Relatório anual 2012

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Relatório anual 2012"

Transcrição

1 Relatório anual Evolução de cotações Maçã Golden Delicious e Gala

2 Produção de Maçã em Portugal em (Fonte: INE) MAÇÃ Superfície Produção (t) Produção (t) (ha) 2011 Portugal Entre Douro e Minho Trás-os-Montes Beira Litoral Beira Interior Ribatejo e Oeste Alentejo Algarve Açores Madeira Áreas de Mercado mais Representativas: Oeste, Douro Sul, Carrazeda de Ansiães, Leiria, Viseu, Cova da Beira, Guarda. Calendário de Produção/Comercialização Golden Delicious Red Delicious Reinetas Royal Gala Bravo de Esmolfe Jan Fev Fonte: GPP Fonte: GPP

3 Balança Comercial de Maçã fresca t Balança Comercial Nacional de Maçã fresca, 0 EU27_EXTRA EU27_INTRA TOTAL Entradas/Importação Saídas/Exportação Se no caso da pêra o saldo da nossa balança comercial é positivo, no caso da maçã este é claramente negativo, muito embora nos últimos anos se venha a verificar um aumento ligeiro das saídas/exportação desta fruta nacional. Grande parte da comercialização desta fruta é feita dentro do espaço comunitário, sendo os nosso principais parceiros a França, Espanha no caso do fornecimento de maçã e a Espanha e Reino Unido no que respeita às saídas.

4 Importações/entradas de Maçã fresca Principais fornecedores de maçã a Portugal, t França Espanha Brasil Itália Chile ChileArgentin Itália 3% a 5% 2% Brasil 9% Espanha 37% Outros 3% França 41% Exportações/saídas de Maçã fresca Principais compradores de maçã a Portugal, t Espanha Reino unido Cabo Verde Angola Holanda Holanda 4% Angola 6% Cabo Verde 9% Brasil 4% Reino Unido 32% Outros 5% Espanha 40%

5 Balança comercial mensal de Maçã, t Jan. Feb. Mar. Apr. May. Jun. Jul. Aug. Sep. Oct. Nov. Dec. Entradas/Importação Saídas/Exportação De forma semelhante do que se verifica no caso da pêra, são visíveis em duas campanhas de produção e comercialização: 2011/ (visível nas cotações até Junho e a de /2013 apresentada a partir de Setembro). A análise mensal da Balança Comercial permite verificar exactamente esse fenómeno de menor quantidade de maçã disponível no mercado a partir de Abril e consequentemente uma maior entrada desta fruta em Portugal. Com o início de uma nova campanha em, a balança comercial inverte temporariamente e conseguimos um saldo positivo entre Setembro e Novembro desse ano.

6 Possíveis circuitos de Cadeia de Valor Produção (P) Saída Estação Fruteira (SEF) (OA s) Mercados Abastecedores (MA) Mercados Retalhistas (MR) PVP Produção (P) Saída Estação Fruteira (SEF) (OA s) Mercados Retalhistas (MR) PVP Produção (P) Mercados Retalhistas (MR) PVP MAÇÃ Gala Preços ( /kg) Preço SEF 0,65 0,69 0,71 0, ,63 0,64 0,65 0,64 Preço MA 0,64 0, ,73 0,64 0,63 0,66 0,68 Preço MR 1,45 1,49 1,35 1,61 1,48 1,67 1,36 1,53 1,41 1,48 Margem Bruta de Comercialização ( /kg) MA - SEF -0,01 0, ,01-0,01 0,01 0,04 MR - MA 0,80 0, ,72 0,90 0,75 0,80 MR - SEF 0,79 0,80 0,64 0, ,72 0,89 0,76 0,84

7 Margem de Comercialização Relativa (%) (Preço MR - Preço SEF)/Preço MR 54,89 53,67 47,19 55, ,25 57,96 53,99 56,74 /kg 2,00 1,80 1,60 1,40 1,20 1,00 0,80 0,60 0,40 0,20 0,00 S10 S11 S12 S13 S14 S15 S16 Maçã Gala Evolução Margem Bruta de Comercialização entre Retalho e Produção (SEF) S17 S18 S19 S20 S21 S22 S23 S24 S25 S26 S27 S28 S29 S30 S31 S32 Semanas S33 S34 S35 S36 S37 S38 S39 S40 S41 S42 S43 S44 S45 S46 S47 S48 S49 S50 S51 S52 Preço SE MR - SE

8 MAÇÃ Golden Delicious Preços ( /kg) Preço SEF 0,58 0,58 0,57 0, ,65 0,57 0,59 0,59 Preço MA 0,50 0,55 0,56 0,64 0,62 0,60 0,54 0,54 0,53 0,57 Preço MR 1,26 1,30 1,23 1,38 1,39 1,35 1,36 1,48 1,31 1,27 Margem Bruta de Comercialização ( /kg) MA - SEF -0,08-0,03-0,01 0, ,10-0,03-0,06-0,02 MR - MA 0,76 0,74 0,67 0, ,82 0,95 0,78 0,70 MR - SEF 0,68 0,71 0,66 0, ,71 0,91 0,72 0,68 As principais variedades de maçã produzidas a nível comunitário são a Golden Delicious, Gala, Red Delicious, Idared e Jonagold, pelo que se optou por escolher as duas primeiras variedades para este estudo. Muito embora a quebra de produção de maçã que se verificou em termos de valores globais, no caso da maçã Golden Delicious, talvez por esta ser a variedade mais produzida em Portugal, as suas cotações não sofreram grandes flutuações nas duas campanhas, muito embora no mês de Outubro de a diferença de cotações tenha atingido o seu ponto mais alto com 0.91.

