Pesquisa. Intenção de

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Pesquisa. Intenção de"

Transcrição

1 Pesquisa SPC BRASIL: Intenção de Compras para o Natal Novembro/2013

2 Pesquisa do SPC Brasil revela que brasileiros pretendem gastar mais e comprar mais presentes neste Natal Se depender dos consumidores brasileiros, o Natal de 2013 será mais farto - em termos de quantidade e de valor gasto com os presentes de final de ano, de acordo com a mais recente pesquisa do SPC Brasil. Isso porque 67% dos entrevistados afirmam que pretendem presentear alguém nesse final de ano e 55% acreditam que devem comprar quatro ou mais presentes. Em relação ao valor das compras de Natal, 41% avaliam que vão gastar mais do que no ano passado e outros 46% acreditam que devem despender a mesma quantia. O estudo indica também que, no geral, os homens se mostram menos engajados do que as mulheres em relação às compras de Natal. 2

3 Desta forma, para 87% dos ouvidos, este Natal será igual ou melhor do que o anterior em termos de compras. O otimismo se justifica: 57% dos pesquisados afirmam que sua situação financeira melhorou do ano passado para cá (com elevação da renda e do emprego) e 25% avaliam que ela continua a mesma. Para 18%, a situação piorou. Todos esses dados constam da pesquisa intitulada Intenção de Compras no Natal, cujos dados foram coletados entre 23 e 27 de outubro nas 27 capitais brasileiras. O SPC Brasil ouviu 651 consumidores com mais de 18 anos, pertencentes a todas as classes econômicas e que têm intenção de presentar no Natal de A amostra gerou uma margem de erro de 3,8 pontos percentuais para um intervalo de confiança a 95%. A pesquisa teve como objetivo descobrir: A pretensão de presentear parentes e amigos neste Natal; A caracterização dos consumidores que pretendem presentar; A pretensão de compras para o Natal; Os motivos que justificam a pretensão de presentear; A quantidade de presentes que se pretende comprar; O valor que se pretende gastar; As categorias de produtos que pretende comprar; O perfil do presenteado; O fator que leva em consideração no processo de escolha; A destinação do décimo terceiro salário; O período e locais em que realizará a compra; As compras pela internet; As percepções sobre os preços dos produtos neste natal; Os hábitos de celebração do Natal e Réveillon. 3

4 Contexto macroeconômico A conjuntura econômica nacional apresenta um cenário positivo neste segundo semestre do ano no que se refere às perspectivas de consumo por parte da população. O comércio varejista deve fechar o ano de 2013 com um crescimento da ordem de 4,5%, de acordo com estimativas de especialistas do SPC Brasil. Em outubro, por exemplo, as vendas apresentaram uma variação positiva de 3,18% em relação a setembro. Por outro lado, mesmo com o encarecimento do crédito no país, as vendas a prazo tiveram alta de 4,11% em outubro relação a setembro o melhor resultado dos últimos seis meses, de acordo com dados da entidade. Por outro lado, o nível de inadimplência também vem sofrendo uma leve redução. Ainda segundo o SPC Brasil, o volume de consumidores inadimplentes registrou queda de 1,17% em outubro, em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados do Banco Central mostram que a situação dos consumidores está melhor. O percentual dos rendimentos dedicado ao pagamento de parcelas e dívidas caiu de 22,68% para 21,40% em 12 meses é o menor comprometimento em 26 meses. Além disso, houve recuo no índice de inadimplência de pessoas físicas, que caiu de 5,86% em setembro de 2012 para 4,86% em setembro de 2013 (último dado disponível). Pesquisa anterior do SPC Brasil, divulgada, em agosto indicou que 84% dos brasileiros inadimplentes conseguiram, recentemente, fazer um acordo satisfatório com os bancos ou instituição credora. Esses indicadores têm estimulado os bancos a oferecerem, por sua vez, condições também mais atraentes ao consumidor. Mesmo com as últimas elevações da Taxa Selic, os bancos estão ampliando a sua oferta de crédito no país. De acordo com o Banco Central, o estoque total de crédito no Brasil está em alta e ultrapassa 55% do PIB, superando o nível de R$ 2,5 trilhões. Os principais resultados da pesquisa, apresentados a seguir, estão em sintonia com este contexto macroeconômico. Principais resultados Caracterização da amostra Foram realizadas 869 entrevistas com o objetivo de descobrir qual o percentual de consumidores que pretende comprar algum presente para o Natal Deste total, 218 afirmaram que não têm intenção de presentear ninguém. 4

5 Os resultados apresentados e analisados nesse estudo tiveram como base, portanto, as 615 entrevistas realizadas com os consumidores que presentearão alguém. Deste total, 43% são homens e 57% são mulheres. Em relação à renda média familiar, 6% afirmaram receber até R$ 960,00 (classe DE); outros 68% disseram que recebem entre R$ 961,00 e R$ 1.950,00 (classe C); 25% ganham entre R$ 1.951,00 e R$ 6.540,00 (classe B); e 1% tem renda familiar acima de R$ 6.540,00 (classe A). A amostra acompanha a estrutura de renda da sociedade brasileira, que tem passado por um intenso crescimento da classe C e um encolhimento da classe DE. Pretensão de compra neste Natal O quadro abaixo engloba a amostra total e demonstra que há uma clara intenção da maioria dos entrevistados (67%) em presentear alguém neste Natal. Há um destaque relevante em relação ao gênero, indicando que as mulheres estão mais propensas a comprar presentes. Entre elas, 76% pretendem presentear alguém, contra 58% dos homens. Destaca-se ainda que o percentual de indecisos sobe para 30% na classe AB. Na visão do SPC Brasil, como os consumidores desta faixa não têm dificuldades financeiras para presentear, fica mais fácil deixar para decidir mais em cima da hora. As pessoas de mais baixa renda, por sua vez, fazem um planejamento mais antecipado nesse sentido. Por isso, apenas 12% de entrevistados da classe CDE ainda não se decidiram. EM 2013 Pretende presentear alguém no Natal? 5

