OFERTA FORMATIVA ANO 2015

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OFERTA FORMATIVA ANO 2015"

Transcrição

1 OFERTA FORMATIVA ANO 2015

2 INFORMAÇÕES Fundação para os Estudos e Formação Autárquica Rua do Brasil, n.º Coimbra Telf.: Fax:

3 A Fundação CEFA, sucessora do CEFA I.P., tem uma experiência ímpar de mais de 30 anos na contínua contribuição para o aperfeiçoamento e modernização da administração local. Sedeada em Coimbra, é o organismo central de formação para a administração local (Decreto-Lei n.º 50/98, de 11 de março), e exerce a sua atividade em todo o país, através de ações descentralizadas, levadas a cabo em estreita colaboração com os seus clientes. Compete-lhe ainda a certificação das autarquias e entidades equiparadas como entidades formadoras para a formação dos seus trabalhadores (Despacho n.º 18328/2010 de 13 de dezembro), bem como a assessoria técnica a procedimentos concursais de recrutamento de pessoal. Dinamiza ainda a publicação de obras especializadas em matérias de relevante interesse para a administração local, mantendo, ao serviço de todos os interessados, uma biblioteca pensada e organizada para o estudo das matérias que gravitam em torno desta área. 3

4

5 Formação Inicial Páginas: 7 a 18 Formação Contínua Páginas: 19 a 49 Formação de Dirigentes Páginas: 51 a 53 Formação Acção Páginas: 55 a 57 Workshop s / Seminários Páginas: 59 a 60 5

6

7 Formação Inicial A cargo da Unidade de Formação Inicial encontra-se a formação de curta, média e longa duração virada para o início e promoção nas carreiras da Administração Local, em regra reguladas por diploma legal, destinada quer aos que já são trabalhadores da Administração Local quer aos que pretendam vir a sê-lo. Também estão a cargo desta Unidade as ações de formação de média duração relacionadas com áreas específicas da Gestão Autárquica. Contacto: 7

8 Curso para Polícia Municipal (Grupo A) Portaria nº 247-A/2000, de 8 de Maio FORMAÇÃO INICIAL Objetivos: Preparar os estagiários que integram os serviços de Polícia Municipal para o exercício das funções definidas na Lei nº 19/2004, de 20 de Maio. Destinatários: Estagiários da carreira de polícia municipal. Duração: 489 horas Custo de inscrição: Euros Curso para Polícia Municipal (Grupo B) Portaria nº 247-A/2000, de 8 de Maio Objetivos: Preparar os Fiscais Municipais que pretendam transitar para a carreira de Polícia Municipal para o exercício das funções definidas na Lei nº 19/2004, de 20 de Maio. Destinatários: Fiscais Municipais portadores do 12º ano. Duração: 329 horas Custo de inscrição: Euros Curso para Graduados Coordenadores Polícia Municipal Portaria nº 247-A/2000, de 8 de Maio Objetivos: Preparar os Graduados de Polícia Municipal para a promoção a Graduado-Coordenador. Destinatários: Graduados da carreira de Polícia Municipal, candidatos à promoção na categoria de Graduado-Coordenador. Duração: 56 horas Custo de inscrição: 580 Euros 8

9 Curso para Comandante Operacional Municipal Objetivos: Escola Nacional de Bombeiros em conjunto com a Fundação CEFA desenvolveram o Curso de Formação para Comandante Operacional Municipal especificamente moldado às competências do Comandante Operacional Municipal (COM) conforme o estipulado na Lei nº 65/2007, de 12 de Novembro. Destinatários: Comandantes Operacionais Municipais e outros colaboradores com funções de coordenação dos Serviços Municipais de Protecção Civil. Duração: 169 horas. Custo de inscrição: a definir Curso de Fiscal Municipal Objetivos: Regulamentado pela Portaria nº 791/2000, de 2 de Setembro, visa preparar os candidatos ao ingresso na carreira de fiscal municipal para o exercício das funções atribuídas a esta área de atribuições autárquicas, conforme o previsto no artigo 4º do DL nº 412-A/98, de 30 de Dezembro. Destinatários: Indivíduos detentores do 12º ano de escolaridade. Duração: 516 horas. Custo de inscrição: Euros FORMAÇÃO INICIAL Curso de formação para estagiários das carreiras de bombeiros profissionais Objetivos: Formação teórica obrigatória regulamentada pelo Despacho Conjunto nº 298/2006, publicado na II Série do Diário da República, de 31 de Março, integrada no plano de estágio de carácter formativo e probatório nos termos do disposto na alínea g) do artigo 15º, na alínea d) do artigo 16º e no artigo 18º do DL nº 106/2002, de 13 de Abril. Destinatários: Estagiários das carreiras de Bombeiros Profissionais. Duração: 920 horas Custo de inscrição: Os custos serão apurados caso a caso e serão suportados pelas autarquias de origem dos formandos. 9

10 Curso de especialização em gestão por objetivos na administração local - SIADAP FORMAÇÃO INICIAL Objetivos: Tendo a Gestão por Objetivos (GPO) uma abordagem proactiva, focalizada nos resultados, que valoriza a realização e orientada para a mudança visando melhorar quer a eficiência organizacional, quer a eficiência individual., importa transmitir conhecimentos e promover o treino do uso das ferramentas de Gestão. Destinatários: Dirigentes, gestores de projeto, técnicos superiores e avaliadores no contexto do SIADAP e outros trabalhadores. Duração: 120 horas Custo de inscrição: Euros Curso de especialização em contratação pública nas autarquias locais Objetivos: Aprofundar e sintetizar os conhecimentos sobre as regras e princípios gerais da Contratação Pública desde a sua formação, execução e fiscalização, quer àqueles que já exercem funções, bem como permitir aos que pretendam vir a exercer funções nesta área a integração desta formação nas suas competências. Destinatários: Dirigentes, Técnicos Superiores e outros trabalhadores Duração: 140 horas Custo de inscrição: Euros Curso de especialização em contabilidade analítica como ferramenta de gestão na administração local Objetivos: Utilizar a Contabilidade analítica como um instrumento fundamental de apoio à gestão das autarquias locais que possibilite a tomada de decisões e uma gestão mais eficiente, eficaz e económica na utilização dos seus recursos. Destinatários: Dirigentes, gestores de projeto, técnicos superiores e outros trabalhadores portadores de licenciatura e com vínculo laboral à Administração Local. Duração: 77 horas Custo de inscrição: 780 Euros 10

11 Curso de especialização em regime jurídico de pessoal das autarquias locais Objetivos: Aprofundar e sintetizar os conhecimentos quer àqueles que já exercem funções, bem como permitir aos que pretendam vir a exercer funções nesta área de modo a fazer face a um quadro de mudança e inovação nas Autarquias Locais. Destinatários: Dirigentes, Técnicos Superiores e outros trabalhadores. Duração: 120 horas Custo de inscrição: Euros PROTEÇÃO CIVIL - Legislação na área específica dos Riscos * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos fundamentais conhecimentos relativos à legislação na área específica dos riscos, sede da sua aplicação e como podem contribuir para diminuição da vulnerabilidade e aumento da resiliência das populações. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros FORMAÇÃO INICIAL PROTEÇÃO CIVIL - Sistemas de Informação Geográfica * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos fundamentais de SIG. Fornecer formação teórica e prática em SIG na perspetiva do utilizador / administrador de Sistemas. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 40 horas Custo de inscrição: 420 Euros 11 * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC)

12 PROTEÇÃO CIVIL - Métodos de Análise e Representação do Risco * FORMAÇÃO INICIAL Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos fundamentais de SIG direcionados para a análise de Risco; dotar os formandos de conhecimentos teóricos e práticos sobre metodologias e técnicas de análise e representação do risco. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Riscos Naturais e Tecnológicos * Objetivos: Promover junto dos formandos o conhecimento dos principais riscos naturais e tecnológicos existentes em Portugal, incluindo as respetivas medidas de prevenção e de planeamento de emergência. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 40 horas Custo de inscrição: 420 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Risco de Incêndio Florestal * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos relativos ao risco de incêndios florestais, seu enquadramento legislativo, tipos de cartografia produzida, medidas de proteção estrutural e não estrutural e de proteção de pessoas e bens face a este risco. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC) 12

13 PROTEÇÃO CIVIL - Risco geomorfológico * Objetivos: Dotar os formandos com conhecimentos relativos a riscos geomorfológicos, nomeadamente a identificação da incidência destes riscos no território e medidas de prevenção, planeamento e mitigação de consequências. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas. Custo de inscrição: 360 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Risco de Cheias e Inundações * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos relativos ao risco de cheia e inundação, enquadramento legislativo, cartografia, medidas de proteção estrutural e não estrutural e proteção de pessoas e bens face a este risco. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros FORMAÇÃO INICIAL PROTEÇÃO CIVIL - Riscos NRBQ * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos relativos ao risco nuclear, radiológico, biológico e químico, nomeadamente quanto ao enquadramento legislativo, planeamento de emergência e resposta operacional. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 13 * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC)

14 PROTEÇÃO CIVIL - Riscos de Incêndio em Edifícios (Área Específica de SCIE) * FORMAÇÃO INICIAL Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos essenciais relativamente ao Regime Jurídico de Segurança Contra Incêndio em Edifícios (RJ-SCIE). Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 70 horas Custo de inscrição: 715 Euros * Apenas as edições deste curso que sejam ministradas por entidades reconhecidas pela ANPC no âmbito da Portaria n.º 64/2009, de 22 de janeiro, com a nova redação dada pela Portaria nº 136/2011, de 5 de abril, conferem a possibilidade de eventual credenciação dos técnicos, através de Protocolo a estabelecer com a Câmara Municipal, conforme com as condições previstas nesse Diploma, nomeadamente nos artigos 3º, 4º e 5º. PROTEÇÃO CIVIL - Ordenamento do Território e Proteção Civil * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos fundamentais, legislativos e técnicos respeitantes aos instrumentos do ordenamento do território e proteção civil. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Planeamento de Emergência * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos necessários a: - contextualizar a elaboração de planos de emergência nos processos de planeamento; - interpretar e aplicar os Critérios e Normas Técnicas para a Elaboração dos Planos de Emergência; - elaborar, validar e operacionalizar um Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC) 14

