Balanço Oficial da época balnear 2011 em Portugal. Comandante Nuno Leitão

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Balanço Oficial da época balnear 2011 em Portugal. Comandante Nuno Leitão"

Transcrição

1 DGAM AUTORIDADE INSTITUTO DE SOCORROS MARÍTIMA A NÁUFRAGOS NACIONAL DGAM INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS Balanço Oficial da época balnear 2011 em Portugal Comandante Nuno Leitão

2 Portugal, uma Nação Marítima Portugal tem como responsabilidade, para busca e salvamento, uma área equivalente a 63 vezes a área terrestre nacional e 25 % do Atlântico Norte, sendo a 11ª maior área mundial de águas jurisdicionais, incluindo mar territorial e ZEE, à frente de países como a Índia e a China. No âmbito da União Europeia (UE), Portugal é o país com maior vastidão de águas jurisdicionais, se exceptuarmos as zonas marítimas dos territórios ultramarinos da França e Reino Unido.

3 Meios disponíveis do ISN no mar e no âmbito da segurança balnear A implantação das 31 ESV a nível nacional com os meios adequados e modernos sob o comando e controle das Capitanias de Porto, prestam todo o apoio necessário no reforço da segurança no mar e a ser garantida aos banhistas, em complemento aos meios disponíveis existentes nas praias portuguesas a serem operados pelos nadadores salvadores.

4 A vigilância das praias Portuguesas Anualmente a época balnear é definida para cada zona de Portugal de acordo com as previsões climatéricas espectáveis. A costa Portuguesa com 2800 km de extensão é anualmente é visitada durante os períodos de época balnear por: > de turistas em milhões de visitas ás praias por Portugueses durante a EB2 Fontes: 1 Ministério da Indústria e Turismo, Cadernos Navais n.º 34/2010

5 Projectos do ISN com entidades privadas no âmbito da responsabilidade social em 2011 Mitsubishi Motors de Portugal Fundação Vodafone Portugal Jornal Destak (Tiragem diária de ) SIVA Portugal Volkswagen

6 DGAM AUTORIDADE INSTITUTO DE SOCORROS MARÍTIMA A NÁUFRAGOS NACIONAL DGAM INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS Projectos do ISN com entidades privadas no âmbito da responsabilidade social em 2011 Projecto Seamaster Parceria com Mitsubishi Motors Portugal ( 14.º ano) Durante a época balnear de 2011, estiveram disponíveis a nível nacional diversas viaturas Mitsubishi tipo Strakar, Motors operadas de Portugal por militares da Marinha (Fuzileiros) devidamente habilitados Fundação com Vodafone o curso Portugal de nadador salvador e de operadores de Jornal Destak (Tiragem diária de ) viaturas TT. No âmbito deste SIVA projecto Portugal há a registar: Volkswagen 243 assistências balneares; 764 assistências 1.º socorros; 172 buscas com sucesso de crianças

7 AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL DGAM INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS Projecto Praia Saudável Parceria com a Fundação Vodafone (7º ano) Sistema de comunicações com telemóveis em 258 praias Torres de vigilância em 70 praias Motos de água de salvamento 117 salvamentos Mastros SOS Talking 261 chamadas Motos 4x4 tipo GOES 203 assistências

8 Projecto Verão Campeão Parceria com Fundação Vodafone ( 6.º ano) Desenvolvimento de diversas campanhas de sensibilização visando as crianças nas escolas e nas praias, numa perspectiva de incremento de uma maior cultura de segurança. Durante estas acções de sensibilização, já foram atingidas directamente em diversas escolas e praias portuguesas, cerca de crianças nestes últimos 6 anos.

9 Projecto Praia em directo de monitorização de dados em tempo real nas praias Desenvolvimento em 2011 de uma aplicação ovadora a nível mundial para leituras em tempo eal nas praias dos seguintes dados: Temperatura da água e do ar; Índice raios ultravioleta; ph da água e oxigénio diluído; Velocidade e direcção do vento; Informações diversa da praia.

10 Projecto Spot Televisivo Desenvolvimento dum spot televisivo alusivo ao cumprimento das regras de segurança balnear, tendo passado em vários Órgãos de Comunicação Social em Portugal durante a época balnear 2011.

11 Parceria com o Jornal Destak Uma mensagem de qualidade O Jornal Destak, em parceria com o ISN esteve novamente presente na Época Balnear de 2011, num papel activo na promoção de campanhas de sensibilização, incutindo uma maior cultura de segurança. Contributo Destak: Edição diária (papel e on line); Edição semanal. Retorno directo: Divulgação duma cultura de segurança; Divulgação projectos de segurança.

12 DGAM AUTORIDADE INSTITUTO DE SOCORROS MARÍTIMA A NÁUFRAGOS NACIONAL DGAM INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS Projectos do ISN com entidades privadas no âmbito da responsabilidade social em 2011 Projecto Amarok Parceria com a Volkswagen SIVA Portugal ( 1.º ano) Durante a época balnear de 2011, estiveram disponíveis a nível nacional diversas viaturas Mitsubishi tipo Amarok, Motors operadas de Portugal por militares da Marinha (Fuzileiros) devidamente habilitados Fundação com Vodafone o curso Portugal de nadador salvador e de operadores de Jornal Destak (Tiragem diária de ) viaturas TT. No âmbito deste SIVA projecto Portugal há a registar: Volkswagen 292 assistências balneares; 814 assistências 1.ª socorros; 142 buscas com sucesso de crianças

13 Formação ministrada no âmbito dos Países da CPLP Na sequência dum pedido formal do Serviço Nacional de Salvação Pública, da República de Moçambique, foi ministrado no Instituto de Socorros a Náufragos um curso de Nadador Salvador para 10 Oficiais Bombeiros daquele país, com o objectivo de, em parceria com Portugal, as praias moçambicanas com expressão turística começarem a ter uma vigilância efectiva.

14 Minuta de Memorando de Entendimento com a SOBRASA No seguimento duma parceria estabelecida entre a DGAM e a Sociedade Brasileira de Salvamento Aquática (SOBRASA) em 2008, na época balnear de 2011 em Portugal, exerceram a actividade de nadador salvador cerca de 20 Guarda Vidas inseridos nas Associações de nadadores salvadores certificadas pelo ISN no âmbito dos planos integrados de salvamento aprovados pelo ISN (DL n.º 118/2008 de 10JUL), e implementados pelas Capitanias dos Portos.

