Gabarito Química Volume 1

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gabarito Química Volume 1"

Transcrição

1 Gabarito Química Volume 1 Química 1 Capítulo D 05. A 06. C 07. A 08. C 09. E 10. C 11. E 12. D 13. D 14. C 15. D 16. A 17. A 19. A 21. B 23. C 24. D 25. B 26. D 27. A 28. C 29. D 30. E 31. C 33. D 34. E 35. B 36. D 37. A 38. D 20. a) Teremos: b) No processo de destilação do solvente hexano pode ocorrer maior consumo de energia e contaminação do óleo de soja com este hidrocarboneto. Além disso, no processo sugerido o composto A é reaproveitado. 32. a) Pelo volume dos frascos: VII < VIII < VI percebemos que o frasco II evaporou mais rapidamente e isto significa que a substância contida nele apresenta a maior pressão de vapor seguida da substância contida no frasco III e por último a substância contida no frasco I, ou seja, a ordem crescente de pressão de vapor é dada por: PV(I) < PV(III) < PV(II). Como a mistura da substância I com a substância III é azeotrópica, ela não pode ser separada apenas por destilação fracionada, mas a destilação fracionada é um processo físico adequado para a separação dos solventes na mistura (I + II). b) Como a mistura de II e III é uma mistura comum ela terá a seguinte curva de aquecimento, dada na figura 1: 1

2 (Observação: S = sólido; L = líquido; G = vapor.) Como a mistura de I e III é azeotrópica ela terá a seguinte curva de aquecimento, dada na figura 2: Ou seja, como podemos observar, a temperatura de ebulição da mistura entre II e III varia. Já a temperatura de ebulição da mistura entre I e III se mantém constante (mistura azeotrópica). Capítulo C 02. C 04. D 05. E 06. C 08. A 09. D 10. A 11. E 12.A 14. A 15. A 16. A 17. C 20. a) Teremos a seguinte a sequência de transformações: BaCl 2 (s) BaCl2 (g) BaCl 2 (g) Ba 2+ (g) + 2Cl - (g) b) A explicação não seria correta, pois não se forma um sólido iônico entre dois metais, como é o caso do sódio e estrôncio. Outra possível resposta (aceita pela banca considerando a importância da leitura das informações fornecidas. A explicação não seria correta, pois conforme o texto, somente a espécie neutra proveniente do cátion do sal daria a cor. Dessa forma, somente o sódio daria cor e a cor seria amarela. Capítulo C 03. E 04. D 05. A 06. E 07. B 08. D 09. B 10. D 11. C 12. A 14. B 15. D 16. E 18. A 19. B 20. A Capítulo E 02. B 05. C 06. A 07. B 09. A 10. A 12. E 16. B 19. A 20. C 21. E 11. a) Nos compostos iônicos sólidos, os íons (cargas) estão presos na rede cristalina e não se movimentam. Nos metais sólidos, os elétrons estão livres na rede cristalina (constituindo bandas eletrônicas) e se movimentam livremente (corrente elétrica). b) Numa solução iônica, os cátions e ânions estão livres, logo, podem gerar corrente elétrica. 13. A ligação interatômica presente na molécula de HCl é do tipo covalente: H Cl Em água, o HCl sofre ionização: HCl H + + Cl - Os íons H + e Cl - conduzem a corrente elétrica. 2

3 Em benzeno, o HCl não se ioniza, portanto não forma espécies condutoras de eletricidade. 14. Teremos a seguinte fórmula estrutural plana: Para E (diferença de eletronegatividade) 1,6 Ligação covalente. Para E (diferença de eletronegatividade) 1,7 Ligação iônica. C H: E = 2,1 2,5 = 0,4 Covalente C O: E = 3,5 2,5 = 1,0 Covalente O Na: E = 3,5 0,9 = 2,6 Iônica 15. a) O cloreto de alumínio (AlCl 3 ) sublima a 178 o C, ou seja, tem um forte caráter molecular, não sendo puramente iônico.sua geometria é triangular, apresenta momento dipolo elétrico nulo, logo a interação química que ocorre entre as suas moléculas é o dipolo induzido (força de van der waals). O fato de se usar cera como emoliente líquido reforça esta ideia. b) Fórmula mínima: AlCl 3. Fórmula eletrônica de Lewis: c) Al 2 (OH) 5 Cl.2H 2 O = 210,5. 50 (embalagem) 100 % m(ingrediente ativo) 25 % m(ingrediente ativo) = 12,5 g 210,5 g (Al 2 (OH) 5 Cl.2H 2 O) 2 x 27 g de alumínio 12,5 g (Al 2 (OH) 5 Cl.2H 2 O) m(al) mal) = 3,2066 g = 3,21 g Capítulo B 04. A 05. E 06. C 08. D 09. A 10. A 11. B 12. E 14. D 17. C reação de formação do sal é uma neutralização com hidróxido de sódio. Sendo assim, o grupamento da molécula orgânica que rege é um grupo carboxila. O sal apresenta maior solubilidade em água por apresentar caráter iônico, o que aumenta sua afinidade a solventes polares, como a água. 03. a) (1) A parte apolar da molécula do etanol atrai os hidrocarbonetos que formam a gasolina. (2) O grupo OH presente na molécula do etanol faz ligações (ou pontes) de hidrogênio com a água. b) Teremos: 18. A 20. C 21. C 23. B 24. D 25. B 26. C 27. C 28. D 29. C 30. A 16. a) O xampu típico possui uma cauda apolar: A cauda apolar faz interações do tipo Van der Waals com a cadeia apolar da gordura. O xampu típico possui uma cabeça polar: 3

