UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LINGÜÍSTICA, PORTUGUÊS E LÍNGUAS CLÁSSICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGÜÍSTICA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LINGÜÍSTICA, PORTUGUÊS E LÍNGUAS CLÁSSICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGÜÍSTICA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LINGÜÍSTICA, PORTUGUÊS E LÍNGUAS CLÁSSICAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGÜÍSTICA A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL Ana Dilma de Almeida Pereira Brasília - DF 2008

2 UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA PÓS-GRADUAÇÃO EM LINGÜÍSTICA A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL ANA DILMA DE ALMEIDA PEREIRA Tese apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Lingüística do Departamento de Lingüística, Português e Línguas Clássicas da Universidade de Brasília, como requisito parcial para obtenção do título de Doutora em Lingüística. Orientadora: Profa. Dra. Stella Maris Bortoni-Ricardo Brasília - DF 2008

3 ANA DILMA DE ALMEIDA PEREIRA A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES DO ENSINO FUNDAMENTAL Tese apresentada ao Programa de Pós- Graduação em Lingüística do Departamento de Lingüística, Português e Línguas Clássicas da Universidade de Brasília, como requisito parcial para obtenção do título de Doutora em Lingüística. Banca Examinadora: Profa. Dra. Stella Maris Bortoni-Ricardo (UnB) Orientadora Profa. Dra. Maria Cecilia Mollica (UFRJ) Membro externo Profa. Dra. Rosineide Magalhães de Sousa (FTB) Membro externo Profa. Dra. Daniele Marcelle Grannier (LIP/UnB) Membro interno Profa. Dra. Marcia Elizabeth Bortone (LIP/UnB) Membro interno Prof. Dr. Dioney Moreira Gomes (LIP/UnB) Membro suplente Brasília, 27de fevereiro de 2008.

4 Àqueles que compartilham dos mesmos ideais de luta e trabalho na Educação, especialmente na Educação em Língua Materna, e nos incentivam a prosseguir nesta jornada sem esmorecer, sejam quais forem os obstáculos.

5 AGRADECIMENTOS A Deus, pela vida e auxílio constante. À Profa. Stella Maris Bortoni-Ricardo, mãe acadêmica e exemplo a ser seguido, pela paciência e competente orientação. À Ana Luiza, filha e companheira, pela luz e brilho dados a este belo projeto de vida que nasceu e cresceu com ela. Aos professores e colegas do Programa de Pós-Graduação em Lingüística da UnB, pelo incentivo e pelas valiosas contribuições. A todos os meus importantes colaboradores de pesquisa, pela contribuição ímpar para a realização desse trabalho. Ao Núcleo Pedagógico Integrado - UFPA, pela liberação que possibilitou a realização dessa pesquisa. Aos meus familiares e amigos, pelo carinho e apoio de todos os dias.

6 Fazer uma transição da teoria sociolingüística para a área aplicada de formação de professores foi uma decisão muito consciente para mim. Tenho a mais completa convicção de que é um dever de todo brasileiro letrado, mais ainda daqueles que tiveram a oportunidade de concluir uma pós-graduação, empenhar-se com todo o vigor para que os índices vergonhosos de analfabetismo funcional neste país 74% dos adultos entre 15 e 64 anos venham a diminuir, num futuro próximo. Stella Maris Bortoni-Ricardo, 2006.

7 LISTA DE ILUSTRAÇÕES Figura 1 - Elos entre asserções de pesquisa e dados Figura 2 - Triangulação teórica Figura 3 - Análise de problemas ortográficos (Bortoni-Ricardo, 2006c, p.268) Figura 4 - Elementos que influenciam a intervenção didática em língua materna (Adaptado de Pereira, 2001) Figura 5 - Esquema sobre as Ações Pedagógicas, proposto pelas Tutoras Lídia, Modestina e Katiucia em outubro/

8 LISTA DE QUADROS Quadro 1 - Parâmetros da Intervenção Didática (Pereira, 2006a) Quadro 2 - Dados SAEB 2003 Língua Portuguesa 4ª série Quadro 3 - Formação Acadêmica dos Tutores do Programa Pró- Letramento Maranhão / Quadro 4 - Algumas regras variáveis do português brasileiro, organizado pela Equipe do Pró-Letramento CFORM/UnB Quadro 5 - Quadro fonético do português brasileiro com explicações e exemplos (Pereira, 2006b, p.217) Quadro 6 - Correspondências biunívocas entre fonemas e letras (Lemle, 1991, p.17) Quadro 7 - Uma letra representando diferentes sons, segundo a posição (Lemle, 1991, p.21) Quadro 8 - Um som representado por diferentes letras, segundo a posição (Lemle, 1991, p.22) Quadro 9 - Letras que representam fones idênticos em contextos idênticos (Lemle, 1991, p.24) Quadro 10 - Identificação de afixos visando à fixação de generalizações ortográficas (Lemle, 1991, p.38) Quadro 11 - Principais mudanças lingüísticas evidenciadas no português do Brasil (Lemle, 1991, p.52-3)

9 LISTA DE FOTOS Foto 1 - Trabalho em grupo com diferentes gêneros textuais Curso Normal Superior 17/05/ Foto 2 - Palestra de Stella Maris Bortoni-Ricardo aos alunos do Curso Normal Superior em 06/05/ Foto 3 - Trecho de portfólio da aluna Ieda sobre a palestra proferida por Stella Maris Bortoni-Ricardo Foto 4 - Trecho de portfólio da aluna Ieda sobre a palestra proferida por Stella Maris Bortoni-Ricardo Foto 5 - Trecho de portfólio da aluna Ieda sobre a palestra proferida por Ana Dilma Pereira Foto 6 - Exposição, durante o curso Normal Superior, de materiais diversos para alfabetização Foto 7 - Curso Modos de falar / Modos de escrever, ministrado por Stella Maris Bortoni-Ricardo e Ana Dilma Pereira Foto 8 - Apresentação de material utilizado na formação de professores da Rede Municipal e Estadual de São Luís- MA Foto 9 - Publicações do Projeto AliMA/UFMA Foto 10 - Palestra ministrada aos Tutores e Professores Cursistas 113 da Rede Municipal de São Luís-Ma por Ana Dilma Pereira em 26/10/06... Foto 11 - Formação de Professores Cursistas do Município de Paço 114 do Lumiar-MA... Foto 12 - Formação de Professores Cursistas do Município de 115 Presidente Juscelino-MA... Foto 13 - Formação de Professores Cursistas do Município de Rosário-MA Foto 14 - Formação de Professores Cursistas da Rede Municipal de São Luís-MA Foto 15 - Tutores reunidos em grupo desenvolvendo trabalho de