9 Margem de Comercialização Relativa (%) (Preço MR - Preço SEF)/Preço MR 54,19 55,10 53,84 56, ,56 61,51 55,13 53,26 Maçã Golden Evolução Margem Bruta de Comercialização entre Retalho e Produção /kg 1,80 1,60 1,40 1,20 1,00 0,80 0,60 0,40 0,20 0,00 S10 S12 S14 S16 S18 S20 S22 S24 S26 S28 S30 S32 S34 S36 S38 S40 S42 S44 S46 S48 S50 S52 Semanas Preço SEF MR - SEF

Previsões de produção de Maçã na UE em 2016

Previsões de produção de Maçã na UE em 2016 INFORMAÇÃO AGOSTO 2016 Previsões de produção de Maçã na UE em 2016 Globalmente, a produção de maçã na União Europeia irá diminuir cerca de 3% face a 2015. Em Portugal, essa quebra deverá atingir os 20%.

Leia mais

7.1 Área e Produção Enquadramento Nacional Enquadramento Mundial e Comunitário... 7

7.1 Área e Produção Enquadramento Nacional Enquadramento Mundial e Comunitário... 7 MAÇÃ 2007 Índice Geral 7.1 e Produção... 4 7.1.1 Enquadramento Nacional... 4 7.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 7 7.2 Principais Variedades e Produções Diferenciadas... 8 7.2.1 Principais Variedades...

Leia mais

INQUÉRITO ÀS PLANTAÇÕES DE ÁRVORES DE FRUTO 2002

INQUÉRITO ÀS PLANTAÇÕES DE ÁRVORES DE FRUTO 2002 Informação à Comunicação Social 16 de Dezembro de INQUÉRITO ÀS PLANTAÇÕES DE ÁRVORES DE FRUTO Introdução O Inquérito às Plantações de Árvores de Fruto é um operação estatística obrigatória (Directiva 1/9/CE

Leia mais

Estudo de Comercialização no Sector Hortofrutícola

Estudo de Comercialização no Sector Hortofrutícola Estudo de Comercialização no Sector Hortofrutícola Análise da Evolução de Cotações No Ano de 2005 Volume III Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares Março 2007 Ficha Técnica

Leia mais

EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR DAS CARNES

EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR DAS CARNES EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR DAS CARNES Versão actualizada em Fevereiro de 211 Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO

Leia mais

A importância económica do sector do azeite

A importância económica do sector do azeite Seminário O SECTOR DO AZEITE EM PORTUGAL Crescimento e competitividade A importância económica do sector do azeite Francisco Avillez Prof. Emérito do ISA, UL e Coordenador científico da AGRO.GES Março

Leia mais

EVOLUÇÃO DA BALANÇA COMERCIAL DO SECTOR DA CARNE DE BOVINO

EVOLUÇÃO DA BALANÇA COMERCIAL DO SECTOR DA CARNE DE BOVINO EVOLUÇÃO DA BALANÇA COMERCIAL DO SECTOR DA CARNE DE BOVINO Observatório dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares EVOLUÇÃO DA BALANÇA COMERCIAL DO SECTOR DA CARNE DE BOVINO O sector da

Leia mais

SC 20/ agosto 2012 Original: inglês. Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido

SC 20/ agosto 2012 Original: inglês. Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido SC 20/12 28 agosto 2012 Original: inglês P Comitê de Estatística 4. a reunião 27 setembro 2012 Londres, Reino Unido Estoques de café verde nos países importadores Antecedentes 1. Os termos de referência

Leia mais

Balanço da Campanha da Maçã 2005

Balanço da Campanha da Maçã 2005 Balanço da Campanha da Maçã 25 Relatório Balanço da Campanha da Maçã 25 No passado dia 21 de Outubro, realizou-se a reunião sobre Balanço da Campanha da Maça, organizado pelo Centro Operativo Tecnológico

Leia mais

T U R I S M O E M N Ú M E R O S

T U R I S M O E M N Ú M E R O S HÓSPEDES, DORMIDAS, PROVEITOS E REVPAR em CAMA em apartamentos turísticos QUARTO em hoteleiros Fonte: Turismo de Portugal FLUXOS NOS AEROPORTOS Fonte: ANA Aeroportos de Portugal FLUXOS NOS PORTOS MARÍTIMOS

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a CONJUNTURA SEMANAL - OVINOS Newsletter Informação Semanal 25-01 a 31-01- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana em análise registou-se

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 19-10 a 25-10- COTAÇÕES MÉDIAS NACIONAIS - SEMANAIS As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal

Leia mais

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 31de julho e em 15 de agosto de 2012.