15 PROTEÇÃO CIVIL - Planos Especiais de Emergência * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos necessários a: - contextualizar a elaboração de planos especiais de emergência nos processos de planeamento; - aplicar os critérios e normas técnicas para a elaboração de planos especiais de emergência para diferentes riscos; - aplicar os critérios e normas técnicas para a elaboração de planos de emergência externos para roturas de barragens e estabelecimentos Seveso. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Exercícios de Protecção Civil * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos essenciais no âmbito do planeamento, direção e avaliação de exercícios de proteção civil, quer ao nível teórico, quer prático, habilitando a: - percecionar as mais-valias associadas aos exercícios de proteção civil como ferramenta indispensável no âmbito da formação e treino das entidades, forças, serviços e operacionais; - identificar e conhecer os diferentes tipos de exercícios de proteção civil; - identificar e conhecer as várias fases associadas ao planeamento e condução de exercícios de proteção civil; - elaborar um Plano de Operações associado a um exercício de proteção civil. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. FORMAÇÃO INICIAL PROTEÇÃO CIVIL - Os Sistemas de Monitorização, Alerta e Aviso na Emergência * Objetivos: Dotar os formandos com conhecimentos necessários para conhecer e interpretar os sistemas de monitorização, alerta e aviso para os principais riscos. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros 15 * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC)

16 PROTEÇÃO CIVIL - Logística em Proteção Civil * FORMAÇÃO INICIAL Objetivos: Dotar os formandos com conhecimentos essenciais no âmbito da logística em operações de proteção civil, nomeadamente: - compreender as implicações da logística no sucesso das operações de proteção e socorro; - interpretar os princípios logísticos, assim como as funções de suporte aos organismos de proteção e socorro; - obter conhecimentos mínimos necessários à definição de operações logísticas de apoio a operações de grande envergadura. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. PROTEÇÃO CIVIL - Comunicações em Proteção Civil * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos na área das comunicações de emergência de forma a: - reconhecer a importância das telecomunicações na prevenção, mitigação e gestão em situações de emergência e identificar as organizações, entidades e serviços com responsabilidades na área das telecomunicações; - identificar e conhecer os serviços, sistemas, redes e equipamentos de telecomunicações em apoio à emergência; - elaborar um Anexo de Comunicações ao Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros PROTEÇÃO CIVIL - Sensibilização e Informação ao Público * Objetivos: Dotar os formandos com os conhecimentos necessários para sensibilizar o público em geral e os media relativamente aos riscos e a comportamentos de prevenção e autoproteção. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC) 16

17 PROTEÇÃO CIVIL - Gestão da Comunicação em Situação de Emergência * Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos relativos à capacidade de comunicar durante situações de stress, de conflito e de emergência com os media e com o público em geral. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. PROTEÇÃO CIVIL - Curso Geral de Proteção Civil * Objetivos: : Dotar os formandos com os conhecimentos necessários para caracterizar os sistemas nacionais e internacionais de proteção civil e identificar a legislação aplicável. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros FORMAÇÃO INICIAL PROTEÇÃO CIVIL - Compilação Legislativa em Proteção Civil * Objetivos: : Dotar os formandos com conhecimentos legislativos essenciais na área da proteção civil, através da abordagem do enquadramento legal dos principais agentes e atividades de proteção civil; dotar os formandos com os conhecimentos necessários para caracterizar os sistemas nacionais e internacionais de proteção civil e identificar a legislação aplicável. Destinatários: Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil. Duração: 30 horas Custo de inscrição: 310 Euros 17 * Cursos para os Trabalhadores dos SMPC (Despacho nº 5338/2014, de 16 de Abril de 2014, da ANPC)

18

19 Formação Contínua A Divisão de Formação Contínua tem a seu cargo a organização e gestão de um vasto conjunto de cursos de curta duração que visam a actualização e desenvolvimento profissional dos funcionários autárquicos. Contacto: 19

20 FORMAÇÃO CONTÍNUA Direito administrativo das autarquias locais Objetivos: Aprofundar conhecimentos especializados na área do direito administrativo. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros O regime de vínculos, carreiras e remunerações da administração pública Objetivos: - Conhecer o Novo Regime de Vinculação, Carreiras e Remunerações; - Aprender a metodologia adequada à sua exequibilidade; - Compreender a inserção dos instrumentos jurídicos enquadrados na nova arquitectura jurídico-funcional Mobilidade, requalificação e extinção da relação jurídica de emprego público na administração pública Objetivos: No final do Curso os Formandos estarão aptos através de uma consulta orientada da legislação a distinguir o regime de mobilidade (geral e especial), o regime de requalificação e o regime de extinção da relação jurídica de emprego público, bem como a operacionalizar os diferentes procedimentos que lhe estão subjacentes. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros 20

21 Estatuto disciplinar dos trabalhadores que exercem funções públicas (EDTEFP) - Lei n.º 58/08 de 9/09 Objetivos: Fornecer uma visão geral das questões relativas à temática do Direito Disciplinar no âmbito da Administração Pública, tanto na vertente do direito material, como na vertente do direito procedimental. Avaliação de desempenho - SIADAP Objetivos: Desenvolver um modelo de avaliação do desempenho segundo os principios estabelecidos pelo SIADAP. No final da formação os participantes deverão ser capazes de conhercer o quadro juridico do SIADAP nas várias vertentes e as suas principais indicações. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Direitos e deveres, estatuto disciplinar, CPA, ética e deontologia Objetivos: Dar a conhecer aos formandos regras básicas relativas aos direitos e deveres dos Trabalhadores da Administração. Estabelecer a ligação entre as diversas temáticas abordadas com as funções efectivamente desempenhadas pelos formandos. 21

22 FORMAÇÃO CONTÍNUA Código de contratação pública Objetivos: Destinado a proporcionar aos quadros superiores e dirigentes o conhecimento das novas regras, parâmetros e figuras concursais e procedimentais substitutas dos anteriores Regime Jurídico das Empreitadas de Obras Públicas e Regime Jurídico da Aquisição e Locação de Bens e Serviços. Contra-ordenações Objetivos: Proporcionar conhecimentos para a necessáris instrução dos processos de contra-ordenações. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros Execuções fiscais Objetivos: Proporcionar os conhecimentos técnicos indispensáveis à organização do processo de execução fiscal. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 22

23 Lei geral do trabalho em funções públicas Objetivos: Através da Lei nº 35/2014, de 20 de junho, foi aprovada a Lei Geral do Trabalho em Funções Públicas (LTFP). Trata-se de uma reforma de amplo alcance para a Administração Pública, pois num mesmo diploma inserem-se matérias variadas e até aí dispersas, como por exemplo o Estatuto Disciplinar. Pretende-se por isso analisar e debater as principais alterações ou atualizações introduzidas pela LTFP, designadamente tendo por confronto o anterior regime do Contrato de Trabalho em Funções Públicas. Licenciamento de recintos de espetáculos e diversões públicas Objetivos: Dar a conhecer as regras de Licenciamento de recintos de espectáculos e diversões públicas. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Quadro de competências e regime jurídico de funcionamento dos órgãos dos municípios Objetivos: Proporcionar os conhecimentos indispensáveis em matérias da Lei nº 169/99, de 18 de Setembro. 23

24 FORMAÇÃO CONTÍNUA Licenciamento zero Objetivos: Proporcionar conhecimentos sobre a legislação em vigor nas matérias relacionadas com o procedimento de controlo prévio simplificado objecto da nova legislação, Decreto-Lei n.º 48/2011, de 1 de Abril, que determina o procedimento a seguir nos moldes do novo regime do Licenciamento Zero. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros Arrendamento urbano (Novo Regime) Objetivos: Habilitar os formandos ao reconhecimento do conteúdo essencial de um contrato de arrendamento urbano, distingir o regime juridico dos arrendamentos com prazo certo e de duração indeterminada, numa óptica de escolha do regime mais adequado ao caso concreto, compreender a articulação do NRAU com os regimes complementares. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros Empreitadas ao abrigo do CCP: formação e execução do contrato Objetivos: Dotar os participantes de conhecimentos jurídicos sobre as normas que os habilitem a acompanhar a fase da execução do contrato, nomeadamente, o contrato de empreitadas de obras públicas. 24

25 A gestão urbanística e planeamento e ordenamento do território Objetivos: Proporcionar conhecimentos sobre a legislação em vigor nas matérias de urbanização e edificação. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros As alterações ao regime jurídico dos instrumentos de gestão territorial Objetivos: Proporcionar conhecimentos sobre as alterações da legislação nas matérias de gestão territorial. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Direito do urbanismo Objetivos: Proporcionar conhecimentos sobre a legislação em vigor nas matérias do urbanismo. 25

26 FORMAÇÃO CONTÍNUA Legislação ambiental Objetivos: Os formandos deverão estar aptos a identificar e analisar a legislação existente no dominio do ambiente e relacionada. Duração: 49 horas Custo de inscrição: 510 Euros O regime jurídico da urbanização e da edificação Objetivos: Proporcionar conhecimentos sobre a legislação em vigor nas matérias do urbanismo. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros Fiscalização de obras particulares Objetivos: Proporcionar conhecimentos técnicos sobre a actividade de fiscalização de obras, com referência às contribuições a prestar no âmbito da preparação e desenvolvimento de uma obra. 26

27 Regime jurídico das acessibilidades e mobilidade técnicas municipais Objetivos: No final da ação os formandos deverão ser capazes de: a) transmitir o conceito de Acessibilidade, enquanto critério objetivo de qualidade e condição para o pleno exercício de direitos constitucionais; b) abordar a legislação aplicável em matéria de Acessibilidade e a responsabilidade profissional que resulta do enquadramento jurídico; c) facultar princípios, estratégias, metodologias e exemplos práticos que ajudem ao cumprimento sistemático das normas. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros O processo de revisão e alteração do PDM Objetivos: Dar a conhecer o quadro legal do ordenamento do territorio, sensibilizar para aplicação dos planos directores municipais e para a problemática do ordenamento e valores subjacentes. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA PDM - processos de apoio à revisão em SIG Objetivos: No final desta acção de formação, os formandos deverão adquirir de conhecimentos sobre processos de apoio à revisão do PDM em sistemas de informação geográfica, das suas potencialidades, técnicas e métodos que optimizam o processo. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 27