10 reflexão lingüística em torno de imagens de placas e cartazes que apresentavam problemas na escrita Foto 16 - Sala de Leitura no município de Presidente Juscelino-MA. 137 Foto 17 - Salas de aula da Rede Estadual de São Luís-MA Foto 18 - Salas de aula do município de São José de Ribamar-MA Foto 19 - Socialização de Experiências no Seminário de Avaliação do Programa Pró-Letramento em São Luís-MA, nos dias 13 e 14/12/

11 RESUMO Esta tese apresenta um estudo investigativo sobre as contribuições da (sócio)lingüística no processo de formação de professores do Ensino Fundamental. É uma pesquisa qualitativa de natureza etnográfica e colaborativa, (sócio)lingüisticamente orientada, desenvolvida em cursos de formação inicial e continuada de professores do Ensino Fundamental. A pesquisa é desenvolvida em diferentes contextos de formação: em um Curso de Pedagogia de uma Universidade Pública de Brasília/DF; em duas turmas de graduação do Curso Normal Superior de uma Instituição de Ensino Superior Privada de Brasília/DF; no minicurso Modos de Falar/Modos de escrever para interessados na área de alfabetização, letramento e formação de professores em um Congresso Científico em João Pessoa/PB; e no Programa de Formação Continuada de Professores Pró-Letramento no estado do Maranhão. Como aparato teórico, são defendidos os seguintes eixos como sustentadores de qualquer processo de formação de professores responsáveis pela educação (sócio)lingüística: as contribuições mais recentes da (sócio)lingüística, dos novos estudos de letramento e da etnografia. Portanto, esta é uma pesquisa de fortalecimento que visa à emancipação social na relação estabelecida entre a etnógrafa colaborativa e os diversos colaboradores de pesquisa. Palavras-chave: educação (sócio)lingüística; etnografia; formação de professores; letramento.

12 ABSTRACT This thesis presents an investigative study on the contributions of (Socio)linguistics in the process of training teachers of the elementary school. It is a qualitative research, of an ethnographic and collaborative nature, (socio)linguistically oriented, developed in courses of initial and continuing training of teachers of elementary school. The research is developed in different contexts of training: in a course of education of a public university of Brasilia/Brazil; in two classes of a graduate teachers training course of a private college in Brasilia/Brazil; in a seminar Ways of speaking / Modes of writing addressed to an audience interested in literacy and teachers training, during a Scientific Congress in João Pessoa/Paraíba/Brazil; in a Program of Teachers Further Education Pró-Letramento in the state of Maranhão, Brazil. As for the theoretical apparatus, the following areas are considered as support of any process of training teachers for a (socio)linguistics education: the most recent contributions of (Socio)linguistics, the New Studies of Literacy and Ethnography. Therefore this is a research which aims to strengthen social emancipation in the relationship established between the collaborative ethnographer and various research partners. Key words: ethnography; literacy; (socio)linguistics education; training teachers.

13 RESUMEN Esta tesis se presenta un estudio de investigación sobre las aportaciones de la (socio)lingüística en el proceso de formación de los profesores de la escuela primaria. Se trata de una investigación cualitativa, de un carácter etnográfico y de colaboración, (socio)lingüísticamiente orientada, desarrollados en los cursos de formación inicial y continua de maestros de la escuela elemental. La investigación se desarrolla en diferentes contextos de la formación: en un ciclo de estudios de una universidad pública de Brasilia / Brasil, en dos clases de un postgrado de formación de maestros curso de un colegio privado en Brasília / Brasil, en un seminario "Formas de hablar / Modos de escritura ", dirigido a un público interesado en la alfabetización, el letramento y la formación de los docentes, durante un Congreso científico en João Pessoa / Paraíba / Brasil, en un programa de los Docentes de la Enseñanza - Pró-Letramento, en el estado de Maranhão, Brasil. En cuanto al aparato teórico, las siguientes áreas son considerados como apoyo de cualquier proceso de formación de los profesores para una educación (socio)lingüística: las aportaciones más recientes de la (Socio)lingüística, Nuevos Estudios de Letramento y Etnografía. Por lo tanto, esta es una investigación que tiene por objeto fortalecer la emancipación social en la relación de colaboración establecida entre el etnógrafo colaborativo y diversos socios de investigación. Palabras clave: educación (socio)lingüística, etnografía, la formación de profesores, letramento.

14 SUMÁRIO 1 CONSIDERAÇÕES INICIAIS, Justificativa para escolha do tema, Um projeto de pesquisa Um projeto de vida, Arquitetura da tese, 25 2 METODOLOGIA DE PESQUISA: ETNOGRAFIA COLABORATIVA, A importância da pesquisa etnográfica na educação, Perguntas Exploratórias, Objetivos da pesquisa, Asserções trabalhadas, Contextos de Pesquisa, A coleta e a análise de dados, 36 3 CONSTRUTO TEÓRICO-METODOLÓGICO A CONTRIBUIÇÃO DA (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NA EDUCAÇÃO EM LÍNGUA MATERNA, Por uma pedagogia da variação lingüística, A contribuição dos novos estudos do letramento, 54 4 A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL: CURSO DE PEDAGOGIA, A intervenção didática em língua materna em uma abordagem interacional, A construção do Vocabulário Crítico do livro: Educação em Língua Materna: a sociolingüística na sala de aula, A construção do Roteiro de Entrevista, A pesquisa em sala de aula pelos alunos do curso de Pedagogia, Reflexões finais, 81 5 A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO INICIAL: CURSO NORMAL SUPERIOR, Perfil e concepções dos colaboradores de pesquisa, 82

15 5.2 A importância dos conhecimentos (sócio)lingüísticos, Reflexões finais, 94 6 A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA: CURSO MODOS DE FALAR/MODOS DE ESCREVER, Perfil e concepções dos colaboradores de pesquisa, A importância dos conhecimentos (sócio)lingüísticos, Reflexões Finais, 99 7 A EDUCAÇÃO (SÓCIO)LINGÜÍSTICA NO PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA: PROGRAMA PRÓ-LETRAMENTO, A inserção no Programa Pró-Letramento, A Formação Continuada e a Educação à Distância, Perfil e concepções dos colaboradores de pesquisa, A importância dos conhecimentos (sócio)lingüísticos, Reflexões finais, CONSIDERAÇÕES FINAIS, 136 BIBLIOGRAFIA, 142 ANEXOS, 156