4 A cabeça polar faz ligações do tipo íons-dipolo com a água e atrai o surfatante mais a gordura limpando os cabelos. b) A combinação dos dois surfatantes seria ineficiente, pois haveria interações acentuadas entre as cabeças polares destes. Capítulo B 05. A 06. A 07. D 09. a) 40 C: Solubilidade: 40 g (KCl) g água Temos: 40 g (KCl) g água 20 C: Solubilidade: 34 g (KCl) g água Temos: 40 g (KCl) g água 40 g - 34 g = 6 g (massa de precipitado formado). Houve a formação de precipitado, pois, a 20 C a solubilidade do KCl é menor do que a 40 C. b) É um processo endotérmico, pois de acordo com a tabela, com a elevação da temperatura a solubilidade do cloreto de potássio aumenta. 11. a) A solução D, pois nesta solução a quantidade de soluto dissolvida é igual a sua solubilidade. b) Nos pontos A e C, pois nestas soluções a quantidade de soluto está acima da solubilidade. c) As soluções insaturadas possuem uma quantidade de soluto inferior a solubilidade na temperatura analisada. O ponto B corresponde a esta situação. d) Verifica-se pelo gráfico que o soluto tem dissolução endotérmica (com absorção de energia), pois sua solubilidade aumenta com a elevação da temperatura. Reduzindo a temperatura podemos cristalizar parte do soluto da solução D. 12. C 14. B Capítulo B 02. E 04. B 05. C 06. B 07. B 09. B 10. C 11. B 12. B 13. B 14. D 15. A 16. C 18. C 20. A 21. E 22. D Capítulo E 02. D 03. E 04. B 05. E 09. Teremos: 0,02 mg 0,5 ml m m = 40 mg 1000 ml 07. A 08. C 12. D 13. A 18. C 19. E 20. D 22. C 23. D 24. C 27. E mg 1 mol (Hg) = 40 mg n 4 n 2 10 mol 11. a) Têm-se 16,0 ml de uma solução de hidróxido de sódio, de concentração 0,500 mol/l, então: 1000 ml 0,500 mol 16 ml nnaoh nnaoh = 0,008 mol Como a proporção de ácido para base é de 1 para 2, teremos: n n H2C2O 4 + 2NaOH Na2C2O 4 + 2H2O ácido base 1 mol 2mol H2C2O4 H2C2O4 0,008 mol = 0,004 mol Como 25 ml foram neutralizados, vem: 4

5 [H2C2O 4 ] = n V [H2C2O 4 ] = 0,004 mol = 0,16 mol/l L b) Foram preparados 250 ml de uma solução aquosa, então: V= 250 ml = 0,25 L m [H2C2O 4 ] = M V 5,04 0,16 = M = 126 g/ mol M 0,25 H2C2O 4.xH2O 126 = ( ) + 18x x = 2 A fórmula será dada por: H2C2O 4.2H2O. 14. a) 4NH 3 + 5O 2 4NO + 6H 2 O 2NO + O 2 2NO 2 3NO 2 + H 2 O 2HNO 3 + NO b) 14,0 M ; 8,93 ml 9,0 ml. 16. a) H 2 SO 4 : V = 100 ml; 0,2 mol L 1 0,2 mol ml n(h 2 SO 4 ) ml n(h 2 SO 4 ) = 0,02 mol. KOH: V = 100 ml; 0,4 mol L 1 0,4 mol ml n(koh) ml n(koh) = 0,04 mol. H 2 SO KOH K 2 SO H 2 O 1 mol 2 mols 1 mol 0,02 mol 0,04 mol 0,02 mol n(k 2 SO 4 ) = 0,02 mol V(solução de K 2 SO 4 ) = 200 ml = 0,2 L Concentração molar = 0,02/0,2 = 0,1 mol L 1. b) Na 2 SO 4 = 142. m(k 2 SO 4 ) = 10,65 g M(K 2 SO 4 ) = 142 g/mol n(k 2 SO 4 ) = 10,65/142 = 0,075 mol. Concentração molar = 0,075/0,5 = 0,15 mol L (MV)HA = (MV)NaOH 25 ml 0,08 mol/l = 0,1 mol/l V(mL) V = 20 ml 26. a) Reação química: HCl (aq) + NaOH (aq) NaCl (aq) + H 2 O (l) b) 0,500 mol NaOH ml n mL n = 0,006 mol de NaOH. c) HCl (aq) + NaOH (aq) NaCl (aq) + H 2 O (l) 0,006 mol ,006 mol Molaridade (HCl) = 0,006 mol/0,010 L = 0,6 M Com a diluição o número de mols do ácido é constante, então: M(antes)V(antes) = M(depois)V(depois) M(antes) x 0,01 = 0,6 x 0,05 M(antes) = 3,00 mol L 1 (no frasco original). 5

6 Química 2 Capítulo Capítulo Capítulo E 03. A 05. D 08. A 2HgO(s) + calor 2Hg( l) + O 2(g). 01. A equação citada no texto é a seguinte: O texto também relata a necessidade de aquecimento para a ocorrência do processo, sugerindo o caráter endotérmico da reação. Ácido Sulfúrico. H 2 SO 4 Os ácidos são substâncias que, em água, sofrem ionização, liberando cátions H +. Em função dessa ionização, são substâncias que apresentam condutividade elétrica em água e por isso são chamados de eletrólitos. Podem reagir com bases produzindo sais na chamada neutralização. È também uma característica típica dos ácidos a capacidade de reagirem com certos metais provocando sua corrosão. Esta reação é uma óxidoredução, também chamada de deslocamento B 2 - O 3 - H 4 - R 06. H 2 SO 3 e H 2 SO 4 O ácido mais forte é o H 2 SO 4, pois a diferença entre o número de átomos de oxigênio e o número de átomos de hidrogênio ácido é igual a 2, enquanto no H 2 SO 3 essa diferença é igual a a) H 3 PO 3 + HOH O H 3 O + + H 2 P 3 (etapa 1) H 2 P 3 O + HOH H 3 O + + HP 2 O 3 (etapa 2) H 3 PO 3 + 2HOH 2 O 2H 3 O + + HP 3 (global) b) Vide figura. Capítulo E 02. D 04. D 03. a) HNO 3 - ácido nítrico; NH 4 OH - hidróxido de amônio. b) Nox do urânio no U 3 O 8 : + 16/3. Nox do urânio no (NH 4 ) 2 U 2 O 7 : a) Nome científico: hidróxido de cálcio. 6