15 Balanço época balnear 2011 mortalidade praias (Portaria n.º 493/2011 de 12 ABR) 13 casos Praias vigiadas 06 casos ( casos) Data Capitania Praia Sexo Idade Nacionalidade Causa 01JUN Portimão Armação Pêra M 59 Escocês Paragem cardio respiratória 15JUL Portimão Pescadores M 74 Francesa Paragem cardio respiratória 20JUL Portimão falésia F 78 Portuguesa Paragem cardio respiratória 24 AGO Portimão Praia Carvoeiro F 16 Inglesa Paragem cardio respiratória 20 SET Tavira Praia do Barril M 66 Portuguesa Paragem cardio respiratória 24 SET VRSA Praia Mt Gordo M 72 Holandesa Paragem cardio respiratória Praias não vigiadas 07 ( casos) Data Capitania Praia Sexo Idade Nacionalidade Causa 10JUN Peniche Areia Branca M 26 Portuguesa Afogamento / correntes 05JUL Setúbal Lagoa Albufeira F 66 Portuguesa Afogamento / correntes 16JUL Horta Z. Rochosa M 73 Portuguesa Morte súbita / água 23JUL Setúbal Lagoa Albufeira M 56 Portuguesa Afogamento / correntes 10 AGO Lisboa Cova do Vapor M 45 Portuguesa Afogamento / correntes 11 AGO Horta Clube Naval M 71 Portuguesa Afogamento / correntes 15AGO Douro R. Douro/ Régua M 26 Portuguesa Afogamento / correntes

16 Monitorização dados estatísticos 12 anos 1. Formação Nº cursos NS Nº NS formados Nº NS utilizados Mortalidade épocas balneares Praias vigiadas Praias não vigiadas. 99 Salvamentos pelos 2002 NS (3) (5) (3) (1) 6 672

17 BRIGADO

INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS. Brasil ES novembro 2014

INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS. Brasil ES novembro 2014 Brasil ES novembro 2014 Portugal, uma Nação Marítima Portugal tem como responsabilidade, para busca e salvamento, uma área equivalente a 63 vezes a área terrestre nacional e 25 % do Atlântico Norte, sendo

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 329/XI

PROJECTO DE LEI N.º 329/XI Grupo Parlamentar PROJECTO DE LEI N.º 329/XI ESTABELECE O ALARGAMENTO DO PERÍODO DE TEMPO FIXADO PARA A ÉPOCA BALNEAR E DEFINE A OBRIGATORIEDADE DE ASSISTÊNCIA A BANHISTAS DURANTE TODO O ANO Exposição

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 406/IX PROMOÇÃO DA SEGURANÇA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS

PROJECTO DE LEI N.º 406/IX PROMOÇÃO DA SEGURANÇA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS PROJECTO DE LEI N.º 406/IX PROMOÇÃO DA SEGURANÇA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS As praias marítimas; fluviais e; em geral, todos os locais destinados à prática de banhos constituem, pela sua natureza,

Leia mais

Praia em Directo - Informação em tempo real de 174 praias

Praia em Directo - Informação em tempo real de 174 praias Praia em Directo - Informação em tempo real de 174 praias Date : 11 de Julho de 2012 Com a chegada do Verão, todos temos vontade de rumar a paragens mais frescas ou a locais onde nos podemos refrescar.

Leia mais

DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS. Artigo 1.º Objecto

DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS. Artigo 1.º Objecto DECRETO N.º 189/IX DEFINE O REGIME JURÍDICO DA ASSISTÊNCIA NOS LOCAIS DESTINADOS A BANHISTAS A Assembleia da República decreta, nos termos da alínea c) do artigo 161.º da Constituição, para valer como

Leia mais

Segurança Marítima: Objetivos, Desafios e Iniciativas

Segurança Marítima: Objetivos, Desafios e Iniciativas PORTUGAL Segurança Marítima: Objetivos, Desafios e Iniciativas Coronel Lourenço Maria Lisboa, 6 de novembro de 2015 VÍDEO INSTITUCIONAL 2 SUMÁRIO Evolução histórica Missão Enquadramento da UCC Organização

Leia mais

Gestão do Risco para a Saúde

Gestão do Risco para a Saúde Gestão do Risco para a Saúde As Directivas de Águas Balneares e a Vigilância Sanitária DIRECTIVA 2006/7/CE GESTÃO DA QUALIDADE DAS ÁGUAS BALNEARES DIVISÃO DE SAÚDE AMBIENTAL DIRECÇÃO GERAL DA SAÚDE Índice

Leia mais

ISN 125 Anos a Salvar Vidas. Um pouco de história

ISN 125 Anos a Salvar Vidas. Um pouco de história Um pouco de história No dia 21 de abril de 2017 faz precisamente 125 anos que, sob o alto patrocínio de Sua Majestade a Rainha D. Amélia, foi criado por carta de Lei de 1892 o Real Instituto de Socorros

Leia mais

I SÉRIE ÍNDICE SUPLEMENTO

I SÉRIE ÍNDICE SUPLEMENTO I SÉRIE Terça-feira, 13 de maio de 2014 Número 91 ÍNDICE SUPLEMENTO Ministérios da Defesa Nacional e do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia Portaria n.º 101-A/2014: Procede à identificação das

Leia mais

Colóquio Reservas da Biosfera: Laboratórios de Desenvolvimento Sustentável Assembleia da República, 3 de Julho de 2013

Colóquio Reservas da Biosfera: Laboratórios de Desenvolvimento Sustentável Assembleia da República, 3 de Julho de 2013 Colóquio Reservas da Biosfera: Laboratórios de Desenvolvimento Sustentável Assembleia da República, 3 de Julho de 2013 A Rede Portuguesa de Reservas da Biosfera foi criada pela Comissão Nacional da UNESCO,

Leia mais

ÍNDICE ENQUADRAMENTO ESTRATÉGICO RESPONSABILIDADES DIRECTAS DO MINTRANS LIGADAS AO RAMO MARÍTIMO / PORTUÁRIO OBJECTIVOS DO MINTRANS