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69

70

71

72

73

74

75

76

77

78

79

80

81

82

83

84

85

86

87

88

89

90

91

92

93

94

95

96

97

98

99

100

101

102

103

104

105

106

107

108

109

110

111

112

113

114

115

116

117

118

119

120

121

122

123

124

125

126

127

128

129

130

131

132

133

134

135

136

137

138

139

140

141

142

143

144

145

146

147

148

149

150

151

152

153

154

155

156

157

158

159

160

161

162

163

164

165

166

167

168

169

170

171

172

173

174

175

176

177

178

179

180

181

182

183

184

185

186

187

188

189

190

191

192

193

194

195

196

197

198

199

200

201

202

203

204

205

206

207

208

209

210

211

212

213

214

215

216

217

218

219

220

221

222

223

224

225

226

227

228

229

230

231

232

233

234

235

236

237

238

239

240

241

242

243

244

245

246

247

248

249

250

251

252

253

254

255

256

257

258

259

260

261

262

263

264

265

266

267

268

269

270

271

272

273

274

275

276

277

278

279

280

281

282

283

284

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO JAMILLE ARNAUT BRITO MORAES HABILIDADES METALINGUÍSTICAS E SUAS INTERCORRÊNCIAS NA ALFABETIZAÇÃO DE CRIANÇAS Salvador

Leia mais

CETEB. A adolescência e o ensino da língua inglesa 60. A aprendizagem criativa e o prazer de aprender 45. A comunicação em sala de aula 300

CETEB. A adolescência e o ensino da língua inglesa 60. A aprendizagem criativa e o prazer de aprender 45. A comunicação em sala de aula 300 Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Educação Subsecretaria de Gestão dos Profissionais da Educação Coordenação de Administração de Pessoas Instituição CETEB A adolescência e o ensino da

Leia mais

SANDRA MARY ALMEIDA MATTJIE CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS DE ESCOLAS DE COMUNIDADE BILÍNGUE SOBRE O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE INGLÊS

SANDRA MARY ALMEIDA MATTJIE CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS DE ESCOLAS DE COMUNIDADE BILÍNGUE SOBRE O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE INGLÊS SANDRA MARY ALMEIDA MATTJIE CRENÇAS DE PROFESSORES E ALUNOS DE ESCOLAS DE COMUNIDADE BILÍNGUE SOBRE O PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE INGLÊS PORTO ALEGRE 2010 SANDRA MARY ALMEIDA MATTJIE CRENÇAS DE

Leia mais

EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor

EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor EDUCAÇÃO DO CAMPO: Interfaces teóricas e políticas na formação do professor Juliana Graciano Parise 1 Eliane de Lourdes Felden 2 Resumo: O trabalho apresenta uma experiência de ensino articulado à pesquisa

Leia mais

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06

SUMÁRIO. Introdução... 01. Capítulo 1: Fundamentação teórica... 06. 1.1 Origem e desenvolvimento da abordagem instrumental... 06 vii Resumo Este estudo apresenta os resultados de uma análise de necessidades de uso da língua inglesa de estudantes de um curso universitário de Publicidade e Propaganda, bem como de profissionais dessa

Leia mais

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO

MATRIZ CURRICULAR CURRÍCULO PLENO MATRIZ CURRICULAR Curso: Graduação: Habilitação: Regime: Duração: PEDAGOGIA LICENCIATURA FORMAÇÃO PARA O MAGISTÉRIO EM EDUCAÇÃO INFANTIL SERIADO ANUAL - NOTURNO 4 (QUATRO) ANOS LETIVOS Integralização:

Leia mais

Educación Estocástica La enseñanza y aprendizaje de la probabilidad y la estadística

Educación Estocástica La enseñanza y aprendizaje de la probabilidad y la estadística PROYECTOS DE APRENDIZAJE EN LA ENSEÑANZA DE LA ESTADÍSTICA Mauren Porciúncula y Suzi Pinto Universidade Federal do Rio Grande (Brasil) mauren@furg.br, suzisama@furg.br Para que el aprendizaje ocurra, es

Leia mais

Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como?

Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como? Alfabetizar letrando... Letrar alfabetizando: por quê? Como? Patrícia Moura Pinho 1 Resumo: O presente texto trata da questão da alfabetização e as discussões teóricas e didáticas acerca da mesma, principalmente

Leia mais

Atividades CTS em uma abordagem argumentativa: a reflexão de um futuro professor

Atividades CTS em uma abordagem argumentativa: a reflexão de um futuro professor Atividades CTS em uma abordagem argumentativa: a reflexão de um futuro professor Ariane Baffa Lourenço 1, Maria Lúcia V. dos S. Abib 2 e Salete Linhares Queiroz 3 1 Programa de Pós-Graduação Interunidades

Leia mais

Paper: um instrumento pedagógico para prática acadêmica 1

Paper: um instrumento pedagógico para prática acadêmica 1 Paper: um instrumento pedagógico para prática acadêmica 1 Helyab Magdiel Alves Lucena 2 Sale Mário Gaudêncio 3 Zairo José de Albuquerque e Silva 4 RESUMO Apresenta o paper como instrumento pedagógico para

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Interdisciplinar Obs.: Para

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA O ENSINO DE TEATRO À DISTÂNCIA

REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA O ENSINO DE TEATRO À DISTÂNCIA REFLEXÕES SOBRE A FORMAÇÃO DE PROFESSORES TUTORES PARA O ENSINO DE TEATRO À DISTÂNCIA Luzirene do Rego Leite, Kalina Lígia de Almeida Borba Universidade de Brasília luzirene@gmail.com; kalinaborba@gmail.com

Leia mais

NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA NA UEPG

NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA A FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA INGLESA NA UEPG 110. ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( x ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA NAP NÚCLEO DE ASSESSORIA PEDAGÓGICA: PROPOSIÇÕES PARA

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção

Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção Educação Física Escolar: análise do cotidiano pedagógico e possibilidades de intervenção Silvia Christina Madrid Finck E-mail: scmfinck@ uol.com.br Resumo: Este artigo refere-se ao projeto de pesquisa

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Leitura. Escrita. Perspectiva sócio-cognitiva e interativa.

