Os Dez Mandamentos. Êx 20,2-17 Dt 5,6-21 Em nossos Catecismos

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Os Dez Mandamentos. Êx 20,2-17 Dt 5,6-21 Em nossos Catecismos"

Transcrição

1 Os Dez Mandamentos Frei Bruno Glaab Os Dez Mandamentos aparecem em Ex 20,2-17, em Dt 5,6-21 e foram adaptados para os nossos catecismos, numa linguagem atualizada. Na versão hebraica o primeiro mandamento se divide em dois e o décimo mandamento se torna dois mandamentos em nossos catecismos. Êx 20,2-17 Dt 5,6-21 Em nossos Catecismos 1) Eu sou Javé seu Deus que fiz você sair da terra do Egito, da casa da escravidão. Não tenha outros deuses diante de mim. 2) Não faça para você ídolos, nenhuma representação daquilo que existe no céu e na terra, ou debaixo da terra. Não se prostre diante desses deuses, nem sirva a eles, porque eu, Javé seu Deus, sou um Deus ciumento: quando me odeiam, castigo a culpa dos pais nos filhos, netos e bisnetos; mas quando me amam e guardam os meus mandamentos eu os trato com amor por mil gerações. 3) Não pronuncie em vão o nome de Javé seu Deus, porque Javé não deixará sem castigo aquele que pronunciar o nome dele em vão. 4) Lembre-se do dia de sábado, para santificá-lo. Trabalhe durante seis dias e faça todas as suas tarefas. O sétimo dia, porém, é o sábado de Javé seu Deus. Não faça nenhum trabalho, nem você, nem seu filho, nem sua filha, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu animal, nem o imigrante que vive em suas cidades. Porque em seis dias Javé fez o céu, a terra, o mar e tudo o que existe neles; e no sétimo dia ele descansou. Por isso, Javé abençoou o dia de sábado e o santificou. 5) Honre seu pai e sua mãe: desse modo você prolongará sua vida, na terra que Javé seu Deus dá a você. 1) Eu sou Javé seu Deus, que o tirou da terra do Egito, da casa da escravidão. Não tenha outros deuses diante de mim. 2) Não faça ídolos para você, nenhuma representação do que existe no céu, na terra ou nas águas que estão debaixo da terra. Não se prostre diante desses deuses, nem os sirva, porque eu, Javé seu Deus, sou um Deus ciumento: quando me odeiam, eu castigo a culpa dos pais nos filhos, netos e bisnetos; e trato com amor, por mil gerações, quando me amam e guardam os meus mandamentos. 3) Não pronuncie em vão o nome de Javé seu Deus, porque Javé não deixará sem punição aquele que pronunciar o seu nome em vão. 4) Observe o dia de sábado, para santificá-lo, como ordenou Javé seu Deus. Trabalhe durante seis dias e faça todas as suas tarefas. O sétimo dia, porém, é o sábado de Javé seu Deus. Não faça trabalho nenhum, nem você, nem seu filho, nem sua filha, nem seu escravo, nem sua escrava, nem seu boi, nem seu jumento, nem qualquer um de seus animais, nem o imigrante que vive em suas cidades. Desse modo, seu escravo e sua escrava poderão repousar como você. Lembre-se: você foi escravo na terra do Egito, e Javé seu Deus o tirou de lá com mão forte e braço estendido. É por isso que Javé seu Deus ordenou que você guardasse o dia de sábado. 5) Honre seu pai e sua mãe, como Javé seu Deus lhe ordenou, para que sua vida se prolongue e tudo 1) Amar a Deus sobre todas as coisas. 2) Não tomar seu santo nome em vão. 3) Guardar domingos e dias de festas de guarda. 4) Honrar pai e mãe.

2 6) Não mate. 7) Não cometa adultério. 8) Não roube. 9) Não apresente testemunho falso contra teu próximo. 10) Não cobice a casa do seu próximo, nem a mulher do próximo, nem o escravo, nem a escrava, nem o boi, nem o jumento, nem coisa alguma que pertença ao seu próximo. corra bem para você na terra que Javé seu Deus agora lhe dá. 6) Não mate. 7) Não cometa adultério. 8) Não roube. 9) Não dê falso testemunho contra seu próximo. 10) Não cobice a mulher do seu próximo, nem deseje para você a casa do seu próximo, nem o campo, nem o escravo, nem a escrava, nem o boi, nem o jumento, nem coisa alguma que pertença ao seu próximo. 5) Não matar. 6) Não pecar contra a castidade. 7) Não furtar. 8) Não levantar falso testemunho. 9) Não desejar a mulher do próximo. 10) Não cobiçar as coisas alheias. Os Dez Mandamentos, ou também chamado o Decálogo, cujos textos se encontram em Ex 20,2-17 e também em Dt 5,6-21 são parte integrante de nossa catequese cristã. São por assim dizer, parte central da antiga aliança (Ex 19-24), ou melhor, uma compilação do que se encontra espalhado em muitas partes do Pentateuco, embora não abranja, nem de longe, toda a legislação do mesmo. Nos tempos do Novo Testamento eles eram rigorosamente observados, tanto pelos judeus, principalmente pelos fariseus, bem como por Jesus e por seus discípulos. No entanto, Jesus dá um sentido diferente daquele dos fariseus. Ele os completa e lhes dá o verdadeiro sentido (Mt 5,17ss). De fato, a vinda de Cristo estabelece a Nova e Eterna Aliança, o que, segundo Ef 2,15 e Hb 7,12 muda a antiga Lei, ou a aboliu. Assim sendo, os Dez mandamentos estão superados, pois representam a antiga Lei. Paulo nos diz que as obras da Lei de Moisés não salvam ninguém (Gl 2,16). Nossa ética cristã não parte mais dos dos Dez Mandamentos, mas da pessoa de Cristo. Então, para que serve o Decálogo? Se nós cristãos fôssemos maduros e de fato aderíssemos a Cristo, já não mais precisaríamos deles. Enquanto existir imaturidade, os Dez Mandamentos serão indicativos que nos ajudam a viver a vida cristã. Mas é bom lembrar: nossa salvação não vem da observância do Decálogo, mas somente da pessoa de Cristo (Gl 2,16). Além disto, existem muitos mandamentos fora do decálogo. Vejamos: Ex 21,1ss; Lv 11ss; Dt 12,1ss; Dt 23,1ss, etc. Aliás, todo Pentateuco recebe, no Antigo Testamento a designação de Torá, isto é, Lei. História do Decálogo Numa primeira leitura do Êxodo nos parece que foi tudo assim tão simples. O povo hebreu saiu do Egito e passou pelo Mar Vermelho (Ex 14), entrou no deserto, onde permaneceu por quarenta anos (Ex 16ss) e lá fez aliança com Javé (Ex 19-24) e nesta aliança, Deus entregou os Dez Mandamentos diretamente a Moisés (Ex 20,1ss). Precisamos, no entanto, alertar que os livros bíblicos como o Êxodo e também o Deuteronômio, tais quais os temos hoje na Bíblia, foram por muito tempo, apenas tradição oral, contada de pais para filhos e de filhos para netos. A redação dos livros do Pentateuco (Gn, Ex, Lv, Nm e Dt) só se deu vários séculos depois do fato do Êxodo. Por isto mesmo, nem tudo deve ser lido como se fosse exata-