28 FORMAÇÃO CONTÍNUA Cartografia de âmbito municipal e PMOT manutenção, certificação e qualidade Objetivos: Esta acção de formação visa a aquisição de competências no âmbito da aquisição, manutenção e tratamento da informação cartográfica municipal face ao enquadramento resultante dos novos requisitos e normativas legais em vigor. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros Projetos de reabilitação utilizando modelos virtuais Objetivos: Identificar e usar os elementos que compõem o ambiente de trabalho do Revit. Criar maquetas 3D incluindo paredes, portas, janelas, lajes, telhados e todos os outros componentes de um projecto de arquitectura. Criar layouts de impressão de plantas, alçados, cortes e perspectivas. Criar uma imagem realista da maqueta usando o módulo de Render. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros Metodologias e processos de suporte ao controlo e garantia de qualidade dos dados geográficos no contexto da informação territorial municipal Objetivos: Procurar-se-á sistematizar as diversas fases subjacentes aos processos de gestão da qualidade da informação territorial, procurando assegurar, a formalização dos processos de gestão da qualidade da informação, a eficiência e eficácia dos processos de validação da informação. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 28

29 Sistemas de gestão ambiental: ISO 14001/emas Objetivos: No final da ação de formação o participante é capaz de: -Interpretar a OHSAS 18001:2007, e NP 4397:2008; -Implementar e gerir um Sistema de Gestão de Segurança e Saúde do Trabalho de acordo com a OHSAS 18001:2007, e NP 4397:2008. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros Auditores internos do ambiente - ISO 14001:2004 Objetivos: No final da ação de formação o participante é capaz de: - Interpretar a ISO 14001:2004, a Emenda 1 de 2006 e a Correção 1 de 2009 proporcionada pela base de entendimento comum e partilhada entre a APCER e as partes interessadas relativamente à norma; -Implementar e gerir um Sistema de Gestão de Ambiente de acordo com a ISO 14001:2004, Emenda 1 de 2006 e Correção 1 de 2009 e/ou EMAS III. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA A lei das finanças locais Objetivos: Destinado a proporcionar aos quadros superiores e dirigentes o conhecimento das novas regras, parâmetros e sanções agravadas decorrentes da Lei das Finanças Locais em concomitância com a Lei de Organização e Processo do Tribunal de Contas. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros 29

30 FORMAÇÃO CONTÍNUA Análise financeira nas autarquias - indicadores de gestão Objetivos: Dar a conhecer o novo sistema contabilístico e as suas potencialidades enquanto instrumento de apoio à gestão e ao controlo. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros Contabilidade analítica Objetivos: Fornecer os conhecimentos adequados à aplicação da contabilidade. Contratos financeiros e operações bancária Objetivos: Assimilação, por parte dos quadros superiores e dirigentes autárquicos com funções executivas, dos mercados financeiros, produtos financeiros, operações financeiras e contratos financeiros subjacentes, enfatizando o leque já disponível e respectivas tendências evolutivas, designadamente por força das novas disposições do direito administrativo condicionador da Administração Local e das potencialidades inerentes à condição nacional de inclusão na UEM. 30

31 Elaboração e análise dos mapas contabilísticos e financeiros I Objetivos: Aprofundar conhecimentos indispensáveis à boa execução das tarefas contabilística. Duração: 30 horas Custo de inscrição: 310 Euros POCAL Objetivos: Aprofundar conhecimentos indispensáveis à boa execução das tarefas contabilísticas numa autarquia local. FORMAÇÃO CONTÍNUA Auditoria financeira e controlo interno nas autarquias locais Objetivos: Com a publicação da nova lei de organização e processo do tribunal de contas e com a publicação proxima da nova Lei das Finanças Locais, os Municipios vão ver responsabilidades financeiras acrescidas e interessa aos quadros superiores, dirigentes conhecer as vantagens gestionárias e politicas da modernização do sistema de controlo internoe da criação de condições para a implementação da auditoria interna. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros 31

32 FORMAÇÃO CONTÍNUA O financiamento das autarquias locais e os limites ao seu endivadamento Objetivos: Apreender os princípios fundamentais subjacentes ao regime financeiro das autarquias locais; Conhecer as diferentes fontes de financiamento das actividades prosseguidas pelas autarquias locais; Compreender o regime legal de endividamento municipal e os limites legais a esse endividamento. Duração: 7 horas Custo de inscrição: 80 Euros Gestão de tesouraria e fundo de maneio Objetivos: Dotar os participantes dos conhecimentos necessários para a execução das formalidades processuais por forma a permitir um desempenho eficiente das funções neste domínio. No final da acção de formação os formandos deverão ser capazes de compreender e aplicar as normas atinentes à tesouraria e ao fundo de maneio. A gestão autárquica e o regime do sector empresarial local Objetivos: Destinado a proporcionar aos quadros superiores e dirigentes o conhecimento das novas regras, parâmetros e obrigações contabilísticas, orçamentais, gestionárias e de responsabilidade financeira decorrentes do novo Regime do Sector Empresarial Local em concomitância com a nova Lei de Organização e Processo do Tribunal de Contas. Duração: 30 horas Custo de inscrição: 310 Euros 32

33 Gestão estratégica de recursos humanos Objetivos: Sendo os recursos humanos o recurso mais importante de qualquer organização pretende esta acção dotar os participantes dos conhecimentos teóricopráticos, que os facilite à prática de uma eficaz gestão dos mesmos. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros Gestão da qualidade na administração local Objetivos: No final da acção o formando deverá conhecer as culturas inter-regionais, locais e organizacionais; conhecer a estrutura e orientações da familia de normas ISO 9000:2000: caraterizar os sistemas de gestão da organização, analisar problemas utilizando instrumentos da gestão da qualidade. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Gestão de bibliotecas e centros de documentação Objetivos: Dotar os formandos de conhecimentos técnicos e normativos necessários para a gestão da biblioteca e centros de documentação. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 33

34 FORMAÇÃO CONTÍNUA Comunicação e relacionamento interpessoal Objetivos: Aquisição, treino e reforço das competências comportamentais que asseguram um melhor desempenho das funções de Liderança e Gestão de Equipas e promovem um clima de trabalho positivo no seio da equipa (eliminando tensões desnecessárias e consumidoras de energia), essencialmente ao nível da comunicação eficaz e da prevenção e gestão de conflitos - mais especificamente: assertividade; comunicação não-verbal; como lidar com pessoas difíceis; empatia e escuta-activa; gestão emocional e ressonância. A inteligência emocional (geral) Objetivos: Identificar e compreender o funcionamento da inteligência emocional; incluir a IE no desempenho das suas tarefas directivas como factor de sucesso organizacional, aumentar a eficiência das equipas melhorando os resultados e o envolvimento dos seus colaboradores. Criar, organizar, coordenar e orientar equipas de trabalho Objetivos: Transmitir métodos e técnicas de criação, coordenação organização e orientação de equipas de trabalho. Duração: 30 horas Custo de inscrição: 310 Euros 34

35 Gestão de conflitos Objetivos: Identificar os problemas emergentes das relações interpessoais no trabalho. aplicar as técnicas adequadas às diferentes situações resultantes do trabalho de grupo, prevenir e gerir situações de tensão e conflito. Gestão do tempo e do stress Objetivos: Aquisição das competências comportamentais e de técnicas que permitem uma vida pessoal mais organizada, assim como um melhor desempenho profissional (seja a nivel individual, seja enquanto membro de uma equipa ou enquanto lider de um grupo). Comportamentos e estilo comunicacional assertivos, estretégias e ferramentas de gestão do tempo e organização do trabalho, tecnicas de gestão do stress, de auto-controlo e de auto-motivação. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Tecnologias de informação - outlook Objetivos: Enviar e responder a mensagens de correio electrónico com o Microsoft Outlook, podendo personalizá-lo. 35

36 FORMAÇÃO CONTÍNUA Tecnologias de informação - processamento de texto (word) nível I Objetivos: Proporcionar os conhecimentos indispensáveis ao processamento de textos, numa base essencialmente prática, assente na utilização permanente do computador. Duração: 21/28 horas / 290 Euros Tecnologias de informação - processamento de texto (word) nível II Objetivos: Proporcionar aos utilizadores do processador de texto (word), a utilização de funções mais complexas que permitam a automatização de certas tarefas; Actualização dos conhecimentos relativamente a novas releases. Duração: 21/28 horas / 290 Euros Tecnologias de informação - folha de cálculo e análise gráfica (excel) - nível I Objetivos: Proporcionar os conhecimentos indispensáveis a uma eficaz exploração do Excel numa base essencialmente prática, assente na utilização permanente do computador. Duração: 21/28 horas / 290 Euros 36

37 Tecnologias de informação - folha de cálculo e análise gráfica (excel) - nível II Objetivos: Proporcionar os conhecimentos indispensáveis a uma eficaz exploração do Excel numa base essencialmente prática, assente na utilização permanente do computador. Duração: 21/28 horas / 290 Euros Tecnologias de informação bases de dados - nível I Objetivos: Transmitir conhecimentos sobre a tecnologia das bases de dados como infra-estrutura dos sistemas informáticos. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Tecnologias de informação - bases de dados- nível II Objetivos: Transmitir conhecimentos sobre a tecnologia das bases de dados como infra-estrutura dos sistemas informáticos. 37

38 FORMAÇÃO CONTÍNUA Gestão informática - programação, redes Objetivos: Pretende-se formar os participantes com capacidade de gerir e administrar redes. Duração: 63 horas Custo de inscrição: 645 Euros Administração de sistemas linux Objetivos: Formar os participantes com capacidade de gerir e administrar sistemas Linux. Duração: 60 horas Custo de inscrição: 625 Euros Qualidade em tecnologias de informação - ITIL Foundations Objetivos: Introdução à terminologia ITIL, estrutura e conceitos fundamentais, proporcionando a compreensão dos princípios essenciais das práticas ITIL para Gestão de Serviços em Tecnologia de Informação. 38

