Maria Beatriz, 12ºA, nº23

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Maria Beatriz, 12ºA, nº23"

Transcrição

1 Estes dois irmãos sofrem, obviamente, com os acontecimentos do passado, uma nãoinfância : duas crianças que tiveram de crescer sozinhos, cuidar um do outro e, juntos do irmão mais novo, lidar com uma mãe dependente de álcool e com os constantes ataques agressivos que ela tinha. Ambos viveram uma realidade indesejável, sem alguém que lhes indicasse o rumo certo e lhes ensinasse a lidar com a vida. Sozinhas enfrentaram a morte de um irmão, o que os marcou para sempre. É claro que pessoas como Nick e o irmão, frágeis, sem esperança e sem apoio não conseguem facilmente enfrentar a vida e lidar com o que esta traz. Veja-se a vida do irmão de Nick: perde a mãe do filho ficando com este para cuidar. Perde-se. Tem a melhor das intenções a querer cuidar de Martin, em amá-lo e dar-lhe o apoio que ele próprio não teve mas não sabe como. Não tem ideia de como lidar com o que sente e muito menos do que fazer na vida. Acaba por seguir caminhos apertados: a droga. Obviamente que esta não lhe acrescenta nada, pelo contrário só tira, mas a droga é o caminho mais fácil e ele não é forte o suficiente para fugir dele. Vai preso deixando o filho sozinho e não aguentou a pressão de estar preso encontrando no suicídio a solução para os seus problemas: fugiu da vida e deu ao seu filho a esperança de ter um futuro diferente do seu. Nick teve uma vida muito sombria. Tinha a necessidade e obrigação de cuidar dos irmãos e sentiu que falhou quando o mais novo morre. Culpabiliza-se toda a vida dessa morte e isso atormenta-o. Ele também se perde quando perde a mulher que amava, com ela tinha esperança e sem ela ficou sem chão tornando-se uma pessoa ainda mais fragilizada e fria. Claro está que os acontecimentos em crianças transformaram a vida destes dois adultos em sofrimento. Os dois irmãos não conseguem vingar na vida, porque a vida se encarregou de se vingar neles. Maria Beatriz, 12ºA, nº23

2 Filme Submarino Submarino é um filme profundamente dramático que relata uma história dolorosa, trágica e triste, vivida por dois irmãos que foram marcados para toda a vida por um trauma da infância, porque o seu irmão mais novo morreu aos seus cuidados ainda bebé, devido ao abandono da mãe que era alcoólica. O filme mostra as suas vidas miseráveis: a dependência do álcool, o poder destrutivo causado pelas drogas e os seus problemas familiares e afetivos. Ao longo das suas vidas os irmãos vão-se autodestruindo e afundando no seu trágico sofrimento, como um submarino no fundo do mar. Nick, o irmão mais velho, torna-se num homem violento, expresidário, alcoólico, triste e solitário, que tem um amigo sociopata (Ivan) e nem no sexo tem prazer. Apesar de ter estes defeitos, o protagonista mostra ter uma forte resiliência perante os seus sentimentos e emoções que vai sentindo ao longo da vida. O irmão mais novo de Nick (que não tem nome!) também tem uma vida muito desiquílibrada: a trágica morte da sua esposa (podendo ser essa a causa que levou ao vicío das drogas) transformou-o num traficante. Ele tenta ser um bom pai para o filho Martin. Numa cena íntima entre ambos, decidiram fazer um pacto em que estabelecem uma forte ligação com a marca do Zorro, desenhado pelo pai numa folha de papel, dizendo que, mesmo estando separados eles poderiam reencontar-se se tivessem essa marca sempre consigo. Tal foi impossível, visto que, o irmão do Nick se suícidou, mas mesmo assim, o filho Martin continuou a acreditar que esse reencontro era possível. A mensagem do filme é psicológica: a falta de uma mãe presente na infância das personagens, que levou á morte do irmão bebé, teve consequências marcantes nas suas vidas futuras. Tornam-se adultos perdidos, miseráveis, viciados no álcool e nas drogas, incapazes de terem relações familiares e paternais normais, assemelhando-se à tragédia que viveram em crianças. Ou seja, tinham voltado ao ponto de partida. O filme apesar de ser trágico, o final dá alguma esperança; o Nick poderá vir a fazer o que não conseguiu na sua infância com o seu irmão bebé, isto é, criar o seu sobrinho e partilhar com ele uma vida familiar afetiva e terem um futuro diferente. Daniel Anes Frederico, 12ºA

3 Submarino O filme Submarino apresenta, de certa forma, uma íntima conexão com o seu título, demonstrando a imersão das personagens na sua vertente problemática. No caso dos dois irmãos, esta vertente advem principalmente da infância trágica e traumática marcada pela condição alcoólica autodestrutiva da mãe e pela morte do seu irmão bebé, Martin. Neste universo o Submarino, além de representar o evidenciado anteriormente, remente também para a repressão dos sentimentos e das emoções por parte das personagens e para o facto de estas sobreviverem em altas pressões apenas com a cabeça à tona de água. Isto é demonstrado no filme pelos repentinos ataques de raiva do Nick e da sua incapacidade de comunicar adequadamente com os outros (apesar de se verificar uma evolução positiva no seu comportamento com o decorrer da ação). Considerando outro aspeto, é possível afirmar que o passado de um indivíduo modificará o seu futuro, tendo profundas consequências a nível psicológico e emocional. Particularizando, foram criados hábitos nas personagens como forma de lidar com a sua mãe, o que é bem visível não só nas alturas em que bebe mas também nas dezenas de garrafas espalhadas no seu apartamento. O seu irmão mais novo recorre à droga para esquecer temporariamente o seu sofrimento. Concluindo, o filme demonstra pessoas com caracteres autodestrutivos provenientes de um lar e de um passado em ruínas, sendo que não conseguem subir à superfície, ou seja, não conseguem emergir do seu oceano de problemas e pensamentos. David José Fonseca Fontinha Nº5 12ºA