3 mente daquela época. Diríamos antes, o Decálogo tem sua origem nos povos primitivos, mas foi evoluindo por séculos na tradição oral até se formar a redação atual em nossas Bíblias. Por isto, ao ler hoje os textos de Ex 20,2-17 e Dt 5,6-21 encontramos muitas camadas literárias. Algumas coisas refletem tempos antigos, outras vêm de tempos posteriores. Por exemplo, o mandamento do sábado (Ex 20,8-11) bem como o mandamento do não cobiçar (Ex 20,17) fala dos escravos, de casas, de animais, bois, jumentos e de imigrantes. Ora, os escravos libertos do Egito, quando foram para o deserto não tinham casas, nem escravos e entre eles não tinham imigrantes. Moravam em tendas e talvez tivessem pequenos animais, mas bois e jumentos, ao menos parece que não tinham, pois não seria possível mantê-los no deserto. Alguns biblistas julgam que na época do Êxodo (1250 a.c) os povos da região ainda nem conheciam o gado bovino. Este teria sido introduzido alguns séculos mais tarde. Logo, estas explicações não vêm dos tempos da Aliança, mas sim, do século oitavo ou sétimo antes de Cristo, quando o povo já estava estabelecido em Israel e possuía escravos, animais e imigrantes. Algumas coisas que estão no Decálogo refletem os tempos da redação final do texto. Isto deve ter se dado durante o Exílio da Babilônia (por volta de 550 a.c.), ou logo depois. Talvez, no Exílio da Babilônia o povo fizesse o seguinte raciocínio: Uma vez fomos escravos do Egito e Javé nos tirou de lá com mão forte. Se agora, na Babilônia, observarmos os mandamentos de Javé, ele nos libertará novamente. Assim sendo, se fez a redação final dos textos que hoje conhecemos. Chave de leitura Para entendermos o verdadeiro sentido da interpretação dos mandamentos precisamos levar em conta o primeiro versículo dos mesmos. Em Ex 20,2, bem como em Dt 5,6 se lê: Eu sou Javé seu Deus, que fiz você sair da terra do Egito, da casa da escravidão. Sem esta frase, os Dez Mandamentos perdem seu objetivo e seu sentido. Num primeiro momento podemos, de fato, pensar na escravidão do Egito, de onde os hebreus foram libertos por Javé, pela coordenação de Moisés, de Míriam, de Aarão e de outros líderes. Porém, na história de Israel sempre houve opressões, das quais o povo precisava se libertar. O Egito virou símbolo de o- pressão. Com a instalação da monarquia em Israel (1Sm 8,10ss), principalmente com Salomão (1R2 10,14ss e 1Rs11,1-8) a escravidão e a idolatria ganharam força. Também nos tempos do Exílio da Babilônia ( a.c.) a escravidão e a idolatria se tornaram motivos fortes. Por isto mesmo, ter o Egito e sua opressão como pano de fundo era sempre um motivo para ilustrar todas as opressões que o povo sofreu. Então, a frase de Ex 20,2 serve de chave para todas as opressões que através da história se abateram sobre o povo hebreu. Assim, com base na libertação do Egito, os hebreus foram moldando e completando um caminho de libertação. Este caminho de libertação são os Dez Mandamentos. Veremos em nossas dez lições, como cada mandamento quer ser um remédio que liberte da escravidão do Egito e de todas as escravidões que afligem o povo de Israel, por conseqüência, todas as escravidões que ainda hoje afligem o povo. Enfim, o Decálogo tem por objetivo, preservar a vida digna e livre do ser humano, o mesmo que Jesus fez com sua ação libertadora (Jo 10,10). O Decálogo é a garantia da liberdade. Javé, o Deus da Vida No Antigo Testamento muitas vezes encontramos o tema da idolatria ligado ao tema da escravidão e da opressão: 1Rs 21; Am 2,6ss; 3,13ss; 7,10ss; Is 16,7ss. O próprio Salomão,

