1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM"

Transcrição

1 1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: Exame Nacional do Ensino Médio EDUCANDO PARA SEMPRE

2 INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO COM OS SEGUINTES CRITÉRIOS: Competência 1: Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita. Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento, para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo. Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista. Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação. Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos. 2. SERÁ ATRIBUÍDA UMA NOTA ENTRE 0 (ZERO) E 200 (DUZENTOS) PONTOS PARA CADA UMA DAS CINCO COMPETÊNCIAS, E A SOMA DESSES PONTOS COMPORÁ A NOTA TOTAL, QUE PODE CHEGAR A 1000 PONTOS. 3. A REDAÇÃO RECEBERÁ NOTA 0 (ZERO) SE APRESENTAR UMA DAS CARACTERÍSTICAS A SEGUIR: fuga total ao tema; não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa; texto com até 7 (sete) linhas; impropérios, desenhos ou outras formas propositais de anulação; desrespeito aos direitos humanos (desconsideração da Competência 5); e folha de redação em branco, mesmo que tenha sido escrita no rascunho. 4. A REDAÇÃO DEVERÁ APRESENTAR LETRA LEGÍVEL, PARA EVITAR DÚVIDAS NO MOMENTO DA AVALIAÇÃO. 5. O TÍTULO É UM ELEMENTO OPCIONAL NA PRODUÇÃO DA REDAÇÃO. 6. REDAÇÃO A LÁPIS NÃO SERÁ CORRIGIDA. 7. A REDAÇÃO DEVERÁ SER FEITA COM CANETA AZUL OU PRETA.

3 REDAÇÃO A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa sobre Inteligência artificial e o combate ao desemprego no Brasil Apresente experiência ou proposta de ação social que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista. TEXTO 01 4ª REVOLUÇÃO: Inovação digital As três revoluções industriais anteriores tiveram início nos países desenvolvidos, chegando com atraso ao Brasil. A primeira foi a iniciada no fim do século 18, quando água e vapor foram utilizados para mover máquinas na Inglaterra. A segunda veio do emprego de energia elétrica na produção em massa de bens de consumo. A terceira é a do uso da informática, iniciada em meados do século passado. A revolução atual, aliás, segue na esteira dessa anterior: é caracterizada por sua natureza hiperconectada, em tempo real, por causa da internet. Além das mudanças nos sistemas de produção e consumo e amplo uso de inteligência artificial, ela também traz o desenvolvimento de energias verdes. Com o fim da diferenciação entre homens e máquinas, uma nova quebra do modelo de cadeias produtivas e as interações comerciais em que consumidores atuam como produtores, mais de 7 milhões de empregos serão perdidos, segundo relatório do Fórum Econômico Mundial. TEXTO 02 De acordo com o último relatório do Fórum Económico Mundial (FEM), as profissões do futuro vão necessitar de indivíduos com as competências (skills) abaixo enumeradas para desempenhar com sucesso as suas carreiras. Se olharmos bem para este quadro do Top 10 das habilidades, rapidamente percebemos que a Escola não preparou os seus alunos para as orientações já assinaladas como importantes. Novas profissões vão emergir e, com elas, novas competências serão necessárias para ocupar novos postos que as empresas, as instituições precisam. A escola está já preparada ou a preparar para o mundo de hoje? Outra questão relevante gira em torno das ações dos governos mundiais. Evitar o desemprego pela substituição do homem pela máquina exige repensar as cargas tributárias sobre as empresas. Isso é urgente para inúmeras nações, como o Brasil. TEXTO 03 A tecnologia não apenas torna mais otimizados os processos como também muda as relações de trabalho. Algumas profissões podem ser substituídas por soluções digitais. Por exemplo, para dar agilidade ao atendimento e evitar as longas filas nos estacionamentos, shoppings já investem em aplicativos para smartphones. 1