Figura 1 Distribuição espacial do índice de seca meteorológica em 31de julho e em 15 de agosto de 2012. Situação de Seca Meteorológica em 15 agosto Contributo do Instituto de Meteorologia, I.P. para o Acompanhamento e Avaliação dos Efeitos da Seca 1. Situação Atual de Seca Meteorológica A situação de seca

Leia mais

Lig@dos para um ensino melhor

Lig@dos para um ensino melhor Conhecer e partilhar para inovar na Educação Alexandre Martins Lima alima@anpri.pt Ana Paula Jacinto Ferreira apjferreira@anpri.pt Associação Nacional de Professores de Informática Associação Nacional

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 15-02 a 21-02- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE

BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Agosto 2015 Índice 1. Situação Monetária... 1 1.1. Base Monetária (BM)... 1 1.2. Massa Monetária (M3)... 1 1.2.1. Crédito à Economia... 2

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a CONJUNTURA SEMANAL - OVINOS Newsletter Informação Semanal 12-12 a 18-12- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana em análise verificou-se

Leia mais

FABRICO DE VINHO AEP / GABINETE DE ESTUDOS

FABRICO DE VINHO AEP / GABINETE DE ESTUDOS FABRICO DE VINHO AEP / GABINETE DE ESTUDOS JANEIRO DE 2004 Fabrico de vinho Portugal dispõe de condições edafo-climáticas que lhe permitem ser, por excelência, um produtor de vinhos com características

Leia mais

Newsletter Semana 50: 12 a

Newsletter Semana 50: 12 a Newsletter Semana 50: 12 a 18-12-2016 Hortícolas Agrião CONJUNTURA - Na Região Centro, SEMANAL na área - MERCADOS de mercado dade Beira PRODUÇÃO Litoral, a oferta foi média e a procura ligeiramente fraca,

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a CONJUNTURA SEMANAL - OVINOS Newsletter Informação Semanal 22-05 a 28-05- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana em análise as

Leia mais

Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial

Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Boletim Mensal Situação Monetária e Cambial Estudos Económicos Índice 1. Situação Monetária... 4 1.1. Base Monetária... 4 1.2. Massa Monetária... 5 1.2.1. Crédito à Economia... 6 1.2.2. Activo Externo

Leia mais

Enlaces útiles/ Esteka Interesgarriak. Jornais e revistas

Enlaces útiles/ Esteka Interesgarriak. Jornais e revistas DEPARTAMENTO DE PORTUGUES // PORTUGALERA DEPARTAMENTUA PORTUGAL Nacionais http://www.publico.clix.pt http://www.expresso.pt http://www.correiomanha.pt http://www.dn.pt http://www.visaoonline.pt http://www.acapital.pt

Leia mais

PLANEJAMENTO DE AULA ANUAL 2016 Série: 8º Ano A e B. Matéria (Arte Plástica e Teatro) 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb

PLANEJAMENTO DE AULA ANUAL 2016 Série: 8º Ano A e B. Matéria (Arte Plástica e Teatro) 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb 1-Feb 2-Feb 3-Feb 4-Feb 5-Feb 8-Feb 9-Feb 10-Feb 11-Feb 12-Feb CARNAVAL 15-Feb 16-Feb 17-Feb 18-Feb 19-Feb 22-Feb 23-Feb 24-Feb 25-Feb 26-Feb 29-Feb 1-Mar 2-Mar 3-Mar 4-Mar 7-Mar 8-Mar 9-Mar 10-Mar 11-Mar

Leia mais

Relatório do Balanço da Campanha da Maçã 2016

Relatório do Balanço da Campanha da Maçã 2016 Estrada de Leiria, 2460-059 Alcobaça Tel.: 262 507 657 Fax: 262 507 659 Email: geral@cothn.pt Sítio: www.cothn.pt REPORT Realizado a 24 de Janeiro de 2017 Relatório do Teve lugar no passado dia 24 de Janeiro

Leia mais

Setembro/2007 MACROECONOMIA, POLÍTICA, SETORIAL E PROJETOS

Setembro/2007 MACROECONOMIA, POLÍTICA, SETORIAL E PROJETOS Setembro/2007 ! " # $ % " &'( " % # ) % * ) + ",, % ) -.,, + -! 2.0% 1.8% 1.6% 1.4% 1.2% 1.0% 0.8% 0.6% 0.4% 0.2% 0.0% / Dow Jones S&P 500 Jan-07 Jan-07 Jan-07 Feb-07 Feb-07 Mar-07 Mar-07 Apr-07 Apr-07

Leia mais

Sub-Fileira: Kiwi KIWI

Sub-Fileira: Kiwi KIWI KIWI 2007 Índice Geral 6.1 e Produção... 3 6.1.1 Enquadramento Nacional... 3 6.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 5 6.2 Principais Variedades... 7 6.3 Escoamento da Produção... 7 6.4 Comércio Internacional

Leia mais

Boletim Climatológico Sazonal Verão 2009

Boletim Climatológico Sazonal Verão 2009 Boletim Climatológico Sazonal Verão 2009 CONTEÚDOS IM 02 Resumo Sazonal 04 Caracterização Climática Sazonal 04 Temperatura do Ar 07 Precipitação 09 Fenómenos Relevantes Figura 1 RESUMO SAZONAL Boletim

Leia mais

EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR VITIVINÍCOLA ENTRE 2000 E 2009

EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR VITIVINÍCOLA ENTRE 2000 E 2009 EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS DO SECTOR VITIVINÍCOLA ENTRE 2000 E 2009 Observatório rio dos Mercados Agrícolas e das Importações Agro-Alimentares Alimentares Julho 2011 EVOLUÇÃO DA BALANÇA DE PAGAMENTOS

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura CONTEÚDOS Boletim meteorológico para a agricultura Nº 55, julho 2015 IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica 11 Previsão 11 Situação agrícola

Leia mais

Valor médio de Avaliação Bancária de Habitação com ligeira diminuição

Valor médio de Avaliação Bancária de Habitação com ligeira diminuição Inquérito à Avaliação Bancária na Habitação Fevereiro de 2010 26 de Março 2010 Valor médio de Avaliação Bancária de Habitação com ligeira diminuição O valor médio de avaliação bancária 1 de habitação no

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a EUR / Kg Peso Vivo CONJUNTURA SEMANAL - AVES Newsletter Informação Semanal 10-04 a 16-04- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

Estudo de Viabilidade Económico-Financeira

Estudo de Viabilidade Económico-Financeira Departamento de Planeamento e Controlo Estudo de Viabilidade Económico-Financeira Fábrica Gelo-Puro (Luanda) Inferência Consultores de Negócio e Gestão Lisboa: Anexo ao Centro de Congressos de Lisboa -

Leia mais

Seminário Anual de Saúde 2013

Seminário Anual de Saúde 2013 Seminário Anual de Saúde 2013 Sustentabilidade dos programas de saúde: desafios e oportunidades Luiz Augusto Carneiro Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) 16 de maio de 2013 2013 Towers Watson.