ÍNDICE ENQUADRAMENTO ESTRATÉGICO RESPONSABILIDADES DIRECTAS DO MINTRANS LIGADAS AO RAMO MARÍTIMO / PORTUÁRIO OBJECTIVOS DO MINTRANS 1 ÍNDICE ENQUADRAMENTO ESTRATÉGICO RESPONSABILIDADES DIRECTAS DO MINTRANS LIGADAS AO RAMO MARÍTIMO / PORTUÁRIO OBJECTIVOS DO MINTRANS 2018-2022 PROJECTOS Concretizados PROJECTOS Em Curso PROJECTOS FUTUROS

Leia mais

Actividades a desenvolver no âmbito das comemorações do 28 de Abril 2011

Actividades a desenvolver no âmbito das comemorações do 28 de Abril 2011 Actividades a desenvolver no âmbito das comemorações do 28 de Abril 2011 UNIDADE LOCAL DE VISEU MARÇO 2011 ÍNDICE I. INTRODUÇÃO II. ESTRUTURA DO PROJECTO 1. Caracterização do objecto 2. Definição de objectivos

Leia mais

Praia oceânica Nome: Urbana Não urbana Costão. Piscina Coletiva Clube Escola de natação Escola Condomínio Parque aquático Residencial

Praia oceânica Nome: Urbana Não urbana Costão. Piscina Coletiva Clube Escola de natação Escola Condomínio Parque aquático Residencial FICHA DE SUPORTE NA AVALIAÇÃO E RELATÓRIO INDIVIDUAL DE ÁREA DE ATENÇÃO E DE ATIVIDADES DE RISCO EM AFOGAMENTO (cada área é avaliada separada em detalhes aqui) FORMULÁRIO Nº 01 Data do cadastro: 06/02/2017

Leia mais

Seminário Nacional do Programa Bandeira Azul Balanço ARH Centro, Coimbra 3 de Dezembro 2009

Seminário Nacional do Programa Bandeira Azul Balanço ARH Centro, Coimbra 3 de Dezembro 2009 Seminário Nacional do Programa Bandeira Azul Balanço 2009 ARH Centro, Coimbra 3 de Dezembro 2009 Balanço internacional Hemisfério Norte (23 de Abril 2009) Europa ( 2 novos: Malta e Wallonia-Bélgica), Marrocos,

Leia mais

INFORMAÇÕES NADADORES

INFORMAÇÕES NADADORES INFORMAÇÕES NADADORES Nuno Vicente & Miguel Arrobas Desafio Berlengas Peniche O primeiro desafio de 2007 de Nuno Vicente e Miguel Arrobas é também o primeiro sob o nome do Projecto Open Water Portugal,

Leia mais

REGULAMENTO CURSO DE EMERGÊNCIA PARA TÉNICOS DE NATAÇÃO REGULAMENTO CURSO DE EMERGÊNCIA PARA TÉCNICOS DE NATAÇÃO

REGULAMENTO CURSO DE EMERGÊNCIA PARA TÉNICOS DE NATAÇÃO REGULAMENTO CURSO DE EMERGÊNCIA PARA TÉCNICOS DE NATAÇÃO REGULAMENTO CURSO DE EMERGÊNCIA PARA TÉCNICOS DE NATAÇÃO 1. ENQUADRAMENTO O Projeto Lei N.ª366/XIII/2.ª visa alterar a Lei n.º68/2014, 29 de agosto, que aprovou o regime jurídico aplicável ao nadador-salvador

Leia mais

Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel. Joaquim Teodósio

Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel. Joaquim Teodósio Impactos sócio-económicos da conservação do Priolo em São Miguel Joaquim Teodósio www.spea.pt 1 Quem somos? - Somos uma ONG de ambiente, criada em 1993, que trabalha para o estudo e conservação das aves

Leia mais

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral

Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil. Cooperação a nível bilateral Relações de Cooperação de Portugal com os países da CPLP em matéria de protecção civil A cooperação em matéria de protecção civil no quadro da CPLP tem vindo a ser desenvolvida a 2 níveis: no plano bilateral,

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS

ESCOLA SECUNDÁRIA DO MONTE DA CAPARICA Curso de Educação e Formação de Adultos NS 1 de 6 - mobilidade humana e OBJECTIVO: Identifica sistemas de administração territorial e respectivos funcionamentos integrados. O Turismo Guião de Exploração Indicadores sobre o turismo em Portugal 27

Leia mais

Apresentação do GAC. Funcionamento do GAC. Cooperação transnacional. Principais obstáculos

Apresentação do GAC. Funcionamento do GAC. Cooperação transnacional. Principais obstáculos Agenda Apresentação do GAC Funcionamento do GAC Cooperação transnacional Principais obstáculos Apresentação do GAC GACs Nacionais Apresentação do GAC Região abrangida As comunidades piscatórias existentes

Leia mais

Impacto Económico e Turístico da Náutica de Recreio na Área de Jurisdição da Docapesca

Impacto Económico e Turístico da Náutica de Recreio na Área de Jurisdição da Docapesca Impacto Económico e Turístico da Náutica de Recreio na Área de Jurisdição da Docapesca [Relatório #1: 27-06-2015] Prof. Doutor Fernando Perna Prof. Coordenador da Universidade do Algarve ESGHT Matosinhos,

Leia mais

O COMBATE À POLUIÇÃO DO MEIO MARINHO (Marine Pollution Response)

O COMBATE À POLUIÇÃO DO MEIO MARINHO (Marine Pollution Response) O COMBATE À POLUIÇÃO DO MEIO MARINHO JORGE SILVA PAULO Capitão-de-Mar-e-Guerra ECN Chefe do Serviço de Combate à Poluição do Mar por Hidrocarbonetos (SCPMH) Direcção-Geral da Autoridade Marítima (DGAM)

Leia mais

2 Cartas Náuticas. Edição Reimpressão ª Ago Portugal Continental, Arquipélago dos Açores. Título Escala 1: e Arquipélago da Madeira

2 Cartas Náuticas. Edição Reimpressão ª Ago Portugal Continental, Arquipélago dos Açores. Título Escala 1: e Arquipélago da Madeira Publicação Título Escala 1: Nac. INT Edição Reimpressão 11101 Portugal Continental, Arquipélago dos Açores e Arquipélago da Madeira 2 500 000 1ª Ago 2002 21101 1081 Cabo Finisterre a Casablanca 1 000 000