PALAVRAS-CHAVE: Leitura. Escrita. Perspectiva sócio-cognitiva e interativa. LEITURA E ESCRITA COMO PROCESSO: UMA PROPOSTA PEDAGÓGICA NA PERSPECTIVA SÓCIO-COGNITIVA E INTERATIVA Marta Oliveira Barros¹ Josias Silvano Barros² ORIENTADORA: Dra. Maria de Lourdes da Silva Leandro³ RESUMO

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID DETALHAMENTO DO SUBPROJETO 1. Unidade: 2. Área do Subprojeto: Dourados 3. Curso(s) envolvido(s) na proposta: Letras - Inglês Obs.: Para proposta

Leia mais

OBJETIVOS. PALAVRAS CHAVE: Formação de professores, Ensino de Física, História e Filosofia da Ciência.

OBJETIVOS. PALAVRAS CHAVE: Formação de professores, Ensino de Física, História e Filosofia da Ciência. IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN CONSIDERAÇÕES SOBRE AS POSSIBILIDADES DE COOPERAÇÃO ENTRE A UNIVERSIDADE E AS

Leia mais

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO

MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO MARLI DA COSTA RAMOS SCATRALHE FAMÍLIA E ESCOLA: DOIS SISTEMAS INTERDEPENDENTES NA COMPREENSÃO DOS SIGNIFICADOS NO PROCESSO ESCOLAR DO FILHO/ALUNO CENTRO UNIVERSITÁRIO FIEO Osasco 2009 MARLI DA COSTA RAMOS

Leia mais

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância

A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR. GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância A EXTENSÃO EM MATEMÁTICA: UMA PRÁTICA DESENVOLVIDA NA COMUNIDADE ESCOLAR GT 05 Educação Matemática: tecnologias informáticas e educação à distância Nilce Fátima Scheffer - URI-Campus de Erechim/RS - snilce@uri.com.br

Leia mais

IEDA PARRA BARBOSA RINALDI. Professora do DEF/UEM e Doutoranda do DEM/FEF/Unicamp ELIZABETH PAOLIELLO MACHADO DE SOUZA

IEDA PARRA BARBOSA RINALDI. Professora do DEF/UEM e Doutoranda do DEM/FEF/Unicamp ELIZABETH PAOLIELLO MACHADO DE SOUZA A GINÁSTICA NO PERCURSO ESCOLAR DOS INGRESSANTES DOS CURSOS DE LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO FÍSICA DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ E DA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS IEDA PARRA BARBOSA RINALDI Professora

Leia mais

MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO

MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO MEDIADORES TECNOLÓGICOS E FORMAÇÃO DE PROFESSORES. CARTOGRAFIA DE UM CASO FRENTE AOS DESAFIOS NO CONTEXTO AMAZÔNICO Jucimara Canto Gomes, Zeina Rebouças Corrêa Thomé Universidade Federal do Amazonas jucimaracanto@hotmail.com

Leia mais

O letramento a partir da oralidade e do uso de gêneros textuais no Ensino Fundamental

O letramento a partir da oralidade e do uso de gêneros textuais no Ensino Fundamental O letramento a partir da oralidade e do uso de gêneros textuais no Ensino Fundamental Rosangela Balmant; Universidade do Sagrado Coração de Jesus- Bauru-SP. rosangelabalmant@hotmail.com Gislaine Rossler

Leia mais

(30h/a 02 créditos) Dissertação III (90h/a 06 Leituras preparatórias para a

(30h/a 02 créditos) Dissertação III (90h/a 06 Leituras preparatórias para a GRADE CURRICULAR DO MESTRADO EM LETRAS: LINGUAGEM E SOCIEDADE DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS 34 CRÉDITOS Teorias da Linguagem (60h/a 04 Teorias Sociológicas (60h/a 04 Metodologia da Pesquisa em Linguagem (30h/a

Leia mais

Capacitação Docente: Um Movimento que

Capacitação Docente: Um Movimento que : Um Movimento que se faz Compromisso na PUCRS Rosana M. Gessinger, Valderez M. R. Lima, Leticia L. Leite, Márcia C. Moraes Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul 08 de novembro de 2012

Leia mais

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO

UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DE LISBOA FACULDADE DE CIÊNCIAS DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO APRENDER CIDADANIA COM A DISCIPINA DE HISTÓRIA: 3 PERCURSOS NO CONCELHO DE ODEMIRA Rita Santos Agudo do Amaral Rêgo MESTRADO EM EDUCAÇÃO

Leia mais

Justificativa: Cláudia Queiroz Miranda (SEEDF 1 ) webclaudia33@gmail.com Raimunda de Oliveira (SEEDF) deoliveirarai@hotmail.com

Justificativa: Cláudia Queiroz Miranda (SEEDF 1 ) webclaudia33@gmail.com Raimunda de Oliveira (SEEDF) deoliveirarai@hotmail.com 1 COMO COLOCAR AS TEORIAS ESTUDADAS NA FORMAÇÃO DO PNAIC EM PRÁTICA NA SALA DE AULA? REFLEXÕES DE PROFESSORES ALFABETIZADORES SOBRE O TRABALHO COM O SISTEMA DE NUMERAÇÃO DECIMAL Cláudia Queiroz Miranda

Leia mais

Luiza de Almeida Oliveira

Luiza de Almeida Oliveira Luiza de Almeida Oliveira Prática Exploratória, estratégias de evidencialidade e posicionamentos de selves em narrativas de experiência profissional no contexto de sala de aula de língua inglesa no Ensino

Leia mais

TU ou VOCÊ?: uma questão de identidade cultural

TU ou VOCÊ?: uma questão de identidade cultural Jane Cristina Duarte dos Santos TU ou VOCÊ?: uma questão de identidade cultural Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial para obtenção do título de Mestre pelo Programa de

Leia mais

Eugénia Andrade Lopes A COMUNICAÇÃO NA SALA DE AULA: O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO ISE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO

Eugénia Andrade Lopes A COMUNICAÇÃO NA SALA DE AULA: O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO ISE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO Eugénia Andrade Lopes A COMUNICAÇÃO NA SALA DE AULA: O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS DE COMUNICAÇÃO ISE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO Praia, Outubro 2007 A COMUNICAÇÃO NA SALA DE AULA: O USO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

Leia mais

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE)

Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) Descrição de um projeto de pesquisa voltado para a formação pré-serviço do professor de Língua Estrangeira (LE) 1 Resumo: Este trabalho refere-se a um projeto de pesquisa na área de Linguística Aplicada

Leia mais

12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. Língua estrangeira nas séries do Ensino Fundamental I: O professor está preparado para esse desafio?

