SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil"

Transcrição

1

2

3 SPED PIS/COFINS e Cordilheira Software Contábil

4 Bloco 0 Abertura do arquivo Operações de serviços Bloco A Operações de CTRC e outros serviços com ICMS Apuração dos valores dos impostos Fechamento do arquivo com o totalizador dos registros Bloco C Bloco D Bloco F Bloco M Bloco 1 Bloco 9 Operações de NF, ECF, NFe Outras operações com incidência de PIS e COFINS Informações complementares da Escrituração

5 Bloco 0 Abertura do arquivo Operações de serviços Bloco A Operações de CTRC e outros serviços com ICMS Apuração dos valores dos impostos Fechamento do arquivo com o totalizador dos registros Bloco C Bloco D Bloco F Bloco M Bloco 1 Bloco 9 Operações de NF, ECF, NFe Outras operações com incidência de PIS e COFINS Informações complementares da Escrituração

6 Bloco 0 Bloco A Bloco C Bloco D Bloco F Bloco M Bloco 1 Bloco 9

7 Bloco 0 Bloco A Bloco C Bloco D Bloco F Bloco M Bloco 1 Bloco 9

8 Bloco 0 Bloco A Registros Bloco C PAI Bloco D Bloco F Registros FILHOS: 0100, 0150, 0200,... Bloco M A100, A170,... C100, Bloco C170, 1 C400,... D100, D500,... F100, F120, F200,... Bloco 9

9 O Bloco 0 é composto dos registros de Identificação da empresa que está entregando o SPED PIS/COFINS. Alguns dos registros filhos que complementam o Bloco 0: 0001 Abertura do Bloco São os dados do Contador 0150 São dos dados dos Participantes, no Cordilheira Software Contábil são os cadastros de Emitentes e Destinatários 0200 Cadastro dos Itens 0500 Cadastro do Plano de Contas Contábil 0600 Cadastro de Centros de Custo 0990 Encerramento do Bloco 0

10 O Bloco A é composto dos registros de Prestação de Serviços, podendo estes serem os Serviços Prestados e Tomados pela empresa. Os principais registros filhos são: A001 Abertura do Bloco A A010 Identificação do Estabelecimento A100 Corresponde as Notas Fiscais de Serviços tanto de entradas quanto de saídas A170 Corresponde aos Itens registrados Nas notas Fiscais de Serviço A990 Encerramento do Bloco A

11 O Bloco C é composto dos registros de Documentos Fiscais de operações com ICMS/IPI, como Notas Fiscais 1/1A e 1B, Notas Fiscais Eletrônicas, Cupons Fiscais e Notas de Venda a Consumidor. Principais Registros Filhos:

12 C001 Abertura do Bloco C C100 Corresponde as Notas Fiscais cód. 01/1A, Notas Fiscais Avulsas cód. 1B, Nota Fiscal de Produtor Rural cód. 04 e NF-e cód.55 C170 Refere-se aos Itens das Notas Fiscais C180 Registro da Consolidação de Notas Fiscais Eletrônicas, cód. 55, emitidas nas Operações de Vendas. C400 Identificação do equipamento Emissor de Cupom Fiscal ECF C405 Identificação da Red. Z de cada equipamento. C491 e C495 - Registro Consolidado do ECF para PIS e Cofins C500 Notas de Energia Elétrica cód. 06, Fornecimento de Água encanada cód. 29 e Consumo e Fornecimento de Gás cód. 28. C990 Encerramento do Bloco C

13 O Bloco D é composto dos registros dos Documentos Fiscais de Serviços com ICMS, como CTRC* e Serviços de Comunicação D001 Abertura do Bloco D D100 Corresponde aos documentos fiscais de Conhecimento de Frete cód. 07, 08,8B, 09, 10, 11, 26, 27 e 57. D500 Corresponde aos documentos fiscais de Serviços de Comunicação D990 Encerramento do Bloco D * Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas

14 O Bloco F Corresponde as Demais operações com incidência de PIS e COFINS F001 Abertura do Bloco F F100 Demais documentos e Operações Geradoras de Contribuição e Créditos. F120 e F130 Bens incorporados ao Ativo Imobilizado F200 Operações da Atividade Imobiliária F700 Deduções diversas previstas na legislação tributária F990 Encerramento do Bloco F

15 O Bloco M é a Apuração da Contribuição e Crédito do PIS/PASEP O Bloco 1 Corresponde ao complemento da Escrituração - controle de saldos de créditos e de retenções O Bloco 9 Corresponde ao fechamento do arquivo, apresentando o totalizador dos dados

16 Qual é a carinha do arquivo? EMPRESA ZZZ MG EMPRESA ZZZ MG A001 1 A990 2 C001 1 C990 2 D001 1 D990 2 F001 1 F990 2 M001 0 M M M (...)