6 O quadro a seguir revela um dado expressivo da pesquisa. Mais da metade dos entrevistados (57%) informa que a sua situação financeira melhorou em relação à do ano passado. Deste percentual, 44% creditam a melhora à elevação na renda e 13% imputam a mudança à maior segurança no emprego. Um percentual também relevante de entrevistados (25%) avalia que a situação financeira não teve alteração; 18% disseram que ela piorou. Entre as mulheres, a situação financeira tende a ser um pouco mais negativa, uma vez que 10% delas dizem que o quadro piorou, pois se encontram mais envidadas contra 3% dos homens. O fato pode ser explicado pelo fato de as mulheres serem mais impulsivas ao consumo, como indicam pesquisas recentes do SPC Brasil. EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO (2012) Sua situação financeira... Mais uma revelação do contexto positivo desse Natal, no que se refere à compra de presentes, aparece no quadro a seguir. Do total de entrevistados, 55% afirmam que pretendem dar quatro ou mais presentes. Esse percentual salta para 67% ao se considerar apenas as mulheres e reduzse para 38% entre os homens. É possível aferir que os homens, no geral, estão menos engajados com as compras de Natal. QUANTOS PRESENTES PRETENDE COMPRAR NO NATAL? 6

7 O próximo quadro apresenta uma comparação interessante entre o número de presentes que o consumidor pretendia comprar no ano passado com a quantidade de bens que ele efetivamente adquiriu. 10% disseram que iriam comprar apenas um, mas o percentual caiu para 4% entre os que compraram, de fato, somente um. Na sequência de dois a quatro presentes, todos compraram mais do que planejavam. A redução só ocorreu para quem pretendia adquirir cinco ou mais. Com base na constatação de que o consumidor, em geral, acabou comprando mais presentes do que planejava, pode-se afirmar que continua havendo uma distância entre a racionalidade do planejamento do consumo e a emoção na hora da compra. QUANTOS PRESENTES Pretende comprar (pesquisa 2012) x Comprou (pesquisa 2013) Para avaliar se há uma alta nessa quantidade de presentes a serem dados este ano, a pesquisa fez uma comparação com as compras do Natal de Apenas 13% dos entrevistados afirmaram que pretendem comprar menos presentes. Outros 37% disseram que devem adquirir a mesma quantidade e 50% avaliam que irão comprar mais. Vale destacar que este último percentual sobe para 55% quando se considera apenas a classe CDE. Se depender, portanto, de 87% dos pesquisados, o Natal deste ano será igual ou melhor do que o de 2012 não só em relação à quantidade de presentes a serem comprados, mas também em relação aos valores deles, como demonstram as duas tabelas que se seguem. 7

8 APENAS PARA QUEM COMPROU PRESENTE EM 2012 Em relação a quantidade de presentes comprados em 2012, este ano você pretende... APENAS PARA QUEM COMPROU PRESENTE EM 2012 Em relação ao gasto com presentes comprados em 2012, este ano você pretende... Os dois quadros a seguir fornecem informações valiosas sobre as quantias em dinheiro que se pretende gastar em média com cada presente. Em 2012, 73% dos entrevistados deram presentes com valor unitário entre R$ 30,00 e R$ 100,00. Nesse ano, o percentual dos que pretendem presentear nessa faixa reduz-se para 66%. Em compensação, sobem de 18% para 31%, no mesmo período, os percentuais de quem deu em 2012 presentes mais caros e dará em 2013 com valores que variam entre R$ 100,01 e R$ 400,00. Os dados comparativos com o ano passado comprovam a elevação do nível de gastos com compras de Natal em As pessoas certamente estão com mais recursos disponíveis para presentar por, pelo menos, três razões: há um menor comprometimento da renda com dívida, pois cai a inadimplência, como indica o SPC Brasil, e sobem os níveis de renda e mão de obra empregada, como registra o IBGE. 8

9 Numa leitura consolidada, em geral os consumidores vão comprar, em média, 4,4 presentes com um custo de R$ 490,12. Como era de se esperar, a classe AB vai dar presentes mais caros: serão 4,26 presentes em média, mas com um valor global de R$ 670,76. E a classe CDE irá gastar menos: R$ 413,24, com os 4,4 presentes em média. EM 2013, QUANTO PRETENDE GASTAR EM MÉDIA Com cada presente de Natal? EM Média de presentes que pretende comprar x Média de gasto com presentes de Natal A pesquisa indicou, entre os 67% que pretendem presentear no Natal, quem deve ser mais agraciado com presentes. No âmbito geral, os filhos aparecem em primeiro lugar da relação, com 70% das respostas (múltiplas), seguidos de maridos e esposas (47%). Isso sugere que as relações de afeto são mais intensas no principal núcleo familiar, formado por pais e filhos - uma tendência da vida moderna das grandes cidades, nas quais familiares menos próximos tendem a se relacionar menos. As mães aparecem na terceira posição da lista (41%) e os irmãos em quarto lugar (30%). Nota-se que o pai só aparece em sétimo lugar (19%), atrás de netos (21%) e afilhados (19%), superando namorados (14%) e amigos (13%). Quando a pergunta é feita apenas para as pessoas casadas, o percentual dos que pretendem presentear o conjunge sobe para 82%, como apresentado no quadro abaixo. A intenção de presentear o cônjuge é maior entre os homens, enquanto a prioridade das mulheres é o presente dos filhos. 9

10 QUEM VOCÊ PRETENDE PRESENTEAR NESTE NATAL? (Respostas Múltiplas) O estudo indagou, apenas para quem comprou presente em 2012 e pretende gastar mais neste ano, qual o motivo da elevação no valor. De acordo com o quadro abaixo, as duas principais respostas estão claramente relacionadas à maior disponibilidade de recursos para consumo: 29% disseram que vão gastar mais devido ao recebimento do décimo terceiro salário e 19% afirmam que têm mais pessoas para presentear. Essas foram as duas principais alternativas indicadas pelos entrevistados. Entre a classe CDE esses percentuais sobem, respectivamente, para 36% e 22%. Como os trabalhadores formais (celetistas) sempre recebem o décimo terceiro e, em tese, sempre tiveram desejo de presentar alguém, as duas resposta acima têm um componente intangível que remete à elevação no nível de renda. A melhoria do salário é, por sinal, a terceira principal razão (15%) para se gastar mais em APENAS PARA QUEM COMPROU PRESENTE EM 2012 E ESTE ANO PRETENDE GASTAR MAIS Por que pretende gastar mais? 10