7 Nomes comerciais: cal hidratada, cal extinta e cal apagada. b) O Ca(OH) 2 é uma base de Arrhenius e nas condições padrão (25 0 C e 1 atm) sua solução aquosa apresenta ph entre 7 e 14. c) Ca(OH) 2 (aq) + CO 2 (g) CaCO 3 (s) + H 2 O(l) Capítulo E 02. C 04. B 05. B 06. E 08. E 09. D 10. D 11. B 12. A 13. E 14. C 16. D 17. B 20. B 21. A 23. D 24. A 25. C Capítulo D 05. B 06. D 08. A 09. E 10. C 11. C 12. E 14. C 15. D Capítulo A 02. D 04. A 05. B 06. E 07. A 09. A 11. E 12. A 13. D 14. A 16. D 17. E 19. C 20. A 7

UFSC. Resposta: = 40. Comentário

UFSC. Resposta: = 40. Comentário Resposta: 08 + 32 = 40 01. Incorreta. O butano não possui isomeria óptica, pois não possui carbono assimétrico. 02. Incorreta. Ao serem liberados para a atmosfera os gases sofrem expansão de volume. 04.

Leia mais

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos?

06) Considere a aparelhagem desenhada a seguir, empregada para testes de condutividade elétrica. O teste deu positivo com qual dos líquidos? TEORIA DE ARRHENIUS 01) (Puc-SP) Dados os compostos A: CH 3 COONa (Sal: acetato de sódio) B: CH 3 COOH (ácido acético) C: CH 3 CH 2 OH (álcool etílico) D: C 6 H 12 O 6 (glicose) Pede-se: a) Quais os que

Leia mais

O que é uma propriedade funcional da matéria? Acidez Alcalinidade Salinidade. Funções químicas

O que é uma propriedade funcional da matéria? Acidez Alcalinidade Salinidade. Funções químicas O que é uma propriedade funcional da matéria? Acidez Alcalinidade Salinidade Funções químicas Função química Conjunto de compostos que possuem comportamento semelhantes Ácidos bases Sais Óxidos Mas você

Leia mais

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação:

3ª Série / Vestibular. As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar que, na reação: 3ª Série / Vestibular 01. I _ 2SO 2(g) + O 2(g) 2SO 3(g) II _ SO 3(g) + H 2O(l) H 2SO 4(ag) As equações (I) e (II), acima, representam reações que podem ocorrer na formação do H 2SO 4. É correto afirmar

Leia mais

TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV)

TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV) GEOMETRIA MOLECULAR TEORIA DA REPULSÃO DOS PARES DE ELÉTRONS DA CAMADA DE VALÊNCIA (TEORIA RPECV) A teoria da repulsão dos pares de elétrons da camada de valência afirma que o arranjo geométrico dos átomos

Leia mais

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake

Fundamentos de Química Profa. Janete Yariwake Bloco 2. Soluções. Equilíbrio químico em solução aquosa 2.1 Ácidos e bases 1 Bibliografia - Exercícios selecionados Exercícios retirados dos seguintes livros-texto: J.E. Brady, G.E. Humiston. Química Geral,

Leia mais

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA

QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA QUÍMICA LIGAÇÕES QUÍMICAS PROF. SAUL SANTANA Ligação Química O conceito de configuração eletrônica e o desenvolvimento da Tabela Periódica permitiu aos químicos uma base lógica para explicar a formação

Leia mais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligações Químicas Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligação iônica Transferência de elétrons de um átomo para outro Íons de cargas opostas Forças

Leia mais

Reações em Soluções Aquosas

Reações em Soluções Aquosas Reações em Soluções Aquosas Classificação Reações sem transferência de elétrons: Reações de precipitação; Reações de neutralização. Reações com transferência de elétrons: Reações de oxirredução. Reações

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS As propriedades físicas dos compostos orgânicos podem ser interpretadas, e muitas vezes até previstas, a partir do conhecimento das ligações químicas que unem

Leia mais

A nomenclatura dos sais é feita escrevendo-se o nome do ânion, a palavra de e o nome do cátion: (nome do ânion) de (nome do cátion)

A nomenclatura dos sais é feita escrevendo-se o nome do ânion, a palavra de e o nome do cátion: (nome do ânion) de (nome do cátion) QUÍMICA GERAL - AULA 6 - SAIS E ÓXIDOS DATA: 18/09/2015 PROF. ANA - SAIS NEUTRALIZAÇÃO TOTAL Quando misturamos uma solução aquosa de HCl e uma solução aquosa de NaOH ocorre uma reação entre os íons H +

Leia mais

FCAV/ UNESP. Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água. Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

FCAV/ UNESP. Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água. Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 1. Introdução Existem dois tipos de reações: a) aquelas em que, após determinado tempo, pelo menos

Leia mais

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula /

QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / QUI109 QUÍMICA GERAL (Ciências Biológicas) 4ª aula / 2016-2 Prof. Mauricio X. Coutrim (disponível em: http://professor.ufop.br/mcoutrim) REAÇÃO EM SOLUÇÃO AQUOSA São reações envolvendo compostos iônicos

Leia mais

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas

Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Química Analítica I Tratamento dos dados analíticos Soluções analíticas Profª Simone Noremberg Kunz 2 Mol Medidas em química analítica É a quantidade de uma espécie química que contém 6,02x10 23 partículas

Leia mais

FCAV/ UNESP. Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água. Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

FCAV/ UNESP. Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água. Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Assunto: Equilíbrio Químico e Auto-ionização da Água Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 1. Introdução Existem dois tipos de reações: a) aquelas em que, após determinado tempo, pelo menos

Leia mais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais

Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligações Químicas Ligações Interatômicas: IÔNICA = metal + não-metal COVALENTE = não-metais METÁLICA = metais Ligação iônica Transferência de elétrons de um átomo para outro Íons de cargas opostas Forças

Leia mais

Revisão da aula anterior

Revisão da aula anterior Revisão da aula anterior Cinética química Velocidade de reação Estabelecimento do equilíbrio químico Equilíbrio químico Cálculos de equilíbrio Fatores que afetam o equilíbrio químico Constante de equilíbrio

Leia mais

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):.