4 Português João Sanheiro 12ºA nº21 Texto Argumentativo Submarino C-30;F Este é um filme muito intenso que prende qualquer espectador ao ecrã, desde o seu início. Ao contrário do que estamos habituados, não existe aquele final feliz no qual todos ficam bem e tudo acaba da melhor forma. Existe sim uma profunda e bastante realista demonstração do que é a vida real, uma vida dura e muitas vezes injusta, na qual apenas os mais perseverantes podem vingar. Nick e o seu irmão eram dois rapazes aparentemente normais, mas quando no início do filme o seu irmão (um bebé ainda) morre tudo mudou. Os dois jovens sempre se culparam por esta tragédia, mas será que tinham razão? Não creio. O que é facto é que cada um ficou, à sua maneira, profundamente afetado e isso iria refletir-se nas suas vidas futuras. Por um lado, nenhum dos dois conseguiu ter uma vida normal, o que é compreensível. As suas vidas ficaram sempre marcadas pela dor, sofrimento, angústia. Vemos que Nick se tornou uma pessoa desequilibrada, uma vez que não tinha controlo sobre as suas emoções, o que levou também a que se tornasse numa pessoa bastante solitária. O seu irmão por sua vez, acabou por tornar-se um toxicodependente, bastante fraco de personalidade e que nunca conseguiu resistir aos seus vícios mesmo tendo o seu filho. Por outro lado, também é possível observar outro tipo de influência que esse acontecimento passado teve nas duas personagens, na medida em que nenhum dos dois esqueceu o seu irmãozinho. No caso de Nick, vemos que este é um indivíduo aparentemente frio, mas que também é emocional e bondoso para com os outros, e penso que isso se deve ao facto (apesar de não ser demonstrado no filme)de muitas vezes se lembrar daquele pequenino bebé que tanto amava sendo que depois, de certa forma, transferiu esse amor para o seu sobrinho que tinha o mesmo nome. E é claro, em relação ao irmão de Nick não há dúvidas visto que, como já foi dito, deu o nome daquele bebé ao seu próprio filho, no sentido de nunca esquecer aquele seu pequeno irmão, para que ele seja sempre lembrado. Em conclusão, é quase impossível não reparar na influência que aquele acontecimento passado teve nos dois irmãos e é da extrema importância salientar a intensidade que essa influência representou.

5 Texto argumentativo: O filme Submarino mergulha numa série de eventos que tornam Nick e o seu irmão diferentes do que é esperado pela sociedade. Os dois rapazes são de certa forma, abandonados por uma mãe alcoólica que não lhes dá o amor e a protecção que qualquer progenitor deve dar aos seus filhos. Apesar da falta de apoio que recebem, o acontecimento marcante das suas juventudes é a morte do pequeno Martin, irmão que cuidavam de forma carinhosa. Esta tragédia é vital para os tornar dois adultos frustrados com a sua vida. Nick é uma personagem que não controla as suas emoções, refugiando-se no álcool para tentar atingir um estado de inconsciência do que experienciou quando era mais novo. A agressividade é a sua forma de se expressar quando é levado ao limite. A indiferença da sociedade é um factor importante no homem que se torna, visto que ninguém quis saber dele, ninguém o tentou ajudar, fechando-se para sempre e nunca mais tentando esboçar um sentimento. Da mesma forma, o irmão de Nick encontra na droga o que a vida não lhe proporcionou, tem uma fraca personalidade, motivo pelo qual o seu nome não é referido no filme, e tenta manter a memória do seu irmão que morreu viva. Concluí-se, então, que as personagens estariam destinadas a fracassar na vida, depois de uma infância pesada emocionalmente que os assombra durante o seu percurso

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil

PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil PONTA DELGADA AÇORES 08 a 10 de MAIO de 2013 Emmanuel Fortes S. Cavalcanti 3º Vice Presidente CFM - Brasil Trabalho de educação continuada desenvolvido pelo CRM-AL em 2002. Atendimento de profissionais

Leia mais

O Trabalho de Família de Origem

O Trabalho de Família de Origem O Trabalho de Família de Origem Autora: Vânia Bastos Fonseca de Castilho CEFAC 1994 A vida da Família de origem é uma experiência poderosa para todas as pessoas e seu impacto não fica restrito à infância.

Leia mais

ADOLESCÊNCIA SEXUALIDADE

ADOLESCÊNCIA SEXUALIDADE ADOLESCÊNCIA E SEXUALIDADE Adolescência É o período de transição entre a infância e a idade adulta. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS),o período da adolescência situa-se entre os 10 e os 20 anos.

Leia mais

MULHERES QUE AMAM DE MAIS

MULHERES QUE AMAM DE MAIS ROBIN NORWOOD MULHERES QUE AMAM DE MAIS Tradução de Isabel Alves k Índice Agradecimentos........................................ 9 Prefácio............................................... 11 Introdução............................................

Leia mais

Maus -tratos. ACÇÃO DE FORMAÇÃO ANO de 2010 FÁBIA SOUZA

Maus -tratos. ACÇÃO DE FORMAÇÃO ANO de 2010 FÁBIA SOUZA ACÇÃO DE FORMAÇÃO ANO de 2010 FÁBIA SOUZA Os maus-tratos a crianças têm uma longa história, possivelmente do tamanho da humanidade. (Martins, 2002:23). Maus - tratos Maus - tratos Maus-tratos Martínez

Leia mais

Dependência Emocional {Codependência} Criando liberdade de viver Amando sem dependência

Dependência Emocional {Codependência} Criando liberdade de viver Amando sem dependência Dependência Emocional {Codependência} Criando liberdade de viver Amando sem dependência Nossa missão é apresentar informações relevantes, de modo simples e direto, para esclarecer e conscientizar sobre

Leia mais

A Importância da Família na Educação

A Importância da Família na Educação A Importância da Família na Educação Não caminhes à minha frente Posso não saber seguir-te. Não caminhes atrás de mim Posso não saber guiar-te. Educadora Social Dra. Joana Valente Caminha antes a meu lado

