2º Encontro de Lideranças do Agro Negócio. Laércio V. Giampani 30 de julho de 2009.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2º Encontro de Lideranças do Agro Negócio. Laércio V. Giampani 30 de julho de 2009."

Transcrição

1 2º Encontro de Lideranças do Agro Negócio Laércio V. Giampani 30 de julho de 2009.

2 Conteúdo da Apresentação Contexto e desafios do Agribusiness Global Contribuição do Brasil Contribuição da tecnologia e Políticas de sustentabilidade 2

3 Para começarmos Vocês sabiam que? EM 2050, população global será de 9 billhões de pessoas e O aumento da demanda por calorias será de 50% Fonte: FAO, World Bank statistics, Syngenta 3

4 Temos um grande desafio a nossa frente População Global Pessoas alimentadas por ha 2030 >8 bilhões 2030 >5 pessoas bilhões 2005 >4 pessoas bilhões pessoas Fonte: FAO, World Bank statistics, Syngenta 4

5 Temos que fazer cada vez mais, com menos... *Cesta de mlho, soja, trigo, arroz, % 250 Produção Área plantada Recursos limitados: terra e água ** Crescimento da população global, bilhões * Fonte: USDA ** Fonte: Based on US Census Bureau International Data Base, July 2007 Mudança climática, sustentabilidade Tecnologia e ciência como propulsores da produtividade 5

6 Situação de estoques x preços: Crise não altera os fundamentos da agrícultura Estoques/Uso* % Indice de preços* : nunca se utilizou tanta tecnologia no mundo Produditividade crescente nos mercados emergentes Premissas do agribusiness se mantêm intactas após crise e 50 * Basket of corn, soybeans, rice, wheat Source: WASDE January 2009, FAO, Syngenta analysis 6

7 Produção Agrícola: Os países emergentes terão que sustentar esse crescimento Produção agrícola global, Bilhões de toneladas 6.0 BRIC* % do crescimento virá do grupo BRIC Países restantes Países desenvolvidos* * BRIC = Brazil, Russia, India, China; data include CIS. Desenvolvido= NAFTA, EU15, Japan Fonte: FAPRI, FAO, UN 7

8 Um dia teremos que nivelar essas fotos... Consumo médio familiar em 1 semana ao redor do planeta 8

9 Finalmente, o mundo terá que lidar com: Grande aumento da demanda Áumento de áreas limitado Disponibilidade de água será o grande diferencial Ganhos de produtividade terão que ser mantidos e ampliados Temos que fazer mais com menos Para isso temos investir continuamente em tecnologias sustentáveis 9

10 Conteúdo da Apresentação Contexto e desafios do Agribusiness Global Contribuição do Brasil Contribuição da tecnologia e Políticas de sustentabilidade 10

11 Agribusiness é a vocação natural do Brasil Maior rebanho comercial do mundo. Maior exportador de carne 2º maior produtor de soja, maior exportador mundial 3º Maior produtor de milho Maior exportador mundial de frango Agribusiness representa 30 % do PIB e emprega 40% da força de trabalho do país. Maior produtor mundial de cana, café e laranja 11 Fonte: IBGE / Brazil s Central Bank

12 Estas realizações são fruto de um grande esforço dos nossos agricultores e de uma utilização intensiva de tecnologia Dobramos a produção com um pequeno incremento de área Evolução da área vs produção de grãos no país Area (Mio ha) +107% Produção(Mio Tons) % Fonte: IBGE

13 O Brasil tem um papel único a desempenhar no crescimento da alimentação global 400 (000 ha) Terra ainda disponível 300 Terra utilizada Brazil USA Russia India China Australia Argentina 13 Fonte: FAO

14 Podemos contribuir de uma maneira sustentável... Terra em uso (Milhões de ha) 100% 38% Total Amazonia, Florestas tropicais % Gado 210 9% 7% 7% Rios, áreas alagadas Cidades, estradas, infra-estrutura Terra em uso Agricultura

15 Temos área disponível para quase dobrarmos a nossa área agrícola 15

16 Mas ainda temos grandes desafios, para melhorarmos nossa competitividade, temos que investir fortemente em logística. 16

17 Esperamos com isso que fotos como essa façam parte somente de nosso passado... 17

18 Conteúdo da Apresentação Contexto e desafios do Agribusiness Global Contribuição do Brasil Contribuição da tecnologia e Políticas de sustentabilidade 18

19 Você sabia que? 40% da comida global não existiria se não fossem os produtos fitossanitários. Essa é a razão pela qual o mundo hoje consegue produzir comida suficiente para fornecer mais de 2700 calorias por dia por habitante. 19

20 Pragas e doenças Perdas na Produtividade SOJA / FERRUGEM ASIÁTICA O Brasil é um dos países onde a Ferrugem Asiática causa mais impactos no sistema produtivo. Isso ocorre porque o clima favorável para Ferrugem é o mesmo para a soja. A doença que causa danos primeiro nas folhagens e, em seguida, nas vagens, pode diminuir em até 80% a produtividade de uma lavoura. Fonte: Embrapa, 2005: DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 20

21 Pragas e doenças Perdas na Produtividade MILHO / LAGARTA DO CARTUCHO A lagarta do cartucho representa um potencial de dano de 37% de perda na planta atacada, e de até 60% de perda na produção de grãos de uma lavoura. Devido à sua grande ocorrência e alta taxa de infestação, variando de 25% a 100%, é considerada a principal praga alvo na cultura do milho no Brasil. Fonte: Revista Rural rev 87- maio 2005 DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 21