4 quando quis viver faustosamente às custas do povo (1Rs 10,14ss) trouxe para dentro de Israel a idolatria (1Rs 11,1ss). Muitos reis, através da história de Israel e de Judá, construíram lugares altos, ou seja, lugares de culto a ídolos: 1Rs 12,28ss; 1Rs 16,13ss; 1Rs 16,23ss; 1Rs 16,31ss; etc. O culto aos ídolos está diretamente ligado aos projetos políticos de opressão. Ou seja, os reis, para imporem seus projetos de opressão, usavam duas forças: as armas, o exército, o aparelho repressor do estado por um lado e a religião idolátrica, por outro. Com as religiões idolátricas se fazia a cabeça do povo. Dizia-se que o rei era o filho dos deuses. Obedecer ao rei era o mesmo que obedecer aos deuses. Aceitando tal doutrina, o povo já escravizado e explorado, aceitava a escravidão como vontade dos deuses. Além do mais, os diversos reis de Israel e de Judá, quando queriam oprimir o povo, além de buscar legitimação religiosa ou ideológica nos ídolos, conseguiam com isto apagar a memória libertadora de Javé, o Deus da vida, pois esta memória de um Deus que ouve o clamor dos pobres (Ex 3,7ss) era sempre perigosa para qualquer projeto político de exploração. Era preciso apagar da memória do povo todo e qualquer vestígio de Javé, Deus da vida, aquele do Êxodo. Pois, se os escravos, em meio ao seu sofrimento celebrassem a memória de Javé, sempre havia perigo de uma insurreição contra os poderosos. Os pobres diriam: como é que no passado Javé libertou os escravos e hoje não liberta? Será que ele mudou? O/a leitor/a poderá verificar nos dois livros dos Reis a história dos soberanos de Israel e de Judá. Para a maioria dos reis se diz logo no início de cada história: fez o que Javé reprova. Geralmente se trata de projetos políticos perversos e de idolatria. Como vemos, idolatria e projetos políticos desastrosos andam de mãos dadas. Todos os deuses servem a interesses. Só Javé é o Deus da vida que não se submete a ninguém, embora Salomão tenha submetido a religião javista, construindo um pomposo templo em Jerusalém e transformando os sacerdotes em funcionários do estado (1Rs 5 e 6), calando com isto as vozes javistas de reação. Assim sendo, preservar os Dez Mandamentos é antes de tudo impedir que se pratique o culto idolátrico e ao mesmo tempo, que se implemente projetos políticos escravagistas e o- pressores. Javé é o Deus da vida. Ficar fiel a Javé é posicionar-se a favor da vida livre. É não permitir que falsas ideologias se instalem e legitimem novamente tais projetos. Jesus e os Dez Mandamentos Dizíamos acima que Jesus instaurou a Nova e Eterna Aliança (Lc 22,19-20) e que com esta Nova e Eterna Aliança ele superou a Antiga Aliança (Ef 2,15 e Hb 7,12). Isto, no entanto não quer dizer que aquilo que foi ensinado no Decálogo esteja abolido. Jesus mesmo viveu os Dez Mandamentos, mas não mais à maneira dos fariseus: a Lei pela Lei. Jesus resumiu tudo em duas leis: Amor a Deus e amor ao próximo (Mc 12,28-30). Ele cumpria Lei a partir do amor a Deus e do amor ao próximo. Tanto assim que, nos momentos oportunos transgrediu o mandamento do sábado: Mc 2,23-28; Mc 3,1-6; Jo 5,1ss; Jo 9,1ss. Assim também transgrediu outros mandamentos que se encontram no Pentateuco. Vejamos: Em Lv 15,19ss se diz que a mulher menstruada é impura e quem nela toca, se torna impuro. No entanto, Jesus se deixa tocar pela mulher com fluxo de sangue (Mc 5,25ss) e também pela prostituta (Lc 7,36ss). Em Lv 13,1ss se diz que o leproso deve ser retirado da convivência comunitária. Jesus toca no leproso (Mc 1,40ss). Em At 10,1ss se diz claramente que Pedro foi movido pelo Espírito Santo a não mais observar a questão do Lv 11. Alguém definiu Jesus como o grande transgressor do livro do Levítico.

5 No entanto, em outros momentos vemos Jesus fiel aos mandamentos. Ele colocou Deus em primeiro lugar (Mt 4,10 e Mc 12,28ss). Toda vida dele foi marcada pelo amor ao Deus único e verdadeiro. Encontramo-lo nas sinagogas aos sábados (Mc 3,1ss; Lc 4,16ss). Certamente honrava os pais, não matou, nem praticou a violência, não adulterou, nem furtou, etc. Ele recomenda ao homem rico a observância dos mandamentos (Mc 10,19ss), porém diz que isto ainda não é o suficiente (Mc 10,21). Em Mt 5,17ss Jesus diz que não veio revogar a Lei, mas dar-lhe pleno cumprimento, mas não à maneira dos fariseus (observância cega), mas sim, na forma do amor e da justiça. Jesus mostra que a nova forma de praticar a Lei é ainda mais profunda do que a antiga. A partir de Mt 5,20 Jesus nos diz: Ouvistes o que foi dito aos antigos: não matarás...eu, porém vos digo: Todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, terá de responder em juízo. Assim Jesus retoma também os mandamentos do adultério (5,27ss), do divórcio (5,31), do jurar (5,33s), do olho por olho (5,38ss) e do amor ao próximo (5,43ss). Em todos estes mandamentos Jesus acrescenta: Eu, porém, vos digo.... Ou seja, Jesus é muito mais radical do que a velha Lei. O que a velha Lei exigia legalmente, Jesus exige a partir do amor. Quem ama não pode matar, nem cometer adultério, roubar, etc. Não porque uma lei o proíba. O amor em Cristo não comporta estas coisas, pois quem ama em Cristo só pode fazer o bem. Conclusão Os Dez Mandamentos são indicativos para os discípulos de Jesus. O motivo que nos leva a cumprir e mesmo a estudá-los é o amor a Deus e ao próximo. Em outras palavras, quem ama a Deus se sente comprometido com a vida e para que a vida possa desabrochar em todas as suas potencialidades, para que homens, mulheres, bem como a natureza possam viver em paz, precisamos de mandamentos, ou seja, de setas que nos orientem. Os Dez Mandamentos apontam para o convívio harmônico, não apenas de uma forma romântica ou poética, mas real. Para que a vida floresça, é preciso compromisso. Deus quer homens e mulheres vivendo a verdadeira vida, cheia de sentido, cultivando os verdadeiros valores que tornam a vida uma festa de liberdade e de paz. Bíbliografia MESTERS, Carlos. Bíblia, livro da aliança Êxodo São Paulo: Paulinas, 1989 MESTERS, Carlos. Os Dez mandamentos Ferramentas da comunidade.são Paulo: Paulus, CRÜSEMANN, Frank. Preservação da liberdade o Decálogo numa perspectiva gistóricosocial. São Leopoldo: Sinodal/Cebi, 2995

III DOMINGO QUARESMA

III DOMINGO QUARESMA III DOMINGO DA QUARESMA Leitura do Livro do Êxodo Ex 20,1-17 Naqueles dias, Deus pronunciou todas estas palavras: «Eu sou o Senhor, teu Deus, que te tirei da terra do Egipto, dessa casa de escravidão.

