OS BÁRBAROS A IDADE MÉDIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "OS BÁRBAROS A IDADE MÉDIA"

Transcrição

1 OS BÁRBAROS A IDADE MÉDIA

2 Antecedentes: Crise do Império Romano: Crise do escravismo; Declínio da produção e crises econômicas; Altos custos do Estado; Instabilidade política e militar; Ampliação do latifúndio; Fragmentação política; Cristianismo; Invasões dos bárbaros

3 Os Povos Bárbaros: Gregos e romanos definiam como bárbaros aqueles povos que não falavam seus idiomas Principais grupos: Tártaro-mongóis: de origem asiática, compreendendo hunos, turcos, búlgaros, húngaros, ávaros, magiares, etc Eslavos: de origem indo-europeia, tais como os russos, poloneses, sérvios, tchecos, etc Germanos: indo-europeus divididos entre germanos ocidentais (suevos, lombardos, teutônicos, francos, etc) e orientais (ostrogodos, visigodos, vândalos, burgúndios, etc)

4

5 Os Germanos: organização social baseada em famílias patriarcais agrupamento de 100 famílias = aldeia (Mark) Direito costumeiro Religião politeísta associada aos elementos da natureza (animismo) Economia baseada em trocas Cultivos de grãos e legumes liderança política: reis e nobres guerreiros

6 Os Germanos: Migrações (séc. II e III): Deslocamentos em grande escala para domínios romanos Fixação pacífica através da acomodação ou de acordos com Roma Ingresso de guerreiros no Exército romano Integração à sociedade romana por casamento Invasões (sec. IV a VI) Ataques violentos Motivação: fuga do avanço dos hunos 455: saque visigodo em Roma

7 Os Germanos: Formação dos reinos germânicos: 476: deposição de Rômulo Augusto Domínio de regiões europeias por vários povos germanos Alterações e manutenção de hábitos e aspectos da sociedade romana Redução da importância dos centros urbanos Cristianização dos germanos Influência do latim sobre línguas bárbaras Organização política: centralização romana X fragmentação germana convergência Formação de vários reinos de curta duração, exceção: Reino dos Francos

8 O Reino dos Francos: Dinastias: Os merovíngios (sec. V a VIII) Unificação das tribos Reinado de Clóvis: Expansão dos domínios Conversão ao cristianismo Crise dinástica: governo sob comando de altos funcionários Prefeito do Palácio / Mordomo do Paço / Major Domus Carlos Martel Contenção dos islâmicos Batalha de Poitiers (732)

9 O Reino dos Francos: Os carolíngios (sec. VIII a IX): Pepino, O Breve (herdeiro de Carlos Martel) Reconhecimento do Papa Aliança com a ICAR Doação do Patrimônio de São Pedro Carlos Magno ( ) Ampliação territorial Título recebido do para Leão III: Imperador do Novo Império Romano

10 O Reino dos Francos: Carlos Magno ( ) Normas administrativas: capitulares Administração apoiada pelos Condes e Marqueses Funções: convocar tropas, cobrar tributos, manter estradas e pontes Exercício do poder local Recebimento de terras pelo imperador: beneficium Prestação de obrigações e obediência ao rei Missi-dominici: inspetores reais Cultura: Assessoria de intelectuais, preservação de escritos Greco-romanos pelos copistas, incentivo às artes

11 O Reino dos Francos: Decadência: Luís I, O Piedoso (filho de Carlos Magno) Problemas políticos Alta influência do clero Manteve unidade do império Sucessão de Luís I: Divisão entre herdeiros: Tratado de Verdun - Carlos, Luís e Lotário Ampliação dos administradores locais = desenvolvimento dos feudos

12 Feudalismo: Suserano doador que protegia militarmente seus dependentes, oferecia assistência jurídica e podia reaver os lotes doados Vassalo prestação de serviço militar ao suserano e prestação de obrigações pela terra

13 Feudalismo: Divisão: os que guerreiam ( bellatores ), os que rezam ( oratores ) e os que trabalham ( laboratores ) Nobres: detentores das terras e domínio das atividades militares Clero: administração dos bens da Igreja e divididos em alto e baixo clero Servos: trabalhadores dependentes sujeitos a obrigações: Talha (entrega de parte da produção), corvéia (trabalho exclusivo para senhor), banalidades (conjunto de taxas) Sociedade estamental

14 Feudalismo:

15

IDADE MÉDIA ALTA IDADE MÉDIA (SÉC. V X) 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS:

IDADE MÉDIA ALTA IDADE MÉDIA (SÉC. V X) 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Formação e apogeu do Feudalismo. Período de constantes invasões e deslocamentos populacionais. Síntese de elementos do antigo Império Romano + povos bárbaros + cristianismo. 2

Leia mais

Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos

Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos A IDADE MÉDIA Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos. 1453 d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos Idade Média Idade das Trevas Duração +/- 1000 anos.