22 Pragas e doenças Perdas na Produtividade ALGODÃO / PULGÃO O pulgão Aphis gossypii é um inseto sugador de seiva e vetor da virose denominada Mosaico das Nervuras (VMN) para o algodão. Resultados experimentais demonstram que a manifestação da VMN nos algodoeiros pode reduzir a produção em até 60%. Fonte: DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 22

23 Pragas e doenças Perdas na Produtividade CANA-DE-AÇÚCAR / CUPIM Os principais prejuízos ocasionados pela infestação de cupins são causados aos toletes destinados aos novos plantios. Na cultura da cana-de-açúcar, os cupins podem causar danos de até 10 toneladas por hectare no ano, o que representa cerca de 60 toneladas por hectare durante o ciclo completo da cultura. Importância do Controle Os acréscimos na produção obtidos na colheita para os tratamentos com organoclorado (usado como padrão antes da sua proibição) e fipronil foram de até 18 toneladas de cana por hectare. Fonte: Agrobyte: Fonte: Agrobyte: DEFENSIVOS AGRÍCOLAS 23

24 Resultados da inovação em produtos fitossanitários Redução significativa no uso de produtos nas últimas décadas: - Fungicidas redução de dose de 87,0% - Herbicidas redução de dose de 88,4% - Inseticidas redução de dose de 93,6% Redução também em toxicidade: 160 vezes menor em inseticidas 24 Fonte: Site Andef

25 Evolução dos Novos Produtos Evolução de utilização de doses nos Herbicidas 25

26 Distribuição dos Defensivos por Classe Toxicológica Evolução significativa em somente 3 anos Classe Toxicológica I 21% 19% II 22% 17% III 30% 34% IV 27% 30% Total (área sdv ha) , ,28 Fonte: Amis. Ano Fiscal. DEFENSIVOS AGRÍCOLAS

27 Manejo sustentável: O Caso do Plantio Direto 27

28 REFERÊNCIA MUNDIAL NO RECOLHIMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS DE DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Comparativo do volume de destinação ambientalmente correta das embalagens plásticas comercializadas em Fonte: Inpev

29 658 6 *São as que entram em contato direto com os produtos **Tipo de caminhão que tem o eixo duplo na carroceria *Equivalente carbono é o volume emitido por todos os gases que causam efeito estufa convertidos para valor em carbono, pois o CO2 (dióxido de carbono) é o mais importante deles. Fonte: Fundação Espaço Eco.

30 Agricultura Sustentável: Melhores produtividades tem um efeito de redução de pobreza Nossa contribuição a sociedade e a performance da indústria estão totalmente dependentes 30

31 E no Brasil, não é diferente. Exemplo do MT 31

32 32 E no Brasil, não é diferente. Exemplo do MT:

33 Agribusiness Brasileiro: 33

34 O mundo necessita, nós podemos produzir 34

35 2º Encontro de Lideranças do Agro Negócio Laércio V. Giampani 30 de julho de 2009.

36 BACKUP INFORMATION

37 Produtos reciclados 01. Barrica de papelão 02. Barrica plástica para incineração 03. Caçamba plástica para carriola 04. Caixa de bateria automotiva 05. Caixa de passagem para fios e cabos elétricos 06. Caixa para massa de cimento 07. Conduíte corrugado 08. Cruzeta de poste de transmissão de energia 09. Duto corrugado 10. Embalagem para óleo lubrificante 11. Roda plástica para carriola 12. Saco plástico de descarte e incineração de lixo hospitalar 13. Tubo para esgoto 14. Tampa agro Recicap 37

38 Dia Nacional do Campo Limpo Dia 18 de agosto foi instituído como o Dia Nacional do Campo Limpo de acordo com a Lei de 16 de abril de Público atingido: Público atingido: Público atingido: Público atingido: Estados participantes: Estados participantes: Estados participantes: Estados participantes: Número de unidades de Número de unidades de Número de unidades de Número de unidades de recebimento: recebimento: recebimento: recebimento: dianacionaldocampolimpo.org.br

39 Contribuição econômica dos produtos fitossanitários (4/4) Estimativas de perdas no volume físico de produção de algumas culturas no Brasil pelo ataque de pragas e plantas daninhas: Cultura Algodão herbáceo Produção total brasileira (ton) Perdas em ton Pragas P.daninhas Arroz Feijão Amendoim Citrus * Grãos armazenados** * Caixas ** Capacidade de armazenamento (a granel + ensacado)

40 Contribuição econômica dos produtos fitossanitários (2/4) Perdas na produção de algumas culturas, provocadas pelo ataque de pragas e doenças: CULTURA % Cana 55.0 Arroz 46,4 Café 44,4 Milho 34,8 Batata 32,3 Soja 29,1 Trigo 23,9 FONTE: MYAMOTO,

41 Contribuição econômica dos produtos fitossanitários (1/4) Perdas anuais (%) na agricultura ocasionadas por insetos, doenças e plantas invasoras no período : Período INSETOS PATÓGENOS PLANTAS INVASORAS ND ND ND ND FONTE: PIMENTEL, 1972 ND = Não disponível 41

9 entidades + de 100 empresas fabricantes ASSOCIADAS DISTRIBUIDORES E COOPERATIVAS SEGMENTOS DO AGRONEGÓCIO PRODUTORES RURAIS FABRICANTES