Leia mais

CONGRESSO NACIONAL DE OPME O FUTURO DO SISTEMA UNIMED

CONGRESSO NACIONAL DE OPME O FUTURO DO SISTEMA UNIMED CONGRESSO NACIONAL DE OPME O FUTURO DO SISTEMA UNIMED Dr. Orestes B.M.Pullin A QUESTÃO BRASIL A m a i o r p a r t e d o s r e c u r s o s p a r a a s a ú d e n o B r a s i l V E M D O S E T O R P R I V

Leia mais

Descoberta de Portugal através das frutas e hortícolas

Descoberta de Portugal através das frutas e hortícolas Descoberta de Portugal através das frutas e hortícolas A Fruta do Nosso País Mais vale uma laranja em janeiro, que maça de madureiro. Fonte: Portugal Fresh Os Hortícolas do Nosso País Laranja antes de

Leia mais

EXPORTHOME AEP / GABINETE DE INFORMAÇÃO ECONÓMICA

EXPORTHOME AEP / GABINETE DE INFORMAÇÃO ECONÓMICA EXPORTHOME AEP / GABINETE DE INFORMAÇÃO ECONÓMICA JANEIRO DE 2012 1 Índice 1. Variáveis das empresas... 3 2. Comércio internacional de outros móveis e suas partes (NC 9403)... 11 2.1 Evolução das saídas

Leia mais

A pêra ocupa a terceira posição na produção de frutos frescos no Continente, representando 12,4% do volume total (Quadro 1).

A pêra ocupa a terceira posição na produção de frutos frescos no Continente, representando 12,4% do volume total (Quadro 1). PÊRA 2007 Índice Geral 9.1 Área e Produção... 3 9.1.1 Enquadramento Nacional... 3 9.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 6 9.2 Principais Variedades e Produções Diferenciadas... 8 9.2.1 Principais

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura BOLETIM METEOROLÓGICO PARA A AGRICULTURA Boletim meteorológico para a agricultura CONTEÚDOS Nº 63, março 2016 IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica

Leia mais

Desafios para as Empresas Portuguesas

Desafios para as Empresas Portuguesas Desafios para as Empresas Portuguesas Francisco Pinto Balsemão IMPRESA Conferência CMVM Porto, 12 Abril 2002 www.impresa.pt 1 Evolução das cotações da IMPRESA vs EuroStoxx Media (Jan - Abr 02) 1.300 1.100

Leia mais

I - NATURAL II - ESTRUTURAL. Os problemas estruturais que caracterizam a agricultura nacional podem ser de ordem:

I - NATURAL II - ESTRUTURAL. Os problemas estruturais que caracterizam a agricultura nacional podem ser de ordem: Os problemas estruturais que caracterizam a agricultura nacional podem ser de ordem: I - NATURAL Relacionados com condicionalismos naturais, já que a atividade agrícola está muito dependente de fatores

Leia mais

Evolução dos Preços dos Combustíveis MAOTE

Evolução dos Preços dos Combustíveis MAOTE Evolução dos Preços dos Combustíveis MAOTE Janeiro de 2015 Evolução dos preços dos combustíveis em Portugal Continental Preços dos Combustíveis em Portugal Continental ( /l e /kg) GPL Propano ( /kg) GPL

Leia mais

FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE

FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE CENÁRIO DE ANTECIPAÇÃO BREVE CARATERIZAÇÃO NACIONAL E DE COMÉRCIO INTERNACIONAL DIAGNÓSTICO O ANÁLISE INTERNA - PONTOS FORTES O ANÁLISE INTERNA - PONTOS FRACOS O ANÁLISE

Leia mais

Esperança de vida mais elevada à nascença no Centro e aos 65 anos no Algarve

Esperança de vida mais elevada à nascença no Centro e aos 65 anos no Algarve Tábuas de Mortalidade 2013-2015 30 de setembro de 2016 Esperança de vida mais elevada à nascença no Centro e aos 65 anos no Algarve A esperança de vida à nascença foi estimada em 80,41 anos para o total

Leia mais

Qualidade de crédito do consumidor atinge, no 3º trimestre de 2009, o menor valor desde 2007, revela Serasa Experian

Qualidade de crédito do consumidor atinge, no 3º trimestre de 2009, o menor valor desde 2007, revela Serasa Experian INDICADOR SERASA EXPERIAN DA QUALIDADE DE CRÉDITO DO CONSUMIDOR 3º TRIMESTRE 2009 Qualidade de crédito do consumidor atinge, no 3º trimestre de 2009, o menor valor desde 2007, revela Serasa Experian Queda

Leia mais

Reino Unido BTL 2014. 1. O mercado. 2. Particularidades e Potencialidades. 3. A distribuição. 4. Os Players. 5. Promoção / Comunicação

