JOGOS COM POLÍGONOS POLIGOLÂNDIA. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "JOGOS COM POLÍGONOS POLIGOLÂNDIA. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas."

Transcrição

1 JOGOS COM POLÍGONOS 1. Poligolândia POLIGOLÂNDIA NÚMERO DE JOGADORES: 2, 3 ou 4. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas. MATERIAIS: 20 peças em forma de regiões poligonais para cada grupo pequeno de alunos. O número de alunos em cada grupo varia entre dois e quatro. INÍCIO DO JOGO Para cada grupo de alunos é entregue um conjunto de vinte polígonos. REGRAS DO JOGO: Em um prazo de tempo previamente estipulado, cada grupo de alunos separa os polígonos em quatro conjuntos usando como critérios as propriedades geométricas das figuras: a) Convexidade das figuras b) Comparação dos lados c) Número de ângulos retos ou de ângulos agudos ou de ângulos obtusos. d) Número de pares de lados paralelos. e) Número das diagonais f) Comprimento das diagonais Finalizado o prazo, os grupos de alunos trocam de lugar. Cada time de alunos tem que adivinhar o critério geométrico utilizado pela outra equipe na formação de cada um dos quatro conjuntos de figuras. 1

2 FIM DO JOGO: Ganha o jogo a equipe de alunos que descobrir primeiro todos os critérios aplicados pelo outro time para realizar a separação das peças poligonais em quatro conjuntos. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Raciocínio lógico e intuitivo Estratégia Atenção Concentração COMCLUSÃO: Este jogo pode ser usado pelo Professor como ferramenta para as seguintes finalidades: Testar os conhecimentos geométricos dos alunos Medir o uso adequado da linguagem Avaliar nos estudantes o nível de desenvolvimento dos conceitos 2

3 2. Triângulos TRIÂNGULOS NÚMERO DE JOGADORES: 2, 3 ou 4. OBJETIVO: As propriedades geométricas do triângulos são os critérios utilizados para a separação das figuras em três ou quatro conjuntos, não todos com o mesmo número de peças. MATERIAIS: 13 peças em forma de regiões triangulares para cada grupo pequeno de alunos. O número de alunos em cada grupo varia entre dois e quatro. INÍCIO DO JOGO Para cada grupo de alunos é entregue um conjunto de treze triângulos e a indicação de formar com elas três ou quatro conjuntos, não todos com o mesmo número de triângulos. REGRAS DO JOGO: Em um prazo de tempo previamente estipulado, cada grupo de alunos separa as regiões triangulares em três (quatro) conjuntos usando como critérios as propriedades geométricas das figuras: a) Comparação dos lados (por superposição das figuras) b) Número de ângulos retos c) Número de ângulos agudos d) Número de ângulos obtusos Finalizado o prazo, os grupos de alunos trocam de lugar. Cada time de alunos tem que adivinhar o critério geométrico utilizado pela outra equipe na formação de cada um dos três (quatro) conjuntos de figuras. 3

4 FIM DO JOGO: Ganha o jogo a equipe de alunos que descobrir primeiro todos os critérios aplicados pelo outro time para realizar a separação das peças triangulares em três (quatro) conjuntos. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Raciocínio lógico e intuitivo Estratégia Atenção Concentração COMCLUSÃO: Este jogo pode ser usado pelo Professor com as mesmas finalidades que o jogo Poligolândia. 4

5 3. Quadriláteros QUADRILÁTEROS NÚMERO DE JOGADORES: 2, 3 ou 4. OBJETIVO: Separar as figuras em quatro conjuntos pelas suas propriedades geométricas. MATERIAIS: 20 peças em forma de regiões poligonais para cada grupo pequeno de alunos. O número de alunos em cada grupo varia entre dois e quatro. INÍCIO DO JOGO Para cada grupo de alunos é entregue um conjunto de vinte quadriláteros. REGRAS DO JOGO: Em um prazo de tempo previamente estipulado, cada grupo de alunos separa os quadriláteros em quatro conjuntos usando como critérios as propriedades geométricas das figuras: g) Convexidade das figuras h) Comparação dos pares de lados opostos i) Pares de lados paralelos j) Comparação dos ângulos k) Número de ângulos retos ou de ângulos agudos ou de ângulos obtusos. l) Número de pares de lados paralelos. m) Ângulo formado peças diagonais n) Comprimento das diagonais Finalizado o prazo, os grupos de alunos trocam de lugar. 5

6 Cada time de alunos tem que adivinhar o critério geométrico utilizado pela outra equipe na formação de cada um dos quatro conjuntos de figuras. FIM DO JOGO: Ganha o jogo a equipe de alunos que descobrir primeiro todos os critérios aplicados pelo outro time para realizar a separação das peças poligonais em quatro conjuntos. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Raciocínio lógico e intuitivo Estratégia Atenção Concentração COMCLUSÃO: Este jogo pode ser usado pelo Professor como ferramenta para as seguintes finalidades: Testar os conhecimentos geométricos dos alunos Medir o uso adequado da linguagem Avaliar nos estudantes o nível de desenvolvimento dos conceitos 6

7 4. Qual é o quadrilátero? QUAL É o QUADRILÁTERO? NÚMERO DE JOGADORES: 2, 3 ou 4. OBJETIVO: A identificação de um quadrilátero pelas suas propriedades geométricas. MATERIAIS: 20 peças em forma de regiões poligonais colocadas em uma caixa com tampa. O jogo é aplicado em um grupo pequeno de aluno, o número pode variar entre dois e quatro. INÍCIO DO JOGO Um dos participantes retira uma das representações de quadriláteros da caixa e mantém a figura oculta dos outros jogadores. 7