Leia mais

Os povos bárbaros. Povos que não partilhavam da cultura greco-romana. Bárbaros. Estrangeiros. Para os romanos

Os povos bárbaros. Povos que não partilhavam da cultura greco-romana. Bárbaros. Estrangeiros. Para os romanos Idade Média Parte 1 Os povos bárbaros Bárbaros Estrangeiros Para os romanos Povos que não partilhavam da cultura greco-romana Viviam em clãs. Economia agrícola/pastoril Não tinham propriedade privada.

Leia mais

A alta Idade Média e a formação do Feudalismo (Séc. V Séc. X) Prof. Rafael Duarte 7 Ano

A alta Idade Média e a formação do Feudalismo (Séc. V Séc. X) Prof. Rafael Duarte 7 Ano A alta Idade Média e a formação do Feudalismo (Séc. V Séc. X) Prof. Rafael Duarte 7 Ano 1) As tribos Germânicas (p. 12 e 13): Francos, Anglos, Saxões, Ostrogodos, Hunos e etc... Bárbaros: povos fora das

Leia mais

Alta idade média (Séculos v AO X)

Alta idade média (Séculos v AO X) Alta idade média (Séculos v AO X) Baixa Idade Média (SÉCULOS XI AO XV) CARACTERÍSTICAS GERAIS OS POVOS BÁRBAROS O FEUDALISMO O IMPÉRIO CAROLÍNGEO ou REINO CRISTÃO DOS FRANCO O IMPÉRIO BIZANTINO: O IMPÉRIO

Leia mais

A EUROPA FEUDAL PROFESSOR OTÁ

A EUROPA FEUDAL PROFESSOR OTÁ A EUROPA FEUDAL PROFESSOR OTÁ REINOS GERMÂNICOS OS GERMÂNICOS ERAM POVOS GUERREIROS. OS GUERREIROS JURAVAM PRESTAVAM JURAMENTO DE FIDELIDADE AO CHEFE, ESSE GRUPO DE GUERREIROS RECEBIA O NOME DE COMITATUS.

Leia mais

Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos

Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos A IDADE MÉDIA Periodização Oficial 476.dC último Imperador Império Romano do Ocidente Odoacro, Hérulos. 1453 d.c - Tomada de Constantinopla pelos Turcos Idade Média Idade das Trevas Duração +/- 1000 anos.

Leia mais

REINO FRANCO E FEUDALISMO. Professor Romildo Tavares

REINO FRANCO E FEUDALISMO. Professor Romildo Tavares REINO FRANCO E FEUDALISMO Professor Romildo Tavares REINO FRANCO Clovis unificou os povos Francos e originou a Dinastia Merovíngia. Converteu-se ao cristianismo e passou a ter o apoio da igreja católica.

Leia mais

Reinos Germânicos e Império Carolíngio

Reinos Germânicos e Império Carolíngio IDADE MÉDIA OCIDENTAL Reinos Germânicos e Império Carolíngio Prof. Delzymar POVOS GERMÂNICOS/BÁRBAROS O Conceito de bárbaro veio dos gregos e foi assimilado pelos Romanos como todos aqueles que viviam

Leia mais

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com

Curso de História. Prof. Fabio Pablo. efabiopablo.wordpress.com Conteúdo Multimídia A Dinastia Merovíngia A Dinastia Carolíngia Recomendo! #A DINASTIA MEROVÍNGIA Entre os diferentes povos responsáveis pela invasão do Império Romano do Ocidente, os francos destacam-se

Leia mais

História 4A Aula 11 As Invasões Bárbaras e o Reino dos Francos.

História 4A Aula 11 As Invasões Bárbaras e o Reino dos Francos. História 4A Aula 11 As Invasões Bárbaras e o Reino dos Francos. Idade Média Invasão dos Povos Bárbaros na Europa Ocidental Germânicos. Organização de diversos reinos Séc. IV - VIII Nova forma de organização

Leia mais

1. As origens de Constantinopla

1. As origens de Constantinopla PROF. RICARDO GOMES Prof. Ricardo Gomes 1. As origens de Constantinopla Quando o imperador romano Constantino escolheu a região de Bizâncio para construir a sede da Nova Roma, a antiga colônia grega tinha

Leia mais

H14 - A FORMAÇÃO DO FEUDALISMO

H14 - A FORMAÇÃO DO FEUDALISMO H14 - A FORMAÇÃO DO FEUDALISMO Desagregação do Império Romano do Ocidente Povos germânicos habitavam da região além do Rio Reno até o sul da Escandinávia hábitos seminômades viviam do pastoreio e agricultura

Leia mais

15. Europa Ocidental: das migrações ao mundo Carolíngio. Páginas 30 à 43.

15. Europa Ocidental: das migrações ao mundo Carolíngio. Páginas 30 à 43. 15. Europa Ocidental: das migrações ao mundo Carolíngio Páginas 30 à 43. Recordando... Marcando o tempo... IDADE MÉDIA Das invasões bárbaras e da destruição do Império Romano do Ocidente (por volta do

Leia mais

CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO

CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO Capítulo 22 OS REINOS BÁRBAROS E O REINO FRANCO BÁRBAROS OU POVOS GERMÂNICOS QUEM ERAM