9 entidades + de 100 empresas fabricantes ASSOCIADAS DISTRIBUIDORES E COOPERATIVAS SEGMENTOS DO AGRONEGÓCIO PRODUTORES RURAIS FABRICANTES SISTEMA CAMPO LIMPO L O G I S T I C A BRASIL POSSUI 1,7 MILHÕES DE KM DE RODOVIAS 12% PAVIMENTADAS (90% PISTAS SIMPLES) 62% APRESENTAM ALGUM TIPO DE PROBLEMA RESPONDE POR 61% DE TODO TRAFEGO DE MERCADORIAS

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpev) - Entidade sem fins lucrativos - Criado em dezembro de 2001 - Sede em São Paulo -

Leia mais

INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS

INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS SISTEMA CAMPO LIMPO INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS LEI 9.974/00 Criada em dezembro de 2001, o inpev é uma entidade sem fins lucrativos com sede em São Paulo Promove a correta

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO. Mario Kazuchira Fujii. Belém - PA

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO. Mario Kazuchira Fujii. Belém - PA LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO Mario Kazuchira Fujii Belém - PA LINHA DO TEMPO GT Lei Federal 9.974/00 Decreto 4.074/02 Campo Limpo. Dia Nacional do CampoLimpo 300 mil Tons Projeto

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpev) - Entidade sem fins lucrativos - Criado em dezembro de 2001 - Sede em São Paulo -

Leia mais

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira

O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira O papel da APROSOJA na promoção da sustentabilidade na cadeia produtiva da soja brasileira Clusters para exportação sustentável nas cadeias produtivas da carne bovina e soja Eng Agrônomo Lucas Galvan Diretor

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO O INPEV INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS ENTIDADE SEM FINS LUCRATIVOS CRIADA EM 2001 DESTINAÇÃO FINAL ADEQUADA DAS EMBALAGENS

Leia mais

BRASIL. Francisca Peixoto

BRASIL. Francisca Peixoto BRASIL Francisca Peixoto INTRODUÇÃO BRASIL Um dos principais fornecedores de alimentos e matériasprimas do mundo Dotação única em recursos naturais Política agropecuária alinhada com estratégia nacional

Leia mais

Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos

Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos Sistema de Destinação Final de Embalagens Vazias de Agrotóxicos Histórico 1992 :: Parceria ANDEF, Secretaria da Agricultura de SP, AEASP e Coplana :: Convênio com Dinoplast Louveira - SP- (reciclagem)

Leia mais

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita)

A visão de longo prazo contempla: Produção Exportações líquidas Estoques. Área plantada Produtividade Consumo doméstico (total e per capita) Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas sobre a dinâmica futura

Leia mais

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20

PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO Brasil 2009/10 a 2019/20 AGE - ASSESSORIA DE GESTÃO ESTRATÉGICA Chefe da AGE: Derli Dossa. E-mail: derli.dossa@agricultura.gov.br Equipe Técnica: José Garcia Gasques. E-mail: jose.gasques@agricultura.gov.br

Leia mais

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento

em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento agronegócio brasileiro em números Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento 2010 ranking Ranking Brasileiro da Produção e Exportação Fonte: USDA e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Leia mais

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo?

14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS. Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? 14º CONGRESSO BRASILEIRO DO AGRONEGÓCIO FÓRUM ALIMENTOS Vamos tornar o Brasil o primeiro produtor de Alimentos do Mundo? ALAN BOJANIC Ph.D. REPRESENTANTE DA FAO NO BRASIL ALIMENTAR O MUNDO EM 2050 As novas

Leia mais

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA

A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes. Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA A Segurança Alimentar num país de 200 milhões de habitantes Moisés Pinto Gomes Presidente do ICNA O uso da terra no Brasil Evolução das Áreas de Produção Milhões de hectares 1960 1975 1985 1995 2006 Var.

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Conceito de Agronegócio e a atuação do Imea 2 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 2.1 Agronegócio Soja 2.2 Agronegócio Milho 2.3 Agronegócio Algodão

Leia mais

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso

Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso Índice 1 - Agronegócio no Brasil e em Mato Grosso 1.1 Agronegócio Soja 1.2 Agronegócio Milho 1.3 Agronegócio Algodão 1.4 Agronegócio Boi 2 Competitividade 2.1 Logística

Leia mais

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado

Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado AGROSSÍNTESE Produção de grãos na Bahia cresce 14,64%, apesar dos severos efeitos da seca no Estado Edilson de Oliveira Santos 1 1 Mestre em Economia, Gestor Governamental da SEAGRI; e-mail: edilsonsantos@seagri.ba.gov.br

Leia mais

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP

Guilherme Leite da Silva Dias, FEA/USP Seminário Risco e Gestão do Seguro Rural no Brasil Mesa Redonda III Aquecimento global e impactos sobre o seguro agrícola Palestra: Aquecimento global e possíveis impactos econômicos sobre a agricultura

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS.

PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS. PERGUNTAS FREQUENTES E RESPOSTAS. O QUE É IMPORTANTE VOCÊ SABER SOBRE AGROTÓXICOS, CIÊNCIA E TECNOLOGIA. O que são os AGROTÓXICOS? Agrotóxicos, pesticidas, produtos fitossanitários, defensivos agrícolas

Leia mais

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM

Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Uso da biotecnologia garante US$ 3,6 bilhões à agricultura brasileira, aponta novo estudo da ABRASEM Resultados incluem primeiro ano de cultivo de milho geneticamente modificado, além das já tradicionais

Leia mais

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone)

O Mercado Mundial de Commodities. Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) O Mercado Mundial de Commodities Palestrante: André Pessôa (Agroconsult) Debatedor: André Nassar (Icone) Um mercado em desequilíbrio: choque de demanda Relação Estoque/Uso (soja, milho, trigo e arroz)

