O estirão Nos meninos, ocorre entre 14 e 16 anos. Nas meninas entre 11 e 12 anos. É a fase que mais se cresce.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O estirão Nos meninos, ocorre entre 14 e 16 anos. Nas meninas entre 11 e 12 anos. É a fase que mais se cresce."

Transcrição

1 A sexualidade no ser humano atravessa um longo desenvolvimento e tem início na adolescência. Cada pessoa tem seu desenvolvimento. No menino a puberdade se inicia com a primeira ejaculação ou polução e com as transformações que começam a ocorrer no corpo. Nas meninas, os seios começam a se desenvolver e diversas outras características físicas.. O estirão Nos meninos, ocorre entre 14 e 16 anos. Nas meninas entre 11 e 12 anos. É a fase que mais se cresce. Menarca nome da primeira menstruação. O corpo da menina, que já havia ganhado volume, passa a ganhar contornos femininos. Semenarca primeira ejaculação no menino e desenvolvimento dos testículos. Nos meninos a puberdade começa mais tarde, por volta dos 13 anos. A masturbação na adolescência dos meninos é um acontecimento muito marcante, que geralmente começa antes da puberdade. É uma atividade importante porque proporciona um autoconhecimento do corpo e das suas sensações e emoções. Os adolescentes podem sentir-se culpados com a prática da masturbação, pois em nossa cultura ela está associada a pecado, sujeira e outros mitos. Quando chega a adolescência o rapaz fica com a atenção voltada, sobretudo para seus genitais, muitas vezes tem ereção que ele próprio não controla. Mudanças hormonais 1 / 7

2 O relógio biológico dispara anunciando que está na hora da criança começar sua longa jornada em direção ao mundo adulto. Nas meninas, entre 9 e 10 anos. Nos meninos, entre 11 e 12. É uma viagem programada pela natureza, que se vale de um poderoso instrumento para agir: os hormônios. (Içami Tiba, 1994). Tudo funciona de acordo com a programação genética. Prazer sexual Muitas vezes descobrem pelo acaso, outras vezes são voluntárias e começam a experimentar novas sensações físicas que ainda não conheciam. Nas meninas, ocorre principalmente friccionando o clitóris para chegar ao orgasmo. Nos meninos ocorre atrás da excitação sexual. A masturbação é uma atividade importante na vida do púbere. Estrogênio- hormônio feminino é ele que causa várias alterações de comportamento podendo dificultar seus relacionamentos. Testosterona hormônio masculino e surge de forma marcante, por volta dos 13 anos. A bolsa escrotal desceu totalmente e a testosterona é produzida em grande quantidade. 2 / 7

3 Culto pela beleza Outro aspecto entra em cena: a beleza física. Muitos conflitos e problemas emocionais se iniciam nessa fase. A cobrança pelo corpo bonito e perfeito, não apenas em relação a si mesmo, mas também em relação aos parceiros. Primeira relação sexual. Adolescência é um período da vida que geralmente se inicia os primeiros contatos sexuais. Nesta fase, dificilmente a primeira vez pode ser considerada uma relação sexual, já que ele pouco se interessa pelo que o outro sente ou deixa de sentir. O jovem estabelece uma relação apenas com os genitais. Iniciam-se as experiências do ficar, onde começam a vivenciar novas descobertas de sensações físicas e emocionais. Em relação aos rapazes, nesta fase pode acontecer seu primeiro contato sexual que pode ser 3 / 7

4 uma prostituta ou qualquer outra mulher. Embora seu interesse maior esteja voltado ao seu próprio desempenho, não vai perder a oportunidade de examinar a mulher ao vivo (Içami Tiba, 1994). Em relação às meninas, geralmente acontece de forma diferente. Elas no início da vivência sexual não se interessam tanto pela pornografia como acontece com os meninos. Nesta fase os adolescentes por sua impulsividade e imaturidade, necessitam de orientação sexual não apenas na escola, como também da família, principalmente na prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs). É importante alertar os filhos sobre as DSTs, procurando não cometer o erro de associar sexo a doenças, causando traumas emocionais que futuramente poderão ocasionar disfunções sexuais na vida adulta, comprometendo o emocional e a afetividade. A camisinha é a principal aliada na prevenção de DSTs, portanto os jovens necessitam ter consciência da sua importância e treinar para se adaptar ao uso da mesma. A outra questão importante no uso da camisinha é na prevenção de uma gravidez indesejada na adolescência. Atualmente o número de adolescentes grávidas em nosso país ainda tem índices elevados e preocupantes. A gravidez na adolescência além dos riscos para saúde da mãe e do bebê, pela imaturidade funcional orgânica da jovem, traz várias consequências na vida emocional, na relação familiar, nos estudos, etc. A família de uma adolescente grávida, mesmo diante do sofrimento e insatisfação desta realidade, deveria ser o principal ponto de apoio para jovem reencontrar seu equilíbrio 4 / 7

5 emocional neste momento difícil de sua vida. A família tem um papel muito importante para o desenvolvimento psicossexual do adolescente. Passar por todas essas transformações físicas e psicológicas que geram vários conflitos existenciais ao lado de uma família com sérios desequilíbrios comportamentais pode levar o adolescente, diante de sua imaturidade emocional a seguir caminhos inadequados como os das drogas, alcoolismo e da delinquência juvenil, que poderão comprometer gradativamente a vida emocional e o caráter deste jovem. Procurar ajuda é o melhor caminho para as famílias que estejam vivenciando problemas comportamentais dos filhos adolescentes e a ajuda psicológica é de fundamental importância.. O serviço de psicologia para a família e o adolescente, também pode ser encontrado na rede pública, que são oferecidos pelas prefeituras e pelo estado. Trabalhando a 19 anos em um ambulatório da Secretaria Saúde do Estado de Pernambuco, realizando um trabalho de orientação psicológica com crianças e adolescentes em conjunto com os pais, proporcionaram a essas famílias muitas mudanças satisfatórias na dinâmica familiar e equilíbrio emocional das problemáticas psicológicas das crianças e adolescentes acompanhados no decorrer desses anos. Sinto-me realizada profissionalmente por ter contribuído com essas mudanças. Sempre acredito nas possibilidades de mudanças do ser humano. Os pais de adolescentes nos dias atuais estão num profundo dilema em relação à educação sexual dos filhos diante das mudanças comportamentais dos jovens nas últimas décadas. Os pais nos dias atuais são diferentes dos de antigamente, mesmo assim sentem-se com muitas limitações e inseguranças diante das atitudes dos filhos. 5 / 7