17 Ok Michael!! Mas eu quero saber como é que eu faço pra gerar o SPED PIS/COFINS???

18 Agora vamos lá: Como gerar o SPED PIS/COFINS no Cordilheira Software Contábil...

19 A geração do Arquivo é realizada no Cordilheira Escrita Fiscal

20 Registros do Bloco 0

21 Dados do Contador Responsável: Cadastro/ Responsáveis Reg 0100

22 Dados do Participante: Cadastro/ Genéricos / Emitentes e Destinatários Reg 0150

23 Dados dos Itens: Cadastro/ Produtos Reg 200

24 Dados dos Itens de Serviços: Cadastro/ Prestação de Serviços / Itens de Serviços Reg 200

25 Dados para o Bloco A: Prestação de Serviços

26

27

28 (...)

29

30

31 Dados para o Bloco C: Compra e Venda

32

33

34

35

36 E o tratamento para ECF - Emissor de Cupom Fiscal?

37

38

39 Dados para o Bloco D: Serviços com ICMS.

40 O Lançamento do CTRC deve ser realizado somente quando a empresa for Transportadora e a emissão for própria.

41

42 Dados para o Bloco F: Outras Receitas

43 Dados para o Bloco F: Demais operações com incidência de PIS e COFINS

44

45

46

47

48

49

50 Dados para os Blocos M, 1 e 9.

51 Os Registros do bloco M não são gerados pelo Cordilheira, mas sim através da opção de geração de apurações no validador do SPED PIS/COFINS.

52

53 Os Registros do bloco 1 não são gerados pelo Cordilheira. Caso a empresa apresente estas informações deverá gerá-las no próprio programa validador

54 Os Registros do bloco 9 corresponde aos totalizadores do arquivo e será apresentado conforme a geração dos dados e as informações dos mesmos:

55 Identificação de problemas na validação do SPED PIS/COFINS e como corrigir:

56

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66 Assinar o Arquivo Digitalmente Excluir a assinatura da Escrituração Transmitir a declaração gerada Consultar a situação da declaração

67

68 Obrigado a todos pela Presença! Atenção a todos os momentos a decisão quase sempre está nos detalhes. Bernardinho Michael Henrique de Pieri. Gerente de atendimento EBS Sistemas

69

Mapeando o SPED PIS/COFINS

Mapeando o SPED PIS/COFINS Mapeando o SPED PIS/COFINS 1 SPED PIS/COFINS Instrução Normativa RFB nº 1.052, de 5 de julho de 2010 2 BLOCO DESCRIÇÃO QTDE REGISTROS 0 Abertura, Identificação e Referências 16 A Documentos Fiscais - Serviços

Leia mais

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851

SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 www.gefisc.com.br SPED GESTÃO E TREINAMENTO LTDA Av. Guilherme Cotching, 1948, Conj. 20 V. Maria - 02113-014 São Paulo SP (11) 2386-8850 / 2386-8851 UNIDADE SOROCABA/SP Rua Elisa Bramante Francisco, 15

Leia mais

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED

SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED SISTEMA PUBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL - SPED OUT/2010 REGIME NÃO-CUMULATIVO REGIME CUMULATIVO TRIBUTAÇÃO MONOFÁSICA SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA VENDAS COM SUSPENSÃO VENDAS A ALÍQUOTA ZERO VENDAS COM ISENÇÃO

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar o IPI no SPED Fiscal nas entradas sem direito ao crédito.

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Como informar o IPI no SPED Fiscal nas entradas sem direito ao crédito. Como. 11/04/2014 Título do documento Sumário Sumário... 2 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas Pelo Cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 4. Conclusão... 5 5. Informações Complementares... 5 6.

Leia mais

Onde são informadas atualmente?

Onde são informadas atualmente? EFD-Reinf O que é EFD-Reinf? Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída (CPRB). A EFD-Reinf abarca todas as retenções do contribuinte sem relação

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP Fone: (51) Vendas: (51)

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP Fone: (51) Vendas: (51) SPED PIS/COFINS O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) PIS/COFINS é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série

Leia mais

Índice. Menu Movimentos Lançamentos Fiscais (Comércio e Indústria) Iob.com.br folhamatic.com.br

Índice. Menu Movimentos Lançamentos Fiscais (Comércio e Indústria) Iob.com.br folhamatic.com.br Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba E-Fiscal... 08 Cadastros... 11 Filas... 11 Clientes e Fornecedores... 12 Sócios... 13 Serviços... 14 Código

Leia mais

CHEQUE MORADIA FEV

CHEQUE MORADIA FEV CHEQUE MORADIA FEV - 2016 CHEQUE MORADIA É o instrumento de operacionalização do Programa CHEQUE MORADIA (Nossa Casa), que permite o aproveitamento do crédito outorgado do ICMS ao fornecedor de mercadoria

Leia mais

Quem sou? Lucas Nunes

Quem sou? Lucas Nunes Olá! Bem Vindos! Quem sou? Lucas Nunes Supervisor de Suporte PC Sistemas Goiânia/GO Circuito de Capacitação de Clientes Usabilidade Informação Melhores Práticas Conhecimento Relacionamento Atualizações

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011

Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS. Florianópolis/SC, novembro de 2011 Escrituração Fiscal Digital EFD - PIS/COFINS Florianópolis/SC, novembro de 2011 CONFIGURAÇÕES DA ESCRITURAÇÃO DIGITAL: SPED NF-e [2008] SPED Contábil [2008] SPED Fiscal (ICMS) [2009] SPED Fiscal (FCONT)

Leia mais

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS

Cordilheira Escrita Fiscal 2.102a SPED PIS/COFINS LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS

REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS REGISTRO DE COMPLEMENTO E ALGUNS DE SEUS FILHOS C Regis tro C110 Informações complementares da Nota Fiscal (Código 01, 1B, 04 e 55). C110 3 1:N OC OC OC OC ok C Regis tro C111 Process o referenciado. C111

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Ajuste por Documento SPED Fiscal RJ Reflexos no Registro C197

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Ajuste por Documento SPED Fiscal RJ Reflexos no Registro C197 Parecer Consultoria Tributária Segmentos Código de Reflexos no Registro C197 24/06/2015 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria...