12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1. Língua estrangeira nas séries do Ensino Fundamental I: O professor está preparado para esse desafio? 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( X) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA Língua estrangeira

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA ABORDAGEM SOBRE AS PRÁTICAS EDUCATIVAS APLICADAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II

EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA ABORDAGEM SOBRE AS PRÁTICAS EDUCATIVAS APLICADAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II EDUCAÇÃO AMBIENTAL: UMA ABORDAGEM SOBRE AS PRÁTICAS EDUCATIVAS APLICADAS NO ENSINO FUNDAMENTAL II HOMEN, V. M. S. 1 ; SILVA, R. F. 2 1- Discente do curso de Ciências Biológicas da FAP- Faculdade de Apucarana.

Leia mais

EMENTÁRIO LETRAS EaD INGLÊS

EMENTÁRIO LETRAS EaD INGLÊS EMENTÁRIO LETRAS EaD INGLÊS 1ª FASE LLE 931 Introdução aos Estudos da Linguagem Total h/a Introdução aos conceitos de língua e língua(gem); características da língua(gem) humana; a complexidade da língua(gem)

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO. Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO

CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO. Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA Á EDUCAÇÃO Luis Carlos Azevedo 1 RESUMO Este artigo apresenta como objeto de as pesquisas sobre as Contribuições da Psicologia à Educação. O objetivo foi analisar a produção

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA CAMPUS JAGUARÃO CURSO DE PEDAGOGIA PLANO DE ENSINO 2011-1 DISCIPLINA: Teorias e Práticas Alfabetizadoras II - JP0027 PROFESSORA: Ms. Patrícia Moura Pinho I DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Carga Horária Teórica: 60h Carga Horária Prática: 15h II

Leia mais

Thais Pereira Teixeira

Thais Pereira Teixeira UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA ESCOLA DE ADMINISTRAÇÃO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ADMINISTRAÇÃO CURSO DE MESTRADO EM ADMINISTRAÇÃO Thais Pereira Teixeira ESTRATÉGIA COMPETITIVA E COMÉRCIO ELETRÔNICO: ESTUDOS

Leia mais

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período

DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE PEDAGOGIA - 2008. Disciplinas Teórica Prática Estágio Total. 1º Período MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Universidade Federal de Alfenas. UNIFAL-MG Rua Gabriel Monteiro da Silva, 700. Alfenas/MG. CEP 37130-000 Fone: (35) 3299-1000. Fax: (35) 3299-1063 DINÂMICA CURRICULAR DO CURSO DE

Leia mais

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO

MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO MAPAS CONCEITUAIS NAS PESQUISAS DO NÚCLEO DE ETNOGRAFIA EM EDUCAÇÃO Autor: Riselda Maria de França Oliveira Universidade Estadual do Rio de Janeiro - riseldaf@hotmail.com Co-autor: Marcelo Alex de Oliveira

Leia mais

PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA

PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA 500 PRÁTICAS DE PRODUÇÃO ESCRITA EM ESPANHOL NO CURSO DE LETRAS PARA A PROGRESSÃO DE NÍVEIS DE REFERÊNCIA Renata Aparecida de Freitas 1 FATEA Faculdades Integradas Teresa D Ávila Lorena - SP Este trabalho

Leia mais

Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial

Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial Faculdade Boa Viagem DeVry Brasil Centro de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração - CPPA Mestrado Profissional em Gestão Empresarial KILMA GALINDO DO NASCIMENTO CULTURA ORGANIZACIONAL E TERCEIRIZAÇÃO:

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais

O Ensino da Língua Estrangeira nas Escolas Públicas e a Distância 1.

O Ensino da Língua Estrangeira nas Escolas Públicas e a Distância 1. O Ensino da Língua Estrangeira nas Escolas Públicas e a Distância 1. Antonio Veras Nunes 2 RESUMO - O presente artigo pretende compreender o que são crenças no ensino de Língua Estrangeira, nas escolas

Leia mais

UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO ENSINO MÉDIO DE QUÍMICA

UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO ENSINO MÉDIO DE QUÍMICA IX CONGRESO INTERNACIONAL SOBRE INVESTIGACIÓN EN DIDÁCTICA DE LAS CIENCIAS Girona, 9-12 de septiembre de 2013 COMUNICACIÓN UTILIZAÇÃO DE REDAÇÕES COMO METODOLOGIA AVALIATIVA DE ESTUDANTES BRASILEIROS DO

Leia mais

Prof. Dr. Flávio Caetano da Silva (DEd/UFSCar) Questão inicial Por onde se começa a pesquisa? As definições básicas do projeto: Temática Objetivo Justificativa (Relevâncias) Problemática Problema Objeto

Leia mais

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual

Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Pedro Bruno Barros de Souza Mensuração do Desempenho do Gerenciamento de Portfólio de Projetos: Proposta de Modelo Conceitual Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada ao Programa de Pósgraduação

Leia mais

O USO DAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM: (Uma leitura a partir da Escola Municipal Lindolfo Montenegro em Campina Grande PB)

O USO DAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM: (Uma leitura a partir da Escola Municipal Lindolfo Montenegro em Campina Grande PB) O USO DAS TECNOLOGIAS NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM: (Uma leitura a partir da Escola Municipal Lindolfo Montenegro em Campina Grande PB) Raísa Eliete Pereira de Almeida. Universidade Estadual da Paraíba-

Leia mais

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA

CURSO DE PEDAGOGIA EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 1 EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS DO CURSO DE PEDAGOGIA 1 CURSO EMENTÁRIO DAS DISCIPLINAS 2015.1 BRUSQUE (SC) 2015 2 SUMÁRIO 1ª FASE... 4 01 INVESTIGAÇÃO DA PRÁTICA DOCENTE I... 4 02 LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTO... 4 03 PROFISSIONALIDADE DOCENTE... 4 04 RESPONSABILIDADE

Leia mais

PALAVRAS-CHAVE: Formação de professor, Estágio, Identidade.

PALAVRAS-CHAVE: Formação de professor, Estágio, Identidade. RELATÓRIOS DE ESTÁGIO: CONTRIBUIÇÕES PARA A CONSTITUIÇÃO DA IDENTIDADE DO PROFESSOR DE PORTUGUÊS BORGES, Ana Maria de Miranda Marques/UFG anamariademiranda2@gmail.com MORAES, Eliana Melo Machado/CAJ-UFG

Leia mais

Programa de Extensão Núcleo de Desenvolvimento Lingüístico: primeiras experiências Concepção

Programa de Extensão Núcleo de Desenvolvimento Lingüístico: primeiras experiências Concepção Programa de Extensão Núcleo de Desenvolvimento Lingüístico: primeiras experiências Marcello de Oliveira Pinto (UERJ) Márcia Magarinos (UERJ) Marina Dias O presente trabalho tem como objetivo apresentar

Leia mais

Práticas de letramento e inclusão social: o caso de uma classe do ciclo II de Educação de Jovens e Adultos.