39 Administração de sistemas (Windows Server 2008) Objetivos: Proporcionar aos participantes os conhecimentos e as competências técnicas necessárias para a instalação e configuração do Windows Server 2008 e, também, ao nível da gestão do serviço de diretório (Active Directory) em Windows 2008 e ao nível da gestão de servidores e da sua infraestrutura. Duração: 60 horas Custo de inscrição: 625 Euros Análise de dados com o SPSS (Statistical Package for Social Sciences) Objetivos: Permitir ao formando a aquisição de competências ao nivel do tratamento, manipulação e interpretação dos dados estatísticos, utilizando correctamente os recursos postos à disposição pelo SPSS. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Formação integrada para auxiliar de ação educativa Objetivos: Pretende-se formar profissionais que adquiram competências para exercer, no respeito de imperativos de segurança e deontologia profissional, a função de auxiliares de educação. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 39

40 FORMAÇÃO CONTÍNUA Organização escolar e qualidade do serviço público de educação Objetivos: - enunciar a importância da Educação na sociedade actual; - compreender a missão, objectivos e actividade fundamentais da Escola; - identificar e caracterizar os diferentes agentes educativos; - analisar a importância dos processos de avaliação. Educação alimentar Objetivos: - conhecer e aplicar conhecimentos sobre equilíbrio alimentar nas suas diferentes vertentes tanto ao nível das cantinas como ao nível do bufete escolar; - compreender as regras fundamentais que devem reger um sector alimentar; - conhecer e aplicar técnicas de promoção de opções alimentares saudáveis em meio escolar; - compreender a importância da sua acção enquanto agentes do processo de educação alimentar. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros Inglês - iniciação Objetivos: Aprender a utilizar de forma adequada o vocabulário e estruturas chave da língua inglesa, de forma a poder comunicar correctamente em Inglês. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 40

41 Inglês - avançado Objetivos: Aprender a utilizar de forma adequada o vocabulário e estruturas chave da língua inglesa, de forma a poder comunicar correctamente em Inglês. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros Françês - iniciação Objetivos: Trata-se de um nível de iniciação, pelo que se destina a adultos que não tenham quaisquer noções estruturadas de uma língua estrangeira. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Espanhol - iniciação Objetivos: Trata-se de um nível de iniciação, pelo que se destina a adultos que não tenham quaisquer noções estruturadas de uma língua estrangeira. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 41

42 FORMAÇÃO CONTÍNUA HACCP - sistema de auto controlo de higiene e segurança alimentar Objetivos: - Desenvolver boas práticas num sistema preventivo de segurança alimentar, através da análise dos perigos e do controlo dos pontos críticos do processo; - garantir a segurança alimentar; - referir os cuidados a ter na sua apresentação e higiene pessoal; - referir os cuidados a ter na higienização dos materiais; enunciar os princípios básicos desde a aquisição de produtos alimentares até à distribuição; - identificar a terminologia do sistema HACCP e regulamentação. Duração: 49 horas Custo de inscrição: 510 Euros Implementação de sistemas de gestão da segurança - OHSAS 18001:2007 e NP 4397:2008 Objetivos: No final da ação de formação o participante é capaz de: - interpretar a OHSAS 18001:2007, e NP 4397:2008; - implementar e gerir um Sistema de Gestão de Segurança e Saúde do Trabalho de acordo com a OHSAS 18001:2007, e NP 4397:2008. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros Auditores internos da segurança e saúde do trabalho OHSAS 18001:2007 e NP 4397:2008 Objetivos: No final da ação de formação o participante é capaz de: - interpretar a ISO 19011; - gerir um programa de auditorias, planear e conduzir as atividades de auditorias internas ao Sistema de Gestão de Segurança e Saúde do Trabalho, com valor acrescentado. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 42

43 A nova norma de auditorias a sistemas de gestão - ISO 19011:2011 Objetivos: - Compreender a preocupação da ISO de integração dos sistemas de gestão; - identificar as melhorias introduzidas na nova versão da ISO 19011:2011; - distinguir as diferenças entre os requisitos da norma ISO/IEC (para auditores de entidades certificadoras) e ISO (orientações para auditores de 1ª, 2ª, e 3ª parte). Duração: 7 horas Custo de inscrição: 80 Euros Dimensionamento de estações elevatórias locais e prediais de águas residuais Objetivos: Atualizar conhecimentos teóricos e práticos relativos à concepção, dimensionamento, construção e ensaio de estações elevatórias locais e prediais de águas residuais. Duração: 30 horas Custo de inscrição: 310 Euros FORMAÇÃO CONTÍNUA Redes públicas de distribuição de água e drenagem de águas residuais e pluviais Objetivos: Os participantes, no final do curso, deverão estar aptos a conhecer um conjunto de regras de concepção e dimensionamento dos sistemas públicos de distribuição de água e de drenagem de águas residuais domésticas e pluviais que se consideram fundamentais, não só à obtenção de um nível satisfatório do seu desempenho funcional, como também ao cumprimento da legislação aplicável e vigente na matéria. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 43

44 FORMAÇÃO CONTÍNUA Desinfeção de águas de abastecimento Objetivos: Formação de técnicos de modo a permitir-lhes actualizar conhecimentos sobre a desinfecção no tratamento da água de abastecimento. Duração: 28 horas Custo de inscrição: 290 Euros Actualização da legislação rodoviária para polícias municipais - módulo legislação municipal - regulamentos Objetivos: Consolidar e actualizar os conhecimentos ao nível do direito estradal por parte dos formandos, especialmente no que toca ao vasto acervo de legislação recentemente aprovada. Condução defensiva Objetivos: Habilitar os formandos de competências especificas ao nivel das técnicas e procedimentos destinados a prevenir ou a minorar os riscos de acidentes ou, em última instância, a limitar os seus efeitos em termos de danos pessoais e materiais. 44

45 Defesa pessoal e técnicas policiais - módulo base Objetivos: No final desta acção os formandos deverão estar habilitados a: - conhecer e antecipar o momento exacto da tomada de atitudes por parte de pessoas violentas e criminosos, através de tipologia psicológica e neurológica; - dominar as técnicas de controlo e manietação de movimentos do adversário, sem recurso a armas letais ou técnicas de risco elevado; - neutralizar, reter e deslocar indivíduos perigosos e violentos de modo pacífico sem provocar quaisquer lesões. Defesa pessoal e técnicas policiais - módulo avançado Objetivos: No final desta acção os formandos deverão estar habilitados a: - conhecer e antecipar o momento exacto da tomada de atitudes por parte de pessoas violentas e criminosos, através de tipologia psicológica e neurológica; - dominar as técnicas de controlo e manietação de movimentos do adversário, sem recurso a armas letais ou técnicas de risco elevado; - neutralizar, reter e deslocar indivíduos perigosos e violentos de modo pacífico sem provocar quaisquer lesões. FORMAÇÃO CONTÍNUA Deontologia policial e marketing relacional Objetivos: É objectivo desta acção de formação conferir aos formandos competências que lhes possibilitem o adequado relacionamento com público aos vários níveis, contribuindo para o reforço de ligações positivas entre a Autarquia e este último. Duração: 7 horas Custo de inscrição: 80 Euros 45

46 FORMAÇÃO CONTÍNUA Elaboração e operacionalidade de planos de emergência em proteção civil Objetivos: Desenvolver e potenciar atitudes na área da protecção e socorro na concepção, desenvolvimento e revisão dos Planos de Emergência de Protecção Civil. Igualdade de género Objetivos: - Sensibilizar para a igualdade de género e promover a reflexão crítica sobre esta temática; - conhecer os conceitos fundamentais associados à igualdade de género; - reconhecer os estereótipos associados aos papéis de género que promovem a desigualdade entre homens e mulheres nas esferas pública e privada; - identificar as principais iniciativas e legislação no domínio da igualdade de género, em Portugal; - aplicar metodologias e instrumentos de intervenção para a igualdade. Duração: 7 horas Custo de inscrição: 80 Euros Entrevista de avaliação de competências Objetivos: Desenvolver competências na área da entrevista de avaliação de competências, enquanto método de selecção obrigatório previsto na Portaria 83-A/2009. Os participantes deverão ser capazes de conceber guiões de suporte à entrevista de avaliação de competências, conduzir a EAC, analisar a informação e gerar a classificação final do entrevistado, neste método. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros 46

47 Técnicas comunicacionais Objetivos: Proporcionar técnicas comunicacionais e comportamentos adequáveis aos vários perfis de clientes. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros Comunicação, marketing cultural e organização de eventos Objetivos: Proporcionar o conhecimento de técnicas de gestão e comunicação de marketing de imagem empresarial e desenvolver competências interpessoais indispensáveis ao exercício da liderança de eventos. FORMAÇÃO CONTÍNUA Protocolo nos serviços públicos Objetivos: Visa o ensino de regras protocolares que devem ser seguidas no quadro das relações institucionais das Autarquias Locais. Receber e acolher altas individualidades, precedências protocolares, são estes os conteúdos a ministrar, entre outros. A titulo complementar serão dadas noções sobre como organizar eventos, de natureza diversa - conferências de imprensa, exposições. Duração: 14 horas Custo de inscrição: 150 Euros 47