Leia mais

(RSCECE e RCCTE) e a posição ocupada por Portugal no ranking do potencial de crescimento do mercado das energias renováveis

(RSCECE e RCCTE) e a posição ocupada por Portugal no ranking do potencial de crescimento do mercado das energias renováveis As metas ambientais fixadas pela União Europeia para 2020 (aumento da eficiência energética e da utilização de energias renováveis em 20%), a recente legislação criada para o sector dos edifícios (RSCECE

Leia mais

Fepons 19/10/2011 Número 1

Fepons 19/10/2011 Número 1 NOTICI@S_FEPONS Fepons 19/10/2011 Número 1 Quem é a FEPONS História e Objectivos A Federação Portuguesa de Nadadores comummente Salvadores, denominada de FEPONS, nasceu oficialmente no dia 17 de Dezembro

Leia mais

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica

Implementação da ENM Abordagens Integradas para a Náutica Implementação da ENM 2013-2020 Abordagens Integradas para a Náutica Náutica 2020 Vila Praia de Âncora, 21 de novembro de 2014 João Fonseca Ribeiro Diretor-Geral de Politica do Mar O Mar-Portugal é um desígnio

Leia mais

A PROBLEMÁTICA DO SOCORRO E A INTERFACE DE RESPONSABILIDADE NA ORLA COSTEIRA

A PROBLEMÁTICA DO SOCORRO E A INTERFACE DE RESPONSABILIDADE NA ORLA COSTEIRA A PROBLEMÁTICA DO SOCORRO E A INTERFACE DE RESPONSABILIDADE NA ORLA COSTEIRA DUARTE CANTIGA Direção-Geral da Autoridade Marítima (DGAM) A especial envolvente da geografia marítima, as características do

Leia mais

MONITORIZAMOS CONTRIBUÍMOS O TEMPO O CLIMA A ACTIVIDADE SÍSMICA. PARA UM MUNDO MAIS SEGURO e UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. à frente do nosso tempo

MONITORIZAMOS CONTRIBUÍMOS O TEMPO O CLIMA A ACTIVIDADE SÍSMICA. PARA UM MUNDO MAIS SEGURO e UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. à frente do nosso tempo MONITORIZAMOS O TEMPO O CLIMA A ACTIVIDADE SÍSMICA CONTRIBUÍMOS PARA UM MUNDO MAIS SEGURO e UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 29 de PARA Mai de 2009 UM I CONGRESSO MUNDO INTERNACIONAL MAIS DE RISCOS, SEGURO

Leia mais

Portugal. Turismo Interno. Mercados em Números. Rodapé

Portugal. Turismo Interno. Mercados em Números. Rodapé Turismo Interno Mercados em Números 1 Rodapé Designação oficial: República Portuguesa Capital: Lisboa Localização: Sudoeste da Europa Fronteiras terrestres: Espanha (1.241 km) Fronteiras marítimas: Madeira(1076,6

Leia mais

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES

DEMONSTRATIVO DE CÁLCULO DE APOSENTADORIA - FORMAÇÃO DE CAPITAL E ESGOTAMENTO DAS CONTRIBUIÇÕES Página 1 de 28 Atualização: da poupança jun/81 1 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00 26.708,00-0,000% - 26.708,00 26.708,00 26.708,00 jul/81 2 133.540,00 15,78 10,00% 13.354,00 10,00% 13.354,00

Leia mais

Os problemas ambientais. Políticas globais. Environmental Politics and Economics. Perda da biodiversidade

Os problemas ambientais. Políticas globais. Environmental Politics and Economics. Perda da biodiversidade Perda da biodiversidade Os problemas ambientais Fragmentação e destruição de habitats Sobre exploração de recursos naturais Agricultura intensiva eutrofização, salinização dos solos, bioacumulação Poluição

Leia mais

Escola EB, 2,3, DE Aranguez Ano lectivo de 2009/2010. Disciplina de Geografia 7ºano

Escola EB, 2,3, DE Aranguez Ano lectivo de 2009/2010. Disciplina de Geografia 7ºano Escola EB, 2,3, DE Aranguez Ano lectivo de 2009/2010 Disciplina de Geografia 7ºano Portugal Continental localiza-se no extremo Sudoeste da Europa, a Oeste do continente Asiático a Norte do continente

Leia mais

Portugal. Turismo Interno. Mercado em Números. Rodapé

Portugal. Turismo Interno. Mercado em Números. Rodapé Turismo Interno Mercado em Números 1 Rodapé Designação oficial: República Portuguesa Capital: Lisboa Localização: Sudoeste da Europa Fronteiras terrestres: Espanha (1.241 km) Fronteiras marítimas: Madeira(1076,6

Leia mais

O Instituto Hidrográfico (IH): Ciência e Tecnologia do Mar ao serviço dos Países da Lusofonia

O Instituto Hidrográfico (IH): Ciência e Tecnologia do Mar ao serviço dos Países da Lusofonia O Instituto Hidrográfico (IH): Ciência e Tecnologia do Mar ao serviço dos Países da Lusofonia Carlos Ventura Soares Capitão-de-mar-e-guerra Engenheiro Hidrógrafo DIRECTOR TÉCNICO Encontro sobre Produtos

Leia mais

Um Contributo para o Desenvolvimento Sustentável do Interior do Algarve

Um Contributo para o Desenvolvimento Sustentável do Interior do Algarve Um Contributo para o Desenvolvimento Sustentável do Interior do Algarve Por João Ministro (Gestor Técnico do projecto) Via Algarviana Sumário I. Introdução II. A Via Algarviana III. Resultados IV. Próximas

Leia mais

Responsável pela Candidatura Cargo Departamento Vanessa Romeu Diretora Dpto Comunicação

Responsável pela Candidatura Cargo Departamento Vanessa Romeu Diretora Dpto Comunicação FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO Organização Lidl & Cia Diretor(a) Dr.ª Vanessa Romeu Setor de Atividade Retalho Alimentar Número de Efetivos 5800 NIF 503340855 Morada Rua Pé de Mouro, nº18, Linhó Telefone 219102100