1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e determine o número de valência de cada elemento: a) Fe (26):. FOLHA DE EXERCÍCIOS CURSO: Otimizado ASS.: Exercícios de Conteúdo DISCIPLINA: Fundamentos de Química e Bioquímica NOME: TURMA: 1SAU 1º Questão: Escreva a distribuição eletrônica dos elementos abaixo e

Leia mais

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier

Disciplina de Química Geral Profa. Marcia Margarete Meier Soluções 1 Propriedades gerais das soluções Os materiais são feitos geralmente de misturas de substâncias mais simples. Ex.: ar, sangue, água do mar, ligas metálicas, perfumes, etc As composições precisam

Leia mais

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA

SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA SEQUÊNCIA DIDÁTICA PODCAST ÁREA CIÊNCIAS DA NATUREZA Título do Podcast Área Segmento Duração Chuva ácida... será que a água da chuva vai corroer tudo? Ciências da Natureza Química Ensino Médio 5min 44seg

Leia mais

QUÍMICA. UFBA 99 2ª etapa Quím. 12

QUÍMICA. UFBA 99 2ª etapa Quím. 12 QUÍMICA UFBA 99 2ª etapa Quím. 12 QUESTÕES DE 11 A 20 QUESTÕES DE 11 A 18 INSTRUÇÃO: Assinale as proposições verdadeiras, some os números a elas associados e marque o resultado na Folha de Respostas. Questão

Leia mais

Gabarito de Química Frente 2

Gabarito de Química Frente 2 Gabarito de Química Frente 2 Módulo 05 01. E Calculo do nox: 1) HNO 3 1 + X + 3 x (- 2) = 0 X= + 5 +1 2 X 2) HNO 2 1 + Y + 2 x (- 2) = 0 Y= + 3 +1 Y 2 3) NH 3 Z + 3 x (+1) = 0 Z = - 3 Z 02.A +1 Para calcular

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS. Data: Série: Olimpíadas Científicas Prof. Marcos Benfica Ligações químicas e intermoleculares

LISTA DE EXERCÍCIOS. Data: Série: Olimpíadas Científicas Prof. Marcos Benfica Ligações químicas e intermoleculares LISTA DE EXERCÍCIOS Data: Série: Olimpíadas Científicas Prof. Marcos Benfica Ligações químicas e intermoleculares 1. (Unesp 1989) Tem-se dois elementos químicos A e B, com números atômicos iguais a 20

Leia mais

Número atômico de A = número atômico de B = 18

Número atômico de A = número atômico de B = 18 61 e QUÍMICA O elemento químico B possui 20 nêutrons, é isótopo do elemento químico A, que possui 18 prótons, e isóbaro do elemento químico C, que tem 16 nêutrons Com base nessas informações, pode-se afirmar

Leia mais

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS.

O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. Lista de exercícios para a prova de recuperação final 1º ano EM Conteúdo. O ALUNO DEVERÁ VIR PARA A AULA DE RECUPERAÇÃO COM A LISTA PRONTA PARA TIRAR DÚVIDAS. - Misturas e substâncias - Tabela e propriedades

Leia mais

Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação

Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação Várias teorias tentaram explicar o fato de algumas soluções conduzirem energia elétrica e outra não 1903 Arrhenius experiências

Leia mais

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A

29/03/ TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A 29/03/2016 - TRANSFORMAÇÕES QUÍMICAS PROVA 1 GABARITO - prova tipo A Texto para as questões 1 a 10: O permanganato de potássio (KMnO 4 ) é um forte agente oxidante. Em laboratório, pode ser empregado para

Leia mais

2005 by Pearson Education. Capítulo 04

2005 by Pearson Education. Capítulo 04 QUÍMICA A Ciência Central 9ª Edição Capítulo 4 Reações em soluções aquosas e estequiometria de soluções David P. White Propriedades gerais das soluções aquosas Propriedades eletrolíticas As soluções aquosas

Leia mais

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks

Química Geral I. Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Química Geral I Química - Licenciatura Prof. Udo Eckard Sinks Conteúdo 04/04/2017 Rendimento Determinar Fórmulas Moleculares Reações em Solução aquosa Propriedades dos Compostos em Solução Aquosa, Reações

Leia mais

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO

ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS QUESTÕES É OBRIGATÓRIO IX Olimpíada Capixaba de Química 2011 Prova do Grupo I 1 a série do ensino médio Fase 02 Aluno: Idade: Instituição de Ensino: Coordenador da Instituição de Ensino: ATENÇÃO: O DESENVOLVIMENTO TEÓRICO DAS

Leia mais

Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 02 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Ligação Covalente...1 Ligação Iônica...3 Teoria de Lewis...5 Ligações Intermoleculares...6 Exercícios...7

Leia mais

Equilíbrio Químico Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei

Equilíbrio Químico Folha 03 Prof.: João Roberto Mazzei 01. (UERJ 2006) Numa aula experimental, foram preparadas quatro soluções eletrolíticas com a mesma concentração de soluto e as mesmas condições adequadas para o estabelecimento de um estado de equilíbrio

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1º EM Química B Natália Av. Dissertativa 19/10/16 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta

Leia mais

Professora Sonia ITA 1964

Professora Sonia ITA 1964 ITA 964 (A prova está dividida por assuntos) Cada TESTE de múltipla-escolha admite sempre uma única resposta dentre as opções apresentadas. TODAS as respostas aos testes deverão ser justificadas no CADERNO

Leia mais

2 NH 3 (g) + CO 2 (g)

2 NH 3 (g) + CO 2 (g) PROCESSO SELETIVO 2007 1 O DIA GABARITO 4 7 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. O equilíbrio de ionização da água pura é dado pela equação abaixo, cuja constante do produto iônico é 2,5x10-14, a 37 o C. H

Leia mais

2 KClO 3 2 KCl + 3 O 2

2 KClO 3 2 KCl + 3 O 2 PROCESSO SELETIVO 2007 1 O DIA GABARITO 1 7 QUÍMICA QUESTÕES DE 16 A 30 16. O ânion cloreto (Cl - ), o argônio (Ar) e o cátion potássio (K + ) têm em comum o mesmo número: a) de prótons. b) de elétrons.