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Livros Contábeis e Fiscais Conforme disposto nas Leis 6.404/76 e 11.638/07 e RIR/99, as empresas estão obrigadas a manter escriturados os seguintes livros:

Leia mais

S N FI SPED PIS/CO 0

S N FI SPED PIS/CO 0 0SPED PIS/COFINS Versão Observação Data Modificação Responsável 1 Criação do Manual 31/03/2011 Edilson J. Martins 2 Natureza de operação, CST PIS Cofins por empresa 30/05/2011 Edilson J. Martins Página

Leia mais

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de

b) Os CFOPs com substituição tributária são: Compra de mercadoria para uso ou consumo cuja mercadoria está sujeita ao regime de Primeiramente não existe no Regulamento do ICMS do Estado de São Paulo, Decreto 45.490/2000 o conceito de material de uso ou consumo, porém podese entender que tudo que não se utiliza como insumo e também

Leia mais

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto)

Operação Tributável (base de cálculo = quantidade vendida x alíquota por unidade de produto) 1. Finalidade do CST Para a elaboração dos arquivos digitais da Escrituração Fiscal Digital (EFD), bem como para a geração do conteúdo das Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), foram instituídos através da

Leia mais

Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS. Slide 2. Slide 3 DADOS DISPONÍVEIS AO FISCO

Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS. Slide 2. Slide 3 DADOS DISPONÍVEIS AO FISCO Slide 1 O CRUZAMENTO DE INFORMAÇÕES FISCAIS ATRAVÉS DAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS Nilson José Goedert Contador 2016 Slide 2 Obrigações Federais para Pessoas Jurídicas em Geral: 1. SPED Sistema Público de Escrituração

Leia mais

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas

DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas DAC Declaração das Atividades do Contribuinte - Alagoas Produto : Microsiga Protheus Livros Fiscais Versão 10 Data da publicação : 10/09/12 País(es) : Brasil Banco(s) de Dados : Todos Chamado : TFBDWX

Leia mais

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão

NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION. Versão VERSÃO 008.017 NOVID AD ES E MELHORIAS E109A9 Jéssica Pinheiro 01/04/2016 2/11 NOVIDADES/MELHORIAS ERP SOLUTION Versão 008.017 1. Parâmetro para controle do saldo na geração de pedido de compra de venda

Leia mais

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br

1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED. www.sth.net.br 1º Encontro Sistech. Entrada de Mercadoria - SPED www.sth.net.br Entrada de Mercadoria - SPED Antonio Taumar Benício Filgueiras. Sistech Informática - Sistemas Empresariais. www.sth.net.br SPED Sistema

Leia mais

LEGISLAÇÃO EFD-ICMS/IPI

LEGISLAÇÃO EFD-ICMS/IPI O QUE É SPED? Consolidando a globalização e interatividade de todos os ramos com a ajuda da informática e da internet, entramos agora em uma nova era da contabilidade, na qual passamos a registrar os livros

Leia mais

REDF Rio de Janeiro F.E.C.P DARJ /ICMS DARJ /F.EC.P DECLAN Livro de ISS GIA Nota Carioca...

REDF Rio de Janeiro F.E.C.P DARJ /ICMS DARJ /F.EC.P DECLAN Livro de ISS GIA Nota Carioca... REDF... 114 Rio de Janeiro... 115 F.E.C.P... 115 DARJ /ICMS... 116 DARJ /F.EC.P... 117 DECLAN... 118 Livro de ISS... 119 GIA... 120 Nota Carioca... 121 Rio Grande do Sul... 122 Livro de ISS... 122 GMB...

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA VERSÃO 2 (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando

Leia mais

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista

Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Projeto Nota Fiscal Paulista 14/08/07 OBJETIVO Incentivar os adquirentes de mercadorias, bens e serviços de transporte interestadual e intermunicipal

Leia mais

Pergunte à CPA Decreto /2015

Pergunte à CPA Decreto /2015 Pergunte à CPA Decreto 61.084/2015 Alterações no artigo 132-A: Artigo 132-A - Ressalvado o disposto no artigo 132, nas demais hipóteses previstas na legislação, tais como não-obrigatoriedade de uso de

Leia mais

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO

FORMULÁRIO RASCUNHO REGIMES NORMAL, ESTIMATIVA E OUTROS (PESSOA JURÍDICA) (ANTIGA DECLAN-IPM) IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO IDENTIFICAÇÃO DA DECLARAÇÃO Ano-Base da Declaração: Nº Protocolo de Entrega: (anotar o número fornecido pelo Sistema da SEFAZ) Declaração de Baixa ( ) Sim ( ) Não Data encerramento atividades: / / Declaração