Leia mais

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses

Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses Então Deus disse todas estas palavras:+ 2 Eu sou Jeová, seu Deus, que o tirou da terra do Egito, a terra da escravidão.*+ 3 Não tenha outros deuses além de mim.*+ 4 Não faça para você imagem esculpida,

Leia mais

A religião: Raiz de discriminação

A religião: Raiz de discriminação Bíblia Quinta Parte A religião: Raiz de discriminação Para o judeu era importante pertencer a uma família autenticamente judia: isto é, ser descendente de Abraão, considerado Pai de todos Os judeus. Eles

Leia mais

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães Judaísmo A mais antiga religião monoteísta Ana Paula N. Guimarães O que é o judaísmo? A mais antiga religião das três principais e maiores religiões monoteístas Judaísmo Cristianismo (maior em quantidade

Leia mais

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes

Devocional. Céus Abertos Pastor Carlito Paes BÍBLIA Devocional Céus Abertos Pastor Carlito Paes 2 ROTEIRO BÍBLIA: ENTENDENDO A PALAVRA DE DEUS O que devo conhecer sobre a bíblia? Diversidade dos Autores Condições de alguns autores quando foram inspirados

Leia mais

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19

LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 LIÇÃO 1 A LEI E A ALIANÇA Êxodo 19 1. Antes de entregar a lei, Deus já havia feito uma aliança com o povo. Em Êxodo 19.1-4, Deus lembra o povo do seu pacto, confirmado demonstrado em um fato. Qual é o

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração QUINTA-FEIRA DA 3ª SEMANA DA PÁSCOA Ó Deus eterno

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 4ª Semana da Páscoa Concedei, ó

Leia mais

A dieta bíblica. Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. (At 10:14)

A dieta bíblica. Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. (At 10:14) A dieta bíblica Pedro replicou: De modo nenhum, Senhor! Porque jamais comi coisa alguma comum e imunda. (At 10:14) OBJETIVO Ajudar o estudante da Escola Bíblica a entender e a defender o que cremos acerca

Leia mais

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS

HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS 2A aula 05 Os Hebreus HISTÓRICA POLÍTICA DOS HEBREUS 3 FASES PATRIARCAS, JUÍZES E REIS Os hebreus eram pastores nômades da Mesopotâmia. No séc. XIX a. C., guiados por Abraão, deslocaram-se para a Palestina,

Leia mais

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações O Antigo Testamento é uma coleção de 39 livros onde encontramos a história de Israel, o povo que Deus escolheu para com ele fazer uma aliança. Portanto, o Antigo Testamento é a história de um povo: mostra

Leia mais

Índice. Apresentação... 3

Índice. Apresentação... 3 Índice Apresentação... 3 Tempo do Advento 1. O Ano Litúrgico... 9 2. Origem do Ano Litúrgico... 10 3. O que quer dizer Advento?... 11 4. O que fazer no Advento?... 12 Primeiro Domingo do Advento... 14

Leia mais

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com A História dos livros de Esdras e Neemias se dá dentro do Reinado Persa do rei Ciro. O povo judeu tinha acabado de sair do exílio da Babilônia por ordem de Ciro, onde ficara 60 anos. Chegando a Judá, encontraram

Leia mais

Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016

Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016 Conheça sua Bíblia - Uma visão panorâmica das Escrituras Mensagem #2 - As Origens. Da criação ao Judaísmo Quinta-feira, 17 de Março de 2016 Colocamos em sua folha um gráfico que ajuda a compreender a evolução

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quarta-feira da 5ª Semana da Quaresma Ó Deus de

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus Paulo Adolfo O problema do mal O problema do mal Precisamos, minimamente, pincelar sobre o Problema do Mal (ou pelo menos

Leia mais

ÍNDICE GERAL. i PARTE

ÍNDICE GERAL. i PARTE ÍNDICE GERAL i DEUS NO ANTIGO TESTAMENTO 15 Procedimento metódico 15 I. A História 20 1. O género histórico no Antigo Testamento 20 2. História da salvação 22 II. A Palavra de Deus no Antigo Testamento

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração 30 DE DEZEMBRO Deus eterno e todo-poderoso, que

Leia mais

Adão e Eva inicialmente violaram a Aliança das relações de amor e confiança que Deus tinha estabelecido entre eles.

Adão e Eva inicialmente violaram a Aliança das relações de amor e confiança que Deus tinha estabelecido entre eles. Uma Aliança é um compromisso feito por contrato entre duas pessoas ou dois grupos de pessoas. O seu sentido religioso é o de um Testa mento. No Antigo Testamento a Aliança estabelece uma nova relação,

Leia mais

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20.

Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Oração Inicial: Leitura: Lucas 22, 7-20. Objetivo do encontro: Despertar amor a Eucaristia e a participação da santa missa, onde o sacramento é oferecido. Texto: Ë o sacramento pelo qual participamos,

Leia mais

Os Livros dos Macabeus

Os Livros dos Macabeus Os Livros dos Macabeus O nome dos Livros surgiu do apelido de Macabeus (martelo) dado a Judas, filho mais famoso de Matatias. O texto foi escrito em Hebraico no início do 1º século a.c. Os livros descrevem

Leia mais

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA

CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA 17-03-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze A Igreja no desígnio de Deus O que significa a palavra Igreja? Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os

Leia mais

Aula 10. 2º Semestre. Hebreus 1-10

Aula 10. 2º Semestre. Hebreus 1-10 Novo Testamento Aula 10 2º Semestre Hebreus 1-10 Lição 46 Prossigamos até a perfeição Lição 47 Pelo Sangue Sereis Santificados Hebreus Escrito por Paulo Aprox. 67 ou 68 AD Pois Paulo morreu em 68AD Hebreus

Leia mais

APRENDENDO COM AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS

APRENDENDO COM AS TRADIÇÕES RELIGIOSAS SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: / / 0 UNIDADE: III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA 6.º ANO/EF PROFESSOR(A): VALOR: 0,0 MÉDIA: 6,0 RESULTADO:

Leia mais

O livro continua a avaliação do sentido e da função da autoridade.