Leia mais

FERTILIZANTES: PRODUTO E MERCADO. XIII Encontro Nacional de Produção e Abastecimento de Batata ABBA

FERTILIZANTES: PRODUTO E MERCADO. XIII Encontro Nacional de Produção e Abastecimento de Batata ABBA FERTILIZANTES: PRODUTO E MERCADO XIII Encontro Nacional de Produção e Abastecimento de Batata ABBA Holambra, 25 de Outubro de 2007 Fertilizantes: Análise Mercadológica Produto: Insumo Bem homogêneo Bem

Leia mais

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores:

A aceleração da inflação de alimentos é resultado da combinação de fatores: SEGURIDADE ALIMENTARIA: apuesta por la agricultura familiar Seminario: Crisis alimentaria y energética: oportunidades y desafios para América Latina e el Caribe O cenário mundial coloca os preços agrícolas

Leia mais

Logística e infraestrutura: entendendo e superando os desafios e as barreiras.

Logística e infraestrutura: entendendo e superando os desafios e as barreiras. Logística e infraestrutura: entendendo e superando os desafios e as barreiras. Câncer Por que o Brasil tem vocação agrícola? Capricórnio Zona quente ou Intertropical Quatro fatores são fundamentais para

Leia mais

Para um Mundo mais bem nutrido. Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26

Para um Mundo mais bem nutrido. Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26 Fertilizantes no Brasil Para um Mundo mais bem nutrido Exposibram 2013 Belo Horizonte, Setembro 23 26 Alimentando os 10Bi O crescimento da população irá aumentar a demanda mundial por alimentos. Até 2050

Leia mais

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de

redução dos preços internacionais de algumas commodities agrícolas; aumento dos custos de Desempenho da Agroindústria No fechamento do primeiro semestre de 2005, a agroindústria registrou crescimento de 0,3%, taxa bastante inferior à assinalada pela média da indústria brasileira (5,0%) no mesmo

Leia mais

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil

Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Políticas públicas e o financiamento da produção de café no Brasil Organização Internacional do Café - OIC Londres, 21 de setembro de 2010. O Sistema Agroindustrial do Café no Brasil - Overview 1 Cafés

Leia mais

Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni. Do Oiapoque ao Chuí

Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni. Do Oiapoque ao Chuí Eng o Agr o Decio Luiz Gazzoni Do Oiapoque ao Chuí Nos últimos 40 anos, ocorreu no Brasil uma revolução sem paralelo na História da Agricultura: Passamos de importador de alimentos a maior exportador

Leia mais

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios

Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios Brasil como maior exportador mundial de carne bovina: conquistas e desafios João Ricardo Albanez Superintendente de Política e Economia Agrícola, Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de

Leia mais

AMEAÇAS FITOSSANITARIAS, Ciência e Inovação para alimentar o mundo. José Perdomo Presidente CropLife Latin America

AMEAÇAS FITOSSANITARIAS, Ciência e Inovação para alimentar o mundo. José Perdomo Presidente CropLife Latin America AMEAÇAS FITOSSANITARIAS, Ciência e Inovação para alimentar o mundo José Perdomo Presidente CropLife Latin America Conteúdo Desafios globais da AGRICULTURA A ciência, a inovação e a tecnologia ao serviço

Leia mais

chave para a sustentabilidade do escoamento da produção agrícola

chave para a sustentabilidade do escoamento da produção agrícola Infra-estrutura como fator chave para a sustentabilidade do escoamento da produção agrícola Ieda Kanashiro Makiya Rogério Carlos Traballi UNIP BRASIL: 10º PIB mundial (FMI, 2005) x PIB per capita abaixo

Leia mais

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO

MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO MERCADO DE TRIGO CONJUNTURA E CENÁRIO NO BRASIL E NO MUNDO Paulo Magno Rabelo (1) A análise de desempenho da produção de trigo no mundo desperta apreensões fundamentadas quanto aos indicadores de área

Leia mais

Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o

Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o Bem-vindo ao futuro da agricultura Esta apresentação reúne os principais fatos observados nos clientes na safra de 2014/2015 no dia-a-dia com o Strider nas fazendas A queda de braço entre custo e produtividade:

Leia mais

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil

Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola Primeiro e Pecuário Relatório de Avaliação Nacional PAP 2013/2014 sobre Mudanças Climáticas ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Nelson

Leia mais

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto

Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta. Monsanto Impactos da Adoção da Tecnologia Intacta Monsanto 11 de junho de 2013 1 Objetivo do trabalho 2 Objetivo do presente trabalho é demonstrar a importância econômica da utilização da tecnologia no aumento

Leia mais

Emergência de cadeias de valor de produtos básicos sustentáveis na Ásia

Emergência de cadeias de valor de produtos básicos sustentáveis na Ásia Emergência de cadeias de valor de produtos básicos sustentáveis na Ásia Sr. a Lakshmi Venkatachalam Vice Presidente (Setor Privado e Operações de Cofinanciamento) Sumário Desafios da segurança alimentar

Leia mais

Agricultura fortalecida: futuro sustentável do planeta.