Leia mais

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre).

Reações ácido-base. Ácidos. Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). Ácidos Ácido = substâncias que se ionizam para formar H + em solução (por exemplo, HCl, HNO 3, CH 3 CO 2 H - vinagre). H + é conhecido como próton Ácidos com um próton ácido são chamados monopróticos (por

Leia mais

FORÇAS INTERMOLECULARES

FORÇAS INTERMOLECULARES FORÇAS INTERMOLECULARES São as forças que mantêm os sólidos e líquidos unidos. A ligação covalente que mantém uma molécula unida é uma força intramolecular. A atração entre moléculas é uma força intermolecular.

Leia mais

Química B Intensivo V. 1

Química B Intensivo V. 1 1 Química B Intensivo V. 1 Exercícios 01) B 02) B a) Falsa. O leite in natura é uma mistura heterogênea e não apresenta as mesmas propriedades em toda a extensão da amostra. b) Verdadeira. A gelatina é

Leia mais

Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação

Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação Identificação funções inorgânicas, ionização e dissociação, número de oxidação Séc XVIII Substâncias orgânicas Substâncias inorgânicas Originadas dos organismos vivos Originadas minerais Hoje Substâncias

Leia mais

Ligações Químicas. No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao oxigênio? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 6

Ligações Químicas. No hidrônio, quantos pares de elétrons pertencem, no total, tanto ao hidrogênio quanto ao oxigênio? a) 1 b) 2 c) 3 d) 4 e) 6 Aluno(a): Prof.: Éderson Ligações Químicas Questão 1) Abaixo temos as fórmulas de Lewis para átomos de cinco elementos químicos. Fórmulas eletrônicas de Lewis para alguns elementos Podemos afirmar que

Leia mais

Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções

Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções Capítulo 6 - LIGAÇÕES QUÍMICAS-resoluções 1-C X e T devem ter a mesma carga com sinais contrários: +1 e -1, +2 e -2 ou +3 e -3. 2-B A) Fe 2 S 3 B) CsCl C) CaI 2 D) Al 2 3 E) Ba 3 N 2 Quanto maior a diagonal

Leia mais

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum

Lista de Exercício. Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016. Concentração Comum Professor: Cassio Pacheco Disciplina: Química 2 Ano Data de entrega: 04/03/2016 Lista de Exercício Concentração Comum 1- Num balão volumétrico de 250 ml adicionam-se 2,0g de sulfato de amônio sólido; o

Leia mais

VIII EXAME Questões Objetivas. RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE.

VIII EXAME Questões Objetivas. RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE. Questões Objetivas RESPONDA AS QUESTÕES DE 1 a 30, MARCANDO UMA DAS ALTERNATIVAS DE ACORDO COM O QUE SE PEDE. Questão 01 (Peso 1) Use seus conhecimentos de estequiometria para dizer qual alternativa está

Leia mais

Ácido. Base. Classifique as substâncias abaixo. HClO 4 (aq) H + (aq) + ClO 4- (aq) NaOH(aq) Na + (aq) + OH - (aq)

Ácido. Base. Classifique as substâncias abaixo. HClO 4 (aq) H + (aq) + ClO 4- (aq) NaOH(aq) Na + (aq) + OH - (aq) Classifique as substâncias abaixo HClO 4 (aq) H + (aq) + ClO 4- (aq) NaOH(aq) Na + (aq) + OH - (aq) Ácido Base Conceito de ácido e base de Arrhenius Restrito ao meio aquoso Classifique as substâncias abaixo

Leia mais

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha)

Qui. Semana. Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Semana 4 Allan Rodrigues Gabriel Pereira (Renan Micha) Este conteúdo pertence ao Descomplica. Está vedada a cópia ou a reprodução não autorizada previamente e por escrito. Todos os direitos reservados.

Leia mais

Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA. Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO

Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA. Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA Profa. Dra. RENATA PAULA HERRERA BRANDELERO Campus Dois Vizinhos QUÍMICA ANALÍTICA E OUTRAS CIÊNCIAS ANÁLISE DE SOLOS ANÁLISES FITOTÉCNICAS PÓS-COLHEITA PROCESSAMENTO

Leia mais

UDESC 2017/1 QUÍMICA. Comentário. Temperatura inicial: 25 o C ou 298 K Temperatura final: 525 o C ou 798 K Variação de 500 K

UDESC 2017/1 QUÍMICA. Comentário. Temperatura inicial: 25 o C ou 298 K Temperatura final: 525 o C ou 798 K Variação de 500 K QUÍMICA Temperatura inicial: 25 o C ou 298 K Temperatura final: 525 o C ou 798 K Variação de 500 K KC O 4 = 138,5 g/mol Capacidade calorífica: 5,85 kg. K 1. mol 1 5,85 kj 138,5 g x 25 g x = 1,0559 kj 1,0559

Leia mais

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017

XII Olimpíada Baiana de Química Exame 2017 GABARITO Questões discursivas DATA DA PROVA: 05/08/2017 DATA DA PUBLICAÇÃO DO GABARITO: 27/09/2017 Questão 01 (Peso 2) O que você entende por energia de ionização? Use seu entendimento para explicar o

Leia mais

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação

Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran. Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação Disciplina: Química Geral Docente Responsável: Prof a. Dr a. Luciana Maria Saran 1 Assunto: Ácidos e Bases de Lewis/ Óxidos/ Sais: classificação 1. Ácidos e Bases: conceito de Lewis O modelo de Lewis baseia-se

Leia mais

REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS. Prof. Guilherme F. Martins

REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS. Prof. Guilherme F. Martins REVISÃO: FUNÇÕES INORGÂNICAS Prof. Guilherme F. Martins ÁCIDOS Segundo Arrhenius é toda substância que em meio aquoso libera por ionização, como única espécie de carga positiva, o íon H + (próton). Obs.