Leia mais

Crescer Sem Violência

Crescer Sem Violência Escrito por: Al Crowell Com permissão, traduzido e adaptado por Andréia C. K. Mortensen e Jan Andrade, revisado por Andréa Mascarenhas. Ilustrado por: Rebeca García-González Produção e layout da versão

Leia mais

PARA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL

PARA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL Panorama Social Viviani Bovo - Brasil 1 RELATÓRIO FINAL PARA CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL PANORAMA SOCIAL Viviani Bovo Campinas - Brasil Panorama Social Viviani Bovo - Brasil 2 Relatório para Certificação

Leia mais

A CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA COGNITIVO- COMPORTAMENTAL COM PACIENTES EM SITUAÇÕES DE CRISE EDSON VIZZONI PSICÓLOGO IBH ABRIL 2014

A CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA COGNITIVO- COMPORTAMENTAL COM PACIENTES EM SITUAÇÕES DE CRISE EDSON VIZZONI PSICÓLOGO IBH ABRIL 2014 A CONTRIBUIÇÃO DA TERAPIA COGNITIVO- COMPORTAMENTAL COM PACIENTES EM SITUAÇÕES DE CRISE EDSON VIZZONI PSICÓLOGO IBH ABRIL 2014 Um estado temporário de perturbação e desorganização, caracterizado principalmente

Leia mais

Casa de Apoio Médico e Psicológico

Casa de Apoio Médico e Psicológico ÍNDICE INTRODUÇÃO 02 I CONCEITO 03 II FASES DE PROGRESSÃO DA DEPENDÊNCIA 04 QUÍMICA III TRATAMENTO 05 IV PROCESSO DE RECUPERAÇÃO 06 V RECAÍDA 08 VI CO-DEPENDÊNCIA 11 1 A Dependência Química (DQ) é uma

Leia mais

Os bons pais dão presentes, os pais brilhantes dão o seu próprio ser

Os bons pais dão presentes, os pais brilhantes dão o seu próprio ser Os bons pais dão presentes, os pais brilhantes dão o seu próprio ser Este hábito dos pais brilhantes contribui para desenvolver nos seus filhos: auto estima, protecção da emoção, capacidade de trabalhar

Leia mais

Argumento para Série Não Conte a Ninguém

Argumento para Série Não Conte a Ninguém UNIVERSIDADE COMUNITÁRIA DA REGIÃO DE CHAPECÓ Curso: 1069/432 - Curso Superior De Tecnologia Em Produção Audiovisual Disciplina: Roteiro para Televisão Professor: Ricardo J. Sekula Turma: Período: 2 Ano/Semestre

Leia mais

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org.

Palestra Virtual. Tema: Perda dos Entes Queridos. Palestrante: Mauro Operti. Promovida pelo IRC-Espiritismo http://www.irc-espiritismo.org. Palestra Virtual Promovida pelo http://www.irc-espiritismo.org.br Tema: Perda dos Entes Queridos Palestrante: Mauro Operti Rio de Janeiro 08/05/1998 Organizadores da palestra: Moderador: Macroz (nick:

Leia mais

O DIVÓRCIO SEGUNDO CARTER &MC GOLDRICK(1995) O DIVÓRCIO É UMA CRISE DE TRANSIÇÃO;

O DIVÓRCIO SEGUNDO CARTER &MC GOLDRICK(1995) O DIVÓRCIO É UMA CRISE DE TRANSIÇÃO; O DIVÓRCIO SEGUNDO CARTER &MC GOLDRICK(1995) O DIVÓRCIO É UMA CRISE DE TRANSIÇÃO; TORNA-SE MAIS COMUM EMBORA OS CÔNJUGES NÃO ESTEJAM PREPARADOS, SOFRENDO GRANDE IMPACTO FÍSICO E EMOCIONAL; AFETA OS MEMBROS

Leia mais

ANÁLISE PSICOLÓGICA DO PERFIL DE CRIANÇAS E PAIS BRASILEIROS NO JAPÃO. Juliana F. de Barros - Psicóloga

ANÁLISE PSICOLÓGICA DO PERFIL DE CRIANÇAS E PAIS BRASILEIROS NO JAPÃO. Juliana F. de Barros - Psicóloga ANÁLISE PSICOLÓGICA DO PERFIL DE CRIANÇAS E PAIS BRASILEIROS NO JAPÃO Juliana F. de Barros - Psicóloga A minha vinda para o Japão em 2014: Projeto coordenado pela Prof.ª Mary Yoko Okamoto chamado: Programa

Leia mais

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH

O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH O que é Distúrbio Bipolar Bipolar Disorder Source - NIMH Distúrbio Bipolar, também conhecido como mania e depressão, é uma desordem do cérebro que causa mudanças não previstas no estado mental da pessoa,

Leia mais

A vivência na conjugalidade é todo um processo que engloba outros processos como a intimidade, a vida sexual, o trabalho, a procriação, a partilha

A vivência na conjugalidade é todo um processo que engloba outros processos como a intimidade, a vida sexual, o trabalho, a procriação, a partilha Existe um facto para o qual também devemos dar atenção: o agressor poderá estar numa posição de solidão. Poucos serão os agressores que terão a consciência do problema que têm, a agressividade que não

Leia mais

O DESEJO DE MORRER. A ideia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más. Suicídio

O DESEJO DE MORRER. A ideia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más. Suicídio O DESEJO DE MORRER A ideia do suicídio é uma grande consolação: ajuda a suportar muitas noites más Suicídio Os comportamentos suicidários constituem um flagelo da nossa sociedade contemporânea. Contudo,

Leia mais

A experiência das crianças na escola

A experiência das crianças na escola Compreendendo a infância A experiência das crianças na escola Compreendendo a infância é uma série de pequenos textos escritos por experientes terapeutas de crianças na Inglaterra, para ajudar a esclarecer

Leia mais

ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638

ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638 ASSÉDIO MORAL: Por: Claudia Regina Martins Psicóloga Organizacional CRP 08/13638 DEFINIÇÕES Moral: É o conjunto de regras adquiridas através da cultura, da educação, da tradição e do cotidiano, e que orientam