48 FORMAÇÃO CONTÍNUA Atendimento, imagem da instituição e gestão eficaz de queixas e reclamações Objetivos: Consciencializar para a importância do papel do atendimento na imagem da organização. Capacitar para a compreensão das reclamações enquanto oportunidades de mudança e melhoria dos serviços. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros Edição e montagem de vídeo digital Objetivos: No final da formação os formandos estarão aptos a seleccionar os componentes de um sistema de edição de vídeo digital que se adeque às suas necessidades, a captar imagens a partir de vários suportes para um computador, editar as imagens e exportar o resultado para um suporte externo: DV, DVD, VHS e formatos digitais, incluindo formatos para a Internet. Duração: 35 horas Custo de inscrição: 360 Euros SIR - sistema da indústria responsável Objetivos: - reconhecer as atividades industriais e relacioná-las não só com a tipologia de E.I. em causa, mas também com os regimes de licenciamento SIR; - reconhecer a relação dos processos produtivos com os regimes jurídicos dos âmbitos ambiental, ordenamento do território, segurança industrial, controlo alimentar e outros licenciamentos/autorizações conexos com o licenciamento industrial, bem como a relação com as respectivas entidades competentes. 48

49 Prevenção e primeiros socorros Objetivos: A acção tem como objectivo habilitar os formandos com os conhecimentos teóricos e práticos que lhes permitam prestar a primeira assistência a sinistrados. FORMAÇÃO CONTÍNUA 49

50

51 Formação de Dirigentes O Estatuto do Pessoal Dirigente dos Serviços e Organismos da Administração Pública Central, Regional e Local do Estado, aprovado pela Lei n.º 2/2004, de 15 de janeiro, com as alterações subsequentes, é aplicável à administração local nos termos previstos na Lei n.º 49/2012, de 29 de agosto. Da adaptação do referido Estatuto do Pessoal Dirigente à Administração Local resulta que «o exercício de funções dirigentes implica o aproveitamento em cursos específicos para alta direcção em Administração Pública ou administração autárquica, diferenciados, se necessário, em função do nível, grau e conteúdo funcional dos cargos dirigentes». De acordo com o n.º 5 do art. 14º desta nova versão, este grupo de funcionários terá de frequentar «um desses cursos durante os dois primeiros anos de exercício de funções ou, em caso de impossibilidade por causa que não lhes seja imputável, no mais breve prazo». Esta formação é assegurada pela Fundação CEFA, no âmbito do desenvolvimento das suas atribuições de formação na administração local. Contacto: 51

52 Curso de Especialização em Gestão Autárquica Objetivos: Proporcionar uma formação avançada no domínio do planeamento estratégico, da estruturação e desenvolvimento organizacional, da execução e da avaliação das políticas públicas das autarquias, através do desenvolvimento das competências necessárias à utilização, em contexto profissional, de um leque alargado de métodos e técnicas que contribuam para uma nova cultura na administração pública local. Destinatários: Autarcas e ex-autarcas ou quadros dirigentes das autarquias licenciados e em exercício de funções. FORMAÇÃO DE DIRIGENTES Duração: 240 horas. Custo de inscrição: Euros Curso de Gestão Pública na Administração Local - GEPAL Objetivos: Promover a melhoria das competências técnicas e gestionárias exigidas aos titulares dos cargos de direção intermédia, de acordo com os parâmetros da nova gestão pública, transmitindo conhecimentos em áreas chave relacionadas com a inovação, a qualidade, a gestão por objectivos e a orientação para os resultados; - consolidar a responsabilidade funcional e apoiar a construção de um modelo de liderança mobilizadora. Destinatários: Titulares de cargos de direção intermédia da administração local. Duração: 212 horas (formação em sala acrescida de ciclos de conferências e formação prática) Custo de inscrição: Euros Curso de Estudos e Formação para altos dirigentes da Administração Local - CEFADAL Objetivos: Dar a conhecer, de forma aprofundada, os saberes pluridisciplinares que devem basear as aptidões requeridas para o exercício dos cargos de direção Destinatários: Titulares de cargos de direcção superior e intermédia, bem como os licenciados com pelo menos 3 anos de experiência a tempo inteiro em funções compatíveis da administração local, ou ainda os indivíduos que preencham as condições de recrutamento definidas no artigo 12.º da Lei n.º 49/2012, de 29 de Agosto, provenientes de entidades públicas da administração local autárquica. Duração: 372 horas (formação em sala acrescida de ciclos de conferências e formação prática) Custo de inscrição: Euros 52

53 Programa de Gestão Avançada na Administração Local - PROGAL Objetivos: Desenvolver e melhorar as competências técnicas de gestão geral cometidas aos titulares dos cargos de direção superior, aprofundando e atualizando os seus conhecimentos, valorizando a sua experiência profissional e promovendo a otimização do seu desempenho, de acordo com um modelo de liderança mobilizadora e de responsabilidade funcional. Destinatários: Titulares de cargos de direção superior provenientes de entidades públicas da administração local. Duração: 86 horas (formação em sala acrescida de ciclos de conferências e formação prática) Custo de inscrição: 650 Euros 53 FORMAÇÃO DE DIRIGENTES

54

55 Formação Acção 55

56 O projeto de assistência técnica às autarquias é um projeto novo, que resulta da auscultação das necessidades das autarquias e do acolhimento desses resultados pelas instâncias nacionais gestoras do Fundo Social Europeu. A Comissão Diretiva do POPH abriu, em maio de 2013, um período de candidaturas ao Programa Operacional Potencial Humano (POPH), no âmbito das Tipologias de Intervenção 3.4 e Qualificação dos Profissionais da Administração Pública Local Candidaturas para financiamento de ações de formação-ação, com duração máxima de 12 meses a iniciar em 2013, para as Regiões de Convergência e de Lisboa. O procedimento destinava-se, em exclusivo, a ações na modalidade de formação-ação a executar no prazo máximo de 12 meses, adaptadas às necessidades de reorganização das estruturas e do modelo de gestão das autarquias locais decorrentes da aplicação das novas disposições legais que lhes são aplicáveis, visando a promoção de intervenções orientadas, nomeadamente, para a melhoria dos processos de gestão das autarquias e para o reforço das competências profissionais dos respetivos trabalhadores e que se integrem nos seguintes domínios: FORMAÇÃO ACÇÃO a) melhoria da eficiência e redução de custos; b) otimização do uso das TIC; c) auditoria interna e controlo de gestão; d) excelência em gestão; e) apoio à mobilidade interna. Nesse âmbito as autarquias locais participaram em massa na apresentação de candidaturas, que foram aprovadas na sua quase totalidade. A Fundação CEFA prevê executar 48 projetos distribuídos por todo o território nacional, conforme ilustrado no quadro abaixo. Na concretização destes projetos, a Fundação CEFA propõe-se a ajudar as autarquias a simplificar a estrutura orgânica e os circuitos de interface com os clientes, sistematizar e consolidar processos e métodos de trabalho, melhorar a eficiência interna e reduzir custos; bem como monitorizar a performance global e o desempenho individual, de forma mais simples e adequada, por forma a garantir a excelência da gestão. 56

57 Concluído o procedimento pré-contratual de aquisição de serviços a que o Código da Contratação Pública obriga as Autarquias, prevê-se que a Fundação CEFA fique responsável pela gestão financeira dos seguintes projetos, competindo-lhe o registo e submissão dos respetivos pedidos de alteração, de reembolso e saldo final: 57 FORMAÇÃO ACÇÃO

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública

A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública A Nossa Oferta Formativa para a Administração Pública 2011 DESIGNAÇÃO A inscrição poderá DO CURSO ser efectuada Nº através DE do PREÇO site POR www.significado.pt Para mais informações, por favor contacte

Leia mais

Uma Questão de Atitude...

Uma Questão de Atitude... Uma Questão de Atitude... Catálogo de Formação 2014 1 Introdução 3 Soluções de Formação 3 Áreas de Formação 4 Desenvolvimento Pessoal 5 Comercial 12 Secretariado e Trabalho Administrativo 15 Indústrias

Leia mais

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL

FORMAÇÃO 2012/2013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL FORMAÇÃO 01/013 CURSOS GRATUITOS. HORÁRIO PÓS-LABORAL INFORMAÇÕES FUNDAÇÂO MINERVA Cultura - Ensino e Investigação Científica Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão Largo Tinoco de Sousa 760. 108

Leia mais

Entrada em vigor em 9/08/2012 na redação dada pela deliberação CMC POVT de 8/08/2012

Entrada em vigor em 9/08/2012 na redação dada pela deliberação CMC POVT de 8/08/2012 Regulamento Específico Prevenção e Gestão de Riscos Programa Operacional Valorização do Território Deliberações CMC POVT: 15/10/2007, 19/02/2008, 26/08/2009, 25/03/2011, 6/02/2012, 20/03/2012 e 8/08/2012

Leia mais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais

Carteira. de formação. análise às nossas oportunidades e recursos. Missão, Visão e Objectivos. Desenvolver competências técnicas e transversais conteúdos: Programa de formação avançada centrado nas competências e necessidades dos profissionais. PÁGINA 2 Cinco motivos para prefirir a INOVE RH como o seu parceiro, numa ligação baseada na igualdade

Leia mais

PROGRAMA DE FORMAÇÃO

PROGRAMA DE FORMAÇÃO PROGRAMA DE FORMAÇÃO 1. Identificação do Curso Pós-Graduação em Gestão Estratégica de Recursos Humanos 2. Destinatários Profissionais em exercício de funções na área de especialização do curso ou novos

Leia mais

O que é o Sistema de Formação dos Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC)?... 2

O que é o Sistema de Formação dos Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC)?... 2 O que é o Sistema de Formação dos Trabalhadores dos Serviços Municipais de Proteção Civil (SMPC)?... 2 A quem se destina o Sistema de Formação?... 3 Que instrumentos legais regulam o Sistema de Formação?...

Leia mais

Diagnóstico de Competências para a Exportação

Diagnóstico de Competências para a Exportação Diagnóstico de Competências para a Exportação em Pequenas e Médias Empresas (PME) Guia de Utilização DIRECÇÃO DE ASSISTÊNCIA EMPRESARIAL Departamento de Promoção de Competências Empresariais Índice ENQUADRAMENTO...