Leia mais

1. Formação do Feudalismo

1. Formação do Feudalismo 1. Formação do Feudalismo 1.1. Herança Romana O COLONATO foi uma instituição de fins do Império Romano, em que trabalhadores (colonos) recebiam um lote de terra para seu sustento, em grandes propriedades

Leia mais

Introdução A Alta Idade Média

Introdução A Alta Idade Média ALTA IDADE MÉDIA Introdução A Idade Média é o período histórico compreendido entre os anos de 476 (Queda do Império Romano do Ocidente) ao ano de 1453 (Queda de Constantinopla) esse peródo apresenta um

Leia mais

Idade Média (século V ao XV)

Idade Média (século V ao XV) Idade Média (século V ao XV) Alta Idade Média (séculos V ao X): formação e consolidação do feudalismo Baixa Idade Média (séculos XI ao XV): apogeu e crise do sistema feudal. 1 Povos Romanos e germanos,

Leia mais

A Formação dos Reinos Bárbaros. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Formação dos Reinos Bárbaros. Prof. Alan Carlos Ghedini A Formação dos Reinos Bárbaros OS FRANCOS Prof. Alan Carlos Ghedini Reinos Bárbaros Após a queda do Império Romano do Ocidente (476 d.c) Ruralização da Europa, com grande êxodo urbano Começa a se formar

Leia mais

A Europa Feudal. Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com

A Europa Feudal. Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com A Europa Feudal Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com Em nome de Deus, dos Homens e do Lucro O feudalismo pode ser definido a partir da estrutura Política, social, econômica e cultural

Leia mais

Capacete de um chefe saxão

Capacete de um chefe saxão Capacete de um chefe saxão Fivela de ouro (séc. VI, Museu Britânico, A Europa no início do século VI Londres, Inglaterra). 2 Fim do Império Romano do Ocidente Guerras civis. Descrédito do Imperador. Fixação

Leia mais

Prof. Alexandre Cardoso. História 5A. Bizantinos e Francos.

Prof. Alexandre Cardoso. História 5A. Bizantinos e Francos. Prof. Alexandre Cardoso História 5A Aula 14 Bizantinos e Francos. Crescente Fértil ORIENTE O IMPÉRIO BIZANTINO O IMPÉRIO BIZANTINO: Império Romano do Oriente. Constantinopla capital. Antiga Bizâncio, hoje

Leia mais

Alta Idade Média. Setor Aula 5 Alta Idade Média Aula. Prof. Edu. 1 Império Bizantino. 2 Reino dos Francos

Alta Idade Média. Setor Aula 5 Alta Idade Média Aula. Prof. Edu. 1 Império Bizantino. 2 Reino dos Francos Aula 5 Alta Idade Média 1 Império Bizantino Setor 1606 2 Reino dos Francos 3 Origens do Islamismo 4 A Europa Feudal ealvespr@gmail.com 1.1 Império Romano do Ocidente Hipódromo Catedral de Santa Sofia Constantinopla

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Recuperação do 4 Bimestre - História Conteúdo: IMPÉRIO BIZANTINO ÁRABES IMPÉRIO CAROLÍNGIO Lista de exercícios 1 - O império bizantino corresponde ao império Romano

Leia mais

FEUDALISMO EUROPEU SÉC. V - XV.

FEUDALISMO EUROPEU SÉC. V - XV. FEUDALISMO EUROPEU SÉC. V - XV 1. CONTEXTO: Queda do Império Romano do Ocidente. Invasões bárbaras. Fusão: Bárbaros + Roma. 1. CONTEXTO Heranças bárbaras: Fragmentação política; Ausência da noção de Estado.

Leia mais

Idade Média (século V ao XV)

Idade Média (século V ao XV) Idade Média (século V ao XV) Alta Idade Média (séculos V ao X): formação e consolidação do feudalismo Baixa Idade Média (séculos XI ao XV): apogeu e crise do sistema feudal. 1 Povos Romanos e germanos,

Leia mais

O conceito surgiu no século XV; Aplica-se à população europeia; Refere-se ao período entre os séculos V (476) e XV (1453).

O conceito surgiu no século XV; Aplica-se à população europeia; Refere-se ao período entre os séculos V (476) e XV (1453). O conceito surgiu no século XV; Aplica-se à população europeia; Refere-se ao período entre os séculos V (476) e XV (1453). Alta Idade Média (entre os séculos V X): Surgimento dos feudos; Descentralização

Leia mais

O REINO DOS FRANCOS E O IMPÉRIO CAROLÍNGIO

O REINO DOS FRANCOS E O IMPÉRIO CAROLÍNGIO O REINO DOS FRANCOS E O IMPÉRIO CAROLÍNGIO A partir do século V, a Europa ocidental passou a ser dividida em diversos reinos, resultado da invasão de povos, sobretudo de origem germânica. Entre as principais

Leia mais

O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média.