Leia mais

Projeto ESCOLA SEM DROGAS. Interpretando o texto Por trás das letras. Nome: Escola: Série: Título: Autor:

Projeto ESCOLA SEM DROGAS. Interpretando o texto Por trás das letras. Nome: Escola: Série: Título: Autor: Projeto ESCOLA SEM DROGAS Interpretando o texto Por trás das letras Nome: Escola: Série: Título: Autor: O que a capa do livro expressa para você? Capitulo 1 - Floresta Amazônia Por que a autora faz uma

Leia mais

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo

Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo 2013 Transição para a parentalidade após um diagnóstico de anomalia congénita no bebé: Resultados do estudo Ana Fonseca, Bárbara Nazaré e Maria Cristina Canavarro Pontos de interesse especiais: Porque

Leia mais

Modelos do Tempo. O tempo veste um traje diferente para cada papel que desempenha em nosso pensamento. John Wheeler

Modelos do Tempo. O tempo veste um traje diferente para cada papel que desempenha em nosso pensamento. John Wheeler 2 Modelos do Tempo O tempo veste um traje diferente para cada papel que desempenha em nosso pensamento. John Wheeler Você pode olhar agora para a idéia do que sejam modelos. Modelos são descrições ou simulações

Leia mais

Preciso DE ME DESPIR do que aprendi. Desencaixotar AS minhas EMOÇÕES verdadeiras. Desembrulhar-me e ser EU! Uma aprendizagem de desaprendizagem...

Preciso DE ME DESPIR do que aprendi. Desencaixotar AS minhas EMOÇÕES verdadeiras. Desembrulhar-me e ser EU! Uma aprendizagem de desaprendizagem... Preciso DE ME DESPIR do que aprendi. Desencaixotar AS minhas EMOÇÕES verdadeiras. Desembrulhar-me e ser EU! Uma aprendizagem de desaprendizagem... Alberto Caeiro Do senso comum: -Sabedoria -Instinto social

Leia mais

Quem Sou Eu? ACREDITO QUE A VISÃO

Quem Sou Eu? ACREDITO QUE A VISÃO Quem Sou Eu? ACREDITO QUE A VISÃO obscura que muitas pessoas têm sobre esta questão é um dos grandes entraves ao real aproveitamento de nossa passagem pela Terra. A maioria das pessoas acredita, erroneamente,

Leia mais

QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: CLASSIFIQUE EM VERDADEIRO (V) OU FALSO (F) AS SENTENÇAS ABAIXO:

QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: CLASSIFIQUE EM VERDADEIRO (V) OU FALSO (F) AS SENTENÇAS ABAIXO: QUESTIONÁRIO: VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS NOME: 1. Um tapinha no bumbum não é considerado violência devido ao baixo grau de agressão. 2. A prática sexual com indivíduos menores de 14 anos, com o consentimento

Leia mais

Mitos e equívocos sobre sobreviventes de cancro infantil.

Mitos e equívocos sobre sobreviventes de cancro infantil. Mitos e equívocos sobre sobreviventes de cancro infantil. 1 MITO Crianças com cancro e sobreviventes de cancro infantil, representam um risco de saúde para a saúde das outras crianças / adolescentes. Eles

Leia mais

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o

Psicose pós-parto. A psicose pós-parto é um quadro de depressão pós-parto mais grave e mais acentuado, pois na psicose pós-parto existe o Psicose pós-parto Pode ir desde uma leve tristeza que desaparece com o passar dos dias até um grau mais grave de depressão onde é necessária uma rápida intervenção médica. Este estágio é chamado de psicose

Leia mais

I DIVERSOS. Recuperação de um toxicômano - estudo de caso * * Artigo apresentado à redação em 1.10.79. 1.1 Antecedentes familiares

I DIVERSOS. Recuperação de um toxicômano - estudo de caso * * Artigo apresentado à redação em 1.10.79. 1.1 Antecedentes familiares I DIVERSOS I Recuperação de um toxicômano - estudo de caso * GLÓRIA QUINTELA 1. Constelação familiar; 2. Entrevista psicológica; 3. Testes de personalidade; 4. Testes de inteligência; 5. Conclusão. 1.

Leia mais

Olhar de Novo. Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying. Dirigido ao ensino secundário. 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro

Olhar de Novo. Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying. Dirigido ao ensino secundário. 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro Olhar de Novo Espetáculo de Teatro Fórum sobre bullying Dirigido ao ensino secundário 35.ª produção Baal17 Companhia de teatro Olhar de Novo - Sinopse e ficha técnica Na vida, como no Facebook, os gostos

Leia mais

GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE PSICOLOGIA E INTERVENÇÃO SOCIAL

GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE PSICOLOGIA E INTERVENÇÃO SOCIAL GUARDA NACIONAL REPUBLICANA COMANDO DA ADMINISTRAÇÃO DOS RECURSOS INTERNOS DIRECÇÃO DE RECURSOS HUMANOS CENTRO DE PSICOLOGIA E INTERVENÇÃO SOCIAL JUNHO 2013 ÍNDICE ÂMBITO... 3 INTRODUÇÃO... 4 COMO SE MANIFESTA

Leia mais

EDUCAR PARA A AMIZADE ABORDAGEM ANTROPOLÓGICA DA AFETIVIDADE

EDUCAR PARA A AMIZADE ABORDAGEM ANTROPOLÓGICA DA AFETIVIDADE EDUCAR PARA A AMIZADE 1 ABORDAGEM ANTROPOLÓGICA DA AFETIVIDADE ANTROPOLOGIA Estudo dos comportamentos e evoluções sociais. Porque AMIZADE??? Porque ela é a base dos relacionamentos saudáveis. Ela nos traz

Leia mais

O que é brincar e como se diferencia das outras actividades?