O livro continua a avaliação do sentido e da função da autoridade. O 2º Livro de Samuel continua a narração do primeiro. O núcleo do livro é a figura de DAVI, cuja história começa no 1º livro de Samuel capítulo 16. O livro traz também as lutas dos pretendentes para suceder

Leia mais

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP

conheça sua Bíblia Estudos Panorâmicos no AT e NT TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP TODA QUINTA-FEIRA - DAS 19H30 ÀS 21H - RUA JOSÉ ALVES GUEDES, 1332 - JD. SONIA JAGUARIÚNA/SP 1 e 2 Samuel! DATA: Indefinida Abrangência: Do nascimento de Samuel ao fim do reinado de Davi (1.100 A.C. a

Leia mais

«E os dois serão uma só carne»

«E os dois serão uma só carne» Perdão Senhor «E os dois serão uma só carne» Leitura do Livro do Génesis Gen 2, 18-24 Disse o Senhor Deus: «Não é bom que o homem esteja só: vou dar-lhe uma auxiliar semelhante a ele». Então o Senhor Deus,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sábado da 3ª Semana da Quaresma Ó Deus, alegrando

Leia mais

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ

CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO NASCIMENTO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MOSSORÓ CREMOS NA NECESSIDADE DO NOVO CURSO DE FORMAÇÃO DE LÍDERANÇA NASCIMENTO Pb. Márcio Tarcísio Mendonça Ferreira 5º) NA NECESSIDADE ABSOLUTA DO PELA GRAÇA DE

Leia mais

LINHA DO TEMPO DE EVENTOS BÍBLICOS IMPORTANTES. Esta breve linha do tempo representa os eventos-chave cobertos pela Bíblia:

LINHA DO TEMPO DE EVENTOS BÍBLICOS IMPORTANTES. Esta breve linha do tempo representa os eventos-chave cobertos pela Bíblia: Você se sentirá mais confiante sobre seus estudos bíblicos quando vir a linha do tempo dos eventos importantes narrados na Bíblia, tiver uma compreensão dos livros que a compõem e como eles são organizados,

Leia mais

EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO

EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO EJA 4ª FASE PROF. LUIS CLAÚDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA DINÂMICA LOCAL INTERATIVA Unidade II As tradições religiosas e os textos sagrados. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

A Bíblia Inteira num Ano

A Bíblia Inteira num Ano A Bíblia Inteira num Ano Lição 4 O Livro de Levítico Onde há espaços para preencher, por favor escreva a Escritura mencionada nas suas próprias palavras. 1. O Livro Este livro foi nomeado para os Levitas

Leia mais

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo

POR QUE. Os Dez Mandamentos. O Decálogo POR QUE Os Dez Mandamentos? O Decálogo A existência, na mente de muitos cristãos, de uma compreensão equivocada acerca do lugar e valor dos princípios morais e éticos estabelecidos por Deus. POR QUE Os

Leia mais

Texto bíblico "Este é aquele Moisés que disse aos israelitas: Deus lhes levantará dentre seus irmãos um profeta como eu. Ele estava na congregação, no

Texto bíblico Este é aquele Moisés que disse aos israelitas: Deus lhes levantará dentre seus irmãos um profeta como eu. Ele estava na congregação, no Texto bíblico Então o sumo sacerdote perguntou a Estêvão: "São verdadeiras estas acusações? "Este é o mesmo Moisés que tinham rejeitado com estas palavras: Quem o nomeou líder e juiz? Ele foi enviado pelo

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Segunda-feira da 12ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Senhor,

Leia mais

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros.

O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. O Antigo Testamento tem como seus primeiros livros a TORÀ, ou Livro das leis. É um conjunto de 5 livros. A Torá é o texto mais importante para o Judaísmo. Nele se encontram os Mandamentos, dados diretamente

Leia mais

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ

PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ PARÓQUIA SANTA RITA DE CÁSSIA DIOCESE DE JUNDIAÍ Material Estudo Bíblico Parte I Apresentação Pe Antônio 24/08 A BÍBLIA SAGRADA Palavra de Deus. Deus fala ao seu povo Deus se revela, se manifesta, intervém

Leia mais

...sendo uma vez filho, sempre será um filho...mas onde repousa a tua segurança? Hebreus 6:13-20

...sendo uma vez filho, sempre será um filho...mas onde repousa a tua segurança? Hebreus 6:13-20 ...sendo uma vez filho, sempre será um filho......mas onde repousa a tua segurança? Hebreus 6:13-20 1. Ela deve repousar na confiável Palavra de Deus a. Sua promessas não são bloqueadas pelos limites humanos.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 22ª Semana do Tempo Comum Deus do

Leia mais

Escola Catequética de Multiplicadores CARTA Nº 5

Escola Catequética de Multiplicadores CARTA Nº 5 ARQUIDIOCESE DE FLORIANÓPOLIS COORDENAÇÃO ARQUIDIOCESANA DE CATEQUESE - ECAM 2016 DATA: 21/08/16 -- TEMA: Bíblia: Alianças no Antigo Testamento e Novo Testamento -- ASSESSOR: Professor Celso Loraschi --

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta feira da 3ª Semana da Quaresma À medida

Leia mais

Deus. Coisas físicas Nº1

Deus. Coisas físicas Nº1 A ESSÊNCIA DE TUDO, A Santidade, Retidão e Justiça de Nº1 Deus Deus é diferente de todos os outros seres. Só Ele é infinito e não criado. Todos os demais são finitos e criados. O termo bíblico para essa

Leia mais

A lei do Senhor é eterna e não há homem na terra, ou da autoridade eclesiástica que pode mudar os mandamentos eternos do Senhor.

A lei do Senhor é eterna e não há homem na terra, ou da autoridade eclesiástica que pode mudar os mandamentos eternos do Senhor. Os 10 mandamentos do Senhor. Êxodo capítulo 20 * Você sabe que os 10 mandamentos é tudo o que Deus nos deixou escrito em sua própria mão?. * Você já leu a Bíblia no original 10 mandamentos, ou apenas o

Leia mais

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI)

A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) A REVELAÇÃO E A MISSÃO DE DEUS (MISSIO DEI) Teologia Bíblica da Missão de Deus RELEMBRAR A MISSÃO NOS EVANGELHOS 1. Jesus Cristo homem é o exemplo padrão para o exercício da Missão de Deus (intimidade

Leia mais

Josué, um líder escolhido por Deus

Josué, um líder escolhido por Deus Josué, um líder escolhido por Deus Introdução Josué é um livro com profundas verdades espirituais. Ele nos inspira a sermos corajosos e nos orienta, a enfrentar as batalhas espirituais, confiando em Deus

Leia mais

EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação

EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação 1 2 EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação de Mestrado, Mar-2009) Os clientes que buscam a prática

Leia mais

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus

Preparado por: Pr. Wellington Almeida LIÇÃO. O Evangelho. Mateus Preparado por: Pr. Wellington Almeida JERUSALÉM10 LIÇÃO JESUS EM O Evangelho Mateus de LIÇÃO - II TRI 2016 10 INTRODUÇÃO esboço Os títulos de cada dia foram ajustados a proposta de termos uma idéia essencial

Leia mais

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ

Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Jesus Missionário JESUS MISSIONÁRIO EM MARCOS A PRÁTICA DE JESUS DE NAZARÉ Como foi a missão de Jesus de Nazaré? Viveu o anúncio Anunciou o que viveu Para entender a missão de Jesus Entender o contexto

Leia mais

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução.