Leia mais

Senhora Comissária responsável pelos Assuntos do Mar e Pescas,

Senhora Comissária responsável pelos Assuntos do Mar e Pescas, LANÇAMENTO DA ESTRATÉGIA EUROPEIA PARA O ATLÂNTICO LISBOA, 28 DE NOVEMBRO DE 2011 INTERVENÇÃO DA SENHORA MAMAOT Senhor Primeiro Ministro, Senhora Comissária responsável pelos Assuntos do Mar e Pescas,

Leia mais

CAE Rev_3: 93294 ASSISTÊNCIA AOS BANHISTAS

CAE Rev_3: 93294 ASSISTÊNCIA AOS BANHISTAS O conteúdo informativo disponibilizado pela presente ficha não substitui a consulta dos diplomas legais referenciados e da entidade licenciadora. FUNCHAL CAE Rev_3: 93294 ASSISTÊNCIA AOS BANHISTAS ÂMBITO:

Leia mais

AVISOS AOS NAVEGANTES

AVISOS AOS NAVEGANTES S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL MARINHA INSTITUTO HIDROGRÁFICO AVISOS AOS NAVEGANTES GRUPO MENSAL AVISOS DE 267 a 280 Nº 09 30 setembro de 2014 Recomenda-se vivamente a todos os Navegantes que comuniquem,

Leia mais

Modelo de Desenvolvimento, Quadro de Monitorização e Economia Azul

Modelo de Desenvolvimento, Quadro de Monitorização e Economia Azul Modelo de Desenvolvimento, Quadro de Monitorização e Economia Azul Meios de Financiamento Nacionais e Europeus e Integração das Políticas de Desenvolvimento Par$lha de Informação A promoção de um ambiente

Leia mais

Rússia Março Mercado em números

Rússia Março Mercado em números Março 2017 Mercado em números Designação oficial: Federação Russa Capital: Moscovo Finlândia Estónia Letónia Lituânia Bielorrússia Ucrânia Localização: Norte da Ásia. Faz fronteira a norte com o Oceano

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 1.72.380,00 0,00 0,00 0,00 361.00,00 22,96 22,96 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl

Leia mais

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10

PRÓ-TRANSPORTE - MOBILIDADE URBANA - PAC COPA 2014 - CT 318.931-88/10 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE Simpl Acum Simpl Acum jul/10 a jun/11 jul/11 12 13 (%) (%) (%) (%) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1/11 AMPLIAÇÃO DA CENTRAL DE ago/11 Simpl Acum Simpl Acum Simpl Acum 14 set/11 15

Leia mais

M ODELO EUROPEU DE INFORMAÇÃO PESSOAL EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CURRICULUM VITAE

M ODELO EUROPEU DE INFORMAÇÃO PESSOAL EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL CURRICULUM VITAE M ODELO EUROPEU DE CURRICULUM VITAE INFORMAÇÃO PESSOAL Nome Paulo Almeida de Rodrigues Morada Telefone Fax Correio electrónico capmarcogoncalves@gmail.com; Nacionalidade Portuguesa Data de nascimento 21.07.73

Leia mais

Brasil Março Mercado em números

Brasil Março Mercado em números Março 2017 Mercado em números Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres:

Leia mais

PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR. Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de May 2015

PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR. Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de May 2015 PORTUGAL A CRESCER ECONOMIA DO MAR Roadshow Portugal Global Setúbal, 2 de março de 2016 May 2015 Uma oportunidade económica Área: 92,152 Km 2 (108 º maior país do Mundo) Linha de Costa: 1,859 Km (incluindo

Leia mais

PARTE II - Cartas e Publicações Náuticas - Portugal Cartas Eletrónicas de Navegação

PARTE II - Cartas e Publicações Náuticas - Portugal Cartas Eletrónicas de Navegação PARTE II - Cartas e Publicações Náuticas - Portugal 71 1.2. Cartas Eletrónicas de Navegação 72 Catálogo de Cartas e Publicações Náuticas Correções: 12/2016 PARTE II - Cartas e Publicações Náuticas - Portugal

Leia mais

Brasil Setembro Mercado em números

Brasil Setembro Mercado em números Setembro 2016 Mercado em números Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres:

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL DIREÇÃO-GERAL DA AUTORIDADE MARÍTIMA. Despacho n.º 7 / 2016

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL DIREÇÃO-GERAL DA AUTORIDADE MARÍTIMA. Despacho n.º 7 / 2016 S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL DIREÇÃO-GERAL DA AUTORIDADE MARÍTIMA Despacho n.º 7 / 2016 1. Na sequência do enquadramento legal definido pela Lei n.º 68/2014, de 29 de

Leia mais

Brasil Junho Mercado em números

Brasil Junho Mercado em números Junho 2016 Mercado em números Guiana Venezuela Suriname Columbia Guiana Francesa Designação oficial: República Federativa do Capital: Brasília Localização: Leste da América do Sul Peru Fronteiras terrestres:

Leia mais

"Dá-se muita atenção ao custo de se realizar algo. E nenhuma ao custo de não realizá-lo". Philip Kotler

Dá-se muita atenção ao custo de se realizar algo. E nenhuma ao custo de não realizá-lo. Philip Kotler "Dá-se muita atenção ao custo de se realizar algo. E nenhuma ao custo de não realizá-lo". Philip Kotler O PROJETO A Brigada do Mar (BM) é um projeto de intervenção ambiental focado na limpeza de praias,

Leia mais

DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES PÚBLICAS E DOCUMENTAÇÃO

DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES PÚBLICAS E DOCUMENTAÇÃO DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES PÚBLICAS E DOCUMENTAÇÃO Outubro 2010 LEGISLAÇÃO MARÍTIMO-PORTUÁRIA 2008-2009 ÍNDICES DEPARTAMENTO DE RELAÇÕES PÚBLICAS E DOCUMENTAÇÃO Outubro 2010 SUMÁRIO NOTA INTRODUTÓRIA. 3

Leia mais

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado

Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ. Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Unidade Vértebro-Medular CHLC HSJ Enf.ª Elisabete Dias Enf.º Paulo Salvado Tópicos Dar a conhecer a génese do projeto; Mostrar o percurso efetuado ; Apresentar os resultados e as conclusões obtidas; Apresentar

Leia mais

Rússia Dezembro Mercado em números

Rússia Dezembro Mercado em números Dezembro 2015 Mercado em números Mercado em números 2015 Designação oficial: Federação Russa Capital: Moscovo Finlândia Estónia Letónia Lituânia Bielorrússia Ucrânia Localização: Norte da Ásia. Faz fronteira