O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média. O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média. ORIGEM e CARACTERÍSTICAS: O processo de decadência do Império Romano, a partir do século III, está na

Leia mais

O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média. ORIGEM e CARACTERÍSTICAS: O processo de

O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média. ORIGEM e CARACTERÍSTICAS: O processo de O feudalismo foi um sistema econômico, social político e cultural predominantemente na Idade Média. ORIGEM e CARACTERÍSTICAS: O processo de decadência do Império Romano, a partir do século III, está na

Leia mais

1. FEUDALISMO. Páginas 04 à 15.

1. FEUDALISMO. Páginas 04 à 15. 1. FEUDALISMO Páginas 04 à 15. Formação do sistema feudal A fragmentação do Império Romano do Ocidente, o estabelecimento dos bárbaros na Europa Ocidental e a ruralização da sociedade geram as condições

Leia mais

Merovíngios ( )

Merovíngios ( ) Reino dos Francos Merovíngios (447-458) Tribos germânicas que se estabeleceram na antiga província romana da Gália; Nome dado a Meroveu, rei que combateu Átila (huno) nos campos catalúnicos; Primeiros

Leia mais

1. A multiplicidade de poderes

1. A multiplicidade de poderes 1. A multiplicidade de poderes Europa dividida - senhorios (terras de um senhor) - poder sobre a terra e os homens - propriedade (lati)fundiária - por vezes, descontinuada - aldeias, bosques, igrejas -

Leia mais

CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO

CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO CHEGA-NOS DO OCIDENTE UM RUMOR TERRÍVEL: ROMA ATACADA! FOI CONQUISTADA ESTA CIDADE QUE UM DIA CONQUISTARA O MUNDO 395 o Imperador Romano Teodósio dividiu o Império em duas partes: Império Romano do Ocidente

Leia mais

IGREJA Grande crescimento do cristianismo. Aliança Reis + Igreja Grande proprietária de Terras Controle sobre todo o conhecimento. Pregava repúdio as

IGREJA Grande crescimento do cristianismo. Aliança Reis + Igreja Grande proprietária de Terras Controle sobre todo o conhecimento. Pregava repúdio as IGREJA Grande crescimento do cristianismo. Aliança Reis + Igreja Grande proprietária de Terras Controle sobre todo o conhecimento. Pregava repúdio as Heresias: Qualquer interpretação teológica contrária

Leia mais

A Alta Idade Média. - Fragmentação de Roma (+- entre séc IV e V): civilização greco-romana, tradições germânicas e visão cristã.

A Alta Idade Média. - Fragmentação de Roma (+- entre séc IV e V): civilização greco-romana, tradições germânicas e visão cristã. A Alta Idade Média - Fragmentação de Roma (+- entre séc IV e V): civilização greco-romana, tradições germânicas e visão cristã. -Invasores germânicos fundaram reinos em diversas regiões que antes eram

Leia mais

A Formação da Cristandade. Ocidental e a Expansão Islâmica. A Europa do século VI ao século IX

A Formação da Cristandade. Ocidental e a Expansão Islâmica. A Europa do século VI ao século IX A Formação da Cristandade Ocidental e a Expansão Islâmica A Europa do século VI ao século IX O novo mapa político da Europa As invasões bárbaras Império Romano Finais do século II O novo mapa político

Leia mais

A IDADE MÉDIA: INVASÕES BÁRBARAS E FEUDALISMO

A IDADE MÉDIA: INVASÕES BÁRBARAS E FEUDALISMO A IDADE MÉDIA: INVASÕES BÁRBARAS E FEUDALISMO 1. Período Medieval europeu Dividido em duas grandes etapas: Alta Idade Média (século V a século X) e Baixa Idade Média (século XI a século XV) 2. Invasões

Leia mais

Alta Idade Média (Século V X) Prof.ª. Maria Auxiliadora

Alta Idade Média (Século V X) Prof.ª. Maria Auxiliadora Alta Idade Média (Século V X) Prof.ª. Maria Auxiliadora Alta Idade Média (Século V X) Principais passagens da Alta Idade Média: Império Bizantino Mundo Árabe Islamismo Povos Bárbaros Francos Formação e

Leia mais

Idade Média Século V - XV

Idade Média Século V - XV Séc V Séc XI Séc XV Idade Média Século V - XV IDADE MÉDIA Século V XV Alta Idade Média Séc. V XI (formação e apogeu feudalismo) Baixa Idade Média Séc. XI XV (desagregação do feudalismo) Principais passagens

Leia mais

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio

Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Colégio FAAT Ensino Fundamental e Médio Lista de exercícios de História - 1º Bimestre Nome: Ano: 7º A / B Prof. Romão N.: / /17 FEUDALISMO FORMAÇÃO DO SISTEMA FEUDO SOCIEDADE FEUDAL RENASCIMENTOCOMERCIAL

Leia mais

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri Adaptado de Alex Federle do Nascimento Império Bizantino O Império Bizantino foi o Império Romano do Oriente durante a Antiguidade Tardia e

Leia mais

Idade Média Século V - XV

Idade Média Século V - XV Séc V Séc XI Séc XV Idade Média Século V - XV IDADE MÉDIA Século V XV Alta Idade Média Séc. V XI (formação e apogeu feudalismo) Baixa Idade Média Séc. XI XV (desagregação do feudalismo) Principais passagens