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 142/02

CONVÊNIO ICMS 142/02 CONVÊNIO ICMS 142/02 Altera o Convênio ICMS 57/95, de 28.06.95, que dispõe sobre a emissão de documentos fiscais e a escrituração de livros fiscais por contribuinte usuário de sistema eletrônico de processamento

Leia mais

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal

Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal Treinamento Presencial CISS Contábil & Fiscal - Cadastro de Departamentos - Cadastro de COIs - Cadastro de Grupos de Patrimônios - Cadastro de Situação de Patrimônios - Cadastro de Localização de Patrimônios

Leia mais

NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal. local 1 / 15. NOTA Consulta de Nota Fiscal

NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal. local 1 / 15. NOTA Consulta de Nota Fiscal NOTA2400 Consulta de Nota Fiscal local 1 / 15 Este programa tem como finalidade consultar NF's emitidas pela revenda ou recebidas de fornecedores. Serão exibidos todos os dados da NF: capa, produtos, serviços,

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Devolução Formulário Próprio NF-e : Tag IE

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Devolução Formulário Próprio NF-e : Tag IE Devolução Formulário Próprio NF-e : Tag IE 02/09/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 4 3.1. Manual da Nota Fiscal Eletrônica...

Leia mais

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009

Manual. Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Manual Layout de Importação: Sistema Solução Contábil Módulo Wfiscal Versão 3.3 de 09/06/2009 Este manual, visa a integração de sistemas de controle de estoque e prestação de serviço com o sistema Solução

Leia mais

NFC-e. SEFAZ/GO GIEF Your - Gerência Logo Here de Informações Econômico-Fiscais Coordenação Documentário Fiscal

NFC-e. SEFAZ/GO GIEF Your - Gerência Logo Here de Informações Econômico-Fiscais Coordenação Documentário Fiscal SEFAZ/GO GIEF Your - Gerência Logo Here de Informações Econômico-Fiscais Coordenação Documentário Fiscal Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica NFC-e NFC-e Antonio Carlos Godoi Coordenador de Documentos

Leia mais

Leiaute da Escrituração Fiscal Digital EFD Caso Prático EFD. Luiz Campos

Leiaute da Escrituração Fiscal Digital EFD Caso Prático EFD. Luiz Campos Leiaute da Escrituração Fiscal Digital EFD Caso Prático EFD Luiz Campos 1 CST CÓDIGO DE SITUAÇÃO TRIBUTÁRIA O CST_ICMS consta na Tabela da Situação Tributária do ICMS, referenciada no item 4.3.1 do Ato

Leia mais

Distrito Federal > Setembro/2016

Distrito Federal > Setembro/2016 OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Distrito Federal

Leia mais

Manual de Ativo Imobilizado

Manual de Ativo Imobilizado Manual de Ativo Imobilizado Este manual foi cuidadosamente elaborado pela ELPIS INFORMÁTICA, com a intenção de garantir ao usuário, todas as orientações necessárias para que possa usufruir ao máximo de

Leia mais

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA

Procedimento. Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto. Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA Procedimento Levantamento de Estoque e recolhimento do imposto Contribuintes sujeitos ao Regime Periódico de Apuração - RPA O contribuinte substituído, sujeito ao Regime Periódico de Apuração - RPA que,

Leia mais

EFD-Reinf 29/06/2016. Apresentação. I -O que é o EFD-Reinf

EFD-Reinf 29/06/2016. Apresentação. I -O que é o EFD-Reinf EFD-Reinf Escrituração Fiscal Digital das Retenções e Informações da Contribuição Previdenciária Substituída O que vem por ai??? Danilo Lollio Estaapresentaçãoé de propriedade da Wolters Kluwer Prosoft.

Leia mais

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2

Índice. Grupo IOB Folhamatic EBS > Sage Sistema Folhamatic Fiscal 2 Índice Central Folhamatic...06 Menu Arquivos...07 Cadastro de Empresas... 07 Aba Básico... 07 Aba Escrita Fiscal... 08 Responsável... 09 Responsável pela Contabilidade... 10 Saldos... 11 ICMS e IPI...

Leia mais

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento.

Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Simples Nacional em Debate Obrigações Acessórias Hipóteses e limites. Efeitos do descumprimento. Patrícia Lenz Koinaski Porto Alegre, 1º/10/2007 INSCRIÇÃO, OPÇÃO E CADASTRO Obrigação de inscrição nos entes

Leia mais

CFC. Brasília, Maio de 2013

CFC. Brasília, Maio de 2013 CFC Brasília, Maio de 2013 Agenda Abrangência Atual Infraestrutura de TI Contingência Formas de Recepção Uso da Informação Estatísticas esocial Perguntas? Abrangência Atual NF-e CT-e ECD FCont EFD IRPJ

Leia mais

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido

Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido Sumário Aspectos gerais para validação da EFD Contribuições Lucro Presumido 1. Cadastro de Empresas... 2 2. Cadastro de Participantes...