4 RASCUNHO ESTA PARTE NÃO SERÁ CORRIGIDA

5 1ª PROVA DE REDAÇÃO MODELO ENEM Nome: Unidade: Turma: ESPAÇO RESERVADO PARA ESCRITA FINAL

6 CORREÇÃO/AVALIAÇÃO SEGUNDO OS CRITÉRIOS DA PROVA DE REDAÇÃO DO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO - ENEM Competência 1 Demonstrar domínio da norma padrão da língua escrita Demonstra EXCELENTE domínio da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa e de escolha 200 de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita serão aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizem reincidência. 160 BOM domínio da modalidade escrita formal, com poucos desvios gramaticais e de convenções. 120 Domínio MEDIANO da escrita formal, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita. 80 Domínio INSUFICIENTE da escrita formal, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. 40 Domínio PRECÁRIO da escrita formal, de forma sistemática, com diversificados e frequentes desvios. ZERO Demonstra DESCONHECIMENTO da modalidade escrita formal da Língua Portuguesa. Competência 2 Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento, para desenvolver o tema dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural 200 produtivo, e apresenta EXCELENTE domínio do texto dissertativo-argumentativo.. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta BOM domínio do texto 160 dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta domínio MEDIANO do 120 texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio 80 insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão. Apresenta o assunto, tangenciando o tema, ou demonstra domínio PRECÁRIO do texto dissertativoargumentativo, com traços constantes de outros tipos textuais. 40 ZERO Fuga ao tema/ não atendimento à estrutura dissertativo-argumentativa. Competência 3 Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista 200 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, em defesa de um ponto de vista. 160 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, em defesa de um ponto de vista. 120 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, em defesa de um ponto de vista. 80 Apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores, em defesa de um ponto de vista. 40 Apresenta informações, fatos e opiniões pouco relacionados ao tema ou incoerentes e sem defesa de um ponto de vista. ZERO Apresenta informações, fatos e opiniões não relacionados ao tema e sem defesa de um ponto de vista. Competência 4 Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação 200 Articula BEM as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos. 160 Articula as partes do texto com poucas inadequações e repertório diversificado de recursos coesivos. 120 Articula as partes do texto, de forma mediana, com inadequações e repertório pouco diversificado de recursos coesivos. 80 Articula as partes do texto, de forma insuficiente, com muitas inadequações e repertório limitado de recursos coesivos. 40 Articula as partes do texto de forma precária. ZERO Ausência de marcas de articulação, resultando em fragmentação das ideias. Competência 5 Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos 200 Elabora muito bem proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 160 Elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 120 Elabora, de forma mediana, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. 80 Elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto. 40 Apresenta proposta de intervenção vaga, precária ou relacionada apenas ao assunto. ZERO Não apresenta proposta de intervenção ou apresenta proposta não relacionada ao tema ou ao assunto. 4

7

8 JARDIM DA PENHA (27) JARDIM CAMBURI (27) PRAIA DO CANTO (27) VILA VELHA (27)

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO

A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO A REDAÇÃO NO ENEM INSTITUTO SANTA LUZIA COMPONENTE CURRICULAR: REDAÇÃO PROFESSOR: EDUARDO BELMONTE 2º ANO ENSINO MÉDIO FATOS SOBRE A PROVA DE REDAÇÃO Todas as redações desenvolvidas no ENEM são avaliadas;

Leia mais

ENEM PROVA DE REDAÇÃO

ENEM PROVA DE REDAÇÃO ENEM PROVA DE REDAÇÃO EVOLUÇÃO DE TEMAS 1998 VIVER E APRENDER 1999 - CIDADANIA E PARTICIPAÇÃO SOCIAL 2000 DIRETIOS DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: COMO ENFRENTAR ESSE DESAFIIO NACIONAL? 2001 DESENVOLVIMENTO

Leia mais

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

Redação Profa. Raquel

Redação Profa. Raquel Aula Enem 2016 Redação Profa. Raquel O que sua dissertação deve apresentar: DISSERTAÇÃO Como você que será avaliado(a)? Competência 1 NORMA Demonstrar CULTA domínio da modalidade escrita formal da Língua

Leia mais

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2015. 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2015 3ª SÉRIE e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE

Leia mais

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil

SIMULADO 3º Ano G2 PROPOSTA DE REDAÇÃO. Status e amadurecimento. Um jovem morre vítima de álcool a cada 36 horas no Brasil º Ano G2 PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo da sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua

Leia mais

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 4º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: INSTRUÇÕES 1 A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO

Leia mais

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA

PROFESSORA: CLAUDIA ROSA PROFESSORA: CLAUDIA ROSA 1- DEMONSTRAR DOMÍNIO DA MODALIDADE ESCRITA DA LÍNGUA PORTUGUESA; Usar linguagem coloquial não rola Tipo assim, use a norma culta da gramática! 2 COMPREENDER A PROPOSTA DE REDAÇÃO

Leia mais

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37

REDAÇÃO PARA O ENEM. PROFESSOR Pablo Jamilk. LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/ :58:37 REDAÇÃO PARA O ENEM PROFESSOR Pablo Jamilk LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 1 15/04/2016 16:58:37 LIVRO REDAÇÃO PARA O ENEM.indd 2 15/04/2016 16:58:37 O AUTOR Pablo Jamilk é professor e escritor. O prof.