8 REGRAS DO JOGO: O jogador que possui a figura da dicas sobre ela enunciando propriedades geométricas desse quadrilátero. Os jogadores, alternadamente, dão o seu palpite sobre a figura oculta ou deixam passar a sua vez. Um conjunto de enunciados com foco nas propriedades geométricas de um quadrilátero pode conter as seguintes afirmações: a) Eu tenho dois pares de lados adjacentes congruentes b) Eu tenho um par de lados opostos congruentes c) Todos meus lados são congruentes d) Eu tenho um par de lados paralelos e) Eu tenho dois pares de lados paralelos f) Eu tenho um par de ângulos opostos congruentes g) Eu tenho dois pares de ângulos opostos congruentes. h) Eu tenho um par de ângulos adjacentes congruentes. i) Todos os meus ângulos são congruentes j) As minhas diagonais se intersectam. k) As minhas diagonais não se intersectam. l) As minhas diagonais se intersectam no ponto médio de uma delas. m) As minhas diagonais se intersectam no ponto médio das duas diagonais n) As minhas diagonais se intersectam perpendicularmente. o) As minhas diagonais são congruentes. p) Uma das minhas diagonais é eixo de simetria. q) As duas diagonais são eixo de simetria. r) Eu tenho somente um eixo de simetria. s) Eu tenho dois eixos de simetria. t) Eu tenho quatro eixos de simetria. u) Eu não tenho eixos de simetria. v) Eu tenho centro de simetria. w) Eu não tenho centro de simetria. x) Eu tenho simetria rotacional de ordem 2, y) Eu tenho simetria rotacional de ordem quatro. z) Eu não tenho simetria rotacional. 8

9 FIM DO JOGO: Ganha o jogo a participante que descobrir primeiro qual é o quadrilátero oculto. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Raciocínio lógico e intuitivo Atenção Concentração CONCLUSÃO: Este jogo pode ser usado pelo Professor como ferramenta para as seguintes finalidades: Testar os conhecimentos geométricos dos alunos Medir o uso adequado da linguagem Avaliar nos estudantes o nível de desenvolvimento dos conceitos 9

10 5. Onde está a figura? ONDE ESTÁ A FIGURA? NÚMERO DE JOGADORES: 2. OBJETIVO: Determinar qual é a figura geométrica que possui o adversário. 10

11 MATERIAIS: Cada jogador recebe: - Uma cartela quadriculada contendo os desenhos de 28 figuras geométricas planas. - Um conjunto de 25 quadrados coloridos do tamanho das casas das cartelas. Na mesa é colocado um conjunto de peças quadradas com a representação de cada uma das figuras geométricas das cartelas, viradas para abaixo. INÍCIO DO JOGO Para cada dupla de jogadores é entregue uma cartela e 25 peças quadradas coloridas. Cada participante escolhe uma peça do montículo e mantém oculta para o adversário a figura que ela contém. REGRAS DO JOGO: Os jogadores, alternadamente, fazem perguntas sobre as propriedades geométricas da figura que retirou o adversário. A figura que possui cada jogador é uma das representadas na cartela, se a indagação sobre as propriedades geométricas da figura do adversário obtiver resposta negativa então todas as figuras planas da cartela com essa propriedade são eliminadas como possíveis candidatas. As figuras descartadas como candidatas são cobertas com os quadrados coloridos, facilitando assim a visualização das possíveis figuras restantes. As perguntas formuladas para descobrir a figura que possui o jogador contrário são restritas as propriedades geométricas das figuras planas. Um questionário com foco em propriedades geométricas de figuras planas pode conter considerações do seguinte tipo: a) A figura tem lados retos b) Convexidade das figuras c) Comparação dos pares de lados opostos d) Pares de lados paralelos e) Comparação dos ângulos f) Número de ângulos retos ou de ângulos agudos ou de ângulos obtusos. g) Número de pares de lados paralelos. h) Ângulo formado pelas diagonais i) Comprimento das diagonais 11

12 FIM DO JOGO: Ganha o jogo o participante descobrir primeiro qual é a figura oculta que possui o adversário. COMPETÊNCIAS E HABILIDADES DESENVOLVIDAS: Raciocínio lógico e intuitivo Estratégia Atenção Concentração CONCLUSÃO: Este jogo pode ser usado pelo Professor como ferramenta para as seguintes finalidades: Testar os conhecimentos geométricos dos alunos Medir o uso adequado da linguagem Avaliar nos estudantes o nível de desenvolvimento dos conceitos Observação. A aplicação destes jogos em sala de aula pode ser efetuada simultaneamente. Todos eles envolvem atividades que potencializam a fixação dos conceitos, o desenvolvimento da concentração, imaginação, atenção, importantes aciones de socialização e servem para evaluação. 12

JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR

JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR JOGOS COM GEOPLANO QUADRANGULAR 1. CAMINHOS CAMINHOS NÚMERO DE JOGADORES: 1,2 ou mais. OBJETIVO: Formar um caminho cujo percurso passa por todos os pontos do geoplano desde o canto superior esquerdo até

Leia mais

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLITANS

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLITANS SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLITANS Observações. - Chamamos de a a cada um dos catetos e de b a hipotenusa dos triângulos retângulos congruentes que formam os politans. - Para medições posteriores, também

Leia mais

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIMINÓS

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIMINÓS SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIMINÓS 1. Construção de dominó e triminós. monominó dominó triminós 2. Recobrimento de um tabuleiro de xadrez com dominós. No tabuleiro de xadrez depois de retirar os dois

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM VARETAS Em todas as atividades é usado o Material: Varetas. Nos casos específicos onde o trabalho é realizado com varetas congruentes será especificado como Material: varetas

Leia mais

ATIVIDADES COM VARETAS

ATIVIDADES COM VARETAS ATIVIDADES COM VARETAS Em todas as atividades é usado o Material: Varetas. Nos casos específicos onde o trabalho é realizado com varetas congruentes será especificado como Material: varetas do mesmo comprimento.