Reino Unido BTL 2014. 1. O mercado. 2. Particularidades e Potencialidades. 3. A distribuição. 4. Os Players. 5. Promoção / Comunicação Reino Unido BTL 2014 1. O mercado 2. Particularidades e Potencialidades 3. A distribuição 4. Os Players 5. Promoção / Comunicação 6. Comercialização e Venda 7. Sugestões de abordagem 8. Discussão Economia

Leia mais

PREVISÃO EVOLUTIVA DE CARGA INCLUINDO A ANÁLISE DE RISCOS

PREVISÃO EVOLUTIVA DE CARGA INCLUINDO A ANÁLISE DE RISCOS PREVISÃO EVOLUTIVA DE CARGA INCLUINDO A ANÁLISE DE RISCOS Leontina Pinto ENGENHO Luiz Macêdo ENGENHO Jacques Szczupak ENGENHO Elias Albarello ELETROPAULO Débora Tortelli - CPFL 1 INTRODUÇÃO Dez 00/Jan

Leia mais

Teleconferência de Resultados 1T18

Teleconferência de Resultados 1T18 Teleconferência de Resultados 1T18 1 2 Destaques R$ 98,9 milhões Receita Líquida R$ 20,1 milhões Lucro Líquido R$ 33,7 milhões Ebitda Ajustado Distribuição de R$ 12,9 milhões em dividendos ou R$ 0,24 por

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

DIA DE CAMPO -CULTURA DO MILHO. O mercado do milho em Portugal. 1 de setembro de 2015 ANPROMIS, Estação Experimental António Teixeira, Coruche

DIA DE CAMPO -CULTURA DO MILHO. O mercado do milho em Portugal. 1 de setembro de 2015 ANPROMIS, Estação Experimental António Teixeira, Coruche DIA DE CAMPO -CULTURA DO MILHO O mercado do milho em Portugal 1 de setembro de 2015 ANPROMIS, Estação Experimental António Teixeira, Coruche Eduardo Diniz Diretor-Geral do GPP O mercado do milho 1-Tendências

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura Boletim meteorológico para a agricultura CONTEÚDOS Nº 61, janeiro 2016 IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica 12 Previsão 13 Situação agrícola

Leia mais

Ficha de Comércio Externo - Indústrias de Produtos Minerais não Metálicos

Ficha de Comércio Externo - Indústrias de Produtos Minerais não Metálicos - Ficha de Comércio Externo Caracterização da Indústria a. Nome do Setor Subsetores em análise (a) NC Sal; enxofre; terras e pedras; gesso, cal e cimento Sal 2501 Areias 2505 Caulino 2507 Abrasivos naturais

Leia mais

INFORMAÇÃO DE MERCADO

INFORMAÇÃO DE MERCADO 03.FEV.2011 INFORMAÇÃO DE MERCADO CAMPANHA 2010/2011 Assunto: TRÂNSITOS DE UVAS NAS REGIÕES VITIVINÍCOLAS Campanha 2010/2011 Concluído o prazo de entrega da Declarações de Colheita e Produção (DCP) da

Leia mais

Portugal - Balança de Bens e Serviços

Portugal - Balança de Bens e Serviços Portugal - Balança de Bens e Serviços As trocas comerciais no semestre terminado em Fevereiro Neste tema analisamos a evolução da balança de bens e serviços tendo por base o acumulado das trocas comerciais

Leia mais

Portugal: mercados de combustíveis líquidos

Portugal: mercados de combustíveis líquidos Portugal: mercados de combustíveis líquidos Abel M. Mateus Presidente da Autoridade da Concorrência Apresentação à Comissão Economia e Finanças em 12/5/2004 Mercado internacional do petróleo Refinação

Leia mais

AGENDA CARACTERIZAÇÃO DA FILEIRA VINHO E AZEITE AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS ADERENTES DEBATE DE IDEIAS CONCLUSÕES

AGENDA CARACTERIZAÇÃO DA FILEIRA VINHO E AZEITE AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS ADERENTES DEBATE DE IDEIAS CONCLUSÕES AGENDA CARACTERIZAÇÃO DA AVALIAÇÃO DO POTENCIAL DE INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS ADERENTES DEBATE DE IDEIAS CONCLUSÕES ENQUADRAMENTO ECONÓMICO Portugal Norte Terras de Trás-os- Montes Douro Alto Tâmega

Leia mais

Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12-2015

Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12-2015 EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 30-11 a 06-12- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

Ponto de Situação Incentivos às Empresas Portugal 2020

Ponto de Situação Incentivos às Empresas Portugal 2020 N.º 14 Ponto de Situação Incentivos às Empresas Portugal 2020 Dados reportados a 31 de agosto de 2016 Ponto de Situação Sistemas de Incentivos às Empresas Portugal 2020 Dados reportados a 31 de agosto

Leia mais

Oceanografia Física e Modelação: Paulo B. Oliveira

Oceanografia Física e Modelação: Paulo B. Oliveira Microalgas nocivas Onde? Quando? Que riscos? Fitoplâncton: Mª Teresa Moita, Teresa Quental, Teresa P. Coutinho, Mariana Santos, Alexandra Silva e Mª Ana Castelo Branco, Biotoxinas Marinhas: Paulo Vale,

Leia mais

estatísticas rápidas - nº junho de 2014

estatísticas rápidas - nº junho de 2014 estatísticas rápidas - nº 112 - junho de Índice Destaque 3 4 Produção global 4 Produção por região 5 Produção mensal 6 Potência instalada 7 Potência instalada por região 8 Microprodução 9 Hídrica 1 Eólica