A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha fala sobre a Torah A lei de IHVH, dado por ele desde a criação e mediada por anjos para todos os profetas, é a palavra hebraica Torah, que significa ensino ou instrução. A Brit Hadasha /

Leia mais

QUEM É DEUS? OS NOMES DE DEUS. Todos os verdadeiros cristãos creem num Deus trinitário, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

QUEM É DEUS? OS NOMES DE DEUS. Todos os verdadeiros cristãos creem num Deus trinitário, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. QUEM É DEUS? OS NOMES DE DEUS Todos os verdadeiros cristãos creem num Deus trinitário, Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo. Eles são iguais em poder, eternidade e na posse de todos os atributos

Leia mais

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt

Dez Mandamentos. Índice. Moisés com as Tábuas da Lei, por Rembrandt Dez Mandamentos Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. (Redirecionado de Os dez mandamentos) Ir para: navegação, pesquisa Nota: Para outros significados, veja Dez Mandamentos (desambiguação). Moisés

Leia mais

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES

LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO INTRODUÇÃO DIVISÃO FATOS IMPORTANTES LEVÍTICO Levítico ( a respeito dos levitas ): Para quem foi escrito este livro? Para os israelitas. Por quem foi escrito (autor)? Moisés. Em qual momento histórico?

Leia mais

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa

Revelar Descortinar Desvendar. Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo. Indicativa Imperativa Normativa Revelar Descortinar Desvendar Revelação - Criação - Bíblia - Jesus Cristo Indicativa Imperativa Normativa Deus informa a respeito de si mesmo - Quem Ele é - O que Ele fez - O que Ele está fazendo - O que

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM arta-feira da 3ª Semana da Páscoa Qu 1) Oração Permanecei,

Leia mais

III TRIMESTRE 2015 LIÇÃO. S Preparado por: Pr. Wellington Almeida IONÁRIOS MISSÕES TRANSCULTURAIS

III TRIMESTRE 2015 LIÇÃO. S Preparado por: Pr. Wellington Almeida IONÁRIOS MISSÕES TRANSCULTURAIS III TRIMESTRE 2015 0 MI S IONÁRIOS S Preparado por: Pr. Wellington Almeida MISSÕES TRANSCULTURAIS MISSÕES TRANSCULTURAIS ESBOÇO INTRODUÇÃO DOM - A Mulher Samaritana SEG - O Oficial Romano TER - Lidando

Leia mais

NO PERDÃO DOS PECADOS

NO PERDÃO DOS PECADOS CREMOS IEADEM NO PERDÃO DOS PECADOS, NA SALVAÇÃO PRESENTE E PERFEITA E NA ETERNA JUSTIFICAÇÃO DA ALMA RECEBIDOS GRATUITAMENTE DE DEUS PELA FÉ NO SACRIFÍCIO EFETUADO POR JESUS CRISTO EM NOSSO FAVOR (AT

Leia mais

Assunção da Virgem Maria

Assunção da Virgem Maria Assunção da Virgem Maria Exultemos de alegria no Senhor, ao celebrar este dia de festa em honra da Virgem Maria. Na sua Assunção alegram-se os Anjos e cantam louvores ao Filho de Deus. Perdoa-nos, Senhor.

Leia mais

TRIMESTRE. O Filho LIÇÃO! 02.

TRIMESTRE. O Filho LIÇÃO! 02. TRIMESTRE O Filho LIÇÃO! 02 www.classedaescolasabatina.com.br LIÇÃO1 relembrando (I) Nosso Pai Celestial - vínculos (a) Santo - Celeste - Que vive - Justo (II) Revelação de Deus (a) Por nós (b) Pelo Filho

Leia mais

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade.

Quem é Marcos? Marcos, autor do primeiro Evangelho, vivia em Jerusalém. A mãe se chamava Maria. Em sua casa reuniam-se os cristãos da cidade. Atenção O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo;

Leia mais

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN

IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN IGREJA EVANGÉLICA ASSEMBLEIA DE DEUS DE MOSSORÓ RN CURSO SOBRE O CREMOS DA ASSEMBLEIA DE DEUS Primeiro Artigo de Fé: Cremos em um só Deus, eternamente subsistente em três pessoas distintas: o Pai, o Filho

Leia mais

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT. Jörg Garbers Ms. de Teologia Introdução e visão geral da história, estrutura e teologia do AT Jörg Garbers Ms. de Teologia Jhwh e os deuses Jörg Garbers Ms. de Teologia Escrita e pronúncia O textos hebraico antigo somente escreve

Leia mais

Mariologia Prof. Thiago Onofre

Mariologia Prof. Thiago Onofre Mariologia Prof. Thiago Onofre Quando Deus formou o mundo Olhou a Virgem Maria Que, por mistério profundo, Antes de criá-la a via... Nela pôs a formosura Da mais bela criatura Que por desígnio plasmou,

Leia mais

Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio.

Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio. Interpretando o Apocalipse Por Pastor Luiz Antonio. VERSÍCULOS DE 12 A 16. 12. E virei-me para ver quem falava comigo. E virando-me, vi sete castiçais de ouro. 13. E no meio dos sete castiçais um semelhante

Leia mais

Objeto de estudo: Os livros Apócrifos!