O que é brincar e como se diferencia das outras actividades? i dos Pais Temas O Brincar Todas as crianças são únicas e diferentes das outras, sendo que as suas diferenças individuais parecem estar diretamente associadas com a sua maneira de brincar e a imaginação

Leia mais

O CAMINHO DO KYOKUSHIN (1979)

O CAMINHO DO KYOKUSHIN (1979) O CAMINHO DO KYOKUSHIN (1979) A Filosofia de Mas Oyama (Tradução para português do Senpai Luís Pinto) Índice: Prefácio As aspirações A assiduidade A coragem O sucesso exige educação Os pais As razões para

Leia mais

VENCENDO A SOLIDÃO. Vencendo a Solidão 1 Rs 19

VENCENDO A SOLIDÃO. Vencendo a Solidão 1 Rs 19 VENCENDO A SOLIDÃO Vivemos num planeta com 7 bilhões de pessoas e ainda assim podemos sentir profunda e esmagadora solidão. Viver no meio de uma multidão indiferente é a forma mais cruel de conviver com

Leia mais

TRABALHANDO OS GIGANTES DA ALMA PARA SER UM EMPREENDEDOR. SILVIA PIRES

TRABALHANDO OS GIGANTES DA ALMA PARA SER UM EMPREENDEDOR. SILVIA PIRES TRABALHANDO OS GIGANTES DA ALMA PARA SER UM EMPREENDEDOR. SILVIA PIRES Quais são os gigantes da alma? É na infância que se constrói o caráter, para você ser um adulto de valor! ROTINA Vivemos numa sociedade

Leia mais

O papel das emoções na nossa vida

O papel das emoções na nossa vida O papel das emoções na nossa vida Ao longo da vida, os indivíduos deparam-se com uma variedade de situações que exigem o recurso a variadas competências de modo a conseguirem uma gestão eficaz das mesmas.

Leia mais

OS EFEITOS DAS EMOÇÕES NEGATIVAS NA SAÚDE DE NOSSO CORPO

OS EFEITOS DAS EMOÇÕES NEGATIVAS NA SAÚDE DE NOSSO CORPO 1 RESUMO OS EFEITOS DAS EMOÇÕES NEGATIVAS NA SAÚDE DE NOSSO CORPO Glória Maria A. F. Cristofolini Nada se passa na mente que o corpo não manifeste, cita Hermógenes. Quando a medicina ocidental passou a

Leia mais

A depressão pós-parto:

A depressão pós-parto: Compreendendo a infância A depressão pós-parto: um problema para toda a família Compreendendo a infância é uma série de pequenos textos escritos por experientes terapeutas de crianças na Inglaterra, para

Leia mais

ANÁLISE PSICO-DECLINAL DA PERSONAGEM PAULO HONÓRIO EM SÃO BERNARDO. Este trabalho terá como enfoque o estudo da trajetória da personagem Paulo Honório

ANÁLISE PSICO-DECLINAL DA PERSONAGEM PAULO HONÓRIO EM SÃO BERNARDO. Este trabalho terá como enfoque o estudo da trajetória da personagem Paulo Honório 1 ANÁLISE PSICO-DECLINAL DA PERSONAGEM PAULO HONÓRIO EM SÃO BERNARDO Dênia Suellen Santos 1 José Augusto dos Santos Filho 2 INTRODUÇÃO Este trabalho terá como enfoque o estudo da trajetória da personagem

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

Reflexão sobre o filme La Haine (O Ódio) de Mathieu Kassovitz

Reflexão sobre o filme La Haine (O Ódio) de Mathieu Kassovitz O filme O ódio retrata uma sociedade envolvida pela miséria, revolta e corrupção. Onde três jovens de diferentes origens étnicas, deambulam por Paris num estado de agitação provocado pela morte de um amigo

Leia mais

Não é o outro que nos

Não é o outro que nos 16º Plano de aula 1-Citação as semana: Não é o outro que nos decepciona, nós que nos decepcionamos por esperar alguma coisa do outro. 2-Meditação da semana: Floresta 3-História da semana: O piquenique

Leia mais

Saúde, Cultura e Sociedade (Actas do III Congresso Internacional)

Saúde, Cultura e Sociedade (Actas do III Congresso Internacional) Recaída em alcoólicos: causas e consequências Fernando Pereira Instituto Politécnico de Bragança; Centro de Investigação de Montanha; Centro de Investigação e Intervenção Educativa; Associação Reaprender

Leia mais

Dra. Daniela Figueiredo

Dra. Daniela Figueiredo família horizontal, em que as gerações se sucediam, Dra. Daniela Figueiredo Licenciada em Ciências da Educação pela Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Coimbra. Doutorada

Leia mais

As Emoções e sua relação com os nossos orgãos.

As Emoções e sua relação com os nossos orgãos. As Emoções e sua relação com os nossos orgãos. Deva Shabdam Janete O Fígado Ele é responsável por desmoronar e armazenar e reconstruir a matéria. Se a vida de uma pessoa desmorona, e não consegue realizar

Leia mais

FRASES RITUALÍSTICAS REFLEXÃO DE NOITE ORDEM E PLENITUDE

FRASES RITUALÍSTICAS REFLEXÃO DE NOITE ORDEM E PLENITUDE FRASES RITUALÍSTICAS REFLEXÃO DE NOITE ORDEM E PLENITUDE A ordem é a maneira Em que o diferente funciona junto. Dali que a variedade e a plenitude são próprios. Intercambia, une os dispersos. E o reúne

Leia mais

SENTIMENTOS DE USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS LÍCITAS E ILÍCITAS: PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO

SENTIMENTOS DE USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS LÍCITAS E ILÍCITAS: PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO SENTIMENTOS DE USUÁRIOS DE SUBSTÂNCIAS LÍCITAS E ILÍCITAS: PROCESSO DE RESSOCIALIZAÇÃO Terezinha Possa 1 Solânia Durman 2 INTRODUÇÃO: Este é um trabalho monográfico do Curso de Especialização em Saúde

Leia mais

Projeto de Lei n.º 278/XII

Projeto de Lei n.º 278/XII Projeto de Lei n.º 278/XII Consagra a possibilidade de co-adoção pelo cônjuge ou unido de facto do mesmo sexo e procede à 23.ª alteração ao Código do Registo Civil Nos últimos anos tem-se tornado cada

Leia mais

Por favor, preencha os nomes e telefones das pessoas que você ama.