11 Entre os produtos que se pretende comprar como presente neste Natal, a liderança ficou com roupas (73%), seguido por calçados (38%), cosméticos e brinquedos (ambos com 33%). Contudo, os produtos eletrônicos, reunidos em um só item, passam a responder por 33% da demanda dos consumidores, conforme quadro abaixo, que demonstra o crescente interesse por equipamentos com mais tecnologia agregada com destaque para a demanda da classe AB por esta categoria de produtos. EM 2013, QUAL(IS) PRODUTO(S) PRETENDE COMPRAR Para presentear de Natal? (Respostas Múltiplas) 11

12 Roupas e calçados também aparecem no topo na relação dos produtos que se deseja ganhar no Natal, mas o destaque, mais uma vez, fica por conta dos eletrônicos, que acumulam um percentual de 51% no sonho de ganhar presente por parte dos entrevistados. Os mais pobres (57%) gostariam de ganhar mais eletrônicos do que a média. EE QUAL(IS) PRODUTO(S) GOSTARIA DE GANHAR Neste Natal? (Respostas Múltiplas) Vale registrar que há uma discrepância entre os tipos de produtos que as pessoas pretendem comprar para presentear e os que elas gostariam de ganhar. Cresce a demanda por eletrônicos na proporção inversa que cai o desejo por produtos tradicionais, como roupas e calçados. Mas isso não se reflete ainda na intenção de compra. Dois exemplos: 73% dos entrevistados querem dar roupas de presente, mas apenas 36% gostariam de receber. Por outro lado, 21% querem ganhar um tablet, mas apenas 3% pretendem dar o produto de presente. O quadro a seguir apresenta um corte por gênero no que se refere a presentes que se gostaria de ganhar. Vale ressaltar que as mulheres querem receber mais roupas (39%) do que homens (31%). Por sua vez, o público masculino quer ganhar mais tecnologia: 16% deles gostariam de receber computador como presente, conta 4% das mulheres. Mas elas também estão ligadas no universo virtual: 24% querem ganhar um tablet, contra 16% deles. 12

13 EE QUAL(IS) PRODUTO(S) GOSTARIA DE GANHAR Neste Natal? (Respostas Múltiplas) A pesquisa indagou qual o principal fator que se leva em consideração na hora de comprar um presente. O perfil e o desejo do presenteado aparecem em destaque. Mas vale registrar que as pessoas de mais baixa renda (classe CDE) se preocupam mais com a qualidade, o preço e a marca, certamente porque o presente de Natal tem uma grande importância para essa fatia da população. NA HORA DE COMPRAR UM PRESENTE Qual o principal fator que leva em consideração? A destinação do 13º salário A pesquisa oferece dados interessantes em relação à destinação do 13º salário: 51% dos entrevistados já decidiram usar o recurso para as compras, contra 25% que não vão gastá-lo no final do ano e 24% que ainda estão em dúvida. 13

14 PRETENDE UTILIZAR O 13º SALÁRIO Para realizar as compras de Natal? A pesquisa procurou identificar, apenas entre os que não vão usar o décimo terceiro as compras, a destinação dos recursos. É interessante notar que 67% desses respondentes afirmam que irão economizar o dinheiro (poupando ou investindo em outros ativos) e apenas 16% pretendem pagar dívidas com ele. Esse dado reforça a avaliação de que a inadimplência tem se reduzido entre os consumidores brasileiros, o que contribui com o quadro geral favorável ao consumo (ou mesmo à poupança) no final de ano. 14

15 PRETENDE UTILIZAR O 13º SALÁRIO Para realizar as compras de Natal? A principal forma de pagamento a ser usada nas compras de Natal será o dinheiro (57%), possivelmente impulsionado pelo recebimento do décimo terceiro. Em segundo lugar vem o cartão de crédito (parcelado), com 16% e, em terceiro, o cartão de débito, com 12%. Formas de pagamento QUAL SERÁ A PRINCIPAL FORMA DE PAGAMENTO Que utilizará na compra do(s) presente(s)? Onde comprar Na hora de fazer compras, os consumidores, especialmente os das grandes cidades, cada vez mais optam por mais conforto, segurança e comodidade. Por isso, a decisão de 44% dos entrevistados por adquirir seus presentes nos shoppings centers, onde se encontra grande variedade de opções lembrando que a maioria pretende comprar este ano quatro ou mais presentes. 15

16 Em segundo lugar (26%) vem a comodidade das compras em lojas de rua ou do bairro do consumidor; a seguir, aparecem as lojas de departamento (11%), que também têm variedade e segurança e, só então, a internet, ainda com apenas 9% das respostas, como apresenta o quadro abaixo. Vale lembrar que este baixo índice pode ser explicado por um risco inerente ao negócio: a venda online pode sofrer atraso na entrega no final de ano. Os preços dos presentes de Natal (como roupas, calçados, cosméticos e eletrônicos), em geral, não estão nas listas dos vilões da inflação, como os alimentos e os serviços, por exemplo. Certamente por isso não há, entre os entrevistados, uma percepção clara de inflação nesses valores, apesar de o dólar mais elevado encarecer alguns produtos que são importados ou que usam insumos estrangeiros. De acordo com o quadro abaixo, 52% avaliam que os presentes de Natal deste ano estão na mesma faixa de preço do ano passado, contra 40% que percebem um encarecimento e 8% que os acreditam em queda. ACREDITA QUE O PREÇO DOS PRESENTES PARA O NATAL Está mais caro ou mais barato em relação ao ano passado (2012)? 16