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO. Deliberações CMC POVT: 25/03/2011, 6/02/2012, 20/03/2012, 8/08/2012 e 2/10/2013

PROGRAMA OPERACIONAL VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO. Deliberações CMC POVT: 25/03/2011, 6/02/2012, 20/03/2012, 8/08/2012 e 2/10/2013 PROGRAMA OPERACIONAL VALORIZAÇÃO DO TERRITÓRIO Deliberações CMC POVT: 25/03/2011, 6/02/2012, 20/03/2012, 8/08/2012 e 2/10/2013 PREVENÇÃO E GESTÃO DE RISCOS ENTRADA EM VIGOR EM 3/10/2013 NA REDAÇÃO DADA

Leia mais

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ)

CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) INTEGRAÇÃO PROFISSIONAL DE TÉCNICOS SUPERIORES BACHARÉIS, LICENCIADOS E MESTRES CURSO DE INTEGRAÇÃO EMPRESARIAL DE QUADROS (CIEQ) GUIA DE CURSO ÍNDICE 1 - Objectivo do curso 2 - Destinatários 3 - Pré-requisitos

Leia mais

Ministério dos Petróleos

Ministério dos Petróleos Ministério dos Petróleos Decreto Lei nº 10/96 De 18 de Outubro A actividade petrolífera vem assumindo nos últimos tempos importância fundamental no contexto da economia nacional, constituindo por isso,

Leia mais

Catálogo de Formação

Catálogo de Formação Catálogo de Cursos SHF SHF Segurança, Higiene e, Lda. Av. Dr. Lourenço Peixinho, n.º 134, 1º D. to Frente 3800 160 Aveiro Telf.: 234 181 770 / 234 423 268 Fax: 234 181 771 geral@shformacao.com www.shformacao.com

Leia mais

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução:

EDIÇÃO 2011/2012. Introdução: EDIÇÃO 2011/2012 Introdução: O Programa Formação PME é um programa financiado pelo POPH (Programa Operacional Potencial Humano) tendo a AEP - Associação Empresarial de Portugal, como Organismo Intermédio,

Leia mais

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades

Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar. Relatório de Actividades Relatório de Actividades X LEGISLATURA 2005 2009 Centro de Formação Parlamentar e Interparlamentar 1 Relatório da Legislatura Introdução 3 Acções de Formação (Internas/Externas/E Learning) 5 Número de

Leia mais

Tipologia de Intervenção 6.4

Tipologia de Intervenção 6.4 Documento Enquadrador Tipologia de Intervenção 6.4 Qualidade dos Serviços e Organizações Acções de consultoria inseridas no processo que visa conferir uma certificação de qualidade às organizações que

Leia mais

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial

CET. Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial CET Cursos de Especialização Tecnológica Gestão Administrativa de Recursos Humanos Secretariado de Direção e Comunicação Empresarial Técnicas de Turismo Ambiental Gestão Comercial GESTÃO ADMINISTRATIVA

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Maio de 2011 PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Esta Pós-Graduação resulta da parceria entre a APEL

Leia mais

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa.

DESPACHO. Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. DESPACHO N.º07/2014 Data: 2014/02/11 Para conhecimento de: Pessoal Docente, Discente e Não Docente ASSUNTO: Estrutura Orgânica dos Serviços da Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Lisboa. Os Estatutos

Leia mais

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3

SEDE - Carnaxide. Número de postos de trabalho - Presidente (1) - 1. Cargo/carreira/categoria. Técnico Superior. Técnico Superior Direito 3 2009 MAPA DE PESSOAL DA ANPC (Artigo 5º da Lei nº 2-A/2008, 27 Fevereiro) SEDE - Carnaxi Competências/Actividas Área formação académica e/ou - Presinte () - - Director Nacional () - 3 - Comandante Operacional

Leia mais

OFERTA. Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade.

OFERTA. Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade. QUALIDADE Transição para a NP ISO 9001:2015 Diretores ou Responsáveis da Qualidade, Quadros Médios e Superiores; Responsáveis pela implementação de Sistemas de Gestão da Qualidade. Dar a conhecer as alterações

Leia mais

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL TÉCNICO/A DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO PERFIL PROFISSIONAL Técnico/a de Segurança e Higiene no Trabalho Nível 3 CATÁLOGO NACIONAL DE QUALIFICAÇÕES 1/7 ÁREA DE ACTIVIDADE OBJECTIVO

Leia mais

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Despacho Considerando que os regulamentos específicos do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) são aprovados pela respectiva Comissão Ministerial de Coordenação, nos termos do n.º 5 do artigo 30º

Leia mais

MINISTÉRIO DA REFORMA DO ESTADO E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. N. o 78 3 de Abril de 2002 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 3015

MINISTÉRIO DA REFORMA DO ESTADO E DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. N. o 78 3 de Abril de 2002 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 3015 N. o 78 3 de Abril de 2002 DIÁRIO DA REPÚBLICA I SÉRIE-B 3015 Figura 41 Vulnerabilidade dos aquíferos. Figura 42 Infra-estruturas de transporte existentes e previstas. Figura 43 Evolução da população residente

Leia mais

PARTE C MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. 7670-(8) Diário da República, 2.ª série N.º 56 20 de março de 2014. Autoridade Nacional de Proteção Civil

PARTE C MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA. 7670-(8) Diário da República, 2.ª série N.º 56 20 de março de 2014. Autoridade Nacional de Proteção Civil 7670-(8) Diário da República, 2.ª série N.º 56 20 de março de 2014 PARTE C MINISTÉRIO DA ADMINISTRAÇÃO INTERNA Autoridade Nacional de Proteção Civil Despacho n.º 4205-A/2014 Regulamento dos Cursos de Formação,

Leia mais

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO

PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO PROTOCOLO DE COOPERAÇÃO ENTRE O MUNICIPIO DE SETÚBAL E A CONFEDERAÇÃO PORTUGUESA DAS COLECTIVIDADES DE CULTURA, RECREIO E DESPORTO Considerando: a) As atribuições da Câmara Municipal de Setúbal, conferida

Leia mais

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO

REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO REGULAMENTO DO PROGRAMA INOV-ART NOS TERMOS DA PORTARIA N.º 1103/2008 DE 2 DE OUTUBRO CAPÍTULO I Disposições gerais Artigo 1.º- Âmbito de aplicação O presente Regulamento aplica -se à medida INOV-Art -

Leia mais

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign.

COMPETIR CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO. www.competiracores.com. Formação e Serviços, S.A. Design www.craveirodesign. Design www.craveirodesign.com COMPETIR Formação e Serviços, S.A. www.competiracores.com CATÁLOGO DE FORMAÇÃO 2010 - PLANO FORMATIVO Quem Somos A Competir-Açores está integrada no Grupo COMPETIR e estamos

Leia mais

Portugal Brasil Moçambique Polónia

Portugal Brasil Moçambique Polónia www.promover.pt www.greatteam.pt Portugal Brasil Moçambique Polónia QUEM SOMOS - Prestamos serviços técnicos de consultoria de gestão e formação nos diversos setores da economia. - Presentes em Lisboa,

Leia mais

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recrutamento para Administração Pública. Formação Académica Categoria/Função Nº de Vagas Instituição. Nº Total de vagas 1

REGULAMENTO DO CONCURSO. Recrutamento para Administração Pública. Formação Académica Categoria/Função Nº de Vagas Instituição. Nº Total de vagas 1 REGULAMENTO DO CONCURSO Recrutamento para Administração Pública O presente anúncio de recrutamento é coordenado pela Direcção Geral da Administração Pública (DGAP), de acordo com os normativos de Recrutamento

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO EXTERNA 2015. Qualidade

PLANO DE FORMAÇÃO EXTERNA 2015. Qualidade (Isento IVA) Qualidade Norma ISO 9001 Qualidade (nova versão ) Gestores da Qualidade 7 outubro Formar acerca do conteúdo da Norma de referência ISO 9001 Sistemas de gestão da qualidade: requisitos Conhecer

Leia mais

344 Contabilidade e Fiscalidade

344 Contabilidade e Fiscalidade 344 Contabilidade e Fiscalidade A Inspeção Tributária nas Empresas Empresários, Diretores, Técnicos Oficiais de Contas. Não existentes. Formação Continua. Destinatários Requisitos de acesso Modalidade

Leia mais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais

I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S. C T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais I S A L I N S T I T UTO SUPERIOR DE A DMINISTRAÇÃO E L Í N G UA S C T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais GESTÃO ADMINISTRATIVA DE RECURSOS HUMANOS GESTÃO COMERCIAL E DE MARKETING ORGANIZAÇÃO

Leia mais

OFERTA IVA INTRACOMUNITÁRIO (RITI) E OPERAÇÕES COM N/RESIDENTES

OFERTA IVA INTRACOMUNITÁRIO (RITI) E OPERAÇÕES COM N/RESIDENTES FINANCEIRA IVA INTRACOMUNITÁRIO (RITI) E OPERAÇÕES COM N/RESIDENTES Colaboradores dos serviços de contabilidade implicados na contabilização do IVA que desejem melhorar os seus conhecimentos nestas matérias.

