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks

Intellectual Property. IFAC Formatting Guidelines. Translated Handbooks Intellectual Property IFAC Formatting Guidelines Translated Handbooks AUTHORIZED TRANSLATIONS OF HANDBOOKS PUBLISHED BY IFAC Formatting Guidelines for Use of Trademarks/Logos and Related Acknowledgements

Leia mais

Universidade do Porto

Universidade do Porto O Estado da Arte em Projectos de Investimento - A Importância da Análise Não Financeira Na Prática das Empresas Portuguesas Nuno Filipe Lopes Moutinho Tese de Mestrado em Ciências Empresariais Área de

Leia mais

The Portuguese Economy in Angola

The Portuguese Economy in Angola Luanda via Lisbon Parcerias luso-alemãs para uma presença mais forte em Angola The Portuguese Economy in Angola João Luís Traça Member of the Executive Board WHO ARE WE? The Portugal-Angola Chamber of

Leia mais

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011

RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 RELATÓRIO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS E DA POSIÇÃO DE INVESTIMENTO INTERNACIONAL, 2011 I. BALANÇA DE PAGAMENTOS A estatística da Balança de Pagamentos regista as transacções económicas ocorridas, durante

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO. Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO FACULDADE DE EDUCAÇÃO JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática São Paulo 2010 JOÃO FÁBIO PORTO Diálogo e interatividade em videoaulas de matemática

Leia mais

Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015

Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015 Abordagem modular e projectos horizontais Infoday Lisboa, Setembro 2015 um Eixo Prioritário territorial EIXO PRIORITÁRIO 1: Promover as capacidades de inovação no Mediterrâneo para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt.

NORMAS PARA AUTORES. As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. NORMAS PARA AUTORES As normas a seguir descritas não dispensam a leitura do Regulamento da Revista Portuguesa de Marketing, disponível em www.rpm.pt. COPYRIGHT Um artigo submetido à Revista Portuguesa

Leia mais

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo

Restrições intrapessoais para o lazer em turismo Renato das Chagas Benevenuto Restrições intrapessoais para o lazer em turismo por idosos no Rio de Janeiro Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Administração

Leia mais

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS

TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE PSICOLOGIA E DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO TUTORIA INTERCULTURAL NUM CLUBE DE PORTUGUÊS SANDRA MARIA MORAIS VALENTE DISSERTAÇÃO DE MESTRADO EM CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO Área de

Leia mais

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy

Compartilhando Energia Humana. Sharing Human Energy Compartilhando Energia Humana Sharing Human Energy A Chevron Brasil tem como estratégia e valor um plano de investimento social voltado para o incentivo à qualificação profissional e ao empreendedorismo

Leia mais

Banco Central e Sistema Financeiro: O Caso Brasileiro. Pós-Plano Real e Implicações sobre Fiscalização Bancária.

Banco Central e Sistema Financeiro: O Caso Brasileiro. Pós-Plano Real e Implicações sobre Fiscalização Bancária. Tiago Couto Berriel Banco Central e Sistema Financeiro: O Caso Brasileiro Pós-Plano Real e Implicações sobre Fiscalização Bancária. Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

Influência das alianças estratégicas no crescimento de pequenas e médias empresas brasileiras de software

Influência das alianças estratégicas no crescimento de pequenas e médias empresas brasileiras de software Renato Rocha Ribeiro Influência das alianças estratégicas no crescimento de pequenas e médias empresas brasileiras de software Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008

PORTUGAL Economic Outlook. Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 PORTUGAL Economic Outlook Carlos Almeida Andrade Chief Economist Julho 2008 Portugal: Adaptação a um novo ambiente económico global A economia portuguesa enfrenta o impacto de um ambiente externo difícil,

Leia mais

Erasmus Student Work Placement

Erasmus Student Work Placement Erasmus Student Work Placement EMPLOYER INFORMATION Name of organisation Address Post code Country SPORT LISBOA E BENFICA AV. GENERAL NORTON DE MATOS, 1500-313 LISBOA PORTUGAL Telephone 21 721 95 09 Fax

Leia mais

OFFICE. Office Background

OFFICE. Office Background OFFICE Office Background Since it was founded in 2001, steady growth has been registered by the office in the Brazilian market of corporate law, a field in which our services are exemplary. The consolidation