Leia mais

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO

VENDAS FORA DO ESTABELECIMENTO atualizado em 01/03/2016 alterados os itens 2, 3, 4.1.1, 4.1.2, 4.2, 4.3 e Legislação Consultada 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. FASES...5 3. CONTRIBUINTE DE OUTRO ESTADO...5 4. CONTRIBUINTE DESTE ESTADO...6

Leia mais

SPED Fiscal PREENCHIMENTO

SPED Fiscal PREENCHIMENTO SPED Fiscal PREENCHIMENTO Guia de Registros - Tipo 0 Registro 0000: Abertura do arquivo digital e identificação da entidade. Registro obrigatório e corresponde ao primeiro registro do arquivo. Registro

Leia mais

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0

BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 BitNota Eletrônica Gerenciador para Nota Fiscal Eletrônica 2.0 Manual Versão 1.0 Conteúdo 1. A Quem se Destina o BitNota Eletrônica 2. Requisitos Mínimos para o funcionamento do programa 3. Como Funciona

Leia mais

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO

Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Secretaria de Estado de Fazenda PRODUTOR RURAL RÔMULO LOPES DE CARVALHO Produtor Rural Classificação; Forma de tributação; Diferimento; Diferencial de alíquota; Cta; Cndi; Nfi; Desincorporação de ativo

Leia mais

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS

OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS OBRIGAÇÕES ACESSÓRIAS E-BOOK Governança das Obrigações Acessórias FIQUE ATENTO! A automação dos órgãos fiscalizadores, como a Receita Federal e a Secretaria da Fazenda, exige total controle e planejamento

Leia mais

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL

MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL MANUAL DO SISTEMA NIVEL BÁSICO SPED FISCAL 1 INDICE Informações importantes sobre o SPED...... 03 Entrando no sistema...... 04 Configurando o acesso à base de dados Access ou MySQL... 04 Cadastros... 05

Leia mais

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso

SPED PIS E COFINS SPED PIS E COFINS. Sistema Questor SPED PIS E COFINS - SPED PIS E COFINS - 0brigatoriedade. Objetivos do Curso Sistema Questor SPED PIS E COFINS SPED Sistema Público de Escrituração Digital EFD Escrituração Fiscal Digital Instrutor: - Jocenei Friedrich Apoio: - Sejam todos bem-vindos Objetivos do Curso Conhecer

Leia mais

Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins. Sistema Público de Escrituração Digital

Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins. Sistema Público de Escrituração Digital Escrituração Fiscal Digital de PIS/Pasep e Cofins BLOCOS DA ESCRITURAÇÃO DIGITAL PIS/Pasep e Cofins Bloco Descrição 0 Abertura, Identificação e Referencias A C D F M Documentos Fiscais - Serviços (ISS)

Leia mais

(17) Softwares e equipamentos p/ automação comercial de pequenas e micro empresas maio de 2012

(17) Softwares e equipamentos p/ automação comercial de pequenas e micro empresas maio de 2012 (17) 3237-1146 9722-5456 9764-6044 MSN: flaviofordelone@hotmail.com SKYPE: flaviofordelone Site: www.fnetwork.com.br e-mail: sistemas@fnetwork.com.br www.fnetwork.com.br Softwares e equipamentos p/ automação

Leia mais

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO

ISSQN MANUAL DO USUÁRIO ISSQN MANUAL DO USUÁRIO Roteiro Prestador de Serviços 2013 Índice: 1. Geração da Senha na Prefeitura... 3 2. Acesso ao Sistema... 3 3. Declaração Eletrônica de Serviços Tomados... 4 4. Encerrando a apuração

Leia mais

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016

Carga Tributária dos Combustíveis por Estado. Referência: Setembro/2016 Carga Tributária dos Combustíveis por Estado Referência: Setembro/2016 Pontos importantes da Lei 12.741/2012 para a revenda de combustíveis Art. 1º Emitidos por ocasião da venda ao consumidor de mercadorias

Leia mais

ISSQN/SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO

ISSQN/SUBSTITUTO TRIBUTÁRIO Número: 159 /2011 Publicação da CG Contadores Associados S/S Informativo CG Obrigações 04 IOF Imposto sobre Operações Financeiras Fatos geradores referentes ao 3º decêndio de dezembro/2011. 06 Salários

Leia mais

Validação da NF-e no envio. para a SEFAZ/SRF

Validação da NF-e no envio. para a SEFAZ/SRF NOVOS DESAFIOS: Validação da NF-e no envio para a SEFAZ/SRF 1 RBLA-LEG 13/11/2006 Reservados todos os direitos de propriedade intelectual, incluídos os de patentes, de uso, cópia e reprodução, em favor

Leia mais

XML Importação do Emitente FS101

XML Importação do Emitente FS101 XML Importação do Emitente FS101 Caminho: Fiscal>Nfe Eventos>XML Importação do Emitente Referência: FS101 Versão: 2016.08.29 Como Funciona: Está tela é utilizada para fazer a importação de XML de uma NF-e/NFC-e

Leia mais

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos.

Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Orientação para escrituração e emissão de Documentos Fiscais de Entrada / Saída, Devoluções, Cadastro de Produtos. Simples Nacional Senhores empresários, deverão ser escriturados todos os Documentos Fiscais

Leia mais

Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = , , , ,00

Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = , , , ,00 p. 86 Teoria Patrimonialista: Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo, PL) = 13.400,00 + 2.400,00 + 10.500,00 + 5.300,00 = = 31.600,00 Gabarito: B Teoria Patrimonialista: Contas Patrimoniais (Ativo, Passivo,

Leia mais

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins

Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins Manual De Sped Fiscal E Sped Pis / Cofins 29/05/2012 1 O Sped fiscal e Pis/Confins é uma arquivo gerado através do sistema da SD Informática, onde este arquivo contem todos os dados de entrada e saída

Leia mais

Geração do SPED Contábil

Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Geração do SPED Contábil Para facilitar o entendimento da rotina de geração do SPED Contábil no Sistema Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou

Leia mais

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES

ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES ROTEIRO PARA O EFD CONTRIBUIÇÕES O mais importante na preparação do Scritta, para a geração do EFD Contribuições, inicialmente, é a a Configuração dos Impostos Federais. No entanto, todos os dados colocados

Leia mais

MODELAGEM FISCAL E TRIBUTOS OPORTUNIDADES E DESAFIOS. Alessandro Dessimoni

MODELAGEM FISCAL E TRIBUTOS OPORTUNIDADES E DESAFIOS. Alessandro Dessimoni MODELAGEM FISCAL E TRIBUTOS OPORTUNIDADES E DESAFIOS Alessandro Dessimoni Temas abordados 1. Alta carga tributária; 2. A burocracia e entraves da legislação; 3. Interpretação restritiva do Fisco sobre

Leia mais

COMPOSIÇÃO. Registro mestre do estabelecimento, destinado à identificação do estabelecimento informante; REGISTRO TIPO 10 MESTRE DO ESTABELECIMENTO

COMPOSIÇÃO. Registro mestre do estabelecimento, destinado à identificação do estabelecimento informante; REGISTRO TIPO 10 MESTRE DO ESTABELECIMENTO COMPOSIÇÃO REGISTRO/CONTEUDO Tipo 10 Registro mestre do estabelecimento, destinado à identificação do estabelecimento informante; REGISTRO TIPO 10 MESTRE DO ESTABELECIMENTO 01 Tipo "10" 2 1 2 N 02 CNPJ/MF

Leia mais

IRPJ, CSLL, PIS, COFINS

IRPJ, CSLL, PIS, COFINS Alguns Clientes O objetivo da Studio Fiscal é oferecer serviços de consultoria tributária, buscando otimizar a carga tributária das empresas com base em trabalhos que envolvem gestão contábil, fiscal e

Leia mais

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016)

Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão (03/2016) Formato da Importação dos Livros Fiscais CVSoft - Versão 3.7.4 (03/2016) 1 Cabeçalho do Arquivo 1 1 1 1 A Tipo de registro (deve ser "1") 2 2 7 6 A Constante CVSOFT 3 8 22 15 A Constante LIVROS FISCAIS

Leia mais

PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL

PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL PROPOSTA APRESENTATIVA PACOTE SPEDDLL SPED FISCAL INTEGRAÇÃO EFD e EFD-Contribuições http://sped.asscomponentes.com.br 1. Conceito A Escrituração Fiscal Digital - EFD é um arquivo digital, que se constitui

Leia mais

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS

PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE OSASCO SECRETARIA DE FINANÇAS MANUAL PARA O PROCESSO DE RETENÇÃO DE SERVIÇO O processo de retenção de serviço ocorre quando o tomador de serviço é o responsável pelo recolhimento do ISS. O tomador deverá escriturar a nota recebida

Leia mais

Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal do Brasil

Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal do Brasil A legalidade e a segurança jurídica na relação Fisco- Contribuinte. O que fazer em favor de uma relação harmoniosa e equilibrada entre o Fisco e o contribuinte? Paulo Ricardo de Souza Cardoso Receita Federal

Leia mais

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia.

GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. GUIA DIÁRIO DE ALTERAÇÕES 19.10.2015 1. ICMS Santa Catarina Não foi publicada nenhuma alteração até o fechamento dessa edição do Guia. 2. Legislação Federal SOLUÇÃO DE CONSULTA DISIT/SRRF07 Nº 7045, DE

Leia mais

SPED EFD DAS CONTRIBUIÇÕES

SPED EFD DAS CONTRIBUIÇÕES Análise dos layouts da EFDPIS/COFINS como blocos e tabelas, Estrutura do arquivo do SPED fiscal EFD PIS/COFINS Walison de Paula Silva Agenda Regras de Preenchimento do arquivo Cenário Lucro Presumido Relatórios

Leia mais

Ceará > Março/2016. Data Tributos Descrição

Ceará > Março/2016. Data Tributos Descrição OBS: As informações contidas nesta página são de caráter informativo, não dispensando a consulta a um profissional especializado, devido à freqüência com que os conteúdos sofrem alterações. Ceará > Março/2016

Leia mais

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295

PROJECT Informática Ltda. Rua Giordano Bruno, 100 Bairro Rio Branco Porto Alegre-RS CEP 90420-150 Fone: (51) 3330-4444 Vendas: (51) 9701-2295 SPED FISCAL O SPED (Sistema Público de Escrituração Digital) FISCAL é um módulo opcional que está habilitado para funcionar com a versão 7 do Oryon. A licença é habilitada pelo número de série do cliente.