Agricultura fortalecida: futuro sustentável do planeta. ANDEF Sustentabilidade Agricultura fortalecida: futuro sustentável do planeta. Na visão da ANDEF e suas indústrias associadas, a capacidade humana de inovar e desenvolver tecnologias é condição essencial

Leia mais

Márcio Santos Diretor Estratégia & Produtos Brasilia/DF, 08/08/2013

Márcio Santos Diretor Estratégia & Produtos Brasilia/DF, 08/08/2013 Márcio Santos Diretor Estratégia & Produtos Brasilia/DF, 08/08/2013 A Evolução do Mercado de Soja no Brasil Avanços da genética, mais e melhores opções de insumos (sementes, máquinas, fertilizantes e defensivos)

Leia mais

Levin Flake Economista Senior de Comércio Escritório de Análise Global Serviço Exterior de Agricultura Departamento de Agricultura dos Estados Unidos

Levin Flake Economista Senior de Comércio Escritório de Análise Global Serviço Exterior de Agricultura Departamento de Agricultura dos Estados Unidos Levin Flake Economista Senior de Comércio Escritório de Análise Global Serviço Exterior de Agricultura Departamento de Agricultura dos Estados Unidos Levin.Flake@fas.usda.gov Global Policy Analysis Division

Leia mais

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS

AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS AGRONEGÓCIOS AGRONEGÓCIO NO MUNDO PRINCIPAIS PLAYERS Argentina Estados Unidos Indonésia Brasil Canadá Russia Índia Japão Austrália China México Área Agricultável > 30 milhões de ha População urbana > 80

Leia mais

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007

EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 EVOLUÇÃO DO CONSUMO DE AGROTOXICOS NO BRASIL 2003-2007 Resumo com base em dados publicados pela Andef- Associação Nacional das Empresas de Defensivos Agrícolas (ORGANIZADOS pelo Diretor executivo da ANDEF

Leia mais

Você atingiu o estágio: Recomendações. NOME: MUNICIPIO: Ipiranga Data de preenchimento do guia: 2012-02-14 Data de devolução do relatório:

Você atingiu o estágio: Recomendações. NOME: MUNICIPIO: Ipiranga Data de preenchimento do guia: 2012-02-14 Data de devolução do relatório: Guia de sustentabilidade na produção de soja na Agricultura Familiar Relatório individual NOME: Prezado senhor (a), Em primeiro lugar, no nome dacoopafi, da Gebana e da Fundação Solidaridad,gostaríamos

Leia mais

TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE. Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU

TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE. Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU TECNOLOGIA E PRODUTIVIDADE Eng. Agr. Irineo da Costa Codrigues Diretor Presidente Cooperativa LAR / COODETEC / COTRIGUAÇU Área dos principais produtos agrícolas no Mundo (Mi ha) 2010 Cevada 55.1 6% Algodão

Leia mais

Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos. Luiz G Murat Jr.

Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos. Luiz G Murat Jr. Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos Luiz G Murat Jr. Estratégia Empresarial com foco nos Agronegócios e Alimentos Amazônia legal 350 Milhões ha 41% Área útil 350 Milhões hectares

Leia mais

21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo. O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo. Alexandre Mendonça da Barros

21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo. O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo. Alexandre Mendonça da Barros 21º Congresso Internacional do Trigo Abitrigo O mercado de Commodities e as Novas Tendências para o Trigo Alexandre Mendonça da Barros 20 de Outubro de 2014 Índice As transformações da economia agrícola

Leia mais

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens.

Página Rural. Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens. 1 de 5 31/5/2011 15:17 Página Rural Página Inicial Notícias Artigos Entrevistas Feiras e Eventos Indicadores Leilões Multimídia Publicações Reportagens Ads by Google Leilão Gado Soja Festa Safra Boa tarde!

Leia mais

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO

CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO CENÁRIO GLOBAL DE CARNES (FRANGO E SUÍNO) E MILHO Leonardo Sologuren Céleres Junho de 2008 Cresce o consumo de proteína animal no BRIC BRASIL RÚSSIA 108 4,000 60 3.000 kg/habitante/ano 90 72 54 36 18 3,800

Leia mais

Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes. Março 2012. Visão Geral da Companhia. Resultados do 4T11 e 2011

Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes. Março 2012. Visão Geral da Companhia. Resultados do 4T11 e 2011 Março 2012 Mercado Mundial e Brasileiro de Fertilizantes Visão Geral da Companhia Resultados do 4T11 e 2011 CONSUMO MUNDIAL DE FERTILIZANTES POR NUTRIENTES 157,0 159,6 170,4 176,8 181,0 2011 TOTAL N P2O5

Leia mais

A SOJA NO BRASIL. Engº Agrº Amélio Dall Agnol Embrapa Soja, Londrina, PR

A SOJA NO BRASIL. Engº Agrº Amélio Dall Agnol Embrapa Soja, Londrina, PR A SOJA NO BRASIL Engº Agrº Amélio Dall Agnol Embrapa Soja, Londrina, PR O que vamos abordar nesta apresentação 1. Desenvolvimento da soja no Brasil. 2. Razões do deu rápido desenvolvimento. 3. Importância

Leia mais

O AGRONEGÓCIO BRASILEIRO E O SETOR DE MÁQUINAS AGRÍCOLAS TENDÊNCIAS DOS MERCADOS PARA 2012/2013 E OS CENÁRIOS DE LONGO PRAZO Carlos Cogo Agosto/2012 LA NIÑA PROVOCA FORTES QUEBRAS EM SAFRAS DE GRÃOS O

Leia mais

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO

O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO O espaço rural brasileiro 7ºano PROF. FRANCO AUGUSTO Agropecuária É o termo utilizado para designar as atividades da agricultura e da pecuária A agropecuária é uma das atividades mais antigas econômicas

Leia mais

Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos

Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos Subsídios para uma nova política agropecuária com gestão de riscos Evandro Gonçalves Brito Diretoria de Agronegócios / Banco do Brasil Uberlândia (MG), 18 de novembro de 2010. Desafios Globais Os dez maiores