Leia mais

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida como a unidade

Leia mais

ATIVIDADES COM GEOTIRAS

ATIVIDADES COM GEOTIRAS ATIVIDADES COM GEOTIRAS 1. Material: Geotiras i. Represente varias retas paralelas. ii. Represente duas retas concorrentes em um ponto. 2. Material: Geotiras Represente as seguintes poligonais: i. Poligonal

Leia mais

POLÍGONOS Descrição Polígonos Polígonos Polígonos

POLÍGONOS Descrição Polígonos Polígonos Polígonos POLÍGONOS Descrição Polígonos é um conjunto de figuras planas, especificamente são regiões poligonais, às quais por simplificação da linguagem chamamos de polígonos, identificando cada figura pelo nome

Leia mais

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS

SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS SOLUÇÃO DAS ATIVIDADES COM POLIDELTAS Observação. Adoptamos o comprimento dos lados dos triângulos equiláteros congruentes que formam os polideltas como sendo igual a uma unidade, 1u, de comprimento. Uma

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM GEOPLANO QUADRANGULAR Observações. Os pinos do geoplano quadrangular são chamados de pontos. A distância horizontal ou vertical entre dois pontos consecutivos é estabelecida

Leia mais

A1R. Matemática - Linhas e ângulos. Matemática - Linhas e ângulos. 1. Define os conceitos de: Reta. Semirreta. Segmento de reta.

A1R. Matemática - Linhas e ângulos. Matemática - Linhas e ângulos. 1. Define os conceitos de: Reta. Semirreta. Segmento de reta. A1 Define os conceitos de: Reta Semirreta Segmento de reta A1R Reta É uma linha que não tem princípio nem fim. Semirreta É uma linha que tem princípio e não tem fim. Segmento de reta É uma linha que tem

Leia mais

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental

Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de Matemática de 4ª Série Fundamental Comentários e Exemplos sobre os Temas e seus Descritores da Matriz de de 4ª Série Fundamental TEMA I ESPAÇO E FORMA A compreensão do espaço com suas dimensões e formas de constituição são elementos necessários

Leia mais

FIGURAS GEOMÉTRICAS. MEDIDA

FIGURAS GEOMÉTRICAS. MEDIDA 7º ANO FIGURAS GEOMÉTRICAS. MEDIDA Propriedades dos trapézios, paralelogramos e papagaios Nuno Marreiros Antes de começar Não te esqueças que o retângulo, o losango e o quadrado são membros da família

Leia mais

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS 7º ANO POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS Algumas propriedades dos quadriláteros Nuno Marreiros Antes de começar Não te esqueças que o retângulo, o losango e o quadrado são membros da família dos paralelogramos.

Leia mais

Receita para ter sucesso em Matemática

Receita para ter sucesso em Matemática Receita para ter sucesso em Matemática Muita atenção nas aulas + Estudo q. b. + Interesse + Organização + Salpicar com muita brincadeira nos tempos livres + Misturar com a disponibilidade, a exigência

Leia mais

Revisional 3 Bim - MARCELO

Revisional 3 Bim - MARCELO 6º Ano Revisional 3 Bim - MARCELO 1) Represente no papel quatro pontos distintos e, por eles, determine dois segmentos de reta distintos. 2) Observe os segmentos de reta na figura. Escreva quantos são

Leia mais

Plano Curricular de Matemática 4.º Ano - Ano Letivo 2016/2017

Plano Curricular de Matemática 4.º Ano - Ano Letivo 2016/2017 4.º Ano - Ano Letivo 2016/2017 1.º Período - Números naturais Números e operações Contar Estender as regras de construção dos numerais decimais para classes de grandeza indefinida; Conhecer os diferentes

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/ º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho

PLANIFICAÇÃO ANUAL 2015/ º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho Número e Operações - Números naturais 1. Contar 1.1. Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de

Leia mais

4 º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho

4 º Ano Matemática. METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho METAS Domínios/Conteúdos Objetivos Descritores de Desempenho Ao longo do ano Números e Operações 3. Resolver problemas 3.1. Resolver problemas de vários passos envolvendo as quatro operações. setembro/

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE Domínio/ NO4/ Números naturais NO4/ Números racionais não negativos AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE VALE DE MILHAÇOS PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE - 2016-2017 1. Contar 1. Reconhecer

Leia mais

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade

1ª Ana e Eduardo. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Matemática 1ª Ana e Eduardo 8º Ano E.F. Competência Objeto de aprendizagem Habilidade Competência 1 Foco: Leitura Compreender e utilizar textos, selecionando dados, tirando conclusões, estabelecendo relações,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Matemática 4.ºano

PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Matemática 4.ºano PLANIFICAÇÃO MENSAL/ANUAL Matemática 4.ºano MATEMÁTICA 4.º ANO DE ESCOLARIDADE Domínio/ Subdomínio Números Naturais Operações com números naturais Números racionais não negativos Metas a atingir Contar

Leia mais

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS

SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS SOLUCÃO DAS ATIVIDADES COM MOSAICOS. Medidas dos ângulos internos dos polígonos regulares convexos, em graus. Lados Ângulo interno Lados Ângulo interno 2 50 4 90 5 56 5 08 8 6 20 20 62 7 28 4 24 65 7 8

Leia mais

Atividades de Geometria com o Geoplano

Atividades de Geometria com o Geoplano Atividades de Geometria com o Geoplano Introdução A palavra Geoplano vem do inglês geoboard onde geo vem de geometria e board de plano, tábua ou tabuleiro, ou ainda superfície plana. O Geoplano foi inventado

Leia mais

JOGOS COM VARETAS. Em todos os jogos é utilizado o mesmo Material: Varetas do mesmo comprimento.