Leia mais

Funções Inorgânicas. Funções Inorgânicas. Ácidos. Teoria da dissociação iônica de Arrhenius 10/11/17. Prof. Mayanderson

Funções Inorgânicas. Funções Inorgânicas. Ácidos. Teoria da dissociação iônica de Arrhenius 10/11/17. Prof. Mayanderson Funções Inorgânicas n Função química é um conjunto de substâncias com propriedades químicas semelhantes, denominadas propriedades funcionais. Funções Inorgânicas Prof. Mayanderson n Ácidos; n Bases; n

Leia mais

Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas

Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas 1.0 Dissociação Apostila de Química 19 Funções Inorgânicas Teoria da dissociação (Arrhenius, 1903) Determinadas substâncias, quando dissolvidas em água, são capazes de originar cátions e ânions (íons livres).

Leia mais

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES

MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES MUDANÇA DE ESTADO ROMPIMENTO DE FORÇAS INTERMOLECULARES DEFORMAÇÃO DA NUVEM ELETRÔNICA EFEITO COLISÃO = CHOQUE ///// EFEITO INDUÇÃO = VARIAÇÃO ELÉTRICA DIPOLO INDUZIDO FORÇAS DE LONDON ///// DIPOLO INSTANTÂNEO

Leia mais

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran

Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran FCAV/ UNESP Jaboticabal Disciplina: Química Geral Assunto: Sais e Hidrólise Salina Docente: Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1. OBJETIVOS Discutir as propriedades ácido-base dos sais em soluções aquosas;

Leia mais

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO

DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES. É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO DILUIÇÃO DE SOLUÇÕES É o processo que consiste em adicionar solvente puro a uma solução, com o objetivo de diminuir sua concentração SOLVENTE PURO SOLUÇÃO INICIAL SOLUÇÃO FINAL SOLVENTE PURO VA V V C C

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 02 TURMA FMJ 03. Item C O equador da figura mostrada pode ser representado como abaixo. 01. Item B I Correto. A energia para quebrar a ligação H F (568 kj/mol) é

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA. Tendo em vista as propriedades coligativas dessas soluções, é CORRETO afirmar

PROVA DE QUÍMICA. Tendo em vista as propriedades coligativas dessas soluções, é CORRETO afirmar 17 PROVA DE QUÍMICA Q U E S T Ã O 2 6 Z e X são elementos químicos que apresentam respectivamente 2 e 6 elétrons no nível de valência. A fórmula química resultante da combinação entre átomos dos elementos

Leia mais

Funções Inorgânicas Ácidos e Bases

Funções Inorgânicas Ácidos e Bases Funções Inorgânicas Ácidos e Bases Ácidos e bases de Lewis Ácido de Lewis: receptor de par de elétrons. Base de Lewis: doador de par de elétrons. Observe: os ácidos e as bases de Lewis não precisam conter

Leia mais

Funções da Química Inorgânica I

Funções da Química Inorgânica I Funções da Química Inorgânica I Introdução às funções e Ácidos. Química 1ª Série Profº Edilzo Filho Natal, Setembro de 2015. Introdução às funções inorgânicas Funções Orgânicas versus Funções Inorgânicas.

Leia mais

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml.

Resposta: D Resolução comentada: Ci x Vi = Cf x Vf Ci = 0,5 mol/l Cf = 0,15 mol/l Vf = 250 ml Vi = 0,5 x Vi = 0,15 x 250 Vi = 75 ml. Unesp 1-Em 2013 comemora-se o centenário do modelo atômico proposto pelo físico dinamarquês Niels Bohr para o átomo de hidrogênio, o qual incorporou o conceito de quantização da energia, possibilitando

Leia mais

ÁGUA, SOLUBILIDADE E PH

ÁGUA, SOLUBILIDADE E PH Universidade Federal do Rio de Janeiro Centro de Ciências da Saúde Instituto de Bioquímica Médica Curso: Enfermagem e Obstetrícia ÁGUA, SOLUBILIDADE E PH ÁGUA: UM COMPONENTE E SOLVENTE UNIVERSAL A ÁGUA

Leia mais

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 02-08/11/2015. Material de Apoio para Monitoria

Revisão Específicas. Química Monitores: Luciana Lima e Rafael França 02-08/11/2015. Material de Apoio para Monitoria Revisão Específicas 1. As conchas marinhas não se dissolvem apreciavelmente na água do mar, por serem compostas, na sua maioria, de carbonato de cálcio, um sal insolúvel cujo produto de solubilidade é

Leia mais

Ligações Químicas. Professor Haroldo

Ligações Químicas. Professor Haroldo Ligações Químicas Professor Haroldo 1. A regra do dueto e do octeto: Para se estabilizar um elemento precisa possuir sua camada de valência igual à camada de valência do GÁS NOBRE MAIS PRÓXIMO (8 e -,

Leia mais

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE

FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE FCAV/ UNESP EQUILÍBRIO ÁCIDO-BASE Prof a. Dr a. Luciana M. Saran 1 Tópicos da Aula: Substâncias que interferem no equilíbrio químico da água; Equilíbrio ácido-base; Soluções ácidas, neutras e alcalinas;

Leia mais

PROVA DE QUÍMICA TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS

PROVA DE QUÍMICA TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS PROVA DE QUÍMICA TABELA PERIÓDICA DOS ELEMENTOS FONTE: Tabela Periódica da IUPAC/versão 2005(adaptada). Acesso: http://www.iupac.org/reports/periodic_table/ 25 QUESTÃO 3 Analise este quadro, em que se

Leia mais

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ

RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ RESOLUÇÃO DE EXERCÍCIOS PROPOSTOS AULA 09 TURMA FMJ 01. Item A III Incorreto. A torrefação não consiste em um processo de separação de misturas. IV Incorreto. A trituração não consiste em processo químico