Leia mais

DISPOSITIVO ESPECIAL DE COMBATE A INCÊNDIOS FLORESTAIS. Diretiva Operacional Nacional _ DECIF

DISPOSITIVO ESPECIAL DE COMBATE A INCÊNDIOS FLORESTAIS. Diretiva Operacional Nacional _ DECIF DISPOSITIVO ESPECIAL DE COMBATE A INCÊNDIOS FLORESTAIS Diretiva Operacional Nacional _ DECIF 26 de maio de 2015 OBJETIVOS: Permanente segurança das forças Área ardida de acordo com as metas PNDFCI Redução

Leia mais

João Ministro Georg Schreier Seminário: Potencialidades do Turismo Ornitológico para o Desenvolvimento Sustentável de Áreas Rurais de Portugal

João Ministro Georg Schreier Seminário: Potencialidades do Turismo Ornitológico para o Desenvolvimento Sustentável de Áreas Rurais de Portugal Turismo Ornitológico no Sul de Portugal: a experiência da ProActivetur, Lda. João Ministro Georg Schreier RESUMO 1. Breve apresentação 2. Birdwatching: Porquê? Como? 3. O nosso Birdwatcher 4. Para o futuro

Leia mais

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA

REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE MINISTÉRIO DA CULTURA E TURISMO INSTITUTO NACIONAL DO TURISMO TERMOS DE REFERÊNCIA Título da Posição: TECNICO DE PROMOÇÃO TURÍSTICA Duração: Local: Instituição: RENOVAÇÃO DEPENDENDO

Leia mais

A ARQUEOLOGIA NÁUTICA E SUBAQUÁTICA na Direcção Geral do Património Cultural. Pedro Barros e João Coelho

A ARQUEOLOGIA NÁUTICA E SUBAQUÁTICA na Direcção Geral do Património Cultural. Pedro Barros e João Coelho A ARQUEOLOGIA NÁUTICA E SUBAQUÁTICA na Direcção Geral do Património Cultural Pedro Barros e João Coelho cnans@dgpc.pt Campanha M@rBis 2014 O VALOR HISTÓRICO DO PATRIMÓNIO NAUTICO E SUBÁTICO PARA A IDENTIDADE

Leia mais

CARTAS NÁUTICAS E CARTAS ELETRÓNICAS DE NAVEGAÇÃO DE PORTUGAL

CARTAS NÁUTICAS E CARTAS ELETRÓNICAS DE NAVEGAÇÃO DE PORTUGAL S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL MARINHA INSTITUTO HIDROGRÁFICO CARTAS NÁUTICAS E CARTAS ELETRÓNICAS DE NAVEGAÇÃO DE PORTUGAL ÍNDICE 2013 A imagem da capa do Índice 2013 resulta da sobreposição da 1.ª

Leia mais

Caracterização da Agitação Marítima ao Largo da Baía de Maputo

Caracterização da Agitação Marítima ao Largo da Baía de Maputo UNIVERSIDADE EDUARDO MONDLANE Faculdade de Engenharia Cláudia Brunilde Guiloviça Maputo, 11 de Maio de 2012 Conteúdos: 1. Introdução; 1.1. Objectivos; 1.2. Metodologia; 2. Estado da Arte; 2.1. Fontes de

Leia mais

AS CIDADES EM NÚMEROS

AS CIDADES EM NÚMEROS CD-ROM As Cidades em Números 2000-2002 17 de Junho de 2004 AS CIDADES EM NÚMEROS Caracterizar e quantificar o conhecimento sobre as actuais 141 cidades portuguesas, espaços que, cada vez mais, concentram

Leia mais

A promoção de um destino náutico regional Algarve

A promoção de um destino náutico regional Algarve A promoção de um destino náutico regional Algarve António Almeida Pires Workshop Nauticampo Lisboa, 2 de Fevereiro de 2011 CONTRIBUIÇÃO DOS PRODUTOS POR REGIÃO PENT Plano Estratégico Nacional do Turismo

Leia mais

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR.

Autárquicas Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta. Não responderam: PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP PDR. - Autárquicas 217 Autárquicas 217 Inquérito sobre Políticas e Propostas para a Mobilidade em Bicicleta Município: 47 Sintra Participantes no inquérito: Não responderam: PS PSD.CDS.MPT.PPM CDU PAN PNR PTP

Leia mais

Fundação Vodafone Portugal App Praia em Directo oferece informação em tempo real sobre 174 zonas balneares

Fundação Vodafone Portugal App Praia em Directo oferece informação em tempo real sobre 174 zonas balneares Fundação Vodafone Portugal App Praia em Directo oferece informação em tempo real sobre 174 zonas balneares Lisboa, 9 de Julho de 2012 A Fundação Vodafone Portugal, em parceria com a Marinha Portuguesa

Leia mais

Os Nossos Museus do Mar. Ciclo "O Dia Nacional do Mar" 14 e 16 de Novembro de 2002

Os Nossos Museus do Mar. Ciclo O Dia Nacional do Mar 14 e 16 de Novembro de 2002 SOCIEDADE DE GEOGRAFIA DE LISBOA Secção de Geografia dos Oceanos A Resolução n.º 83/98 do Conselho de Ministros institucionalizou o dia 16 de Novembro como Dia (Nacional) do Mar, data da entrada em vigor

Leia mais

Mar: Importância, ameaças e comunidade

Mar: Importância, ameaças e comunidade SEMINÁRIO NACIONAL ECO-ESCOLAS 2011 Teatro Municipal da Guarda 4, 5, 6 de Fevereiro 2011 Mar: Importância, ameaças e comunidade Estrutura de Missão para os Assuntos do Mar Mónica Albuquerque O que é o

Leia mais

09 NOV 2010 FISCALIZAÇÃO DE RESÍDUOS ÓLEOS USADOS

09 NOV 2010 FISCALIZAÇÃO DE RESÍDUOS ÓLEOS USADOS 1ª CONVENÇÃO SOGILUB / SEPNA 09 NOV 2010 FISCALIZAÇÃO DE RESÍDUOS O SEPNA e a FISCALIZAÇÃO de RESÍDUOS Apresentação: Tenente-Coronel Corte-Real Figueiredo Direcção do SEPNA Chefe da Divisão Técnica Ambiental