JOGOS COM VARETAS. Em todos os jogos é utilizado o mesmo Material: Varetas do mesmo comprimento. JOGOS COM VARETAS Em todos os jogos é utilizado o mesmo Material: Varetas do mesmo comprimento. Observação 1. Nos seguintes jogos as Varetas são dispostas tais que somente têm em comum as extremidades,

Leia mais

MATEMÁTICA 3º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Currículo Paulo VI. Números naturais. Relações numéricas Múltiplos e divisores

MATEMÁTICA 3º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Currículo Paulo VI. Números naturais. Relações numéricas Múltiplos e divisores MATEMÁTICA 3º ANO NÚMEROS E OPERAÇÕES Tópicos Números naturais Relações numéricas Múltiplos e divisores Novo programa de matemática Objetivos específicos Realizar contagens progressivas e regressivas a

Leia mais

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014

EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014 EMENTA ESCOLAR III Trimestre Ano 2014 Disciplina: Matemática Professor: Flávio Calônico Júnior Turma: 8 ano do Ensino Fundamental II Data 16/setembro 18/setembro 19/setembro 23/setembro 25/setembro 26/setembro

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL 2014

PLANEJAMENTO ANUAL 2014 PLANEJAMENTO ANUAL 2014 Disciplina: GEOMETRIA Período: Anual Professor: JOÃO MARTINS Série e segmento: 7º ANO 1º TRIMESTRE 2º TRIMESTRE 3º TRIMESTRE - Identificar e representar um ângulo e seus elementos.

Leia mais

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I

Segue, abaixo, o Roteiro de Estudo para a Verificação Global 2 (VG2), que acontecerá no dia 03 de abril de º Olímpico Matemática I 6º Olímpico Matemática I Sistema de numeração romano. Situações problema com as seis operações com números naturais (adição, subtração, multiplicação, divisão, potenciação e radiciação). Expressões numéricas

Leia mais

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO. 1- Ângulos Definição: Chama-se ângulo à porção de plano limitada por duas semirretas com a mesma origem.

ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO. 1- Ângulos Definição: Chama-se ângulo à porção de plano limitada por duas semirretas com a mesma origem. ESCOLA SECUNDÁRIA DE ALBERTO SAMPAIO 1ª Ficha Informativa MATEMÁTICA - A 10º Ano 2012/2013 1- Ângulos Definição: Chama-se ângulo à porção de plano limitada por duas semirretas com a mesma origem. Definição:

Leia mais

Exercícios sobre Estudo dos Polígonos

Exercícios sobre Estudo dos Polígonos Exercícios sobre Estudo dos Polígonos Material de apoio do Extensivo 1. (Uerj) Ao observar, em seu computador, um desenho como o apresentado a seguir, um estudante pensou tratar-se de uma curva. Porém,

Leia mais

Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma

Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma Avaliações externas Prova Brasil de Matemática - 9º ano: espaço e forma A análise e as orientações didáticas a seguir são de Luciana de Oliveira Gerzoschkowitz Moura, professora de Matemática da Escola

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA AGRUPAMENTO DE ESCOLAS MARQUÊS DE MARIALVA- Cantanhede DEPARTAMENTO CURRICULAR DO 1.º CICLO 4.º ANO DE ESCOLARIDADE PLANIFICAÇÃO ANUAL DE MATEMÁTICA Domínios Subdomínios / Conteúdos programáticos METAS

Leia mais

PLANIFICAÇÃO

PLANIFICAÇÃO PLANIFICAÇÃO 2015-2016 Agrupamento de Escolas Domingos Sequeira Área Disciplinar: Matemática Ano de Escolaridade: 4ºano Mês: setembro/ outubro Números Naturais Contar Reconhecer que se poderia prosseguir

Leia mais

- Plano Anual 4º Ano de Escolaridade -

- Plano Anual 4º Ano de Escolaridade - Números e Operações TEM A - Plano Anual 4º Ano de Escolaridade - Matemática Domínios de Referência Contar 1.Reconhecer que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo regras de construção

Leia mais

Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA

Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA Aula 21 - Baiano GEOMETRIA PLANA Definição: Polígono de quatro lados formado por quatro vértices não colineares dois a dois. A D S i = 180º (n 2)= 180º (4 2)= 360º S e = 360º B C d = n. (n - 3) 2 = 4.

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO. Plano da Unidade

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO. Plano da Unidade Unidade de Ensino: OPERAÇÕES COM NÚMEROS RACIONAIS ABSOLUTOS (adição e subtracção). Tempo Previsto: 3 semanas O reconhecimento do conjunto dos racionais positivos, das diferentes formas de representação

Leia mais

DESENHO TÉCNICO ( AULA 02)

DESENHO TÉCNICO ( AULA 02) DESENHO TÉCNICO ( AULA 02) Posições da reta e do plano no espaço A geometria, ramo da Matemática que estuda as figuras geométricas, preocupa-se também com a posição que os objetos ocupam no espaço. A reta

Leia mais

Planejamento Anual. Componente Curricular: Matemática Ano: 7º ano Ano Letivo: Professor(s): Eni e Patrícia

Planejamento Anual. Componente Curricular: Matemática Ano: 7º ano Ano Letivo: Professor(s): Eni e Patrícia Planejamento Anual Componente Curricular: Matemática Ano: 7º ano Ano Letivo: 2016 Professor(s): Eni e Patrícia OBJETIVO GERAL Desenvolver e aprimorar estruturas cognitivas de interpretação, análise, síntese,