Objeto de estudo: Os livros Apócrifos! Objeto de estudo: Os livros Apócrifos! Versículo-chave: 2Pe 1.21 porque nunca jamais qualquer profecia foi dada por vontade humana; entretanto, homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito

Leia mais

Textos bíblicos referentes ao dízimo

Textos bíblicos referentes ao dízimo Pe. Ivanor Macieski A Biblia e o Dizimo O dízimo está na Bíblia de Gênese ao Apocalipse. É reconhecido como o Quinto Mandamento da Nossa Igreja. Por isso, sem dúvida alguma, nada melhor do que entender

Leia mais

Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA. Segunda Parte

Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA. Segunda Parte Bíblia:- Sociedade no tempo de Jesus e sua Proposta AS RAÍZES DA POBREZA Segunda Parte Lc 2,1-2 Mt 17,24-27 Mt 9,36 Lc 3,1 Mt 26,57 Mc 9,35-36 25 Colheitas 20 15 10 Pedágio e alfândega Anona 5 0 Jo 18,3-12

Leia mais

Os ídolos do coração

Os ídolos do coração Os ídolos do coração Êxodo 20.1-17 As Dez Palavras 1. E Deus falou todas estas palavras: 2. Eu sou o Senhor, o teu Deus, que te tirou do Egito, da terra da escravidão. 3. Não terás outros deuses além de

Leia mais

DECÁLOGO Dado por um Deus que prova seu amor ao ouvir a oração do povo, intervir na história e liberta-lo da escravidão que estava submetido no Egito.

DECÁLOGO Dado por um Deus que prova seu amor ao ouvir a oração do povo, intervir na história e liberta-lo da escravidão que estava submetido no Egito. DECÁLOGO Dado por um Deus que prova seu amor ao ouvir a oração do povo, intervir na história e liberta-lo da escravidão que estava submetido no Egito. DECÁLOGO Manifestação da graça e do cuidado de Deus

Leia mais

O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT

O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT O REINO DO MESSIAS POIS TEU O REINO, O PODER E A GLÓRIA PARA SEMPRE, AMEM! FESTA DOS TABERNÁCULOS SUKKOT - 2015 O ISRAEL DE DEUS Efésios 2: 16-22 - Edificados sobre o fundamento dos apóstolos e dos profetas

Leia mais

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger

Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Ademir Ifanger Saiamos pois, a Ele, fora do arraial... Introdução Almejamos uma nova compreensão da espiritualidade, que nos impulsione a realizar o projeto integral de Deus, expressando assim genuína adoração (Jo 4.23-24).

Leia mais

Missa do Dia. «Todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus»

Missa do Dia. «Todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus» 80 TEMPO DO NATAL Missa do Dia LEITURA I Is 52, 7-10 «Todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus» Leitura do Livro de Isaías Como são belos sobre os montes os pés do mensageiro que anuncia

Leia mais

AULA 2 A NOIVA DE CRISTO

AULA 2 A NOIVA DE CRISTO AULA 2 A NOIVA DE CRISTO A Noiva de Cristo A parábola das dez virgens (Mt 25:1-13) i. O reino dos céus é semelhante isto nos mostra como o reino de Deus deve ser em sua plenitude. 1. Não o reino dos céus

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Sábado da 7ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Concedei, ó

Leia mais

1. DUAS SEMANAS SOBRE A VIDA E OS ENSINOS DE JESUS

1. DUAS SEMANAS SOBRE A VIDA E OS ENSINOS DE JESUS PLANO DE LEITURA DA BÍBLIA PRIMEIRA SEQUÊNCIA: INTRODUÇÃO À BÍBLIA TEMPO NECESSÁRIO: Duas semanas OBJETIVO: Obter um conhecimento geral dos fundamentos bíblicos A Primeira Sequência é para quem está começando

Leia mais

Pontos importantes de serem lembrados: - Pedro escreveu para cristãos que passavam por dificuldades e passariam por maiores sofrimentos ainda;

Pontos importantes de serem lembrados: - Pedro escreveu para cristãos que passavam por dificuldades e passariam por maiores sofrimentos ainda; Mensagens em 1 Pedro Sermão manhã Ibfé 27Dez2015 Pr. Cantoca Introdução: Pontos importantes de serem lembrados: - Pedro escreveu para cristãos que passavam por dificuldades e passariam por maiores sofrimentos

Leia mais

Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital:

Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital: Título: AS CARTAS AS SETE IGREJAS Autor: J.H.SMITH. Literaturas em formato digital: www.acervodigitalcristao.com.br Literaturas em formato Impresso: www.verdadesvivas.com.br Evangelho em 03 Minutos: www.3minutos.net

Leia mais

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO

CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO CRISTOLOGIA: DOUTRINA DE CRISTO ETERNIDADE DEUS PAI LOGUS ESPIRITO SANTO A TRINDADE 1Jo.5.7 LOGUS QUER DIZER PALAVRA OU VERBO SE REFERE AO FILHO NA ETERNIDADE I - SUA PRÉ-EXISTÊNCIA 1 - SUA EXISTÊNCIA

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Sexta-feira da 18ª Semana do Tempo Comum Manifestai,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura.

INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. INTRODUÇÃO AO TRIMESTRE - Trimestre temático O desafio da evangelização obedecendo ao ide do Senhor Jesus de levar as boas novas a toda criatura. - A Igreja foi criada para dar seguimento ao ministério

Leia mais

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler

Linha do tempo. A História é a grande mestra. Aprendamos dela! Importa saber ler Linha do tempo A História é a grande mestra Aprendamos dela! Importa saber ler 1 Como ler a História Linha reta: tudo já está determinado. Não há participação, nem liberdade Círculo: tudo se repete. O

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM Terça-feira da 32ª Semana do Tempo Comum 1) Oração Deus de

Leia mais

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUiZ DE FORA (AME-JF) AULA N0 05. Departamento de Evangelização da Criança (DFC)

ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUiZ DE FORA (AME-JF) AULA N0 05. Departamento de Evangelização da Criança (DFC) Este é um desenho de Moisés, segundo a imaginação de um artista, a fim de dar uma idéia de como seria a figura do ALIANÇA MUNICIPAL ESPÍRITA DE JUiZ DE FORA (AME-JF) AULA N0 05 Departamento de Evangelização

Leia mais

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b)