17 Comemoração social do Natal A pesquisa procurou saber ainda como as pessoas vão comemorar o Natal de Em relação à participação em amigo oculto ou secreto, os entrevistados se dividiram: 36% disseram que não vão participar, 33% afirmaram que sim os restantes 31% ainda não sabiam. VAI PARTICIPAR DE AMIGO SECRETO/OCULTO Neste final de ano? De qualquer forma, a grande maioria (91%) avalia que pretende comemorar de alguma maneira o Natal, contra 9% que tem a intenção de não participar de nenhum manifestação correlada. PRETENDE COMEMORAR O NATAL ESTE ANO? Por fim, vale destacar que a grande maioria dos brasileiros (87%) pretende comemorar o Natal com parentes, reforçando a percepção que a data é tradicionalmente um momento de confraternização familiar, como indica o quadro abaixo. O percentual acima é a soma dos que vão passar o Natal no próprio lar (46%), na casa de parentes (28%) ou com os pais (13%). 17

18 APENAS PARA QUEM IRÁ COMEMORAR O NATAL Onde pretende comemorar o Natal? CONCLUSÃO Como visto ao longo da análise dos resultados, os consumidores brasileiros estão se preparando para um Natal repleto de muitos presentes. Cresce o rol de parentes e amigos incluído nas listas, assim como o valor a ser gasto. Os resultados da pesquisa refletem uma realidade cada vez mais concreta no país, em termos de elevação no poder de compra e de estabilidade financeira dos consumidores. A melhora no patamar de renda dos trabalhadores e a estabilidade no nível de emprego, constatados pelo IBGE ao longo do ano, justificam este cenário positivo. O órgão tem apurado também que o consumo das famílias tem sido um dos principais responsáveis pelo desempenho positivo ainda que tímido do PIB brasileiro nos últimos anos. E onde há consumo, há comércio fortalecido. De acordo com dados do Banco Central, o comércio varejista continua apresentando, neste segundo semestre de 2013, uma dinâmica mais favorável do que a indústria. Esses indicadores, associados aos levantamentos do SPC Brasil sobre a recuperação das vendas no varejo, confirmam o contexto geral dos resultados da pesquisa. É relevante constatar, ainda, que, entre os que não pretendem usar o décimo terceiro para fazer compras, nada menos do que 60% querem economizar esse recurso, ao mesmo tempo em que apenas 16% pretendem quitar dívidas. Até um passado recente, era comum a mídia destacar o elevado percentual de trabalhadores que iriam usar o décimo terceiro exatamente para ficar livre de débitos, muitos deles em atraso. Em geral, a pesquisa indica, portanto, que o brasileiro terá um Natal mais farto e rico em presentes neste ano. 18

19

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia da cidade de Lages durante o Dia das Crianças de 2010. DPLAN - Núcleo

Leia mais

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças

Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Resultado de vendas do Dia das Crianças Panorama do movimento na economia de Florianópolis durante o Dia das Crianças de 2010 DPLAN - Núcleo

Leia mais

Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina. Síntese dos resultados Meses Situação da família

Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina. Síntese dos resultados Meses Situação da família Núcleo de Pesquisas Pelo segundo mês consecutivo cai o endividamento e a inadimplência em Santa Catarina Os dados levantados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC) de Santa

Leia mais

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O NATAL Macapá-AP, Dezembro de 2014 RESULTADOS DA PESQUISA O Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio do Estado do Amapá (IPDC), ligado a Fecomércio Amapá,

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - NATAL Natal, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando compra...

Leia mais

Síntese dos resultados

Síntese dos resultados Núcleo de Pesquisas Mês de março apresenta alta mensal do percentual de famílias endividadas e com contas em atraso. Entretanto, na comparação anual o percentual de atrasos caiu. O percentual de famílias

Leia mais

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina PEIC Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de abril de 2013 Na comparação mensal entre março e abril, o percentual de catarinenses

Leia mais

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS

QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS QUEDA NO NÍVEL DE ENDIVIDAMENTO DO CATARINENSE É ACOMPANHADA POR PEQUENA DETERIORAÇÃO DA QUALIDADE DAS DÍVIDAS O percentual de famílias endividadas em Santa Catarina caiu de 93% em julho para 90% em agosto.

Leia mais

O Endividamento das famílias no Brasil

O Endividamento das famílias no Brasil Boletim Econômico Edição nº 74 junho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico O Endividamento das famílias no Brasil 1 Situação atual e números O percentual de famílias com

Leia mais

Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro

Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro Novembro é um mês de reestruturação do padrão do endividamento e da inadimplência das famílias: uma preparação para o salto das vendas em dezembro Na comparação mensal entre outubro e novembro, o percentual

Leia mais

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade

ANEFAC Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração e Contabilidade PESQUISA DE UTILIZAÇÃO DO 13º SALÁRIO A Associação Nacional dos Executivos de Finanças Administração (ANEFAC) realizou durante o mês de outubro de a 15ª edição da Pesquisa de Utilização do 13º salário.

Leia mais

Relatório de Intenção de compras de Natal

Relatório de Intenção de compras de Natal Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Intenção de compras de Natal Panorama da intenção de compras durante o período que antecede o Natal 2010 no município de Lages. Divisão de

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Maio/ 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

Relatório de Pesquisa. Março 2013

Relatório de Pesquisa. Março 2013 Relatório de Pesquisa SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Março 2013 SONDAGEM CONJUNTURAL DO VAREJO BRASILEIRO Pesquisa realizada pela CNDL e SPC Brasil. Foram ouvidos em todo o país 615 varejistas.