Leia mais

1- Reação de auto-ionização da água

1- Reação de auto-ionização da água Equilíbrio Iônico 1- Reação de auto-ionização da água A auto- ionização da água pura produz concentração muito baixa de íons H 3 O + ou H + e OH -. H 2 O H + (aq) + OH - (aq) (I) ou H 2 O + H 2 O H 3 O

Leia mais

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09

Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Química Atividade de Autoavaliação Recuperação 2 os anos Rodrigo ago/09 Re Resolução 1. O carbeto de cálcio CaC 2 (s) (massa molar = 64 g mol 1 ), também conhecido como carbureto, pode ser obtido aquecendo-se

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES

LISTA DE EXERCÍCIOS : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES LISTA DE EXERCÍCIOS - 1.7 : LIGAÇÕES QUÍMICAS, GEOMETRIA MOLECULAR, POLARIDADE E INTERAÇÕES INTERMOLECULARES 1 - (Fac.Coc-SP) Dois elementos químicos, X e Y, apresentam os seguintes subníveis energéticos,

Leia mais

Função química Conjunto

Função química Conjunto Função química Conjunto de compostos que possuem comportamento semelhantes As principais funções inorgânicas são : Os ácidos As bases Os sais Os óxidos Mas você sabe identificar? Ácidos Do ponto de vista

Leia mais

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente B

Gabaritos Resolvidos Energia Química Semiextensivo V3 Frente B 01) E a) Certa para Brönsted-Lowry, ácido é a espécie que doa próton e base á a que recebe próton; b) Certa quando uma espécie perde o próton, outra recebe. Assim, haverá um ácido e uma base de cada lado

Leia mais

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS

PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS PROPRIEDADES FÍSICAS DOS COMPOSTOS ORGÂNICOS As propriedades físicas dos compostos orgânicos podem ser interpretadas, e muitas vezes até previstas, a partir do conhecimento das ligações químicas que unem

Leia mais

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular)

Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Curso Preparatório para o Ingresso no Ensino Superior (Pré-Vestibular) Os conteúdos conceituais de Química estão distribuídos em 5 frentes. Química Extensivo A)Meio ambiente; estrutura atômica; Classificação

Leia mais

1 - O elemento flúor forma compostos com hidrogênio, carbono, potássio e magnésio, respectivamente. Os compostos covalentes ocorrem com:

1 - O elemento flúor forma compostos com hidrogênio, carbono, potássio e magnésio, respectivamente. Os compostos covalentes ocorrem com: Sem limite para crescer Colégio: Nome: nº Professor(a): Data: / /2013 EXERCÍCIOS QUÍMICA 1ª SÉRIE E.M. Turma: 1 - O elemento flúor forma compostos com hidrogênio, carbono, potássio e magnésio, respectivamente.

Leia mais

1ª Série do Ensino Médio

1ª Série do Ensino Médio 1ª Série do Ensino Médio 16. Considere as equações abaixo: I. H 2 + Cl 2 2 HCl II. Zn + H 2 SO 4 ZnSO 4 + H 2 III. HNO 3 + KOH KNO 3 + H 2 O IV. KClO 3 KCl + O 2 As quatro equações representam, nesta ordem,

Leia mais

com o oxigênio, formando o trióxido de enxofre (SO 3 ), e deste com a água, resultando no H 2

com o oxigênio, formando o trióxido de enxofre (SO 3 ), e deste com a água, resultando no H 2 11 Em 2004 iniciou-se, no Brasil, a exploração de uma importante jazida de minério de cobre. Nestes minérios, o metal é normalmente encontrado na forma de sulfetos, como o CuS, e para sua obtenção o minério

Leia mais

1. (Unimontes 2014) O caráter iônico de determinadas substâncias, em função da diferença de eletronegatividade, está apresentado a seguir.

1. (Unimontes 2014) O caráter iônico de determinadas substâncias, em função da diferença de eletronegatividade, está apresentado a seguir. 1. (Unimontes 014) O caráter iônico de determinadas substâncias, em função da diferença de eletronegatividade, está apresentado a seguir. Em análise do gráfico, a alternativa CORRETA é: a) O iodeto de

Leia mais

III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões.

III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões. III SOLUÇÕES III.1 Classificação das Misturas: Soluções e Dispersões. Frequentemente as substâncias químicas (elementos e compostos) encontram-se misturadas umas às outras. O sangue, a água do mar, o solo

Leia mais

Substâncias Químicas Com Características Ácido e Base. Bolsistas: Enio Lucia Altair Fernanda Rafael Jhefferson

Substâncias Químicas Com Características Ácido e Base. Bolsistas: Enio Lucia Altair Fernanda Rafael Jhefferson Substâncias Químicas Com Características Ácido e Base Bolsistas: Enio Lucia Altair Fernanda Rafael Jhefferson Introdução Água Como Solvente Dissociação Iônica e Soluções Eletrolíticas Teorias de Ácidos

Leia mais

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral?

QUÍMICA. Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? QUÍMICA Qual a fórmula molecular do menor alcadieno halênico com carbono quiral? C 6 H 10 ; C 7 H 10 ; C 7 H 12 ; C 6 H 8. C 6 H 12 ; O mirceno, composto responsável pelo gosto amargo da cerveja, possui

Leia mais

Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida

Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Química Fascículo 06 Elisabeth Pontes Araújo Elizabeth Loureiro Zink José Ricardo Lemes de Almeida Índice Soluções...1 Exercícios... 5 Gabarito...7 Soluções Unidades de Concentração Concentração é determinada

Leia mais

Profº André Montillo

Profº André Montillo Profº André Montillo www.montillo.com.br Definição: É uma Mistura Homogênia de 2 ou mais substâncias. Na Solução não ocorre uma reação química, porque não há formação de novas substâncias e não há alterações

Leia mais

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR ASSESSORIA TÉCNICA Processo Avaliativo Recuperação - 3º Bimestre/2015 Disciplina: QUÍMICA 3ª série EM A/B Nome do aluno Nº Turma A Recuperação deve ser entregue no dia 08/09/2015.