Leia mais

REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR

REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR REDAÇÃO AULA 3 TIPOS DE INTRODUÇÃO PROF.: MÁRIO VICTOR NORMA 1: 1) Domínio da norma padrão da língua portuguesa; Concordância verbo-nominal; Regência verbo-nominal; Acentuação; Ortografia; Pontuação; Flexão

Leia mais

Regulamento do IV Concurso de Redação Colégio Santa Dorotéia de Porto Alegre

Regulamento do IV Concurso de Redação Colégio Santa Dorotéia de Porto Alegre Art. 1 Apresentação Com o objetivo de estimular em seus alunos o prazer e o hábito da escrita, além de proporcionar espaço para a revelação de jovens talentos, o Colégio Santa Doroteia de Porto Alegre

Leia mais

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo

apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo apresenta: REDAÇÃO Receita de Bolo Seus estão a um passo da sua. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota varia entre 0 e 1000. A importância da Redação no ENEM É a única área cuja nota

Leia mais

Gabarito - Objetivas. Padrão de Resposta Biologia Discursiva

Gabarito - Objetivas. Padrão de Resposta Biologia Discursiva 1- D 2- B 3- D 4- D 5- B 6- A 7- C 8- C 9- D 10- A 11- E 12- B 13- B 14- A 15- D 16- C 17- E 18- C 19- C 20- A Gabarito - Objetivas 21- B 22- C 23- E 24- C 25- E 26- A 27- B 28- B 29- C 30- C 31- A 32-

Leia mais

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011

A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 A REDAÇÃO DO ENEM Brasília DF, outubro de 2011 Presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira Malvina Tania Tuttman Diretora de Avaliação da Educação Básica Maria

Leia mais

Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno)

Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno) Sugestão de Atividade / Redação / 8ª Série (9ºAno) COMPONENTE CURRICULAR: Redação INTERDISCIPLINARIDADE: Língua Portuguesa SÉRIE: 8ª Série / 9º Ano CONTEÚDOS: Eixo Temático IV: 01: Produção de Textos Eixo

Leia mais

Prof. Ms. Renato Dering

Prof. Ms. Renato Dering Prof. Ms. Renato Dering A Redação é o primeiro critério de desempate na hora de escolher as Universidades e cursos superiores; A segunda forma de desempate é a prova de Linguagens; Tirar menos de 450 pontos

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 8ª VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO CEARÁ.

EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 8ª VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO CEARÁ. EXCELENTÍSSIMO SENHOR JUIZ FEDERAL DA 8ª VARA DA SEÇÃO JUDICIÁRIA DO CEARÁ. AÇÃO CIVIL PÚBLICA Nº 21975/2016 Distribuição por dependência ao PJE nº 0814124-64.2016.4.05.8100 O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL,

Leia mais

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo

Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo Caro Aluno, Oficina inaugural de produção textual Oficina inaugural de produção textual sobre o texto dissertativo-argumentativo Esta oficina tem como objetivo geral criar a oportunidade para ter o primeiro

Leia mais

CRONOGRAMA DO ENEM 2012 Início das inscrições. 28/05 (10h) 15/06 (23h59) inscrições Pagamento incrições. Até 20/06. Divulgação gabarito 07/11

CRONOGRAMA DO ENEM 2012 Início das inscrições. 28/05 (10h) 15/06 (23h59) inscrições Pagamento incrições. Até 20/06. Divulgação gabarito 07/11 ENEM - 2012 O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) publicou na edição desta sexta-feira (25) do "Diário Oficial da União" o edital com as regras do Exame Nacional

Leia mais

Edital do Simulado do ENEM - RBE 2016

Edital do Simulado do ENEM - RBE 2016 Edital do Simulado do ENEM - RBE 216 O Diretor-Geral da RBE Prof. Valseni Braga no exercício de suas funções e assessorado pelo Comitê de Gestão Pedagógica, institui a realização do Simulado Institucional

Leia mais

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM*

*MÓDULO 1* *MÓDULO 2* *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO DO ENEM* *MÓDULO 1* Redação 1 Resposta pessoal. Redação 2 Resposta pessoal. *MÓDULO 2* Atividade 1 Resposta pessoal. Atividade 2 Resposta pessoal. Atividade 3 Resposta pessoal. *MATRIZ DE COMPETÊNCIAS PARA A REDAÇÃO

Leia mais

ENEM e Métodos de Estudos. Prof. Franco

ENEM e Métodos de Estudos. Prof. Franco ENEM e Métodos de Estudos Prof. Franco Enem 2014 Perfil dos participantes Total de Inscritos: 8.721.946 Participantes com nota em pelo menos uma área: 6.193.565 Faltosos: 2.528.381 Situação escolar Concluintes

Leia mais

Projeto 1000 no Enem. Conclusão. Bruna Camargo (67) (Aulas particulares)

Projeto 1000 no Enem. Conclusão. Bruna Camargo (67) (Aulas particulares) Projeto 1000 no Enem Conclusão OBSERVAÇÕES IMPORTANTES: Nas dissertações, a conclusão é a parte final que condensa os pontos centrais da discussão, inclusive o posicionamento apresentado na tese. A conclusão

Leia mais

INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014

INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Nível de Continuação (Prova Escrita e Prova Oral) Maio 2014 Prova 358 2014 ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP

Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. FUVEST e UNESP Singular-Anglo Vestibulares Professora Natália Sanches Redação: critérios de correção dos exames da Fuvest, Unicamp, Unesp e Enem. Retirado do site oficial do vestibular. FUVEST e UNESP Na correção, três

Leia mais

DATA: 26 / 09 / 2014 II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE REDAÇÃO E EXPRESSÃO 1.º ANO/EM