Leia mais

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012

Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 Uso do Crédito (consumidores) Setembro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa: 623 casos, gerando um erro máximo de 3,9%

Leia mais

Dia das Crianças 2013 - ACIT

Dia das Crianças 2013 - ACIT NÚCLEO DE PESQUISAS ECONÔMICO-SOCIAIS NUPES DEPARTAMENTO DE ECONOMIA, CONTABILIDADE E ADMINISTRAÇÃO. PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E RELAÇÕES COMUNITÁRIAS UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ Dia das Crianças 2013 - ACIT

Leia mais

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL

O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL O CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Março 2015 1. PANORAMA DO CONSUMO VIRTUAL NO BRASIL Eletroeletrônicos, livros e calçados foram os itens mais comprados em 2014. Índice de satisfação do consumidor virtual brasileiro

Leia mais

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY

SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY SONDAGEM DATAS COMEMORATIVAS BLACK FRIDAY Novembro 2015 INTRODUÇÃO O SPC Brasil e a CNDL (Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas) desenvolveram uma sondagem para as datas comemorativas com o objetivo

Leia mais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais

Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa intenções de compras para o Dia dos Pais Perfil do Consumidor para Grande Florianópolis DPLAN - Núcleo de Pesquisas PESQUISA INTENÇÕES DE COMPRAS

Leia mais

RELATÓRIO. Outubro 2015. Ano 03-10

RELATÓRIO. Outubro 2015. Ano 03-10 RELATÓRIO Outubro 2015 Ano 03-10 APOIO: - CENTRO DE INFORMAÇÕES SOCIOECONÔMICAS FACISA Faculdade de Ciências Sociais Aplicadas ÍNDICE DE CONFIANÇA EMPRESARIAL (ICE) ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR DE SINOP

Leia mais

TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico

TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico TIC Domicílios 2007 Comércio Eletrônico DESTAQUES 2007 O Estudo sobre Comércio Eletrônico da TIC Domicílios 2007 apontou que: Quase a metade das pessoas que já utilizaram a internet declarou ter realizado

Leia mais

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015

Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo de Santa Catarina Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas de Santa Catarina Relatório de Resultado de Vendas Páscoa 2015 O perfil do empresário e

Leia mais

Famílias endividadas e com contas em atraso (%)

Famílias endividadas e com contas em atraso (%) Núcleo de Pesquisas Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de Chapecó A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor é um importante indicador da saúde financeira das famílias,

Leia mais

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ

PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ PESQUISA DIA DAS CRIANÇAS - MOSSORÓ Mossoró, setembro de 2015 1 Sumário 1. Aspectos Metodológicos... 3 2. Descrição dos Resultados... 4 Itens de comemoração... 4 Gastos com presente... 4 Local e quando

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo:

PESQUISA DE JUROS. Estas reduções podem ser atribuídas aos fatores abaixo: PESQUISA DE JUROS Após longo período de elevação das taxas de juros das operações de crédito, as mesmas voltaram a ser reduzidas em setembro/2014 interrompendo quinze elevações seguidas dos juros na pessoa

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em janeiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA

PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA PERFIL DOS TRABALHADORES NA CONSTRUÇÃO CIVIL NO ESTADO DA BAHIA SETEMBRO /2012 ÍNDICE INTRODUÇÃO 3 1. Dimensão e características da ocupação no setor da construção civil no Brasil e na Bahia (2000 e 2010)...

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em fevereiro/2015. Estas elevações podem ser atribuídas aos seguintes

Leia mais

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros

PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA. Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros PESQUISA EDUCAÇÃO FINANCEIRA Orçamento Pessoal e Conhecimentos Financeiros Janeiro 2015 1. INTRODUÇÃO Quatro em cada dez consumidores consideram-se desorganizados financeiramente, mas sete em cada dez

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014

INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 1 INTENÇÃO DE COMPRA NATAL 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Natal 2014 Rua Venâncio Borges do Nascimento, 377 Jardim Tv Morena Campo Grande - MS, 79050-700 Fone:

Leia mais

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013

Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013 16 de dezembro de 2013 Índice de Confiança do Empresário do Comércio (ICEC) NOVEMBRO/2013 O ICEC é um indicador da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) que visa medir o nível

Leia mais

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF

Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina ICF Pesquisa de Intenção de Consumo das Famílias de junho de 2013 Famílias catarinenses permanecem otimistas com relação às possibilidades de consumo A

Leia mais

Pesquisa de. Dia dos Namorados

Pesquisa de. Dia dos Namorados ASSESSORIA ECONÔMICA Pesquisa de Dia dos Namorados 2013 Pesquisa realizada pelo Instituto Fecomércio de Pesquisa - IFEP Relatório elaborado pela Assessoria Econômica Fecomércio-RS PESQUISA DIA DOS NAMORADOS

Leia mais

Síntese dos resultados Meses

Síntese dos resultados Meses Núcleo de Pesquisas Fevereiro registra pequeno aumento do percentual de famílias catarinenses endividadas, entretanto, parcela de famílias com contas em atraso apresenta queda O percentual de famílias

Leia mais

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES

PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES PESQUISA DE POTENCIAL DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES Macapá-AP, Abril de 2015 A Pesquisa sobre o potencial de compras para o dia das mães, foi realizada pelo IPDC/AP nos dias 22 e 24 de abril tem como

Leia mais

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014

INTENÇÃO DE COMPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 1 MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 PE MPRA DIA DAS CRIANÇAS 2014 2 Faculdade Estácio de Sá de Campo Grande Intenção de Compra para o Dia das Crianças 2014 Rua Venâncio Borges do

Leia mais

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina

Núcleo de Pesquisa. Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores de março de 2014 Endividamento das famílias catarinenses sobe em março. Síntese dos resultados

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL

PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL PESQUISA DIA DOS PAIS - NATAL 1 Natal, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Local e quando compra... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito apresentaram em agosto/2014 comportamentos distintos. Na pessoa física as taxas de juros tiveram uma pequena elevação sendo esta a décima quinta

Leia mais

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012

Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 Como o consumidor brasileiro paga as contas (consumidores) Outubro 2012 METODOLOGIA Plano amostral Público alvo: Consumidores de todas as Capitais do Brasil. Tamanho amostral da Pesquisa Perfil Adimplente

Leia mais

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano.