6 A verdade é que por querer a felicidade dos filhos muitos pais se perderam pelo medo de impor limites adequados e em muitos momentos não sabem direito o que fazer. Os pais na sua grande maioria criam expectativas em relação aos filhos e como é difícil se adaptar a uma realidade que para eles não é satisfatória no que se refere aos planejamentos e ideais da vida dos filhos. E comum os pais mais tradicionais se incomodarem quando a criança e o adolescente têm atitudes com conotações sexuais, na maioria dos casos tomam atitudes não adequadas muitas vezes traumáticas. A iniciação sexual dos adolescentes acontece cada vez mais cedo causando conflitos e preocupações dos pais. Os jovens na maioria dos casos são influenciados por amigos, internet, programas de TV, etc., que estimulam suas mentes de forma precoce. A educação sexual nas escolas ainda é o melhor caminho para ajudar crianças e adolescentes a ter informações mais adequadas de acordo com a faixa etária. Palestras para os pais promovidas pela escola com profissionais qualificados também é de extrema importância. Os pais bem informados através de palestras ou na leitura de livros educativos direcionados a sexualidade se sentem mais seguros e com menos conflitos na hora de repassar as orientações para seus filhos. Existe uma vasta bibliografia nesta área nas principais livrarias do país. 6 / 7

7 Semíramis Prado 7 / 7

UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO. Valor da Sexualidade na Adolescência

UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO. Valor da Sexualidade na Adolescência UNIDADE DE CUIDADOS NA COMUNIDADE DE CASTELO BRANCO Valor da Sexualidade na Adolescência energia que nos motiva a procurar amor, contacto, ternura e intimidade; que se integra no modo como nos sentimos,

Leia mais

A primeira visita ao ginecologista

A primeira visita ao ginecologista A primeira visita ao ginecologista acne colicas sexualidade NAO FIQUE COM DUVIDAS Indice: Visitar o ginecologista logo que surgem os primeiros sinais da puberdade e muito importante para que a menina entenda

Leia mais

A nossa sexualidade é uma construção que se inicia na vida intra-uterina e nos acompanha por toda nossa existência.

A nossa sexualidade é uma construção que se inicia na vida intra-uterina e nos acompanha por toda nossa existência. A nossa sexualidade é uma construção que se inicia na vida intra-uterina e nos acompanha por toda nossa existência. Viver na idade adulta uma sexualidade satisfatória depende do desenvolvimento psicossexual

Leia mais

Sexualidade Masculina Verdades & Mentiras

Sexualidade Masculina Verdades & Mentiras Mário Pedro dos Santos Sexualidade Masculina Verdades & Mentiras 2ª Edição 3 by Mário Pedro dos Santos 2008 FICHA TÉCNICA ARTE DA CAPA: Tagore Alegria DIAGRAMAÇÃO: Cláudia Gomes REVISÃO: Autor IMPRESSÃO:

Leia mais

VITRINI SAÚDE E BELEZA

VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 1 17/06/2011, 21:11 Foto/Divulgação 14 VITRINI SAÚDE E BELEZA VITRINI_SAUDE_FINAL.pmd 14 ENTREVISTA Bate-papo com Laura Müller Ela conversa sobre sexo e temas tabus ligados à sexualidade

Leia mais

Assistência ao Adolescente com Ênfase em Saúde Sexual e Reprodutiva

Assistência ao Adolescente com Ênfase em Saúde Sexual e Reprodutiva Assistência ao Adolescente com Ênfase em Saúde Sexual e Reprodutiva Profº. Marcelo Alessandro Rigotti Especialista CCIH Mestrando pela USP Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto - SP Adolescência Conceito:

Leia mais

Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental

Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental Projeto Atitude para Curtir a Vida e a importância da educação sexual no ensino fundamental GONCALVES, Rayane Araújo¹ ;CARNEIRO, Danielle Suzainny dos Reis Castro ²; LISBOA,Iara Alves 1 Universidade de

Leia mais

A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro.

A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro. A sexualidade é a expressão do desejo, do amor e da comunicação com o outro.. A adolescência é uma fase de muitas mudanças físicas e emocionais, principalmente, no que se refere às percepções de si mesmo

Leia mais

CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL

CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL CONVERSANDO SOBRE SEXO - EDUCAÇÃO SEXUAL PARA ADOLESCENTES DE ENSINO FUNDAMENTAL Andrea da Silva Santos (1) ; Flaviany Aparecida Piccoli Fontoura (2) ; Discente do Curso de Enfermagem da UEMS, Unidade

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS P1-4º BIMESTRE 8º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Identificar as principais mudanças pelas quais o indivíduo passa

Leia mais

Métodos. ''Anticoncepcionais''

Métodos. ''Anticoncepcionais'' Métodos ''Anticoncepcionais'' Os contraceptivos são as principais ferramentas de planejamento familiar. Para saber qual método adotar a mulher deve seguir as orientações de um médico, que levará em consideração

Leia mais

Programa de Educação para a Saúde Sexual

Programa de Educação para a Saúde Sexual Escola Profissional Fialho de Almeida Vidigueira Programa de Educação para a Saúde Sexual Gabinete de Apoio ao Aluno e à Família (GAAF) 17 de janeiro de 2013 O que é a sexualidade? De acordo com a Organização

Leia mais

Expressão da Sexualidade na Adolescência AS. Sexualidade. é...