DATA: 26 / 09 / 2014 II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE REDAÇÃO E EXPRESSÃO 1.º ANO/EM SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 6 / 9 / UNIDADE: II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE REDAÇÃO E EXPRESSÃO.º ANO/EM ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

TCC EM SISTEMAS DA INFORMAÇÃO. Aula 1-Análise Crítica do Projeto TCC

TCC EM SISTEMAS DA INFORMAÇÃO. Aula 1-Análise Crítica do Projeto TCC Aula 1-Análise Crítica do Projeto TCC OBJETIVO DESTA AULA Nesta primeira aula estaremos apresentando todas as regras da disciplina. Explicaremos o que deve ser desenvolvido como produto final, bem como

Leia mais

RESULTADOS RECURSOS IMPETRADOS CLASSIFICAÇÃO PRÉVIA DO VESTIBULAR

RESULTADOS RECURSOS IMPETRADOS CLASSIFICAÇÃO PRÉVIA DO VESTIBULAR RESULTADOS RECURSOS IMPETRADOS CLASSIFICAÇÃO PRÉVIA DO VESTIBULAR 2013.1 CURSO CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO: Recurso 1 PARA A INSCRIÇÃO DO CANDIDATO 33100786 - CPF 399.369.608-58 -11/01/13 às 15:50. RECURSO INDEFERIDO:

Leia mais

COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS

COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS COMO ELABORAR RESPOSTAS DE QUESTÕES DISSERTATIVAS By Prof. Ms. Deborah Costa - 2014 INTRODUÇÃO 1 Este e-book discutirá sobre as questões dissertativas propostas em diferentes avaliações : universidade,

Leia mais

Informação Prova de equivalência à frequência

Informação Prova de equivalência à frequência Informação Prova de equivalência à frequência 3.º Ciclo do Ensino Básico 1ª e 2ª fases Ano Letivo 2013/2014 Disciplina: História Duração: 90 minutos Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1.INTRODUÇÃO

Leia mais

Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de:

Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de: Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de: Prova 358 2013

Leia mais

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM

COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM COMPETÊNCIAS E HABILIDADES NA PRÁTICA ESCRITA: Trabalhando com a redação do ENEM Mayara Myrthes Henriques Santos Universidade Estadual da Paraíba, mayara.mhs@gmail.com RESUMO: O processo de ensino e aprendizagem

Leia mais

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor:

REDAÇÃO 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014. 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 3º SIMULADO MODELO ENEM - 2014 3º ANO e PRÉ-VESTIBULAR 2º DIA REDAÇÃO EXAME NACIONAL DO ENSINO MÉDIO NOTA: Nome completo: Matrícula: Unidade: Turma: Corretor: 1. A REDAÇÃO SERÁ AVALIADA DE ACORDO COM OS

Leia mais

I. Dominar linguagens (DL): Dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica.

I. Dominar linguagens (DL): Dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica. As cinco grandes competências do ENEM Apresentaremos a seguir as grandes competências do Exame Nacional do Ensino Médio. Elas exigem dos estudantes e dos educadores uma série de novos procedimentos no

Leia mais

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 CIÊNCIAS ECONÔMICAS

Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 CIÊNCIAS ECONÔMICAS assinatura do(a) candidato(a) Admissão por Transferência Facultativa 2. a Transferência Facultativa/2010 Segunda Etapa Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. 1 Confira atentamente se

Leia mais

847- ESPANHOL (NÍVEL- CONTINUAÇÃO 10.º/ 11.º ANO)

847- ESPANHOL (NÍVEL- CONTINUAÇÃO 10.º/ 11.º ANO) 847- ESPANHOL (NÍVEL- CONTINUAÇÃO 10.º/ 11.º ANO) FORMAÇÃO ESPECÍFICA 1ª/2ª FASE 1.INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características do Exame de Espanhol a nível de escola a realizar em

Leia mais

Redação. O assunto é mais abrangente; o tema, por sua vez, é a delimitação de um aspecto a ser trabalhado.

Redação. O assunto é mais abrangente; o tema, por sua vez, é a delimitação de um aspecto a ser trabalhado. Redação E aí, galera do Me Salva! Tudo bem? Está chegando o grande dia, não é?! As provas do ENEM acontecerão logo logo, portanto, cá estamos para revisar este assunto: REDAÇÃO. A ideia é traçarmos um

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Prova de Equivalência à Frequência FRANCÊS L.E II Prova 16 2013 Prova escrita 3.º Ciclo do Ensino Básico 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. História e Geografia de Portugal Junho de º Ano, de Escolaridade - 2.º Ciclo do Ensino Básico

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. História e Geografia de Portugal Junho de º Ano, de Escolaridade - 2.º Ciclo do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA História e Geografia de Portugal Junho de 2014 Prova (05) 2014 6.º Ano, de Escolaridade - 2.º Ciclo do Ensino Básico Objeto de avaliação A prova tem por referência