Leia mais

Milenia Especialidades Linha Pastagens. Ricardo José Frugis

Milenia Especialidades Linha Pastagens. Ricardo José Frugis Milenia Especialidades Linha Pastagens Ricardo José Frugis Engenheiro Agrônomo - USP Especialização em Gestão Ambiental USP Especialização Gestão Estratégica Agribusiness- FGV Gerente Nacional Vendas Linha

Leia mais

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 2007

Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 2007 PROJEÇÕES DO AGRONEGÓCIO MUNDO E BRASIL 26/7 a 217/18 Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Assessoria de Gestão estratégica Brasília, novembro de 27 1 SISTEMA AGROINDUSTRIAL AMBIENTE INSTITUCIONAL

Leia mais

Conhecimento da soja entre os brasileiros. Pesquisa

Conhecimento da soja entre os brasileiros. Pesquisa Conhecimento da soja entre os brasileiros Pesquisa Você conh ece essa planta? al, o que sabem os brasileiros de grandes centros urbanos sobre a cultura da soja, que hoje é um componente fundamental do

Leia mais

Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos.

Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos. Os Benefícios do Programa Nacional de Produção e Uso de Biodiesel (PNPB) para a sociedade e suas perspectivas para os próximos anos. Industria Matéria-prima Mão de obra Saúde e Meio Ambiente Economia 2

Leia mais

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País

. Reafirmar a importância do etanol como tema estratégico para a economia, o meio-ambiente, a geração de empregos e o futuro do País o que é O QUE É. Lançado em Brasília em dezembro de 2011, o Movimento Mais Etanol visa detalhar e disseminar políticas públicas e privadas indispensáveis para: w O restabelecimento da competitividade do

Leia mais

Cartilha Agronegócio Sustentável

Cartilha Agronegócio Sustentável Cartilha Agronegócio Sustentável Agronegócio Sustentável A melhor maneira de pensar o seu negócio OAgronegócio é uma atividade fundamental para a economia brasileira. Tem grande participação no PIB do

Leia mais

Agronegócios: momento e perspectivas.

Agronegócios: momento e perspectivas. Agronegócios: momento e perspectivas. Perfil das propriedades rurais brasileiras. Familiares Patronais Região Estabelecimentos Familiares (a) Norte 380.895 Nordeste 2.055.157 Centro-Oeste 162.062 Sudeste

Leia mais

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013

Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 Instituto Matogrossense de Economia Agropecuária RETROSPECTIVA DE 2012 E PERSPECTIVAS PARA 2013 dezembro, 2012 Índice 1. Algodão 2. Soja 3. Milho 4. Boi Gordo 5. Valor Bruto da Produção ALGODÃO Mil toneladas

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO PAINEL: A PROPRIEDADE INTELECTUAL NA AGROINDÚSTRIA

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO PAINEL: A PROPRIEDADE INTELECTUAL NA AGROINDÚSTRIA AGRONEGÓCIO BRASILEIRO PAINEL: A PROPRIEDADE INTELECTUAL NA AGROINDÚSTRIA LUIZ CARLOS CORRÊA CARVALHO ABAG XXXIV CONGRESSO DA ABPI, WTC, SP, 25/08/14 DISPONIBILIDADE DE TERRAS NO BRASIL Fonte:IBGE, CONAB,

Leia mais

BASF Cana Crescer a cada desafio

BASF Cana Crescer a cada desafio BASF Cana Crescer a cada desafio Pag. 1 Pag. 2 Soluções integradas por todo o ciclo da cana-de-açúcar. Pag. 3 Cada dia nos desafia a crescer. Pag. 4 Buscar oportunidades para produzir mais, melhor e com

Leia mais

Seminário Riscos e Gestão do Seguro Rural no Brasil

Seminário Riscos e Gestão do Seguro Rural no Brasil Seminário Riscos e Gestão do Regulamentação para gestão do seguro rural em eventos catastróficos Otávio Ribeiro Damaso Secretário Adjunto de Política Econômica / otavio.damaso@fazenda.gov.br Campinas,

Leia mais

Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas

Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas Seminário de Avaliação de Impacto sobre as Adaptações da Agricultura Dakar, 26 a 29 de abril de 2011 Mitigação e Adaptação da Agricultura às Mudanças Climáticas KLEBER SANTOS Brasília, 27 de abril de 2011

Leia mais

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO

LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO LOGÍSTICA REVERSA DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICO O INPEV INSTITUTO NACIONAL DE PROCESSAMENTO DE EMBALAGENS VAZIAS ENTIDADE SEM FINS LUCRATIVOS CRIADA EM 2001 DESTINAÇÃO FINAL ADEQUADA DAS EMBALAGENS

Leia mais

A PECUÁRIA E A RIO+20 Fernando Sampaio 1

A PECUÁRIA E A RIO+20 Fernando Sampaio 1 dossiê PECUÁRIA A PECUÁRIA E A RIO+20 Fernando Sampaio 1 Em um mundo em crescimento populacional e econômico, a demanda por proteína é crescente, principalmente nos países em desenvolvimento. Ao mesmo

Leia mais

Melhoramento de Plantas: Produção de Biocombustíveis vs Produção de Alimentos

Melhoramento de Plantas: Produção de Biocombustíveis vs Produção de Alimentos Melhoramento de Plantas: Produção de Biocombustíveis vs Produção de Alimentos Leonardo Lopes Bhering leonardo.bhering@embrapa.br In: 5º Congresso Brasileiro de Melhoramento de Plantas Guarapari ES, 13