PESQUISA DE JUROS. As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em dezembro/2013 sendo esta a sétima elevação do ano. Esta elevação é reflexo da elevação da Taxa Básica de Juros (Selic)

Leia mais

PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DAS MÃES DE 2015

PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DAS MÃES DE 2015 PERSPECTIVAS DE VENDAS DE FLORES PARA O DIA DAS MÃES DE 2015 SINDIFLORES Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas Ornamentais do Estado de São Paulo Hórtica Consultoria- Inteligência de Mercado

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 15/12/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS NATAL 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG Professores Responsáveis:

Leia mais

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 656

Metodologia. Entrevistas com amostra de usuárias brasileiras de internet via questionário online. Quantidade de entrevistas realizadas: 656 Compras - Natal Sophia Mind A Sophia Mind Pesquisa e Inteligência de Mercado é a empresa do grupo de comunicação feminina Bolsa de Mulher voltada para pesquisa e inteligência de mercado. Cem por cento

Leia mais

SONDAGEM DE OPINIÃO Consumidores RMR ANO X Nº 45 2013

SONDAGEM DE OPINIÃO Consumidores RMR ANO X Nº 45 2013 SONDAGEM DE OPINIÃO Consumidores RMR ANO X Nº 45 2013 Dia da s Cria nças s a d n e v s a o b e d o Previsã Sondagem de Opinião RMR Ano VI - Nº 11 - Julho/2013 3 Dia das Crianças será mais comemorado em

Leia mais

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06

PAINEL 9,6% dez/07. out/07. ago/07 1.340 1.320 1.300 1.280 1.260 1.240 1.220 1.200. nov/06. fev/07. ago/06 Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior ASSESSORIA ECONÔMICA PAINEL PRINCIPAIS INDICADORES DA ECONOMIA BRASILEIRA Número 35 15 a 30 de setembro de 2009 EMPREGO De acordo com a Pesquisa

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS A pesquisa foi realizada no período de 13 a 17 de julho de, com uma amostra de 545 questionários. Utilizou-se o dimensionamento da pesquisa probabilística com p=0,50 e q=0,50, confiabilidade 95%, margem

Leia mais

RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013

RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013 1 RESULTADOS DE OUTUBRO DE 2013 Pesquisa realizada pelo Uni-FACEF em parceria com a Fe-Comércio mede o ICC (Índice de confiança do consumidor) e PEIC (Pesquisa de endividamento e inadimplência do consumidor)

Leia mais

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra.

Tema: O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender. tomada de decisão do jovem na hora da compra. Radar Jovem 2015 Tema: Já sabemos que o jovem é um dos consumidores que mais possui poder aquisitivo do país*. O que, como, quando e quanto compra é o que precisamos entender agora. Nesse estudo iremos

Leia mais

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013

EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 EXPECTATIVAS, GESTÃO E AÇÕES DOS EMPRESÁRIOS DO COMÉRCIO VAREJISTA PARA O NATAL DE 2013 MACAPÁ - 2013 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 POPULAÇÃO... 3 4 COLETA DE DADOS... 3 5 RESULTADOS... 4 Ilustração 1 -

Leia mais

PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ

PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ PESQUISA DIA DOS PAIS - MOSSORÓ 1 Mossoró, julho de 2015 Sumário 1. ASPECTOS TÉCNICOS... 3 2. SÍNTESE DOS RESULTADOS... 4 Presentes... 4 Gastos... 4 Estratégias... 5 Passeio... 5 Momento... 5 3. GRÁFICOS

Leia mais

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos

Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos USO DO CARTÃO DE CRÉDITO Mais da metade dos brasileiros pagam compras com o cartão de crédito, principalmente roupas, calçados e eletrodomésticos Mais da metade dos brasileiros (53%) faz uso do cartão

Leia mais

Perfil de endividamento das famílias por faixas de renda para São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte

Perfil de endividamento das famílias por faixas de renda para São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte Perfil de endividamento das famílias por faixas de renda para São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte Em agosto de 2014, as famílias com renda entre cinco e dez salários mínimos apresentaram a maior

Leia mais

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil

Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Oito em cada dez brasileiros não sabem como controlar as próprias despesas, mostra estudo do SPC Brasil Mais de um terço dos brasileiros desconhecem o valor das contas que vencem no próximo mês. Falta

Leia mais

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS

www.anefac.com.br Rua 7 de abril. 125 - conj. 405 - CEP 01043-000 República - São Paulo-SP - Telefone: 11 2808-320 PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em maio/2014, sendo esta a décima segunda elevação seguida, quinta elevação no ano. Estas elevações podem ser atribuídas

Leia mais

A nova classe média vai às compras

A nova classe média vai às compras A nova classe média vai às compras 18 KPMG Business Magazine Cenário é positivo para o varejo, mas empresas precisam entender o perfil do novo consumidor Nos últimos anos o mercado consumidor brasileiro

Leia mais

Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho não elimina desigualdades

Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho não elimina desigualdades A INSERÇÃO DA MULHER NO MERCADO DE TRABALHO DE PORTO ALEGRE NOS ANOS 2000 Boletim Especial: Dia Internacional das Mulheres MARÇO/2010 Melhora nos indicadores da presença feminina no mercado de trabalho

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito ficaram praticamente estáveis em janeiro/2013 frente a dezembro/2012. Pessoa Física Das seis

Leia mais

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte

Análise Mensal do Comércio Varejista de Belo Horizonte Março/15 A mostra o desempenho dos negócios do comércio no mês de Fevereiro/2015 e identifica a percepção dos empresários para o mês de Março/2015. Neste mês, 20,8% dos empresários conseguiram aumentar

Leia mais

MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS

MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS MACROECONOMIA II PROFESSOR JOSE LUIS OREIRO PRIMEIRA LISTA DE EXERCÍCIOS 1 Questão: Considere uma economia na qual os indivíduos vivem por dois períodos. A população é constante e igual a N. Nessa economia

Leia mais

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino

PLANOS DE SAÚDE. Leandro de Souza Lino 1 PLANOS DE SAÚDE Leandro de Souza Lino Na atualidade, as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a qualidade de vida e, por sua vez, com a saúde. Assim, a necessidade de ter planos de saúde se faz

Leia mais

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS

IMA Institute of Management Accountants PESQUISA DE JUROS PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em outubro/2013, sendo esta a sexta elevação no ano. Esta elevação pode ser atribuída à última elevação da Taxa de Juros

Leia mais

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: INCLUSÃO FINANCEIRA JUNHO/2012

RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: INCLUSÃO FINANCEIRA JUNHO/2012 RETRATOS DA SOCIEDADE BRASILEIRA: INCLUSÃO FINANCEIRA JUNHO/2012 Pesquisa CNI-IBOPE CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA - CNI Presidente: Robson Braga de Andrade DIRETORIA DE POLÍTICAS E ESTRATÉGIA José

Leia mais

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas.