Leia mais

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico

Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico Agrupamento de Escolas da Senhora da Hora, Matosinhos Prova de Equivalência à Frequência do Ensino Básico INFORMAÇÃO PROVA DE HISTÓRIA 2016 9º ANO DE ESCOLARIDADE (DECRETO-LEI N.º 139 / 2012, DE 5 DE JULHO)

Leia mais

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide

Escola Básica 2,3 com Ensino Secundário de Alvide Informação da prova de equivalência à frequência de Francês Prova 16 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência o Programa

Leia mais

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016

INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016 INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS-2º CICLO maio 2016 PROVA 06 2016 Modalidade ESCRITA /ORAL -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO

PROJETO ATUALIDADE EM FOCO Centro Educacional Souza Amorim Jardim Escola Gente Sabida Sistema de Ensino PH Vila da Penha PRODUÇÃO TEXTUAL Nº3 ENTREGA: 17/ 03/ 2016 2º Ano do Ensino Médio Nome do aluno: Professor (a): DISCIPLINA:

Leia mais

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana.

Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. Unidade IV Cultura A pluralidade na expressão humana. 27.2 Conteúdo: Gênero dissertativo-argumentativo. Habilidade: Reconhecer recursos linguísticos de conexão textual (coesão sequencial) em um texto (D16).

Leia mais

FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica 2016

FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica 2016 informação-exame de recuperação/módulos em atraso data: 24.06.2016 FÍSICA E QUÍMCA módulo n.ºq3 curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos componente de formação científica

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS CUBA TÃO. EDITAL No 8/2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SÃO PAULO CAMPUS CUBA TÃO. EDITAL No 8/2014 PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO PARA PREENCHIMENTO DE VAGAS REMANESCENTES - ENSINO SUPERIOR 2 SEMESTRE de 2014 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo- Campus Cubatão, situado

Leia mais

OLIMPÍADA CATARINENSE DE REDAÇÃO. 1 a Edição

OLIMPÍADA CATARINENSE DE REDAÇÃO. 1 a Edição OLIMPÍADA CATARINENSE DE REDAÇÃO 1 a Edição 1. Responsabilidade: A 1ª Olimpíada Catarinense de Redação (OCR 2016) é um projeto, sem fins lucrativos, realizado pela Secretaria de Educação do Estado, em

Leia mais

Agrupamento de Escolas de São Pedro da Cova

Agrupamento de Escolas de São Pedro da Cova Agrupamento de Escolas de São Pedro da Cova Escola Básica de São Pedro da Cova Ano Letivo 2015/2016 INFORMAÇÃO- PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS PROVA ESCRITA 2016 Prova 06 2.ºCiclo do Ensino

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Inglês 12.º ano de Escolaridade Iniciação - trienal Prova 750/2.ª Fase 5 Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Médio PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Médio Código: 262 ETEC ANHANGUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Planejamento Empresarial e Empreendedorismo Série: 1º Eixo Tecnológico:

Leia mais

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014

Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014 Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Básico 9º Ano de Escolaridade História 2014 OBJETO DE AVALIAÇÃO O Exame de Equivalência à Frequência de História tem por referência o Programa de História em

Leia mais

INFORMAÇÃO DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA EQUIVALENTE A NACIONAL Secundário - 1.ª e 2.ª FASES CÓDIGO: 847

INFORMAÇÃO DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA EQUIVALENTE A NACIONAL Secundário - 1.ª e 2.ª FASES CÓDIGO: 847 2015/2016 ANO DE ESCOLARIDADE: 11.º ANO DURAÇÃO DO EXAME: 120 minutos TOLERÂNCIA: 30 minutos INFORMAÇÃO DE EXAME A NÍVEL DE ESCOLA EQUIVALENTE A NACIONAL Secundário - 1.ª e 2.ª FASES CÓDIGO: 847 DISCIPLINA:

Leia mais

Profª Rebecca Amor APRESENTAÇÃO

Profª Rebecca Amor APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO Profª Rebecca Amor Atua no magistério há 19 anos; Formada em Letras pela Universidade da Região de Joinville UNIVILLE - (SC); Mestrado em Letras UNIR (RO); Vice-coordenadora do projeto de

Leia mais

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade

AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade AGRUPAMENTO ESCOLAS DE REDONDO Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA (ORAL E ESCRITA) PORTUGUÊS Abril de 2016 Prova 61 2016 2º Ciclo do Ensino Básico

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Espanhol Prova 15 / Ciclo do Ensino Básico

Informação - Prova de Equivalência à Frequência. Espanhol Prova 15 / Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VIEIRA DE ARAÚJO ESCOLA EB/S VIEIRA DE ARAÚJO VIEIRA DO MINHO Espanhol Prova 15 / 2015 3 Ciclo do Ensino Básico INTRODUÇÃO O presente documento dá a conhecer os seguintes aspetos