Leia mais

História Amauri Roteiro I 1º/ /03/2017. Roteiro de Estudos

História Amauri Roteiro I 1º/ /03/2017. Roteiro de Estudos Nº Ano/Série Ensino Turma 7º Fund. Disciplina Professor Natureza Código / Tipo Trimestre / Ano Data Tema História Amauri Roteiro I 1º/2017 29/03/2017 Roteiro de Estudos DICAS PARA FACILITAR SEU ESTUDO

Leia mais

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO O ABSOLUTISMO ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO Regime político em que o poder está concentrado nas mãos do Rei. Rei: chefe militar, economia, chefe administrativo, controle da Igreja, poder político -> Poder

Leia mais

As lutas existentes no Segundo Triunvirato, durante a República, centralizaram o poder em Otávio. Vitorioso, ele tornou-se imperador de Roma,

As lutas existentes no Segundo Triunvirato, durante a República, centralizaram o poder em Otávio. Vitorioso, ele tornou-se imperador de Roma, Roma As lutas existentes no Segundo Triunvirato, durante a República, centralizaram o poder em Otávio. Vitorioso, ele tornou-se imperador de Roma, recebendo o título de Augusto, que significa divino.

Leia mais

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser

Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser Colégio XIX de Março Educação do jeito que deve ser 2017 1ª PROVA SUBSTITUTIVA DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 7º Turma: Data: 08/05/2017 Nota: Professor(a): Ivana Cavalcanti Riolino Valor da Prova: 40 pontos

Leia mais

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 7º ano

Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 7º ano Roteiro de Estudo para a Recuperação Semestral HISTÓRIA 7º ano NOME: IMPRIMA AS FOLHAS. RESOLVA AS QUESTÕES DISSERTATIVAS EM FOLHA DE PAPEL ALMAÇO OU FOLHA DE FICHÁRIO; OS TESTES PODERÃO SER RESPONDIDOS

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA -A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 -Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von

Leia mais

Trabalho de Regulação 1 bimestre

Trabalho de Regulação 1 bimestre Nome: Ano: 7 ano Disciplina: História Professor: Eder Nº: Trabalho de Regulação 1 bimestre 1 - Complete abaixo a Linha do Tempo da Roma Antiga e responda a seguir com suas palavras o que foi a Crise do

Leia mais

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS

ALTA IDADE MÉDIA 1. FORMAÇÃO DOS REINOS CRISTÃOS-BÁRBAROS ALTA IDADE MÉDIA É costume dividir o período medieval em duas grandes fases: a Alta Idade Média, que se estende do século V ao século XI e a Baixa Idade Média, do século XII ao século XV. A primeira fase

Leia mais

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA

UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA UNIFICAÇÃO DA ALEMANHA PRÚSSIA A Unificação da Alemanha foi um processo iniciado em meados do século XIX e finalizado em 1871 Esse processo de unificação foi liderado pelo primeiro-ministro Otto Von Bismarck

Leia mais

Feudalismo Europa Ocidental

Feudalismo Europa Ocidental IDADE MÉDIA Feudalismo Europa Ocidental No que diz respeito a Europa Ocidental, podemos afirmar que a Idade Média assistiu à formação do feudalismo, que nasceu em meio a desagregação do Império Romano

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano ROMA ANTIGA fases: séculos: IIIdC JC I ac VI ac VIIIaC IMPÉRIO REPÚBLICA MONARQUIA Auge da civilização romana; Pão e circo e Pax Romana; Cristianismo; Bárbaros; Crise.

Leia mais

Forma de organização econômica e tutorial rural na qual o trabalhador arrenda uma porção de terreno sob condição de reservar parte de sua produção como pagamento ao proprietário. O colono é denominado

Leia mais

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 7º ANO

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 7º ANO RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 7º ANO QUESTÃO 1. Quando se fala em Queda do Império Romano, deve-se entender que se trata da queda do Império Romano do Ocidente, isto é, a porção do vasto

Leia mais

Idade Média. Ocidental. (Séc V ao Século XV)

Idade Média. Ocidental. (Séc V ao Século XV) A Idade Média Ocidental (Séc V ao Século XV) Alta Idade Média (Séc V ao X): fragmentação do império romano; formação dos efêmeros reinos bárbaros; ruralização da sociedade; descentrallização política;

Leia mais

A IGREJA MEDIEVAL. História 1 Aula 13 Prof. Thiago

A IGREJA MEDIEVAL. História 1 Aula 13 Prof. Thiago A IGREJA MEDIEVAL História 1 Aula 13 Prof. Thiago A IGREJA MEDIEVAL Instituição centralizada, poderosa, hierárquica, supranacional e autoritária Única instituição coesa com o fim do Império Romano Controle

Leia mais

Prof. José Augusto Fiorin

Prof. José Augusto Fiorin Alta idade média (Séculos v AO X) Baixa Idade Média (SÉCULOS XI AO XV) CARACTERÍSTICAS GERAIS OS POVOS BÁRBAROS O FEUDALISMO O IMPÉRIO CAROLÍNGEO ou REINO CRISTÃO DOS FRANCO O IMPÉRIO BIZANTINO: O IMPÉRIO

Leia mais

Conceito de Feudalismo: Sistema político, econômico e social que vigorou na Idade Média.