Leia mais

Controle de Créditos Pis e Cofins -

Controle de Créditos Pis e Cofins - Controle de Créditos Saldos anteriores e Retenções Pis e Cofins Alterações da Versão 1.1 Alterada as opções de pesquisa das notas (Figura 5) Conceito O Controle dos saldos credores foi desenvolvido com

Leia mais

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD

ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD ASSOCIAÇÃO CATARINENSE DE SUPERMERCADOS ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL - EFD 1 - Informações referentes à Escrituração Fiscal Digital EFD A Escrituração Fiscal Digital é um dos módulos do um sistema púbico

Leia mais

Manual de Utilização da DMS-e

Manual de Utilização da DMS-e O que é a Declaração Mensal de Serviços Eletrônica? É obrigação acessória do ISS que determina a apresentação da Declaração Mensal de Serviços no portal da Nota Fiscal Eletrônica, conforme descrito no

Leia mais

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão

Projetos SPED. Edmar de Oliveira Frazão Projetos SPED Edmar de Oliveira Frazão Sumário Nf-e Nota Fiscal Eletrônica Nf-e Nota Fiscal Eletrônica versão 2.0 CT-e Conhecimento Eletrônico NFS-e NF de Serviço Eletrônico CF-e Cupom Fiscal Eletrônico

Leia mais

Com a leitura ótica não é necessária a digitação dos dados demonstrados no tópico 11. 1

Com a leitura ótica não é necessária a digitação dos dados demonstrados no tópico 11. 1 1. SIAFI ATULF ( Geração da Lista de Fatura ) 1 TIPO DE LISTA: 2 ( EXTRA-SIAFI ) OPÇÃO DE PAGAMENTO: 1 ( CONCESSIONARIAS / TRIBUTOS / CARNES E ASSEMELHADOS ) ENTRADA DE DADOS: 1 ( MANUAL ) 2 BANCO: 001

Leia mais

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003

Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Instrução Normativa SRF nº 358, de 9 de setembro de 2003 Altera a Instrução Normativa SRF nº 247, de 21 de novembro de 2002, que dispõe sobre o PIS/Pasep e a Cofins. O SECRETÁRIO DA RECEITA FEDERAL, no

Leia mais

e-lalur/e-lacs Conceito.

e-lalur/e-lacs Conceito. e-lalur/e-lacs Conceito. Cada imposto tem sua forma de apuração, ICMS temos os livros que apuram o débito ou crédito e informamos na DIME e no SPED ICMS/IPI, o IPI por sua vez tambem é apurado pelo livro

Leia mais

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA

LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA LIBERAÇÃO DE ATUALIZAÇÃO CORDILHEIRA (Orientamos aos clientes que utilizam banco de dados SQL, para efetuarem a atualização preferencialmente após o encerramento das atividades do dia, acessando o sistema

Leia mais

RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011]

RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011] RESOLUÇÃO SMF Nº 2.670, DE 27 DE JUNHO DE 2011. [Publicada no D.O. Rio de 28 de junho de 2011] Altera a Resolução SMF nº 2.617, de 17 de maio de 2010, estabelecendo novas regras relativas à emissão da

Leia mais

Márcio Tonelli ECD e ECF LIÇÕES DE 2015 EXPECTATIVAS PARA 2016

Márcio Tonelli ECD e ECF LIÇÕES DE 2015 EXPECTATIVAS PARA 2016 Márcio Tonelli tt.consultoria.sped@gmail.com ECD e ECF LIÇÕES DE 2015 EXPECTATIVAS PARA 2016 NÚMEROS QUE IMPRESSIONAM Quantidade de versões de produção: Com alteração do número da versão: 13 Sem alteração

Leia mais

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas

ECF Obrigatoriedade, prazo e multas ECF Obrigatoriedade, prazo e multas 4 de abril de 2016 Escrituração Contábil Fiscal (ECF) substitui a DIPJ desde 2015 A ECF referente ao ano-calendário 2015 deve ser entregue até 30 de junho de 2016. A

Leia mais

Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias. Tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários

Racionalizar e uniformizar as obrigações acessórias. Tornar mais célere a identificação de ilícitos tributários ORIGEM O Sistema Público de Escrituração Digital (SPED) surgiu em 2007 da necessidade de integrar (uniformizar) as informações prestadas pelos contribuintes com o fisco brasileiro. OBJETIVOS DO PROJETO

Leia mais

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO

BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO BOLETIM INFORMATIVO TÉCNICO UNIDADES DE MEDIDA E FATORES DE CONVERSÃO Efetuadas alterações no Cordilheira Escrita Fiscal, para que seja possível cadastrar as unidades de medida dos itens, bem como os fatores

Leia mais

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015.