Leia mais

Investimentos Socialmente Responsáveis

Investimentos Socialmente Responsáveis Investimentos Socialmente Responsáveis EUA, Mercados Emergentes e Brasil Agosto de 2009 Situação nos EUA Situação nos EUA Números do Segmento Fundos Abertos com Seleção de Ativos por Critérios de Responsabilidade

Leia mais

Valor médio da habitação aumentou 6 euros/m 2

Valor médio da habitação aumentou 6 euros/m 2 dez/16 jan/17 fev/17 mar/17 abr/17 mai/17 jun/17 jul/17 ago/17 set/17 out/17 nov/17 dez/17 Inquérito à Avaliação Bancária na Dezembro de 2017 25 de janeiro de 2018 Valor médio da habitação aumentou 6 euros/m

Leia mais

Boletim Climatológico Mensal

Boletim Climatológico Mensal ISSN 2183-1076 Boletim Climatológico Mensal Portugal Continental DEZEMBRO de 2014 CONTEÚDOS Resumo Situação Sinóptica Temperatura do Ar Precipitação Radiação Tabela Resumo mensal 1 2 3 5 7 8 Figura 1 Variabilidade

Leia mais

Sistema de Informação de Mercados Agrícolas

Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Sistema de Informação de Mercados Agrícolas Sistema de Normalização Contabilística Sistema de Normalização Contabilística Normativo Específico para Agricultura Activo Biológico Justo Valor Nas Normas contabilisticas

Leia mais

ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO

ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO ORIENTAÇÕES METODOLÓGICAS E TÉCNICAS DO ESTUDO Quadro 1. Inquérito ao Consumo de Substâncias Psicoactivas na População Geral CEOS/IDT 2007: Distribuição da Amostra por Região NUTS II -A- População Total

Leia mais

Newsletter Informação Semanal a

Newsletter Informação Semanal a EUR / Kg Peso Carcaça CONJUNTURA SEMANAL Newsletter Informação Semanal 04-01 a 10-01- As Newsletter do SIMA podem também ser consultadas no facebook em: https://www.facebook.com/sima.portugal Na semana

Leia mais

2.1 Área e Produção... 4. 2.1.1 Enquadramento Nacional... 4. 2.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 7

2.1 Área e Produção... 4. 2.1.1 Enquadramento Nacional... 4. 2.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 7 AMÊNDOA 2007 Índice Geral 2.1 Área e Produção... 4 2.1.1 Enquadramento Nacional... 4 2.1.2 Enquadramento Mundial e Comunitário... 7 2.2. Principais Variedades e Produções Diferenciadas... 9 2.2.1. Principais

Leia mais

Alojamentos Cablados por Regiões

Alojamentos Cablados por Regiões 10 R E D E S D E D I S T R I B U I Ç Ã O P O R C A B O Penetração das Redes de Distribuição por Cabo Regiões(Dec-Lei nº 244/2002) Assinantes TV em % do total de alojamentos 1 Aloj. cablados em % do total

Leia mais

Hotelaria com decréscimo nas dormidas e estabilização nos proveitos

Hotelaria com decréscimo nas dormidas e estabilização nos proveitos Actividade Turística Junho de 2010 09 de Agosto de 2010 Hotelaria com decréscimo nas dormidas e estabilização nos proveitos No mês de Junho de 2010, os estabelecimentos hoteleiros registaram 3,5 milhões

Leia mais

AGENDA EVOLUÇÃO DO NEGÓCIO AMBIENTE ECONÓMICO INDICADORES CONSOLIDADOS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EVOLUÇÃO DAS COTAÇÕES PERSPECTIVAS 2017

AGENDA EVOLUÇÃO DO NEGÓCIO AMBIENTE ECONÓMICO INDICADORES CONSOLIDADOS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EVOLUÇÃO DAS COTAÇÕES PERSPECTIVAS 2017 Resultados 2016 AGENDA EVOLUÇÃO DO NEGÓCIO AMBIENTE ECONÓMICO INDICADORES CONSOLIDADOS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EVOLUÇÃO DAS COTAÇÕES PERSPECTIVAS 2017 2 Quem somos? EVOLUÇÃO DO NEGÓCIO Em 1990 abrimos

Leia mais

SÍNTESE DE CONJUNTURA

SÍNTESE DE CONJUNTURA SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal novembro 2015 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 5 Comércio internacional...

Leia mais

Boletim Climatológico Mensal Agosto 2008

Boletim Climatológico Mensal Agosto 2008 Boletim Climatológico Mensal Agosto 2008 CONTEÚDOS IM 01 Resumo Mensal 04 Resumo das Condições Meteorológicas 05 Caracterização Climática Mensal 05 Temperatura do Ar 07 Precipitação Total 09 Outros elementos

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura CONTEÚDOS Boletim meteorológico para a agricultura Nº 56, agosto 2015 IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica 11 Previsão 11 Situação agrícola

Leia mais

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N.