Expressão da Sexualidade na Adolescência AS. Sexualidade. é... Expressão da Sexualidade na Adolescência AS Sexualidade é... A necessidade de buscar sensações bemestar, prazer, afeto, contato, carinho, que todo ser humano tem. A SEXUALIDADE É NATURAL! S 1 2 1 S A Sexualidade

Leia mais

ADOLESCÊNCIA Dos 11 aos 20 anos

ADOLESCÊNCIA Dos 11 aos 20 anos ADOLESCÊNCIA Dos 11 aos 20 anos Adolescência Fase de grande transição nos aspectos do desenvolvimento humano. Fim da infância epreparaçãopara a idadeadulta Divisão de alguns autores: PRÉ-ADOLESCÊNCIA:

Leia mais

5 produtos íntimos que não pode faltar necessaire de toda mulher

5 produtos íntimos que não pode faltar necessaire de toda mulher 5 produtos íntimos que não pode faltar necessaire de toda mulher Tábita Veríssimo 1 Olá, que bom que você está aqui, esse e-book tá recheado de informações super especiais para você aproveitar e dar um

Leia mais

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO: ÁREA - TEMÁTICA

TÍTULO: AUTORES: INSTITUIÇÃO:   ÁREA - TEMÁTICA TÍTULO: PERFIL DAS ADOLESCENTES MÃES NAS ESCOLAS MUNICIPAIS ESTADUAIS DE BELO JARDIM - PE AUTORES: Ana M. S. Silva*, Amélia S. R. Lima*, Ivanildo M. Silva*, Joselito S. Medeiros*, Simão D. Vasconcelos**.

Leia mais

Adolescência. Matéria: D.B.D.H. II Profa.: Janine Lopes 2º e 3º Períodos de Ed. Física

Adolescência. Matéria: D.B.D.H. II Profa.: Janine Lopes 2º e 3º Períodos de Ed. Física Adolescência Matéria: D.B.D.H. II Profa.: Janine Lopes 2º e 3º Períodos de Ed. Física Adolescência, do latim adolescere (crescer). É uma fase da vida que pode ser definida em sua dimensão histórica, política,

Leia mais

Fonte: http://office.microsoft.com/pt-br/clipart

Fonte: http://office.microsoft.com/pt-br/clipart 11. Estágio personalismo (3 a 6 anos) A predominância funcional é AFETIVA (relações afetivas) e o conflito é de natureza endógena (centrípeta). Período de formação da personalidade, marcado por conflitos

Leia mais

Métodos anticoncepcionais

Métodos anticoncepcionais Métodos anticoncepcionais Métodos anticoncepcionais A partir da puberdade, o organismo dos rapazes e das garotas se torna capaz de gerar filhos. Mas ter filhos é uma decisão muito séria. Cuidar de uma

Leia mais

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA NUMA ESCOLA PÚBLICA NA CIDADE DE AREIA: um trabalho educativo

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA NUMA ESCOLA PÚBLICA NA CIDADE DE AREIA: um trabalho educativo GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA NUMA ESCOLA PÚBLICA NA CIDADE DE AREIA: um trabalho educativo Maria Das Mercês Serafim Dos Santos Neta; Universidade Federal Da Paraíba (UFPB); Maria-merces2011@hotmail.com Ana

Leia mais

Nutrição na Adolescência. Profa. Msc. Milena Maia

Nutrição na Adolescência. Profa. Msc. Milena Maia Nutrição na Adolescência Profa. Msc. Milena Maia ADOLESCÊNCIA Segundo a OMS é o período da vida que se inicia aos 10 anos de idade e prolonga-se até os 19 anos, caracterizado por intensas modificações

Leia mais

Tema 2 Considerações sobre a puberdade e o crescimento do adolescente 27

Tema 2 Considerações sobre a puberdade e o crescimento do adolescente 27 Tema 2 Considerações sobre a puberdade e o crescimento do adolescente Objetivo geral do tema Apresentar as alterações físicas e fisiológicas que ocorrem na adolescência. Objetivos específicos voltados

Leia mais

Plano da Intervenção

Plano da Intervenção INTERVENÇÃO Puberdade Jessica Queretti Plano da Intervenção CONTEXTUALIZAÇÃO Com o aumento da carga horária escolar, os alunos têm passado grande parte do seu dia dentro das escolas, com isso, os colégios

Leia mais

O Sexo e o Envelhecer

O Sexo e o Envelhecer Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade Física Adaptada e Saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O Sexo e o Envelhecer Lamentavelmente, porém com esperanças, nossa sociedade somente agora começa

Leia mais

EQUIDADE DE GÊNERO A NEW SPACE APÓIA ESTA IDÉIA UMA CARTILHA PARA VOCÊ

EQUIDADE DE GÊNERO A NEW SPACE APÓIA ESTA IDÉIA UMA CARTILHA PARA VOCÊ EQUIDADE DE GÊNERO EQUIDADE DE GÊNERO A NEW SPACE APÓIA ESTA IDÉIA Uma cartilha para você Esclarecendo Equidade e Igualdade Diferenças biológicas e emocionais entre homens e mulheres 03 04 05 UMA CARTILHA

Leia mais

ENTENDENDO A. A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas.

ENTENDENDO A. A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas. ENTENDENDO A ADOLESCÊNCIA A adolescência é a fase da vida onde acontecem as maiores modificações no corpo, nos sentimentos e na forma de perceber as coisas. Ao mesmo tempo, aumentam as responsabilidades

Leia mais

Capítulo 16 Intimidade Sexual

Capítulo 16 Intimidade Sexual Capítulo 16 Intimidade Sexual Você sabia? Muitas pessoas que sofreram algum evento cardíaco têm medo de voltar a fazer sexo ou preocupações a esse respeito. Sentir medo ou preocupação é uma forma de o

Leia mais

CONHECIMENTO SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM USO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO

CONHECIMENTO SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM USO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO CONHECIMENTO SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM USO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA ALUNOS DO ENSINO MÉDIO Alisson Carlos Avelino Santos 1, Bruno Kaik Alves 2, Herica Rocha Silva 3, Jocélia de Sousa Silva 4, Daniel