Práticas de letramento e inclusão social: o caso de uma classe do ciclo II de Educação de Jovens e Adultos. Tatiana Reis Fontes Monteiro Práticas de letramento e inclusão social: o caso de uma classe do ciclo II de Educação de Jovens e Adultos. Dissertação de Mestrado Dissertação apresentada como requisito parcial

Leia mais

NOTA PREVIA PRIMEIRO CURRÍCULO DE ENFERMAGEM NO BRASIL E ARGENTINA: UM ESTUDO COMPARATIVO

NOTA PREVIA PRIMEIRO CURRÍCULO DE ENFERMAGEM NO BRASIL E ARGENTINA: UM ESTUDO COMPARATIVO 88 NOTA PREVIA PRIMEIRO CURRÍCULO DE ENFERMAGEM NO BRASIL E ARGENTINA: UM ESTUDO COMPARATIVO FIRST NURSING CURRICULUM IN BRAZIL AND ARGENTINA: A COMPARATIVE STUDY EN PRIMER CURRÍCULO DE ENFERMERÍA EN BRASIL

Leia mais

PORTFÓLIOS: INSTRUMENTO DE ENSINO

PORTFÓLIOS: INSTRUMENTO DE ENSINO Anais do XXXIV COBENGE. Passo Fundo: Ed. Universidade de Passo Fundo, Setembro de 2006. ISBN 85-7515-371-4 PORTFÓLIOS: INSTRUMENTO DE ENSINO BITTENCOURT, Evandro dcb2eb@joinville.udesc.br Universidade

Leia mais

REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL

REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL REGULAMENTO DA RESPONSABILIDADE SOCIAL FACULDADE METROPOLITANA DE CAMAÇARI FAMEC - 2010 SUMÁRIO CAPÍTULO I... 1 DOS OBJETIVOS GERAIS... 1 CAPÍTULO II... 1 DOS OBJETIVOS ESPECÍFICOS... 1 CAPÍTULO III...

Leia mais

Eloisa Rosana de Azeredo

Eloisa Rosana de Azeredo Curriculum Vitae INFORMAÇÃO PESSOAL Eloisa Rosana de Azeredo Travessa Balduino de Carvalho, nº 60, apto 304, 78005-230 Cuiabá (Brasil) +556581147506 eramontenegro@yahoo.com.br Yahoo! Messenger (YIM) Eloisa

Leia mais

Palavras-Chave: docência, alfabetização, letramento.

Palavras-Chave: docência, alfabetização, letramento. O PROCESSO DE ALFABETIZAR, LETRANDO- UMA VIVÊNCIA NO PIBID/CAPES/ULBRA Nanci Tereza Félix Veloso Sílvia Maria Barreto dos Santos ULBRA- Cachoeira do Sul RESUMO Este trabalho relata os percursos metodológicos

Leia mais

Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra

Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra Um espaço colaborativo de formação continuada de professores de Matemática: Reflexões acerca de atividades com o GeoGebra Anne Caroline Paim Baldoni Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho,

Leia mais

A MOBILIDADE DO PROFESSOR NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ESCOLARES: O CASO DA FEIRA DAS NAÇÕES DO CENTRO EDUCACIONAL CRI ARTE EM ARACAJU-SE.

A MOBILIDADE DO PROFESSOR NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ESCOLARES: O CASO DA FEIRA DAS NAÇÕES DO CENTRO EDUCACIONAL CRI ARTE EM ARACAJU-SE. 1 A MOBILIDADE DO PROFESSOR NA ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS ESCOLARES: O CASO DA FEIRA DAS NAÇÕES DO CENTRO EDUCACIONAL CRI ARTE EM ARACAJU-SE. GT8 Espaços Educativos, Currículo e Formação Docente (Saberes e

Leia mais

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS

PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS PROJETO DE LEITURA E ESCRITA LEITURA NA PONTA DA LÍNGUA E ESCRITA NA PONTA DO LÁPIS A língua é um sistema que se estrutura no uso e para o uso, escrito e falado, sempre contextualizado. (Autor desconhecido)

Leia mais

FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO IFAL INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS: REFLETINDO SOBRE OS TEMPOS E OS ESPAÇOS

FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO IFAL INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS: REFLETINDO SOBRE OS TEMPOS E OS ESPAÇOS ISSN 2316-7785 FORMAÇÃO CONTINUADA DOS PROFESSORES DE MATEMÁTICA DO IFAL INSTITUTO FEDERAL DE ALAGOAS: REFLETINDO SOBRE OS TEMPOS E OS ESPAÇOS José André Tavares de Oliveira Instituto Federal de Alagoas

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: PARTILHA DE SABERES E VIVÊNCIAS COMUNICACIONAIS

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: PARTILHA DE SABERES E VIVÊNCIAS COMUNICACIONAIS FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: PARTILHA DE SABERES E VIVÊNCIAS COMUNICACIONAIS Lourdes Helena Rodrigues dos Santos - UFPEL/F/AE/PPGE Resumo: O presente estudo pretende compartilhar algumas descobertas,

Leia mais

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução

Palavras-chave: Leitura. Oralidade. (Re)escrita. Introdução 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA (X ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA OS TEXTOS

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº44 17-23/02 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº44 17-23/02 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional NÚCLEO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA O NEaD oferece oito disciplinas para 36 cursos de graduação tradicional

Leia mais

A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA A INCLUSÃO DA LÍNGUA ESPANHOLA NA EDUCAÇÃO BRASILEIRA Tassiana Quintanilha de Souza (G CLCA UENP/CJ) Denise da Silva de Oliveira (Orientadora CLCA UENP/CJ) RESUMO: Este artigo visa discorrer sobre a formatação

Leia mais

Juliana Andréa Oliveira Batista

Juliana Andréa Oliveira Batista PRÁTICAS DE LETRAMENTOS COM O USO DE CARTILHAS DAS MINIBIBLIOTECAS NA FORMAÇÃO DE EDUCADORES DE ORIGEM KALUNGA DA TURMA V DA LICENCIATURA EM EDUCAÇÃO DO CAMPO, UNB. J 146 Juliana Andréa Oliveira Batista