Leia mais

A Engenharia Costeira Portuguesa e a Defesa do Litoral Sessão 1: Ponto de Situação e Experiência Acumulada

A Engenharia Costeira Portuguesa e a Defesa do Litoral Sessão 1: Ponto de Situação e Experiência Acumulada A Engenharia Costeira Portuguesa e a Defesa do Litoral A Experiência Acumulada e os Desafios do Futuro Sessão 1: Ponto de Situação e Experiência Acumulada nas Soluções de Defesa Costeira 30 Abril 2014

Leia mais

Administração da Região Hidrográfica do Algarve. Olhos de Água CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO PTCV9U

Administração da Região Hidrográfica do Algarve. Olhos de Água CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO PTCV9U PERFIL DE ÁGUA BALNEAR IDENTIFICAÇÃO DA ÁGUA BALNEAR NOME Olhos de Água CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO PTCV9U LOCALIZAÇÃO DA ÁGUA BALNEAR E DO PONTO DE MONITORIZAÇÃO PAÍS Portugal DISTRITO Faro CONCELHO Albufeira

Leia mais

(https://regiao-sul.pt/)

(https://regiao-sul.pt/) 1 de 5 03/08/17, 15:01 (https://regiao-sul.pt/) Você está em: Home (https://regiao-sul.pt/)» Economia (https://regiao-sul.pt/category/economia)» Vinhos do Algarve surpreendem turistas nas praias da região

Leia mais

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA

PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA PLANO DE ORDENAMENTO DA ALBUFEIRA DE IDANHA Proposta Plano Plano de Execução Câmara Municipal de Idanha-a-Nova Julho 2005 ÍNDICE 1. METODOLOGIA... 3 2. PROPOSTAS DE INTERVENÇÃO... 4 3. QUADROS-SÍNTESE

Leia mais

Bélgica Dezembro Mercado em números

Bélgica Dezembro Mercado em números Dezembro 2016 Mercado em números Designação oficial: Reino da Capital: Bruxelas Localização: Europa Ocidental Fronteiras terrestres: 1.297 km com a Alemanha (133 km), França (556 km), Holanda (478 km)

Leia mais

Perfil de Água Balnear do Porto da Areia Sul

Perfil de Água Balnear do Porto da Areia Sul Perfil de Água Balnear do Porto da Areia Sul Identificação da Água Balnear Nome da Água Balnear PORTO DA AREIA SUL Código da Água Balnear PTCD3U Ano de Identificação 2011 Categoria/Tipo Água balnear costeira/costa

Leia mais

MISSÕES DAS FORÇAS ARMADAS

MISSÕES DAS FORÇAS ARMADAS S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL CONSELHO DE CHEFES DE ESTADO-MAIOR MISSÕES DAS FORÇAS ARMADAS Aprovado em CSDN de 30 de julho de 2014. ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO 2. MISSÕES a. Segurança e defesa do território

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL

MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL Diário da República, 1.ª série N.º 164 26 de Agosto de 2008 5961 Artigo 9.º Entrada em vigor A presente portaria entra em vigor a 1 de Setembro de 2008. Pelo Ministro de Estado e das Finanças, Gonçalo

Leia mais

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 31de julho e em 15 de agosto de 2012.

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 31de julho e em 15 de agosto de 2012. Situação de Seca Meteorológica em 15 agosto Contributo do Instituto de Meteorologia, I.P. para o Acompanhamento e Avaliação dos Efeitos da Seca 1. Situação Atual de Seca Meteorológica A situação de seca

Leia mais

Bélgica Junho Mercado em números

Bélgica Junho Mercado em números Junho 2017 Mercado em números Designação oficial: Reino da Capital: Bruxelas Localização: Europa Ocidental Fronteiras terrestres: 1.297 km com a Alemanha (133 km), França (556 km), Holanda (478 km) e Luxemburgo

Leia mais

Polónia Junho Mercado em números

Polónia Junho Mercado em números Junho 2017 Mercado em números Designação oficial: República da Capital: Varsóvia Localização: Europa Central Fronteiras terrestres: 3.071 km com a Alemanha (467 km), Bielorrússia (418 km), Eslováquia (541

Leia mais

PIN Talk in Portugal Improving Urban Road Safety

PIN Talk in Portugal Improving Urban Road Safety PIN Talk in Portugal Improving Urban Road Safety Portuguese Road Safety Strategy Urban Areas Jorge Jacob Lisboa, 14 de março de 2017 Agenda: 1 Portugal na União Europeia 2 Evolução da Sinistralidade Rodoviária

Leia mais

16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos,

16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos, FOTOREPORTAGEM 16 de Setembro Dia Almada a um metro de tudo : Inauguração, no Fórum Romeu Correia, da exposição Transtejo, navegando o Tejo há mais de 30 anos, organizada pela Transtejo, CMA e Ageneal.

Leia mais

Noção de mar territorial e de zona económica exclusiva (ZEE)

Noção de mar territorial e de zona económica exclusiva (ZEE) ZEE - ZONA ECONÓMICA EXCLUSIVA Noção de mar territorial e de zona económica exclusiva (ZEE) http://pt.wikipedia.org/wiki/mar_territorial Portugal = http://www.hidrografico.pt/hidrografico/produtos/cartas/cartas_nauticas.htm

Leia mais

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE)

Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Sistema Nacional de Certificação Energética e da Qualidade do Ar Interior nos Edifícios (SCE) Atingidos os 100.000 certificados em Junho! Sistema de Certificação Energética e de QAI Certificados Energéticos

Leia mais

Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER

Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER Certificar para Ganhar o Futuro Ponta Delgada, 19 de Junho 2007 José Leitão CEO APCER www.apcer.pt AGENDA APCER: Quem Somos Porquê Certificar para Ganhar o Futuro? Região Autónoma dos Açores como Mercado

Leia mais

A qualidade das águas balneares no contexto do Programa Bandeira Azul

A qualidade das águas balneares no contexto do Programa Bandeira Azul A qualidade das águas balneares no contexto do Programa Bandeira Azul Sofia Batista (sofia.batista@apambiente.pt) Divisão do Estado Qualitativo da Água, Departamento de Recursos Hídricos V Seminário Nacional