Leia mais

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades

EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Ana Teresa Dias Valente Marline Morais Conceição Vieira de Carvalho Ana Teresa Dias Valente Morais EMPREENDEDORISMO JOVEM EM CABO VERDE: necessidades e oportunidades Dissertação de Mestrado em Intervenção

Leia mais

The Brazil United States Consumer Product Safety Conference Brazil United States Joint Press Statement June 10, 2011 Rio de Janeiro, Brazil Common Interests Ensuring a high level of consumer product safety

Leia mais

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java

Tese / Thesis Work Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Licenciatura em Engenharia Informática Degree in Computer Science Engineering Análise de desempenho de sistemas distribuídos de grande porte na plataforma Java Performance analysis of large distributed

Leia mais

1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões

1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões PORTUGAL COMO DTINO DE NEARSHORE OUTSOURCING EDIÇÃO 2012 Sumário Executivo Índice 1. OEstudo 2. Portugal como destino de NearshoreOutsourcing (Edição 2012) 3. Conclusões Este estudo baseou-se em informação

Leia mais

A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional

A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional Claudia Müller de Almeida A Influência do Correio Eletrônico na Comunicação Organizacional Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do grau de Mestre pelo Programa

Leia mais

FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS

FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS FUNCIONAMENTO DA GESTÃO DA RESERVA FINANCEIRA DA REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU E RESPECTIVOS DADOS 1. REGIME DA RESERVA FINANCEIRA A Lei n. o 8/2011 estabelece o regime jurídico da reserva financeira

Leia mais

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry

Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry LABORATÓRIO NACIONAL DE METROLOGIA DAS RADIAÇÕES IONIZANTES IRD- Instituto de Radioproteção e Dosimetria Neutron Reference Measurements to Petroleum Industry Karla C. de Souza Patrão, Evaldo S. da Fonseca,

Leia mais

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica

Normalização e interoperabilidade da informação geográfica Normalização e interoperabilidade da informação geográfica perspetivas para a formação em Engenharia Geográfica João Catalão Departamento de Engenharia Geográfica, Geofísica e Energia Faculdade de Ciências

Leia mais

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8

Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 2ª Reunião Extraordinária da Câmara Setorial de Alimentos Agência de Vigilância Sanitária - ANVISA ITEM 8 INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS PARA O MONITORAMENTE E GERENCIAMENTO DA CADEIA DE FRIO Luis Madi / Eloísa

Leia mais

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento

Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Ficha de unidade curricular Curso de Doutoramento Unidade curricular História do Direito Português I (Doutoramento - 1º semestre) Docente responsável e respectiva carga lectiva na unidade curricular Prof.

Leia mais

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica.

International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros. Economic Outlook. Económica. dossiers Economic Outlook Conjuntura International Trade: Statistics and Top 10 Partners Comércio Internacional: Estatísticas e Top 10 Parceiros Last Update Última Actualização 15-07-2015 Prepared by PE

Leia mais

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil.

Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Self-reported diabetes: a feasible solution for national surveys in developing countries as Brazil. Valéria M. Azeredo Passos, Janaina Caldeira Pereira, Sandhi Maria Barreto INTRODUCTION Type 2 diabetes

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE LETRAS Mestrado em Ciências da Documentação e da Informação Variante de Arquivo A EXTERNALIZAÇÃO DE SERVIÇOS DE ARQUIVO GESTÃO E CUSTÓDIA DE DOCUMENTOS CONTRIBUTO PARA

Leia mais

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA

POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA Revista Brasileira de Energia, Vol. 17, N o. 1, 1 o Sem. 2011, pp. 73-81 73 POTENCIAL DE INTERCÂMBIO DE ENERGIA ELÉTRICA ENTRE OS SISTEMAS ELÉTRICOS DO BRASIL E DA ARGENTINA André Luiz Zanette 1 RESUMO

Leia mais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais

Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais 1 Sistemas de certificação da qualidade nas instituições de respostas sociais Susana Lucas susana.lucas@estbarreiro.ips.pt Instituto

Leia mais