Base legal: artigo 423-A do RICMS/SP, Cláusula vigésima sexta do Convênio ICMS n 110/2007. Ato COTEPE/ICMS n 37/2015. AGENDA TRIBUTÁRIA ICMS/SP PARA O MÊS DE FEVEREIRO 02/02 3 Feira Principal COMBUSTÍVEIS Arquivo Magnético Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista TRR, das

Leia mais

Maio/ Santa Catarina São Paulo. Federal Santa Catarina. Federal. Rio Grande do Sul. Santa Catarina. São Paulo. Federal SALÁRIOS; FGTS; CAGED;

Maio/ Santa Catarina São Paulo. Federal Santa Catarina. Federal. Rio Grande do Sul. Santa Catarina. São Paulo. Federal SALÁRIOS; FGTS; CAGED; 02 03 Maio/ 2013 ICMS Scanc Transportador Revendedor Retalhista (TRR); ICMS Scanc - Importador; APRENDIZAGEM - NÚMERO DE MATRÍCULAS NOVAS; ICMS Scanc TRR; 06 IRRF; IOF; GIA/Água Natural; ICMS/ Débito Próprio

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE

MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE MANUAL DE UTILIZAÇÃO SEP SISTEMA ELETRÔNICO DE PREFEITURA INDICE 1- SEP 2- Cadastro PrestadorXContador Prestador Tomador 3- Serviços Cadastro Categorias 4- Nf-e Liberações Aidf RPS Recibo Provisório de

Leia mais

CIRCULAR Nº 13/2012. Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior. São Paulo, 12 de setembro de 2012.

CIRCULAR Nº 13/2012. Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior. São Paulo, 12 de setembro de 2012. São Paulo, 12 de setembro de 2012. CIRCULAR Nº 13/2012 Prezado Cliente, Ref.: SISCOSERV Informações de transações efetuadas por residentes no Brasil e no exterior A Lei nº 12.546/2011 instituiu a obrigação

Leia mais

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS

BASCODE CLOUD BUSINESS APPLICATIONS CLOUD BUSINESS APPLICATIONS Sistema de Gestão Empresarial Emissão Notas Fiscais Eletrônicas (Fornecedor/Consumidor) Controle de Estoque Emissão de Pedidos / Serviços Fluxo de Caixa / A Pagar e A Receber

Leia mais

CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO. Prof. André Gomes

CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO. Prof. André Gomes CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO Prof. André Gomes 1 Contribuição para PIS/PASEP PIS contribuição para o Programa de Integração Social funcionários das empresas do setor privado; PASEP contribuição

Leia mais

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19

SUMÁRIO CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 SUMÁRIO LIVRO I - PARTE TEÓRICA CAPÍTULO I SOBRE O REGIME DE SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA - INFORMAÇÕES BÁSICAS 1. INTRODUÇÃO... 19 2. BASE LEGAL... 20 2.1. Substituição Tributária nas Operações Internas...

Leia mais

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras

ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras ICMS/IPI Exposições e Feiras de Amostras Apresentação: Samyr Qbar Conceito A operação de remessa de mercadorias para feiras de amostras ou exposição ocorre quando o contribuinte do ICMS remete mercadorias

Leia mais

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016

AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016 AGENDA TRIBUTÁRIA: DE 11 A 17 DE AGOSTO DE 2016 Até: Quinta-feira, dia 11 dígito do CNPJ corresponda a 1, devem efetuar o registro eletrônico dos documentos fiscais na Secretaria da Fazenda. Nota Na hipótese

Leia mais

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS

Slide 1. Slide 2. Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS Slide 1 Slide 2 Slide 3 SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA NO ICMS É o instituto jurídico previsto na Constituição da República que autoriza, desde de que prevista em lei, a possibilidade de atribuir a outrem, sujeito

Leia mais

Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014

Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014 Agenda Tributária do Estado de Santa Catarina Julho/2014 01/07-3 Feira Entrega, por transmissão eletrônica de dados, pelo Transportador Revendedor Retalhista - TRR, das informações relativas às operações

Leia mais

CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO. Prof. André Gomes

CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO. Prof. André Gomes CURSO PIS COFINS CUMULATIVO E NÃO CUMULATIVO Prof. André Gomes 1 QUANDO O GOVERNO É HONESTO, O PAÍS TEM SEGURANÇA; MAS, QUANDO O GOVERNO COBRA IMPOSTOS DEMAIS, A NAÇÃO ACABA EM DESGRAÇA Provérbios, 29:4

Leia mais

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital.

SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. SPED - EFD Escrituração Fiscal Digital. MANUAL DE ORIENTAÇÃO PARA LANÇAMENTO DE UM DOCUMENTO FISCAL. 1. APRESENTAÇÃO. 2. PREPARAÇÃO PARA A GERAÇÃO DOS REGISTROS. 2.1. Classificação Física dos Documentos

Leia mais

O que você precisa saber.

O que você precisa saber. O que você precisa saber. O CEST e o Impacto na Subs3tuição Tributária no País O CEST é a abreviatura de Código Especificador da Subs8tuição Tributária. O obje8vo deste novo código é estabelecer uma forma

Leia mais

NOTA FISCAL PAULISTA

NOTA FISCAL PAULISTA NOTA FISCAL PAULISTA Programa de Estímulo à Cidadania Fiscal do Estado de São Paulo Lei n. 12.685/2007 DOE 29/08/2007 Decreto n. 54.179/09 DOE 31/03/2009 Portaria CAT n. 85/2007 (e alterações) Artigos

Leia mais