Por favor, preencha os nomes e telefones das pessoas que você ama. Nome Completo: Número RG: Nasc.: / / Idade: Endereço: Bairro: Telefone Casa: Celular: Trabalho: Estado Civil: [ ] Casado [ ] Solteiro [ ] Viúvo [ ] Divorciado [ ] Amasiado Sexo: [ ]Masculino [ ] Feminino

Leia mais

VIOLÊNCIA SEXUAL E ABRIGAMENTO

VIOLÊNCIA SEXUAL E ABRIGAMENTO VIOLÊNCIA SEXUAL E ABRIGAMENTO Mônica Barcellos Café Psicóloga na Aldeia Juvenil PUC Goiás Movimento de Meninos e Meninas de Rua de Goiás VIOLÊNCIA CONTRA CRIANÇAS E ADOLESCENTES Todo ato ou omissão praticado

Leia mais

Do stress profissional ao burnout

Do stress profissional ao burnout Do stress profissional ao burnout Análise das causas e dos efeitos do stress profissional: do burnout ao coping e à resiliência Instituto Bissaya-Barreto. Seminário Prof. Doutor. Pierre Tap Tradução :

Leia mais

O QUE É SER MÃE ADOLESCENTE PELA PRIMEIRA VEZ? INTRODUÇÃO

O QUE É SER MÃE ADOLESCENTE PELA PRIMEIRA VEZ? INTRODUÇÃO O QUE É SER MÃE ADOLESCENTE PELA PRIMEIRA VEZ? INTRODUÇÃO Esta investigação tem como enfoque o atendimento às gestantes adolescentes primigestas nas equipes de ESF. Visa conhecer o universo destas gestantes

Leia mais

FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO

FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO FALANDO ABERTAMENTE SOBRE SUICÍDIO MOMENTO DE DERRUBAR TABUS As razões podem ser bem diferentes, porém muito mais gente do que se imagina já teve uma intenção em comum. Segundo estudo realizado pela Unicamp,

Leia mais

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER

AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER 1 AS RELAÇÕES AMOROSAS E OS TRAÇOS DE CARÁTER Eloá Andreassa Resumo: As relações amorosas continuam sendo mais que um objetivo na vida das pessoas, é uma necessidade, um sonho, até uma esperança. Porém,

Leia mais

Violência Doméstica contra Crianças sob a

Violência Doméstica contra Crianças sob a Apresentação Maria Alice Barbosa de Fortunato Autores: Kássia Cristina C. Pereira* Maria Alice B. Fortunato* Marilurdes A. de M. Álvares* Orientadora: Lygia Maria Pereira da Silva** * Fiocruz CPQAM/ NESC

Leia mais

GAPsi - FCUL CONFRONTAR UM AMIGO

GAPsi - FCUL CONFRONTAR UM AMIGO CONFRONTAR UM AMIGO A amizade é algo de muito importante para a maioria das pessoas. É sempre bom ter alguém com quem podemos desabafar, alguém que nos ouve, alguém com quem podemos rir, chorar, partilhar

Leia mais

Portugal em Linha - a Comunidade Lusófona online

Portugal em Linha - a Comunidade Lusófona online Arte de Conviver Aprendi que conviver é uma difícil arte, que nos faz perceber que nem sempre temos por perto uma pessoa em quem podemos realmente confiar, mas a pessoa que está perto de nós sempre pode

Leia mais

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora

Aluno(a): Nº. Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE. Análise de textos poéticos. Texto 1. Um homem também chora Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Daniel Série: 9 ano Disciplina: Português Data da prova: 03/10/2014. P1-4 BIMESTRE Análise de textos poéticos Texto 1 Um homem também chora Um homem também

Leia mais

Direcção-Geral da Acção Social

Direcção-Geral da Acção Social Direcção-Geral da Acção Social Núcleo de Documentação Técnica e Divulgação Maria Joaquina Ruas Madeira A Dimensão Social da SIDA: A Família e a Comunidade (Comunicação apresentada nas 1as Jornadas Regionais

Leia mais

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas.

ÁLCOOL E JOVENS. O que um jovem precisa saber. para evitar problemas. ÁLCOOL E JOVENS O que um jovem precisa saber para evitar problemas. Cerveja, vinhos, caipirinha, chope: elementos da vida cotidiana de muita gente. Essas bebidas ajudam a celebrar datas festivas, a selar

Leia mais

Existe uma terapia específica para problemas sexuais?

Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Existe uma terapia específica para problemas sexuais? Maria de Melo Azevedo Eu acho que a terapia sexual para casos bem específicos até que pode funcionar. Ou, pelo menos, quebra o galho, como se diz.

Leia mais

JUNO. A gravidez indesejada na adolescência.

JUNO. A gravidez indesejada na adolescência. JUNO A gravidez indesejada na adolescência. Edna G. Levy Resenha publicada nos Cadernos Junguianos / Associação Junguiana do Brasil v.4, nº 4, página 125, agosto 2008. São Paulo: AJB, 2008. Juno conta

Leia mais

Simbolicamente, associo o girassol àquele que busca e se volta diariamente em direção a luz.

Simbolicamente, associo o girassol àquele que busca e se volta diariamente em direção a luz. A JANELA DA RECUPERAÇÃO Autora: Marília Teixeira Martins UNIVERSO ADICTO Muitos de vocês já me ouviram dizer ou escrever, que a minha vida tem Deus, música e um girassol na janela. Quero falar um pouco

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA ALIANÇA TERAPÊUTICA NO ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO DE ADOLESCENTES COM PATOLOGIAS LIMITE

A IMPORTÂNCIA DA ALIANÇA TERAPÊUTICA NO ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO DE ADOLESCENTES COM PATOLOGIAS LIMITE A IMPORTÂNCIA DA ALIANÇA TERAPÊUTICA NO ACOMPANHAMENTO PSICOLÓGICO DE ADOLESCENTES COM PATOLOGIAS LIMITE Artigo sobre Dissertação de Mestrado em Aconselhamento Dinâmico (2007) Ana Cristina Ferreira da