Leia mais

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO Plano da Unidade

ESCOLA BÁSICA INTEGRADA DE ANGRA DO HEROÍSMO Plano da Unidade Unidade de Ensino: OPERAÇÕES COM NÚMEROS RACIONAIS ABSOLUTOS (adição e subtracção). Tempo Previsto: 3 semanas O reconhecimento do conjunto dos racionais positivos, das diferentes formas de representação

Leia mais

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA 5º ANO MONIQUE MATEMÁTICA CONTEÚDOS:

PROGRAMAÇÃO DA 3ª ETAPA 5º ANO MONIQUE MATEMÁTICA CONTEÚDOS: A soberba não é grandeza, é inchaço. O que incha parece grande, mas não está são. Santo Agostinho CONTEÚDOS: Livro didático Matemática- Projeto Ápis Luiz Roberto Dante Editora Ática Capítulos: 9,10 e 11

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B

CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B CADERNO DE EXERCÍCIOS 2B Ensino Fundamental Matemática Questão Conteúdo 1 Cálculo de área de circunferência, triângulo e quadrado. Habilidade da Matriz da EJA/FB H21 2 Equação do 1º grau H38 H39 3 Teorema

Leia mais

Questionário de Desafios Envolvendo os Tangrans

Questionário de Desafios Envolvendo os Tangrans Questionário de Desafios Envolvendo os Tangrans Aluno(a): Turma: Professor(a): Parte 01 Considere as peças do jogo Tangram Quadrado com 15 Peças Poligonais. a) Coloque um triângulo pequeno sobre uma folha

Leia mais

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP

Av. João Pessoa, 100 Magalhães Laguna / Santa Catarina CEP Disciplina: Matemática Curso: Ensino Médio Professor(a): Flávio Calônico Júnior Turma: 3ª Série E M E N T A II Trimestre 2013 Conteúdos Programáticos Data 21/maio 28/maio Conteúdo FUNÇÃO MODULAR Interpretação

Leia mais

Alfabetização Matemática para professores da Educação Infantil ao 3o ano do ensino fundamental GEOMETRIA

Alfabetização Matemática para professores da Educação Infantil ao 3o ano do ensino fundamental GEOMETRIA GEOMETRIA Teoria de Van Hiele Os van Hiele assinalam que, numa sala de aula, cada aluno pensa em diferentes níveis e, além disso, eles apresentam modos de pensar diferentes dos professores, pois costumam

Leia mais

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS

POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS 7º ANO POLÍGONOS TRIÂNGULOS E QUADRILÁTEROS Ângulos e triângulos Nuno Marreiros Antes de começar O Alfabeto Grego O alfabeto utilizado para escrever a Língua grega teve o seu desenvolvimento por volta

Leia mais

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas.

GEOMETRIA PLANA. Segmentos congruentes: Dois segmentos ou ângulos são congruentes quando têm as mesmas medidas. PARTE 01 GEOMETRIA PLANA Introdução A Geometria está apoiada sobre alguns postulados, axiomas, definições e teoremas, sendo que essas definições e postulados são usados para demonstrar a validade de cada

Leia mais

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries)

XXIX OLIMPÍADA BRASILEIRA DE MATEMÁTICA TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) TERCEIRA FASE NÍVEL 1 (5 a. e 6 a. Séries) PROBLEMA 1 Parte das casas de um quadriculado com o mesmo número de linhas (fileiras horizontais) e colunas (fileiras verticais) é pintada de preto, obedecendo

Leia mais

MATEMÁTICA 4º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Ler e representar números, pelo menos até ao milhão.

MATEMÁTICA 4º ANO. Novo programa de matemática Objetivos específicos. Ler e representar números, pelo menos até ao milhão. MATEMÁTICA 4º ANO NÚMEROS E OPERAÇÕES Números naturais Relações numéricas Múltiplos e divisores Realizar contagens progressivas e regressivas a partir de números dados. Comparar números e ordená-los em

Leia mais

RETAS E CIRCUNFERÊNCIAS

RETAS E CIRCUNFERÊNCIAS RETAS E CIRCUNFERÊNCIAS Diâmetro Corda que passa pelo centro da circunferência [EF] e [GH] Raio Segmento de reta que une o centro a um ponto da circunferência [OD] [AB], [IJ], [GH], são cordas - segmentos

Leia mais

OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE LISTA SEMANAL N o 01 - Data 01/02/2016

OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE LISTA SEMANAL N o 01 - Data 01/02/2016 OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE LISTA SEMANAL N o 01 - Data 01/02/2016 PROBLEMA PARA O NÍVEL I Zizi e Zezé disputam um jogo sobre uma mesa redonda, jogando alternadamente. Para

Leia mais

Escola Secundária de Lousada

Escola Secundária de Lousada Escola Secundária de Lousada Matemática do 8º ano FT nº8 Data: / 0 / 01 Assunto: Triângulos, quadriláteros e outros polígonos Lição nº _ e _ Um Quadrilátero é um polígono com quatro lados. Os quadriláteros

Leia mais

Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos FORTALECENDO SABERES CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 33.1 Conteúdo: Ângulos: conceito e classificação dos ângulos; Relação entre ângulos 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO 4.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO 1º CICLO 4.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA ANO LETIVO 0/06 CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO º CICLO.º ANO DE ESCOLARIDADE MATEMÁTICA Números e Operações Números naturais Contar Reconhece, sem falhas, que se poderia prosseguir a contagem indefinidamente introduzindo

Leia mais

Roteiro de Recuperação 1

Roteiro de Recuperação 1 Roteiro de Recuperação 1 Nome: Nº 8º Ano Data: / /2016 Professores Marcello, Yuri e Décio 1. Apresentação: Prezado aluno, A estrutura da recuperação bimestral paralela do Colégio Pentágono pressupõe uma

Leia mais

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016

ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 ESCOLA E B 2,3/S MIGUEL LEITÃO DE ANDRADA - AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDRÓGÃO GRANDE DEPARTAMENTO DAS CIÊNCIAS EXATAS 2015/2016 PLANIFICAÇÃO DE MATEMÁTICA 7ºANO 1º Período 2º Período 3º Período Apresentação,

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Isometrias (8 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo sometrias (8 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. omo a reflexão do ponto e eixo é o ponto a imagem do ponto pela translação associada ao

Leia mais

Tarefas de exames. Quadriláteros I. Definições e propriedades gerais. Classificações.