Conceito de Feudalismo: Sistema político, econômico e social que vigorou na Idade Média. Conceito de Feudalismo: Sistema político, econômico e social que vigorou na Idade Média. 1.Decadência do Império Romano fragmentação do poder político. Ruralização da Sociedade; Enfraquecimento comercial;

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 7º ano Data: / /2017 Professor: Fernanda/ Iuri 1º bimestre Nota: (valor: 1,0) a) Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

Material Teórico. Responsável pelo Conteúdo: Profa. Dra. Ana Barbara Ap. Pederiva e Profa. Paula Regina La Rosa Veiga

Material Teórico. Responsável pelo Conteúdo: Profa. Dra. Ana Barbara Ap. Pederiva e Profa. Paula Regina La Rosa Veiga História Medieval Material Teórico A Evolução do Reino Franco Responsável pelo Conteúdo: Profa. Dra. Ana Barbara Ap. Pederiva e Profa. Paula Regina La Rosa Veiga Revisão Textual: Profa. Esp. Márcia Ota

Leia mais

FEUDALISMO P R O F E S S O R R O D R I G O AL C A N T A R A G AS P A R

FEUDALISMO P R O F E S S O R R O D R I G O AL C A N T A R A G AS P A R FEUDALISMO P R O F E S S O R R O D R I G O AL C A N T A R A G AS P A R FEUDALISMO Este curso têm por objetivo trazer noções básicos sobre o Feudalismo. De forma que para maiores detalhes e aprofundamento

Leia mais

DISCIPLINA SÉRIE BIMESTRE PROVA MODELO 6ª 3 P2 REVISÃO

DISCIPLINA SÉRIE BIMESTRE PROVA MODELO 6ª 3 P2 REVISÃO DISCIPLINA SÉRIE BIMESTRE PROVA MODELO História CONTEÚDO: CAP 3 - Islã CAP 4 Francos e Carolíngios 6ª 3 P2 REVISÃO 1. Na Arábia pré-islâmica, uma cidade em especial se transformou num ponto de encontro,

Leia mais

Atividade de Classe 1 os anos Lucas ago /13. Nome: Nº: Turma:

Atividade de Classe 1 os anos Lucas ago /13. Nome: Nº: Turma: História Atividade de Classe 1 os anos Lucas ago /13 Nome: Nº: Turma: Resolver questões de múltipla escolha requer algumas habilidades específicas do aluno. Não basta apenas dominar o conteúdo, é preciso

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL II

ENSINO FUNDAMENTAL II ENSINO FUNDAMENTAL II Valor: 2,0 pontos Nota: Data: / /2016 Professor: Vinícius Disciplina: História Nome: n o : Ano: 7º 1º bimestre TRABALHO DE RECUPERAÇÃO BIMESTRAL DE HISTÓRIA ORIENTAÇÕES: Este trabalho

Leia mais

A Disputa pelos Eslavos

A Disputa pelos Eslavos No Oriente, na Palestina e na África, os muçulmanos estavam estabelecidos. No parte ocidental da Europa, a Igreja Romana tinha conseguido abraçar os germanos. Restava aos bizantinos, até por questão de

Leia mais

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes

ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL. Prof. Carla Hammes ORGANIZAÇÃO INDUSTRIAL Prof. Carla Hammes FUNDAMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Sec. V a XV Supremacia da Igreja Sistema de produção Feudal Sociedade hierarquizada HIERARQUIA OU ESTAMENTOS A sociedade medieval

Leia mais

III. O valor absoluto do algarismo da ordem das centenas tem duas unidades a mais que o algarismo

III. O valor absoluto do algarismo da ordem das centenas tem duas unidades a mais que o algarismo MATEMÁTICA. Para encontrar o valor pedido, basta dividir o número de mulheres pelo total de convidados: 26 360 = 6 6 0 0 = 60 00 = 60% 2. 3 0,9 = 48,23, por tanto 48,23 metros 3. 20 00 = Portanto, dos

Leia mais

Aula 16 História A O Feudalismo. sociedade romana com a germânica)

Aula 16 História A O Feudalismo. sociedade romana com a germânica) Aula 16 História A O Feudalismo (fusão dos elementos da sociedade romana com a germânica) FEUDALISMO A partir do século III, o ESCRAVISMO romano entrou em CRISE. A produção caiu. Comércio e a produção

Leia mais

O QUE FOI A IDADE MÉDIA?

O QUE FOI A IDADE MÉDIA? Idade Média O QUE FOI A IDADE MÉDIA? A Idade Média ou Idade Medieval foi um período intermédio numa divisão esquemática da História da Europa em quatro "eras": a Idade Antiga, a Idade Média', a Idade Moderna

Leia mais

ENEM CADERNO 1 GERAL CAP. 2 A FORMAÇÃO DO MUNDO MEDIEVAL

ENEM CADERNO 1 GERAL CAP. 2 A FORMAÇÃO DO MUNDO MEDIEVAL Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: A questão alude à inspiração de Hitler para a construção do III Reich, no Sacro Império Romano Germânico, união de territórios de população predominantemente

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS - FRANCOS E SIRG

LISTA DE EXERCÍCIOS - FRANCOS E SIRG 1. (Uel 2013) Embora a ideia de transformação seja uma característica da modernidade, nos períodos anteriores, na Europa, ocorreram diversas mudanças nos campos político, econômico, científico e cultural.