Leia mais

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013

Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 Convocatoria: envío de trabajos al próximo número de la Revista Académica PROCOAS AUGM Año 2013 ISSN 1852 8538 El Comité de Procesos Cooperativos y Asociativos - PROCOAS -, de la Asociación de Universidades

Leia mais

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS

ASSESSORIA PEDAGÓGICA PORTFÓLIO DE PALESTRAS E OFICINAS Dificuldades de Palestra EF e EM Todas Conscientizar sobre as dificuldades de aprendizagem aprendizagem que podem ser manifestadas pelos alunos numa sala de aula e sugerir ações de encaminhamento, conforme

Leia mais

Ler e escrever uma nova perspectiva de alfabetização e letramento

Ler e escrever uma nova perspectiva de alfabetização e letramento Ler e escrever uma nova perspectiva de alfabetização e letramento Bibiana Febrônia Mesquita Ferreira Universidade Federal de Goiás-CAC Walquiria Abadia Avelar Universidade Federal de Goiás-CAC Orientadora:

Leia mais

EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA DISCIPLINA CARTOGRAFIA ESCOLAR DURANTE FORMAÇÃO ACADÊMICA

EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA DISCIPLINA CARTOGRAFIA ESCOLAR DURANTE FORMAÇÃO ACADÊMICA EXPERIÊNCIA VIVENCIADA NA DISCIPLINA CARTOGRAFIA ESCOLAR DURANTE FORMAÇÃO ACADÊMICA Claudio Francisco da Costa claud.fc@gmail.com 1977 Paulo Eduardo Ribeiro paeribeiro@hotmail.com Vilma Célia Santana vilmacsantanam@hotmail.com

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO CENTRO DE EDUCAÇÃO COLÉGIO DE APLICAÇÃO CONCURSO PÚBLICO PARA DOCENTES DA EDUCAÇÃO BÁSICA, TÉCNICA E TECNOLÓGICA Edital nº 19, de 27 de abril

Leia mais

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NARRATIVOS

FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NARRATIVOS FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES: RELATO DE UMA EXPERIÊNCIA DE LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS NARRATIVOS Resumo LUCAS, Maria Angélica Olivo Francisco 1 - UEM Grupo de Trabalho - Formação de professores e

Leia mais

7/30/2012. Objetivos por Unidade de Ensino Unidade 1 - Ler e elaborar textos acadêmicos e científicos de modo significativo e reflexivo.

7/30/2012. Objetivos por Unidade de Ensino Unidade 1 - Ler e elaborar textos acadêmicos e científicos de modo significativo e reflexivo. Leitura, Interpretação e Produção de Textos. Estrutura e Organização de trabalhos acadêmicos. Pesquisa Cientifica. Elaboração de Projeto de Pesquisa. Proporcionar a inserção do aluno no trabalho acadêmico,

Leia mais

IMERSÃO TECNOLÓGICA DE PROFESSORES: POSSIBILIDADES DE FORMAÇÃO CONTINUADA MEDIADA POR AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA

IMERSÃO TECNOLÓGICA DE PROFESSORES: POSSIBILIDADES DE FORMAÇÃO CONTINUADA MEDIADA POR AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA IMERSÃO TECNOLÓGICA DE PROFESSORES: POSSIBILIDADES DE FORMAÇÃO CONTINUADA MEDIADA POR AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM A DISTÂNCIA QUARESMA, Cíndia Rosa Toniazzo 1 Palavras-chave: Formação de Professores,

Leia mais

A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS

A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS TIC Y EDUCACIÓN A FORMAÇÃO DOCENTE PARA AQUISIÇÃO DE HABILIDADES NO USO DE NOVAS TECNOLOGIAS EDUCACIONAIS Vanessa de Fátima Silva Moura 1 Teresinha de Jesus Nogueira 2 Sibelle Gomes Lima 3 Maria Fernanda

Leia mais

(IM)PACTOS DA/COM A LEITURA LITERÁRIA NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES Fernanda de Araújo Frambach UFRJ

(IM)PACTOS DA/COM A LEITURA LITERÁRIA NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES Fernanda de Araújo Frambach UFRJ (IM)PACTOS DA/COM A LEITURA LITERÁRIA NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES ALFABETIZADORES Fernanda de Araújo Frambach UFRJ Resumo O presente trabalho objetiva apresentar uma pesquisa em andamento que

Leia mais

PNAIC. CEAD-UFOP Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa

PNAIC. CEAD-UFOP Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa PNAIC POLO DE POÇOS OS DE CALDAS Equipe do PNAIC-CEAD CEAD-UFOP Coordenadora Geral: Profa. Dra. Gláucia Jorge Coordenador Adjunto: Prof. Dr. Hércules Corrêa Supervisão de avaliação ão: Profa. Dra. Carla

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico

PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015. Ensino Técnico PLANO DE TRABALHO DOCENTE 1º Semestre/2015 Ensino Técnico Código: 0262 ETEC ANHANQUERA Município: Santana de Parnaíba Componente Curricular: Inglês Instrumental Eixo Tecnológico: Gestão e Negócios Módulo:

Leia mais

UVV POST Nº55 26/05-01/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

UVV POST Nº55 26/05-01/06 de 2014 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV BUSINESS SCHOOL Aula magna inaugurou o cialmente a nova unidade da UVV-ES Na noite do dia 15 de

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE ESTADUAL DO OESTE DO PARANÁ PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO PLANO DE ENSINO PERÍODO LETIVO/ANO 2010 Programa: Pós-Graduação stricto sensu em Educação/PPGE Área de Concentração: Sociedade,

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru UNESP UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Câmpus de Bauru Curso: Licenciatura em Pedagogia Departamento: Educação-FC IDENTIFICAÇÃO Código: 4419 Disciplina: CONTEÚDOS E METODOLOGIA DO

Leia mais

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do

crítica na resolução de questões, a rejeitar simplificações e buscar efetivamente informações novas por meio da pesquisa, desde o primeiro período do Dimensão 2 As políticas para o ensino, a pesquisa, a pós-graduação, a extensão e as respectivas normas de operacionalização, incluídos os procedimentos para estímulo à produção acadêmica, as bolsas de

Leia mais

Curso de Especialização Educação Infantil 2ª Edição EMENTA DAS DISCIPLINAS

Curso de Especialização Educação Infantil 2ª Edição EMENTA DAS DISCIPLINAS Curso de Especialização Educação Infantil 2ª Edição EMENTA DAS DISCIPLINAS Psicologia do Desenvolvimento e Aprendizagem da Criança de 0 a 5 anos Docente do Curso Gilza Maria Zauhy Garms Total da Carga

Leia mais

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2

Ementário do Curso de Pedagogia, habilitações: Educação Infantil e Séries Iniciais 2010.2 01 BIOLOGIA EDUCACIONAL Fase: 1ª Carga Horária: 30 h/a Prática: 30 h/a Créditos: 4 A biologia educacional e os fundamentos da educação. As bases biológicas do crescimento e desenvolvimento humano. A dimensão

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Público Alvo: Investimento: Disciplinas:

Público Alvo: Investimento: Disciplinas: A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB com mais de 50 anos de existência, é uma referência em educação salesiana no país, sendo reconhecida como a melhor universidade particular do Centro-Oeste (IGC/MEC).