Tarefas de exames. Quadriláteros I. Definições e propriedades gerais. Classificações. Tarefas de exames Quadriláteros I Definições e propriedades gerais. Classificações. Neste caderno de apoio, encontras alguns exemplos de tarefas de exames de países como Portugal, Austrália, Espanha, Inglaterra,

Leia mais

UMA ANÁLISE INTRODUTÓRIA E COMPARATIVA DA GEOMETRIA ESTUDADA NO ENSINO FUNDAMENTAL II

UMA ANÁLISE INTRODUTÓRIA E COMPARATIVA DA GEOMETRIA ESTUDADA NO ENSINO FUNDAMENTAL II UMA ANÁLISE INTRODUTÓRIA E COMPARATIVA DA GEOMETRIA ESTUDADA NO ENSINO FUNDAMENTAL II Autores: Beatriz Alexandre Ramos Kamila Rodrigues Moura Orientador: Prof. Dr João Luzeilton de Oliveira Faculdade de

Leia mais

Matemática 3º Ciclo. Planificação Anual 7.º ano. N.º de aulas. Objectivos 1.º PERÍODO. Ano Lectivo 2009/2010. Apresentação 1. Teste Diagnóstico 2

Matemática 3º Ciclo. Planificação Anual 7.º ano. N.º de aulas. Objectivos 1.º PERÍODO. Ano Lectivo 2009/2010. Apresentação 1. Teste Diagnóstico 2 i Temas Sub-temas Objectivos 1.º PERÍODO Apresentação 1 Teste Diagnóstico 2 Múltiplos e divisores. Critérios de divisibilidade. Obter números, a partir de outros, por composição e decomposição; Números

Leia mais

Sumários [Formação Continua em Matemática para Professores do 1º CEB : Matemática para Professores do 1º CEB - Turma 6]

Sumários [Formação Continua em Matemática para Professores do 1º CEB : Matemática para Professores do 1º CEB - Turma 6] Página 1 de 6 Sumários [Formação Continua em Matemática para Professores do 1º CEB : Matemática para Professores do 1º CEB - Turma 6] Curso financiado por: União Europeia Fundo Social Europeu 2005/11/07

Leia mais

A Geometria nas Provas de Aferição

A Geometria nas Provas de Aferição Escola E.B. 2 e 3 de Sande Ficha de Trabalho de Matemática 6.º Ano A Geometria nas Provas de Aferição Nome: N.º Turma: 1. Assinala com um x a figura em que os triângulos representados são simétricos em

Leia mais

Primeiramente é importante destacar um aspecto referente a definições, nomenclatura e classificações.

Primeiramente é importante destacar um aspecto referente a definições, nomenclatura e classificações. FIGURAS BIDIMENSIONAIS Primeiramente é importante destacar um aspecto referente a definições, nomenclatura e classificações. O termo "polígono", por exemplo, aparece em alguns textos como uma figura plana

Leia mais

Visite o blog:

Visite o blog: ESCOLA Aluno: Data: / /2011 Professor: 5 ano Descritor 3 1. Um artista plástico está construindo um painel com ladrilhos decorados. Ele fez um esquema desse painel mostrado na figura e utilizou as formas

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa PLANO DE ENSINO 2016 Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa Competências e Habilidades Gerais da Disciplina Desenvolver a responsabilidade e o gosto pelo trabalho em equipe; Relacionar

Leia mais

1. Quantos são os planos determinados por 4 pontos não coplanares?justifique.

1. Quantos são os planos determinados por 4 pontos não coplanares?justifique. Universidade Federal de Uberlândia Faculdade de Matemática Disciplina: Geometria euclidiana espacial (GMA010) Assunto: Paralelisno e Perpendicularismo; Distância e Ângulos no Espaço. Prof. Sato 1 a Lista

Leia mais

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa. Competências Habilidades Conteúdos. I Etapa

PLANO DE ENSINO Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa. Competências Habilidades Conteúdos. I Etapa PLANO DE ENSINO 2015 Disciplina: Matemática 8º ano Professor(a): Gracivane Pessoa I Etapa Competências Habilidades Conteúdos Revisão (breve) de conteúdos trabalhados anteriormente Construir significados

Leia mais

Legenda 0 à 25% de Acertos Baixo De 26 à 50% de Acertos Intermediário De 51 à 75% de Acertos Adequado De 76 à 100% de Acertos Avançado

Legenda 0 à 25% de Acertos Baixo De 26 à 50% de Acertos Intermediário De 51 à 75% de Acertos Adequado De 76 à 100% de Acertos Avançado Relação de Descritores que apresentam os erros mais frequentes cometidos pelos estudantes nas Avaliações Diagnósticas de 2012 do ProEMI/JF no estado do Ceará Em 2012 foram aplicadas Avaliações Diagnósticas

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110. Planificação Anual /Critérios de avaliação AGRUPAMENTO DE ESCOLAS ANSELMO DE ANDRADE DEPARTAMENTO DE 1º Ciclo - Grupo 110 Planificação Anual /Critérios de Disciplina: Matemática 4.º ano 2014/2015 Domínio (Unidade/ tema) Subdomínio/Conteúdos Metas