Leia mais

SEXUALIDADE E ADOLESCÊNCIA

SEXUALIDADE E ADOLESCÊNCIA SEXUALIDADE E ADOLESCÊNCIA Nailde Gonçalves da Silva 1 Ângela Maria da Silva 2 Maria dos Prazeres A.Marcelino 3 Anísio Francisco Soares 4 1 INTRODUÇÃO Na maior parte do século XX, a sexualidade humana

Leia mais

Métolos Anticoncepcionais

Métolos Anticoncepcionais Métolos Anticoncepcionais Métodos de barreira: São métodos onde se cria literalmente uma barreira física para a fertilização. Na sociedade atual, o planejamento familiar é muito importante para a qualidade

Leia mais

Sexualidade e autismo Parte 2. Fonseca e Ciola, 2015 INFOCO FENAPAES

Sexualidade e autismo Parte 2. Fonseca e Ciola, 2015 INFOCO FENAPAES Sexualidade e autismo Parte 2 Maria Elisa Granchi Fonseca Juliana de Cássia Baptistela Ciola Ensine conceitos Atividades de seleção e histórias sociais Material confeccionado pela equipe do CEDAP Ensine

Leia mais

Brigas, conflitos, problemas Aconselhamento cristão ou Psicologia. Jörg Garbers Ms. de Teologia

Brigas, conflitos, problemas Aconselhamento cristão ou Psicologia. Jörg Garbers Ms. de Teologia A Família em dificuldade Brigas, conflitos, problemas Aconselhamento cristão ou Psicologia Jörg Garbers Ms. de Teologia Pais que vivem brigados Exemplos destrutivos Medo de compromisso Identificação dificultada

Leia mais

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado.

Depressão. Em nossa sociedade, ser feliz tornou-se uma obrigação. Quem não consegue é visto como um fracassado. O QUE É SAÚDE? É o nosso estado natural. Segundo a O.M.S. saúde é mais do que a ausência de doença ou enfermidade: É o estado de perfeito bem-estar físico, mental e social. Depressão Em nossa sociedade,

Leia mais

MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA

MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA MATERNIDADE NA ADOLESCÊNCIA Rafael de Jesus Gonzaga Graduando em Enfermagem, Faculdades Integradas de Três Lagoas FITL/AEMS Tálita Santos Barbosa Graduanda em Enfermagem, Faculdades Integradas de Três

Leia mais

3.15 As psicoses na criança e no adolescente

3.15 As psicoses na criança e no adolescente Páginas para pais: Problemas na criança e no adolescente 3.15 As psicoses na criança e no adolescente Introdução As psicoses são doenças mentais raras que, geralmente, se iniciam no fim da adolescência

Leia mais

Questionário para Alunos

Questionário para Alunos Questionário para Alunos O questionário que se apresenta de seguida está inserido numa investigação para a dissertação do grau de Mestre em Ciências da Educação, na especialidade de Educação para a Saúde,

Leia mais

Mostra de Projetos 2011

Mostra de Projetos 2011 Mostra de Projetos 2011 A enfermagem atuando na saúde do adolescente e sua inserção no ambiente escolar Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: II - Projetos finalizados Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

Treinamento. de produtos Linha MK Men e Linha Acne

Treinamento. de produtos Linha MK Men e Linha Acne Treinamento de produtos Linha MK Men e Linha Acne Linha Masculina Linha Masculina Por que hidratar : Os homens tendem a suar mais, e o suor acumulado pode contribuir para o ressecamento da pele. Além disso,

Leia mais

Abordagem da Saúde Sexual e Sexualidade do Adolescente. Dr José Antônio Ferreira Martins SESI Jovem Vida

Abordagem da Saúde Sexual e Sexualidade do Adolescente. Dr José Antônio Ferreira Martins SESI Jovem Vida Abordagem da Saúde Sexual e Sexualidade do Adolescente. Dr José Antônio Ferreira Martins SESI Jovem Vida Adolescência Éimportante a caracterização desta fase como a mais importante na maturação sexual

Leia mais

CARACTERÍSTICAS DA DIETA DO ADOLESCENTE D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E D I E T É T I C A II P R O F : S H E Y L A N E A N D R A D E

CARACTERÍSTICAS DA DIETA DO ADOLESCENTE D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E D I E T É T I C A II P R O F : S H E Y L A N E A N D R A D E CARACTERÍSTICAS DA DIETA DO ADOLESCENTE D I S C I P L I N A : N U T R I Ç Ã O E D I E T É T I C A II P R O F : S H E Y L A N E A N D R A D E ADOLESCÊNCIA OMS: 10 a 19 anos Estatuto da criança e do adolescente:

Leia mais

Mudar é uma arte. É a adolescência. Nessa fase, hormônios provocam mudanças radicais nas pessoas.

Mudar é uma arte. É a adolescência. Nessa fase, hormônios provocam mudanças radicais nas pessoas. 24 mudar é uma arte Mudar é uma arte sexualidade ao longo da vida Os pêlos crescem em várias partes do corpo. A afetividade assume papel central. Quando sentem-se amados e valorizados pelos amigos, desenvolvem

Leia mais

PROGRAMA DE ATIVIDADES

PROGRAMA DE ATIVIDADES PROGRAMA DE ATIVIDADES com amor e sexualidade. Ano letivo 2013-2014 Alunos ANO TEMA PÚBLICO- ALVO COMPETÊNCIAS DATAS DURAÇÃO 1 º ano gostar de ti I Alunos do 1º ano Estabelece a ligação entre pensar e

Leia mais

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA

ANEXOS PUC-Rio - Certificação Digital Nº /CA ANEXOS 33+ ROTEIRO DAS PALESTRAS Situações determinantes do psiquismo humano: história mítica (situações anteriores à concepção e ao nascimento de uma criança), projeção do futuro da criança. primeiro

Leia mais

SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA: CEDO DEMAIS PARA FALAR NISSO?

SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA: CEDO DEMAIS PARA FALAR NISSO? SEXUALIDADE NA ADOLESCÊNCIA: CEDO DEMAIS PARA FALAR NISSO? Liamara Vaz autor 1 Selma Helgenstiler Arendt - Orientadora 2 Resumo O tema sexualidade envolve várias questões que vão além da saúde, religiosidade,

Leia mais

Sumário. Parte I VISÃO GERAL. Parte II COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO. Introdução A medicina da pessoa...31

Sumário. Parte I VISÃO GERAL. Parte II COMUNICAÇÃO E RELAÇÃO. Introdução A medicina da pessoa...31 Sumário Introdução...25 Parte I VISÃO GERAL 1. A medicina da pessoa...31 Um pouco de história saúde-doença: evolução do conceito...31 Período pré-histórico...31 Período histórico primórdios...33 O antigo

Leia mais

RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO.

RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO. RELATO DE EXPERIÊNCIA SOBRE MÉTODOS CONTRACEPTIVOS COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO. Anny Mykaelly de Sousa (1); Francinete Sousa de Oliveira (2); Lourhana dos Santos Oliveira (3); Daniel Silas Veras. (1,2,3)Estudante

Leia mais

PERÍODO EDIPIANO. Salomé Vieira Santos. Psicologia Dinâmica do Desenvolvimento

PERÍODO EDIPIANO. Salomé Vieira Santos. Psicologia Dinâmica do Desenvolvimento PERÍODO EDIPIANO Salomé Vieira Santos Psicologia Dinâmica do Desenvolvimento Março de 2017 Fases do Desenvolvimento Psicossexual Ao longo do desenvolvimento (bb-adolescente) ocorrem mudanças marcantes:

Leia mais

BULLYING NA ESCOLA: UM OLHAR DA PSICOLOGIA 1. Jaqueline Tatiane Welke Hasper 2.

BULLYING NA ESCOLA: UM OLHAR DA PSICOLOGIA 1. Jaqueline Tatiane Welke Hasper 2. BULLYING NA ESCOLA: UM OLHAR DA PSICOLOGIA 1 Jaqueline Tatiane Welke Hasper 2. 1 Artigo apresentado para aprovação na disciplina de ESTÁGIO SUPERVISIONADO E SEMINÁRIO EM PSICOLOGIA E PROCESSOS EDUCACIONAIS

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR

CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR CONTRIBUIÇÕES DE UMA OFICINA SOBRE GENÊRO E SEXUALIDADE NO CONTEXTO ESCOLAR MARTINS, Beatriz Rodrigues 1 ; ROSINI, Alessandra Monteiro 2 ; CORRÊA, Alessandro Sousa 3 ; DE CARVALHO, Deborah Nogueira 4 ;

Leia mais

Transmissão da Vida Bases morfológicas e fisiológicas da reprodução 1.2. Noções básicas de hereditariedade. Ciências Naturais 9ºano

Transmissão da Vida Bases morfológicas e fisiológicas da reprodução 1.2. Noções básicas de hereditariedade. Ciências Naturais 9ºano Ciências Naturais 9ºano Transmissão da Vida 1.1. Bases morfológicas e 1.2. Noções básicas de hereditariedade A transmissão da Vida assegura a continuidade e a variabilidade da espécie humana. É assegurada

Leia mais

Ignez Helena Oliva Perpétuo

Ignez Helena Oliva Perpétuo Contracepção de emergência na adolescência e a PNDS 2006 Ignez Helena Oliva Perpétuo SEMINÁRIO CONTRACEPÇÃO de EMERGÊNCIA no BRASIL: DINÂMICAS POLÍTICAS e DIREITOS SEXUAIS e REPRODUTIVOS São Paulo, 12

Leia mais

situado à 187 km da cidade do Recife. O município dispõe de 8 Escolas Municipais,

situado à 187 km da cidade do Recife. O município dispõe de 8 Escolas Municipais, TÍTULO: PERFIL DAS ADOLESCENTES NAS ESCOLAS MUNICIPAIS DE BELO JARDIM, RECIFE/ PE AUTORES: Amélia Silva Rocha de Lima, Ana Maria Soares da Silva, Ivanildo Mangueira da Silva, Joselito Silva Medeiros ÁREA

Leia mais

Carmem Lúcia de Arroxelas Silva; Steófanes Alves Candido; Alessandro Cesar Bernardino; Layanne Kelly Gomes Angelo; Olagide Wagner de Castro.

Carmem Lúcia de Arroxelas Silva; Steófanes Alves Candido; Alessandro Cesar Bernardino; Layanne Kelly Gomes Angelo; Olagide Wagner de Castro. IMPORTÂNCIA DA ESCOLA NO CONHECIMENTO EMPÍRICO SOBRE DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS E MÉTODOS CONTRACEPTIVOS: PROMOÇÃO DA SAÚDE NA REDE PÚBLICA DE ENSINO Carmem Lúcia de Arroxelas Silva; Steófanes

Leia mais

Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani

Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani Foto UNICEF/Brasil/Claudio Versiani O Kit contém: Guia do Professor; Mini CD com o questionário eletrônico; DVD com VT da MTV; Árvore do Prazer; Questionário de vulnerabilidade ao HIV. OBJETIVO DO KIT

Leia mais

Curso de Ética 2014 Lurdes Gonçalves

Curso de Ética 2014 Lurdes Gonçalves Curso de Ética 2014 Lurdes A Adolescência é uma etapa da vida marcada por profundas alterações quer fisiológicas e psicológicas quer intelectuais e sociais. Tarefas: - Aquisição de AUTONOMIA - Construção

Leia mais

Diapositivo 1. RL1 Raquel Lopes;

Diapositivo 1. RL1 Raquel Lopes; Biologia Humana 11º ano Escola Secundária Júlio Dinis Ovar BIOLOGIA HUMANA 11º ano TD Reprodução Humana??? raquelopes 09 raquelopes15@gmail.com RL1 Diapositivo 1 RL1 Raquel Lopes; 05-01-2009 Biologia Humana

Leia mais

de 10 a 19 anos completos. (OMS)

de 10 a 19 anos completos. (OMS) ADOLESCÊNCIA de 10 a 19 anos completos. (OMS) adolescência começa com a primeira manifestação da puberdade e termina no momento em que o desenvolvimento físico está quase concluído. (English, 1958) http://www.efdeportes.com/efd149/crescimento-fisico-de-criancas-de-10-a-14-anos.htm