Leia mais

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André

Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André Objetivos Gerais: Planejamento Anual 2015 Disciplina: Língua Portuguesa: Ação Série: 3º ano Ensino: Médio Professor: André # Promover as competências necessárias para as práticas de leitura e escrita autônomas

Leia mais

Informação - Prova de Equivalência à Frequência

Informação - Prova de Equivalência à Frequência Informação - Prova de Equivalência à Frequência ENSINO SECUNDÁRIO Prova de Equivalência à Frequência de 302 - BIOLOGIA (ter como referência o Desp.Norm. nº 1-G/2016) Ano letivo 2015/2016 I. INTRODUÇÃO

Leia mais

ENEM PERGUNTAS E RESPOSTAS

ENEM PERGUNTAS E RESPOSTAS ENEM PERGUNTAS E RESPOSTAS DICAS: PASSO A PASSO Na data da prova: Os portões de acesso abrem às 12h e fecham às 13h. Recomenda-se que todos os participantes cheguem ao local de prova até as 12h (horário

Leia mais

Prova Escrita de Inglês

Prova Escrita de Inglês EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Inglês 11.º/1º Anos de Escolaridade Continuação bienal Prova 550/1.ª Fase 5 Páginas Duração da Prova: 120 minutos.

Leia mais

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na

ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Nos termos do subitem do Edital, as instruções constantes nos Cadernos de Questões das Provas Objetiva e Dissertativa, na CONCURSO PÚBLICO Edital n. 01/2009 ANALISTA DE GESTÃO E ASSISTÊNCIA À SAÚDE-AGAS NÍVEL III GRAU A ARQUITETURA / ARQUITETURA HOSPITALAR Código 501 CADERNO 1 PROVA DISSERTATIVA ATENÇÃO Leia as instruções

Leia mais

JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO:

JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO: JUSTIFICATIVAS PARA MANUTENÇÃO OU PARA ALTERAÇÃO DE NOTAS DE REDAÇÃO PROTOCOLO: 22924028436-3 PROTOCOLO: 22924028436-3 MANTIDA A NOTA DIVULGADA. A prova de redação do concurso público do Os textos foram

Leia mais

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013

Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados PAEBES 2013 Oficina de Apropriação de Resultados de BIOLOGIA Dinâmica Eu não sou eu.sou o momento:passo. Mario Quintana Objetivos: Interpretar os resultados da avaliação

Leia mais

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO

INFORMAÇÃO -PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS DO 2º CICLO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE INGLÊS-2ºCICLO (PROVA 1. INTRODUÇÃO ESCRITA) Prova nº 06 O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do ensino básico

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Ciências Naturais 2016 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência do 3.º Ciclo

Leia mais

Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência

Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência Escola Básica 2,3 de Miragaia Informação Prova de Equivalência à Frequência Francês - 9. º Ano - Código 1 201 1- Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência

Leia mais

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA.

INGLÊS INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA. Prova º Ciclo do Ensino Básico AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS VERGÍLIO FERREIRA INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA INGLÊS Prova 21 2014 Tipo de prova: Escrita e Oral 1ª e 2ª Fases 3º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga

Leia mais

Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho)

Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Inglês Maio de 2015 Prova 358 12º Ano (continuação) Escrita e Oral Ensino Secundário (Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho) 1. Introdução O presente documento

Leia mais

INGLÊS PROVA (06) 2ª FASE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO

INGLÊS PROVA (06) 2ª FASE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DE: INGLÊS PROVA (06) 2ª FASE 2º CICLO DO ENSINO BÁSICO 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova de equivalência à frequência

Leia mais

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril)

2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA CIÊNCIAS NATURAIS 2016 Prova 02 / 2016 1ª e 2ª fase 2.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 17/2016, de 4 de abril) O presente documento divulga informação

Leia mais

A automedicação no Brasil

A automedicação no Brasil Nome: Unidade: Turma: TEXTO 01 Como pode o Brasil apresentar um quadro precário de saúde pública e, no entanto, estar no ranking dos países que mais consomem medicamentos no mundo? O consumo irresponsável

Leia mais

informação-exame de recuperação/módulos em atraso

informação-exame de recuperação/módulos em atraso informação-exame de recuperação/módulos em atraso data: 24.06.2016 FÍSICA E QUÍMICA módulo n.º Q2 Soluções curso profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas de Informação componente de

Leia mais

Prova Escrita de Francês

Prova Escrita de Francês EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 139/12, de de julho Prova Escrita de Francês.º e 11.º Anos de Escolaridade Continuação bienal Prova 17/2.ª Fase Critérios de Classificação 6 Páginas

Leia mais

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4

GRUPO 1 GRUPO 2 GRUPOS 3e4 GRUPO 1 GRUPO GRUPOS 3e UFG/CS RESPOSTAS ESPERADAS OFICIAIS GRUPO I ADEQUAÇÃO A-ao tema = 0 a pontos B-à leitura da coletânea = 0 a pontos C-ao gênero textual = 0 a pontos D-à modalidade = 0 a pontos CRITÉRIOS