Leia mais

EcoFamílias Água Escola de Óbidos Ano lectivo de 2008/2009 e 2009/2010

EcoFamílias Água Escola de Óbidos Ano lectivo de 2008/2009 e 2009/2010 EcoFamílias Água Escola de Óbidos Ano lectivo de 2008/2009 e 2009/2010 Agosto 2010 1. Resumo O projecto EcoFamílias Água, desenvolvido pela Quercus Associação Nacional de Conservação da Natureza em parceria

Leia mais

Riscos de inundações fluviais e estuarinas

Riscos de inundações fluviais e estuarinas Riscos de inundações fluviais e estuarinas Elsa Alves Marta Rodrigues Iniciativa Riscos Ciclo de Encontros Riscos Naturais 20 de Setembro de 2012, Fundação Calouste Gulbenkian Riscos de inundações fluviais

Leia mais

ESTRATÉGIAS de DINAMIZAÇÃO NATUREZA. Palmela Setembro de 2011

ESTRATÉGIAS de DINAMIZAÇÃO NATUREZA. Palmela Setembro de 2011 ESTRATÉGIAS de DINAMIZAÇÃO do PRODUTO TURISMO DE NATUREZA Palmela Setembro de 2011 1. PENT - estratégia para o desenvolvimento do Turismo em Portugal RCM 53/2007, de 04 de Abril 2. O desenvolvimento da

Leia mais

CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE FORMATIVA PARA O INTERNATO MÉDICO DE SAÚDE PÚBLICA

CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE FORMATIVA PARA O INTERNATO MÉDICO DE SAÚDE PÚBLICA Ordem dos Médicos / Ministério da Saúde Formação Médica Pós-Graduada: Internatos Médicos CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADE DE SAÚDE PÚBLICA PARA ATRIBUIÇÃO DE IDONEIDADE FORMATIVA PARA O INTERNATO MÉDICO DE SAÚDE

Leia mais

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013

Nota de Informação Estatística Lisboa, 21 de fevereiro de 2013 Nota de Informação Estatística Lisboa, de fevereiro de 3 Banco de Portugal divulga estatísticas da balança de pagamentos e da posição de investimento internacional referentes a O Banco de Portugal publica

Leia mais

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro

Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Cooperação LEADER Balanço e Perspetivas de Futuro Fatores facilitadores, condicionantes, boas práticas, e o seu contributo para o desenvolvimento dos territórios. 1 - OBJECTIVOS DA ELD DO RIBATEJO NORTE

Leia mais

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS. Despacho n.º 05 / 2016

S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS. Despacho n.º 05 / 2016 S. R. MINISTÉRIO DA DEFESA NACIONAL AUTORIDADE MARÍTIMA NACIONAL INSTITUTO DE SOCORROS A NÁUFRAGOS Despacho n.º 05 / 2016 A definição das especificações técnicas dos materiais, equipamentos e sinalética

Leia mais

Europass curriculum vitae

Europass curriculum vitae Europass curriculum vitae Informação pessoal Apelido(s) - Nome(s) Morada(s) Telefone(s) Fax(es) Correio(s) electrónico(s) Nacionalidade(s) Telemóvel: Portuguesa Data de nascimento 05/11/1958 Sexo Masculino

Leia mais

MARLISCO. Marine Litter in Europe's Seas: Social Awareness and Co-responsibility. Conferência Nacional 14 Dezembro, Lisboa

MARLISCO. Marine Litter in Europe's Seas: Social Awareness and Co-responsibility.  Conferência Nacional 14 Dezembro, Lisboa MARLISCO Marine Litter in Europe's Seas: Social Awareness and Co-responsibility http://www.marlisco.eu/ Conferência Nacional 14 Dezembro, Lisboa OBJECTIVO PRINCIPAL Promover a sensibilização para as consequências

Leia mais

GESTÃO SUSTENTÁVEL DA ORLA COSTEIRA

GESTÃO SUSTENTÁVEL DA ORLA COSTEIRA S e m i n á r i o DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL O MAR GESTÃO SUSTENTÁVEL DA ORLA COSTEIRA IST 03 Nov 2004 Quaternaire Portugal http://www.quaternaire.pt Decreto-lei n.º 380/99: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

Leia mais

República Checa Junho Mercado em números

República Checa Junho Mercado em números Junho 2017 Mercado em números Designação oficial: Capital: Praga Localização: Europa Central Fronteiras terrestres: 2.143 km com a Alemanha (704 km), Áustria (402 km), Eslováquia (241 km), Polónia (796

Leia mais

Associação de Futebol do Algarve Taça do Algarve

Associação de Futebol do Algarve Taça do Algarve Associação de Futebol do Algarve Taça do Algarve Clube Clube 4 ao Cubo Associação Desportiva de Olhão Juventude Desportiva Monchiquense Albufeira Futsal Clube Lusitano Futebol Clube Algarve Clube Futebol

Leia mais

Suíça Junho Mercado em números

Suíça Junho Mercado em números Junho 2016 Mercado em números Mercado em números junho 2016 Designação oficial: Confederação Capital: Berna Localização: Europa Central Fronteiras terrestres: 1.770 km com a Alemanha (348 km), Áustria

Leia mais

praias Paisagens diversas para gostos distintos

praias Paisagens diversas para gostos distintos praias de Lagos Paisagens diversas para gostos distintos A zona de Lagos é uma das mais diversificadas do Algarve, ao mesclar as características rochosas e as longas praias arenosas abrigadas na baía.

Leia mais

A Economia do Mar nos Açores. Arnaldo Machado Conferência Direito e Economia do Mar Lisboa, 29 e 30 de maio

A Economia do Mar nos Açores. Arnaldo Machado Conferência Direito e Economia do Mar Lisboa, 29 e 30 de maio A Economia do Mar nos Açores Arnaldo Machado Conferência Direito e Economia do Mar Lisboa, 29 e 30 de maio Quem somos e o que fazemos Missão Contribuir para a conceção e execução de políticas de estímulo

Leia mais

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 30 de novembro e em 15 de dezembro de 2012.

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 30 de novembro e em 15 de dezembro de 2012. Situação de Seca Meteorológica em de dezembro Contributo do para o Acompanhamento e Avaliação dos Efeitos da Seca 1. Situação Atual de Seca Meteorológica Em de dezembro a situação de seca meteorológica

Leia mais