G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais. Boletim Mensal de Economia Portuguesa. N. Boletim Mensal de Economia Portuguesa N.º 9 setembro 211 Gabinete de Estratégia e Estudos Ministério da Economia e do Emprego G PE AR I Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação_ e Relações Internacionais

Leia mais

Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos Robustas sobem

Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos Robustas sobem Preços dos Arábicas temporariamente sob pressão, mas preços dos sobem O mercado de café esteve volátil: os preços dos Arábicas caíram, depois voltaram a seus níveis de antes, enquanto os dos fechavam em

Leia mais

(41) (41) Engenheiro-agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas

(41) (41) Engenheiro-agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas OS MERCADOS DE SOJA e MILHO EM 13/14 FERNANDO MURARO JR. Engenheiro-agrônomo e analista de mercado da AgRural Commodities Agrícolas SINDIADUBOS Curitiba (PR), 31/out/13 www.agrural.com.br fmuraro@agrural.com.br

Leia mais

FÉRIAS DOS PORTUGUESES 2003 SÍNTESE DOS ASPECTOS MAIS RELEVANTES

FÉRIAS DOS PORTUGUESES 2003 SÍNTESE DOS ASPECTOS MAIS RELEVANTES FÉRIAS DOS PORTUGUESES 2003 SÍNTESE DOS ASPECTOS MAIS RELEVANTES Direcção-Geral do Turismo Direcção de Serviços de Estudos e Estratégia Turísticos Divisão de Recolha e Análise Estatística Janeiro/2004

Leia mais

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal?

Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? Continua a valer a pena investir em Olival em Portugal? 10 Outubro 2012 Manuela Nina Jorge Índice 02 1. Enquadramento do sector do azeite e evolução mundial 2. Evolução do sector em Portugal nos últimos

Leia mais

1 - PROJECTO MAÇÃ DE ALCOBAÇA

1 - PROJECTO MAÇÃ DE ALCOBAÇA MAÇÃ DE ALCOBAÇA 1 - PROJECTO MAÇÃ DE ALCOBAÇA - Indicação Geográfica Protegida (IGP) - A Oeste da Serra dos Candeeiros - Alcobaça, Porto Mós, Nazaré, Caldas da Rainha e Óbidos - Marca COLECTIVA Maçã de

Leia mais

FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE BREVE CARATERIZAÇÃO NACIONAL, DE COMÉRCIO INTERNACIONAL E DE MERCADO MUNDIAL

FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE BREVE CARATERIZAÇÃO NACIONAL, DE COMÉRCIO INTERNACIONAL E DE MERCADO MUNDIAL FICHA DE INTERNACIONALIZAÇÃO AZEITE CENÁRIO DE ANTECIPAÇÃO BREVE CARATERIZAÇÃO NACIONAL, DE COMÉRCIO INTERNACIONAL E DE MERCADO MUNDIAL DIAGNÓSTICO O ANÁLISE INTERNA - PONTOS FORTES O ANÁLISE INTERNA -

Leia mais

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro

Comércio Exterior BOLETIM. Ribeirão Preto/SP Prof. Dr. Luciano Nakabashi Marcos Hitoshi Endo e Marina Cassiano Ribeiro Em fevereiro de 215, o Brasil apresentou um déficit na balança comercial de, aproximadamente, US$ 2,8 bilhões. No acumulado dos últimos 12 meses, o montante é um déficit de US$ 3,8 bilhões (Figura 1),

Leia mais

Fundos estruturais e convergência real: Um estudo de caso O plano operacional da Região do Norte Rui Monteiro Vasco Leite

Fundos estruturais e convergência real: Um estudo de caso O plano operacional da Região do Norte Rui Monteiro Vasco Leite Fundos estruturais e convergência real: Um estudo de O plano operacional da Região do Norte 2000-2006 Rui Monteiro Vasco Leite Índice I. Convergência e divergência real da Região do Norte 2. Distribuição

Leia mais

A área de cereais em Portugal

A área de cereais em Portugal 1 Evolução das áreas de milho em Portugal Evolução da produção de milho em Portugal A produção de milho em 214 Investimentos efectuados entre 27 e 214 apoiados pelo PRODER A área de cereais em Portugal

Leia mais

WORKSHOP. Compilation of International Merchandises Trade Statistics- Addis Abeba, Ethiopia, November 2007.

WORKSHOP. Compilation of International Merchandises Trade Statistics- Addis Abeba, Ethiopia, November 2007. WORKSHOP Compilation of International Merchandises Trade Statistics- Addis Abeba, Ethiopia, 12-16 November 2007 Statistic- Angola STATISTIQUES DU COMMERCE EXTÉRIEUR QUELS SONT LES STATISTIQUES DU COMMERCE

Leia mais

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente

Valor médio de avaliação bancária acentuou tendência crescente Dez-14 Jan-15 Fev-15 Mar-15 Abr-15 Mai-15 Jun-15 Jul-15 Ago-15 Set-15 Out-15 Nov-15 Dez-15 Inquérito à Avaliação Bancária na Dezembro de 2015 25 de janeiro de 2016 Valor médio de avaliação bancária acentuou

Leia mais

Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA DE PÓ DE PEDRA, DA PORCELANA E DA LOUÇA DE BARRO NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINDILOUÇA

Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA DE PÓ DE PEDRA, DA PORCELANA E DA LOUÇA DE BARRO NO ESTADO DE SÃO PAULO - SINDILOUÇA C S E R Departamento Central de Serviços Grupo de Apoio Técnico aos Sindicatos - GAT Dados de Comércio de Importação & Exportação Setor de Louças Solicitante: SINDICATO DA INDÚSTRIA DA CERÂMICA DE LOUÇA

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura Boletim meteorológico para a agricultura Nº 52, abril 2015 CONTEÚDOS IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica 12 Previsão 12 Situação agrícola

Leia mais

EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2. Atividade global... 2. Atividade setorial... 3. - Produção... 3. - Volume de negócios... 5

EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2. Atividade global... 2. Atividade setorial... 3. - Produção... 3. - Volume de negócios... 5 SÍNTESE DE CONJUNTURA Mensal fevereiro 2015 - Newsletter ÍNDICE EVOLUÇÃO DA ATIVIDADE ECONÓMICA... 2 Atividade global... 2 Atividade setorial... 3 - Produção... 3 - Volume de negócios... 5 Comércio internacional...