Leia mais

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental

ROMA ANTIGA. Antiguidade Ocidental ROMA ANTIGA Antiguidade Ocidental Roma Antiga Geografia Península Itálica Fonte Eneida (Virgílio) Enéas Lavinia Cidade de Alba Longa Amúlio X Numitor Réia Silvia Marte Remo Rômulo Loba 753 a.c. - Roma

Leia mais

Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média ( d.c.)

Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média ( d.c.) Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média (100-600 d.c.) Acossado pelas tribos bárbaras, o mundo antigo decaiu até quase desaparecer. Nos primeiros séculos da era cristã, os hunos do leste e os saxões

Leia mais

CONTEÚDOS PLATAFORMA MOODLE ENSINO MÉDIO FEV º ANO: Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média ( d.c.)

CONTEÚDOS PLATAFORMA MOODLE ENSINO MÉDIO FEV º ANO: Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média ( d.c.) CONTEÚDOS PLATAFORMA MOODLE ENSINO MÉDIO FEV-2017-2º ANO: Do fim do Mundo Antigo à Alta Idade Média (100-600 d.c.) Acossado pelas tribos bárbaras, o mundo antigo decaiu até quase desaparecer. Nos primeiros

Leia mais

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO

ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO O Absolutismo ABSOLUTISMO REGIME AUTORITÁRIO Regime político em que o poder está concentrado nas mãos do Rei. Rei: chefe militar, economia, chefe administrativo, controle da Igreja, poder político -> Poder

Leia mais

O mundo grego / O mundo romano / A Alta Idade Média

O mundo grego / O mundo romano / A Alta Idade Média 1 Os gregos nunca formaram um estado unificado. Organizavam-se em cidades-estados independentes, as chamadas póleis. Apresente três características comuns às cidadesestados gregas. 2 Complete as informações

Leia mais

Linha do Tempo. Para poder localizar-se melhor no tempo e no espaço, os historiadores utilizam-se de marcos temporais.

Linha do Tempo. Para poder localizar-se melhor no tempo e no espaço, os historiadores utilizam-se de marcos temporais. Linha do Tempo Para poder localizar-se melhor no tempo e no espaço, os historiadores utilizam-se de marcos temporais. Idade Antiga Idade Média 250 / 900 1095 1230 1453 3500 a.c. Ano 1 300 476 622 1100

Leia mais

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano

DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS. PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano DEPARTAMENTO CURRICULAR DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS PLANO CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA E DE GEOGRAFIA DE PORTUGAL 5º Ano Ano Letivo 017-018 TEMAS/ CONTEÚDOS Aulas Previstas (* ) TEMA A- A Península

Leia mais

O MUNDO MEDIEVAL. Prof a. Maria Fernanda Scelza

O MUNDO MEDIEVAL. Prof a. Maria Fernanda Scelza O MUNDO MEDIEVAL Prof a. Maria Fernanda Scelza Antecedentes Crises políticas no Império Romano desgaste; Colapso do sistema escravista; Problemas econômicos: aumento de impostos, inflação, descontentamento;

Leia mais

A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade,

A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade, Roma A história de Roma Antiga é fascinante em função da cultura desenvolvida e dos avanços conseguidos por esta civilização. De uma pequena cidade, tornou-se um dos maiores impérios da antiguidade. Dos

Leia mais

A Europa na época das Grandes Navegações

A Europa na época das Grandes Navegações Aula 1 e 2 A Europa na época das Grandes Navegações 1 - Século XV: O Nascimento do Mundo Moderno Setor 1621 2 - A formação do Reino de Portugal 3 - A Expansão Ultramarina Europeia Aula 1 e 2 A Europa na

Leia mais

IDADE MÉDIA. Habilidade 11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.:

IDADE MÉDIA. Habilidade 11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.: IDADE MÉDIA Habilidade 11 - Identificar registros de práticas de grupos sociais no tempo e no espaço.: "O Feudalismo medieval nasceu no seio de uma época infinitamente perturbada. Em certa medida, ele

Leia mais

Formação das monarquias nacionais: França e Inglaterra

Formação das monarquias nacionais: França e Inglaterra Bimestre 2 Formação das monarquias nacionais: França e Inglaterra 1 A formação das monarquias europeias Aulas 28 e 29 2 A trajetória da monarquia francesa 3 A Guerra dos Cem Anos 4 A trajetória da monarquia

Leia mais

Igreja de Hagia Sophia

Igreja de Hagia Sophia Igreja de Hagia Sophia Constantino (em 312) teve uma revelação através de um sonho onde durante uma batalha teria visto uma cruz luminosa no céu. Depois disto, a batalha teria sido vencida. Assim, adotou