SUPERENDIVIDAMENTO. Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. SUPERENDIVIDAMENTO Saiba planejar seus gastos e evite dívidas. Nos últimos anos, houve um crescimento significativo de endividados no Brasil. A expansão da oferta de crédito e a falta de controle do orçamento

Leia mais

Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia)

Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia) Câmara de Dirigentes Lojistas de Goiânia (CDL Goiânia) INTENÇÃO DE COMPRAS PARA O DIA DAS MÃES GOIÂNIA INTRODUÇÃO Resultado da pesquisa social aplicada, baseada em questionários, sobre intenção de compras

Leia mais

Previdência Privada no Mercado Brasileiro. Nobody s Unpredictable

Previdência Privada no Mercado Brasileiro. Nobody s Unpredictable Previdência Privada no Mercado Brasileiro Nobody s Unpredictable Objetivos e Características 2 Objetivos e metodologia Metodologia Quantitativa, por meio de pesquisa amostral com questionário estruturado

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JUNHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Relatório de Resultado de vendas de Páscoa 2013

Relatório de Resultado de vendas de Páscoa 2013 Federação do Comércio do Estado de Santa Catarina Relatório de Resultado de vendas de Páscoa 2013 O perfil do empresário e resultado de vendas para o período de Páscoa em Santa Catarina. Conteúdo Introdução...

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012

RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG 26/09/2012 RELATÓRIO FINAL DE PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS DIA DAS CRIANÇAS 2012 CONVÊNIO UCDB-ACICG-PMCG

Leia mais

Sumário Executivo. Amanda Reis. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo

Sumário Executivo. Amanda Reis. Luiz Augusto Carneiro Superintendente Executivo Comparativo entre o rendimento médio dos beneficiários de planos de saúde individuais e da população não coberta por planos de saúde regional e por faixa etária Amanda Reis Luiz Augusto Carneiro Superintendente

Leia mais

REDUÇÃO DA TAXA DE POUPANÇA E AS EMPRESAS NÃO FINANCEIRAS: 2010-2014

REDUÇÃO DA TAXA DE POUPANÇA E AS EMPRESAS NÃO FINANCEIRAS: 2010-2014 NOTAS CEMEC 01/2015 REDUÇÃO DA TAXA DE POUPANÇA E AS EMPRESAS NÃO FINANCEIRAS: 2010-2014 Carlos A. Rocca Lauro Modesto Santos Jr. Fevereiro de 2015 1 1. Introdução No Estudo Especial CEMEC de novembro

Leia mais

PESQUISA DO SPC REVELA COMPORTAMENTO IMEDIATISTA DO CONSUMIDOR BRASILEIRO

PESQUISA DO SPC REVELA COMPORTAMENTO IMEDIATISTA DO CONSUMIDOR BRASILEIRO PESQUISA DO SPC REVELA COMPORTAMENTO IMEDIATISTA DO CONSUMIDOR BRASILEIRO PESQUISA DO SPC REVELA COMPORTAMENTO IMEDIATISTA DO CONSUMIDOR BRASILEIRO Mesmo antes de receber o salário, 62% dos consumidores

Leia mais

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc.

M = C. (1 + (i. T)) Juros compostos:- Como calcular juros compostos: montante, capital inicial, fórmula, taxa, tempo, etc. Material de Estudo para Recuperação 9 ano. Juros Simples O regime de juros será simples quando o percentual de juros incidirem apenas sobre o valor principal. Sobre os juros gerados a cada período não

Leia mais

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS

SINCOR-SP 2015 JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS JULHO 2015 CARTA DE CONJUNTURA DO SETOR DE SEGUROS 1 Sumário Palavra do presidente... 3 Objetivo... 4 1. Carta de Conjuntura... 5 2. Análise macroeconômica... 6 3. Análise do setor de seguros 3.1. Receita

Leia mais

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil

Presente ruim e futuro econômico desanimador para a construção civil CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO E DO MOBILIÁRIO RECONHECIDA NOS TERMOS DA LEGISLAÇÃO VIGENTE EM 16 DE SETEMBRO DE 2010 Estudo técnico Edição nº 17 outubro de 2014 Organização:

Leia mais

Quem escutamos? Renda do plano amostral 27% 59% Dados sistematizados pela ABEP. Classe A. Classe A: mais de 16 mil (acima de 20 SM) Classe B.

Quem escutamos? Renda do plano amostral 27% 59% Dados sistematizados pela ABEP. Classe A. Classe A: mais de 16 mil (acima de 20 SM) Classe B. Contexto Realização de um estudo de mercado para conhecer o perfil de quem irá presentear no Natal bem como as intenções de compra de presentes para a data. Quem escutamos? Classe A 7% Renda do plano amostral

Leia mais

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05

Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular. Edição n 05 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 Junho de 2010 2 Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa Regular Edição n 05 O objetivo geral deste estudo foi investigar as percepções gerais

Leia mais

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados

101/15 30/06/2015. Análise Setorial. Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados 101/15 30/06/2015 Análise Setorial Fabricação de artefatos de borracha Reforma de pneumáticos usados Junho de 2015 Sumário 1. Perspectivas do CenárioEconômico em 2015... 3 2. Balança Comercial de Março

Leia mais

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico

Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Boletim Econômico Edição nº 77 julho de 2014 Organização: Maurício José Nunes Oliveira Assessor econômico Sistema bancário e oferta monetária contra a recessão econômica 1 BC adota medidas para injetar

Leia mais

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar.