Leia mais

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução

O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Introdução 421 O PAPEL DA ESCOLA E DO PROFESSOR NO PROCESSO DE APRENDIZAGEM EM CRIANÇAS COM TRANSTORNO DE DÉFICIT DE ATENÇÃO E HIPERATIVIDADE (TDAH) Amanda Ferreira dos Santos², Felipe Vidigal Sette da Fonseca²,

Leia mais

da Saúde, 2 Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Instituto de Ciências

da Saúde,   2 Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira, Instituto de Ciências ESTRATÉGIA EDUCATIVA SOBRE PREVENÇÃO DE INFECÇÃO SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEL: TECNOLOGIA PARA PESSOAS SURDAS Maria Gleiciane Gomes Jorge 1, Paula Marciana Pinheiro de Oliveira 2 Resumo: Objetivou-se identificar

Leia mais

Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual

Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual Como Aumentar o Seu Desempenho Sexual Muito além do prazer Dicas de como dar prazer a uma mulher na cama!!! No auge da paixão na cama, ela curva as costas e solta um gemido gritante que ecoa pelo quarto

Leia mais

Recente estudo realizado na Universidade de Alberta (Canadá), dirigido pela cientista

Recente estudo realizado na Universidade de Alberta (Canadá), dirigido pela cientista Fazer sexo oral dá sensação de poder às mulheres, diz estudo \"Nos resultados da pesquisa o sexo oral foi associado a emoções positivas. Macalad cita em seu estudo que cerca de 30% das mulheres acham que

Leia mais

Helping the helpers [distúrbios da sexualidade]

Helping the helpers [distúrbios da sexualidade] Helping the helpers [distúrbios da sexualidade] Sexualidade Normal e Sexualidade Patológica Ana Torres Sexualidade Normal Definição Rígida de Sexualidade Normal é difícil Sexualidade é um realidade global

Leia mais

Aula 4 Saúde Reprodutiva II: Métodos Comportamentais. Prof. Ricardo Mattos UNIG,

Aula 4 Saúde Reprodutiva II: Métodos Comportamentais. Prof. Ricardo Mattos UNIG, Saúde Integral da Mulher Aula 4 Saúde Reprodutiva II: Planejamento Familiar e os Métodos Comportamentais Prof. Ricardo Mattos UNIG, 2009.1 Planejamento Familiar A Constituição Federal, de 1988, prevê em

Leia mais

EDITAL DO IX CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM SEXUALIDADE HUMANA (IX TESH) PELA SBRASH.

EDITAL DO IX CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM SEXUALIDADE HUMANA (IX TESH) PELA SBRASH. EDITAL DO IX CONCURSO PARA OBTENÇÃO DO TÍTULO DE ESPECIALISTA EM SEXUALIDADE HUMANA (IX TESH) PELA SBRASH. 1. Acham-se abertas as inscrições do concurso para a obtenção do Título de Especialista em Sexualidade

Leia mais

O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA

O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA O TRANSTORNO DEPRESSIVO PUERPERAL: UMA REVISÃO BIBLIOGRÁFICA Maria Jomara Almeida Rego¹; Brenda Fernandes Cunha Rodrigues¹; Cidycarla de Oliveira¹ Maria Cidney da Silva Soares 1,2 1 Graduanda em Enfermagem,

Leia mais

Espaço S 14 ANOS DE HISTÓRIA

Espaço S 14 ANOS DE HISTÓRIA ESPAÇO S 14 ANOS DE HISTÓRIA Espaço, o S é de saúde, sexualidade, sentimentos e saberes a questionar. Pretende-se que seja um espaço para ouvir, aceitar e esclarecer, respeitando e privilegiando o atendimento

Leia mais

PROTAGONIZAR PARA CONSTRUIR: UM PROJETO DE INTERVENÇÃO PARA ADOLESCENTES DA CIDADE DO RIO GRANDE

PROTAGONIZAR PARA CONSTRUIR: UM PROJETO DE INTERVENÇÃO PARA ADOLESCENTES DA CIDADE DO RIO GRANDE PROTAGONIZAR PARA CONSTRUIR: UM PROJETO DE INTERVENÇÃO PARA ADOLESCENTES DA CIDADE DO RIO GRANDE Área Temática: Direitos Humanos e Justiça Coordenador da Ação de Extensão ou Ensino : Simone Paludo 1 Nome

Leia mais

Métodos Anticoncepcionais

Métodos Anticoncepcionais Métodos Anticoncepcionais Na sociedade atual, o planejamento familiar é muito importante para a qualidade de vida, pois só assim para garantir um futuro digno para os descendentes. Para isso, foram criados

Leia mais

A ORIENTAÇÃO SEXUAL NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA

A ORIENTAÇÃO SEXUAL NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA A ORIENTAÇÃO SEXUAL NO PROGRAMA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS DO MUNICÍPIO DE CRICIÚMA Tatiani Bellettini dos Santos UNESC 1 Paulo Rômulo de Oliveira Frota UNESC 2 Resumo A sexualidade possui vários

Leia mais

INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA

INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA INTERVENÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DE UMA SESSÃO DE REGRESSÃO DE MEMÓRIA IDENTIFICAÇÃO DO PERSONAGEM 1- Inicial: Cliente pode começar pelo personagem, pelo local, pela situação, pelo sentimento, pela sensação

Leia mais

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS

INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS 16 TÍTULO: CONSEQUÊNCIAS DA GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA CATEGORIA: CONCLUÍDO ÁREA: CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E SAÚDE SUBÁREA: ENFERMAGEM INSTITUIÇÃO: CENTRO UNIVERSITÁRIO DAS FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS AUTOR(ES):

Leia mais

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: TRABALHO PEDAGÓGICO DE PREVENÇÃO NO ÂMBITO ESCOLAR

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: TRABALHO PEDAGÓGICO DE PREVENÇÃO NO ÂMBITO ESCOLAR GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA: TRABALHO PEDAGÓGICO DE PREVENÇÃO NO ÂMBITO ESCOLAR Rosemere Dantas Barbosa Nascimento Ana Cláudia Santos de Medeiros Francilene Francisca de Andrade Lúcia de Fátima Farias da

Leia mais

IMPULSOS E HOMEOSTASE

IMPULSOS E HOMEOSTASE Motivação Motivação MOTIVAÇÃO Uma motivação é uma condição que guia e incentiva um comportamento Eles têm duas origens: fatores de motivação internos e fatores de incentivo externos. Incentivos Reforço

Leia mais

Cliente: Febrasgo Data: 08/03/2013 Dia: Sex Assunto: Iniciação sexual. Veículo: Extra Online (RJ) Seção: Mulher Site: extra.globo.