Leia mais

Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10. Nome: Nº: Turma:

Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10. Nome: Nº: Turma: História Roteiro de Estudos para o 3º Bimestre 1 os anos Roberson ago/10 Nome: Nº: Turma: 1. Conteúdos a serem abordados no 3º bimestre: História Geral 1. Unificação e expansão islâmica (Cap. 15). 2. Reinos

Leia mais

ANTIGÜIDADE CLÁSSICA

ANTIGÜIDADE CLÁSSICA 1 CARACTERÍSTICAS GERAIS: Península itálica (Lácio); Rio Tibre; Solo fértil desenvolvimento da agricultura; Litoral pouco recortado ausência de portos naturais em abundância; Habitantes da península: Norte

Leia mais

A Idade Média costuma ser dividida em duas grandes etapas:

A Idade Média costuma ser dividida em duas grandes etapas: IDADE MÉDIA A Idade Média costuma ser dividida em duas grandes etapas: Alta Idade Média (séc. V a X) - caracterizada, basicamente, pela desagregação da sociedade antiga e pela formação do sistema feudal.

Leia mais

4. (1.0) Explique por que o Brasil é considerado um país de dimensões continentais:

4. (1.0) Explique por que o Brasil é considerado um país de dimensões continentais: QiD 1 7º ANO PARTE 3 GEOGRAFIA 1. (1,0) O Brasil é soberano sobre parte do oceano onde se localiza sua faixa de fronteira marítima, denominada de mar territorial. De acordo, com a Convenção das Nações

Leia mais

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano

DICAS DO PROFESSOR. História 6º Ano DICAS DO PROFESSOR História 6º Ano OS BÁRBAROS Os povos bárbaros, cujo grupo principal eram de origem germânica, habitavam as regiões norte e nordeste da Europa e noroeste da Ásia, na época do Império

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome: Nº 1 a Série Data: / /2015 Nota: (valor: 1,0) Professores: Thiago Badaró 3º bimestre 1. Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

1 (1,0) Podemos aplicar o termo Idade Média a toda a humanidade? Justifique.

1 (1,0) Podemos aplicar o termo Idade Média a toda a humanidade? Justifique. 1º EM História Rafael Av. Trimestral 27/05/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

ANTIGUIDADE ORIENTAL. Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04. hbp://historiaonline.com.br

ANTIGUIDADE ORIENTAL. Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04. hbp://historiaonline.com.br ANTIGUIDADE ORIENTAL Modo de Produção Asiá9co Aulas 03/04 M.P.A.: Modo de Produção Asiá9co M.P.E.: Modo de Produção Escravista M.P.F.: Modo de Produção Feudal M.P.K.:Modo de Produção Capitalista Pré- História

Leia mais

A crise de Roma e o Império Bizantino CAPÍTULO 15

A crise de Roma e o Império Bizantino CAPÍTULO 15 A crise de Roma e o Império Bizantino CAPÍTULO 15 A separação do Império Crises prolongadas, tanto internas quanto externas, desorganizou o império romano e contriibuiu para a sua desagregação. (sérculo

Leia mais

Antiguidade Ocidental

Antiguidade Ocidental Antiguidade Ocidental Roma Antiga: Monarquia, República e Império Prof. Alan Carlos Ghedini Origens A lenda narrada na Eneida, de Virgílio: Fundada pelos irmãos Rômulo e Remo, filhos de Réia Sílvia filha

Leia mais

escala educacionai 1!! edic;ao Sao Paulo 2012

escala educacionai 1!! edic;ao Sao Paulo 2012 LEITURAS, DA HISTORIA Oldimar Cardoso Manual do Professor Membro da diretoria da Sociedade Internacional de DidMica da Hist6ria Docente da Catedra de Didatica da Hist6ria da Universidade de Augsburg (Alemanha)

Leia mais

A Migração dos Povos Germânicos na Europa Ocidental depois da Queda do Império Romano Ocidental (476) e Principais Desenvolvimentos até 900

A Migração dos Povos Germânicos na Europa Ocidental depois da Queda do Império Romano Ocidental (476) e Principais Desenvolvimentos até 900 A Migração dos Povos Germânicos na Europa Ocidental depois da Queda do Império Romano Ocidental (476) e Principais Desenvolvimentos até 900 Eduardo Chaves FATIPI, 2015 Povos Germânicos Migrantes Anglos,

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS PROFESSOR RAFAEL DALL AGNOL

LISTA DE EXERCÍCIOS PROFESSOR RAFAEL DALL AGNOL LISTA DE EXERCÍCIOS PROFESSOR RAFAEL DALL AGNOL 1. O islamismo, religião fundada por Maomé e de grande importância na unidade árabe, tem como fundamento: a) o monoteísmo, influência do cristianismo e do

Leia mais

FEUDALISMO PROFESSOR OTÁVIO

FEUDALISMO PROFESSOR OTÁVIO FEUDALISMO PROFESSOR OTÁVIO 1. Do Império Romano aos Reinos Germânicos Devido à dificuldade de manter protegida a grande extensão das fronteiras do Império Romano das constantes invasões dos bárbaros,

Leia mais