Leia mais

Simulado de Redação para o ENEM 2016: critérios de correção

Simulado de Redação para o ENEM 2016: critérios de correção SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO BÁSICA Simulado de Redação para o ENEM 2016: critérios de correção Objetivo: Verificar competências linguísticas na

Leia mais

UNIDADES / CURSOS / MODALIDADES / ATO REGULATÓRIO / VAGAS / TURNOS UNIDADE ASA SUL

UNIDADES / CURSOS / MODALIDADES / ATO REGULATÓRIO / VAGAS / TURNOS UNIDADE ASA SUL CENTRO UNIVERSITÁRIO EURO-AMERICANO Mantido pelo Instituto Euro-Americano de Educação, Ciência e Tecnologia 1 Processo Seletivo de 2012 ATO EDITAL 01/2012 Em 28 de outubro de 2011 O Coordenador da Comissão

Leia mais

Escola Básica e Secundária de Alvide

Escola Básica e Secundária de Alvide Informação-Exame de equivalência à frequência de Inglês (prova escrita) Prova 21 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro 1. Objeto de avaliação A prova tem por referência

Leia mais

Relatório Final de Avaliação. Ação n.º 28/2010

Relatório Final de Avaliação. Ação n.º 28/2010 Centro de Formação de Escolas dos Concelhos de Benavente, Coruche e Salvaterra de Magos Relatório Final de Avaliação Ação n.º 28/2010 Competências Digitais (Nível 1) Curso C Agrupamento de Escolas Duarte

Leia mais

Introdução. 3 º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro)

Introdução. 3 º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro) INFORMAÇÃO PROVA LÍNGUA ESTRANGEIRA I INGLÊS Escrita e Oral 2016 Prova 21 3 º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei n.º 3/2008, de 7 de janeiro) Introdução O presente documento divulga informação relativa

Leia mais

Escola Secundária de Camões

Escola Secundária de Camões Escola Secundária de Camões INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 11º Ano Espanhol (Continuação) Código 368 (Decreto-Lei nº 74/2004, de 26 de março) Modalidade da Prova: Escrita + Oral Duração

Leia mais

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 358- Língua Estrangeira I- Inglês-12 º ANO_ENSINO SECUNDÁRIO Prova escrita e prova oral _ 2014

INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 358- Língua Estrangeira I- Inglês-12 º ANO_ENSINO SECUNDÁRIO Prova escrita e prova oral _ 2014 INFORMAÇÃO-PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA 358- Língua Estrangeira I- Inglês-12 º ANO_ENSINO SECUNDÁRIO Prova escrita e prova oral _ 2014 1. INTRODUÇÃO O presente documento visa divulgar as características

Leia mais

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José?

Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM. E agora José? Prof. Daniel Santos Redação RECEITA PARA DISSERTAÇÃO ARGUMENTAÇÃO ESCRITA - ENEM E agora José? Respondam Rápido: O que encanta um homem? O que encanta uma mulher? E o que ENCANTA um corretor do ENEM?

Leia mais

FRANCÊS 9ºano ABRIL 2015

FRANCÊS 9ºano ABRIL 2015 INFORMAÇÃO - PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA FRANCÊS 9ºano ABRIL 2015 Prova 16 2015 3.º Ciclo do Ensino Básico (Decreto-Lei nº 139/2012, de 05 de julho) 1. Introdução O presente documento dá a conhecer

Leia mais

Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de:

Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de: Matriz da Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de COLÉGIO LICEAL DE SANTA MARIA DE LAMAS Prova de Exame de Equivalência à Frequência do Ensino Secundário de: Prova 358 2016

Leia mais

1. OBJETO DE AVALIAÇÃO

1. OBJETO DE AVALIAÇÃO Informação Prova Prova código 06 de Inglês Prova de Equivalência à Frequência do 2º Ciclo do Ensino Básico Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Despacho normativo n.º 1-G/2016, de 6 de abril O presente

Leia mais

Onde se lê: O processo classificatório será constituído por uma prova de Redação.

Onde se lê: O processo classificatório será constituído por uma prova de Redação. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PROCESSO SELETIVO CONCURSO VESTIBULAR EAD - UAB/UFSM (2º Semestre) EDITAL N. 042/2016 RETIFICAÇÃO DO EDITAL 040/2016

Leia mais

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina.