Leia mais

UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE AS SITUAÇÕES DE ESCRITA EM CONTEXTOS COMUNICATIVOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO INICIAL

UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE AS SITUAÇÕES DE ESCRITA EM CONTEXTOS COMUNICATIVOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO INICIAL Título do artigo: UMA BREVE REFLEXÃO SOBRE AS SITUAÇÕES DE ESCRITA EM CONTEXTOS COMUNICATIVOS NO PROCESSO DE ALFABETIZAÇÃO INICIAL Disciplina: Alfabetização Selecionadora: Beatriz Gouveia 16ª Edição do

Leia mais

A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO

A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO EM EDUCAÇÃO A DISLEXIA COMO DIFICULDADE DE APRENDIZAGEM SOB A ÓTICA DO PROFESSOR UM ESTUDO DE CASO NEUZA APARECIDA GIBIM PONÇANO Presidente Prudente SP

Leia mais

A LINGUAGEM CIENTÍFICA EM SALA DE AULA E O USO DO CHEMSKETCH

A LINGUAGEM CIENTÍFICA EM SALA DE AULA E O USO DO CHEMSKETCH A LINGUAGEM CIENTÍFICA EM SALA DE AULA E O USO DO CHEMSKETCH Galvani Pereira Alves* Unifal-MG Thúlio Silva Bastos* Unifal-MG Sessão Temática: 1. Metodologias de ensino-aprendizagem; Palavras-Chaves: Ensino

Leia mais

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas

Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco. Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Curso: Pedagogia ( 1 ª Licenciatura) I Bloco Fundamentos Epistemológicos de Pedagogia 60 horas Metodologia Científica 60 horas História da Educação 60 horas Sociologia da Educação I 60 horas Filosofia

Leia mais

Especialização em Atendimento Educacional Especializado

Especialização em Atendimento Educacional Especializado Especialização em Atendimento Educacional Especializado 400 horas Escola Superior de Tecnologia e Educação de Rio Claro ASSER Rio Claro Objetivos do curso: De acordo com a Lei de Diretrizes e Bases, especialmente

Leia mais

A PROPOSTA DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA DOS PCN E SUA TRANSPOSIÇÃO ENTRE OS PROFESSORES DE INGLÊS DE ARAPIRACA

A PROPOSTA DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA DOS PCN E SUA TRANSPOSIÇÃO ENTRE OS PROFESSORES DE INGLÊS DE ARAPIRACA Revista Eletrônica de Educação de Alagoas - REDUC ISSN 2317-1170 V. 01, N. 02 (2013) A PROPOSTA DE ENSINO DE LÍNGUA ESTRANGEIRA DOS PCN E SUA TRANSPOSIÇÃO ENTRE OS PROFESSORES DE INGLÊS DE ARAPIRACA Patrícia

Leia mais

NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL

NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL Silvia Néli Falcão Barbosa NAS TRAMAS DO COTIDIANO: ADULTOS E CRIANÇAS CONSTRUINDO A EDUCAÇÃO INFANTIL Dissertação de Mestrado DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO Programa de Pós-Graduação em Educação Rio de Janeiro

Leia mais

Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso

Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso Regulamento e Critérios de Avaliação de Trabalho de Conclusão de Curso Especialização em Acessibilidade Cultural Departamento de Terapia Ocupacional da UFRJ. Rio de Janeiro, 2013 Responsáveis pela elaboração

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA JOÃO ROBERTO RATIS TENÓRIO DA SILVA ELABORAÇÃO DE ATIVIDADES EXPERIMENTAIS PARA O ENSINO DE REAÇÕES QUÍMICAS ELABORADAS SEGUNDO A NOÇÃO

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores ALUNOS DO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM LÍNGUA INGLESA: UM OLHAR SOBRE SUAS PRÁTICAS DOCENTES

Leia mais

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Brasil. Educação: Ensino, pesquisa e extensão! Solange Barreto Chaves¹

Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Brasil. Educação: Ensino, pesquisa e extensão! Solange Barreto Chaves¹ Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Brasil Educação: Ensino, pesquisa e extensão! Solange Barreto Chaves¹ Resumo O presente texto tem por objetivo refletir e discutir sobre a integração entre ensino,

Leia mais

CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE

CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE CRENÇAS DE UMA ALUNA INICIANTE NO CURSO DE LETRAS INGLÊS ACERCA DA ORALIDADE Marrine Oliveira Sousa (UFG) Tatiana Diello Borges (UFG) marrine_@hotmail.com tatiana.diello@gmail.com 1. Introdução No exterior,

Leia mais

XIX CONGRESSO NACIONAL DE LINGUÍSTICA E FILOLOGIA

XIX CONGRESSO NACIONAL DE LINGUÍSTICA E FILOLOGIA XIX CONGRESSO NACIONAL DE LINGUÍSTICA E FILOLOGIA IMPACTOS DO PIBID/INGLÊS SUSTENTABILIDADE NOS ALUNOS André Henrique Gonçalves (UESC) henriqueios@live.com Laura de Almeida (UESC) prismaxe@gmail.com RESUMO

Leia mais

II INTERNATIONAL MASTERCLASSES UFABC - HANDS ON IN PARTICLE PHYSICS

II INTERNATIONAL MASTERCLASSES UFABC - HANDS ON IN PARTICLE PHYSICS Conselho de Centro do CCNH Proposta de ação extensionista II INTERNATIONAL MASTERCLASSES UFABC - HANDS ON IN PARTICLE PHYSICS Giselle Watanabe Caramello (coordenador) Pedro Galli Mercadante (vice-coordenador)

Leia mais

Programa da Disciplina

Programa da Disciplina INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E tecnologia PARAÍBA Ministério da Educação Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - Campus Cajazeiras Diretoria de Ensino / Coord. do Curso

Leia mais