Leia mais

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 MATEMÁTICA (2º ciclo)

ESCOLA BÁSICA DE MAFRA 2016/2017 MATEMÁTICA (2º ciclo) (2º ciclo) 5º ano Operações e Medida Tratamento de Dados Efetuar com números racionais não negativos. Resolver problemas de vários passos envolvendo com números racionais representados por frações, dízimas,

Leia mais

Escola Secundária c/3º CEB de Lousada

Escola Secundária c/3º CEB de Lousada Escola Secundária c/3º CEB de Lousada Planificação Anual da Disciplina de Matemática 9º Ano Ano Lectivo: 2011/2012 CONTEÚDOS 1º PERÍODO OBJECTIVOS E COMPETÊNCIAS Nº de Tempos (45min.) Equações -Equações

Leia mais

O conhecimento é a nossa propaganda.

O conhecimento é a nossa propaganda. Conhecimentos geométricos I - Ângulos Lista de Exercícios 1 Gabaritos Comentados dos Questionários 01) Calcule o valor dos ângulos suplementares A e B, sendo que, A = 3x + 40 e B = 2x + 40. a) 100 e 80.

Leia mais

Geometria Descritiva 28/08/2012. Elementos Primitivos da Geometria

Geometria Descritiva 28/08/2012. Elementos Primitivos da Geometria Geometria Descritiva Prof. Luiz Antonio do Nascimento ladnascimento@gmail.com www.lnascimento.com.br A Geometria, como qualquer outra ciência, fundamenta-se em observações e experiências para estabelecer

Leia mais

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Fundamental (6º Ano )

Competências e Habilidades - Concurso de Bolsas 2015/2016. Ensino Médio e Fundamental. Ensino Fundamental (6º Ano ) Ensino Fundamental (6º Ano ) Língua Portuguesa Em Língua Portuguesa (com foco em leitura) serão avaliadas habilidades e competências, agrupadas em 9 tópicos que compõem a Matriz de Referência dessa disciplina,

Leia mais

Desenho e Projeto de tubulação Industrial. Módulo I. Aula 07

Desenho e Projeto de tubulação Industrial. Módulo I. Aula 07 Desenho e Projeto de tubulação Industrial Módulo I Aula 07 1. NORMAS DE DESENHO TÉCNICO 1.1. IMPORTÂNCIA DO DESENHO O ensino de desenho nos Cursos de Aprendizagem, não visa formação de desenhistas, mas

Leia mais

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DA MATEMÁTICA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO LIETH MARIA MAZIERO

MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DA MATEMÁTICA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO LIETH MARIA MAZIERO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DA MATEMÁTICA DA PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO LIETH MARIA MAZIERO Produto Final da Dissertação apresentada à Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Leia mais

ATIVIDADES COM MOSAICOS

ATIVIDADES COM MOSAICOS ATIVIDADES COM MOSAICOS Observação. Para o desenvolvimento das seguintes Atividades, serão utilizados conjuntos ou coleções de peças de Polígonos. Em cada Atividade especificamos quais são as figuras planas

Leia mais

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos)

Geometria. Nome: N.ª: Ano: Turma: POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) MATEMÁTICA 3º CICLO FICHA 16 Geometria regular inscrito numa circunferência Nome: N.ª: Ano: Turma: Data: / / 20 POLÍGONOS = POLI (muitos) + GONOS (ângulos) é uma figura plana limitada por segmentos de

Leia mais

Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L D E M A T E M Á T I C A

Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L D E M A T E M Á T I C A Agrupamento de Escolas Dr. Vieira de Carvalho P L A N I F I C A Ç Ã O A N U A L D E M A T E M Á T I C A ANO LETIVO 2016/2017 1º Período Domínios Subdomínios / Conteúdos Números e Operações Números naturais

Leia mais

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL

AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL AGRUPAMENTO de ESCOLAS Nº1 de SANTIAGO do CACÉM Ano Letivo 2013/2014 PLANIFICAÇÃO ANUAL Documento(s) Orientador(es): Programa e Metas Curriculares de Matemática 1º CICLO MATEMÁTICA 4º ANO TEMAS/DOMÍNIOS

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EIXO Escola Básica de Eixo

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EIXO Escola Básica de Eixo AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE EIXO Escola Básica de Eixo Planificação anual de Matemática do 4.º ano Ano letivo: 2016/2017 Departamento do 1º Ciclo do Ensino Básico Domínio: Números e Operações Sub-domínio/Objetivo

Leia mais

MATEMÁTICA - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução

MATEMÁTICA - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução MTMÁT - 3o ciclo Posição relativa de retas e planos (9 o ano) Propostas de resolução xercícios de provas nacionais e testes intermédios 1. nalisando as quatro retas indicadas podemos ver que a reta é paralela

Leia mais

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade

Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 2015/2016 5º Ano de escolaridade Uma Escola de Cidadania Uma Escola de Qualidade Agrupamento de Escolas Dr. Francisco Sanches Departamento de Matemática e Ciências Experimentais PLANO DE ESTUDO MATEMÁTICA 05/06 5º Ano de escolaridade

Leia mais

Definição de Polígono

Definição de Polígono Definição de Polígono Figura plana limitada por segmentos de recta, chamados lados dos polígonos onde cada segmento de recta, intersecta exactamente dois outros extremos; se os lados forem todos iguais

Leia mais

UNIDADE 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES 9 tempos de 45 minutos