Leia mais

Boletim meteorológico para a agricultura

Boletim meteorológico para a agricultura BOLETIM METEOROLÓGICO PARA A AGRICULTURA Boletim meteorológico para a agricultura Nº 53, maio 2015 CONTEÚDOS IPMA,I.P. 01 Resumo 02 Situação Sinóptica 03 Descrição Meteorológica 05 Informação Agrometeorológica

Leia mais

Foco nas Oportunidades do Comércio na América Latina. Fred Giles Diretor, Escritório de Comércio Agricultural USDA / SP

Foco nas Oportunidades do Comércio na América Latina. Fred Giles Diretor, Escritório de Comércio Agricultural USDA / SP Foco nas Oportunidades do Comércio na América Latina Fred Giles Diretor, Escritório de Comércio Agricultural USDA / SP Escritórios da USDA no Brasil Brasília FAS Escritório de Assuntos Agriculturais Ag.

Leia mais

Hóspedes do estrangeiro compensam redução de dormidas pelos residentes

Hóspedes do estrangeiro compensam redução de dormidas pelos residentes Atividade Turística Fevereiro 2013 16 de Abril de 2013 Hóspedes do estrangeiro compensam redução de dormidas pelos residentes As dormidas na hotelaria atingiram 1,9 milhões, o que correspondeu a uma variação

Leia mais

Nacional. Percentagem de 1ª Consulta Hospitalar e de Cirurgia Programada realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG)

Nacional. Percentagem de 1ª Consulta Hospitalar e de Cirurgia Programada realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) Nacional Percentagem de e de realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) ARS Norte 70% % ARS Centro 76% 89% ARS Lisboa e Vale do Tejo 74% 86% ARS Alentejo 72% 88% ARS Algarve 66% 67%

Leia mais

PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS

PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS As graves assimetrias entre as diferentes regiões tornam Portugal um país muito desigual Pág. 1 PORTUGAL: AGRAVAM-SE AS ASSIMETRIAS REGIONAIS RESUMO O INE divulgou já em 2011 as Contas Regionais Preliminares

Leia mais

BOLETIM MENSAL FEVEREIRO DE 2017 Situação Monetária e Cambial

BOLETIM MENSAL FEVEREIRO DE 2017 Situação Monetária e Cambial BOLETIM MENSAL FEVEREIRO DE 2017 Situação Monetária e Cambial BANCO CENTRAL DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE Disponível em: www.bcstp.st/publicações 1 Índice 1. SITUAÇÃO MONETÁRIA 1 1.1 BASE MONETÁRIA (BM) 1 1.2.

Leia mais

Comunicação sobre o futuro da PAC

Comunicação sobre o futuro da PAC Comunicação sobre o futuro da PAC «A PAC no horizonte 2020: enfrentar os futuros desafios da alimentação, dos recursos naturais e do território» DG Agricultura e Desenvolvimento Rural Comissão Europeia

Leia mais

Portugal - BALANÇA CORRENTE

Portugal - BALANÇA CORRENTE Portugal - BALANÇA CORRENTE ANÁLISE DA RECENTE EVOLUÇÃO Janeiro 2018, a partir dos dados do Banco de Portugal ÍNDICE 1. Balança corrente Principais componentes Exportações e importações de bens e serviços

Leia mais

Guia para a Avaliação e Certificação da Maçã de Alcobaça - IGP e Suas Novas Formas de Apresentação

Guia para a Avaliação e Certificação da Maçã de Alcobaça - IGP e Suas Novas Formas de Apresentação Guia para a Avaliação e Certificação da Maçã de Alcobaça - IGP e Suas Novas Formas de Apresentação Morada: Praceta da Eiras, nº1-2ºesq. 2550-106 CADAVAL PORTUGAL Telef.: +351 262 691 155 Fax: +351 262

Leia mais

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga)

Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) G1 Crédito ao sector privado não financeiro (taxas de variação homóloga) 35 3 25 Em percentagem 2 15 1 5 Jan-91 Jan-92 Jan-93 Jan-94 Jan-95 Jan-96 Jan-97Jan-98 Jan-99 Jan- Jan-1 Sociedades não Financeiras

Leia mais

Nacional. Percentagem de 1ª Consulta Hospitalar e de Cirurgia Programada realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG)

Nacional. Percentagem de 1ª Consulta Hospitalar e de Cirurgia Programada realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) Nacional Percentagem de e de realizadas dentro do Tempo Máximo de Resposta Garantido (TMRG) ARS Norte 70% 93% ARS Centro 76% 90% ARS Lisboa e Vale do Tejo 75% 86% ARS Alentejo 72% 89% ARS Algarve 67% 65%

Leia mais

É a resposta à execução, sob demanda do operador, do seguinte comando CHM : DISPLAY-NSCLOG-FILECHAR

É a resposta à execução, sob demanda do operador, do seguinte comando CHM : DISPLAY-NSCLOG-FILECHAR Gestão do Sistema RRN 05437 Condição de Ativação da Mensagem É a resposta à execução, sob demanda do operador, do seguinte comando CHM : CRN 5711 DISPLAY-NSCLOG-FILECHAR DOCC: MMCC: CYB3WH02 B6P7WH02 000119

Leia mais

Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista

Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista Reação dos fundos a perspectivas de oferta mais positivas leva a correção baixista Os preços do café caíram acentuadamente no final de abril, quando os investidores institucionais venderam suas posições.

Leia mais