Leia mais

Capítulo Descrição Página

Capítulo Descrição Página MANUAL DA QUALIIDADE ÍNDICE Capítulo Descrição Página 1 Apresentação da ILC Instrumentos de Laboratório e Científicos, Lda Dados sobre a ILC, sua história, sua organização e modo de funcionamento 2 Política

Leia mais

Candidatura Região Norte - Lista de Cursos

Candidatura Região Norte - Lista de Cursos Designação do Nível Data Início Data Fim Duração Dias 1 1 GEPAL de Gestão Pública na Administração 5 2012-03-29 2012-11-16 212 35 40 Chaves 1 2 GEPAL de Gestão Pública na Administração 5 2012-09-17 2013-04-01

Leia mais

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015

CTCV. seminários. Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020. Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 23 10 2014 Programas de apoio no novo Quadro Portugal 2020 Seminário ISO 9001 e ISO 14001 Enquadramento e alterações nos referenciais de 2015 Victor Francisco Gestão e Promoção da Inovação 21 de outubro

Leia mais

8226 Diário da República, 1.ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007

8226 Diário da República, 1.ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007 8226 Diário da República, ª série N.º 215 8 de Novembro de 2007 da Madeira os Drs. Rui Nuno Barros Cortez e Gonçalo Bruno Pinto Henriques. Aprovada em sessão plenária da Assembleia Legislativa da Região

Leia mais

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO

COMISSÃO MINISTERIAL DE COORDENAÇÃO DO PROGRAMA OPERACIONAL POTENCIAL HUMANO Despacho Considerando que os regulamentos específicos do Programa Operacional Potencial Humano (POPH) são aprovados pela respectiva Comissão Ministerial de Coordenação, nos termos do n.º 5 do artigo 30º

Leia mais

O Voluntariado e a Protecção Civil. 1. O que é a Protecção Civil

O Voluntariado e a Protecção Civil. 1. O que é a Protecção Civil O Voluntariado e a Protecção Civil 1. O que é a Protecção Civil A 03 de Julho de 2006, a Assembleia da Republica publica a Lei de Bases da Protecção Civil, que no seu artigo 1º dá uma definição de Protecção

Leia mais

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes

A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A NORMA PORTUGUESA NP 4427 SISTEMA DE GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS REQUISITOS M. Teles Fernandes A satisfação e o desempenho dos recursos humanos em qualquer organização estão directamente relacionados entre

Leia mais

Federação Nacional de Karate - Portugal. Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos

Federação Nacional de Karate - Portugal. Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos Federação Nacional de Karate - Portugal Fórum de Formadores 2013 Pedro M. Santos Índice Fórum de Formadores 2013 Introdução Diferentes influências e realidades Pessoal qualificado e Especializado em Serviços

Leia mais

Decreto-Lei n.º 164/2007 de 3 de Maio

Decreto-Lei n.º 164/2007 de 3 de Maio Decreto-Lei n.º 164/2007 de 3 de Maio No quadro das orientações definidas pelo Programa de Reestruturação da Administração Central do Estado (PRACE) e dos objectivos do Programa do Governo no tocante à

Leia mais

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura

Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Estrutura Orgânica dos Serviços do Município de Paredes de Coura Nos termos do disposto na alínea a) do artigo 7.º e no n.º 3 do artigo 10.º do Decretolei n.º 305/2009, de 23 de Outubro e dentro dos limites

Leia mais

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL Programa Operacional de Potencial Humano EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-AÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas

Plano de Prevenção de Riscos de Gestão. Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Plano de Prevenção de Riscos de Gestão Incluindo os de Corrupção e Infracções Conexas Introdução No âmbito da sua actividade, o Conselho de Prevenção da Corrupção (CPC), aprovou a Recomendação n.º 1/2009,

Leia mais

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva

Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva centro tecnológico da cerâmica e do vidro coimbra portugal Mecanismos e modelos de apoio à Comunidade Associativa e Empresarial da Indústria Extractiva Victor Francisco CTCV Responsável Unidade Gestão

Leia mais

Alteração do Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDÊNCIA

Alteração do Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDÊNCIA GABINETE DE APOIO À PRESIDÊNCIA Secretariado 12.º ano de escolaridade Exerce funções de natureza executiva, de aplicação de métodos e processos, com base em diretivas definidas e instruções gerais, de

Leia mais

Detalhe de Oferta de Emprego

Detalhe de Oferta de Emprego Detalhe de Oferta de Emprego Código da Oferta: OE201507/0293 Tipo Oferta: Procedimento Concursal para Cargos de Direção Estado: Activa Nível Orgânico: Câmaras Municipais Organismo Câmara Municipal de Matosinhos

Leia mais

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores

CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO CURSO Formação Pedagógica Inicial de Formadores Homologado pelo IEFP com o código de curso C1840003 Presencial 90 horas (Conforme Portaria n.º 214/2011, de 30 de maio) DPJ.FOR.FPIF.01

Leia mais

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt

CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014. www.navegantescf.pt CALENDARIZAÇÃO DA ATIVIDADE FORMATIVA 2014 FORMAÇÃO Início Fim Duração Horário Inscrição Contabilidade e Fiscalidade 01-10-2014 29-10-2014 21h P.L/S 100 Sensibilização e Orientação para o Cliente 02-10-2014

Leia mais

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 1. Denominação do curso de especialização tecnológica: Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança 2. Perfil profissional que visa preparar: Técnico (a) Especialista em Gestão da Qualidade, Ambiente e Segurança

Leia mais

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho

IDERANÇA E GESTÃO. Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho L DE PESSOAS IDERANÇA E GESTÃO Desenvolver competências que permitam acompanhar, motivar, desenvolver e avaliar equipas de trabalho Coordenadores e Chefias Intermédias Adquirir técnicas de Liderança, de

Leia mais

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro)

MAPA DE PESSOAL - 2012 (art.º 5.º da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º 3.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 03 de Setembro) MAPA DE PESSOAL - 202 (art.º 5.º da Lei n.º 2-A/2008, de 27 de Fevereiro e art.º.º do Decreto-Lei n.º 209/2009, de 0 de Setembro) GERAL, FINANÇAS E MODERNIZAÇÃO Decreto-Lei n.º 05/09, de 2/0. DEPARTAMENTO

Leia mais

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança)

Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) Mestrado em Sistemas Integrados de Gestão (Qualidade, Ambiente e Segurança) 1 - Apresentação Grau Académico: Mestre Duração do curso: : 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema

Leia mais

Europass-Curriculum Vitae

Europass-Curriculum Vitae Europass-Curriculum Vitae Informação pessoal Apelido(s) / Nome(s) próprio(s) Morada(s) Telemóvel: 914608043 Fax(es) Correio(s) electrónico(s) TEIXEIRA DA SILVA DUARTE, NUNO ALEXANDRE 102, RUA DA LAGE,

Leia mais

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES

ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES ISAL INSTITUTO SUPERIOR DE ADMINISTRAÇÃO E LÍNGUAS PLANO DE ATIVIDADES 2015 2 Formar gestores e quadros técnicos superiores, preparados científica e tecnicamente para o exercício de funções na empresa

Leia mais

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA

Mapa de Pessoal CMP 2015. Unidades Orgânicas GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA GABINETE DE APOIO À PRESIDENCIA Assistente Técnico Secretariado Administrativa 12.º ano de escolaridade 12.º ano de escolaridade complexidade, na área de secretariado, designadamente, gestão de agenda;

Leia mais

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA

REGULAMENTO ORGÂNICO DOS SERVIÇOS DO ISA Deliberação nº /2011 Considerando que, nos termos do nº 3 do artigo 12º dos Estatutos do Instituto Superior de Agronomia, compete ao Conselho de Gestão do Instituto Superior de Agronomia (ISA), aprovar,

Leia mais

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre

Plano de Formação - 2011. Form + Lab. 2 Semestre Plano de Formação - 2011 Form + Lab 2 Semestre Form + Lab O que é? O Form + Lab é um serviço de formação criado para apoiar os laboratórios na valorização e formação dos seus colaboradores dando resposta

Leia mais

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu

T e S P. Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016. Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu T e S P Cursos Técnicos Superiores Profissionais 2015 / 2016 Projeto candidato a co-financiamento pelo Fundo Social Europeu REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA REPÚBLICA PORTUGUESA UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

Leia mais

Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental

Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental Relatório e Parecer da Comissão de Execução Orçamental Auditoria do Tribunal de Contas à Direcção Geral do Tesouro no âmbito da Contabilidade do Tesouro de 2000 (Relatório n.º 18/2002 2ª Secção) 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

MESTRADO EM FISCALIDADE

MESTRADO EM FISCALIDADE MESTRADO EM FISCALIDADE 1 - APRESENTAÇÃO Grau Académico: Mestre em Fiscalidade Duração do curso: 2 anos lectivos/ 4 semestres Número de créditos, segundo o Sistema Europeu de Transferência de Créditos:

Leia mais

TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6)

TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6) TÉCNICO SUPERIOR DE SEGURANÇA E HIGIENE NO TRABALHO (NÍVEL 6) Objectivos do Curso No final da acção, os formandos deverão ser capazes de: Colaborar na definição da política geral da empresa relativa à

Leia mais

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL

PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL PROGRAMA OPERACIONAL DE POTENCIAL HUMANO EIXO PRIORITÁRIO 3 GESTÃO E APERFEIÇOAMENTO PROFISSIONAL TIPOLOGIA DE INTERVENÇÃO 3.1.1 PROGRAMA DE FORMAÇÃO-ACÇÃO PARA PME REGULAMENTO DE CANDIDATURA PARA ENTIDADES

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6

PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Página 1 de 6 AMBIENTE ECONOMIA SOCIAL ENERGIA A Certificação da Gestão Florestal e Cadeia de Responsabilidade FSC ou PEFC Acompanhamento Ambiental em Obra e Gestão de RCD s (e-xz) Auditorias Ambientais (e-xz) Conformidade

Leia mais

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura

Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura Iniciativa Formação para Empresários Programa de Candidatura No âmbito do Contrato de Delegação de Competências do POPH na CCP 1. Enquadramento da Iniciativa A Iniciativa Formação para Empresários tem

Leia mais

REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN)

REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN) REGULAMENTO DO CURSO DE DEFESA NACIONAL (CDN) (Aprovado por despacho do Ministro da Defesa Nacional de 19 de Abril de 2010 Ofício nº 1816/CG Pº 18/10, de 20 de Abril de 2010, do MDN, com as alterações

Leia mais

DOCUMENTO DE TRABALHO

DOCUMENTO DE TRABALHO Página 1 de 1 Oferta formativa 1. Escola Nacional de Bombeiros O Regulamento dos Cursos de Formação do Bombeiro, é o normativo legal que regulamenta os cursos de formação dos elementos do Quadro de Comando

Leia mais

Curso de pós graduação em Auditorias a Sistemas Integrados de Gestão 1ª edição

Curso de pós graduação em Auditorias a Sistemas Integrados de Gestão 1ª edição Curso de pós graduação em Auditorias a Sistemas Integrados de Gestão 1ª edição Parceria entre a Escola Superior de Tecnologia da Saúde de Coimbra (ESTSC) www.estescoimbra.pt e o CTCV www.ctcv.pt Nota Prévia

Leia mais

Curso de Especialização

Curso de Especialização Curso de Especialização em GESTÃO AUTÁRQUICA OBJETIVO O Curso de Especialização em Gestão Autárquica visa proporcionar uma formação avançada no domínio do planeamento estratégico, da estruturação e desenvolvimento

Leia mais

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH.