Leia mais

6ª OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA EXAME 2011

6ª OLIMPÍADA BAIANA DE QUÍMICA EXAME 2011 Data da prova: 30.07.2011 Data da publicação do gabarito: 01.09.2011 GABARITO QUESTÕES DISCURSIVAS QUESTÃO 1. (Peso 2) Uma vela de massa 34,5g é acesa e encoberta por um bequer. Após algum tempo a chama

Leia mais

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses

LUAULA. Professor: Eduardo Ulisses LUAULA Professor: Eduardo Ulisses Sobre as ligações químicas, analise as afirmativas. I. Nas estruturas de Lewis, a ligação covalente resulta do compartilhamento de um par de elétrons entre dois átomos.

Leia mais

Vestibular UFRGS Resolução da Prova de Química

Vestibular UFRGS Resolução da Prova de Química Vestibular UFRGS 2016 Resolução da Prova de Química 26. Alternativa (B) O método de separação utilizadoem 1 é a dissolução fracionada, a cafeína é dissolvida pelo acetato de etila e os outros componentes,

Leia mais

Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei

Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei www.professormazzei.com Ligações Químicas Folha 01 Prof.: João Roberto Mazzei 01. (UFRJ 2009) a) O elemento X, que aparece no balão II, está localizado no 2º período, grupo 14. Um de seus isótopos apresenta

Leia mais

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico.

UFSC. Resposta: 76. Comentário. 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. Resposta: 76 01. Incorreta. É formado pela reação de neutralização entre o hidróxido de potássio e ácido carbônico. H 2 CO 3 + KOH = K 2 CO 3 + H 2 0 02. Incorreta. O nox do carbono é +4. 04. Correta.

Leia mais

MARATONA ENEM 2017 AULÃO DE QUÍMICA PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS

MARATONA ENEM 2017 AULÃO DE QUÍMICA PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS MARATONA ENEM 2017 AULÃO DE QUÍMICA PROFESSOR: ALEXANDRE FIDELIS RAIO X 1- QUÍMICA ORGÂNICA: O QUE VOCÊ PRECISA SABER? O QUE VOCÊ PRECISA SABER! COMO CAI? RESOLUÇÃO: Temos a seguinte reação química: CH3O-Na+

Leia mais

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS

SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS E ÓXIDOS FUNÇÕES INORGÂNICAS SAIS Os sais são comuns em nosso cotidiano: SAIS São compostos iônicos que possuem, pelo menos um cátion diferente do H + e um ânion diferente do OH -. Exemplos: NaCl

Leia mais

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA

QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA QUÍMICA PRIMEIRA ETAPA - 1999 QUESTÃO 46 Um limão foi espremido num copo contendo água e as sementes ficaram no fundo do recipiente. A seguir, foi adicionado ao sistema um pouco de açúcar, que se dissolveu

Leia mais

Concentração de soluções

Concentração de soluções Concentração de soluções Química Geral Prof. Edson Nossol Uberlândia, 02/09/2016 Solução: mistura homogênea, em nível molecular, de duas ou mais substâncias O solvente é o meio em que uma outra substância,

Leia mais

UNIDADE: DATA: 03 / 12 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE INTRODUÇÃO À QUÍMICA 9.º ANO/EF

UNIDADE: DATA: 03 / 12 / 2015 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE INTRODUÇÃO À QUÍMICA 9.º ANO/EF SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA UNIDADE: DATA: 03 / 2 / 205 III ETAPA AVALIAÇÃO ESPECIAL DE INTRODUÇÃO À QUÍMICA 9.º ANO/EF ALUNO(A): N.º: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica:

QUÍMICA. 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: QUÍMICA 16. Os elementos químicos A, B e C apresentam para seu átomo, no estado fundamental, a seguinte configuração eletrônica: A 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 5 B 1s 2 2s 2 2p 6 3s 2 3p 6 4s 2 3d 5 C 1s 2 2s

Leia mais

Equilíbrio de Precipitação

Equilíbrio de Precipitação Capítulo 4 Equilíbrio de Precipitação Prof a Alessandra Smaniotto QMC 5325 - Química Analítica Curso de Graduação em Farmácia Turmas 02102A e 02102B Introdução Os equilíbrios ácido -base são exemplos de

Leia mais

ESTEQUIOMETRIA Folha 01 João Roberto Mazzei

ESTEQUIOMETRIA Folha 01 João Roberto Mazzei 01. (UFC 2009) O principal componente da cal, importante produto industrial fabricado no Ceará, é o óxido de cálcio (CaO). A produção de CaO se processa de acordo com a seguinte reação química: CaCO 3(s)

Leia mais

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES

QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES QUÍMICA - 3 o ANO MÓDULO 08 LIGAÇÕES INTERMOLECULARES H Cl H H H H O C O - O Na + O N O H 2 O O H H lcl 3 Cl Cl Al Cl H 2 N H H H Temperatura de ebulição +100 0-100 HF H 2 O HCl 20 H 2 S 406080100 H 2

Leia mais

TRÊS PRIMEIRAS SEMANAS DA REVISÃO FINAL (QUÍMICA RAFAEL MARQUES)

TRÊS PRIMEIRAS SEMANAS DA REVISÃO FINAL (QUÍMICA RAFAEL MARQUES) TRÊS PRIMEIRAS SEMANAS DA REVISÃO FINAL (QUÍMICA RAFAEL MARQUES) Gabarito: Resposta da questão 1: Incorreta. O amálgama é uma liga metálica, ou seja, uma mistura homogênea, em que o principal componente

Leia mais

PSVS/UFES 2014 MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do limite 2ª QUESTÃO. O domínio da função real definida por 3ª QUESTÃO

PSVS/UFES 2014 MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO. O valor do limite 2ª QUESTÃO. O domínio da função real definida por 3ª QUESTÃO MATEMÁTICA 1ª QUESTÃO O valor do limite 3 x 8 lim é x 2 x 2 2ª QUESTÃO O domínio da função real definida por é 3ª QUESTÃO A imagem da função real definida por, para todo, é GRUPO 2 PROVA DE MATEMÁTICA

Leia mais