Leia mais

Mordidas e agressões na escola

Mordidas e agressões na escola Mordidas e agressões na escola É muito comum que nas escolas de educação infantil, mais especificamente nas turmas de maternal, de crianças com aproximadamente dois anos de idade; aconteçam as mordidas

Leia mais

O GRITO DE DENÚNCIA DE TEREZA: HISTÓRIA, CORPO E LITERATURA

O GRITO DE DENÚNCIA DE TEREZA: HISTÓRIA, CORPO E LITERATURA RESENHA O GRITO DE DENÚNCIA DE TEREZA: HISTÓRIA, CORPO E LITERATURA LUCIANA SANTOS BARBOSA* AMADO, Jorge. Tereza Batista cansada de guerra. São Paulo: Martins, 1972. Esta resenha objetiva descrever e analisar

Leia mais

Introdução Conselhos para educadores

Introdução Conselhos para educadores Introdução Conselhos para educadores INTRODUÇÃO A utilização da Internet constitui um desafio para a educação dos nossos filhos e dos nossos alunos. Acontece muito frequentemente que os deixamos a navegar

Leia mais

Você, sua família e a doença crônica

Você, sua família e a doença crônica HEMORIO INSTITUTO ESTADUAL DE HEMATOLOGIA ARTHUR DE SIQUEIRA CAVALCANTI MANUAL DO PACIENTE - VOCÊ, SUA FAMÍLIA E A DOENÇA CRÔNICA - EDIÇÃO REVISADA 01/2006 Você, sua família e a doença crônica Estamos

Leia mais

Fany Aktinol. o tom da infância. o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50

Fany Aktinol. o tom da infância. o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50 Fany Aktinol o tom da infância o tom da infancia - miolo 7L.indd 3 24/1/2011 14:24:50 Eu me chamo Françoise e escrevo para não esquecer, para não deixar morrer, mas principalmente para lembrar e preencher

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

compreender manual títono. para o atendimento de pessoas idosas vítimas de crime parte I ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE APOIO À VÍTIMA (APAV)

compreender manual títono. para o atendimento de pessoas idosas vítimas de crime parte I ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE APOIO À VÍTIMA (APAV) manual títono. para o atendimento de pessoas idosas vítimas de crime parte I compreender ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE APOIO À VÍTIMA (APAV) PROJECTO TÍTONO PESSOAS IDOSAS VÍTIMAS DE CRIME 3 4 ÍNDICE 7_ NOTA

Leia mais

Deficiência e Agressividade

Deficiência e Agressividade Deficiência e Agressividade Formadora: Elisa de Castro Carvalho 1 Temperamento e Agressividade Uma percentagem elevada de crianças, especialmente as que se encontram em idade escolar, desenvolve problemas

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO MÓDULO INFÂNCIA E MORTE

APRESENTAÇÃO DO MÓDULO INFÂNCIA E MORTE APRESENTAÇÃO DO MÓDULO INFÂNCIA E MORTE Apresentação Seja bem vindo ao curso de Formação em Tanatologia à distancia oferecido pela Rede Nacional de Tanatologia. Você será acompanhado em seus estudos por

Leia mais

HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS

HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS HISTÓRIA E PERSPECTIVAS DE VIDA DE ALCOOLISTAS Jéssica Molina Quessada * Mariana Caroline Brancalhão Guerra* Renata Caroline Barros Garcia* Simone Taís Andrade Guizelini* Prof. Dr. João Juliani ** RESUMO:

Leia mais

Judith Sonja Garbers Psicóloga Jörg Garbers Ms. De Teologia

Judith Sonja Garbers Psicóloga Jörg Garbers Ms. De Teologia A Discussão sobre Homofobia Como se posicionar Judith Sonja Garbers Psicóloga Jörg Garbers Ms. De Teologia Introdução Os homossexuais...?! A polarização Simplesmente tudo é lícito e Deus ama tudo. Tudo

Leia mais

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão.

REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS. Idade na admissão. REPRESENTAÇÕES SOCIAIS DA GRAVIDEZ: A EXPERIÊNCIA DA MATERNIDADE EM INSTITUIÇÃO Código Entrevista: 5 Data: 21/10/2010 Hora: 11h00 Duração: 40:46 Local: Casa de Santa Isabel DADOS SÓCIO-DEMOGRÁFICOS Idade

Leia mais

João Canijo e a Tragédia Grega: adaptação da trilogia Oresteia ao cinema português contemporâneo 1 Daniel Ribas

João Canijo e a Tragédia Grega: adaptação da trilogia Oresteia ao cinema português contemporâneo 1 Daniel Ribas João Canijo e a Tragédia Grega: adaptação da trilogia Oresteia ao cinema português contemporâneo 1 Daniel Ribas Nas entrevistas que se sucederam à estreia nacional de Noite Escura, em 2004, João Canijo

Leia mais

DROGAS E FAMÍLIA: SOBRECARGA. Silvana C. Maciel UFPB

DROGAS E FAMÍLIA: SOBRECARGA. Silvana C. Maciel UFPB DROGAS E FAMÍLIA: SOBRECARGA Silvana C. Maciel UFPB CONCEITO DE DROGA Droga é qualquer substância que, não sendo produzida pelo organismo, tem a propriedade de atuar sobre um ou mais de seus sistemas,

Leia mais

Quais os comportamentos que se verificam?

Quais os comportamentos que se verificam? Por volta dos 3 anos a maioria das crianças começa a manifestar um maior interesse e preferência por atividades e comportamentos típicos do seu género. Este comportamento é chamado de comportamento típico

Leia mais

Estágio em Clínica Comportamental Profa Ms Cristina Di Benedetto Questionário de história de Vida*

Estágio em Clínica Comportamental Profa Ms Cristina Di Benedetto Questionário de história de Vida* Estágio em Clínica Comportamental Profa Ms Cristina Di Benedetto Questionário de história de Vida* O objetivo deste questionário é obter um quadro abrangente de seus antecedentes. No trabalho cientifico,

Leia mais

MUDANÇAS! CLIMATICAS!