Regras de enquadramento do POPH. O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Regras de enquadramento do POPH O presente documento técnico integra fichas de síntese das principais Tipologias de Intervenção do POPH. Este documento é orientativo da regulamentação do Programa, não

Leia mais

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente

Edital de abertura de concurso. Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente 1. Perfil Profissional Edital de abertura de concurso Curso de Especialização Tecnológica (Nível IV) Gestão da Qualidade e Ambiente O/A Técnico/a Especialista em Gestão da Qualidade e do Ambiente é o/a

Leia mais

FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013

FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013 FICHA TÉCNICA DO CURSO ESPECIALIZAÇÃO EM GESTÃO DE PROJECTOS NÍVEL 1 EDIÇÃO Nº 01/2013 1. DESIGNAÇÃO DO CURSO Especialização em Gestão de Projectos Nível 1 2. COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER Este curso constitui

Leia mais

Global Incentives Solutions*

Global Incentives Solutions* Incentives Solutions Global Incentives Solutions* Informação sobre incentivos ao investimento Número 6, Outubro de 2007 *connectedthinking What s hot Assinatura dos Programas Operacionais (PO) No passado

Leia mais

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA ACTIVIDADE IMOBILIÁRIA. (1.ª Edição - 2011)

EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA ACTIVIDADE IMOBILIÁRIA. (1.ª Edição - 2011) EDITAL PÓS-GRADUAÇÃO EM GESTÃO DA ACTIVIDADE IMOBILIÁRIA (1.ª Edição - ) Nos termos do disposto no artigo 8.º, n.º 1, a), do Regime Jurídico das Instituições do Ensino Superior, aprovado pela Lei n.º 62/2007,

Leia mais

PLANO DE FORMAÇÃO 2015. Visite o Regulamento da Formação em www.qualiwork.pt

PLANO DE FORMAÇÃO 2015. Visite o Regulamento da Formação em www.qualiwork.pt PLANO DE FORMAÇÃO 2015 Visite o Regulamento da em www.qualiwork.pt A Qualiwork é uma organização certificada segundo a norma ISO 9001 em serviços de Consultoria e no seguinte âmbito: Prestação de serviços

Leia mais

Plano de Formação 2014 (POPH)

Plano de Formação 2014 (POPH) Direcção Geral do Património Cultural Plano de Formação 2014 (POPH) Índice Introdução... 3 FORMAÇÃO PARA DIRIGENTES 4 FORGEP - Programa de Formação em Gestão Pública (V). 4 GESTÃO ESTRATÉGICA DA ADMINISTRAÇÃO

Leia mais

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN]

Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Sistema de Incentivos à Inovação e I&DT (Sector Automóvel) Quadro de Referência Estratégico Nacional [QREN] Frederico Mendes & Associados Sociedade de Consultores Lda. Frederico Mendes & Associados é uma

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 101/IX CRIA O SISTEMA INTEGRADO DE AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA Exposição de motivos Tendo em consideração que a Administração Pública tem como objectivo fundamental

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA

PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA PLANO DE ESTUDOS DO 51º CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM SAÚDE PÚBLICA Janeiro de 2012 ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO... 3 2. DESTINATÁRIOS... 4 3. FINALIDADE... 4 4. OBJECTIVOS GERAIS... 4 5. PLANO CURRICULAR... 5 6.

Leia mais

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2

Formulário de preenchimento obrigatório, a anexar á ficha modelo ACC 2 CONSELHO CIENTÍFICO-PEDAGÓGICO DE FORMAÇÃO CONTÍNUA APRESENTAÇÃO DE ACÇÃO DE FORMAÇÃO NAS MODALIDADES DE ESTÁGIO, PROJECTO, OFICINA DE FORMAÇÃO E CÍRCULO DE ESTUDOS Formulário de preenchimento obrigatório,

Leia mais

FICHA TÉCNICA. TÍTULO Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Relatório de Sustentabilidade 2008

FICHA TÉCNICA. TÍTULO Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Relatório de Sustentabilidade 2008 FICHA TÉCNICA TÍTULO Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Relatório de Sustentabilidade 2008 EDITOR INAC Instituto Nacional de Aviação Civil, I.P. Rua B Edifícios 4 e Santa Cruz Aeroporto de Lisboa

Leia mais

COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO

COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO COMUNICAÇÃO DA ACÇÃO DE FORMAÇÃO Data 3 de Novembro a 15 de Dezembro de 2015 Ação de formação Área temática Cód. Ref. Formadores Horário INTRODUÇÃO À ARQUIVÍSTICA Gestão Documental S16 Helena Neves / Rui

Leia mais

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011

30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 30546 Diário da República, 2.ª série N.º 140 22 de Julho de 2011 INSTITUTO POLITÉCNICO DE BEJA Despacho n.º 9220/2011 Ao abrigo do disposto nos artigos 75.º a 80.º do Decreto -Lei n.º 74/2006, de 24 de

Leia mais

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO

SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO PÓS-GRADUAÇÃO/ESPECIALIZAÇÃO EM SISTEMAS INTEGRADOS DE GESTÃO QUALIDADE, AMBIENTE, SEGURANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL FORMAÇÃO SGS ACADEMY PORQUÊ A SGS ACADEMY? Criada, em 2003, como área de negócio da

Leia mais

Gestão de Instalações Desportivas

Gestão de Instalações Desportivas Gestão de Instalações Desportivas Ambiente, Segurança, Higiene e Saúde no Trabalho Módulo 10 sessão 3 Gestão de Instalações Desportivas 1.3. Sistemas integrados de qualidade, ambiente e segurança Ambiente,

Leia mais

Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público. Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio

Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público. Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio Secretaria de Estado do Sector Empresarial Público Decreto-Lei nº 7/07 de 2 de Maio Tendo em conta a história económica do nosso País após a independência, a propriedade pública ainda ocupa um lugar muito

Leia mais

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL DE TÉCNICO DE SEGURANÇA E HIGIENE DO TRABALHO 1/19 Programa do curso Módulo Designação Duração (h) Componente Sócio-Cultural 1 Legislação, regulamentos e normas de segurança,

Leia mais

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil

Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Curso de Educação e Formação em Desenho Assistido por Computador / Construção Civil Saída Profissional: Operador CAD Certificação ao nível do 9º Ano / Nível II Laboral Bem-Vindo/a à FLAG! A FLAG é uma

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE ALENQUER (nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro)

CÂMARA MUNICIPAL DE ALENQUER (nos termos da Lei n.º 12-A/2008, de 27 de Fevereiro) Mapa Resumo dos postos de por cargo/carreira/categoria CARGO/CATEGORIAS/CARREIRAS A criar TOTAL Obs. Diretor de departamento 2 2 Chefe de divisão 6 6 Direção intermédia 3.º grau 2 2 Comandante Operacional

Leia mais

PROJECTO DE REGULAMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS E FINANCEIROS

PROJECTO DE REGULAMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS E FINANCEIROS PROJECTO DE REGULAMENTO DOS SERVIÇOS ADMINISTRATIVOS E FINANCEIROS Artigo 1.º (Âmbito) 1 - O presente Regulamento estabelece a estrutura orgânica e as competências dos Serviços Administrativos e Financeiros

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE. (2ª Edição 2011/2013)

EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE. (2ª Edição 2011/2013) EDITAL MESTRADO EM SISTEMAS E TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO PARA A SAÚDE (2ª Edição 2011/2013) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei nº 74/2006, de 24 de Março, com as alterações

Leia mais

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL

EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL EDITAL MESTRADO EM COMUNICAÇÃO ORGANIZACIONAL ÁREA DE ESPECIALIZAÇÃO EM CIDADANIA, CONFIANÇA E RESPONSABILIDADE SOCIAL (Edição 2012-2014) Nos termos do Decreto-Lei nº 42/2005, de 22 de Fevereiro, do Decreto-Lei

Leia mais

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas.

o Urbanismo tem por objecto com a construção racional da cidade, incluindo a renovação e gestão urbanas. Doc 5. Proposta de Projecto de Lei Sobre a Profissão, a Prática e a Formação do Urbanista A necessidade de implementar uma política consistente de Ordenamento do Território e Urbanismo, tem determinado

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA

TERMOS DE REFERÊNCIA Nô Pintcha Pa Dizinvolvimentu UE-PAANE - Programa de Apoio aos Actores Não Estatais TERMOS DE REFERÊNCIA CONTRATO DE ASSISTÊNCIA TECNICA PARA FORMADOR/A EM COMUNICAÇÃO E VISIBILIDADE DAS ORGANIZAÇÕES UE-PAANE

Leia mais

Projeto de Alteração ao Regulamento do Programa de Apoio ao Investimento Nota Justificativa

Projeto de Alteração ao Regulamento do Programa de Apoio ao Investimento Nota Justificativa Projeto de Alteração ao Regulamento do Programa de Apoio ao Investimento Nota Justificativa O Regulamento do Programa de Apoio ao Investimento entrou em vigor a 15/01/2015, após aprovação pela Câmara Municipal

Leia mais

PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT. Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto

PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT. Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto PROPOSTA DE CARREIRA PARA OS TÉCNICOS SUPERIORES DA ÁREA DA SAÚDE EM REGIME DE CIT Capítulo I Objecto e Âmbito Artigo 1.º Objecto 1 - O presente Decreto-Lei estabelece o regime jurídico da carreira dos

Leia mais

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista

Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique. Programa de Acção. Luis Filipe Baptista Candidatura a Presidente da Escola Superior Náutica Infante D. Henrique Programa de Acção Luis Filipe Baptista ENIDH, Setembro de 2013 Motivações para esta candidatura A sociedade actual está a mudar muito

Leia mais

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE

ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE ACEF/1112/02397 Relatório preliminar da CAE Caracterização do ciclo de estudos Perguntas A.1 a A.10 A.1. Instituição de ensino superior / Entidade instituidora: Universidade Do Minho A.1.a. Identificação

Leia mais