CATEQUESE PARA CRIANÇAS (do 4º ao 6º anos) A VIDA NAS MÃOS DE DEUS Eu vim para que tenham Vida e Vida em abundância! (Jo 10,10b) INTRODUÇÃO Por decisão da Conferência Episcopal Portuguesa, vamos celebrar e viver, mais uma vez, a Semana do Consagrado. Este ano terá lugar de 26 de Janeiro a 02 de Fevereiro. Neste dia celebra-se liturgicamente

Leia mais

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO

JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS, FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO 25-02-2012 Catequese com adultos 11-12 Chave de Bronze Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém? No tempo estabelecido,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SEGUNDA-FEIRA DA 34 SEMANA DO TEMPO COMUM 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS

ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS ESTUDO REFLEXIVO- SISTÊMICO DAS OBRAS DE ALLAN KARDEC E DO EVANGELHO DE JESUS MÓDULO 3 A PRESENÇA AMOROSA DE JESUS EM NOSSAS VIDAS JESUS E A SUA PERFEITA COMUNHÃO COM DEUS 3º. ENCONTRO JESUS E A SUA PERFEITA

Leia mais

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação

Metas/Objetivos Descritores de Desempenho/Conteúdos Estratégias/Metodologias Avaliação Domínio Religião e experiência religiosa Cultura cristã e visão cristã da vida Ética e moral cristã DEPARTAMENTO DE PASTORAL DISCIPLINA: EDUCAÇÃO MORAL E RELIGIOSA CATÓLICA PLANIFICAÇÃO DE 5º ANO Calendarização:

Leia mais

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor

sobre tudo o INFORMA de Canoas Igreja Batista Nº a 16 de Julho de 2016 dias de amor INFORMA sobre tudo o Amor Igreja Batista de Canoas Nº 891 10 a 16 de Julho de 2016 dias de amor dias de amor sobre tudo o Amor 1 Coríntios 14:1, Marcos 12:30,31, 1 Cor. 16:14 (NTLH) OS FUNDAMENTOS DO AMOR

Leia mais

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas

Treinamento de Instrutores Bíblicos. Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas North A meric an Divisio n Portuguese Mi nistry Treinamento de Instrutores Bíblicos Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Como Ensinar Doutrinas Básicas Adventistas Objetivo Uma compreensão clara

Leia mais

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI

Bíblia para crianças. apresenta O SÁBIO REI Bíblia para crianças apresenta O SÁBIO REI SALOMÃO Escrito por: Edward Hughes Ilustradopor:Lazarus Adaptado por: Ruth Klassen O texto bíblico desta história é extraído ou adaptado da Bíblia na Linguagem

Leia mais

GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides

GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS. Ctrl L para apresentar slides GRUPOS SOCIAIS DA ÉPOCA DE JESUS Ctrl L para apresentar slides Não faziam oposição a Roma Não faziam oposição a Roma PALESTINA - COLÔNIA DO IMPÉRIO ROMANO No ano 63 a.c. a Palestina foi ocupada pelo

Leia mais

Princípios cristãos para o princípio de 2011 Série de mensagens. Deus me ama tanto! IECC 02 de janeiro

Princípios cristãos para o princípio de 2011 Série de mensagens. Deus me ama tanto! IECC 02 de janeiro Princípios cristãos para o princípio de 2011 Série de mensagens Deus me ama tanto! IECC 02 de janeiro 1 Havia um fariseu chamado Nicodemos, uma autoridade entre os judeus. 2 Ele veio a Jesus, à noite,

Leia mais

Rebelião Redenção. Preparado por: Pr. Wellington Almeida I TRI 2016

Rebelião Redenção. Preparado por: Pr. Wellington Almeida I TRI 2016 Rebelião Redenção e Predo por: Pr. Wellington Almeida I TRI 2016 Vitória no deserto 6 LIÇÃO Predo por: Pr. Wellington Almeida O Conflito continua esboço LIÇÃO - I TRI 2016 6 INTRODUÇÃO DOM O EMANUEL SEG

Leia mais

AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução. Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia

AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução. Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia AS OBRAS DE JESUS CRISTO NO MEIO DE SUA IGREJA Introdução Sexta-feira, 22 de julho de 2016 Bogotá, Colômbia NOTA AO LEITOR Nossa intenção é fazer uma transcrição fiel e exata desta Mensagem, tal como foi

Leia mais

Maria e o mistério de Cristo. Prof. Thiago Onofre

Maria e o mistério de Cristo. Prof. Thiago Onofre Maria e o mistério de Cristo Prof. Thiago Onofre A realidade da Encarnação A Encarnação do Verbo de Deus é obra do Espírito Santo; Não é vontade humana, mas divina; São Lucas apresenta Maria como mediação

Leia mais

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante.

Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar perguntas durante a exibição; montar grupos de reflexão após a exibição, e assim por diante. O Catequista, coordenador, responsável pela reunião ou encontro, quando usar esse material, tem toda liberdade de organizar sua exposição e uso do mesmo. Poderá interromper e dialogar com o grupo; montar

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta-feira da 5ª Semana da Páscoa Ó Deus, vossa

Leia mais

Mas depois de anos esperando o filho que lhe fora prometido, Deus pediu a Abraão para Lhe dar o filho de volta.

Mas depois de anos esperando o filho que lhe fora prometido, Deus pediu a Abraão para Lhe dar o filho de volta. Aventuras em Hebreus 11, 3 a Parte A menos que seja indicado o contrário, todos os versículos foram extraídos da Edição Contemporânea de João Ferreira de Almeida. Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova,

Leia mais

Era. Era dos Repressão. Era da. Excessos. Liberalização. Relação. Modelo. Teorias. Filhos Pais/Fil. Modernas que. ditam as hos.

Era. Era dos Repressão. Era da. Excessos. Liberalização. Relação. Modelo. Teorias. Filhos Pais/Fil. Modernas que. ditam as hos. Introdução Era da Era Era dos Repressão Liberalização Excessos Relação Modelo Teorias Filhos Pais/Fil Educacional Modernas que ditam as hos Repressor castigo físico regras do afetam o Relaciona desenvolvimen

Leia mais

Como funcionava a sociedade no tempo de Jesus

Como funcionava a sociedade no tempo de Jesus Bíblia: Sociedade no tempo de Jesus e sua proposta Como funcionava a sociedade no tempo de Jesus A LEI: Instrumento de dominação Sexta parte A Lei do sábado era muito rigorosa. Não se podia fazer nada,

Leia mais