UNIDADE 1 ESTATÍSTICA E PROBABILIDADES 9 tempos de 45 minutos EBIAH 9º ANO PLANIFICAÇÃO A LONGO E MÉDIO PRAZO EBIAH PLANIFICAÇÃO A MÉDIO PRAZO 9º ANO - 1º Período Integração dos alunos 1 tempo ESTATÍSTICA A aptidão para entender e usar de modo adequado a linguagem

Leia mais

CONTEÚDO E HABILIDADES MATEMÁTICA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3. Conteúdo:

CONTEÚDO E HABILIDADES MATEMÁTICA REVISÃO 1 REVISÃO 2 REVISÃO 3. Conteúdo: 2 Conteúdo: Aula Revisão 1: Geometria Polígonos: Classificação, nome, cálculo das diagonais e a soma dos ângulos internos. Congruência e Semelhança de triângulos 3 Conteúdo: Aula Revisão 2: Álgebra Polinômios:

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2012 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA Disciplina: Matemática Trimestre: 1º Números Naturais: - Sistema de numeração - Adição e subtração - Multiplicação e divisão - Traduzir em palavras números representados por algarismos

Leia mais

Prof. Danillo Alves REVISÃO. Operações com números decimais. Retas, triângulo e quadriláteros. números decimais

Prof. Danillo Alves REVISÃO. Operações com números decimais. Retas, triângulo e quadriláteros. números decimais Prof. Danillo Alves REVISÃO Operações com números decimais Porcentagem Frações e Retas, triângulo e quadriláteros números decimais OPERAÇÕES COM NÚMEROS DECIMAIS Exemplos: Adicionando e Subtraindo números

Leia mais

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO

CURRÍCULO DAS ÁREAS DISCIPLINARES / CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO Domínios e subdomínios Metas/Objetivos Objetivos gerais 2º Ciclo Matemática 5º Ano Conteúdos Programáticos Critérios de Avaliação Instrumentos de Avaliação NÚMEROS E OPERAÇÕES/ ÁLGEBRA: -Números naturais

Leia mais

1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13

1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13 Sumário CAPÍTULO 1 Construindo retas e ângulos 1. Posição de retas 11 Construindo retas paralelas com régua e compasso 13 2. Partes da reta 14 Construindo segmentos congruentes com régua e compasso 15

Leia mais

DISCIPLINA SÉRIE CAMPO CONCEITO

DISCIPLINA SÉRIE CAMPO CONCEITO Reforço escolar M ate mática Invadindo o espaço Dinâmica 5 2ª Série 1º Bimestre DISCIPLINA SÉRIE CAMPO CONCEITO Matemática Ensino Médio 2ª Campo Algébrico Simbólico Introdução à geometria espacial Aluno

Leia mais

Isometrias ESCOLA SECUNDÁRIA ANSELMO DE ANDRADE

Isometrias ESCOLA SECUNDÁRIA ANSELMO DE ANDRADE Isometrias Isometria: do grego ισο + μέτρο (ισο = iso = igual; μέτρο = metria = medida) Uma isometria é uma transformação geométrica que preserva as distâncias entre pontos e consequentemente as amplitudes

Leia mais

Fonte: Livro: CRESCER EM SABEDORIA - Matemática 8º ano - Sistema Mackenzie de Ensino

Fonte: Livro: CRESCER EM SABEDORIA - Matemática 8º ano - Sistema Mackenzie de Ensino Atividade extra aula 26 e 29 (módulo 01) 8º ano Prof.ª Adriana/Madalena (matemática 02) Objetivo: promover uma maior compreensão de algumas propriedades de quadriláteros e interpretação de enunciados mais

Leia mais

Prova Final de Matemática

Prova Final de Matemática PROVA FINAL DO 2.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Matemática/Prova 62/1.ª Chamada/2013 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ESTUDANTE Nome completo Documento de identificação CC n.º ou BI n.º

Leia mais

Aula 4 Leitura e Interpretação de Desenhos Pearson Education do Brasil. Todos os direitos reservados.

Aula 4 Leitura e Interpretação de Desenhos Pearson Education do Brasil. Todos os direitos reservados. Aula 4 Leitura e Interpretação de Desenhos slide 1 reservados. Definição e Pré- Requisitos Ler um desenho significa entender a forma espacial do objeto representado O principal pré-requisito para fazer

Leia mais

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Matemática 5º Ano

PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR. Matemática 5º Ano PLANO CURRICULAR DISCIPLINAR Matemática 5º Ano OBJETIVOS ESPECÍFICOS TÓPICOS SUB-TÓPICOS METAS DE APRENDIZAGEM 1º Período Compreender as propriedades das operações e usá-las no cálculo. Interpretar uma

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação Disciplina: Matemática Trimestre: 1º PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Fundamentais de Matemática Sistema de Numeração decimal As quatro operações fundamentais Compreender problemas Números

Leia mais

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_A. Ano Letivo: 2013/ Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_A. Ano Letivo: 2013/ Introdução / Finalidades. Metas de aprendizagem DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS MATEMÁTICA_6º ANO_A Ano Letivo: 203/204. Introdução / Finalidades A disciplina de Matemática tem como finalidade desenvolver: A estruturação do pensamento A apreensão e

Leia mais

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL

GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL GEOMETRIA MÉTRICA ESPACIAL .. PARALELEPÍPEDOS RETÂNGULOS Um paralelepípedo retângulo é um prisma reto cujas bases são retângulos. AB CD A' B' C' D' a BC AD B' C' A' D' b COMPRIMENTO LARGURA AA' BB' CC'

Leia mais

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano

Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano 60 Conteúdo programático por disciplina Matemática 6 o ano Caderno 1 UNIDADE 1 Significados das operações (adição e subtração) Capítulo 1 Números naturais O uso dos números naturais Seqüência dos números

Leia mais