1ª/2ª Fase. As informações apresentadas neste documento não dispensam a consulta da legislação referida e do programa da disciplina. Agrupamento de Escolas de Barrancos INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DO ENSINO BÁSICO INGLÊS maio de 2016 Prova 21 2016 1ª/2ª Fase 3.º Ciclo do Ensino Básico Tipo de Prova: Escrita + Oral

Leia mais

REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS

REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS REGULAMENTO DE EXTENSÃO DA FACULDADE ASCES CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E OBJETIVOS Art 1º. A Extensão Acadêmica se constitui em uma prática permanente de interação universidade-sociedade, articulada ao ensino

Leia mais

Prova de Exame de Equivalência à Frequência de Inglês - (Continuação) Formação Geral

Prova de Exame de Equivalência à Frequência de Inglês - (Continuação) Formação Geral Prova de Exame de Equivalência à Frequência de Inglês - (Continuação) Formação Geral Prova 367 2016 10º/11º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho Introdução O presente documento visa

Leia mais

1º Simulado de Redação 3ª série do Ensino Médio

1º Simulado de Redação 3ª série do Ensino Médio 1º Simulado de Redação 1. (Manga!/2014) Com base na leitura dos textos motivadores seguintes e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo, em norma

Leia mais

EDITAL Nº 01, DE 06 DE JULHO DE 2016 REFERENTE ÀS COMEMORAÇÕES DO DIA DO ESTAGIÁRIO

EDITAL Nº 01, DE 06 DE JULHO DE 2016 REFERENTE ÀS COMEMORAÇÕES DO DIA DO ESTAGIÁRIO SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DE PERNAMBUCO GERÊNCIA GERAL DE GESTÃO POR DESEMPENHO E DESENVOLVIMENTO DE CARREIRAS DO ESTADO NÚCLEO DE ESTÁGIO CORPORATIVO EDITAL Nº 01, DE 06 DE JULHO DE 2016 REFERENTE ÀS

Leia mais

REDAÇÃO 50 ANOS. SIMULADO 3º Ano G ENEM. Praça Dom José Thomaz S/N - Aracaju SE Site: Fone: Formar para a vida

REDAÇÃO 50 ANOS. SIMULADO 3º Ano G ENEM. Praça Dom José Thomaz S/N - Aracaju SE Site:  Fone: Formar para a vida PROPOSTA DE A partir da leitura dos textos motivadores seguintes e com base nos conhecimentos construídos ao longo da sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma padrão da língua portuguesa

Leia mais

1. Introdução. Prova de Equivalência à Frequência de: 3.º Ciclo do Ensino Básico. Informação n.º 01 /2014. Prova 16 / 2014.

1. Introdução. Prova de Equivalência à Frequência de: 3.º Ciclo do Ensino Básico. Informação n.º 01 /2014. Prova 16 / 2014. AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE MEM MARTINS Sede: ES de Mem Martins EB23 Maria Alberta Menéres; EB1 de Mem Martins n.º 2; EB1 com JI da Serra das Minas n.º 1 Informação n.º 01 /2014 Prova 16 / 2014 Prova de

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE ESCOLA E. B. 2,3 DE SANTO ANTÓNIO

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PAREDE ESCOLA E. B. 2,3 DE SANTO ANTÓNIO 1. Introdução O presente documento visa divulgar as características da prova final a nível de escola do 2º ciclo do Ensino Básico da disciplina de Português, a realizar em pelos alunos que se encontram

Leia mais

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA

EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA assinatura do(a) candidato(a) Admissão para Portador de Diploma de Curso Superior. a DCS/0 EDUCAÇÃO ARTÍSTICA: MÚSICA LICENCIATURA Prova Dissertativa LEIA COM ATENÇÃO AS INSTRUÇÕES ABAIXO. Confira atentamente

Leia mais

DISCIPLINA INGLÊS ( PROVA ESCRITA )

DISCIPLINA INGLÊS ( PROVA ESCRITA ) INFORMAÇÃO PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA DISCIPLINA INGLÊS ( PROVA ESCRITA ) PROVA 21/2016 9º Ano de Escolaridade (Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho, republicado pelo Decreto-Lei nº 91/2013,

Leia mais

Resolução de Questões do ENEM (Noite)

Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) Resolução de Questões do ENEM (Noite) 1- A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, texto dissertativo-argumentativo

Leia mais

Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015

Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015 Informação Prova de Equivalência à Frequência 11º Ano Inglês - Ano letivo 2014/ 2015 O presente documento divulga informação relativa ao Exame de Equivalência à Frequência do 11º ano do ensino secundário,

Leia mais

Edital do Simulado do ENEM - SBME 2014

Edital do Simulado do ENEM - SBME 2014 Edital do Simulado do ENEM - SBME 214 O Diretor- Geral do SBME Prof. Valseni Braga, no exercício de suas funções e assessorado pelo Comitê de Gestão Pedagógica, institui a realização do Simulado Institucional

Leia mais

A ascensão da mulher no mercado de trabalho

A ascensão da mulher no mercado de trabalho A ascensão da mulher no mercado de trabalho Proposta de redação: Há uma considerável inserção de senhoras e senhoritas no mercado de trabalho, fruto da falência dos modelos tradicionais civilizatórios.

Leia mais

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico

Administração Central Unidade de Ensino Médio e Técnico - CETEC. Plano de Trabalho Docente Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2013 Ensino Técnico ETEC Professor Massuyuki Kawano Extensão E.E Índia Vanuíre Código: 136 Município: Tupã Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação Profissional:

Leia mais