Cliente: Febrasgo Data: 08/03/2013 Dia: Sex Assunto: Iniciação sexual. Veículo: Extra Online (RJ) Seção: Mulher Site: extra.globo. Ginecologista fala sobre sexualidade e cuidados com corpo na adolescência Larissa Moggi No dia Internacional da Mulher, um brinde também para aquelas que estão a alguns passos de se tornarem uma. São as

Leia mais

SUICÍDIO COMO IDENTIFICAR?

SUICÍDIO COMO IDENTIFICAR? COMO IDENTIFICAR? Ludmila Palhano 1 O detalhamento do conhecimento dos fatores de risco auxilia na delimitação da populações nas quais os eventos poderão ocorrer com maior frequência. ABP, 2014 Dois principais

Leia mais

Índice. A Verdade Sobre o Prazer Feminino. 5 Obstáculos para o Orgasmo. 4 Atitudes para Facilitar Orgasmos. Guia básico do Orgasmo Feminino

Índice. A Verdade Sobre o Prazer Feminino. 5 Obstáculos para o Orgasmo. 4 Atitudes para Facilitar Orgasmos. Guia básico do Orgasmo Feminino Índice A Verdade Sobre o Prazer Feminino 5 Obstáculos para o Orgasmo 4 Atitudes para Facilitar Orgasmos 04 05 11 Guia básico do Orgasmo Feminino 2 A Verdade Sobre o Prazer Feminino Mulheres gostam tanto

Leia mais

Dúvidas sobre sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis entre adolescentes usuários de serviço de informações telefônicas

Dúvidas sobre sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis entre adolescentes usuários de serviço de informações telefônicas 16 ARTIGO ORIGINAL Jarbas Magalhães Telma Lisboa de Carvalho Josie Conti Renata Azevedo Maria Cristina Tempesta Silvia Bellucci Dúvidas sobre sexualidade e doenças sexualmente transmissíveis entre adolescentes

Leia mais

O QUE IRÁ ENCONTRAR. Família: conflitos - liberdade punições Amigos e relações afetivas. Profissionalização Escolha profissional Mercado de Trabalho

O QUE IRÁ ENCONTRAR. Família: conflitos - liberdade punições Amigos e relações afetivas. Profissionalização Escolha profissional Mercado de Trabalho ADOLESCÊNCIA O QUE IRÁ ENCONTRAR Entrada na adolescência Conceito e entrada Mudanças Hormonais Sexualidade Identidade de Gênero Diversidade DSTs Prevenção Gravidez Precoce Mitos e Verdades EU Adolescente

Leia mais

Castração de fêmeas de cães e gatos

Castração de fêmeas de cães e gatos Atualmente existe uma grande preocupação com o controle populacional de cães e gatos, e a castração é uma das formas de evitar que animais (principalmente filhotes) sejam abandonados diariamente nas ruas,

Leia mais

ANAIS DO II SEMINÁRIO SOBRE GÊNERO: Os 10 anos da lei Maria da Penha e os desafios das políticas públicas transversais

ANAIS DO II SEMINÁRIO SOBRE GÊNERO: Os 10 anos da lei Maria da Penha e os desafios das políticas públicas transversais Os 10 da lei Maria da Penha e os desafios das políticas públicas transversais GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA Ana Caroline (Acadêmica) carol_santos94@live.com Caroline Ribeiro (Acadêmica) Patrícia Almeida (Acadêmica)

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO. Item 0001 TERMO DE HOMOLOGAÇÃO Às 12:11 horas do dia 15 de agosto de 2012, após analisados todos os atos processuais do Pregão Pregão Eletrônico 116/2012, referente ao processo PE 116/2012, o Sr(a). Acimar Silva,

Leia mais

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO 1 CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS DEPARTAMENTO DE PSICOLOGIA GERAL E ANÁLISE DO COMPORTAMENTO PSICOLOGIA CLÍNICA NA ANÁLISE DO COMPORTAMENTO RELAÇÕES AMOROSAS Gislaine Naiara da Silva Daniela Cristina Oliveira

Leia mais

Psic. Ms. Oswaldo M. Rodrigues Jr. InPaSex Instituto Paulista de Sexualidade. 26/08/2017 (sábado) - das 14:30 às 15:30

Psic. Ms. Oswaldo M. Rodrigues Jr. InPaSex Instituto Paulista de Sexualidade. 26/08/2017 (sábado) - das 14:30 às 15:30 * Psic. Ms. Oswaldo M. Rodrigues Jr. InPaSex Instituto Paulista de Sexualidade 26/08/2017 (sábado) - das 14:30 às 15:30 * * Fantasias de prazer sexual Comportamentos sexuais prazer sentimentos e motivações

Leia mais

Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO. A e B 2017 EMENTA

Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO. A e B 2017 EMENTA DISCIPLINA: Ciências PROFESSORA: Michely Botelho Pires Araújo Ensino Fundamental I 5º ano PLANO DE ENSINO TURMA ANO LETIVO A e B 2017 EMENTA A formação de um cidadão crítico exige sua inserção numa sociedade

Leia mais

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se!

AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! AIDS e HPV Cuide-se e previna-se! O que é AIDS? Existem várias doenças que são transmissíveis através das relações sexuais e por isso são chamadas DSTs (doenças sexualmente transmissíveis). As mais conhecidas

Leia mais

7 GERAL DA RELAÇÃO Duas cartas que representam a essência da relação, a energia envolvida no relacionamento de ambas as partes.

7 GERAL DA RELAÇÃO Duas cartas que representam a essência da relação, a energia envolvida no relacionamento de ambas as partes. ANTÔNIO LEITURA PARA RELACIONAMENTO MÉTODO TEMPLO DE AFRODITE CASAS 1 E 2 MENTAL ELA E ELE Estas casas se referem a tudo que é pensamento racional, o que cada um pensa do outro e da relação, seus medos,

Leia mais

Modelo de referência para a elaboração do plano anual de curso do professor

Modelo de referência para a elaboração do plano anual de curso do professor Modelo de referência para a elaboração do plano anual de curso do professor UNIDADE ESCOLAR: Escola Dinorah Lemos da Silva ÁREA DO CONHECIMENTO: Estudo da Sociedade e da Natureza DOCENTE: Elisabete Silveira

Leia mais

T enho muitas dúvidas e, algumas certezas, quando penso em educação de jovens em

T enho muitas dúvidas e, algumas certezas, quando penso em educação de jovens em CONVERSANDO SOBRE EDUCAÇÃO SEXUAL Ana Carla Corrêa Lima Sales T enho muitas dúvidas e, algumas certezas, quando penso em educação de jovens em nossa sociedade. As dúvidas me fazem refletir e consequentemente

Leia mais

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES

CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CIÊNCIAS EJA 5ª FASE PROF.ª SARAH DOS SANTOS PROF. SILONE GUIMARÃES CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Ser Humano e Saúde 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 9.2 Conteúdo Métodos Contraceptivos II e planejamento

Leia mais

Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história:

Você já ouviu a história de uma tal garota legal? Bem, se não, deixeme contar uma história: Você já ouviu a história de uma tal "garota legal"? Bem, se não, deixeme contar uma história: Uma garota legal é alguém que se dedica de alma e coração em um relacionamento. Ela é alguém que poderia esperar

Leia mais

Daniel Sampaio (D. S.) Bom dia, João.

Daniel Sampaio (D. S.) Bom dia, João. Esfera_Pag1 13/5/08 10:57 Página 11 João Adelino Faria (J. A. F.) Muito bom dia. Questionamo- -nos muitas vezes sobre quando é que se deve falar de sexo com uma criança, qual é a idade limite, como é explicar

Leia mais

Problema para a saúde do homem O Livro dos Acidentes de Cone Jr destinado principalmente às crianças.

Problema para a saúde do homem O Livro dos Acidentes de Cone Jr destinado principalmente às crianças. 1830 - Problema para a saúde do homem O Livro dos Acidentes de Cone Jr destinado principalmente às crianças. CAUSAS EXTERNAS (violência e acidentes) : Importante causa de morbimortalidade infantil, incapacidade

Leia mais

O Poder da sexualidade escolha ou Karma? Astrologia como guia

O Poder da sexualidade escolha ou Karma? Astrologia como guia O Poder da sexualidade escolha ou Karma? Astrologia como guia Sexualidade e Reencarnação - O Retorno Reencarnação descarregamento de energias ( Karma + ou - ) Ligação com outras experiências Projeção sétupla

Leia mais

1. (1,0) Adicione os seguintes monômios: a) 3a³b + 4ba³ b) 5x²y³ + 7x²y³ c) 2mn² + 5mn² d) 8c 5 d³ + 6c 5 d³

1. (1,0) Adicione os seguintes monômios: a) 3a³b + 4ba³ b) 5x²y³ + 7x²y³ c) 2mn² + 5mn² d) 8c 5 d³ + 6c 5 d³ QiD 1 8º ANO PARTE 4 MATEMÁTICA 1. (1,0) Adicione os seguintes monômios: a) 3a³b + 4ba³ b) 5x²y³ + 7x²y³ c) 2mn² + 5mn² d) 8c 5 d³ + 6c 5 d³ 2. (1,0) Subtraia na ordem apresentada os monômios: a) (3xy),

Leia mais

IGUALDADE NÃO É (SÓ) QUESTÃO DE MULHERES

IGUALDADE NÃO É (SÓ) QUESTÃO DE MULHERES IGUALDADE NÃO É (SÓ) QUESTÃO DE MULHERES TERESA MANECA LIMA SÍLVIA ROQUE DIFERENÇAS ENTRE HOMENS E MULHERES APENAS UMA QUESTÃO DE SEXO? SEXO GÉNERO SEXO: conjunto de características biológicas e reprodutivas

Leia mais

Título: Construção de Um Novo Modelo de Atenção em Saúde Mental na. UBS Vila Pirituba. Tema: Saúde Mental: Álcool e outras drogas COSEMS 2015

Título: Construção de Um Novo Modelo de Atenção em Saúde Mental na. UBS Vila Pirituba. Tema: Saúde Mental: Álcool e outras drogas COSEMS 2015 Título: Construção de Um Novo Modelo de Atenção em Saúde Mental na UBS Vila Pirituba Tema: Saúde Mental: Álcool e outras drogas COSEMS 2015 Autores: Andréa Salvoni Carneiro de Campos, Elizabeth Chinche

Leia mais

INTERVENÇÃO CONTATOS PESSOAIS PLANO DA INTERVENÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO

INTERVENÇÃO CONTATOS PESSOAIS PLANO DA INTERVENÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO INTERVENÇÃO CONTATOS PESSOAIS SUELEN MATTOSO PLANO DA INTERVENÇÃO CONTEXTUALIZAÇÃO Na adolescência as relações sexuais têm iniciado mais cedo e com um maior número de parceiros, o que contribui para aumentar

Leia mais

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA

COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA COMO TER SUA ESPOSA DE VOLTA Trechos selecionados do livro Estratégias poderosas para fazê-la voltar para você. www.salveseucasamento.com.br Mark Love E-book gratuito Esse e-book gratuito é composto de

Leia mais