Guia do uso consciente do crédito. O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Guia do uso consciente do crédito O crédito está aí para melhorar sua vida, é só se planejar que ele não vai faltar. Afinal, o que é crédito? O crédito é o meio que permite a compra de mercadorias, serviços

Leia mais

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3.

E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1. Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. E-COMMERCE COMPORTAMENTO DO CONSUMIDOR FRENTE ÀS TRANSAÇÕES ON-LINE 1 Tahinan Pattat 2, Luciano Zamberlan 3. 1 Trabalho de conclusão de curso de Administração da Unijuí 2 Aluno do Curso de Administração

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Associação Brasileira de Supermercados Nº58 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 30 de Novembro de 2015 Índice de Vendas acumula queda de -1,02% até outubro Vendas do setor

Leia mais

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS

PESQUISA DE INTENÇÃO DE COMPRAS A pesquisa foi realizada no período de 25 a 31 de março de, com uma amostra de 545 questionários. Utilizou-se o dimensionamento da pesquisa probabilística com p=0,50 e q=0,50, confiabilidade 95%, margem

Leia mais

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015

O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 O uso do Crédito por consumidores que não possuem conta corrente Junho/2015 1. INTRODUÇÃO 84% dos consumidores que não possuem conta corrente fazem compras parceladas O fato de não possuir conta em banco

Leia mais

PERSPECTIVAS DE VENDA DE FLORES PARA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER 2015

PERSPECTIVAS DE VENDA DE FLORES PARA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER 2015 PERSPECTIVAS DE VENDA DE FLORES PARA O DIA INTERNACIONAL DA MULHER 2015 Realização: Hórtica Consultoria e Inteligência de Mercado Apoio: SINDIFLORES Sindicato do Comércio Varejista de Flores e Plantas

Leia mais

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014

Pesquisa de Opinião do Consumidor Expectativas para o Natal 2014 A área de Estudos Econômicos do Sistema Fecomércio MG realizou esta pesquisa com o objetivo de traçar um quadro sobre o possível comportamento do consumidor no Natal 2014. Trata-se de um instrumento capaz

Leia mais

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC

Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Taxas de juros das operações de crédito têm terceira elevação no ano, constata ANEFAC Todas as linhas de crédito para pessoas jurídicas subiram. Para pessoas físicas, houve aumento nos juros do comércio,

Leia mais

Cinco em cada dez empreendedores de serviços abriram a própria empresa sem qualquer experiência, mostra SPC Brasil

Cinco em cada dez empreendedores de serviços abriram a própria empresa sem qualquer experiência, mostra SPC Brasil Cinco em cada dez empreendedores de serviços abriram a própria empresa sem qualquer experiência, mostra SPC Brasil Levantamento realizado em todas as capitais revela que os empreendedores do setor de serviços

Leia mais

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012

Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 Texto para Coluna do NRE-POLI na Revista Construção e Mercado Pini Abril 2012 O RISCO DOS DISTRATOS O impacto dos distratos no atual panorama do mercado imobiliário José Eduardo Rodrigues Varandas Júnior

Leia mais

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014

ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014 Associação Brasileira de Supermercados Nº43 ECONOMIA www.abras.com.br A informação que fala direto ao seu bolso 27 de Agosto de 2014 Com crescimento em julho, setor acumula 1,48% no ano Em julho, as vendas

Leia mais

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015

Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul. Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista de Chapadão do Sul Uso do 13º. Salário e Compras de Natal de 2015 Novembro de 2015 Catalogação Bibliográfica Pesquisa de Opinião Pública do Comércio Varejista

Leia mais

Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro

Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro Taxa de desocupação foi de 9,3% em janeiro A taxa de desocupação registrada pela Pesquisa Mensal de Emprego do IBGE, nas seis principais Regiões Metropolitanas do país (Recife, Salvador, Belo Horizonte,

Leia mais

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1

ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 ANEFAC IMA Institute of Management Accountants 1 PESQUISA DE JUROS As taxas de juros das operações de crédito voltaram a ser elevadas em setembro/2013, sendo esta a quinta elevação no ano. Esta elevação

Leia mais

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA

PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA PROJETO RUMOS DA INDÚSTRIA PAULISTA AVALIAÇÃO DO 1º SEMESTRE E PERSPECTIVAS PARA O 2º SEMESTRE DE 2014 Agosto/2014 Esta pesquisa tem como objetivo avaliar o desempenho do primeiro semestre de 2014, as

Leia mais

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo.

MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V. Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo. 1 MERCADO DE MEIOS ELETRÔNICOS DE PAGAMENTO POPULAÇÃO E COMÉRCIO - ANO V Indicador de atividade da micro e pequena indústria de São Paulo Abril / 2014 Metodologia 2 Metodologia 3 Técnica Pesquisa quantitativa,

Leia mais

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015

SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 SONDAGEM INDUSTRIAL Março de 2015 A exportação se consolida como perspectiva positiva para os próximos meses A Sondagem industrial, realizada junto a 162 indústrias catarinenses no mês de março, mostrou

Leia mais

PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL. Janeiro 2014

PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL. Janeiro 2014 PESQUISA DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA SPC BRASIL Janeiro 2014 PESQUISA DO SPC BRASIL REVELA QUE 81% DOS BRASILEIROS SABEM POUCO OU NADA SOBRE SUAS FINANÇAS PESSOAIS Os brasileiros ainda estão muito distantes

Leia mais

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010

Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 Curitiba, 25 de agosto de 2010. SUBSÍDIOS À CAMPANHA SALARIAL COPEL 2010 DATA BASE OUTUBRO 2010 1) Conjuntura Econômica Em função dos impactos da crise econômica financeira mundial, inciada no setor imobiliário

Leia mais

Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito

Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito Endividamento das famílias catarinenses aumenta mensalmente em função da retomada das vendas no crédito Os dados coletados pela Pesquisa de Endividamento e Inadimplência dos Consumidores (PEIC) de Santa

Leia mais

Análise dos resultados

Análise dos resultados Análise dos resultados Produção de bens e serviços de saúde A origem dos bens e serviços ofertados em qualquer setor da economia (oferta ou recursos) pode ser a produção no próprio país ou a importação.

Leia mais