Leia mais

PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL

PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL Buenos Aires/2009 PROGRAMA DE CONTROL DE CALIDAD EN LOS ALIMENTOS-RESIDUOS DE PESTICIDAS EN SAN PABLO - BRASIL Laboratório de Resíduos de Pesticidas/IB/APTA Legislação de Pesticidas Brasil - Fluxograma

Leia mais

Sindag e o setor de Defensívos Agrícolas

Sindag e o setor de Defensívos Agrícolas Sindag e o setor de Defensívos Agrícolas Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Agrícola Fundado em 15 de Maio de 1941 51 empresas associadas Representa 97% do Setor de Defensivos Agrícolas

Leia mais

O Agronegócio Mundial e Brasileiro

O Agronegócio Mundial e Brasileiro O Agronegócio Mundial e Brasileiro Eugênio Stefanelo Segundo Porter, você é competitivo quando tem um desempenho em longo prazo acima da média dos concorrentes. O agronegócio, que engloba as operações

Leia mais

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira

Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária Brasileira Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 ROSEMEIRE SANTOS Superintendente Técnica Plano Agrícola e Pecuário PAP 2013/2014 Ações estruturantes para a Agropecuária

Leia mais

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS

O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS O Futuro da Indústria Química CARLOS FADIGAS A indústria química é relevante para o Brasil... Faturamento da Indústria Química Brasileira (US$ bilhões) +6% a.a. 166 160 162 124 129 101 2008 2009 2010 2011

Leia mais

L A T I N A M E R I C A

L A T I N A M E R I C A SAFRA 2008 2009: TENDÊNCIAS E DESAFIOS DEFENSIVOS AGRÍCOLAS Engº Agrº José Otavio Menten Diretor Executivo ANDEF Associação Nacional de Defesa Vegetal 01/10/2008 ABMR / SP SAFRA 2008 2009 TENDÊNCIAS E

Leia mais

DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS

DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 DESTINO FINAL AMBIENTALMENTE CORRETO DAS EMBALAGENS VAZIAS DE AGROTÓXICOS Raquel Ströher 1, Ana Paula Ströher 2, João Walker Damasceno 3 RESUMO: No Brasil,

Leia mais

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas

O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O processo de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas O inpev - Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias - é uma entidade sem fins lucrativos que representa a indústria

Leia mais

Perspectivas para o setor agrícola no Brasil

Perspectivas para o setor agrícola no Brasil Perspectivas para o setor agrícola no Brasil O que a conjuntura macroeconômica nos reserva? Felippe Serigati O queaconteceucom o setoragrícola nas últimas décadas? A importânciado agronegócioparao Brasil

Leia mais

MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA

MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA MAIO 2012 VISÃO GERAL DA COMPANHIA CONSUMO MUNDIAL DE FERTILIZANTES POR NUTRIENTES 157,0 159,6 170,4 176,8 181,0 2011 TOTAL N P2O5 99 101 103 107 109 60% 29% 24% K2O 34 36 40 41 42 24 23 27 29 30 2008

Leia mais

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r?

A CR C IS I E S E MU M N U DI D A I L D O D S ALIM I E M N E TO T S: S O qu q e o B r B asi s l p o p de d f a f ze z r? A CRISE MUNDIAL DOS ALIMENTOS: O que o Brasil pode fazer? Geraldo Barros USA: Inflation, Interest Rates, GDP Int rates Infl 12 14 16 18 6% 8% 1% GDP -4-2 2 4 6 8 1 198 1981 1982 1983 1984 1985 1986 1987

Leia mais

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade

Mentira: O homem não precisa plantar transgênicos Mentira: As plantas transgênicas não trarão benefícios a sociedade Como toda nova ciência ou tecnologia, ela gera dúvidas e receios de mudanças. Isto acontece desde os tempos em que Galileo afirmou que era a Terra que girava em torno do Sol ou quando Oswaldo Cruz iniciou

Leia mais

II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin

II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin II Encontro sobre culturas de suporte fitossanitário insuficiente (CSFI) Brasília, 06 novembro 2012 Aline Popin Quem somos e o que fazemos A Syngenta é uma das empresas líderes globais com mais de 25.000

Leia mais

PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO:

PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO: PERSPECTIVAS PARA O AGRONEGÓCIO: REFLEXÕES, OPORTUNIDADES E DESAFIOS Marcelo Fernandes Guimarães Coordenador Geral de Estudos e Informações Agropecuárias Secretaria de Política Agrícola Principais Perspectivas

Leia mais

INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar

INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar INFOSUCRO Perspectivas do Mercado de Etanol e Açúcar Marcello Cuoco Rio de Janeiro, 28/11/11 AGENDA Overview dos mercados de Energia e Açúcar Perspectivas do mercado de Etanol ETH AGENDA Overview dos mercados

Leia mais

Gás LP no Brasil: Energia limpa e abundante para o agronegócio e áreas remotas

Gás LP no Brasil: Energia limpa e abundante para o agronegócio e áreas remotas Gás LP no Brasil: Energia limpa e abundante para o agronegócio e áreas remotas O que é o Gás LP? - O Gás LP é composto da mistura de dois gases, sendo 30% de butano e 70% de propano. - Por ser um produto

Leia mais

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável

Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Palma de óleo, agricultura familiar e desenvolvimento rural sustentável Sumário Agricultura familiar no Brasil Importância e aspectos positivos da palma de óleo Programa Palma de Óleo e sinergia com o

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO DESAFIOS LOGÍSTICOS FLORIANÓPOLIS AGOSTO 2013

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO DESAFIOS LOGÍSTICOS FLORIANÓPOLIS AGOSTO 2013 AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO DESAFIOS LOGÍSTICOS ENESUL -2013 FLORIANÓPOLIS AGOSTO 2013 Metodologia de Trabalho Identificação de Mercados Aptidão e Competitividade da Produção Competitividade

Leia mais

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.

Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com. 1 Aprenda a produzir e preservar mais com a Série Produção com Preservação do Time Agro Brasil Entre no portal www.timeagrobrasil.com.br e baixe todas as cartilhas, ou retire no seu Sindicato Rural. E

Leia mais

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO OPORTUNIDADES E DESAFIOS VALOR

AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO OPORTUNIDADES E DESAFIOS VALOR AGRONEGÓCIO BRASILEIRO ALAVANCA DO MERCADO INTERNO OPORTUNIDADES E DESAFIOS VALOR AVALIAÇÕES TÉCNICAS JUNHO 2013 EVOLUÇÃO DO BRASIL HÁ 50 ANOS = IMPORTADOR HÁ 20 ANOS = VENDEDOR HOJE = FORNECEDOR DISPUTADO

Leia mais

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO

PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO PERFIL DO AGRONEGÓCIO MUNDIAL SUBSECRETARIA DO AGRONEGÓCIO Março/2013 2 ÍNDICE 03. Apresentação 04. População Mundial 05. População ocupada 06. PIB Mundial 07. PIB per capita Mundial 08. Exportação Mundial

Leia mais

Preços agrícolas, tecnologia e segurança alimentar

Preços agrícolas, tecnologia e segurança alimentar Preços agrícolas, tecnologia e segurança alimentar Apresentação no Debate realizado pela Comissão de Relações Exterior, na audiência pública: A crise econômica mundial de 2008 e suas consequências: volatilidade

Leia mais

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013

10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 10º LEVANTAMENTO DE SAFRAS DA CONAB - 2012/2013 Julho/2013 1. INTRODUÇÃO O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), por meio da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), realiza sistematicamente

Leia mais

Para obter mais informações, entre em contato com: Colleen Parr, pelo telefone (214) 665-1334, ou pelo e-mail colleen.parr@fleishman.

Para obter mais informações, entre em contato com: Colleen Parr, pelo telefone (214) 665-1334, ou pelo e-mail colleen.parr@fleishman. Para obter mais informações, entre em contato com: Colleen Parr, pelo telefone (214) 665-1334, ou pelo e-mail colleen.parr@fleishman.com Começa a segunda onda prevista de crescimento e desenvolvimento

Leia mais

1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL

1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA 1ª REUNIÃO GLOBAL SOBRE PECUÁRIA SUSTENTÁVEL Tema: Políticas Públicas no Brasil para o Desenvolvimento da Pecuária Sustentável Plano ABC Elvison

Leia mais

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os

Desempenho da Agroindústria em 2004. histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003), os Desempenho da Agroindústria em 2004 Em 2004, a agroindústria obteve crescimento de 5,3%, marca mais elevada da série histórica iniciada em 1992. Como tem sido freqüente nos últimos anos (exceto em 2003),

Leia mais

O Mercado Mundial da Pecuária Sob uma Visão de Sustentabilidade

O Mercado Mundial da Pecuária Sob uma Visão de Sustentabilidade O Mercado Mundial da Pecuária Sob uma Visão de Sustentabilidade Eng. Agr. Eduardo Brito Bastos Relações Institucionais Dow AgroSciences, APPS e GTPS http://www.netlingo.com/more/poptick.html População

Leia mais

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques

Motivação Área plantada Produção Produtividade Exportações líquidas Consumo doméstico (total e per capita) Estoques Novembro 2014 Motivação Fornecer aos agentes envolvidos no agronegócio, notadamente as indústrias de insumos agropecuários e de alimentos, além dos produtores, Governo e academia, informações estratégicas

Leia mais

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil

Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Caminhos da Soja Conquistas da Soja no Brasil Francisco Sérgio Turra Presidente Executivo Soja no Mundo Mil toneladas Evolução da produção de soja por país (mil toneladas) 100 75 50 Brasil - 84 EUA - 82

Leia mais

O BRASIL E O MUNDO. Mailson da Nóbrega. Ciclo de Grandes Conferências 2010. Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa, 6 de setembro de 2010

O BRASIL E O MUNDO. Mailson da Nóbrega. Ciclo de Grandes Conferências 2010. Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa, 6 de setembro de 2010 O BRASIL E O MUNDO Mailson da Nóbrega Ciclo de Grandes Conferências 2010 Fundação Calouste Gulbenkian Lisboa, 6 de setembro de 2010 Avanços institucionais: um novo Brasil Democracia consolidada Judiciário

Leia mais

Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi

Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi Produtividade e Crescimento Algumas Comparações José Garcia Gasques; Eliana T. Bastos; Constanza Valdes; Mirian Bacchi I Introdução Um estudo organizado por técnicos do Departamento de Agricultura dos

Leia mais

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015

TRIGO Período de 02 a 06/11/2015 TRIGO Período de 02 a 06//205 Tabela I - PREÇO PAGO AO PRODUTOR (em R$/60 kg) Centro de Produção Unid. 2 meses Períodos anteriores mês (*) semana Preço Atual PR 60 kg 29,56 35,87 36,75 36,96 Semana Atual

Leia mais

POTENCIAL DA BIOENERGIA FLORESTAL

POTENCIAL DA BIOENERGIA FLORESTAL POTENCIAL DA BIOENERGIA FLORESTAL - VIII Congresso Internacional de Compensado e Madeira Tropical - Marcus Vinicius da Silva Alves, Ph.D. Chefe do Laboratório de Produtos Florestais do Serviço Florestal

Leia mais