MUDANÇAS! CLIMATICAS! ! MUDANÇAS! CLIMATICAS! NA SALA DE AULA! Curso da UNESCO para professores secundários (fundamental II e ensino médio) sobre educação em mudança climática e desenvolvimento sustentável (EMCDS)! Quarto dia

Leia mais

ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR

ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR ANEXO I AÇÃO EDUCATIVA: CURSO CUIDANDO DO CUIDADOR SUMÁRIO 1. identificação da atividade 02 2. Caracterização da atividade 02 3. Resumo das ações 04 4. Justificativa 04 5. Objetivos 05 6. Metodologia 05

Leia mais

Identificar o PHDA. Os sintomas do PHDA integram-se em três subtipos básicos:

Identificar o PHDA. Os sintomas do PHDA integram-se em três subtipos básicos: A primeira coisa que deve saber sobre o PHDA é que esta é uma condição real e tratável que afecta milhões de crianças, adolescentes e adultos. Mais importante, com diagnóstico apropriado e tratamento eficaz,

Leia mais

Lembro de uma cena em especial, no Hospital Psiquiátrico Cyro Martins, que muito

Lembro de uma cena em especial, no Hospital Psiquiátrico Cyro Martins, que muito UM TÊNUE LIMIAR... 1 Graciella Leus Tomé Lembro de uma cena em especial, no Hospital Psiquiátrico Cyro Martins, que muito me chocou. Foi a internação de uma jovem senhora, mãe, casada, profissão estável,

Leia mais

Relacionamentos felizes num mundo sem fronteiras

Relacionamentos felizes num mundo sem fronteiras Relacionamentos felizes num mundo sem fronteiras Num mundo onde a energia dos relacionamentos nos une e aproxima, por vezes somos levados a pensar que estamos longe e separados, cada um no seu mundinho,

Leia mais

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br

VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br VISITE O BLOG www.homemalpha.com.br APRESENTAÇÃO A timidez é um problema que pode acompanhar um homem a vida inteira, tirando dele o prazer da comunicação e de expressar seus sentimentos, vivendo muitas

Leia mais

Violência contra a Pessoa Idosa. Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br

Violência contra a Pessoa Idosa. Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br Violência contra a Pessoa Idosa Sandra Regina Gomes Fonoaudióloga e Gerontóloga sandra@longevida.com.br Violência contra as pessoas idosas: FOTOGRAFIA: THINKSTOCK problema sério e invisível Síntese de

Leia mais

ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO

ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO ESTUDO SOBRE VIVÊNCIA DO LUTO EM ADOLESCENTES E SUA MANIFESTAÇÃO EM DECORRÊNCIA DO TÉRMINO DE UM RELACIONAMENTO AMOROSO Autoras: Tânia Regina Goia; Maria Luísa Louro de Castro Valente Instituição: Universidade

Leia mais

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, se não tivesse amor, Seria como o metal que soa ou como o sino que tine e

Ainda que eu falasse a língua dos homens e falasse a língua dos anjos, se não tivesse amor, Seria como o metal que soa ou como o sino que tine e Márcia Cristina Braga Má Companhia Agradecimentos Á Deus por me presentear com o dom maravilhoso de escrever À minha mãe que sempre me incentivou com suas palavras de carinho A todas as pessoas que me

Leia mais

O Princípio do Perdão

O Princípio do Perdão O Princípio do Perdão Mateus 6:14-15 Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no céu, também perdoará vocês. 15 Mas, se não perdoarem essas pessoas, o Pai de

Leia mais

Reflexão Semanal do Evangelho Dominical 27º Domingo do Tempo Comum 1º Domingo do Mês Missionário

Reflexão Semanal do Evangelho Dominical 27º Domingo do Tempo Comum 1º Domingo do Mês Missionário Reflexão Semanal do Evangelho Dominical 27º Domingo do Tempo Comum 1º Domingo do Mês Missionário Instruções: Ano B - Evangelho de Marcos 10,2-16 Antes de iniciar a leitura desta reflexão, leia atentamente

Leia mais

Os Quatro Tipos de Solos - Coração

Os Quatro Tipos de Solos - Coração Os Quatro Tipos de Solos - Coração Craig Hill Marcos 4:2-8 Jesus usava parábolas para ensinar muitas coisas. Ele dizia: 3 Escutem! Certo homem saiu para semear. 4 E, quando estava espalhando as sementes,

Leia mais

Por que repetimos os mesmos erros

Por que repetimos os mesmos erros J.-D. Nasio Por que repetimos os mesmos erros Tradução: André Telles Neste livro, eu gostaria de mostrar como a minha experiência de psicanalista me levou a concluir que o inconsciente é a repetição. Normalmente,

Leia mais

LIVRO DOS APAIXONADOS. Dark Night

LIVRO DOS APAIXONADOS. Dark Night LIVRO DOS APAIXONADOS Dark Night Do ponto de vista Hermético, o que é o amor ou paixão. Traz uma abordagem compreensiva de forças e ações humanóide para leigos em magia. Sendo tradado o sentimento mais

Leia mais

A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde

A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde A Saúde Mental dos Trabalhadores da Saúde Tatiana Thiago Mendes Psicóloga Clínica e do Trabalho Pós-Graduação em Saúde e Trabalho pelo HC FM USP Perita Judicial em Saúde Mental Panorama da Saúde dos Trabalhadores

Leia mais

Carta pela Paz no Mundo

Carta pela Paz no Mundo Carta pela Paz no Mundo Marcus De Mario Esta carta é ao mesmo tempo um apelo à razão e à emoção, procurando falar às mentes e aos corações de todos os homens e mulheres da humanidade, da criança ao idoso,

Leia mais

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS

Palestra tudo O QUE VOCE. precisa entender. Abundância & Poder Pessoal. sobre EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Palestra tudo O QUE VOCE sobre precisa entender Abundância & Poder Pessoal EXERCICIOS: DESCUBRA SEUS BLOQUEIOS Como aprendemos hoje na palestra: a Lei da Atração, na verdade é a Lei da Vibracao. A frequência

Leia mais